Você está na página 1de 2

AO

Direito ao exerccio da atividade jurisdicional um direito abastrato

Teoria Civilista ou Imanentista (Teoria clssica/civilista)

Foi esta a primeira teoria a tentar explicar o direito material e o direito de ao. Para essa teoria, "a ao imanente (aderida) ao direito material controvertido, de forma que a jurisdio s pode ser acionada se houver o direito postulado. Em outras palavras, a ao seria o prprio direito material violado em estado de reao". Tal teoria, portanto, pressupe que o direito material e o direito de ao so a mesma coisa, em outras palavras, o direito de ao seria imanente (inerente) ao direito material, como resposta sua violao. Tal teoria no foi capaz de explicar casos como da ao meramente declaratria, em que no h violao de direito material e tudo que o autor deseja a declarao de um direito ou uma situao para que seja oficializado. monoplio do Poder Judicirio, em regra.

Atividade JURISDICIONAL

Leis PROCESSUAIS

So de efeitos IMEDIATOS Obedecem o principio da Territorialidade

Funo JURISDICIONAL

SECUNDRIO, logo o conflito considerado como primrio.

PRINCPIOS: P. da Independncia Da Instituio Judiciria, CF, art. 2; Da pessoa fsica do Juz, CF, art. 95; Ausncia de sujeio a ordens de outros poderes ou rgos; Garantia da imparcialidade.

P. da Imparcialidade

Equidistncia do Juz das partes e seus interesses no processo em que atua; Garantido pela CF e P. da Independncia; Crenas no interferem como P. da Imparcialidade.

P. do Juiz Natural

Instituio dos rgos (Juzos e Tribunais) devem ser anterior ao fato; Competncia dos rgos devem ser determinadas por regra geral; Designao dos Juzes deve ser feita com base em critrios gerais estabelecidos por lei; CF/88, art 5, XXXVII e LIII.

P. da Exclusividade

Da jurisdio pelo Judicirio; Nenhum conflito pode ser excludo da apreciao do Judicirio; CF/88, art 5, XXXV. Exceo: Poder Legislativo (CF, art. 52, I) e por rbitros (Lei 9.307 de 23/09/1996).

P. da Inrcia

O processo no pode ser iniciado pelo juiz; Resguarda o P. da Imparcialidade;

P. do acesso a Justia

Assegura a busca do poder do Estado para dirimir as lides; Assegurada pela Constituio Federal. O rgo jurisdicional observa um processo que assegure o respeito aos direitos fundamentais; CF, art. 5, LIV.

P. do devido processo legal