Você está na página 1de 1

A natureza histrica do objeto de estudo da Psicologia Historicamente, a Psicologia se estabeleceu como cincia independente muito tempo depois que

outras reas de conhecimento j haviam alcanado pleno reconhecimento social. Foi somente no final do sculo XIX que surgiram as primeiras tentativas de constituio de uma cincia para tratar dos problemas humanos que hoje reconhecemos como fazendo parte do escopo da Psicologia, independentemente dos estudos desenvolvidos em reas afins, como a biologia e a filosofia. O surgimento de um campo de conhecimento s se justifica a partir da definio de um objeto prprio, no estudado pelas cincias pr-existentes. Outra condio o desenvolvimento de formas apropriadas para se conhecer este objeto, o que se faz pela definio de uma certa metodologia. Mas, principalmente, uma cincia s tem razo para existir quando esta rea de estudos por ela abrangida passa a ser problematizada, gerando a demanda por conhecimento. Em outras palavras, s h necessidade de se estudar um determinado assunto quando fazemos questes sobre ele. Considerando estes requisitos, podemos comear a pensar sobre os motivos que fizeram com que fosse to tardio o surgimento da Psicologia. Figueiredo (1991, 1999) prope uma tese: para que a Psicologia surgisse foi necessrio, primeiro, que se estabelecesse a idia de que as pessoas so indivduos independentes e donos de uma experincia de si que as diferencia dos demais. Esta primeira condio diz, portanto, respeito ao surgimento de um objeto de estudo o terreno de experincias que hoje reconhecemos como sendo nossa subjetividade: nossos questionamentos sobre a vida, nossa forma de entrar em contato com o mundo e com as outras pessoas etc.. Mas, para haver demanda por conhecimento, preciso que esta experincia de si seja objeto de dvidas e cogitaes: quem sou eu? Por que sou assim? Esta , pois, de acordo com Figueiredo, a segunda pr-condio necessria para o surgimento da Psicologia. Ora, o surgimento da experincia de si e o questionamento desta experincia tm uma histria. No existiu desde sempre. Atente para este fato importantssimo para a compreenso de tudo que segue, na disciplina: estamos afirmando que o psicolgico no um aspecto natural do ser humano, como poderamos dizer, por exemplo, de uma clula ou de um rgo. Se quisermos compreender por que a Psicologia tem uma histria oficial to curta, teremos que retomar a histria de seu objeto: a histria da constituio daquilo que hoje chamamos de subjetividade o surgimento gradual desta noo, na cultura ocidental; e a histria de sua problematizao a crise da subjetividade privatizada.

Você também pode gostar