Eletroquímica

-Reações de óxido-redução
-Pilhas -Diferença de potencial

-Corrosão de metais
-Eletrólise -Eletrólise – Aspectos quantitativos

EXERCÍCIOS
1-(FURRN) Com base nos potenciais normais abaixo: Zn+ + 2 e-  Zn0 Cu+2 + 2 e-  Cu0 Ag+ + 1 e-  Ag0 E0 = - 0,76 V E0 = + 0,34 V E0 = + 0,80 V

Indique o melhor agente oxidante.
a) Zn+2 b) Cu0

c)

Cu+2

d) Ag0 e) Ag+

Resolução

Os potenciais dados são todos de redução. A espécie química que tem maior potencial de redução é o íons Ag+, com + 0,80 V, portanto é o que tem maior possibilidade de reduzir se reduz provocará oxidação, portanto, dentre os apresentados é o melhor agente oxidante.

2.( UFSC) A partir dos dados fornecidos pelas semi-reações abaixo. Fe0 F2 + 2 e 2 F- .44 + 2. escreva a equação química total que representa um processo espontâneo.43 d) O ferro oxida em presença de flúor e) Não representa uma reação de oxirredução .0. Semi-reação Potencial padrão (V) Fe+2 + 2 e.87 Assinale as afirmações corretas com relação à equação química total: a) Flúor é o agente oxidante b) Ferro é o agente redutor c) A diferença de potencial é igual a + 2.

pode ser também calculado pela soma das semi-reações.31 V a) CORRETA: flúor reduzprovoca oxidação agente oxidante b) CORRETA: ferro oxidaprovoca redução agente redutor c) ERRADA: E0 = E0red maior – E0red menor = 2.44) = 3.87 –(-0. 2 F- Fe0 + F2  Fe+2 + 2 F. d) CORRETA: a reação nos mostra essa afirmativa e) ERRADA: se uma espécie química reduz e outra oxida.44 V + 2.31 V.87 V F2 + 2 e.ddp = 3.Solução Equação total: Fe0  Fe+2 + 2 e+ 0. ocorre uma reação de óxido-redução .

. H2O( liq) As reações que ocorrem durante o funcionamento da pilha são: (cátodo) 2 MnO2( s) + 2 NH4+(aquoso) + 2 e.(UNICAMP-SP) O desenho abaixo representa o corte de uma pilha de manganês. Mn2O3(s) + NH3(g) + H2O(lliquido) ( ânodo) Zn + 2 e reação? (s)  Zn (aquoso) dessa a) Qual o agente oxidante +2 - b) Cite uma substância cuja quantidade diminui e uma cuja quantidade aumenta quando a pilha está funcionando.3.

.Solução Cátodo (+) 2 MnO2(s) + 2 NH4+(aq) + 2 e- Mn2O3(s) + 2 NH3(g) + H2O(liq) Ânodo ( -) Zn(s)  Zn(aq) + 2 ea) Pela reação que ocorre cátodo. H2O e Zn+2. verificamos que o MnO2 está sofrendo redução  agente oxidante b) Ocorre a diminuição da quantidade de Zn sólido. Mn2O3 sólido. MnO2 sólido e NH4+ aquoso e aumenta a quantidade de NH3 gasoso.

a 200C. cada um dos metais em uma solução aquosa de ácido clorídrico 1 mol/L. Para cada um dos experimentos. separadamente.76 . separadamente. foram feitos três experimentos: I. e achou-se o valor de 7.44 . Me) ( V) Sn Zn Fe 7.Colocou-se.14 - .2 g/cm3. explique se foi possível ou não distinguir um metal do outro.0.0.Determinou-se a densidade de um dos metais. Dados: Metal ( Me) Densidade a 200C ( g/cm3) Eo ( Me+2. o estanho do zinco. cada um dos metais em uma solução aquosa de sulfato ferroso.14 .Colocou-se.29 7.4-(FUVEST-2000) Deseja-se distinguir. Para tal. com margem de erro de 3%. de concentração 1 mol/L.0. com base nos dados fornecidos. III. II. experimentalmente.

4 x ------.2 – 0.2 = 7.Como a margem de erro é de 3% teremos: 7. para que o metal ( Sn ou Zn ) se oxide e o Fe+2 reduza.3% x = 0. é preciso que o metal tenha um potencial de oxidação maior que o do Fe.2 -----.0 Como as densidades do Sn ( 7.2 = 7.14).Solução Experimento I.Com base nos E redução fornecidos.0 e 7. Experimento II.100% 7.4.216 7. Sn + FeSO4 não acontece Zn + FeSO4 ZnSO4 + H2 acontece Portanto através desse experimento III será possível distinguir o estanho do zinco .29) e a do Zn ( 7. Experimento III. não é possível distinguir através desse experimento. sabendo-se que o E 2H+/H2 = O .Para acontecer a reação de um metal mais FeSO4.2 + 0. estão entre os valores 7. os dois metais reagem com o HCl: redução Sn + 2 HCl  SnCl2 + H2 e Zn + 2 HCl  ZnCl2 + H2  não poderemos distinguir através desse experimento.

entre outras coisas. mostrada no esquema abaixo: Motor elétrico Reagente + Eletrodos Reagente x Produto y Produto Membrana polimérica permeável a H+ Nessa cela.5-(UNICAMP-SP) Uma alternativa para os motores de combustão são as celas de combustível que permitem. rendimentos de até 50% e operação em silêncio. . um dos compartimentos é alimentado por hidrogênio gasoso e o outro. As semi-reações que ocorre. equações: Ânodo: H2(g)  2 H+ +2 eque esta cela de combustível é “não poluente”? b) Qual dos gases deve alimentar o compartimento X? Cátodo: O2 (g) + 4 H+ + 4 e. do ponto de vista químico. por oxigênio gasoso. Uma das mais promissoras celas de combustível é a de hidrogênio. 2 H2O c) Que proporção de massa entre os gases você usaria para alimentar a cela de combustível? Justifique. nos eletrodos são dadas pelas a)Por que se pode afirmar.

 2 H2O Global: 2 H2 + O2  2 H2O Como temos a relação em mols é de 2:1. b) O compartimento X. o que não acarreta problemas ambientais. além disso todos os participantes das reações e o produto delas é a água. onde ocorre a oxidação ( pólo negativo).32 32 8 gO2 . portanto. teremos o gás H2 sofrendo oxidação para íons H+.2 4 1gH 2     1molO2 1. esse compartimento deve ser alimentado com hidrogênio. ela não usa cádmio ou mercúrio.Solução a) Essa cela de combustível não é poluente. porque pode ser construída com materiais não poluentes. Montando a equação global teremos: c) Ânodo: 2 H2  4 H+ + 4 eCátodo: O2 + 4 H+ + 4 e. a relação de massa será: massahidrogênio massaoxigênio 2molsH2 2.

no segundo. apenas I e III . apenas .As velocidades das reações serão afetadas se as fitas de magnésio forem substituídas por igual quantidade deste metal finamente dividido. II. ambas de concentração 0.As reações se completarão ao mesmo tempo nos dois recipientes. uma vez que os ácidos estão presentes na mesma concentração. No primeiro recipiente adicionou-se solução aquosa de ácido clorídrico e. Foram feitas. III e IV. apenas II e III. São verdadeiras as afirmações: a) b) c) d) e) I e II. as seguintes afirmações: I.Um dos produtos formados em ambos os casos é o hidrogênio molecular.1 mol/L. solução aquosa de ácido acético. em dois recipientes.O magnésio metálico é o agente oxidante nos dois casos.6-(VUNESP) Duas fitas idênticas de magnésio metálico são colocadas. IV. III. separadamente. apenas II. apenas III e IV.

VERDADEIRA: Quando dividimos o magnésio em em pequenas porções. a reação se processa mais rapidamente no recipiente com HCl. III.Solução Mg + 2 HCl  MgCl2 + H2 Mg + 2 H3CCOOH  (H3CCOO)2 Mg + H2 I . o aumento da superfície de contato.VERDADEIRA: Pelas reações acima. o Mg0 passa a Mg+2. portanto sofre oxidação  agente redutor.ERRADA: como o HCl é um ácido forte e o ácido acético é um ácido fraco. aumenta a velocidade das reações. II.ERRADA: Nas duas reações. LETRA D : III e IV são verdadeiras . IV.

A substância simples I2 pode ser obtida em um processo que envolve a redução desse iodato com hidrogenossulfito de sódio ( NaHSO3). cujo principal componente é o Salitre do Chile. de iodato de sódio ( NaIO3). Nessa redução também são produzidos íons sulfato.0 kg de iodo. íons H+ e água.7- (FUVEST-2000) O minério caliche. indicando o oxidante e o redutor. em massa . Dados: NaIO3 = 198 g/mol I2 = 254 g/mol . considerando que todo iodato é transformado em iodo. pelo método acima descrito. a) Escreva a equação iônica balanceada que representa a formação do iodo nessa solução aquosa. b) Calcule a massa de caliche necessária para preparar 10. em meio aquoso. contém cerca de 0.1%.

6 kg de NaIO3 X = 15.254 g x g ----------.Solução Caliche: 0.1%(do minério) x kg -100% ( minério) 396 g -------. I2 + 5 SO4-2 + 3 H+ + H2O +5 redução IO3.6 kg NaIO3------0.6 toneladas de minério .1% em NaIO3 massa caliche = ? a) 2 IO3.10 kg x = 15.oxidante 0 +4 oxidação HSO3.+ 5 HSO3.redutor b) 2 NaIO3  I2 +6 15.

conclui-se que: a) b) A placa metálica de prata é o catado da pilha Zn/Zn+2(0.04V c) Haverá perda de massa da placa de prata em virtude da oxidação desse metal d) Haverá aumento de massa na superfície submersa da placa de zinco em virtude da redução do íon Zn+2 e) A equação global da pilha é 2 Ag + Zn+2  2 Ag+ + Zn .50M)//Ag+(0.50M)/Ag0 A fem da pilha é 0.(Cefet-RJ) Considere a pilha representada pelo esquema: Com base nos dados acima.8.

56V a) CORRETA: de acordo com a reação global.Solução Ânodo(-) : Zn  Zn+2 + 2 e+ 0. e a prata tem maior de redução. c) ERRADA: como os íons Ag+ sofrem redução à Ag0 aumenta a massa da lâmina de prata. b) ERRADA: Calculado na soma das semi-reações. 2 Ag0 + 0. diminui a massa da lâmina de zinco e) ERRADA: a equação global foi dada acima . d) ERRADA: como Zn0 sofre oxidação à íons Zn+2. o zinco tem maior potencial de oxidação.76 Cátodo(+): 2 Ag+ + 2 e.80 Equação global: Zn + 2 Ag+  Zn+ + 2 Ag0 fem = + 1.

77V Em condições padrão. uma pilha que envolva as duas semireações fornecidas apresenta força eletromotriz de: a) 0.10 V e) 4.(UNIMEP-SP) Considere os seguintes dados: H3AsO4 + 2 H+ + 2 e.49 V c) 1.9.56V E0 = + 0.30 V d) 2. HAsO2 + 2 H2O Fe+3 + 1 e Fe+2 E0 = + 0.90 V .21 V b) 0.

nos fornece potenciais de redução.0.21V . Teremos: HAsO2 + 2 H2O  H3AsO4 + 2 H+ + 2 e2 Fe+3 + 2 e.56 = 0.77 – 0. tem maior potencial de redução ele sofrerá redução e o As+3 da espécie química HAsO2 sofrerá oxidação.77 V fem = + 0.21V A força eletromotriz pode ser também calculada da seguinte maneira: Fem = E0redução maior – E0redução menor = 0. como o íon Fe+3.Solução As duas semi-reações.56 V + 0. 2 Fe+2 Global: HAsO2 + 2 H2O + 2 Fe+3  H3AsO4 + 2 H+ + 2 Fe+2 .

0 milimol.(ITA) Uma célula eletroquímica.10. Após o término da eletrólise. exclusivamente O2. num total de 2. nota-se que: I) II) Num dos eletrodos se formou. dá para concluir que a quantidade de hidrogênio gasoso formada é igual a: a) 0.0 milimol c) 2.5 milimol b) 1.0 milimol . No outro eletrodo 6. a partir da água.0 milimol de Ag foram depositados e também se desprendeu H2 Dessas informações. com eletrodos inertes (platina) contém uma solução aquosa de nitrato de prata acidulada com ácido nítrico.0 milimol e) 6.0 milimol d) 4.

------.0 . H2O + ½ O2 + 2 eAg+ + 1 e.10-3mol e----x mol H2 = 1.10-3 = 2. H2 ½ mol O2 -----.10-3 mol O2---.2 mols e2 . passaram no cátodo também 8.0 milimol H2 Letra B .0 .10-3 mol e-.foram gastos com a Ag.10-3mol e. 10-3 mol Reações ocorridas: 2 OH.10-3 mol H2 ou 1.10-3 mols eSe passaram 8. o restante foi com o hidrogênio.10-3 – 6.1 mol e6 mol Ag0 ---x mol e-= 6.= 8. como 6. portanto: 2 H+ + 2 e.1mol H2 2 .x mol e. H2 2 mol e. 10-3 mol Ag = 6.0.0 .no ânodo.0 milimol = 2.10-3 mol e1 mol Ag0 --.Solução O2 = 2.0.0 milimol = 6.10-3 mol e. Ag0 H2 = ? 2 H+ + 2e.10-3 mol e- 8.

Os ânions Cl.A solução vai se diluindo em HCl Dessas afirmações é(são) incorreta (s): a) Somente I e III b) Somente II e IV c) Somente II d) Somente IV e) Somente III .(FEI-SP) Com relação à eletrólise do HCl em solução aquosa diluída. utilizando eletrodos inertes.Há liberação de hidrogênio no cátodo II.A solução final é neutra III. são feitas as seguintes afirmações: I.não se descarregam IV.11.

Solução 2 HCl  2 H+ + 2 Cl2 H2O  2 H+ + 2 OHCátado (-) : 2 H+ + 2 e.CORRETA: observe a reação acima que ocorre no cátodo II.descarregam no ânodo IV.do ácido vão descarregar LETRA E .CORRETA: o H+ e o Cl. a solução vai ficando mais diluída I. H2 Ânodo (+) : 2 Cl. a concentração de HCl vai diminuindo.ERRADA: íons Cl. Cl2 + 2 eReação global: 2 HCl  H2 + Cl2 como vimos.CORRETA: só fica H2O  neutra  [H+]= [OH-] III.

igual a: ( Cu = 63.12-(Cefet-PR) Um pedaço de cobre comercial de massa 0.5 g foi dissolvido em ácido adequado.9 c) 65. durante 5 minutos.5 d) 92.5 e) 75. em %.5 g/mol) a) 99. A pureza desse cobre é. mediante uma corrente elétrica de 4 A.8 b) 78.0 . e a solução resultante foi eletrolisada até a deposição total do Cu.

500 c 0. 1 mol Cu0 = 63.5 g amostra ---. 1 F  Q = 96 500 c  massa  1 E Q = i .5 g i=4A t = 5 min= 300 seg 1 mol e. t  Q = 4 .5 mol Cu = 31.394 g Cu -------x = 78.200 c x = 0.100% 0.394 g de Cu .9% LETRA B x g de Cu 1.9 % X = 78.Solução Massa amostra = 0. 300 = 1 200 c Cu+2 + 2 e. Cu 2 mols e. x mol Cu0 = 0.75 g Cu 96.5 g Cu 1 mol e.

soluções de CuSO4 e NiSO4. Ni-58. . Indique: (dados: Cu.5. b) A massa de níquel depositada após o transcurso de 1 hora. ligadas em série. contêm respectivamente.(CESGRANRIO-RJ) Duas cubas eletrolíticas. depositam-se 2.7 ) a) A massa de níquel depositada na outra cuba.03 g de cobre numa das cubas.63. Transcorridos vinte minutos.13.

88 g Ni0 -----.03 g Cu0 x = 0. Ni0 2 mol e.---.--------------------29. 1 F  96 500 c  m  1 E .064 mol de e- Nunca se esqueça: 1.35 g Ni0 0.63.-------------------.-.64 gramas de Ni 1 mol e.60 minutos x = 5.7 g Ni0 1 mol e.20 minutos X g de Ni0-----. Cu+2 + 2 e Cu0 Ni+2 + 2 e.Solução OBS: Em cubas ligadas em série.88 g 2 mols e. o número de mols de elétrons que passa em uma.5 g Cu0 X mol e.1 mol Ni0-------58.064 mol e-----------------x g = 1. passa também em outra.2.1 mol Cu0--.

21 minutos e 40 segundos. Uma certa corrente constante circula pela célula durante 5 horas.35 g de Cu até Cu+2.14-(EEM-SP) Pretende-se oxidar anodicamente 6. b) O valor da intensidade de corrente. Pede-se : a) O número de mols de elétrons envolvidos na transformação. Dados : massa atômica Cu = 63.5 1 farday = 96 500 c .

35 g t = 5 horas.35g-------x = 0.2 mol e-------x = 19 300 c b) Q = i. 40 segundos = 19 300 segundos Cu  Cu+2 + 2 e1 mol Cu = 63.t 19 300 = i .75g------.2 mols ea) 31.Solução 1 mol e. 21 mintuos.-----------96 500 c 6.5 g ------. 1 F  96 500 c  m  1 E m cobre = 6. 19300 i=1A .1 mol e.

15-(UFRN) Cem mililitros de solução 4.88 A atravesse a solução e decomponha todo o cloreto? b) Qual a quantidade em massa de hidrogênio de hidrogênio produzida por essa eletrólise? . a) Quantas horas são necessárias para que uma corrente de 3.35 M de cloreto de sódio foram submetidos à eletrólise.

234 g de H2 .-.t t = 41.1 mol H2 0.96500 c 0.800 s  3 horas b) 2 mols NaCl ---. H2 Ânodo(+): 2 Cl.1 litro-------x = 0.35 mol Cl0. Cl2 + 2 e- a) 1 litro ------.------2 mols e1 mol Cl.1 mol e.435 mol Cl.88 A t=? m H2 = ? 2 NaCl  2 Na+ + 2 Cl2 H2O  2 H+ + 2 OHCátodo(-): 2 H+ + 2 e.88 10.4.-------------x = 41 978 c 2 NaCl(aq)  2 NaOH + H2+ Cl2 Q= i.Solução NaCl = 100 ml 4.35 M i = 3.---.435 mol NaCl---x= 0.217mol H2 0.435 mol Cl2mol Cl.978/3.217 mol H2 = 0.