ADAPTAÇÃO

As primeiras relações sociais da criança ocorrem na educação infantil. Muitos estudos indicam que a qualidade do relacionamento que estabelecem com os pais, é fundamental no desenvolvimento social da criança. A atenção e o afeto recebidos na infância, tanto dos pais quanto dos professores e demais adultos com os quais convive, ajudamna a ver o mundo de forma positiva e a acreditar que a convivência com os outros também será agradável. Na verdade, as crianças precisam de bons modelos para desenvolver habilidades sociais. Ao iniciar a sua adaptação na Educação Infantil, a criança vive um momento de muitas mudanças de uma só vez. Afasta-se parcialmente do convívio familiar e cria novas relações afetivas. Para que essas mudanças sejam incorporadas de maneira tranqüila pelas crianças, nós temos o cuidado de envolver os pais nesse processo de adaptação, pois permanecendo na escola e vivenciando a formação de vínculos de afeto com o professor e com os demais colegas de seu filho, assim como observando a implantação da rotina pelo grupo, acreditamos que os pais ficam seguros e naturalmente passam essa segurança para as crianças.

COMO SÃO ESSAS CRIANÇAS ?
EDUCAÇÃO INFANTIL - Crianças de 18 meses a 05 anos

       

Querem descobrir, conhecer, investigar o mundo que as rodeia; Tem os sentidos aguçados: tocam tudo o que vêem; Sentem, cheiram, são atentas aos ruídos, sons ritmados, movimentos, percebem e identificam as cores e as formas; Habilidosas para colher informações, para buscar soluções simples e às vezes fantásticas para os problemas; Tem grande capacidade de preservar histórias na memória... Querem saber os por quês de tudo! Por que será? A imaginação e a fantasia ocupam grande parte de suas brincadeiras! Nos jogos dramáticos, exercitam o comportamento de imitar ações, revelando a sua criatividade e assim vão entendendo como as coisas são na realidade...

APRENDE-SE MUITO BRINCANDO
As brincadeiras são muito mais do que momentos de diversão descompromissados. Com o estímulo certo, ajudam a criança a entender melhor o mundo. Entendemos que a recreação tem papel fundamental no desenvolvimento infantil. Uma criança que se distrai empurrando uma caixa, acaba descobrindo a força de seu corpo e aprende noções de causa e efeito. Quando brinca, mesmo sozinha, ela ordena o pensamento, estimula a criatividade e aperfeiçoa a capacidade de resolver problemas. As atividades lúdicas também ajudam a criar e a consolidar a auto-estima.

CADA ATIVIDADE PROPORCIONA UM TIPO DE APRENDIZADO
As histórias de faz-de-conta representam experiências da vida real e acabam trazendo à tona os desejos, as preocupações e os medos infantis. Os jogos desenvolvem a linguagem e as habilidades sociais, pois levam as crianças a negociar com os colegas as regras e a divisão de papéis. Em relação à formação de atitudes, desde cedo é possível ensinar regras de conduta que os acompanharão por toda a vida. Dar o exemplo, nesse caso, é tão importante quanto falar. As crianças adquirem atitudes adequadas imitando os adultos que tem como referência. A educação deve incluir não só o que se diz, mas sobretudo o que se faz.

O QUE TRABALHAMOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL?
Os projetos integrados, elaborados pela coordenação do curso e utilizados pelas crianças na forma de cadernos de textos e atividades interativas, levam em conta os objetivos e critérios selecionados por faixa etária. Tais projetos investem em temas diferenciados, que contribuem para a interpretação e a expressão de nossos alunos, sendo um elemento muito motivador para o aprendizado. Toda a estrutura de conteúdo por área e temas é baseada nos referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil propostos pelo M.E.C.

Formação pessoal e social Através de projetos interdisciplinares envolvendo histórias e contos, são trabalhadas muitas atividades envolvendo atitudes, sentimentos, expressões e valores.

As rodas de história. A Matemática do cotidiano Através de situações concretas de manipulação de quantidade. os diferentes papéis sociais e as relações entre eles. através da artes visuais. entre elas. aguçando entre elas a questão da preservação. nossas crianças vão sendo introduzidas no universo da lógica e do raciocínio. Oficinas São momentos muito ricos de troca e interação. . fantasias e maquiagens contribuem para esse exercício de faz de conta e também compõem esse delicioso cenário. entre tantos outros. É o momento de “fazer junto”. A leitura de receitas culinárias que apresentam porções e medidas também ampliam a habilidade e o entendimento de quantidade. intimamente ligada à continuação da vida. a partir da observação e apreciação de obras de arte de diferentes artistas nacionais e do mundo. os saraus literários e as visitas à biblioteca fazem parte dessa vivência. através de rodas de histórias e incentivo à leitura As práticas de leitura são constantes em toda a rotina da pré-escola. bastões. colchonetes. Através da música trabalhamos a diversidade sonora e cultural e. possibilitamos que as crianças se expressem em diferentes estilos e técnicas. onde brincando exercitam outros tons de voz. Quer seja a partir de uma história. para que possam ter seu próprio estilo e dar vazão ao seu processo criativo. Estudos de meio planejados com a finalidade de incrementar os conceitos das ciências naturais são inseridos em todas as faixas etárias da Educação Infantil. Fantoches. Conhecimento de mundo. Experiências de acompanhamento de ciclo de vida de pequenos animais e plantas exemplificam a rotina nessa área.Jogos Motores e práticas esportivas Ter consciência das possibilidades e do potencial do seu corpo é um objetivo a ser introduzido na Educação Infantil através de vivências corporais e explorações sensoriais. através do conhecimento de outras culturas e outros povos. a coragem e o medo. os costumes e as regras sociais permitem que nossas crianças possam estabelecer comparações e ampliar o seu repertório. Com uma orientação adequada. Teatro e jogos dramáticos Dramatizar a realidade é apropriar-se dela para poder entender a vida. de construir alguma coisa utilizando divisões de tarefas. que tem como objetivo o despertar prazeroso para a leitura. A Música e a Arte como forma de expressão A Arte agrega várias formas de expressão e. corda. a riqueza e a diversidade cultural Conhecer a sua cultura. oficina de sabonete. associadas ao conceito de número. oficina para fazer livrinhos. oficina de brinquedos em sucata. nossas crianças traduzem em expressão muitas habilidades corporais e são iniciadas em algumas práticas esportivas utilizando recursos como: bola. Culinária “Vamos fazer o bolo da Galinha RUIVA?” A resposta da turma do Maternal foi unânime: SIM! A culinária pode surgir em vários contextos. A resolução de problemas de forma concreta e lúdica também permite a apropriação de muitos conceitos matemáticos. as dramatizações. os elementos do folclore. resultando num objeto final que foi fruto dessa fusão de individualidades. quer seja a partir de um projeto que enfoque a preferência culinária de cada elemento da turma.Linguagem oral e escrita. quer seja a partir do conhecimento de outras culturas e seus alimentos. as artes visuais e a música. bambolê. duas áreas fortemente engajadas ao nosso trabalho. envolvendo atividades concretas relacionadas a diferentes temas. testam a autoridade ou a submissão. Os projetos interdisciplinares também favorecem o desenvolvimento nessa área. Movimento/Psicomotricidade . A vernissage dos alunos de 5 anos é o trabalho que fecha com chave de ouro o percurso das artes na Educação Infantil. O teatro na Educação Infantil trata-se mais de um grande jogo dramático. marionetes. vida em sociedade. Oficina de cartões. A ecologia e o funcionamento da natureza A natureza está em toda parte e sentir-se parte dela é o primeiro passo como seres humanos e seres vivos que somos. pneu. Desenvolvemos nas crianças um posicionamento consciente em relação à natureza.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful