P. 1
Chumbadores Tecnart - Dados Técnicos

Chumbadores Tecnart - Dados Técnicos

|Views: 800|Likes:
Publicado porGlaucio Pietrobom

More info:

Published by: Glaucio Pietrobom on Apr 16, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/21/2014

pdf

text

original

Dados Técnicos

DADOS TÉCNICOS

1. Fatores de Segurança 2. Chumbador sujeito a cisalhamento e tração 3. Distâncias Mínimas de aplicação 4. Área de tensão 4.1. Efeitos de reforço no concreto 5. Efeitos do concreto na capacidade do chumbador 6. Tempos de aplicação 7. Tipos de aplicação 7.1 URM e URXM -- Aplicação com martelete de impacto 7.2 URS e URXS -- Aplicação com broca de vídia 7.3 ALFA e OMEGA -- Aplicação com broca de vídia 7.4 URST -- Aplicação com broca de vídia 7.5 TECBOLT -- Aplicação com broca de vídia 7.6 UR e URXS -- Aplicação manual

A TECNART Indústria e Comércio Ltda., visando atender cada vez mais o público consumidor de fixadores, vem através desta publicação fornecer as informações mais frequentes solicitadas aos nossos técnicos. O Departamento Técnico da TECNART, após vários testes, coletou estes dados que servirão de referências a todos que usam chumbadores. Todas as cargas indicadas nos catálogos, foram tiradas de testes realizados pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo (IPT).

1. FATORES DE SEGURANÇA Os fatores de Seguraça que devem ser usados nas diferentes condições de aplicação estão na tabela abaixo FATORES DE SEGURANÇA 4 4 ou 5 Dependendo da magnitude da variação Apenas um sentido de vibração Vibração nos dois sentidos Dependendo da frequencia do choque

CARGAS ESTÁTICAS VARIÁVEIS

OBSERVAÇÕES

VIBRATÓRIAS 8 a 10 VIBRATÓRIAS 12 a 15 CHOQUE 4

Carga de cisalhamento disponível = 3395/4 = a aproximadamente 848 kg. a carga de arrancamento do chumbador Alfa de 1/2" (AF 12110).Carga de tensão disponível (conf.Cisalhamento desejado = 300 kg. para verificar se o seu dimensionamento foi feito corretamente.Tensão de arrancamento desejada = 400 kg. -. Tensão desejada / Carga de tensão disponível + Cisalhamento desejado / carga de cis. . disponível < ou = 1 Se o resultado obtido satisfizer a inequação. -. CHUMBADOR SUJEITO A CISALHAMENTO E TRAÇÃO A fórmula abaixo serve como base.Para uma carga estática em concreto de 268 Kgf/cm² sem armação de ferro. conforme catálogo é de 3.EXEMPLO -. -. -.Valor a ser considerado em projeto = carga catálogo / fator de segurança = 3042/4 = 760 kg. -. exemplo anterior) = 760 kg. EXEMPLO -.042 kg. 2.Fator de segurança utilizado = 4. então você estará usando o chumbador certo.

o chumbador especificado satisfaz as necessidades do projeto. DISTÂNCIAS MÍNIMAS DE APLICAÇÃO De acordo com os testes de arrancamento. ele traz consigo uma parte cônica de concreto de raio = 5 vezes o diâmetro externo do chumbador como mostra a figura abaixo. chegou-se à conclusão de que quando o chumbador é arrancado do concreto. a distância mínima entre o centro dos chumbadores não pode ser menor que 10 vezes o diâmetro do furo.Aplicando a fórmula temos: 400/760 + 300/848 = 0. 3. .88 Como o valoe obtido é < 1. Para se obter 100% da capacidade de carga especificada.

.A distância do chumbador à borda do concreto. (figura abaixo) A eficiência do chumbador é reduzida proporcionalmente até 50% da sua capacidade nominal.Distância mínima de um chumbador à borda do concreto = 5 vezes o diâmetro do furo correspondente (tabela abaixo). para espaçamento igual a 5 vezes o diâmetro do furo.Distância mínima entre centros de dois chumbadores = 10 vezes o diâmetro correspondente. não pode ser menor que 5 vezes seu diâmetro externo. X -. Y -.

MODELO BITOLA X (mm) Y (mm) 55 UR URM URS 1/4" 3/8" 1/2" 5/8" 3/4" 70 110 140 180 215 90 250 107 125 32 63 URX URXS TECBOLT 1/4" 3/8" 1/2" 5/8" 3/4" 48 63 95 127 159 79 190 95 32 URST 1/4" 3/8" 1/2" 5/8" 3/4" 95 48 63 127 159 190 254 79 95 32 63 39 ALFA OMEGA 7 3/16" 1/4" 48 5/16" 3/8" 95 63 1/2" 5/8" 127 159 79 190 95 .

e a base é igual a 20 vezes o diâmetro do chumbador. Os testes feitos nos chumbadores foram realizados em concreto sem ferragem. ÁREA DE TENSÃO O chumbador quando aplicado. forma uma área de compressão no concreto que pode ser definida como um cone. cujo vértice é o ponto de expansão máxima.4. .

. EFEITOS DO CONCRETO NA CAPACIDADE DO CHUMBADOR O gráfico abaixo mostra em termos porcentuais. Este gráfico foi desenvolvido. a ferragem do concreto deve passar através da área de tensão do chumbador.1 EFEITOS DO REFORÇO NO CONCRETO Para efeito de projeto. tomando-se por base um concreto de 274 kgf/cm² sem ferragem.4. 5. a variação na carga do chumbador em função da tensão de compressão no concreto. quando se deseja aumentar a capacidade de carga. mostrado na figura acima.

Para obter-se a carga de arrancamento deste mesmo chumbador num concreto de 170 kg. num concreto de 274 kgf/cm² é de 8. 6. o processo aplicado é o mesmo.650 kg.EXEMPLO -.A carga de arrancamento do chumbador URM 34. ou seja.20m 8h. TEMPO DE BITOLA APLICAÇÃO P/100 PEÇAS 1/4" UR 3/8" 1/2" 8h. -.20m 16h.40m MANUAL C/BATEDOR TIPO APLICAÇÃO .650 kg. em 170kg. em concreto de 340 kgf/cm². -. TEMPO DE APLICAÇÃO A tabela abaixo mostra os diversos tipos de chumbadores e seus tempos médios de aplicação para 100 peças. Isto significa que o valor de carga de arrancamento será de 64% de 8. entra-se no gráfico acima. 5536 kgf. (eixo do x) e encontra-se 64% (no eixo y).Para encontrarmos a carga de cisalhamento.

36m 1h.44m COM MARTELETE ATÉ 1/2" C/ FURADEIRA > 1/2" C/ MARTELETE ATÉ 1/2" C/ FURADEIRA > 1/2" C/ MARTELETE MANUAL C/ BATEDOR .29m 3h.5/8 3/4" 3/8" URX 1/2" 5/8" 3/4" 1/4" 3/8" URS 1/2" 5/8" 3/4" 1/4" 3/8" URXS 1/2" 5/8" 3/4" 1/4" URM 3/8" 1/2" 25h.47m 2h.51m 2h.09m 3h.20m 8h.04m 2h.20m 20h.20m 8h.03m 5h.20m 13h.27m 3h.03m 4h.03m 6h.2h.05m 3h. 28h.37m 1h.

16m 1h.5/8" 3/4" 1/4" 3/8" URST 1/2" 5/8" 3/4" 3.18m 5h.28m 1h.21m 1h.16" 1/4" ALFA OMEGA 5/16" 3/8" 1/2" 5/8" 1/4" 3/8" 1/2" TECBOLT 5/8" 3/4" 7/8" 1" 5h.29m 1h.20m 3h.56m 3h.15m 3h.33m 2h.16m 8h.52m 1h.50m 4h.35m 2h.18m 1h.15m 1h.40m ATÉ 1/2" C/ FURADEIRA > 1/2" C/ MARTELETE ATÉ 1/2" C/ FURADEIRA > 1/2" C/ MARTELETE ATÉ 1/2" C/ FURADEIRA > 1/2"C/ MARTELETE .14m 1h.38m 1h.53m 2h.25m 1h.

Os projetistas os preferem devido a rapidez e colocação.Aplicação com martelete de impacto Estes chumbadores asseguram o furo no diâmetro correto. pois o URM e URXM fazem seu próprio furo.1 URM e URXM -.7. Somente nestas condições são garantidas as cargas de arrancamento mencionadas. . As características de cada chumbador e seus diferentes tipos de aplicação são descritos a seguir: 7. TIPOS DE APLICAÇÃO Todos os chumbadores devem ser aplicados formando um ângulo de 90º em relação à superfície do concreto.

Encostando o URM e o URXM na superfície do concreto. o mesmo perfurará com facilidade. fazendo assim a expansão. O chumbador deverá ficar até 1. o comutador do martelete deverá estar na posição impacto (sem rotação).MÉTODO DE APLICAÇÃO a) Coloque o chumbador no mandril do martelete e certifique-se que o comutador esteja na posição rotação e impacto. coloque a bucha na extremidade da coroa dentada e recoloque o conjunto no furo. Utilize o expulsor para sacar o gargalo do mandril. o impacto provocará uma ação do chumbador contra a bucha. A operação de perfuração estará completa quando o mandril ficar a 1. no fundo do furo. Acionando o martelete. c) Para fazer a expansão. (figura ao lado) . d) Movimente o martelete no sentido da alavanca para quebrar o gargalo cônico do chumbador. durante a perfuração. o operador deverá movimentar um cabo girador manual. existente no mandril.5 mm da face do concreto ( figura ao lado ).5 mm abaixo da superfície do concreto. b) Retire o chumbador do furo. Se o martelete só for de impacto.

7.Aplicação com broca de vídia a) Faça o furo com a broca de vídia nos diâmetros e profundidades indicados.2 URS e URXS -. O ângulo do corte da broca deve ser maior ou igual a 130º (figura ao lado) b) Limpe completamente o furo c) Rosqueie o chumbador no batedor (BTU ou BTX) e coloque a bucha na extremidade do mesmo. .

O ângulo do corte da broca deve ser maior ou igual a 130º (figura ao lado) b) Limpe completamente o furo c) Rosqueie o chumbador no batedor (BTU ou BTX) e coloque a bucha na extremidade do mesmo.a) Faça o furo com a broca de vídia nos diâmetros e profundidades indicados. .

Os chumbadores ALFA são fornecidos com prolongador nos comprimentos maiores de uma mesma bitola. O chumbador OMEGA poderá ser utilizadp com barra roscada ou parafusos. proporcionando grande versatilidade em montagens passante.( ESPESSURA DA PEÇA A SER FIXADA ) + ( 2 VEZES O DIÂMETRO DO CHUMBADOR ) .3 ALFA E OMEGA -. a) A profundidade do furo pode ser determinada de duas maneiras: a. alvenaria e madeira.1) Furo Limpo ( PROFUNDIDADE DO FURO ) = ( COMPRIMENTO DO CHUMBADOR ) .( ESPESSURA DA PEÇA A SER FIXADA ) a. não existe limitação de profundidade.2) Furo Sujo ( PROFUNDIDADE DO FURO ) = ( COMPRIMENTO DO CHUMBADOR ) .Aplicação com broca de vídia São os mais versáteis chumbadores da nossa linha de fixação e podem ser usados em concreto.7.

c) Introduza o chumbador e utilize uma chave adequada para aperto da porca (mod. aplique um torque na porca ou parafuso de acordo com a tabela abaixo.b) Faça o furo nas profundidades e diâmetros indicados. d) Para uma expansão tecnicamente perfeita. a operação de torque da chave desloca o pino provocando a expansão da castanha ( figura ao lado). No modelo ALFA. a operação de torque é a mesma. porém a bucha expansora é deslocada pelo parafuso. OMEGA) (figura ao lado). ALFA) ou parafuso (mod. No modelo OMEGA. TORQUE DIÂMETRO RECOMENDADO PARA CONCRETO TORQUE RECOMENDADO PARA ALVENARIA E MADEIRA .

Este sistema provoca a expansão nas laterais do chumbador.4 URST -.5 MAX 7 .100 3. mesmo que o parafuso utilizado para fixação seja menor que o comprimento da rosca.3/16" 1/4" 5/16" 3/8" 1/2" 5/8" 5 MAX 10 . O sistema de bucha interna possibilita uma expansão controlada e a maior área paralela da bucha.35 35 .70 Os valores indicados na tabela acima.14 14 . estão bem abaixo dos valores estabelecidos pelas normas de porcas e parafusos. provocando assim uma expansão uniforme e garantindo uma perfeita fixação devido aos sulcos existentes nas laterais do chumbador.Aplicação com broca de vídia O chumbador URST possui uma angulação na sua parte inferior que permite o encaixe perfeito no furo. Início 7.25 25 . impede o seu retorno.15 20 .50 50 .35 35 .53 53 . não .75 75 .

a) Faça o furo nas profundidades e diâmetros indicados. c) Coloque o chumbador no furo e introduza a bucha expansora em seu interior (figura ao lado). d) Com o batedor punção (BTT) introduzido no chumbador. Por este motivo é o chumbador ideal para fixações com segurança e satisfatória capacidade de carga em pré-moldados. b) Limpe o Furo. cortinas finas de concreto e concreto de baixa resistência. e) Fixe a peça desejada (figura ao lado). faça a expansão batendo com um martelo.necessitando do fundo do furo o apoio da bucha por este motivo é o chumbador ideal para o apoio da bucha. .

.

para cada comprimento de chumbador. provocando a expansão da presilha.7. o chumbador será tracionado. utilize-se de uma chave adequada para o aperto da porca. montar o chumbador com porca e arruela e introduzí-lo no furo com o auxílio de um martelo. com fixação . isto é. a) Faça o furo com broca de diâmetro igual ao do chumbador. pode ser colocado através da peça a ser fixada. Iniciada a operação de torque.5 TECBOLT -.Aplicação com broca de vídia. É necessária uma profundidade maior se o furo não for limpo ( veja definição item 7. A profundidade mínima será igual a indicada no catálogo. que simultaneamente fará uma expansão de 360º graus. c) Para fazer a expansão.3). bastando para isso. b) Ideal para montagens passante.

pois não precisa de equipamento . dentro das paredes do furo.tota. É de aplicação mais econômica. ( Caso o diâmetro do furo no concreto seja marmorado. as presilhas garantem sua expansão por possuírem aletas laterais). são identicas a dos modelos URM.6 UR e URX -. diferenciando-se em sua aplicação. 7. URS e URXS.Aplicação manual A segurança e características técnicas destes chumbadores.

e de espaço físico menor do que o equipamento para fixação. são facilmente solucionados com a presença do nosso corpo técnico na obra. sendo feita apenas com o auxílio de um batedor (BTU ou BTX). . "know how" próprio e pioneirismo na área de fixação no país. a) Para fazer o furo. tem mostrado que resultados não satisfatórios são obtidos devido à variações das condições estabelecidas nos testes. gráficos. Todos os testes. Casos como estes. arrancamento e apuração das respectivas cargas dos elementos de fixação da nossa linha.especializado. Por este motivo são os chumbadores mais utilizados nos locais de difícil acesso. cravação. (fig ao lado) b) Limpe o furo. tabelas e métodos de aplicação apresentados neste informativo. Este Departamento dispõe de unidades volantes com todos os equipamentos necessários para treinamento. rosqueie o chumbador ao batedor e com o auxílio de um martelo bata contra a superfície de concreto fazendo ao mesmo tempo movimentos giratórios até atingir a profundidade indicada. Nossa experiência de 40 anos. bata até fazer a expansão. c) Coloque a bucha expansora na extremidade da coroa dentada d) Introduza o conjunto no furo e com o auxílio do martelo. poderão ser solicitadas ao nosso Departamento Técnico.

Chumbador Omega com parafuso Chumbador Omega com parafuso .

Instalação rápida e precisa com furação em diâmetros standarts. alvenaria e madeira. Diversos comprimentos para a mesma bitola. É fornecido nas bitolas 3/16" e 1/4" com cabeça boleada de fenda e nas demais sextavada. os quais permitem variar as espessuras de materiais e serem fixados. dispensa a compra dos demais componentes.       Ideal para montagens passante em concreto. Acabamento perfeito na fixação. Fornecido completo. Usa-se também barra rosqueada juntando o conjunto (OM) e os prolongadores necessários. CLIQUE E VEJA TABELA DE MEDIDAS E CARGAS .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->