Você está na página 1de 13

Rotura Prematura de Membrana

Relato do Caso
Anamnese Identificao SCR, 22 anos, casada, natural e procedente de Porto Velho-RO. QP: Perda de liquido pela vagina 2 horas

HDA: Paciente refere perda de lquido abundante transvaginal h 2 horas do dia 15/04/13.Liquido claro. Nega sangramentos Realizou 7 consulta pr natal at o momento

Exame Fsico
G1P0A0 IG:38s 6 d ao USG Movimentos fetais:Presentes DU:Presente Altura uterina: 35cm BCF:140 Feto nico, Apresentao ceflica, longitudinal, dorso

direita Ao toque:colo grosso e prvio, 1cm dilatao,-2 de De Lee Apresentando liquido amnitico claro com grumos Conduta: Internao

Prescrio
15/04/13 Dieta VO liquida Ampicilina 2 g Misoprostol 25 mg 6/6 horas

Partograma
Dilatao: 18:30= 4 20:30=5 22:30=6 00:30=10 Plano de De Lee: 18:30=-2 20:30=0 22:30=0 00:30=+2

Histria do Parto
As 1:04 do dia 16/04/13,auxilio ao parto vaginal

sendo expulso feto vivo, nico e ceflico. Distcia de ombro realizado manobra de Mac Robert com sucesso. Ausncia de lacerao. Reviso da cavidade vaginal. Estimulado Aleitamento materno exclusivo.

Prescrio
16/04/13 Dieta VO liquida Dipirona Orastatina 10 unidades IM

Objetivo: O objetivo do presente estudo foi avaliar vaginal beta-hCG para o diagnstico de ruptura prematura das membranas . Material e Mtodos: Estudo transversal observacional foi realizado em 123 mulheres grvidas que estavam no terceiro trimestre da gestao (28-37 semanas). Os pacientes foram divididos em trs grupos: I. Pacientes com Ruptura Prematura de Membrana(41 casos) II. Pacientes com Suspeita (42 casos) III. Pacientes com membranas ntegras (40

Cinco mililitros de soluo salina estril normal foi

inserido no saco posterior da vagina e em seguida o liquido vaginal foi aspirado e enviado para a medio do beta - hCG laboratrio.Foram comparados os trs grupos. Resultados: A concentrao de beta - hCG foi: 7,71 a 15,7 mIU / mL no grupo com a membrana intacta 176,43 a 316,37 mIU / mL no grupo suspeito de PPROM 468,06 a 366,34 uma mIU / ml no grupo de

Que mostrou uma diferena significativa entre os

trs grupos (P <0,001). Foi utilizado um valor de corte de 79,5 mIU / mL, com uma sensibilidade de 95% e uma especificidade de 84% . Concluso: O beta-hCG foi maior nos casos de PPROM e pacientes com suspeita de ter PPROM, e pode ser utilizado como um teste adequado, rpido e confivel para a deteco de ruptura das membranas.

Você também pode gostar