JOAO AUGUSTO BARBOSA TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013 DIAS:903621

-0

Digitally signed by JOAO AUGUSTO BARBOSA DIAS:903621-0 DN: c=BR, o=ICP-Brasil, ou=Autoridade Certificadora da Justica - AC-JUS, ou=Cert-JUS Institucional - A3, ou=Tribunal de Justica/Bahia TJ/BA, Cad- 1 / Página ou=SERVIDOR, cn=JOAO AUGUSTO BARBOSA DIAS:903621-0 Date: 2013.04.19 03:53:52 -03'00'

1

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO
Data da disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013. Edição nº 939

COMPOSIÇÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
MESADIRETORA
Presidente:
Des. MARIO ALBERTO HIRS

PROCURADOR-GERALDEJUSTIÇA
Dr. WELLINGTON CÉSAR LIMA E SILVA

1º Vice-Presidente:
Des. ESERVAL ROCHA

CONSELHODAMAGISTRATURA
(Sessões às 2ªs e 4ªs segundas-feiras do mês, às 13h30) Des. MARIO ALBERTO HIRS – Presidente Des. ESERVAL ROCHA - 1º Vice-Presidente Desa. VERA LÚCIA FREIRE DE CARVALHO - 2ª Vice-Presidente Desa. IVETE CALDAS Silva Freitas Muniz – Corregedora-Geral Des. ANTONIO PESSOA CARDOSO - Corregedor das Comarcas do Interior Des. LOURIVAL Almeida TRINDADE Desa. MARIA DO SOCORRO BARRETO SANTIAGO Des. JEFFERSON ALVES DE ASSIS (Suplente) Des. GESIVALDO DO NASCIMENTO BRITTO (Suplente)

2ª Vice-Presidente
Desa. VERA LÚCIA FREIRE DE CARVALHO

Corregedora-Geral:
Desa. IVETE CALDAS Silva Freitas Muniz

Corregedor das Comarcas do Interior
Des. ANTONIO PESSOA CARDOSO

TRIBUNALPLENO
Sessões Ordinárias Às 2ªs, 3ªs e 4ªs quartas-feiras do mês, das 8h30 às 13h;
Des. MARIO ALBERTO HIRS – Presidente Des. ESERVAL ROCHA - 1º Vice-Presidente Desa. VERA LÚCIA FREIRE DE CARVALHO - 2ª Vice-Presidente Desa. IVETE CALDAS Silva Freitas Muniz – Corregedora-Geral Des. ANTONIO PESSOA CARDOSO - Corregedor das Comarcas do Interior Des. CARLOS Alberto Dultra CINTRA Desa. SÍLVIA Carneiro Santos ZARIF Desa. LÍCIA de Castro Laranjeira CARVALHO Desa. TELMA Laura Silva BRITTO Desa. MARIA DA PURIFICAÇÃO DA SILVA Des. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS Desa. VILMA COSTA VEIGA Desa. SARA SILVA DE BRITO Desa. MARIA DO SOCORRO BARRETO SANTIAGO Des. ABELARDO VIRGÍNIO DE CARVALHO Desa. ROSITA FALCÃO DE ALMEIDA MAIA Des. LOURIVAL Almeida TRINDADE Des. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA Desa. MARIA DA GRAÇA OSÓRIO PIMENTEL LEAL Desa. DAISY LAGO Ribeiro Coelho Des. JOSÉ CÍCERO LANDIN NETO Des. GESIVALDO NASCIMENTO BRITTO Des. CARLOS ROBERTO SANTOS ARAÚJO Desa. MARIA MARTA KARAOGLAN MARTINS ABREU Des. NILSON SOARES CASTELO BRANCO Desa. HELOISA PINTO DE FREITAS VIEIRA GRADDI Desa. CYNTHIA MARIA PINA RESENDE Des. JEFFERSON ALVES DE ASSIS Desa. NÁGILA MARIA SALES BRITO Desa. INEZ MARIA BRITO SANTOS MIRANDA Desa. GARDÊNIA PEREIRA DUARTE Des. EMÍLIO SALOMÃO PINTO RESEDÁ Des. AUGUSTO DE LIMA BISPO Des. JOSÉ ALFREDO CERQUEIRA DA SILVA Des. JOSÉ EDIVALDO ROCHA ROTONDANO Des. PEDRO AUGUSTO COSTA GUERRA Desa. MÁRCIA BORGES FARIA Des. ALIOMAR SILVA BRITTO

SEÇÃOCÍVELDEDIREITOPRIV ADO
(Sessões às 2ªs quintas-feiras do mês, às 8h30) Desa. LÍCIA de Castro Laranjeira CARVALHO Desa. MARIA DA PURIFICAÇÃO DA SILVA Des. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS – Presidente Desa. SARA SILVA DE BRITO Desa. MARIA MARTA KARAOGLAN MARTINS ABREU Desa. CYNTHIA MARIA PINA RESENDE Desa. GARDÊNIA PEREIRA DUARTE Des. EMÍLIO SALOMÃO PINTO RESEDÁ Des. AUGUSTO DE LIMA BISPO

SEÇÃOCÍVELDEDIREITOPÚBLICO
(Sessões às 4ªs quintas-feiras do mês, às 8h30) Des. CARLOS Alberto Dultra CINTRA – Presidente Desa. SÍLVIA Carneiro Santos ZARIF Desa. TELMA Laura Silva BRITTO Desa. MARIA DO SOCORRO BARRETO SANTIAGO Desa. ROSITA FALCÃO DE ALMEIDA MAIA Des. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA Desa. MARIA DA GRAÇA OSÓRIO PIMENTEL LEAL Desa. DAISY LAGO Ribeiro Coelho Des. GESIVALDO NASCIMENTO BRITTO Des. JOSÉ CÍCERO LANDIN NETO Desa. HELOISA PINTO DE FREITAS VIEIRA GRADDI Des. JOSÉ EDIVALDO ROCHA ROTONDANO Desa.MÁRCIA BORGES FARIA

1ª CÂMARA CÍVEL
(Sessões às segundas-feiras, às 13h30) Desa. MARIA DA PURIFICAÇÃO DA SILVA – Presidente Desa. SARA SILVA DE BRITO Desa. MARIA MARTA KARAOGLAN MARTINS ABREU Des. AUGUSTO DE LIMA BISPO

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 2

2ª CÂMARA CÍVEL
(Sessões às terças-feiras, às 8h30) Desa. MARIA DO SOCORRO BARRETO SANTIAGO Des. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA Desa. MARIA DA GRAÇA OSÓRIO PIMENTEL LEAL Des. GESIVALDO NASCIMENTO BRITTO – Presidente

2ª CÂMARA CRIMINAL
(Sessões: 4ª quinta-feira de cada mês, às 13h30) Desa. VILMA COSTA VEIGA Des. CARLOS ROBERTO SANTOS ARAÚJO Des. JEFFERSON ALVES DE ASSIS Desa. NÁGILA MARIA SALES BRITO Desa. INEZ MARIA BRITO SANTOS MIRANDA Des. JOSÉ ALFREDO CERQUEIRA DA SILVA

3ª CÂMARA CÍVEL
(Sessões às terças-feiras, às 8h30) Des. CARLOS Alberto Dultra CINTRA – Presidente Desa. TELMA Laura Silva BRITTO Desa. ROSITA FALCÃO DE ALMEIDA MAIA Desa. DAISY LAGO Ribeiro Coelho Desa. HELOISA PINTO DE FREITAS VIEIRA GRADDI

2ª CÂMARA CRIMINAL -1ª TURMA
(Sessões às 1ª, 2ª e 3ª quintas-feiras de cada mês, às 13h30) Desa. VILMA COSTA VEIGA Des. CARLOS ROBERTO SANTOS ARAÚJO Des. JEFFERSON ALVES DE ASSIS

4ª CÂMARA CÍVEL
(Sessões às terças-feiras, às 14h) Desa. LÍCIA de Castro Laranjeira CARVALHO Des. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS – Presidente Desa. CYNTHIA MARIA PINA RESENDE Desa. GARDÊNIA PEREIRA DUARTE Des. EMÍLIO SALOMÃO PINTO RESEDÁ

2ª CÂMARA CRIMINAL -2ª TURMA
(Sessões às 1ª, 2ª e 3ª quintas-feiras de cada mês, às 8h30) Desa. NÁGILA MARIA SALES BRITO Desa. INEZ MARIA BRITO SANTOS MIRANDA Des. JOSÉ ALFREDO CERQUEIRA DA SILVA – Presidente

CONSELHO SUPERIOR DOS JUIZADOS ESPECIAIS
Desa. SARA SILVA DE BRITO Des. GESIVALDO NASCIMENTO BRITO

5ª CÂMARA CÍVEL
(Sessões às terças-feiras, às 8h30) Desa. SÍLVIA Carneiro Santos ZARIF – Presidente Des. JOSÉ CÍCERO LANDIN NETO Des. JOSÉ EDIVALDO ROCHA ROTONDANO Desa.MÁRCIA BORGES FARIA

COMISSÃO PERMANENTE DE MEMÓRIA
Desa. MARIA DA PURIFICAÇÃO DA SILVA – Presidente Des. ABELARDO VIRGÍNIO DE CARVALHO Desa. MARIA MARTA KARAOGLAN MARTINS ABREU

SEÇÃO CRIMINAL
(Sessões: 1ª sexta-feira de cada mês, às 8h30) Desa. VILMA COSTA VEIGA Des. ABELARDO VIRGÍNIO DE CARVALHO Des. LOURIVAL Almeida TRINDADE Des. CARLOS ROBERTO SANTOS ARAÚJO Des. NILSON SOARES CASTELO BRANCO Des. JEFFERSON ALVES DE ASSIS Desa. NÁGILA MARIA SALES BRITO Desa. INEZ MARIA BRITO SANTOS MIRANDA Des. JOSÉ ALFREDO CERQUEIRA DA SILVA Des. PEDRO AUGUSTO COSTA GUERRA Des. ALIOMAR SILVA BRITTO

COMISSÃOPERMANENTEDEREFORMAJUDICIÁRIA, ADMINISTRATIV AEREGIMENTOINTERNO
Desa. CYNTHIA MARIA PINA RESENDE – Presidente Desa. GARDÊNIA PEREIRA DUARTE Des. AUGUSTO DE LIMA BISPO Des. JOSÉ EDVALDO ROCHA ROTONDANO

COMISSÃO PERMANENTE DE JURISPRUDÊNCIA, REVISTA, DOCUMENTAÇÃO E BIBLIOTECA
Desa. SÍLVIA Carneiro Santos ZARIF – Presidente Desa. ROSITA FALCÃO DE ALMEIDA MAIA Des. CARLOS ROBERTO SANTOS ARAÚJO Desa. NÁGILA MARIA SALES BRITO Suplente:

1ª CÂMARA CRIMINAL
(Sessões: última terça-feira de cada mês, às 8h30) Des. Des. Des. Des. Des. ABELARDO VIRGÍNIO DE CARVALHO LOURIVAL Almeida TRINDADE NILSON SOARES CASTELO BRANCO PEDRO AUGUSTO COSTA GUERRA – Presidente ALIOMAR SILVA BRITTO

COMISSÃO PERMANENTE DE SEGURANÇA
Des. NILSON SOARES CASTELO BRANCO Des. JOSÉ ALFREDO CERQUEIRA DA SILVA ANDRÉA PAULA MATOS RODRIGUES DE MIRANDA (Juíza de Direito) JOSELITO RODRIGUES DE MIRANDA JÚNIOR (Juiz de Direito)

1ª CÂMARA CRIMINAL -1ª TURMA
(Sessões às 1ª, 2ª e 3ª terças-feiras de cada mês, às 8h30) Des. ABELARDO VIRGÍNIO DE CARVALHO Des. ALIOMAR SILVA BRITTO

COMISSÃOESPECIALDECONCURSO PARAJUÍZESSUBSTITUTOS
Desa. MARIA DA PURIFICAÇÃO DA SILVA – Presidente Des. NILSON SOARES CASTELO BRANCO CLÁUDIO CESARE BRAGA PEREIRA (Juiz de Direito) Suplente: OSÉAS COSTA DE SOUSA (Juiz de Direito) Suplente: MARIANA TEIXEIRA LOPES (Juíza de Direito)

1ª CÂMARA CRIMINAL -2ª TURMA
(Sessões às 1ª, 2ª e 3ª terças-feiras de cada mês, às 13h30) Des. LOURIVAL Almeida TRINDADE – Presidente Des. NILSON SOARES CASTELO BRANCO Des. PEDRO AUGUSTO COSTA GUERRA

COMISSÃO ESPECIAL DE INFORMÁTICA
Des. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS – Presidente PEDRO ROGÉRIO CASTRO GODINHO (Juiz de Direito) AFRÂNIO PEDREIRA DE OLIVEIRA JÚNIOR (Servidor) ANTÔNIO OSCAR BUARQUE BELLUCI DA SILVA (Servidor)

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 3

PRESIDÊNCIA GABINETE
DECRETO JUDICIÁRIO Nº 281, DE 17 DE ABRIL DE 2013. Designa a Juíza de Direito Sandra Ines Moraes Rusciolelli Azevedo para Turma Recursal desta Comarca. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso das suas atribuições legais, RESOLVE Designar a Juíza de Direito SANDRA INES MORAES RUSCIOLELLI AZEVEDO, titular da 27ª Vara de Substituições da Comarca da Capital, para, sem prejuízo de suas funções, no dia 18/04/2013, COMPOR a 2ª Turma Recursal desta Comarca. GABINETE DA PRESIDÊNCIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, em 17 de abril de 2013. DES. MARIO ALBERTO HIRS Presidente DECRETO JUDICIÁRIO Nº 282, DE 18 DE ABRIL DE 2013. Prorroga a suspensão do expediente e da fluência dos prazos processuais na Comarca de Amélia Rodrigues. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso das suas atribuições legais, CONSIDERANDO a implantação do Processo Digital na Comarca de Amélia Rodrigues. RESOLVE Prorrogar a suspensão do atendimento ao público e da fluência dos prazos processuais na Comarca de Amélia Rodrigues, no período de 22 a 26 de abril do corrente ano, ressalvado o recebimento de medidas de natureza urgente. GABINETE DA PRESIDÊNCIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, em 18 de abril de 2013. DES. MARIO ALBERTO HIRS Presidente DECRETO JUDICIÁRIO O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, à vista do que consta do Processo n° 020783/2013, RESOLVE Conceder aposentadoria voluntária à Bela. MARIA CARLOTA SAMPAIO DOS HUMILDES OLIVEIRA, cadastro n° 212.757-1, Juíza de Direito, da Comarca de Salvador, entrância final, nos termos do art. 3° da Emenda Constitucional n° 47/2005. GABINETE DA PRESIDÊNCIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, em 18 de abril de 2013. DES. MARIO ALBERTO HIRS Presidente DECRETO JUDICIÁRIO O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, à vista do que consta do Processo n° 021577/2013, RESOLVE Conceder aposentadoria voluntária ao servidor AMADEU FERNANDES VILAS BOAS, cadastro n° 500.457-8, Motorista Judiciário da Comarca de Salvador, entrância final, classe C, nível 25, nos termos do art. 6° da Emenda Constitucional n° 41/2003. GABINETE DA PRESIDÊNCIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, em 17 de abril de 2013. DES. MARIO ALBERTO HIRS Presidente

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 4

DECRETO JUDICIÁRIO O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, à vista do que consta do Processo n° 014297/2013, RESOLVE Conceder aposentadoria voluntária à servidora OLIVIA SOUZA DOS SANTOS, cadastro n° 149.577-1, Escrevente de Cartório da Comarca de Salvador, entrância final, classe C, nível 28, nos termos do art. 3°, incisos I, II e III e parágrafo único, da Emenda Constitucional n° 47/2005, c/c o art. 7° da Emenda Constitucional n° 41/2003. GABINETE DA PRESIDÊNCIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, em 17 de abril de 2013. DES. MARIO ALBERTO HIRS Presidente DECRETO JUDICIÁRIO O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, e à vista do que consta do PA nº 21500/2013, RESOLVE Designar o servidor MAURICIO SAMPAIO DA SILVA, cadastro 902.645-2, para exercer suas atividades na Comarca de Itaberaba, em razão da desativação da Comarca de Ibiquera. GABINETE DA PRESIDÊNCIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, em 17 de abril de 2013. DES. MARIO ALBERTO HIRS Presidente

ATOS ADMINISTRATIVOS
DESPACHOS EXARADOS PELO DESEMBARGADOR MARIO ALBERTO HIRS, PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, EM 18 DE ABRIL DE 2013. 23143/2013 Desembargador ABELARDO VIRGINIO DE CARVALHO faz solicitação. Defiro licença para tratamento de saúde por 08 dias a partir de 17/04/2013. À Diretoria de Recursos Humanos - DRH, para anotações. 69891/2012 Juiz de Direito ANDRÉ ANDRADE VIEIRA faz solicitação. 1 - Vistos 2 - À vista das informações contidas na certidão de fl. 06 e no relatório de produtividade de fl. 03 , que comprovam que o requerente foi designado e teve exercício, durante o mês de novembro de 2012, em comarca mais elevada que a da qual é titular, procede, à luz do art. 124 da Lei Orgânica da Magistratura Nacional - LOMAN, o pedido. Nestes termos, DEFIRO O PEDIDO. 4 - À Diretoria de Recursos Humanos para as devidas providências. 5 - Publique-se e cumpra-se. 20783/2013 Juíza de Direito MARIA CARLOTA SAMPAIO DOS HUMILDES OLIVEIRA faz solicitação. A Juíza de Direito Maria Carlota Sampaio dos Humildes Oliveira, sempre exerceu sua função com competência, dedicação e ética, em todos os lugares por onde passou. E, reconhecendo o excelente trabalho prestado pela Magistrada ao Judiciário Baiano, é que, nos termos do pronunciamento da Consultoria Jurídica da Presidência, defiro o pedido de aposentadoria voluntária e determino a lavratura do ato aposentador. Após, à Diretoria de Recursos Humanos para os devidos fins. Salvador, 18 de abril de 2013. DESPACHO EXARADO PELO JUIZ ASSESSOR DA PRESIDÊNCIA I - MAGISTRADOS, CLÁUDIO CÉSARE BRAGA PEREIRA, EM 18 DE ABRIL DE 2013: 10796/2013 CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA 1 - Vistos. 2 - face a designação retro, fixo o dia 26 de abril de 2013, às 09h30min, na sala 305-S, do Edifício Sede do Tribunal de Justiça da Bahia, para audiência de oitiva das partes envolvidas nos embargos declaratórios relatados na Reclamação Disciplinar nº 0005486-73.2012.2.00.0000. 3 - Designo a Servidora Cyntia Facó para Secretariar o presente feito, nos atos relativos as minhas atribuições. 4 - Notifiquem-se as testemunhas. 3 - Publique-se e cumpra-se.

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 5

DECISÕES EXARADAS PELO DESEMBARGADOR MARIO ALBERTO HIRS, PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, EM 17 DE ABRIL DE 2013. 021577/2013 - Amadeu Fernandes Vilas Boas Nos termos do pronunciamento da Consultoria Jurídica da Presidência, defiro o pedido de aposentadoria voluntária e determino a lavratura do ato aposentador. Após, à Diretoria de Recursos Humanos para os devidos fins. 17407/2013 - Ana Lúcia Peixoto Rosa À vista das informações acima transcritas, defiro o pedido de averbação do tempo de serviço, na forma consignada no item 1.4. À Diretoria de Recursos Humanos. 54696/2009 ap 6867/2013 - Aurea Cristina Oliveira dos Santos Defiro o pedido, para pagamento do crédito apurado à fl. 32, observada a disponibilidade orçamentário-financeira. À Diretoria de Recursos Humanos. 016335/2013 - Juanita Nascimento Santos Nos termos do pronunciamento da Consultoria Jurídica da Presidência, determino o arquivamento dos autos. À Diretoria de Recursos Humanos para conhecimento e adoção das providências necessárias. 056678/2012 - Maria Amélia dos Santos Azevedo Nos termos do pronunciamento da Assessoria Jurídica da Corregedoria das Comarcas do Interior, homologo as informações prestadas pela Coordenação de Pagamento à fl. 64. À Diretoria de Recursos Humanos para adoção das providências necessárias. 52908/2012 - Maria do Carmo Guerra de Santana Gomes À vista das informações acima transcritas, defiro o pedido de averbação do tempo de serviço, na forma consignada no item 1.6. À Diretoria de Recursos Humanos. 049677/2012 - Maria Flora Palma Bahia Nos termos do pronunciamento da Assessoria Jurídica da Corregedoria, indefiro o pedido de revisão dos proventos de aposentadoria. Arquivem-se. 21500/2013 - Mauricio Sampaio da Silva Pelo exposto, defiro o pedido. Expeça-se o ato. Após, à Secretaria da Corregedoria para conhecimento e, em seguida, à Coordenação de Registros e Concessões para anotações. 21562/2012 ap. 2604/2013 e 2731/2013 - Natalice Prates Ferreira À vista das informações acima transcritas, defiro parcialmente o pedido, na forma consignada no item 1.4. À Diretoria de Recursos Humanos para as providências pertinentes. 059278/2012 - Nelci Cerqueira Barbosa Santos Nos termos do pronunciamento da Assessoria Jurídica da Corregedoria das Comarcas do Interior, homologo as informações prestadas pela Coordenação de Pagamento à fl. 87. À Diretoria de Recursos Humanos para adoção das providências necessárias. 014297/2013 - Olivia Souza dos Santos Nos termos do pronunciamento da Assessoria Jurídica da Corregedoria, defiro o pedido de aposentadoria voluntária e determino a lavratura do ato aposentador. Após, à Diretoria de Recursos Humanos para os devidos fins. 057232/2012 - Raimundo da Paixão Nos termos do pronunciamento da Assessoria Jurídica da Corregedoria, homologo as informações prestadas pela Coordenação de Pagamento à fl. 82. À Diretoria de Recursos Humanos para adoção das providências necessárias. 15045/2013 - Vera Nilza de Carvalho Lordelo Diante do exposto, defiro o pedido, para convalidar o ato e, em consequência, autorizar o pagamento da remuneração correspondente à do cargo substituído. Encaminhem-se os autos à Diretoria de Recursos Humanos para as providências pertinentes. Decisão válida para os processos abaixo relacionados: À vista das informações acima transcritas, defiro o pedido de averbação do tempo de serviço, na forma consignada no item 1.3. À Diretoria de Recursos Humanos. 51994/2012 - Nevson Caider Alves de Sena 15832/2013 - Osvanildes da Apresentação Ferreira

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 6

DESPACHO EXARADO PELO DESEMBARGADOR MARIO ALBERTO HIRS, PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA BAHIA, EM 17 DE ABRIL DE 2013: 59353/2012 DANIELA PEREIRA GARRIDO PAZOS, Juíza de Direito, faz solicitação. Estando o procedimento devidamente instruído com os documentos exigidos pelo artigo 4º, I e II e § 1º, da Resolução nº CM01/2011, autorizo o pagamento com base no valor definido na referida resolução. À SEAD para adoção das providências devidas. DESPACHO EXARADO PELO JUIZ ASSESSOR DA PRESIDÊNCIA II, RICARDO AUGUSTO SCHMITT, EM 17 DE ABRIL DE 2013, nos processos listados abaixo: Informe-se o solicitado, de acordo com a base de dados gerenciada por esta Assessoria, devendo constar referência expressa ao disposto na parte final do artigo 3º, da Resolução nº CM-01, de 24 de janeiro de 2011. Oficie-se. Após, arquive-se. 19292/2013 ELBIA ROSANE SOUSA DE ARAUJO, Juíza de Direito, faz solicitação. 19298/2013 ELBIA ROSANE SOUSA DE ARAUJO, Juíza de Direito, faz solicitação. DESPACHOS EXARADOS PELO JUIZ ASSESSOR DA PRESIDÊNCIA II, RICARDO AUGUSTO SCHMITT, EM 17 DE ABRIL DE 2013, nos processos listados abaixo: À SETIM para conhecimento e pronunciamento. 22891/2013 ABELARDO PAULO DA MATTA NETO, Juiz Coordenador SERP-CCIN, faz solicitação. 22847/2013 GUSTAVO HENRIQUE ALMEIDA LYRA, Juiz de Direito, faz solicitação. DESPACHOS EXARADOS PELO JUIZ ASSESSOR DA PRESIDÊNCIA II, RICARDO AUGUSTO SCHMITT, EM 17 DE ABRIL DE 2013: 23094/2013 MARIA AUXILIADORA SOBRAL LEITE e ISABELA KRUSCHEWSKY PEDREIRA DA SILVA, Juízas de Direito, fazem solicitação. À SEAD para conhecimento e pronunciamento. 20313/2013 ULIANA VIANA PEREIRA DE BRITTO, Pessoa Física, faz solicitação. Cumprida a diligência, encaminhe-se à Consultoria Jurídica para pronunciamento.

CHEFIA DE GABINETE
DECISÕES EXARADAS PELO CHEFE DE GABINETE DA PRESIDÊNCIA, EM 18 DE ABRIL DE 2013. Acolho os pedidos formulados pelos seguintes servidores, determinando a remessa dos autos à Coordenação de Registros e Concessões: 20268/2013 Rivane Leal Conceição Belmonte, cadastro 501.554-5, requer 19 (dezenove) dias de licença-prêmio, a partir de 29 de abril de 2013. 19671/2013 Sandra Cristina Colla Francisco, cadastro 500.117-0, requer 30 (trinta) dias de licença-prêmio, a contar de 08 de abril de 2013. 20582/2013 Luiz Henrique Pires de Carvalho, cadastro 206.236-4, requer 22 (vinte e dois) dias de licença-prêmio, a partir de 17 de junho de 2013. 22039/2013 João Paulo Pereira Alves, cadastro 809.415-2, requer 28 (vinte e oito) dias de licença-prêmio, a contar de 25 de março de 2013. 21581/2013 Mirian Leonidia dos Santos do Sacramento, cadastro 206.478-2, requer 30 (trinta) dias de licença-prêmio, a partir de 25 de junho de 2013. 21348/2013 Andréa Cristina de Oliveira Aderne, cadastro 203.268-6, requer 10 (dez) dias de licença-prêmio, a partir de 21 de maio de 2013. 21927/2013 Ana Cristina Cerqueira Gomes Teixeira, cadastro 903.096-4, requer 180 (cento e oitenta) dias de licençamaternidade, a contar de 09 de abril de 2013. 16635/2013 Carlos Roberto da Fonseca Miguel, cadastro 501.735-1, requer 120 (cento e vinte) dias de licença para tratamento de saúde, a contar de 06 de março de 2013, conforme Laudo Médico nº 182/2013.

Unidade Gestora 002. a partir de 02 de maio de 2013. se assim entender. a empresa TELAX CONSTRUÇÃO E SERVIÇOS LTDA.3 e 20.824/0001-94.º 9. cadastro 500.195-000. Data: 18/04/2013. inscrito no CNPJ sob o nº 09.ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DA BAHIA. Objeto: Cessão gratuita de imóvel. Atividade 2000. para. contados a partir da data de publicação no DJE. conceder-lhe prazo de 05 (cinco) dias úteis.473-0. consoante PA. Ficam os autos do processo com vista franqueada à notificanda. CEP 41. para que dele. 20. Data: 18/04/2013. Objeto: Prestação de serviços de apoio à fiscalização da obra de construção do novo Fórum da Comarca de Vitória da Conquista. pela Unidade Orçamentária 2. Valor: R$229. nº 22688/2013. Objeto: Estabelecer as condições relativas à concessão de empréstimo. Secretaria de Administração. c/c art.433/05. inciso LV da CF/88 e art. inscrito no CNPJ de nº 13. fazendo-se assistir por advogado.072/0001-73.204/0001-11. 11 do Decreto Judiciário nº 12/03. extraia cópia reprográfica. no presente exercício.748-8. quando convocada para tanto. em 18 de abril de 2013.666/93 e considerando o constante no Processo Administrativo n. Bairro Presidente Getúlio Vargas.918 e Fonte 120/113. no processo administrativo epigrafado. pelo prazo de 10 (dez) meses.ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE PARA SERVIDORES PÚBLICOS. nº 33960/2009. Objeto: Estabelecer as condições relativas à concessão de empréstimo. RESOLVE Notificar. Subelemento 39. nº 1508.433/05.º 33/2013 O SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA. Data: 18/04/2013. nº 4868/2013. Nº 216. IGOR CAIRES MACHADO Secretário CONVÊNIO Nº 14/13-C Partes: O ESTADO DA BAHIA. cumulada com multa de 10% (dez por cento) do valor da proposta ofertada. na pessoa de seu representante legal.556. inscrita no CNPJ sob o nº 09. inicialmente estabelecida na Rua Estrada das Barreiras.293/0001-30.433/05 e subsidiariamente na Lei Federal nº 8. 190 da Lei Estadual n.36 (duzentos e vinte e nove mil.º 10. consoante PA. no uso de suas atribuições legais.º 9. sem prejuízo de inscrição no rol de fornecedores penalizados pelo Poder Judiciário.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . com base no artigo art.º 041/2009 .509.04. da Lei n. Data: 18/04/2013. por intermédio do TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA e AMAB .Disponibilização: sexta-feira. a partir de 02 de maio de 2013. consoante PA. concedendo 89 dias de licença-prêmio. requer 93 (noventa e três) dias de licença-prêmio. Elemento de Despesa 33. pelo prazo acima concedido. Cabula.º 9. a contar de 1º de março de 2013. por intermédio do TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA e MONTE MORYAH ENGENHARIA LTDA.6). Salvador/BA. por intermédio do TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA e ABESP . a notificanda. pelo prazo de 24 (vinte e quatro) meses.º 9. § 5º.010. Feira de Santana-Bahia. SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO GABINETE PORTARIA N. CONVÊNIO Nº 18/13-C Partes: O ESTADO DA BAHIA.538. requer 10 (dez) dias de licença para tratamento de saúde. 202.601. com fundamento na Lei Estadual n. consoante PA. se quiser. atualmente com domicílio indefinido. conforme disposto no art. necessária à sua habilitação no certame.39. cadastro 500.376/0001-51. situado na Rua Los Angeles. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 19/13-S Partes: O ESTADO DA BAHIA. com fundamento no art.613. Sala 139. contados a partir da data de publicação no DJE.433/05. nº 9226/2013. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 7 14100/2013 Marcelo Souza de Oliveira.90. face à pretensão desta Administração em lhe aplicar.520/02. CESSÃO DE USO Nº 04/13-TCU Partes: O ESTADO DA BAHIA. quinhentos e nove reais e trinta e seis centavos) que será atendido.Lote Único. atualmente denominada AMTL SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO LTDA. pelo prazo de 24 (vinte e quatro) meses. 5º. por intermédio do TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA e ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE COLIBRI. contado a partir da publicação desta notificação.049. Acolho o pedido formulado. pelo prazo de 24 (vinte e quatro) meses. em parte. determinando a remessa dos autos à Coordenação de Registros e Concessões: 19583/2013 Elsio Rocha Vidal. inscrito no CNPJ de nº 42. 7º da Lei Federal n. inscrita no CNPJ sob o nº 05. por ter. subsidiariamente aplicada à Lei Estadual n. .º 22446/2010. conforme Laudo Médico nº 175/2013. pena de impedimento de licitar e contratar com o Poder Judiciário Estadual pelo prazo de até 5 (cinco) anos. deixado de entregar a documentação exigida para o Pregão Eletrônico n. c/c previsão editalícia (itens 4. apresentar RAZÕES FINAIS.

DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA Nº 056/2013 A DIRETORA DE RECURSOS HUMANOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA.02.1998.Autorização de Fornecimento de Material nº 101/2013 Partes: O ESTADO DA BAHIA.12. através da Ata de Registro de Preços n° 06/2012 e do Pregão Eletrônico nº 18/2012 .TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 18 de abril de 2013. e garantia por 12 (doze) meses.Autorização de Fornecimento de Material nº 107/2013 Partes: O ESTADO DA BAHIA.806. 02.A.1999 e 01. através da Ata de Registro de Preços nº 09/12. com licença para 22. inscrita no CNPJ/CPF nº 3.12. por intermédio do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia e a empresa Marketup Comércio e Serviços Ltda.12. inscrita no CNPJ/MF nº 07. e a disputa de lances às 10:30 horas. Salvador. AFM . Beneficiário: EDSON JOSE MORAIS DE ANDRADE Cadastro: Processo: 1474/2012 Concessão: 35% Total: 35% Vigência: ANUÊNIO: 14.993/0001-32. Prazo de entrega até 15 (quinze) dias corridos contados a partir da data desta publicação. no uso de suas atribuições legais.1997. Prazo de entrega até 15 (quinze) dias corridos contados a partir da data desta publicação.287/0129-19. AFM . RESOLVE: Conceder aos servidores a seguir discriminados o direito à Gratificação Adicional por Tempo de Serviço pelo efetivo exercício no serviço público.2012 Beneficiário: MARA NÚBIA SOUSA Cadastro: 211. para o dia 23/04/2013 às 10:00 horas.627-8 Processo: 439747/2003 Concessão: 11% Total: 11% Vigência: QUINQUÊNIO: 03.404.12. por intermédio do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia e a empresa Suzano Papel e Celulose S.Objeto: Aquisição de solução integrada e completa de filtro de conteúdo e controle de navegação WEB. Prazo de entrega até 15 (quinze) dias corridos contados a partir da data desta publicação . por intermédio do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia e a empresa África Comércio de Equipamentos e Suprimentos para Informática LTDA.1996. Ray Lúcia Miranda Torres Diretora de Recursos Humanos 500. referente ao Pregão Eletrônico nº 022/2012. referente ao Pregão Eletrônico nº 023/2012.521/0001-40.PA 6279/2013 . Júlia Karina Galvão Morais Teles Chefe do Núcleo de Licitação.000 (vinte e dois mil) usuários.479-9 DIRETORIA DE SUPRIMENTO E PATRIMÔNIO AFM . 18 de abril de 2013.1994 ANUÊNIOS: 03. Objeto: Aquisição de Cartuchos de tinta. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 8 NÚCLEO DE LICITAÇÃO Aviso .1995.Pregão Eletrônico nº 14/2013 . inscrita no CNPJ/MF nº 16.2000 Revogando todos os atos relativos ao mesmo objeto.571. Objeto: Aquisição de Papeis off set.Disponibilização: sexta-feira. O Núcleo de Licitação comunica aos interessados que fica adiada a abertura da licitação em referência.Autorização de Fornecimento de Material nº 103/2013 Partes: O ESTADO DA BAHIA. através da Ata de Registro de Preços nº 10/12. Objeto: Aquisição de alimentos diversos. Diretoria de Recursos Humanos.

AFM .8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 9 AFM . 0103611-68. 0187865-76.259/0001-42.0001 Apelante(s): ELISANGELA SANTOS SILVA Advogado(s): DEF. por intermédio do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia e a empresa Nery Rebouças e Cia LTDA. através da Ata de Registro de Preços nº 06/12.05. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 26/04/2013 ÁS 09:50 Processo nº.8. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 02/05/2013 ÁS 09:30 .Autorização de Fornecimento de Material nº 104/2013 Partes: O ESTADO DA BAHIA. Prazo de entrega até 15 (quinze) dias corridos contados a partir da data desta publicação.2003.05.05. Objeto: Aquisição de Alimentos diversos.12. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 30/04/2013 ÁS 14:30 Processo nº.Autorização de Fornecimento de Material nº 102/2013 Partes: O ESTADO DA BAHIA.05. 0112429-87.0001 Apelante(s): BANCO ITAULEASING S/A Advogado(s): NELSON PASCHOALOTTO (OAB: 108911/SP) TACIANA DE ARAÚJO MARQUES (OAB: 26791/BA) Apelado(s): EREMITA GOMES DA ROCHA Advogados(s): ZAIRA MENEZES CARVALHO TORRES NASCIMENTO (OAB: 24325/BA) Conciliador: DES. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 26/04/2013 ÁS 10:45 Processo nº.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .1998.2008. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 29/04/2013 ÁS 14:50 Processo nº. Valor: R$ 4.8.2008. referente ao Pregão Eletrônico nº 018/2012.PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO DE MEDICINA DE GRUPO LTDA.8. Prazo de entrega até 10 (dez) dias corridos contados a partir da data desta publicação. CONFORME RESOLUÇÃO 39/2009 DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA: Processo nº.0001 Apelante(s): BANCO BRADESCO FINANCIAMENTO S/A Advogado(s): SAMUEL VITÓRIO DA ANUNCIAÇÃO (OAB:34854/BA) CELSO MARCON (OAB: 24460/BA) Apelado(s): VANISON FRANÇA DA CONCEIÇÃO Advogados(s): LUIS ANTONIO CARVALHO VASCONCELLOS (OAB: 34846/BA) Conciliador: DES.631.0001 Apelante(s): SUL AMERICA CIA NACIONAL DE SEGUROS Advogado(s): LANA KELLY LAGO CRISÓSTOMO (OAB: 18085/BA) Apelado(s): JAIRO DE OLIVEIRA BATISTA Advogados(s): FÁBIO MANOEL ANDRADE COSTA (OAB: 21217/BA) Conciliador: DES. NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO DO 2º GRAU NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO DE 2º GRAU Expediente: 18/04/2013 FICAM OS SENHORES ADVOGADOS E PARTES CONVOCADOS PARA AS AUDIÊNCIAS DE CONCILIAÇÃO DESIGNADAS.05.596. por intermédio do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia e a empresa Acert Comércio de Produtos de Consumo e Serviços LTDA.Disponibilização: sexta-feira.2011.138/0001-05. inscrita no CNPJ/MF nº 11. 0002555-46. Advogados(s): ONIVALTER LEAL MOTA (OAB: 8509/BA) Conciliador: DES.0001 Apelante(s): BANCO FINASA S/A Advogado(s): NORBERTO TARGINO DA SILVA (OAB: 34656/BA) Apelado(s): ORIDES GREGO Advogados(s): ANTÔNIO PEREIRA DE CERQUEIRA (OAB: 4478/BA) Conciliador: DES. inscrita no CNPJ/MF nº 01.713. PÚBLICO CAMILA ANGÉLICA CANÁRIO Apelado(s): PLAMEDICI . 0200022-81.8.

8.05.0113 Apelante(s): BANCO ITAU S/A Advogado(s): SAMUEL VITÓRIO DA ANUNCIAÇÃO (OAB: 34854/BA) CELSO MARCON (OAB: 24460/BA) Apelado(s): ADERNAL ALMEIDA Advogados(s): Conciliador: DES. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 02/05/2013 ÁS 10:00 Processo nº. POR DENIVALDA RAMOS DE SOUSA Advogados(s): ZEONILIA RAMOS DE PAULA FREIRE Conciliador: DES.05.2010. 0194452-51. 0017396-83.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 10 Processo nº.8. RAIMUNDO QUEIROZ Data da Audiência: 02/05/2013 ÁS 16:30 . RAIMUNDO QUEIROZ Data da Audiência: 02/05/2013 ÁS 16:00 Processo nº.05.05. 0132932-27. REP. N. PEIXINHO LIMA (OAB: 36038/BA) Apelado(s): CONCEIÇÃO DE MARIA GUIMARÃES MACIEIRA Advogados(s): MARCOS ANTONIO TAVARES GRISI (OAB: 15128/BA) TIAGO CHAVEZ PINHEIRO COSTA (OAB: 27004/BA) Conciliador: DES.8. 0113781-70.05.0001 Apelante(s): JOSELITA COSTA DA CRUZ Advogado(s): RODRIGO PEDREIRA DE OLIVEIRA (OAB: 16764/BA) RAPHAEL NAVARRO (OAB: 28523/BA) Apelado(s): SÉRGIO MANOEL DA SILVA Advogados(s): IRACY RODRIGUES RAMOS (OAB: 11548/BA) Conciliador: DES.0001 Apelante(s): SUL AMERICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS / SEGURADORA LÍDER DOS CONSÓRCIOS DO SEGURO DPVAT S/A Advogado(s): ULISSES SOARES PASSOS (OAB: 34509/BA) CLÁVIO DE MELO VALENÇA FILHO (OAB: 27752/BA) MARIA AUXILIADORA GARCIA DURÁN ALVAREZ (OAB: 21193/BA) MARIANA NETTO DE MENDONÇA PAES (OAB: 27397/BA) Apelado(s): EDMILSON EVANGELISTA PINHEIRO DOS SANTOS Advogados(s): CLAUDIO MORAES SODRÉ (OAB: 31826/BA) Conciliador: DES. RAIMUNDO QUEIROZ Data da Audiência: 02/05/2013 ÁS 15:00 Processo nº. S.8. Advogados(s): DAIRELE FONTES (OAB: 19459/BA) Conciliador: DES.Disponibilização: sexta-feira.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . C. R.2006.0001 Apelante(s): HELOISA IRACEMA DA SILVA MAIA Advogado(s): IVAN GUANAIS DE OLIVEIRA (OAB: 9789/BA) Apelado(s): ITAU UNIBANCO S/A Advogados(s): MARCIA THALITA SANTOS (OAB: 31656/BA) ANTONIO BRAZ DA SILVA (OAB:25998/BA) Conciliador: DES. RAIMUNDO QUEIROZ Data da Audiência: 02/05/2013 ÁS 14:30 Processo nº. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 02/05/2013 ÁS 10:30 Processo nº.2008.0001 Apelante(s): EDNA SOARES DE GOIS E SOUSA MOREIRA Advogado(s): JOSÉ PEDRO PAULINO SOUTO (OAB: 7446/BA) DANTE ALIGHIERI GRISI (OAB: 12604/BA) LAÍS B.8. RAIMUNDO QUEIROZ Data da Audiência: 02/05/2013 ÁS 15:30 Processo nº. 0052011-42. 0147331-90.8.2009..0001 Apelante(s): CAIXA SEGUROS S/A Advogado(s): MILENA GILA FONTES (OAB: 25510/BA) MÁRCIA CRISTINA MONTEIRO LAURENÇO (OAB: 36427/BA) THÁCIO FORTUNATO MOREIRA (OAB: 31971/BA) ANA CAROLINA SACRAMENTO ANDRADE (OAB) 33150/BA) Apelado(s): M.2007.2007.0001 Apelante(s): BANCO ITAU S/A Advogado(s): ALEXANDRE FERNANDES DE MELO LOPES (OAB: 21977/BA) GUTTEMBERG BARROS CAVALCANTI (OAB: 1203A/BA) Apelado(s): SUPRITECH COMERCIO E SERVIÇOS INFORMATICA LTDA.2008. 0149680-66.05.

8. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 03/05/2013 ÁS 10:30 Processo nº.2004.2010. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 11 Processo nº.2010.8. 0010818-33. 0113004-85. 0003426-42.0110 Apelante(s): BANCO DO BRASIL S/A Advogado(s): AMAURI FIGUEIREDO LEAL (OAB: 12987/BA) Apelado(s): SINOBELINO DOURADO NETO Advogados(s): VALDINEI LOPES DE OLIVEIRA (OAB: 372B/BA) Conciliador: DR.05. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 03/05/2013 ÁS 09:30 Processo nº.Disponibilização: sexta-feira.2009.8.2012. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 03/05/2013 ÁS 10:10 Processo nº.05. 0114951-43.2012.05.0001 Apelante(s): BANCO ITAU UNIBANCO S/A Advogado(s): FABIANA RAMOS DE SOUSA (OAB: 26976/BA) Apelado(s): JOÃO RICARDO RODRIGUES NAVARRO Advogados(s): LUIS RENATO LEITE DE CARVALHO (OAB: 7730/BA) MARCIO JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS (OAB: 36662/ BA) GABRIELA RIBEIRO (OAB: 37337/BA) Conciliador: DES. 0086058-76.0080 Apelante(s): BANCO GMAC S/A Advogado(s): ANTONIO CARLOS DANTAS GOES MONTEIRO (OAB: 13325/BA) Apelado(s): RENATA DIAS SOUZA Advogados(s): ADRIANO BASTOS SILVA (OAB: 23890/BA) Conciliador: DES.8.0274 Apelante(s): BANCO PANAMERICANO S/A Advogado(s): CRISTIANE BELINATI GARCIA LOPES (OAB: 25579/BA) DANIELA ARRUDA CASTRO (OAB: 28509/BA) JULIO CESAR VALERIANO DA SILVA (OAB: 30587/BA) ANA PAULA TORRES MUNIZ (OAB: 26157/BA) LUCAS AZEVEDO RIOS MALDONADO (OAB: 47710/PR) Apelado(s): ALDEMIRO BRITO DE JESUS Advogados(s): Conciliador: DR. 0000677-40.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 0000030-17.0213 Apelante(s): SASCAR TECNOLOGIA E SEGURANÇA AUTOMOTIVA S/A Advogado(s): GUSTAVO PEIXOTO NUNES (OAB: 19877/BA) DANIELA FRANÇA DE LEMOS AZEVEDO PEIXOTO (OAB: 22808/ BA) FABRÍCIO FAGGIANI DIB (OAB: 256917/SP) Apelado(s): MANOEL FERREIRA ARAUJO Advogados(s): ALEXANDRE BRITO LUZ (OAB: 19206/BA) Conciliador: DR. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 03/05/2013 ÁS 09:50 Processo nº.0001 Apelante(s): FRANCISCO SILVINO AURÉLIO Advogado(s): THAÍS EMERENCIANO FONTENELLE (OAB: 31113/BA) LUIS RENATO LEITE DE CARVALHO (OAB: 7730/BA) Apelado(s): BANCO FINASA S/A Advogados(s): AMANDA LIMA GARCEZ (OAB: 35147/BA) CLOVIS OLIVEIRA DE CARVALHO (OAB: 33380/BA) MARIANA LOPES CERQUEIRA (OAB: 34760/BA) JULIANA MAIA DOS SANTOS (OAB: 29524/BA) Conciliador: DES. ALCIR SANTOS Data da Audiência: 03/05/2013 ÁS 10:00 Processo nº.05. ALCIR SANTOS Data da Audiência: 03/05/2013 ÁS 10:30 .05.0001 Apelante(s): LUIZABETE QUINTINO DA SILVA Advogado(s): EPIFÂNIO DIAS FILHO (OAB: 11214/BA) Apelado(s): BANCO PANAMERICANO S/A Advogados(s): MAURICIO COIMB RA GUILHERME FERREIRA (OAB: 91811/MG) Conciliador: DES.2009. ALCIR SANTOS Data da Audiência: 03/05/2013 ÁS 09:30 Processo nº.8.8.05.05.8.

05. ALCIR SANTOS Data da Audiência: 03/05/2013 ÁS 11:30 Processo nº.8.Disponibilização: sexta-feira.8.05.8. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 06/05/2013 ÁS 09:30 Processo nº.8.2011.05.8.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0001 Apelante(s): BANCO DO BRASIL S/A Advogado(s): NELSON PASCHOALOTTO (OAB: 24665/BA) MARCELO KELNER CARVALHAL PINHEIRO (OAB: 27733/BA) Apelado(s): ELPIDIO SOUZA VELOZO FILHO Advogados(s): CLÉCIO DA ROCHA REIS (OAB: 16387/BA) CÍCERO DIAS BARBOSA (OAB: 17374/BA) Conciliador: DESORA.2004.2007.8. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 06/05/2013 ÁS 11:00 Processo nº.0001 Apelante(s): BANCO CREDIFIBRA S/A CREDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO Advogado(s): BRUNO HENRIQUE DE OLIVEIRA (OAB: 21678/PE) VANDERLEI LUCIANA MASCARENHAS NUNES (OAB: 19364/BA) CAROLINE BATISTA DE SOUSA (30264/PE) Apelado(s): RAIMUNDO BISPO DOS SANTOS Advogados(s): CARLOS HUMBERTO RAMOS LAUTON (OAB: 16491/BA) Conciliador: DES.05.8.0067 Apelante(s): AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A Advogado(s): JULIANA DA SILVA COIMBRA (OAB: 29759/BA) Apelado(s): ROSENILDA NOGUEIRA MARTINS MERCES Advogados(s): JOÃO KASSIO ALMEIDA DE SANDES (OAB: 25117/BA) Conciliador: DES.0216 Apelante(s): BV FINANCEIRA S/A CREDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO Advogado(s): CELSO DAVID ANTUNES (OAB: 1141A/BA) LUIS CARLOS MONTEIRO LOURENÇO (OAB: 16780/BA) ANDRÉ ROMEROS GUIMARÃES DE OLIVEIRA(OAB: 24932/BA) Apelado(s): ANSELMO DOS SANTOS Advogados(s): ADALBERTO SANTOS BINA (OAB: 29322/BA) RUDSON FILGUEIRAS BARBOSA (OAB: 34483/BA) Conciliador: DR. 0013495-16.05. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 06/05/2013 ÁS 10:30 Processo nº. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 12 Processo nº.2009.2009.2012. 0014823-57. 0035272-04.05. CELSINA REIS Data da Audiência: 06/05/2013 ÁS 15:00 .0103 Apelante(s): COELBA COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DO BAHIA Advogado(s): MILENA GILA FONTES (OAB: 25510/BA) RAFAELLA DE CERQUEIRA FAVILA (OAB: 33091/BA) Apelado(s): EUFLOZINA BOAVENTURA DE MATOS Advogados(s): PAULO CEZAR CAMPOS LAGO (OAB: 7068/BA) Conciliador: DESORA. 0000410-27. 0166572-84.0001 Apelante(s): JAYME QUEIROZ CORDEIRO FILHO Advogado(s): ANTONIO CARLOS SOUZA FERREIRA (OAB: 11889/BA) RENATA PRISCILLA CARDOSO CHAGAS (OAB: 19360/BA) Apelado(s): BANCO ITAU S/A Advogados(s): CELSO MARCON (OAB: 24460/BA) LUCIANA DOS SANTOS RODRIGUES (OAB: 36219/BA) SAMUEL VITÓRIO DA ANUNCIAÇÃO (OAB: 34854/BA) Conciliador: DR.0001 Apelante(s): CARLOS MESQUITA DE SOUZA FILHO Advogado(s): MARIA EDUARDA BORGES MESQUITA DE SOUZA (OAB: 19175/BA) Apelado(s): BANCO CREDICARD S/A Advogados(s): CARLOS PASSOS MELHADO (OAB: 30616/BA) Conciliador: DES.8.0113 Apelante(s): BANCO BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A Advogado(s): SAMUEL VITÓRIO DA ANUNCIAÇÃO (OAB: 34854/BA) CELSO MARCON (OAB: 24460/BA) Apelado(s): EDIVALDO SILVA NASCIMENTO Advogados(s): Conciliador: DES.2009. 0004047-72.2009. CELSINA REIS Data da Audiência: 06/05/2013 ÁS 14:30 Processo nº. 0025520-32. 0000085-85.05. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 06/05/2013 ÁS 10:00 Processo nº. ALCIR SANTOS Data da Audiência: 03/05/2013 ÁS 11:00 Processo nº.

05.0001 Apelante(s): BV FINANCEIRA S/A CREDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO Advogado(s): PATRÍCIA SOUTO VIANA (OAB: 30938/BA) Apelado(s): INGRID KALLINE BENTO Advogados(s): FÁBIO TINEL PINHEIRO DE MATOS (OAB: 30159/BA) Conciliador: DES.0001 Apelante(s): ANA CÉLIA SOUZA SANTOS Advogado(s): ANTÓNIO CARLOS SOUZA FERREIRA (OAB: 11889/BA) DAISY KELLY DE SOUSA BORGES (OAB: 25264/BA) Apelado(s): BANCO ITAU S/A Advogados(s): CELSO MARCON (OAB: 24460/BA) Conciliador: DESORA.8.2011. 0059052-26.8.8. CELSINA REIS Data da Audiência: 06/05/2013 ÁS 16:30 Processo nº.0001 Apelante(s): EDUARDO FONSECA AINSWORTH Advogado(s): FRANCISCO DE ASSIS RIGAUD DE AMORIM (OAB: 6619/BA) Apelado(s): BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS Advogados(s): RENATA SOUTO MAIA MATHIAS (OAB: 21027/BA) Conciliador: DES. CELSINA REIS Data da Audiência: 06/05/2013 ÁS 16:00 Processo nº.0274 Apelante(s): CAIXA SEGURADORA S/A Advogado(s): MILENA GILA FONTES (OAB: 25510/BA) THÁCIO FORTUNATO MOREIRA (OAB: 31971/BA) EDUARDO DE FARIA LOYO (OAB: 30607/BA) Apelado(s): GILMAR LIMA Advogados(s): JEFFERSON SOARES DE OLIVEIRA (OAB: 14624/BA) Conciliador: DES.05.05.2011.2011.0001 Apelante(s): BANCO BRADESCO FINASA S/A Advogado(s): CLAUDIO KAZUYOSHI KAWASAKI (OAB: 1110A/BA) FABÍOLA THEREZA DE SOUZA MUNIZ DOS SANTOS (OAB: 23880/BA) EMÍLIA BESSONOWA ROSA (OAB: 29724/BA) Apelado(s): LUIZ MENANDRO SANTOS DA SILVA Advogados(s): LUIZ ANTONIO DA SILVA BONIFÁCIO (OAB: 6610/BA) Conciliador: DESORA.05.0001 Apelante(s): ATRIUM TELECOM S/A Advogado(s): EDUARDO COSTA BERTHOLDO (OAB: 115765/SP) DANILO MENEZES DE OLIVEIRA (OAB: 21664/BA) ALESSANDRO ZANETE (OAB: 195665/SP) Apelado(s): LEÃO ENGENHARIA LTDA. 0367616-81. ANTÔNIO ROBERTO Data da Audiência: 07/05/2013 ÁS 14:50 . JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 07/05/2013 ÁS 14:50 Processo nº.0001 Apelante(s): CAIXA SEGURADORA S/A Advogado(s): MILENA GILA FONTES (OAB: 25510/BA) THÁCIO FORTUNATO MOREIRA (OAB: 31971/BA) Apelado(s): CARLOS TABAJARA SANTANA Advogados(s): CARLA ADORNO LANDIM DOURADO (OAB: 16325/BA) EDUARDO JOSÉ DOURADO (OAB: 16885/BA) Conciliador: DES.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8.2012. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 07/05/2013 ÁS 15:30 Processo nº. 0026215-15. CELSINA REIS Data da Audiência: 06/05/2013 ÁS 15:30 Processo nº.8. 0021779-13. 0068909-14. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 13 Processo nº. 0092952-34.Disponibilização: sexta-feira.05.2011.05.05.05.0001 Apelante(s): BANCO ITAULEASING S/A Advogado(s): SAMUEL VITÓRIO DA ANUNCIAÇÃO (OAB: 34854/BA) CELSO MARCON (OAB: 24460/BA) Apelado(s): PAULO BISPO DA SILVA FILHO Advogados(s): VICTOR DOS ANJOS CORDEIRO (OAB: 28438/BA) Conciliador: DESORA. ANTÔNIO ROBERTO Data da Audiência: 07/05/2013 ÁS 14:30 Processo nº.8.2002. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 07/05/2013 ÁS 15:10 Processo nº. 0008019-51.2010.2008. 0131385-78.8.8. Advogados(s): GERALDO D'EL REI REIS (OAB: 9990/BA) Conciliador: DES.

05. ANTONIO FARIAS Data da Audiência: 08/05/2013 ÁS 09:30 Processo nº.0243 Apelante(s): JOSÉ ROSA MATOS Advogado(s): LOURIVAL ROSA DE FREITAS (OAB: 19980/BA) Apelado(s): ARNALDO SILVA MEIRELLES NETO Advogados(s): FLÁVIO LUIZ MARQUES DOS SANTOS (OAB: 18883/BA) Conciliador: DES.8.2012.2011. 0000810-27.2012.05. Advogados(s): WALTER MELO NASCIMENTO JÚNIOR (OAB: 9676/BA) Conciliador: DESA.05. 0144607-79. RUTH SANTA BARBARA Data da Audiência: 08/05/2013 ÁS 09:30 Processo nº.05.05.FUNDAÇÃO COELBA DE PREVIDENCIA COMPLEMENTAR Advogado(s): MARCUS JOSÉ ANDRADE DE OLIVEIRA (OAB: 14456/BA) Apelado(s): MARIA LUIZA PORTO FREITAS Advogados(s): WALDOMIRO AZEVEDO DA SILVA (OAB: 95B/BA) MARIA TEREZA COSTA DA ROCHA (OAB: 25329/BA) Conciliador: DES. 0315411-75.2011.05.2004.05. ANTONIO FARIAS Data da Audiência: 08/05/2013 ÁS 10:00 . 0048268-87.0001 Apelante(s): DANIEL DIERSMANN / IVONETE SOARES CORDEIRO DIERSMANN Advogado(s): ERONILDES DOS SANTOS (OAB: 13334/BA) Apelado(s): GISLENE RIGO POCKSZEVNICKI / BRUNO CESAR POCKSZEVNICKI Advogados(s): PEDRO MORAIS DE OLIVEIRA (OAB: 7066/BA) Conciliador: DES.0001 Apelante(s): SANTA CASA DE MISERICORDIA DA BAHIA Advogado(s): CANDICE DE ALMEIDA ROCHA LEDO (OAB: 17653/BA) Apelado(s): MADEIREIRA LUANDA LTDA.8.0001 Apelante(s): JFH INDUSTRIA E COMERCIO LTDA.0146 Apelante(s): AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A Advogado(s): ALEXANDRE JATOBÁ GOMES (OAB: 32481/BA) Apelado(s): VICTOR BERTI TORRES SANJUAN Advogados(s): MARIO LUIZ BERTI TORRES SANJUAN (OAB: 24139/BA) Conciliador: DES. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 14 Processo nº.2009.0001 Apelante(s): HELOISA CARMELIER ALVES DE QUEIROZ / ALTEROSA CONSULTORIA E EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA.Disponibilização: sexta-feira. Advogado(s): DAVID DA COSTA NUNES (OAB: 4412/BA) Apelado(s): MARIA EUNICE BRITO DIAS / ANA CRISTINA BRITO DIAS Advogados(s): DEF. ANTONIO ROBERTO Data da Audiência: 07/05/2013 ÁS 15:10 Processo nº. 0020577-74.2006. 0324605-02. ANTONIO ROBERTO Data da Audiência: 07/05/2013 ÁS 15:30 Processo nº.8.8. RUTH SANTA BARBARA Data da Audiência: 08/05/2013 ÁS 10:30 Processo nº. Advogados(s): THIAGO MATTOS DA SILVA (OAB: 34490/BA) Conciliador: DES.8.8.8. 0084072-63. RUTH SANTA BARBARA Data da Audiência: 08/05/2013 ÁS 10:00 Processo nº.0001 Apelante(s): MARIA LINDAURA DE BRITO Advogado(s): MARIA ANTONIO DOS SANTOS FERREIRA (OAB: 6910/BA) Apelado(s): BANCO BMG S/A Advogados(s): ALEXANDRE JATOBÁ GOMES (OAB: 32481/BA) FÁBIO FRASATO CAIRES (OAB: 28478/BA) Conciliador: DESA.0001 Apelante(s): FAELBA .TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 0000984-02.2012.8. PÚBLICO ROBERTO MAFRA Conciliador: DESA. / PLÁSTICOS ARATU DO NORDESTE S/A Advogado(s): FELIPE DE CAMPOS GARBELOTTO (OAB: 30840/BA) SÉRGIO AUGUSTO GARBELOTTO (OAB: 351B/BA) Apelado(s): SSA EXTINTORES LTDA. ANTONIO ROBERTO Data da Audiência: 07/05/2013 ÁS 15:50 Processo nº.05.

0321255-40.05.05.0001 Apelante(s): MOACYR FERNANDES DE OLIVEIRA FILHO Advogado(s): HENRIQUE BORGES GUIMARÃES NETO (OAB: 17056/BA) Apelado(s): BMG LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL S/A Advogados(s): LIANA MONTEIRO DE BRITO (OAB: 31107/BA) PAULO EDUARDO DIAS DE CARVALHO (OAB: 12199/SP) Conciliador: DES.CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A Advogados(s): CELSO DAVID ANTUNES (OAB: 1141A/BA) LUIZ CARLOS MONTEIRO LOURENÇO (OAB: 16780/BA) Conciliador: DES.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8.0001 Apelante(s): LEILANE DE JESUS SANTOS Advogado(s): ANA PAULA GUIMARÃES BORGES (OAB: 25258/BA) Apelado(s): BV FINANCEIRA S/A .8.2009.0001 Apelante(s): LUIS ANDRE DE OLIVEIRA SOARES Advogado(s): MARIO AUGUSTO SANTOS SILVA (OAB: 25142/BA) Apelado(s): AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A Advogados(s): JAMILE BÁRBARA DA HORA SERRANO (OAB: 28930/BA) Conciliador: DES.05.05.05. 0030364-79. ANTONIO FARIAS Data da Audiência: 08/05/2013 ÁS 11:00 Processo nº. ANTONIO ROBERTO Data da Audiência: 09/05/2013 ÁS 14:50 Processo nº. 0322368-29.8.8.8.1999.2011.Disponibilização: sexta-feira.05.0001 Apelante(s): BANCO ITAU UNIBANCO S/A Advogado(s): NELSON PASCHOALOTTO (OAB: 24665/BA) MARCELO KELNER CARVALHAL PINHEIRO (OAB: 27733/BA) Apelado(s): WANILTON LIMA DA SILVA Advogados(s): ANTONIO CARLOS MESQUITA FILHO (OAB: 27880/DF) CINTIA NEVES ROSADO (OAB: 25486/BA) Conciliador: DES. 0039741-20.2009.0080 Apelante(s): BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS / SEGURADORA LÍDER DOS CONSÓRCIOS DO SEGURO DPVAT S/A Advogado(s): MARIA AUXILIADORA GARCIA DURÁN ALVARES (OAB: 21193/BA) MARIANA PARENTE PRADO (OAB: 31086/BA) Apelado(s): FRANCISCO CONCEIÇÃO SANTOS Advogados(s): MARCELO SILVA RAGAGNIN (OAB: 28371/BA) DAIANE BAHIA DE OLIVEIRA (OAB: 23078/BA) Conciliador: DES.0001 Apelante(s): MARCOS LUIZ FERNANDES ASSUNÇÃO Advogado(s): EDNA SANTOS PEREIRA (OAB: 13508/BA) Apelado(s): BANCO PANAMERICANO S/A Advogados(s): TARCÍSIO RODRIGUES DI SILVA SEGUNDO (OAB: 30082/BA) MILENA DE ANDRADE OLIVEIRA (OAB: 21424/BA) Conciliador: DES.2011.2011.0001 Apelante(s): VIVIANNE DE SOUZA OLIVEIRA Advogado(s): RAIMUNDO LÁZARO BARROS DE ACCACIO GALVÃO (OAB: 30387/BA) Apelado(s): AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A Advogados(s): JAMILE BÁRBARA DA HORA SERRANO (OAB: 28930/BA) Conciliador: DES.8. ANTONIO ROBERTO Data da Audiência: 09/05/2013 ÁS 15:10 .2011. ANTONIO FARIAS Data da Audiência: 08/05/2013 ÁS 10:30 Processo nº. ANTONIO ROBERTO Data da Audiência: 09/05/2013 ÁS 14:30 Processo nº. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 09/05/2013 ÁS 09:30 Processo nº.05. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 09/05/2013 ÁS 10:30 Processo nº.8. 0047250-31. 0087612-95.2011. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 09/05/2013 ÁS 10:00 Processo nº. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 15 Processo nº.0063 Apelante(s): BANCO PANAMERICANO S/A Advogado(s): DANIELA SOUSA FERREIRA (OAB: 29763/BA) Apelado(s): ANTONIO GILDO SILVA CARNEIRO Advogados(s): CAUÊ TANAJURA CIRINO (OAB: 26860/BA) Conciliador: DES. 0003258-28. 0039233-06.05.8.

0001 Apelante(s): BANCO ITAUCARD S/A Advogado(s): FABIANA RAMOS DE SOUSA (OAB: 26976/BA) Apelado(s): UESLEI TEIXEIRA DA ROCHA Advogados(s): JUVENILDO DA COSTA MOREIRA (OAB: 7175/BA) Conciliador: DR.0001 Apelante(s): LUCIANA MARIA LEITE CARNEIRO Advogado(s): ANA FLAVIA RIBEIRO DE CASTRO (OAB: 30191/BA) Apelado(s): CONSTRUTORA PINHEIRO LTDA.8. 0316794-88. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 16 Processo nº.8.8. 0077991-93. E CORRETORA DE SEGUROS LTDA.2011. ALCIR SANTOS Data da Audiência: 10/05/2013 ÁS 09:00 Processo nº.05.2003. Advogados(s): THIAGO MATTOS DA SILVA (OAB: 34490/BA) Conciliador: DR. Advogados(s): CARLOS EDUARDO MELO DE ANDRADE (OAB: 25962/BA) MANUELA MOTTA MOURA DA FONTE (OAB: 20397/ PE) WESLEY DA SILVA PAZ (OAB: 28708/BA) GILBERTO DE JESUS (OAB: 26020/BA) Conciliador: DR.0001 Apelante(s): ANDRÉ LUIS MACHADO ARCANJO Advogado(s): AGNALDO EDSON RAMOS FERREIRA (OAB: 32300/BA) Apelado(s): BANCO CREDIFIBRA S/A Advogados(s): Conciliador: DES.2007.2011. 0303491-07.0001 Apelante(s): DERALDO MAXIMIANO DOS SANTOS Advogado(s): ANTONIO CARLOS SOUTO COSTA (OAB: 16677/BA) Apelado(s): BV FINANCEIRA S/A CREDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO Advogados(s): JULIO CESAR VALERIANO DA SILVA (OAB: 30587/BA) DANIELA ARRUDA CASTRO (OAB: 28509/BA) Conciliador: DES.8. 0039597-75. ANTONIO ROBERTO Data da Audiência: 09/05/2013 ÁS 15:30 Processo nº.2012.05.0088 Apelante(s): RITA KELLE PEREIRA ALVES / JANAINA FERREIRA GOMES DE SOUZA Advogado(s): MARIO KENNEDY GOMES DE SOUZA (OAB: 36071/BA) JOÃO LUIZ COTRIM FREIRE (OAB: 27706/BA) Apelado(s): ANTONIO COLARES FILHO Advogados(s): ANTONIO CANDIDO NAZARETH (OAB: 27147/MG) Conciliador: DR.8. ALCIR SANTOS Data da Audiência: 10/05/2013 ÁS 11:00 . RAIMUNDO QUEIROZ Data da Audiência: 09/05/2013 ÁS 15:00 Processo nº. RAIMUNDO QUEIROZ Data da Audiência: 09/05/2013 ÁS 15:30 Processo nº. 0032098-40. ALCIR SANTOS Data da Audiência: 10/05/2013 ÁS 10:30 Processo nº.05.2012.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05. Advogados(s): LEILA TEIXEIRA PINHEIRO (OAB: 17104/BA) Conciliador: DR.2012. ALCIR SANTOS Data da Audiência: 10/05/2013 ÁS 10:00 Processo nº. ALCIR SANTOS Data da Audiência: 10/05/2013 ÁS 09:30 Processo nº.8.05.05. 0000330-92.05.0001 Apelante(s): BANCO BRADESCO S/A Advogado(s): CINTIA VERENA SANTOS DE ANDRADE (OAB: 32600/BA) DARIO LIMA EVANGELISTA (OAB: 12584/BA) Apelado(s): CLODOALDO MENDES DE OLIVEIRA FILHO Advogados(s): CLODOALDO MENDES DE OLIVEIRA FILHO (OAB: 15980/BA) Conciliador: DES.0001 Apelante(s): AIDIL GUERREIROS SANTOS / CHUBB DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS Advogado(s): CARLOS EDUARDO MELO DE ANDRADE (OAB: 25962/BA) MANUELA MOTTA MOURA DA FONTE (OAB: 20397/ PE) WESLEY DA SILVA PAZ (OAB: 28708/BA) Apelado(s): AIDIL GUERREIROS SANTOS / CHUBB DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS / LO BIANCO ADM.8.0001 Apelante(s): BANCO SAFRA S/A Advogado(s): VERBENA MOTA CARNEIRO (OAB: 14357/BA) Apelado(s): POSTO DE COMBUSTIVEL NOTA 1000 LTDA.Disponibilização: sexta-feira. 0061348-21.05.8.2011. 0067608-95.

8.8. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 13/05/2013 ÁS 10:30 . JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 10/05/2013 ÁS 09:30 Processo nº.05.0001 Apelante(s): EDSON BARBOSA DA SILVA Advogado(s): LEON SOUZA VENAS (OAB: 26715/BA) Apelado(s): BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A Advogados(s): LUCIANA DOS SANTOS RODRIGUES (OAB: 36219/BA) Conciliador: DES.8. Advogados(s): GILBERTO VIEIRA LEITE NETO (OAB: 2454/SE) GRACIELA RIBEIRO (OAB: 31987/BA) Conciliador: DES.0274 Apelante(s): ALESAT COMBUSTIVEIS S/A Advogado(s): ANA PATRICIA DE AZEVEDO BORBA (OAB: 4944/RN) Apelado(s): FLAVIO DANILO FLORES DIAS Advogados(s): LUDIMILA FERNANDES DOS ANJOS (OAB: 25404/BA) Conciliador: DES.2010.05.0113 Apelante(s): ANTONIO CARLOS DE ARAUJO Advogado(s): MATEUS SANTIAGO SANTOS SILVA (OAB: 22947/BA) Apelado(s): ITAU UNIBANCO S/A Advogados(s): EDUARDO FRAGA (OAB: 10658/BA) Conciliador: DES. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 17 Processo nº. 0001698-61.0001 Apelante(s): EMPRESA BAIANA DE ÁGUAS E SANEAMENTO S/A . JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 10/05/2013 ÁS 11:00 Processo nº.0150002-52.2006.8.05. 0042987-24.05. SERVIÇOS E DISTRIBUIDORA DE ALIMENTOS E CALÇADOS LTDA. 0086739-12.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05.2012. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 10/05/2013 ÁS 09:50 Processo nº. 0078343-56.0001 Apelante(s): BANCO ITAU S/A Advogado(s): RAQUEL CARNEIRO SANTOS PEDREIRA FRANCO (OAB: 17480/BA) Apelado(s): BRASIL LOG COMÉRCIO.0082240-24. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 10/05/2013 ÁS 10:10 Processo nº.8.8.8. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 13/05/2013 ÁS 09:30 Processo nº.0075208-26.EMBASA Advogado(s): ANTONIO JORGE MOREIRA GARRIDO JÚNIOR (OAB: 11021/BA) Apelado(s): CONDOMINIO RIO TOCANTINS Advogados(s): RICARDO ALPIRE (OAB: 17808/BA) Conciliador: DES.Disponibilização: sexta-feira.05.0003035-68.2009.0001 Apelante(s): MARIA ANTONIA DE JESUS DA SILVA DE JESUS Advogado(s): ANTONIO CARLOS SOUTO COSTA (OAB: 16677/BA) Apelado(s): BANCO BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A Advogados(s): AMANDA LIMA GARCEZ (OAB: 35147/BA) Conciliador: DES.2010.05. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 10/05/2013 ÁS 10:30 Processo nº.0001 Apelante(s): LUIS ANTONIO DE OLIVEIRA CARDOSO Advogado(s): ANA PAULA GUIMARÃES BORGES (OAB: 25258/BA) Apelado(s): BV FINANCEIRA S/A CREDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO Advogados(s): CELSO DAVID ANTUNES (OAB: 1141A/BA) AILDES SANTOS SILVA DOREA (OAB: 34234/BA) DÉBORA PIRES DE OLIVEIRA (OAB: 27516/BA) Conciliador: DES.2009. JUSTINO TELLES Data da Audiência: 13/05/2013 ÁS 10:00 Processo nº.2004.8.2004.05.0001 Apelante(s): JOÃO ALMEIDA DE SOUZA Advogado(s): CLÉCIO DA ROCHA REIS (OAB: 16387/BA) Apelado(s): BANCO FINASA S/A Advogados(s): LEONARDO FELIX SOUZA (OAB: 22044/BA) Conciliador: DES.

JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 13/05/2013 ÁS 14:50 Processo nº.05. PÚBLICO MONICA SOARES Apelado(s): JEANDERSON OLIVEIRA SILVA Advogados(s): INALVA LIMA BEZERRA SILVEIRA FERREIRA (OAB: 25005/BA) Conciliador: DESORA.0001 Apelante(s): NIVIA CHILLENE FERREIRA SANTOS BELMONTE Advogado(s): LEON SOUZA VENAS (OAB: 26715/BA) Apelado(s): BV FINANCEIRA S/A CREDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO Advogados(s): CELSO DAVID ANTUNES (OAB: 1411A/BA) GABRIELA VIANA MENEZES (OAB: 30848/BA) Conciliador: DESORA.05. CELSINA REIS Data da Audiência: 13/05/2013 ÁS 14:30 Processo nº. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 13/05/2013 ÁS 14:30 Processo nº.2011.05. 0022510-24.Disponibilização: sexta-feira.2002.0001 Apelante(s): ADENIR DE AQUINO Advogado(s): LEONIDAS JOSÉ DE LIMA SOBRINHO FILHO (OAB: 25964/BA) Apelado(s): FRUTOSDIAS S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA Advogados(s): RODRIGO SOARES BRANDÃO (OAB: 23203/BA) Conciliador: DES.8.8.2008.05.05.2010.0080 Apelante(s): GILVAN MOREIRA DE OLIVEIRA Advogado(s): GERALDO VALE DO ESPIRITO SANTO JUNIOR (OAB: 32253/BA) Apelado(s): BANCO DO BRASIL S/A Advogados(s): CELSO DAVID ANTUNES (OAB: 1141A/BA) LUIS CARLOS MOREIRA LOURENÇO (OAB: 16780/BA) Conciliador: DES. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 18 Processo nº.2011.0001 Apelante(s): BANCO ITAUCARD S/A Advogado(s): RAMON CESTARI CARDOSO (OAB: 24953/BA) CELSO MARCON (OAB: 24460/BA) Apelado(s): GERALDO BONFIM PEIXOTO TOLENTINO Advogados(s): ANTONIO CARLOS SOUTO COSTA (OAB: 16677/BA) Conciliador: DESORA.2012. 0105651-23.0001 Apelante(s): ROBERTO GUEDES CASTRO / ANISIA BARBOSA CASTRO Advogado(s): DEF. Advogados(s): ISMAILTO APARECIDO PEREIRA (OAB: 12194/BA) Conciliador: DESORA. 0304821-39.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8.05. JANDYR ALYRIO Data da Audiência: 13/05/2013 ÁS 15:10 Processo nº.8.8. CELSINA REIS Data da Audiência: 13/05/2013 ÁS 15:30 Processo nº.2008. 0041295-24.05. 0335562-62-2012.0146206-87.0001 Apelante(s): BANCO SANTANDER BRASIL S/A Advogado(s): IVONE MARIA DOS SANTOS PINTO (OAB: 14852/BA) Apelado(s): CLERALDO ANDRADE REZENDE / POSTO MARINA COMBUSTIVEIS LTDA. CELSINA REIS Data da Audiência: 13/05/2013 ÁS 16:00 Processo nº.8. 0320658-71. CELSINA REIS Data da Audiência: 13/05/2013 ÁS 15:00 Processo nº.8. CELSINA REIS Data da Audiência: 13/05/2013 ÁS 16:30 .0014235-62.8.0001 Apelante(s): BANCO MERCANTIL DO BRASIL S/A Advogado(s): JOSÉ ROBERTO BURGOS FREIRA (OAB: 13538/BA) Apelado(s): ADRIANO COUTO DOS SANTOS Advogados(s): ANTONIO CARLOS SOUTO COSTA (OAB: 16677/BA) Conciliador: DES.0001 Apelante(s): ANA LÚCIA FERREIRA MOURA Advogado(s): JOÃO RODRIGUES VIEIRA (OAB: 18517/BA) Apelado(s): BANCO BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A Advogados(s): LUCIANA DOS SANTOS RODRIGUES (OAB: 36219/BA) Conciliador: DESORA.05.

conforme disposto no art. que os presentes autos vieram-me conclusos em virtude da petição juntada às fls.Observa-se. 18 de abril de 2013 Edmilson Jatahy Fonseca Júnior PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Telma Laura Silva Britto PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0003441-23. II . Intimem-se.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Barbara Moreira Fiuza Impetrante : Flávia Fidelis Cordeiro Impetrante : Mateus Souza Esquivel Advogado : Brenda Fernanda Oliveira Guimarães de Abreu Lima (OAB: 32283/BA) Advogado : Tais Dorea de Carvalho Santos (OAB: 32262/BA) . Estado : José Homero Saraiva Câmara Filho I . Salvador.2012.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .2012. 319. assinalando-lhe o prazo de 10 dias. remetam-se os autos a quem compete apreciá-la. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 19 TRIBUNAL PLENO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Eserval Rocha PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0006741-61.Considerando o teor da referida peça. ingressarem no feito. Salvador. 329. Intimem-se. querendo.2011. que visa o cumprimento de decisão proferida em deliberação plenária. Publique-se.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Ronaldo Nascimento dos Santos Impetrante : Tayne Carlos Cerqueira Santos Impetrante : Uilson Paulo Rezende Pereira Impetrante : Veraldino Souza Gomes Impetrante : Washington Luiz Roque Advogado : Jorge Santos Rocha Junior (OAB: 12492/BA) Impetrado : Governador do Estado da Bahia Interveniente : Estado da Bahia Proc. Notifique-se a autoridade coatora para prestar as informações pertinentes. com pedido de liminar. 348. Estado : Djalma Silva Júnior Digam os Impetrantes sobre a defesa e documentos anexados pelo Estado da Bahia.05.05. Reservome para apreciar o pedido de antecipação dos efeitos da tutela após a formação do contraditório. encaminhem-se os autos à Procuradoria de Justiça. no termo de conclusão às fls. P. Notifiquem-se.8.C. 0319926-59. Cumpridas tais diligências. do Regimento Interno deste Tribunal. impetrado por Genaro Teles Souza contra ato praticado por delegação supostamente autorizada pelo Desembargador Presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.05.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Ivan Almeida Rodrigues Advogado : Flávia Milena Lima Barbosa Nunes (OAB: 17839/BA) Advogado : Bruno de Almeida Maia (OAB: 18921/BA) Advogado : Leonardo Carvalho Rocha (OAB: 32097/BA) Impetrado : Governador do Estado da Bahia Interveniente : Estado da Bahia Proc. ainda.05. Desembargador Eserval Rocha Relator Salvador.2013.8. I.8. 18 de abril de 2013 Eserval Rocha PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Edmilson Jatahy Fonseca Júnior PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0304786-82. o Procurador Geral do Município e o Procurador Geral do Estado acerca da presente impetração para.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Genaro Teles Souza Advogado : Rubem Rodrigues Nogueira Junior (OAB: 3715/BA) Impetrado : Desembargador Presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Trata-se de mandado de segurança. inciso II. 17 (dezessete) de abril de 2013. Publique-se.Disponibilização: sexta-feira.8.

José Mauro França Cardoso Diretor(a) da Secretaria do(a) Tribunal Pleno PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Tribunal Pleno PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 30 de janeiro de 2013 0014844-57.0000 Mandado de Segurança Comarca : Impetrante : Francisco Carlos dos Santos Impetrante : Solange de Souza Ferreira Impetrante : Dionon Antonio Alves Impetrante : Carlos Cavalcanti Lacerda Impetrante : Wilson Nilo da Silva Impetrante : Jurandy de Souza Ramos Advogado : Fabiano Cavalcante Pimentel (OAB: 18374/BA) Impetrado : Governador do Estado da Bahia Interveniente : Estado da Bahia Proc.2010.05. 18 de abril de 2013.8.0000 Investigação contra magistrado Comarca : Salvador Requerente : Ministério Público Estadual Investigado : Olga Regina de Souza Santiago Guimarães Proc.0000 Mandado de Segurança Comarca : Impetrante : Valter Silva do Nascimento Impetrante : Ricardo Torres Santos Advogado : Fabiano Cavalcante Pimentel (OAB: 18374/BA) Impetrante : Huxley Castro Alves Impetrante : Linaldo Rosa Silva Impetrante : Jose Nonato de Souza Neto Impetrante : Helder de Araujo Tourinho .05. 18 de abril de 2013. POR MAIORIA" Salvador. 18 de abril de 2013 Telma Laura Silva Britto PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Tribunal Pleno PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 05 de dezembro de 2012 0012077-80. Salvador. Estado : Ana Celeste Brito do Lago Relator : Ivete Caldas Silva Freitas Muniz Decisão : "REJEITADA A PRELIMINAR À UNANIMIDADE.8. Salvador. Intime-se. POR MAIORIA". Estado : Erika Oliveira Grimm de Sá Encaminhem-se estes autos para opinativo da douta Procuradoria da Justiça. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 20 Impetrado : Governador do Estado da Bahia Interveniente : Estado da Bahia Procª.05.Disponibilização: sexta-feira. Publique-se. CONCEDEU-SE A SEGURANÇA.2011. José Mauro França Cardoso Diretor(a) da Secretaria do(a) Tribunal Pleno PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Tribunal Pleno PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 27 de fevereiro de 2013 0011071-04.8. Justiça : Rômulo de Andrade Moreira Relator : Ivete Caldas Silva Freitas Muniz Decisão : "DECIDIU-SE PELO RETORNO DOS AUTOS AO MINISTÉRIO PÚBLICO. Justiça : Jose Emmanuel Araujo Lemos Proc.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .2011.

da Lei Complementar Municipal nº. opostos pelo Sindicato dos Nutricionistas no Estado da Bahia. os aprovados dentro do número de vagas serão chamados no prazo de 30 (trinta) dias. É o relatório. 18 de abril de 2013. contra decisão interlocutória. Isso porque. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 21 Impetrado : Governador do Estado da Bahia Interveniente : Estado da Bahia Procª. que o pronunciamento dessa relatora contraria o entendimento de julgados sobre o mesmo tema proferido pelo Tribunal de Justiça da Bahia. À UNANIMIDADE. ocupando vagas que deveriam ser preenchidas pelos aprovados no referido concurso.2013.2011. e dessa forma. Salvador. que também merece esclarecimentos o fato da Administração Pública vir mantendo nos seus quadros servidores contratados a título precário.05. 207/213 é omissa devido a falta de pronunciamento expresso desta relatora no tocante ao quanto estabelecido no art.2012. CONCEDEU-SE A SEGURANÇA. proferida no bojo do Mandado de Segurança n° 0003422-17. Estado : Paloma Teixeira Rey Relator : Ivete Caldas Silva Freitas Muniz Decisão : "REJEITADA A PRELIMINAR. transcrevendo dois acórdãos para confirmar suas alegações. José Mauro França Cardoso Diretor(a) da Secretaria do(a) Tribunal Pleno PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Tribunal Pleno PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 27 de março de 2013 0010968-94. prequestionando. Estado : Ana Carla Pires Meira Cardoso Relator : Gardenia Pereira Duarte Decisão : "DENEGOU-SE A SEGURANÇA. seja para exaurir a instância e permitir a devolução da discussão a superior instância.0000 Mandado de Segurança Comarca : Salvador Impetrante : Marinalva dos Santos Caldeira Advogado : Antonio João Gusmão Cunha (OAB: 18347/BA) Advogado : Lazaro Vagner Pimenta de Jesus (OAB: 32530/BA) Impetrado : Governador do Estado da Bahia Interveniente : Estado da Bahia Estagiário : Eduardo Peixoto de Mello Proc. podendo inclusive alterar o entendimento dessa julgadora.Disponibilização: sexta-feira. 18 de abril de 2013. À UNANIMIDADE".0000 por ele impetrado.05.2013.8. tornando-se mais expressa ao afirmar que uma vez homologado o resultado do concurso. José Mauro França Cardoso Diretor(a) da Secretaria do(a) Tribunal Pleno PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Aidê Ouais PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0003422-17.0000/50000 Embargos de Declaração Embargante : Sindicato dos Nutricionistas No Estado da Bahia Advogado : Moises de Sales Santos (OAB: 14974/BA) Impetrado : Prefeito do Município do Salvador Trata-se de Embargos Declaratórios. a mesma suprimiu o termo técnico "direito subjetivo".8.8. Acrescenta que a apreciação desse tópico é imprescindível.0000 Mandado de Segurança Comarca : Salvador Impetrante : Manoel Biluca de Andrade Neto Advogado : Marcos Luiz Carmelo Barroso (OAB: 16020/BA) Impetrado : Governador do Estado da Bahia Interveniente : Estado da Bahia Procª. com a redação dada após a LC nº 34/2003. que dava margens a interpretações equivocadas. 01/91. desde já a matéria.8. POR MAIORIA". Salvador.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05. que instituiu o Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos do Município de Salvador. POR MAIORIA". em síntese. que a decisão interlocutória de fls. Com a natureza jurídica de recurso. Aduz o embargante. pede aclaramento. seja para modificar o decisum embargado. Estado : Adriano Carvalho Ahringmann Relator : Ivete Caldas Silva Freitas Muniz Decisão : "REJEITADAS AS PRELIMINARES. mas que essa relatora reconhece na decisão hostilizada que a nomeação dos aprovados está condicionada à discricionariedade da Administração Pública. À UNANIMIDADE. CONCEDEU-SE A SEGURANÇA. Alega. os embargos declaratórios têm por escopo o esclarecimento de pontos obscuros e de suprimento de omissões constantes . Requer que a decisão seja integrada por meio dos presentes embargos de declaração. Assevera. 15. 0316461-42.05.

quando do término do prazo de validade do certame ou próximo a isso. 7º. 5ª Ed.0000. Salvador. inciso I. X. Carmem Lucia Santos Pinheiro Relatora Salvador. Após. é a existência de obscuridade ou contradição na decisão ou acórdão.. contradição ou obscuridade. uma vez que inexiste a mostra de omissão ou contradição. incompetência absoluta do juízo a quo: art.g. 207/213. vol. uma vez que tal recurso não se traduz em meios para modificação do julgado ou de reapreciação da matéria. B. vista a Douta Procuradoria de Justiça. 18 de abril de 2013. 18 de abril de 2013 Aidê Ouais PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Inez Maria Brito Santos Miranda PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0318322-63. Desta forma. Estabelece o artigo 535. na sentença ou no acórdão. Ante o exposto. 475). em causa de sua competência originária. da Lei nº 12016/09. pressuposto de admissibilidade dessa espécie de recurso. não de substituição. 18 de abril de 2013 Inez Maria Brito Santos Miranda PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carmem Lucia Santos Pinheiro PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0003529-61. conforme bem explicitado na decisão embargada. Publique-se. nº II.2012. Analisando atentamente os autos. mesmo dentro do número de vagas oferecidas. obscuridade ou contradição. ou omissão de algum ponto sobre o qual devia pronunciar-se o julgador (art. no que concerne à prolação da decisão. 535 do CPC. são incabíveis.8. em verdade. 529)". não existindo desta forma violação de direito liquido e certo do impetrante a ser protegido via ação mandamental".Disponibilização: sexta-feira. nos termos do art. o que efetivamente se infere no decisum embargado.0000 Investigação contra magistrado Requerente : Ministério Público Proc. 17 de abril de 2013. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 22 de sentenças ou de acórdãos.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . cabem embargos declaratórios quando: "I . deixar claros os motivos que o convenceram a adotar o entendimento exposto no ato decisório. na esteira do Parecer Ministerial. não se prestam para correção de eventuais entendimentos de julgamento e. Segundo a disposição legal. não restando caracterizada omissão.05. as previstas no art. Salvador. E. 1130.8. Salvador. V.houver. suscitadas pelas partes ou examináveis de oficio (v. do CPC. como seria o caso de sanção que lhe coubesse impor (por exemplo. inclusive quanto a ponto acessório.8. e por estar devidamente fundamentada a decisão embargada.05. De acordo com José Carlos Barbosa Moreira: "Há omissão quando o tribunal deixa de apreciar questões relevantes para o julgamento. também já pacificado o entendimento de que os aclaratórios não se prestam para o reexame de matéria já analisada e decidida. "cabe a Administração Pública decidir o momento da nomeação. somente poderá questionar os motivos da sua não nomeação . Cumpra-se. 540). constituindo seu dever. 488. determino o imediato trancamento da investigação sob análise e o apensamento destes autos àqueles da Investigação contra Magistrado sob nº 0316714-30. Vale ressaltar. que não está o julgador compelido a se manifestar acerca de todos os artigos mencionados pelas partes ou sobre todos os argumentos trazidos por estas. de onde se conclui que o desejo do embargante. para eventual aproveitamento de quaisquer elementos informativos.2012. Logo o candidato aprovado . que poderá ser efetivada até o último dia do prazo de validade do certame. Geral : Rômulo de Andrade Moreira (OAB: 11022/BA) Investigado : V. M. como é a hipótese ora em julgamento. verifico que não há qualquer vício na decisão interlocutória embargada passível de esclarecimento ou complementação. S. a mera rediscussão de matéria devidamente enfrentada e examinada na decisão de fls. Notifique-se a autoridade apontada coatora para prestar as informações. I e II) e não o fez. ou quando deixa de pronunciar-se acerca de algum tópico da matéria submetida à sua cognição. REJEITO OS PRESENTES EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. (Comentários ao CPC. ou ainda mediante recurso.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Camila de Azevedo Coelho Loura Advogado : Camila de Azevedo Coelho Loura (OAB: 37589/BA) Impetrado : Presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Diante disso. inexistindo qualquer das razões elencadas no art. "II . Cumpre observar que os embargos de declaração são apelos de integração. indefiro o pedido liminar. 18 de abril de 2013 Carmem Lucia Santos Pinheiro .05. 535.for omitido ponto sobre o qual devia pronunciar-se o juiz ou tribunal".. Juíza Aidê Ouais Relatora Convocada Ao/02 Salvador. não podem ser admitidos embargos declaratórios tão somente porque a decisão foi contrária ao posicionamento da parte. ou obrigatoriamente sujeita ao duplo grau de jurisdição (art.2013. não tendo desta forma até tal momento o direito liquido e certo indispensável para impetração do mandamus". e no art. E dessa forma. Doutro lado. Consoante têm se posicionado a doutrina e jurisprudência pátria.() conforme dito pelo próprio impetrante na sua peça inicial o prazo de validade do certame encontra-se vigente até 17/01/2014. pg. sem merecer qualquer reparo.

Publique-se. Os benefícios da assistência judiciária gratuita já foram deferidos nos termos da decisão de fl.85 da lavra do 1º Vice-Presidente deste Tribunal de Justiça. no prazo de (05) cinco dias. ERENALDO DE SOUSA BRITO E OUTROS AUTORIDADE COATORA: COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DA BAHIA. EMBARGADO: DR. 16 de abril de 2013. Intimem-se. 18 de abril de 2013. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA RELATOR Salvador. BRUNO PINHO OLIVEIRA ROSA RELATOR: DES.2011.2011.566/2012.0000 . Salvador. DJALMA SILVA JÚNIOR RELATOR: DES.8.0000/50002 Embargos de Declaração Embargante : Estado da Bahia Procª.8. SECRETÁRIO DA SEGURANÇA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA. DOS IMPETRANTES: DR. Justiça : Maria Alice Miranda da Silva Proc. com pedido liminar.COMARCA DE SALVADOR IMPETRANTES: JOSÉ RAIMUNDO DOS SANTOS E OUTROS ADV. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 23 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Clésio Rômulo Carrilho Rosa PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0002626-94. 02 .0000 Argüição de Inconstitucionalidade Suscitante : Jose Raimundo dos Santos Suscitante : Douglas Jose Matos Suscitante : Walter dos Santos Suscitante : José Mendes Moreira Suscitante : Mario Ribeiro da Cruz Filho Suscitante : Edmundo Nunes Araujo Suscitante : Everaldo Rodrigues Campos Suscitante : Roque Machado da Silva Suscitante : Raimundo de Oliveira Santos Advogado : Erenaldo de Sousa Brito (OAB: 15880/BA) Advogado : Sonia Maria de Souza Nascimento (OAB: 12303/BA) Advogado : Rita de Cassia Costa de Azevedo (OAB: 13152/BA) Suscitado : Comandante Geral da Policia Militar do Estado da Bahia Suscitado : Secretário de Administração do Estado da Bahia Suscitado : Secretário de Segurança Pública do Estado da Bahia Procª.05.2012. e não a de 'Farmacêutico-Bioquímico'.0000-0 . 05). para que seja oportunizada prévia vista do processo ao eminente Procurador-Geral de Justiça. para pronunciar-se acerca da inconstitucionalidade arguida.Publique-se.05. 8º. consubstanciado no indeferimento de sua posse no cargo em que foi aprovado ao argumento de que "não poderia ser investido no cargo.2012. com ênfase em Análises Clínicas. interpostos às fls. converto os autos em diligência. Salvador. Estado : Lilian de Novaes Coutinho Fiuza (OAB: 16303/BA) Impetrado : Presidente da Comissão de Concurso e Seleção Pública para Contratação de Conc.05.05. sustentam a inconstitucionalidade do art.8. da Lei Estadual 12.SALVADOR EMBARGANTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADOR: DR. como exigido no edital" (fl. 01 . DES.805. em que.Manifeste-se a parte embargada. CLÉSIO ROMULO CARRILHO ROSA RELATOR 0309259-14.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Declara ter sido aprovado . Em face da arguição de inconstitucionalidade suscitada pela parte impetrante. EXMO.0000 Mandado de Segurança Reconhecid : Antônio Carlos Magalhães Santana Advogado : Paulo Sergio Rodrigues de Santana (OAB: 22918/BA) Impetrado : Governador do Estado da Bahia O presente Mandado de Segurança. 119/122. Intimemse.8.2013.Disponibilização: sexta-feira. SECRETÁRIO DA ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA INTERVENIENTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADOR DO ESTADO: DR. incidentalmente. ROBERTO FIGUEIREDO EMBARGADO: MARLUS PINHO OLIVEIRA SANTOS ADV. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA DESPACHO Vistos. Estado : Djalma Silva Júnior MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0309259-14. EXMO. pois apresentara diploma de Biólogo. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA DESPACHO Trata-se de Mandado de Segurança impetrado por diversos policiais militares do Estado da Bahia. foi impetrado por ANTÔNIO CARLOS MAGALHÃES SANTANA contra suposto ato ilegal e arbitrário praticado pelo GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA e pelo SECRETÁRIO DE ESTADO DE SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA. DES. e Juizes Leigos Embargado : Marlus Pinho Oliveira Santos Advogado : Bruno Pinho Oliveira Rosa (OAB: 29540/BA) EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0002626-94. sobre os Embargos de Declaração com efeito modificativo. etc. 18 de abril de 2013 Clésio Rômulo Carrilho Rosa PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Cícero Landin Neto PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0005902-65.

diante das peculiaridades que envolvem a hipótese vertente.Associação Bahiana de Supermercados Advogado : Lara Britto de Almeida Domingues Neves (OAB: 28667/BA) Advogado : Geisy Fiedra Rios Pinheiro de Almeida (OAB: 13008/BA) Réu : Prefeito do Município de Feira de Santana Réu : Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana Contudo. sendo excluído pela ausência de titulação específica e que. vejo que carece o impetrante também de plausibilidade no direito invocado. por carta de ordem. Pelo atestado de fl. caso do Impetrante. Portanto. acaso o entendimento seja diverso que "seja a vaga reservada até deslinde final. dado o caso in concreto. considerou o Bioquímico como uma subdivisão de Farmacêutico (vide fl. sequer é existente o curso acadêmico de Farmacêutico/bioquímico. Lembrese. Organizador Fredie Didier Jr. há de ser mencionar que. reconheço a decadência do direito do impetrante em manejar o presente writ e. está-se violando seu direito constitucional ao livre exercício da função" (fl. ao dispor sobre a distribuição das vagas. Este prazo é computado da data em que a parte toma ciência inequívoca do ato administrativo ou. Significando dizer que é. ou Biologia. através do documento de fl. 20). 206. pelo interessado. 05). com fulcro em se promover a utilidade da sentença. passa a sofrer os seus efeitos concretamente. do ato impugnado". tendo o impetrante. a decadência desta mandamental. antes uma especialização dentre de alguns cursos. em sendo aprovado e convocado. denego a segurança pleiteada. 71. para que apresentem as informações que entenderem cabíveis.Disponibilização: sexta-feira.8. pois apresentara diploma de Biólogo. Pior. 05).2013. no prazo de 30 (trinta) dias. consequentemente. Assim. Publique-se. José Cícero Landin Neto Desembargador Relator Salvador. Não obstante o decurso do prazo e apenas obter dictum. Salvador. o ato que impediu a posse . a teor do art. Salvador. Pelo exposto.e que foi qualificado pelo impetrante como coator . minimizar ilegalmente atuação dos Biólogos"(fl.016/2009. Cumpra-se. 17). Intimem-se. contados da ciência. Portanto. com ênfase em Análises Clínicas. obteve a informação que não poderia ser investido no cargo. mas o prazo para tanto também já se exauriu. do Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana e do Prefeito do Município de Feira de Santana. 23 da Lei nº 12. Autor Eduardo Sodré. não houve pacificação da matéria. tudo sob pena de multa diária" (fl.56). atestado que ficou "impossibilitado de tomar posse". p. não impediria. quer seja FARMACÊUTICO-BIOQUÍMICO". Tanto que em seu Anexo II. 18 de abril de 2013 Silvia Carneiro Santos Zarif . e não a de 'Farmacêutico-Bioquímico'. tempestivamente. comparecendo à Secretaria de Saúde do Estado. não havendo ação com trânsito em julgado que decidiu pela proibição do Biólogo em desenvolver análises clínicas. A sua inconformação reside na limitação imposta no próprio Edital SAEB/02/2008 para assunção ao cargo de Farmacêutico/Bioquímico ao fundamento de que um Biólogo. vemos que o mesmo compareceu à SESABE e ficou impossibilitado de tomar posse no cargo de Farmacêutico Bioquímico por ter apresentado formação em Biologia. 23 da Lei nº 12. Explica que "embora existam diversas ações correndo perante os nossos Tribunais. Juntou os documentos que entendeu convenientes. em casos similares" (fl. 18 de abril de 2013. IV. Sendo o ato impugnado de efeitos concretos. logicamente por questão de concorrência de mercado. extinguindo o processo com resolução do mérito. Assevera que "foi regularmente aprovado em todas as etapas do concurso. do CPC. Contudo. o que se está impugnando é inquestionavelmente o próprio Edital do Certame. reservo-me para apreciar o pedido da medida cautelar após as manifestações dos Requeridos. Defende "tratarse de discussão existente entre as classe em tela. Argui que "um Biólogo também possui capacidade para desenvolver as atividades descritas no Edital e. Determino a citação. já que não anexou qualquer outra documentação oficial de convocação para posse. Resta inequívoca. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 24 na 25ª colocação do Concurso Público para Provimento de Cargos Vagos do Quadro de Pessoal da Secretaria de Saúde SAEB/02/2008 . Salvador: JusPodivm. ou Farmacêutico. tenho que o prazo decadencial de 120 (cento e vinte) dias para impetração deste mandamus of writ se exauriu em 1º/02/2013.05. como exigido no edital" (fl. datado de 04/10/2012.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . que se assumisse o cargo pretendido" (fl.aconteceu ao menos na data de 04/10/2012. 10). que o prazo decadencial para impugnação dos critérios estabelecidos no Edital de Concurso Público iniciase com a publicação do instrumento convocatório. então. estabeleceu o Edital que a atribuição de Bioquímico ficaria cargo de um profissional formado em Farmácia. constato que inobservou o impetrante o decurso do prazo legal para impetração desta ação constitucional insculpido no art. ad cautelam. segundo os documentos colacionados. assim.0000 Direta de Inconstitucionalidade Autor : Abase . em não permitindo que um profissional desta classe concorra e. 18 de abril de 2013 José Cícero Landin Neto PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Silvia Carneiro Santos Zarif PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0005930-33. com ênfase em Análises Clínicas. Publique-se para efeito de intimação.016/2009 c/c 269. 07).no cargo/área Farmacêutico/Bioquímico e que "na data da posse. Os farmacêutico pretende. "hipótese última esta em que não tem o jurisdicionado como alegar desconhecimento do ato coator" (in Ações Constitucionais. 115). atenderia suficientemente a atividade a ser desenvolvida. subscrito pelo impetrante e datado de 04/10/2012. 71. Apoiado em tais razões rogou pela concessão de liminar "de modo a determinar seja o Impetrante imediatamente empossado no cargo para o qual foi aprovado no concurso público. ou sucessivamente. Eis o teor da referida norma: "o direito de requerer mandado de segurança extinguir-se-á decorridos 120 (cento e vinte) dias. não seja empossado. não sendo preenchida por qualquer outro.

05. DESª. Cumpra-se.0000/50000 Embargos de Declaração Comarca : Embargante : Estado da Bahia Procª.2011.2011. 18 de abril de 2013.05. Rômulo de Andrade Moreira Relatora: Desª.05.0000 Embargos à Execução Embargante : Estado da Bahia Proc. Salvador.2012. Intimem-se.Disponibilização: sexta-feira. DES. Publique-se.05. Estado : Caio Durso de Castro Penalva Vita . P.2012.2013.805. prestem as informações de praxe.R.2013.8. Lilian de Novaes Coutinho Fiúza Procurador de Justiça: Dr.Academia de Polícia Civil da Bahia DESPACHO Vistos etc. Converto o julgamento em diligência para determinar à Secretaria do Tribunal Pleno.05.8.I.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 0007250-89.ACADEMIA DE POLÍCIA CIVIL DA BAHIA. e em homenagem ao contraditório. Após. inclusive para fins de intimação. no prazo de lei. antecipando a audiência designada para interrogatório do Magistrado Processado para o dia 10. da Comarca de Salvador Impetrante: Angélica Teixeira Valverde Impetrado e Embargante: Governador do Estado da Bahia Interveniente: Estado da Bahia Procuradora do Estado: Drª. Tendo em vista o caráter infringente dos presentes embargos. Salvador. Salvador. manifestar-se sobre o referido recurso. Ivete Caldas Silva Freitas Muniz DESPACHO Vistos. Publique-se. para que. 191-192. Acolho a manifestação ministerial. no prazo de 05 (cinco) dias. querendo. 18 de abril de 2013 José Olegário Monção Caldas PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Silvia Carneiro Santos Zarif PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0311495-36. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 25 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Olegário Monção Caldas PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0001958-55. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS RELATOR Salvador. 18 de abril de 2013 Ivete Caldas Silva Freitas Muniz PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Edivaldo Rocha Rotondano PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0312150-08. solicito que seja a impetrante intimada para. 18 de abril de 2013 Silvia Carneiro Santos Zarif PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Ivete Caldas Silva Freitas Muniz PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0007250-89.8. IVETE CALDAS SILVA FREITAS MUNIZ Relatora Salvador.0000 Processo Administrativo Disciplinar em face de Magistrado Processante : Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Processado : Rogerio Barbosa de Sousa e Silva Advogado : João Daniel Jacobina Brandão de Carvalho (OAB: 22113/BA) Advogado : Jonas Modesto da Cruz (OAB: 13743/DF) Defiro o requerimento de fls. Estado : Perpétua Leal Ivo Valadão Impetrado : Governador do Estado da Bahia Impetrado : Secretario de Administracao do Estado da Bahia Embargado : Angelica Teixeira Valverde Advogado : Antonio João Gusmão Cunha (OAB: 18347/BA) Mandado de Segurança nº. às 11 horas.0000.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Roberto Cruz dos Santos Advogado : Antonio João Gusmão Cunha (OAB: 18347/BA) Impetrado : Governador do Estado da Bahia Impetrado : Secretário da Administração do Estado da Bahia Impetrado : Diretora da Acadepol . voltem-me conclusos. que promova a notificação pessoal do SECRETÁRIO DA ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA e da DIRETORA DA ACADEPOL . 18 de abril de 2013.8.

8. no sentido de que fossem os embargos recebidos como exceção de pré-executividade. no prazo de 05 (cinco) dias. Pelo exposto. 78. a petição inicial e documentos que a acompanhavam foram extraídos e devidamente juntados aos autos da execução contra a Fazenda Pública de n.05. esclareça . razão pela qual foi realizada conclusão dos autos. Munícipio : Wilson Chaves de França (OAB: 24359/BA) Requerido : Presidente da Camara Municipal de Salvador Proc. Sucede que. 0004035-08. 73/74. Embargado : Alieth de Cerqueira Bastos Embargado : Eliene Silva Leao Embargado : Maria Barbosa de Oliveira Alves Embargado : Maria Deunza da Silva Carneiro Barretto Embargado : Maria Izabel Fonseca de Queiroz Embargado : Raimunda Carolina da Conceicao Embargado : Vanderlina dos Santos Teixeira Embargada : Maria Isabel de Cerqueira Neves Embargado : Katia de Cerqueira Neves Embargado : Joselita Nepomuceno Borba Embargada : Isaura Maria Urpia Embargada : Nilza Ferreira de Miranda Advogado : Evelin Dias de Carvalho (OAB: 18624/BA) Advogado : Henrique Heine Trindade Carmo (OAB: 10709/BA) Advogado : Leonardo Pereira de Matos (OAB: 22198/BA) Advogado : Pedro de Azevedo Souza Filho (OAB: 3231/BA) Os embargados protocolaram petição à fl.Disponibilização: sexta-feira. Jurídico : Catarina Queiroz (OAB: 27188/BA) Em atenção à promoção ministerial de fls. 81 requerendo "o desarquivamento dos autos para extrair cópias das peças processuais necessárias à formação futura dos precatórios". Jurídico : Sandro Costa de Amorim (OAB: 13051/BA) Proc. indefiro o pedido formulado pela parte e determino o arquivamento dos autos. ofertados os embargos à execução pelo Estado da Bahia. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 26 Embargada : Edna Viana Pereira Embargada : Roquelina Costa Embargado : Edite Martins Portugal Embargado : Jucilene Maria Canário Epínola Embargado : Gulhermina Brito Araujo Embargado : Dyrene Faria da Matta Dourado Embargado : Norma de Brito Pires Embargado : Nair Dantas Cerqueira e Silva Embargado : Anna Fausta Cerqueira de Almeida Embargado : Maria de Lourdes Bastos Brito Embargado : Jovita Mendes Alves Baracho Embargado : Norma Rosa da Rocha Embargada : Eleny Leal David Pinto Embargado : Maria Jose de Miranda Ferreira Embargada : Ilza Oliveira Almeida Embargado : Helena Rita da Silva Leite Embargado : Dyrlei Mariana Negredo Mendonça Embargado : Irene Lima Araujo Campos Embargada : Maria de Lourdes Francisca de Jesus Embargada : Dalva Rocha de Novaes Embargada : Helena Rezende da Silva Embargado : Sindsefaz. como atesta a certidão de fl. rejeitando-os liminarmente. intime-se o requerente para que. Jurídico : Antonio Alberto Dias dos Santos Balazeiro (OAB: 3474/BA) Proc. Em razão do pedido subsidiariamente formulado pelo embargante. Salvador.805.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 138/139.2011.Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustiveis e de Lubrificantes Advogado : Bruno Tommasi Costa Caribé (OAB: 18464/BA) Advogado : Renato Alberto dos Humildes Oliveira (OAB: 14422/BA) Requerido : Municipio do Salvador Proc.2012. foi proferida decisão às fls.0000.Sindicato dos Servidores da Fazenda do Estado da Bahia. 18 de abril de 2013 José Edivaldo Rocha Rotondano PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Edivaldo Rocha Rotondano PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0314725-86.0000 Direta de Inconstitucionalidade Requerente : Sindicom .

NA COMARCA DE FEIRA DE SANTANA SERVIRÃO INICIALMENTE 33 (TRINTA E TRÊS) JUÍZES DE DIREITO. DECLARANDO-SE COMPETENTE O JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA CRIME DA COMARCA DE FEIRA DE SANTANA. DEVE SER CONSIDERADA CRIANÇA OU ADOLESCENTE E. CRIME CONTRA A DIGNIDADE SEXUAL COMETIDO CONTRA ADOLESCENTE. 8. para investigar supostas agressões sexuais e físicas contra adolescente do sexo feminino. 8. dando encaminhamento a expediente originário da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República.0080. ANTES DE SER MULHER. EM SENDO MAIS DE UMA. PARA OS EFEITOS DESTA LEI. 'CAPUT' E 6º DA LEI Nº. 2º. AMBOS DA COMARCA DE FEIRA DE SANTANA. E A CONDIÇÃO PECULIAR DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMO PESSOAS EM DESENVOLVIMENTO. MENOR DE 18 (DEZOITO) ANOS DO SEXO FEMININO. CRIMES CONTRA OS IDOSOS E A 4ª. como suscitado. 2582898 (fl. instaurado pela "Delegacia para o Adolescente Infrator". Ivete Caldas Silva Freitas Muniz VOTO DIVERGENTE CONFLITO NEGATIVO DE COMPETÊNCIA. 22 se refere ao projeto que originou a lei municipal n. no mesmo prazo. Carlos Roberto Santos Araújo Voto-divergente: Desª. OS FEITOS RELATIVOS AOS CRIMES CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE.8. 8. A TEOR DOS ARTS. constando. CONFLITO NEGATIVO SUSCITADO PELO JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA CRIME EM FACE DO JUÍZO DE DIREITO DA VARA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR. também da mencionada Comarca de Feira de Santana. AS VARAS CRIMINAIS SÃO COMPETENTES PARA PROCESSAR E JULGAR OS CRIMES COMUNS. tendo. 8. o Juízo de Direito da 1ª Vara Crime da Comarca de Feira de Santana. Aderbal Simões Barreto Relator: Des. bem assim.2011. o Juízo de Direito da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.Disponibilização: sexta-feira. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 27 se o documento de fl. PESSOA EM DESENVOLVIMENTO. como objeto. 06). CRIMES AMBIENTAIS. SE DISTINGUIRÃO PELA SUA NUMERAÇÃO ORDINAL: […] PARÁGRAFO ÚNICO. A 2ª. NO ÂMBITO DE RELAÇÃO ÍNTIMA DE AFETO. de 16 (dezesseis) anos de idade. CONSEQUENTEMENTE. 18 de abril de 2013 José Edivaldo Rocha Rotondano RM Conflito de Jurisdição nº. MEDIANTE COMPENSAÇÃO.258/12 ou ao próprio diploma. QUE. como órgão suscitante. VOTO DIVERGENTE PELA IMPROCEDÊNCIA DO CONFLITO NEGATIVO DE COMPETÊNCIA.069/1990. uma vez que esta intitulado de "Projeto de lei n." TRIBUNAIS SUPERIORES QUE TÊM CONSIDERADO A CIRCUNSTÂNCIA DA MENORIDADE COMO RELEVANTE PARA RESOLVER QUESTÕES EM MATÉRIA PENAL. ADOLESCENTE DO SEXO FEMININO. SENDO QUE A 1ª PARA PROCESSAR E JULGAR. e. PARÁGRAFO ÚNICO. Consta que tais fatos foram noticiados à Autoridade Policial pelo Ministério Público na Comarca de Feira de Santana. QUE DISPÕE SOBRE O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE: "ART. VÍTIMA DE SUPOSTO ABUSO SEXUAL POR PARTE DO SEU NAMORADO.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .258/12. DISTRIBUÍDOS PELAS SEGUINTES VARAS ESPECIALIZADAS QUE. 2º CONSIDERA-SE CRIANÇA. 03 a 28. 055/2011." (GRIFO AUSENTE NO ORIGINAL)." "ART. DE 16 (DEZESSEIS) ANOS DE IDADE. . 0017333-21.258/12". proceda à juntada de cópia da lei n. 6º NA INTERPRETAÇÃO DESTA LEI LEVAR-SE-ÃO EM CONTA OS FINS SOCIAIS A QUE ELA SE DIRIGE. DA LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DA BAHIA. E ADOLESCENTE AQUELA ENTRE DOZE E DEZOITO ANOS DE IDADE. 131. A 3ª. identificado como "denúncia" de nº. AS EXIGÊNCIAS DO BEM COMUM. o Inquérito Policial nº. INCIDÊNCIA DO ART. OS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS. da Comarca de Feira de Santana Suscitante: Juiz de Direito da 1ª Vara Crime Suscitado: Juiz de Direito da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher Procurador de Justiça: Dr. Salvador.05. DO SEGUINTE TEOR: "ART. sob pena de extinção do feito. CUMULATIVAMENTE. A PESSOA ATÉ DOZE ANOS DE IDADE INCOMPLETOS. de fls. AO TEMPO DO FATO. Versam os presentes autos sobre conflito negativo de competência. OS CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. 131.

da Comarca de Feira de Santana. para "processar e julgar. de forma a caracterizar o crime de tortura descrito no art. 04. em continuidade delitiva. Dest'arte. Caso a vítima fosse homem. 055/2011. CRIME COMETIDO EM RAZÃO DA CONDIÇÃO DE CRIANÇA DA VÍTIMA. em síntese. Juíza de Direito da 1ª Vara Crime da Comarca de Feira de Santana. datada de 16/06/2011. 17. em atenção à Lei nº. SEÇÃO DESTA CORTE. diversas agressões verbais e violência física. se o delito não tem razão no fato de a vítima ser do gênero mulher. por sua menoridade.. aduzindo.340/2006. o entendimento mais adequado à solução do impasse em exame consiste em considerar que. da Lei nº. à natureza da violência sofrida pela criança ou adolescente do sexo feminino. 172. a MM. 11. A eventual inserção do menor de dezoito anos de idade em contexto de violência no âmbito de relações íntimas constitui. SUPERVENIÊNCIA DA SENTENÇA E DO ACÓRDÃO CONFIRMATÓRIO DA CONDENAÇÃO. sempre.096/1990. "entre doze e dezoito anos de idade. também declinando da competência. em situação de violência contra a vítima. 8. foi. não há falar em competência do Juizado Especial de Violência Doméstica e Familiar. Min. a conduta não deixaria de existir. condicionando a decisão do conflito de competência entre a Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e a Vara da Infância e Juventude. […]. 51. HC nº." (grifos ausentes no original) (STJ . porque adequados os fatos em apuração. declinou da competência. Drª. Adaelson de Jesus Costa. ambos da Lei nº. portanto. entende-se que a melhor orientação é no sentido oposto. evidencia a cópia da carteira de identidade da ofendida o seu nascimento em 25/03/1994. 11. resolvendo o conflito para declarar competente o Juízo suscitado. de fl. PEDIDO DE LIBERDADE PROVISÓRIA PREJUDICADO. por possuir. sendo a vítima do crime criança ou adolescente. da Lei de Organização Judiciária do Estado da Bahia. que os fatos em apuração se deram no âmbito doméstico e familiar dos envolvidos. Às fls. A douta Procuradoria de Justiça emitiu opinativo às fls. NOVOS TÍTULOS APTOS A SUSTENTAR A CUSTÓDIA. cumulativamente. a sua condição de vulnerabilidade diante do agressor será determinada. os feitos relativos aos crimes contra a Criança e o Adolescente". À fl. então. 03/02/2011.784/RJ. Não obstante o respeitável voto do eminente relator. pela procedência do conflito negativo. . ao conceito dos arts. onde se estabelece a competência deste último juízo. Rel. pediu vista esta magistrada. Juíza de Direito da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.340/2006. Drª. foi sorteado relator o eminente Desembargador Carlos Roberto Santos Araújo. o seguinte julgado: "HABEAS CORPUS LIBERATÓRIO. 2º. 53 a 56. não importando a idade desta para fixação da competência. combinado com o § 4o. e portanto absoluta. Não obstante esse respeitável julgado. Andrea Teixeira Lima Sarmento Neto. da competência em exame. CUJOS FUNDAMENTOS NÃO FORAM IMPUGNADOS NA INICIAL. COMPETÊNCIA DO JUIZ CRIMINAL E NÃO DO JUIZADO ESPECIAL DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER. É o relatório. Veja-se. 45 a 49. 5º e 7º. 1º. SÚMULA 451/STF. sendo esta.Disponibilização: sexta-feira. objeto de investigação "suposto abuso sexual e violência física" sofridos pela vítima. INEXISTÊNCIA DE PRIVILÉGIO DE FORO. afirmando a preponderância da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. em um agravamento daquela natural condição de vulnerabilidade. […] 2. pelas seguintes razões: Conforme a portaria de instauração do Inquérito Policial nº. PRECEDENTES DA 3A.. inciso II. apenas. DJe 21/02/2011). a teor do art. à data dos fatos. suscitou o presente conflito negativo a MM. da Comarca de Feira de Santana. NESSA EXTENSÃO. 3. TORTURA CONTRA CRIANÇA EM CONTINUIDADE DELITIVA. independentemente do sexo. pois o fundamental para a acusada era a incapacidade de resistência da vítima diante das agressões físicas e mentais praticadas. 32 a 36. inciso II da Lei 9. Ressai dos fatos narrados na denúncia que a paciente tinha a guarda provisória e precária da vítima e a submeteu a intolerável e intenso sofrimento psicológico e físico ao praticar. da improcedência deste conflito negativo de competência." Não se desconhece a orientação firmada em precedente do Superior Tribunal de Justiça. reconhecendo a competência da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. HC PARCIALMENTE CONHECIDO E.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .455/97. pois foi a condição de criança que levou a acusada a praticá-lo. adolescente. DENEGADA A ORDEM. praticados por seu namorado. pela necessidade de aplicação do art. PARECER DO MPF PELA DENEGAÇÃO DA ORDEM. assim. caput. da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de Feira de Santana. após o voto do relator. argumentando. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 28 Às fls. Napoleão Nunes Maia Filho.Quinta Turma. em síntese. 131. PROCURADORA DE JUSTIÇA APOSENTADA. determinando a remessa dos autos à 1ª Vara Crime da citada Comarca. também ressaltando a natureza material. parágrafo único. j. Na sessão de julgamento de 03/08/2012. Patrícia Didier de Morais Pereira. O fato de a menor agredida ser do sexo feminino não possui qualquer influência no delito praticado pela paciente. À fl.

não sendo viável reavaliar o conjunto probatório que levou à condenação criminal do paciente por crimes de estupro e atentado violento ao pudor. DJe nº. 16/08/2011. O aumento da pena devido à continuidade delitiva varia conforme o número de delitos. Rel. ORDEM DENEGADA. public. Dias Toffoli.Quinta Turma. DJe 29/08/2011).069/1990.Nos termos da redação do art. 8. CRIME COMETIDO ANTES DA VIGÊNCIA DA LEI 12. A doutrina majoritária e a jurisprudência dos Tribunais Superiores definiram que há uma escala de preponderância inclusive em relação as hipóteses previstas no artigo 67 do Código Penal. 8. em sendo mais de uma. do concurso entre circunstâncias agravantes e atenuantes genéricas na dosimetria da pena. Rosa Weber. DJe de 15/8/08). 158. 1. PRESUNÇÃO DE VIOLÊNCIA. 2º . sendo que a 1ª para processar e . 2. a obstar a pretensa relativização da violência presumida. c/c o art. PRETENSÃO À ABSOLVIÇÃO. a pena deve aproximar-se do limite indicado pelas circunstâncias preponderantes. O entendimento desta Corte pacificou-se quanto a ser absoluta a presunção de violência nos casos de estupro contra menor de catorze anos nos crimes cometidos antes da vigência da Lei 12. Ellen Gracie. 224. 97.052/PR. 3º . 131. do Superior Tribunal de Justiça: "[…] 5.motivos determinantes. 6º da Lei nº. Não é possível qualificar a manutenção de relação sexual com criança de dez anos de idade como algo diferente de estupro ou entender que não seria inerente a ato da espécie a violência ou a ameaça por parte do algoz. entendendo-se como tais as que resultam dos motivos determinantes do crime. Rel. As varas criminais são competentes para processar e julgar os crimes comuns. da Lei de Organização Judiciária do Estado da Bahia. 11/06/2012. PRESUNÇÃO ABSOLUTA DE VIOLÊNCIA.Disponibilização: sexta-feira. 12/06/2012). DJe nº. 67 do Código Penal (Precedentes). 1. o teor do art. Min.566/MS. COMPATIBILIDADE COM O NÚMERO DE CRIMES COMETIDOS. 67 do Código Penal ("No concurso de agravantes e atenuantes. e 4º .558/PR. public. "no concurso de agravantes e atenuantes. os Tribunais Superiores tem resolvido. Precedentes (HC 94. Felix Fischer. sendo assim apresentada na ordem decrescente: 1º . 67 do CP. 213 e 214. da personalidade do agente e da reincidência". consignado nas instâncias ordinárias terem os crimes sido cometidos diariamente ao longo de quase dois anos. ao lado de outras. 14/09/2011). conforme se verifica a partir dos seguintes precedentes. ESTUPRO. j. a circunstância da menoridade têm sido considerada de maior importância. distribuídos pelas seguintes Varas especializadas que.Primeira Turma. das orientações apontadas. PRECEDENTES. CONTINUIDADE DELITIVA. 2. praticado contra menor de 14 (quatorze) anos.015/09. j." (grifo ausente no original) (STJ . Para a configuração do estupro ou do atentado violento ao pudor com violência presumida (previstos. 4.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Assim. relevantes questões em matéria penal. 3. ainda. Min. na redação anterior à Lei 12. É o que demonstram. tendo em vista. do seguinte teor: "Art." (grifos ausentes no original) (STJ . a. respectivamente. Na Comarca de Feira de Santana servirão inicialmente 33 (trinta e três) Juízes de Direito. entendendo-se como tais as que resultam dos motivos determinantes do crime. notadamente. a circunstância atenuante da menoridade deve prevalecer sobre todas as demais circunstâncias. 176.015/2009). a teor do art. Min. ATENTADO VIOLENTO AO PUDOR. é de natureza absoluta. 105. […]. Na espécie. a pena deve aproximar-se do limite indicado pelas circunstâncias preponderantes. Min. 06/ 05/2010. 13/09/2011.reincidência."). divulg. que chama a atenção para "a condição peculiar da criança e do adolescente como pessoas em desenvolvimento". é a nítida tendência de adequação das situações materiais à circunstância da menoridade. 177. autorizada a majoração máxima. regulado no art." (grifo ausente no original) (STJ . HC nº.confissão (personalidade do agente). O que se deve ter em vista. 113. II . 18/08/2011. a sua eventual experiência anterior. do Código Penal.818. 22/05/2012. no crime de estupro. j. HC nº. CONSENTIMENTO E EXPERIÊNCIA ANTERIOR. CARÁTER ABSOLUTO. Rel. É o caso. Min. Deve incidir. 131. "HABEAS CORPUS. O habeas corpus não se presta ao exame e à valoração aprofundada das provas. em importantes questões em matéria penal. em favor da menoridade.983/SP. HC nº. parágrafo único. objetivando a tutela da já mencionada "condição peculiar da criança e do adolescente como pessoas em desenvolvimento" (art." (grifos ausentes no original) (STF . […]. VÍTIMA MENOR DE QUATORZE ANOS. 6º da Lei nº. j. por exemplo. DJe 31/05/2010). Ordem denegada. já que a presunção de violência a que se refere a redação anterior da alínea a do art. da personalidade do agente e da reincidência. "[…] I .069/1990).015/09. não comportando temperamentos. mesmo. REEXAME DO CONJUNTO FÁTICO PROBATÓRIO. nos arts. VÍTIMA MENOR DE CATORZE ANOS. que o Supremo Tribunal Federal pacificou entendimento de que a presunção de violência.Quinta Turma. se distinguirão pela sua numeração ordinal: […] Parágrafo único. IRRELEVÂNCIA. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 29 Ressalte-se que.menoridade (personalidade do agente). rel. os seguintes precedentes: "HABEAS CORPUS. é irrelevante o consentimento da ofendida menor de quatorze anos ou. ESTUPRO. HC nº. o art.Na linha de precedentes desta Corte e do Pretório Excelso. Rel. certamente em atenção àquela "condição peculiar".Primeira Turma. Veja-se. 224 do Código Penal é de caráter absoluto. MAJORAÇÃO MÁXIMA DA PENA. IMPOSSIBILIDADE. ainda. divulg. A jurisprudência é pacífica no sentido de considerar a menoridade no topo da escala de preponderância. Jorge Mussi.

PARA ATENDER PEDIDO DE ADVOGADO E. DA QUAL UNIDADE JUDICIÁRIA A PROCESSADA ERA TERCEIRA SUBSTITUTA. PROLATOU DECISÃO INTERLOCUTÓRIA E SENTENÇA. PROCESSO ADMINISTRATIVO INSTAURADO EM 15/06/2011. Ivete Caldas 11 CB Poder Judiciário do Estado da Bahia Tribunal de Justiça Tribunal Pleno Processo Administrativo Disciplinar em face de Magistrado nº. 03 A 06). a 2ª. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 30 julgar.0000 Processante: Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Processada: Drª. IVETE CALDAS SILVA FREITAS MUNIZ Desembargadora Conflito de Jurisdição nº. cumulativamente. MANUTENÇÃO DO AFASTAMENTO CAUTELAR DA PROCESSADA. crimes contra os idosos e a 4ª. Do exposto. ACÓRDÃO ACUSATÓRIO QUE IMPUTA À MAGISTRADA PROCESSADA AS SEGUINTES CONDUTAS: 1 . À UNANIMIDADE. NO SENTIDO DA ABSOLVIÇÃO DA PROCESSADA E ALEGAÇÕES FINAIS NO MESMO SENTIDO. Ivete Caldas Silva Freitas Muniz VOTO-VISTA PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR. AMBOS COM TRAMITAÇÃO NA 1ª VARA CÍVEL DAQUELA COMARCA. COMARCA DE ITABUNA. 2 . INCLUSIVE QUALIFICAÇÃO E INTERROGATÓRIO DA PROCESSADA. VIOLANDO PRINCÍPIO DO JUIZ NATURAL.PROLAÇÃO DE DECISÕES EM PROCESSOS JUDICIAIS QUE NÃO TINHA COMPETÊNCIA. os feitos relativos aos crimes contra a criança e o adolescente. ASSISTIDOS POR ADVOGADOS CONSTITUÍDOS E MANIFESTAÇÕES FINAIS DA DOUTA PROCURADORIA DE JUSTIÇA. MAGISTRADA.NEGLIGÊNCIA NO CUMPRIMENTO DOS DEVERES FUNCIONAIS. a 3ª. crimes ambientais. APESAR DE EVIDENCIADA A EXISTÊNCIA DE CERCA DE 5. RESPECTIVAMENTE.8.Disponibilização: sexta-feira. SÚMULA DE JULGAMENTO À FL. BENEFICIAR PARTE INTERESSADA.2011. Maria Marta Karaoglan Martins Abreu Voto-Vista: Desª. COM AMPLITUDE DE DEFESA.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . COMPROVADO NOS AUTOS QUE A MAGISTRADA PROCESSADA. PARA ATENDER INTERESSES DE TERCEIROS (FLS. Tânia Maria Oliveira Santos Advogado: Dr. DA QUAL FOI TITULAR A JUÍZA PROCESSADA. NÃO FICOU DEMONSTRADA. REVELANDO CONDUTA INCOMPATÍVEL COM O BOM DESEMPENHO DAS ATIVIDADES JUDICANTES.500 (CINCO MIL E QUINHENTOS) PROCESSOS NA 3ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE ITABUNA. A QUESTÃO PRELIMINAR ARGUIDA "PELA DEFESA EM TRIBUNA". QUANTO AO MÉRITO. os crimes contra a administração pública. VIOLAÇÃO AO PRINCÍPIO DO JUIZ NATURAL.05. Washington Araújo Carigé Relatora: Desª. E ESTANDO PRESENTE O JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO COMPETENTE. 0017333-21. AFASTAMENTO DE TAL IMPUTAÇÃO. . João Daniel Jacobina Brandão de Carvalho Procurador de Justiça: Dr. 07 de dezembro de 2012. 02 DA SINDICÂNCIA APENSA). A POSSÍVEL INSUFICIENTE CAPACIDADE DE TRABALHO DA REFERIDA MAGISTRADA. 11442180-1/2006 E NOS AUTOS DE EMBARGOS DE TERCEIROS Nº. 1232817-1/2006. ATÉ PORQUE NÃO FOI APURADA. REJEITADA. 427.05." (grifo ausente no original). PROCESSO ADMINISTRATIVO REGULAR. Salvador.8. o voto divergente é pela improcedência do presente conflito. FATOS NOTICIADOS À CORREGEDORIA DAS COMARCAS DO INTERIOR EM 07/03/2008 (FL.2011. COM INSUFICIENTE CAPACIDADE DE TRABALHO.0080 Voto-vista: Desª. PELO COLENDO TRIBUNAL PLENO. declarando-se competente o Juízo de Direito da 1ª Vara Crime da Comarca de Feira de Santana. mediante compensação. CONSEQUENTEMENTE. NEGLIGÊNCIA NO CUMPRIMENTO DOS DEVERES FUNCIONAIS. NOS AUTOS DA AÇÃO DE EXECUÇÃO Nº. 0008175-85.

ART. informando que em 18. passando "a atuar na 3ª Vara Cível da Comarca de Itabuna. por meio do acórdão acusatório de fls. DO RITJ/BA (RESOLUÇÃO Nº. 74/2011. DR. 54/55). DA RESOLUÇÃO Nº. firmado por Edilson Alves dos Santos. DA LEI COMPLEMENTAR Nº. LUIZ ANTÔNIO DOS SANTOS BEZERRA. MANTENDO SEU O AFASTAMENTO CAUTELAR. Trata-se de Processo Administrativo Disciplinar instaurado na sessão ordinária administrativa realizada em 15/06/2011. onde a processada era titular. NA FORMA DO ART. que se manifestou às fls. 7º. em tese. Desembargadora Lícia de Castro Laranjeira Carvalho. emitido pela Desa. 2 . 15/16 e defesa prévia às fls. 93. 135 DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA. o que deferido por esta magistrada (despacho de fls. 15 DA RESOLUÇÃO Nº. revelando conduta incompatível com o bom desempenho das atividades judicantes. INCISO I. CONDUTAS FUNCIONAIS DE ACENTUADA GRAVIDADE. requerendo diligências. 08. em 01/08/2008. 8º e 9º. 35/79 (LOMAN) E ART. com base os autos da Sindicância nº. 42. ambos da 1ª Vara Cível da Comarca de Itabuna (fls. DO ART. C/C PARÁGRAFO ÚNICO. SENDO JULGADA COM APLICAÇÃO DE PENA DE APOSENTADORIA COMPULSÓRIA COM VENCIMENTOS PROPORCIONAIS AO TEMPO DE SERVIÇO. Às fls. INCISO V. 35. violando princípio do juiz natural. não estava em exercício na 1ª Vara Cível daquela Comarca.Negligência no cumprimento dos deveres funcionais. INCISO II. 03/2012. 0002624-95. acompanhado dos documentos de fls. determinando a citação da processada para apresentar defesa. 43). À fl. CAUSANDO EVIDENTE PREJUÍZO À PARTE AUTORA" (FL. 135/2011. POIS COMETIDAS COM CLARA VIOLAÇÃO ÀS DISPOSIÇÕES LEGAIS DEFINIDAS NO ART. incisos I e II. consta Ofício nº. 387. 03 a 07. É O VOTO. 10. "art. INCISOS II E V. INCISO II. então Corregedora das Comarcas do Interior. Tânia Maria Oliveira Santos. Consta do acórdão acusatório.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Escrivão da Comarca de Itabuna. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 31 DECISÃO PROFERIDA NA AÇÃO DE EXECUÇÃO Nº. 13/2008). Cópias das decisões questionadas. firmado por Dr. 35/79 (LOMAN). do Código de Ética da Magistratura Nacional. 4º E 31 DO CÓDIGO DE ÉTICA DA MAGISTRATURA. 1º. Maria Marta Karaoglan Martins Abreu.12.00000. 1232817-1/2006. mantendo seu afastamento do cargo pela prática. conforme o voto da eminente Relatora. determinou-se a intimação do Ministério Público (fl. em apenso. em síntese. MAGISTRADA QUE RESPONDEU E RESPONDE A DIVERSOS PROCESSOS ADMINISTRATIVOS DISCIPLINARES. PROCEDÊNCIA PARCIAL DAS ACUSAÇÕES. SENTENÇA PROLATADA NOS EMBARGOS DE TERCEIROS Nº. INCOMPATÍVEIS COM O EXERCÍCIO DA MAGISTRATURA. portanto. POR "DESRESPEITO À ORDEM DE SUBSTITUIÇÃO" (FLS. 94 DA SINDICÂNCIA ANEXA). NO ART. após sua aposentadoria". que: 1. 342 A 347-PAD). DA LEI COMPLEMENTAR Nº. ANULADA PELA EGRÉGIA 4ª CÂMARA CÍVEL DESTE TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Despacho de fl. ANULADA PELO JUIZ COMPETENTE. 13/2008). Em razão de superveniente vigência da Resolução nº. das condutas previstas nos arts. conforme súmula de julgamento de fl. Sorteada relatora a Desa. 37/39. proferidas nos autos de nº.2009.805. 178 da Lei de Organização Judiciária do Estado da Bahia e inciso I da Lei de Organização da Magistratura Nacional".2007 "atuava como Juiz Auxiliar na Vara Especializada do Consumidor da Comarca de Itabuna (atual 5ª Vara Cível) e. consta Ofício nº. Juiz de Direito. 11442180-1/2006 e 1232817-1/2006. 178. COM VENCIMENTOS PROPORCIONAIS AO TEMPO DE SERVIÇO. de fls. 47 a 51. DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA. 388.Prolação de decisões em processos judiciais que não tinha competência. 135 do CNJ. 11442180-1/2006. através de decisão unânime do Colendo Tribunal Pleno. SOB A RELATORIA DO EMINENTE DESEMBARGADOR JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS. MANUTENÇÃO DO AFASTAMENTO CAUTELAR DA JUÍZA DE DIREITO PROCESSADA. Relatora. APLICAÇÃO DA PENALIDADE DE APOSENTADORIA COMPULSÓRIA. 91. 02. INCLUSIVE "POR NÃO ATENDER ÀS EXIGÊNCIAS LEGAIS E ÀS FINALIDADES DO ATO. 106 a 116). NOS TERMOS DO ART. em face da Juíza de Direito Drª. 03 a 07. nem era substituto da 2ª Vara Cível". .Disponibilização: sexta-feira. 94 a 102. para atender interesses de terceiros. Juntada de procuração às fl. DA LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DA BAHIA (LEI Nº. DO RITJ/BA (RESOLUÇÃO Nº. com insuficiente capacidade de trabalho.845/2007) E NOS ARTS. Luiz Sérgio Santos Vieira. dando conta de que "os processos mencionados no referido expediente se encontram tramitando na 1ª Vara Cível desta Comarca".

de fls. pela magistrada processada.2007. mais. respectivamente. e rejeitada à unanimidade a preliminar arguida "da tribuna pela defesa". decisão e sentença (fls. resultando na anulação da sentença questionada. até porque não foi apurada. à unanimidade. Dr. 315 a 318. indeferindo o pleito da processada.2006. 342 a 347. Posteriormente. 427. era a terceira substituta da 2ª Vara Cível" da mesma comarca e. 427). aduzindo a inexistência de infração disciplinar e requerendo seja julgado improcedente o processo. em desobediência à ordem legal de substituição. 342 a 347). ressalta-se que foi rejeitada. Testemunhas ouvidas às fls.02. constata-se: Foram proferidas pela magistrada processada em 18. 11442180-1/2006 e nos autos de Embargos de Terceiros nº. 001236349. à fl. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 32 Deferimento de prorrogação de prazo para a conclusão do presente processo. Apesar de evidenciada a existência de cerca de 5. À fl. reconheceu que a sentença foi prolatada por Juíza incompetente. mais uma vez. cujos juízes estavam no pleno exercício das atividades. a Relatora solicitou a inclusão do feito em pauta de julgamento. pediu vista esta magistrada.500 (cinco mil e quinhentos) processos na 3ª Vara Cível da Comarca de Itabuna. que resultaram acolhidos. 248. conforme demonstra a Súmula de julgamento à fl. 373. requerendo a intimação de testemunhas arroladas a fim de prosseguir com a instrução do presente processo. 270. em que compareceu seus Advogados e o ilustre Procurador de Justiça. Alegações finais da parte processada às fls. Decisão de fl. a questão preliminar arguida "pela defesa em tribuna". apresentadas por seus defensores. Luiz Antônio dos Santos Bezerra despachou no processo nº. que "a 2ª Vara Cível tinha como 1º e 2º substitutos. haja vista a inexistência de afastamentos. pelo Colendo Tribunal Pleno. à época "titular da 3ª Vara Cível da Comarca de Itabuna.0113-0 que. o Juiz de Direito. sob o fundamento desta haver sido proferida em desobediência à ordem legal de substituição (fls. O feito foi submetido a julgamento na sessão plenária ordinária administrativa de 20/02/2013. às fls. fls. a possível insuficiente capacidade de trabalho da referida Magistrada. às fls. 239. os Juízos da 4ª Vara Cível e a Vara Especializada de Defesa do Consumidor.805. da lavra do digno Procurador Dr. alegando a regularidade da sua atuação na lide objeto deste processo administrativo. 271. 391 a 406. 303/304. 1137455-9/2006. ressaltando o fato de a Magistrada não ter manifestado qualquer irresignação contra o encerramento da instrução na assentada em que foi realizado seu interrogatório e determinando vista dos autos ao Ministério Público. conforme termo e respectiva ata de audiência.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . da qual foi titular a Juíza processada. 305/306. não ficou demonstrada. 273 a 276. Conforme Ofício nº. Inicialmente.Disponibilização: sexta-feira. A processada foi interrogada pela ilustre Desembargadora Relatora. após o voto da digna Relatora pela procedência parcial das acusações. em razão de haver sido proferida. Dr. A douta Procuradoria de Justiça apresentou alegações finais às fls. Em relação às demais acusações. 02/2012-SEMAG. 124). firmado pelo Desembargador Sinésio Cabral. 125 a 128. então 2º Vice-Presidente desta Egrégia Corte. consta acórdão da 4ª Câmara Cível desta Corte. acórdão de embargos de declaração da 4ª Câmara Cível. a mencionada câmara cível acolheu embargos declaratórios.2007. conforme lista de substituição vigente à época. 269. em razão de não haver "sido respeitada a ordem de substituição entre juízes". Quanto ao mérito. respectivamente. Edil Muniz Junior. É o relatório. Consta. nos autos da Ação de Execução nº. manifestando-se pela improcedência do Processo Administrativo Disciplinar." (fl. 378 a 385. no seguinte sentido: . Afastamento de tal imputação. com a anulação da sentença questionada. 413.12. instruído com os documentos de fls. João Daniel Jacobina e Dr. Washington Araújo Carigé. a magistrada processada. da 1ª Vara Cível da Comarca de Itabuna. Comprovando. a desobediência à lista de substituição. em 18. 1232817-1/2006. A processada protocolizou petição. Por outro lado. 106 a 116). apesar de entender não haver nulidade processual. ambos com tramitação na 1ª Vara Cível da Comarca de Itabuna. Os demais membros do colegiado optaram por aguardar (Súmula de fl. relacionado à Apelação Cível nº.

às fls. no sentido de que a magistrada Tânia Maria despachou em outro processo em que atuou como advogado.12. porém que existe nos autos declaração elaborada pelo Juiz Substituto. visto não demonstrar que esta.Disponibilização: sexta-feira. 248/249. no sentido de que não sabia que ao despachar os autos questionados. chegando a realizar audiências criminais da 1ª Vara Crime. Tânia presidiu audiências nesta Comarca […] que no dia em que a Drª Tânia sentenciou nos autos o 1º Juiz Substituto da 1ª Vara. O ônus de constituir prova compete a quem alega. deveria comprovar. testemunha do Juízo. como admite. Dr.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Tânia […]". Além disso. Tânia. o Dr. advogado. Se esta afirma que a Corregedoria não lhe informou sobre a designação de um substituto específico à 1ª Vara Cível da Comarca de Itabuna. impedido ou impossibilitado de atuar […] Trata-se. bem como dos seus dois substitutos legais. Pior. em seu interrogatório (fls. que o depoente despachou nos autos esclarecendo que era o 2º Juiz Substituto da 1ª Vara e que inclusive no dia da decisão proferida pela Drª. O Dr. analisa e decide em processos de outras varas sem a certeza de ser a substituta. à fl. a conduta da processada não se tornaria atípica. e outras ações. pedindo explicação a respeito de uma decisão que a Drª Tânia teria proferido nos autos da 1ª Vara Cível. informando que estava no Fórum e que era o substituto legal e que foi preterido no seu dever funcional […]". logicamente. na ausência da titular da referida vara. de ato nulo por não atender às exigências legais e às finalidades do ato. agora. Juiz de Direito. Belª. estava em serviço. Antônio Laranjeira não se encontrava na Comarca […] que não foi consultado pela Juíza Tânia Oliveira sobre a ordem de substituição na 1ª Vara Cível de Itabuna. porque costume não derroga lei. alegando que ela não seria a Juíza competente para o ato pois estava figurando como terceiro juiz Substituto daquela vara. Segundo esta. modos que este processo deveria ter-me sido levado e não à Juíza prolatora da decisão de fls. A própria defesa da magistrada processada. visto que o sucessor natural para atuar seria o Juiz de Direito. Jorge Luiz Andrade Fraife. porque se assim fosse. servidora pública. Celina Gude. também desobedecendo a ordem de substituição. 93 do PA nº. 270. no exercício de suas funções não busca se inteirar. Jorge Luiz Andrade Fraife. que no dia se encontrava no Fórum. de algum modo. 303/304. ao seu entender. 94 da sindicância apensa). testemunha do Juízo. declaro nula a publicação do extrato da decisão de fls. consta certidão emitida pela Escrivã da 1ª Vara Crime. apenso. por outro lado. da qual sou titular. o Juiz de Direito.2007. Dulciléia Silva Reis Ramos. levou os autos do processo em questão ao gabinete da Drª. Luiz Antônio dos Santos Bezerra se encontrava no Fórum da Comarca e realizou audiência em 06 (seis) processos ali relacionados. estaria burlando a ordem de substituição da 1ª Vara Cível da Comarca de Itabuna. a competência para despachar medidas urgentes seria. o qual não se recorda o nome. é alegado e também não comprovado que na Comarca de Itabuna "não era necessário o impedimento formal" para que uns magistrados substituíssem os outros. uma total negligência ao cumprimento dos seus deveres." (fl. informa: "[…] que sabe informar. com base nos autos. sequer. advogado. 271. Dr. imprime versão mais favorável a si. A Juíza de Direito processada. conforme certidão que mandei lançar neste feito. O Dr. quer a reabertura do prazo para interpor o recurso a que tem direito. confirma. 305/306). Antônio Pinto Madureira. Dr. Às fls. sua. Primeiro. Luís Antônio dos Santos Bezerra. à fl. À fl. Pelo exposto. A versão da magistrada processada não pode prevalecer. 159/169. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 33 "Sou o Juiz 1º Substituto desta Vara e. que estava trabalhando quando foi procurado por um advogado. 269. à fl. solicitou à servidora Dulciléia levar os autos à Juíza de Direito processada. causando evidente prejuízo à parte autora que. Expôs também que se comenta na região de Itabuna que "a Processada assim age para obter vantagem 'venda de sentença'. sustentou: "que a época dos fatos era Juiz Titular da 1ª Vara Crime de Itabuna e 2º Juiz substituto da 1ª Vara Cível desta Comarca. determinando que tal publicação seja refeita. consta depoimento do advogado. que nele proferiu decisão. que o despachou. sem falar na falta de ética e desobediência ao princípio do Juiz Natural. na condição de 2ª Substituta desta Vara. sabendo da ausência da titular da 1ª Vara Cível da Comarca de Itabuna. que no dia 18. pois demonstram os autos que o referido substituto foi devidamente cientificado da situação. 152/158 que. Dr. que apenas tomou conhecimento dessa situação depois que teria sido exarada a sentença pela Drª. foram prestados os seguintes depoimentos: Dr. apenas demonstraria que todos os magistrados que assim procediam cometiam infrações administrativas. Segundo. assevera que. . que o processo foi avocado pela Processada. Luís Antônio dos Santos Bezerra. sobre a lista de substituição de sua comarca. informou que a pedido do advogado. embora não tenha prova a esse respeito". Sobre os fatos. pois. 31087/2009. somente tem atribuições para ocasiões ou feitos para os quais este Magistrado esteja. no mínimo. Mhércio Cerqueira Monteiro.

à época. 135/2011.500 (cinco mil e quinhentos) processos. como bem demonstra o texto legal: "Art. cujos conteúdos se transcreve: "Art. aplicando à Juíza de Direito processada. incompatíveis com o exercício da magistratura. com independência. 388. nos termos do art. 7º O magistrado será aposentado compulsoriamente. […] Art. quando: […] II .Cumprir e fazer cumprir. a honra e o decoro de suas funções. Diante do exposto. de qualquer modo. art.O Magistrado será aposentado compulsoriamente.2008. 10. que não eram de sua alçada. 7º. da Lei de Organização Judiciária do Estado da Bahia (Lei nº. sendo julgada com aplicação de pena de aposentadoria compulsória com vencimentos proporcionais ao tempo de serviço.acatar. 178. inciso II. seriedade e exatidão." "Art. com proventos proporcionais ao tempo de serviço quando: […] II . do RITJ/BA (Resolução nº. do conhecimento e capacitação.2007 a 05. 42 . A obrigação de formação contínua dos magistrados estende-se tanto às matérias especificamente jurídicas quanto no que se refere aos conhecimentos e técnicas que possam favorecer o melhor cumprimento das funções judiciais. o voto é pela procedência das acusações de a Juíza de Direito processada haver proferido decisão interlocutória e sentença em processos que não era competente.09. inciso II.8. o voto é no sentido da procedência parcial das acusações. Tânia Maria." "Art. com base no art. c/c parágrafo único. No presente caso. 31. as decisões. do segredo profissional. incisos II e V.2011. Salvador. Ivete Caldas 17 . norteando-se pelos princípios da independência. foi designado como substituto da 1ª Vara Cível da Comarca de Itabuna. como demonstrado.proceder de forma incompatível com a dignidade. por interesse público. 387 . Incidindo as condutas da magistrada processada. Drª. as disposições legais e os atos de ofício. inciso V." Salienta-se. 387. 135 do Conselho Nacional de Justiça. possuía cerca de 5.proceder de forma incompatível com a dignidade." Diante do exposto. despachar nos questionados processos. necessária e suficiente ao caso a aplicação da pena de aposentadoria compulsória à magistrada processada. as disposições legais vigentes.Disponibilização: sexta-feira. do RITJ/BA (Resolução nº. Além disso. da Lei Complementar nº. a pena de aposentadoria compulsória. da transparência. no plano administrativo. no período compreendido entre 12. que a Juíza de Direito Tânia Maria respondeu e responde a diversos processos administrativos disciplinares. TÂNIA MARIA OLIVEIRA SANTOS. 35.São deveres do magistrado: I . da imparcialidade. 35 . a Vara da magistrada processada." "Art. da dignidade.845/2007) e os arts. mantendo-se o afastamento cautelar. 1º. 363. consta documento oriundo da 2ª Vice-Presidência desta Egrégia Corte. 1º O exercício da magistratura exige conduta compatível com os preceitos deste Código e do Estatuto da Magistratura. assoberbada de trabalho. os provimentos e as resoluções emanadas dos órgãos competentes. no sentido de que. o Dr. É o voto. da honra e do decoro. do art. IVETE CALDAS SILVA FREITAS MUNIZ Relatora Processo Administrativo Disciplinar em face de Magistrado nº. 42. da cortesia. Juiz de Direito. da integridade profissional e pessoal. inciso I.05. TÂNIA MARIA OLIVEIRA SANTOS. 13/2008). por interesse público. DESª. e que não necessitavam solução de urgência. ainda. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 34 À fl.São penas disciplinares: […] V . do Conselho Nacional de Justiça.aposentadoria compulsória com vencimentos proporcionais ao tempo de serviço. 35/79 (LOMAN) e art. com independência. na atuação jurisdicional de outro colega. a honra e o decoro de suas funções. […] Art.cumprir e fazer cumprir. Luís Antônio dos Santos Bezerra. pois cometidas com clara violação às disposições legais definidas no art. exceto em respeito às normas legais. nos tipos penais acima referidos.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 4º Exige-se do magistrado que seja eticamente independente e que não interfira. não havendo lógica o fato desta.São deveres dos magistrados: […] II . 15 da Resolução nº. Drª. Drª. art. da Resolução nº. as condutas funcionais apuradas são de acentuada gravidade. da prudência. 17 de abril de 2013.0000 Relatora Voto-Vista: Desª. 0008175-85. da diligência. V . 13/2008).05. 35/ 79 (LOMAN)." "Art. 178 . serenidade e exatidão. da Lei Complementar nº. 4º e 31 do Código de Ética da Magistratura.

determino seja intimado o agravante para.158/SP .2008. em face do óbice erigido pela Súmula 07/STJ.012 . Classe .Disponibilização: sexta-feira. do Regimento Interno deste Tribunal. julgado em 18. embora seja o único entrave burocrático que se exige para liberar o magistrado para decidir em favor do peticionário.055. REsp 1. a teor do que dispõe o art. bem como o conceito de necessitado inserto no parágrafo único. INDEFIRO o pedido. 1. Segunda Turma.RS (2009/0022968-6)). PESSOA FÍSICA. DJe 27.040/RS . Os autos vieram para deliberação desta 1ª Vice-Presidência. 511 do Código de Processo Civil). realizar o preparo do recurso. julgado em 17. Rel.09.Assunto: Agravo de Instrumento Agravante: MAURICIO CARNEVALLI CUPOLILLO Advogado: Eduardo Mendes Lima . da Lei nº 1060/50. o Tribunal local analisou a questão sub examine . SÚMULA 07/STJ. . antes da distribuição do feito." Processo nº 0006417-03. condição que implica.919/RJ . in casu. Recurso especial a que nega seguimento" ( STJ.à luz do contexto fático-probatório engendrado nos autos. Nada obstante. Intimem-se.2008. pode o magistrado indeferir a assistência judiciária se não encontrar fundamentos que confirmem o estado de hipossuficiência do requerente (AgRg no REsp 1. Ministro Carlos Fernando Mathias (Juiz Federal Convocado do TRF 1ª Região). O benefício da justiça gratuita pode ser pleiteada a qualquer tempo.805. Primeira Turma. a simples afirmação de que não está em condições de arcar com as custas do processo e com os honorários advocatícios. e AgRg no Ag 915. bastando. a teor do que dispõe o art. ao argumento de não possuírem condição financeira para arcar com o pagamento das custas e emolumentos judiciais. DJe 15.0000. a declaração pura e simples do interessado. O Recurso Especial não é servil ao exame de questões que demandam o revolvimento do contexto fático-probatório dos autos.11.85. AgRg no REsp 1.073. Quinta Turma.11. cuidando-se de afirmação que possui presunção iuris tantum. não é prova inequívoca daquilo que ele afirma. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 35 1ª VICE-PRESIDÊNCIA GABINETE PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA GABINETE DA 1ª VICE-PRESIDÊNCIA DECISÕES Processo nº 0006416-18. do Regimento Interno deste Tribunal. Classe .892/RS . Ministro Castro Meira.2008. 1ª Turma. art. Segunda Turma.2008). ACÓRDÃO QUE DECIDIU COM BASE NO CONJUNTO FÁTICO-PROBATÓRIO. Desde que realizado. afastada a idéia de pobreza. nem obriga o Juiz a se curvar aos seus dizeres se de outras provas e circunstâncias ficar evidenciado que o conceito de pobreza que a parte invoca não é aquele que justifica a concessão do privilégio.0000. AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.2008. III.OAB/BA 18502 Agravado: EDILENE MARIA LOPES DA SILVA "Trata-se de pedido de concessão de benefício da justiça gratuita formulado pelo agravante. podendo ser afastada por provas acostada aos autos pela parte adversa ou a pedido do juízo. Ministro Francisco Falcão. 2º.pedido de assistência judiciária .2013.85. Por essas razões. além de não ter trazido prova da reduzida expressão econômica do seu patrimônio.Assunto: Agravo de Instrumento Agravante: MAURICIO CARNEVALLI CUPOLILLO Advogado: Eduardo Mendes Lima . Segundo Nelson Nery Júnior. porte econômico para suportar as despesas do processo.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .03. antes da distribuição do feito.2008. a priori.12. não é prova inequívoca daquilo que ele afirma. RECURSO ESPECIAL. Segundo Nelson Nery Júnior. daí porque a recusa da ajuda se impõe. 4. 3.06. Rel. embora seja o único entrave burocrático que se exige para liberar o magistrado para decidir em favor do peticionário. A declaração de hipossuficiência não ostenta presunção absoluta de veracidade.2008. sob pena de deserção (art. Rel. Ministro Luiz Fux. DJe 31. ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA. INDEFIRO o pedido. para obtenção do benefício pela pessoa física.805. em 05 (cinco) dias.OAB/BA 18502 Agravado: EDILENE MARIA LOPES DA SILVA "Trata-se de pedido de concessão de benefício da justiça gratuita formulado pelo agravante. Os autos vieram para deliberação desta 1ª Vice-Presidência. a declaração pura e simples do interessado.2008. JUSTIÇA GRATUITA INDEFERIDA. proceda-se à distribuição. 2. julgado em 11. Ministro Jorge Mussi. ao argumento de não possuírem condição financeira para arcar com o pagamento das custas e emolumentos judiciais. julgado em 25.2013. o agravante. No caso em tela. nem obriga o Juiz a se curvar aos seus dizeres se de outras provas e circunstâncias ficar evidenciado que o conceito de pobreza que a parte invoca não é aquele que justifica a concessão do privilégio. III. DJe 17. Publique-se. A propósito: "PROCESSO CIVIL.08.052. sendo certo que. noticia que exerce atividade remunerada (é consultor comercial).122.03. Rel.

o Tribunal local analisou a questão sub examine . pode o magistrado indeferir a assistência judiciária se não encontrar fundamentos que confirmem o estado de hipossuficiência do requerente (AgRg no REsp 1. julgado em 17. ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA. G. Os autos vieram para deliberação desta 1ª Vice-Presidência. 511 do Código de Processo Civil). determino seja intimado o agravante para.12. AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1. julgado em 11. PESSOA FÍSICA. o agravante. JUSTIÇA GRATUITA INDEFERIDA. podendo ser afastada por provas acostada aos autos pela parte adversa ou a pedido do juízo. O Recurso Especial não é servil ao exame de questões que demandam o revolvimento do contexto fático-probatório dos autos. Rel. Rel. A declaração de hipossuficiência não ostenta presunção absoluta de veracidade. noticia que exerce atividade remunerada (é comerciante). julgado em 25. sob pena de deserção (art. e B. afastada a idéia de pobreza.2008.à luz do contexto fático-probatório engendrado nos autos. INDEFIRO o pedido. Ministro Luiz Fux. Ministro Castro Meira. Ministro Francisco Falcão. Classe . 2.158/SP . Desde que realizado. para obtenção do benefício pela pessoa física. além de não ter trazido prova da reduzida expressão econômica do seu patrimônio. Intimem-se. REsp 1.2008. para obtenção do benefício pela pessoa física. DJe 27. julgado em 17.11. sendo certo que. art. em 05 (cinco) dias. daí porque a recusa da ajuda se impõe.919/RJ . Ministro Jorge Mussi. porte econômico para suportar as despesas do processo.06. Primeira Turma. Ministro Carlos Fernando Mathias (Juiz Federal Convocado do TRF 1ª Região). Nada obstante. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 36 No caso em tela.OAB/BA 18502 Agravado: B. Primeira Turma.09. AgRg no REsp 1. O benefício da justiça gratuita pode ser pleiteada a qualquer tempo.892/RS .08.2008). 4. além de não ter trazido prova da reduzida expressão econômica do seu patrimônio.2008. a simples afirmação de que não está em condições de arcar com as custas do processo e com os honorários advocatícios.122. SÚMULA 07/STJ.040/RS .09. Rel. Segunda Turma. pode o magistrado indeferir a assistência judiciária se não encontrar fundamentos que confirmem o estado de hipossuficiência do requerente (AgRg no REsp 1. Quinta Turma. REsp 1.11. 2. representados por Maria Margarete da Mata "Trata-se de pedido de concessão de benefício da justiça gratuita formulado pelo agravante. sob pena de deserção (art.892/RS . Ministro Carlos Fernando Mathias (Juiz Federal Convocado do TRF 1ª Região). porte econômico para suportar as despesas do processo. Desde que realizado.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Rel. Rel. DJe 17.158/SP .Disponibilização: sexta-feira. bastando.2008.RS (2009/0022968-6)).2008.Assunto: Agravo de Instrumento Agravante: JOSE RONALDO DA SILVA GOMES Advogado: Eduardo Mendes Lima . Recurso especial a que nega seguimento" ( STJ. julgado em 18. SÚMULA 07/STJ. JUSTIÇA GRATUITA INDEFERIDA.805. A declaração de hipossuficiência não ostenta presunção absoluta de veracidade.012 . O Recurso Especial não é servil ao exame de questões que demandam o revolvimento do contexto fático-probatório dos autos. nem obriga o Juiz a se curvar aos seus dizeres se de outras provas e circunstâncias ficar evidenciado que o conceito de pobreza que a parte invoca não é aquele que justifica a concessão do privilégio. em face do óbice erigido pela Súmula 07/STJ. Segundo Nelson Nery Júnior.2008. podendo ser afastada por provas acostada aos autos pela parte adversa ou a pedido do juízo. DJe 27.08. 3. realizar o preparo do recurso.2008.03.2008. ao argumento de não possuírem condição financeira para arcar com o pagamento das custas e emolumentos judiciais. Segunda Turma. No caso em tela.2008. Rel.. 1. a priori.da M. e AgRg no Ag 915. determino seja intimado o agravante para.85. in casu.11. DJe 31. Segunda Turma.06. cuidando-se de afirmação que possui presunção iuris tantum.2008. Por essas razões. Intimem-se. sendo certo que.03. RECURSO ESPECIAL.11.pedido de assistência judiciária . da Lei nº 1060/50. Rel.0000. RECURSO ESPECIAL.pedido de assistência judiciária . PESSOA FÍSICA. Segunda Turma. 511 dlo código de processo Civil). o agravante. Publique-se. condição que implica. DJe 17.RS (2009/0022968-6)). Ministro Francisco Falcão. 1ª Turma. a declaração pura e simples do interessado. A propósito: "PROCESSO CIVIL. in casu. não é prova inequívoca daquilo que ele afirma. AgRg no REsp 1. embora seja o único entrave burocrático que se exige para liberar o magistrado para decidir em favor do peticionário.2008. Quinta Turma.919/RJ . do Regimento Interno deste Tribunal. 4.à luz do contexto fático-probatório engendrado nos autos. Nada obstante.040/RS . Por essas razões. bastando.073. proceda-se à distribuição. O benefício da justiça gratuita pode ser pleiteada a qualquer tempo. a simples afirmação de que não está em condições de arcar com as custas do processo e com os honorários advocatícios. 3. ACÓRDÃO QUE DECIDIU COM BASE NO CONJUNTO FÁTICO-PROBATÓRIO. G. Rel.052. antes da distribuição do feito. daí porque a recusa da ajuda se impõe. DJe 15. bem como o conceito de necessitado inserto no parágrafo único. julgado em 11.2008. proceda-se à distribuição. condição que implica. III. julgado em 25.03.2008). ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA. a teor do que dispõe o art.073. realizar o preparo do recurso. art." Processo nº 0006446-53. 1. Recurso especial a que nega seguimento" ( STJ. ACÓRDÃO QUE DECIDIU COM BASE NO CONJUNTO FÁTICO-PROBATÓRIO.052. Publique-se.055. 1ª Turma.12. e AgRg no Ag 915. Ministro Castro Meira. noticia que exerce atividade remunerada (é consultor comercial). 2º.2008. julgado em 18. a priori. da M. bem como o conceito de necessitado inserto no parágrafo único. o Tribunal local analisou a questão sub examine . AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1. da Lei nº 1060/50." .2008. cuidando-se de afirmação que possui presunção iuris tantum. A propósito: "PROCESSO CIVIL.2013. DJe 15. Ministro Jorge Mussi.055.122.03. em face do óbice erigido pela Súmula 07/STJ. DJe 31. 2º. afastada a idéia de pobreza. em 05 (cinco) dias.012 . Ministro Luiz Fux.

DETERMINO a distribuição do feito.. representado por Quele Caroline Alves de Almeida ". contra as quais não há. Intimem-se.2013. DESEMBARGADOR ESERVAL ROCHA 1º VICE-PRESIDENTE . 85..OAB/BA 18647 Agravado: BANCO BRADESCO S/A. Publique-se. a priori. subsídios probatórios que desfaça a presunção de veracidade que milita a favor dele a respeito da sua incapacidade financeira." Processo nº 0006414-48. DETERMINO a distribuição do feito.Assunto: Agravo de Instrumento Agravantes: ALEXANDRE CARDOSO ARAÚJO LOCADORA ." Processo nº 0005324-05. A matéria objeto do recurso diz respeito à Assistência Judiciária indeferida no Primeiro Grau. a teor do que dispõem os arts. Classe ." Processo nº 0005330-12. inciso III.ME e ALEXANDRE CARDOSO ARAÚJO Advogados:Vitor Chaves Bomfim . contra as quais não há. DEFIRO o pedido ora formulado. 85. Intimem-se.OAB/BA 23133 Agravado: G. a fim de que o pedido de Assistência Judiciária seja apreciado pelo Relator a ser sorteado. e uma vez que a própria legislação atinente a matéria bem como o pensamento uníssono da jusrisprudência pátria convergem para a orientação de que para o deferimento do benefício da justiça gratuita basta a simples afirmação da parte requerente.8. Publique-se. Publique-se. Classe .0000 Classe .0000.805.0000.SINDICATO DOS SERVIDORES DA PREFEITURA DO SALVADOR Advogado: Danilo Souza Ribeiro . a teor do que dispõem os arts.0000 Classe ." Salvador. contra as quais não há. DEFIRO o pedido ora formulado.2013. A apreciação liminar do pedido de gratuidade no Segundo Grau por esta 1ª Vice-Presidência (art.Disponibilização: sexta-feira. Pelo exposto. S.OAB/BA 18370 Impetrado: MUNICIPIO DE SALVADOR ". Assim. o pedido de gratuidade deverá ser apreciado pelo Relator.05. 2º e 4º da Lei 1060/50.805.. "Vistos etc.OAB/BA 37108 Impetrado: ESTADO DA BAHIA ". "Vistos etc. Classe . RITJBA) poderá colidir com a decisão a se proferida pelo Órgão Colegiado.OAB/BA 25223 e Elano Andrade de Freitas .Assunto: Mandado de Segurança Impetrante: DIOGO CORREIA SOUZA BRITO Advogado: Rafael Alves Santos .Levando em conta as razões expostas pelo impetrante. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 37 Processo nº 0006394-57.2013.. 18 de abril de 2013. a priori. subsídios probatórios que desfaça a presunção de veracidade que milita a favor dele a respeito da sua incapacidade financeira. e buscando-se evitar decisões conflitantes. A.. A matéria objeto do recurso diz respeito à Assistência Judiciária indeferida no Primeiro Grau.OAB/BA 18647 Agravado: BANCO BRADESCO S/A. Assim.805. Cumpra-se.Assunto: Agravo de Instrumento Agravantes: ALEXANDRE CARDOSO ARAÚJO LOCADORA .Levando em conta as razões expostas pelo agravante. e buscando-se evitar decisões conflitantes.. o pedido de gratuidade deverá ser apreciado pelo Relator. e uma vez que a própria legislação atinente a matéria bem como o pensamento uníssono da jusrisprudência pátria convergem para a orientação de que para o deferimento do benefício da justiça gratuita basta a simples afirmação da parte requerente.05.2013.Assunto: Agravo de Instrumento Agravante: FRANCISCO PEREIRA DE SOUZA Advogado: Adriano Hiran Pinto Sepulveda . Intimem-se.8." Processo nº 0006307-04. 2º e 4º da Lei 1060/50.ME e ALEXANDRE CARDOSO ARAÚJO Advogados:Vitor Chaves Bomfim .Levando em conta as razões expostas pelo impetrante. DEFIRO o pedido ora formulado. 2º e 4º da Lei 1060/50..TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . a fim de que o pedido de Assistência Judiciária seja apreciado pelo Relator a ser sorteado. inciso III. subsídios probatórios que desfaça a presunção de veracidade que milita a favor dele a respeito da sua incapacidade financeira. Cumpra-se. e uma vez que a própria legislação atinente a matéria bem como o pensamento uníssono da jusrisprudência pátria convergem para a orientação de que para o deferimento do benefício da justiça gratuita basta a simples afirmação da parte requerente. RITJBA) poderá colidir com a decisão a se proferida pelo Órgão Colegiado. A apreciação liminar do pedido de gratuidade no Segundo Grau por esta 1ª Vice-Presidência (art. Pelo exposto.Assunto: Mandado de Segurança Impetrante: DINDSEPS .OAB/BA 25223 e Elano Andrade de Freitas .0000. a priori. a teor do que dispõem os arts.2013.

Impetrado: Juiz de Direito do 1º Juizado Especial Cível de Trânsito da Comarca de Salvador. 148. Salvador.Instituto Nacional do Seguro Social.Disponibilização: sexta-feira.0113 Apelante: Winparts . P. Agravante: Christyans Barbosa Mendes. 0000033-54. por força do que estabelece o artigo 129. Agravado: INSS. § 2º do RITJBA. para o exercício do Juízo de admissibilidade do writ.0000. Classe: Agravo de Instrumento.8. a fim de que sejam encaminhados a uma das Turmas Recursais. § 2º do RITJBA. que isenta de custas processuais e verbas da sucumbência àqueles que pleiteiam em juízo benefícios previdenciários provenientes de acidentes do trabalho. defiro o pedido de assistência judiciária formulado por CHRISTYANS BARBOSA MENDES.8. Barros de Itabuna (Texas Informática) e Nayara Pereira de Barros Advogado: Celso Luiz de Oliveira .SERVIÇO DE COMUNICAÇÕES GERAIS PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO GERAL .8. Cumpra-se. para o exercício do Juízo de admissibilidade do writ.8. DETERMINO a remessa dos autos à Coordenação dos Juizados Especiais da Bahia . localizada no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.Extensão NAJ Pelo exposto.2006. Cumpra-se. Cumpra-se. Processo nº 0006361-67. eis que não compete a este Tribunal de Justiça a apreciação da matéria.05.SECOMGE PAUTA DE DISTRIBUIÇÃO Processos tombados/recebidos no dia 17 de Abril de 2013 que deverão ser distribuídos na AUDIÊNCIA PÚBLICA. Impetrante: José Manoel Dominguez Senra. Advogados: Sarita Oliveira Lacerda. a fim de que sejam encaminhados a uma das Turmas Recursais.05. Processo nº 0006237-84. Encaminhem-se os autos ao SECOMGE para distribuição.Comércio.OAB/BA 30328.0000. 18 de abril de 2013.OAB/BA 9839. das 08:00 as 18:00. da Lei nº 8213/91. Publique-se. eis que não compete a este Tribunal de Justiça a apreciação da matéria. Francisco César Nascimento Souza .0000. Apelados: N. na Secretaria do SECOMGE. Impetrante: Mariza Lima Ribeiro. 5ªAvenida.05.0155 Apelante: Carlos Cruz dos Reis Apelado: Ministério Público do Estado da Bahia Advogado: Kario de Almeida Santos 0000035-87.COJE. Pelo exposto. Impetrado: Juiz de Direito do 1º Juizado Especial de Defesa do Consumidor . Indústria e Importação Ltda. Publique-se. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 38 DECISÕES Processo nº 0006428-32.OAB/BA 11425.Centro Administrativo da Bahia. Advogado: Vokton Jorge Ribeiro Almeida .2013.05. DETERMINO a remessa dos autos à Coordenação dos Juizados Especiais da Bahia .2013.2007. Classe: Mandado de Segurança. Procuradora: Sharlene Souza Sá Silva. e na forma do que preceitua o art.8. Pelo exposto.2013. DESEMBARGADOR ESERVAL ROCHA 1º VICE-PRESIDENTE SECOMGE .05.COJE. e na forma do que preceitua o art. Classe: Mandado de Segurança.OAB/BA 32399. Publique-se. parágrafo único. 148.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Advogado: Raymundo Gomes Barbosa Lima . a realizarse em 22 de Abril de 2013. sala 117/Norte .

8.05.05. Adriana Dias Farias e Helder Cardoso Ferreira 0000058-92.2011.05.2012. Demetrio Loures Rafael dos Santos e Odair Cristina C.Associacao dos Servidores Fiscais do Estado da Bahia Apelado: Marco Aurelio Soares Ferreira Advogados: Tereza Cristina Guerra Dória.Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia Apelado: Jaqueline Dantas Roseira Advogados: Milena Gila Fontes.0113 Apelante: Banco Do Nordeste Do Brasil S/A Apelado: Maria José Miranda Lacerda Advogados: Antonio Rodrigues Rocha.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 39 0000042-82. Paulo Marcel dos Santos Marques. Jonilson Vieira Rocha.0009 Apelante: Olivia da Silva Brito Apelados: Isaura Luz Dias.05.8.2006.1990.0263 Apelante: Ivana Cristina Silva de Oliveira Apelado: Dejanira Lessa Barreto Advogados: Mônica Pryscilla Oliveira de Moura e Moana Dela Cela Monteiro 0000070-13.0073 Apelante: Asfeb . Grazielly Cunha de Santana.0139 Apelantes: Joao Carlos Santiago Barroso e Jair Ronaldo Mendonça Barroso Apelado: Ministério Público Advogado: Luciano Alves de Sa 0000143-78.8.0091 Apelante: Daniel de Jesus Apelado: Ministério Público Advogado: Valdemir Dias de Jesus 0000169-09.8.8. Priscilla Caldas Menezes e Lorena Bispo de Matos 0000298-33.2011.8.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05.0099 Recorrente: Angelina Capistana Ribeiro dos Santos Recorrido: Ministério Público Advogado: Gleuber Lessa Coelho 0000045-47.2012. João Silva Dias e Vitória Alves da Silva Advogado: Olympio Benicio dos Santos Neto . Paulo Cleres dos Santos Nogueira e Marco Antonio de Azevedo Gomes 0000195-39. Ana Carolina Sacramento Andrade e Flávio Jerônimo Pereira-Leite Figueiredo 0000230-10. Analú Costal da Silva.2012.0185 Apelante: José Antônio dos Santos Filho Apelado: Abedias Neto Teixeira Advogados: Daniel Rodrigues Gonçalves de Castro.2012.0113 Apelante: Banco do Brasil S/A Apelado: Elizabeth dos Anjos Souza Advogados: Vinicius Misael Portela.2012.8.Disponibilização: sexta-feira.2002.8.8.05.05.1999.2010.05.8.0113 Apelante: Coelba .05.8.0009 Apelante: Fidelis de Sousa Ribas Advogados: Noadia de Oliveira Sousa e Maria Carmen Oliveira Rocha 0000328-68.05.Rafael dos Santos 0000156-74.05.0082 Apelante: Roque Pereira da Silva Apelado: Ministério Público do Estado da Bahia Advogado: Salvador Coutinho Santos 0000239-29.0274 Apelantes: Ueliton da Cruz e Ministério Público Apelados: Ministério Público e Ueliton da Cruz 0000170-77.8.2009. Samuel de Jesus Barbosa.05.

2012.05.05.0185 Apelante: Izabel de Cerqueira Leão Bonfim Apelado: Yamaha Motor do Brasil Ltda.2012.05.1997.0113 Apelante: Desenbahia . Vania Macedo de Queiroz Conceição e Municipio de Barreiras Advogados: Cássio Figueiredo de Melo Rodrigues e Liriana Modesta Silvestri 0002474-86.2011.2008.2011. Celso Marcon e Ramon Cestari Cardoso 0002641-60.8.2012.2009.8.8.8. Advogados: Edvard de Castro Costa Junior e Eduardo Agnelo Pereira 0001032-62.0022 Remetente: Juiz de Direito de Barreiras da 1ª Vara Fazenda Publica Interessados: Neusenir Silva Machado Oliveira.05.05.05.0113 Apelante: Coelba .2011.0032 Apelante: Caiua Lima Coelho Apelado: Ministério Público Advogado: Nildoberto Lima Meira 0002808-34. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 40 0000652-54. Silvana Gomes da Silva e Vaneska Silva Souza 0001800-65. Antonio Carlos Pereira Serpa e Municipio de Barreiras Advogados: Cássio Figueiredo de Melo Rodrigues e Rosana Carmo Briglia 0002378-28.2012. José Everaldo E Silva e Celso Marcon 0001240-35.8.05.8.05.Disponibilização: sexta-feira.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05.Agência de Fomento do Estado da Bahia Apelados: Nelson Costa Souza e Luis Inácio Chaves de Castro Advogados: Ivan Fernandez Baqueiro Perrucho. Pedro José Souza de Oliveira Junior e João Vitor Ribeiro Guimarães 0001248-28.8.8.2012.0022 Remetente: Juiz de Direito de Barreiras da 1ª Vara Fazenda Publica Interessados: Joao Lacerda Linhares.8.05.0274 Apelante: Bradesco Financiamentos S/A Apelado: Elson Matos Telles de Lima Advogados: Celso Marcon.2009.0113 Remetente: Juis de Direito de Itabuna 1ª Vara da Fazenda Pública Interessados: João Sena Alves e Estado da Bahia 0001672-97.05.0022 Remetente: Juiz de Direito de Barreiras da 1ª Vara Fazenda Publica Interessados: Municipio de Barreiras e Neivanete Guedes da Silva Cunha Advogados: Rosana Carmo Briglia e Rosana Carmo Briglia 0002700-52.Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia Apelado: José Viana da Silva Filho Advogados: Milena Gila Fontes.0113 Apelante: Everaldo Dias Vieira Apelados: Maria da Conceicao Peixinho Lima Biondi e Paulo Roberto Peixinho Lima Advogados: José Renan Oliveira Moreira e Elisabeth Reis Souza Santos 0002550-90. Luciana dos Santos Rodrigues e Samuel Vitório da Anunciação 0001267-27.8.8.1998.0274 Apelante: Lina Cassia Caire Silveira Apelado: Banco Itaucard S/A Advogados: Martinho Neves Cabral. Roberto Mota da Cruz e Vicente Cassimiro .8.0274 Apelante: Joao dos Santos Santana Apelado: Luiz Pedro Araujo Bittencourt Ferraz Advogados: Noadia de Oliveira Sousa.8.05.05.0113 Apelante: Banco Itaucard S/A Apelado: Hugo Soares da Silva Filho Advogados: Samuel Vitório da Anunciação.

05.0274 Apelante: Torre Empreendimentos Rural e Construcao Ltda Apelado: Fernanda Taina Santos Souza Advogados: Magda Maiana Barreto Torres e Fabiano Vieira Santos Aguiar 0003761-79.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Maria Vilma Jesus dos Santos Advogado: Marcos Antonio Conrado Moreira 0002889-66.0274 Apelante: Edvan Dias Alves Apelados: Aquino Freitas Ind. Saneamento e Indústria Apelado: Condomínio Edifício Odonto-médico Dr.8.2008.2005.8. Prefeito do Municipio de Castro Alves 0007999-24.2011.8.8. e Eden Maia de Aquino Advogados: José Nilton Borges Goncalves e Aderbaldo Silva Avelar 0003543-77.8.05.8.INSS Apelado: Francisco Silva Cruz Advogados: Eddie Parish Silva e Carlos Zenandro Ribeiro Sant ana 0004284-24.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Cristiane Belinati Garcia Lopes e Julio Cesar Valeriano da Silva .0113 Apelante: Bv Financeira S/A Credito Financiamento E Investimento Apelado: Igor de Almeida Farias Advogados: Daniela Arruda Castro.0001 Apelante: Antonio Carlos dos Santos Malaquias Apelado: Ministério Público do Estado da Bahia Advogado: Guido Mariano Macedo de Santana 0004426-91. Construçao.Engenharia.05. Lucas Azevedo Rios Maldonado.2009.Disponibilização: sexta-feira.2010.05. Mariana Netto de Mendonça Paes e Rebeca Amalia de Souza Alcantara 0005645-43. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 41 0002813-59.05.05.2011. Altamirando Costa Lima Advogados: Ruy Hermann Araujo Medeiros e Gutemberg Santos Macedo 0006424-92.0113 Apelante: Inss .Instituto Nacional do Seguro Social Apelado: Nilzete Santana Santos Advogado: Maria Lucia Correia de Almeida 0002882-86.2013.8. e Comercio Ltda.8.8. Maria Auxiliadora Garcia Durán Alvarez.0274 Apelante: Ecosane .0022 Apelante: Otacio Alves da Silva Filho Apelado: Municipio de Barreiras Advogados: Domingos Carlos Pinto e Jorge Luiz Camandaroba Castelo Branco 0005335-27.05.0113 Apelante: Aldeni Costa Silva Soares Advogado: Dayane Cunha dos Santos 0008023-86.2012.2009.0000 Autor: Ministerio Publico Réu: Cloves Rocha Oliveira.05.8.0113 Apelante: Inss.V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Interessados: João Alves Meira e Municipio de Brumado Advogado: João Francisco Coelho Narvaes 0004231-09.0274 Apelante: Bradesco Seguros S/A Apelado: Adelvita Vieira de Jesus Advogados: Renata D oliveira Carneiro Lins de Moraes.05.05.2011.0032 Remetente: Juiz de Direito de Brumado .05.05.0001 Apelante: Instituto Nacional do Seguro Social .2010.8.8.05.8.2000.2003. Mariza Dias Cardoso Botelho.

Luciana dos Santos Rodrigues e Natalia Borges de Andrade 0016509-31.05.05. Antonio Wense dos Santos.05.2011. Hildete Luz Pereira. Regina Celia Rocha de Macedo.8.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 42 0008391-08. Tarcísio Magno Freire Filho e Catia Brito dos Santos 0016409-87.0113 Apelantes: Italo Barra. Alberto Calazans de Andrade. Zenilde Rebouças Brandão Soussa. Edson Lopes Reis.2011.0113 Apelantes: Beatriz da Silva Soares.0274 Apelante: Ange Demosthenes Chatzivagiannis Apelado: Rudival Correia Botelho & Cia Ltda Advogados: Elquisson Dias Soares.8.0001 Apelante: Banco Itaucard S/A Apelado: Antonia Faustina dos Santos Advogados: Fabiana Ramos de Sousa.8.2010. Eugenio Silva Soares. Carlos Ulisses Valverde Dorea.0113 Apelante: Inss . Inaja Maria de Almeida Dorea.0001 Apelante: Banco Bradesco Financiamentos S.2010.8.8. Suzana Simoes da Silva.8.05.Disponibilização: sexta-feira.2007. Expedito Rene Soussa.05.2011.8.05.05.0113 Apelante: Bradesco Financiamentos S/A Apelado: Rita de Cássia de Jesus Santos Advogados: Samuel Vitório da Anunciação.05.0001 Apelante: Reinaldo Ferreira Apelados: Cia de Seguros Aliança da Bahia e Seguradora Lider dos Consorcios do Seguro Dpvat S/A Advogados: Elmano Branco Coelho. Gildey Maria Andrade Santos Barra. Merissa Bahia Pinheiro.05. Wanderson Barbosa Andrade. Inalda Muniz de Almeida. Luciana dos Santos Rodrigues e Ramon Cestari Cardoso 0008465-34.05.0113 Apelante: Juparana Produtos de Petroleo Ltda Apelado: Petrobras Distribuidora S/A Advogados: Robson Cazaes dos Anjos. Luis Carlos Monteiro Laurenço e Celso David Antunes 0008465-23. José Laurindo Modesto da Silva. Claudio Silva Soares e Marcos Silva Soares Apelado: Ana Maria Tedesco Mariano Advogados: José Renan Oliveira Moreira e Osvaldo Barbosa Chaves . Lodoil Fagundes de Oliveira e Dione Cunha de Oliveira Apelado: Banco do Brasil S/A Advogados: José Renan Oliveira Moreira e Milton de Araújo Sales Filho 0012994-96. Jose Carlos Castro de Macedo. Carine Souza E Sousa.2009. Maria Auxiliadora Garcia Durán Alvarez e Clávio de Melo Valença Filho 0009600-81.2009. Luiz Henrique Azevedo Dias.8.0022 Apelante: Ministério Público Apelado: Nicael Sodraque Leite da Silva Advogado: Marcelo Augusto Oliva 0013652-48.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Josemar Mendes Costa Advogado: Marcos Antonio Conrado Moreira 0011394-06.2005.05. João Rodrigues Vieira e Antonio Carlos Souto Costa 0011558-39. Maria Helena Ferreira Andrade. Celia Maximina Coelho Andrade. Maria Alice de Almeida Araujo.8.0001 Apelante: Elielson Oliveira da Silva Apelado: Real Leasing Arrendamento Mercantil S/A Advogados: Clécio da Rocha Reis.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Jorge Henrique Azevedo Dias.2011. Lauro Astolfo Novaes de Araujo.05.A Apelado: Ademario Dias dos Santos Advogados: Celso Marcon. Celso Marcon.0022 Apelante: Jhonata Bonfim da Silva Apelado: Ministério Público Advogado: Mário Francisco Teixeira Alves Oliveira 0010097-16. Doris Marta Ladeia Vilas Boas Reis.2008.8.2009. Ricardo Coelho da Costa. Cícero Dias Barbosa e Antonio Carlos Dantas Goes Monteiro 0011761-24.8.

Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Eliezer Jose Barbosa Advogados: Sarah Teles Ponte de Lima e Celso Vedovato de Souza 0075588-49. Edmilson Jatahy Fonseca.INSS Apelado: Josevaldo Ancieto da Silva Advogados: Celso Vedovato de Souza e Sarah Teles Ponte de Lima 0074600-33. Regiane Cristina Marujo.0001 Apelante: Inss .05.2008.05.05.05.2007.2005. Edmilson Jatahy Fonseca Neto.2010.8.05.05.05.8.Disponibilização: sexta-feira.05.8.0001 Apelante: Edvaldo Alves de Jesus Apelados: Ministério Público do Estado da Bahia e Laete Vieira da Silva.05.0001 Apelante: Hipercard Banco Múltiplo S/A Apelado: Celeste Avelino da Silva Advogados: Eduardo Fraga.0113 Apelante: Banco Bradesco S. Apelado: Antonio Carlos Alves de Oliveira Advogados: Dermiral dos Santos Coelho Filho. Reinaldo L.8. Juçara Travassos Fraga e Claúdio Mario Santos Vilas Boas 0064413-10.8.05. Antonio Jorge Moreira Garrido Júnior e Marcela Menezes Silva Mendes 0053728-60.2000. Arisalvo Costa Campos Filho e Elisabeth Reis Souza Santos 0039559-05. Dermiral dos Santos Coelho Filho.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Josenilton Cardoso dos Santos Advogado: Guilherme Gottschall da Silva Neto 0041828-85.2008. José Edgard da Cunha Bueno Filho e Maria Rita Cerqueira de Oliveira 0019709-46.8.0113 Apelante: Banco Bradesco S.0113 Apelante: Banco Bradesco S/A Apelado: Sidnei Rodrigues Bispo Advogados: José Edgard da Cunha Bueno Filho.2007. José Edgard da Cunha Bueno Filho e Maria Rita Cerqueira de Oliveira 0019827-56.0001 Apelante: Instituto Nacional do Seguro Social .2007.2009.05.8.8.2009. Assistente de Acusação Advogado: Plínio José da Silva Sobrinho 0070856-40.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8. José Manuel Trigo Duran. Tadeu Rondina Mandalti.2001.0001 Apelante: Inss .0113 Apelante: Salatiel Gomes Santiago Advogado: Cristiano Lima Araújo 0019707-76.8.0001 Apelantes: Maria da Conceição Santos Nascimento e Ilton Alves de Souza Apelado: Empresa Baiana de Aguas E Saneamento Sa Embasa Advogados: Maria Suzete Santos de Lima Ribeiro.0001 Apelante: Call Service Sistemas de Comunicação Ltda Apelado: Telemar Norte Leste S/A Advogados: Izayhara Katherine Dantas Nunes. Jose Alves da R.2010.A.05. Apelado: Dinorá Alves Araujo Advogados: Dermiral dos Santos Coelho Filho.A.2009. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 43 0018363-31.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Alexsandro do Sacramento Pinheiro Advogados: Carlos Zenandro Ribeiro Sant ana e Eddie Parish Silva .8.0001 Apelante: Inss .8.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Deraldo Silveira Dias 0065149-13.8.0001 Apelante: Inss .05. Bruno Nascimento de Mendonça e Juliana Mota Pires Ferreira 0063736-28. Reis Neto.

8.8.0001 Apelante: Inss .0001 Apelante: Inss .0001 Apelantes: Divanilda Antunes Matos Santana e Inss .2009.05.0001 Apelante: Inss .2008.05.2004.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Rosemberg Freitas dos Santos Advogado: Andreza de Oliveira Cerqueira 0112083-58.2009.1999.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Jose Pedro dos Santos Advogado: André Luis Silva de Arruda 0080634-53.8.05.8.0001 Apelante: Glacy Marlene Lago Apelado: Banco Fiat S/A Advogados: Polibio Helio Lago e Cátia dos Passos Veloso 0079557-72.2000.2006.INSS Apelado: José Costa de Castro Advogado: Rodrigo Araujo Moura 0113683-85.2010.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Jacob Reis Paiva Bittencourt Advogados: Leonardo Lima Nazareth Andrade e Geraldo Santos de Oliveira .Disponibilização: sexta-feira.2000.0001 Apelante: Denilson Silva dos Santos Apelado: Ministério Público 0117265-11.0001 Apelantes: Itamar Magalhaes Aguiar e Iraci Matos Aguiar Apelado: Tradicao S/A Credito Imobiliario Advogados: Marcio Vinhas Barretto.2008.0001 Apelante: Inss .05.05.05.8. Cyntia Maria de Possidio Oliveira Lima e Lucas Rocha Maia Gomes 0095998-70.05.8.05.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Odete Vieira da Silva Advogados: Girlene Matos Pereira Gonçalves e Rejane Barradas Ribeiro 0129894-36.05.2010.05.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelados: Inss .INSS Apelado: Maria da Gloria Cardoso Guimaraes Ferro Advogado: Bruna Lívia Guimarães Rebello Ferro 0097673-29. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 44 0076496-58.8.0001 Apelante: Instituto Nacional do Seguro Social .05.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8.05.0001 Apelante: Inss .0001 Apelante: Inss .Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Josino Cerqueira Sousa Advogado: João Marcos Sanches Gregório 0106196-98.8.05.2011.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Daniel Conceição Pimentel Simas Advogado: Rodrigo Araujo Moura 0112174-51.8.8.0001 Apelante: Instituto Nacional do Seguro Social .8.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Josana Pires de Melo Advogado: José Augusto Gomes Cruz 0077591-84.Instituto Nacional Do Seguro Social e Divanilda Antunes Matos Santana Advogado: Angela Mascarenhas Santos 0081126-94.0001 Apelante: Inss .2011.

05.05.2012.2012.Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia.8.8.0001 Apelante: Elielza Maria Duarte de Pinheiro Apelado: Banco Volkswagen S/A Advogados: Luis Renato Leite de Carvalho. José Augusto Silva Leite.0001 Apelante: Aymoré Crédito Financiamento e Investimento S/A Apelado: Gutemberg Santos de Souza Advogados: Jamile Bárbara da Hora Serrano.8.Instituto Nacional Do Seguro Social Advogados: Eddie Parish Silva e Carlos Zenandro Ribeiro Sant ana PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO GERAL .05.05.8.05. Gleidson Rodrigo da Rocha Charão e Maria Aparecida Dantas Cardoso 0349284-66.05.0001 Apelante: Ministério Público Apelados: Cleber Sacramento Silva Trindade e Fabio Jesus dos Reis Advogado: Marcelo Magalhães Lins de Albuquerque 0363046-52.Instituto Nacional Do Seguro Social e Valdete Gonçalves Razoni Advogado: Carlos Fernando de Menezes Moreira 0303761-31. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 45 0135888-45. Thaís Emerenciano Fontenelle.Disponibilização: sexta-feira. Mariana Matos de Oliveira.2008.INSS Apelado: Joselita Teles de Miranda Advogado: Rodrigo Araujo Moura 0342047-78.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelados: Inss .TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .2002.05. Antonio Braz da Silva.0001 Apelantes: Valdete Gonçalves Razoni e Inss .2012. Assistente de Acusação Apelado: Alessandra de Souza Oliveira Advogado: James Jeorge Cordeiro de Menezes 0139150-37.2012.0001 Apelantes: Ministério Público e Coelba. Verbena Mota Carneiro e Ubiracira Auxiliadora Muniz da Silva 0317541-38.Me Advogados: Alberto Ribeiro Neto.8.8.Instituto Nacional Do Seguro Social Apelado: Dulce Gomes da Silva Advogado: Rodrigo Araujo Moura 0307243-84.05.0001 Apelante: Inss . Aldano Ataliba de Almeida Camargo Filho.2012.SECOMGE ATA DE DISTRIBUIÇÃO Foram distribuídos eletronicamente os seguintes processos: 0000009-66.05. Cleyton de Souza Santos e George Wallace Pereira Cedraz Lopes 0317687-79.8.0001 Apelante: Marco Antonio Magalhães da Palma Apelado: Inss . Nanci Campos.0001 Apelante: Banco Santander (Brasil) S/A Apelado: Cleudes Lacerda Oliveira de Souza .2007.0166 Apelação Miguel Calmon Apelante : Telemar Norte Leste S/A Advogado : Marcus Vinicius Avelino Viana (OAB: 519B/BA) Advogado : Marta Machado de Oliveira Matos (OAB: 24140/BA) Advogado : Joaquim Arthur Pedreira Franco de Castro (OAB: 1734/BA) Advogado : Joaquim Arthur Pedreira Franco de Castro Filho (OAB: 10261/BA) Advogado : Benjamin Alves de Carvalho Neto (OAB: 11542/BA) Advogado : Tony Valerio dos Santos Figueredo (OAB: 12216/BA) Advogado : Claudiane Gil de Carvalho Lima (OAB: 16924/BA) Apelado : Vanda de Oliveira Matos .8.8.0001 Apelante: Instituto Nacional do Seguro Social .8.2012.05.2012.

0113 Apelação Itabuna Apelante : Wellington Alves Costa Defensor : Andre Maia de Carvalho Martins Apelante : Ministério Público Promotor : Allan Santos Gois Apelado : Wellington Alves Costa Apelado : Ministério Público Relator : Joanice Maria Guimarães de Jesus 0000084-58.05.0057 Apelação Cícero Dantas Apelante : Município de Fátima Advogado : Cinthia Alves Nabuco de Carvalho (OAB: 31945/BA) Advogado : Antonio Cesar Carvalho de Magaldi (OAB: 4841/BA) Advogado : José Armando Déda Araújo (OAB: 19274/BA) Apelado : Josefa Batista dos Santos Advogado : Brenno de Melo Gomes Calasans (OAB: 25296/BA) Relator : Marcia Borges Faria 0000020-70.05. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 46 Apelado : Horacino Nepomuceno da Silva Apelado : Irani Pereira dos Anjos Apelado : Edezio Alves de Souza Apelado : Aurecy do Amaral Rios Barbosa Advogado : Cristiano Antônio de Almeida (OAB: 19711/BA) Relator : Sara Silva de Brito 0000013-27.05.1993.8.05.0166 Apelação Miguel Calmon Apelante : Telemar Norte Leste S/A Advogado : Marcus Vinicius Avelino Viana (OAB: 519B/BA) Advogado : Gabriela Lima de Oliveira (OAB: 31370/BA) Advogado : Joaquim Arthur Pedreira Franco de Castro Filho (OAB: 10261/BA) Advogado : Joaquim Arthur Pedreira Franco de Castro (OAB: 1734/BA) Apelado : Joao Vitoria da Silva Apelado : Paulo Cezar dos Santos Apelado : Flodoaldo Alcantara Maia Apelado : Joselita Merces da Silva Apelado : Murilo Sampaio Matos Advogado : Cristiano Antônio de Almeida (OAB: 19711/BA) Relator : Marcia Borges Faria 0000077-29.8.0091 Apelação Ibicaraí Apelante : Weveton Silva de Jesus Advogado : Edmundo Tavares de Sousa Neto (OAB: 22634/BA) Apelado : Ministério Público Promotor : Ivelinne Noemi Silva Porto Relator : Luiz Fernando Lima .8.05.2001.0174 Apelação Muritiba Apelante : Lucas Clemente Coelho Advogado : Carlos Santos Do Lago Neto (OAB: 30438/BA) Apelado : Ministério Público Promotor : Karina da Silva Santos Relator : Jefferson Alves de Assis 0000073-13.2011. Exportação e Representação Advogado : Élio Pereira de Souza (OAB: 9524/BA) Relator : José Cícero Landin Neto 0000027-14.0043 Apelação Canavieiras Apelante : Reginaldo Dário Guerrieri Couto Advogado : Bartolomeu Oliveira da Silva (OAB: 6527/BA) Apelado : Intercacau Comércio.8.2010.05.0087 Apelação Governador Mangabeira Apelante : Maria Edna Pereira de Andrade Advogado : Natanael Teles de Oliveira Filho (OAB: 22026/BA) Apelado : Estacon Engenharia S/A Advogado : Danilo Valois Vilasbôas (OAB: 26639/BA) Advogado : Andre Schmidt de Brito (OAB: 47248/MG) Advogado : Jonas Seligsohn Wencelslau da Silva (OAB: 15256/BA) Relator : Carmem Lucia Santos Pinheiro 0000024-31.8.8.2004.05.2012.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .Disponibilização: sexta-feira.8.2012.

2009.2012.8.0120 Recurso em Sentido Estrito Itamaraju Recorrente : Uilson Santos Gomes Advogado : Esterfeson Fontes Marcial (OAB: 13248/BA) Recorrido : Ministério Público Promotor : Augusto Joaquim de Azevedo Júnior Relator : Vilma Costa Veiga 0000259-07.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Financiamento e Investimento S/A Advogado : Antonio Carlos Dantas Goes Monteiro (OAB: 13325/BA) Apelado : José Nilton Santos de Souza Advogado : Cláudio dos Santos Queiroz (OAB: 13893/BA) Relator : Augusto de Lima Bispo 0000148-47.05.8.05.05.0123 Apelação Itanhém Apelante : Roberth Caires Ribeiro Advogado : Julimar da Silva Fernandes (OAB: 14544/BA) Apelado : Camara Municipal de Vereadores de Itanhém Advogado : Ronny Peterson Nogueira Bacelar (OAB: 94333/MG) Relator : Silvia Carneiro Santos Zarif 0000184-09.Disponibilização: sexta-feira.0166 Apelação Miguel Calmon Apelante : Telemar Norte Leste S/A Advogado : Marcus Vinicius Avelino Viana (OAB: 519B/BA) Advogado : Dandara Lucas Pinho (OAB: 35823/BA) Apelado : Cidalva Gomes Santiago Apelado : Faraildes Vitorino da Silva Apelado : Teresa Gomes do Nascimento Apelado : Amadeu da Silva Lima Apelado : Iaraci Ramos Alves Advogado : Cristiano Antônio de Almeida (OAB: 19711/BA) Relator : Maria do Socorro Barreto Santiago 0000130-02.05.2012.2012.8.2003.8.0043 Apelação Canavieiras Apelante : Banco do Nordeste do Brasil S/A Advogado : Fatimo Luis Xavier Cerqueira (OAB: 17592/BA) Apelado : Lima Teles Comércio de Bebidas Ltda Advogado : Otoniel Mendes Cassemiro Neto (OAB: 10925/BA) Relator : Carmem Lucia Santos Pinheiro 0000163-72.2012.0148 Apelação Laje Apelante : Banco Santader Brasil S/A Advogado : Aldano Ataliba de Almeida Camargo Filho (OAB: 1048A/BA) Advogado : Verbena Mota Carneiro (OAB: 14357/BA) Advogado : Antônio José Souza Bastos (OAB: 28226/BA) Advogado : Marconi Nery Moreno (OAB: 27859/BA) Advogado : Gustavo Lucas Maciel dos Santos (OAB: 23945/BA) Apelado : Andre Luis Costa Souza Advogado : Jorge Luiz Andrade Bulhões (OAB: 7777/BA) Relator : Maria da Purificação da Silva .0148 Apelação Laje Apelante : Aymoré Crédito.8.2002.8.8.05.8.1999. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 47 0000094-57.05.0077 Apelação Esplanada Apelante : Daniela Maria Jesus dos Santos Apelante : José Carlos Silva dos Santos Advogado : Agustinho Roberto de Oliveira Araujo (OAB: 8169/BA) Apelado : Banco do Brasil S/A Advogado : Paula Rodrigues da Silva (OAB: 221271/SP) Advogado : Uilton Lopes Madeira (OAB: 22762/BA) Advogado : Nestor dos Santos Saragiotto (OAB: 21407/BA) Advogado : Carolina de Britto Fernandes (OAB: 19142/BA) Relator : Silvia Carneiro Santos Zarif 0000115-28.0148 Apelação Laje Apelante : Rosemaire dos Santos Veiga Advogado : Humberto Ataide Santiago (OAB: 5260/BA) Apelado : José Catarino Lobo dos Santos Advogado : Maria Sampaio Das Mercês Barroso (OAB: 6853/BA) Relator : Aidê Ouais 0000097-46.05.

2011.0006 Apelação Amargosa Apelante : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Marcelo Moreira Miranda Apelado : Tiago dos Santos Galvão Souza Advogado : Ademir Aragão Andrade (OAB: 538A/BA) Apelado : Robson Barros dos Santos Advogado : Joselita Amaral da Cruz (OAB: 20657/BA) Relator : Jefferson Alves de Assis 0000323-13.05.8.2012.0087 Apelação Governador Mangabeira Apelante : Fundo de Investimentos Em Direitos Creditorios Nao Padronizados Npl I Advogado : Liana Monteiro de Brito (OAB: 31107/BA) Advogado : Elizete Aparecida de Oliveira Scatigna (OAB: 26262/BA) Apelado : Ieda Maria Brito dos Santos Advogado : Cronor da Costa Silva (OAB: 25909/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0000317-19.8.8.05.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 48 0000271-76.0148 Apelação Laje Apelante : Banco do Brasil S/A Advogado : Marx Portella Pinto Fontes (OAB: 25426/BA) Advogado : Nei Calderon (OAB: 812A/PE) Advogado : Ana Carolina Amorim (OAB: 37247/BA) Advogado : Marcelo Pimenta de Araújo (OAB: 25063/BA) Advogado : Otoney Reis de Alcântara (OAB: 14155/BA) Apelado : Renato de Oliveira Advogado : Cláudio dos Santos Queiroz (OAB: 13893/BA) Relator : Gardenia Pereira Duarte 0000393-63.8.0269 Apelação Uruçuca Apelante : Wagner Santana Honorato Advogado : Sandra Regina Honorato dos Santos (OAB: 14653/BA) Apelado : Brasil Telecom S/A Advogado : Carlos Henrique Santana Reis Lopes (OAB: 28240/BA) Advogado : Roberto Maynard Frank (OAB: 14799/BA) Relator : Antônio Maron Agle Filho 0000377-80.05.05.0218 Apelação Ruy Barbosa Apelante : Banco do Brasil S/A Advogado : Marcelo Ferreira de Moura (OAB: 28799/BA) Advogado : Paula Rodrigues da Silva (OAB: 30606/BA) Apelado : Antoniel Oliveira Barbosa Advogado : Achibaldo Nunes dos Santos (OAB: 14389/BA) Advogado : Jurandi Ribeiro Ferreira (OAB: 19320/BA) Relator : Aidê Ouais 0000544-64.05.8.2012.Disponibilização: sexta-feira.2010.2007.2010.8.2012.0009 Reexame Necessário Anagé Remetente : Juiz de Direito de Anagé V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Interessado : Elbson Dias Soares Advogado : Edivaldo Santos Ferreira Junior (OAB: 16326/BA) Interessado : Cristiano Almeida Santos Advogado : Elen Zite Pereira dos Santos (OAB: 31623/BA) Relator : Maria da Purificação da Silva 0000454-10.2010.05.8.0054 Conflito de competência Catu Suscitante : Juiz de Direito de Catu.0120 Apelação Itamaraju Apelante : João Lacerda Vargens Advogado : João Ademir Fontes de Araujo (OAB: 4686/BA) Apelado : Aridan de Santana Santos Advogado : Jorge Luiz da Silva Lima (OAB: 28737/BA) Relator : Rolemberg José Araújo Costa 0000293-68.8. Substituto V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Suscitado : Juiz de Direito de Salvador 1ª Vara Especializada de Defesa do Consumidor Interessado : Banco Finasa S/A Interessada : Ana Gloria Almeida de Araujo Relator : Gardenia Pereira Duarte .

2013.05.2009.05.8.Disponibilização: sexta-feira.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8.2008.2011.2012.05.2011.8.0146 Apelação Juazeiro Apelante : Município de Juazeiro Procurador : Carlos Luciano de Brito Santana Apelado : Raimundo Paes de Santana Advogado : Saulo Ramos Coelho Mororó (OAB: 16099/PE) Advogado : Wagner Ramos Coelho Mororó (OAB: 9562/PE) Advogado : André Ângelo Ramos Coelho Mororó (OAB: 17493/PE) Relator : Antônio Maron Agle Filho 0000893-14.05.8.2012.2003. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 49 0000593-02.0216 Apelação Rio Real Apelante : Eunice Felícia dos Santos Advogado : Leonildo Mangabeira Costa (OAB: 8539/BA) Apelado : José Felício da Hora Advogado : Raul Francis Oliveira da Silva (OAB: 23877/BA) Relator : Augusto de Lima Bispo 0001173-48.0004 Recurso em Sentido Estrito Alagoinhas Recorrente : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Paola Roberta de Souza Estefam Recorrido : José Rogério dos Santos Lima Advogado : Alexandre Cardoso Feitosa (OAB: 27870/BA) Relator : Jefferson Alves de Assis .05.0191 Apelação Paulo Afonso Apelante : Francisco Cezar de Araujo Advogado : Isabel Cristina de Oliveira (OAB: 21231/BA) Apelado : Rosemary Siqueira Silva Advogado : Geomarques Damiao da Silva (OAB: 638A/BA) Advogado : Luiz Pedreira da Silva (OAB: 11062/BA) Relator : José Olegário Monção Caldas 0001427-54.8.05.05.8.05.2011.0091 Apelação Ibicaraí Apelante : Edenilton Santos de Jesus Advogado : Paulo Santana Ferreira (OAB: 16790/BA) Apelado : Ministério Público Promotor : Ivelinne Noemi Silva Porto Relator : Almir Pereira de Jesus 0001180-24.0091 Apelação Ibicaraí Apelante : Jose Carlos dos Santos Meira Advogado : Edmundo Tavares de Sousa Neto (OAB: 22634/BA) Apelado : Ministério Público Promotor : Ivelinne Noemi Silva Porto Relator : Vilma Costa Veiga 0000899-97.0043 Apelação Canavieiras Apelante : José Jorge Santos Gonzaga Advogado : Luiz Phelipe de Figueiredo Gomes (OAB: 27753/BA) Apelado : Município de Canavieiras Advogado : Carlos Marcelo Borges Ribeiro de Carvalho (OAB: 5277/BA) Relator : Antônio Maron Agle Filho 0000656-87.8.0043 Apelação Canavieiras Apelante : Antonio Gmes dos Santos Advogado : Luiz Phelipe de Figueiredo Gomes (OAB: 27753/BA) Apelado : Municipio de Canavieiras Advogado : Carlos Marcelo Borges Ribeiro de Carvalho (OAB: 5277/BA) Relator : Gesivaldo Nascimento Britto 0001261-82.05.0146 Apelação Juazeiro Apelante : Banco do Brasil S/A Advogado : Alcione Eneas de Assis Rodrigues (OAB: 745B/BA) Apelado : Edigilda Menezes de Araujo Apelado : Bruna Izabel Araujo Ribeiro Apelado : Luana Karine Araujo Ribeiro Apelado : Andre Luis Araujo Ribeiro Advogado : Jose Vicente dos Santos (OAB: 6552/BA) Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0000847-59.8.8.

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .2012.0001 Apelação Salvador Apelante : Eudailson Ferraz Barbosa Advogado : Maurício Alexandrino Araújo Souza (OAB: 15696/BA) Advogado : Albert Cosme Oliveira de Souza (OAB: 26069/BA) Apelado : Banco Bradesco Financiamentos S/A Advogado : Daniela Sousa Ferreira (OAB: 29763/BA) .05.8.2007.0000 Habeas Corpus Salvador Impetrante : Karina Maria Barreto Silva Rocha Impetrante : Thiago Santana Boa Morte Paciente : Bruno Silva de Jesus Advogado : Karina Maria Barretto Silva Rocha (OAB: 18031/BA) Advogado : Tiago Santana Boa Morte (OAB: 34872/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Salvador 5ª Vara Criminal Procurador : Lidivaldo Reaiche Relator : Jefferson Alves de Assis 0001882-44.2006.05.0201 Apelação Porto Seguro Apelante : Rosimeire de Santana Santos Advogado : José Eduardo Sousa da Silva (OAB: 9012/BA) Apelado : Almir José dos Santos Souza Apelado : Josileide da Luz Santos Relator : Maria do Socorro Barreto Santiago 0002106-89.05.0201 Apelação Porto Seguro Apelante : Ministério Público Promotor : Bruno Gontijo Araujo Teixeira Apelado : Diego Liberato da Silva Def.05.2011.2013.8.Me Advogado : Josemy Araújo Lopes (OAB: 24292/BA) Apelado : Municipio de Serrinha Advogado : Carlos Nicolau dos Santos Neto (OAB: 25509/BA) Relator : Rolemberg José Araújo Costa 0002902-25.2009.8.2012.0248 Apelação Serrinha Apelante : Jomic.2002.05.8.8.05.8.8. Público : Jose Renato Bernardes da Costa Relator : Carlos Roberto Santos Araújo 0002164-07.05.0113 Apelação Itabuna Apelante : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Cinthia Portela Lopes Apelado : Junio Biano Gomes Advogado : Cosme José dos Reis (OAB: 13806/BA) Relator : Jefferson Alves de Assis 0002769-86.0201 Apelação Porto Seguro Apelante : Alaedy Brito da Silva Advogado : Andresa Ferreira Cruz Guerra (OAB: 29056/BA) Advogado : Marcos Catelan (OAB: 19758/BA) Apelado : Ministério Público Promotor : Jacqueline de Faria Batista Magnavita Relator : Carlos Roberto Santos Araújo 0001961-23.8.Disponibilização: sexta-feira.0113 Apelação Itabuna Apelante : Caixa Seguradora S/A Advogado : Milena Gila Fontes (OAB: 25510/BA) Advogado : Marcelle Ferraz de Gouveia Granja (OAB: 26886/BA) Advogado : Thácio Fortunato Moreira (OAB: 31971/BA) Advogado : Eduardo de Faria Loyo (OAB: 30607/BA) Advogado : Alana Dias Barreto (OAB: 27056/BA) Advogado : Ana Paula Pazin Gomes (OAB: 22855/BA) Advogado : Calina Tosta Pedreira Santos (OAB: 28623/BA) Advogado : Camila de Andrade Lima (OAB: 29889/BA) Apelado : Marcus Vinicus de Morais Oliveira Advogado : Maria Das Graças de Morais Oliveira Torres (OAB: 8455/BA) Relator : Gardenia Pereira Duarte 0002424-11.05.Serviços Comercio e Cia Ltda. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 50 0001541-05.

05.2013. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 51 Advogado : Rafael Pordeus Costa Lima Filho (OAB: 3432/CE) Advogado : Paulo Fabricio (OAB: 18164/CE) Relator : Silvia Carneiro Santos Zarif 0003139-17. Público : Wesley Sodre Alves de Oliveira Recorrido : Ministério Público Promotor : Patrick Pires da Costa Relator : Pedro Augusto Costa Guerra 0004525-59.0000 Habeas Corpus Camaçari Impetrante : Deivisson Araújo Couto Paciente : Robson Silva Souza Júnior Advogado : Deivisson Araujo Couto (OAB: 30302/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Camaçari 1ª Vara Criminal Procuradora : Sonia Maria da Silva Brito Relator : Jefferson Alves de Assis 0003936-63.2011.05.0113 Recurso em Sentido Estrito Itabuna Recorrente : Robson Pereira de Oliveira Advogado : Wellington Rodrigues de Matos (OAB: 14928/BA) Recorrido : Ministério Público Promotor : Patrick Pires da Costa Relator : Vilma Costa Veiga 0004414-05.2008.05.Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município de Salvador Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá .8.2002.8.05.8.0088 Recurso em Sentido Estrito Guanambi Recorrente : Luiz da Cruz Guimaraes Advogado : Alekssander Rousseau Antônio Fernandes (OAB: 16989/BA) Recorrido : Ministério Público Promotor : Tatyane Miranda Caires de Mansine Castro Relator : Joanice Maria Guimarães de Jesus 0003785-04.2013.Disponibilização: sexta-feira.0113 Recurso em Sentido Estrito Itabuna Recorrente : Andre Luiz de Jesus dos Santos Def.2006.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Lizconstruções Empreendimentos e Participações Ltda Advogado : Fabrício de Castro Oliveira (OAB: 15055/BA) Advogado : Mauricio Brito Passos Silva (OAB: 20770/BA) Advogado : Cyntia Maria de Possidio Oliveira Lima (OAB: 15654/BA) Agravado : Sucom .8.05.8.05.0146 Apelação Juazeiro Apelante : Diocese de Juazeiro Advogado : Márcio Jandir Silva Soares (OAB: 22966/BA) Apelado : Espolio de Expedito de Almeida Nascimento.8. Inventariante Carmem Lucia Farias Nascimento Costa Apelado : Hildete Irene Farias Nascimento Apelado : Leticia Irene Farias Nascimento Apelado : Jorge Luiz Barauna da Costa Apelado : Expedito de Almeida Nascimento Filho Apelado : Sandra Maria Farias Nascimento Apelado : Joao Luiz Farias Nascimento Apelado : Maria Lucilene Dosta de Amorim Nascimento Apelado : Paulo Henrique Farias Nascimento Apelado : Monalisa Otoni Farias Nascimento Apelado : Carmen Lucia Farias Nascimento Costa Apelado : Jorge Luiz Farias Nascimento Apelado : Jose Luiz Farias Nascimento Advogado : Reginaldo da Silva Gomes (OAB: 15811/BA) Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0003589-32.05.2008.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0080 Apelação Feira de Santana Apelante : Yury Fernando Natividade Miranda Advogado : Carlos Renato dos Santos (OAB: 9424/BA) Apelado : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Renata Costa Bandeira Lopes Relator : Nilson Soares Castelo Branco 0004484-30.

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05.0080 Apelação Feira de Santana Apelante : Michele Pacheco Reis Advogado : Rosimario Carvalho da Silva (OAB: 35114/BA) Apelado : Ministério Público Promotor : Pedro Maia Souza Marques Relator : Nágila Maria Sales Brito 0005756-46.2013.A.05.05.0004 Apelação Alagoinhas Apelante : Darlan Bispo dos Santos Advogado : Helen Fabiola de Moraes Ferreira (OAB: 21906/BA) Apelado : Ministério Público Promotor : Frank Monteiro Ferrari Relator : Carlos Roberto Santos Araújo 0005875-82.0113 Reexame Necessário Itabuna Remetente : Juiz de Direito de Itabuna da 1ª Vara da Fazenda Pública Interessado : Comercial de Gêneros Alimenticios Shauna Ltda Advogado : José Renan Oliveira Moreira (OAB: 9929/BA) Interessado : Inspetor da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia Relator : Aidê Ouais 0005261-51.05.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Edvaldo Pereira Santana Junior Advogado : Elísio Sálvio de Andrade Neto (OAB: 26156/BA) Advogado : João Tavares Flores Campos (OAB: 27105/BA) Agravado : Banco Bradesco S.2006.0001 Apelação Salvador Apelante : Joselito Pereira Britto Advogada : Maria da Saúde Brito Bomfim Rios (OAB: 19337/BA) Advogado : Epifanio Araujo Nunes (OAB: 28293/BA) Apelante : Hsbc Bank Brasil S/A .2010.8. Relator : Sara Silva de Brito .8.2004.2002.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Janilson Oliveira Rangel Advogado : Lucas Leitão Campelo (OAB: 25918/BA) Agravado : Desenbahia .2013.0001 Apelação Salvador Apelante : Celio Fernandes de Jesus Advogada : Maria da Saúde Brito Bomfim Rios (OAB: 19337/BA) Advogado : Epifanio Araujo Nunes (OAB: 28293/BA) Advogado : Célia Terêsa Santos (OAB: 5558/BA) Apelado : Paraná Banco S/A Advogado : Carlos Miguel Baptista Gomes da Silva (OAB: 32927/BA) Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho 0005667-86.8.2012.Banco Múltiplo Apelado : Joselito Pereira Britto Relator : Daisy Lago Ribeiro Coelho 0005577-92.8.Banco Múltiplo Advogado : Murilo Gomes Mattos (OAB: 20767/BA) Advogada : Maria Carolina da Fonte de Albuquerque Silva (OAB: 20795/PE) Apelado : Hsbc Bank Brasil S/A .Disponibilização: sexta-feira.8.0088 Apelação Guanambi Apelante : Paulo Sergio Vieira Rocha (Inforserv Informatica e Serviços) Advogado : Pedro Riserio da Silva (OAB: 9906/BA) Apelado : Maria de Fatima Alves da Silva Sampaio Relator : Augusto de Lima Bispo 0005261-77.Agencia de Fomento da Estado da Bahia S/A Advogado : Mayanna Brandão Messias de Figueredo Moreira (OAB: 23467/BA) Relator : Silvia Carneiro Santos Zarif 0005554-59.8.05.05.05.8.2012.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Joao dos Santos Nascimento Advogada : Maria da Saúde Brito Bomfim Rios (OAB: 19337/BA) Advogado : Epifanio Araujo Nunes (OAB: 28293/BA) Agravado : BV Financeira S/A Credito Financiamento e Investimento Relator : Maria da Purificação da Silva 0006016-04.05.2013.8.8.05. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 52 0005142-54.

2013.05.2013.05.8. Geral : Rômulo de Andrade Moreira Promotor : Jose Jorge Meireles Freitas Réu : Manoel Alves Bomfim.Disponibilização: sexta-feira.05. Teixeira Almeida Cézar Santos 0006051-61.8.0000 Agravo de Execução Penal Juazeiro Agravante : Rivelino Felix Ferreira Advogado : Valberto Matias dos Santos (OAB: 21960/BA) Agravado : Ministério Público Promotor : Mariana Tejo Marques de Oliveira (OAB: 18642/BA) Relator : Aliomar Silva Britto 0006216-31.2013.8.2012.2011.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 53 0006035-10.2013.8.2013.8.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Vital Elias dos Reis ME Advogado : Milena Sinalli dos Reis Vital (OAB: 34942/BA) Agravado : Banco Bradesco Financiamentos S.Procedimento Ordinário Salvador Autor : Ministério Público do Estado da Bahia Proc.2013.05.8.0113 Apelação Itabuna Apelante : Banco Bradesco Financiamentos S.05.0063 Recurso em Sentido Estrito Conceição do Coité Recorrente : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Grace Inaura da Anunciação Melo Recorrido : Luiz Carlos Simões de Oliveira Advogado : Ivo Gomes Araújo (OAB: 25361/BA) Relator : Joanice Maria Guimarães de Jesus 0006175-44.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : José Marques Brandão Advogado : Lúcio Moura Sarno (OAB: 16365/BA) Agravado : Petrobras .0000 Agravo de Instrumento Eunápolis Agravante : Daniel Cires Pinheiro Gaspar Advogado : Mario Junior Pereira Amorim (OAB: 38070/BA) Agravado : Comercial Bahiano de Alimentos Ltda Relator : Aidê Ouais 0006074-07.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Prefeito Municipal de São Miguel das Matas Relator : Vilma Costa Veiga .05.8.05.A Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0006106-12.2013.05.0000 Ação Rescisória Central Autor : Idalto Oliveira Alencar Advogado : Tasso Araujo Rocha (OAB: 35267/BA) Réu : Anselmo da Silva Dourado Réu : Sonia Regina Fernandes Tolentino Dourado Relator : Antônio Maron Agle Filho 0006181-51.0000 Ação Penal .2013.8.A Advogado : Fabíola Thereza de Souza Muniz dos Santos (OAB: 23880/BA) Apelado : Jurema Cintra Barreto Advogado : Jurema Cintra Barreto (OAB: 19558/BA) Advogado : Vera Lúcia Alvim da Silva (OAB: 20345/BA) Relator : José Edivaldo Rocha Rotondano 0006219-63.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Joge Teixaira Silva Advogado : Paulo Cesar Carvalho Lordelo (OAB: 31075/BA) Agravado : Banco Safra S/A Relator : Edmilson Jatahy Fonseca Júnior 0006107-36.8.05.Petroleo Brasileiro S/A Advogado : Celso Villa Martins de Almeida (OAB: 4482/BA) Relator : Lisbete M.05.0000 Agravo de Instrumento Itabuna Agravante : Alaide Canario do Vale Advogado : Anália da Silva (OAB: 7322/BA) Agravado : Cenyra Hilda Bandeira de Oliveira Relator : Carmem Lucia Santos Pinheiro 0006039-47.

05.2013.2013.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Jose Rubens Gomes de Oliveira Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Agravado : Credicard Administradora de Cartoes de Credito S/A Relator : Marcia Borges Faria 0006334-84.Banco do Estado do Espirito Santo Relator : Carmem Lucia Santos Pinheiro 0006289-80. Estado : Bárbara Camardelli Relator : Maria da Graça Osório Pimentel Leal 0006286-28.2013.05.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Wanderly de Souza Hirt Advogado : João Rodrigues Vieira (OAB: 18517/BA) Advogado : Antonio Carlos Souto Costa (OAB: 16677/BA) Agravado : Banco Santander Brasil S/A Relator : Rolemberg José Araújo Costa 0006332-17.8.2013.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Zelia Maria da Silva Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Agravado : Aymoré Crédito Financiamento e Investimento S/A Relator : José Edivaldo Rocha Rotondano 0006335-69.05.8.2013.8.8.2013.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Luciana Leite Fernandes Rocha .0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Josiane Silva Ferreira Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Agravado : Banco Itau S/A Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0006333-02.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Clodovaldo dos Santos de Souza Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Agravado : Banco Gmac S/A Relator : Gardenia Pereira Duarte 0006336-54.05.8.2013.8.2013.8.05.Disponibilização: sexta-feira.05.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Emanuel Medeiros Amaral Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Agravado : Banco Volkswagen S/A Relator : Maria da Purificação da Silva .8.8.05.2013.8.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Daisy Nunes Barbosa de Jesus Advogada : Maria da Saúde Brito Bomfim Rios (OAB: 19337/BA) Advogado : Epifanio Araujo Nunes (OAB: 28293/BA) Agravado : Aymoré Crédito Financiamento e Investimento S/A Relator : José Cícero Landin Neto 0006288-95.Me Advogado : João Rodrigues Vieira (OAB: 18517/BA) Advogado : Antonio Carlos Souto Costa (OAB: 16677/BA) Agravado : Banestes S/A .0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Epaminonda Lazaro Pereira Daltro Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Agravado : Aymoré Crédito Financiamento e Investimento S/A Relator : Augusto de Lima Bispo 0006338-24. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 54 0006269-89.05.0000 Ação Rescisória Salvador Autor : Andre Luiz Santos Brito Autor : Artur de Santana Filho Autora : Sheila Rodrigues dos Santos Advogado : Arialdo Andrade Oliveira (OAB: 25093/BA) Advogado : Rafael Carneiro de Araújo (OAB: 28206/BA) Advogado : Andre Luiz Santos Britto (OAB: 16746/BA) Réu : Estado da Bahia Procª.2013.

05.2013. Público : Gisele Aguiar Ribeiro Pereira Agravado : Inss .8.Instituto Nacional Do Seguro Social Relator : Gardenia Pereira Duarte .05.2013.8.Empresa Baiana de Aguas e Saneamento S/A Advogado : Marcela Menezes Silva Mendes (OAB: 35424/BA) Advogado : João Pinto Rodrigues da Costa (OAB: 2021/BA) Advogado : João Gabriel Cruz Pinto Rodrigues da Costa (OAB: 12526/BA) Advogado : Antonio Jorge Moreira Garrido Júnior (OAB: 11021/BA) Agravado : Valmir Ferreira do Carmo Agravado : Luciana Amaral de Souza Def.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Valdirene Brito Oliveira Def.05.0000 Desaforamento de Julgamento Barra Do Choça Requerente : Agnaldo França de Oliveira Requerente : Rogerio Silva de Oliveira Advogado : José Pinto de Souza Filho (OAB: 6342/BA) Advogado : Adao Elviro Dias Freitas (OAB: 5904/BA) Relator : Aliomar Silva Britto 0006407-56.05.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Banco Panamericano S/A Advogado : Daniela Arruda Castro (OAB: 28509/BA) Advogado : Julio Cesar Valeriano da Silva (OAB: 30587/BA) Advogado : Lucas Azevedo Rios Maldonado (OAB: 37472/BA) Agravado : Jailton Oliveira da Silva Advogado : Roberto Santos Silva (OAB: 34231/BA) Relator : Maria do Socorro Barreto Santiago 0006405-86. Público : Eliana de Souza Batista Cavalcante Reis Relator : Maria da Graça Osório Pimentel Leal 0006360-82.0000 Habeas Corpus Lauro de Freitas Impetrante : Paulo Sérgio Kalil Silva Paciente : Edilton Duque dos Santos Advogado : Paulo Sérgio Kalil Silva (OAB: 34768/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Lauro de Freitas 1ª Vara Criminal Relator : Nilson Soares Castelo Branco 0006362-52.2013.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Embasa .0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Intermédica Sistema de Saúde S/A Advogado : Gustavo Gerbasi Gomes Dias (OAB: 25254/BA) Advogado : Eny Angé Soledade Bittencourt de Araújo (OAB: 29442/BA) Agravado : Brecht Souza Assessoria Empresarial Ltda Advogado : Fabricio Maltez Lopes (OAB: 17872/BA) Advogado : Juliana Aguiar Coelho (OAB: 22840/BA) Relator : Ezir Rocha do Bomfim 0006409-26.8.2013.2013.8.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Maria das Graças de Carvalho Gene Advogado : Rodrigo Alves Santos Alfano (OAB: 33934/BA) Advogado : Wilker Campos Chagas (OAB: 20868/BA) Agravado : Bradesco Saúde S/A Relator : Ezir Rocha do Bomfim 0006399-79.8.2013. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 55 0006343-46.8.2013.05.05.05.0000 Mandado de Segurança Salvador Impetrante : Infoar Comércio e Serviços Em Ar Condicionado e Informática Ltda Advogado : Alberto Ivan Zakidalski (OAB: 39274/PR) Advogado : Roberta Simone Servelo de Freitas (OAB: 49802/PR) Advogado : Thiago Luiz Pontarolli (OAB: 47488/PR) Advogado : Rafael Cordeiro do Rego (OAB: 45335/PR) Advogado : Fernando Dalla Palma Antonio (OAB: 32698/PR) Advogado : Jakson William de Lima (OAB: 60295/PR) Impetrado : Secretário da Fazenda do Estado da Bahia Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0006408-41.Disponibilização: sexta-feira.2013.8.8.

Estado : Rodrigo Almeida Gomes Moura Agravado : Arivaldo Souza dos Santos Advogado : Fabiano Samartin Fernandes (OAB: 21439/BA) Relator : José Cícero Landin Neto 0006421-40.0000 Mandado de Segurança Salvador Impetrante : Washington Bomfim Mascarenhas Ventim Advogado : Daniel Menezes Prazeres (OAB: 23279/BA) Impetrado : Secretario da Fazenda do Estado da Bahia Relator : Maria do Socorro Barreto Santiago 0006419-70.05.8.Disponibilização: sexta-feira.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Antônio Bonfim dos Santos Def.2013. Estado : Rogerio Fernandez Agravado : Ronaldo de Freitas Advogado : Fabiano Samartin Fernandes (OAB: 21439/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá 0006422-25. Público : Astolfo Santos Simões de Carvalho Agravado : Municipio do Salvador Relator : Sara Silva de Brito 0006411-93.2013.0000 Agravo de Instrumento Vitória da Conquista Agravante : Banco Volvo Brasil S/A Advogado : Rodrigo Lima Pessoa (OAB: 108675/RJ) Advogado : Igor Aguiar Lopes (OAB: 134682/RJ) Advogado : Isabela Bonadiman Felisberto Lopes (OAB: 131747/RJ) Agravado : Sandro Amorim Santos Advogado : Martinho Neves Cabral (OAB: 6092/BA) Advogado : José Everaldo E Silva (OAB: 18233/BA) Relator : Sara Silva de Brito 0006420-55.2013.05.8.8.2013.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Carlos Sandy Dias Pereira Advogado : Maria Das Graças Amorim Araújo (OAB: 14010/BA) .05.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8.2013.05.8.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Estado da Bahia Proc.2013.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Estado da Bahia Proc. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 56 0006410-11.05.05.8.2013.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Hapvida Assistencia Madica Ltda Advogado : Aline Carvalho Borja (OAB: 18267/CE) Advogado : Rene Freitas de Queiroz (OAB: 21796/CE) Advogado : Luiz Carlos Vidal Maia Junior (OAB: 20266/CE) Advogado : Marcela Bastos Cavalcante (OAB: 20477/CE) Advogado : Silvia Leticia Ferreira da Silva (OAB: 23717BC/E) Advogado : Walberton Higino Prado de Sousa (OAB: 23258/CE) Advogado : Isaac Costa Lazaro Filho (OAB: 18663/CE) Advogado : Antonio Fabio Tavares Santos (OAB: 31632/BA) Advogado : Marcus Vinicius Brito Passos Silva (OAB: 20073/BA) Advogado : José Andrade Soares Neto (OAB: 22877/BA) Advogado : Emanuel Faro Barretto (OAB: 23776/BA) Advogado : Francisco Jose Almeida Severiano (OAB: 4720B/RN) Agravado : Itamar Meneses Costa Advogado : Luiz Humberto Maron Agle (OAB: 1737/BA) Advogado : Luiz Humberto Agle Filho (OAB: 10459/BA) Advogado : Ricardo Elias Libório Agle (OAB: 19441/BA) Advogado : Ana Carolina Temporal de Medeiros Netto (OAB: 24041/BA) Relator : Ezir Rocha do Bomfim 0006418-85.05.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : João de Oliveira Santos Advogado : Henrique Borges Guimarães Neto (OAB: 17056/BA) Advogado : Márcio Beserra Guimarães (OAB: 21323/BA) Agravado : Banco Volkswagen S/A Relator : Ezir Rocha do Bomfim 0006415-33.8.2013.05.

2013. Público : Alessandro Moura Impetrado : Juiz de Direito de Mata de São João Vara Criminal Relator : Jefferson Alves de Assis 0006432-69.0000 Habeas Corpus Mairi Impetrante : Juliana Macedo e Silva Impetrante : Antonio Glorisman dos Santos Paciente : Laercio de Oliveira Brito Advogado : Juliana Macedo e Silva (OAB: 34222/BA) Advogado : Antonio Glorisman dos Santos (OAB: 11089/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Mairi Vara Criminal Relator : Almir Pereira de Jesus 0006427-47.8. Munícipio : Cleber Botelho Junior Relator : Telma Laura Silva Britto 0006430-02.0000 Habeas Corpus Milagres Impetrante : Defensoria Pública do Estado da Bahia Paciente : Rafael Luiz dos Santos Neto .8. M.Santos Participações Ltda Advogado : Sergio Couto dos Santos (OAB: 13959/BA) Agravado : Município do Salvador Proc.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Bompreço Bahia Supermercados Ltda Advogado : Flávia Presgrave Bruzdzensky (OAB: 14983/BA) Advogado : Milena Cintra de Souza (OAB: 24197/BA) Agravado : Maria Isabel Moreira dos Santos Advogado : Maria Zelia Lima Cavalcante (OAB: 29370/BA) Advogado : Sandra Maria Deitos (OAB: 31498/BA) Relator : Rolemberg José Araújo Costa 0006429-17.. Assistida Por Selma Macedo Costa Advogado : Wilmar de Lima Tavares (OAB: 20366/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá 0006423-10.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Sanpa .2013.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Sanpa .8.2013.05. da S.2013.2013. Em Favor de H.05.8. C.0000 Habeas Corpus Mata de São João Impetrante : Defensoria Pública do Estado da Bahia Paciente : Adson Carlos dos Santos Souto Paciente : Larrone Herbert da Silva de Jesus Def.Santos Participações Ltda Advogado : Sergio Couto dos Santos (OAB: 13959/BA) Agravado : Municipio do Salvador Proc.8.0000 Habeas Corpus Salvador Impetrante : Niamey Karine Almeida Araujo Impetrante : Maruza Nery Tenisi Bouzas Impetrante : Vinício dos Santos Vilas Bôas Impetrante : Elizabeth de Jesus Sales Paciente : Tiago Batista Pereira Advogado : Niamey Karine Almeida Araujo (OAB: 15433/BA) Advogado : Maruza Nery Tenisi Bouzas (OAB: 18628/BA) Advogado : Vinício dos Santos Vilas Bôas (OAB: 26508/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Salvador 2ª Vara de Toxicos Estagiário : Elizabeth de Jesus Sales Relator : Inez Maria Brito Santos Miranda 0006425-77. M. Rep.0000 Agravo de Instrumento Camaçari Agravante : Estado da Bahia Proc.8.05.05..Disponibilização: sexta-feira.8.2013.8.05. D. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 57 Agravado : R. Estado : Roberto Lima Figueiredo Agravado : Ministerio Publico.05.05.2013. Munícipio : Cleber Botelho Junior Relator : Maria do Socorro Barreto Santiago 0006431-84.2013.05. Por Patricia da Silva Pereira Promotora : Thiara Rusciolelli Souza Bezerra Relator : Marcia Borges Faria 0006426-62.

05.2013.05. Público : Alessandro Moura Impetrado : Juiz de Direito de Milagres Vara Criminal Relator : Jefferson Alves de Assis 0006433-54.0000 Habeas Corpus Olindina Impetrante : Edvalson da Cruz Silva Paciente : Edvalson da Cruz Silva Impetrado : Juiz de Direito de Olindina Vara Criminal Relator : José Alfredo Cerqueira da Silva 0006437-91.2013.0000 Habeas Corpus Ribeira do Pombal Impetrante : José Walter Nascimento Miranda Paciente : José Walter Nascimento Miranda Impetrado : Juiz de Direito de Ribeira do Pombal Vara Criminal Relator : Nágila Maria Sales Brito 0006439-61.2013.05.2013.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Mirel Construtora Ltda Agravante : Augusto Humberto de Cerqueira Lima Neto Advogado : Marcelo Junqueira Ayres Filho (OAB: 16180/BA) Advogado : Leandro Neves de Souza (OAB: 25900/BA) Agravado : Alana Zoé Leal Calmon Advogado : Patricia Machado Didoné (OAB: 16528/BA) Advogado : Bruno de Carvalho Garrido (OAB: 18489/BA) Advogado : Anna Tereza Almeida Landgraf (OAB: 19538/BA) Relator : Augusto de Lima Bispo 0006436-09.Disponibilização: sexta-feira.2013.05.8.2013.0000 Agravo de Instrumento Feira de Santana Agravante : Jenilson Santos de Assis Advogado : Lidiane Matos Medeiros (OAB: 29836/BA) Agravado : Banco Crefibra S/A Credito Financiamento e Investimento Relator : Gesivaldo Nascimento Britto 0006445-68.8.05.8.8.2013.8.0000 Habeas Corpus Chorrochó Impetrante : Luiz Alfredo Cardoso de Oliveira Paciente : Giovanio de Macedo Gonçalves Paciente : Vinicius Santos da Costa Advogado : Luiz Alfredo Cardoso de Oliveira (OAB: 35343/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Chorrochó Vara Criminal Relator : Nilson Soares Castelo Branco 0006444-83.0000 Habeas Corpus Salvador Impetrante : Luciana dos Santos da Cruz Impetrante : Gildasio Dantas Goes Paciente : Carlos Magno Freitas dos Santos Advogado : Luciana dos Santos da Cruz (OAB: 28104/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Salvador 1º Juízo da 1ª Vara do Tribunal do Júri Relator : Nilson Soares Castelo Branco 0006443-98.8.05.8.0000 Habeas Corpus Salvador Impetrante : Marcus Vinicius Alcântara Kalil Paciente : Luiz Fernando Silva Pedroso Advogado : Marcus Vinicius Alcântara Kalil (OAB: 16714/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Salvador 22ª Vara dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Relator : José Alfredo Cerqueira da Silva 0006440-46.05.0000 Habeas Corpus Paulo Afonso Impetrante : Josinaldo Inocêncio Gomes Paciente : Josinaldo Inocêncio Gomes Impetrado : Juiz de Direito de Paulo Afonso 2ª Vara Criminal Relator : Jefferson Alves de Assis .2013.0000 Mandado de Segurança Salvador Impetrante : José Dantas Cerqueira e Silva Advogado : Ricardo Borges Maracaja Pereira (OAB: 38648/BA) Impetrado : Secretario de Administração do Estado da Bahia Impetrado : Secretário da Fazenda do Estado da Bahia Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0006434-39.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 58 Def.05.2013.8.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .

8.0000 Habeas Corpus Feira de Santana Impetrante : Marcia Valeria dos Santos Sousa Pimenta de Melo Paciente : Chirley Wisoriely Chaiane Nascimento Advogado : Marcia Valeria dos Santos Sousa Pimenta de Melo (OAB: 25672/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Feira de Santana Vara dos Feitos Relat Tóxicos e Acid de Veículos Relator : Nilson Soares Castelo Branco 0006456-97.2013.05.0000 Habeas Corpus Lauro de Freitas Impetrante : Ricardo Peixoto Birne Paciente : Ricardo da Conceicao Santos Advogado : Ricardo Peixoto Birne (OAB: 33464/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Lauro de Freitas 1ª Vara Criminal Relator : Inez Maria Brito Santos Miranda 0006451-75.0000 Habeas Corpus Salvador Impetrante : Jairo Santos de Almeida Paciente : Cleiton Santana dos Santos Advogado : Jairo Santos de Almeida (OAB: 10503/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Salvador 2º Juízo da 2ª Vara do Juri Relator : Carlos Roberto Santos Araújo 0006452-60.8.8.0000 Habeas Corpus Ipirá Impetrante : Marcia Valeria dos Santos Sousa Pimenta de Melo Paciente : Jailson Lazaro Souza Santos Advogado : Marcia Valeria dos Santos Sousa Pimenta de Melo (OAB: 25672/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Ipirá Vara Criminal Relator : José Alfredo Cerqueira da Silva .2013.8.2013.0000 Agravo de Instrumento Feira de Santana Agravante : Gledson Raimundo Macedo de Assis Advogado : Lidiane Matos Medeiros (OAB: 29836/BA) Agravado : Banco Fiat S/A Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0006449-08.05.8.05.05.Disponibilização: sexta-feira.2013.8.Caixa de Assistencia dos Funcionarios do Banco do Nordeste do Brasil Advogado : Antonio Francisco Costa (OAB: 491A/BA) Advogado : Danniel Allisson da Silva Costa (OAB: 20892/BA) Agravado : Maria Aurineide Leite de Melo Advogada : Candice Santana Fernandes (OAB: 21693/BA) Relator : Edmilson Jatahy Fonseca Júnior 0006454-30.05.05.8.0000 Habeas Corpus Feira de Santana Impetrante : Thiago da Cruz Silva Paciente : Elder Rabelo Alves Advogado : Thiago da Cruz Silva (OAB: 34556/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Feira de Santana Vara dos Feitos Relat Tóxicos e Acid de Veículos Relator : Pedro Augusto Costa Guerra 0006455-15.2013.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Camed .05.05.05.2013.2013.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 59 0006447-38.8.2013.2013.0000 Agravo de Instrumento Feira de Santana Agravante : Jeilson Cerqueira Lima Advogado : Lidiane Matos Medeiros (OAB: 29836/BA) Agravado : Banco Volkswagen S/A Relator : Maria da Graça Osório Pimentel Leal 0006450-90.2013.8.0000 Agravo de Instrumento Feira de Santana Agravante : Carlos Augusto Ferreira de Souza Advogado : Lidiane Matos Medeiros (OAB: 29836/BA) Agravado : Bv Financeira S/A Credito Financiamento E Investimento Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0006448-23.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Natanael Gomes Bittencourt Advogado : Natanael Gomes Bittencourt (OAB: 25068/BA) Advogado : David Roldan Vilasboas Lama (OAB: 32811/BA) Agravado : Banco Bradesco S/A Advogado : Ramona Santos Coelho (OAB: 31933/BA) Relator : Rolemberg José Araújo Costa 0006453-45.

8.05.Disponibilização: sexta-feira.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Henrique Jose de Souza Filho Advogado : Tereza Cristina Guerra Dória (OAB: 15959/BA) Agravado : Planserv . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 60 0006459-52.05.0000 Agravo de Instrumento Camaçari Agravante : Uneb .05.8.2013.8.8.05.2013.2013.8.05.0000 Habeas Corpus Salvador Impetrante : Paulo Cesar Pires Paciente : Douglas Mascarenhas Bispo Barbosa Advogado : Paulo Cesar Pires (OAB: 12204/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Salvador 6ª Vara Criminal Relator : Carlos Roberto Santos Araújo 0006467-29.8.2013.Universidade do Estado da Bahia Advogado : Eduardo Lessa Guimarães (OAB: 5924/BA) Agravado : Tamara Alves Santana Advogado : Abílio Freire de Miranda Neto (OAB: 18149/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0006463-89.0000 Mandado de Segurança Salvador Impetrante : Eliana Araújo Azevedo Advogado : Hélio Araújo Azevedo (OAB: 33488/BA) Impetrado : Secretário da Fazenda do Estado da Bahia Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0006466-44.2013.8.8.2013.0000 Agravo de Instrumento Xique-Xique Agravante : Rodocon Construções Rodoviárias Ltda Advogado : Carlos Alberto Tondati Rissato (OAB: 15128/MT) Advogado : Jose Carlos de Mello Filho (OAB: 6341/MT) Agravado : Municipio de Itaguacu Advogado : Ramon Souza Moura Gama (OAB: 28025/BA) Relator : Aidê Ouais 0006462-07.05.0000 Habeas Corpus Itabuna Impetrante : Roney Torres Franco Paciente : Lee Harrysson Conceição Viana Advogado : Roney Torres Franco (OAB: 26325/BA) .05.Plano de Assistencia A Saude dos Servidores Publicos Estaduais Agravado : Estado da Bahia Relator : José Olegário Monção Caldas 0006461-22.8.2013.Universidade do Estado da Bahia Advogado : Eduardo Lessa Guimarães (OAB: 5924/BA) Agravado : Taianne Cardeal Freire Araujo Advogado : Abílio Freire de Miranda Neto (OAB: 18149/BA) Relator : Maria da Graça Osório Pimentel Leal 0006464-74.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Daisy Lago Ribeiro Coelho Agravante : Maria da Graça Osório Pimentel Leal Agravante : Vilma Costa Veiga Advogado : Janilda Sales Pereira (OAB: 13582/BA) Agravado : Banco Cruzeiro do Sul S/A Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho 0006468-14.0000 Agravo de Instrumento Camaçari Agravante : Uneb .2013.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Mauricio Cardoso Gonçalves Agravante : Maria José Cardoso Gonçalves Advogado : Eder Carlos Evangelista Ferreira (OAB: 37125/BA) Agravado : Bradesco Saúde S/A Relator : Telma Laura Silva Britto 0006465-59.2013.0000 Habeas Corpus Barra Impetrante : Barbara Soraia Alecrim Machado Paciente : Lucio Flavio Alves de Carvalho Advogado : Barbara Soraia Alecrim Machado (OAB: 35630/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Barra Vara Criminal Relator : Pedro Augusto Costa Guerra 0006460-37.2013.8.05.05.

05.2013.0000 Agravo de Instrumento Salvador Agravante : Brasilian Mortgages Companhia Hipotecaria Advogado : Alexandre Jamal Batista (OAB: 138060/SP) Advogado : Adriano Jamal Batista (OAB: 182357/SP) Advogado : Adriano Ferriani (OAB: 138133/SP) Agravado : Lucas Cardoso de Liveira Advogado : Camila Trabuco de Oliveira (OAB: 25632/BA) Relator : Antônio Maron Agle Filho 0006470-81.2013.0000 Agravo de Instrumento Feira de Santana Agravante : Banco Volkswagen S/A Advogado : Aldenira Gomes Diniz (OAB: 35921/BA) Agravado : Antonio Jose Ferreira Pio Advogado : Marla Nogueira Cintra (OAB: 24251/BA) Relator : Lisbete M.0113 Apelação Itabuna Apelante : Banco do Brasil S/A .0000 Mandado de Segurança Salvador Impetrante : Celina Rodrigues Souza Abreu Advogado : Eduardo José Bulcão de Queiroz Cunha (OAB: 19440/BA) Impetrado : Superintendente de Previdência da Diretoria de Administração dos Beneficios Previdenciários Relator : Silvia Carneiro Santos Zarif 0006493-27.8.8.8.2013.8.05.8.2013.05. Teixeira Almeida Cézar Santos 0006482-95.8.2013.05.05.0000 Habeas Corpus Vitória da Conquista Impetrante : Jefferson Soares de Oliveira Impetrante : Maria Auxiliadora Silva Machado Paciente : Welton Pereira Flores Advogado : Jefferson Soares de Oliveira (OAB: 14624/BA) Advogado : Maria Auxiliadora Silva Machado (OAB: 37983/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Vitoria da Conquista Vara do Juri Execuções Penais Relator : Nágila Maria Sales Brito 0006936-37.2013.2013.8.0000 Agravo de Instrumento Paulo Afonso Agravante : Banco Volkswagen S/A Advogado : Aldenira Gomes Diniz (OAB: 35921/BA) Agravado : Helio Gonçalves de Macedo Relator : José Olegário Monção Caldas 0006488-05.0000 Agravo de Instrumento Itabuna Agravante : Banco Volkswagen S/A Advogado : Aldenira Gomes Diniz (OAB: 35921/BA) Agravado : Infozip Manutenção Em Equipamentos Eletronicos Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0006484-65.0000 Habeas Corpus Salvador Impetrante : Mario Augusto Santos Silva Paciente : Gustavo dos Santos Gomes Advogado : Mario Augusto Santos Silva (OAB: 25142/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Salvador 12ª Vara Criminal Relator : Almir Pereira de Jesus 0006500-19.05.Disponibilização: sexta-feira.8.2007.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 61 Impetrado : Juiz de Direito de Itabuna 1ª Vara Criminal Relator : Joanice Maria Guimarães de Jesus 0006469-96.05.0000 Habeas Corpus Camaçari Impetrante : Alex Sandro Souza Brandão Paciente : Rodrigo Oliveira Sena Advogado : Alex Sandro Souza Brandão (OAB: 25301/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Camaçari 2ª Vara Criminal Relator : Jefferson Alves de Assis 0006481-13.0000 Agravo de Instrumento Santa Maria da Vitória Agravante : Ronaldo Barbosa de Oliveira Advogado : Lucas Laranjeira Batista (OAB: 33384/GO) Agravado : Brazilian Mortgages Companhia Hipotecaria Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho 0006475-06.05.2013.05.05.8.2013.

0080 Apelação Feira de Santana Apelante : Adriano Rodrigues Sousa Advogado : Ivan Baptista de Oliveira (OAB: 14918/BA) Advogado : Ivanete José Do Nascimento Oliveira (OAB: 22871/BA) Apelado : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Mônica Teresa G.2011.0113 Recurso em Sentido Estrito Itabuna Recorrente : Jorge Vanderlei Santos Rodrigues Advogado : Valmário Bernardes da Silva Oliveira (OAB: 22864/BA) Recorrido : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Dario José Kist Relator : Nilson Soares Castelo Branco 0008296-31.8.2009.8.05.8.8.8.2006.05.05.2005.0113 Apelação Itabuna Apelante : Maicon Freitas Santos Apelante : Rivaldo Santos Sales Defensor : Andre Maia de Carvalho Martins Apelante : Ministério Público Promotor : Allan Santos Gois Apelado : Maicon Freitas Santos Apelado : Rivaldo Santos Sales Apelado : Ministério Público Relator : Inez Maria Brito Santos Miranda 0007964-74.2012.2012.0001 Apelação Salvador Apelante : Daniel Ramon Correia Pereira Advogado : Andreza de Oliveira Cerqueira (OAB: 18482/BA) Apelado : Inss .Instituto Nacional Do Seguro Social Procuradora : Marta Freire Mehmeri Relator : Antônio Maron Agle Filho 0008741-93.05.0113 Apelação Itabuna Apelante : Carlos Paim Santos Def. Público : Wesley Sodre Alves Oliveira Apelado : Estado da Bahia Proc.05.2008.0004 Apelação Alagoinhas Apelante : Josenildo Lopes de Souza Santos Advogado : Carlos Augusto Pinto (OAB: 5609/BA) Apelado : Ministério Público Promotor : Frank Monteiro Ferrari Relator : Inez Maria Brito Santos Miranda . da Silva do Nascimento Relator : José Alfredo Cerqueira da Silva 0007307-59.05.2011.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Teixeira Almeida Cézar Santos 0008796-36.05.8.0113 Recurso em Sentido Estrito Itabuna Recorrente : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Thaianna Rusciolelli Souza Recorrido : Fabio Junior Paixão de Oliveira Advogado : Tiago Vinicius Andrade Leal (OAB: 28514/BA) Relator : Almir Pereira de Jesus 0008334-77.8.8.05. Estado : Adriano Ferreira da Silva Relator : Lisbete M. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 62 Advogado : Vinicius Misael Portela (OAB: 12612/BA) Advogado : Priscilla Caldas Menezes (OAB: 27114/BA) Apelado : Raquel Borges Henrique Advogado : Maria Helena Borges Henrique (OAB: 17742/BA) Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho 0007174-24.Disponibilização: sexta-feira.0113 Apelação Itabuna Apelante : Sherlins Wesley Sousa Silva Advogado : Jamile de Aguiar Lima (OAB: 26920/BA) Apelado : BV financeira S/A Advogado : Elizete Aparecida de Oliveira Scatigna (OAB: 26262/BA) Advogado : Carlos Marcelo Souto de Abreu (OAB: 26851/BA) Advogado : Daniele Ramacciotti Gusmão (OAB: 21012/BA) Relator : Gardenia Pereira Duarte 0008421-49.

05.0001 Apelação Salvador Apelante : Ivonaldo de Anunciação dos Santos Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Apelado : Banco Bradesco Financiamentos S.8.8.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0146 Apelação Juazeiro Apelante : Ministério Público Promotor : Alexandre Lamas da Costa Apelado : Cleber da Conceição Lima Def.0001 Apelação Salvador Apelante : Terezinha Farias de Amorim Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Apelado : Banco Itaucard S/A Advogado : Celso Marcon (OAB: 24460/BA) Advogada : Luciana dos Santos Rodrigues (OAB: 36219/BA) Relator : Maria da Purificação da Silva 0011109-31.05.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 63 0008803-24.Disponibilização: sexta-feira.8.05.05.05.2011.0113 Apelação Itabuna Apelante : Flávio Chaves de Araújo Advogado : Paulo José Suzart Feitosa (OAB: 26366/BA) Apelado : Banco Santander (Brasil) S/A Advogado : Karla Thaiane Novais Lemos (OAB: 37860/BA) Advogado : Aldano Ataliba de Almeida Camargo Filho (OAB: 1048A/BA) Advogado : Verbena Mota Carneiro (OAB: 14357/BA) Relator : Sara Silva de Brito 0010330-58.8.8.2010.0146 Apelação Juazeiro Apelante : Fabiano Silva dos Santos Advogado : Ana Aparecida Araujo Muniz (OAB: 30155/BA) Apelado : Associação Juazeirense de Deficientes Físicos de Juazeiro Advogado : Diogo Vieira Alves (OAB: 30824/PE) Apelado : Charles Russel Ferreira da Silva Advogado : Marlucia Moreira Lopes (OAB: 847B/BA) Apelado : Terra Forte Imobiliária Ltda. Silva Relator : Vilma Costa Veiga 0010876-16.2011.0113 Apelação Itabuna Apelante : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Allan Santos Góis Apelante : Evanes Santos Gomes Advogado : Anacleto da Silva Santos (OAB: 15436/BA) Apelado : Evanes Santos Gomes Apelado : Marcos Antonio Silva Ossério Advogado : Cosme José dos Reis (OAB: 13806/BA) Advogado : Lupércio Gil da Silveira Neto (OAB: 35544/BA) Apelado : Ministério Público do Estado da Bahia Relator : Joanice Maria Guimarães de Jesus 0009614-49.8.2012.2010. S.05.2012.0001 Apelação Salvador Apelante : Marinalva Alves Dias Advogado : Ana Paula Moraes Tupinambá (OAB: 30371/BA) Apelado : Roberval José da Silva Advogado : Tânia Maria Lapa Godinho (OAB: 3628/BA) Relator : Sara Silva de Brito 0010797-24. Público : Isaac Diego V.A Advogado : Nelson Paschoalotto (OAB: 24665/BA) Advogado : Marcelo Kelner Carvalhal Pinheiro (OAB: 27733/BA) Relator : Maria da Purificação da Silva .05.0113 Apelação Itabuna Apelante : Municipio de Itabuna Advogado : Mateus Santiago Santos Silva (OAB: 22947/BA) Apelado : Gerson Santos Junior Advogado : Marcos Antonio Gomes Conrado (OAB: 24047/BA) Relator : Ezir Rocha do Bomfim 0011426-45. Advogado : Jairo Pereira Do Nascimento (OAB: 27998/BA) Relator : Telma Laura Silva Britto 0009479-71.05.2011.2011.

2004.8.8.2008.8.8.2010.2012.05.2008.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 64 0011574-09.2010.0113 Apelação Itabuna Apelante : Lojas Riachuelo S/A Advogado : Luis Carlos Monteiro Laurenço (OAB: 16780/BA) Advogado : Rodrigo Vilas Boas Costa Couto (OAB: 29956/BA) Advogado : Rafael Fonseca Teles (OAB: 29116/BA) Apelado : Everton Ferreira Venâncio Advogado : Marcos Klever Tavares de Sa (OAB: 26392/BA) Relator : Edmilson Jatahy Fonseca Júnior 0013082-94.Disponibilização: sexta-feira.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .Instituto Nacional do Seguro Social Procurador : Marta Freire Mehmeri (OAB: 17349/BA) Apelado : Jacira Reis Monteiro Advogado : Cesar Luiz Franco Dias (OAB: 16776/PR) Relator : José Olegário Monção Caldas 0012382-77.05.05.0113 Recurso em Sentido Estrito Itabuna Recorrente : Alexandre Santos Almeida Advogado : Leila Maria Ferreira de Oliveira (OAB: 7076/BA) Recorrido : Ministério Público Promotor : Patrick Pires da Costa Relator : Aliomar Silva Britto 0012111-23.0274 Apelação Vitória da Conquista Apelante : Ministério Público Promotor : Marcelo Pinto de Araujo Apelado : Rogerio de Jesus Santos Defensor : Pedro de Souza Fialho Relator : José Alfredo Cerqueira da Silva 0011891-77.05.Drugstore Perfumaria e Medicamentos Ltda Advogado : Erika Souza Corrêa Oliveira (OAB: 22518/BA) Relator : Rolemberg José Araújo Costa 0012902-73.2007.0113 Apelação Itabuna Apelante : José Luiz Santana Andrade Advogado : Rodrigo Barra Mendes (OAB: 18003/BA) Advogado : Leandro Silva Franco (OAB: 17407/BA) Apelado : Banco Itaú S/A Advogado : Ernesto Antu Es de Carvaho (OAB: 53974/SP) Advogado : Raquel Carneiro Santos Pedreira Franco (OAB: 17480/BA) Advogado : GUILHERME GERMANO BREITENBACH (OAB: 34709/BA) Advogado : Silvio José Nunes Armede (OAB: 19970/BA) Relator : Maria da Graça Osório Pimentel Leal 0013065-82. Advogado : José Roberto Cajado de Menezes (OAB: 11332/BA) Advogado : Rafael Oliveira Carvalho Alves (OAB: 34668/BA) Relator : Sara Silva de Brito 0011607-32.05.05.2012.05.0113 Apelação Itabuna Apelante : Rota Transportes Rodoviários Ltda.0001 Apelação Salvador Apelante : Inss.8.0146 Apelação Juazeiro Apelante : Banco do Nordeste do Brasil Advogado : Clecio Camelo de Albuquerque (OAB: 30136/PE) Apelado : Jose Eudo Alves da Mota Advogado : Marcela Medrado Bacurau (OAB: 27181DP/E) Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho 0012480-56.05.8.2011.0146 Apelação Juazeiro Apelante : Bunge Alimentos S/A Advogado : Consuelo Maria dos Santos (OAB: 13318/PE) Advogado : ANA PAULA TEIXEIRA MOURA (OAB: 22726/PE) Apelado : Oliveira Leite Indústria e Comércio de Alimentos Ltda.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Embasa Empresa Baiana de Aguas e Saneamento S/A Advogado : Antonio Jorge Moreira Garrido Júnior (OAB: 11021/BA) Apelado : Dpm Bahia . Advogado : Tarso Oliveira Soares (OAB: 15385/BA) .8.05.

8.05.2011. Estado : Aloysio Moraes Portugal Júnior Relator : Silvia Carneiro Santos Zarif 0015762-10.0113 Apelação Itabuna Apelante : Maria José Marques da Silva Almeida Advogado : Cosme José dos Reis (OAB: 13806/BA) Apelado : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Renata Caldas Sousa Lazzarini Relator : Inez Maria Brito Santos Miranda 0017994-14.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8.0001 Apelação Salvador Apelante : Vibrotec Equipamentos Industriais e de Construção Ltda.Disponibilização: sexta-feira.0001 Apelação Salvador Apelante : Claudio Batista Santos Advogado : Artur José Pires Veloso (OAB: 6338/BA) Apelado : Ministério Público Promotor : Ivan Queiroz Pereira Relator : Jefferson Alves de Assis 0017921-31.8.05.05.2009.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Alex Menezes Noronha Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Apelado : Banco Santander Brasil S/A Advogado : Aldano Ataliba de Almeida Camargo Filho (OAB: 1048A/BA) Advogado : Verbena Mota Carneiro (OAB: 14357/BA) Advogado : Alberto Ribeiro Neto (OAB: 34073/BA) Relator : Rolemberg José Araújo Costa 0015139-91.2001. Advogado : Carlos Humberto Ramos Lauton (OAB: 16491/BA) Relator : Gesivaldo Nascimento Britto 0013897-97.2001. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 65 Advogado : Ana Luzia Dória Velanes (OAB: 17424/BA) Apelado : Gabino Aquino dos Santos Advogado : Joed Soares Andrade (OAB: 22783/BA) Advogado : Jacson Santos Cupertino (OAB: 18845/BA) Relator : Rolemberg José Araújo Costa 0013712-11.2008.2011.05.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Aguila Cruz Guimarães Gusmão Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 214067/SP) Apelado : Banco Bradesco Financiamentos S/A Advogado : Ramona Santos Coelho (OAB: 31933/BA) Advogado : Matilde Duarte Gonçalves (OAB: 48519/SP) Advogado : Ezio Pedro Fulan (OAB: 60393/SP) Advogado : Dario Lima Evangelista (OAB: 12584/BA) Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa . Advogado : Renato Alberto dos Humildes Oliveira (OAB: 14422/BA) Advogado : Mila Sampaio dos Humildes Oliveira (OAB: 27936/BA) Apelado : Comercial Minação Ltda.0001 Apelação Salvador Apelante : Andréa Cássia de Freitas Almeida Apelante : Elias Nunes dos Santos Apelante : Everton da Silva Sena Apelante : Genival Cunha de Almeida Apelante : Jailza Ferreira Silva Apelante : Janilma Barbosa dos Santos Apelante : José Jorge da Silva Soares Apelante : Marcelo Pamponet Queiroz Apelante : Roque Luiz de Jesus Brito Apelante : Ronaldo Rodrigo Ferreira Almeida Advogado : Vonnaire Santos Fonseca (OAB: 32507/BA) Advogado : André Calheira Menezes (OAB: 31260/BA) Advogado : Isabela Santos Maia (OAB: 26042/BA) Advogada : Meg Lima da Cunha (OAB: 34847/BA) Apelado : Estado da Bahia Proc.05.05.8.

8.0001 Apelação Salvador Apelante : Estado da Bahia Proc.8.2008.2008.05.05.2008. Teixeira Almeida Cézar Santos 0019844-92.0201 Apelação Porto Seguro Apelante : Valdete da Conceição Advogado : Frederico Lisboa Moura (OAB: 16257/BA) Apelado : Ministério Público Promotor : Dioneles Leone Santana Filho Relator : Inez Maria Brito Santos Miranda 0019278-23.A Advogado : Celso Marcon (OAB: 24460/BA) Advogada : Luciana dos Santos Rodrigues (OAB: 36219/BA) Apelado : Cristiane Nascimento Silva Advogado : Matheus de Oliveira Brito (OAB: 20717/BA) Advogado : Tainara Reis Aflitos (OAB: 27944/BA) Relator : Lisbete M.Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Leonardo Lima Nazareth Andrade Relator : Ezir Rocha do Bomfim 0019640-25.2008.0001 Apelação Salvador Apelante : Work Industrial Ltda Advogado : José Luiz Costa Sobreira (OAB: 11061/BA) Advogado : Ana Cintia Vieira Lima E Silva (OAB: 29600/BA) Apelado : Fundação Luis Eduardo Magalhaes Centro de Modernização e Desenvolvimento da Administração Publica Advogado : Irene Martha Santos Targino de Araujo (OAB: 3191/BA) Advogado : Sandra Maria Matos Nascimento Ramos (OAB: 10833/BA) Relator : Sara Silva de Brito 0027706-91.05.05.2010.Empresa Baiana de Aguas e Saneamento S/A Advogado : Beneval Lôbo Boa Sorte (OAB: 22366/BA) Advogado : Luna de Sá Fernandez (OAB: 37063/BA) Advogado : Luiz Flávio Falcão Silva (OAB: 18928/BA) Relator : Lisbete M. Estado : Eliane Andrade Apelado : Departamento de Infra-estrutura da Bahia .8.0001 Apelação Salvador Apelante : Maria da Purificação Cardoso dos Santos Advogado : Antonio José dos Santos (OAB: 6691/BA) Apelado : Inss .8.2010.05. Teixeira Almeida Cézar Santos 0021521-47.0001 Apelação Salvador Apelante : Maria Augusta Pereira Advogada : Izabel Batista Urpia (OAB: 12972/BA) Apelado : Estado da Bahia Proc. Teixeira Almeida Cézar Santos .05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0001 Apelação Salvador Apelante : Condominio Mansao Villa de Sao Vicente Advogado : Paula Carvalho Silva Faria (OAB: 22261/BA) Apelado : Embasa .05.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Bradesco Financiamentos S. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 66 0018476-75.0113 Apelação Itabuna Apelante : Reinaldo Macedo dos Santos Advogado : Miguel Lourival Duarte (OAB: 11863/BA) Apelado : Banco Do Brasil S/A Advogado : Otoney Reis de Alcântara (OAB: 14155/BA) Advogado : Marx Portella Pinto Fontes (OAB: 25426/BA) Advogado : Ana Carolina Amorim (OAB: 37247/BA) Relator : Aidê Ouais 0021087-19.05.2004. Estado : Deyse Deda Catharino Gordinho Apelado : Nilton da Silva Dias Advogado : Fernanda Samartin Fernandes Paschoal (OAB: 28164/BA) Advogado : Fabiano Samartin Fernandes (OAB: 21439/BA) Relator : Marcia Borges Faria 0023273-15.2010.8.Derba Advogado : Luiz Carlos Souza Cunha (OAB: 3440/BA) Advogado : Leonardo Martins Baptista (OAB: 23757/BA) Relator : Lisbete M.Disponibilização: sexta-feira.8.8.

2003.8. Público : Joao Carlos Gavazza Martins Apelado : Inss .05.Departamento de Infra-estrutura de Transportes da Bahia Procurador : Luiz Carlos Souza Cunha Advogado : Carla Roberta Viana de Almeida (OAB: 33668/BA) Apelado : Octavio Alencar Barbosa Apelado : Maristela Queiroz Nogueira Apelado : Carlos Alberto Mendes Oliveira Advogado : Izarlete Menezes Santos (OAB: 4018/BA) Relator : Ezir Rocha do Bomfim 0035191-16.2006.05.2011.2011.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Estado : Eliane Andrade Apelado : Neusa Meira Rocha Advogada : Izabel Batista Urpia (OAB: 12972/BA) Relator : José Cícero Landin Neto 0028075-85.2008.Cooperativa de Trabalho Médico Advogada : Betânia Rocha Rodrigues (OAB: 15356/BA) Apelado : Veralice Salignac de Souza Advogado : Lorena Almeida da Rocha Lago (OAB: 33100/BA) Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0032914-95.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Vicente Mendes da Silva Def. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 67 0027991-89.Disponibilização: sexta-feira.0001 Apelação Salvador Apelante : Alesandro dos Santos Silva Apelante : Antonio Araujo Sandes Apelante : Carlos Batista dos Santos Apelante : Claudinei Portela dos Santos Apelante : Damasio Jammson dos Santos Oliveira Apelante : Djalma Nunes de Oliveira Junior Apelante : Elivaldo Carvalho Xavier Apelante : Erivan Santos Aragao Apelante : Fabio de Oliveira Ferreira Apelante : Agnebaldo Cardoso Barbosa Advogado : Cristiano Pinto Sepulveda (OAB: 20084/BA) Apelado : Estado da Bahia Proc.0001 Apelação Salvador Apelante : Derba .0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Abn Amro Real S/A Advogado : Antonio Carlos Dantas Goes Monteiro (OAB: 13325/BA) Apelado : Antonio Simoes Ribeiro Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Relator : Maria da Purificação da Silva 0036221-81.0001 Apelação Salvador Apelante : Estado da Bahia Procª.8.2010.05.8.05.05.8.2007.Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Leonardo Lima Nazareth Andrade Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0029519-22.0001 Apelação Salvador Apelante : Unimed de Salvador .05.8. Estado : Marcos Marcilio Relator : Augusto de Lima Bispo 0031369-92.0001 Apelação Salvador Apelante : Adilson de Jesus Silva Apelante : Ady de Jesus Silva Apelante : Antonio Cerqueira Santos Apelante : Everaldo Sacramento de Jesus Apelante : Celso Alves Reis Junior Apelante : Josevaldo Mendonça Alves Apelante : Kassio Ney Nery de Oliveira Apelante : Martinho Ferreira da Silva Junior Apelante : Pedro Xisto Oliveira de Souza Apelante : Sidcley Teixeira Rodrigues Advogado : Vonnaire Santos Fonseca (OAB: 32507/BA) Advogado : Isabela Santos Maia (OAB: 26042/BA) .05.

19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 68 Apelado : Estado da Bahia Proc.2003.8.Disponibilização: sexta-feira.0001 Apelação Salvador Apelante : Iris de Jesus Oliveira Advogado : Luciana Oliveira de Souza (OAB: 23509/BA) Apelado : Banco Hsbc Bank Brasil S/A Advogado : Paulo Jardel da Silva Petilo (OAB: 25269/BA) Advogado : Igor Ramon Santos Jesus da Rocha (OAB: 23344/BA) Advogado : Rafael Pordeus Costa Lima Filho (OAB: 3432/CE) Relator : Edmilson Jatahy Fonseca Júnior .2009.2010.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Inss .8.05.8.2008.A Advogada : Luciana dos Santos Rodrigues (OAB: 36219/BA) Advogado : Celso Marcon (OAB: 24460/BA) Apelado : Cristiane Nascimento Silva Advogado : Matheus de Oliveira Brito (OAB: 20717/BA) Advogado : Tainara Reis Aflitos (OAB: 27944/BA) Relator : Lisbete M.05.2008.Agencia Estadual de Regulação de Serviços Publicos de Energia Transportes e Comunicações da Bahia Proc.8.05.Instituto Nacional Do Seguro Social Procuradora : Raquel Bezerra Muniz de Andrade Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho 0051392-83. Jurídico : Raimundo Bandeira Ataide Apelado : Guel Charles Santos Ribeiro Advogado : Aline Ribeiro Gomes (OAB: 21986/BA) Advogado : Davi Pedreira de Souza (OAB: 14591/BA) Relator : Antônio Maron Agle Filho 0046538-75.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Bradesco Financiamentos S.2011.0001 Apelação Salvador Apelante : Luiz Carlos Leal Figueredo Advogado : Carlos Fernando de Menezes Moreira (OAB: 16770/BA) Apelado : Inss .8.0001 Apelação Salvador Apelante : Agerba.0001 Apelação Salvador Apelante : Antonio Pereira da Silva Advogado : José Joaquim Sousa Ferreira (OAB: 23596/BA) Advogado : Gildemar Lima Bittencourt (OAB: 10165/BA) Apelado : Banco Itaucard S/A Advogado : Eduardo Fraga (OAB: 10658/BA) Advogado : Andréa Freire Tynan (OAB: 10699/BA) Advogado : José Manuel Trigo Duran (OAB: 14071/BA) Relator : Maria do Socorro Barreto Santiago 0037792-92. Teixeira Almeida Cézar Santos 0042279-71.05.Instituto Nacional do Seguro Social Procurador : Elismara de Sousa Farias Apelado : Rita de Cassia de Andrade Costa Oliveira Advogado : Carini Marques Alvarez (OAB: 25803/BA) Relator : José Edivaldo Rocha Rotondano 0046816-23. Estado : Lorena Miranda Santos Relator : Gesivaldo Nascimento Britto 0037721-90.05.Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Leonardo Lima Nazareth Andrade Relator : Rolemberg José Araújo Costa 0042721-37.8.8.05.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0001 Apelação Salvador Apelante : Unimed de Salvador Cooperativa de Trabalho Medico Advogada : Betânia Rocha Rodrigues (OAB: 15356/BA) Apelado : Veralice Salignac de Souza Advogado : Polibio Helio Lago (OAB: 6611/BA) Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0047818-47.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Erly Figueiredo Souza da Hora Advogado : Andreza de Oliveira Cerqueira (OAB: 18482/BA) Apelado : Inss .2008.2009.

Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Marta Freire Mehmeri Relator : Maria do Socorro Barreto Santiago 0056330-87.Disponibilização: sexta-feira.8.8.8.8.05.05.2009.05.Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Marta Freire Mehmeri Relator : Telma Laura Silva Britto 0066366-67.1999.0001 Apelação Salvador Apelante : Zenivalda da Silva Magalhaes Advogado : Celso Vedovato de Souza (OAB: 16861/BA) Apelado : Inss . Estado : Adriano Carvalho Ahringsmann Apelado : Amario Conceição de Oliveira Advogado : Roberto de Oliveira Aranha (OAB: 14903/BA) Relator : Carmem Lucia Santos Pinheiro 0074014-25.8.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Jose Marcelo Oliveira Ferreira Advogado : Antonio Henrique Pereira (OAB: 34384/BA) Apelado : Ministério Público Promotor : Ramires Tyrone de A. Carvalho Relator : Luiz Fernando Lima 0062228-47.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8.8. Estado : Roberto Lima Figueiredo Apelado : Joao Eloy da Costa Filho Apelado : Yone Catharina Almeida Oliveira Apelado : Marina Silva Rosas Apelado : Maria Bernadete Britto Regebe Apelado : Sidronia Nunes Costa Advogado : Goya Lamartine da Costa E Silva (OAB: 10917/BA) Relator : Lisbete M.0001 Apelação Salvador Apelante : Estado da Bahia Proc. Teixeira Almeida Cézar Santos 0071184-91.0001 Apelação Salvador Apelante : Jefferson Evangelista dos Santos Advogado : Hidalmar Duarte de Andrade (OAB: 30320/BA) Apelado : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Rouqe de Oliveira Brito Relator : Aliomar Silva Britto 0074521-35. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 69 0054523-37.05.2008.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Santander (Brasil) S/A Advogado : Alberto Ribeiro Neto (OAB: 34073/BA) Apelado : Livia Maria Santos de Menezes Advogado : Alexandre Vasconcelos Mello (OAB: 22284/BA) Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho 0075859-73. Financiamento e Investimento S/A Advogado : Bruna Jamille de Souza Lima (OAB: 27307/BA) Advogado : Leilane Cardoso Chaves Andrade (OAB: 17488/BA) Advogado : José Augusto Silva Leite (OAB: 8270/BA) Advogada : Mariana Matos de Oliveira (OAB: 12874/BA) Apelado : Genário Alves Vieira Advogado : Henrique Borges Guimarães Neto (OAB: 17056/BA) Advogado : Márcio Beserra Guimarães (OAB: 21323/BA) Relator : Sara Silva de Brito 0074696-14.2006.05.8.2006.2009.05.05.2010.0001 Apelação Salvador Apelante : Aymoré Crédito.0001 Apelação Salvador Apelante : Estado da Bahia Proc.0001 Apelação Salvador Apelante : Espolio de Carlos Santos Santana Rep Por Patricia Santos Santana Advogada : Maria da Saúde Brito Bomfim Rios (OAB: 19337/BA) .0001 Apelação Salvador Apelante : Maria Lucia Luz de Oliveira Advogado : Marcelo Gomes Sotto Maior (OAB: 10161/BA) Apelado : Inss .8.2004.2001.

Agencia de Fomento do Estado da Bahia S/A Advogado : Flavio França Daltro (OAB: 15834/BA) Advogado : Marcos Imbassahy Guimarães Moreira (OAB: 17831/BA) Relator : Antônio Maron Agle Filho 0077273-72.0001 Apelação Salvador Apelante : Raimundo Gomes da Silva Advogado : Águeda Véras de Macedo (OAB: 22565/BA) Apelado : Companhia de Seguros Aliança da Bahia Apelado : Seguradora Lider dos Consorcios do Seguro Dpvat S/A Advogado : Maria Auxiliadora Garcia Durán Alvarez (OAB: 21193/BA) Advogado : Clávio de Melo Valença Filho (OAB: 27752/BA) Advogada : Daniela de Morais Furtado (OAB: 37116/BA) Advogado : Mariana Netto de Mendonça Paes (OAB: 27397/BA) Relator : Telma Laura Silva Britto 0077705-81.8.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Suarez Incorporações Ltda Advogado : Daniela Machado Barbosa (OAB: 13156/BA) Apelado : Ernani Vinicius Magarão de Oliveira Apelado : Iane Santos de Oliveira Advogado : Luiz Gonzaga de Paula Vieira (OAB: 443B/BA) Relator : José Olegário Monção Caldas 0080965-50.2002. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 70 Advogado : Epifanio Araujo Nunes (OAB: 28293/BA) Apelado : Desenbahia.0001 Apelação Salvador Apelante : BB Administradora de Cartoes de Credito S/A Apelante : Banco do Brasil S/A Advogado : Paula Rodrigues da Silva (OAB: 30606/BA) Advogado : Marcelo Ferreira de Moura (OAB: 28799/BA) Advogado : Marina Valverde Calasans Nunesmaia (OAB: 20942/BA) Advogado : Victor Ferreira Santos de Souza (OAB: 25050/BA) Advogado : Rogério Amaral Souto Gargur Martins (OAB: 25072/BA) Advogado : Uilton Lopes Madeira (OAB: 22762/BA) Apelado : Simara Nogueira Ellery Advogado : Elgle Souza Rosa (OAB: 17146/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia .1998.05.2010.05.8.2008.8.Disponibilização: sexta-feira.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Cacilda de Sousa Andrade Advogado : Ricardo José Paradella Mercês Santos (OAB: 24736/BA) Apelado : Inss.8.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05.0001 Apelação Salvador Apelante : INSS Instituto Nacional do Seguro Social Procuradora : Elismara de Sousa Farias Agravado : Antonio Cesar Barbosa Cruz Advogado : Daniela Correia Torres (OAB: 12722/BA) Relator : Maria da Purificação da Silva 0081626-58.05.05.05.2000.2010. Estado : Adriano Ferrari Santana Relator : Antônio Maron Agle Filho 0078159-90.0001 Apelação Salvador Apelante : Ubirajara Vieira Advogado : Maria da Gloria Vieira da Silva (OAB: 198A/BA) Apelado : Estado da Bahia Proc.2002.05.Instituto Nacional do Seguro Social Procuradora : Elismara de Sousa Farias Relator : Daisy Lago Ribeiro Coelho 0078214-61.0001 Apelação Salvador Apelante : Milton Cruz Filho Advogado : Carlos Magno Cunha de Cerqueira (OAB: 13117/BA) Apelado : Luzia Maria Silva Cruz Advogado : Cecilia Maria Cardoso Dorea (OAB: 16218/BA) Relator : Gesivaldo Nascimento Britto 0077275-61.

05.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Aymoré Crédito Financiamento e Investimento S/A Advogado : Antonio Carlos Dantas Goes Monteiro (OAB: 13325/BA) Apelado : Marcos Vinicius Vilas Boas Brito Advogado : Luciana Oliveira de Souza (OAB: 23509/BA) Relator : Maria da Graça Osório Pimentel Leal 0086311-93.05.2008.2009.2011.Fundação Assistêncial dos Servidores do Ministério da Fazenda Advogado : Tereza Cristina Guerra Dória (OAB: 15959/BA) Apelado : Elane de Oliveira Souza Advogado : Suzelma Araújo de Santana (OAB: 18125/BA) Relator : José Edivaldo Rocha Rotondano 0083126-33.8.8.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Estado da Bahia Proc.0001 Apelação Salvador Apelante : Municipio do Salvador Proc.8.2000. Munícipio : Celia Maria Bastos de Almeida Apelado : Osvaldo Sousa Meneses Def.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Jonas Aragão Bulcao Advogado : Eddie Parish Silva (OAB: 23186/BA) Advogado : Carlos Zenandro Ribeiro Sant ana (OAB: 27022/BA) .0001 Apelação Salvador Apelante : Naiza Maria Costa da Silva Advogado : Fábio Tinel Pinheiro de Matos (OAB: 30159/BA) Apelado : Banco Volkswagen S/A Advogado : Eduardo Ferraz Perez (OAB: 4586/BA) Advogado : André Meyer Pinheiro (OAB: 24923/BA) Relator : Gesivaldo Nascimento Britto 0086551-53.05. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 71 0082026-62.0001 Apelação Salvador Apelante : Wasghinton Lopes Rosario Advogado : Francisco de Assis Junior (OAB: 12698/BA) Advogado : Lilian Oliveira de Azevedo Almeida (OAB: 19189/BA) Advogada : Ana Claudia Pereira de Andrade (OAB: 33869/BA) Apelado : Inss .05.2008.0001 Apelação Salvador Apelante : Inss .8.Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Elismara de Sousa Farias Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0086772-36.2004.2011. Estado : Adriano Ferrari Santana Apelante : Meire Cruz Menezes Apelado : Meire Cruz Menezes Advogado : Tiago Correia Santana (OAB: 24590/BA) Apelado : Estado da Bahia Relator : Maria do Socorro Barreto Santiago 0087985-09.2009.05.Derba Procurador : Luiz Souza Cunha Advogado : Carla Roberta Viana de Almeida (OAB: 33668/BA) Relator : Rolemberg José Araújo Costa 0085133-80.8.Disponibilização: sexta-feira.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Marta Freire Mehmeri Apelado : Gilberto da Silva Goes Advogado : Sarah Teles Ponte de Lima (OAB: 27075/BA) Advogado : Celso Vedovato de Souza (OAB: 16861/BA) Relator : Carmem Lucia Santos Pinheiro 0083593-70.05.8.2009. Público : Astolfo Santos Simões de Carvalho Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0085461-44.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Assefaz .Estrutura de Transportes da Bahia .8.0001 Apelação Salvador Apelante : Moisés Oliveira Aguiar Advogada : Izabel Batista Urpia (OAB: 12972/BA) Apelado : Departamento de Infra.

Estrutura de Transportes da Bahia . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 72 Apelado : INSS Instituto Nacional do Seguro Social Procurador : Nilson Jorge Costa Guimaraes Relator : Maria da Graça Osório Pimentel Leal 0089657-57.8.2007.05.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Departamento de Infra.05.2008.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Panamericano S/A Advogado : Daniela Sousa Ferreira (OAB: 29763/BA) Advogado : Rafael Pordeus Costa Lima Filho (OAB: 3432/CE) Advogada : Teresa Cristina Pitta Pinheiro Fabricio (OAB: 14694/CE) Advogado : Igor Ramon Santos Jesus da Rocha (OAB: 23344/BA) Apelado : Claudio Marcos Oliveira Couto Advogado : Marcelo Augusto Santos Pondé (OAB: 19472/BA) Relator : Aidê Ouais 0101452-55.Departamento de Infra.Disponibilização: sexta-feira.05.Instituto Nacional Do Seguro Social Procuradora : Marta Freire Mehmeri Apelado : Jusilene Gonçalves da Silva Advogado : Ana Izabel Jordão de Freitas Pinheiro Gomes (OAB: 19168/BA) Advogado : Marcos Barroso de Oliveira (OAB: 30579/BA) Relator : Lisbete M.Derba Procurador : Luiz Souza Cunha Advogado : Maria da Conceição Reis de Jesus Pinha (OAB: 27707/BA) Apelado : Joao Rodrigues de Oliveira Apelado : Jorge Jose de Oliveira Apelado : Julio Miranda Apelado : Miguel Jose de Oliveira Advogada : Izabel Batista Urpia (OAB: 12972/BA) Relator : Maria da Graça Osório Pimentel Leal 0091184-78.2005.Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Leonardo Lima Nazareth Andrade Apelado : Maria de Fatima da Conceição Santos Advogado : Marion Silveira (OAB: 22769/BA) Relator : Daisy Lago Ribeiro Coelho 0091047-67.8.05.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Itau Unibanco S/A Advogado : Mauricio Coimbra Guilherme Ferreira (OAB: 91811/MG) Apelado : Irineu Cristiano dos Santos Cardoso Advogado : Gilberto Azevedo da Silva (OAB: 34750/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0098077-85.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Inss . Teixeira Relator : Maria da Purificação da Silva 0092700-70.2008.8.8.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Hapvida Assistência Médica Ltda Advogado : Marcus Vinicius Brito Passos Silva (OAB: 20073/BA) Apelada : Raimunda Morais da Silva Def.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0001 Apelação Salvador Apelante : Jose Rumão Silva Advogado : Matheus de Oliveira Brito (OAB: 20717/BA) Apelado : Banco Bradesco Financiamentos S/A Advogado : Waldemiro Lins de Albuquerque Neto (OAB: 11552/BA) Relator : Gardenia Pereira Duarte 0098665-58.Estrutura de Transporte da Bahia Advogado : Luiz Carlos Souza Cunha (OAB: 3440/BA) Apelado : Braulino Ferreira Brito Apelado : Maria das Graças Fontes de Mesquita Advogada : Izabel Batista Urpia (OAB: 12972/BA) Relator : Ezir Rocha do Bomfim 0093848-48.0001 Apelação Salvador Apelante : Derba.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Inss .2008.2011.2006.05. Teixeira Almeida Cézar Santos . Público : Camila Angelica Canario de S.2007.

0001 Apelação Salvador Apelante : Jairo Barreiros de Almeida Advogado : Vitor Emanuel Lins de Moraes (OAB: 15969/BA) Advogado : Igor Souza de Jesus (OAB: 23302/BA) Advogado : Caio Victor Castilho Maia de Almeida (OAB: 29652/BA) Apelado : Banco Santander (Brasil) S/A Advogado : Juliana da Silva Coimbra (OAB: 29759/BA) Advogada : Mariana Matos de Oliveira (OAB: 12874/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0109566-85.2007.0001 Apelação Salvador Apelante : Roberto Santos Carvalho Advogado : Natalia Borges de Andrade (OAB: 34648/BA) Apelado : Banco Bradesco Financiamentos S.05.05. Estado : Eliane Andrade Relator : Telma Laura Silva Britto .0001 Apelação Salvador Apelante : Marisselma Santana Fernandes de Souza Advogado : André Calheira Menezes (OAB: 31260/BA) Advogado : Vonnaire Santos Fonseca (OAB: 32507/BA) Apelante : Estado da Bahia Proc.05.8.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 73 0102125-87.2008. Estado : Nacha Guerreiro Souza Avena Relator : Rolemberg José Araújo Costa 0103080-84.05.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Antonia de Oliveira Santos Apelante : Maria de Lourdes Nunes Galvão Apelante : Marilene de Macedo Fonseca Apelante : Maricelia Britto Teixeira Apelante : Maria do Carmo Garcez Gesteira Advogado : Marcus Vinícius de Carvalho Oliveira (OAB: 18999/BA) Apelado : Estado da Bahia Proc.2007.0001 Apelação Salvador Apelante : Asbec-sociedade Baiana de Educação e Cultura S/A Advogado : Ailton Cardoso da Silva Júnior (OAB: 13935/BA) Advogado : Emanuel Fernandes da Cunha Moura (OAB: 19464/BA) Advogado : Priscila Narriman Abreu de Lima Silva (OAB: 22471/BA) Advogado : Leonardo Mendes da Silva Cezar (OAB: 24962/BA) Advogado : Luiz Tadeu Viana de Melo (OAB: 26083/BA) Advogado : Carolina Oliveira Serra da Silveira (OAB: 27030/BA) Apelado : Andre Guimarães Construções Ltda Advogado : Leonardo Baruch Miranda de Souza (OAB: 23772/BA) Recurso Adesivo : André Guimarães Construções Ltda Relator : Carmem Lucia Santos Pinheiro 0103281-42.05.8.2008.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0001 Apelação Salvador Apelante : Rosineide Bispo Fagundes Apelante : Valtemira Teixeira Santos Apelante : Maria das Graças Oliveira Aguiar Apelante : Gilvan Simplicio dos Santos Apelante : Maria Jose Santana de Andrade Apelante : Irene de Matos Apelante : Jureme Cavalcante Marques Advogado : Marcus Vinícius de Carvalho Oliveira (OAB: 18999/BA) Advogado : Javier Pereira Pena Cal (OAB: 16700/BA) Advogado : Daniel Gonçalves Pontes Sodré (OAB: 16708/BA) Apelado : Estado da Bahia Proc.A Advogado : Fabíola Thereza de Souza Muniz dos Santos (OAB: 23880/BA) Advogado : Claudio Kazuyoshi Kawasaki (OAB: 1110A/BA) Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0110033-98. Estado : Deyse Deda Catharino Gordilho Apelado : Marisselma Santana Fernandes de Souza Apelado : Estado da Bahia Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho 0107298-58.2008.2009.Disponibilização: sexta-feira.8.8.

05.2009.Disponibilização: sexta-feira. Munícipio : Cristina Menezes Pereira Apelado : Maria Angelica da Silva Jesus Def.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Inss-instituto Nacional do Seguro Social Procuradora : Elismara de Sousa Farias Apelado : Valdete Pinheiro de França Reis Advogado : Solon Fonseca da Anunciação (OAB: 17986/BA) Relator : Marcia Borges Faria 0115736-73. Estado : Perpétua Leal Ivo Valadão Apelado : Marcel Simoes Mutti Apelado : Daianne Micheline Costa Neves Apelado : Saulo Carvalho de Oliveira Apelado : Idailton Conceição dos Reis Apelado : Clemens Pereira Guedes Apelado : Jose Cassio Lopes de Souza Apelado : Sueli Dantas Conceição Apelado : Dielton Pitanga Gonçalves Apelado : Sandra Costa Guimaraes de Lima Advogado : Cristiane Barros Lopes de Menezes (OAB: 14694/BA) Relator : Lisbete M.2010.2009.8.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Municipio do Salvador Proc.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05.8.05.2009.0001 Apelação Salvador Apelante : Hsbc Bank Brasil S/A Banco Múltiplo Advogado : Murilo Gomes Mattos (OAB: 20767/BA) Advogada : Maria Carolina da Fonte de Albuquerque Silva (OAB: 20795/PE) Apelado : Rosane de Miranda Guerra Araujo Advogado : Leon Souza Venas (OAB: 26715/BA) Advogado : Vilson Marcos Matias dos Santos (OAB: 15865/CE) Relator : José Olegário Monção Caldas 0113101-51.2008.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Bradesco Financiamentos S. Teixeira Almeida Cézar Santos 0111599-48.0001 Apelação Salvador Apelante : Osvaldo Martine de Castro Filho Advogado : Adilson Dantas Conceição (OAB: 17377/BA) Apelado : Inss .05.0001 Apelação Salvador Apelante : Estado da Bahia Proc.8. Público : Astolfo Santos Simões de Carvalho Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0120029-62.8. Estado : Adriano Carvalho Ahringsmann Apelado : Gilberto dos Santos Teixeira Apelado : João Batista da Cruz Pontes Apelado : Sergio Raymundo Raykil Pinheiro Advogado : Robertto Lemos e Correia (OAB: 7672/BA) Relator : Carmem Lucia Santos Pinheiro 0113068-03. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 74 0110978-17.05.05.8.2003.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Estado da Bahia Procª.2006.0001 Apelação Salvador Apelante : Inss-instituto Nacional do Seguro Social .05.2008.A Advogado : Lucas Azevedo Rios Maldonado (OAB: 37472/BA) Advogado : Cristiane Belinati Garcia Lopes (OAB: 25579/BA) Advogado : Julio Cesar Valeriano da Silva (OAB: 30587/BA) Advogado : Daniela Arruda Castro (OAB: 28509/BA) Apelado : Ailton dos Santos Pedro Advogado : Edna Santos Pereira (OAB: 13508/BA) Advogado : Jeferson Costa dos Santos (OAB: 20045/BA) Relator : Gesivaldo Nascimento Britto 0119136-61.Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Leonardo Lima Nazareth Andrade Relator : José Olegário Monção Caldas 0111075-17.8.

0001 Apelação Salvador Apelante : Aymoré Crédito. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 75 Procuradora : Marta Freire Mehmeri Apelado : Maria Jose Anjos dos Santos Advogado : Jose Edmar da Silva (OAB: 12449/BA) Relator : Silvia Carneiro Santos Zarif 0120341-33.0001 Apelação Salvador Apelante : Comprev .05.8.2004.2006. Estado : Cristina Sacramento Barros Silva Apelado : Caf .2009.05.2007.8.8.05. Teixeira Apelado : Santa Casa de Misericordia da Bahia Advogado : Thais Andrade Das Neves (OAB: 19489/BA) Advogado : Romolo Dias Costa Neto (OAB: 14449/BA) Advogado : Archimedes Custodio Almada de Mello Junior (OAB: 14412/BA) Advogado : Humberto Vieira Barbosa Netto (OAB: 21492/BA) Advogado : Kathia Norberto Mattos (OAB: 10549/BA) Relator : José Edivaldo Rocha Rotondano 0127456-76. Estado : Eliane Andrade Relator : Ezir Rocha do Bomfim 0126471-05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05.0001 Apelação Salvador Apelante : Zuleide Macedo Maia Badaro Def.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Balbina da Silva Carmo Apelante : Cremilda Conceição de Moura Apelante : Cleonice de Almeida Tavares Apelante : Alice Ramos Neta Dias Apelante : Marialda Teixeira Matos Apelante : Estelita Neri dos Santos Advogado : Marcus Vinícius de Carvalho Oliveira (OAB: 18999/BA) Advogado : Javier Pereira Pena Cal (OAB: 16700/BA) Advogado : Daniel Gonçalves Pontes Sodré (OAB: 16708/BA) Apelado : Estado da Bahia Proc.Disponibilização: sexta-feira.8. Financiamento e Investimento S/A Advogado : Jamile Bárbara da Hora Serrano (OAB: 28930/BA) Advogada : Mariana Matos de Oliveira (OAB: 12874/BA) Advogado : José Augusto Silva Leite (OAB: 8270/BA) Advogado : Gleidson Rodrigo da Rocha Charão (OAB: 27072/BA) Apelado : Lourival Dias Lima Filho Advogado : Daniele da Hora Santana (OAB: 15771/BA) Relator : Maria da Purificação da Silva 0126458-06.2006.05.Cia de Águas Funcionais do Nordeste Advogado : Adelson Marcelino Correia da Silva (OAB: 3515/AL) Relator : Maria do Socorro Barreto Santiago 0123489-52.05.2006.Uniao Previdenciaria Cometa do Brasil .0001 Apelação Salvador Apelante : Estado da Bahia Proc.8.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Ranna Cabús Advogado : Fernando Brandão Filho (OAB: 3838/BA) Advogado : Maria Antonieta Santos Lopes (OAB: 13666/BA) Apelado : Banco Santander Brasil S/A Advogado : Juliana da Silva Coimbra (OAB: 29759/BA) Advogada : Mariana Matos de Oliveira (OAB: 12874/BA) Advogado : José Augusto Silva Leite (OAB: 8270/BA) Advogado : Ana Luiza de Oliveira Lédo Mendonça (OAB: 23338/BA) Relator : Sara Silva de Brito 0124327-92.8. Público : Camila Angelica Canario de S.0001 Apelação Salvador Apelante : Tam Linhas Aéreas S/A Advogado : Karissia Barsanúfio de Miranda (OAB: 22644/BA) Apelado : Esdras Ribeiro da Silva Advogado : Cristiane Magalhães da Costa (OAB: 13616/BA) Relator : José Edivaldo Rocha Rotondano 0121393-59.2007.

05.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Uelinton Santana França Advogado : Marcelo Fernandez Cardillo de Morais Urani (OAB: 18187/BA) .05.2002.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Antonio Marcos Silva Oliveira Advogado : Luciana Oliveira de Souza (OAB: 23509/BA) Apelado : Banco Bmg S/A Advogado : Elizete Aparecida de Oliveira Scatigna (OAB: 26262/BA) Advogado : Alexandre Ribeiro Fuente Canal (OAB: 167974/SP) Advogado : Cicero Nobre Castello (OAB: 71140/SP) Relator : José Cícero Landin Neto 0131750-40.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 76 Advogado : Lusiane Marluce Sousa Bahia Veloso (OAB: 19191/BA) Advogado : Diana Maria Torres Mendes de Oliveira (OAB: 6698/BA) Apelado : Sandra Maria Santana Filgueiras Advogado : Andre Fernando Bassan Teixeira (OAB: 13802/BA) Relator : José Cícero Landin Neto 0128751-75.05.2007.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Sanara Silva da Palma Advogado : Sérgio Barbosa da Silva (OAB: 19238/BA) Apelado : Jaimilson Magalhaes da Palma Advogado : Alaide Soares da Silva (OAB: 9837/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0134962-74.2004.8.8.2009. Advogado : Danilo Muniz Dias Lima (OAB: 21554/BA) Apelante : Alexsandra Bezerra Andrade Advogado : Marizete Pereira dos Santos (OAB: 9385/BA) Apelado : Alexsandra Bezerra Andrade Apelado : Santa Helena S/A Incorporações e Construções Apelado : Villa Costeira Empreendimentos Ltda Relator : Sara Silva de Brito 0129285-53.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Santa Helena S/A Incorporações e Construções Advogado : Claudio de Figueiredo Onofre da Silva (OAB: 9520/BA) Apelante : Villa Costeira Empreendimentos Ltda.Departamento Estadual de Trânsito da Bahia Advogado : Maria Auxiliadora Torres Rocha Cordeiro (OAB: 6916/BA) Apelado : Francisco Costa Apelado : Clarice Farias Leal Apelado : Jahel Conceição Motta Apelado : Dalmar Perciliano Soares Advogada : Izabel Batista Urpia (OAB: 12972/BA) Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho 0136636-19.2005.8.8.05.8.Disponibilização: sexta-feira.2009.0001 Apelação Salvador Apelante : Marcos Soares de Souza Advogado : Pedro Neves (OAB: 17041/BA) Apelado : Inss .2008.Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Leonardo Lima Nazareth Andrade Relator : Marcia Borges Faria 0135920-84.0001 Apelação Salvador Apelante : Detran/ba .05.0001 Apelação Salvador Apelante : BB Administradora de Cartões de Credito S/A Apelante : Banco do Brasil S/A Advogado : Paula Rodrigues da Silva (OAB: 30606/BA) Advogado : Marcelo Ferreira de Moura (OAB: 28799/BA) Advogado : Marina Valverde Calasans Nunesmaia (OAB: 20942/BA) Advogado : Victor Ferreira Santos de Souza (OAB: 25050/BA) Advogado : Rogério Amaral Souto Gargur Martins (OAB: 25072/BA) Advogado : Dixie Anny Capelli Figueiredo (OAB: 28774/BA) Apelado : Simara Nogueira Ellery Advogado : Taisa Araujo Reis (OAB: 33580/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia 0135176-21.

2007.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Panamericano S/A Advogado : Daniela Sousa Ferreira (OAB: 29763/BA) Advogado : Igor Ramon Santos Jesus da Rocha (OAB: 23344/BA) Advogada : Teresa Cristina Pitta Pinheiro Fabricio (OAB: 14694/CE) Advogado : Rafael Pordeus Costa Lima Filho (OAB: 3432/CE) Advogado : Paulo Fabricio (OAB: 18164/CE) Apelado : Carlos Roberto Cordeiro Blietgen Advogado : Alexandre Ribeiro Caetano (OAB: 19338/BA) Relator : Augusto de Lima Bispo 0139828-18.2008.2009.05.8.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Bradesco Financiamentos S/A Advogado : Gustavo Ramos dos Santos (OAB: 36527/BA) Advogado : Carolina da Silva Souza (OAB: 29961/BA) Apelado : Juliana de Fatima Garcia Diniz Advogado : Rui Licinio de Castro Paixao Filho (OAB: 16696/BA) Relator : Maria da Graça Osório Pimentel Leal 0140271-03.8.05.2008.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Santander (Brasil) S/A Advogado : Verbena Mota Carneiro (OAB: 14357/BA) Advogado : Aldano Ataliba de Almeida Camargo Filho (OAB: 1048A/BA) Apelado : Luz Lar Comércio de Materiais para Construção e Utilidades do Lar Ltda.0001 Apelação Salvador Apelante : Hsbc Bank Brasil S/A .Banco Múltiplo Advogado : Antonio Braz da Silva (OAB: 25998/BA) Advogado : Glauco de Araújo Jesus (OAB: 33006/BA) Advogado : Cleyton de Souza Santos (OAB: 35240/BA) Advogado : George Wallace Pereira Cedraz Lopes (OAB: 33557/BA) Apelado : Claucar Auto Peças Ltda.2008. Advogado : Harianna dos Santos Barreto (OAB: 17280/BA) Relator : Maria da Purificação da Silva 0138623-51. Advogado : Stephanie Correia Carvalho de Oliveira (OAB: 37011/BA) Advogado : Antonio Carlos Souza Ferreira (OAB: 11889/BA) Advogado : Daisy Kelly de Sousa Borges (OAB: 25264/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá 0139634-18.8.8.2008.0001 Apelação Salvador Apelante : Carmelito Caetano da Silva Advogado : Natalia Borges de Andrade (OAB: 34648/BA) Apelado : Banco Dibens Leasing S/A Arrendamento Mercantil Advogado : Douglas Leite Pitanga (OAB: 29291/BA) Advogado : Aieska Ellen Souza Ribeiro (OAB: 35719/BA) Advogada : Amanda Lima Garcez (OAB: 35147/BA) Advogado : Mariana Lopes Cerqueira (OAB: 34760/BA) Relator : José Cícero Landin Neto 0141637-09.0001 Apelação Salvador Apelante : Edson Ferreira dos Reis Advogado : Vilobaldo Herculano Ramos Filho (OAB: 10191/BA) Apelado : Ministério Público do Estado da Bahia Promotora : Sônia Maria da Silva Brito Relator : Carlos Roberto Santos Araújo 0138758-97.05.05. Estado : Luis Ricardo Teixeira de Abreu Apelado : Dorilea de Oliveira Santos Gonçalves Advogado : Daniela Hohlenwerger Samartin Fernandes (OAB: 19134/BA) Advogado : Fabiano Samartin Fernandes (OAB: 21439/BA) Relator : Gardenia Pereira Duarte . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 77 Apelado : Ministério Público Promotor : Airton Oliveira Souza Relator : Almir Pereira de Jesus 0137367-73.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Estado da Bahia Proc.2007.8.Disponibilização: sexta-feira.

0001 Apelação Salvador Apelante : Inss.8.Disponibilização: sexta-feira.05. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 78 0142188-33.A Advogado : Mariana Lopes Cerqueira (OAB: 34760/BA) Apelado : Taiana Lima Marins Advogado : Marla Nogueira Cintra (OAB: 24251/BA) Advogado : Ayana Santos Silva (OAB: 26632/BA) Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho 0155524-94.2008.05.Uniao Previdenciaria Cometa do Brasil Advogado : Lusiane Marluce Sousa Bahia Veloso (OAB: 19191/BA) Advogado : Diana Maria Torres Mendes de Oliveira (OAB: 6698/BA) Apelado : Sandra Maria Santana Filgueiras Advogado : Andre Fernando Bassan Teixeira (OAB: 13802/BA) Relator : José Cícero Landin Neto 0149407-24.0001 Apelação Salvador Apelante : Celma Ferreira Luz Advogado : Ailton da Silva Lima (OAB: 14505/BA) Apelado : Banco Bradesco Financiamentos S.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .2008. Estado : João Monteiro Relator : José Edivaldo Rocha Rotondano 0146827-26.A Advogado : Fernando Augusto de Faria Corbo (OAB: 25560/BA) Relator : Sara Silva de Brito 0145399-04.0001 Apelação Salvador Apelante : Bv Financeira S/A Credito Financiamento E Investimento Advogado : Patrícia Souto Viana (OAB: 30938/BA) Advogado : Liana Monteiro de Brito (OAB: 31107/BA) Advogado : Celso David Antunes (OAB: 1141A/BA) Advogado : Luis Carlos Monteiro Laurenço (OAB: 16780/BA) Advogado : Aildes Santos Silva Dorea (OAB: 34234/BA) Apelado : Alfedro dos Santos Advogado : Cícero Dias Barbosa (OAB: 17374/BA) Advogado : Clécio da Rocha Reis (OAB: 16387/BA) Relator : Carmem Lucia Santos Pinheiro 0153209-93.8.Instituto Nacional do Seguro Social Procuradora : Marta Freire Mehmeri Apelado : Aloisio Oliveira de Jesus Advogado : Daniela Correia Torres (OAB: 12722/BA) Relator : José Olegário Monção Caldas 0144500-06.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Bradesco Financiamentos S.Instituto Nacional Do Seguro Social Procuradora : Marta Freire Mehmeri Relator : Edmilson Jatahy Fonseca Júnior 0155152-48.8.0001 Apelação Salvador Apelante : José Milton Oliveira Cardoso Advogado : Gabriel Arcanjo de Oliveira Neto (OAB: 17209/BA) Apelado : Estado da Bahia Proc.05.Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia Advogado : Milena Gila Fontes (OAB: 25510/BA) .8.8.2007.05.8.8.05.2002.8.05.2004.2008.2007.0001 Apelação Salvador Apelante : Coelba .0001 Apelação Salvador Apelante : Valmir Teles de Jesus Defensor : Eduardo Camill Braun Carreira Apelado : Inss .0001 Apelação Salvador Apelante : Comprev .05.2007.05.2008.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Santander Brasil S/A Advogado : Bruna Jamille de Souza Lima (OAB: 27307/BA) Advogada : Mariana Matos de Oliveira (OAB: 12874/BA) Apelado : Luiz Alberto de Albuquerque França Advogado : Flávia Uckonn Oliveira (OAB: 23083/BA) Relator : Antônio Maron Agle Filho 0151746-19.

2009.0001 Apelação Salvador Apelante : Teodomira Teles Souza Def.8.05.Disponibilização: sexta-feira.8.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Carlos Antonio dos Santos Advogado : Max Weber Nobre de Castro (OAB: 13774/BA) Apelado : Banco Bradesco Financiamentos S/A Advogado : Anderson da Costa Garcia (OAB: 24964/BA) Relator : Maria da Purificação da Silva 0160972-14.0001 Reexame Necessário Salvador Remetente : Juiz de Direito de Salvador 4ª Vara da Fazenda Publica Interessado : Municipio do Salvador .A Advogado : Celso Marcon (OAB: 24460/BA) Apelado : Jose Mauricio Tourinho Barbosa Soares Advogado : Eduardo Boulhosa Gonzalez (OAB: 10777/BA) Advogado : Cleumar Nogueira Cavalcanti (OAB: 25688/BA) Relator : José Olegário Monção Caldas 0161845-14.0001 Apelação Salvador Apelante : Jailton Silva de Souza Apelante : Everaldo Santos Pereira Def.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Claudia Mendes Ferreira Advogado : Claudia Mendes Ferreira (OAB: 25992/BA) Apelante : Porto Seguro Companhia de Seguros Gerais Apelado : Porto Seguro Companhia de Seguros Gerais Advogado : Marco Roberto Costa Pires de Macedo (OAB: 16021/BA) Advogado : Otávio Alexandre Magalhães de Oliveira Filho (OAB: 25333/BA) Apelado : Claudia Mendes Ferreira Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0159941-56.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Bradesco Financiamentos S. Público : Joao Carlos Gavazza Martins Apelado : Inss .8.05. Público : José Jorge de Lima Apelado : Ministério Público Promotora : Iara Augusto da Silva Relator : Joanice Maria Guimarães de Jesus 0161881-90. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 79 Advogado : Paulo Marcel dos Santos Marques (OAB: 33527/BA) Advogado : Danielli Farias Rabelo Leitão (OAB: 21309/BA) Apelado : Iranilton Alvaro de Pinho Advogado : Maria Das Neves Matos de Lima Hurst (OAB: 13381/BA) Advogado : Juliana Matos Lemos (OAB: 20503/BA) Relator : Sara Silva de Brito 0157886-69.05.8.2009.0001 Apelação Salvador Apelante : Jose Roberto Oliveira Carvalho Advogado : Matheus de Oliveira Brito (OAB: 20717/BA) Advogado : Tainara Reis Aflitos (OAB: 27944/BA) Apelado : Paraná Banco S/A Advogado : Gabriel Chastinet Faskomy (OAB: 34691/BA) Relator : José Cícero Landin Neto 0159100-32.2008.2008.8.2006.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Marta Freire Mehmeri Relator : Carmem Lucia Santos Pinheiro 0162422-31.05.8.8.2009.2005.05.8.2007.05.0001 Apelação Salvador Apelante : José Lapa Gomes Caetano Advogado : Moysés Farouk da Silva Reis (OAB: 15397/BA) Advogado : Carine Santana de Souza (OAB: 29599/BA) Apelado : Brasil Kirin Industria de Bebidas S/A Advogado : Juan Uriel Martinez Cerqueira (OAB: 23661/BA) Advogado : Vinicius Camargo Silva (OAB: 155613/SP) Relator : Ezir Rocha do Bomfim 0159599-50.

0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Bradesco Financiamentos S/A Advogado : Gustavo Ramos dos Santos (OAB: 36527/BA) Advogado : Carolina da Silva Souza (OAB: 29961/BA) Advogado : Monique Luiza Carvalho Do Nascimento (OAB: 28088/BA) Advogado : Camila Matos Montalvão (OAB: 31491/BA) Advogado : Fernando Augusto de Faria Corbo (OAB: 25560/BA) Advogado : Márcio Alexandre Aguiar Madureira (OAB: 31337/BA) Advogado : Wilson Silva Waise Filho (OAB: 31333/BA) Apelado : Paulo Santos Davi Advogado : José Joaquim Sousa Ferreira (OAB: 23596/BA) Relator : José Edivaldo Rocha Rotondano 0193146-47.8.2007.05.Disponibilização: sexta-feira.2008.2007.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Citicard S/A Advogada : Mariana Matos de Oliveira (OAB: 12874/BA) Advogado : Gisele Grimaldi Figueirôa (OAB: 30361/BA) Advogado : José Augusto Silva Leite (OAB: 8270/BA) Advogado : Bruna Jamille de Souza Lima (OAB: 27307/BA) Apelado : Iraci Jesus Pereira Advogado : Marilene da Nova Carvalho (OAB: 8859/BA) Relator : Gesivaldo Nascimento Britto 0184866-87.8.8.2007.0001 Apelação Salvador Apelante : Elmo Santos Souza Def.8.05.8.8.2007.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 80 Proc.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Hipercard Banco Multiplo S/A Advogado : Paulo Roberto Castro Nunes (OAB: 30201/BA) Advogado : Celso David Antunes (OAB: 1141A/BA) Advogado : Luis Carlos Monteiro Laurenço (OAB: 16780/BA) Apelado : Marisa de Oliveira Vinhas Advogado : Alice de Assis Campos (OAB: 22536/BA) Relator : Daisy Lago Ribeiro Coelho 0176323-95. Público : José Brito Miranda de Souza Def.Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Elismara de Sousa Farias Apelado : Marcia da Cunha Ferreira Advogado : Anisio Pinheiro de Jesus (OAB: 7650/BA) Relator : Daisy Lago Ribeiro Coelho 0164772-84.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Munícipio : Gisane Tourinho Dantas Interessado : Úrsula Martins Catharino Advogado : Lívia Oliveira de Magalhães (OAB: 17007/BA) Relator : Daisy Lago Ribeiro Coelho 0163139-38.2007.2008.05.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Estado da Bahia Proc.0001 Apelação Salvador Apelante : Campelo Industria e Comercio Ltda Advogado : José Eduardo Dornelas Souza (OAB: 16636/BA) Advogado : José Rilton Tenório Moura (OAB: 1178A/BA) Apelado : Telemar Norte Leste S/A Advogado : Bruno Nascimento de Mendonça (OAB: 21449/BA) Advogado : Juliana Mota Pires Ferreira (OAB: 27053/BA) Relator : Sara Silva de Brito 0182489-46. Estado : Francisco Luiz Borges da Cunha Apelado : Jussinaldo Nonato Araujo Advogado : Ilarrim Santos Santana (OAB: 23715/BA) Relator : Silvia Carneiro Santos Zarif .05. Público : Wagner de Almeida Pinto Apelado : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Maria das Graças Polli Relator : Joanice Maria Guimarães de Jesus 0202697-51.0001 Apelação Salvador Apelante : Inss .

8. Jurídico : Antonio E.8.0000 Mandado de Segurança Salvador Impetrante : Sindseps . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 81 0301070-44. Souza Impetrado : Estado da Bahia Proc. Estado : João Carlos Macedo Monteiro (OAB: 14277/BA) Relator : Lisbete M.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Teixeira Almeida Cézar Santos 0314348-49. G.0001 Apelação Salvador Apelante : Sul America Seguro Saude S/A Advogado : Mônica Silva Machado (OAB: 33108/BA) Advogado : Mariana Netto de Mendonça Paes (OAB: 27397/BA) Advogado : Maria Auxiliadora Garcia Durán Alvarez (OAB: 21193/BA) Advogado : Clávio de Melo Valença Filho (OAB: 27752/BA) Apelado : Joel de Oliveira Filho Advogado : Antonio Pacheco Neto (OAB: 7136/BA) Relator : Aidê Ouais 0309206-30.2011.Credito Financiamento e Investimento Advogado : Luciana Mascarenhas Nunes (OAB: 19364/BA) Advogado : Bruno Henrique de Oliveira Vanderlei (OAB: 21678/PE) Relator : Marcia Borges Faria 0312857-73.8.05.2012.0001 Apelação Salvador Apelante : Antonio Carlos Santos de Jesus Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Apelado : Banco Panamericano S/A Advogado : Daniela Sousa Ferreira (OAB: 29763/BA) Relator : José Edivaldo Rocha Rotondano 0319338-83.Disponibilização: sexta-feira.05.Unibanco S/A Advogado : Nelson Paschoalotto (OAB: 24665/BA) Apelado : Jusiney Nunes Pereira Advogado : Evandro Batista dos Santos (OAB: 25288/BA) Relator : Lisbete M.8.2011.0001 Apelação Salvador Apelante : Metropolitan Life Seguros e Previdência Privada S/A Advogado : Fernando Brandão Filho (OAB: 3838/BA) Advogado : Maria Antonieta Santos Lopes (OAB: 13666/BA) Apelada : Maria de Lourdes Pereira dos Santos Por Si e Representando G.2011.05.Sindicato dos Servidores da Prefeitura do Salvador Advogado : Danilo Souza Ribeiro (OAB: 18370/BA) Impetrado : Presidente do Tribunal de Contas dos Municipios Proc. Teixeira Almeida Cézar Santos 0319784-86.05.2012.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Bradesco Financiamentos S/A Advogado : Mariana Lopes Cerqueira (OAB: 34760/BA) Apelado : Uelinton Luis dos Reis Batista Advogado : Lorena de Souza Nunes (OAB: 23884/BA) Relator : Maria da Purificação da Silva 0311307-40.0001 Apelação Salvador Apelante : Paulo Sergio da Hora Santos Advogado : Luis Renato Leite de Carvalho (OAB: 7730/BA) Advogado : Marcio Jose Ferreira dos Santos (OAB: 36662/BA) Advogada : Gabriela Ribeiro (OAB: 37337/BA) Apelado : Credifibra S/A .8.2012.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Santander Brasil S/A Advogada : Mariana Matos de Oliveira (OAB: 12874/BA) Advogado : Bruna Jamille de Souza Lima (OAB: 27307/BA) Advogado : José Augusto Silva Leite (OAB: 8270/BA) Apelado : Luis de Carvalho Soares Advogado : Moysés Maia Fontes Filho (OAB: 15772/BA) Advogado : Luiz Rodrigo de Carvalho Santos (OAB: 29962/BA) Advogado : João Henrique Jacintho Duarte de Souza (OAB: 25604/BA) Relator : Silvia Carneiro Santos Zarif .2012.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Itau . Advogado : Francimary de Deus (OAB: 30421/BA) Relator : Gesivaldo Nascimento Britto 0311501-40.2012. M.05.05.8.8. dos S.

0000 Processo Administrativo Disciplinar em face de Magistrado Itabuna Processante : Tribunal de Justiça Processado : Antonio Carlos de Souza Hygino Advogado : João Daniel Jacobina Brandão de Carvalho (OAB: 22113/BA) Advogado : Edil Muniz Macedo Junior (OAB: 32751/BA) Advogado : Brenno Cavalvanti A.05.0000 Habeas Corpus Irecê Impetrante : Edmon de Andrade Cerqueira Paciente : Walter Correia Gonzaga Advogado : Edmon de Andrade Cerqueira (OAB: 9666/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Irecê 1ª Vara Criminal Relator : Jefferson Alves de Assis 0320800-44.0000 Habeas Corpus Ilhéus Impetrante : Cosme José dos Reis Paciente : Andrea Teruzzi Advogado : Cosme José dos Reis (OAB: 13806/BA) Impetrado : Juiz de Direito de Ilhéus Vara do Júri e Delitos de Imprensa Procurador : Antonio Carlos Oliveira Carvalho Relator : Carlos Roberto Santos Araújo 0326188-22.2012.05.05.2012.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .2012. Financiamento e Investimentos Advogado : Celso David Antunes (OAB: 1141A/BA) Advogado : Luis Carlos Monteiro Laurenço (OAB: 16780/BA) Advogado : Thais Souza Costa (OAB: 34505/BA) Advogado : Débora Pires de Oliveira (OAB: 27516/BA) Advogado : Ana Carolina Leite dos Santos Menezes (OAB: 36330/BA) Apelado : Jaciara Maria da Purificação Conceição Advogado : Luis Renato Leite de Carvalho (OAB: 7730/BA) Advogado : Marcio Jose Ferreira dos Santos (OAB: 36662/BA) Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0331371-71.Disponibilização: sexta-feira.Crédito. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 82 0320209-82.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Bv Financeira S/A .8.8.05.Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Leonardo Lima Nazareth Andrade Relator : José Cícero Landin Neto 0328990-90.8.05.05.8. Brandão (OAB: 37556/BA) Relator : Telma Laura Silva Britto 0321050-77.2012.2012.8.8.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Bv Financeira S/A Credito Financiamento E Investimento Advogada : Carole Carvalho da Silva (OAB: 6058/BA) Advogado : Daniele Ramacciotti Gusmão (OAB: 21012/BA) Advogado : Carlos Marcelo Souto de Abreu (OAB: 26851/BA) Advogado : Alexandre Ribeiro Fuente Cañal (OAB: 29135/BA) Apelado : Jose de Souza Filho Advogado : Felipe Edmundo dos Santos Quadros (OAB: 16766/BA) Relator : Edmilson Jatahy Fonseca Júnior 0329706-20.0001 Apelação Salvador Apelante : Jose Ivo de Jesus Santos Advogado : Angela Mascarenhas Santos (OAB: 13967/BA) Apelado : Inss .2012.8.2012.8.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Santander (Brasil) S/A Advogado : Antonio Carlos Dantas Goes Monteiro (OAB: 13325/BA) .2012.0001 Apelação Salvador Apelante : BV Financeira S/A Credito Financiamento e Investimento Advogado : Celso David Antunes (OAB: 1141A/BA) Advogado : Luis Carlos Monteiro Laurenço (OAB: 16780/BA) Advogado : Aildes Santos Silva Dorea (OAB: 34234/BA) Advogado : Thais Souza Costa (OAB: 34505/BA) Advogado : Gabriela Viana Menezes (OAB: 30484/BA) Apelado : Thiago Souza Leal Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Advogado : Daniela dos Santos Barbosa (OAB: 36846/BA) Relator : Augusto de Lima Bispo 0330203-34.

8.05.0001 Reexame Necessário Salvador Remetente : Juiz de Direito de Salvador . de A.0001 Apelação Salvador Apelante : Carlos Silva Lopes Advogado : Eddie Parish Silva (OAB: 23186/BA) Advogado : Carlos Zenandro Ribeiro Sant ana (OAB: 27022/BA) Apelado : Inss . Oliveira Relator : José Alfredo Cerqueira da Silva 0360809-45. M.0001 Apelação Salvador Apelante : Adriano de Santana Correia Advogado : Elismar Messias dos Santos (OAB: 21417/BA) Apelado : Ministério Público Promotor : Danilo M.8.05.8.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Elismara de Sousa Farias Relator : Augusto de Lima Bispo 0367610-74.1a Vara da Infância e Juventude Interessado : V.2012.8.Instituto Nacional Do Seguro Social Procuradora : Elismara de Sousa Farias Relator : Sara Silva de Brito 0363063-88.0001 Apelação Salvador Apelante : Maria Marlene Santos Advogado : Max Weber Nobre de Castro (OAB: 13774/BA) Apelado : Aymoré Crédito Financiamento e Investimento S/A Advogado : Antonio Carlos Dantas Goes Monteiro (OAB: 13325/BA) Relator : Marcia Borges Faria 0339147-25.Diretor da Diretoria Regional da Educação Interessado : Diretor do Centro Estadual de Educação de Adultos Magalhaes Netto Relator : José Edivaldo Rocha Rotondano 0363047-37.05.2012.2012. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 83 Apelado : Janaldo Batista da Silva Advogado : Igor Batista de Oliveira (OAB: 33041/BA) Advogado : Rafael Alves de Moura (OAB: 34265/BA) Relator : Edmilson Jatahy Fonseca Júnior 0337141-45. S.2012.0001 Apelação Salvador Apelante : Edlincol Pitanga Santos Advogado : Eddie Parish Silva (OAB: 23186/BA) Advogado : Carlos Zenandro Ribeiro Sant ana (OAB: 27022/BA) Apelado : Inss .2012.05. de A.2012.8.Arrendamento Mercantil S/A Advogado : Celso David Antunes (OAB: 1141A/BA) Advogado : Aildes Santos Silva Dorea (OAB: 34234/BA) Advogado : Thais Souza Costa (OAB: 34505/BA) Advogado : Luis Carlos Monteiro Laurenço (OAB: 16780/BA) Advogado : Débora Pires de Oliveira (OAB: 27516/BA) Apelado : Antonio Marcos da Silva Souza Advogado : João Rodrigues Vieira (OAB: 18517/BA) Advogado : Antonio Carlos Souto Costa (OAB: 16677/BA) Relator : Telma Laura Silva Britto .0001 Apelação Salvador Apelante : Barbara Karine Nunes Osorio Vilas Boas Advogado : Marcos Sampaio de Souza (OAB: 15899/BA) Advogado : Cecília Lemos Machado (OAB: 28396/BA) Apelado : Arlete Guimaraes Ramos Apelado : Maria de Fatima Francisco Advogado : Paula Pereira Pires (OAB: 8448/BA) Advogado : Aurélio Pires (OAB: 1785/BA) Advogado : João Gonçalves Franco Filho (OAB: 11475/BA) Relator : Clésio Rômulo Carrilho Rosa 0339777-81.05.Disponibilização: sexta-feira.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Bv Leasing. Assistida Por Veruschka Silva de Almeida Advogado : Adriana de Sousa Guimarães (OAB: 14874/BA) Advogado : Karine da Costa Rocha Baptista (OAB: 16580/BA) Interessado : Direc .8.2012.8.

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .2013. Resolução TJBA nº 06/2011 e o Provimento CGJ 09/2012. e conforme o último Plantão Judiciário do mês de março de 2013.01. disponibilizada no DJE do dia 15.0001 Apelação Salvador Apelante : Josenira Sousa Santos Advogado : Nildes Carvalho da Silva (OAB: 26090/BA) Apelado : Inss .2012.2013 nas unidades judiciárias.2013.8.2012.0001 Apelação Salvador Apelante : Waldeque Alves Rodrigues Filho Advogado : Eddie Parish Silva (OAB: 23186/BA) Advogado : Carlos Zenandro Ribeiro Sant ana (OAB: 27022/BA) Apelado : Inss .05.03.05.175/2013-GSEC A DESEMBARGADORA IVETE CALDAS SILVA FREITAS MUNIZ.0001 Apelação Salvador Apelante : Andre Felipe Ataide de Souza Advogado : José Joaquim Sousa Ferreira (OAB: 23596/BA) Apelado : Banco Itau . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 84 0374520-20. haverá a suspensão do expediente no dia 28.0001 Apelação Salvador Apelante : Banco Fiat S/A Advogado : Fabiana Ramos de Sousa (OAB: 26976/BA) Apelado : Marcos Antonio Bahia Ferreira Advogado : João Rodrigues Vieira (OAB: 18517/BA) Advogado : Antonio Carlos Souto Costa (OAB: 16677/BA) Relator : José Cícero Landin Neto 0375325-70. em virtude do Decreto Judiciário nº 52/2013. no uso de suas atribuições.8. licenças e outros afastamentos autorizados em abril ou estiveram nos meses anteriores. disponibilizado no DJE do dia 22.8. Considerando que. . CORREGEDORA-GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA.03.05.2012.2012.8. Salvador. Considerando a sequência da Lista de Antiguidade dos Magistrados do primeiro grau.2012. entrância final. Considerando os Magistrados que estarão com férias.Instituto Nacional Do Seguro Social Procurador : Marta Freire Mehmeri Relator : Edmilson Jatahy Fonseca Júnior 0374789-59. Augusto Bastos Diretor do SECOMGE CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA GABINETE PORTARIA Nº CGJ . Considerando as disposições das Resoluções CNJ 71/2009 e 152/2012.8.05. 18 de abril de 2013.Unibanco S/A Advogado : Eduardo Fraga (OAB: 10658/BA) Relator : Maria do Socorro Barreto Santiago 0387643-85.Instituto Nacional Do Seguro Social Procuradora : Elismara de Sousa Farias Relator : Aidê Ouais 0376559-87.Disponibilização: sexta-feira.05.0001 Apelação Salvador Apelante : Antônio Mauri da Silva Advogado : Luiz Antonio da Silva Bonifacio (OAB: 6610/BA) Apelado : Aymoré Crédito Financiamento e Investimento S/A Advogado : Jamile Bárbara da Hora Serrano (OAB: 28930/BA) Advogada : Mariana Matos de Oliveira (OAB: 12874/BA) Advogado : José Augusto Silva Leite (OAB: 8270/BA) Relator : Maria do Socorro Barreto Santiago Ratifico a distribuição na data de 18 de abril de 2013.

Feitos R. das dezoito às oito horas do dia seguinte. Cív. os quais poderão estar ou não acompanhados de seu assessor. nesta Capital. Feitos R.Orfãos EDMUNDO LÚCIO DA CRUZ 9ª Vara Criminal ANDREA TOURINHO CERQUEIRA DE ARAÚJO 10ª Vara de Substituições REGINA MARIA COUTO DE CERQUEIRA 28ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais PAULO HENRIQUE BARRETO ALBIANI ALVES 28ª Feitos R. DE MEDEIROS NETTO 7ª Vara Criminal WOLNEY DE AZEVEDO PERRUCHO JÚNIOR 14ª Vara Criminal MARIA HELENA LORDELO DE SALLES RIBEIRO 83ª Vara de Substituições ANTÔNIO MÔNACO NETO 5ª Vara de Família Suces. Com.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . SUMMERS ALBUQUERQUE 37ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais MARIA DO SOCORRO SANTA ROSA DE CARVALHO HABIB 5ª Vara Criminal OSVALDO ROSA FILHO 15ª V. Com. Feitos R. designando os seguintes Magistrados. Com. em horário integral. Defensores Públicos e Representantes do Ministério Público. nos dias úteis. Rel. nos sábados. Cons. Com. Cív. MARTHA CAVALCANTI SILVA DE OLIVEIRA 45ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais ELOÍSA MATTA DA SILVEIRA LOPES 41ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais SUÉLVIA DOS SANTOS REIS 22ª V. Cons. MARIA AUXILIADORA SOBRAL LEITE 39ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais MARIA FAUSTA CAJAHYBA R. para conhecimento público. Rel. situado na Rua do Tingui. Cons. especialmente dos senhores Advogados. Cons. Com. DE MEDEIROS NETTO 7ª Vara Criminal WOLNEY DE AZEVEDO PERRUCHO JÚNIOR 14ª Vara Criminal MARIA HELENA LORDELO DE SALLES RIBEIRO 83ª Vara de Substituições ANTÔNIO MÔNACO NETO 5ª Vara de Família Suces. MARTHA CAVALCANTI SILVA DE OLIVEIRA 45ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais ELOÍSA MATTA DA SILVEIRA LOPES 41ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais SUÉLVIA DOS SANTOS REIS 22ª V. fax 3241-4043. MARIA AUXILIADORA SOBRAL LEITE 39ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais MARIA FAUSTA CAJAHYBA R. Feitos R. e. PAULO SÉRGIO BARBOSA DE OLIVEIRA 1ª Vara Tribunal do Júri . SUMMERS ALBUQUERQUE 37ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais MARIA DO SOCORRO SANTA ROSA DE CARVALHO HABIB 5ª Vara Criminal OSVALDO ROSA FILHO 15ª V. Cons.Juiz Sumariante ROSALVO AUGUSTO VIEIRA DA SILVA 34ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais ALBÊNIO LIMA DA SILVA HONÓRIO 14ª Vara de Substituições PAULO ROBERTO SANTOS DE OLIVEIRA Auditoria Militar ARLINDO ALVES DOS SANTOS JÚNIOR 52ª Vara de Substituições ROSA FERREIRA DE CASTRO 69ª Vara de Substituições MÁRCIA NUNES LISBOA 1ª V Violência Doméstica e Familiar Contra Mulher EDSON PEREIRA FILHO 33ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais ANA CLÁUDIA SILVA MESQUITA 5ª V. domingos e feriados.Feitos Relativos Rel de Consumo Cíveis e Com AILTON BATISTA DE CARVALHO 31ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais WALTER AMÉRICO CALDAS 29ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais SUBSTITUTO(A) ALESSANDRA VASCONCELOS D.Juiz Sumariante ROSALVO AUGUSTO VIEIRA DA SILVA 34ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais ALBÊNIO LIMA DA SILVA HONÓRIO 14ª Vara de Substituições PAULO ROBERTO SANTOS DE OLIVEIRA Auditoria Militar ARLINDO ALVES DOS SANTOS JÚNIOR 52ª Vara de Substituições ROSA FERREIRA DE CASTRO 69ª Vara de Substituições MÁRCIA NUNES LISBOA 1ª V Violência Doméstica e Familiar Contra Mulher EDSON PEREIRA FILHO 33ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais ANA CLÁUDIA SILVA MESQUITA 5ª V.Disponibilização: sexta-feira. Rel. Cív. Cív. Nazaré. Cív. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 85 RESOLVE: Estabelecer. Com. Rel. a saber: PLANTÃO JUDICIÁRIO – 1º a 24 de ABRIL de 2013 DATA 1 2 3 4 5 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª HORÁRIO 20h-06h 20h-06h 20h-06h 20h-06h 20h-06h 10h-18h 6 Sábado 20h-06h 10h-18h 7 Domingo 20h-06h 8 9 10 11 2ª 3ª 4ª 5ª 20h-06h 20h-06h 20h-06h 20h-06h 20h-06h TITULAR MARY ANGÉLICA SANTOS COELHO 47ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais ALESSANDRA VASCONCELOS D. PAULO SÉRGIO BARBOSA DE OLIVEIRA 1ª Vara Tribunal do Júri . Cons. Rel. em funcionamento no andar térreo do Fórum das Famílias. a ESCALA DO PLANTÃO JUDICIÁRIO DO PRIMEIRO GRAU para o período compreendido entre os dias 1º e 24 de ABRIL do ano de 2013. telefone nº 3320-6804. Cív. Rel.Feitos Relativos Rel de Consumo Cíveis e Com AILTON BATISTA DE CARVALHO 31ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais WALTER AMÉRICO CALDAS 29ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais EDSON SOUZA 43ª Vara Do Sistema Dos Juizados Especiais 12 6ª 10h-18h 13 Sábado 20h-06h 10h-18h 14 Domingo 20h-06h 15 16 17 2ª 3ª 4ª 20h-06h 20h-06h 20h-06h 20h-06h 18 5ª 19 6ª 20h-06h 10h-18h 20 Sábado 20h-06h 10h-18h 21 Domingo 20h-06h .Orfãos EDMUNDO LÚCIO DA CRUZ 9ª Vara Criminal ANDREA TOURINHO CERQUEIRA DE ARAÚJO 10ª Vara de Substituições REGINA MARIA COUTO DE CERQUEIRA 28ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais PAULO HENRIQUE BARRETO ALBIANI ALVES 28ª Feitos R.

Determinar. sob a supervisão da autoridade Judiciária local. Secretaria da Corregedoria. pelo Coordenador Substituto da Central de Cálculos.Feitos Relativos Rel de Consumo Cíveis E Com Secretaria da Corregedoria Geral da Justiça. RESOLVE: Considerar suspenso o expediente na Central de Cálculos nos dias 17 e 18 dos correntes mês e ano.Os livros e demais documentos de competência do referido cartório deverão ser entregues à delegatária. CONSIDERANDO as informações contidas no Processo Administrativo nº 9025/2013 e apenso 13292/2013. para assumir provisoriamente o Cartório de Protesto de Títulos.Nº 104/2013 O DESEMBARGADOR ANTONIO PESSOA CARDOSO. Art.Disponibilização: sexta-feira. Helen Lírio Rodrigues de Oliveira. em caráter excepcional e provisório. CORREGEDORA-GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA.Esta Portaria entrará em vigor na data da sua publicação. até ulterior deliberação ou efetivo provimento do cargo de titular da unidade. 1º . que encaminhará cópia do termo à esta Corregedoria. delegatária do 2º Ofício de Registro Civil das Pessoas Naturais da Comarca de Alagoinhas. CONSIDERANDO o interesse manifestado pela delegatária do 2º Ofício de Registro Civil das Pessoas Naturais da referida Comarca. que faz parte do quadro efetivo dos Juizados Especiais. mediante concurso público a ser promovido pelo Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. CORREGEDOR DAS COMARCAS DO INTERIOR. que demonstram que o Cartório de Protesto de Títulos da Comarca de Alagoinhas conta com apenas um servidor. 18 de abril de 2013. no uso de suas atribuições e considerando o expediente encaminhado a esta Corregedoria Geral de Justiça. 18 de abril de 2013.O servidor ora atuante no Cartório será relotado pela Direção do Foro. com quadro deficitário de servidores. IVETE CALDAS SILVA FREITAS MUNIZ CORREGEDORA-GERAL DA JUSTIÇA CORREGEDORIA DAS COMARCAS DO INTERIOR GABINETE PORTARIA CCI . Sr. John Lyndon Pinto da Silva. no uso de suas atribuições legais e regimentais. Art. CONSIDERANDO as dificuldades enfrentadas pela referida Comarca e por todo o Poder Judiciário da Bahia. passe a responder pelo Cartório de Protesto de Títulos da mesma Comarca. com evidente prejuízo aos jurisdicionados. RESOLVE Art. DESEMBARGADORA IVETE CALDAS SILVA FREITAS MUNIZ CORREGEDORA-GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA PORTARIA Nº CGJ -223/2013-GSEC A DESEMBARGADORA IVETE CALDAS SILVA FREITAS MUNIZ. e.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . ocupante do cargo de Digitador. 4º . mediante lavratura de termo específico e circunstanciado.Adelegatária deverá providenciar a imediata instalação da unidade em local adequado. ANTONIO PESSOA CARDOSO CORREGEDOR DAS COMARCAS DO INTERIOR . Corregedoria das Comarcas do Interior. Art. 18 de abril de 2013.3º . ficando revogadas as disposições em contrário.4º . e com fundamento no Parecer CCI-418/2013 da Assessoria Jurídica da CCI. 2º. Art. observadas as diretrizes do Provimento Conjunto nº 03/2012. 19 de abril de 2013 EDSON SOUZA 43ª Vara Do Sistema Dos Juizados Especiais JERÔNIMO OUAIS SANTOS 1ª Vara Fazenda Pública ANDREMARA DOS SANTOS 2ª Vara de Execuções Penais JERÔNIMO OUAIS SANTOS 1ª Vara Fazenda Pública ANDREMARA DOS SANTOS 2ª Vara de Execuções Penais Cad 1 / Página 86 22 23 24 2ª 3ª 4ª 20h-06h 20h-06h 20h-06h LAURA SCALLDAFERRI PESSOA 18ª V. de conhecimento público e notório. que a Sra. DES. DESA.

Secretária. Art.CCI e Ordem de Serviço nº 003/2012 . por esta Corregedoria. 198 da Lei Estadual nº 6.com base no artigo 247. V.906/94. com base no art. 1º deste ato.CCI).Disponibilização: sexta-feira. no mesmo prazo de que trata o art. oriundo da Corregedoria Nacional (CNJ).2.º 15707/2012.Caso não seja possível a inserção dos indigitados dados no Sistema Justiça Aberta. ambos do Regimento Interno do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.677/1992 e art. Corregedoria das Comarcas do Interior. Publique-se. RESOLVE: Art. Art. com base no art. Publique-se. prestem ao Conselho Nacional de Justiça. 265. no uso de suas atribuições legais e regimentais. mediante relatório. 267.00. delegatários ou designados. 'b' da Lei de Organização Judiciária do Estado da Bahia c/c o artigo art. deverá o titular da unidade. CORREGEDOR DAS COMARCAS DO INTERIOR. a fim de que se delibere a respeito da aplicação da pena de suspensão por 90 (noventa) dias à Servidora Gláucia Mara Ottan de Souza Machado e Ferraz . 265. do referido sistema eletrônico de coleta e controle de dados.Este ato entrará em vigor na data da sua publicação.2012. para determinar a remessa dos autos ao Conselho da Magistratura. 8.919 Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor Paulo César Bandeira de Melo Jorge.A Secretaria da Corregedoria das Comarcas do Interior informará. Cumpra-se. por abandono de cargo.89. "c" da Lei Estadual 10. para determinar a remessa dos autos ao Conselho da Magistratura. inciso III. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 87 ORDEM DE SERVIÇO Nº 002/2013 . todas as unidades que informarem a impossibilidade de cumprimento do quanto determinado nesta Ordem de Serviço. ainda permaneçam com pendências de registro no Sistema Justiça Aberta. da Lei Estadual nº 10. bem assim.845/2007 . I.Fixar o prazo improrrogável de 15 (quinze) dias úteis. Cumpra-se.0000. Comarca de Feira de Santana Processo Administrativo Disciplinar nº 11606/2012 Processada: Gláucia Maria Ottan de Souza Machado e Ferraz. sem justificativa. DES. 176.845/ 2007 (LOJ). II c/c art. pelos seus próprios fundamentos. na oportunidade. de pelo menos dois atos de orientação (Ordem de Serviço nº 001/2012 . ANTONIO PESSOA CARDOSO CORREGEDOR DAS COMARCAS DO INTERIOR ATOS ADMINISTRATIVOS DESPACHOS EXARADOS PELO DESEMBARGADOR ANTONIO PESSOA CARDOSO. VIII. para que os titulares dos cartórios extrajudiciais. que refere ao Pedido de Providências nº 000101696. as informações pendentes sobre a produtividade e a arrecadação da respectiva serventia desde a implantação. pelo Conselho Nacional de Justiça . por mais de 30 (trinta) dias consecutivos. CONSIDERANDO o constante no Processo Administrativo n.845/ 2007 (LOJ). com base no art.CCI O DESEMBARGADOR ANTONIO PESSOA CARDOSO. . Escrevente de Cartório. III. OAB/BA 34. da Lei Estadual nº 10. inciso II. Advogado: Julio Zacarias Ferraz. CORREGEDOR DAS COMARCAS DO INTERIOR. c/c o art. 1º e 28º da Lei Federal n.º 6. Comarca de Esplanada Processo Administrativo Disciplinar nº 27133/2010 e apensos 39629/2010. pelos seus próprios fundamentos. XIX. combinado com o art. o Conselho Nacional de Justiça continua acusando centenas de unidades omissas quanto à indigitada providência. com base nos artigos 192. 4º . expediente indicativo das respectivas razões. encaminhar à Secretaria desta Corregedoria. 2º . Art.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 1º . mantido pelo CNJ.90.677/94 c/c o art.LOJ. relacionará. dirigidos aos cartórios extrajudiciais das comarcas do interior. inciso IX. 262. CONSIDERANDOque. a despeito da edição. por intermédio do Sistema Justiça Aberta. inciso III. 267. no mesmo documento. 38219/2010 e 26483/2011 Processado: Max Santos Barreto. 3º . Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor Paulo César Bandeira de Melo Jorge. aquelas que. 12 de abril de 2013. IV. da Lei n. a fim de que se delibere a respeito da aplicação da pena de demissão ao Servidor MAX SANTOS BARRETO. no sentido de fornecerem dados sobre produtividade e arrecadação das respectivas serventias. XII e art.CNJ. a ser entregue até o dia 30 de maio do ano corrente.

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 88

Autos de Sindicância PA-47784/2011 Acolho o pronunciamento do Juiz Auxiliar desta Corregedoria, Exmo. Sr. José Carlos Rodrigues do Nascimento, promovendo o arquivamento do presente protocolo administrativo, servindo cópia da presente como meio de ciência aos interessados. A comunicação deve ser instruída com cópia do opinativo acolhido. Anote-se. Publique-se. Cumpra-se. Comarcas de Coribe, Correntina e Santa Maria da Vitória PA-17509/2012 Bel. Eduardo Pedro Nostrani Simão, Juiz de Direito, encaminha cópia de decisão. Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor José Carlos Rodrigues do Nascimento, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar o apensamento do presente protocolo administrativo ao processo nº 0005759-76/2013.8.05.0000 (PA nº 3185/2012). Publique-se. Cumpra-se. Comarcas de Coribe, Correntina e Santa Maria da Vitória PA-17514/2012 Bel. Eduardo Pedro Nostrani Simão, Juiz de Direito, encaminha cópia de decisão. Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor José Carlos Rodrigues do Nascimento, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar o apensamento do presente protocolo administrativo ao processo nº 0005759-76/2013.8.05.0000 (PA nº 3185/2012). Publique-se. Cumpra-se. Comarca de Vitória da Conquista PA-47497/2012 Cícero Ferreira Calisto, faz solicitação. Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor José Carlos Rodrigues do Nascimento, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar o encaminhamento dos autos à Desembargadora Relatora do Processo Administrativo Disciplinar / Sindicância nº 0011291-02.2011.805.0000 (Tribunal Pleno), para que analise a possibilidade de apensamento do presente protocolo administrativo. Publique-se. Cumpra-se. Comarcas de Carinhanha e Paramirim PA-5741/2012 e apenso 5730/2012 Dr. Rui Moraes Cruz, Procurador Geral do Estado, solicita providências. Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor José Carlos Rodrigues do Nascimento, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar o arquivamento do presente Protocolo Administrativo. Publique-se. Cumpra-se. Após, arquivem-se. Comarca de Guanambi PA-4554/2013 Daniel Teixeira Soares, formula representação em face do Magistrado. Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor José Carlos Rodrigues do Nascimento, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar o ARQUIVAMENTO do presente protocolo administrativo. Cópia desta servirá como meio de comunicação aos interessados, instruída com cópia do pronunciamento acolhido. Publique-se. Intime-se. Comarca de Riacho de Santana PA-70157/2012 Bonfim Alves Silva, por seu advogado, Wilson Barbosa da Silva, OAB/BA 14012, formula representação em face de magistrado. Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor José Carlos Rodrigues do Nascimento, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar a suspensão do feito pelo prazo de 30 (trinta) dias, a fim de que sejam adotadas as providências necessárias pelo MM. Juiz de Direito em exercício na Comarca de Riacho de Santana, no sentido de verificar a possibilidade de promover o regular impulsionamento dos Processos ns.º 000001083.1997.805.0212 e 0000192-54.2006.805.0212, em cumprimento à garantia constitucional inserta no art. 5º, inciso LXXVIII, da Constitucional Federal. Oficie-se ao MM. Juiz de Direito em exercício na Comarca de Riacho de Santana, para que, uma vez efetivado o impulsionamento do processo no prazo de 30 (trinta) dias, comunique à Corregedoria das Comarcas do Interior as providências adotadas, fazendo referência ao número deste protocolo administrativo. Publique-se. Cumpra-se. Comarcas de Coribe, Correntina e Santa Maria da Vitória PA-62330/2011 Bel. Eduardo Pedro Nostrani Simão, Juiz de Direito, encaminha cópia de decisão. Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor José Carlos Rodrigues do Nascimento, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar o apensamento do presente protocolo administrativo ao processo nº 0005759-76/2013.8.05.0000 (PA nº 3185/2012). Publique-se. Cumpra-se.

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 89

Comarca de Barreiras PA-389/2012 Fernando Túlio da Silva, Procurador da República, encaminha cópia do procedimento de Investigação Criminal. Acolho o pronunciamento do Exmo. Sr. José Carlos Rodrigues do Nascimento, Juiz Auxiliar desta Corregedoria, pelos próprios fundamentos, pelos próprios fundamentos, determinando a abertura da Sindicância para a verificação da existência de irregularidades eventualmente praticadas pela Oficial do Cartório do 2º Registro de Imóveis e Hipotecas da Comarca de Barreiras, Sra. Noemia Bispo de Brito, indicativas de violação aos deveres funcionais, em consequência, designo o Bel. RONALD DE SOUZA TAVARES FILHO, 1º Substituto da Vara de Registros Públicos da Comarca de Barreiras, para conduzir a apuração do Feito, fixando-lhe o prazo de 30 dias para apresentação de relatório conclusivo. Encaminhem-se os autos ao Magistrado ora designado. Edite-se o ato. Anote-se. Publique-se e cumpra-se. Comarca de Inhambupe Processo Administrativo Disciplinar nº 30930/2012 Processada: Tereza Ivana Rodrigues Souza Ramos Silva Acolho o pronunciamento do Juiz Auxiliar da Corregedoria, Bel. Paulo César Bandeira de Melo Jorge, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar o arquivamento do presente Processo Administrativo Disciplinar, por entender que não houve por parte da Representada qualquer descumprimento de seus deveres funcionais. Publique-se. Anote-se. Cumpra-se. Arquivem-se oportunamente. Comarca de Santo Antônio de Jesus PA-24790/2011 e apensos 64197/2012 e 61122/2012 Autos de Sindicância Acolho o pronunciamento do Juiz Auxiliar da Corregedoria das Comarcas do Interior, Bel. Paulo César Bandeira de Melo Jorge, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar o arquivamento da presente Sindicância, por não vislumbrar a possibilidade de aplicação de sanção administrativa, considerando que não se pode formar qualquer juízo de reprovação administrativo. Publique-se. Cumpra-se. Arquivem-se. Comarca de Nova Soure PA-60856/2011 e apenso 29249/2012 Ubiracy de Castro Santana solicita providências. Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor Paulo César Bandeira de Melo Jorge e, por conseguinte, determino o arquivamento deste pedido de providências haja vista que foram prestadas todas as informações necessárias, esclarecedoras da situação apontada neste protocolo administrativo. Publique-se. Cumpra-se. Após, arquivem-se. Comarca de Vitória da Conquista PA-40151/2012 Correição Extraordinária no Cartório de Registro de Imóveis Acolho, parcialmente, o pronunciamento da Juíza Auxiliar da Corregedoria, Belª. Patrícia Cerqueira de Oliveira, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar que os autos do presente procedimento sejam remetidos à Comarca de Vitória da Conquista, para integral cumprimento da Portaria nº nº CCI-292/ 2012 - GSEC, com expedição de oficio à Juíza de Direito, Belª. Ana Karena Nobre, Titular da 4ª Vara Cível da Comarca de Vitória da Conquista, fixando-lhe o prazo de 05 dias para apresentação do relatório conclusivo. Cumpra-se. Providências de praxe. Comarca de Simões Filho Autos de Sindicância nº 54986/2011 Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor Abelardo Paulo da Matta Neto, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar o ARQUIVAMENTO da Sindicância Administrativa Disciplinar instaurada, por meio da Portaria de Portaria nº CCI-831/2011-GSEC, datado do dia 30/11/2011. Promovam-se as baixas necessárias nos assentos funcionais. Publique-se. Cumpra-se. Comarca de Simões Filho PA-54400/2012 Maria das Graças Filgueiras da Silva Souza, Advogada, OAB/BA 7561, solicita providências. Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor Abelardo Paulo da Matta Neto, pelos seus próprios fundamentos, para determinar o arquivamento do presente pedido, em face da perda do seu objeto, diante do exaurimento da prestação jurisdicional. Publique-se. Cumpra-se. Comarca de Itamaraju PA-14412/2013 Dra. Michelle Menezes Quadros Patrício, Juíza de Direito, solicita autorização para baixar Portaria. Vistos, etc. Trata-se de requerimento de autorização, pela Dra. Michelle Menezes Quadros Patrício, Juíza de Direito da Comarca de Itamaraju, para baixar Portaria, determinando a suspensão do atendimento ao público para execução de trabalho interno às sextas-feiras, excepcionando os casos urgentes e especiais, no Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais, tendo em vista as dificuldades relatadas por sua Oficial, em especial a carência de servidores e o acúmulo de

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 90

serviço. Verificando-se que o fechamento do referido Cartório para atendimento ao público às sextas-feiras implicaria em sérios prejuízos aos jurisdicionados, indefiro o pleito formulado, considerando a Portaria Conjunta CGJ/CCI nº. 009/2012 GSEC e com fulcro no disposto no art. 88 c/c o inc. II do art. 90, do Regimento Interno do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. Publique-se. Cumpra-se. Comarca de Muritiba PA-60845/2012 Notorial Negócios e Serviços Ltda, por seu gestor Operacional, Adriano Luiz Germano Dias, apresenta reclamação. Acolho o pronunciamento do Juiz Auxiliar da Corregedoria, Bel. Paulo César Bandeira de Melo Jorge, pelos seus próprios fundamentos, e, por conseguinte, determino o arquivamento deste pedido de providências. Publique-se. Cumpra-se. Após, arquivem-se. Comarca de Ituaçu PA-38731/2012 Eldionor Ataíde Siles, apresenta denúncia em face do Cartório de Registro de Imóveis e Hipotecas de Ituaçu. Acolho o pronunciamento da Juíza Auxiliar da Corregedoria das Comarcas do Interior, Belª Patrícia Cerqueira de Oliveira, por seus próprios fundamentos, para, reconhecendo a regularidade processual, determinar o arquivamento do presente procedimento administrativo. Publique-se para fins de comunicação aos interessados. Após anotações e baixas devidas nos registros das sindicadas, arquivem-se. Providências de praxe. Comarca de Itaparica PA-8555/2013 Bel. João Bosco de Oliveira, Juiz de Direito, encaminha cópias de peças de processos. Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor Abelardo Paulo da Matta Neto, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar o arquivamento do presente pedido de providências. Publique-se. Cumpra-se. Comarca de Pojuca PA-42515/2010 Sergio Santana de Barros, por seu advogado, José Joaquim Ferreira, OAB/BA 23.596, formula representação. Acolho, por seus próprios fundamentos, o pronunciamento da Juíza Auxiliar desta Corregedoria, Patrícia Cerqueira de Oliveira, adotando como razões de decidir a motivação ali exposta, para determinar o arquivamento da representação em face da Juíza e que seja oficiado o Oficial de Justiça, no prazo de 5 dias, para que preste informação em relação aos fatos apontados no presente procedimento. Anote-se. Expeça-se o ato. Publique-se. Encaminhem-se os autos ao Juiz supramencionado. Providências de praxe. Comarca de Buerarema PA-9718/2013 Adenir Alves da Silva Carruesco, Juíza do Trabalho de Rondonópolis/MT, solicita providências. Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor Abelardo Paulo da Matta Neto, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar o Arquivamento do presente protocolo administrativo, diante do exaurimento da pretensão. Publique-se. Intimem-se. Cumpra-se. Comarca de Pojuca PA-42514/2010 Marcello Mousinho Junior, Advogado, OAB/BA 30227, formula representação. Acolho, por seus próprios fundamentos, o pronunciamento da Juíza Auxiliar desta Corregedoria, Patrícia Cerqueira de Oliveira, adotando como razões de decidir a motivação ali exposta, para determinar o arquivamento da representação em face da Juíza e que seja oficiado o Oficial de Justiça, no prazo de 5 dias, para que preste informação em relação aos fatos apontados no presente procedimento. Anote-se. Expeça-se o ato. Publique-se. Encaminhem-se os autos ao Juiz supramencionado. Providências de praxe. Comarca de Formosa do Rio Preto PA-60919/2011 Ailton machado de oliveira, por seus advogados, Edmar Teixeira de Paula (OAB/GO Nº 2.482-A); Edmar Teixeira De Paula Júnior (OAB/GO Nº 19.739); Wellinghton Taylor Giovanuci (OAB/GO Nº 18.485 - OAB/BA Nº 29.318) e Outros, interpõe recurso. Acolho o pronunciamento do Juiz Corregedor José Carlos Rodrigues do Nascimento, pelos seus próprios fundamentos, fazendo integrar a esta decisão a motivação ali exposta, para determinar a remessa destes autos ao Conselho da Magistratura. Publique-se. Cumpra-se. Comarca de Caravelas PA-45802/2012 Geisa Wildemberg Brauer, Escrivã de Paz, requer reenquadramento e pagamento retroativo. Acolho o pronunciamento da Assessoria Jurídica da Corregedoria das Comarcas do Interior (parecer nº CCI-460/2013 ASJUC), nos termos expostos, que opinou pelo adequado reenquadramento da servidora, cuja qualificação deveria ser Oficial de Registros Públicos, face a extinção do cargo de Escrivão de Paz. À Presidência, para os fins de sua competência.

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 91

Comarca de Alagoinhas PA-9025/2013 e apenso 13292/2013 Helen Lirio Rodrigues de Oliveira, Oficiala dos Registros Públicos, requer designação. Acolho o pronunciamento da Assessoria Jurídica da Corregedoria das Comarcas do Interior (Parecer nº CCI-418/2013ASJUC), por seus próprios fundamentos, que opinou pela possibilidade da designação pleiteada pela delegatária, em face da excepcionalidade da situação. Consequentemente, indefere-se o pedido inserto no PA 13292/2013, por ausência de amparo legal. Baixe-se imediatamente o ato. Após, encaminhem-se os autos ao Conselho da Magistratura, para ratificação, nos mesmos moldes do ocorrido no PA 34102/2012, da Comarca de Correntina. Comarca de Jeremoabo Processo Administrativo Disciplinar nº 23634/2004 Processado: Edileuza Pereira do Nascimento Carvalho, Oficiala do Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais Advogada: Maria Emília F. Guimarães Maynart Rabelo, OAB/SE 2234. Após o pronunciamento do Juiz Auxiliar desta Corregedoria, Exmo. Sr. Icaro Almeida Matos, determino a juntada de voto por mim lavrado, para submeter ao E. Conselho da Magistratura, incluindo este feito em pauta. Cumpra-se. Comarca de Vitória da Conquista PA-28035/2012 Celia Brito de Oliveira, formula questionamento. Acolho o pronunciamento da Juíza Auxiliar da Corregedoria do Interior, Patrícia Cerqueira de Oliveira, por seus próprios fundamentos, para determinar o arquivamento do presente pedido de providências. Publique-se para fins de intimação aos interessados. Não havendo recurso, arquivem-se. Providências de praxe. Comarca de Barreiras PA-62025/2011 Fernando Túlio da Silva, Procurador da República, encaminha Procedimento de Investigação Criminal. Acolho o pronunciamento do Exmo. Sr. José Carlos Rodrigues do Nascimento, Juiz Auxiliar desta Corregedoria, pelos próprios fundamentos, pelos próprios fundamentos, determinando a abertura da Sindicância para a verificação da existência de irregularidades eventualmente praticadas pela Oficial do Cartório do 1º Registro de Imóveis e Hipotecas da Comarca de Barreiras, Sra. Joelita Gonçalves Monteiro, indicativas de violação aos deveres funcionais, em consequência, designo o Bel. RONALD DE SOUZA TAVARES FILHO, 1º Substituto da Vara de Registros Públicos da Comarca de Barreiras, para conduzir a apuração do Feito, fixando-lhe o prazo de 30 dias para apresentação de relatório conclusivo. Encaminhem-se os autos ao Magistrado ora designado. Edite-se o ato. Anote-se. Publique-se e cumpra-se. Comarca de Itiruçu PA-60386/2011 Bel. Pedro Henrique Izidro da Silva, Juiz de Direito, encaminha relatório de inspeção. Acolho, por seus próprios fundamentos, o pronunciamento da Juíza Auxiliar desta Corregedoria, Patrícia Cerqueira de Oliveira, adotando como razões de decidir a motivação ali exposta, para determinar o arquivamento da presente Sindicância, nos termos sugeridos pela Juíza de Direito, Andréa Padilha Sodré Leal Palmarella, que presidiu a apuração. Publique-se. Após as anotações de praxe, e inexistindo recurso, arquive-se. Comarca de Xique-Xique PA-15362/2011 apenso PA-15513/2011 Dr. Sérgio Humberto de Quadros Sampaio, Juiz de Direito, faz solicitação. Acolho o pronunciamento da Assessoria Jurídica da Corregedoria das Comarcas do Interior (Parecer nº CCI - 415/2013ASJUC), por seus próprios fundamentos. Encaminhem-se os autos à E. Presidência deste Tribunal de Justiça, a quem compete decidir o pedido. Secretaria da Corregedoria, 18 de abril de 2013. Belª. Leila Lima Costa Secretária da Corregedoria

COORDENAÇÃO DOS JUIZADOS ESPECIAIS - COJE
DESPACHOS EXARADOS PELO JUIZ COORDENADOR DOS JUIZADOS ESPECIAIS, BEL. JUSTINO FARIAS. Concessão de Licença Prêmio Nº Processo: 19334/2013 Beneficiário (a): FATIMA BEATRIZ CAMÕES DE ALBUQUERQUE BARRETO Cargo: Secretária Cadastro nº: 800.381-5 Comarca: Salvador Período: 12 (doze) dias, restando 408 (quatrocentos e oito) dias para gozo oportuno. Vigência: 10.06.13 a 21.06.13

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 92

Nº Processo: 18513/2013 Beneficiário (a): LICIA CARMEN MARQUES DOURADO Cargo: Supervisora Cadastro nº: 801.954-1 Comarca: Salvador Período: 03 (três) dias, restando 44 (quarenta e quatro) dias para gozo oportuno. Vigência: 25.03.13 a 27.03.13 Nº Processo: 15813/2013 Beneficiário (a): LUCIA HELENA ROSA VINUEZA Cargo: Atendente de Recepção Cadastro nº: 501.142-6 Comarca: Salvador Período: 30 (trinta) dias, restando 146 (cento e quarenta e seis) dias para gozo oportuno. Vigência: 10.07.13 a 08.08.13 Nº Processo: 20490/2013 Beneficiário (a): TANIA MARIA CABRAL DE SOUZA Cargo: Digitadora Cadastro nº: 802.499-5 Comarca: Salvador Período: 16 (dezesseis) dias, restando 147 (cento e quarenta e sete) dias para gozo oportuno. Vigência: 11.04.13 a 26.04.13 Concessão de Licença Médica Nº Processo: 18832/2013 Beneficiário (a): JOÃO AGRIPINO DANTAS TEIXEIRA Cargo: Digitador Cadastro nº: 902.180-9 Comarca: Salvador Período: 20.03.13 a 21.04.13 (33 dias) Concessão de Readaptação Funcional Nº Processo: 11763/2013 Beneficiário (a): MARLUCIE MARQUES DOS SANTOS Cargo: Digitadora Cadastro nº: 807.501-8 Comarca: Salvador Período: 180 (cento e oitenta) dias Vigência: 14.03.13 a 09.09.13 Cometimento: "atividades que não impliquem digitação e esforços repetitivos dos membros superiores". Art./Lei: 43 - 6677/94

SECRETARIA ESPECIAL DE RECURSOS
SECRETARIA ESPECIAL DE RECURSOS DECISÕES PROLATADAS E DESPACHOS EXARADOS PELA DESEMBARGADORA VERA LÚCIA FREIRE DE CARVALHO, 2ª VICE-PRESIDENTE , DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, NOS PROCESSOS ABAIXO RELACIONADOS: RECURSOS ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº0103475-13.2007.805.0001 DE SALVADOR RECORRENTE: BANCO ABN AMRO REAL S/A ADVOGADO: BEL ANTÔNIO CARLOS DANTAS GOES MONTEIRO E OUTROS RECORRIDO: DAGMAR COSTA NERY ADVOGADO: BEL DÊNIO VINICIUS DE ALENCAR SILVA "Homologo a desistência dos recursos especial e extraordinário, interpostos por BANCO ABN AMRO REAL S/A , inserta à fl. 190, formulada por advogado com bastante poderes. Remetam-se os autos à origem Publique-se. Salvador,10 de abril de 2013"

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 93

RECURSO INADMITIDO: RECURSO ESPECIAL ADESIVO NA APELAÇÃO Nº0010809-47.2007.805.0080 DE FEIRA DE SANTANA RECORRENTE: BAHIAPRAG COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA E OUTRO ADVOGADO: BEL ª ÂNGELA MASCARENHAS SANTOS RECORRIDO: BEQUISA BERNARDO QUÍMICA S/A ADVOGADO: BELª ADRIANA MIRANDA UZEL E OUTROS RECURSO ADMITIDO: RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO Nº0010809-47.2007.805.0080 DE FEIRA DE SANTANA RECORRENTE: BEQUISA BERNARDO QUÍMICA S/A ADVOGADO: BELª ADRIANA MIRANDA UZEL E OUTROS RECORRIDO: BAHIAPRAG COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA E OUTRO ADVOGADO: BEL ª ÂNGELA MASCARENHAS SANTOS ATO ORDINATÓRIO - SECRETARIA ESPECIAL DE RECURSOS "EM CUMPRIMENTO AO DISPOSTO NO ART. 542, CAPUT, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL, FICA(M) O(S) RECORRIDO(S) INTIMADO(S) A APRESENTAR CONTRARRAZÕES, NO PRAZO DE 15 (QUINZE) DIAS." PROCESSOS: RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0000997-90.2011.805.0063-0 DE SALVADOR RECORRENTE: ADEILTON LOPES DOS REIS ADVOGADO: ELIDO ERNESTO REYS JUNIOR RECORRIDO: BANCO ITAU CARD S/A ADVOGADO: CELSO MARCON & OUTROS RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0145621-35.2008.805.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: FRANCISCO DE ASSIS DE JESUS ADVOGADO: MARIA DA SAÚDE DE BRITO BOMFIM & OUTROS RECORRIDO: BANCO HSBC ADVOGADO: PERPÉTUA LEAL IVO VALADÃO & OUTROS RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0017500-82.2004.805.0080-0 DE FEIRA DE SANTANA RECORRENTE: MICHELINI RAMOS DINIZ ADVOGADO: MANOEL FALCONERY RIOS JUNIOR RECORRIDO: COOPUS - COOPERATIVA DE SAÚDE ADVOGADO: ANTÔNIO CARLOS DANTAS GÓES MONTEIRO RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0000442-51.2002.805.0043-0 DE CANAVIEIRAS RECORRENTE: BANCO BRADESCO S/A ADVOGADO: MARCELO FERREIRA DE MOURA RECORRIDO: MURILO SANTOS GARCIA D OLIVEIRA ADVOGADO: GILDÁSIO DOS SANTOS LIMA RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0019565-49.2011.805.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: MARIA DA GLORIA ANDRADE SILVA ADVOGADO: MARIA DA SAÚDE DE BRITO BOMFIM & OUTROS RECORRIDO: BANCO BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A ADVOGADO: CELSO MARCON & OUTROS RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0031162-49.2010.805.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: BANCO BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A ADVOGADO: MARIA DA SAÚDE DE BRITO BOMFIM & OUTROS RECORRIDO: MARIA NILDES TAVARES DE ANDRADE ADVOGADO: LUCIANA OLIVEIRA DE SOUZA RECURSO ESPECIAL MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0098056-75.2008.805.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: MUNICÍPIO DO SALVADOR PROCURADOR: RAFAEL ALEXANDRIA DE OLIVEIRA RECORRIDO: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA PROCURADOR: SARA MANDRA MORAES RUSCIOLELLI SOUZA

805.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .2008.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: MUNICÍPIO DO SALVADOR PROCURADOR: RAFAEL ALEXANDRIA DE OLIVEIRA RECORRIDO: MARCOS SILVA DOS SANTOS & OUTROS ADVOGADO: ABDON ANTÔNIO ABBADE DOS REIS RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO APELAÇÃO CÍVEL Nº 0099912-11.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: BV FINANCEIRA S/A CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO ADVOGADO: MONIQUE LUIZ CARVALHO DO NASCIMENTO & OUTROS RECORRIDO: ALEX SOUSA DE JESUS ADVOGADO: EDUARDO GONÇALVES AMORIM RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0108312-09.0264-0 DE UBAITABA RECORRENTE: BANCO DO BRASIL ADVOGADO: EDUARDO AGNELO PEREIRA RECORRIDO: ESPÓLIO DE CLEDENOR SOUZA SOARES ADVOGADO: ROGÉRIO LEITE BRANDÃO FERREIRA RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0073888-82.Disponibilização: sexta-feira.805.2010.2010.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: MUNICÍPIO DO SALVADOR PROCURADOR: GEÓRGIA JEZLER CAMPELLO RECORRIDO: SÓ A RIGOR SALVADOR ALUGUEL DE ROUPAS LTDA ADVOGADO: ADERNOEL ALMEIDA DA CRUZ FILHO RECURSO ESPECIAL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0305035-33. PETROBRÁS SEGURIDADE SOCIAL .805.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: BANCO PSA BRASIL ADVOGADO: VITOR SILVA ROCHA RECORRIDO: IVANILTON SANTOS DA SILVA JUNIOR ADVOGADO: IVANILTON SANTOS DA SILVA JUNIOR RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0001449-70.2003.2007.2005.805.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: FUND.805.PETROS ADVOGADO: RAFAELA TANURI MEIRELLES RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0099912-11.805.805. PETROBRÁS SEGURIDADE SOCIAL .805.2012.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: JOSÉ OSVALDO DE SOUZA ADVOGADO: JAIRO ANDRADE DE MIRANDA & OUTROS RECORRIDO: FUND.805.0000-0 DE SERRINHA RECORRENTE: IVALDO PRAXEDES CAVALCANTE ADVOGADO: JOSEMY ARAÚJO LOPES RECORRIDO: VALE S/A ADVOGADO: ADERNOEL ALMEIDA DA CRUZ FILHO RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0179762-17.805.2011.0052-0 DE CASA NOVA RECORRENTE: AFONSO BATISTA DA SILVA & OUTROS ADVOGADO: ANTÔNIO JORGE SANTOS OLIVEIRA RECORRIDO: CHESF HIDRO ELÉTRICA ADVOGADO: ALEXEI ESTEVEZ DE CARVALHO RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0028609-92.2007.2009.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: JURACY DE JESUS SILVA ADVOGADO: MARIA DA SAÚDE DE BRITO BOMFIM & OUTROS RECORRIDO: BV FINANCEIRA S/A CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO ADVOGADO: PATRÍCIA SOUTO VIANA .PETROS ADVOGADO: RAFAELA TANURI MEIRELLES RECORRIDO: JOSÉ OSVALDO DE SOUZA ADVOGADO: JAIRO ANDRADE DE MIRANDA & OUTROS RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0000162-91. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 94 RECURSO ESPECIAL MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0098056-75.

2010.805. LTDA ADVOGADO: LUIZ SOUZA CUNHA RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO APELAÇÃO CÍVEL Nº 0079364-91.805.805.2010.805. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 95 RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0028920-20.0223-0 DE SANTA MARIA DA VITÓRIA RECORRENTE: BANCO BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A ADVOGADO: CAROLINA DA SILVA SOUZA RECORRIDO: JOANA DARC PEREIRA GRAIA ADVOGADO: PAULO PATRÍCIO SOBRAL SANTOS .Disponibilização: sexta-feira.805.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: BANCO BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A PROCURADOR: DAVID BITTENCOURT LUDUVICE NETO & OUTROS RECORRIDO: ALEX SILVA PEREIRA ADVOGADO: THAIS EMERENCIANO FONTENELLE RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO APELAÇÃO CÍVEL Nº 0000576-57.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .1999.2008.PREVI ADVOGADO: RAFAELA TANURI MEIRELLES RECORRIDO: PAULO ESTEVAM SOBRINHO ADVOGADO: MILENE ROCHA FERREIRA RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0001908-04.0189-0 DE PARIPIRANGA RECORRENTE: MUNICÍPIO DE PARIPIRANGA ADVOGADO: JOSÉ SOUZA PIRES RECORRIDO: NANCI LEAL NASCIMENTO ADVOGADO: ANTONIO ITALMAR PALMA NOGUEIRA FILHO RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO APELAÇÃO CÍVEL Nº 0000299-31.805.2009.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: BANCO VOLKSWAGEN S/A ADVOGADO: FABIOLA THEREZA DE SOUZA MUNIZ DOS SANTOS RECORRIDO: JOSÉ CONCEIÇÃO DOS SANTOS ADVOGADO: DINA MARIA DE ALMEIDA PINHEIRO RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0102487-55.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: NAZÁRIO DOS SANTOS RIBEIRO & OUTROS ADVOGADO: IZABEL BATISTA URPIA RECORRIDO: DEPTº INFRA-ESTRUTURA TRANSPORTES DA BAHIA .805.805.0141-0 DE JEQUIÉ RECORRENTE: VIAÇÃO ITAPEMIRIM S/A ADVOGADO: VIRGINIA COTRIM NERY RECORRIDO: LUZIET MARIA FONTENELE GOMES ADVOGADO: ALBERTO VAZ SANTOS RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0015540-66. E COM.0000-0 DE VITÓRIA DA CONQUISTA RECORRENTE: CAIXA DE PREVIDÊNCIA FUNC.0113-0 DE ITABUNA RECORRENTE: TELEMAR NORTE LESTE ADVOGADO: HARIANA DOS SANTOS BARRETO & OUTROS RECORRIDO: JOÃO BIANO SANTOS ADVOGADO: PÁULO AFONSO DE ANDRADE CARVALHO RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO APELAÇÃO CÍVEL Nº 000005-57.2010.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: MUNICÍPIO DO SALVADOR PROCURADOR: DAVID BITTENCOURT LUDUVICE NETO & OUTROS RECORRIDO: POLIDIESEL IMP. DO BANCO DO BRASIL .DERBA ADVOGADO: LUIZ SOUZA CUNHA RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO APELAÇÃO CÍVEL Nº 0000319-22.805.0189-0 DE PARIPIRANGA RECORRENTE: MUNICÍPIO DE PARIPIRANGA ADVOGADO: JOSÉ SOUZA PIRES RECORRIDO: RENILZA DIAS MATOS DE JESUS ADVOGADO: ANTONIO ITALMAR PALMA NOGUEIRA FILHO RECURSO ESPECIAL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0002432-26.2005.2006.805.2007.2013. IND.

0.2008.Disponibilização: sexta-feira. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 96 RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0309827-30.F. PALOMA TEIXEIRA REY E OUTROS RECORRIDO: MARIA JOSÉ DE SOUZA CERQUEIRA DEFENSORES PÚBLICOS: BEL.805. ANTÔNIO ITALMAR PALMA NOGUEIRA FILHO .805.0000-0 DE SALVADOR RECORRENTE: JOSÉ CARLOS OLIVEIRA GÓES ADVOGADO: IANA CARLA PEREIRA DE ABREU FERREIRA & OUTROS RECORRIDO: FELIPE CUNHA GÓES ADVOGADO: GUSTAVO DE OLIVEIRA CUNHA RECURSO ESPECIAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0002660-03.0000. FICA(M) O(S) RECORRIDO(S) INTIMADO(S) A APRESENTAR RESPOSTA.0.G. WILMAR MONTEIRO DE ALMEIDA TEIXEIRA AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EEXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº 0018029-13." PROCESSOS: AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NO MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0306471-27.0.2012.2011.2012. COSME JOSÉ DOS REIS AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NO MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0304579-83.805. DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .805. PALOMA TEIXEIRA REY E OUTROS RECORRIDO: AYALA LEMOS RIBEIRO ADVOGADOS: BEL.805.2012. DE PARIPIRANGA RECORRENTE: MUNICÍPIO DE PARIPIRANGA PROCURADORES: BEL.0000. § 3º.2005. JOSÉ MANOEL BLOISE FALCÓN E OUTROS AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL NO MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0002859-96.SECRETARIA ESPECIAL DE RECURSOS "EM CUMPRIMENTO AO DISPOSTO NO ART. 544.2010.2012.0000-0 DE SALVADOR RECORRENTE: DELCIO EDUARDO GRACIOSO COSTA ADVOGADO: MIGUEL CALMON DANTAS RECORRIDO: E. DE SALVADOR RECORRENTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADORES: BELA.805.805.805. JOSÉ HOMERO SARAIVA CÂMARA FILHO E OUTROS RECORRIDO: SALOMÃO BONFIM BENEVIDES E OUTROS ADVOGADO: BEL.0189.2010.0000-0 DE SALVADOR RECORRENTE: PETROBRÁS DISTRIBUIDORA S/A ADVOGADO: KARINA DUSSE RECORRIDO: ZENAILDE DOS SANTOS GOMES ADVOGADO: ISABEL HELENA STROBEL BECKET PEREIRA ATO ORDINATÓRIO .0 DE SALVADOR RECORRENTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADORES: BEL.0. ANDRÉ MONTEIRO DO REGO RECORRIDO: ELIZÂNGELA ALVES LUBARINO ADVOGADO: BEL. DE SALVADOR RECORRENTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADOR: BEL.0001.0001-0 DE SALVADOR RECORRENTE: MARIA ELIENE SILVA SANTOS ADVOGADO: LÁZARO AUGUSTO PINTO RECORRIDO: HSBC BANK BRASIL S/A ADVOGADO: MAURÍCIO COIMBRA GUILHERME FERREIRA RECURSO ESPECIAL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0011189-77.805. JOSÉ SOUZA PIRES E OUTROS RECORRIDO: MARIA JOZELMA OLIVEIRA MATOS ADVOGADO: BEL. & OUTROS ADVOGADO: MARIA CRISTINA SOARES DAVID MOTTA RECURSO ESPECIAL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0308143-70. NO PRAZO DE 10 (DEZ) DIAS.0000. SOCRÁTES MASCARENHAS SANTOS E OUTROS AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº 0000362-56. DE SALVADOR RECORRENTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADORES: BELA.

0.2006. JOSÉ SOUZA PIRES E OUTROS RECORRIDO: MARIA CORDÉLIA BATISTA ADVOGADO: BEL.805.805.805. DE SALVADOR AGRAVANTE: MARIA ISABELA DE OLIVEIRA SIMÕES ADVOGADOS: BEL.0189. DE PARIPIRANGA RECORRENTE: MUNICÍPIO PARIPIRANGA PROCURADORES: BEL. DE PARIPIRANGA RECORRENTE: MUNICÍPIO DE PARIPIRANGA PROCURADORES: BEL.0189.0. MARCOS DE OLIVEIRA LIMA . ANTÔNIO ITALMAR PALMA NOGUEIRA FILHO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº 0000314-97. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 97 AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº 0000292-39.805. ADRIANO FERRARI SANTANA E OUTROS RECORRIDO: ERALDINA MARIA DE JESUS ROCHA ADVOGADO: BEL. DE SALVADOR RECORRENTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADORES: BEL.0 .2011.2002.2007. CHRISVALDO MONTEIRO DE ALMEIDA E OUTROS AGRAVADO: JOSÉ LUIZ DE OLIVEIRA SIMÕES E OUTRA ADVOGADO: BEL.805.0000. RODOLFO MASCARENHAS LEÃO RECORRIDO: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA PROCURADORA: BELA.. JOSÉ SOUZA PIRES E OUTROS RECORRIDO: MARIVALDA FONTES CORCINO SOUZA ADVOGADO: BEL. DE MUTUÍPE RECORRENTE: AMIL SAÚDE S/A ADVOGADOS: BEL.2012.0. F.805. ANTÔNIO ITALMAR PALMA NOGUEIRA FILHO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº 0015554-74.0. DE ITAPETINGA RECORRENTE: REGINALDO VAZ DA SILVA ADVOGADO: BEL.2009. JOSÉ SOUZA PIRES E OUTROS RECORRIDO: TANIA MARIA CARREGOSA SANTOS ADVOGADO: BEL. DE PARIPIRANGA RECORRENTE: MUNICÍPIO DE PARIPIRANGA PROCURADORES: BEL. ANTÔNIO ITALMAR PALMA NOGUEIRA FILHO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº 0000335-73.Disponibilização: sexta-feira. ALEXANDRE PEIXOTO GOMES E OUTROS AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NO MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0004946-20. CARLOS ROBERTO SIQUEIRA CASTRO RECORRIDO: A. ANDERSON JOSÉ MANTA CAVALCANTI AGRAVO RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº 0140491-74.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0 .805. IZAAK BRODER E OUTROS RECORRIDO: ESTADO DA BAHIA PROCURADORA: BELA.0.2010. DE SERRINHA RECORRENTE: WAGNER DE JESUS SANTOS ADVOGADO: BEL.0.0126. DE PARIPIRANGA RECORRENTE: MUNICÍPIO DE PARIPIRANGA PROCURADORES: BEL. SARA MANDRA MORAES RUSCIOLELLI SOUZA AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO CRIMINAL Nº 0001259-43. DE SALVADOR RECORRENTE: ÓTICA ERNESTO LTDA ADVOGADOS: BEL. B.0248.0001.2010. REP. ELIETE SAMPAIO LACERDA SENRA AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº 0000287-17.0001. MARCOS LUIZ CAMELO BARROSO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0307944-48. ANTÔNIO ITALMAR PALMA NOGUEIRA FILHO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NO RECURSO EM SENTIDO ESTRITO Nº 000431035.0.805.0000.0.0189. NARCISO QUEIROZ DE LIMA RECORRIDO: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA PROCURADORA: BELA. JOSÉ SOUZA PIRES E OUTROS RECORRIDO: MARY SELMA FONTES CORCINO ADVOGADO: BEL. DOS S. DE SALVADOR RECORRENTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADORES: BEL.0.2010.0189.805.2010. SARA MANDRA MORAES RUSCIOLELLI SOUZA AGRAVO EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº 0164599-94.0001.805.805. ROBERTO LIMA FIGUEIREDO E OUTROS RECORRIDO: ORLANDO CARVALHO DOS SANTOS ADVOGADO: BEL. POR CARLA ANDREA SOUZA BARRETO ADVOGADOS: BEL.2011.

1999. DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. IRACEMA BARBOZA CUNHA.0001. DEMACK VALVERDE MAIA.805.EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA ADVOGADOS: BELA. RAFAELA MENESES DE ALMEIDA RIOS E OUTROS AGRAVO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO CRIMINAL Nº 0038085-91.0.2010. DE SALVADOR AGRAVANTE: LEONARDO CARDOSO DOS SANTOS ADVOGADA: BELA. ADRIANO CARVALHO E OUTROS AGRAVADO: MARCOS ERIC TOSTA DOS SANTOS E OUTROS ADVOGADO: BELA.0001.SECRETARIA ESPECIAL DE RECURSOS "EM CUMPRIMENTO AO DISPOSTO NO ART.0.0001. DE SALVADOR AGRAVANTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADORES: BEL. EUGÊNIO LEITE SOMBRA E OUTROS AGRAVO RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NO MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0310751-41. EVANILDES MARIA SILVA.2005.2012.0001.0. 544. ELIANA MARIA VENTURA JAMBEIRO AGRAVADO: COMPANHIA EMPORIO DE ARMAZÉNS GERAIS ALFANDEGADOS ADVOGADOS: BEIS. NEOZENIL MENDES SILVA.0001.805. DE SALVADOR AGRAVANTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADORES: BELA. SARA MANDRA MORAES RUSCIOLELLI SOUZA ATO ORDINATÓRIO .0.0137. DE SALVADOR AGRAVANTE: AGORD DE MATOS PINTO ADVOGADOS: BEL. PALOMA TEIXEIRA REY E OUTROS AGRAVADO: DEISE SANTANA DOS SANTOS ALMEIDA ADVOGADOS: BEL. ALOYSIO MORAES PORTUGAL JÚNIOR E OUTROS AGRAVADO: RUI NUNES SANTOS E OUTROS ADVOGADOS: BEL.1996. RENATO ALBERTO DOS HUMILDES OLIVEIRA E OUTROS AGRAVO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO Nº 0116390-65. PALOMA TEIXEIRA REY E OUTROS AGRAVADO: ADI PASSOS DE SOUZA ADVOGADO: BEL." PROCESSOS: AGRAVO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO Nº 0000423-64. LYDIRICO OITICICA. DE SALVADOR RECORRENTE: COSTA VERDE TENNIS CLUBE ADVOGADOS: BEL.805.0.805. HILDETE MENDES DE SOUZA.2000. DE SALVADOR AGRAVANTE: DORALICE LIMA BARBOSA.2010. FRANCISCO COUNAGO CARREIRO E OUTRA AGRAVADO: EMPI . ARLINDO VIEIRA DE SOUZA AGRAVO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO Nº 0110040-71. ROBERTO CONCEIÇÃO.0.805.0. IRACEMA MACEDO DE SOUZA E ANDRÉA FREIRE TYNAN AGRAVADO: MUNICÍPIO DO SALVADOR PROCURADORES: BEL.2009. SANTANA E OUTROS AGRAVO RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº 0022696-03. PAULO ROBERTO SILVA MOTTA AGRAVO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO Nº 0175337-83. JOSÉ EDIMAR J.0000. VANESSA SANTOS CONCEIÇÃO ADVOGADA: BELA. JAIME MARTINEZ GARCIA.805.805. ISABEL PEDREIRA LAPA MARQUES AGRAVO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO Nº 0029330-78. IVANEIDE DOS SANTOS SILVA. GERALDO ALVES DE SOUZA.805.2012.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . JOSÉ ARAS E OUTROS AGRAVO RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº 0309858-50.805. NIVALDO COSTA SOUZA JUNIOR E OUTROS RECORRIDO: MÁRIO DE JESUS E OUTRA ADVOGADO: BEL.Disponibilização: sexta-feira. FAÇO A REMESSA DESTES AUTOS AO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA.0.2003.0000. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 98 AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO Nº 0052660-56.0001. INGRID MACEDO LANDM E OUTROS AGRAVADO: GILSON HUMBERTO FERREIRA DA SILVA ADVOGADO: SEM ADVOGADO CONSTITUÍDO NOS AUTOS . § 2º. DE JACOBINA AGRAVANTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADORES: BELA.0001.0. MARISTELA ABREU AGRAVADO: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA PROCURADORES: BELA.805. DE SALVADOR AGRAVANTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADORES: BEL. DE SALVADOR AGRAVANTE: BANCO ITAÚ S/A ADVOGADAS: BÉIS. DE SALVADOR AGRAVANTE: ESTADO DA BAHIA PROCURADORES: BELA.0 .

CORREGEDOR DAS COMARCAS DO INTERIOR. ANTÔNIO ITALMAR PALMA NOGUEIRA FILHO AGRAVO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO Nº 000746-86.Disponibilização: sexta-feira. 102. 18 de abril de 2013 Jefferson Alves de Assis CONSELHO DA MAGISTRATURA PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº.805.0189. Salvador. DESPACHO Encaminhem-se ao Juiz Corregedor da 4ª Região. voltem-me os autos conclusos. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 99 AGRAVO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO Nº 0000286-32. para análise da petição de fls.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . DES.0. LIZIANNI DE CERQUEIRA MONTEIRO DECISÃO RECORRIDA PROFERIDA PELA CORREGEDORIA DAS COMARCAS DO INTERIOR DESPACHO Trata-se de recurso contra decisão de arquivamento proferida pela Corregedoria das Comarcas do Interior. 68. extinguindo o processo sem julgamento de mérito. Após. ANTONIO PESSOA CARDOSO RELATOR CONSELHO DA MAGISTRATURA PA 55576/2012 . ANTONIO PESSOA CARDOSO . DES.05. Salvador.0000 Representação por Excesso de Prazo Representante : Vivaldo Goes de Oliveirra Advogado : Marcelo Marques Napoli (OAB: 13896/BA) Representado : Juiz de Direito de Itamaraju V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Em sede de jurisdição graciosa. DE PARIPIRANGA AGRAVANTE: SANDOVAL DE JESUS ADVOGADO: GRACIELI CARNEIRO LEAL AGRAVADO: MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORA DE JUSTIÇA: SARA MANDRA MORAES RUSCIOLELLI SOUZA Letícia Barros Secretária Adjunta CONSELHO DA MAGISTRATURA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Jefferson Alves de Assis PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0305902-26. ARQUIVE-SE de imediato.2010. DE PARIPIRANGA AGRAVANTE: MUNICÍPIO DE PARIPIRANGA PROCURADORES: BEL. ANTONIO PESSOA CARDOSO CORREGEDOR DAS COMARCAS DO INTERIOR . pois.805. Bel. Abelardo Paulo da Matta Neto. "a". 69924/2012 INTERESSADO: ANDERSON SANTANA NERY DE SOUZA RELATOR : DES. JOSÉ SOUZA PIRES E OUTROS AGRAVADO: MARLENE DIAS REIS ADVOGADO: BEL.0191-0.2012. HOMOLOGO o pedido de desistência à fl. Nos termos do art. 27 de março de 2013. Salvador.2005. I. 27 de março de 2013. remetam-se os autos ao Conselho da Magistratura para sorteio do Relator.8. JORGE HARLEY GARCIA DE FIGUEIREDO (OAB/BA 4057) REPRESENTADA: JUÍZA TITULAR DA 2ª VARA DO SISTEMA DE JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS DA COMARCA DE ILHÉUS DRA. 40.Origem: ILHÉUS REPRESENTANTE: ALBINO NASCIMENTO CARILLO ADVOGADO: DR.

PA 47555/2011 ) . no mérito.2012. Antônio Pessoa Cardoso Decisão: "Conheceu-se do Recurso. à unanimidade". Fabrício Bastos de Oliveira e Claudio Fabiano B. à unanimidade". remetendo-se o Recurso ao Tribunal Pleno. . Recorrente: Paulo Pereira da Silva.0000 ( ap. à unanimidade". Nº 43993/2010 . Ivete Caldas Silva Freitas Muniz Decisão: "Rejeitada a preliminar de prescrição.2012. Negou-se Provimento ao Recurso. Oficiala de Justiça Avaliadora daquela Comarca. Oficiala de Justiça Avaliadora. Processo Administrativo nº 35255/2012 da Comarca de Tremedal Requerente: Eliene Trindade de Santana Leite. Fabrício Bastos Oliveira e Ana Emília Torres-Homem Giaretta Relator: Des. Advogaddos: Béis. Escrivão da Vara Cível daquela Comarca Advogados: Bés. à unanimidade". manifestando interesse na manutenção de sua Remoção para a Comarca de Jequié. Analista Judiciário no cargo de Escrivão Advogada: Belª. acatou-se a preliminar e determinou-se o Arquivamento do processo".Recurso Administrativo da Comarca de Itabuna. bem como o seu retorno ao cargo público anteriormente ocupado.0000 . Advogados: Béis. Reclamante: Alexandre Teles Menezes Advogados: Alano Bernardes Frank e Michelle Vallejo Comar Recorrente: Ivânia Maria Mesquita Rodrigues Advogados: Béis. solicita Disposição para a Comarca de Feira de Santana Relator: Des. à unanimidade". Mário Alberto Simões Hirs Decisão: "Indeferiu-se.Recurso Administrativo da Comarca de Salvador. Balthazar. Wadih Habib Bomfim. à unanimidade". Relator: Des. solicita anulação do ato de delegação. Processo Administrativo nº 66912/2011 (ap.05.Recurso no Processo Administrativo Disciplinar da Comarca de Conceição do Jacuípe. Tabelião de Notas e Protestos. Antônio Pessoa Cardoso Decisão: "Declinou-se da competência do Conselho da Magistratura.Recurso Administrativo no Processo Administrativo Disciplinar da Comarca de Lauro de Freitas. PA 9086/2013) da Comarca de Salvador. Balthazar Relator: Des. à unanimidade".8. Cláudio Fabiano B. Processo Administrativo nº 55713/2011 da Comarca de Itaparica Maria da Conceição Santana Barreto. Nº 0314614-05. Mário Alberto Simões Hirs Decisão: "Deferiu-se pelo prazo de hum ano. Delegatário do 7º Ofício de Imóveis da Capital. Relatora: Desª. Recorrente: Felipe Osmar Duarte Advogados: Béis.8. Processado: João Borges Hegouet Neto. PA 18596/2012 ) . Danilo Souza Ribeiro e outros Relator: Des. determinando-se o encaminhando ao Tribunal Pleno. Augusto Souza de Aras e Fabrício Bastos de Oliveira Relatora: Desª. Escrevente de Cartório daquela Comarca. lotada naquela Comarca.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Relatora: Desª. exercendo o cargo comissionado de Assessor de Juiz na Comarca de Castro Alves. Nº 0320065-11. solicita Remoção ou Disposição para a Comarca de Vitória da Conquista. Ivete Caldas Silva Freitas Muniz Decisão: "Por maioria. por maioria". Clevson Lima Bomfim e outros Recorrido: O Presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Relator: Des. Recorrente: Oduvaldo José Campos Melo. indeferindo o efeito suspensivo. PA 66352/2011) da Comarca de Pau Brasil Requerente: Reinaldo Corregosa Cardoso. Nº 37013/2012 ( ap. com atribuição do efeito suspensivo. Antônio Pessoa Cardoso Decisão: "Conheceu-se do Recurso. remetendo-se os autos ao Tribunal Pleno. Mário Alberto Simões Hirs Decisão: "Indeferiu-se. Processo Administrativo nº 66181/2012 da Comarca de Jequié Requerente: Nerilande Xavier dos Santos.05. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 100 CONSELHO DA MAGISTRATURA PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PARA CONHECIMENTO DAS PARTES: Processo Administrativo Disciplinar nº 38036/2012 (ap PA 8577/2013. Maria do Socorro Barreto Santiago Decisão: "Indeferiu-se o pedido. Lucinete Araújo Barreto Recorrida : Corregedoria das Comarcas do Interior do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.Disponibilização: sexta-feira.

por maioria". solicita Disposição para a Comarca de Salvador Relator: Des. à unanimidade". lotado naquela Comarca. Digitador lotado naquela Comarca.8. Juiz de Direito da Vara Cível Relator: Des. Processo Administrativo nº 71401/2012 (ap PA 17245/2012) da Comarca de Ibotirama Requerente: Manoel Nevton de Deus Martins. Embargos no Processo Administrativo nº 59590/2012 da Comarca de Brumado Embargante: Alyne Roberta Neves Costa. com anuência do Dr. nos termos do voto. solicita Remoção ou Disposição para a Comarca de Luis Eduardo Magalhães Relatora: Desª Maria do Socorro Barreto Santiago Decisão: "Deferiu-se o pedido de Disposição pelo prazo dois anos. Escrevente de Cartório lotado naquela Comarca e Jane Cristina de Oliveira Garrido. Processo Administrativo nº 1393/2013 da Comarca de Canarana Requerente: Edilândia Aparecida Teles Barros. Belª Vera Lúcia Martins Secretária . Escrevente de Cartório. com anuência do Dr. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 101 Processo Administrativo nº 11052/2012 da Comarca de Cícero Dantas Requerente: Deny Wilson Andrade de Morais. à unanimidade". Atendente Judiciária. solicitam Permuta Relatora: Desª Maria do Socorro Barreto Santiago Decisão: "Deferiu-se. Técnico Judiciário lotado na Vara Criminal daquela Comarca. lotada no Juizado Especial Cível daquela Comarca. solicita Remoção para a Comarca de Ilhéus Relatora: Desª Vera Lúcia Freire de Carvalho Decisão: "Indeferiu-se o pedido nos termos do Acórdão. Processo Administrativo nº 15925/2013 da Comarca de Cachoeira Requerente: Cássio Murilo Moura da Silva.Disponibilização: sexta-feira. solicita Disposição para a Comarca de Amargosa. nos termos do Acórdão". julgando procedente e dando provimento aos Embargos. à unanimidade". à unanimidade". Processo Administrativo nº 57347/2012 da Comarca de Canavieiras Requerente: Antônio Felipe Moreira Barbosa. Oficial de Justiça Avaliador. Mário Alberto Simões Hirs Decisão: "Deferiu-se como Remoção.0000 da Comarca de Salvador Recorrente: Dulce Anne Freitas Feitosa Advogados: Béis. Processo Administrativo nº 7003/2013 da Comarca de Ubaíra Requerente: Maria da Luz Santos de Souza. à unanimidade".2012. solicitando Disposição para a 19ª Vara Civil da Comarca de Salvador Relator: Des. Oficial de Justiça Avaliador lotado naquela Comarca. por maioria". Mário Alberto Simões Hirs Decisão: "Deferiu-se como Remoção. solicita Disposição para a Comarca de Tucano. solicita Remoção para a Comarca de Guanambí Relator: Des. Secretaria do Conselho da Magistratura. à unanimidade". Processo Administrativo nº 18194/2012 da Comarca de Pojuca Requerentes: Wilton Novais Oliveira Santos. dando provimento ao recurso.05. em 18 de abril de 2013. Subescrivã da Vara Criminal da quela Comarca. Escrevente de Cartório lotada na Comarca de Salvador. Mário Alberto Simões Hirs Decisão: "Deferiu-se pelo prazo de hum ano.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Recurso Administrativo nº 0314616-72. lotada naquela Comarca. Juiz de Direito Relator: Des. Aristótenes dos Santos Moreira e Carolina Barreto Longa Recorrida: Corregedoria Geral da Justiça Relatora: Desª Maria do Socorro Barreto Santiago Decisão: "Deferiu-se. Mário Alberto Simões Hirs Decisão: "Deferiu-se o pedido nos termos do Acórdão. Mário Alberto Simões Hirs Decisão: "Acolheu-se.

8.380. defiro em parte o pedido. Salvador. SECRETÁRIA DE ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA E ILMA SRA.8. Nº 0001113-67. 57.05. Autorizo vista dos autos fora de Secretaria. À Secretaria da Seção Cível de Direito Público.SALVADOR IMPETRANTE: MARIA CORREIA DE OLIVEIRA ADV. 147 do RITJBA. Notifique-se a autoridade impetrada do inteiro teor desta decisão. encaminhem-se os autos à Procuradoria de Justiça.05. SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA RELATOR: DES. Intime-se. 18 de abril de 2013. IVAN DE SOUZA TEIXEIRA E OUTROS IMPETRADO: ILMA SRA.05. adiando o julgamento para a sessão seguinte (13/05/2013). mediante recibo. com carga a ser realizada na secretaria do Conselho da Magistratura. requisitando informações.8. ainda. querendo.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Eleuze Matos Silva Advogado : Girlene Matos Pereira Gonçalves (OAB: 19584/BA) Advogado : Rejane Barradas Ribeiro (OAB: 14523/BA) Impetrado : Procurador Geral do Estado da Bahia Impetrado : Secretário de Saúde do Estado da Bahia Vistos etc.VITÓRIA DA CONQUISTA. ANTONIO PESSOA CARDOSO . 4935/2008 .OAB/BA 10.2006.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Anisio Mendes da Silva Advogado : Robertto Lemos e Correia (OAB: 7672/BA) Impetrado : Secretario de Administração do Estado da Bahia Por esta razão.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . a importância de R$ 44.917 RELATOR : DES. que deverão ser prestadas no decêndio legal.OAB/BA 10. Publique-se. para que cumpra a parte final da decisão de fl.05. Notifique-se. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 102 CONSELHO DA MAGISTRATURA PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº. o Procurador Geral do Estado acerca da presente impetração para. Publique-se. ficando a servidora e seu advogado desde já intimados. IMPETRANTE: DR.2013. em livro de carga. ANTONIO PESSOA CARDOSO RELATOR SEÇÃO CÍVEL DE DIREITO PÚBLICO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Telma Laura Silva Britto PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0004259-72. ingressar no feito. qual seja.Disponibilização: sexta-feira.MANDADO DE SEGURANÇA .CORREGEDOR DAS COMARCAS DO INTERIOR DESPACHO Tendo em vista a petição protocolizada em 18/04/2013. GOYA LAMARTINE DA COSTA E SILVA . pelo Advogado Goya Lamartine da Costa e Silva . Salvador. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA DESPACHO Examinando os presentes autos.2013. 18 de abril de 2013 Telma Laura Silva Britto PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Clésio Rômulo Carrilho Rosa PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0001113-67.0000 . conforme art. 0006112-19. 479/481. Intimem-se. Cumpridas tais diligências.8.62 (quarenta e quatro . indefiro a liminar requerida. verifico que as partes aqui litigantes não divergem quanto ao valor contido na planilha de cálculo de fls. PROCESSANTE: CORREGEDORIA DAS COMARCAS DO INTERIOR DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA PROCESSADO: ROSE-MAR DE NOVAES TEIXEIRA ADVOGADO: BEL.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Maria Correia de Oliveira Advogado : Ivan de Souza Teixeira (OAB: 14906/BA) Advogada : Diana Perez Rios (OAB: 22371/BA) Advogado : Robertto Lemos e Correia (OAB: 7672/BA) Impetrado : Secretaria da Administracao do Estado da Bahia Impetrado : Secretaria da Educacao do Estado da Bahia PROC.2006.917. no prazo de 5 (cinco) dias.

18 de abril de 2013 Clésio Rômulo Carrilho Rosa PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Cícero Landin Neto PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0001895-11. no prazo de 10 (dez) dias. Salvador. determinando que seja intimada a parte Impetrante. Estado : Antonio Sergio Miranda Sales .2005. 176/180 e documento acostado aos autos à fl.284. cumpra a aludida decisão judicial.SALVADOR IMPETRANTE: ROMILDO ARAÚJO MACHADO ADV.0000 . 181. requereu o impetrante AGNALDO FERREIRA DE JESUS a execução do Acórdão prolatado na Seção Cível de Direito Público no dia 19/10/2006 concedendo a segurança "determinando-se aos impetrados que procedam à convocação dos impetrantes para a realização de terceira etapa prevista no edital do concurso supramencionado" (fls. Salvador. determino que se expeça mandado de intimação para que o Impetrado pague à Impetrante a quantia supra mencionada. na pessoa de seu advogado constituído.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Aurimar Lacerda Rocha Advogado : Antonio João Gusmão Cunha (OAB: 18347/BA) Impetrante : Agnaldo Ferreira de Jesus Impetrante : Rogerio Lima Ribeiro Impetrado : Secretario de Seguranca Publica do Estado da Bahia Impetrado : Secretario de Administracao do Estado da Bahia Proc. Justiça : Zuval Gonçalves Ferreira PROC.05. Estado : Nacha Guerreiro Souza Avena Proc.2011.278/279) O impetrante AGNALDO FERREIRA DE JESUS.265). Estado : Caio Druso de Castro Penalva Vita Proc.05.05.267. JOSÉ CÍCERO LANDIN NETO RELATOR Salvador. DES. Justiça : Cleonice de Souza Lima DECISÃO Através da Petição de fls. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA RELATOR Salvador.Disponibilização: sexta-feira. Pessoalmente intimado por um de seus representantes judiciais.MANDADO DE SEGURANÇA .8. pugnou "que seja determinada sua imediatada nomeação no cargo de agente da Polícia Civil da Bahia". no prazo de 20 (vinte) dias.05. Publique-se para efeito de intimação. 17 de abril de 2013. Assim. agora por meio da Petição de fls. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA DESPACHO Converto os autos em diligência. DES. no prazo de 10 (dez) dias. o Estado Bahia informou e trouxe documento comprovando que foi determinado pelo Procurador Chefe o cumprimento da decisão (fls. Salvador. 18 de abril de 2013. Lei n.115/119). ROSIANE DE SOUZA CARVALHO e DR.º 12. mais uma vez. Publique-se. Justiça : Zuval Gonçalves Ferreira Impetrado : Secretario da Segurança Publica do Estado da Bahia Procª. bem como do representante legal do Estado da Bahia para que. Intimem-se. Publique-se.8. bem como gerar grave consequência no plano institucional. À vista do delineado. IMPETRANTE: DRA. para se manifestar sobre o quanto noticiado na petição de fls. DES. trezentos e oitenta reais e sessenta e dois centavos). sob pena da responsabilidade pessoal das autoridades impetradas. cujo transito em julgado se deu em 24/10/2011(fl.8. Intimem-se.2011. ressalvando que o desrespeito à decisão judicial transitada em julgado pode traduzir-se em crime de responsabilidade política e em ato de improbidade (art.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Pretus Jonilson Silveira Barbosa Advogado : Bruno de Almeida Coelho (OAB: 34439/BA) Impetrado : Secretario de Administração do Estado da Bahia Proc. 18 de abril de 2013 José Cícero Landin Neto PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Antônio Maron Agle Filho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0319038-90. ROBERTO ALVES RODRIGUES IMPETRADO: SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA RELATOR: DES. 17 de abril de 2013.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA RELATOR 0005125-51. 26. determino a notificação pessoal das autoridades impetradas.2012.016/2009). sob as cominações legais.8. Nº 0005125-51.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Romildo Araujo Machado Advogado : Flávia Milena Lima Barbosa Nunes (OAB: 17839/BA) Advogado : Rosiane de Souza Carvalho (OAB: 27475/BA) Advogado : Roberto Alves Rodrigues (OAB: 5522/BA) Proc. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 103 mil.

Nova conclusão dos autos.78/80.Disponibilização: sexta-feira. considerando que o impetrado.. neste caso. 18 de abril de 2013 Antônio Maron Agle Filho PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Silvia Carneiro Santos Zarif PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0006176-29.05.. é o Secretário de Administração que. de fato. Decorrido o prazo. Publique-se.81).0000 Mandado de Segurança Impetrante : Licia Maria Morais Sanchez Advogado : Alessandra Schurig Carrilho Rosa (OAB: 29229/BA) Impetrado : Secretario de Cultura e Turismo do Estado da Bahia Notifiquem-se a autoridade coatora e a Fundação Cultural do Estado da Bahia . o prazo para responder aos termos da inicial. como Autoridade Impetrada. Secretário de Administração do Estado da Bahia. Com as manifestações e sem novos requerimentos. inobstante figurar. Publique-se. o Sr. deve a referida petição ser desentranhada destes autos. 18 de abril de 2013 Silvia Carneiro Santos Zarif PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Cícero Landin Neto PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0006113-04.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Flávio Orlando Carvalho Mattos Advogado : Emanuel Fernandes da Cunha Moura (OAB: 19464/BA) Advogado : Luiz Tadeu Viana de Melo (OAB: 26083/BA) Impetrado : Secretario de Administração do Estado da Bahia Reservo-me para apreciar o pedido liminar após a notificação da(s) autoridade coatora.2013. as informações foram prestadas. querendo.05. para pronunciamento por um de seus Procuradores de Justiça. no prazo de 10 (dez) dias. o requerimento de desentranhamento das informações de fls. Salvador. intimado às fls. no prazo de dez dias.Informações da Coordenadora do PLANSERV estão colacionadas às fls. Observo.. Salvador. consoante certificado à fl..2013. voltem conclusos os autos para apreciação do pedido de liminar.05. após a apresentação. em branco. Converto o julgamento em diligência. Intimem-se. o qual deixou transcorrer. em seguida. Dê-se ciência do feito ao órgão de representação judicial da pessoa jurídica interessada. como manifestação oficial do órgão em que a Autoridade Impetrada atua. para. antes. às fls. ingressar no feito. ingressar no feito. ao menos aprioristicamente. é proveniente da Secretaria de Administração do Estado da Bahia. determinando a intimação pessoal da Autoridade Impetrada para se manifestar.85). Justiça : Cleonice de Souza Lima Vistos. do parecer de fls. meio através do qual obtemperou-se que ".TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . querendo. querendo. 83/89. Notifique-se a autoridade coatora solicitando-lhe a apresentação das informações que entender pertinentes.51.78/80. Publique-se.8.8. porém. pela Sra. pela Douta Procuradoria de Justiça. etc. oportunamente. no entanto.2013. Intimem-se. Verifico que.FUNCEB para que tomem conhecimento da presente ação e prestem as informações de estilo. entendo por bem me reservar a apreciar. Assim sendo. ao Ministério Público. enviando-lhe cópia da inicial para.8. 81.. de modo a se revelar.. no prazo de 48 horas." (fl.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Otavio Augusto Laborda Fernandes Advogado : Ricardo Borges Maracaja Pereira (OAB: 38648/BA) Impetrado : Secretario de Administração do Estado da Bahia Impetrado : Secretário da Fazenda do Estado da Bahia . porém. Cumpra-se. malgrado não tenha esta subscrito dito expediente. Vieram-me conclusos estes autos. Cumpra-se. Salvador. bem como dê-se ciência do feito ao órgão de representação judicial da pessoa jurídica interessada. independentemente de novo despacho. deixou de prestar informações (conforme certidão de fls. 18 de abril de 2013 Silvia Carneiro Santos Zarif PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Silvia Carneiro Santos Zarif PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0006168-52. relativo às solicitadas informações. com ou sem as manifestações. enviando-lhe cópia da inicial. que o ofício. Coordenadora do Planserv. encaminhem-se os autos. 78/80. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 104 Procª.

Malheiros. Acreditava-se que a ação pressupunha a contestação de um direito e que. Na lição do administrativista CELSO ANTÔNIO BANDEIRA DE MELLO. ilegalmente ou com abuso do poder. o de que líquido e certo deve ser o substrato fático do qual decorre o direito" (Desvio de poder na Anulação de Ato Administrativo. Isto posto. de fácil interpretação. "considera-se líquido e certo o direito independentemente de sua complexidade". não ensejará a via augusta do mandado de segurança" (Mandado de Segurança. "que a expressão direito líquido e certo é inegavelmente equívoca ou. e o SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA DO ESTADO DA BAHIA. se o documento necessário estiver em poder de autoridade que recuse fornecê-lo" (Curso de Direito Administrativo. 4ª edição. Em verdade. consubstanciado no subsídio máximo do Governador do Estado". como ensina ADILSON ABREU DALLARI. compete estabelecer que o impetrante sustenta que há algum tempo tem sofrido descontos em seus proventos. Sálvio de Figueiredo Teixeira (p.117). nº 7.37. seja de que categoria for e sejam quais forem as funções que exerça". as vantagens pessoais: Art. "para que os impetrados suspendam o desconto indevido na remuneração do impetrante".e só nisso . publicada no dia 05/06/1998. Aduz o impetrante que é Auditor Fiscal "e tem sofrido com descontos ilegais em seus vencimentos. Diante de críticas dessa estirpe. 34 § 5º da CE/89).TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . o que motivava diversos juristas a questionarem o verdadeiro sentido da opção constitucional por um vocábulo tão "forte". O que é fundamental para o cabimento do mandado de segurança é a possibilidade de apresentação de prova documental do que alegado pelo impetrante e a desnecessidade de produção de outras provas ao longo do procedimento. em artigo intitulado "Mandado de Segurança: Apontamentos" as lições magistrais do antigo ministro da mesma instituição.37 da Constituição Federal teve seu conteúdo alterado vinculando o teto remuneratório nacional ao subsídio mensal dos Ministros do STF e incluiu. ao final. sendo comprováveis por documentação acostada quando da impetração da segurança ou.016/2009 estabelece que: "conceder-se-á mandado de segurança para proteger direito líquido e certo. como parecia impor a norma. mantendo-se o certo" (2002. E o art. 14). 2004. Naquela ocasião instaurou-se a controvérsia sobre o seu significado. ensejando dúvidas interpretativas. Para LÚCIA VALE FIGUEIREDO. Optou-se por seu alijamento e. vejamos porquê: Com a edição da Emenda Constitucional nº. é o que não se submete a controvérsias factuais. em seu lugar. substituído posteriormente pelo atual "líquido". Defende haver equívoco neste desconto. autárquica e fundacional. "direito líquido e certo há quando a ilegalidade ou abusividade forem passíveis de demonstração documental. no texto da Constituição de 1934. então. 31) É importante frisar. tem seu teto remuneratório em verdade esta vinculado ao subsídio dos Desembargadores do TJ/BA (art. quando os fatos a que se deva aplicá-lo sejam demonstráveis "de plano". 4ª edição. que somente foi desvendado pelo trabalho conjunto da doutrina e da jurisprudência ao longo do tempo". viu-se logo que a incontestabilidade não constitui caráter específico. 5º.e efetivamente haja . no mínimo. p. pois. da Constituição Federal: "conceder-se-á mandado de segurança para proteger direito líquido e certo. o que não oferecesse complexidade. sendo defeso a ele a alegação de complexidade da questão. dos detentores de mandato eletivo e dos demais agentes políticos . A resolução da questão posta no presente writ exige uma regressão às Emendas Constitucionais. colocou-se líquido. É sabido que o artigo 1º da Lei nº. algumas vozes recordavam o princípio do iuria novit curia. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 105 O presente Mandado de Segurança. São Paulo: Malheiros. por mais controvertido que seja o entendimento jurídico sobre a matéria. Os estornos são realizados pelas Autoridades Coatoras com base no limite de teto salarial. alguém sofrer violação ou houver justo receio de sofrê-la por parte de autoridade. ou seja. sob o ponto de vista jurídico. acima de toda dúvida razoável. Outro não é o escólio do professor Cassio Scarpinella Bueno. sob a alegação de que ultrapassam o limite constitucional. independentemente de sua complexidade ou densidade. "direito líquido e certo. imprecisa. requerer à concessão liminar. Está superado o entendimento de que eventual complexidade das questões (fáticas ou jurídicas) redunda no descabimento de mandado de segurança. foi impetrado por OTAVIO AUGUSTO LABORDA FERNANDES indicando como autoridades coatoras o SECRETÁRIO DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA. observou. mas como qualquer direito é passível de contestação. Instituto de Direito Público da Bahia. suficiente para possibilitar o writ. É o que salienta José da Silva Pacheco: "A princípio cogitava-se de direito certo e incontestável". 4). setembro/2006. 12. apurável de plano sem detido exame nem laboriosas cogitações. p.controvérsia de direito. Atualmente. inaudita altera pars.Salvador. só as questões muito simples estariam ao alcance do mandado de segurança". Carlos Mário Velloso. se incertos os fatos. no seu cômputo. então. dos membros de qualquer dos Poderes da União. dos Estados. "quando independam de instrução probatória. para. São Paulo: Saraiva. requisitada pelo juiz a instâncias do impetrante. se assim não fosse. o que levou Castro Nunes a afirmar que. requisitada pelo juiz a instâncias da impetração da segurança ou. Disponível em: www. 2ª ed. a polêmica teórica teve início na época em que ainda vigia. Da mesma forma no que diz respeito ao mandado de segurança individual. Nisso . E por fim o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL editou a Súmula 625. Em outro falar: o direito deve ser certo quanto aos fatos. com pedido liminar. pois seu teto remuneratório estaria atrelado à remuneração do Governador do Estado. o inciso XI do art. Colaciona diversos entendimentos jurisprudenciais sobre a matéria em debate. não amparado por "habeas-corpus" ou "habeas-data". para manter a expressão utilizada quando o mandado de segurança foi introduzida no direito brasileiro. o predicado "incontestável". p. § 12º da CF/88 c/c art. quando o responsável pela ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública ou agente de pessoa jurídica no exercício de atribuições do Poder Público". a incontestabilidade era associada ao direito mesmo do requerente.direitodeestado. sempre que. XI da CF/88: A remuneração e o subsídio dos ocupantes de cargos. 37. que disse: "Nos primórdios do mandado de segurança chegou-se a entender que direito líquido e certo fosse aquele que não demandasse maiores considerações.reside a noção de 'direito líquido e certo" (Mandado de Segurança. p. evidente. entendidas desse modo as palavras do texto constitucional. E o que seria direito líquido e certo que o Mandado de Segurança estaria a proteger? A expressão constitucional "direito líquido e certo" já foi objeto de largas discussões doutrinárias e jurisprudenciais. O Ministro do STJ. funções e empregos públicos da administração direta. LXIX. muito embora possa haver . Ela possivelmente somente foi mantida no texto da atual Constituição Federal por razões históricas. 224). o direito translúcido. qual seja. quem tem alguma familiaridade com a matéria já conhece o entendimento que foi se afirmando cada vez mais e que hoje já é havido como pacífico. ou que não ensejasse dúvida.Revista Eletrônica de Direito de Estado. não haveria necessidade de nenhuma ação protetiva. do Distrito Federal e dos Municípios. segundo o qual é dever do magistrado aplicar o direito. Há algum tempo.Disponibilização: sexta-feira. Portanto.br).com. 19. não amparado por habeas-corpus. in verbis: "Controvérsia sobre matéria de direito não impede concessão de mandado de segurança". julho/agosto.

a E. o subsídio do Prefeito.37. pensões ou outra espécie remuneratória." (Direito Constitucional Didático. in verbis: "Esta Emenda Constitucional entra em vigor na data de sua publicação. 07. do Distrito Federal e dos Municípios. Posteriormente foi editada a Emenda nº 41. Para Maria Helena Diniz. passou a admitir tetos gerais e específicos. Curso de direito constitucional. 47/2005).p.12. mais uma vez. esclarece MANOEL JORGE E SILVA NETO que "em situações excepcionalíssimas.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Entretanto. Rio de Janeiro: Lúmen Júris. E conclui o já citado professor: "A despeito dessa regra geral.Disponibilização: sexta-feira. 2008. 19/98). Confrontando o dispositivo acima transcrito com o inteiro teor do art. depois de reformada por esse última emenda. uma pergunta deve ser respondida: A norma insculpida no parágrafo 5º do art. Segundo o novo mandamento.. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 41. 47/2005 que remeteu os efeitos dessa emenda ao dia 19/12/2003. 2ª edição. estes dependendo da respectiva entidade federativa. autárquica e fundacional. dos membros de qualquer dos Poderes do Estado e dos Municípios. a não ser que haja expressa previsão normativa. É que a norma revogada não remanesce com a revogação da que a havia revogado. é tal repristinação possível. o Estado e o Distrito Federal têm a faculdade de fixar teto único remuneratório. de 2005)".34 para estabelecer que a remuneração e o subsídio dos ocupantes de cargos. aplicável este limite aos membros do Ministério Público. dos Ministros do Supremo Tribunal Federal. para estabelecer que o subteto remuneratório nos Estados e no Distrito Federal seria o subsídio mensal do Governador: Art. em espécie. percebidos cumulativamente ou não. 47/2005. não se admitirá a repristinação quando não houver explícita autorização nesse sentido" (NETO. e facultando aos Estados. 19. Manoel Jorge e Silva. em seu âmbito. 41/2003. 3º) no Judiciário. o subsídio dos Desembargadores do tribunal de Justiça. 4. não poderão exceder o subsídio mensal. o subsídio dos Deputados Estaduais e Distritais no âmbito do Poder Legislativo e o sub-sídio dos Desembargadores do Tribunal de Justiça. XI.34 da Constituição Estadual veio explicitamente consignado no art. em espécie. tenha adquirido conformidade com o texto constitucional atual. dos Desembargadores. por colocar em risco a segurança jurídica. o subsídio mensal do Governador no âmbito do Poder Executivo.34. § 5º. em espécie. estabelecer como limite único o subsídio mensal. o inciso XI. incluídas as vantagens pessoais ou de qualquer outra natureza. a Constituição do Estado da Bahia foi alterada com a inserção do § 5º ao art. Del Rey. limitado a noventa inteiros e vinte e cinco centésimos por cento do subsídio mensal.37. Estados. o subsídio mensal dos Desembargadores do respectivo Tribunal de Justiça. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 106 e os proventos. "Repristinar é revalidar norma revogada. causando sérias dificuldades à aplicação do direito. in verbis: Art. pode o legislador constituinte originário determinar.atual. em espécie. a repristinação é o restabelecimento da eficácia de uma norma que foi revogada pela ordem jurídica anterior. Sobre as alterações introduzidas pela Emenda Constitucional nº.25%) do subsídio mensal dos ministros do Supremo Tribunal Federal" (Manual de Direito Administrativo.6º da EC nº. no dia 18 de janeiro de 1999. incluídas as vantagens pessoais ou de qualquer outra natureza.C nº. da CF.657/42). dos detentores de mandato eletivo e dos demais agentes políticos e os proventos. 45). Ed. Ocorre. Contudo. pensões ou outra espécie remuneratória. em regra. Distrito Federal e Municípios. da Constituição do Estado da Bahia. pelo qual ficou alternativas para fixação do teto. em espécies.2º da Lei de Introdução ao Código Civil (Decreto-Lei nº. dos detentores de mandato eletivo e dos demais agentes políticos e os proventos. dos Ministros do Supremo Tribunal Federal (Redação dada pela Emenda nº. dos Desembargadores do respectivo Tribunal: "para os fins do disposto no inciso XI do caput deste artigo. Do mesmo modo. o efeito repristinatório relativamente a norma infraconstitucional. A Constituição. dos Ministros do Supremo tribunal Federal. o qual a seu turno se limita ao percentual de noventa inteiros e vinte e cinco centésimos por cento (90. esclarece o administrativista José dos Santos Carvalho Filho "que a regra do teto remuneratório é a que consta no art. não poderão exceder o subsídio mensal. o que. pensões ou outra espécie remuneratória. não poderão exceder o subsídio mensal. Luiz Alberto David ARAÚJO e Vidal Serrano Nunes Araújo JÚNIOR. porém.37 da CF. atualizado até a EC 52/2006. ao art. da Constituição do Estado da Bahia: A remuneração e o subsídio dos ocupantes de cargos.2 pág. aos Procuradores e aos Defensores Públicos". no âmbito do Poder Judiciário.p. o subsídio mensal. e nos Estados e no Distrito Federal. foram previstos três subtetos: 1º) no Executivo. aplicando-se como limite. funções e empregos públicos da administração direta. mesma data que entrou em vigência a EC nº 41/2003. de modo expresso. modificando. em espécie. datada de 19/12/2003. funções e empregos públicos da administração direta. fica facultado aos Estados e ao Distrito Federal fixar. limitado a noventa inteiros e vinte e cinco centésimos por cento do subsídio mensal dos Ministros do Supremo Tribunal Federal. XI da CF: A remuneração e o subsídio dos ocupantes de cargos. Saraiva. como limite único. A revalidação do parágrafo 5º do art. 47/2005 no teto remuneratório dos servidores públicos. 41/2003. o subsídio dos Deputados Estaduais e Distritais. percebe-se que essa última legislação perdeu temporariamente a eficácia durante a vigência da EC nº. em espécie.. mediante emenda à Constituição. p. Não é diferente o magistério do constitucionalista KILDARE CARVALHO MENDONÇA: "não se admite a convalidação ou repristinação da legislação ordinária que incompatível com a Constituição anterior. autárquica e fundacional. . acrescentando ao artigo 37 da CF o § 12º. do artigo 37 da Constituição Federal. incluídas as vantagens pessoais ou de qualquer outra natureza. desde que o façam através de emendas às respectivas Constituições e Lei Orgânica (aqui no caso do Distrito Federal). Rio de Janeiro: Lumen Juris. 151). não se aplicando o disposto neste parágrafo aos subsídios dos Deputados Estaduais e Distritais e dos Vereadores. autárquica e fundacional. rer.34. através da Emenda nº. dos membros de qualquer dos Poderes do Estado e dos Municípios não poderão exceder o subsídio mensal.3.34 da Constituição Estadual foi repristinada com o advento da emenda nº. O limite único deverá corresponder ao subsídio mensal dos Desembargadores do respectivo Tribunal de Justiça. com a redação da EC nº. contudo. aplicável para esse limite aos membros do Ministério Público. dos Desembargadores. Assim estabeleceu como teto geral para todos os Poderes da União. 1989.2003). o subsídio mensal do Governados. dos Ministros do Supremo Tribunal Federal. nos Municípios.658). mediante emenda às respectivas Constituições e Lei Orgânica. Observando essa diretriz. ampl. introduziu o § 12º. funções e empregos públicos da administração direta. dos Estados.129). se houver expressa disposição normativa nesse sentido" (Norma Constitucional e seus Efeitos. percebidos cumulativamente ou não. § 5º. 2º) no Legislativo. que no dia 05/07/2005 foi editada a EC nº 47. para a completa análise do caso sub oculli. não seria possível de uma análise superficial do art. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 47. 5ª ed. percebidos cumulativamente ou não. B.6º da EC nº. dos membros de qualquer dos Poderes da União. de 2003" (art. com efeitos retroativos à data de vigência da Emenda Constitucional nº 41. juridicamente. 28ªed. sendo condenável. 47/2005 ? Como se sabe. aos Procuradores e aos Defensores Públicos.

Nada impede. AI 389592 / RS. CELSO DE MELLO. item n. Min. p. p. cede (. São Paulo: Saraiva. este último fato não restaura . 5ª Edição.). item n.. item n. que inexiste. Servidores Públicos do Poder Executivo. Limite salarial. Julgamento: 01/08/2002).34. Renovar. O fenômeno do ressurgimento da eficácia da lei revogada pela ulterior revogação da lei revogadora. item n.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . "Interpretação e Aplicação da Constituição". CELSO DE MELLO. Introdução e Teoria Geral".§ 3 . inclusive no que concerne ao reconhecimento da possibilidade jurídica de emenda à Constituição repristinar a eficácia de diplomas legislativos. Min. 72/73. a Lei nº 9. fundada na EC 21/99. p. 1999. dos Desembargadores. Min. também afirmam que é possível a ocorrência de repristinação quando houver expressa disposição legal: "No sistema infraconstitucional produzido durante a vigência da Constituição de 1946 havia muitas normas que seriam compatíveis com o atual texto de 1988. 1999. como aqueles de caráter meramente temporário referidos no art. não havendo portanto. "Elementos de Direito Constitucional". portanto. p. § 5º da CE. Rel.911/94) se dá de modo expresso pela lei revogadora (no caso. remeter os efeitos da EC 47 para a data de 19 de Dezembro de 2003 exatamente para restabelecer a eficácia da norma estadual prejudicada pela EC 41.g. 263. CARLOS VELLOSO . que se verificaria pelo retorno da vigência da lei revogada pela singela revogação da lei revogadora. não importando nenhuma violação aos ditames da Lei de Introdução do Código Civil". 365/366.34. STF .6º da EC nº. Presidente do TJDF: Despiciendo destacar que a Lei de Introdução ao Código Civil. 347. vol. JOÃO BATISTA DE MELLO E SOUZA NETO. 41/2003 que fixou como teto o subsídio do Governador. se a lei A é revogada pela B e a seguir. 3ª edição. Saraiva. Rel. Estado da Bahia que já havia se utilizado dessa faculdade através do Art. mas bastante elucidativa. 6. dos Desembargadores do respectivo Tribunal. nas quais se vem enfatizando a plena legitimidade constitucional da exigência da CPMF. CARLOS VELLOSO . consoante reconhece o magistério da doutrina (JOSÉ DE OLIVEIRA ASCENSÃO. 86. 1996.311/96 e Lei nº 9. Repristinar. 2°. Relator: Ministro Nelson Jobim. a "ressurreição" da norma revogada (na espécie. Em situações idênticas a que se apresenta este Colendo Tribunal de Justiça do Estado da Bahia tem reiteradamente decidido: TJBA . por necessário.624/98 que revoga a Lei nº 9. Preliminar de reserva de plenário rejeitada porque o presente writ não tem por objeto uma declaração de inconstitucionalidade. p. CARLOS MAXIMILIANO. 82/83. Forense.. Julgamento: 29/09/1999.. caráter ou estado primitivo. 5ª ed.Impõe-se rememorar. a proscrição da contestada repristinação. veio explicitamente consignado no art. 1999.) à disposição em contrário de lei ordinária. mesma data que entrou em vigência a EC nº 41/2003. mas apenas e tãosomente a chamada repristinação tácita. Relator. em nosso sistema de direito positivo. ocorreu a REPRISTINAÇÃO EXPRESSA do § 5º do artigo 34 da Constituição do Estado da Bahia.527/97). significa restaurar a eficácia de lei anteriormente revogada" (Direito Civil: parte geral. CELSO DE MELLO. CELSO DE MELLO.263-7/SC. Art.808-SC. tais regras já desapareceram. 1997. trata-se de caso típico de retroatividade benéfica uma vez que os servidores que foram prejudicados pela EC 41 podem voltar a ter seus vencimentos limitados ao que dizia a Constituição Estadual da Bahia. Forense. Segurança parcialmente concedida para determinar que o Secretário de Estado da Fazenda do Estado da Bahia se abstenha de efetuar qualquer estorno a título de limite constitucional nos contra-cheque dos beneficiários deste mandado de segurança. p.Curso de direito constitucional. §5º. 87. mas tão somente a restauração de um dispositivo legal que o legislador reconheceu por injusta a sua revogação. Impossibilidade. No entanto. 47/2005 a retroatividade dos efeitos dessa emenda (47/2005) ao dia 19/12/2003.. 455. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 107 em seu Curso de Direito Constitucional. CAIO MÁRIO DA SILVA PEREIRA. 2031-DF. "O Direito e a Vida dos Direitos".). Min. Em termos jurídicos. item n. p. "Lei de Introdução ao Código Civil Brasileiro Interpretada".a menos que haja disposição em contrário . considerando que a EC nº 47 possui efeitos retroativos à data de vigência da EC nº41(consoante determina o art. Subteto constitucional. Relator: Min. Min.Disponibilização: sexta-feira. (). 2004). v. ressaltou o Desembargador Nívio Gonçalves... observando-se. 2ª ed. não veda a hipótese de repristinação tout court. Octávio Galotti. 10ª ed. 18ª ed. como acima demonstrado. proferiu no julgamento da ADI 2. item n. Julgamento: 24/09/2002). p. 156. Saraiva) (ADIN nº. 6º da EC nº47). Luiz Alberto David. recebe o nome de repristinação. 368. "A Lei de Introdução ao Código Civil Brasileiro". "O Direito. a repristinação de lei ordinária pela própria Constituiçãoh (AI 389592 / RS.Daí a correta observação constante do voto que o eminente Ministro OCTAVIO GALLOTTI. 18ª ed. significa restituir valor. A concessão de mandado de segurança não produz efeitos patrimoniais em relação a períodos pretéritos. p. da CE e teve esse dispositivo revalidado pelo fenômeno da repristinação expressa. Rel. 172. Octávio Galotti. 368. os quais devem ser reclamados administrativamente ou pela via judicial própria (Sumula 271 do STF).16).739-SC. porque inexiste o fenômeno de repristinação em direito constitucional.Ag 393. vol. pois não foram recebidas pela Constituição de 1967.031-DF: "De seu turno. Posterior promulgação da EC 47/2005 que facultou aos Estados adotar como limite salarial único a remuneração. 1999. mera regra de interpretação editada pela Lei de Introdução do Código Civil. 19ª ed. Vidal Serrano Nunes Araújo. 300/301. a possibilidade de haver previsão expressa da manutenção ou adoção de uma norma revogada" (ARAÚJO. obviamente. 1º. Devolução dos valores anteriormente estornados. Desse modo. item n.Mandado de Segurança. a lei B é revogada pela lei C. em espécie. EDUARDO ESPINOLA e EDUARDO ESPINOLA FILHO. No julgamento do Mandado de Segurança nº. a Lei nº 8. 7ª ed. Relator: Min. §5º da CE que dispõe expressamente que a remuneração de qualquer integrante do Poder Executivo não poderá exceder o subsídio mensal.Ag 384. § 3º. Há. JÚNIOR.16. Editora Atlas. no entanto. RT. O fato de serem compatíveis com o texto de 1988 não faz com que sejam recepcionadas. São Paulo: Saraiva. da LICC. a lei revogada não se restaura por ter a lei revogadora perdido vigência. AI 389592 / RS. a limitação aqui estabelecida(subsídio dos desembargadores . Julgamento: 29/09/1999. Julgamento: 01/08/2002. obstáculo constitucional a que se outorgue efeito repristinatório às leis em geral. em espécie. neste ponto. Relator: Ministro Nelson Jobim. p. Julgamento: 01/08/2002. Rel. Assim. item n. Mérito. MICHEL TEMER. que esse mesmo entendimento tem sido observado em decisões proferidas no âmbito desta Corte (Ag 363. jamais alcançando a hierarquia constitucional (.263-7/SC. AGRG nº. Julgamento: 24/09/2002).. Assim. STF Cabe registrar.539/97) (ADIN nº. MARIA HELENA DINIZ. nenhuma afronta à Constituição. 11. Subteto remuneratório.a eficácia da lei A. 3ª edição.. Auditores Fiscais. mas a garantia de um direito estatuído no art. 2031-DF.490-RS. Rel.34. 2001. Quis o legislador. E os Ministros do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL tem reiteradamente afirmado: STF . 4. LUÍS ROBERTO BARROSO. perante o TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. VICENTE RÁO. 27. sustenta que "Segundo dispõe o art. 38. portanto. Dispositivo estadual suspenso temporariamente pela EC nº. 39. 75 do ADCT (Lei nº 9. pois... AGRG nº. Relator: Min. "Instituições de Direito Civil". em seu artigo 2º. vez que. do ponto de vista semântico. 1995. 2001. em lição sintética. Almedina.. 2002. "Hermenêutica e Aplicação do Direito". Malheiros. I.

8. art. explicitando seu entendimento através da seguinte ementa: "CONSTITUCIONAL .336-6 . SUBSÍDIO MENSAL DO DESEMBARGADOR ESTADUAL. O subteto dos servidores inativos pertencentes aos quadros do Poder Executivo do Estado da Bahia corresponde ao subsídio mensal dos Desembargadores deste Estado por força do art.8. Relator: Des.MANDADO DE SEGURANÇA.8.PRECEDENTES DA EGRÉGIA CORTE DE JUSTIÇA ESTADUAL DA BAHIA . e §12. INCISO XI E § 12. Relatora: Des. SEGURANÇA CONCEDIDA(Mandado de Segurança n. SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL. Seção Cível de Direito Público.VIOLAÇÃO DE GARANTIAS CONSTITUCIONAIS .0000.MANDADO DE SEGURANÇA .MEDIDA LIMINAR CONCEDIDA. INEXISTÊNCIA DE REPERCUSSÃO GERAL. CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DA BAHIA.ILEGALIDADE . Segurança parcialmente concedida para determinar que o Estado da Bahia aplique ao impetrante. AUDITOR FISCAL.2011. DES.8.05. § 5°. DIREITO CONSTITUCIONAL. Assim.APELAÇÃO . AGRAVO REGIMENTAL PREJUDICADO EM FACE DO JULGAMENTO DE MÉRITO DO MANDMUS. Entendimento já adotado por esta Egrégia Corte de Justiça Estadual: MANDADO DE SEGURANÇA. o subsídio do Governador do Estado da Bahia. PRELIMINAR DE RESERVA DE PLENÁRIO REJEITADA. Telma Laura Silva Britto) O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS. AGRAVO INTERNO PREJUDICADO. § 5º da Constituição do Estado da Bahia.05. E ainda ressaltou o Ministro Ricardo Lewandowski em seu voto: "É ilegal o estorno procedido nas remunerações dos auditores fiscais com base no subsídio do Governador ante ao teor da Emenda n. CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DA BAHIA. Sendo assim.RELATOR: EXMO. 37. inexistindo a arguição de inconstitucionalidade de qualquer norma inserta no ordenamento jurídico pátrio. DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. REMUNERAÇÃO LIMITADA PELO SUBSÍDIO DOS DESEMBARGADORES ESTADUAIS.POLICIAL MILITAR . Nesse mesmo diapasão: TJBA .LIMITE REMUNERATÓRIO . coronel da reserva da Polícia Militar. 34. TJBA .julgado em 15/10/2009). SEGURANÇA CONCEDIDA (Mandado de Segurança n.MANDADO DE SEGURANÇA. Data do Julgamento: 22/10/2009. § 5°. CONSTITUCIONAL. ilegal é o ato administrativo impugnado que estipulou como subteto do impetrante. (. da Constituição Estadual. Recurso provido (APELAÇÃO CÍVEL N° 1. da Constituição Estadual. §5º. TJBA .REMUNERAÇÃO DO SERVIDOR DO PODER EXECUTIVO. POLICIAIS MILITARES. que estabelece como teto remuneratório dos membros integrantes de qualquer dos Poderes do Estado o subsídio mensal. Precedentes. CF. Relatora: Desª. dos Desembargadores. EMENDA CONSTITUCIONAL 41/2003. da CEBa. o subsídio mensal do Desembargador do tribunal de Justiça da Bahia ( Mandado de Segurança nº29339-9/2008. Relator: JOSE CICERO LANDIN NETO. Segurança Concedida (Mandado de Segurança n. ARTIGO 34. Seção Cível de Direito Público Relator: Des.34 da Constituição Estadual.).REMUNERAÇÃO DO SERVIDOR DO PODER EXECUTIVO .SUBTETO REMUNERATÓRIO . também já apreciou esta mesma questão em Recurso julgado no dia 09/02/2009. KILDARE CARVALHO) No julgamento do Recurso Extraordinário nº. SUBSÍDIO DE DESEMBARGADOR DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA.2011.º 0304966-98..0000.37.o Supremo Tribunal Federal não conheceu àquele Recurso Extraordinário.0000. REJEITADA A PRELIMINAR. CORONEL DA POLICIA MILITAR APOSENTADO. O limite remuneratório no serviço público estadual é o subsídio mensal. INEXISTÊNCIA DE DIREITO ADQUIRIDO À PERCEPÇÃO DE PROVENTOS EM DESACORDO COM A CONSTITUIÇÃO. § 5º.0000. 37. XXXVI e 37. a Desembargadora Rosita Falcão de Almeida Maia. como teto de remuneração. LIMITE CONSTITUCIONAL. instituindose como limite remuneratório o subsídio mensal de Desembargador do TJBA. Relatora: Desª. AUDITOR FISCAL.SEGURANÇA CONCEDIDA O objeto deste writ é a análise sobre a validade e a vigência do artigo 34. LIMITE CONSTITUCIONAL.EMENDAS CONSTITUCIONAIS 41/03 E 47/05 .2012. SEÇÃO CÍVEL DE DIREITO PÚBLICO. Inteligência do art.DESCONTOS EXTRATETO . Relator: Des. da CF. REVALIDAÇÃO EXPRESSA DO ART.º 0011381-10. dispondo a Constituição Estadual. Carlos Alberto Dultra Cintra). José Cícero Landin Neto . Seção Cível de Direito Público. ESTORNO NA REMUNERAÇÃO. Ilegalidade e abuso de poder e violação a direito líquido e certo ocorrentes. mormente diante das alterações operadas pela Emenda Constitucional 47/2005.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . ARTIGO 37.Repercussão Geral . o ato jurídico perfeito e a irredutibilidade de vencimentos e proventos previstos nos artigos 5º. processo nº 10273-6/ 2009. 34. é ilegal o ato administrativo que estorna dos . 3.05.MANDADO DE SEGURANÇA . ( Mandado de Segurança nº0004982-67. Maria do Socorro Barreto Santiago). em espécie.relacionado ao subteto dos Auditores Fiscais do Estado de Rondônia . Seção Cível de Direito Público. desde o dia 18 de janeiro de 1999. houve expressa revalidação do § 5º. § 5°. PRECEDENTES. SR. TETO E SUBTETO REMUNERATÓRIO. percebido pelos Desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia. §12. SUBSÍDIO DO DESEMBARGADOR. Julgado o mandamus. §5º. 576. sendo o impetrante funcionário público vinculado ao Poder Executivo. Segurança concedida. Questão restrita aos interesse regional e das partes". MÉRITO . viola garantias constitucionais como o direito adquirido. na medida em que o referido diploma remeteu os seus efeitos à mesma data em que passou a viger a EC nº 41/03.0000.957399-2/002 . TJBA . SUBSÍDIO DO GOVERNADOR.IMPOSSIBILIDADE. § 5°.c. Seção Cível de Direito Público. INCISO XI E § 12.0024. COM EFEITOS RETROATIVOS. REMUNERAÇÃO LIMITADA PELO SUBSÍDIO DOS DESEMBARGADORES ESTADUAIS. DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL. Aplica-se aos servidores públicos do Estado da Bahia o texto do artigo 34. DA CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DA BAHIA OBSERVÂNCIA DO TETO REMUNERATÓRIO DOS DESEMBARGADORES DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA . DIREITO CONSTITUCIONAL.05. que a remuneração e o subsídio dos membros de qualquer dos Poderes do Estado não poderão exceder o subsídios mensal dos Desembargadores do TJBA e. c.MANDADO DE SEGURANÇA ..2008. cuja relatoria coube ao DESEMBARGADOR KILDARE DE CARVALHO: TJMG .º 0014813-37. ARTIGO 37. Seção Cível de Direito Público.PROVENTOS . instituindose como limite remuneratório o subsídio mensal de Desembargador do TJBA. do artigo 34. Julgado: 05/02/2009). Seção Cível de Direito Público. TETO REMUNERATÓRIO. APRECIAÇÃO DO AGRAVO REGIMENTAL PREJUDICADA EM RAZÃO DO JULGAMENTO DO MÉRITO NO MANDAMUS. com alterações dadas pelas ECs nos 41/2003 e 47/2005. Carlos Alberto Dultra Cintra) TJBA .8. por força do subteto.05.0000. TJBA .08. TETO E SUBTETO REMUNERATÓRIO.Disponibilização: sexta-feira.2011. O corte da remuneração. inciso XV da Constituição Federal.LIMITE DA REMUNERAÇÃO . XI. Aplica-se aos servidores públicos do Estado da Bahia o texto do artigo 34. em espécie. Com a entrada em vigor da EC nº 47/05.05.8. SUBTETO REMUNERATÓRIO DO ESTADO DA BAHIA. Silvia Carneiro Santos Zarif).ADMINISTRATIVO. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 108 do TJBA) ().2012. da CF e § 5º do art. resta prejudicado o Agravo Interno (Mandado de Segurança nº 0306223-61.MANDADO DE SEGURANÇA. Relatora: Desª. SEGURANÇA CONCEDIDA (Mandado de Segurança n. EC 47/2005. ART. § 12º. CF. SUPERVENIÊNCIA DA EMENDA CONSTITUCIONAL 47/2005.º 0011397-61. da Constituição Estadual. 47/2005 e n. ARTIGO 34. 16/2003/CE".SEGURANÇA CONCEDIDA.REVALIDAÇÃO DO ARTIGO 34.

do Regimento Interno deste Tribunal de Justiça. impende ressaltar que os servidores atingidos pelo ato administrativo estão sofrendo descontos em suas remunerações de verbas de caráter alimentar e.016/2009). da Lei nº 12. a intimação pessoal do representante judicial do Estado da Bahia para que intervenha no Feito. determinando a imediata sustação do desconto mensal considerando como teto remuneratório o subsídio do Governador do Estado.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . da Lei nº. § 5º da Constituição Estadual que não limita os subsídios dos Auditores Fiscais ao salário do Governador do Estado ou Secretário de Estado. vale dizer. Vale registrar que não se está aqui afirmando que os vencimentos do impetrante. no prazo de dez dias. Quanto ao pericullum in mora. Não é isso. tais deduções continuarão a ocorrer até o julgamento do mérito desse mandamus. Diante do exposto. 17 de abril de 2013. 18 de abril de 2013 Silvia Carneiro Santos Zarif . Notifiquem-se o SECRETÁRIO DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA e o SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA DO ESTADO DA BAHIA do conteúdo deste Mandado de Segurança. e apresente defesa. que ao despachar a inicial o Juiz ordenará que se suspenda o ato que deu motivo ao pedido quando for relevante o fundamento e do ato impugnado possa resultar ineficácia da medida.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Sebastiao Menezes do Nascimento Advogado : Jorge Santos Rocha Junior (OAB: 12492/BA) Impetrado : Secretario da Administração do Estado da Bahia Ante o exposto. encaminhem-se os autos. entregando-lhe a segunda via apresentada pelo impetrante. da Lei n.016/09. 18 de abril de 2013 José Cícero Landin Neto PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Silvia Carneiro Santos Zarif PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0006176-29. o SECRETÁRIO DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA e.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Licia Maria Morais Sanchez Advogado : Alessandra Schurig Carrilho Rosa (OAB: 29229/BA) Impetrado : Secretario de Cultura e Turismo do Estado da Bahia Notifiquem-se a autoridade coatora e a Fundação Cultural do Estado da Bahia . Após. deve ser nivelado aos dos Desembargadores.05. a limitação aqui estabelecida. Des. Publique-se. não o estavam recebendo. 12.533/51. no prazo de lei. com as cópias dos documentos. o SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA DO ESTADO DA BAHIA de efetuar qualquer estorno a título de limite constitucional nos contracheques do beneficiário deste mandado.34. ao Ministério Público. devendo seus proventos serem calculados limitando-se aos subsídios de Desembargador deste Tribunal de Justiça. III. querendo. independentemente de novo despacho. em espécie. II. abstendo-se.º 1. a liminar. Intimem-se. Salvador. Dê-se ciência do feito ao órgão de representação judicial da pessoa jurídica interessada. O fumus boni iuris revela-se tanto na natureza alimentar das verbas percebidas e que estão sendo estornadas dos vencimentos dos impetrante. que a concessão dos efeitos da tutela não representará impacto ao orçamento estadual tendo em vista que tais servidores já possuem vantagens e/ou gratificações incorporadas aos seus vencimentos.8. DEFIRO A LIMINAR. Salvador. para pronunciamento por um de seus Procuradores de Justiça. Determino. acaso não antecipada a tutela. ingressar no feito. Por fim. ou de quaisquer outro servidor estadual. para. José Cícero Landin Neto Relator Salvador. a fim de que no prazo legal preste as informações necessárias (artigo 7º. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 109 seus subsídios as vantagens funcionais e/ou pessoais sob o fundamento de que o seu teto remuneratório está atrelado aos vencimentos dos Secretários de Estado ou do Governador. Dispõe o art. Publique-se para efeito de intimação. será deferida quando estiverem presentes o periculum in mora e o fumus boni iuris.8. I. 53.05. Diz-se apenas que não pode haver estorno nos seus avisos de crédito (contracheques) até esse limite (subsídios dos Desembargadores). Com as manifestações e sem novos requerimentos. enviando-lhe cópia da inicial.2013. observando-se. vale ressaltar. até o julgamento definitivo do feito. Salvador. querendo.2013. no âmbito do writ. dê-se vista à Procuradoria de Justiça nos termos do art. 7º. dos Desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.Disponibilização: sexta-feira. V. 7º. consequentemente. mas. ainda. obviamente.FUNCEB para que tomem conhecimento da presente ação e prestem as informações de estilo. por força do alegado limite remuneratório. Não. por entender presentes os requisitos do art. CONCEDO A LIMINAR requerida para determinar que o impetrante OTAVIO AUGUSTO LABORDA FERNANDES tenha como teto de remuneração o subsídio mensal. como também pelo conteúdo do art. 18 de abril de 2013 Silvia Carneiro Santos Zarif PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Silvia Carneiro Santos Zarif PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0006072-37.

para que prestem seus informes. dentre outros precedentes do STJ). DJ 16/10/2000.2012. 70.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Evandina Candida Lago Advogado : Jorge Santos Rocha Junior (OAB: 12492/BA) Impetrado : Secretário da Administração do Estado da Bahia Proc. Salvador. 18 de abril de 2013 José Edivaldo Rocha Rotondano PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Edivaldo Rocha Rotondano PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0315289-65. no decêndio legal.8. do CPC. Quarta Turma. intervir no feito. determinando-se à Secretaria da Seção Cível de Direito Público a certificação quanto à apresentação.8. Registre-se que a extinção em razão do abandono da causa pelo autor não exige requerimento prévio do réu quando ainda não ocorreu sua intervenção no feito (v. encaminhem-se os autos à douta Procuradoria de Justiça para manifestação.05. remetam-se os autos à douta Procuradoria de Justiça. se necessário. indefiro a medida liminar requerida e determino a notificação das autoridades coatoras.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Alvaro Antonio da Silva Bahia Advogado : Ricardo Borges Maracaja Pereira (OAB: 38648/BA) Advogado : Tiago Jose Moraes Agres Carvalho (OAB: 38647/BA) Impetrado : Secretario da Administração do Estado da Bahia Impetrado : Secretario da Fazenda do Estado da Bahia Pelo exposto. das informações da autoridade impetrada. Após.2012.05. manifeste-se sobre a devolução da comunicação postal inexitosa de fl.2013. 18 de abril de 2013 José Edivaldo Rocha Rotondano PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Edivaldo Rocha Rotondano PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0315336-39. ou não. 62.05. (REsp 261789/MG. como já determinado em despacho disponibilizado no dia 28 de novembro de 2012 (fl. Sálvio de Figueiredo Teixeira. Salvador.8. 66).Disponibilização: sexta-feira. querendo. verifica-se a necessidade de conversão do julgamento em diligência. 18 de abril de 2013 José Edivaldo Rocha Rotondano PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Edivaldo Rocha Rotondano PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0003903-77.8. 267. Estado : Djalma Silva Júnior Da análise dos autos. inciso III. Estado : Marcos Marcilio Réu : Leandro Jorge dos Santos Réu : Lucivaldo Jambeiro Silva Réu : Antônio Pereira dos Santos Considerando o teor da certidão de fl. Intime-se o Procurador Geral do Estado.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Dulce Mary Libório dos Santos Impetrante : Juliana Nunes da Silva Impetrante : Terezinha de Jesus Rodrigues Soares do Couto . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 110 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Edivaldo Rocha Rotondano PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0006229-10. Min. Transcorrido o prazo.2013. Rel. para. Salvador. determino à Secretaria que proceda à intimação pessoal do Procurador Geral do Estado para que. sob pena de extinção do feito com fundamento no art.0000 Ação Rescisória Autor : Estado da Bahia Proc. no prazo de 48 (quarenta e oito) horas.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . juntando-as.

0194 Embargos Infringentes Comarca : Pilão Arcado Embargante : Coelba. 016/2013. encaminhado pela Diretoria de Recursos Humanos do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.8. Salvador. informando a inexistência de dados. Unanime . 18 de abril de 2013 José Edivaldo Rocha Rotondano SEÇÃO CÍVEL DE DIREITO PRIVADO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Seção Cível de Direito Privado PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 18 de abril de 2013 0003533-89. Justiça : Carlos Fredeico Brito dos Santos Proc. em atenção à garantia constitucional da celeridade processual. Estado : Zunaldo Dantas À vista do ofício DRH n. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 111 Impetrante : Helenita Batista dos Santos Impetrante : Maria Natividade Rabelo Dantas Advogado : Claudio Fabiano Bôamorte Balthazar (OAB: 10901/BA) Impetrado : Estado da Bahia Proc.2009. Herdeiros de Virginia Maria Reis Tude Mendes Agravado : Sergio Tude Mendes Proc.8. Justiça : Jose Cupertino Aguiar Cunha Relator : Vera Lúcia Freire de Carvalho Decisão : Negou-se provimento. em seus registros. determino à Secretaria da Seção Cível de Direito Público que proceda: a) à expedição de ofício àquela diretoria do Tribunal de Justiça. 0000195-58. de 15 de janeiro de 2013. referentes às impetrantes. solicitando o encaminhamento dos dados cadastrais das impetrantes. b) e. na condição de pensionistas. requisitando informações acerca do atendimento do quanto anteriormente requerido.05.0000/50000 Agravo Regimental Comarca : Camaçari Agravante : Franz Gedeon Advogado : Antonio Maron Agle (OAB: 1210/BA) Agravada : Emerson Jose Sodre Mendes Advogado : Antonio Pinheiro de Queiroz Advogado : José Jorge Peregrino de Carvalho (OAB: 8340/BA) Agravado : Maria Cristina Tude Mendes Barros. bem assim as verbas remuneratórias e vantagens pecuniárias percebidas por estes quando do falecimento e as que integraram o cálculo das pensões.05.Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia Advogado : Alana Dias Barreto (OAB: 27056/BA) Advogado : Vanessa Simões Velloso (OAB: 20587/BA) Advogado : Marcus Vinicius Avelino Viana (OAB: 519B/BA) Embargado : Givaldo Gomes dos Santos Embargado : Gilmar Goncalves da Silva Embargado : Antonio da Silva Embargado : Gabriel Ribeiro da Mata Embargado : Aladim Francisco da Mata Embargado : Domingos Pereira da Silva Embargado : José Viana dos Santos Embargado : Domingos Mariano dos Santos Embargado : Nair Lopes da Silva Embargado : Arnaldo Rodrigues Lima Embargado : Joao Gualberto Rocha Embargado : Silval Gonçalves da Silva Embargado : Jose Rodrigues Lima Embargado : Ivaldo Gonçalves dos Santos Embargado : Edivaldo Goncalves da Silva Embargado : Joao Ribeiro da Silva Embargado : Renildo da Silva Advogado : Antonio Carlos Araujo São Mateus (OAB: 6215/BA) Relator : Maria Marta Karaoglan Martins Abreu Decisão : Negou-se provimento aos Embargos Infringentes.1999. sobretudo no que respeita à data de início dos benefícios e do óbito dos servidores.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . à expedição de ofício à Superintendência de Previdência da Secretaria Estadual de Administração. bem como a adoção de providências junto à Superintendência de Previdência da Secretaria Estadual de Administração. por maioria.Disponibilização: sexta-feira.

05. Justiça : Maria Alice Mirada da Silva Relator : Dinalva Gomes Laranjeira Pimentel Decisão : Procedência. Declarada a suspeição da Desa.Disponibilização: sexta-feira.8.0000/50000 Agravo Regimental Comarca : Catu Agravante : Agualivre Serviço de Dragagem Ltda Me Advogado : Arivaldo Amancio dos Santos (OAB: 10546/BA) Advogado : Jean Tarcio Alves Franchi (OAB: 16835/BA) Advogado : Juliana Soares Blanco (OAB: 20157/BA) Advogado : Tiago Falcão Flores (OAB: 26657/BA) Agravado : Municipio de Catu Advogado : Itamar Lobo da Silva (OAB: 19698/BA) Advogado : Bruno Macedo de Souza (OAB: 29527/BA) Advogado : André Dias Ferraz (OAB: 17903/BA) Relator : Augusto de Lima Bispo Decisão : Negou-se provimento. Unanime.2011. Orfão.0000 Conflito de competência Comarca : Presidente Dutra Suscitante : Ilzangela Porto Machado Advogado : Eric Nunes Novaes Machado (OAB: 28665/BA) Suscitado : Juiz de Direito de Presidente Dutra V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Suscitado : Juiz de Direito de Salvador 12ª Vara de Familia. Suces.0000 Exceção de Suspeição Comarca : Salvador Excipiente : Armazem dos Moveis Comercio Ltda Me Advogado : Luis Moisés Ribeiro da Silva (OAB: 26759/BA) Excepto : Juiz de Direito de Salvador 10ª Vara dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Proc. Camargo (OAB: 181718/SP) Advogado : Priscila Granero Azzolini (OAB: 192806/SP) Advogado : Bruno Henrique de Oliveira Vanderlei (OAB: 21678/PE) Advogado : Rafaela Correa de Lima (OAB: 22610/PE) Relator : Maria Marta Karaoglan Martins Abreu Decisão : Embargos Infringetes não providos.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Sucessoes. Justiça : Regina Maria da Silva Carrilho Relator : Maria Marta Karaoglan Martins Abreu Decisão : Procedência. Unanime 0303846-20. e Ausentes. 0128203-50. 0014704-09. Com. Unanime.05.2012. . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 112 0014571-78.0113 Conflito de competência Comarca : Itabuna Suscitante : Juiz de Direito de Itabuna 2ª Vara da Familia.2012. Unanime.05.0001 Embargos Infringentes Comarca : Salvador Embargante : Claudio Calmon da Silva Brasileiro Advogado : Cláudio Calmon da Silva Brasileiro (OAB: 14782/BA) Advogado : Julio Calmon de Passos Ramos (OAB: 21000/BA) Advogado : Sergio Emilio Schlang Alves (OAB: 3635/BA) Advogado : Durval Júlio Ramos Neto (OAB: 3732/BA) Embargado : Banco Daycoval S/A Advogado : Ricardo Chagas de Freitas (OAB: 12996/BA) Advogado : Sandra Khafif Dayan (OAB: 131646/SP) Advogado : Juliana Vieiralves A.8. Gardenia Duarte.8.05. dos Feitos Civeis Rel de Cons. Unanime.2009. Interd. Justiça : Carlos Frederico Brito dos Santos Relator : Dinalva Gomes Laranjeira Pimentel Decisão : Procedência. 0310968-84.05.05.2012. Orfaos Interditos Suscitado : Juiz de Direito de Itabuna 4ª V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Proc. Procª.2010.8.0000 Conflito de competência Comarca : São Francisco Do Conde Suscitante : Juiz de Direito de São Francisco do Conde Subs V. Justiça : Paulo Marcelo Costa Relator : Maria Marta Karaoglan Martins Abreu Decisão : Não-Provimento.8. Unanime 0307436-05. e Faz Pública Suscitado : Juiz de Direito de Salvador 3ª V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Procª.

Justiça : Natalina Maria Santana Bahia Relator : Antonio Pessoa Cardoso Decisão : Embargos não acolhidos.05.Bahia Transportes Urbanos Ltda Advogado : Diogo Oliveira Carvalho (OAB: 26854/BA) Advogado : Odacir Capelato Filho (OAB: 17829/BA) Advogado : Erasmo de Souza Freitas Júnior (OAB: 18373/BA) Relator : José Olegário Monção Caldas Decisão : Negou-se provimento.0000 Exceção de Suspeição Comarca : Salvador Excipiente : Zizete Cristina Silva Porto Advogado : Rita de Cassia Porto Lucio Silva (OAB: 10026/BA) Excepto : Juiz de Direito de Salvador 13ª Vara de Familia Proc. 0334350-06.0000 Exceção de Suspeição Comarca : Mutuípe Excipiente : Edvaldo Santos Advogado : José Everaldo Souza Barreto (OAB: 23834/BA) Excepto : Juiz de Direito de Mutuípe da Vara dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Procª.Disponibilização: sexta-feira.0001/50000 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Suzana Andrade Valente Advogado : Solon Augusto Kelman de Lima (OAB: 11990/BA) Advogado : Maria Clarice Machado Lima (OAB: 15578/BA) Advogado : Larissa Ferreira Simões de Oliveira (OAB: 21513/BA) Advogado : Francisco José Bastos (OAB: 4281/BA) Embargado : Juiz de Direito de Salvador 8ª Vara de Família Suces. 0065209-20.0000 Exceção de Suspeição Comarca : Teixeira de Freitas Excipiente : Rafael Rodrigues de Moraes Advogado : Jamilton Bispo dos Santos Filho (OAB: 24293/BA) Excepto : Juiz de Direito Teixeira de Freitas 2ª V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Proc.órfãos Interd.8. à unanimidade.8.0001 Conflito de competência Comarca : Salvador Suscitante : Juiz de Direito de Salvador 26ª Vara dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Suscitado : Juiz de Direito de Salvador 7ª Vara dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Procª.05.8. Unanime.2008.2011.2012.Unanime 0185555-97.8.05. Unanime 0313742-87.2009.05.2012. Justiça : Maria das Graças Souza e Silva Relator : Augusto de Lima Bispo Decisão : Conflito procedente. Unanime.0001 Embargos Infringentes Comarca : Salvador Embargante : Alessandro de Souza Bastos Advogado : Pedro Reginaldo Tavares Guerra (OAB: 8610/BA) Embargado : Btu . Justiça : Paulo Marcelo Costa Relator : Antonio Pessoa Cardoso Decisão : Improcedência. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 113 0023534-72.05.8.2012. Justiça : Maria das Graças Souza e Silva Relator : Augusto de Lima Bispo Decisão : Improcedência.8.0001 Embargos Infringentes Comarca : Salvador Embargante : Banco Bradesco S/A Advogado : Regina Poli Castro (OAB: 912B/BA) Embargado : Claudio Santos Costa Me Advogado : Iran D el Rei (OAB: 19224/BA) Relator : Gardenia Pereira Duarte Decisão : Negou-se provimento aos Embargos Infringentes. . Unanime.8. 0007716-54.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . e Ausentes Procª. Unanime 0305339-32.05.2008.05. Justiça : Cristiano Chaves de Farias Relator : Augusto de Lima Bispo Decisão : Exceição improcedente.

8.8. Justiça : Terezinha Maria Lobo Santos Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Conflito procedente.0137 Conflito de competência Comarca : Jacobina Suscitante : Juiz de Direito do 1º Juizado Especial Civel de Jacobina Suscitado : Juiz de Direito de Jacobina . Unanime 0306203-70.05.2013.2012.Disponibilização: sexta-feira. Justiça : Maria Alice Miranda da Silva Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho Decisão : Conflito procedente.2011.0137 Conflito de competência Comarca : Jacobina Suscitante : Juiz de Direito do 1ª Juizado Especial Civel de Jacobina Suscitado : Juiz de Direito de Jacobina .2011. Orfãos Interd.2011.0110 Conflito de competência Comarca : Irecê Suscitante : Juiz de Direito de Irece 1ª V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Suscitado : Juiz de Direito de Jacobina 2ª Vara Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Proc.8.05. Unanime 0316039-30.8.05.1ª V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Proc.0001 Conflito de competência Comarca : Salvador Suscitante : Juiz de Direito de Salvador da 25ª Vara dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciai Suscitado : Juiz de Direito de Salvador da 12ª Vara de Família Suces. Justiça : Maria das Gracas Souza e Silva Relator : Maria da Purificação da Silva Decisão : Improcedência.2012.8.2003. e Ausent Proc. Justiça : Cleonice de Souza Lima Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Improcedência.órfãos e Interditos Suscitado : Juiz de Direito de Itabuna 4ª V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Interessado : Maria Oliveira de Matos Advogado : Flávio Jerônimo Pereira-Leite Figueiredo (OAB: 793B/BA) Interessado : Ildo Moreira de Souza Filho . Unanime 0312990-18.8. Justiça : Maria das Graças Souza e Silva Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Exceção não conhecida. Unanime 0000937-73.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 114 0004259-20.05.0113 Conflito de competência Comarca : Itabuna Suscitante : Juiz de Direito de Itabuna 2ª Vara de Família Suces.05.1ª V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Procª. Unanime 0320639-34.05. Justiça : Paulo Marcelo de Santana Costa Relator : Maria da Purificação da Silva Decisão : Improcedência. e Ausentes Procª.0000 Exceção de Suspeição Comarca : Ipiaú Excipiente : Haroldo Miranda Magalhaes Advogado : Tânia Maria Lapa Godinho (OAB: 3628/BA) Excepto : Juiz de Direito de Ipiaú da V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Procª.0000 Conflito de competência Comarca : Santo Antônio de Jesus Suscitante : Juiz de Direito de Santo Antônio de Jesus 1ª V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Suscitado : Juiz de Direito de Wenceslau Guimaraes V dos Feitos de Rel de Cons Civ e Comerciais Procª.8.05.2012.0000 Conflito de competência Comarca : Salvador Suscitante : Morgana Matos de Carvalho Advogada : Patricia Cleia Pereira Batista (OAB: 14678/BA) Advogado : Priscila Amaral Alves (OAB: 22359/BA) Suscitado : Juiz de Direito de Salvador Vara de Registros Publicos Suscitado : Juiz de Direito de Salvador da 7ª Vara de Família Suces.05. Justiça : Adivaldo Guimaraes Cidade Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho Decisão : Procedência. Orfãos Interd. Unanime 0003973-42.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Unanime 0002017-44.

18 de abril de 2013 Carlos Alberto Dultra Cintra . devendo durante tal período o processo permanecer na secretaria da Seção Cível de Direito Público. informando a razão dos descontos efetuados no contracheque da Impetrante.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Monica Regina Xavier Magalhaes Advogado : Leonel Sampaio Santos Filho (OAB: 35047/BA) Impetrado : Secretario de Administração do Estado da Bahia Proc.2010.0001 Embargos Infringentes Embargante : Marcio de Almeida Gualberto Advogado : Maristela Abreu (OAB: 25024/BA) Advogado : Marcilio Aquino Marques (OAB: 25213/BA) Embargado : Waldemar Ferreira Martinez Advogado : Waldemar Ferreira Martinez (OAB: 4142/BA) Assim. aguarde-se nova manifestação estatal comprovando o cumprimento da ordem. a distribuição anterior. em consequência. bem como enquadrar a Impetrante como aposentada com proventos integrais. Salvador.2010. Justiça : Maria das Graças Souza e Silva Relator : Maria da Purificação da Silva Decisão : Provimento.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0000 Mandado de Segurança Impetrante : Norislei Avelino do Nascimento Impetrante : Cintia Paula Camargo Santos Advogado : Ronady Moreno Botelho (OAB: 15935/BA) Impetrado : Secretario da Administração do Estado da Bahia Impetrado : Secretario da Educacao do Estado da Bahia Ante o teor da petição de fls. Salvador. principalmente aquele sob a rubrica imposto de renda. fixando-lhe para tanto o prazo de dez dias.05. em atenção à referida norma regimental. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 115 Procª.8. Estado : Isabela Moreira de Carvalho Proc.Disponibilização: sexta-feira. encaminhe-se os autos ao Nobre Desembargador Relator do acórdão de fls. 18 de abril de 2013 Carlos Alberto Dultra Cintra PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carlos Alberto Dultra Cintra PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0005806-55.2010. Salvador. Unanime Salvador. para os devidos fins de direito. desvinculando. Janie Margarete Barros Reis de Castro Diretor(a) da Secretaria do(a) Seção Cível de Direito Privado PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Augusto de Lima Bispo PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0092582-55. pelo prazo de trinta dias. 278/279. 18 de abril de 2013 Augusto de Lima Bispo SEÇÕES CÍVEIS DE DIREITO PÚBLICO E DE DIREITO PRIVADO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carlos Alberto Dultra Cintra PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0015513-47.05. 18 de abril de 2013.8. Justiça : Ademario Silva Rodrigues Intime-se o Estado da Bahia para se manifestar sobre a petição de fls. 172/178. 283.8.05.

8. O Impetrante/Embargado requereu desistência do processo por falta de interesse de agir.8.0000/50001 prejudicados.8.8. Plantonista.0000 Ação Rescisória Autor : Romulo Silva Santos Advogado : Polyana Andrade Ferraz Silva (OAB: 18083/BA) Advogado : Berenice Maria Marcílio dos Anjos (OAB: 8121/BA) Autor : Rubens Silva Ferraz Réu : Wilson Oliveira Alves Réu : Pedro de Souza Dias e Outros .2012. fls.2006. Nessas circunstâncias.0000/50001. defiro o pedido de desistência formulado pelo Impetrante. 70/ 82. 18 de abril de 2013 Carlos Alberto Dultra Cintra PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carlos Alberto Dultra Cintra PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0320903-51. 42/43. Embargos de Declaração nº 0320903-51. VIII. contra o acórdão que negou provimento ao Agravo Regimental.2012. 70/ 82. do CPC. fls. extinguindo o processo sem exame do mérito. fls. Instado a se manifestar o Estado da Bahia afirmou que não teria nada a opor no quanto pleiteado pelo Impetrante. Salvador.0000/50001 prejudicados. Estado : Nacha Guerreiro Souza Avena Embargado : Carlos Andre Barboza Santana Advogado : Ivo Moraes Soares (OAB: 6753/BA) Carlos André Barbosa Santana impetrou o presente Mandado de Segurança contra ato de sua exclusão do Concurso para admissão ao Curso de Formação de Soldado da Polícia Militar da Bahia . por ter atingido a idade limite de trinta anos.2012. fls.0000/50001.2012. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 116 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carlos Alberto Dultra Cintra PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0320903-51.2006. nos termos do art. requerendo a aplicação de pena por litigância de má-fé e opôs os Embargos de Declaração nº 0320903-51. 126/127.05.8. defiro o pedido de desistência formulado pelo Impetrante. 132/133.05.05.05. nos termos do acórdão de fls. requerendo a extinção do feito. A liminar foi deferida pelo Des. Embargos de Declaração nº 0320903-51. 269. 139/140. requerendo a extinção do feito. fls.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Carlos Andre Barboza Santana Advogado : Ivo Moraes Soares (OAB: 6753/BA) Impetrado : Secretario de Administracao do Estado da Bahia Procª. 126/127. 93/124. CPC. requerendo a aplicação de pena por litigância de má-fé e opôs os Embargos de Declaração nº 0320903-51. com fundamento no art. V. 85/90. fls. contra o acórdão que negou provimento ao Agravo Regimental. do CPC. O Estado da Bahia interpôs Agravo Regimental contra a decisão liminar. VIII.05. fls. Estado : Nacha Guerreiro Souza Avena Carlos André Barbosa Santana impetrou o presente Mandado de Segurança contra ato de sua exclusão do Concurso para admissão ao Curso de Formação de Soldado da Polícia Militar da Bahia . Salvador.2012. Plantonista. O Estado da Bahia requereu intervenção no feito. por ter atingido a idade limite de trinta anos. 18 de abril de 2013 Carlos Alberto Dultra Cintra PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0005915-35. 267. o qual não foi provido. Instado a se manifestar o Estado da Bahia afirmou que não teria nada a opor no quanto pleiteado pelo Impetrante. nos termos do art. fls. O Estado da Bahia requereu intervenção no feito. Nessas circunstâncias. fls. fls. 139/140.2012. 42/43. com fundamento no art. fls. 267. 132/133. 85/90. O Estado da Bahia apresentou novos documentos. 269. O Estado da Bahia interpôs Agravo Regimental contra a decisão liminar. CPC. 93/124. V. fls.05.0000/50001 Embargos de Declaração Embargante : Estado da Bahia Procª.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . A liminar foi deferida pelo Des. O Impetrante/Embargado requereu desistência do processo por falta de interesse de agir. o qual não foi provido. extinguindo o processo sem exame do mérito. nos termos do acórdão de fls.8. O Estado da Bahia apresentou novos documentos.Disponibilização: sexta-feira.2011.05.

Ministra LAURITA VAZ. do CPC. após escoar-se o prazo para interposição de agravo regimental na forma prevista no artigo 545 do Código de Processo Civil e 258 do Regimento Interno deste Tribunal." " (Curso de Direito Processual Civil. Salvador. (AR 4. ainda.481/SP. estes em 5% sobre o valor da causa. 50. 490 do CPC com o art. do prazo bienal de decadência. Publique-se. PRIMEIRA SEÇÃO. julgado em 27/05/2009. pronunciada a decadência.579/PB e AR 4. Ação rescisória extinta. permite ao Relator indeferir. mesmo findo o prazo de dois anos em abril de 2011. e não a data em que teria se consumado. IV do CPC. Custas e honorários pelos autores. de logo. em que o Ministro Fernando Gonçalves. Ação rescisória extinta. Precedentes específicos das Colendas Primeira e Terceira Seções deste Superior Tribunal de Justiça. verifica-se o ajuizamento em data posterior ao termo final do prazo decadencial previsto no art. Ministro MAURO CAMPBELL MARQUES. a coisa julgada material implementa-se no prazo de dois anos iniciado no dia seguinte ao término do prazo para a interposição do recurso em tese cabível contra o último pronunciamento judicial. quando contado o quinquídio do agravo regimental e a inércia da parte em manejá-lo. eis que "Deve o juiz. transitando em julgado em 22/04/2009. * Republicação corretiva. DJe 05/ 06/2012) PROCESSUAL CIVIL. e não a data em que teria se consumado. sabe-se que a combinação do art. do prazo legal. cuja publicação ocorreu no Diário da Justiça Eletrônico/STJ em 15/04/2009. sem informar a sua ocorrência na referida data aposta. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá . IV. aplicando-se o art. postula-se desconstituir decisão monocrática publicada no Diário de Justiça da União em 5 de março de 2003. A certidão emitida por funcionário do Poder Judiciário informa apenas a ocorrência. quando do ajuizamento da ação rescisória. o direito de propor a ação rescisória se extingue após o decurso de dois anos contados do trânsito em julgado da última decisão proferida na causa. Ressalte-se que a certidão de fl. que é. 488. 295. 4. Juspodivm. 5ª ed. o que se confirma também pela consulta ao sistema informatizado daquela Corte Superior. Rel. 51. (AR 3277/DF. . 5. com resolução de mérito. cujo trânsito em em julgado ocorreu na data de 10 de março de 2003.374/MA. p. INADMISSIBILIDADE. com o que procederá com o "julgamento conforme o estado do processo. 269. 210 do Código Civil. AÇÃO RESCISÓRIA JULGADA EXTINTA EM RAZÃO DA DECADÊNCIA. a questão não estará acobertada pela preclusão. "Não indeferida a petição inicial. 4. DJe 15/03/2010) PROCESSUAL CIVIL E PREVIDENCIÁRIO. datada de 08/05/2009. 02. 3. do mesmo Diploma. TERCEIRA SEÇÃO. restando escoado o prazo legal previsto e demonstrada a inviabilidade da análise da pretensão autoral. IV. certifica apenas a ocorrência do trânsito em julgado. 495 DO CPC).TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . de ofício. 1. com resolução de mérito. razão pela qual o biênio decadencial encerrou-se em 11 de março de 2005. à fl. como informa o carimbo de protocolo de fl. em ação rescisória. AR 1. aferido pelo transcurso do prazo recursal . portanto. em que se apoiam os autores para o início da contagem do prazo. Desta forma. Fredie Didier Jr. Restitua-se o depósito ao autor. em realidade. AÇÃO RESCISÓRIA. em razão da remissão feita pelo art. conforme certidão de fl. 360). 1. 329 do CPC. conhecer da decadência. TERMO A QUO. BIÊNIO DECADENCIAL. ausente o julgamento colegiado a que alude o art. não conheceu do agravo manejado à decisão negatória de seguimento ao recurso especial. julgado em 10/02/2010. após a fase postulatória. AJUIZAMENTO FORA DO PRAZO DECADENCIAL PREVISTO NO ART. portanto. quando estabelecida por lei" como determina o art. somente em 04/05/2011 é que foi protocolada a ação rescisória. DIA SEGUINTE AO TRÂNSITO EM JULGADO DA ÚLTIMA DECISÃO PROFERIDA. pois o dia anterior foi feriado. do trânsito em julgado. SEGUNDA SEÇÃO. Consoante o disposto no art. 495 do CPC. DATA DO TRÂNSITO EM JULGADO: ALEGAÇÃO DE QUE ESTARIA DEMONSTRADA EM CERTIDÃO EMITIDA POR FUNCIONÁRIO DO PODER JUDICIÁRIO. a presente ação rescisória somente foi protocolada em 18 de março de 2005 . Assim. 495 do Código de Processo Civil. 149. podendo. PRAZO DE DECADÊNCIA (ART. do STJ.fora. Todavia.Disponibilização: sexta-feira. consoante o regramento acima apontado e o permissivo contido no art. DIA SEGUINTE AO TRÂNSITO EM JULGADO DA ÚLTIMA DECISÃO PROFERIDA NA CAUSA. A certidão de trânsito em julgado emitida pela secretaria desta Corte Superior. DJe 03/08/2009) No mais. 1. INOBSERVÂNCIA. 491 do mesmo diploma processual. CERTIDÃO NÃO-COMPROBATÓRIA DA DATA DO EFETIVO TRÂNSITO EM JULGADO. 3. do CPC e na conformidade da jurisprudência do STJ vista no AgRg na AR 839/SP. A decadência do direito de desconstituir. (AR 3738/SP. cujos comprovantes em anexo. Na hipótese em análise. Da acurada análise dos autos desta ação a min recentemente distribuída em razão da desvinculação da Juíza convocada. 2. a petição inicial da ação rescisória ajuizada além do biênio legal. 495 DO CPC. II. o momento da remessa aos autos a este Tribunal de Justiça. 2. Ministro PAULO DE TARSO SANSEVERINO. e não a data exata. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 117 Advogado : Jesulino Ferreira da Silva Filho (OAB: 11753/BA) Advogado : Fernando Gonçalves da Silva Campinho (OAB: 15656/BA) Ré : Marizete Ribeiro Dias Procurador : Jose Cupertino Aguiara Cunha Insurgem-se os autores contra acórdão da 3ª Câmara Cível deste Tribunal que reformou a sentença em ação de cumprimento de contrato intentada aos réus. vol. 3. o relator constatar a decadência e extinguir o processo. 328. Intimem-se. mas. TERMO INICIAL DO PRAZO BIENAL. Os seguintes julgados de várias Seções do STJ encaixam-se perfeitamente à situação ora discutida: AÇÃO RESCISÓRIA. O prazo bienal previsto no artigo 495 do CPC para propositura da ação rescisória conta-se a partir do dia seguinte ao trânsito em julgado da última decisão proferida nos autos. nos termos do artigo 269. EXTINGUE-SE O PROCESSO com julgamento de mérito. e Leonardo José Carneiro da Cunha. apenas certifica o trânsito em julgado. 3. AÇÃO RESCISÓRIA. pois o último decisório atinente ao processo originário foi o constante à fl. A certidão de trânsito em julgado emitida pela Coordenadora da Primeira Turma desta Corte Superior atesta tão-somente a ocorrência do trânsito em julgado. Rel. julgado em 09/05/2012. Rel. Inobservância. 2.

Intime-se a Agravada para. Dê-se ciência ao juízo da causa.8. querendo. Dê-se ciência ao juízo da causa. oferecer contrarrazões ao recurso. Salvador.05.8.2013. querendo.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Carmem Lucia Santos Pinheiro Relatora 0005957-16.05.2013.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Edneia Almeida de Oliveira Advogado : Rogerio Brito Campos (OAB: 28545/BA) Advogado : Loretta de Paula Pessoa Vieira (OAB: 29981/BA) Agravado : Eliene Alves Silva Advogado : Arivelton Tanajura Martins (OAB: 28599/BA) Desse modo. apresentar contrarrazões ao recurso. Carmem Lucia Santos Pinheiro Relatora Salvador. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 118 PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carmem Lucia Santos Pinheiro PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0005009-74. indefiro o efeito suspensivo pleiteado. Estado : André Monteiro Do Rego (OAB: 7653/BA) Agravado : Heldina Pereira Pinto Fagundes Advogado : Célio dos Santos Fagundes (OAB: 22483/BA) Por tudo quanto exposto. 17 de abril de 2013.05. 18 de abril de 2013 Carmem Lucia Santos Pinheiro PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carmem Lucia Santos Pinheiro PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0318269-79. oferecer contrarrazões ao recurso.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Estado da Bahia Proc. Dê-se ciência ao juízo da causa. 17 de abril de 2013. indefiro o efeito suspensivo pleiteado.05. Salvador. bem assim que seja intimado o agravado para. indefiro o efeito suspensivo pleiteado. neste momento. 18 de abril de 2013 Carmem Lucia Santos Pinheiro PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carmem Lucia Santos Pinheiro PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0005009-74. Intime-se a Agravada para. 17 de abril de 2013. indefiro o efeito suspensivo pleiteado.8. Dê-se ciência ao juízo da causa. Salvador. Estado : André Monteiro Do Rego (OAB: 7653/BA) Agravado : Heldina Pereira Pinto Fagundes Advogado : Célio dos Santos Fagundes (OAB: 22483/BA) Por tudo quanto exposto. bem assim que seja intimado o agravado para. Salvador.8.0001 Apelação Apelante : Ivone Nascimento Neves Silva Advogado : Matheus de Macedo Nun' Alvares (OAB: 17588/BA) Apelado : Banco Itaucard S/A Advogado : Antonio Braz da Silva (OAB: 25998/BA) Advogado : Cleyton de Souza Santos (OAB: 35240/BA) . 17 de abril de 2013. querendo. Carmem Lucia Santos Pinheiro Relatora 0005957-16.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Edneia Almeida de Oliveira Advogado : Rogerio Brito Campos (OAB: 28545/BA) Advogado : Loretta de Paula Pessoa Vieira (OAB: 29981/BA) Agravado : Eliene Alves Silva Advogado : Arivelton Tanajura Martins (OAB: 28599/BA) Desse modo.2012.Disponibilização: sexta-feira.05. querendo.2013. Carmem Lucia Santos Pinheiro Relatora Salvador.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Estado da Bahia Proc.2013. apresentar contrarrazões ao recurso. neste momento.

19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 119 Ante o exposto. Salvador. dando-se baixa na distribuição em caso positivo. NEGA-SE SEGUIMENTO ao presente Agravo de Instrumento. 18 de abril de 2013 Carmem Lucia Santos Pinheiro PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Augusto de Lima Bispo PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0003564-21.2013. CARMEM LÚCIA SANTOS PINHEIRO Relatora Salvador.Credito. Rep. P.2012. Por Edson Santos Ribeiro Advogado : Leila Sala Prates Ferreira (OAB: 24686/BA) Por todo o exposto. 0039184-63. DÁ-SE PROVIMENTO PARCIAL monocrático ao Recurso de Apelação interposto.05. Publique-se. em face da perda superveniente do interesse recursal. nos termos do art.8.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Jose Alison Oliveira Simoes Advogado : Cristiane Ramos da Silva (OAB: 26797/BA) Advogado : Luis Renato Leite de Carvalho (OAB: 7730/BA) Agravado : Banco Bv Financeira S/A . 18 de abril de 2013 Carmem Lucia Santos Pinheiro PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Maria Marta Karaoglan Martins Abreu PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0003492-70. §1ºA. para que seja autorizada a expedição de alvará para alteração de endereço da empresa lotérica junto a JUCEB.05. Salvador. 18 de abril de 2013 Maria Marta Karaoglan Martins Abreu PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carmem Lucia Santos Pinheiro PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0012940-02.C. DÁ-SE PROVIMENTO AO AGRAVO.8. apenas para autorizar a devolução de forma simples de valores pagos a maior (caso existentes). Intimem-se.8. do CPC.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Espólio de Maria Neli Sala Ribeiro. 0311716-19. 557 do CPC.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .Disponibilização: sexta-feira. 135/144. NEGA-SE SEGUIMENTO ao presente Agravo de Instrumento. 17 de abril de 2013.8.05. para sua observância. Financiamento e Investimento Diante do exposto.0001 Apelação Apelante : Flavio Lacerda Barreto Advogado : Agnaldo Edson Ramos Ferreira (OAB: 32300/BA) Apelado : Banco Bradesco S/A Advogado : Ramona Santos Coelho (OAB: 31933/BA) Advogado : Dario Lima Evangelista (OAB: 12584/BA) Advogado : Leila Nunes Porto (OAB: 26170/BA) Advogado : Juliana da Silva Coimbra (OAB: 29759/BA) À Secretaria da Primeira Câmara Cível para certificar se transitou em julgado o acórdão de fls. nos termos do art.2011.8.05. Salvador. 557 do CPC. em face da perda superveniente do interesse recursal.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Bv Financeira S/A Credito Financiamento e Investimento Advogado : Elizete Aparecida de Oliveira Scatigna (OAB: 26262/BA) Advogado : Patrícia Souto Viana (OAB: 30938/BA) Agravado : Gilmar Pereira dos Santos Advogado : Agnaldo Edson Ramos Ferreira (OAB: 32300/BA) Diante do exposto. 557.1991. bem como a compensação dos mesmos com o saldo devedor do contrato.2009. Dê-se ciência do inteiro teor desta decisão à ilustre Juíza de primeiro grau.I. CARMEM LÚCIA SANTOS PINHEIRO Relatora Salvador. nos termos do art.0001/50000 Embargos de Declaração Embargante : Adalberto Daniel de Miranda Advogado : Eronildes dos Santos (OAB: 13334/BA) Embargado : Município do Salvador . 17 de abril de 2013.

Salvador. determinando que o agravado se abstenha de incluir ou retire o nome dos agravantes nos cadastros de proteção ao crédito (em relação ao contrato sub judice). além de permitir a compensação dos valores cobrados indevidamente. determinar a aplicação da correção monetária pelo índice do INPC/IPC. com a repetição do indébito. Intimem-se.8. 0069297-96.8. para manter integralmente a sentença recorrida.8. na forma simples. DÁ-SE PROVIMENTO PARCIAL AO APELO. no prazo legal. em respeito aos princípios do contraditório e da ampla defesa.8. 0076099-81. Intimem-se. Salvador.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Municipio de Itapetininga Advogado : André Dias Ferraz (OAB: 17903/BA) Agravada : Julia de Jesus Santos Agravado : Francisco Luiz de Almeida Advogado : Tatiana Rocha de Aragão Farias (OAB: 14084/BA) Por conseguinte.0001 Apelação Apelante : Noel Silva Santos Advogado : Luciana Oliveira de Souza (OAB: 23509/BA) Advogado : Poliana Ferreira de Sousa (OAB: 37297/BA) Apelado : Banco Finasa S/A Advogado : Aristides José Cavalcante Batista (OAB: 641A/BA) Advogado : ROBERTO CAVALCANTI BATISTA (OAB: 10654/PE) Advogado : Jocele Ribeiro Do Sacramento (OAB: 29105/BA) Ante o exposto.05. Certifique-se o douto a quo do teor dessa decisão. requisitando-lhe as informações pertinentes. assim. 557 do CPC.2011.0001 Apelação Apelante : Maria Aparecida Teixeira Sobrinho Advogado : Cintia Neves Rosado (OAB: 25486/BA) Apelado : Banco Itau S/A Ante o exposto. que julgou a ação parcialmente procedente. A NULIDADE DA SENTENÇA. limitando-se. para o mês da celebração da avença. intime-se o embargado MUNICÍPIO DO SALVADOR. e com base no art. Publique-se. adequando os juros remuneratórios à taxa média de mercado divulgada pelo Banco Central do Brasil. 0318193-89.2011. porém ao percentual estabelecido no contrato. recebo o recurso e concedo-lhe o efeito suspensivo. e.8. 557. e com base no art. para determinar a revisão contratual. DE OFÍCIO. o retorno dos autos à Vara de origem para que outra seja proferida.2009.2013. 18 de abril de 2013 Augusto de Lima Bispo PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Maria da Purificação da Silva PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000065-29. do CPC.05. 17 de abril de 2013.05. Publique-se. Munícipio : Jose Andrade Soares Neto Procª. no prazo de 05 dias. para sustar os efeitos da decisão agravada até o julgamento do mérito do presente recurso.05. Financiamento e Investimento S/A Advogado : Antonio Braz da Silva (OAB: 25998/BA) Advogado : Marcia Thalita Santos (OAB: 31656/BA) Apelado : Jean Souza Pinho Advogado : Leon Souza Venas (OAB: 26715/BA) Advogado : Elly Brandão Gomes (OAB: 22449/BA) Ante o exposto. DECRETA-SE. P. Publique-se. Publique-se. e com base no art. e intimem-se os agravados para contraminutar o recurso. Intimem-se. concedo parcialmente o efeito ativo ao agravo.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Rosangela Brito Neves Ferreira Agravante : João Junior Muniz Ferreira Advogado : Gregorio Oliveira de Araujo (OAB: 35200/GO) Agravado : Banco Santander ( Brasil) S/A Diante do exposto. Justiça : Miria Valença Gois Considerando tratar-se de Embargos Declaratórios com pedido de efeito modificativo do julgado. no prazo legal. Intimem-se. . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 120 Proc. Salvador. parágrafo 1º-A. também condenar o Banco apelado ao pagamento de custas processuais e honorários advocatícios no importe de 15% (quinze por cento) sobre o valor da causa.Disponibilização: sexta-feira. determinado-se. 0000663-80. querendo. proibir a prática da capitalização de juros e a cobrança cumulada da comissão de permanência. 557 do CPC.2013. restando prejudicado o recurso de apelação.0001 Apelação Apelante : Aymoré Crédito. NEGA-SE PROVIMENTO ao apelo.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . reformando-se a sentença de primeiro grau. I. 17 de abril de 2013. para se manifestar acerca do pleito.05.

até o limite de R$ 10. Comunique-se esta decisão à instância ordinária.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Banco Panamericano S/A Advogado : Thiago Peixoto de Almeida (OAB: 29742/BA) Advogado : Elizabeth Kate Alves da Silva (OAB: 19873/PE) Advogado : Renata Maria Leal Gomes (OAB: 28978/PE) Agravado : Edilson de Oliveira Santana Advogado : Maria Antonia dos Santos Ferreira (OAB: 6910/BA) Advogado : Marcelo Augusto Santos Pondé (OAB: 19472/BA) Advogado : Roberto Vieira Santos (OAB: 8276/BA) Assim. I.8. desde que o devedor-agravante deposite as prestações do financiamento no valor da parcela contratada. 18 de abril de 2013 Maria da Purificação da Silva . e intime-se o agravado.8.000. bem como intime-se o agravado para responder ao agravo no prazo legal de 10 (dez) dias. Comunique-se esta decisão à instância ordinária. bem como a sustação de providências administrativas ou judiciais de cobrança do crédito objeto da lide. Comunique ao Juízo da causa acerca dessa decisão.00 (cem reais) em caso de descumprimento da ordem.Disponibilização: sexta-feira. P.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Silvana Matos Santos Advogado : Carini Marques Alvarez (OAB: 25803/BA) Advogado : Anderson Otávio dos Santos (OAB: 27667/BA) Agravado : INSS Instituto Nacional do Seguro Social Diante disso. porém condicionando isto e a manutenção do bem na posse dos recorrentes ao depósito das prestações no valor contratado. 42).05. sob pena de multa diária de R$100. apenas para determinar a suspensão provisória da inscrição do nome do demandante nos cadastros de restrição ao crédito e cartórios de protesto.I. requisitando-lhe as informações pertinentes. 0001558-41. 0002299-81.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Municipio do Salvador Proc.05.00 (Hum mil reais) para R$ 100.I. indefiro o pedido.2013. 269.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . com fulcro no art.0001 Apelação Apelante : Genisvaldo dos Santos Aquino Advogado : Agnaldo Edson Ramos Ferreira (OAB: 32300/BA) Advogado : Angelita Mascarenhas Carneiro Dias (OAB: 26846/BA) Apelado : Banco Itaucard S/A Advogado : Marcia Thalita Santos (OAB: 31656/BA) Advogado : Antonio Braz da Silva (OAB: 25998/BA) Advogado : Sara Jaqueline dos Santos Moreira (OAB: 196368/SP) Assim. Intime-se o agravado para oferecer resposta. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 121 sob pena de multa diária de R$ 100. apenas para reduzir o valor da multa diária para R$ 100.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Banco Itaucard S/A Advogado : Celso Marcon (OAB: 24460/BA) Advogada : Luciana dos Santos Rodrigues (OAB: 36219/BA) Agravado : Pedro Nolasco Medeiros Lima Advogado : Narryma Kezia da Silva Jatoba (OAB: 25651/BA) Diante disso. P. até o pronunciamento final deste Juízo. P.00(cem reais).8. P.00 (cem reais).2013. deve ser concedido parcialmente o efeito suspensivo. 0001776-69. Salvador. para alterar o valor da multa diária de R$ 1000. Intime-se o agravado para oferecer resposta.8. recebo o agravo. requisitando-lhe as informações pertinentes. para contraminutar o recurso.05. defiro parcialmente o efeito suspensivo pretendido. P.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Manoel Cardoso Filho Advogado : Marcos Aurelio Amorim Linhares (OAB: 29334/BA) Agravado : Banco Bradesco S/A Assim. P.00 (dez mil reais). Munícipio : Gisane Tourinho Dantas (OAB: 24745/BA) Agravado : Jose Messias Barbosa Portanto.2013. mas indefiro a liminar pleiteada. uma vez que o acordo colacionado foi assinado pelos procuradores das partes.2011. e intime-se o agravado para contraminutar o recurso no prazo legal. do CPC. 0002513-72. Certifique-se o douto a quo do teor dessa decisão. III. I.00 (cem reais).05. 0002878-29.8.8. extinguindo o processo com exame do mérito. I. Comunique-se esta decisão ao juiz da causa.I. 0050337-92. concedo parcialmente efeito suspensivo ao recurso. no prazo legal.05. não tendo vislumbrado os requisitos ensejadores para a concessão do efeito suspensivo. homologo a transação judicial. após análise dos autos.2013. Intime-se o agravado para oferecer resposta.2013. com poderes para tal. no endereço fornecido pelos recorrentes (fl.05. Cientifique-se o douto a quo do teor dessa decisão.

05.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Siemens Enterprise Communications . para que o mesmo efetive o levantamento da quantia indicada no documento de fl.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Municipio de Iguai Advogado : Wanderley Rodrigues Porto Filho (OAB: 15837/BA) Agravada : Solange Santos Agravado : Martha Rocha Silva Pinto Agravada : Telma Leda Ribeiro Oliveira Agravada : Suzimeire dos Santos Pinto Agravada : Maria Helena dos Santos Novaes Agravada : Eliane Gouveia dos Santos Agravada : Magna Novaes da Silva Agravada : Ana Paula Cardoso Agravada : Luciana dos Santos Barbosa Agravada : Edilma Carvalho Agravada : Heliene Novais Silva Agravado : Ana Claudia Sena da Silva Agravada : Ivonete Gomes da Silva Agravada : Selma Jesus de Oliveira Agravada : Cleide Mércia Novais Braga Agravada : Ivanilde Mendes Barbosa Agravada : Chirleide de Jesus Lima Agravado : Liberato Joaquim Correia Agravado : Eliane Elza Barbosa Agravado : Valdeneide Pereira Barbosa Bonfim Agravado : Sirlene Ferreira Santos Agravado : Edleusa dos Santos França Agravado : Iraci da Silva Santos Agravado : Iza Renata Santos Souza Agravado : Marta Ribeiro de Souza Agravada : Carla Fabianni Nogueira Freitas Agravada : Jaciara Liege Lessa Chequer Ribeiro Agravada : Vilma Jesus da Silva Agravada : Olga Meira Santos Pereira Agravada : Erineide Silva Teixeira Agravada : Meire Deiane Pinheiro Dias Sousa Agravado : Nivaldo Ferreira Santos Agravada : Leila Sousa dos Santos Agravado : Fabiana Pinheiro Santos Agravada : Cristiane Magalhães Santos Agravado : Neildes Reis de Almeida Souza Agravada : Edineusa Silva Reis Santos Agravado : Helio Santos Sousa Agravado : Marcos Paulo Freire de Sousa Agravado : Milene Carvalho Peixoto Agravado : Lilia Marcia Melo Pinheiro Agravado : Eudenice Pessoa Almeida . como agravo regimental. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 122 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Maria da Purificação da Silva PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000255-89. Deixo de levar a questão para apreciação do Colegiado.05.2010. P.8. porque não houve pedido neste sentido da parte interessada. expeça-se carta comunicando diretamente a parte que há uma guia de depósito judicial em seu favor.0168 Apelação Apelante : Telemar Norte Leste S/A Advogado : Rafael Costa Araújo (OAB: 31548/BA) Advogado : Diogo Alves Ferreira (OAB: 28287/BA) Advogado : Fabrício de Castro Oliveira (OAB: 15055/BA) Apelado : Fernando dos Santos Felix Advogado : José Ivan Cardoso Batista (OAB: 30792/BA) Diante da ausência de manifestação do advogado da parte apelada.Tecnologia da Informação e Comunicações Corporativas Ltda Advogado : Elza Megumi Lida (OAB: 95740/SP) Agravado : Telematic Tecnologia Ltda Assim sendo. 97.05.I.2009. indefiro o pedido de reconsideração.8.Disponibilização: sexta-feira.2013.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 0016181-18.8. 0000431-88.

Já tendo sido pedido dia para julgamento.I. Justiça : Procuradora de Justiça Regina Maria Silva Carrilho Em cumprimento ao disposto no art.8. querendo. constituir novo procurador nos autos.04.8.2013. até que o presente agravo seja definitivamente julgado pela Câmara. solicitando-lhe as informações de estilo. defiro o pedido de concessão de efeito suspensivo ao presente agravo de instrumento. manifestar-se a respeito.05. para. Juíza de origem sobre o teor dessa decisão e para o devido cumprimento.05.0000 Agravo de Instrumento Agravante : C. Intimem-se.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . e. Salvador. Cumpra-se. 527 do CPC. no prazo de lei.Disponibilização: sexta-feira. do CPC. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 123 Agravado : Elisana de Araujo Silva Ribeiro Agravado : Vanivaldo Chaves de Jesus Agravado : Sirlene Oliveira de Novais Agravado : Sinalva Rodrigues Silva Agravado : Neuza Cardoso Costa Agravado : Jucimaria Amaral dos Santos Costa Agravado : Rosangela Ferreira Carvalho Rios Agravado : José Genuário Costa Filho Agravado : Silvia Klebia Miranda Oliveira Agravado : Kelcia de Jesus Goes Agravado : Vanderlane Jesus dos Santos Nunes Agravado : Vilma Santos Soares Agravado : Vanderlei Morais Santos Agravado : Dilma Jesus de Oliveira Agravado : Andre Pessoa Almeida Neto Agravado : Joildes Reis de Almeida Santos Agravado : Lucimaria Oliveira da Silva Advogado : Antonio Italmar Palma Nogueira Filho (OAB: 13487/BA) Procª.2008. Encaminhem-se cópia do acórdão de fls. P. III do art. Intime-se a Agravada. aguarde-se a aludida sessão. conforme despacho no verso da fl. 13. Intime-se. Publique-se. Publique-se.0001 Apelação Apelante : Emilia Maria Oliveira de Jesus Advogado : Vladimir Oliveira de Jesus E Silva (OAB: 25136/BA) Advogado : Jorge Guerreiro de Jesus (OAB: 25901/BA) Apelado : Camara de Dirigentes Lojistas de Salvador Advogado : Tiago Cacim D errico (OAB: 28288/BA) Advogado : Sergio Emilio Schlang Alves (OAB: 3635/BA) Vistos etc.2013. 18 de abril de 2013 Augusto de Lima Bispo PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Augusto de Lima Bispo PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0120727-92. Salvador. intime-se pessoalmente o agravante na pessoa do seu representante legal para tomar ciência da extinção do mandato outorgado ao seu advogado Wanderley Rodrigues Porto Filho por ocasião do término do contrato de prestação de serviços. 145/148. J da Silva Neto e Cia Ltda Advogado : Kelton Arapiraca Di Gomes (OAB: 18008/BA) Agravado : Joanita Ferreira Campos Advogado : Igor Frederico Cantuaria Ferreira Gomes (OAB: 31468/BA) Ante o exposto. 186 e já estando o processo inserido na pauta de julgamento do dia 22. no prazo de 10 (dez) dias. Oficie-se à MM. Salvador. para sobrestar os efeitos da decisão que determinou a manutenção da agravada na posse. 18 de abril de 2013 Augusto de Lima Bispo . com fulcro no inc. 18 de abril de 2013 Maria da Purificação da Silva PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Augusto de Lima Bispo PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0006344-31.

todavia. Certifique-se o douto a quo do teor dessa decisão. Estado : Eugênio de Souza Kruschewsky (OAB: 13851/BA) Agravado : Ministério Público do Estado da Bahia Promotor : Maria Amelia Sampaio Goes (OAB: 8398/BA) Vistos.05. apresentar contrarrazões. Participações e Empreendimentos Hoteleiros Ltda Advogado : Marcelo Farias Kruschewsky Filho (OAB: 24003/BA) Advogado : Diego Freitas Ribeiro (OAB: 22096/BA) Advogado : Sergio Celso Nunes Santos (OAB: 18667/BA) Advogado : Fabiany da Silva Ribeiro (OAB: 22176/BA) Agravado : Macro Construtora Ltda Advogado : Sylvio Garcez Junior (OAB: 7510/BA) Advogado : Ana Carolina Alves Barreto (OAB: 18476/BA) Diante disso.2013. proferida pelo M.Disponibilização: sexta-feira. por ser flagrante a sua deserção.ao rever seu posicionamento. tendo em vista a ausência de um dos pressupostos de admissibilidade do recurso. requisitando-lhe as informações pertinentes. Publique-se. Intimem-se. Salvador.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Uht Investimentos. interposto contra decisão interlocutória. 18 de abril de 2013. etc. a ação orçamentária de nº 1. Assim. remetam-se os presentes os autos à Secretaria. do exame do presente instrumento. Ao trânsito em julgado. a falta de peças facultativas indispensáveis à compreensão da controvérsia. ". etc. querendo. no prazo legal. 1076. Observo. Cumpra-se.8. Juízo de Direito da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Ilhéus/BA.M..0000 Agravo de Instrumento Agravante : Qualicorp Administradora de Beneficios S/A Advogado : Caio Druso de Castro Penalva Vita (OAB: 14133/BA) Agravado : Ministério Público Promotor : Joseane Suzart Lopes da Silva Vistos.168. a saber: cópia do Plano Plurianual e da Lei Orçamentária de 2013. dê-se baixa e remetam-se os autos à origem.8. Salvador. recebo o recurso e concedo a liminar pleiteada para suspender o interlocutório agravado. Então.2012. firmou . 18 de abril de 2013 Maria da Purificação da Silva SEGUNDA CÂMARA CÍVEL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Antônio Maron Agle Filho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0001157-42. na referente ao ano de 2014.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Estado da Bahia Proc.05. 0319692-77.05. com pedido de efeito suspensivo. na esteia da nova jurisprudência do STJ.8. ou. P. Publique-se. e intimem-se os agravados para contraminutar o recurso. do CPC. 525. com fundamento no art. I. consistente em imposição de obrigação de fazer ao Governo Estadual. não sendo mais possível. fls. 160/177.2013.8. Salvador. que. dê-se vista ao Ministério Público para.2012. sob o rito dos recursos repetitivos.. decido por NÃO CONHECER o presente recurso de apelação. Intimem-se. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 124 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Augusto de Lima Bispo PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000085-59. até o julgamento de mérito do presente agravo de instrumento. observado o Plano Plurianual do Estado. Tendo em vista a certidão de fl. visando a destinação de verbas à construção de Unidade de Atendimento Socioeducativo na região sul da Bahia.. no prazo legal. §1º.05. que concedeu medida acautelatória. no sentido de que. 18 de abril de 2013 Augusto de Lima Bispo PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Maria da Purificação da Silva PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0005566-61. Trata-se de agravo de instrumento.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .. incluísse na Lei Orçamentária do ano de 2013.0063 Apelação Apelante : Banco Panamericano S/A Advogado : Pedro Santos Toscano de Brito (OAB: 21857/BA) Apelado : Valnice Evangelista dos Santos Advogado : Cauê Tanajura Cirino (OAB: 26860/BA) Diante do exposto.

" (REsp 1204290/RJ. depois. 557. de forma a possibilitar melhor e mais abalizada compreensão dos fatos.0110 Apelação Apelante : Coelba. Relator Ministro RICARDO VILLAS BÔAS CUEVA. somente pode ser arguida por exceção de incompetência. do CPC. devendo. Desª. mantendo. Ante o exposto. Portanto.Disponibilização: sexta-feira..8. quando o autor propõe a ação perante o juízo que não seria o competente para o processamento da demanda e. aquelas consideradas necessárias à compreensão da controvérsia.05.Instituto Nacional Do Seguro Social Assunto: Efeitos D E C I S Ã O Trata-se de Agravo de Instrumento com pedido de efeito suspensivo interposto contra a decisão prolatada pela MM. quando o réu deixa de oferecer exceção. em regra. Enunciado da Súmula nº 33: "A incompetência relativa não pode ser declarada de ofício". 557.8.05.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Adriana Oliveira Peixinho de Carvalho Advogado : Thyara Macedo Bulhões (OAB: 18768/BA) Advogado : Elisabete Costa de Almeida (OAB: 33403/BA) Agravado : Jose Rodrigues Guimaraes Filho Prefeito Municipal de Andorinha Diante do exposto.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Maria de Jesus Ribeiro Monteiro Advogado : Nívia Cardoso Guirra Santana (OAB: 19031/BA) Advogado : Kleber Kowalski Corrêa (OAB: 24671/BA) Agravado : Inss . A questão não comporta maiores digressões. O recurso é cognoscível. assim. a decisão não abriu vistas a parte ré para propor contestação e é sabido que a competência territorial não pode ser declarada de ofício pelo juiz. estando a decisão hostilizada em confronto com o entendimento jurisprudencial dominante do STJ. a decisão objurgada. É o relatório.Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia Advogado : Humberto Graziano Valverde (OAB: 13908/BA) Apelado : Vilma Batista de Souza . XX.Instituto Nacional Do Seguro Social DECISÃO Classe: Agravo de Instrumento n. Salientou. do Regimento Interno deste Tribunal de Justiça. no prazo de 10 (dez) dias. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 125 entendimento de que a ausência de peças facultativas no ato de interposição do agravo de instrumento. § 1ª-A. não enseja a inadmissão liminar do recurso. Salvador. Trata-se de competência prorrogável. Juízo de origem. NEGO SEGUIMENTO AO PRESENTE AGRAVO DE INSTRUMENTO.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8. sendo desnecessária qualquer justificativa. merece acolhimento a irresignação do agravante. 18 de abril de 2013. nos termos do art. que. Publique-se. primeiramente. a fim oportunizar ao agravante a juntada. Ressalta-se que a competência relativa não pode ser reconhecida ex officio pelo juiz. Cumpra-se. 18 de abril de 2013 Maria da Graça Osório Pimentel Leal PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Clésio Rômulo Carrilho Rosa PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000104-07. objeto da lide. Juíza de Direito da Vara DE Acidente de Trabalho da Comarca de Salvador. 162. DJe 16/10/2012). nos autos da Ação de Restabelecimento de Auxílio doença declinou da competência para o foro da Comarca de Simões Filho. A competência territorial é. Encerrado o prazo. uma vez que. Publique-se. e com fundamento no art.º 0003455-07. e mais que dos autos consta.2013. Salvador. dou provimento ao Agravo de Instrumento. Irresignado. CPC c/c o art. voltem-me conclusos os autos. Publique-se. comunicando os termos desta decisão.2001. 18 de abril de 2013 Antônio Maron Agle Filho PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Maria da Graça Osório Pimentel Leal PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0003455-07.2013. tratando-se de competência relativa. Intimem-se..2013. devendo ser dada ao agravante a oportunidade de complementação do instrumento. o Agravante pugnou pela concessão de efeito suspensivo ativo ao presente recurso e no mérito requereu o provimento. portanto. TERCEIRA TURMA. ser arguida através de exceção. 112. por conseguinte. Oficie-se ao MM. das peças acima apontadas. com ou sem manifestação. do CPC. de acordo com o art. observando-se o princípio da inércia da jurisdição. 0004981-09. converto o julgamento em diligência. o que não foi oportunizado pela juíza. Intime-se. De qualquer modo. ou seja.05. Maria da Graça Osório Pimentel Leal Relatora Salvador. Maria da Graça Osório Pimentel Leal Agravante: Maria de Jesus Ribeiro MonteiroAdvogado: Nívia Cardoso Guirra Santana (OAB: 19031/BA)Advogado: Kleber Kowalski Corrêa (OAB: 24671/BA)Agravado: Inss . uma vez que pode ser derrogada por vontade das partes.05.0000 Foro de Origem: Salvador Órgão: Segunda Câmara Cível Relator(a): Desª. Intimem-se. Assim. uma vez que foram atendidos os requisitos intrínsecos e extrínsecos de admissibilidade recursal. relativa. O Superior Tribunal de Justiça já pacificou o entendimento de que o juiz não declina de ofício a competência quando se tratar de competência relativa. declarando competente o juízo da Vara de Acidente de Trabalho da Comarca de Salvador/BA para processar e julgar a referida ação. Alegou que se torna iniludível a necessidade de atribuição de efeito suspensivo ao presente recurso. que a incompetência territorial para ser declarada tem de ser arguida em sede de exceção de incompetência pelo Réu. visto que o órgão jurisdicional não pode proceder de ofício sem qualquer manifestação das partes. a escolha do juízo no qual será proposta a demanda pode estar sujeita ao critério de comodidade ou segurança jurídica.

CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA RELATOR Salvador.2012.. I. APELANTE: DR.8. nego seguimento ao presente recurso. RENAVAM 938695720. Cíveis e Comerciais da Comarca de Salvador. com garantia fiduciária para aquisição de 01 (um) veículo. . AGRAVANTE: DR. APELADA: CARLOS LARANGEIRA MEDEIROS RELATOR: DES. Ana Cláudia Silva Mesquita. aplica-se a norma contida no art. no sentido de indeferir o pedido do depósito nos valores incontroversos bem como a manutenção da posse do bem com o agravante e a ordem de que o banco agravado não efetue os registros de negativação. Intimem-se. ANA PAULO TORRES MUNIZ RELATOR: DES.0001 REVISÃO CONTRATUAL AGRAVANTE: ANIBAL PEREIRA DE SOUZA ADV.8.AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO AGRAVANTE: AROLDO SOUZA SILVA ADV. não lavrou decisão agravável. contrato este que seria pago através de prestações mensais e sucessivas diretamente ao banco réu" (fls. de Agravo de Instrumento interposto por ANIBAL PEREIRA DE SOUZA. FINANCIAMENTO E INVESTIMENTOS S/A ADV. Publique-se.SALVADOR ORIGEM DO PROCESSO: 5ª VARA DOS FEITOS DE RELAÇÕES DE CONSUMO. ano 2007/2008.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Publique-se. Consequentemente. in verbis: "Dos despachos não cabe recurso". postergou a apreciação da medida liminar após o contraditório. placa policial JOT 2308. Salvador. que quer pagar o que deve mais de forma justa e correta. no prazo de 10 (dez) dias. BANCO BRADESCO S/A. Trata-se de agravo de instrumento em face de despacho da lavra da Eminente Juíza de primeiro grau que. DR.0001 . HUMBERTO GRAZIANO VALVERDE APELADA: VILMA BATISTA DE SOUZA ADV. após o prazo de defesa.SALVADOR JUÍZO DE ORÍGEM: JUÍZO DE DIREITO DA 20ª VARA DOS FEITOS DE RELAÇÃO DE CONSUMO.) Mas se isso não bastasse..8. ao assim proceder.05. Cível e Comercial de Salvador. prolatou despacho. constata-se que a medida liminar será apreciada em momento oportuno.805. que lhe seja dado provimento. 557.2001. Em vista disso. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA DESPACHO Converto os autos em diligência. o estabelecido no art.2013. nos seguintes termos: "(.. 504 do Código Instrumental.. sem ficar exposto a sanha capitalista do Agravado" (fl. DO EXPOSTO. Renato Ribeiro Marques da Costa. Nº 0005808-20. 04/05). demonstrando a cautela do Ilustre Magistrado.)".8. 10).0000 . nem o indeferiu. JOÃO RODRIGUES VIEIRA AGRAVADO: BANCO BRADESCO S/A. caput. Intimem-se. os documentos acostados pelo próprio Autor revelam que a liminar na ação revisional foi deferida em 22 de maio de 2012. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA DECISÃO Trata-se. É O RELATÓRIO. se não cabe recurso atacando o despacho sob exame.0000-0 .. CÍVEIS E COMERCIAIS PROCESSO DE ORIGEM: 0319927-07. incidindo..APELAÇÃO CÍVEL .Disponibilização: sexta-feira.0001. RELATOR: DES. DES. 18 de abril de 2013. defendendo que "(. MODELO 24250 CNC 6x2.) a decisão liminar proferida pelo magistrado de 1º grau. proposta pelo Agravante em face do Agravado. 527. de Agravo de Instrumento interposto por AROLDO SOUZA SILVA. Irresignado o Recorrente interpõe o presente recurso alegando.2012. no caso dos autos. muito menos indeferiu o pleito liminar formulado na inicial da Ação de Busca e Apreensão. com fundamento no art..805. no mérito. PROC. sim e tão somente. DO AGRAVANTE: EPIFÂNIO ARAÚJO NUNES E OUTROS AGRAVADO: BANCO AYMORÉ CREDITO.805. o nobre Magistrado a quo não deferiu. determinando que seja intimada a parte apelada. in casu. nos autos da Ação Declaratória cumulada com Revisional de Contrato cumulada com Pedido de Liminar. Salvador. DO AGRAVADO: DRA. requer. Nº 0000772-94.. 132 e documentos acostado aos autos às fls. na pessoa de seu advogado constituído. do Código de Processo Civil. nos autos da Ação de Busca e Apreensão n. para que seja deferida a liminar requerida na inicial. VIVALDO NASCIMENTO LOPES NETO E DR. Em face das razões anteriormente aduzidas. do CPC: "O relator negará seguimento a recurso manifestamente inadmissível (. c/c o art. 557..05.2013.2013.A.) firmou contrato de financiamento CDC. da marca Vw. para se manifestar sobre o quanto noticiado na petição de fls. que "(. que postergou a apreciação do pedido de concessão de medida liminar.05. da decisão proferida. CÍVEL E COMERCIAL PROCESSO DE ORÍGEM: Nº 030218418. mas. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA DECISÃO Trata-se.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Aroldo Souza Silva Advogado : Epifanio Araujo Nunes (OAB: 28293/BA) Agravado : Banco Aymoré Credito Financiamento e Investimentos S/A PROC. por fim.2013. se não o deferiu. Dessa forma.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Anibal Pereira de Souza Advogado : Antonio Carlos Souto Costa (OAB: 16677/BA) Advogado : Vivaldo Nascimento Lopes Neto (OAB: 30384/BA) Advogado : João Rodrigues Vieira (OAB: 18517/BA) Agravado : Banco Bradesco S. Juiz de Direito da 20ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo.IRECÊ APELANTE: COELBA .AGRAVO DE INSTRUMENTO . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 126 Advogado : Carlos Larangeira Medeiros (OAB: 7792/BA) PROC. e exarada nos autos da Ação Declaratória cumulada com Revisional de Contrato cumulada com Pedido de Liminar.8.05. Nº 0000104-07.COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA ADV. portanto. em síntese. 0302184-18. mantém a insegurança jurídica do autor. Então. 18 de abril de 2013. ANTÔNIO CARLOS SOUTO COSTA. atacando respeitável despacho da lavra da eminente Juíza de Direito da 5ª Vara dos Feitos de Relações de Consumo. após instaurada a relação processual e após concedido o direito do Agravado de exercer o contraditório. PASSO A DECIDIR. 18 de abril de 2013 Clésio Rômulo Carrilho Rosa PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Clésio Rômulo Carrilho Rosa PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000772-94. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA RELATOR 0005808-20.05. DES.2013. atacando decisão proferida pelo Dr.AGRAVO DE INSTRUMENTO . que seja atribuído o efeito suspensivo ao recurso e. Dra. 133/137.0110 .

805. Presentes se encontram os pressupostos de admissibilidade inerentes ao presente recurso e relacionados com os seus requisitos intrínsecos e extrínsecos Insurge-se o Recorrente contra a decisão que não lhe deferiu os benefícios da Assistência Judiciária. o que impõe manter a decisão agravada no sentido de não se revogar a liminar. ter-se-ia mero exercício de teratologia. EPIFÂNIO ARAÚJO NUNES AGRAVADO: BANCO BV FINANCEIRA S/A CRÉDITO. sustentando ainda que " ignora assim o Juízo o fato de que a simples declaração da parte agravante.Disponibilização: sexta-feira. Assim é o entendimento jurisprudencial: DO EXPOSTO. a existência de prejudicialidade e conexão posto que há uma ação tramitando na 14ª VARA DAS RELAÇÕES DE CONSUMO. INDEFIRO O PEDIDO DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA GRATUITA (.AGRAVO DE INSTRUMENTO .2012.SALVADOR JUÍZO DE ORÍGEM: JUÍZO DE DIREITO DA 4ª VARA DOS FEITOS DE RELAÇÕES DE CONSUMO.105-4/4-00. 527.805. em prevenção. in casu. 527. in casu. Roberto José Lima Costa. Veja-se que a liminar na ação revisional foi deferida em 22 de maio de 2012. por entender o Juízo de Piso que o Agravante não se apresenta necessitado daquela benesse.805.2013. Fundamenta sua tese na construção jurisprudencial. 558 do CPC: "O relator poderá. do CPC.) Instq prima facie informar. que o agravante não possui aquela capacidade financeira declarada na r.2011. em tese. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA RELATOR 0001918-73.. juntamente com a documentação acostada.0001 . que se deu em 10 de fevereiro de 2012. No caso.. além de ter sido ajuizada posteriormente. Publique-se. é claro.8.05. sim.2013. Irresignado o Agravante sustenta em seu favor que "(. posteriormente a liminar de busca e apreensão deferida em 10 de fevereiro de 2012. Ademais não consta nos autos comprovante de depósito judicial das parcelas no valor do contrato.805. 07). 527. Financiamento e Investimento PROC. por não ter condição financeira para arcar com honorários advocatícios de profissionais particulares" (sic fl.2012'. 06) Requer. FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO RELATOR: DES. CPC). entendendo que a autora não se desincumbiu de comprovas os requisitos autorizadores da concessão do benefício. Irresignado o Agravante requer preliminarmente os benefícios da assistência judiciária gratuita.BA TOMBADA SOB O NÚMERO 0322158-75. requerendo. quando do julgamento do Agravo de Instrumento n. PASSO A DECIDIR. Não se olvide que a ação revisional. contrário ao entendimento dos tribunais superiores(. não havendo que se falar. III. neste juízo de cognição sumária. nos seguintes termos: "(. representa prejudicialidade a esta. 4º. de Agravo de Instrumento interposto por JOSENILDO SANTOS FERREIRA. que lhe seja dado provimento. ao final que seja atribuído efeito suspensivo ao presente recurso e no mérito. pois de outra forma. É O RELATÓRIO. conexão e prejudicialidade. IV.AÇÃO DE REVISÃO CONTRATUAL AGRAVANTE: JOSENILDO SANTOS FERREIRA ADV.. levantamento de dinheiro sem caução idônea e em outros casos dos quais possa resultar lesão grave e de difícil reparação.) há que considerar. sem prejuízo próprio e de sua família (art.0001.. sendo relevante a fundamentação. porque oportuno. conforme norma contida no art. atacando decisão proferida pelo MM. 0337942-58. Examinando a pretensão liminar deduzida pela parte recorrente. Decisão.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . in fine. Pois bem. sob as penas da lei. a requerimento do agravante.0001" (fl. o recorrente não comprova o regular adimplemento das parcelas judicialmente. não vislumbro..º 95. Ressalte-se. nos autos da Ação de Revisão de Contrato n. de encontrar-se empobrecido e sem recursos pencuniários suficientes para arcar com as despesas judiciais é suficiente para a concessão do benefício da gratuidade da justiça" (fl. É O RELATÓRIO. por votação unânime. e 2) lesão grave e de difícil reparação. da . PASSO A DECIDIR. suspender o cumprimento da decisão até o pronunciamento definitivo da turma ou câmara". sustentando no mérito em seu favor que "(. Presentes se encontram os pressupostos de admissibilidade inerentes ao presente recurso e relacionados com os seus requisitos intrínsecos e extrínsecos. Sendo facultativa a requisição de informações ao Digno Doutor Juiz de Direito prolator da decisão hostilizada.) Diante das razões expostas e com lastro na dicção jurisprudencial retro exposta. ao final que seja atribuído efeito suspensivo ao presente recurso e no mérito.. sem adentrar no mérito da causa posta sob discussão.)" (fl. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA DECISÃO Trata-se. Intimem-se. Ante o exposto. que o preceito inserto no dispositivo instrumental anteriormente mencionado reclama a presença concomitante dos dois requisitos nele introduzidos.. Juiz de Direito da 4ª Vara dos Feitos de Relações de Consumo.0000-0 . remição de bens. A propósito.. não atribuo o efeito suspensivo pleiteado. nos termos da Lei 1. Intime-se o Agravado para responder no prazo de dez (10) dias. Salvador. quais sejam: 1) relevância da fundamentação. a fim de que seja atribuído o efeito suspensivo perseguido pela parte recorrente. Estabelece o art. in verbis: "Para a obtenção da assistência judiciária gratuita é necessário a requerente declarar. AGRAVANTE: DR. Dr. nos casos de prisão civil. a relevância da fundamentação da Agravante. encaminhandose-lhe cópia do seu inteiro teor (art. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 127 depois da concessão da liminar de busca e apreensão. Comunique-se ao Juízo de Primeiro Grau o conteúdo desta decisão. Cíveis e Comerciais da Comarca de Salvador.131). 05) e que " resta inquestionável que a presente ação de busca deve ser reunida à ação revisional. destaque-se que as hipóteses elencadas no referido dispositivo não são taxativas e. exemplificativas. ser pobre no sentido legal e não estar em condições de pagar as custas do processo e os honorários de advogado. CÍVEIS E COMERCIAIS DA COMARCA DE SALVADOR PROCESSO DE ORÍGEM: Nº 0337942-58. NEGO PROVIMENTO AOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO" (sic fl.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Josenildo Santos Ferreira Advogado : Epifanio Araujo Nunes (OAB: 28293/BA) Agravado : Banco Bv Financeira S/A Crédito. neste juízo de cognição sumária.. solicite-lhe a comunicação de eventuais fatos novos relacionados com o presente recurso e caso entenda como necessário a causar repercussão no seu desate (art. DES. ao revés a situação dos autos estaria a descotinar condições de arcar com as despesas processuais. Da análise dos argumentos trazidos pela inicial. CÍVEL E COMERCIAL DA COMARCA DE SALVADOR . decidiu a Oitava Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. a ensejar a atribuição do efeito suspensivo pleiteado.060/50.11 ). Cinge-se o agravo à discussão do pedido de revogação da liminar de busca e apreensão com fundamento na existência de ação revisional em que foram deferidos os depósitos de quantia no valor contratado bem como de posse do bem. Em face das razões supra alinhadas. quando ajuizada anteriormente à busca e apreensão. desde que. CPC). por conseguinte. que lhe seja dado provimento. 04) .)" (sic fl. haja depósito em juízo do montante contratado. V. Nº 0001918-73. adjudicação. 16 de abril de 2013. de modo que aconselhável sua suspensão ou o julgamento conjunto. Prova disso é que a parte Agravante está sendo assistida por uma Associação de Defesa do Consumidor..

Comunique-se ao Juízo de Primeiro Grau o conteúdo desta decisão. Ademais. Rel.060 de 5 de fevereiro de 1950 e inciso LXXIV.RS. Para tal. em que o Nobre Sentenciante. afirmando que em razão da sucumbência recíproca. LIMITAÇÃO DE JUROS . de que sua situação econômica não permite vir a Juízo sem prejuízo da sua manutenção ou de sua família.5/7 . qualifica-se como "gerente comercial" E ESTÁ REPRESENTADO POR ADVOGADO DE SUA ESCOLHA. Nas contrarrazões de fls. mantendo.173).Disponibilização: sexta-feira. fls. da CF . 527.Inteligência do art. de 1950. 5º. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 128 Lei 1. pugna o apelado pela confirmação da sentença.632/RS.11. art. julgado em 28/06/2011. (AgRg nos EDcl no REsp 957. não atribuo o efeito suspensivo pleiteado. NÃO CUMULADA COM CORREÇÃO MONETÁRIA.8. 80/94. a legalidade das cobranças de capitalização mensal dos juros e da comissão de permanência.A comissão de permanência. e vinte e dois reais e doze centavos). 72/78. Rel. Essa norma infraconstitucional põe-se.96. E NÃO POR PROFISSIONAL FORNECIDO PELO ESTADO. firmada pela interessada.º KXXV)" (STF .j. Intimem-se. tanto que o artigo 5° autoriza o indeferimento do pedido de assistência judiciária se o juiz tiver fundadas razões. 26.. porque oportuno. Do exposto. mutatis mutandis. que o Recorrente firmou contrato de financiamento de veículo noticiado às fls. conforme norma contida no art. No tocante à comissão de permanência. da Carta Magna . 5. XXXV. 5º. CPC). ademais. no importe de R$ 51. Nesse sentido. não há prova alguma de que não possa suportar o pequeno valor das despesas processuais.COMARCA: SANTOS .. Intime-se o Agravado para responder no prazo de dez (10) dias. NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO RECURSO ESPECIAL.VOTO: 11. em face da sentença de fls. não procurando Defensor Público ou profissional indicado pela Ordem dos Advogados do Brasil . Por fim. nos autos da ação revisional. com presunção de verdadeira ate prova em contrário (RSTJ 07/4 14).OAB para patrocinar os seus direitos. em tese. Em assim sendo. juros remuneratórios. da Constituição Federal de 1988). 124/134. NÃO INCIDÊNCIA DAS SÚMULAS 126/STJ E 283/STF. encaminhando-se-lhe cópia do seu inteiro teor (art. o Recorrente outorgou mandato a advogado de sua livre escolha. basta a simples afirmação de pobreza. desde que não cumulada com correção monetária (súmula 30/STJ). Min. LXXIV. em síntese.022. mais uma vez. DJe 01/08/2011). v.Agravo regimental a que se nega provimento. TERCEIRA TURMA. é devida para a inadimplência.12 (cinquenta e um mil. solicite-lhe a comunicação de eventuais fatos novos relacionados com o presente recurso e caso entenda como necessário a causar repercussão no seu desate (art.17. dentro do espírito da Constituição. 1 . moratórios e multa. PRECEDENTES. JUROS REMUNERATÓRIOS.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . para obtenção desta. do CPC. é de se observar a jurisprudência do STJ: AGRAVO REGIMENTAL. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. in fine. Nas razões do apelo. Sendo facultativa a requisição de informações à Digna Doutora Juíza de Direito prolatora da decisão hostilizada. 5º LXXIV . pede o provimento do recurso. Salvador. DESNECESSIDADE. decidiu o STF: "Assistência Judiciária . mostrando-se correta a decisão que negou o benefício. inclusive as de cobrança administrativa e honorários extrajudiciais e arbitrar honorários advocatícios na base de 10% sobre o valor da condenação. Ministro PAULO DE TARSO SANSEVERINO. Nº 205.384. afastar a cobrança cumulada da comissão de permanência.(. certo que. Publique-se. Por outro lado. REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL. Extr.. CLÉSIO RÔMULO CARRILHO ROSA RELATOR Salvador. MORATÓRIOS E MULTA CONTRATUAL. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL.Justiça gratuita .746-1 . excluir qualquer outra taxa do contrato. julgou parcialmente procedente a pretensão autoral para aplicar o INPC como índice de correção monetária. AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATO BANCÁRIO.2009.05. conseqüentemente. para o que proclamou o Egrégio Tribunal de Justiça de São Paulo: "O direito assegurado pela Lei n.. "A esse respeito. III. AÇÃO REVISIONAL CONTRATO BANCÁRIO.º.0001 Apelação Apelante : Banco Mercantil do Brasil S/A Advogado : José Roberto Burgos Freire (OAB: 13538/BA) Advogado : Pedro Burgos Soares Neto (OAB: 29903/BA) Apelado : Wesley Lemos do Nascimento Advogado : Ismailto Aparecido Pereira (OAB: 12194/BA) Advogado : Camila Nogueira Macedo da Silva (OAB: 36604/BA) Trata-se de apelação interposta pelo Banco Mercantil do Brasil S/A. 5. limitar a multa moratória à base de 2%. Ressalte-se.firmou a orientação no sentido de que também é vedada a sua cumulação com multa contratual e juros moratórios. feita pelo próprio interessado. CPC).Súmula 296 . 527.)". 18 de abril de 2013 Clésio Rômulo Carrilho Rosa PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0113915-97."A garantia do art. ARCANDO OBVIAMENTE COM OS HONORÁRIOS CONTRATADOS. aos necessitados.Irrevogabilidade da Lei n° 1060/50 em face da garantia constitucional prevista no art. No particular. Em face das razões supra alinhadas. os mesmos deverão ser divididos com a parte autora. DO EXPOSTO. PROCURAÇÃO AUTÊNTICA.não revogou a de assistência judiciária gratuita da Lei nº 1060. 527.Suficiência da declaração do interessado de que a sua situação econômica não permite vir a Juízo sem prejuízo de sua manutenção ou de sua família .assistência jurídica integral e gratuita aos que comprovarem insuficiência de recursos . apurada pelo BACEN e limitada à taxa contratada para o período da normalidade (súmula 294/STJ). 16 de abril de 2013 DES.) 3 . Irresigna-se quanto aos honorários advocatícios arbitrados. que deve observar a taxa média dos juros de mercado. É o relatório. resta improvido o recurso. V. o Superior Tribunal de Justiça.e com os juros remuneratórios . basta a declaração.u.. 2 .Súmula 30 . que deseja facilitado o acesso de todos à Justiça (CE. após uniformizar o entendimento de que descabe a sua cumulação com a correção monetária . do art. 1060/50 não é absoluto e a declaração de que o autor é pobre terá de ser apreciada em seus devidos termos. IV. CORRÊA VIANNA Relator"(AGRAVO DE INSTRUMENTO n° 096. não pode o Agravante figurar no rol daqueles que necessitam dos benefícios da Assistência Judiciária. Logo. Carlos Velloso. ". Rec. incólume os termos da decisão atacada. o recorrente sustenta. com imposição de multa.2º T. atente-se.

da S. INACUMULABILIDADE. Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. ARRENDAMENTO MERCANTIL. do art. Intimem-se Salvador. S. CONTRATO. encaminhem-se os autos à douta Procuradoria de Justiça.05. Cumpra-se. com lastro no caput. 1.8.M. Intime-se a parte agravada para responder. ao M. suspensa a cobrança do recorrido. O raciocínio parte da premissa de que a comissão de permanência e a multa contratual desempenham a mesma função: obrigar o devedor que não realizou a prestação no tempo oportuno ao pagamento de um determinado valor." (AgRg no REsp 594045/RS. 0003103-49. no decêndio legal. de forma que a abusividade do percentual pactuado deve ser cabalmente demonstrada em cada caso. 293. Ante o exposto. PRECEDENTES. nem com a multa contratual. Oficie-se. Rel. (AgRg no REsp 1051098/MS. DJe 28/06/2011). limitada ao percentual fixado no contrato (Súmula 294/STJ). com os juros remuneratórios (Súmula 296/STJ) e moratórios.444/RS. DJ 17/ 05/2004 p. Admite-se a comissão de permanência durante o período de inadimplemento contratual.M. A jurisprudência desta Corte é assente no sentido de que os juros remuneratórios cobrados pelas instituições financeiras não sofrem a limitação imposta pelo Decreto nº 22. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Antônio Maron Agle Filho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0001788-83. INCIDÊNCIA. Em razão da sucumbência recíproca.8. NÃO LIMITAÇÃO. Publique-se. "As empresas de arrendamento mercantil.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Aymore Credito Financiamento e Investimento S/A Advogado : Alexandre Jatobá Gomes (OAB: 32481/BA) Advogado : Fabio Frasato Caires (OAB: 28478/BA) Agravado : Marli Santos Oliveira Isso posto. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Banco Bv Financeira S/A Advogado : Lucas Azevedo Rios Maldonado (OAB: 37472/BA) . sob juízo de cognição sumária. Isto feito. 4. havia previsão de juros. Assim. assim certificado pela Secretaria. 557.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Município do Salvador Proc. Agravo regimental não provido. ficando suspensa a quota cabível ao recorrido. não poderá ser cumulada nem com multa. querendo. DOU PROVIMENTO PARCIAL ao apelo para reformar a sentença e determinar que as custas processuais sejam divididas entre os litigantes. no percentual de 50% para cada. § 2º. DO CPC.2013. JUROS REMUNERATÓRIOS. QUARTA TURMA. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO RECEBIDOS COMO AGRAVO REGIMENTAL. por litigar sob o pálio da gratuidade. julgado em 21/06/2011.). posteriormente. lhe nego seguimento. arcando os litigantes com os honorários dos seus respectivos patronos. Juízo a quo. 2. Na hipótese dos autos. VRG.8. INDEFIRO O PEDIDO DE ANTECIPAÇÃO DA TUTELA RECURSAL. também. conforme o permissivo do art. Juízo a quo. ABUSIVIDADE QUE DEVE SER DEMONSTRADA. MULTA. Vê-se da sentença que não foi afastada a cobrança da capitalização de juros.Disponibilização: sexta-feira. julgado em 23/08/2011. SÚMULA N. PARCIAL PROVIMENTO. nem com juros moratórios. em que pese possa ser contratualmente prevista. Fernando Gonçalves. As instituições financeiras não sofrem a limitação dos juros remuneratórios prevista na Lei de Usura. Promotora : Cintia Guanaes Desse modo. "A cobrança antecipada do valor residual garantido (VRG) não descaracteriza o contrato de arrendamento mercantil. DJe 31/08/2011). Dê-se ciência desta decisão ao M. no prazo de lei. RECURSO ESPECIAL.05. Min. 5. §1º-A do CPC. 9º da Lei 6. Rel. 293-STJ.. à taxa média dos juros de mercado. 238) 2. 0004702-23. do Código de Processo Civil. INSTITUIÇÃO FINANCEIRA. QUARTA TURMA. NÃO CONHEÇO DO RECURSO e. Quarta Turma. ARTIGO 557. sendo insuficiente o só fato de a estipulação ultrapassar 12% ao ano ou de haver estabilidade inflacionária no período. de acordo com o art. na razão de 50% para cada. a fim de que preste informações. Publique-se. PRECEDENTES.2013. Munícipio : Marcelo Luis Abreu e Silva Agravado : Ministerio Publico. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 129 REMUNERATÓRIOS.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . ao que foi corretamente afastada a referida comissão. PERÍODO DE INADIMPLÊNCIA. com a comprovação do desequilíbrio contratual ou de lucros excessivos. inclusive. sob pena de incorrer em bis in idem. Em Favor de K. por dia de atraso. Cumpra-se. com o que é de se concluir que o invocado pelo apelante quanto a este ponto da controvérsia não merece conhecimento. AFASTADA. 1. desde que não cumulada com a correção monetária (Súmula 30/STJ)." Súmula n. A comissão de permanência é inacumulável com quaisquer outros encargos previstos para o período de inadimplência. ao presente recurso. repudiado pela Corte Constitucional nos termos das Súmulas 648/STF e 596/STF. bem como quanto aos honorários de seus respectivos patronos. Rel. ante a concessão da assistência gratuita. 5. SOCIEDADE. Publique-se. 3. Embargos de declaração recebidos como agravo regimental. parcialmente provido. 557.05.099/74. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA.. ADIANTAMENTO. porquanto o argumento constitucional utilizado pelo Tribunal de origem para limitar os juros remuneratórios em 12% ao ano já foi. NÃO INCIDÊNCIA SÚMULA 596/STF. do STJ. Nova conclusão. os litigantes arcarão com o pagamento das custas processuais. encontram-se subordinadas ao controle e fiscalização do Banco Central do Brasil o que lhes confere o status de instituição financeira.626/33. em razão de sua manifesta inadimissibilidade. Intime-se. Inaplicável ao caso os enunciados das súmulas 126/STJ e 283/STF. por consequência. 3. Precedentes. (EDcl no REsp 586.2013. (. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. Intime-se. Precedentes.

Salvador.05. retornem os autos conclusos. peças essenciais à compreensão do presente agravo de instrumento. O fizeram. 0318838-83. em possível apelação a ser futuramente interposta.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Intimem-se. Após..2012. para serem apensados ao processo principal. Certifique a Secretaria se houve a apresentação de contrarrazões por parte do agravado. Salvador. a teor do despacho de fl. 44. tendo em vista o teor da certidão lançada à fl. para oportuno julgamento. Por Luciana Ferreira Gomes Advogado : Geovardes Leite de Azevedo Júnior (OAB: 24829/BA) . Salvador. em caso positivo. Cumpra-se.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Jurema Viana de Santana Agravante : Valmor José de Santana Advogado : Maria Luiza Alcantara Maia (OAB: 10698/BA) Agravado : Maria Gorete Andrade Sena Advogado : Francimary de Deus (OAB: 30421/BA) Vistos. 18 de abril de 2013 Antônio Maron Agle Filho PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Antônio Maron Agle Filho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0005066-92.. às fls. cuja apreciação poderá se dar. motivo. ambos. etc. C. da decisão de fls. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 130 Agravado : Roberlania Sabino da Silva Isso posto. etc. assim. a remessa destes autos ao Juízo a quo. 50/58. adotando.Disponibilização: sexta-feira.8.2013. de receber o petitório de fls. do prazo antes para tanto assinado. Juntaram os agravantes. as providências de praxe que ainda comportem.8. a decisão negatória de seguimento.8.. converto o presente Agravo de Instrumento em retido. determinando. Isto feito.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Bv Financeira Advogado : Daniele Ramacciotti Gusmão (OAB: 21012/BA) Advogado : Elizete Aparecida de Oliveira Scatigna (OAB: 26262/BA) Agravado : Roseana da Silva Gonzaga Silva Advogado : Cristiane Ramos da Silva (OAB: 26797/BA) Vistos.2012.. 45/46. aliás. Certifique a Secretaria a respeito do possível trânsito em julgado daquele decisum. com espeque nos arts. a destempo. 48/49 como pedido de reconsideração. G. Certifique a Secretaria se houve apresentação do original da peça inicial deste agravo de instrumento. Publique-se. inciso II. que atesta o decurso. por seus próprios termos. Estado : Antonio Sergio Miranda Sales Vistos. 18 de abril de 2013 Antônio Maron Agle Filho PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Edmilson Jatahy Fonseca Júnior PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0320423-73. para oportuno julgamento. Cumpra-se. 42.8. Publique-se. Intimem-se. do Código de Processo Civil. 522 e 527. Deixo. de outro lado. in albis.. Publique-se. 18 de abril de 2013 Edmilson Jatahy Fonseca Júnior PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0302710-85. todavia. Cumpra-se. por consequência.2012.05.05.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Estado da Bahia Agravado : Manoel dos Santos Bonfim Advogado : Leonardo Luis França Paim (OAB: 23135/BA) Proc.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Jose Nildo Cabral dos Santos Advogado : Elmano Portugal Neto (OAB: 8419/BA) Advogado : Maria Lídia Diniz Santos Moreira (OAB: 28772/BA) Advogado : Tatiane Ribas Pinto (OAB: 20341/BA) Advogado : Danyelle Carvalho Do Nascimento (OAB: 25293/BA) Agravado : R. Publique-se. etc.05... retornem os autos conclusos. mantendo. Rep.

05. À vista da certidão de fl. 368. no sentido de intimar a Apelada para regularizar a representação processual. . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 131 Procª. Intime-se. Salvador. em razão do aludido Decreto ter sido publicado após a interposição do recurso.2003.0001 Apelação Apelante : Ipatinga Futebol Clube Advogado : Marcelo Azevedo Palma (OAB: 14207/BA) Apelado : Otaciano de Araujo Advogado : Heraclio Guerreiro Ribeiro Dantas (OAB: 2485/BA) Vistos etc. 18 de abril de 2013. 128.8.05. Judiciário : Lilian de Novaes Coutinho Cumpra-se o despacho de fls.2013. 136/138 não tem pertinência com esta irresignação. 282/283. Publique-se.2012. 142. deferindo-lhe. Publique-se. Salvador.Disponibilização: sexta-feira. pelo que determino o seu desentranhamento e sua juntada aos autos correspondentes. Salvador. 135 dos autos. Salvador. 0000935-23. S Rep Por Tarciana Ramos de Melo Advogado : José Rubem Marques Costa (OAB: 6658/BA) Agravado : Paulo Roberto Costa Santos Advogado : Ivan Brandi da Silva (OAB: 7941/BA) Procª. Justiça : Elna Leite Ávila Rosa Mostram os autos que o opinativo de fls. P. reitere-se a requisição de informações de fl.05.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Coelba .0000 Agravo de Instrumento Agravante : Tarciana Ramos de Melo Agravante : K. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Edivaldo Rocha Rotondano PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0311232-04. observe a Secretaria o determinado na fl. Publique-se.8. Intimem-se. Cumpra-se.8. M. Intime-se.05.1998.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . C. 131. Justiça : Ilona Márcia Reis Ante as ponderações de fls.0001 Apelação Apelante : Auriomar Silva Nogueira Apelante : Joselita Barco Nogueira Advogado : Ana Cristina Fortuna Dórea (OAB: 12151/BA) Apelada : Maria da Conceicao Viana de Assis Ass. restituo ao agravado o prazo para responder aos termos do presente recurso.Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia Advogado : Milena Gila Fontes (OAB: 25510/BA) Advogado : Paulo Abbehusen Junior (OAB: 28568/BA) Agravado : Unidade de Diagnosticos Medicos Por Imagem de Eunapolis Advogado : Felipe Vian (OAB: 23634/BA) Vistos etc. I. Indefiro o pedido de fls. na oportunidade. 18 de abril de 2013 Edmilson Jatahy Fonseca Júnior PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Telma Laura Silva Britto PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000670-72.8. Cumprido o acima determinado. vista dos autos fora de cartório. 18 de abril de 2013 José Edivaldo Rocha Rotondano TERCEIRA CÂMARA CÍVEL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Edmilson Jatahy Fonseca Júnior PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0095746-48. 338. fl.

0006066-30. ou para que seja determinado à Agravada o depósito em juízo do valor do serviço. fato que enseja a perda da garantia contratual. Publique-se. apresentar resposta. nos termos do art. apresentar resposta. em dez dias.2013.. afirmando. 09) (grifo e destaque do original).8. Teixeira Almeida Cézar Santos na qualidade de minha substituta. razão porque equivocado o reestabelecimento de relatoria realizado como se vê às fls.Teixeira Almeida Cézar Santos. Intimem-se.Disponibilização: sexta-feira. no mérito. evidente o dano e o tumulto processual que poderá causar a entrega do automóvel reparado à Agravada.2013. mas tão somente a devolução do valor pago em 2009. Ato contínuo. que apresenta recorrente vazamento de óleo. Sustenta. consoante disposto no inciso V." (fl. Juíza Lisbete M. Salvador. Publique-se. apresentar resposta.00. ela não deseja o recebimento do veículo consertado. pela concessão do efeito suspensivo ao agravo. Requisitem-se informações ao Juízo da causa.. Hyundai Caoa do Brasil Ltda. em dez dias. inconformado com a decisão da MM. Pugna. até a perícia judicial. Publique-se. querendo. 18 de abril de 2013 Carlos Alberto Dultra Cintra .0000 Agravo de Instrumento Agravante : Município do Salvador Proc.620. Reservo-me para apreciar o pedido liminar após a formação do contraditório. Salienta tratar-se de questão controvertida que impõe. dilação probatória para o esclarecimento dos fatos. do exame dos autos infere-se que a referida magistrada encontra-se vinculada ao feito. intime-se o agravado.05. 446.05. serviço este que inclui a substituição do diferencial traseiro e eixo cardan e está orçado em R$ 18. nos termos do art.0001 Apelação Apelante : Bradesco Vida e Previdencia S/A Advogado : Fábio Gil Moreira Santiago (OAB: 15664/BA) Apelado : Sylvia Seixas Vieira Advogado : Onaldo Rosa de Figueiredo (OAB: 18765/BA) Em que pese o presente feito ter sido distribuído a MM. sob pena de multa diária de R$ 1. 527. item 3. A Recorrente assevera que tais informações foram omitidas pela Agravada ao postular a concessão de liminar à MM. por outro lado. ante a remessa dos autos ao Des. que o veículo já tem 4 anos de uso e que o vazamento foi ocasionado pela substituição dos pneus traseiros originais por outros com dimensões diferentes. ademais. 527. do Código de Processo Civil. dando-lhe ciência desta decisão. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 132 0001524-66.2013. dando-lhe ciência desta decisão. dentre elas a Agravante. Juíza da causa. A Agravante narra que a decisão objurgada obriga as Acionadas a custear e efetivar o conserto do automóvel da Agravada. intime-se a Agravada. V. Sustenta. Requisitem-se informações à MM. querendo. Intimem-se. interpôs Agravo de Instrumento com pedido de efeito suspensivo. a obrigação de consertar o automóvel imposta às Acionadas. Juíza a quo.8. estarem ausentes os requisitos autorizadores da tutela de urgência concedida.05. Lisbete M. Juíza de Direito da Comarca de Jaguaquara-BA que. do Código de Processo Civil. Munícipio : Rodrigo Moraes Ferreira Agravado : Congregação Cristã No Brasil Advogado : Gabriel Campos de Souza (OAB: 32004/BA) Vistos etc. antes da concessão de medida de caráter satisfativo. determinando às empresas requeridas. Ato contínuo. V. para sustar.000.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Edson Sacramento da Silva Advogado : Stephanie Correia Carvalho de Oliveira (OAB: 37011/BA) Advogado : Antonio Carlos Souza Ferreira (OAB: 11889/BA) Agravado : Banco Itau Unibanco S/A Ante o exposto. do Código de Processo Civil. devendo os autos permanecer sob a relatoria da Dra.8. em dez dias. Requisitem-se informações ao juízo da causa.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Hyundai Caoa do Brasil Ltda Advogado : Carlos Bruno Campos Rocha Bomfim (OAB: 23267/BA) Advogado : Alberto Lourenço Rodrigues Neto (OAB: 150586/SP) Agravado : Ana Paula D'Onofrio Di Domizio Advogado : Cristiano Moreira da Silva (OAB: 17205/BA) Vistos etc. V. para. para. retornem os autos ao SECOMGE para desfazer o ato de reestabelecimento de relatoria. 18 de abril de 2013 Telma Laura Silva Britto PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carlos Alberto Dultra Cintra PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0155182-49. provimento de urgência a ser confirmado no julgamento do mérito do recurso. Deste modo. à luz destes fatos.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . deve a decisão ser reformada. do Manual de Garantia. nos autos de Ação Indenizatória movida por Ana Paula D'Onofrio Di Domizio. por seu advogado. 527. Salvador. inobservando a Agravada as especificações contidas no Manual. nos termos do art.8. motivo pelo qual. sendo indiscutível o irreversível prejuízo que a ausência de concessão do efeito suspensivo causará à Agravante. Intimem-se.00. por fim. querendo. ser ". Revisor. bem como exime a montadora e a concessionária de qualquer responsabilidade pelo problema. intime-se a Agravada. Ato contínuo. concedeu a liminar pleiteada. por seu advogado. INDEFIRO a liminar requerida. a realização do reparo do automóvel de propriedade da Agravada no prazo de 30 dias.05.2009. todavia. para. sendo que ao final. 0005970-15.

querendo.0106/50001 Embargos de Declaração Embargante : Municipio de Ipirá Advogado : Rafael de Medeiros Chaves Mattos (OAB: 16035/BA) Embargado : Antonio Diomario Gomes de Sa.2013. 123/126. contido nos Embargos de Declaração opostos. Salvador.2012. Salvador. Salvador.Comércio de Informática Ltda Advogado : Luis Filipe Pedreira Brandão (OAB: 12129/BA) À vista do pedido de concessão de efeito modificativo ao acórdão de fls. Damasio Advogado : Elmano Portugal Neto (OAB: 8419/BA) Advogado : Maria Lídia Diniz Santos Moreira (OAB: 28772/BA) Advogado : Tatiane Ribas Pinto (OAB: 20341/BA) Advogado : Cristiane A. Publique-se. 102/108. contido nos Embargos de Declaração opostos.05. 18 de abril de 2013 Carlos Alberto Dultra Cintra PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Dinalva Gomes Laranjeira Pimentel PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0001190-15. fls. oferecer manifestação.05.0000/50001 Embargos de Declaração Embargante : Atacadao das Midias Comercio de Informatica Ltda Advogado : Marcio Medeiros Bastos (OAB: 23675/BA) Embargado : Nagem . no prazo de 5 (cinco) dias. querendo. Brum Toledo (OAB: 34898/BA) Embargado : Josemir Conceição Silva Bastos Advogado : Reginaldo de Oliveira Brandão (OAB: 5424/BA) À vista da oposição dos Embargos de Declaração pela Agravante/Embargante. em 05 dias.0000/50000 Embargos de Declaração Embargante : Luiz Carlos Simões Santos Advogado : Liane Costa Reis (OAB: 17511/BA) Advogado : Rita Maria Soares Ferreira da Silva (OAB: 10132/BA) Advogado : Juliana Ferreira Cunha (OAB: 20388/BA) Embargado : Banco Santander Brasil S/A Advogado : Aldano Ataliba de Almeida Camargo Filho (OAB: 1048A/BA) Advogado : Verbena Mota Carneiro (OAB: 14357/BA) À vista do pedido de concessão de efeito modificativo ao acórdão de fls. Publique-se. no prazo de 5 (cinco) dias.8.8.0000/50000 Embargos de Declaração Embargante : R.8.8. intime-se o Embargado para querendo. tendo o mesmo pedido de efeito modificativo.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .Disponibilização: sexta-feira. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 133 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carlos Alberto Dultra Cintra PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000583-19.Cil .2012.05. se manifestar. 18 de abril de 2013 Carlos Alberto Dultra Cintra PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carlos Alberto Dultra Cintra PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0312324-17. se manifestar.05. proceda-se à intimação da Embargada para. 18 de abril de 2013 Carlos Alberto Dultra Cintra PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Carlos Alberto Dultra Cintra PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0315010-79. 126/130. Prefeito do Municipio de Ipira Advogado : Joaquim Valter Santos Junior (OAB: 15309/BA) Advogado : Lara de Moraes Rocha Soares (OAB: 15635/BA) Advogado : Tâmara Costa Medina da Silva (OAB: 15776/BA) Advogado : Ciro Rocha Soares (OAB: 17309/BA) Advogado : Marcelo Antônio Álvares Silva (OAB: 22544/BA) Advogado : Pedro da Costa Vargens (OAB: 23140/BA) . proceda-se à intimação do Embargado para.2007.

as razões recursais afrontam a jurisprudência dominante do Superior Tribunal de Justiça. ART. CPC. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO. restaram incontroversos os fatos de que a transferência da motocicleta do Executado para o Embargante ocorreu em 30/10/2007 (fl. CONFORMIDADE. nos termos do artigo 557 do Código de Processo Civil. improcedente. cujas conclusões." Por tal modo. quanto à Relatoria. A Juíza precedente julgou os embargos procedentes (fls. às fls. ou de Tribunal Superior. Publique-se. eis que a fraude à execução está caracterizada. in verbis: "O reconhecimento da fraude à execução depende do registro da penhora do bem alienado ou da prova de má-fé do terceiro adquirente. o cabimento da reforma da sentença.0001 Apelação Apelante : Walter Domingues David Advogado : Jairo Andrade de Miranda (OAB: 3923/BA) Apelado : Banco Bradesco S/A Advogado : Rosana Caires Pereira (OAB: 21372/BA) Advogado : Thaís Larissa Schramm Carvalho (OAB: 23925/BA) Advogado : Iolanda Andrade Sousa (OAB: 24605/BA) Advogado : Anna Caroline Batista Rocha (OAB: 24649/BA) Advogado : Thianne Pereira de Souza (OAB: 26719/BA) Advogado : Fernando Augusto de Faria Corbo (OAB: 67987/RJ) Advogado : Marcio Alexandre Aguiar Madureira (OAB: 95148/RJ) PROCESSUAL CIVIL. O relator negará seguimento a recurso manifestamente inadmissível.SAJ. Rel. Infere-se. impositiva é a negativa de seguimento do recurso. TERCEIRO. SENTENÇA. CORTE ESPECIAL. SÚMULA 375/STJ.. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 134 Advogado : Plorivaldo Mendes de Aragão (OAB: 8168/BA) Embargado : Murilo Tadeu da Silva Lima Embargado : Banco do Brasil S/A Advogado : Rubens Ribeiro Oliveira (OAB: 10457/BA) Proc. não tendo sido demonstrada a fraude à execução. ser aplicável o disposto no parágrafo 1º do artigo 518 e no artigo 557 do Código de Processo Civil. se houve o tempestivo pagamento dos valores devidos após a respectiva intimação do devedor." Nestes termos. à vista do efeito modificativo perseguido nos embargos de declaração e em observância às garantias constitucionais do contraditório e da ampla defesa.Evidenciado que a sentença está em conformidade com súmula do Superior Tribunal de Justiça. DESCABIMENTO..0080 Apelação Apelante : Jairo Francisco Alves Advogado : Fabrício Dantas Simas (OAB: 20448/BA) Advogado : José Roberto Cajado de Menezes (OAB: 11332/BA) Apelado : Elio dos Santos Silva Advogado : Carlos Alberto Pessoa Silva (OAB: 7306/BA) Advogado : Rafael Simões Silva (OAB: 24302/BA) PROCESSUAL CIVIL.Conforme a súmula 375 do Superior Tribunal de Justiça. 120/133 e fls. conforme jurisprudência dominante do Superior Tribunal de Justiça (REsp 1134186/RS. HONORÁRIOS. do Supremo Tribunal Federal. processo com trâmite perante a 2ª Vara das Relações de Consumo Cíveis e Comerciais da Comarca de Feira de Santana. RAZÕES RECURSAIS. 57/68). II . É o relatório. DECIDO. 24).Disponibilização: sexta-feira.1997. SEGUIMENTO NEGADO AO RECURSO. já consideradas as cobranças dos expurgos inflacionários. e que o ofício determinando o registro da penhora foi subscrito pelo Juiz em 05/08/2008 (fl. ARTS. à fl. Nestas condições. I . EMBARGOS. APLICAÇÃO. II . Em seguida.8.)" "§ 1o O juiz não receberá o recurso de apelação quando a sentença estiver em conformidade com súmula do Superior Tribunal de Justiça ou do Supremo Tribunal Federal. 518. Portanto. 207/218). CPC. definem o total devido em R$59. 222/223. nos termos do parágrafo 1º do artigo 518 e do artigo 557 do Código de Processo Civil. 557. 54/55) ao fundamento de que a transferência da moto para o Autor ocorreu antes mesmo da citação do Executado. recurso repetitivo.2009. 0029946-10.Evidenciado que as razões recursais estão em manifesto confronto com a jurisprudência dominante de Tribunal Superior. não houve o registro da penhora da moto antes da alienação cuja regularidade é questionada pelo Apelante. no mesmo prazo de sua interposição. 557. a sentença está em sintonia com o enunciado da súmula 375 do Superior Tribunal de Justiça. I . do exposto. 518. SENTENÇA.78 (cinquenta e nove mil novecentos e dez reais e setenta e oito centavos). o cumprimento da sentença que condenou o BANCO DO ESTADO DA BAHIA S/A (BANEB). sustentando. Cumpra-se.05. impositiva é a negativa de seguimento do recurso.910. 0005019-14. julgado em 01/08/2011. DECISÃO ELIO DOS SANTOS SILVA propôs embargos de terceiro contra a penhora da motocicleta de placa JLI-9131. 08). (. e as razões recursais afrontam a jurisprudência dominante de Tribunal Superior. JAIRO FRANCISCO ALVES interpõe o presente recurso (fls. 557. NEGO SEGUIMENTO AO RECURSO. DJe 21/10/2011). NEGADO SEGUIMENTO AO RECURSO. DECISÃO WALTER DOMINGUES DAVID requereu. intimem-se os Embargados para ter vista do recurso." "Art.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . e honorários de . em síntese. sucedido por BANCO BRADESCO S/A. afirmando descaber o ato de constrição oriundo da execução movida por JAIRO FRANCISCO ALVES contra PAULO RENATO CERQUEIRA DE ALMEIDA.8.05. AFRONTA. Irresignado. "O reconhecimento da fraude à execução depende do registro da penhora do bem alienado ou da prova de má-fé do terceiro adquirente". RECURSO REPETITIVO.Não é cabível a condenação ao pagamento de novos honorários advocatícios. 227. No caso em apreço. §1º. para retificar. ao pagamento de valores referentes a correção monetária de depósitos em cadernetas de poupança (fls. sua autuação no Sistema de Automação da Justiça . prejudicado ou em confronto com súmula ou com jurisprudência dominante do respectivo tribunal. Com o pedido foram apresentados cálculos. APLICAÇÃO. CUMPRIMENTO. juros de mora. em fase de cumprimento de sentença. in litteris: "Art. Justiça : Natalina Maria Santana Bahia Encaminhem-se os autos à Secretaria.

297). ou de Tribunal Superior. 105. 503. O relator negará seguimento a recurso manifestamente inadmissível. n. 543-C do CPC: 1. ACEITAÇÃO. nos termos do parágrafo único do referido artigo 503. esse sob posse de MANOEL LÚCIO SILVA NASCIMENTO e ALFANAIDE SANTANA NASCIMENTO. impositiva é a negativa de conhecimento do recurso. NEGO SEGUIMENTO AO RECURSO. II . Editora Forense. in verbis: "Art. serem devidos honorários advocatícios na fase de execução de sentença. 327/329). a ela se sujeitando. estes equivalentes a 20% (vinte por cento) do valor do débito (fl. É expressa a aceitação que se traduz em manifestação dirigida ao juiz da causa. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 135 sucumbência. pode o relator. Rel. nem de forma adesiva. quando a parte pratica ato incompatível com a vontade de impugná-la. in Curso de Direito Processual Civil . julgou procedente o pedido de imissão de posse do apartamento nº 203 do Edifício Sol Nascente. sem reserva alguma. que as razões recursais estão em manifesto confronto com a jurisprudência dominante de Tribunal Superior. julgado em 01/08/2011. I ." HUMBERTO THEODORO JÚNIOR. o Código de 1973 esposou princípio que a doutrina já consagrava: a renúncia ao direito de recorrer implicitamente contida na aceitação da sentença. por manifesta inadmissibilidade. DECIDO. situado no Condomínio Residencial Bosque do Arvoredo. caput e parágrafo único. ao discorrerem sobre tais disposições processuais. 503. A parte. ALEXANDRE FREITAS CÂMARA e CASSIO SCARPINELLA BUENO. sem reserva alguma. o Código de Processo Civil dispõe em seu artigo 503. na audiênia de instrução e julgamento. em síntese. DECISÃO ALEXSANDRO MELO SANTOS ajuizou ação pretendendo a imissão de posse de imóvel adquirido em leilão extrajudicial da Caixa Econômica Federal. improcedente. 503." Nestes termos. Apenas no caso de acolhimento da impugnação. fixando multa mensal de R$500. Após. sustentando. Dessa maneira. página 590) "Não se confundem com os impedimentos anteriores com a aceitação da decisão. o Juiz precedente extinguiu o processo em fase de cumprimento de sentença. 557. haja ou não impugnação. É o relatório.00 (quinhentos reais).Segundo disposto no artigo 503 do Código de Processo Civil. CUMPRIMENTO DE SENTENÇA. prejudicado ou em confronto com súmula ou com jurisprudência dominante do respectivo tribunal. cumprir a condenação antes mesmo de a sentença se tornar exeqüível (assim. APLICAÇÃO. É sempre preliminar ao exame do mérito. 475-J do CPC. com a baixa dos autos e a aposição do "cumpra-se" (REsp. por exemplo. III . Os Réus interpõem a apelação de fls.0001 Apelação Apelante : Alfanaide Santana Nascimento Def. Nesse contexto. serão arbitrados honorários em benefício do executado. do Supremo Tribunal Federal. Aceitação tácita haverá se a parte.2010. Banco Bradesco S/A apresentou prova de depósito em cumprimento voluntário da sentença (fls. 1. SENTENÇA. Ocorre a aceitação da decisão. como no caso em apreço. APELAÇÃO. que aceitar expressa ou tacitamente a sentença ou a decisão. que aceitar expressa ou tacitamente a decisão." (REsp 1134186/RS. ou à parte contrária diretamente. ART. por consistir na análise da presença dos requisitos e condições que possibilitem e permitam o julgamento da matéria de fundo do recurso. Não é cabível a condenação do ao pagamento de novos honorários advocatícios. 288). O Superior Tribunal de Justiça tem linha intelectiva que respalda esse entendimento: "RECURSO ESPECIAL REPETITIVO. regulada no art. 93/99. DECIDO. não poderá recorrer. WALTER DOMINGUES DAVID interpõe apelação (fls. 1. de ofício. aceitação (ou aquiescência) expressa. Admite o Código vigente que fica impedido de recorrer "a parte que aceitar expressa ou tacitamente a sentença ou a decisão". que somente se inicia após a intimação do advogado. a parte que a praticou "não poderá recorrer".TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . do CPC. in litteris: "Art. Para efeitos do art. 503. por exemplo. nos termos do artigo 557 do aludido Diploma Processual. 503 do Código de Processo Civil. em fase de cumprimento de sentença.05. Tem-se nestes. Walter Domingues David requereu a expedição de alvará liberatório do depósito judicial sem ressalvas (fl. volume I. Publique-se. parágrafo único).3. 326. em síntese. sendo aplicável à hipótese.274/MS). verificar.2. envolve questões de ordem pública.Teoria Geral do Direito Processual Civil e Processo de Conhecimento. a existência de vícios no procedimento de aquisição do imóvel (leilão extrajudicial) cuja posse se discute nesta demanda. em qualquer momento antes do julgamento final. Público : Ariana de Souza Silva Apelado : Alexandro Melo Santos Apelado : Suzana Martins Paes Coelho Advogado : Caio Fragoso Modesto (OAB: 28643/BA) PROCESSUAL CIVIL. Instado a se manifestar. O juízo de admissibilidade recursal. Irresignado. por . bairro Tancredo Neves. de um ato incompatível com a vontade de recorrer. 1. São cabíveis honorários advocatícios em fase de cumprimento de sentença. a parte. § 4º. sustentando. após a aceitação.Disponibilização: sexta-feira. Salvador/BA. o que foi deferido à fl. se houve o tempestivo pagamento dos valores devidos após a respectiva intimação do devedor. com base no art. depois de escoado o prazo para pagamento voluntário a que alude o art. logo após a prolação de sentença) de que a parte aceita a decisão proferida. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS.º 940. SEGUIMENTO NEGADO AO RECURSO. RECURSO. fazem os seguintes comentários: "No art. se tais se fazem presentes. "Considera-se aceitação tácita a prática. de um ato incompatível com a vontade de recorrer. 0056311-47. cuja posse se disputava. sem ressalvas e antes mesmo de serem comunicados a praticar tal ato. DJe 21/10/2011) Infere-se. 20. É o relatório.1.8." (Humberto Theodoro Júnior. 2. IMPUGNAÇÃO. Expedido mandado possessório. IMISSÃO. 290. 280/283). a afirmação. a indicar que o mesmo só será feito se forem atendidos os referidos pressupostos. 87/89.Evidenciado que os apelantes desocuparam o imóvel. sem reserva alguma. de um ato incompatível com a vontade de recorrer" (art. Não são cabíveis honorários advocatícios pela rejeição da impugnação ao cumprimento de sentença. CORTE ESPECIAL." "Parágrafo único. casos. a regra inserta no artigo 557 do Código de Processo Civil. DIREITO PROCESSUAL CIVIL. por petição escrita (ou oralmente. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO. do exposto. este foi cumprido nos termos certificados no auto acostado à fl. O Juiz precedente. ainda que parcial. 52ª edição. Através da sentença de fl. já que. o Apelado não apresentou contrarrazões. sem eles. POSSE. não se terá como válido o próprio procedimento na instância superior. indeferindo o pedido de fixação de novos honorários sucumbenciais. não poderá recorrer. Na parte referente às disposições gerais dos recursos. 92.Considera-se aceitação tácita a prática. Recurso especial provido. INADMISSIBILIDADE. Assim. que pode ser expressa ou tácita. Conforme certidão de fl. nem de forma principal. através da sentença de fls. o Autor solicitou a extinção do processo e requereu a condenação do banco Réu ao pagamento de honorários advocatícios. Considera-se aceitação tácita a prática. CPC.

houve clara manifestação de aceitação da sentença. não podendo admitir-se a posterior apresentação de recurso. Publique-se. prejudicado ou em confronto com súmula ou com jurisprudência dominante do respectivo tribunal. conclusos. de maneira inequívoca.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0001 Apelação Apelante : Cronor da Costa Silva Advogado : Karla Marcelino Menezes (OAB: 10265/BA) Apelante : Telemar Norte Leste S/A Apelado : Telemar Norte Leste S/A Advogado : Bruno Nascimento de Mendonça (OAB: 21449/BA) Advogado : Juliana Mota Pires Ferreira (OAB: 27053/BA) Apelada : Cronor da Costa Silva Infere-se dos autos que a TELEMAR NORTE LESTE S/A não foi intimada para apresentar contrarrazões à apelação interposta por CRONOR DA COSTA SILVA.m. defiro a diligência de fls. concorde com a decisão. do terceiro) incompatível com o direito de recorrer. à fl. ante a sua manifesta inadmissibilidade. paga o débito). 112/113. Publique-se. D.05. querendo.2002. Intimem-se. in Curso Sistematizado de Direito Processual Civil . à conclusão. Cumpra-se.m. 503. por exemplo. se for o caso. NEGO SEGUIMENTO AO RECURSO. Cumprida. 3ª edição. suas contrarrazões ao recurso.s. Editora Saraiva. pintura suja".Recurso Processo e incidentes nos Tribunais. 0107687-82." Nestes termos. 18 de abril de 2013 Heloísa Pinto de Freitas Vieira Graddi PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Telma Laura Silva Britto PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0312878-49. ocorrer antes da interposição do recurso. Assim sendo. o seu propósito de não recorrer mas que não revelam ser esta a vontade manifesta. lê-se do parágrafo único do art.8. tal qual proferida. conquanto a impugnação estiver pendente de julgamento . que o Oficial de Justiça constatou que o imóvel. página 101) No caso sob análise. Pode . É o caso. que. impõe-se obstar o conhecimento do agravo por manifesta inadmissibilidade.05. Por esta razão e em atenção aos princípios da celeridade processual e razoável duração do processo. C.. eis que os Apelantes desocuparam o referido apartamento sem ressalvas e antes mesmo de serem comunicados a praticar tal ato. A.0001 Apelação Apelante : C." (Cassio Scarpinella Bueno. ou de Tribunal Superior.Disponibilização: sexta-feira. in verbis: "Art. em cuja posse o Apelado foi imitido. quando o recorrente praticar atos que demonstrem. Rep." (Alexandre Freitas Câmara. do Supremo Tribunal Federal. nesta instância e no prazo legal da espécie. sem nenhuma reserva. Sucedâneos recursais: técnicas de controle das decisões jurisdicionais. nesta instância e no prazo legal da espécie. é significativa de algum comportamento da parte (ou.s. Salvador. Após.2012. Ela será tácita. porém. Publique-se.8. 19ª edição. como se lê do caput do art. O relator negará seguimento a recurso manifestamente inadmissível. apresentar. ou mesmo após. E. volume II. Também a aceitação da decisão é ato unilateral. a teor do disposto no artigo 557 do Código de Processo Civil. encaminhem-se os autos à Procuradoria de Justiça. suas contrarrazões ao recurso. 0058041-74. proferida a sentença. Descumprida condição de recorribilidade.: Em respeito ao princípio do contraditório. 92. Rep Por Renata Silva Alves de Souza Dourado Advogado : Roberto de Souza Matos Junior (OAB: 15343/BA) Advogado : Tatiluzia Abdalla Leite Adães (OAB: 14915/BA) Agravado : Danilo Dourado Carvalho Silva Proc. independendo de consentimento da parte adversária. à vista no mencionado artigo 503.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 136 exemplo. que pode ser expresso ou tácito.0000 Agravo de Instrumento Agravante : M. página 73) "A aquiescência. isto é. de o sucumbente peticionar nos autos aceitando a decisão tal qual proferida e requerendo ao magistrado instruções para o seu cumprimento. Após. 503. in Lições de Direito Processual Civil. a concordância com a decisão. estava nas seguintes condições: "imóvel desocupado. A aquiescência será expressa quando a parte ou terceiro que experimentou gravame com a decisão manifestar-se. Publique-se. 18 de abril de 2013 Telma Laura Silva Britto . 557.2004. Salvador. Por Antonio Luiz Moradillo Silva Advogado : Nailton Barbosa de Oliveira (OAB: 5353/BA) Apelada : Jucelia Silva Moradillo Advogado : Antonio Belmiro de Oliveira Santos (OAB: 12603/BA) Determino à Secretaria da Terceira Câmara que proceda à intimação da Apelada para. verifica-se. Lumen Juris Editora.05. Justiça : Procurador de Justiça Miria Valença Gois Vistos etc. improcedente. determino à Secretaria que intime a mesma para apresentar. volume 5. o réu condenado.

ainda. RECURSO NÃO PROVIDO. Infere-se dos autos que o Agravante firmou com o Agravado contrato de financiamento. ainda. com os demais elementos que virão aos autos no momento próprio. 3. Financiamento e Investimento Roberto Carlos Rocha Ferreira ajuizou AÇÃO ORDINÁRIA REVISIONAL DE CONTRATO COM PEDIDO DE TUTELA ANTECIPADA. Publique-se. no seu artigo 273.Disponibilização: sexta-feira. A antecipação de tutela deve ser vista no plano estritamente processual. requerendo antecipação de tutela. imperativa é a manutenção da medida liminar ora agravada. José Olegário Monção Caldas. 04/11/2009) "AGRAVO DE INSTRUMENTO. PARA EFEITO DE DEPÓSITO EM JUÍZO DAS PARCELAS VENCIDAS E VINCENDAS. sob pena de multa diária na quantia de R$ 500. ABSTENÇÃO DO LANÇAMENTO DO NOME DO DEVEDOR NOS ÓRGÃOS DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO E MANUTENÇÃO DA POSSE DO BEM. comprovante de depósito referente às parcelas mencionadas. a revisão das parcelas contratuais. até decisão final do processo.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . ADMISSIBILIDADE. o abuso do direito de defesa ou propósito protelatório do Réu. ainda. EM PRINCÍPIO." Grifei. passo a fundamentar a decisão Os requisitos de admissibilidade se fazem presentes. INEXISTÊNCIA DE ILEGALIDADE. estas na forma revisada e compensada. próprio do momento. 4. 15/07/2009) Sendo assim. e sem que esta decisão vincule o meu entendimento acerca do mérito recursal. de modo a possibilitar o exame do fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação. entre as datas da assinatura do contrato e do ajuizamento da revisional. INDEFIRO O EFEITO SUSPENSIVO POSTULADO PARA O RECURSO. de qualquer modificação imprevista e inevitável da sua situação econômica. O Juízo precedente deferiu parcialmente a antecipação de tutela pleiteada. não procede a pretensão do Agravante de ser concedida a tutela antecipada conforme pleiteada na inicial. j. Assim o posicionamento deste Tribunal : 1. Nestes termos. juntar aos autos. AGRAVO REGIMENTAL.2013. e. ao Réu. Insatisfeito. devendo ser determinado. determinando o depósito judicial das parcelas vencidas e vincendas no valor contratado. DEVEM PREVALECER ÀS CLÁUSULAS CONTRATUAIS. Estando em discussão o débito. PORTANTO. o devedor pode permanecer na posse do bem financiado/arrendado. 2. abster-se de lançar o nome do Autor nos cadastros dos órgãos de proteção ao crédito.80. ENQUANTO PENDENTE DE JULGAMENTO A AÇÃO DE REVISÃO CONTRATUAL. O VALOR ORIGINARIAMENTE CONTRATADO 6.0. os nossos Tribunais têm decidido.00 (quinhentos reais) por dia de descumprimento. RENAVAN 976748304. Não há. 0004993-23. portanto. o Autor interpõe o recurso de agravo de instrumento com pedido de antecipação de tutela recursal. (TJBA. Dispõe claramente o Código de Processo Civil. Cumpra-se. Pede lhe seja autorizado efetuar o depósito na forma consignada das parcelas vincendas. placa policial AQI 8024.8. REPETIÇÃO DE INDÉBITO E OFERTA DE CAUÇÃO contra.05. a ensejar o acolhimento da suspensividade postulada. em face das cláusulas que entende abusivas e ilegais. determinado ao Autor. Primeira Câmara Cível. SENDO INVIÁVEL REPASSAR AO RÉU A ADVERSIDADE ÍNSITA AO TRÂMITE PROCESSUAL. haja vista a exigência legal de serem preenchidos certos requisitos para a sua concessão. Sara Silva de Brito. mensalmente. contudo. j. Assim relatado o caso. DECISÃO QUE DETERMINOU O DEPÓSITO DAS PARCELAS EFETIVAMENTE CONTRATADAS. quais sejam. Em juízo de cognição superficial e não exauriente. pois que verifica onerosidade excessiva e cobrança abusiva de juros extorsivos e comissão de permanência indevidamente acumulada com correção monetária e índices aplicados. COM DISCUSSÃO DO CONTRATO FIRMADO ENTRE AS PARTES. Rel. em princípio. 5. constato que. o depósito das parcelas do financiamento no valor pactuado no contrato.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Banco Santander( Brasil) S/A Advogado : Alberto Ribeiro Neto (OAB: 34073/BA) . Processo: 51539-0/2009. dando-lhe ciência do inteiro teor desta decisão. DEMONSTRAÇÃO DE PROVA INEQUÍVOCA E VEROSSIMILHANÇA DAS ALEGAÇÕES DA PARTE AUTORA. argumentando que a a cobrança de juros demasiadamente alta e ilegal é "Motivo suficientemente legal para a determinação da tutela antecipada". Agravo nº 64769-5/2008. relevância na fundamentação recursal apresentada e perigo de demora do provimento somente ao final da demanda. Intime-se a parte agravada para contrarrazoar no prazo legal da espécie. tendo por objeto o veículo marca/modelo VW/ GOL 1." Grifei. DEPÓSITO JUDICIAL DAS PRESTAÇÕES NO VALOR CONTRATADO. desde que pague integralmente as prestações. desde que se mantenha adimplente e apresente o IPVA atualizado. Agravo Regimental. no prazo de 48 (quarenta e oito) horas. ano/modelo 2008/2009.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Roberto Carlos Rocha Ferreira Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Agravado : Banco Credifibra S/A Credito. não sendo inviável a hipótese de chegar a conclusão diversa após criteriosa e aprofundada análise. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 137 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Rolemberg José Araújo Costa PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0004850-34. SE O DÉBITO ESTÁ SENDO DISCUTIDO JUDICIALMENTE. NÃO VERIFICA-SE. BANCO CREDIFIBRA S/A CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO.99 (setecentos e cinqüenta reais e noventa e nove centavos). legítima é a decisão que determina a abstenção do nome do devedor nos órgãos de restrição ao crédito e permite a manutenção do bem financiado em sua posse. que o juiz poderá antecipar a tutela quando a verossimilhança das alegações estiver acobertada pela prova inequívoca.8. (TJBA. a ser pago em 60 (sessenta) parcelas de R$ 750. cor BRANCA. sendo que já adimpliu 19 (dezenove) prestações. No que tange à fumaça do bom direito. Rel. ou proceder a exclusão.05. o periculum in mora e o fumus boni iuris. Notifique-se o Juízo recorrido para que preste as informações de estilo. Estabeleceu que a posse provisória do bem ficará com a parte Autora. reiteradamente. objetivando seja recebida cada parcela no valor mensal de R$ 289. ou. AÇÃO DE REVISÃO CONTRATUAL. DECISÃO MONOCRÁTICA QUE NEGOU SEGUIMENTO AO AGRAVO DE INSTRUMENTO. TRATANDO-SE DE REVISÃO DE CLÁUSULAS CONTRATUAIS. Foi. que nas causas que versem sobre revisão contratual. de acordo com os valores originalmente contratados. 1ª Câmara Cível. AGRAVO A QUE DÁ PROVIMENTO PARCIAL. FINANCIAMENTO. de tal modo que o cumprimento do pactuado possa lhe causar danos relevantes. porque ausentes os seus elementos autorizadores. O Agravante não apresentou qualquer dado concreto que demonstre a ocorrência. e.2013.

mandando remeter os autos ao juiz da causa. . e. pois. Cumpra-se.agravada. O artigo 527 do Código de Processo Civil. Foi deferida parcialmente a antecipação de tutela pleiteada e essa decisão. segundo a Agravante. . . . Publique-se. . . . com os demais elementos que virão aos autos no momento próprio. . . na ausência de perigo de lesão grave e de difícil reparação. Não se vislumbra qualquer prejuízo causado à Agravante ou qualquer possibilidade de que se lhe venha a causar lesão grave e de difícil reparação. mandando remeter os autos ao juiz da causa. respeitando os termos do negócio jurídico celebrado. decisão. inviabilizando o adimplemento. na ausência de perigo de lesão grave e de difícil reparação. trazendo à colação planilha de cálculo onde estaria evidenciada e demonstrada vantagem exagerada auferida pela instituição . Art. Suspender os descontos na folha de pagamento. . 0005731-11. sob o argumento as parcelas contratadas atingiram montante elevado. com os demais elementos que virão aos autos no momento próprio. até decisão final do processo. se mantida. Cumpra-se. Intime-se o agravante. . com as alterações advindas da Lei nº. juros capitalizados acima de 12% ao ano e comissão de permanência acumulada com correção monetária. mormente porque a liminar. salvo quando se tratar de decisão suscetível de causar à parte lesão grave e de difícil reparação. A decisão hostilizada não merece reparos.2013. ainda.2013. bem como nos casos de inadmissão da apelação e nos relativos aos efeitos em que a apelação é recebida. até o pronunciamento definitivo desta Corte. imperativa é a manutenção da decisão singular. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 138 Advogado : Aldano Ataliba de Almeida Camargo Filho (OAB: 1048A/BA) Advogado : Verbena Mota Carneiro (OAB: 14357/BA) Agravado : Erivaldo dos Santos Silva Advogado : Luis Renato Leite de Carvalho (OAB: 7730/BA) Advogado : Marcio Jose Ferreira dos Santos (OAB: 36662/BA) Cuida-se de Agravo de Instrumento interposto contra decisão do Juízo da 32ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo Cíveis e Comerciais de Salvador que. bem como o montante pago. . . Assim relatado o caso. e sem adentrar no mérito recursal. .00 e na data determinada no contrato. se abstenha de incluir o nome agravante nos cadastros de proteção ao crédito. nos termos em que foi deferida. 527.converterá o agravo de instrumento em agravo retido. CONVERTO O AGRAVO DE INSTRUMENTO EM AGRAVO RETIDO. caso já o tenha incluído. e sem adentrar no mérito recursal. Remeta-se os presentes autos ao Juiz da causa para que sejam apensados aos principais. Alega que o juízo singular deixou de acurar os requisitos necessário à concessão da tutela. com o objetivo revisar o contrato que celebrou com a Agravante.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Edna Peixoto Almeida Advogada : Maria da Saúde Brito Bomfim Rios (OAB: 19337/BA) Advogado : Epifanio Araujo Nunes (OAB: 28293/BA) Agravado : Banco Panamericano S/A Trata-se de agravo de instrumento com pedido de efeito suspensivo ativo proposto por Edna Peixoto Almeida contra decisão do Juízo da 20 ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo Cíveis e Comerciais de Salvador proferida nos autos da Ação Revisional nº 0314180-76. salvo quando se tratar de decisão suscetível de causar à parte lesão grave e de difícil reparação.. 527. . . com as alterações advindas da Lei nº. . . o relator: . passo a fundamentar a decisão: Pelo Juiz singular foi deferida parcialmente a tutela antecipatória. . . . Recebido o agravo de Instrumento no tribunal e distribuído incontinenti.05. . . merece reforma. em razão da dívida. .8. pois não autorizou o depósito das parcelas na forma da planilha contábil apresentada e sim pela parcela dos contrato preexistente. . . nos termos em que foi deferida. esta condicionada ao depósito judicial regular das prestações na forma e na data contratada. . e. .8. taxas de juros e demais encargos. Intime-se o agravado para contraarrazoar. . . determinando que o réu que.44 (quinhentos e noventa e um e quarenta e quatro centavos). 11. segundo a ótica do Agravante. . Foi deferida antecipação de tutela acolhendo parcialmente o quanto pleiteado pela Agravada e. bem como nos casos de inadmissão da apelação e nos relativos aos efeitos em que a apelação é recebida.0001. . determinando ao agravante abster-se de incluir o CPF da requerente em quaisquer cadastros de restrição ao crédito ou Protesto de Títulos. o relator: . II . . . fixa como regra conversão do agravo de instrumento em agravo retido. ainda. Assim relatado o caso. Remeta-se os presentes autos ao Juiz da causa para que sejam apensados aos principais. não sendo inviável a hipótese de se chegar a conclusão diversa após criteriosa e aprofundada análise. imperativa é a manutenção da decisão singular. números de parcelas. passo a fundamentar a decisão: A Agravada busca através da revisional proposta questionar o valor contratado. . doutrina e jurisprudência pátria. . fixa como regra conversão do agravo de instrumento em agravo retido. na forma da legislação invocada. O artigo 527 do Código de Processo Civil. . . . . . . 11.05. acarretar-lhe-á graves prejuízos. Recebido o agravo de Instrumento no tribunal e distribuído incontinenti.Disponibilização: sexta-feira. Pelo Juiz singular foi deferida parcialmente a tutela antecipatória. . ou o retire. . pois que aplicados juros ilegais e encargos outros vedados pela lei. na qual a agravante sustenta que o negócio jurídico celebrado contém cláusulas abusivas. . Intime-se o agravante. . esta condicionada ao depósito judicial regular das prestações na forma e na data contratada. o que lhe acarreta desvantagem financeira. . Não se vislumbra qualquer prejuízo causado à Agravante ou qualquer possibilidade de se lhe venha a causar lesão grave e de difícil reparação. assegurando a posse do veículo em questão ao agravante.2013. Os requisitos de admissibilidade se fazem presentes. . até o pronunciamento definitivo desta Corte.187/05. merece ser reformada. inciso II. inciso II. . essa. . . devendo-se observar neste quadrante os valores efetivamente contratados." (grifei) Posto isso. . CONVERTO O AGRAVO DE INSTRUMENTO EM AGRAVO RETIDO.05. Nestes termos. na forma da legislação invocada. Intime-se o agravado para contraarrazoar. em 48 (quarenta e oito) prestações de R$ 591. .8. Art. nos autos da Ação Ordinária ajuizada pela Agravada de nº 0304797-74. O Magistrado "a quo " cuidou de condicionar as medidas de urgência aos depósitos das parcelas vencidas no prazo de 5 dias e as vincendas nas datas previstas no negócio jurídico. Os requisitos de admissibilidade se fazem presentes.0001 ajuizada contra Banco Panamericano S/A com o objetivo revisar o contrato de financiamento de veiculo automotor adquirido mediante alienação fiduciária em garantia." (grifei) Posto isso. Publique-se.729. . condicionando a eficácia da medida liminar deferida ao depósito judicial regular das prestações no valor R$1. mormente porque a liminar. II converterá o agravo de instrumento em agravo retido. .TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Nestes termos. . . não sendo inviável a hipótese de se chegar a conclusão diversa após criteriosa e aprofundada análise. A decisão hostilizada não merece reparos..187/05.

. Art. com os demais elementos que virão aos autos no momento próprio. Publique-se. . e.converterá o agravo de instrumento em agravo retido. Remeta-se os presentes autos ao Juiz da causa para que sejam apensados aos principais. . Recebido o agravo de Instrumento no tribunal e distribuído incontinenti. Ou seja. até o pronunciamento definitivo desta Corte. e sem adentrar no mérito recursal.2013. . nos termos do quanto narrado na sentença vergastada. vislumbra-se que a decisão hostilizada não merece reparos. Por todo o exposto . .000. o relator: . . Publiquese. até o pronunciamento definitivo desta Corte. e sem adentrar no mérito recursal. e. Assim relatado o caso. . . . A realização do procedimento solicitado é imprescindível. 0005964-08. mandando remeter os autos ao juiz da causa. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 139 0005873-15. . . Em verdade. Cumpra-se. na forma da legislação invocada. . II . . . na ausência de perigo de lesão grave e de difícil reparação. O artigo 527. Assim relatado o caso. passo a fundamentar a decisão: Examinado os autos. . não decorreu qualquer lesão grave e de difícil reparação . . . . Requer . . .05. Intime-se o agravado para contraarrazoar. não sendo inviável a hipótese de se chegar a conclusão diversa após criteriosa e aprofundada análise. . . O artigo 527. acarretar-lhe-á graves prejuízos. . ainda. de acordo com a ótica do agravante. . . .TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . De outro modo. . . .74. Até. . uma vez que multa aplicada desarrazoada e desproporcional. bem como nos casos de inadmissão da apelação e nos relativos aos efeitos em que a apelação é recebida." (grifei) Posto isso. Remeta-se os presentes autos ao Juiz da causa para que sejam apensados aos principais. . .converterá o agravo de instrumento em agravo retido.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Aline de Oliveira Martins Advogado : Lucas Tadeu de Oliveira (OAB: 30358/BA) Agravado : Município de Palmeiras Agravado : Scharone Cardoso Pereira Cuida-se de Agravo de Instrumento interposto po Aline de Oliveira Martins contra decisão do Juízo da Vara dos Feitos de Relação de Consumo Cíveis e Comerciais da Comarca de Palmeiras que.05. nos autos do ação anulatória de nº 000049624. Cumpra-se. Nestes termos indefiro o pedido de concessão de efeito suspensivo e CONVERTO O AGRAVO DE INSTRUMENTO EM AGRAVO RETIDO.05. A decisão prolatada. . Os requisitos de admissibilidade se fazem presentes. a suspensividade e o provimento do recurso. oportunizandose as partes o exercício do contraditório. se mantida. . do CPC. a agravante não cuidou de demonstrar a eminente lesão a que se submete. . .8. Pede a antecipação da tutela recursal. . o relator: . em princípio. na forma da legislação invocada. 527. . . fixando-se em caso de descumprimento. neste caso qualquer a demora é extremamente prejudicial ou irreversível. . nos autos da Ação Ordinária Indenizatória de nº 0304797. a questão delineada envolve o direito à vida do agravado que. com os demais elementos que virão aos autos no momento próprio. II . . para o fim de se determinar ao representante do Município de Palmeira proceder à sua nomeação. .8. Os requisitos de admissibilidade se fazem presentes. na peça recursal. Salvador. sendo imperioso a manutenção da liminar. mandando remeter os autos ao juiz da causa. . ainda. As provas inicialmente carreadas pela agravante não são suficientes para demonstrar fielmente o quanto foi alegado . entendeu a necessidade de apreciar o requerimento de antecipação dos efeitos da tutela após a angularização da relação processual. pelo que pede a sua redução.8. . verifica-se que há necessidade de se instruir o processo. outrossim. nego a suspensividade pretendida e CONVERTO O AGRAVO DE INSTRUMENTO EM AGRAVO RETIDO. salvo quando se tratar de decisão suscetível de causar à parte lesão grave e de difícil reparação. multa diária de R$10. . imperativa é a manutenção da decisão singular. porque. . 18 de abril de 2013 Rolemberg José Araújo Costa . . 527. Recebido o agravo de Instrumento no tribunal e distribuído incontinenti. . na qual foi deferida parcialmente os efeitos da tutela determinando-se que o primeiro acionado BRADESCO SAUDE autorize e custeie junto ao 2º demandado a cirurgia de implante de Desfibrilador e Estimulador Cardíaco Multissítio. não sendo inviável a hipótese de se chegar a conclusão diversa após criteriosa e aprofundada análise. Como dito pela Agravante " O magistrado singular entendeu necessário maiores esclarecimentos por meio de dilação probatória com observância do contraditório".Disponibilização: sexta-feira. . II. Intime-se o agravado para contraarrazoar. salvo quando se tratar de decisão suscetível de causar à parte lesão grave e de difícil reparação. . na ausência de perigo de lesão grave e de difícil reparação. Art. II.2013." (grifei) Posto isso.0001 ajuizada por Carlos Renan Oliveira Girard contra o Agravante e o Hospital Santa Isabel. precisa urgentemente da realização da cirurgia para sobreviver. .. porque se trata de manutenção da vida. merece reforma. . não há como se dizer excessiva a multa.2013. pois. imperativa é a manutenção da decisão singular. bem como nos casos de inadmissão da apelação e nos relativos aos efeitos em que a apelação é recebida. .0000 Agravo de Instrumento Agravante : Bradesco Saúde S/A Advogado : Fábio Gil Moreira Santiago (OAB: 15664/BA) Advogado : Anna Cavalcanti Fadul (OAB: 24240/BA) Agravado : Carlos Renan Oliveira Girard Advogado : Aldoney Queiroz de Araújo (OAB: 5688/BA) Cuida-se de Agravo de Instrumento interposto contra decisão do Juízo da 7ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo Cíveis e Comerciais de Feira de Santana que. . Intime-se o agravante. . . fixa como regra conversão do agravo de instrumento em agravo retido.2012 ajuizada contra Municipío de Palmeira e Scharone Cardoso Pereira indeferiu o pedido de antecipação de tutela formulado pela agravante no qual objetivava anular o ato administrativo de nomeação da agravada dizendo-se preterida da ordem de nomeação do concurso público para provimento de cargo efetivo no Município de Palmeira. Intime-se o agravante. por outro lado. Da postergação da antecipação da tutela. . e. do CPC fixa como regra conversão do agravo de instrumento em agravo retido.00 (dez mil reais) . em respeito ao contraditório. passo a fundamentar a decisão: No caso presente.

05. 0010746-70.8. Estado : José Homero S.8.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8. Unânime.2011. Unânime. Unânime.Disponibilização: sexta-feira. Câmara Filho .2007.05.2010.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Banco Sudameris do Brasil S/A Advogado : Antonio Carlos Dantas Goes Monteiro (OAB: 13325/BA) Advogado : Aldano Ataliba de Almeida Camargo Filho (OAB: 1048A/BA) Advogado : Verbena Mota Carneiro (OAB: 14357/BA) Apelado : Marcelo Pinto Bittencourt Apelado : Ivana Liege Cancio Bittencoutr Advogado : Epifânio Dias Filho (OAB: 11214/BA) Relator : Telma Laura Silva Britto Decisão : Provimento.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Estado da Bahia Proc.2004.8.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Vicente Rocha Neto Advogado : Luis Renato Leite de Carvalho (OAB: 7730/BA) Advogado : Thaís Emerenciano Fontenelle (OAB: 31113/BA) Apelado : Bv Financeira S/A Credito Financiamento E Investimento Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Conhecimento.2004. 0024570-86. 0042412-84.2011. 0014601-67.8. Unânime.8.0080 Apelação Comarca : Feira de Santana Apelante : Kelly Cristina Ribeiro do Nascimento Advogada : Itamara Irene Raulino de Freitas (OAB: 34394/BA) Apelante : Bv Financeira S/A Credito Financiamento E Investimento Apelado : Bv Financeira S/A Credito Financiamento E Investimento Advogado : Celso David Antunes (OAB: 1141A/BA) Advogado : Luis Carlos Monteiro Laurenço (OAB: 16780/BA) Advogado : Aildes Santos Silva Dorea (OAB: 34234/BA) Advogado : Gabriela Viana Menezes (OAB: 30484/BA) Advogado : Débora Pires de Oliveira (OAB: 27516/BA) Advogado : Claudia Cerqueira Lima (OAB: 21883/BA) Apelado : Kelly Cristina Ribeiro do Nascimento Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento.05.05.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Municipio do Salvador Procurador : Rogerio Machado Apelado : Jose Alves dos Santos Relator : Daisy Lago Ribeiro Coelho Decisão : Não-Provimento.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Sheilla Liliane Pinho de Cerqueira Advogado : Claúdio Mario Santos Vilas Boas (OAB: 22952/BA) Apelado : Banco do Brasil S/A Advogado : Paulo Antônio Fernandes Neto (OAB: 28584/BA) Advogado : Celso David Antunes (OAB: 1141A/BA) Advogado : Luis Carlos Monteiro Laurenço (OAB: 16780/BA) Advogado : Luciana Rocha de Abreu (OAB: 13247/BA) Relator : Telma Laura Silva Britto Decisão : Não-Provimento. Unânime.05. 0324396-67. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 140 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Terceira Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 02 de abril de 2013 0135721-67.

Disponibilização: sexta-feira.0141 Apelação Comarca : Jequié Apelante : Helder Costa Reis Advogado : Geane Mendes Barbosa (OAB: 3014/AM) Apelado : Valdinete Santos Oliveira Advogado : Agenor Pereira Nery Junior (OAB: 13670/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Conhecimento.Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos Procurador : Leonardo Melo Sepulveda Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Negado provimento . Justiça : Adivaldo Guimaraes Cidade Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento.05.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05. 0101535-81.2011.Unânime . Unânime. Munícipio : Marcio Prisco Novato Apelado : Sidney Souto de Almeida Advogado : Marcos Antonio Tavares Grisi (OAB: 15128/BA) Advogado : Tiago Chavez Pinheiro Costa (OAB: 27004/BA) Estagiário(a) : Livia Marçal de Carvalho Proc.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Sul America Seguro Saude S/A Advogado : Andréa Christine Serra da Costa Santos (OAB: 15240/BA) Advogado : Jenner Augusto da Silveira Kruschewsky (OAB: 15631/BA) Advogado : Danilo Santana Brandão (OAB: 17074/BA) Advogado : Jose Carlos Coelho Wasconcelos Junior (OAB: 17432/BA) Advogado : Carla Jezler Costa de Carvalho (OAB: 18796/BA) Advogado : Aline Sousa de Santana Serra (OAB: 19240/BA) Advogado : Caroline Santos Sobral (OAB: 19830/BA) Advogado : Alessandra Lee Flores Vilela (OAB: 21036/BA) Advogado : Alberto Ribeiro Mariano Júnior (OAB: 29236/BA) Apelado : Joao Ferreira dos Santos Advogado : Livio Mario Reis Nunes (OAB: 15431/BA) Advogado : Abílio Freire de Miranda Neto (OAB: 18149/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento.8.05.2005. Unânime. Unânime. Unânime. 0000276-89.1997.8. 0025616-76.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 141 Apelado : Walson Freitas Ramos Filho Apelado : Edivaldo Chahoud Apelado : Spurgeon Rodrigues Campos Apelado : Ademir de Almeida Santos Apelado : Emanoel Roque Macedo Apelado : Roberto Jose Baqueiro dos Santos Apelado : Benedito Raymundo Bonfim Figueiredo Apelado : Antonio Carlos Ferreira Costa Apelado : Reginaldo Bispo da Rocha Apelado : Jair Cerqueira da Silva Apelado : Jose Roque Franco Apelado : Jose Crisostomo de Castro Apelado : Alessandro Oliveira Cajui Apelado : Maria Sezino dos Santos Apelado : Jose Souza Passos Advogado : Fabiano Samartin Fernandes (OAB: 21439/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Torres Carneiro Comércio e Derivados de Petroléo Ltda Advogado : Fernanda Viana Lima (OAB: 12146/BA) Advogado : Lílian Nery Rocha E Silva (OAB: 30424/BA) Apelado : INEMA .2009.05. 0097581-85.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Municipio do Salvador Proc.

2008. 0117913-73. à unanimidade 0065445-69. Unânime. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 142 0006486-72.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Jairo dos Santos Ribeiro Advogado : Claúdio Mario Santos Vilas Boas (OAB: 22952/BA) Apelado : Bv Financeira S/A Credito Financiamento E Investimento Advogado : Patrícia Souto Viana (OAB: 30938/BA) Advogado : Elizete Aparecida de Oliveira Scatigna (OAB: 26262/BA) Advogado : Carlos Marcelo Souto de Abreu (OAB: 26851/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Provimento em Parte.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Maria Claudia Silva do Carmo Advogado : Matheus de Oliveira Brito (OAB: 20717/BA) Estagiário(a) : Marilia Gonzaga Cardoso Advogado : Claudio Garcia Chetto (OAB: 15287/BA) Apelante : Aymore Credito Financiamento e Investimento S.05.05. 0002244-98.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Gilmara Brito da Silva Advogado : Fernanda Maria Costa Cerqueira (OAB: 17481/BA) Advogado : André Luis Nascimento Cavalcanti (OAB: 17489/BA) Apelado : Espolio de Ubiratan Jorge Marques da Cruz.Unânime 0000140-70.2008.8. 0008551-68. Representado Por Thais Helena dos Santos Cruz Advogado : Débora de Oliveira dos Reis (OAB: 31988/BA) Advogado : Pollyanna de Souza Schramm (OAB: 27570/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Negado provimento .2009. Unânime.a.0001 Apelação Comarca : Salvador .2011.05.2011.Disponibilização: sexta-feira.8.05.8.8.a.2010.8.05.Unânime.05.8.8.2002.0274 Apelação Comarca : Vitória da Conquista Apelante : Osmar da Silva Prado Advogado : Abilio Cesar Dias Nascimento (OAB: 10900/BA) Apelado : Municipio de Vitoria da Conquista Advogado : Rafael Vilas Boas Chagas (OAB: 13985/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Improvimento .0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Hospital da Bahia Ltda Advogado : CARLOS MAGALHAES BELFORT NETO (OAB: 26140/PE) Advogado : Amanda Melo Belfort (OAB: 30201/PE) Apelado : Uticor Comercio e Representações de Materiais Medicos Ltda Advogado : Everton José Rêgo Pacheco de Andrade (OAB: 26910/BA) Advogado : Carlos Frederico Torres Machado Neto (OAB: 4456/BA) Advogado : Daniela Augusta Santos Brandão (OAB: 23270/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Negado provimento .0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Banco Abn Amro Real S/A Advogado : Antonio Carlos Dantas Goes Monteiro (OAB: 13325/BA) Apelado : Anderson Souza Viana Advogado : Vilson Marcos Matias dos Santos (OAB: 15865/CE) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Provimento em Parte.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .Unânime 0107271-75.05. Advogado : Antonio Carlos Dantas Goes Monteiro (OAB: 13325/BA) Apelado : Maria Claudia Silva do Carmo Apelado : Aymore Credito Financiamento e Investimento S. Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Negou-se provimento a ambos os recursos.

19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 143 Apelante : Mauricio de Savio Melo Cabral Advogado : André Calheira Menezes (OAB: 31260/BA) Advogado : Vonnaire Santos Fonseca (OAB: 32507/BA) Apelado : Estado da Bahia Proc.2006.05. Unânime.Associacao Atletica Baneb Advogado : André Luiz Berro Pereira (OAB: 25189/BA) Advogado : Eduardo Mascarenhas Britto (OAB: 21340/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Rejeitada a preliminar.05.05. Justiça : Maria das Graças Souza e Silva Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Negado provimento .2011. Financiamento e Investimento Advogado : Liana Monteiro de Brito (OAB: 31107/BA) Advogado : Elizete Aparecida de Oliveira Scatigna (OAB: 26262/BA) Advogado : Cicero Nobre Castello (OAB: 29136/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento.8.8.05.8. Estado : Antonio Lago Junior Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Dado provimento parcial .8. 0022988-17.Unânime 0049672-76. no mérito negou-se provimento à unanimidade 0014101-72.1996.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .Unânime 0000021-88. Unânime.2011.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Adenilson Almeida de Oliveira Apelante : Antonio Everaldo dos Santos Apelante : Carlito Batista da Silva Apelante : Fernando Santana Negreiros .0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Alex Fabricio da Silva Advogado : Leon Souza Venas (OAB: 26715/BA) Apelado : Banco Itauleasing S/A Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Provimento em Parte.2008.8. 0182319-74.0113 Apelação Comarca : Itabuna Apelante : Jose Tavares Dantas Apelante : Demóstenes Gonçalves de Sousa Apelante : Rita Ferreira Gonçalves Defensor : Andre Maia de Carvalho Martins Apelado : Silvia Alexandra Jarrin Talbot Advogado : Lilia Carla Gomes Santana (OAB: 8839/BA) Procª.2007.05.Disponibilização: sexta-feira.0199 Apelação Comarca : Poções Apelante : Banco Bradesco S/A Advogado : Ramona Santos Coelho (OAB: 31933/BA) Advogado : Dario Lima Evangelista (OAB: 12584/BA) Apelado : Henrique Santos Nascimento Apelado : Epaminondas Arcanjo Nascimento Advogado : José Correia dos Santos (OAB: 7311/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Dado provimento .05.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Jonas Paim Pereira Neto Advogado : Guido Mariano Macedo de Santana Junior (OAB: 14158/BA) Apelado : Aabaneb .0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Ricardo Chagas de Matos Advogado : Renata Priscilla Cardoso Chagas (OAB: 19360/BA) Advogado : Antonio Carlos Souza Ferreira (OAB: 11889/BA) Apelado : Bv Financeira S/A Credito.Unânime 0097059-92.

0000077-82.Disponibilização: sexta-feira.05.Unânime 0027437-72.8.1998.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Banco Economico S/A (Em Liquidação Extrajudicial) Advogado : Adriana da Silva Andrade (OAB: 18683/BA) Apelado : Clemilton Andrade Rezende Advogado : Marcelo José Bittencourt Amaral (OAB: 12536/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Provimento em Parte.2012.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 0000577-91. 0061086-71. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 144 Apelante : Jair Silva dos Santos Apelante : Leandro Sena Barreto Apelante : Lenilson Santos Silva Apelante : Luis Claudio Oliveira Alves Apelante : Raimundo Nonato Duarte Silva Apelante : Sandoval Amaral dos Santos Advogado : André Calheira Menezes (OAB: 31260/BA) Advogado : Vonnaire Santos Fonseca (OAB: 32507/BA) Advogada : Meg Lima da Cunha (OAB: 34847/BA) Apelado : Estado da Bahia Procª. Unânime.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Robson Farias de Assis Advogado : Morgana Bonifácio Brige Ferreira (OAB: 11888/BA) Advogado : Stephanie Correia Carvalho de Oliveira (OAB: 37011/BA) Advogado : Renata Priscilla Cardoso Chagas (OAB: 19360/BA) Advogado : Antonio Carlos Souza Ferreira (OAB: 11889/BA) Advogado : Daisy Kelly de Sousa Borges (OAB: 25264/BA) Apelante : BV Financeira S/A Credito Financiamento e Investimento Apelado : BV Financeira S/A Credito Financiamento e Investimento Advogado : Liana Monteiro de Brito (OAB: 31107/BA) .0158 Apelação Comarca : Mairi Apelante : BV Financeira S/A Credito Financiamento e Investimento Advogado : Celso de Faria Monteiro (OAB: 138436/SP) Advogado : Renata Amoêdo Cavalcante (OAB: 17110/BA) Apelado : Raimundo Nascimento de Almeida Advogado : Florivaldo Gil de Souza (OAB: 10485/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Negado provimento .05. Unânime.05.0063 Apelação Comarca : Conceição do Coité Apelante : Banco Bradesco Financiamentos S/A Advogado : Priscila Fabio Dantas (OAB: 26687/BA) Advogado : Celso Marcon (OAB: 24460/BA) Advogado : Karla Soares de Araújo Amorim (OAB: 29110/BA) Apelado : Genivaldo Ramos Silva Advogado : Elido Ernesto Reyes Junior (OAB: 15506/BA) Advogado : Leovegildo Marcio Silva Mascarenhas (OAB: 18528/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento.8.05. Estado : Fernanda de Santana Villa Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Provimento em Parte.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Bv Financeira S/A Credito Financiamento E Investimento Advogado : Patrícia Souto Viana (OAB: 30938/BA) Advogado : Elizete Aparecida de Oliveira Scatigna (OAB: 26262/BA) Advogado : Carlos Marcelo Souto de Abreu (OAB: 26851/BA) Apelado : Carmem Rejane Menezes Lima Advogado : Leon Souza Venas (OAB: 26715/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Provimento em Parte.8.8. 0309720-80.2011.05. Unânime.2011.8. Unânime.2012.

0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Dimitri Ganzelevicht Advogado : Joel Alves Barreto Filho (OAB: 9279/BA) Advogado : Vera Lúcia Evaristo de Souza (OAB: 11042/BA) Apelado : Tam Linhas Aéreas S/A Advogado : Karissia Barsanúfio de Miranda (OAB: 22644/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento. Unânime. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 145 Advogado : Elizete Aparecida de Oliveira Scatigna (OAB: 26262/BA) Advogado : Cicero Nobre Castello (OAB: 29136/BA) Advogado : Carlos Marcelo Souto de Abreu (OAB: 26851/BA) Apelado : Robson Farias de Assis Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento. 0001232-83.8.8.Unânime Salvador.2011. Ferreira Diretor(a) da Secretaria do(a) Terceira Câmara Cível PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Terceira Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 12 de março de 2013 0082378-49.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Embasa Empresa Baiana de Águas e Saneamento S/A Advogado : Antonio Jorge Moreira Garrido Júnior (OAB: 11021/BA) Advogado : Marcela Menezes Silva Mendes (OAB: 35424/BA) Apelado : Instecredito Comercio Intermediações de Negocios e Prestação de Serviços Ltda .Disponibilização: sexta-feira.05. Unânime. no mérito negou-se provimento à unanimidade 0057961-95. 18 de abril de 2013.A.0001/50002 Embargos de Declaração Comarca : Salvador .8.8.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Banco Itaucard S/A Advogado : Nelson Paschoalotto (OAB: 108911/SP) Advogado : Marcelo Kelner Carvalhal Pinheiro (OAB: 27733/BA) Apelado : Sergio Luis Rocha dos Santos Advogado : Juvenal Vieira Gomes Filho (OAB: 12574/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento.2006.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Corona Comercio Industria Ltda Apelante : Henri Bernard Folkerts Advogado : Cristina Maria Della-Cella Souza (OAB: 11964/BA) Apelado : Banco Bradesco S. 0091082-90.05.05.8.05.8.2011. Advogado : Ramona Santos Coelho (OAB: 31933/BA) Advogado : Ana Paula Santana Silva Souza (OAB: 32077/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Rejeitada a preliminar. Rita de Cássia M.05.2007. 0110688-70.2010.05.Me Advogado : Arisio Antonio da Costa Freire (OAB: 5844/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Dado provimento .1998.0137 Apelação Comarca : Jacobina Apelante : Estado da Bahia Procurador : Andre Angelo Ramos Coelho Mororó Apelado : Malharia do Povo Ltda Relator : Telma Laura Silva Britto Decisão : Negado provimento .TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .Unânime 0093418-91. Unânime.

Advogado : Fabricio Zanotelli (OAB: 15366/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento.Disponibilização: sexta-feira.0189/50000 Embargos de Declaração Comarca : Paripiranga Embargante : Municipio de Paripiranga Advogado : José Souza Pires (OAB: 9755/BA) Embargado : Ana Maria Andrade Silva Advogado : Antonio Italmar Palma Nogueira Filho (OAB: 13487/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Acolhimento de Embargos de Declaração. 0030494-69.Guarulhos Industria e Comércio Ltda Advogado : José Marny Pinto Junqueira Junior (OAB: 81629/SP) Embargado : Artur Carlos da Silva Lindoso Embargado : Lind Comercio e Representações Ltda Advogado : Manoel Martins da Silva (OAB: 8122/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Rejeitados .Distribuidora de Pecas e Pneus para Veiculos Ltda.8.8. Unânime.Unânime 0000745-81.05.2010.8. Unânime.05.8.0080 Apelação Comarca : Feira de Santana Apelante : Bradesco Auto/Re Companhia de Seguros Advogado : Maria Auxiliadora Garcia Durán Alvarez (OAB: 21193/BA) Advogado : Luana Barbosa Silva (OAB: 31261/BA) Advogado : Clávio de Melo Valença Filho (OAB: 27752/BA) Apelado : Miraldo dos Santos de Missias Advogado : Daiane Bahia de Oliveira (OAB: 23078/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Negado provimento .05.8.2010. 0082378-49.2009.2005.8. 0160483-16.05. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 146 Embargante : Estado da Bahia Embargado : Marleide Dantas de Oliveira Baldivieso Advogado : Mirian Soraya Carneiro Lamberti (OAB: 28749/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Rejeitaram-se os embargos à unanimidade.05.2011.05.0099 Apelação Comarca : Ibotirama Apelante : Nielson Souza Fernandes Advogado : Eldio Martins de Souza Junior (OAB: 24526/BA) Apelado : Eliene Santos Ramos Advogado : Irapuan Athayde Alcantara Gomes de Assis (OAB: 25010/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento. Estado : Fernanda de Santana Villa Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Acolhimento em parte de Embargos de Declaração. Unânime.2005.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 0011878-83.0113 Apelação Comarca : Itabuna Apelante : Sul America Seguro Saude S/A Advogado : Andréa Christine Serra da Costa Santos (OAB: 15240/BA) Apelado : Dipe .0001/50000 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Gail . 0015375-97.0080 Apelação Comarca : Feira de Santana Apelante : Bradesco Auto/ Ré Companhia de Seguros Advogado : Luisa de Almeida (OAB: 30744/BA) .8.2008.Unânime 0000632-80. Unânime.05.0001/50001 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Marleide Dantas de Oliveira Baldivieso Advogado : Mirian Soraya Carneiro Lamberti (OAB: 28749/BA) Embargado : Estado da Bahia Procª.

Unânime 0000532-88.8.Unânime Salvador. Unânime.2006.8.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Banco Economico S/A (Em Liquidação Extrajudicial) Advogado : Adriana da Silva Andrade (OAB: 18683/BA) Apelado : Clemilton Andrade Rezende Advogado : Marcelo José Bittencourt Amaral (OAB: 12536/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Rejeitadas as preliminares. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 147 Advogado : Maria Auxiliadora Garcia Durán Alvarez (OAB: 21193/BA) Advogado : Clávio de Melo Valença Filho (OAB: 27752/BA) Advogado : Mariana Netto de Mendonça Paes (OAB: 27397/BA) Advogado : Maria Isabel Garcia Durán Alvarez (OAB: 28589/BA) Apelado : Ary Anderson Silva Souza Advogado : Marcelo Silva Ragagnin (OAB: 28371/BA) Advogado : Anna Carolina Rios Ramos (OAB: 32319/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Rejeitada a preliminar. no mérito deu-se provimento parcial à unanimidade 0076740-74.05. no mérito deu-se provimento parcial à unanimidade 0000269-94.05.0040 Apelação Comarca : Camamu Apelante : Alessandro Ciciliani Advogado : Marco Aurélio Lelis de Souza (OAB: 17875/BA) Apelado : Edval da Hora Correia Advogado : Sérgio Leal Vilas Bôas (OAB: 25306/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Dado provimento .05.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Sandra Maria Dias Bastos Apelante : Carmen Lorenzo Ramos Apelante : Helio Cidra Filgueiras de Souza Advogada : Izabel Batista Urpia (OAB: 12972/BA) Apelado : Estado da Bahia Procª.8.2007. Rita de Cássia M.0103 Apelação Comarca : Ilhéus Apelante : Municipio de Ilheus Advogado : Eileen Maria Tavares Lacerda (OAB: 6259/BA) Apelado : Cezar Acioni Reis da Silva Advogado : João Batista Soares Lopes Neto (OAB: 4387/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento. 18 de abril de 2013.1993.Unânime 0136839-73.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .1998. Estado : Eliane Andrade Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Dado provimento parcial . Ferreira Diretor(a) da Secretaria do(a) Terceira Câmara Cível .0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Luiz Carlos Oliveira Machado Advogado : Ibsen Novaes Junior (OAB: 14734/BA) Advogado : Sergio Luciano Rocha de Melo (OAB: 14766/BA) Apelado : Unicard Banco Multiplo S/A Advogado : Eduardo Fraga (OAB: 10658/BA) Advogado : José Manuel Trigo Duran (OAB: 14071/BA) Advogado : Andréa Freire Tynan (OAB: 10699/BA) Advogado : Juçara Travassos Fraga (OAB: 12352/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Dado provimento .8.2006. 0040852-25.Disponibilização: sexta-feira.8.05.

8.05.2011.0080 Apelação Comarca : Feira de Santana Apelante : Bradesco Auto/Re Companhia de Seguros Advogado : Maria Auxiliadora Garcia Durán Alvarez (OAB: 21193/BA) Advogado : Luana Barbosa Silva (OAB: 31261/BA) Advogado : Clávio de Melo Valença Filho (OAB: 27752/BA) Apelado : Miraldo dos Santos de Missias Advogado : Daiane Bahia de Oliveira (OAB: 23078/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Negado provimento .Unânime 0000632-80.0113 Apelação Comarca : Itabuna Apelante : Sul America Seguro Saude S/A Advogado : Andréa Christine Serra da Costa Santos (OAB: 15240/BA) Apelado : Dipe .2010.0001/50001 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Marleide Dantas de Oliveira Baldivieso Advogado : Mirian Soraya Carneiro Lamberti (OAB: 28749/BA) Embargado : Estado da Bahia Procª.2008.2010.8.2005. Unânime. 0160483-16. Unânime.05. Unânime. Unânime.8.05.2010.Guarulhos Industria e Comércio Ltda Advogado : José Marny Pinto Junqueira Junior (OAB: 81629/SP) Embargado : Artur Carlos da Silva Lindoso Embargado : Lind Comercio e Representações Ltda Advogado : Manoel Martins da Silva (OAB: 8122/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Rejeitados .Disponibilização: sexta-feira.Unânime 0000745-81.8.0001/50002 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Estado da Bahia Embargado : Marleide Dantas de Oliveira Baldivieso Advogado : Mirian Soraya Carneiro Lamberti (OAB: 28749/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Rejeitaram-se os embargos à unanimidade.Distribuidora de Pecas e Pneus para Veiculos Ltda.0189/50000 Embargos de Declaração Comarca : Paripiranga Embargante : Municipio de Paripiranga Advogado : José Souza Pires (OAB: 9755/BA) Embargado : Ana Maria Andrade Silva Advogado : Antonio Italmar Palma Nogueira Filho (OAB: 13487/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Acolhimento de Embargos de Declaração. 0015375-97.2005.8.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .0099 Apelação Comarca : Ibotirama Apelante : Nielson Souza Fernandes Advogado : Eldio Martins de Souza Junior (OAB: 24526/BA) Apelado : Eliene Santos Ramos Advogado : Irapuan Athayde Alcantara Gomes de Assis (OAB: 25010/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento.05.8.05. . Advogado : Fabricio Zanotelli (OAB: 15366/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento. 0011878-83. 0082378-49. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 148 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Terceira Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 12 de março de 2013 0082378-49.05.0001/50000 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Gail .05. Estado : Fernanda de Santana Villa Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Acolhimento em parte de Embargos de Declaração.

8.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Sandra Maria Dias Bastos Apelante : Carmen Lorenzo Ramos Apelante : Helio Cidra Filgueiras de Souza Advogada : Izabel Batista Urpia (OAB: 12972/BA) Apelado : Estado da Bahia Procª.8. 18 de abril de 2013.Unânime Salvador.05. Ferreira Diretor(a) da Secretaria do(a) Terceira Câmara Cível .8.0040 Apelação Comarca : Camamu Apelante : Alessandro Ciciliani Advogado : Marco Aurélio Lelis de Souza (OAB: 17875/BA) Apelado : Edval da Hora Correia Advogado : Sérgio Leal Vilas Bôas (OAB: 25306/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Dado provimento .05. no mérito deu-se provimento parcial à unanimidade 0076740-74.8.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Banco Economico S/A (Em Liquidação Extrajudicial) Advogado : Adriana da Silva Andrade (OAB: 18683/BA) Apelado : Clemilton Andrade Rezende Advogado : Marcelo José Bittencourt Amaral (OAB: 12536/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Rejeitadas as preliminares.0103 Apelação Comarca : Ilhéus Apelante : Municipio de Ilheus Advogado : Eileen Maria Tavares Lacerda (OAB: 6259/BA) Apelado : Cezar Acioni Reis da Silva Advogado : João Batista Soares Lopes Neto (OAB: 4387/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Não-Provimento. Estado : Eliane Andrade Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Dado provimento parcial .2007.Unânime 0000532-88. Rita de Cássia M. no mérito deu-se provimento parcial à unanimidade 0000269-94.0080 Apelação Comarca : Feira de Santana Apelante : Bradesco Auto/ Ré Companhia de Seguros Advogado : Luisa de Almeida (OAB: 30744/BA) Advogado : Maria Auxiliadora Garcia Durán Alvarez (OAB: 21193/BA) Advogado : Clávio de Melo Valença Filho (OAB: 27752/BA) Advogado : Mariana Netto de Mendonça Paes (OAB: 27397/BA) Advogado : Maria Isabel Garcia Durán Alvarez (OAB: 28589/BA) Apelado : Ary Anderson Silva Souza Advogado : Marcelo Silva Ragagnin (OAB: 28371/BA) Advogado : Anna Carolina Rios Ramos (OAB: 32319/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Rejeitada a preliminar.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .1998.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Luiz Carlos Oliveira Machado Advogado : Ibsen Novaes Junior (OAB: 14734/BA) Advogado : Sergio Luciano Rocha de Melo (OAB: 14766/BA) Apelado : Unicard Banco Multiplo S/A Advogado : Eduardo Fraga (OAB: 10658/BA) Advogado : José Manuel Trigo Duran (OAB: 14071/BA) Advogado : Andréa Freire Tynan (OAB: 10699/BA) Advogado : Juçara Travassos Fraga (OAB: 12352/BA) Relator : Rosita Falcão de Almeida Maia Decisão : Dado provimento .05.2006.8.8. Unânime. 0040852-25.Disponibilização: sexta-feira.2006.2009.1993. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 149 0030494-69.05.05.Unânime 0136839-73.05.

quando exigido pela legislação pertinente. mas sim em segurança jurídica. em vigor à época da interposição do recurso. que terá certeza de que o preparo é realmente vinculado ao feito por ele analisado naquele instante. forçoso concluir que tais documentos se apresentam inservíveis ao fim pretendido. sob pena de deserção. sob pena de deserção. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVODE INSTRUMENTO. RECURSO ESPECIAL.OBRIGATORIEDADE.QUARTA TURMA. Precedente da CorteEspecial. inclusive porte de remessa e retorno. o seu preparo. Ministro SÁLVIO FIGUEIREDO TEIXEIRA. Agravo regimental a que se nega provimento. não basta o pagamento da importância devida na origem. 1. faltando a informação atinente a que processo referem-se. 5.12. PREENCHIMENTO INCORRETO DOSCÓDIGOS VERIFICADORES. não é possível trazer documento essencial à comprovação dos requisitos de admissibilidade. extrai-se o trecho que segue abaixo: "Importante frisar que a omissão da parte em indicar o número do processo não se trata de mecanismo voltado a impedir o conhecimento dos recursos especiais no STJ por questões de forma.2. O número de referência. (1080611 RJ 2008/0179380-9. o código de recolhimento e outras informações que constam da Guia de Recolhimento da União são de fato relevantes. PRINCÍPIO DA FUNGIBILIDADE.1. considerando o disposto no caput do supra aludido art. (EDcl no AREsp 70. 2. Agravo regimental a que se nega provimento. bem como o recolhimento no estabelecimento bancário. essa exigência orienta-se para garantir a isonomia processual na lide. Data de Publicação: DJe 04/08/2011) "PROCESSUAL CIVIL. INFRINGÊNCIA DA RESOLUÇÃO N.apenas em nome do acesso à tutela jurisdicional" (AgRg no Ag150. E nem se diga que tal medida importa em valorização do rigor formal. Data de Julgamento: 14/06/2011. 4. PORTE DE REMESSA E RETORNO. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 150 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lisbete M. no ato da interposição do recurso.QUINTA TURMA. Em nome dos princípios da economia processual e da fungibilidade.796/MG. OFENSA AOPRINCÍPIO DA INSTRUMENTALIDADE DAS FORMAS. PRECLUSÃO CONSUMATIVA.8. EMBARGOS DECLARATÓRIOS. Assim não fosse. mas para segurança das partes. RECOLHIMENTO EM DESACORDO COM A RESOLUÇÃO 12/2005. INEXISTÊNCIA. QUARTA TURMA. verifica-se que as guias de preparo e de porte de remessa e retorno acostadas às fls. Embargos de declaração recebidos como agravo regimental ao qual se nega provimento. teríamos que conhecer dos milhares de processos irregulares que aportam a este Tribunal. RECURSO MANIFESTAMENTE INFUNDADO. o que não se verifica. 3.DESERÇÃO. não se pode desconhecer os pressupostos recursais. justamente para concretizar . RECEBIMENTO COMO AGRAVO REGIMENTAL. sendo imprescindível o correto preenchimento das respectivas guias. a menos que esteja acobertado por alguma causa de isenção legal. Com efeito. referente ao recurso especial. A ausência do preenchimento do número do processo na guia de recolhimento macula a regularidade do preparo . PREPARO IRREGULAR. 511 do CPC.3.4.181/ RJ. Teixeira Almeida Cézar Santos PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0004909-42. Certamente. bem como a impossibilidade de se verificar se as guias de fls. e o controle realizado no Tribunal de origem não vincula o STJ. PREENCHIMENTO INCORRETO DO CAMPO "NÚMERO DEREFERÊNCIA".5. Relator: Ministro ADILSON VIEIRA MACABU (DESEMBARGADOR CONVOCADO DO TJ/RJ). IMPOSSIBILIDADE DE IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE DE PAGAMENTO. não pode ser conhecido devido à ausência de um pressuposto de admissibilidade.121. com aplicação de multa. no entanto. pois identificam por qual processo está sendo feito determinado pagamento e relativamente a que recurso e unidade gestora. T4 . a seriedade e a diligência no ato essencial de preparar o recurso. DESERÇÃO. Preparo.UTILIZAÇÃO INDEVIDA DE DARF. Relator: Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. O exame prévio de admissibilidade executado pelo Tribunal de origem não vincula esta Corte. o que conduz à deserção do recurso interposto. QUARTA TURMA. pela ocorrência da preclusão consumativa. DESERÇÃO.2. 12/2005. A partir da Resolução n. inclusive porte de remessa e de retorno.05.Disponibilização: sexta-feira. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO. T5 . Não há a alegada ofensa ao princípio da instrumentalidade das formas. Trata-se de meio de identificação e controle de pagamento.6. DJe 02/04/2012) (grifo nosso) Do corpo do referido acórdão. COM APLICAÇÃO DE MULTA.DJ 8. tampouco em ofensa ao princípio da instrumentalidade das formas. O juízo de admissibilidade é bifásico.º 1/2011 DO STJ E DA SÚMULA 187 DO STJ. bem como conferir segurança ao julgador de que o preparo é realmente vinculado ao feito em exame. haja vista o recurso especial estar sujeito a duplo controle. O presente recurso. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. Nesta instância especial. NÃO VINCULAÇÃO.1998). julgado em 27/03/2012. de 2005. bem como conferir segurança ao relator do processo. uma vez que exige em igualdade de condições o zelo. ADMISSIBILIDADE PELO TRIBUNAL DE ORIGEM. pois sobre o tema já se manifestou o Superior Tribunal de Justiça no sentido de que tal medida visa garantir o tratamento igualitário entre as partes. Data de Julgamento: 23/10/2012. Rel." (732607 DF 2005/0214779-7. IMPOSSIBILIDADE DE REGULARIZAÇÃO POSTERIOR. Data de Publicação: DJe 31/10/2012) (grifo nosso) "PROCESSUAL CIVIL. CONTROLE BIFÁSICO. qual seja. NÚMERO DE REFERÊNCIA APOSTO NAS GUIAS DE RECOLHIMENTO E COMPROVANTES DE PAGAMENTO NÃO CORRESPONDEM AOS AUTOS. consoante o artigo 511 da norma processual civil. Rel. pois "por mais justa que seja a pretensão recursal. o respectivo preparo. o recorrente deverá comprovar. vez que encontra-se em branco o campo "número do ato/processo" Isto posto. o cuidado.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . O JUÍZO DE ADMISSIBILIDADE É BIFÁSICO. NÃO-VINCULAÇÃO DA GRU AO PROCESSO. admitem-se como agravo regimental embargos de declaração opostos em face de decisão monocrática proferida pelo relator do feito no Tribunal. 55 dos autos não foram devidamente preenchidas. comprovação de pagamento. Não se trata de enaltecimento do rigor formal. recolhido em guia diversa da indicada no artigo 2º da Resolução nº. Vejamos o entendimento do STJ acerca do tema: "PROCESSUAL CIVIL.0113 Apelação Apelante : Banco Volkswagen S/A Advogado : Ricardo Kiyoshi Takeuti Nakamura (OAB: 25277/BA) Advogado : Helder Sá Silva (OAB: 28237/BA) Apelado : Marcio Cardoso Medina Cuida-se de apelação cível interposta por Banco Volkswagen S/A contra sentença prolatada em sede de ação de busca e apreensão por si proposta em desfavor de Márcio Cardoso Medina. O aspecto formal é importante em matéria processual não por amor ao formalismo. In casu. qual seja. 55 de fato referem-se aos presentes autos. GRU. GRU.2011.

Ministro SÁLVIO FIGUEIREDO TEIXEIRA. verifica-se que a guia de porte de remessa e retorno acostadas às fls. bem como o recolhimento no estabelecimento bancário. (1080611 RJ 2008/0179380-9. comprovação de pagamento. o que conduz à deserção do recurso interposto. OFENSA AOPRINCÍPIO DA INSTRUMENTALIDADE DAS FORMAS. sendo imprescindível o correto preenchimento das respectivas guias. Data de Julgamento: 14/06/2011. tampouco em ofensa ao princípio da instrumentalidade das formas. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 151 outros princípios constitucionais. Data de Publicação: DJe 04/08/2011) "PROCESSUAL CIVIL. Precedente da CorteEspecial. 511. Teixeira Almeida Cézar Santos PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lisbete M. ampla defesa e devido processo legal.2. Data de Julgamento: 23/10/2012. não pode ser conhecido devido à ausência de um pressuposto de admissibilidade. Preparo. qual seja. faltando a informação atinente a que processo refere-se.05. Teixeira Almeida Cézar Santos PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0309010-60. Rel. de 2005. 12/2005. considerando o disposto no caput do supra aludido art. Vejamos o entendimento do STJ acerca do tema: "PROCESSUAL CIVIL.DJ 8.0001 Apelação Apelante : Brotas Incorporadora Ltda Apelante : Agre Empreendimentos Imobiliarios S/A Apelante : Pdg Realty S/A Empreendimentos e Participações Apelante : Tiago Dantas Caribe Araujo Apelante : Vivian Heloisa França Advogado : Gustavo Almeida Marinho (OAB: 22003/BA) Advogado : Milena de Andrade Oliveira (OAB: 21424/BA) Apelado : Antonio Jose Gantois Caria Advogado : Washington Luiz Dias Pimentel Júnior (OAB: 32788/BA) Advogado : Márcio Martins de Cerqueira Pinheiro (OAB: 30859/BA) Cuida-se de apelação cível interposta por Brotas Incorporadora Ltda e outra contra sentença prolatada em sede de ação declaratória c/c indenizatória proposta em seu desfavor por Antônio José Gantois Caria. sob pena de deserção. 557 do CPC. inclusive porte de remessa e de retorno. PRECLUSÃO . a menos que esteja acobertado por alguma causa de isenção legal.2012. QUARTA TURMA.1998). pois sobre o tema já se manifestou o Superior Tribunal de Justiça no sentido de que tal medida visa garantir o tratamento igualitário entre as partes. com fulcro nos art.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 209 de fato refere-se aos presentes autos. Reitera-se que o preparo é requisito extrínseco de admissibilidade recursal. implica o nãoconhecimento do recurso especial". no entanto.º 1/2011 DO STJ E DA SÚMULA 187 DO STJ. PORTE DE REMESSA E RETORNO. NÃO VINCULAÇÃO. A aferição do pagamento de custas judiciais e do porte de remessa e retorno do recurso especial não transforma o processo num fim em si mesmo. e a sua ausência. forçoso concluir que tal documentos se apresenta inservível ao fim pretendido. impõe-se negar-lhe seguimento. colocando as partes em paridade de armas. EMBARGOS DECLARATÓRIOS. E nem se diga que tal medida importa em valorização do rigor formal. em vigor à época da interposição do recurso. sob pena de deserção. A partir da Resolução n. qual seja. O exame prévio de admissibilidade executado pelo Tribunal de origem não vincula esta Corte. consoante o artigo 511 da norma processual civil. 209 dos autos não fora devidamente preenchida. mas para segurança das partes. § 2º c/c art.5. haja vista o recurso especial estar sujeito a duplo controle.QUARTA TURMA. Relator: Ministro ADILSON VIEIRA MACABU (DESEMBARGADOR CONVOCADO DO TJ/RJ). Relator: Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. ou o seu incorreto preenchimento. IMPOSSIBILIDADE DE REGULARIZAÇÃO POSTERIOR. O presente recurso. bem como a impossibilidade de se verificar se a guia de fls. inclusive porte de remessa e retorno. T5 .6.UTILIZAÇÃO INDEVIDA DE DARF. restando manifestamente inadmissível o recurso. PRINCÍPIO DA FUNGIBILIDADE. faz dele um meio de acesso à justiça. DESERÇÃO. NÃO-VINCULAÇÃO DA GRU AO PROCESSO. GRU.apenas em nome do acesso à tutela jurisdicional" (AgRg no Ag150. INFRINGÊNCIA DA RESOLUÇÃO N. Salvador. vez que encontra-se em branco o no campo "número do ato/processo" Isto posto.8. GRU. teríamos que conhecer dos milhares de processos irregulares que aportam a este Tribunal.4. RECEBIMENTO COMO AGRAVO REGIMENTAL. DESERÇÃO. o recorrente deverá comprovar. T4 .Disponibilização: sexta-feira. RECOLHIMENTO EM DESACORDO COM A RESOLUÇÃO 12/2005. o seu preparo." (732607 DF 2005/0214779-7. PREENCHIMENTO INCORRETO DO CAMPO "NÚMERO DEREFERÊNCIA". (grifo nosso) Nessas circunstâncias. Agravo regimental a que se nega provimento. Data de Publicação: DJe 31/10/2012) (grifo nosso) "PROCESSUAL CIVIL.796/MG. IMPOSSIBILIDADE DE IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE DE PAGAMENTO. Com efeito. Não há a alegada ofensa ao princípio da instrumentalidade das formas.121. não se pode desconhecer os pressupostos recursais. PREPARO IRREGULAR. O aspecto formal é importante em matéria processual não por amor ao formalismo. o respectivo preparo. RECURSO ESPECIAL. recolhido em guia diversa da indicada no artigo 2º da Resolução nº. pois "por mais justa que seja a pretensão recursal. NÚMERO DE REFERÊNCIA APOSTO NAS GUIAS DE RECOLHIMENTO E COMPROVANTES DE PAGAMENTO NÃO CORRESPONDEM AOS AUTOS. 511 do CPC.DESERÇÃO. In casu.OBRIGATORIEDADE.12. tais como o contraditório. o que não se verifica.QUINTA TURMA. bem como conferir segurança ao julgador de que o preparo é realmente vinculado ao feito em exame. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. no ato da interposição do recurso. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVODE INSTRUMENTO. INEXISTÊNCIA. referente ao recurso especial. quando exigido pela legislação pertinente.3. Assim não fosse. Agravo regimental a que se nega provimento. 18 de abril de 2013 Lisbete M.1. ADMISSIBILIDADE PELO TRIBUNAL DE ORIGEM. PREENCHIMENTO INCORRETO DOSCÓDIGOS VERIFICADORES.2. pelo contrário. não basta o pagamento da importância devida na origem. A ausência do preenchimento do número do processo na guia de recolhimento macula a regularidade do preparo . CONTROLE BIFÁSICO.

19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 152 CONSUMATIVA. Trata-se de meio de identificação e controle de pagamento. bem assim que se manifeste acerca dos pressupostos de admissibilidade do recurso subscrito pelas sucumbentes". Teixeira Almeida Cézar Santos PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0002134-08. voltem conclusos. Salvador. O JUÍZO DE ADMISSIBILIDADE É BIFÁSICO. 511. Teixeira Almeida Cézar Santos PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lisbete M. colocando as partes em paridade de armas.05. admitem-se como agravo regimental embargos de declaração opostos em face de decisão monocrática proferida pelo relator do feito no Tribunal. 557 do CPC. bem como conferir segurança ao relator do processo. uma vez que exige em igualdade de condições o zelo. 5. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO. 4. com aplicação de multa.2009.8. Teixeira Almeida Cézar Santos PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000449-08. ou o seu incorreto preenchimento. e a sua ausência.0158/50000 Embargos de Declaração Embargante : Telecomunicações de São Paulo S/A Advogado : Eduardo Costa Bertholdo (OAB: 115765/SP) Advogado : Thiago Marques Domingues (OAB: 241872/SP) Advogada : Larissa Beck de Farias (OAB: 226662/SP) Advogado : José Luis Besseler (OAB: 223432/SP) Advogado : Celia Fernanda Correa (OAB: 288291/SP) Advogado : Leandro Coelho Diniz (OAB: 19802/BA) Advogado : Carolina Cervenka Ferreira Isobe (OAB: 206610/SP) Advogado : Kleber Magnoler (OAB: 181462/SP) Advogado : Alessandro Zanete (OAB: 195665/SP) Advogado : Alex Sandro Queiroz Lima (OAB: 175596/SP) Embargado : Madalena Andrade da Silva Advogado : Marcos Henrique Queiroz Cordeiro (OAB: 23377/BA) Ouça-se a Embargada no prazo de lei.05. pelo contrário. COM APLICAÇÃO DE MULTA.2010. O juízo de admissibilidade é bifásico. Teixeira Almeida Cézar Santos . Certamente.. pois identificam por qual processo está sendo feito determinado pagamento e relativamente a que recurso e unidade gestora..TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Em nome dos princípios da economia processual e da fungibilidade. Após. Nesta instância especial. essa exigência orienta-se para garantir a isonomia processual na lide. o cuidado. justamente para concretizar outros princípios constitucionais. não é possível trazer documento essencial à comprovação dos requisitos de admissibilidade. julgado em 27/03/2012. 2. (grifo nosso) Nessas circunstâncias.181/ RJ. ampla defesa e devido processo legal. para que o Promotor de Justiça atuante na instância originária seja intimado pessoalmente da sentença.providenciar o retorno dos autos ao Juízo de origem. RECURSO MANIFESTAMENTE INFUNDADO. 1. a seriedade e a diligência no ato essencial de preparar o recurso. Salvador. Salvador. 18 de abril de 2013 Lisbete M. Rel. com fulcro nos art.Disponibilização: sexta-feira. impõe-se negar-lhe seguimento. restando manifestamente inadmissível o recurso. Não se trata de enaltecimento do rigor formal. tais como o contraditório. Reitera-se que o preparo é requisito extrínseco de admissibilidade recursal. Embargos de declaração recebidos como agravo regimental ao qual se nega provimento. Justiça : Maria Alice Miranda da Silva Proceda-se em conformidade com o parecer da Douta Procuradoria de Justiça no sentido de ". extrai-se o trecho que segue abaixo: "Importante frisar que a omissão da parte em indicar o número do processo não se trata de mecanismo voltado a impedir o conhecimento dos recursos especiais no STJ por questões de forma. mas sim em segurança jurídica. 18 de abril de 2013 Lisbete M. e o controle realizado no Tribunal de origem não vincula o STJ. faz dele um meio de acesso à justiça. DJe 02/04/2012) (grifo nosso) Do corpo do referido acórdão.0248 Apelação Apelante : Elisangela Lopes de Oliveira Advogado : Heusa Régia de Araújo Silva (OAB: 688B/BA) Apelado : Município de Serrinha Advogado : Carlos Nicolau dos Santos Neto (OAB: 25509/BA) Procª. Teixeira Almeida Cézar Santos PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lisbete M. o código de recolhimento e outras informações que constam da Guia de Recolhimento da União são de fato relevantes. A aferição do pagamento de custas judiciais e do porte de remessa e retorno do recurso especial não transforma o processo num fim em si mesmo. que terá certeza de que o preparo é realmente vinculado ao feito por ele analisado naquele instante. § 2º c/c art. implica o nãoconhecimento do recurso especial". QUARTA TURMA.8. O número de referência. pela ocorrência da preclusão consumativa. 3. (EDcl no AREsp 70. oportunizando-lhe eventual interposição de recurso. 18 de abril de 2013 Lisbete M.

Esclareço desde logo. ou de Tribunal Superior. cede à incidência da norma prevista no art. pois.a. ao Código de Defesa do Consumidor .078. Salvador.8. por si ajuizada contra Banco Itaucard S/A.90) às relações de consumo que envolvem as entidades financeiras: "O Código de Defesa do Consumidor é aplicável às instituições financeiras.8. e. para o fim de evitar eventual interposição de embargos declaratórios. declarando não haver abusividades nas cláusulas contratadas. do CPC. isentando-o de custas. e como um plus em defesa do Consumidor inquestionável que os contratos celebrados entre as partes é de adesão. Adota-se o relatório da sentença atacada. requer a reforma da sentença e revisão das cláusulas abusivas. 74/75. que firmou com o apelado contrato de adesão.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . No que diz respeito à taxa de juros remuneratórios contratada.§ 1º-A. vez que este. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 153 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lisbete M. Inconformado. nos termos do art. Feitas essas considerações. Teixeira Almeida Cézar Santos PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0111454-84. 297. ao ser publicada a Súmula n. que a revisão não implica violação ao princípio pacta sunt servanda. requerendo a limitação ao patamar de 12% a. de caráter genérico. inciso V.2011. não possui razão o .05. não se permite ao consumidor a discussão em torno de suas cláusulas. como tal. de 11. Público : Armando Fauaze Novaes Apelado : Maria Celestina da Costa Silva Advogado : Gustavo Luis de Albuquerque Cardoso (OAB: 17485/BA) Encaminhe-se os presentes autos à Douta Procuradoria de Justiça.09. do artigo 557. da cobrança excessiva de juros. que esta decisão não é omissa por analisar a matéria em discussão e decidir o recurso por seus próprios fundamentos. Cíveis e Comerciais da Comarca de Salvador. de plano.Lei 8.05. Teixeira Almeida Cézar Santos PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lisbete M. da incidência do Código de Defesa do Consumidor. O recurso comporta julgamento monocrático.2012. outrossim. com razões de fls.Disponibilização: sexta-feira. 557.Instituto Nacional Do Seguro Social Procuradora : Marta Freire Mehmeri Apelado : Antonia Genilda de Souza Jesus Advogado : Eddie Parish Silva (OAB: 23186/BA) Advogado : Carlos Zenandro Ribeiro Sant ana (OAB: 27022/BA) Encaminhe-se os presentes autos à Douta Procuradoria de Justiça. que a relação aqui tratada se caracteriza como de consumo. de fls. impedindo-o de insurgir-se quanto àquelas cláusulas flagrantemente abusivas. que julgou improcedente os pedidos formulados por Aílton Cesário dos Santos Filho. Vale salientar. Nessa seara.0001 Apelação Apelante : Inss . A ação teve por objetivo a revisão de contrato de alienação fiduciária. Com efeito. Aduziu o Apelante. 18 de abril de 2013 Lisbete M. em face de cláusulas consideradas demasiadamente onerosas. Teixeira Almeida Cézar Santos PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0319179-09. Não houve contrarrazões. segundo o qual é plenamente viável "a modificação das cláusulas contratuais que estabeleçam prestações desproporcionais ou sua revisão em razão de fatos supervenientes que as tornem excessivamente onerosas".0001 Apelação Apelante : Ailton Cesario dos Santos Filho Advogado : Alexandre Ribeiro Caetano (OAB: 19338/BA) Apelado : Banco Itaucard S/A Advogado : Fabiana Ramos de Sousa (OAB: 26976/BA) Cuida-se de recurso de apelação cível interposto por Aílton Cesário dos Santos Filho contra sentença proferida nos autos de ação revisional.2007. 6º. 76/81. o relator poderá dar provimento ao recurso". É o relatório.05. do CDC. estando vinculada. que dispõe : "Se a decisão recorrida estiver em manifesto confronto com súmula ou com jurisprudência dominante do Supremo Tribunal Federal. Teixeira Almeida Cézar Santos PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0004672-87. Teixeira Almeida Cézar Santos PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lisbete M. perante o Juízo da 1a Vara dos Feitos de Relação de Consumidor. o que já demonstra a fragilidade deste na relação contratual. em síntese. 8. 18 de abril de 2013 Lisbete M. apelou Aílton Cesário dos Santos Filho.8.0229 Apelação Apelante : Margarida Sousa Santos Def. o STJ pacificou o entendimento acerca da aplicação do CDC (Lei n. fixando os juros remuneratórios à taxa média de mercado. Salvador. pois inexiste a obrigação de analisar exaustivamente todos os argumentos das partes.070/90 . é válido asseverar.

2012. as restrições que previam teto máximo. Portanto. Necessidade da edição da lei complementar exigida pelo texto constitucional. que captam recursos no mercado. do STF. consubstanciada que era no §3º do artigo 192. mesmo antes da modificação constitucional introduzida pela Emenda n° 40. art. 314-315". a disciplina dos juros. ao dispor em seu Artigo 4º. do texto constitucional". tendo em vista que a Lei n° 4. ajuizada por Mirailton Reis Mascarenhas. conforme definido pelo Banco Central. que a norma inscrita no § 3º do art. Unânime". 192 da Constituição Federal. nega-se provimento ao apelo para manter a sentença em sua inteireza por seus próprios jurídicos fundamentos. § 3º. através da qual a limitação de juros a 12% ao ano. Romeu Gonzaga Neiva . os encargos devidos são aqueles que decorrem do contrato. Unânime.8.01. (RE n. 43)".Relator: Des. não se revela possível a aplicação imediata de taxa de juros reais de 12% a. Aplicabilidade da legislação anterior à CF/88. entendeu. apenas porque entende acobertada por lei social. Rel.5ª T. Severiano Aragão/Confira ADV 86 589).Rel. por expressiva maioria. do artigo 557. Os juros estipulados não ferem as leis da usura ou da economia popular como entendido. ainda. a questão da taxa de juros não é jurídica. Não é aceitável que a parte tenha colhido os frutos do capital que se lhe disponibilizara e agora. (CF. Adota-se o relatório da sentença . perante o Juízo da Vara dos Feitos de Relação de Consumidor. Teixeira Almeida Cézar Santos PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0003440-77. § 3º). Relator Min. os juros pactuados pelas partes. que cabe ao CMN estabelecer a taxa de juros.2001 . da 1ª T. além de não ficar as entidades creditícias sujeitas à limitação da Lei de Usura. Salvador. Ilmar Galvão)".constitui preceito de integração que reclama. 192.p. liberou os juros e taxas bancárias.a. 18 de abril de 2013 Lisbete M. 9-8-94) in Alienação Fiduciária e Sua Interpretação Jurisprudencial. Norma constitucional de eficácia limitada. . em face de cláusulas consideradas demasiadamente onerosas. Teixeira Almeida Cézar Santos PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lisbete M. Justiniano Magno Araújo. 557. Des. estipulada pelas partes em contrato de empréstimo bancário. Norma de eficácia limitada. da nossa Constituição. É válida a incidência de juros acima dos parâmetros estipulados constitucionalmente. pretenda que o Estado interfira em suas relações. A Lei de Usura não se aplica aos Bancos. Taxa de juros reais. conforme disposição contida no art.CHEQUE ESPECIAL . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 154 Autor/apelante. (Ac. sem qualquer controle superior. pois conforme entendimento majoritário.595/64 estabeleceu. A regra inserida no art.05. além de estipulados em avença. IX. não é razoável que se imponha às instituições financeiras. j. prevista no art.a. na Súmula 596. não é de eficácia plena e está condicionada à edição da lei complementar que regulará o sistema financeiro nacional e. Assim sendo. Limite fixado em 12% A. em caráter necessário. de maio de 2003. RE 1. era norma tida como de eficácia contida e já tinha esse entendimento consolidado perante o excelso Supremo Tribunal Federal: "Juros. no julgamento da ação direta de inconstitucionalidade n. 4.INCIDÊNCIA DE CORREÇÃO MONETÁRIA . Ausente a lei complementar reclamada pela Constituição.§3º. não havendo limitação de juros e. 192.263-3 . do CPC. Turma.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .monetária nacional. A regra da limitação de juros a 12% ao ano. os juros quando praticados por instituição financeira integrante do Sistema Financeiro Nacional observam regramento próprio. O CMN. Ademais. É cediço ainda que. as instituições financeiras não estão limitadas ao teto de juros de 12% a. Às instituições públicas ou privadas que integram o sistema financeiro nacional. §3º. 22. atualmente. com amparo no art. IX. consagrou essa liberação nas operações realizadas por Instituições Financeiras" (TJRJ/Apelação Cível 1171/98 .CONTRATO DE ABERTURA DE CONTA . Registre-se. 192. 1a. no artigo 4º. Cíveis e Comerciais de Conceição do Coité.DJU 7. "COBRANÇA . 02. Cív. e o STF.JUROS .0063 Apelação Apelante : Bv Financeira S/A Credito Financiamento E Investimento Advogado : Celso David Antunes (OAB: 1141A/BA) Advogado : Luis Carlos Monteiro Laurenço (OAB: 16780/BA) Advogado : Gabriela Viana Menezes (OAB: 30484/BA) Advogado : Thais Souza Costa (OAB: 34505/BA) Apelado : Mirailton dos Reis Mascarenhas Advogado : Cauê Tanajura Cirino (OAB: 26860/BA) Cuida-se de recurso de apelação cível interposto por BV Financeira S/A Crédito Financiamento e Investimento contra sentença proferida nos autos de ação revisional. Recurso extraordinário conhecido e provido". da Carta Política . salvo exceções legais. que os repassem aos clientes por uma taxa menor do que aquela que pagaram. 212362/RS. 1999.2. 03. eis que.RS.APC 20000150008722 . Limite constitucional. Negar provimento. Ed. consoante a súmula 596 do STF.. o tema é recorrente e a controvérsia já se encontrava resolvida. a mediação legislativa concretizadora do comando nela positivado. desde que respeitada a taxa média de mercado. com ele. para efeito de sua plena incidência. revogou nas operações realizadas por instituições do Sistema Financeiro.§ 1º-A. (TJDF . Celso de Mello. Impossibilidade de sua aplicação imediata.626/33. Assim. Recurso extraordinário conhecido e provido. mas econômica. 192. conformam-se em diploma outro de sua própria natureza. Em face das razões expendidas. Assim.778. A ação teve por objetivo a revisão de contrato de alienação fiduciária.Disponibilização: sexta-feira. "O Supremo Tribunal Federal.595/64. que: "A Lei n° 4595/64.626/93. Saraiva. 04.MULTA . de acordo com a lei de regência.A. Un. da CF. não se aplicam as disposições do Decreto n. diante de várias decisões deste Tribunal e dos Tribunais superiores não tem aplicação às instituições financeiras os ditames previstos no Decreto-lei n° 22. que rege a política econômico .norma constitucional de eficácia limitada . com apoio na Lei 4595. deve prevalecer no caso em tela. que encontram-se em conformidade com os entendimentos deste Tribunal. Negou-se provimento ao apelo. para anular ato jurídico. Se a política econômica governamental estabelece uma taxa de juros das mais elevadas. não é auto-aplicável. p. Min. O resultado seria a falência do sistema bancário. que cabe ao CMN limitar as taxas de juros. a Lei n° 4.

p. "COBRANÇA . e. apenas porque entende acobertada por lei social.Rel. § 3º. Não é aceitável que a parte tenha colhido os frutos do capital que se lhe disponibilizara e agora. como tal. que a revisão não implica violação ao princípio pacta sunt servanda. Os juros estipulados não ferem as leis da usura ou da economia popular como entendido. não se revela possível a aplicação imediata de taxa de juros reais de 12% a.a. bem como moratórios. sem qualquer controle superior. do texto constitucional". Rel. possui razão o Apelante. não se permite ao consumidor a discussão em torno de suas cláusulas. 192. do STF. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 155 atacada. Com efeito. No que diz respeito à taxa de juros remuneratórios contratada. 98-94) in Alienação Fiduciária e Sua Interpretação Jurisprudencial.) .Lei 8. de caráter genérico. cede à incidência da norma prevista no art. a regularidade das cláusulas do contrato e da sua conduta lícita. além de estipulados em avença. Aduziu o Apelante. as restrições que previam teto máximo. Recurso extraordinário conhecido e provido.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .595/64. RE 1. que rege a política econômico monetária nacional. Registre-se. o STJ pacificou o entendimento acerca da aplicação do CDC (Lei n. Unânime. Assim sendo. vez que este. ao ser publicada a Súmula n. 212362/RS. que julgou "procedente a Ação para determinar a revisão do contrato celebrado entre as partes para estabelecer a taxa de juros convencionais. Contrarrazões ás fls. A Lei de Usura não se aplica aos Bancos.778.Disponibilização: sexta-feira. não se aplicam as disposições do Decreto n. impedindo-o de insurgir-se quanto àquelas cláusulas flagrantemente abusivas. ou de Tribunal Superior.INCIDÊNCIA DE CORREÇÃO MONETÁRIA JUROS . art. pois. 192.RS. Às instituições públicas ou privadas que integram o sistema financeiro nacional. liberou os juros e taxas bancárias. ao Código de Defesa do Consumidor .90) às relações de consumo que envolvem as entidades financeiras: "O Código de Defesa do Consumidor é aplicável às instituições financeiras. atualmente.norma constitucional de eficácia limitada . Turma. 192. da CF.01. 4. desde que respeitada a taxa média de mercado. ao dispor em seu Artigo 4º. que a norma inscrita no § 3º do art. 314-315". os juros quando praticados por instituição financeira integrante do Sistema Financeiro Nacional observam regramento próprio. Severiano Aragão/Confira ADV 86 589).2001 . para efeito de sua plena incidência. Limite fixado em 12% A. Portanto. a legalidade da capitalização. pois conforme entendimento majoritário. Negar provimento. pois inexiste a obrigação de analisar exaustivamente todos os argumentos das partes. Min. 153/171. que cabe ao CMN limitar as taxas de juros. de maio de 2003.CONTRATO DE ABERTURA DE CONTA . Aplicabilidade da legislação anterior à CF/88. Norma de eficácia limitada. 04.A. da ausência de cobrança indevida. estipulada pelas partes em contrato de empréstimo bancário. diante de várias decisões deste Tribunal e dos Tribunais superiores não tem aplicação às instituições financeiras os ditames previstos no Decreto-lei n° 22. (Ac. salvo exceções legais. revogou nas operações realizadas por instituições do Sistema Financeiro. O recurso comporta julgamento monocrático. em caráter necessário. tendo em vista que a Lei n° 4. deve prevalecer no caso em tela. 6º. outrossim. consubstanciada que era no §3º do artigo 192. Justiniano Magno Araújo. Un. 297. que cabe ao CMN estabelecer a taxa de juros. "O Supremo Tribunal Federal. inciso V.078. Limite constitucional. § 3º). com ele.09. segundo o qual é plenamente viável "a modificação das cláusulas contratuais que estabeleçam prestações desproporcionais ou sua revisão em razão de fatos supervenientes que as tornem excessivamente onerosas".§3º. em síntese. a questão da taxa de juros não é jurídica. além de não ficar as entidades creditícias sujeitas à limitação da Lei de Usura.. 8. do CPC. estando vinculada. Norma constitucional de eficácia limitada. Ademais. não é de eficácia plena e está condicionada à edição da lei complementar que regulará o sistema financeiro nacional e. era norma tida como de eficácia contida e já tinha esse entendimento consolidado perante o excelso Supremo Tribunal Federal: "Juros. Necessidade da edição da lei complementar exigida pelo texto constitucional. 1999. Assim. que captam recursos no mercado. Romeu Gonzaga Neiva . do CDC. 22. mas econômica.APC 20000150008722 . não é auto-aplicável. (CF.DJU 7. os juros pactuados pelas partes. 43)". e como um plus em defesa do Consumidor inquestionável que os contratos celebrados entre as partes é de adesão.2. através da qual a limitação de juros a 12% ao ano. Nessa seara. consagrou essa liberação nas operações realizadas por Instituições Financeiras" (TJRJ/Apelação Cível 1171/98 . . do artigo 557. IX. que a relação aqui tratada se caracteriza como de consumo. na Súmula 596. a disciplina dos juros. Saraiva. não havendo limitação de juros e. de plano. da nossa Constituição. o relator poderá dar provimento ao recurso". consoante a súmula 596 do STF. que esta decisão não é omissa por analisar a matéria em discussão e decidir o recurso por seus próprios fundamentos. 192. É cediço ainda que. Impossibilidade de sua aplicação imediata.070/90 . a Lei n° 4. pretenda que o Estado interfira em suas relações. além de condenar o réu ao pagamento de custas processuais e honorários advocatícios à base de 10% sobre o valor da causa". Recurso extraordinário conhecido e provido". Ed.263-3 . não é razoável que se imponha às instituições financeiras. a mediação legislativa concretizadora do comando nela positivado. Feitas essas considerações. de 11. 1º-A. com apoio na Lei 4595. o que já demonstra a fragilidade deste na relação contratual. o tema é recorrente e a controvérsia já se encontrava resolvida. as instituições financeiras não estão limitadas ao teto de juros de 12% a. Cív. conforme . Relator Min. p. bem como da cobrança de comissão de permanência cumulada com outros encargos moratórios. ainda. para anular ato jurídico.MULTA . em 1% ao mês.CHEQUE ESPECIAL .626/33. A regra da limitação de juros a 12% ao ano. 192 da Constituição Federal. é válido asseverar.Relator: Des. de fls. Negou-se provimento ao apelo. por expressiva maioria. 131/142. §3º. Inconformado. Assim. Ilmar Galvão)". no julgamento da ação direta de inconstitucionalidade n. excluindo-se também os valores referentes à capitalização mensal e comissão de permanência (. Taxa de juros reais. os encargos devidos são aqueles que decorrem do contrato.595/64 estabeleceu. Ausente a lei complementar reclamada pela Constituição. O CMN.. (RE n. É o relatório. Se a política econômica governamental estabelece uma taxa de juros das mais elevadas. 557. IX. Unânime". Esclareço desde logo.626/93. 121/126. conformam-se em diploma outro de sua própria natureza. com razões de fls. de acordo com a lei de regência.. da impossibilidade de limitação dos juros. da 1ª T. Celso de Mello. Vale salientar. entendeu.5ª T. prevista no art. 02. apelou BV Financeira S/A Crédito Financiamento e Investimento . eis que. A regra inserida no art. que: "A Lei n° 4595/64. j. no artigo 4º. que os repassem aos clientes por uma taxa menor do que aquela que pagaram. conforme disposição contida no art. O resultado seria a falência do sistema bancário. e o STF.constitui preceito de integração que reclama. (TJDF . É válida a incidência de juros acima dos parâmetros estipulados constitucionalmente. 03. da impossibilidade de condenação de repetição de indébito. que dispõe : "Se a decisão recorrida estiver em manifesto confronto com súmula ou com jurisprudência dominante do Supremo Tribunal Federal.a. 1a. para o fim de evitar eventual interposição de embargos declaratórios. Des. nos termos do art. mesmo antes da modificação constitucional introduzida pela Emenda n° 40. da Carta Política .

abrangendo juros. com o beneplácito e consentimento formal do Banco Central do Brasil. Quanto à compensação. POSSIBILIDADE. 14. reeditada sob o n0 2. que fique ao exclusivo arbítrio do predisponente a definição do que lhe é devido. II . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 156 definido pelo Banco Central.III do CDC. que limita a multa moratória a dois por cento do valor da prestação. ao que se sabe em plena vigência e irrevogável por ato do Banco Central do Brasil ou do Conselho Monetário Nacional. ao sabor. nessas circunstâncias. Em sua origem. sendo.AgRg no AG 523417/RS. ambos pressupondo a disponibilidade hipotética do valor do débito. v. serão pagas com atualização monetária segundo índices oficiais regularmente estabelecidos. Continuou sendo cobrada. entre as cláusulas que "permitam ao fornecedor. Min. nos termos do art. Juros de Mora de 1% ao mês. desde que expressamente pactuada. Após a edição da Lei n°6. A indefinição do valor do mencionado encargo teria outra conseqüência. inc.deve ser afastado. 7. 404 do novo Código Civil. tem-se que o Código de Defesa do Consumidor limitou em 2% (dois por cento) a multa em razão do atraso no pagamento. 2. apenas de atualização monetária. não admite-se. nas "execuções de títulos de dívida líquida e certa" (§ 1°).05. Min. data da publicação da primeira medida provisória com previsão dessa cláusula. AÇÃO REVISIONAL. pouco relevando a prova do erro .298/96. a partir do vencimento da obrigação. pois é nelas que se constada e concentra a incidência da potencialização dos juros. X." Por outro lado. REEDITADA SOB O N0 2.juros de mora ou comissão de permanência . j. § 1º. que coloquem o consumidor em desvantagem exagerada ou sejam incompatíveis com a boa-fé ou a eqüidade" (idem. abusivas. Ruy Rosado de Aguiar Júnior. custas e honorários de advogado.2004). Em qualquer dos casos. rel.09.963-17/2000. ainda que pactuada.2000. sem prejuízo da pena convencional. Carlos Alberto Menezes Direito. pois a cláusula contratual pertinente é parcialmente nula. Corte pacificou-se no sentido de que a cobrança da capitalização dos juros é admitida nos contratos bancários celebrados a partir da edição da Medida Provisória n0 1. ora corresponderia à remuneração paga a tomadores de títulos da credora.Disponibilização: sexta-feira. configurando a onzena. nas obrigações de pagamento em dinheiro. teria a comissão de permanência a natureza jurídica de indenização pela mora. 1. a cobrança da comissão de permanência também não pode coligir com os encargos decorrentes da mora. AGRAVO REGIMENTAL DESPROVIDO. ilegal e abusiva.061 do Código Civil de 1916 -. Com efeito. 52.f. perdeu inteiramente sua função. (STJ. I . entretanto. como se depreende dos seguintes julgados: "A disposição do CDC. às quais é cominada a pena de nulidade (art.6º.. sob pena de enriquecimento indevido. Min. resta afastada a incidência da comissão de permanência. a jurisprudência do STJ. A jurisprudência desta Eg. não há cláusula expressa de cobrança de juros capitalizados. pois. igualmente intolerável: a cada cálculo do débito que se fizesse necessário nos autos da execução. 51. A escolha sobre qual deles deve ser excluído não pode recair senão sobre o mais oneroso para o contratante. Como no caso concreto. aplica-se aos contratos bancários em geral".TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . é possível a capitalização mensal dos juros nas operações realizadas por instituições integrantes do Sistema Financeiro nacional. encontra-se consolidada no sentido de que aquele que recebeu o que não devia tem a obrigação de fazer a restituição. pois permite.2010). nos autos do Recurso Especial nº822.u. . (idem. CAPITALIZAÇÃO MENSAL. fls. ainda que provisoriamente. cabe referir decisão recente do ministro Jorge Scartezzini. (STJ . o que é inadmissível.170-36. que autorizou a correção monetária. uma vez que pactuados encargos moratórios no contrato em comento.3. Incidência do art. Essa circunstância torna ainda mais escancarada a abusividade da convenção ora sob exame.que reproduz. 3ª Turma. Quanto à cobrança de juros capitalizados. 4ªT. ou que "estejam em desacordo com o sistema de proteção ao consumidor". CAPITALIZAÇÃO DE JUROS. do CDC. do volume. a jurisprudência do egrégio STJ supramencionada é pacífica no sentido de que deve haver cláusula expressa sobre a capitalização. CONTRATO POSTERIOR À EDIÇÃO DA MEDIDA PROVISÓRIA N0 1. 121/STF.11. Passível o débito. REsp 259820-MT.Correta a redução da multa contratual de 10% para 2%. Nesse sentido: "AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO. variações do preço de maneira unilateral". oscilam diariamente e variam de instituição para instituição. § 1º. de fato. inexigível diante dos termos peremptórios do art. por força do art. A cobrança de comissão de permanência é inteiramente descabida. qual seja. porque pactuada após a alteração do CDC pela Lei 9. Rel. Com relação à multa contratual em decorrência da mora.2001). necessidade e capacidade de captação ou oferta de recursos a terceiros que cada qual possa ter. como os juros moratórios e a multa contratual (c.170-36/2001. do Código de Defesa do Consumidor). 76/81. AgRg no Resp 712. a multa moratória deve se liminar a 2% (dois por cento) sobre o valor do débito.963-17/2000. DJ 04.899/81. não poderia o predisponente do conteúdo do regulamento negocial penalizar duplamente a mora. salvo as expressas exceções legais. III . pelo que viola o princípio da necessária informação ex vi do art. Dje 08. AgRg no Ag 1043882/MG. Como a necessidade de captação pode ser resultado da má condução dos negócios da instituição financeira. conclusão que leva necessariamente à exclusão de que um dos encargos . na data aprazada para o cumprimento da obrigação: ora teria o mesmo valor da remuneração recebida pela sua aplicação. De modo que. Antônio de Pádua Ribeiro.Agravo regimental desprovido". j. Agravo regimental a que se nega provimento. a simples referência aos juros não é autorização bilateral.626/33 e da Súmula n." (grifo nosso). direta ou indiretamente. o Superior Tribunal de Justiça já assentou o entendimento de que. na forma simples. 4º do Decreto n. 50 da MP 2. Não havendo cláusula expressa." (STJ-4a Turma. sob este aspecto. 52. corre o devedor o risco de ver aumentado o valor do débito por ato cuja responsabilidade não lhe pode ser imputada. ser elucidada mediante perícia contábil. Desta forma. 31/03/2000. Ademais. art. após a data em que deveriam ter sido satisfeitas as obrigações assumidas por seus clientes. quando não entre as que "estabeleçam obrigações consideradas iníquas. Raul Araújo. em termos gerais. "EMENTA: CONTRATOS BANCÁRIOS. REDUÇÃO. Precedentes. IV). o disposto no art. correspondeu à necessidade de assegurar às instituições financeiras o recebimento.170-36/2001.845: "Consoante entendimento recente desta Seção. CAPITALIZAÇÃO PACTUADA.12. feita às custas. entre outros fatores. DJU 19. assim. enquadrando-se. por evidente tal deve ser recalculado e afastada a capitalização das prestações. o contador judicial ver-se-ia na contingência de solicitar informação sobre o índice a ser aplicado ao próprio credor.É vedada a capitalização mensal dos juros. a cobrança dos juros capitalizados. portanto. Qualquer controvérsia que surgisse a respeito do índice informado só poderia. Quanto a este ponto. do devedor. Rel.. dos créditos atualizados monetariamente e acrescidos de juros. sob dois fundamentos alternativos. a começar pelo fato de que não há qualquer diploma legal que a autorize. 1. os índices correspondentes à comissão de permanência não são fixados por organismo oficial. o contrato bancário juntado aos autos. MULTA. Incidência da Súmula 83/STJ. desde que pactuada nos contratos bancários celebrados após 31 de março de 2000. que não possuem competência legislativa: "As perdas e danos.2005). 22. XV).801/RS Rel Min.

Carlos Alberto Menezes Direito. não havendo limitação de juros e. com razões de fls.a. Financiamento e Investimento Advogado : Liana Monteiro de Brito (OAB: 31107/BA) Advogado : Elizete Aparecida de Oliveira Scatigna (OAB: 26262/BA) Advogado : Daniele Ramacciotti Gusmão (OAB: 21012/BA) Advogado : Alexandre Ribeiro Fuente Cañal (OAB: 29135/BA) Advogado : Carlos Marcelo Souto de Abreu (OAB: 26851/BA) Cuida-se de recurso de apelação cível interposto por Rita de Cássia Ferreira Rocha contra sentença proferida nos autos de ação revisional.0001 Apelação Apelante : Rita de Cassia Ferreira Rocha Advogado : Leon Souza Venas (OAB: 26715/BA) Apelado : Bv Financeira S/A . § 1º-A. Rel. 82/88. Aduziu a Apelante.a. diante de várias decisões deste Tribunal e dos Tribunais superiores não tem aplicação às instituições financeiras os ditames previstos no Decreto-lei n° 22. requerendo o improvimento do apelo. requer a reforma da sentença e revisão das cláusulas abusivas. impedindo-o de insurgir-se quanto àquelas cláusulas flagrantemente abusivas. que firmou com o apelado contrato de adesão. sem qualquer controle superior. A ação teve por objetivo a revisão de contrato de alienação fiduciária. Diante do exposto. de 11. 297. Assim. vez que este. outrossim. além de estipulados em avença. 109/127. não se permite ao consumidor a discussão em torno de suas cláusulas. estando vinculada. que: "A Lei n° 4595/64. conformam-se em diploma outro de sua própria natureza. para o fim de evitar eventual interposição de embargos declaratórios. Nessa seara.070/90 . IX. Os juros estipulados não ferem as leis da usura ou da economia popular como entendido. cede à incidência da norma prevista no art.05. o relator poderá dar provimento ao recurso". 8. o que já demonstra a fragilidade deste na relação contratual. Com efeito. pois inexiste a obrigação de analisar exaustivamente todos os argumentos das partes. do artigo 557. A Lei de Usura não se aplica aos Bancos. limitada à taxa média de mercado. Não é aceitável que a parte tenha colhido os frutos do capital que se lhe disponibilizara e agora. Dentre vários outros nesse sentido. que esta decisão não é omissa por analisar a matéria em discussão e decidir o recurso por seus próprios fundamentos. que a relação aqui tratada se caracteriza como de consumo. da cobrança excessiva de juros. IX. o STJ pacificou o entendimento acerca da aplicação do CDC (Lei n. apelou Rita de Cássia Ferreira Rocha.Crédito. pretenda que o Estado interfira em suas relações.626/33.769/RS.Disponibilização: sexta-feira. do CPC. isentando-a de custas.595/64. que cabe ao CMN estabelecer a taxa de juros.Lei 8.09. revogou nas operações realizadas por instituições do Sistema Financeiro. os juros quando praticados por instituição financeira integrante do Sistema Financeiro Nacional observam regramento próprio. Vale salientar. nos termos do art. na Súmula 596. apenas porque entende acobertada por lei social. no artigo 4º. que dispõe : "Se a decisão recorrida estiver em manifesto confronto com súmula ou com jurisprudência dominante do Supremo Tribunal Federal. apenas para permitir a cobrança da taxa de juros remuneratórios conforme pactuada no contrato. e como um plus em defesa do Consumidor inquestionável que os contratos celebrados entre as partes é de adesão. pois. No que diz respeito à taxa de juros remuneratórios contratada..TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 6º. eis que. ou de Tribunal Superior. Severiano Aragão/Confira ADV 86 589). ao dispor em seu Artigo 4º.. 205.595/64 estabeleceu. que cabe ao CMN limitar as taxas de juros.Relator: Des.990/RS. O recurso comporta julgamento monocrático. 557. ao Código de Defesa do Consumidor .2012. é válido asseverar. 18 de abril de 2013 Lisbete M. de acordo com a lei de regência. Registre-se. em síntese. ao ser publicada a Súmula n. do CDC. inciso V. O CMN. com apoio na Lei 4595. nas questões restantes mantém-se a sentença em sua inteireza por seus próprios e jurídicos fundamentos. consagrou essa liberação nas operações realizadas por Instituições Financeiras" (TJRJ/Apelação Cível 1171/98 . as restrições que previam teto máximo. tendo em vista que a Lei n° 4. do Código de Processo Civil. fixando os juros remuneratórios à taxa média de mercado. Adota-se o relatório da sentença atacada. É o relatório. de fls. além de não ficar as entidades creditícias sujeitas à limitação da Lei de Usura. impõe-se dar provimento parcial ao recurso. que julgou improcedente os pedidos formulados por Rita de Cássia Ferreira Rocha. os encargos devidos são aqueles que decorrem do contrato. DJ: 31/03/2003.§ 1º-A. e. salvo exceções legais. de caráter genérico. Feitas essas considerações. pois conforme entendimento majoritário.078. liberou os juros e taxas bancárias. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 157 no pagamento. 91/104. Salvador.8. da incidência do Código de Defesa do Consumidor. por si ajuizada contra BV Financeira S/A Crédito Financiamento e Investimento. É cediço ainda que. Esclareço desde logo. ainda. que rege a política econômico . assinale-se ainda o REsp n. atualmente. segundo o qual é plenamente viável "a modificação das cláusulas contratuais que estabeleçam prestações desproporcionais ou sua revisão em razão de fatos supervenientes que as tornem excessivamente onerosas". Se a política econômica governamental . como tal. nos termos do REsp n. a Lei n° 4. as instituições financeiras não estão limitadas ao teto de juros de 12% a. perante o Juízo da 9a Vara dos Feitos de Relação de Consumidor. que a revisão não implica violação ao princípio pacta sunt servanda. para anular ato jurídico. da proibição de capitalização de juros.monetária nacional. de plano. Inconformada. não possui razão a Autora/apelante. Min. O Apelado apresentou as contrarrazões às fls. DJ: 07/08/2000. Rel. Min. em face de cláusulas consideradas demasiadamente onerosas. e o STF. declarando não haver abusividades nas cláusulas contratadas. com amparo no artigo 557. 453. Sálvio de Figueiredo Teixeira. Teixeira Almeida Cézar Santos PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lisbete M. Cíveis e Comerciais da Comarca de Salvador. requerendo a limitação ao patamar de 12% a. Teixeira Almeida Cézar Santos PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0335561-77. Assim.90) às relações de consumo que envolvem as entidades financeiras: "O Código de Defesa do Consumidor é aplicável às instituições financeiras.

" (STJ-4a Turma. 212362/RS. prevista no art. Teixeira Almeida Cézar Santos PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lisbete M.170-36/2001. Ed. que a norma inscrita no § 3º do art. O que não aplica-se ao caso em tela. mas econômica. Recurso extraordinário conhecido e provido". do STF. Turma. 1.263-3 . inc. por expressiva maioria. pois é nelas que se constada e concentra a incidência da potencialização dos juros.170-36/2001. desde que expressamente pactuada.0274 Apelação Apelante : Banco Honda S/A Advogado : Mariza Dias Cardoso Botelho (OAB: 16521/BA) Advogado : Kaliandra Alves Franchi (OAB: 14527/BA) Advogado : Elza Maria Silva Lima Sacramento (OAB: 13127/BA) Apelado : Dayse Evans Soares de Brito Advogado : Sinvaldo Araújo da Silva (OAB: 13234/BA) Intime-se o Apelante para. Saraiva. deve prevalecer no caso em tela. Portanto. Relator Min. do artigo 557.MULTA . 57/59. Dje 08. 22. § 3º). do CPC.6º. É válida a incidência de juros acima dos parâmetros estipulados constitucionalmente. consoante a súmula 596 do STF. qual seja. Necessidade da edição da lei complementar exigida pelo texto constitucional. há cláusula expressa prevendo a cobrança de capitalização de juros.§3º.p. colacionar aos autos os originais dos DAJS de 139\140 e 142\143. Des. entendeu. RE 1. Nesse sentido: "AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO. 02. estipulada pelas partes em contrato de empréstimo bancário. Teixeira Almeida Cézar Santos PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0006752-44. por força do art. nega-se provimento ao apelo para manter a sentença em sua inteireza por seus próprios jurídicos fundamentos. é possível a capitalização mensal dos juros nas operações realizadas por instituições integrantes do Sistema Financeiro nacional. Recurso extraordinário conhecido e provido. 2. Salvador. A regra da limitação de juros a 12% ao ano. configurando a onzena. com amparo no art.III do CDC.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Negou-se provimento ao apelo.A. tendo em vista. Limite fixado em 12% A. cláusula n°13. Min. a jurisprudência do egrégio STJ supramencionada é pacífica no sentido de que deve haver cláusula expressa sobre a capitalização. Ilmar Galvão)".01. 18 de abril de 2013 Lisbete M. (RE n. 192. não havendo cláusula escrita e havendo. Negar provimento. era norma tida como de eficácia contida e já tinha esse entendimento consolidado perante o excelso Supremo Tribunal Federal: "Juros. "O Supremo Tribunal Federal. Às instituições públicas ou privadas que integram o sistema financeiro nacional. não se aplicam as disposições do Decreto n. no julgamento da ação direta de inconstitucionalidade n. 192. por evidente tal deve ser recalculado e afastada a capitalização das prestações. A jurisprudência desta Eg. (TJDF . para efeito de sua plena incidência. não é de eficácia plena e está condicionada à edição da lei complementar que regulará o sistema financeiro nacional e. no prazo de cinco dias. Limite constitucional. Assim. 1999. 192 da Constituição Federal. (Ac.2. AGRAVO REGIMENTAL DESPROVIDO. Impossibilidade de sua aplicação imediata.CHEQUE ESPECIAL . pelo que viola o princípio da necessária informação ex vi do art. AgRg no Ag 1043882/MG. o tema é recorrente e a controvérsia já se encontrava resolvida. conforme definido pelo Banco Central. De modo que. com ele. 50 da MP 2. fls.170-36.11. Assim sendo.Rel. Cív. mesmo antes da modificação constitucional introduzida pela Emenda n° 40. da CF. 9-8-94) in Alienação Fiduciária e Sua Interpretação Jurisprudencial. desde que pactuada nos contratos bancários celebrados após 31 de março de 2000. em caráter necessário. Taxa de juros reais.626/93. p.APC 20000150008722 .5ª T. Quanto à cobrança de juros capitalizados. 192. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 158 estabelece uma taxa de juros das mais elevadas. art. pois. Rel. rel. CAPITALIZAÇÃO DE JUROS.norma constitucional de eficácia limitada . não se revela possível a aplicação imediata de taxa de juros reais de 12% a. §3º. Un. da nossa Constituição. 1a. que no contrato colacionado aos autos.963-17/2000. Unânime". Unânime. não é razoável que se imponha às instituições financeiras. não é auto-aplicável. CONTRATO POSTERIOR À EDIÇÃO DA MEDIDA PROVISÓRIA N0 1. 557.2010). Ademais.Disponibilização: sexta-feira. Em face das razões expendidas. a simples referência aos juros não é autorização bilateral.a.§ 1º-A. Raul Araújo. REEDITADA SOB O N0 2. da Carta Política . ilegal e abusiva. Salvador. 43)". 192. Min.05. reeditada sob o n0 2. através da qual a limitação de juros a 12% ao ano.8. Não havendo cláusula expressa. consubstanciada que era no §3º do artigo 192. Aplicabilidade da legislação anterior à CF/88.constitui preceito de integração que reclama. que captam recursos no mercado. 18 de abril de 2013 Lisbete M. A regra inserida no art. os juros pactuados pelas partes. de maio de 2003. Ausente a lei complementar reclamada pela Constituição.778.96317/2000. 03. a capitalização dos juros. CAPITALIZAÇÃO PACTUADA. Norma de eficácia limitada.CONTRATO DE ABERTURA DE CONTA . conforme disposição contida no art. 31/03/2000.DJU 7. "COBRANÇA . 314-315".JUROS . o Superior Tribunal de Justiça já assentou o entendimento de que. Romeu Gonzaga Neiva . O resultado seria a falência do sistema bancário. 04. que os repassem aos clientes por uma taxa menor do que aquela que pagaram. data da publicação da primeira medida provisória com previsão dessa cláusula. 4.2011. desde que respeitada a taxa média de mercado. a mediação legislativa concretizadora do comando nela positivado. do texto constitucional". da 1ª T. (CF. Norma constitucional de eficácia limitada. Celso de Mello.INCIDÊNCIA DE CORREÇÃO MONETÁRIA . a disciplina dos juros. Corte pacificou-se no sentido de que a cobrança da capitalização dos juros é admitida nos contratos bancários celebrados a partir da edição da Medida Provisória n0 1. Agravo regimental a que se nega provimento.2001 .RS. § 3º. Justiniano Magno Araújo. . por outro lado. a questão da taxa de juros não é jurídica. Teixeira Almeida Cézar Santos . j. sendo.

Gardenia Duarte. 18 de abril de 2013 Lisbete M.419/2006. Por Doralice Átila Brito Advogado : Sonia Maria Ferreira Martins (OAB: 6053/BA) Advogado : Almir Moreira Passo (OAB: 617B/BA) Agravado : Robélia Souza Advogado : Claudionor Ramos Neto (OAB: 17462/BA) Advogado : Francisco de Assis Holanda (OAB: 20731/BA) Advogado : Raimundo Dias Viana (OAB: 2748/BA) Advogado : Agnaldo Dias Viana (OAB: 5525/BA) Em face do despacho de fl. o feito deve voltar à relatoria da Desa. verifica-se que a sentença fora publicada no DJE de 10 de outubro de 2012. pelo que determino a sua remessa para o SECOMGE. É o relatório. 53.05. visando o cumprimento de tal diligência. Por tudo quanto exposto.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . tendo a presente apelação cível sido interposta somente em 30 de outubro de 2012.Empresa Baiana de Aguas e Saneamento S/A Advogado : Fábio Almeida E Silva (OAB: 21923/BA) Cuida-se de apelação cível interposta por Carlos Alberto Cairo Lisboa contra sentença de fls. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0008237-62. face a sua manifesta inadmissibilidade.0113 Apelação Apelante : Carlos Alberto Cairo Lisboa Advogado : Fabricio Zanotelli (OAB: 15366/BA) Apelado : Embasa. como se vê às fls.2002. Teixeira Almeida Cézar Santos PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0002923-68. Salvador.8. 4º da Lei 11.0000/50001 Agravo Regimental Agravante : Espolio de Henrique Brito Filho Rep. com fulcro no art.0000/50001 Agravo Regimental Agravante : Espolio de Henrique Brito Filho Rep. apresenta-se manifestamente intempestiva. pois sabido e consabido que quando a publicação é veiculada no Diário da Justiça Eletrônico considera-se realizada a intimação no primeiro dia útil posterior ao da disponibilização do ato judicial. 557 do CPC. 53.Disponibilização: sexta-feira.2010. Não há que se conhecer do presente recurso. 81.8. o feito deve voltar à relatoria da Desa. razão porque o prazo recursal teve seu termo final em 26 de outubro de 2012. visando o cumprimento de tal diligência. Publique-se. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 159 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lisbete M. como previsto no § 3º do art. Deste modo. Salvador. 77/80 que julgou improcedente o pedido formulado em sede de ação indenizatória si formulado em desfavor da EMBASA. tendo o prazo recursal início no dia 12 de outubro de 2012. Gardenia Duarte. Do exame dos autos. Intimem-se. Teixeira Almeida Cézar Santos QUARTA CÂMARA CÍVEL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0008237-62. face a sua intempestividade.8. Publique-se. Por Doralice Átila Brito Advogado : Sonia Maria Ferreira Martins (OAB: 6053/BA) Advogado : Almir Moreira Passo (OAB: 617B/BA) Agravado : Robélia Souza Advogado : Claudionor Ramos Neto (OAB: 17462/BA) Advogado : Francisco de Assis Holanda (OAB: 20731/BA) Advogado : Raimundo Dias Viana (OAB: 2748/BA) Advogado : Agnaldo Dias Viana (OAB: 5525/BA) Em face do despacho de fl. pelo que determino a sua remessa para o SECOMGE.05. Salvador.05. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá . Intimem-se.2010. nega-se seguimento ao presente recurso.

manejados pela Embargante. e tido como sendo o 4º volume pela representante do Parquet. Salvador. com pedido de efeito modificativo. II e III do CPC. em síntese. como se vê. 514.836) Cito jurisprudência no trato da matéria: "EMENTA: PROCESSUAL CIVIL . 514. em 01/02/2013. a falta de coerência da argumentação do Embargante é notória.Disponibilização: sexta-feira. Da leitura da petição de fls. com o propósito de pré-questionamento. O Embargante. Justiça : Marilia de Campos Souza Em atendimento a manifestação ministerial de fls. Público : Avani Bulhoes Carvalho Procª. por exemplo. ARRUDA ALVIM preleciona: "O pedido há de mostrar congruente com os fundamentos expostos. o Princípio da Dialeticidade. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 160 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Cynthia Maria Pina Resende PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000009-91. se apresentada. Sobre este princípio. ainda.INOCORRÊNCIA . até 28/7/2009.264. Cr/02 0041588-57. conforme disciplina o art. 73/74). o relatório. por ausência de requisito de admissibilidade. ferindo. p. embargos declaratórios. Eliana Calmon. setenta reais e cinqüenta e seis centavos). 514. se deixa o apelante de atacar especificamente os fundamentos da sentença em suas razões recursais. haver o Acórdão embargado reformado a decisão liminar para que o Recorrente depositasse em juízo as parcelas contratadas. no prazo de 10 (dez) dias. pois este decidiu por anular a sentença extintiva que fora fundamentada na inércia da parte relativamente à continuidade do processo. em seguida. GZ Editora. 0111493-52. 17 de abril de 2013. Liminar fora deferida em favor do Embargado para a reintegração de posse do veículo objeto da lide (fls. pois. Decido. seja reformado o Acórdão impugnado para "manter a decisão guerreada". 96/98).NÃO CONHECIMENTO . cujo valor das parcelas em atraso do financiamento de Arrendamento Mercantil. 267. cuja petição não vislumbro acostada aos autos.Comercio e Turismo Ltda Advogado : Manoel Joaquim Pinto Rodrigues da Costa (OAB: 11024/BA) Advogado : Mariangela Leal Espinheira (OAB: 15313/BA) Em atendimento à manifestação ministerial de fls. 3.8. por desinteresse do autor (fls.05. à unanimidade de votos. Recurso especial a que se nega provimento". Inicialmente.8. Intimem-se." (in Comentários ao Código de Processo Civil. já alcançava o montante de R$3.05. 1. determino à Secretaria da Quarta Câmara Cível que providencie.2009. sendo inadmissível a apelação. conforme requerido pela eminente Procuradora de Justiça. pois se trata de Acórdão que julgou Apelação e não Agravo como alega o Embargante e. se isso não bastasse. caracterizando a deficiente fundamentação do recurso. 94). Não se conhece da apelação. 2012. Precedentes do STJ. ao final. 212) "EMENTA: EMBAR- . 113/119) alegando que o Acórdão embargado "decidiu.Min.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . ou que seja certificada a sua não apresentação.05. 2.ART. DJ 20/06/2005. na qual os fundamentos abordem a invalidade da sentença e o pedido pleiteie a reforma do ato.8. O Banco/autor apelou da sentença (fls. Cumpra-se com urgência. através do sistema leasing.Segunda Turma.FUNDAMENTAÇÃO DEFICIENTE . a reconstituição das páginas finais do Processo nº 1917-1/2005 (Agravo Cível) que se encontra acostado a estes autos.0001/50000 Embargos de Declaração Embargante : Jamison Dehanles Calasanes dos Santos Advogado : Cleyton de Souza Santos (OAB: 35240/BA) Embargado : Banco Finasa S/A Advogado : Carlos Marcelo Souto de Abreu (OAB: 26851/BA) Advogado : Patrícia Souto Viana (OAB: 30938/BA) Advogado : Elizete Aparecida de Oliveira Scatigna (OAB: 26262/BA) Advogado : Ticiana Carvalho da Silva (OAB: 20958/BA) Trata-se de Embargos de Declaração.2009. insculpido no art. Salvador. 108/111).070.APELAÇÃO . Publique-se.0114 Apelação Apelante : Douglas Valente de Oliveira Advogado : Gilzete da Costa Silva (OAB: 13207/BA) Apelado : Eap . É. com fulcro no art. Guimaraes Prom. que alega. II do CPC. L. Portanto. Rel. Cumpra-se.2003. (REsp 620558 / MG. data pub.RECURSO ESPECIAL IMPROVIDO.VIOLAÇÃO . como afirma o Recorrente. DO CPC . II. que consultando o SAJ constatei que foram opostos. Ressalto.56 (três mil. A douta a quo sentenciou o feito no sentido de extinguir o processo sem julgamento do mérito. T2 . converto o processo em diligência e determino à Secretaria da Quarta Câmara Cível que providencie a remessa dos autos à origem para juntada das contrarrazões do Estado da Bahia. p. 17 de abril de 2013.624/625. registro que trata-se da Ação de Reintegração do Posse intentada pelo Banco/Embargado contra o Embargante. do CPC.113/119 verifica-se que a fundamentação dos Declaratórios não mantém qualquer correlação com o teor do Acórdão embargado.0001 Apelação Apelante : Base Industria e Comercio Ltda Advogado : Anna Cavalcanti Fadul (OAB: 24240/BA) Apelante : Ministerio Publico Apelado : Estado da Bahia Apelado : Base Industria e Comercio Ltda Proc. sendo o apelo provido para anular o decisum e determinar o prosseguimento do feito (fls. julgar provido o agravo. vale ainda ressaltar que não se adentrou no mérito da causa. devendo essa Secretaria providenciar a sua juntada. para que o embargante depositasse em juízo as parcelas contratadas" e requer. ingressa com os Declaratórios (fls. É visível que as razões recursais estão dissociadas do conteúdo da decisão embargada. II. Estado : Izabel C.

Relatora: MÁRCIA DE PAOLI BALBINO)." (TJMG.01. Apelação Cível Nº 497. pedido esse indeferido pelo Juízo a quo. A impugnação aos fundamentos da decisão recorrida constitui requisito genérico de admissibilidade dos recursos. Que.5173746/000. em 08/01/2013 o magistrado.Disponibilização: sexta-feira. do prazo para apelar daquela sentença. seja dado total provimento ao Agravo.8. de Materiais Eletricos Ltda Agravado : Luiz Inacio Chaves de Castro Trata-se de Agravo de Instrumento interposto por DESENBAHIA . AÇÃO DE INDENIZAÇÃO. mas as tentativas de citação do apelante para dar prosseguimento ao feito restaram frustradas em decorrência da mudança de seu endereço. não há como conhecer do mesmo. para que seja anulada a decisão. 15ª Câmara Cível. em fevereiro de 2012 foi declinada a competência para uma das Varas Cíveis de Itabuna.FUNDAMENTAÇÃO DA SENTENÇA .05. contudo. determino sejam requisitadas informações ao Juiz de Direito da 3ª Vara das Relações de Consumo.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . que se perdeu em incêndio ocorrido na sede do Ministério Público. especificamente. Dr. que. assim. IV. extinguiu o feito com resolução do mérito. Acrescenta que protocolou petição em 15. mesmo que. o que gerou o presente Agravo.IMPUGNAÇÃO OBRIGATORIEDADE. em 28. os pontos da sentença que deseja reformar.2013 (diz 23 na inicial do Agravo) pugnou pela habilitação de crédito pela Desenbahia. juntando atos constitutivos e contrato de cessão de crédito. movida por Hannah Ferreira Nunes contra José Porfírio de Miranda e Silva. constata-se que visa a reconstituição da Ação de Investigação de Paternidade c/c Alimentos nº 0128236-89. Presentes os pressupostos de admissibilidade Considerando que não houve pedido de efeito suspensivo e com o intuito de proferir decisão adequada à situação. Que. sem ao menos reiterar os argumentos anteriormente articulados.2013. RAZÕES DO RECURSO DE APELAÇÃO. declarando a ocorrência da prescrição intercorrente.APELAÇÃO .1999. determinando o retorno dos autos ao Juízo de origem a fim de que este devolva ao Agravante o prazo para recorrer. contra sentença que julgou procedente a demanda. 18 de abril de 2013 Aidê Ouais PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Antonio Pessoa Cardoso PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0006182-27. Se no recurso não há a impugnação aos fundamentos da decisão atacada.0001-0. INTELIGÊNCIA DOS ART. Cíveis e Comerciais de Itabuna. posto que ausente um dos requisitos de admissibilidade.413-0. posto que os mesmos ainda não foram citados. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 161 GOS À EXECUÇÃO .0000 Agravo de Instrumento Agravante : Desenbahia . Salvador. tendo o agravante manifestado interesse no prosseguimento do feito em 06/03/2012. Requer. portanto. também. Aduz o Agravante que o Banco Baneb intentou a Execução de Título Extrajudicial em face dos agravados em dezembro de 1997. por fim. Processo distribuído à Quarta Câmara Cível. Por tudo quanto exposto. Jorge Luiz Andrade Fraife. no decorrer das razões. o advogado constituído pelo Baneb retirou os autos em carga. dentro. Relator: JOSÉ AFFONSO DA COSTA CÔRTES) "APELAÇÃO CÍVEL. 17 de abril de 2013. nos autos da Execução de Título Extrajudicial.00.1999. . Deixo de determinar a intimação dos Agravados. NÃO CONHEÇO dos Embargos Declaratórios. Público : Armenia Cristina Santos. 269. no ano de 1998. 17ª Câmara Cível.05. Apelação Cível Nº 2. Que foi expedido mandado de citação e que após quase dois anos.8.01. sem. Apelação não conhecida.0000. declarando a prescrição intercorrente.Agência de Fomento do Estado da Bahia S/A Advogado : Pedro José Souza de Oliveira Junior (OAB: 12746/BA) Advogado : Eduardo Silva Lemos (OAB: 24133/BA) Agravado : Watec Com. todavia. MERA MENÇÃO ÀS PEÇAS DO PROCESSO. em 09. após anos de inércia do Judiciário. fulcrando-se no art. ainda. de argumentos já delineados em outras peças dos autos. o que impediu o Agravante de ter acesso aos autos. O apelante deve atacar. Salvador. IV.0000 Restauração de Autos Requerente : Ministerio Publico do Estado da Bahia Prom. cabendo-me a relatoria. do CPC. haver despacho do a quo sobre a sua manifestação. do CPC. 269. não pode ser ele conhecido. Informa que. RECURSO NÃO CONHECIDO. levando-o a pleitear a devolução do prazo para recorrer. para que as preste no decêndio legal.AGÊNCIA DE FOMENTO DO ESTADO DA BAHIA S. Juíza Aidê Ouais Relatora Convocada Salvador. utilize-se. Se o recurso de apelação não ataca pontos da sentença. não foi devolvido o referido mandado e também não se tem conhecimento de terem sido os devedores citados. movida contra os ora agravados.805. que foi interposta a apelação cível nº 0040748-7.SENTENÇA . 18 de abril de 2013 Cynthia Maria Pina Resende PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Aidê Ouais PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0006084-51." (TJMG.RAZÕES RECURSAIS . Publique-se e Cumpra-se. que entendeu não ter havido revogação de mandado ao Dr.2013 juntando procuração e substabelecimento e. 17 de abril de 2013.A.2013. DESPACHO Da análise da presente Restauração de Autos.01. CR/05 Salvador. nos moldes do art. extinguiu o feito com resolução do mérito. SENTENÇA NÃO ATACADA COMODISMO DO RECORRENTE. 514 E 515 DO CPC. Juiz de Direito da 3ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo Cíveis e Comerciais de Itabuna. Sr. em face da decisão proferida pelo Exmo. Verifica-se. É o que basta relatar. referindo-se apenas à contestação.

com o fim de atribuir efeito suspensivo à decisão que. 545 do CPC e art.0000/50000 Agravo Regimental Agravante : Valmir Santos Guimaraes Advogado : Lázaro Augusto de Araújo Pinto (OAB: 19186/BA) Advogado : Matheus Pinheiro Vardanega Tourinho (OAB: 21507/BA) Agravado : Banco Itaucard S/A Advogado : Nelson Paschoalotto (OAB: 24665/BA) DECISÃO Trata-se de Agravo Regimental interposto contra Acórdão de fls. Publiquese. a nosso ver. p. 1974. ANTONIO PESSOA CARDOSO RELATOR 0012096-52. para fornecimento dos atuais endereços das partes. 557 do CPC. Des. de outro lado. Arquive-se. o agravado não apresentou contrarrazões. resta evidenciada a inadequação da via recursal eleita para os fins pretendidos.0000/50000 .TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Este o breve relatório. ANTONIO PESSOA CARDOSO RELATOR 0012596-55.131). 16 de abril de 2013. Com efeito. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 162 inclusive aquela realizada por oficial de justiça. DES. nego seguimento ao Agravo Regimental. DES. conforme certidões de fls. vol.2011.2011.05. enseja a preclusão consumativa em relação ao presente recurso. Colhe-se do Sistema de Automação do Judiciário (SAJ) que o processo principal foi arquivado definitivamente. 17 de abril de 2013. Isto posto. 21. Salvador .8.05. que deu provimento parcial ao Agravo de Instrumento interposto por Valmir Santos Guimarães. consubstanciado no interesse processual na necessidade e utilidade da prestação jurisdicional. emanado da Quarta Câmara Cível deste Tribunal. com fulcro no art. (fls. 102/103. ANTONIO PESSOA CARDOSO RELATOR 0010917-83.05. em 25/08/1995. Salvador. 16 de abril de 2013. falece objeto ao recurso pelo superveniente arquivamento dos autos que originaram este recurso. intime-se o representante do Ministério Público para manifestar se tem interesse no seu prosseguimento. Forense.8. da interposição do recurso. Sobre o tema de interesse processual preconiza BARBOSA MOREIRA: "A noção de interesse. considerando que o processo.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Francisco da Conceicao Advogado : Epifânio Dias Filho (OAB: 11214/BA) Agravado : Banco Bradesco Financiamento S/A DESPACHO Intime-se a parte agravante sobre a certidão de fls. Salvador. de fls. fl.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Tarcisio Correia Neves Advogado : Epifânio Dias Filho (OAB: 11214/BA) Advogado : Tainara Reis Aflitos (OAB: 27944/BA) Agravado : Banco Bv Financeira S/A DESPACHO Intime-se a parte agravante sobre a certidão de fls. do ponto de vista prático. Constatando-se que o referido Agravo Regimental foi manejado contra decisão colegiada. Publique-se. 17 de abril de 2013.2011.106/115. Ante o exposto. quando proferida nos termos do art. Salvador. não foi movimentado por ambas as partes.0000/50001 Agravo Regimental Agravante : Valmir Santos Guimaraes Advogado : Lázaro Augusto de Araújo Pinto (OAB: 19186/BA) Advogado : Matheus Pinheiro Vardanega Tourinho (OAB: 21507/BA) Agravado : Banco Itaucard S/A Advogado : Nelson Paschoalotto (OAB: 24665/BA) DECISÃO A interposição do Agravo Regimental nº 0012096-52.2011. em 08/03/2013. DES. Salvador. necessidade da via que se escolhe para obter essa providência. 235-236). que proíbe a interposição simultânea de recurso. DES. assim. 8 de abril de 2013. eis que interposto de forma equivocada. que lhe seja necessário usar o recurso para alcançar tal vantagem" (Comentários ao Código de Processo Civil.BA. O interesse em recorrer. do que a emergente da decisão recorrida. Também restou sem resposta Ofício encaminhado para Receita Federal. 17 de abril de 2013.Disponibilização: sexta-feira. Desta forma. Antonio Pessoa Cardoso Relator . Assim.102.102.8. no binômio utilidade/ necessidade: utilidade da providência judicial pleiteada. nego seguimento ao presente Agravo Regimental. repousa sempre. interposto pela mesma parte.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Ericelia Marcês Silva de Sena Advogado : Rize Lêda Rezende Oliveira (OAB: 14349/BA) Advogado : Rafaela Conceição Freire Façanha Sampaio (OAB: 21403/BA) Agravado : Nevson Caider Alves de Sena DECISÃO Cuida-se de agravo de instrumento. Falece objeto ao procedimento recursal.2011. é preciso que o recorrente possa esperar. em face do princípio da unirrecorribilidade recursal. desde do seu julgamento de primeiro grau.05. Publique-se. Publique-se.805.05. no processo. Embora intimado. o agravo regimental é hipótese de recurso cabível apenas contra decisão monocrática do Relator. Publique-se. resulta da conjugação de dois fatores: de um lado.2010. 319 do Regimento Interno deste Tribunal. ANTONIO PESSOA CARDOSO RELATOR 0012096-52.8. Foi indeferido o efeito suspensivo. 91 e 114. V. julgo extinto por perda de objeto o procedimento recursal. Salvador. Ante o exposto.8. Antonio Pessoa Cardoso Relator 0010699-55. Des. arbitrou alimentos provisórios no valor de 15% do salário líquido do agravado. em data posterior (12/03/2013). a consecução de um resultado a que corresponda situação mais vantajosa. em Ação de Divórcio c/ c Alimentos.

representado. Publique-se.805. com voto vencido pela douta maioria no julgamento do presente recurso. julgando improcedente sua Ação Ordinária de Revisão de Cláusulas Contratuais nº 0024313-27.05.0001 Apelação Apelante : Aurizio Miranda Santana de Carvalho Advogado : Leon Souza Venas (OAB: 26715/BA) Apelado : Santander Leasing S/A Arrendamento Mercantil Advogado : Jamile Bárbara da Hora Serrano (OAB: 28930/BA) Vistos estes autos. Intimem-se. DES. Oportunamente dê-se baixa dos autos no setor competente. Por tais razões. 0318853-49.05. CÓPIA DA DECISÃO SUBSTITUIRÁ OFÍCIO/MANDATO Salvador. Justiça : Elna Leite Ávila Rosa Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Acolhimento de Embargos de Declaração.2011.0001 proposta contra BANCO SANTANDER LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL. 18 de abril de 2013 Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Quarta Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 16 de abril de 2013 0025708-59.0001/50000 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Isabella Cristina Borges Lima Coutinho Advogado : Anna Lucia Augusto dos Santos Veras (OAB: 5443/BA) Embargado : Leonardo Araujo Coutinho Advogado : Joel de Souza Neiva Junior (OAB: 21118/BA) Advogado : Renata Silva Alves (OAB: 35288/BA) Procª. passou a manifestar desistência no prosseguimento do feito. proferida pelo MM Juiz de Direito da 3ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo Cíveis e Comerciais da Comarca de Salvador.05. ANTONIO PESSOA CARDOSO RELATOR Salvador.05. nos termos do dispositivo legal mencionado declara-se extinto o procedimento recursal. desistir do recurso.8. AURIZIO MIRANDA SANTANA DE CARVALHO. Reza o art. 93/99. do Estado da Bahia Em Favor da Const. fls.2011.Disponibilização: sexta-feira.0001/50000 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Aderbal Vieira da Silva Embargante : Adilson Fernandes dos Santos Embargante : Antonio Carlos Sousa Lopes Embargante : Delcker Rodrigues de Melo Embargante : Dilson Moreira Rios Embargante : Edson Martim Barbosa Embargante : Expedito Matos Barbosa Embargante : Eudes Costa Santos Embargante : Fidelis Barbosa dos Santos Embargante : Geraldo Vaz de Quadros Embargante : Gilberto Conceicao . Salvador . sem a anuência do recorrido ou dos litisconsortes.116/117). oportunamente. em face do desaparecimento do interesse de agir.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . a qualquer tempo. Civil e Ind. 18 de abril de 2013 Antonio Pessoa Cardoso PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0024313-27. Cumpram-se formalidades legais.2012.8. da Bahia S/A Proc. Unânime. como voto vencedor apreciar os Embargos de Declaração interpostos pelo Município de Salvador.2003. cabe à relatora.0001/50000 Embargos de Declaração Embargante : Municipio do Salvador Embargado : Curadoria Espec. 501 do Código de Processo Civil que o recorrente poderá. 3 de abril de 2013.8. da Defensoria Púb. (fls.2008. interpõe recurso de apelação visando reforma da sentença.8.BA. No entanto. Município : Andréa Claudia Ribeiro Oliveira Defensor : Rosane Teixeira Garcia Rosa DESPACHO Em que pese ter sido relator da apelação. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 163 0145212-35.

8.8. 0010788-17. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 164 Embargante : Irenio Gomes de Matos Embargante : Ivanilso de Oliveira Santos Embargante : João Oliveira Marques Embargante : Jonatan Machado Torres Embargante : Jonathas de Assencao de Santana Embargante : Jose Carlos Vieira Ferreira Embargante : José Raimundo Farias Ferreira Embargante : Miguel Arcanjo Alves Embargante : Osmario Paulino Santos Embargante : Pedro Lemos Carnauba Filho Embargante : Rivas Queiroz de Souza Advogada : Diana Perez Rios (OAB: 22371/BA) Advogado : Robertto Lemos e Correia (OAB: 7672/BA) Embargado : Estado da Bahia Proc. Unânime.0189/50000 Embargos de Declaração Comarca : Paripiranga Embargante : Municipio de Paripiranga .8. 0000281-10. Unânime. 0022289-85.8. Estado : Antonia Oliveira Boaventura Martins Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Acolhimento de Embargos de Declaração. Justiça : Maria Ivone Souza Rocha Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Acolhimento de Embargos de Declaração.2007.0085/50000 Embargos de Declaração Comarca : Glória Embargante : Chesf-companhia Hidro Eletrica do Sao Francisco Advogado : Mario Jorge Cardoso de Oliveira (OAB: 18089/BA) Advogado : Kildare Jose Marinho Soares (OAB: 2901/SE) Embargado : Adelina Maria de Menezes Embargado : Antonio Olegario de Melo Embargado : Luciene Elisbao de Melo Embargado : Antonio Jose de Sa Advogado : Elizabeth Guedes de Carvalho Pimentel (OAB: 622A/BA) Embargado : Cristiano Gomes Fonseca Embargado : Severino Apolinário de Sá Embargado : Alaíde Marques da Silva Embargado : Anibal José de Sá Embargado : Manoel Araujo de Souza Embargado : Antonio Silva Sa Procª.2007.2002.0080/50000 Embargos de Declaração Comarca : Feira de Santana Embargante : Irene Idalice de Oliveira Silva Advogado : Bárbara Tatiana Gonçalves Amorim (OAB: 19020/BA) Embargado : Aventino Soares dos Santos Advogado : Fabiano Feitosa Sampaio (OAB: 21805/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Acolhimento de Embargos de Declaração.2008.05. 0070347-02.Disponibilização: sexta-feira. Unânime.05. Estado : André Luiz Peixoto Fernandes Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Embargos de Declaração Não-Acolhidos à Unanimidade 0000034-31.2010.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05.8.05.0001/50001 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Marcos Aurelio Vasconcelos de Oliveira Advogado : Jairo Andrade de Miranda (OAB: 3923/BA) Embargado : Telemar Norte Leste S/A Relator : José Olegário Monção Caldas Decisão : Não-Acolhimento de Embargos de Declaração.0001/50000 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Estado da Bahia Embargado : Atende Comercio de Alimentos Ltda Advogado : Matheus Moraes Sacramento (OAB: 21250/BA) Proc.05. Unânime.

8.0001/50000 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Tania Maria Brito dos Santos Advogado : Erico Lima de Oliveira (OAB: 12496/BA) Advogado : Catiane Qellem Oliveira dos Santos (OAB: 17178/BA) Embargado : Estado da Bahia Proc. 18 de abril de 2013. Salvador. Unânime.. Pública : Camila Angelica Canario Vistos estes autos.05. 192 da Constituição .Disponibilização: sexta-feira.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Irene Cardoso de Araújo Advogado : Antonio José Marques Neto (OAB: 2702/BA) Advogado : Antonio Terêncio Gouvêa Luz Marques (OAB: 14179/BA) Advogado : Fabiano Barretto Oliveira (OAB: 32840/BA) Advogado : thiago paiva de azevedo (OAB: 35426/BA) Agravado : Elvis Brito Santana Advogado : Simone Cristina Figueiredo Pinto (OAB: 9002/BA) Ouça-se o Ministério Público. Salvador. Justiça : Maria Ivone Souza Rocha Relator : José Olegário Monção Caldas Decisão : Não-Acolhimento de Embargos de Declaração. opôs Embargos de Declaração. após outros julgamentos.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05. 211/217. Estado : José Luiz Maia Borges Embargado : Erinaldo Andrade Souza Relator : Gardenia Pereira Duarte Decisão : Não-Acolhimento de Embargos de Declaração. Unânime. AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A.2013. Estado : Andre Luiz Peixoto Fernandes Procª. concluindo pela possibilidade da incidência de juros remuneratórios à taxa média de mercado à época da contratação e ilegalidade na aplicação da capitalização de juros e da comissão de permanência. Diana Virginia de Souza Bastos Diretor(a) da Secretaria do(a) Quarta Câmara Cível PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Gardenia Pereira Duarte PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000944-36. através do seu representante legal.2006. que deu provimento parcial ao recurso de apelação contra si interposto por ALAIDE DUARTE DE SANTANA. fls. em parte.05.0082/50000 Embargos de Declaração Comarca : Gandu Embargante : Estado da Bahia Proc.1998. 220/233. 0000148-18.05. fls.2007.8.8. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 165 Advogado : José Souza Pires (OAB: 9755/BA) Embargada : Terezinha Rabelo Fontes Advogado : Antonio Italmar Palma Nogueira Filho (OAB: 13487/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Acolhimento de Embargos de Declaração. visando prequestionar matéria para fins de interposição de recursos ordinário e extraordinário. violando o art. 18 de abril de 2013 Gardenia Pereira Duarte PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0025568-93.0001/50000 Embargos de Declaração Embargante : Aymoré Crédito Financiamento e Investimento Advogado : Mariana de Souza Lima (OAB: 32590/BA) Advogado : José Augusto Silva Leite (OAB: 8270/BA) Advogado : Leilane Cardoso Chaves Andrade (OAB: 17488/BA) Advogado : Ana Luiza de Oliveira Lédo Mendonça (OAB: 23338/BA) Advogado : Jamile Bárbara da Hora Serrano (OAB: 28930/BA) Embargado : Alaide Duarte de Santana Defª. alegando conter omissão na decisão monocrática.8. reformando a sentença. Unânime. 0215586-37.

ensejar a improcedência da ação de revisão de cláusula contratual sem o devido exame de questões suscitadas pelas partes litigantes. MÚTUO. DJ 30. previu que a sua regulação seria feita mediante lei complementar. os atos nulos. POSSIBILIDADE. nos termos do art. DJ 19/06/06).limitar. restou afastada a incidência da Lei de Usura no tocante à limitação dos juros. III. inciso IX. referente às parcelas vencidas e vincendas. Os Tribunais Superiores tem entendimento firmado de que com a edição da Lei 4. 515. ainda que inadimplente a parte autora. AUSÊNCIA. ensejando interpretação dúbia. do Código de Processo Civil deve ser concernente a ponto que deveria ter sido mas não foi decidido. (.268/RS. A inocorrência de vícios. 2º da Emenda Constitucional nº 32/2000 que permite a capitalização de juros em período inferior a um ano.129 de 15 de maio de 1986 editada pelo Conselho Monetário Nacional além da Medida Provisória nº 1.AgRg no REsp 879. ainda que tenha havido quitação ou novação" (STJ . contradição ou omissão em decisão guerreada impõe a rejeição de embargos de declaração. diploma que disciplina de forma especial o Sistema Financeiro Nacional e suas instituições. Relator Ministro HÉLIO QUAGLIA BARBOSA. assegurando sua permanência na posse do bem especificado. complementando as questões mencionadas. É o que reza o art. sob pena de contrariar o art. que dá provimento parcial ao recurso de apelação interposto por ALAÍDE DUARTE DE SANTANA contra AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A reconhecendo a admissibilidade da incidência de juros remuneratórios a taxa média de mercado à época da contratação e ilegalidade da aplicação da capitalização de juros e da comissão de permanência. "RECURSO ESPECIAL. porquanto as atividades desempenhadas pelas instituições financeiras se enquadram no conceito de relação de consumo. sempre que necessário as taxas . as prestações do financiamento. PRECEDENTES DA CORTE. tornando inexeqüível o julgado. com embasamento no descumprimento da decisão referente ao depósito judicial de aludidas parcelas o MM Juiz da causa julgou improcedente a ação sem analisar e decidir sobre a pretendida revisão de cláusula contratual. nº 728372/RS. ... Min. Por conseguinte. A Súmula n° 286 da Corte autoriza a revisão dos contratos já extintos" (REsp.348/RS. Rel. para afastar a carência da ação e determinar seja dado andamento ao processo" (REsp. A omissão de que cuida o art. 535 do Código de Processo Civil.595/64. Não é omissa a decisão fundamentada. 4ª T. (. 535. com nova redação dada pela Emenda Constitucional nº 40 de 2003 que. Min. Carlos Alberto Menezes Direito. nº 455855/RS. concluindo pela improcedência da ação. II..TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Ministro HÉLIO QUAGLIA BARBOSA. DJ 12/03/2007 p. IX. possibilitando sua revisão pelo Poder Judiciário. DJ 09/02/05).) IX . assentando-se nelas a possibilidade de rever os contratos bancários. "Cuida-se de ação de revisão contratual com pedido exitoso de tutela antecipada. jamais se convalidam. não gerando efeitos para ser convalidadas. Divergência jurisprudencial. Rel. e 9º da Lei nº 4595/1964. Impossível ignorar que a relação jurídica mantida entre as partes litigantes está sujeita ao regime protetivo do Código de Defesa do Consumidor. incluídos aí cláusulas contratuais ilegais ou abusivas. que julga improcedente ação de revisão de cláusulas contratuais embasada na ausência de depósitos judiciais das prestações vencidas e vincendas.. estabelecido pela Lei de Usura inaplicável às instituições financeiras. Admissível a revisão de contratos de adesão que contenham em seu bojo cláusulas supostamente ilegais e abusivas. considerando a natureza das normas consumeristas de ordem pública e interesse social. inobservando preceitos contidos no Código de Defesa do Consumidor. obstando inscrição do nome da demandante nos órgãos de proteção ao crédito.) II. REVISÃO DE CONTRATOS FINDOS. conforme demonstram os seguintes arestos: "RECURSO ESPECIAL. 4º.A jurisprudência das Turmas que compõem a 2ª Seção é tranqüila no sentido de que é possível a revisão judicial dos contratos extintos pela novação ou pela quitação. ainda que o autor haja adimplido. inclusive para fins de prequestionamento. § § 1º e 3º do CPC. tendo ficado delegado ao Conselho Monetário Nacional poderes normativos para limitar as referidas taxas. obstando a inscrição de seu nome em cadastros de restrição ao crédito. PRECEDENTES. JUROS REMUNERATÓRIOS E MORATÓRIOS. nº 565235/RS.62. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 166 Federal. Neste sentido: "a revisão dos contratos é possível em razão da relativização do princípio pacta sunt servanda. 211/217. DISSÍDIO JURISPRUDENCIAL CONFIGURADO. POSSIBILIDADE.CONTRATO BANCÁRIO. No entanto. configurada na espécie.. pelos motivos já conhecidos ora relembrados: Consoante a decisão embargada. Consoante precedentes jurisprudenciais. Recurso Especial conhecido pela divergência jurisprudencial e nessa parte provido" (REsp. julgado em 06/02/2007.) 2. litteris: "(. sofrendo limitações ditadas pelo interesse social. eis que admissível o cabimento de ação revisional objetivando a repetição de indébito. a questão em tela deve ser dirimida com o escopo de assegurar o equilíbrio entre as partes e o cumprimento da função social do contrato.2006). à base de 10% (dez por cento) sobre o valor atribuído à causa.. esclarecedora. a decisão embargada ao afastar a aplicação da capitalização de juros e a cobrança da comissão de permanência afrontou os artigos 4º. fls. integralmente. em vigência em razão do art. ao tratar do Sistema Financeiro Nacional. estão fulminados pela nulidade absoluta. notadamente SPC e SERASA. CIVIL.10. No entanto. mediante depósito judicial de valor considerado devido. ainda que extinta ou novada a obrigação. obscuridade. de examinar as questões suscitadas pelos litigantes e as provas carreadas para os autos antes de proferir a sentença de mérito.Disponibilização: sexta-feira. Aldir Passarinho Júnior. PREQUESTIONAMENTO. 254 e AgRg no Resp nº 790. Ari Pargendler. o julgador. ante a possibilidade de aplicação das Teorias da Devolutividade e da Causa Madura por envolver matéria exclusivamente de direito. cessando os efeitos da decisão provisória concessiva da liminar não desobriga. DJ 06/03/06).96317. É o relatório. O Superior Tribunal de Justiça pacificou entendimento através da Súmula 297 admitindo a aplicação dos princípios e regras do Código de Defesa do Consumidor às relações de consumo que envolvam entidades financeiras. salvo exceções legais. inocorrente na espécie. revestidas de nulidade absoluta. para afastar eventuais ilegalidades. A aplicabilidade do princípio do pacta sunt servanda foi mitigada. Recurso Especial conhecido e provido. AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATO DE FINANCIAMENTO JÁ INTEGRALMENTE QUITADO. renovada pela Medida Provisória nº 2. O descumprimento de decisão concessiva de liminar ou antecipação de efeitos da tutela pode implicar na revogação da decisão benéfica sem contudo. Min. desnecessária a anulação da sentença proferida com equívoco. fls. condenando as partes litigantes ao pagamento equitativo de custas processuais e honorários de seus respectivos advogados. Ademais. DIVERGÊNCIA CONTRATUAL CONFIGURADA. todavia. Resolução nº 1. AÇÃO DE COBRANÇA. condição imposta a demandante para a eficácia da decisão provisória concessiva de liminar. não estabelecendo qualquer limitação quanto aos encargos financeiros cobrados pelas instituições financeiras.170-36. "AÇÃO DE REVISÃO DE CONTRATO BANCÁRIO. Admissível a incidência da taxa de juros acima do limite de 12% (doze por cento) ao ano. Requer o acolhimento dos embargos suprindo omissões apontadas. Rel. O descumprimento de determinação concernente aos aludidos depósitos. Rel.

deverá ser considerada como estrita a taxa média de mercado. a comissão de permanência.08. DJU de 08.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Ana Paula Pereira do Santos Advogado : Epifanio Araujo Nunes (OAB: 28293/BA) Agravado : Bv Financeira S/A Credito Financiamento E Investimento Vistos estes autos. poder-se-ia inferir. Ilegítima a capitalização de juros se ausente prova de pactuação. Publique-se Intimem-se.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .DJU 17. é admissível a capitalização de juros com periodicidade inferior a um ano". Por outro lado. 596/STF: "As disposições do Dec.CONTRATO DE MÚTUO . É cediço que a capitalização mensal de juros é admitida nos contratos celebrados posteriormente à edição da Medida Provisória 1. não tem mais razão de ser. motivo pelo qual é pacífica a orientação de que não se pode cumular com os juros remuneratórios e com a correção monetária. nº 1. No entanto. majorando ainda mais a dívida. o seu deferimento." Por tais razões rejeitam-se os embargos de declaração. requisitos in casu inexistentes. Cumpram-se as formalidades legais. seja como juros remuneratórios seja como juros simplesmente moratórios. 2ª Seção (AgRg no Resp n.2005). A constatação da ausência do contrato nos autos leva à conclusão de que.(678627 RS) . Agravo Regimental no Recurso Especial 712801/RS . para o período de inadimplência. que os bancos estariam autorizados a cobrar de seus devedores. CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO. de 31/3/2000.2007 . a comissão de permanência na forma como pactuada nos contratos em geral.RECURSO ESPECIAL .09.36/2001 -." Ademais. do BACEN.1.IMPOSSIBILIDADE . Veja-se o art. Agravo regimental a que se nega provimento. 2.805. sob pena de se ter a cobrança de mais de uma parcela para se atingir o mesmo objetivo. efetivamente. da referida Medida Provisória "Art. (STJ .595/64 c/c a Resolução n. comissões e qualquer outra forma de remuneração de operações e serviços bancários ou financeiros. 706. CÓPIA DA DECISÃO SUBSTITUIRÁ OFÍCIO/MANDADO Salvador. 5º Nas operações realizadas pelas instituições integrantes do Sistema Financeiro Nacional.068/RS. previstos para a situação de inadimplência. como deseja crer o agravante.)" Neste sentido a Súmula nº.05.8. nos autos nº 0375524-92. 1.o Min. concernente a taxa de juros remuneratórios. Min. em que contende com BV FINANCEIRA S/A. unânime. já que aquela.368/RS. além de possuir um caráter punitivo. "Ação Revisional de Contrato com pedido de antecipação de tutela c/c repetição de indébito". a jurisprudência do STJ: "AGRAVO REGIMENTAL . atualmente reeditada sob o nº 2..CAPITALIZAÇÃO MENSAL DE JUROS . Com efeito. aumenta a remuneração da instituição financeira. ao tempo da contratação. previstos já em lei os encargos específicos.4a T. não há razão plausível para admitir a comissão de permanência cumulativamente com aqueles.MP 2.Data da primitiva publicação do art. 192 da Constituição Federal.0001. Segundo entendimento pacificado na e. entendeu ser cabível a capitalização dos juros em periodicidade mensal.AGRESP 200400941607 . Oportunamente dê-se baixa dos autos no setor competente.170.129/86-BACEN.. anual e mensal. Ora. 5º.p. com pedido de atribuição de efeito suspensivo ao recurso.Disponibilização: sexta-feira. ressaltou: "Pela interpretação literal da Resolução nº 1.2013. 00287). .963-17/2000. se concomitantemente prevista com quaisquer outros encargos remuneratórios ou moratórios. que não foi criado por lei. 5º da MP nº 1. sob pena de incorrer em bis in idem.Rei.626/33 não se aplicam às taxas de juros e aos outros encargos cobrados nas operações realizadas por instituições públicas ou privadas que integram o Sistema Financeiro Nacional. então. consistente na antecipação parcial dos efeitos da tutela pretendida. mas previsto em resolução do Banco Central do Brasil (Resolução. que previa a limitação de juros. criados por lei e com finalidades específicas.129/86). Porém. não pode ser cumulada com os encargos transparentes. encargo de difícil compreensão para o consumidor. nº 22. Fernando Gonçalves . a comissão de permanência não pode ser cumulada com quaisquer outros encargos remuneratórios ou moratórios que. 18 de abril de 2013 Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000273-13. a comissão de permanência tem a finalidade de remunerar o capital e atualizar o seu valor. . a Emenda Constitucional nº 40/ 2003 derrogou o § 3º do art. pois. No entanto a jurisprudência vem se posicionando no sentido de que os juros remuneratórios não podem subsistir em patamar acima do que a média do mercado.129/86. A segunda seção desta corte.963-17/2000. Insurge-se a agravante. inclusive os prestados pelo Banco Central da República do Brasil (. descontos. obstando a inclusão do seu nome em cadastros de restrição ao crédito. obstando. caso seja pactuada. Relatora Ministra Nancy Andrighi. com naturezas distintas e transparentes.170-36 . guando do julgamento do Recurso Especial 602. apenar e garantir o credor em período em que a legislação não cuidava com precisão dos encargos contratuais. No mesmo sentido. tais a multa e os juros moratórios. visando reforma da decisão proferida por MM Juiz de Direito da 14ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo Cíveis e Comerciais da Comarca de Salvador.AUSÊNCIA DE PREVISÃO EXPRESSA . o correto desate da questão passa necessariamente pela análise da natureza jurídica dos institutos e não pela interpretação literal de um ato administrativo. daí se presumir que ao credor é mais favorável e que em relação ao devedor representa uma penalidade a mais contra a impontualidade. a comissão de permanência. através agravo de instrumento independendo de preparo. no inadimplemento. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 167 de juros. O fato é que a comissão de permanência foi adotada para atualizar. beneficiária da assistência judiciária gratuita. para os contratos celebrados a partir de 31 de março de 2000 . Sob esta ótica. que não pode se sobrepor à lei ou a princípios gerais do direito.2012. desde que expressamente pactuada. No que concerne à comissão de permanência exclui-se a cláusula contratual que permite a sua cobrança com suporte na Lei nº 4. Em recente julgado. Porém. desde que pactuada. constitui encargo substitutivo para a inadimplência. a inexistência de cópia do contrato nos autos inviabilizando a constatação da necessária pactuação da referida capitalização mensal de juros torna inadmissível sua aplicação. Carlos Alberto Menezes Direito discorrendo sobre a natureza jurídica da comissão de permanência. criam incompatibilidade para o deferimento desta parcela. além dos juros de mora.

impedindo o credor de proceder a inscrição de seu nome nos cadastros de restrição ao crédito desde que deposite. acolhendo. É o relatório Não assiste razão a agravante.Unânime Salvador. Comunique-se ao juiz da causa a decisão ora proferida. prestações vencidas e vincendas no valor contratado. de 13 de dezembro de 1994 que não obriga e apenas possibilita o juiz antecipar os efeitos da tutela pretendida no pedido inicial "desde que. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 168 mantendo-o na posse do veículo enquanto pendente de julgamento a referida lide mediante depósito. Oportunamente dê-se baixa dos autos no setor competente. das parcelas vencidas e vincendas nos valores contratados. Não é lícito. sem precipitação ou demonstração de prejulgamento.952. provisória. 09/11. existindo prova inequívoca. do Supremo Tribunal Federal. e extinguiu o processo com resolução do mérito.0019 Apelação Apelante : Banco Itauleasing S/A Advogado : Isabel Coelho da Costa (OAB: 23462/BA) Apelado : Dinamus Mineração e Prestação de Serviços Ltda-me Apelado : Paulo Roberto de Souza Insurge-se o apelante contra a sentença de fls. O art. visando revisão de cláusulas consideradas abusivas e. improcedente.0001/50000 Agravo Regimental Comarca : Salvador Agravante : Antonio Carlos de Jesus Chagas Agravante : Augusto Silva Conceicao Agravante : Jehova Nascimento Leal Agravante : Jeronimo Jorge de Santana Agravante : Jose Non Oliveira de Souza Agravante : Mario Silio Moreira Sousa Advogado : Robertto Lemos e Correia (OAB: 7672/BA) Advogado : Bruno Pinho Oliveira Rosa (OAB: 29540/BA) Agravado : Estado da Bahia Procª. CÓPIA DA DECISÃO SUBSTITUIRÁ MANDADO/OFÍCIO. ainda.05. Ademais a decisão agravada não impede a postulante de demonstrar no curso do processo a veracidade de suas alegações tornando exitosa a ação. 17 de abril de 2013 Salvador. se convença da verossimilhança da alegação e haja fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação. 18 de abril de 2013 Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Quarta Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 16 de abril de 2013 0082814-42. deixando de acolher sua pretensão referente ao depósito no valor que considera correto. o Autor/Apelante opôs Embargos . em sua inteireza. autorizada apenas quando a convocação do réu contribuir para a consumação do dano que se busca evitar" (RT 764/221). Cumpram-se formalidades legais. determinando oportunamente citação da parte demandada. não é suscetível de causar lesão grave e de difícil reparação a postulante. nega-se seguimento ao recurso. ora agravante. Fls. Não merece reforma a decisão proferida com fundamentação suficiente e amparo legal. prejudicado ou em confronto com súmula ou com jurisprudência dominante do respectivo Tribunal. conforme mencionado. pleitear antecipação de efeitos da tutela. Estado : Paloma Teixeira Rey Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Negado provimento . em observância ao referido dispositivo legal. Impossível ignorar a inteligência do art. 09/35. apresentação do contrato pelo Banco demandado. até então não demonstrado para o acolhimento da aludida pretensão. Inconformado. É assente na jurisprudência deste Tribunal o direito do consumidor discutir judicialmente o contrato de financiamento. em juízo. 18 de abril de 2013. Exibe peças. Evidentemente a decisão guerreada. autoriza o relator a negar seguimento a recurso manifestamente inadmissível. inclusive. Por tais razões e tudo mais que dos autos consta. pedido de antecipação dos efeitos da tutela.2012. Diana Virginia de Souza Bastos Diretor(a) da Secretaria do(a) Quarta Câmara Cível PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Aidê Ouais PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000793-47.2009. Salvador. III do CPC. do CPC. estipulando multa cominatória diária no valor de R$ 200.05. ou fique caracterizado o abuso de direito de defesa ou o manifesto propósito protelatório do réu". do Código de Processo Civil. em juízo.00 (duzentos reais) na hipótese de descumprimento determinando. indicado em memória de cálculo exibida. 42/43. 557. sob meros e frágeis argumentos. com fulcro nos artigos 269. "A antecipação da tutela sem audiência da parte contrária é providência excepcional. refletida às fls. em parte. Publique-se. 273 e seus incisos.8.8. com nova redação dada pela Lei 8.Disponibilização: sexta-feira. Intimem-se. que homologou o acordo celebrado entre as partes.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Trata-se de recurso manifestamente improcedente. ou de Tribunal Superior. possibilitando resposta pertinente. fundamentada. ao postulante.

18 de abril de 2013.530-RS. 1. conforme certidão de fls. E nessas condições. CONTRATO DE FINANCIAMENTO COM GARANTIA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA DE VEÍCULO. verifica-se que o magistrado de piso agiu equivocadamente ao julgar extinto o feito com resolução do mérito. RECURSO PROVIDO. Sálvio de Figueiredo Teixeira . mas enseja a suspensão pelo prazo máximo previsto no § 3º do art. pugnando o recorrido pela manutenção do julgado. JULGANDO EXTINTO O PROCESSO. Autos distribuídos à Quarta Câmara Cível. com fulcro no artigo 557. e por consequência determinar a suspensão do processo até que seja dado conhecimento pelas partes do cumprimento do acordo. a ilegalidade das cobranças de capitalização dos juros e da comissão de permanência e a indevida revogação da liminar. II DO CPC. Des. AC 683. esta deve ser suspensa pelo prazo constante no acordo. Salvador. Sobre o assunto. Em se tratando de transação em demanda de execução de título extrajudicial. nos autos da ação ordinária para revisão de cláusulas contratuais. CPC".DJU 18/02/2002). cabendo-me a função de relatora. § 1º-A do Código de Processo Civil. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 169 de Declaração de fls. fls. arguindo contradição na sentença de piso. Trata-se pois de error in procedendo do Juízo singular. 17ª C.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . III do CPC. 265. TRANSAÇÃO. PROCESSO SUSPENSO ATÉ O INTEGRAL CUMPRIMENTO DO ACORDO. Rel. em momento algum pediram a extinção do feito.' (TJPR.10). pugnando pelo seu conhecimento e provimento. É o breve relatório. visto que não foi pessoalmente intimada para realizar os depósitos judiciais. IMPOSSIBILIDADE. Na conformidade da Lei de Usura. SUSPENSÃO. Requereu o provimento do apelo. AC 0554740-0. JULGAMENTO EXTRA PETITA. Lauri Caetano da Silva. uma vez que a natureza do feito dispensa revisão.17ª CCAC nº 612. "APELAÇÃO CÍVEL. III. Desta forma. 44/48. SENTENÇA CASSADA. conforme requerido pelas partes. não faculta ao juiz a extinção do feito. 269. Nas razões do apelo. de suspensão do processo até o cumprimento do acordo celebrado entre as partes. RECURSO PROVIDO". CR/04 Juíza Aidê Ouais Relatora Convocada Salvador. § 1º DO CPC. PROCESSO EXTINTO COM FUNDAMENTO NO ART. Assim. Lidia Maejima. 18 de abril de 2013 Aidê Ouais PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0026176-09. a recorrente sustentou a necessidade de limitar a taxa de juros no percentual de 12% ao ano. 41. Devidamente intimada a apelada não apresentou contrarrazões. e sim a suspensão do mesmo. os juros remuneratórios representam o preço da disponibilização monetária por parte do mutuário. nos termos do artigo 792 do Código de Processo Civil". 265. julgou improcedentes os pedidos iniciais. mostra-se equivocada a extinção do feito.03. até o efetivo cumprimento do mencionado acordo. É de ser cassada a sentença que homologa transação e extingue o processo com base em acordo que ainda não foi integralmente cumprido pelo réu. consagra que: "A norma do § 3º do artigo 192 . Como cediço. POR CONVENÇÃO DAS PARTES. RECURSO CONHECIDO E PROVIDO. visto que as partes requereram expressamente a suspensão do processo até o efetivo cumprimento do acordo (fls. Por todo o exposto.DJ em 10/02/2010). senão vejamos: "BUSCA E APREENSÃO CONVERTIDA EM DEPÓSITO.Arrendamento Mercatil Advogado : Celso Marcon (OAB: 24460/BA) Trata-se de apelação interposta por Silvera Bernardes Arruda em face da sentença de fls. relatado pela Ministra Nancy Andrighi. O recurso foi contrarrazoado às fls. pedindo inclusão em pauta. (TJPR. de modo a suspender o andamento do processo até o efetivo cumprimento do acordo celebrado pelas partes.061. j. DJ. A matéria encontra-se pacificada pela jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça. IMPOSSIBILIDADE. É o relatório. com a mesma redação da Súmula 648/STF. 154/167. ofendido o princípio da boa-fé objetiva. Min. Compulsando detidamente os presentes autos. visto que manteve-se na posse do bem sem o cumprimento integral de suas obrigações. (STJ . os quais foram rejeitados pelo Juiz singular. inclusive. Unânime.Rel. assim decide: "PROCESSO CIVIL. sob o fundamento de que a parte autora não trouxe aos autos elementos para demonstrar a abusividade da pactuação. RECURSO PROVIDO. sob o argumento de que quando requereram a homologação. O requerimento. em petição conjunta. A jurisprudência é uníssona nesse sentido. b).06. acórdão 11726. Des. DO CPC. devendo o feito permanecer suspenso até o adimplemento do acordo. Ademais. NECESSIDADE DE SUSPENSÃO DA EXECUÇÃO. José Carlos Dalacqua. tem-se que as instituições financeiras não se submetem à limitação dos juros. com resolução do mérito. IMPOSSIBILIDADE. tendo. examinados. FALTA DE PREQUESTIONAMENTO. o Apelante interpôs o presente recurso. POSSIBILIDADE. para que seja modificada a sentença recorrida. fls. pois uma vez que as partes haviam pleiteado a suspensão do feito até que o acordo fosse devidamente cumprido. conheço do recurso. PEDIDO DE SUSPENSÃO ATÉ O CUMPRIMENTO INTEGRAL DO ACORDO.item15. Presentes os pressupostos de admissibilidade. 18ª CC. 146/149. (TJPR.2009) "DECISÃO MONOCRÁTICA. Devolvam-se os autos ao juízo de origem. EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL. Rel.8. notadamente após o julgamento do Resp. no sentido de que a limitação dos juros remuneratórios em 12% ao ano vai de encontro à legislação pertinente e ao entendimento jurisprudencial pacificado. a Súmula 596/STF. NECESSIDADE. Rel.459-1. DOU PROVIMENTO ao presente recurso para declarar nula a sentença recorrida. quando o autor pede a suspensão do processo até o cumprimento integral do pacto. ainda mais. quando.2010. 62v. em virtude do negócio jurídico celebrado. SENTENÇA QUE HOMOLOGOU O ACORDO. 28. 24.05. do Código de Processo Civil.SENTENÇA CONTRÁRIA A JURISPRUDÊNCIA SUPERIOR.49/ 50.RESP 332230/RO . por meio da qual o Nobre Julgador de piso. nos termos do artigo 269. elaborei o presente.0080 Apelação Apelante : Silvera Bernardes Arruda Advogado : Adriano Bastos Silva (OAB: 23890/BA) Apelado : Itaubank Leasing S/A . 169/171 verso. HOMOLOGAÇÃO DE ACORDO EXTINÇÃO DO FEITO. APELAÇÃO CÍVEL. a Súmula Vinculante n° 7. APLICAÇÃO DO ARTIGO 557. Cível. a sentença de extinção é extra petita. EXTINÇÃO PELO JUIZ. ART.462-3 Des. REQUERIMENTO DE SUSPENSÃO DO PROCESSO. O Superior Tribunal de Justiça.4ª Turma .Disponibilização: sexta-feira. sob a técnica do artigo 543-C.

pelo que inadmite-se a sua cobrança. métodos usados na formação da taxa de juros contratada. MORATÓRIOS E MULTA CONTRATUAL.170-36/ 2001. data da primitiva publicação da MP 2. MORA AFASTADA. PROCURAÇÃO AUTÊNTICA. incorporados ao valor principal.AgRg no REsp 1342243 / RSAGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL 2012/01879760.Súmula 30 . tinha sua aplicação condicionada à edição de lei complementar. RECURSO ESPECIAL 2007/0179072-3.17036/2001). revogada pela Emenda Constitucional n. Julgado em: 08. com imposição de multa. admite-se a cobrança da capitalização dos juros. DISPOSIÇÕES DE OFÍCIO. VEDAÇÃO. DESNECESSIDADE.170-36/2001. proferido pela Ministra Maria Isabel Gallotti. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 170 da Constituição. 3. 1 ."A capitalização dos juros em periodicidade inferior à anual deve vir pactuada de forma expressa e clara. TERCEIRA TURMA. AÇÕES REVISIONAL E DE BUSCA E APREENSÃO CONVERTIDA EM DEPÓSITO. Segundo o entendimento pacificado na 2ª Seção. No tocante à comissão de permanência. é de se observar a jurisprudência do STJ: AGRAVO REGIMENTAL. CONTRATO BANCÁRIO. data da primeira edição desta MP.Agravo regimental a que se nega provimento. o que não é proibido pelo Decreto 22. REVISIONAL.626/1933. 5.. após uniformizar o entendimento de que descabe a sua cumulação com a correção monetária . 2 .12). o Superior Tribunal de Justiça. o STJ já firmou o entendimento de que. Assim.170-36/2001.884/RS).2000. posteriormente à edição da Medida Provisória n. NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO RECURSO ESPECIAL. julgado em 08/08/2012. Luis Felipe Salomão. CAPITALIZAÇÃO DE JUROS. A mera circunstância de estar pactuada taxa efetiva e taxa nominal de juros não implica capitalização de juros. Inexiste nos presentes autos prova da pactuação expressa da capitalização de juros. 2. Relator: Min. 2. MULTIPLICADA POR DOZE. A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada. que deve observar a taxa média dos juros de mercado." Desta forma. a cobrança de encargos indevidos importa na descaracterização da mora (Eresp 163. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. NÃO INCIDÊNCIA DAS SÚMULAS 126/STJ E 283/STF. Teses para os efeitos do art. (AgRg nos EDcl no REsp 957. SEGUNDA SEÇÃO.) 3 . 1. Rel. p/ Acórdão Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI.RS. (STJ . Os juros não pagos são incorporados ao capital e sobre eles passam a incidir novos juros. desmerecendo chancela a pretensão da apelante quanto a este aspecto da lide. (STJ .626/1933 MEDIDA PROVISÓRIA 2.632/RS. a simples estipulação de juros remuneratórios superiores a 12% ao ano não indica abusividade. Ministro PAULO DE TARSO SANSEVERINO. os seguintes precedentes: CONTRATO BANCÁRIO. AÇÃO REVISIONAL. 3.170-36. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO. LIMITAÇÃO DE JUROS REMUNERATÓRIOS. tem por pressuposto a circunstância de os juros devidos e já vencidos serem.626/1933 (Lei de Usura) em intervalo inferior a um ano e permitida pela Medida Provisória 2. 6. (REsp 973827/RS. AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATO BANCÁRIO. a fim de cumprir suficientemente o dever de informação.963-17/2000 (em vigor como MP 2. 1.(. JUROS REMUNERATÓRIOS. PACTUAÇÃO DA CAPITALIZAÇÃO MENSAL DOS JUROS. estabelecida de forma transparente. de cláusulas contratuais consideradas abusivas (Súmula 381/STJ). Luis Felipe Salomão. Relator(a): Ministro Paulo de Tarso Sanseverino. Recurso especial não provido." . Por outro lado. DIFERENÇA ENTRE TAXAS DE JUROS MENSAL E ANUAL. desde que expressamente pactuada. NÃO CUMULADA COM CORREÇÃO MONETÁRIA. CLÁUSULAS CONTRATUAIS. 2. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. MORA. NÃO INCIDÊNCIA SÚMULA 596/STF. AÇÃO REVISIONAL CONTRATO BANCÁRIO. JUROS COMPOSTOS.". CONTRATO DE FINANCIAMENTO COM GARANTIA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. 1. 543-C do CPC: . Precedentes.Súmula 296 . Segundo o voto de vista. CARACTERIZAÇÃO. DECRETO 22. desde que atendidos os requisitos de existência de previsão contratual expressa da capitalização com periodicidade inferior a um ano e que tenha sido o contrato firmado após 31/03/2000. DJe 01/08/2011). "A capitalização dos juros em periodicidade inferior à anual deve vir pactuada de forma expressa e clara. Recurso especial conhecido em parte e.963-17/2000. com periodicidade inferior a um ano.10.º 1. nessa extensão. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA.12). A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada". a comissão de permanência não pode ser cumulada com quaisquer outros encargos remuneratórios ou moratórios. então sob o nº 1963-17. previsto no Código de Defesa do Consumidor. mas apenas processo de formação da taxa de juros pelo método composto. admite-se a capitalização de juros. Somente é cabível a capitalização dos juros em periodicidade mensal para os contratos celebrados a partir de 31 de março de 2000. julgado em 28/06/ 2011. Julgado em: 22/02/2011). que limitava a taxa de juros reais a 12% ao ano. nos contratos firmados por instituições financeiras.Processo: AgRg no REsp 919189 RS 2007/0013895-9. desde que expressamente pactuada.. CONFIGURA A PACTUAÇÃO DA CAPITALIZAÇÃO MENSAL. Em relação à capitalização mensal dos juros. provido. desde que expressamente pactuada. MÚTUO. Rel. desde que expressamente pactuada. AGRAVO REGIMENTAL PARCIALMENTE PROVIDO. (STJ . periodicamente.08. 1.Disponibilização: sexta-feira. Conforme jurisprudência assente desta Corte. INCIDÊN- . Consoante entendimento pacificado da Segunda Seção. Relator: Min. de matemática financeira. CIVIL E PROCESSUAL. AUSÊNCIA DE EXPRESSA PACTUAÇÃO. CAPITALIZAÇÃO MENSAL DE JUROS. é devida para a inadimplência. ABUSIVIDADE QUE DEVE SER DEMONSTRADA. 4. Capitalização mensal dos juros: "A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada". 40/2003. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. 3. que decorre da falta de demonstração da abusividade das cláusulas contratuais questionadas. prévios ao início do cumprimento do contrato. de ofício. atualmente reeditada pela de nº 2. Rel. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA. há os conceitos abstratos. ABUSIVIDADE CARACTERIZADA. não é possível a revisão. DJe 24/09/2012).A comissão de permanência. A 2ª Seção deste Tribunal Superior já firmou posicionamento pela possibilidade da cobrança da capitalização mensal dos juros. de "taxa de juros simples" e "taxa de juros compostos".firmou a orientação no sentido de que também é vedada a sua cumulação com multa contratual e juros moratórios. Sobre o tema."É permitida a capitalização de juros com periodicidade inferior a um ano em contratos celebrados após 31. juros remuneratórios. A PREVISÃO DE TAXA ANUAL DOS JUROS SUPERIOR À TAXA MENSAL.3. moratórios e multa. data da publicação da Medida Provisória n. desde que não cumulada com correção monetária (súmula 30/STJ). RECURSO ESPECIAL REPETITIVO. 4. AGRAVO REGIMENTAL. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. Nesse sentido. PERÍODO DE INADIMPLÊNCIA. SÚMULA 381 DO STJ. apurada pelo BACEN e limitada à taxa contratada para o período da normalidade (súmula 294/STJ). Julgado em: 09.827 . RECURSO ESPECIAL. REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL. A capitalização de juros vedada pelo Decreto 22.REsp 973827/RS.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .e com os juros remuneratórios . no REsp 973. PRECEDENTES. É lícita a cobrança dos encargos da mora quando caracterizado o estado de inadimplência.

Data de Julgamento: 21/09/2010. (. O agravante alega. julgado em 23/08/2011. mantendo-se. 1. VRG. § 2º. de forma que a abusividade do percentual pactuado deve ser cabalmente demonstrada em cada caso. O raciocínio parte da premissa de que a comissão de permanência e a multa contratual desempenham a mesma função: obrigar o devedor que não realizou a prestação no tempo oportuno ao pagamento de um determinado valor. AÇÃO REVISIONAL. COMPENSAÇÃO DE VALORES. 3.. Min.2012. Portanto. POSSIBILIDADE. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO." Súmula n. INTERPRETAÇÃO DE CLÁUSULAS CONTRATUAIS. desde que não cumulada com a correção monetária (Súmula 30/STJ). não possui condições de arcar com as custas processuais.8. AGRAVO NO RECURSO ESPECIAL. 3. REEXAME DE FATOS.05. QUARTA TURMA. CAPITALIZAÇÃO MENSAL DE JUROS. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO.444/RS. nos autos da Ação Ordinária tombada sob nº 038970161. ARTIGO 557. PARCIAL PROVIMENTO. Insurge-se o agravante." (AgRg no REsp 594045/RS.Citroen do Brasil Automoveis Ltda Agravado : Etoile Distribuidora de Veiculos Ltda Vistos estes autos. Agravo regimental não provido. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 171 CIA. através agravo de instrumento preparado. 1. Inaplicável ao caso os enunciados das súmulas 126/STJ e 283/STF. . COMISSÃO DE PERMANÊNCIA.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . NÃO OCORRÊNCIA. Rel. Relator: Ministra NANCY ANDRIGHI. CONTRATO. Publique-se. NÃO LIMITAÇÃO. conforme o permissivo do art.24.Admite-se a repetição do indébito.Agravo no recurso especial não provido. havia previsão de juros. Na hipótese dos autos. com os juros remuneratórios (Súmula 296/STJ) e moratórios. ARRENDAMENTO MERCANTIL. (EDcl no REsp 586. Intimem-se. . As instituições financeiras não sofrem a limitação dos juros remuneratórios prevista na Lei de Usura. INSTITUIÇÃO FINANCEIRA. contra decisão proferida por MM Juiz de Direito da 24ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo. que a decisão recorrida 'viola o contraditório e a ampla defesa' refletindo mera suspeita 'da sua não condição de beneficiário da justiça gratuita' em detrimento do seu direito de acesso à justiça. nem com a multa contratual. além da declaração exibida à fl. (844405 RS 2006/ 0092149-4. Ante o exposto.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Georges Louis Hage Humbert Advogado : Lucas Chaves Pinheiro Gavazza (OAB: 27236/BA) Advogado : Georges Louis Hage Humbert (OAB: 21872/BA) Agravado : Peugeot . 293. 293-STJ. 2. parcialmente provido. MORA.O não reconhecimento da abusividade nos encargos exigidos no período da normalidade contratual (juros remuneratórios e capitalização) não descarateriza a mora. 9º da Lei 6. porquanto o argumento constitucional utilizado pelo Tribunal de origem para limitar os juros remuneratórios em 12% ao ano já foi. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0320656-70. Desta forma. na forma simples. DJe 28/06/2011). . Assim. em que pese possa ser contratualmente prevista. em síntese.. AFASTADA. do STJ. Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. é devida pelo recorrido a devolução. Fernando Gonçalves. PRECEDENTES.Disponibilização: sexta-feira. "A cobrança antecipada do valor residual garantido (VRG) não descaracteriza o contrato de arrendamento mercantil. TAXA DE JUROS REMUNERATÓRIOS. independentemente da prova de que o pagamento tenha sido realizado por erro.626/33.0001. o Julgado. encontram-se subordinadas ao controle e fiscalização do Banco Central do Brasil o que lhes confere o status de instituição financeira. Rel. nem com juros moratórios. QUARTA TURMA. repudiado pela Corte Constitucional nos termos das Súmulas 648/STF e 596/STF. DO CPC. Com relação à repetição de indébito e a possibilidade de sua compensação. OMISSÃO.805. T3 . Rel. ao que foi corretamente afastada a referida comissão. 'que ultrapassam a . preliminarmente. com o objetivo de vedar o enriquecimento ilícito do banco em detrimento do devedor.). inclusive. uma vez identificada a cobrança de taxas de forma cumulada e em patamar superior àquele previsto em lei. 5. HARMONIA ENTRE O ACÓRDÃO RECORRIDO E A JURISPRUDÊNCIA DO STJ.. A comissão de permanência é inacumulável com quaisquer outros encargos previstos para o período de inadimplência.São inadmissíveis o reexame de fatos e a interpretação de cláusulas contratuais em recurso especial. JUROS REMUNERATÓRIOS. sob pena de incorrer em bis in idem. MULTA.TERCEIRA TURMA. §1º-A do CPC.2012. INACUMULABILIDADE.099/74. Cíveis e Comerciais da referida Comarca. ADIANTAMENTO. CONTRADIÇÃO OU OBSCURIDADE. Salvador. Precedentes. RECURSO ESPECIAL. julgado em 21/06/2011.O acórdão recorrido que adota a orientação firmada pela jurisprudência do STJ não merece reforma. CARACTERIZAÇÃO. sem ocorrência de determinação da sua prévia intimação para apresentar outras provas. 238) 2. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO RECEBIDOS COMO AGRAVO REGIMENTAL. Embargos de declaração recebidos como agravo regimental. Data de Publicação: DJe 28/09/2010). SÚMULA N. Quarta Turma.. DJe 31/08/2011). no mais. assiste razão em parte à apelante. haja vista o STJ já ter se posicionado nesse sentido. denegatória de seu pedido de assistência judiciária gratuita formulado. (. deve o valor da dívida ser recalculado. "As empresas de arrendamento mercantil.). Precedentes. INADMISSIBILIDADE. A jurisprudência desta Corte é assente no sentido de que os juros remuneratórios cobrados pelas instituições financeiras não sofrem a limitação imposta pelo Decreto nº 22. de acordo com o art. 5. verbis: PROCESSUAL CIVIL E BANCÁRIO. Precedentes. à taxa média dos juros de mercado. Admite-se a comissão de permanência durante o período de inadimplemento contratual. sendo insuficiente o só fato de a estipulação ultrapassar 12% ao ano ou de haver estabilidade inflacionária no período. . apurada a existência de crédito em favor da recorrente. 4. com a comprovação do desequilíbrio contratual ou de lucros excessivos. (AgRg no REsp 1051098/MS. DOU PROVIMENTO PARCIAL ao apelo para afastar a capitalização mensal dos juros. não poderá ser cumulada nem com multa. da quantia indevidamente cobrada e paga pela apelante. 557. assim como a cobrança da comissão de permanência e determinar a restituição simples dos eventuais valores pagos em excesso pela recorrente. em que contende com o agravado. limitada ao percentual fixado no contrato (Súmula 294/STJ). PRECEDENTES. SOCIEDADE. por dia de atraso. DJ 17/05/2004 p.

Neste contexto. pode ser ilidida por entendimento contrário firmado pelo juízo de origem. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 172 casa dos 2. (AgRg no REsp 1210229 / RJ.. Precedentes.rel.. impede a justiça social. 5. "Trata-se de Ação Ordinária com pedido de liminar referente a indenização e danos morais pela aquisição de veículo com defeitos de fábrica. hipótese não evidenciada nos autos.00 (dois mil reais) e com atos de perícia.)6. somente conseguem atendimento pela Defensoria Pública para pleitear seus direitos em juízo. sem prejuízo do sustento próprio ou de sua família. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO. INCIDÊNCIA DA SÚMULA 7/STJ. 4. Sobre a matéria em foco..169.A jurisprudência desta Casa é pacífica ao proclamar que.CASO CONCRETO . é relativa a declaração de pobreza ou hipossuficiência financeira. Transcreve jurisprudência relativa a matéria. com base nas provas trazidas aos autos.686/185). 1. A jurisprudência desta Corte firmou-se no sentido de que. apenas a declaração do requerente atestando sua condição de hipossuficiente. Incidência da Súmula 211/STJ. considerados 'impagáveis'.RT. Ademais. já que alienado fiduciariamente em intermináveis parcelas. 458 E 535 DO CPC . no entanto. um a um.OFENSA AOS ARTS. Afinal.IMPROVIMENTO. exerce a advocacia percebendo mensalmente 'o valor de R$622. proporciona evasão fiscal e.T2 .e de ter um veículo que ainda não é seu.um amigo advogando voluntariamente . ALÍNEA "C". REEXAME DE PROVAS. É pacífico no STJ que ao Juiz. ". em consonância com o disposto na Lei n. a princípio. Relator Ministro SIDNEI BENETI. fl. amparado por evidências suficientes que descaracterizem a hipossuficiência.060/50. que se mantém por seus próprios fundamentos. [. provimento do recurso para reformar a decisão hostilizada garantindo-lhe o direito aos benefícios da assistência judiciária gratuita. INDEFERIMENTO PELO TRIBUNAL DE ORIGEM.172.. ' mera condição de advogado. 1. IMPOSSIBILIDADE.. se a atividade ou o cargo exercidos pelo interessado fazem em princípio presumir não se tratar de pessoa pobre" (STJ . e de ter representante constituído . por conseguinte. DO CPC NÃO CONFIGURADA. sendo imprescindível a demonstração da impossibilidade de suportar tais encargos para que se lhe conceda o benefício pleiteado. nada impede que. 6. uma vez que se trata de presunção juris tantum.060/50. 2. aquele que se encontra em situação econômica tal. SÚMULA 07/STJ..060/1950.Não é ilegal condicionar o juiz a concessão de gratuidade à comprovação da miserabilidade jurídica. proceda o magistrado à aferição da real necessidade do requerente. Agravo regimental a que se nega provimento". ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA GRATUITA. não basta a simples declaração de falta de condições dos postulantes para arcar com o pagamento das custas do processo.ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA GRATUITA . 1.IMPOSSIBILIDADE . o Superior Tribunal de Justiça vem decidindo da seguinte forma: "PROCESSUAL CIVIL. Nesse sentido: "AGRAVO REGIMENTAL . RECURSO ESPECIAL. invocada. suscetível de ser elidida pelo magistrado se tiver fundadas razões para . se os fundamentos adotados bastam para justificar o concluído na decisão. I e II. custas processuais e honorários de sucumbência podem chegar a mais de R$20. a pretensão deduzida no recurso especial envolve o reexame da matéria fática. Fls.DECISÃO AGRAVADA MANTIDA . a parte está sendo representada por advogado constituído.SÚMULA 211/STJ . Incide nesse ponto a Súmula 7/STJ. podendo o magistrado.. Mero requerimento do benefício é insuficiente para o acolhimento de tal pretensão. PROCESSUAL CIVIL. Rever a conclusão a que chegou o Tribunal a quo demandaria a incursão no conjunto probatório para concluir-se da forma requerida pelo Recorrente. AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO DA SITUAÇÃO DE DIFICULDADE FINANCEIRA. Trata-se. fl.00 (seiscentos e vinte e dois reais) a título de pro-labore'.REEXAME DO CONJUNTO FÁTICO-PROBATÓRIO . combustível. A concessão indevida dos benefícios de assistência judiciária gratuita contraria a Lei 1. A análise conjunta dos aspectos aqui elencados remete à conclusão de que a parte não é pessoa necessitada. julgado em 22/06/2010. 3. após inúmeros percalços. Exibe peças. QUARTA TURMA. PEDIDO DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA GRATUITA. de recurso manifestamente inadmissível. plano de saúde.000." Consoante jurisprudência pacificada do STJ. Inadmissível a pretensão da concessão dos benefícios de assistência judiciária gratuita manifestada sem justificativa legal.A assistência judiciária. o magistrado estará beneficiando indevidamente alguns poucos. (AgRg no Ag 1059378/SP. INDEFERIMENTO COM BASE NO CONJUNTO FÁTICO-PROBATÓRIO.DJe 02/03/2011).º 1.AUSÊNCIA . 17 e seguintes.O acolhimento das alegações da agravante não dispensa o reexame de prova. PRECEDENTES. o julgador não está obrigado a rebater. Assim agindo.A matéria tratada nos demais dispositivos legais tidos por violados não foi objeto de debate no Acórdão recorrido e no Acórdão dos Embargos de Declaração. No entanto. É o relatório. (. 2.'. 'a presunção de pobreza para a concessão da assistência judiciária gratuita é relativa.00. ao final.A declaração de pobreza implica simples presunção juris tantum.(). alimentação.SÚMULA 7/STJ PREQUESTIONAMENTO . Ministro HERMAN BENJAMIN . para fins legais. 165. IMPOSSIBILIDADE DE REVISÃO EM SEDE DE RECURSO ESPECIAL. o deferimento da assistência judiciária gratuita aos jurisdicionados que dela não necessitem de fato implicará em sério prejuízo ao Erário e aos que realmente precisam do benefício para ter acesso à Justiça.. em relação à qual se observa que: o valor do veículo é de R$ 61. podendo ser afastada se outros elementos de convicção apontam em sentido contrário. Requer atribuição de efeito suspensivo e.500.000. que o impossibilite de arcar com as despesas processuais. AGRAVO REGIMENTAL. o Autor é advogado. os argumentos utilizados pela parte. DJe 02/08/2010). Relator Ministro RAUL ARAÚJO. "AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO. na sua situação atual. 07/STJ.00 (vinte mil reais)'. deve ser observada.SEGUNDA TURMA . Contudo. educação e até mesmo a parcela do veículo objeto da lide'. ALEGAÇÃO DE OFENSA AO ART..Agravo Regimental improvido. como luz. negar seu deferimento após verificar a inexistência da real necessidade do benefício.AgRg no Ag 1352526 / RS . na acepção da Lei 1.. em detrimento de outros tantos que. JUSTIÇA GRATUITA INDEFERIDA. NÃO-DEMONSTRAÇÃO DA DIVERGÊNCIA. Se o Tribunal de origem reconheceu que o agravante não se enquadra na situação de pobreza. não merecedora de reforma. Consoante decisão hostilizada.] 3.O agravo não trouxe nenhum argumento novo capaz de modificar o decidido..INEXISTÊNCIA . depende da simples afirmação da parte interessada na própria petição inicial de que não está em condições de pagar as custas do processo e os honorários de advogado. carecendo. sem prejuízo próprio ou de sua família. Não desobriga o pleiteante de demonstrar sua incapacidade econômica para suportar as custas processuais. o que é vedado nos termos da Súmula n. do necessário prequestionamento viabilizador do recurso especial. não ilide o fato concreto de que. como tal declaração gera apenas presunção relativa. 535.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 ." (STJ . SÚMULA 07/STJ. análise intrinsecamente relacionada às peculiaridades de cada caso concreto.Disponibilização: sexta-feira.. para a concessão dos benefícios da justiça gratuita. O referido diploma legal define como necessitado. portanto. impende indeferir o benefício da gratuidade. havendo fundadas dúvidas ou impugnação da parte adversa. DJe de 01/02/2012). pagar custas judiciais significará não poder arcar com as suas despesas básicas e de sua família.

Unânime. Comunique-se ao juiz da causa a decisão ora proferida. prejudicado ou em confronto com súmula ou com jurisprudência dominante do respectivo Tribunal. Relator Ministro MAURO CAMPBELL MARQUES.2013. do CPC. ou de Tribunal Superior.Disponibilização: sexta-feira. 0002253-92.8.0000/50000 Agravo Regimental Comarca : Salvador Agravante : Itaú Unibanco S/A Advogado : Vitor Silva Rocha (OAB: 36982/BA) Advogado : Cleyton de Souza Santos (OAB: 35240/BA) Advogado : George Wallace Pereira Cedraz Lopes (OAB: 33557/BA) Advogado : Gilvan Luis da Silva (OAB: 28118/BA) Advogado : Glauco de Araújo Jesus (OAB: 33006/BA) Advogado : Romulo Pacheco Barberino (OAB: 29248/BA) Advogado : Antonio Braz da Silva (OAB: 25998/BA) Agravado : Salomão Lima Oliveira Advogado : Epifânio Dias Filho (OAB: 11214/BA) Relator : José Olegário Monção Caldas Decisão : Não-Provimento.05. julgado em 09/12/2008. do Supremo Tribunal Federal. Cumpram-se formalidades legais. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 173 declarar que o requerente não se encontra no estado de miserabilidade anunciado. SEGUNDA TURMA. Recurso especial parcialmente conhecido e.05. § 2º do CPC. Intimem-se.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 18 de abril de 2013 Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Quarta Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 16 de abril de 2013 0001037-96. 557. 3. Unânime.2013. (REsp 1019233/SP.2012. Publique-se.0000/50002 Agravo Comarca : Salvador Agravante : Proinvest . Grifei O art. improcedente.8.0000/50000 Agravo Regimental Comarca : Salvador Agravante : Vinicius Garcia de Aragão Advogado : Epifanio Araujo Nunes (OAB: 28293/BA) Agravado : Banco Bv Financeira S/A Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Provimento. Oportunamente dê-se baixa dos autos no setor competente. Por tais razões e tudo mais que dos autos consta. nessa parte. 0300877-32. Não sendo o recurso manejado procrastinatório. CÓPIA DESTA DECISÃO SUBSTITUIRÁ MANDADO/OFÍCIO.05. há que ser afastada a multa prevista no artigo 557. Salvador. DJe 06/02/2009). em observância ao referido dispositivo legal.05.0000/50000 Agravo Comarca : Jaguarari Agravante : Município de Jaguarari Advogado : Ana Rita Dias de Souza Barros (OAB: 12533/BA) Advogado : Sara Mercês dos Santos (OAB: 14999/BA) Agravado : Adelcio Nascimento Agravado : Alaides Gonçalves Pereira Agravado : Antonio Ferreira Gonçalves Agravado : Arlete da Silva Duarte Agravado : Aureni de Souza Santos Agravado : Aurora Mendes dos Santos Agravado : Bernadete Alves Conceicao .Empreendimentos e Participaces Ltda Agravante : Promedica Proteção Medica A Empresas S/A Advogado : Josuelito de Sousa Britto (OAB: 13224/BA) Advogado : Reginaldo Araujo Lino (OAB: 644B/BA) Advogado : Abelardo Pereira Palma Neto (OAB: 14830/BA) Agravada : Suzana Andrade Valente Advogado : José Arthur Cataldi de Almeida (OAB: 28710/BA) Relator : Gardenia Pereira Duarte Decisão : Não-Provimento.2012. nega-se seguimento ao recurso.8. inadmissível ou infundado. autoriza o relator a negar seguimento a recurso manifestamente inadmissível. 4.8. provido". 0302638-98. Unânime.

19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 174 Agravado : Carlos Leonel Moreira Agravado : Celina Nunes da Silva Agravado : Creuzenice Bonfim da Silva Agravado : Cristiana Costa Almeida Agravado : Cristiane Pereira Rodrigues Agravado : Cristiano Conceicao Agravado : Damiao Leite de Araujo Agravado : Dioney Ramos Silva dos Anjos Agravado : Diva Leite de Araujo Agravado : Durvalina Ramos da Silva Agravado : Edneide Almeida da Silva Oliveira Agravado : Edna Conceicao dos Santos Silva Agravado : Elaide Ferreira da Silva Agravado : Evani Conceicao Serafim Agravado : Filormina Maria dos Santos Agravado : Francisco Alves Pimentel Agravado : Gislene da Silva Agravado : Iraci Menezes da Silva Agravado : Iranice Castro Duarte Silva Agravado : Irene Reis Bonfim dos Santos Agravado : Ivan Barbosa de Almeida Agravado : Ivone Alice dos Santos Silva Agravado : Ivonete Ribeiro da Silva Agravado : Joana Gomes dos Santos Agravado : Josafa Brasileiro de Souza Agravado : Jose Ailton Lino da Silva Agravado : Josefa Angelina da Silva Souza Agravada : Josefa dos Santos Silva Agravado : Josefa Maria da Conceicao Silva Agravado : Josefa Maria dos Santos Silva Agravado : Joselita Dantas da Silva Agravado : Julia Nascimento de Souza Agravado : Luciano Antonio da Silva Agravado : Lucineide dos Santos Silva Agravado : Lucineide Sobrinho do Nascimento Agravado : Manoel da Silva Agravado : Margarida Maria de Freitas Agravado : Maria Aparecida da Silva Agravado : Maria Aparecida dos Santos e Santos Agravado : Maria da Paz Pereira da Silva Agravado : Maria das Gracas Silva Agravado : Maria de Lourdes Romulda Dias Agravada : Maria do Carmo Oliveira Silva Agravado : Maria Eunice Guerra Lino Agravado : Maria Eunice Nascimento dos Santos Araujo Agravado : Maria José de Jesus Agravados : Maria Jose de Oliveira Santana e outros Agravado : Maria Licia Oliveira Silva Agravado : Maria Lucia de Jesus da Silva Agravado : Maria Madalena Ferreira da Silva Agravado : Maria Nazare da Silva Agravado : Maria Raimunda Vieira Agravado : Marinalva da Silva e Silva Agravado : Marinalva Rodrigues de Souza Agravado : Priscila Nunes Nascimento Agravado : Raimundo Dias dos Santos Agravado : Regina Ferreira da Silva Agravado : Renilde Barroso Silva Agravado : Rita Ferreira Andre Barros Agravado : Rosangela Dias da Silva Agravado : Sebastiana Morgado dos Santos Agravado : Sirleide Bonfim Ferreira Agravado : Sueli dos Santos e Santos Agravado : Tereza Alves da Silva Agravado : Tereza Josefa da Silva .Disponibilização: sexta-feira.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .

0303742-28. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 175 Agravado : Valdete Altina da Silva Rocha Agravado : Valdete dos Santos Bonfim Agravado : Vanilde Conceicao dos Santos Agravado : Vilma Barbosa de Souza Advogado : Antonio José de Souza Guerra (OAB: 15003/BA) Advogado : Rogerio Reis Silva (OAB: 17865/BA) Relator : Gardenia Pereira Duarte Decisão : Não-Provimento.0001/50000 Agravo Comarca : Salvador Agravante : Aymoré Crédito Financiamento e Investimento S/A Advogado : Alexandre Jatobá Gomes (OAB: 32481/BA) Agravado : Marcos Vinicios Ferreira Gonçalves Advogado : Itaguaracy Bezerra Jucá (OAB: 26794/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Provimento.0000 Agravo de Instrumento Comarca : Salvador Agravante : Antonio Carlos de Menezes Agravante : Aloisio Andrade de Menezes Agravante : Claudio Jose Andrade Menezes Agravante : Mariza Menezes de Andrade Agravante : Marilda Andrade Menezes Advogado : Dalvio Jose de Almeida Jorge (OAB: 1676/BA) Advogado : Carla Borges de Andrade (OAB: 20420/BA) Agravado : Espolio de Alvaro Andrade de Menezes Agravada : Lygia Olga Ramos de Oliveira Advogado : Maria Leonor Povoas de Aguiar (OAB: 5407/BA) Proc.05.2012.8. 0342601-13.8.2012.0000 Agravo de Instrumento Comarca : Lauro de Freitas Agravante : Arthur da Silva Leandro Filho Advogado : Eraldo Ramos Tavares Junior (OAB: 21078/BA) Advogado : Lauro Augusto Passos Novis Filho (OAB: 20800/BA) .2012. 0311598-43.05. 0302885-79.05.05.8.8.2012. Unânime.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Unânime.Disponibilização: sexta-feira. Unânime. Unânime. Justiça : Maria das Graças S e Siva Relator : José Olegário Monção Caldas Decisão : Não-Provimento.0000/50000 Agravo Comarca : Salvador Agravante : Centro Evangélico Unificado Agravante : Primeira Igreja Batista do Brasil Agravante : Faculdade Evangélica de Salvador Advogado : Átila Brandão de Oliveira (OAB: 4659/BA) Advogado : Claudio Moreira da Silva (OAB: 13829/BA) Advogado : Anajá Maria Nascimento da Cruz (OAB: 7746/BA) Agravado : Paulo Cesar da Silva Trindade Agravado : Liliana Mendonça Ferreira Agravada : Selma Nascimento de Azevedo Agravada : Dirair Alves Ferreira Agravada : Lucinalva Pinheiro Bispo Agravada : Magali Figueiredo dos Anjos Agravada : Nildete Lopes Batista Agravada : Celeste Lima da Cruz dos Santos Agravada : Rozilda Fraga Cunha Araujo Agravada : Erenildes Ferreira Santana Agravada : Neuza Barreto de Santana Agravada : Mayralucia Santos Adaes Agravado : Maricelia Cerqueira da Silva Agravado : Julieta Magalhães dos Reis Agravada : Helena Oliveira dos Santos Agravado : Percilia Izabel dos Santos Silva Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho Decisão : Não-Provimento.

0000/50001 Agravo Comarca : Salvador Agravante : Aymore Credito Financiamento e Investimento S/A Advogado : Alexandre Jatobá Gomes (OAB: 32481/BA) .2012.0000 Agravo de Instrumento Comarca : Wanderley Agravante : Eletrônica Bandeirante Comércio e Serviços Ltda Advogado : Fabiolla Petronilia Nogueira (OAB: 26518/BA) Agravado : Antônio Barbosa Pinto Filho Agravado : Olindina Gomes Boaventura Pinto Advogado : Luciano Pinto Dórea (OAB: 8134/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Provimento. 18 de abril de 2013. Unânime. Unânime.2008.0001/50001 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Alvaro Antunes Franca Filho Advogado : Jairo Andrade de Miranda (OAB: 3923/BA) Advogado : Frederico Carlos Binderl Gaspar de Miranda (OAB: 26007/BA) Embargado : Petros-fundação Petrobrás de Seguridade Social Advogado : Rafaela Souza Tanuri Meirelles (OAB: 26124/BA) Advogado : Indira Oliveira Pereira (OAB: 28513/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Acolhimento de Embargos de Declaração.05.8.0000 Agravo de Instrumento Comarca : Salvador Agravante : Amanda Isabel da Silva Primo Advogado : Carlos Roberto Oliveira da Silva (OAB: 32612/BA) Advogado : Zilan da Costa E Silva Moura (OAB: 22513/BA) Agravado : Sul América Seguro Saúde S/A Agravado : Qualicorp Administradora de Benefícios S/A Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Provimento.2012. Unânime. Unânime.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .2012.Disponibilização: sexta-feira. 0311968-22.8. 0306650-58.8.05. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 176 Agravado : Shirley Santana Leandro Advogado : Maria Bernadeth Goncalves da Cunha Cordeiro (OAB: 2441/BA) Advogado : Ivone Pereira Nascimento (OAB: 9904/BA) Relator : José Olegário Monção Caldas Decisão : Não-Provimento.05. Unânime.05. 0317382-98.0000 Agravo de Instrumento Comarca : Lauro de Freitas Agravante : Shirley Santana Leandro Advogado : Maria Bernadeth Goncalves da Cunha Cordeiro (OAB: 2441/BA) Advogado : Ivone Pereira Nascimento (OAB: 9904/BA) Advogado : Mauricio José Minho Gonçalves (OAB: 15300/BA) Advogado : Gerson José Cordeiro Lima (OAB: 22053/BA) Agravado : Arthur da Silva Leandro Filho Advogado : Lauro Augusto Passos Novis Filho (OAB: 20800/BA) Advogado : Milton Hedayioglu Mendes de Lima (OAB: 20769/BA) Advogado : Eraldo Ramos Tavares Junior (OAB: 21078/BA) Advogado : Rodrigo Veiga Freire E Freire (OAB: 20863/BA) Advogado : Carolina Alves Mendes (OAB: 17461/BA) Advogado : Bianca Matos Silva (OAB: 26076/BA) Relator : José Olegário Monção Caldas Decisão : Não-Provimento.8. Salvador. 0303768-26.05. Diana Virginia de Souza Bastos Diretor(a) da Secretaria do(a) Quarta Câmara Cível PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Quarta Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 16 de abril de 2013 0108152-52.2012.8.

" Ante o exposto.2011. a exemplo de comprovantes de recolhimento de contribuições sociais e previdenciárias dos funcionários. Diana Virginia de Souza Bastos Diretor(a) da Secretaria do(a) Quarta Câmara Cível PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0319299-55. portanto. Cíveis e Comerciais. Oportunamente dê-se baixa dos autos no setor competente. do Código Civil. Cíveis e Comerciais da Comarca de Salvador.756. fato que também justifica a mencionada retenção de pagamento por força do quanto disposto na cláusula décima oitava do contrato em tela. 557. a ação cautelar inominada em tela foi ajuizada em 06 de outubro de 2011. Assiste razão ao recorrente. Exibe peças. Pede atribuição de efeito suspensivo e.805. CONSÓRCIO ALUSA GALVÃO TOMÉ. Comunique-se ao juiz da causa a decisão ora proferida.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . de 17. ensejando aplicação. 273 do CPC. sendo distribuída por dependência a anterior "Ação de Execução por Título Extrajudicial nº 0079676-96. além do entendimento do colendo STJ sobre a matéria. com a devida exclusão do seu nome nas ações trabalhistas. não apresentação por agravada dos documentos indispensáveis juntamente com a fatura.. In casu. Matéria relacionada a contrato de prestação de serviços deve ser discutida em ação própria.1998 estabelece que: "Se a decisão recorrida estiver em confronto com a jurisprudência dominante do Supremo Tribunal Federal.05. celebração de Contrato de Prestação de Serviços de Vigilância e Segurança Patrimonial entre as partes litigantes. ou de Tribunal Superior. Salvador. 41/61. inclusive. contra o consórcio agravante ALUSA GALVÃO TOMÉ.0001 movida contra si por MENDES E FERREIRA SEGURANÇA PATRIMONIAL LTDA. ausência do alegado inadimplemento contratual vez que efetuou integralmente os pagamentos. anteriormente ajuizada por agravada contra agravante. Unânime. cassando a decisão agravada. determinando o boqueio dos ativos financeiros da empresa demandada. até ulterior deliberação. distribuída por dependência a "Ação de Execução por Título Extrajudicial nº 0079676-96. Cumpram-se formalidades legais. "k" e "l" do referido contrato.2011. Alega. através de sistema Bacen-jud. pretende cassar a decisão proferida por MM Juiz de Direito da 27ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo. Publique-se. consoante estabelecido na Cláusula décima quarta. É nula a decisão proferida com equívoco. ensejando retenção legítima de parte dos pagamentos de acordo com os ditames legais e contratuais. deferitória de pedido liminar nos autos da Ação Cautelar Inominada nº 0103567-49.805. nos termos do art. com vistas ao equilíbrio das partes na relação processual até a definição do direito perseguido. em síntese. existência de "periculum in mora" reverso. ora agravada. no julgamento final da lide. Impossível ignorar o caráter provisório e subsidiário do processo Cautelar. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 177 Advogado : Rodolfo Gerd Seifert (OAB: 28116/BA) Agravado : Rita de Oliveira Santos Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho Decisão : Não-Provimento. Através de agravo de instrumento preparado. da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). com sua inclusão no pólo passivo em decorrência de responsabilidade subsidiária do Consórcio. inexistência do alegado risco de inadimplemento na hipótese de desfazimento do Consórcio considerando. não podendo.2012. com pedido de atribuição de efeito suspensivo. ora agravante. inclusive a inviabilizar o pagamento de sua folha salarial.Disponibilização: sexta-feira. não comportando concessão de liminar em ação cautelar inominada. em valor muito superior ao discutido na ação em tela. Intimem-se. O Código de Processo Civil em seu art. ou lesão a direito. § 1º-A.8. a evitar irreparabilidade de dano. alíneas "i". 17/170.2011. existência de ações trabalhistas ajuizadas por funcionários da agravada. sobretudo. ausencia de requisitos intrínsecos autorizadores da concessão da medida. que prevê a antecipação dos efeitos da tutela no próprio processo de conhecimento.805. celebração de contrato com a Petrobras. sobretudo artigo 455. provimento do recurso . 18 de abril de 2013. subsumir-se na própria ação principal. da exceção de contrato não cumprido. 476. dá-se provimento ao recurso. É o relatório. Inadmissível a concessão de liminar em ação cautelar como meio de satisfação imediata do direito material. em trâmite perante o juízo da 27ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo. ao final. a retenção dos valores visa salvaguardar seu patrimônio ante a existência das referidas ações trabalhistas por não cumprimento de obrigações exclusivamente da agravada. regulado pelo art.0001" ajuizada por MENDES E FERREIRA SEGURANÇA PATRIMONIAL LTDA. representado.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Consórcio Alusa Galvão Tomé Advogado : Fabrício de Castro Oliveira (OAB: 15055/BA) Advogado : Mauricio Brito Passos Silva (OAB: 20770/BA) Advogado : Cyntia Maria de Possidio Oliveira Lima (OAB: 15654/BA) Advogado : José Manoel Viana de Castro Neto (OAB: 30262/BA) Agravado : Mendes e Ferreira Seguranca Patrimonial Ltda Advogado : José Eduardo Dornelas Souza (OAB: 16636/BA) Advogado : José Rilton Tenório Moura (OAB: 1178A/BA) Vistos estes autos. Salvador. com base no dispositivo legal acima mencionado.0001".12. 18 de abril de 2013 Lícia de Castro Laranjeira Carvalho . que concede liminar com nítido caráter satisfativo. vez que a manutenção do bloqueio de seus ativos lhe causa prejuízos imensuráveis. Fls. fls. determinando o bloqueio dos seus ativos financeiros através de sistema Bacen-jud. no valor constante na planilha apresentada por demandante. em medida cautelar inominada. sujeita. à espécie. incluído pela Lei nº 9. o relator pode dar provimento ao recurso. ora agravada. existência de e-mails enviados à agravada comunicando a realização da retenção dos pagamentos até regularização da documentação previdenciária pendente. CÓPIA DA DECISÃO SUBSTITUIRÁ OFÍCIO/MANDADO. à demonstração dos requisitos próprios. havendo instituto específico.

em mandado de segurança. "Ao agravado resta. pois. documento de fls. Comunique-se ao juiz da causa a decisão ora proferida. concernente a contratação de professores para Departamento de Ciências Sociais Aplicadas. sob o seguinte fundamento: "(.. (. ausência de direito líquido e certo à pretendida suspensão do processo seletivo destinado à contratação de Professores Substitutos. visando cessação dos efeitos da decisão guerreada. demonstra que o concurso em testilha se presta não só ao preenchimento das vagas existente. determinando a suspensão imediata do processo seletivo previsto no edital nº 04/2012.1 "será de. 43.) A impossibilidade de contratação temporária na valência de concurso público para provimento de cargos permanentes é o entendimento do Superior Tribunal de Justiça em decisão relatada pelo Ministro Vicente Leal. pelo período de 12 meses. subitem 1. Exibe peças. não se confunde com cargo de Professor Substituto a ser preenchido na forma de Seleção Pública.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . ao final. foi publicado edital de seleção pública para Professor Substituto incluindo a matéria de Direito Civil.objeto do presente Edital.805. destina-se ao preenchimento das vagas existentes para os cargos permanentes do quadro de pessoal desta Universidade. oportunamente. O subitem 1. documento de fls. provimento do recurso. Quanto ao perigo da demora.. 31 dos autos. concessiva de liminar nos autos do Mandado de Segurança nº 003131046. É sabido que o não deferimento da liminar poderá trazer implicações para a situação jurídica em comento. observada a ordem rigorosa de classificação. a expectativa de direito do surgimento de outra vaga de Professor Assistente de Direito Civil durante a vigência do certame. houve publicação de edital para contratação temporária de professores substitutos no período de validade do concurso regido pelo Edital 03/2010". provisória. o Impetrante logrou 2º lugar na classificação para vaga de Professor Assistente de Direito Civil. a relevância dos fundamentos do pedido e se do ato impugnado puder resultar a ineficácia da medida. Cita jurisprudência. Já no âmbito da fumaça do bom direito. É lícito ao Juiz deferir pedido liminar em ação mandamental. em sede de mandado de segurança. embasada em alegação equivocada de existência de preterição.4.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Uefs . A fumaça do bom direito. concede liminar pleiteada visando suspensão imediata do processo seletivo previsto no edital nº 04/ 2012.. subitem 11.. decorre de ato de livre e prudente arbítrio do magistrado. porquanto os cargos de Professor Assistente para o qual foi o impetrante classificado em 2º lugar em Concurso Público destinado ao preenchimento de cargo de Professor Assistente de Direito Civil. De acordo com a publicação no Diário Oficial em 8 de abril de 2011. Fls. bem como das que vierem a ocorrer dentro do prazo de validade do Concurso.. Por tais razões nega-se seguimento ao agravo de instrumento. no máximo. não há muita dificuldade em se contatar que o mesmo existe. até decisão final da ação mandamental. transcrito alhures." (cita jurisprudência) (.." Evidentemente compete ao recorrente. 18 de abril de 2013 Lícia de Castro Laranjeira Carvalho .0000 impetrado por MATHEUS SILVA BEZERRA contra ato do Reitor da Universidade Estadual de Feira de Santana.Disponibilização: sexta-feira. em síntese. requisito também essencial para a concessão da medida precária. Cumpram-se formalidades legais. deve-se atentar para a presença da fumaça do bom direito e para o perigo da demora. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 178 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0318683-80. que dispõe sobre o Concurso Público para ingresso na carreira do Magistrado Superior na classe de professor auxiliar. concernente a contratação de professores para Departamento de Ciências Sociais Aplicadas.05. no Diário Oficial de 9 de outubro de 2012. cuja seleção seria realizada entre os dias 12 e 23 de novembro. está amparada na impossibilidade de realização de seleção para contratação temporária de docentes substitutos enquanto na vigência de um outro concurso cuja finalidade foi selecionar Professores Assistentes para o quadro permanente da Universidade Federal de Feira de Santana.2012.2012." Pede a atribuição do efeito suspensivo e. à luz do item 1. uma vez que se trata de institutos distintos. É o relatório. documento de fls. RT 674/202) A decisão hostilizada. prevista no Anexo. Portanto. Publique-se. E a validade deste. do Edital nº 03/2010. contra decisão da MM Juíza de Direito da Vara da Fazenda Pública da comarca de Feira de Santana. assistente e adjunto da Universidade Estadual de Feira de Santana. através agravo de instrumento preparado. 2 (dois) anos contados a partir da data da publicação dos resultados do DOE". até o julgamento definitivo deste mandado de segurança." "A aprovação em Concurso anterior para preenchimento de cargo definitivo não garante ao aprovado a sua contratação para cargo temporário. levar aos autos elementos suficientes e convincentes. "A concessão ou não de liminar. consoante item 11.Universidade Estadual de Feira de Santana Advogado : Ruy Sandes Leal (OAB: 5745/BA) Advogado : Cléia Pamponet Moura Cunha (OAB: 7921/BA) Agravado : Matheus Ferreira Bezerra Advogado : Matheus Ferreira Bezerra (OAB: 19178/BA) Advogado : Paulo Henrique Lopes Toledo (OAB: 785B/BA) Advogado : Argemiro Andrade Nascimento Filho (OAB: 11085/BA) Insurge-se a agravante. segundo as necessidades da Instituição. o que não ocorreu. temos que: 1. cuja seleção seria realizada entre os dias 12 e 23 de novembro. Intimem-se. Todavia. que só deve ser modificado em caso de ilegalidade manifesta e/ou abuso de poder" (STJ.) Na decisão de pedido liminar. para o qual havia apenas uma vaga. A recorrente alega.8. CÓPIA DA DECISÃO SUBSTITUI Salvador.4 O Concurso Público. formulado com demonstração da presença de requisitos autorizadores da medida excepcional. caso seja deferida. mas também às criadas em virtude da necessidade dentro do prazo de validade do concurso.4. 19/29. Oportunamente dê-se baixa dos autos no setor competente. A presença dos pressupostos de admissibilidade do recurso impõe seu conhecimento.9/104 . proferida em consonância com elementos carreados para os autos e legislação em vigor. sem configuração de prejulgamento.) Existe perigo na demora do provimento jurisdicional. previstas no anexo do edital.

fls. em síntese. Juíza de Piso indeferiu. fls. determinando seja observada a incidência do IPC/INPC como índice de correção. em face da sentença de fls. Miryan Maria dos Santos Ferreira aduz. no que concerne à liberação da quantia bloqueada.0001 Apelação Apelante : Banco Bmg S/A Advogado : Fabio Frasato Caires (OAB: 28478/BA) Advogado : Alexandre Jatobá Gomes (OAB: 32481/BA) Apelante : Miryan Maria dos Santos Ferreira Apelado : Miryan Maria dos Santos Ferreira Advogado : Epifanio Araujo Nunes (OAB: 28293/BA) Advogada : Maria da Saúde Brito Bomfim Rios (OAB: 19337/BA) Advogado : Célia Terêsa Santos (OAB: 5558/BA) Apelado : Banco Bmg S/A Tratam-se de apelações simultâneas interpostas por Miryan Maria dos Santos Ferreira.805. o seu direito de exclusão dos órgãos restritivos de crédito tão somente em razão do ajuizamento da revisional e de devolução do quanto cobrado. a partir do provimento do recurso. na forma do quanto previsto no art. 284/292. a demonstrar a onerosidade excessiva do contrato. em que a Dra. fixando-se os honorários em 20% sobre o valor da condenação. deixando de considerar a planilha por ela colacionada. consoante já denunciado em sede de contestação. inclusive taxa de cobrança administrativa e/ou honorários advocatícios extrajudiciais e proceder-se ao recálculo das prestações. declarar nula a cláusula que estabeleceu a cumulação da comissão de permanência com juros de mora e multa contratual. estes à base de 10% sobre o valor da condenação. a legitimidade do contrato. no mérito. ao decidir sobre encargos moratórios. em dobro. em resumo: a existência de litispendência. ratificando o agravo retido de fls. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0338080-25.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Sylvio Garcez Junior Advogado : Sylvio Garcez Junior (OAB: 7510/BA) Advogado : Ana Carolina Alves Barreto (OAB: 18476/BA) Agravado : Banco Economico S/A Em Liquidação Extrajudicial Advogado : Camila Maria Queiroz de Castro (OAB: 22157/BA) Inconformado com a decisão proferida nos autos dos Embargos à Execução sob nº 0006514-20. confirmando a decisão liminar de fls. 294/317. revestidas de ilegalidade e abusividade. e permitem a capitalização de juros. até porque. com vistas ao acolhimento integral dos seus pleitos constantes da exordial.05.Disponibilização: sexta-feira. uma vez decaindo na maior parte do pedido. 42. a pretensão do exequente. Salvador. 02/19. abatendo-se o quanto até aqui liquidado.2001. no prazo legal.2013. Visando o oferecimento de contrarrazões. porque não cumpridas as condições ali definidas relativas aos depósitos judicias das respectivas parcelas. Intimem-se.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . contendo pedido expresso de antecipação de tutela recursal e a sua confirmação. às fls. que a sentença laborou em equívoco. 475-J. com a condenação do réu na sucumbência. 02/19. Pede o provimento do recurso. Restou condenado o Banco apelante no pagamento de custas e honorários. inclusive para fins de abertura de prazo para oferecimento de impugnação. indevidamente. do CPC.8. 82/87 e sustentando. adotando-se as novas bases delineadas. ainda. na medida em que aplicam juros extorsivos. julgou parcialmente procedentes os pedidos autorais. a teor do §1º. aduzindo as razões fáticas e legais de fls. acima dos 12% a. Já o Banco BMG S/A se insurge contra a decisão hostilizada. fl. para revisar o contrato de financiamento. por entender ser necessária a formal intimação do executado acerca da penhora realizada. relativamente ao pedido de cumprimento de sentença envolvendo honorários advocatícios de sucumbência. especialmente no que tange aos juros aplicados. parágrafo único. legalmente vedada. Publique-se. por ora. visando a reforma integral da decisão vergastada. e pelo Banco BMG S/A.2012.0001. embora negando a incidência . Por meio das suas razões recursais. defendendo.05. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 179 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0001799-15. do art. 265. o presente agravo de instrumento. por ser de adesão. não participou do estabelecimento de suas cláusulas. através da qual o Juiz de Piso. defendendo. nos seguintes termos: declarar como abusiva a cláusula que estabeleceu a cumulação de correção monetária com comissão de permanência. 271/277. posto que a concessão da tutela recursal postulada implica em imediata liberação de crédito penhorado de valor significativo. Considerando a possibilidade da ocorrência de dano inverso. que deverá ser oficiado nesse sentido. por fim.m. a necessidade de cassação da liminar antecipatória de tutela. intime-se o agravado. determinando que a multa moratória seja cobrada no percentual de 2% sobre o saldo devedor. do CDC. Sylvio Garcez Junior interpôs. que a sentença ultrapassou os limites da discussão. inclusive para efeito de restituição do excedente à autora. capitalização e outras previsões. reservo-me para apreciar a providência reclamada após a prestação das informações do Juiz de Piso. 55/56. excluindo-se qualquer outra taxa. nos autos da Ação Revisional de Cláusulas Contratuais c/c Repetição de Indébito.8.

Aliado a isso.2012. sem contar a tolerância que o julgador tem para compreender as dificuldades que porventura surjam nesse aspecto. 82/87. 20 e 26 do CPC Valor da honorária advocatícia mantida Litigância de má-fé não caracterizada Inocorrência das hipóteses previstas no art. 296 e 472 do STJ Inadmissibilidade da cobrança cumulada da comissão de permanência com demais encargos Sentença mantida . Câmara Cível. com a devida comprovação. que impusera a necessidade do depósito judicial das parcelas na forma originariamente contratada. não se encontra desassociado da razoabilidade necessária. diante dos meios tecnológicos atualmente disponíveis. nem capitalização de juros. 17 do CPC Recurso improvido. tem-se que aquela também relacionada à mencionada decisão antecipatória. 82/87. porque decidira em relação aos encargos moratórios. não se justificam. o caput do art. revogar a sua decisão antecipatória. ao passo em que inexistem contrarrazões dirigidas ao apelo de Miryan Maria dos Santos Ferreira. eles representam . não se podendo desconsiderar aquelas que dizem respeito aos encargos moratórios. nesse caso. pugnam pelo seu improvimento. É o relatório. tendo em vista que a ação busca a revisão do contrato de financiamento firmado entre os litigantes. quando da interposição.0000. em 48 hs. o Juiz de Piso não definiu prazo específico para o cumprimento da dita liminar. do CPC. precluso está o direito de insurgência. em relação ao tema. não tem razão de ser. fl. Recurso do banco réu provido em parte e não conhecido o recurso da autora.. uma vez verificado o descumprimento da decisão agravada. Câmara de Direito Privado Data do julgamento:12/03/2013 Ementa: Cautelar. 557. Instituição financeira ré que deve arcar com os ônus sucumbenciais? Princípio da causalidade Exegese dos arts. Recurso da autora não conhecido. do Agravo de Instrumento nº 0308548-09. Quanto à fixação da multa para o descumprimento da decisão.26. quanto à alegação de que a sentença teria ultrapassado os limites do pedido inicial.8. inclusive com base na orientação pretoriana dominante. pela mesma apelante.8. Sobre o tema. apenas acolheu parcialmente o pedido antecipatório. A matéria já foi objeto de análise deste Tribunal de Justiça. razão. ressalte-se que o seu objetivo não é impor qualquer ônus à parte. posto que as insurgências nele contidas.61/72. Inicialmente cumpre ressaltar que o agravo retido de fls.2012. já decidida de forma acertada na sentença guerreada. Comissão de permanência Lícita sua cobrança. o que é comumente visto em decisões dessa lavra. aplicando-se. Incensurável.) n) A procedência do pedido com a revisão do contrato objeto desta ação. apresentadas em face do recurso do Banco BMG S/A. a despeito de alegar o descumprimento da autora. consoante decisão publicada no DJE de 19/06/12 e confirmada pelo Colegiado da 4ª. bem assim para o valor da multa em caso de descumprimento. assim. Exibição de documentos. nego provimento ao agravo retido de fls. portanto. objeto do seu apelo. portanto. Sucumbência Recíproca sucumbência reconhecida (art. ante a presença de provas de que as demais ações invocadas pelo Banco apelante envolvem contratos diversos. portanto. melhor sorte não lhe assiste. tais argumentos se afiguram impertinentes. desde que vencida a dívida com as limitações previstas nas súmulas 30. do pedido autoral. até porque tais comunicados. a decisão do Magistrado que rejeitou dita preliminar. acaso já existentes. Quanto à arguição de litispendência. ainda que pactuados pelas mesmas partes. Quanto ao apelo de Miryan Maria dos Santos Ferreira. vez que tal decisão integra a sentença proferida Intempestividade da apelação da autora em razão de sua interposição prematura. Contrato de empréstimo. que não procedem as postulações objetivadas no apelo do Banco Bmg S/A. 0011814-31. 55/56. Assim se compreende. disso decorrendo a necessidade da negativa de seguimento ao mesmo. dirigidos aos órgãos de negativação. postulando a autora fossem verificadas as cláusulas da avença consideradas abusivas e. Por isso é que. cujo acórdão foi publicado no DJE de 06/03/13.0161 Apelação Relator(a): Francisco Giaquinto Comarca: Diadema Órgão julgador: 13ª. preferencialmente. ilegais. cumpre salientar que o seu inconformismo no que diz respeito à parte da liminar de antecipação de tutela. em momento anterior à prolação do decisum. por mim relatado. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 180 in casu do anatocismo.Recurso do banco réu negado. para a exclusão ou o cancelamento da autora de tais bancos de dados. além do que o valor ali estipulado. mas exercer certa pressão. oportunamente e. registraram in verbis: "l) A declaração de nulidade das cláusulas abusivas e excessivamente onerosas. Vê-se. Ainda no apelo do Banco Bmg S/A. 294. No particular. Contrarrazões de fls. mantendo integralmente a decisão que concedeu. não logrou êxito o recorrente em efetivamente provar as suas alegações. são imediatos e totalmente possíveis.Disponibilização: sexta-feira. merecem destaque os seguintes julgados do TJSP: 0005501-53.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . para o fim de obstar possível negativação junto aos órgãos de proteção ao crédito. Câmara de Direito Privado Data do julgamento: 17/10/2012 Data de registro: 18/10/2012 Ementa: Revisional de Contratos Bancários (Cédula de Crédito Bancário Empréstimo para Capital de Giro)Apelação da autora interposta em momento anterior ao julgamento dos embargos de declaração da própria sentença Necessidade de reiteração ou ratificação do apelo após o julgamento dos embargos. quando poderia o Magistrado. anulando todas as cláusulas em prejuízo do consumidor. não se podendo falar haja identidade de objeto entre as demandas. opostos em face da sentença impugnada. em parte. não merece qualquer reproche o entendimento ali esposado. 19.26.2011. 21 do CPC) Recurso provido Recurso do réu provido. R$622. os efeitos da tutela. 328/335. a merecer a devida atenção do Judiciário. no prazo recursal. De relação aos juros remuneratórios. bem como a limitação constitucional dos juros simples e a correção monetária pelo INPC calculados sem cumulação. ante a sua ratificação na sentença hostilizada.05. Litispendência afastada. em que se postulou a adoção de providências. Ausência de comprovação da identidade das causas. (. Contratos diversos. Inicialmente." Não há que se falar. quanto ao depósito judicial das parcelas do financiamento. No que tange às alegações do Banco Bmg S/A. Ante as razões expostas. sequer merecendo ser conhecido nesta oportunidade. Isso porque. sequer merece conhecimento. não merece acolhida.281. visando o efetivo cumprimento do comando judicial. em decisão além do pedido. argumentando ela que bastaria tão somente o ajuizamento da ação de revisão do contrato para a verificação de tais efeitos. contra a decisão liminar antecipatória de tutela de fls. É induvidoso afirmar que a mesma só será cobrada. Com efeito. fls. jamais vindo perante o Juízo a quo apresentar tais fatos. Revisional de Contratos Bancários (Cédula de Crédito Bancário Empréstimo para Capital de Giro) Preliminar de nulidade da sentença em razão da litispendência da presente demanda com outra ação revisional ajuizada pela autora Demandas que têm por objeto contratos bancários diversos Preliminar rejeitada.. adequando os juros compensatórios e moratórios ao quanto estabelecido em lei. voltadas para suposto prazo destinado ao desapontamento das restrições. que não mereceu seguimento. pois.0344 Apelação Relator(a): Miguel Petroni Neto Comarca: Marília Órgão julgador: 16ª.8. nesse aspecto. em sede de embargos declaratórios. interposto pelo Banco BMG S/A. que também foram objeto da pactuação em epígrafe. Desassiste-lhe. à fl. litispendência in casu não há. os itens "l" e "n".00 por dia. convencido de tal contexto.

ABUSIVIDADE CARACTERIZADA. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. Capitalização mensal dos juros: "A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada". com periodicidade inferior a um ano.12).170-36/2001.626/1933. é devida pelo réu a devolução. CLÁUSULAS CONTRATUAIS. (STJ . a simples estipulação de juros remuneratórios superiores a 12% ao ano não indica abusividade. em virtude de negócio jurídico entre si celebrado. 294 E 322 DO STJ. VEDAÇÃO.º 1. JUROS COMPOSTOS. Recurso especial não provido."É permitida a capitalização de juros com periodicidade inferior a um ano em contratos celebrados após 31. 1. Os juros não pagos são incorporados ao capital e sobre eles passam a incidir novos juros. data da primitiva publicação da MP 2. conforme previamente pactuado. que limitava a taxa de juros reais a 12% ao ano. notadamente após o julgamento do Resp. incorporados ao valor principal. 3. do CDC e pretendida pela ora apelante não se aplica nesta espécie.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Somente é cabível a capitalização dos juros em periodicidade mensal para os contratos celebrados a partir de 31 de março de 2000. pois que aquela prevista no art. Julgado em: 22/02/2011). CONFIGURA A PACTUAÇÃO DA CAPITALIZAÇÃO MENSAL. 6.08. caso identificada em liquidação de sentença a cobrança de taxas de forma cumulada e em patamar superior àquele previsto em lei. desde que expressamente pactuada. é cediço que. AGRAVO REGIMENTAL PARCIALMENTE PROVIDO. tinha sua aplicação condicionada à edição de lei complementar. Consoante entendimento pacificado da Segunda Seção. previsto no Código de Defesa do Consumidor. 4.170-36/2001).884/RS). MULTIPLICADA POR DOZE. de cláusulas contratuais consideradas abusivas (Súmula 381/STJ).626/1933 (Lei de Usura) em intervalo inferior a um ano e permitida pela Medida Provisória 2. (STJ . data da primeira edição desta MP. julgado em 08/08/2012. RECURSO ESPECIAL. nessa extensão. admite-se a cobrança da capitalização dos juros. Sobre o assunto. desde que expressamente pactuada. a Súmula Vinculante n° 7. Recurso especial conhecido em parte e. A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada". parágrafo único. RECURSO ESPECIAL REPETITIVO. MORA. Julgado em: 09. Relator: Min.2000.10. mas apenas processo de formação da taxa de juros pelo método composto. A capitalização de juros vedada pelo Decreto 22. 40/ 2003. 42. da quantia indevidamente cobrada e paga. A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada. que decorre da falta de demonstração da abusividade das cláusulas contratuais questionadas. MÚTUO. ainda que imbuído de vícios e cujo reconhecimento se faz através da revisional sob comento. desde que expressamente pactuada. desde que expressamente pactuada. métodos usados na formação da taxa de juros contratada. desde que atendidos os requisitos de existência de previsão contratual expressa da capitalização com periodicidade inferior a um ano e que tenha sido o contrato firmado após 31/03/2000. no REsp 973. os seguintes precedentes: CONTRATO BANCÁRIO. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO.170-36/2001. DECRETO 22.Disponibilização: sexta-feira. do Código de Processo Civil. CONTRATO DE FINANCIAMENTO COM GARANTIA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. 30. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. (REsp 973827/RS.530-RS. Luis Felipe Salomão. e restando apurado a existência de crédito em favor da autora. relatado pela Ministra Nancy Andrighi.3. RECURSO ESPECIAL. de matemática financeira. 3. Rel. AÇÕES REVISIONAL E DE BUSCA E APREENSÃO CONVERTIDA EM DEPÓSITO. 7. Julgado em: 08.". semelhante entendimento está ali esposado no que tange à capitalização de juros. CAPITALIZAÇÃO MENSAL DE JUROS. sob a técnica do artigo 543-C. tem-se que as instituições financeiras não se submetem à limitação dos juros. revogada pela Emenda Constitucional n.827 . 1. 2. o que não é proibido pelo Decreto 22. a Súmula 596/STF. Agiu com acerto o sentenciante. AGRAVO REGIMENTAL.626/ 1933 MEDIDA PROVISÓRIA 2. DISPOSIÇÕES DE OFÍCIO. Rel. É lícita a cobrança dos encargos da mora quando caracterizado o estado de inadimplência.AgRg no REsp 1342243 / RSAGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL 2012/ 0187976-0. ante a absoluta falta de má-fé do Banco em levar a efeito o contrato. SÚMULAS 5. de "taxa de juros simples" e "taxa de juros compostos". 2. p/ Acórdão Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. . mas na forma simples. 1. 1.12). REVISIONAL.Processo: AgRg no REsp 919189 RS 2007/0013895-9. então sob o nº 1963-17. Analisando o fundamento da sentença recorrida. atualmente reeditada pela de nº 2. Em relação à capitalização mensal dos juros. PACTUAÇÃO DA CAPITALIZAÇÃO MENSAL DOS JUROS. Luis Felipe Salomão.170-36. A matéria encontra-se pacificada pela jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça. prévios ao início do cumprimento do contrato. estabelecida de forma transparente. Assim. deve ser a dívida recalculada. data da publicação da Medida Provisória n. a comissão de permanência não pode ser cumulada com quaisquer outros encargos remuneratórios ou moratórios. no particular. há os conceitos abstratos. No que diz respeito à restituição ou compensação dos valores. 2. 1. SÚMULA 381 DO STJ. 5." . posteriormente à edição da Medida Provisória n. Precedentes do STJ: PROCESSUAL CIVIL. tem por pressuposto a circunstância de os juros devidos e já vencidos serem. A 2ª Seção deste Tribunal Superior já firmou posicionamento pela possibilidade da cobrança da capitalização mensal dos juros. INCIDÊNCIA. Relator(a): Ministro Paulo de Tarso Sanseverino."A capitalização dos juros em periodicidade inferior à anual deve vir pactuada de forma expressa e clara. CONTRATO BANCÁRIO. AUSÊNCIA DE EXPRESSA PACTUAÇÃO.ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. CAPITALIZAÇÃO DE JUROS. provido. DJe 24/09/2012). Sobre o tema. o STJ já firmou o entendimento de que nos contratos firmados por instituições financeiras. 3. CIVIL E PROCESSUAL. admite-se a capitalização de juros. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA. A mera circunstância de estar pactuada taxa efetiva e taxa nominal de juros não implica capitalização de juros. AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATO. 4. Conforme jurisprudência assente desta Corte. SEGUNDA SEÇÃO. de ofício. com a mesma redação da Súmula 648/STF. Precedentes. Segundo o voto de vista. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO. Relator: Min. proferido pela Ministra Maria Isabel Gallotti. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 181 o preço da disponibilização monetária do mutuário ao mutuante. "A capitalização dos juros em periodicidade inferior à anual deve vir pactuada de forma expressa e clara.061.REsp 973827/RS. Ademais. A PREVISÃO DE TAXA ANUAL DOS JUROS SUPERIOR À TAXA MENSAL. consagra que: "A norma do § 3º do artigo 192 da Constituição. (STJ . a cobrança de encargos indevidos importa na descaracterização da mora (Eresp 163." Dessa forma. Na conformidade da Lei de Usura. não é possível a revisão. Teses para os efeitos do art. Por outro lado. RECURSO ESPECIAL 2007/0179072-3. DIFERENÇA ENTRE TAXAS DE JUROS MENSAL E ANUAL. Segundo o entendimento pacificado na 2ª Seção. periodicamente. CARACTERIZAÇÃO. no sentido de que a limitação dos juros remuneratórios em 12% ao ano vai de encontro à legislação pertinente e ao entendimento jurisprudencial pacificado.170-36/2001.963-17/2000. MORA AFASTADA. AÇÃO REVISIONAL. a fim de cumprir suficientemente o dever de informação.RS. 543-C do CPC: .963-17/2000 (em vigor como MP 2.

Precedentes. (STJ. por via postal e com aviso de recebimento. a repetição de indébito na forma simples. "A notificação extrajudicial realizada e entregue no endereço do devedor. Recurso especial conhecido e parcialmente provido. A jurisprudência moderna entende que a notificação extrajudicial realizada e entregue no endereço do devedor. VALIDADE. ENUNCIADO 182 DA SÚMULA DO STJ.DECLARAÇÃO DOS CORREIOS . nesta parte. QUARTA TURMA. julgado em 13/12/2011. Sidnei Beneti).2005. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 182 FUNDAMENTO NÃO ENFRENTADO.Agravo Regimental improvido. nos termos do art. se houver" (AgRg no REsp 749830/RS. unânime. Intimem-se. caput. é imperioso que a notificação extrajudicial na ação de reintegração de posse seja enviada na modalidade "carta registrada com aviso de recebimento". ficando relegado às instâncias ordinárias o cálculo do montante. DJU de 05. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0374217-06. No apelo. RECUR- .05. NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL REALIZADA POR CARTÓRIO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS SITUADO EM COMARCA DIVERSA DA DO DOMICÍLIO DO DEVEDOR. mesmo que não seja aquele do domicílio do devedor" (REsp n. por estes e seus próprios fundamentos. Rel. do CPC. 31. Julgado em: 22. Assim. DJe 19/12/2011). a ser apurado.ENTREGA DA NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL SEM AVISO DE RECEBIMENTO . mediante envio de carta registrada expedida por intermédio do Cartório de Títulos e Documentos. (STJ . é válida quando realizada por Cartório situado em Comarca que não seja aquela do domicílio do devedor. CONTRATO DE FINANCIAMENTO DE AUTOMÓVEL COM GARANTIA DE ALIENTAÇÃO FIDUCIÁRIA. independentemente da prova do erro.05. A jurisprudência iterativa da Terceira e Quarta Turma orienta-se no "sentido de admitir. DJe 18/05/2011). os seguintes julgados: AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL . conforme o permissivo do art.0001 Apelação Apelante : Aymore Credito Financiamento e Investimento S/A Advogado : Alexandre Jatobá Gomes (OAB: 32481/BA) Apelado : Daniel Cruz Conceição Trata-se de apelação interposta pela Aymoré Crédito Financiamento e Investimento S/A. em todos os termos.12).179).AgRg no AREsp 38240 / ES. IV.(AgRg no AREsp 32. pelo que extinguiu o feito. Rel. STJ .706.. CONTRATO DE FINANCIAMENTO DE AUTOMÓVEL COM GARANTIA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA.2012. Ante o exposto. 1.O Tribunal de origem decidiu que não foi observada condição de procedibilidade da ação de busca e apreensão.O agravado não trouxe qualquer argumento capaz de infirmar a decisão agravada.REsp 1184570 / MG. Julgado em: 09. RECURSO ESPECIAL. RECURSO ESPECIAL.SÚMULA 07/STJ INCIDÊNCIA. por via postal e com aviso de recebimento. 2. 3. DJU de 08.5.09. julgado em 22/03/ 2011.380/RS.8. Rel. AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. 1237699/SC.240. disso resultando a manutenção da sentença hostilizada. Fernando Gonçalves.1. 267.. Ainda que não se exija a assinatura do próprio devedor atestando o recebimento.Disponibilização: sexta-feira. Segundo o entendimento pacificado na 2ª Seção (AgRg no REsp n. 3. em razão da falta de juntada do aviso de recebimento da notificação extrajudicial. Sidnei Beneti. que se mantém por seus próprios fundamentos. Relatora: Min. a comissão de permanência não pode ser cumulada com quaisquer outros encargos remuneratórios ou moratórios. de forma que sua irregularidade inviabiliza não só a concessão da liminar.Os argumentos utilizados para fundamentar a pretensa violação legal somente poderiam ter sua procedência verificada mediante reexame das circunstâncias fáticas. tarefa vedada pelo óbice dos enunciados sumulares nº 5 e 7 do STJ.INSUFICIÊNCIA .REsp 1283834 / BA. o que foi expressamente afastado pelo tribunal de origem. do Decreto Lei 911/69 é condição específica da ação de busca e apreensão de bem objeto de alienação fiduciária. nos autos da ação de busca e apreensão. a recorrente sustentou a validade da notificação acostada às fls. Min. AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 38. Nesse sentido. é válida quando realizada por Cartório de Títulos e Documentos de outra Comarca.IMPOSSIBILIDADE . 557. Ministro Luiz Felipe Salomão.08. é válida quando realizada por Cartório de Títulos e Documentos de outra Comarca. A tese da recorrente é no sentido da previsão contratual de capitalização mensal de juros.. 3. em tese. A notificação extrajudicial realizada e entregue no endereço do devedor. §2º. mesmo que não seja aquele do domicílio do devedor. Agravo regimental a que se nega provimento. Rel. Salvador. Julgamento afetado à Segunda Seção com base no procedimento estabelecido pela Lei nº 11. Relator: Min.672/2008 (Lei dos Recursos Repetitivos) e pela Resolução STJ nº 8/2008. 4. 12/13. RECURSO ESPECIAL 2010/0040271-5. Recurso especial conhecido em parte e. NEGO SEGUIMENTO aos apelos. Maria Isabel Gallotti. ou pela notificação feita extrajudicialmente. na qual a Nobre Julgadora de piso.VALIDADE.(STJ . mas o próprio processo.. 2. é requisito necessário a prova da entrega da notificação no endereço do devedor e com o devido aviso de recebimento. entendeu que a mora não restou comprovada. 1. NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL REALIZADA POR CARTÓRIO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS SITUADO EM COMARCA DIVERSA DA DO DOMICÍLIO DO DEVEDOR. Relator: Min. 1. (Súmula 182/STJ). Publique-se. se houver. Min. Quarta Turma. do CPC.É inviável o agravo do art.12). AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL 2011/ 0202816-1. 2.. Nancy Andrighi. bem como a dispensa da comprovação da entrega e notificação pessoal do devedor. em face da sentença de fl.2005) 4. AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. de modo que a revisão do julgado impõe reexame do contrato e da matéria fática dos autos. 5. providência que encontra óbice na Súmula 7 deste Tribunal.AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO . 545 do CPC que deixa de atacar especificamente os fundamentos da decisão agravada. É o relatório.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05. p. provido. por via postal e com aviso de recebimento.2.368/RS. A notificação de que trata o artigo 2º. Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI.A comprovação da mora se dá por meio do protesto do título.

2013. O diploma legal mencionado não obriga o juiz antecipar os efeitos da tutela e apenas possibilita a concessão na hipótese da presença dos requisitos indicados. beneficiário de assistência judiciária gratuita. 18 de abril de 2013 Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0311329-98. NEGO SEGUIMENTO ao recurso. em síntese. indicado em memória de cálculo exibida ou na forma pactuada. representado.05. Exibe peças. autorizada apenas quando a convocação do réu contribuir para a consumação do dano que se busca evitar" (RT 764/221). Inexiste. por conseguinte."A antecipação da tutela sem audiência da parte contrária é providência excepcional.8. Diante do exposto. Crédito Financiamento e Investimento. no valor correto. evitando julgamento precipitado e. Oportunamente dê-se baixa dos autos no setor competente. Financiamento e Investimento S/A Vistos estes autos. Reza o art. antecipar.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Requer atribuição de efeito suspensivo ao recurso e final provimento. Intimem-se. formulado nos autos da "Ação Ordinária de Revisão de Contrato c/c Repetição de Indébito com pedido de antecipação de tutela" nº 0409735-57. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000866-42. É o relatório. Trata-se.2012. portanto. Fls. ilegalidade na decisão hostilizada. 557. Relatora: Ministra Maria Isabel Gallotti.05. viola o quanto estabelecido na Lei nº 8. Ademais a decisão agravada não impede o postulante de demonstrar no curso do processo a veracidade de suas alegações tornando exitosa a ação. Assim. contrária a legislação vigente. do Código de Processo Civil. impedindo a realização de depósito judicial das parcelas concernentes ao contrato de financiamento celebrado entre as partes litigantes. com base no permissivo contido no art. Compete ao postulante convencer o julgador da presença dos requisitos autorizadores da antecipação dos efeitos da tutela pleiteada ou aguardar o julgamento final da lide. de recurso manifestamente improcedente. Publique-se. 273. Comuniquese ao juiz da causa a decisão ora proferida. conforme mencionado.02.Disponibilização: sexta-feira. consistente no indeferimento do pleito antecipatório referido. sem precipitação ou demonstração de prejulgamento. Por tais razões e tudo mais que dos autos consta. de acordo com os requisitos exigidos pelos julgados mais recentes. a requerimento da parte. não se vislumbra no caso concreto que o devedor foi devidamente notificado extrajudicialmente. Intimemse. em observância ao art. incisos I e II. Cumpram-se formalidades legais. Insurge-se o agravante. Alega. 557 do Código de Processo Civil nega-se seguimento ao recurso.8. 15/66. do Código de Processo Civil. possibilitando resposta pertinente. merecedora de reforma. restando demonstrada a prudência do magistrado na condução do processo. os efeitos da tutela pretendida no pedido inicial. Julgado em: 29.078/1990. Não merece reforma a decisão proferida com fundamentação suficiente e amparo legal.2012. Publique-se. prejudicial. existência de prejuízo iminente. sobretudo porque já efetuou o pagamento de 14 (quatorze) parcelas do contrato em tela.2012). Salvador. Salvador. indeferitória de seu pedido de antecipação total dos efeitos da tutela.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Agamenon Matos Cruz Filho Advogado : Luciana Oliveira de Souza (OAB: 23509/BA) Agravado : Banco Bv Financeira S/A . se convença da verossimilhança da alegação e haja fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação ou fique caracterizado o abuso de direito de defesa ou manifesto propósito protelatório do réu. injusto. existindo prova inequívoca. através agravo de instrumento independendo de preparo. CÓPIA DA DECISÃO SUBSTITUIRÁ MANDADO/OFÍCIO.0001 Apelação Apelante : Louize Silva de Jesus Advogado : Francesca Rios da Costa (OAB: 24560/BA) Advogado : Alice Eugênia Lopes Trindade (OAB: 26501/BA) Apelado : Banco Itaucard S/A Advogado : Celso Marcon (OAB: 24460/BA) Advogado : Ramon Cestari Cardoso (OAB: 24953/BA) Advogado : Lia Dias Gregorio (OAB: 169557/SP) Advogado : Ariston Teles de Carvalho Neto (OAB: 23557/BA) Advogado : Marina Belandi Scheffer (OAB: 3232/AC) .Crédito. inadmissibilidade da decisão objurgada. possibilitando o trâmite normal. determinando oportunamente citação da parte demandada. caput.2011/0033243-5. em razão da ausência do aviso de recebimento nos autos. indeferitória de pedido de antecipação dos efeitos da tutela. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 183 SO ESPECIAL . no total de 36 (trinta e seis) parcelas. no entanto. total ou parcialmente. contra decisão proferida pelo MM Juiz de Direito da 26ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo Cíveis e Comerciais da Comarca de Salvador. que o juiz poderá. desde que. porquanto o indeferimento do pleito de antecipação de tutela.805.0001 movida contra BV Financeira S/A.

em síntese. tem por pressuposto a circunstância de os juros devidos e já vencidos serem. após a análise dos fundamentos da decisão invectivada. DJe 24/09/2012). CAPITALIZAÇÃO DE JUROS. métodos usados na formação da taxa de juros contratada." Desta forma. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. desde que expressamente pactuada. MULTIPLICADA POR DOZE. Inicialmente. multa moratória e/ou juros moratórios. tem-se que as instituições financeiras não se submetem à limitação dos juros. o apelado não ofertou contrarrazões ao apelo.3. com a mesma redação da Súmula 648/STF. RECURSO ESPECIAL REPETITIVO. assim como a apelante. 2. cópia do contrato de financiamento objeto do pleito revisional. Requereu o provimento do apelo. 1. por entender que. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO. 130. a necessidade de limitação dos juros ao patamar de 12% ao ano e de vedação da capitalização mensal destes. A 2ª Seção deste Tribunal Superior já firmou posicionamento pela possibilidade da cobrança da capitalização mensal dos juros. há os conceitos abstratos. conclui-se que a sentença hostilizada não padece de qualquer vício. Recurso especial não provido.8. estabelecida no art. CIVIL E PROCESSUAL. que inexiste nos autos prova de ilegalidade na cobrança de comissão de permanência. 03111500420118050001". o Digno Julgador de primeiro grau também não se pronunciou sobre o erro ora apontado. Precedentes. suficiente para a formação do seu convencimento. os seguintes precedentes: CONTRATO BANCÁRIO. 3. Com efeito. data da publicação da Medida Provisória n. a revelia não induz. Os juros não pagos são incorporados ao capital e sobre eles passam a incidir novos juros. em virtude do negócio jurídico celebrado. PACTUAÇÃO DA CAPITALIZAÇÃO MENSAL DOS JUROS.05. a fim de cumprir suficientemente o dever de informação. portanto. expressamente. A mera circunstância de estar pactuada taxa efetiva e taxa nominal de juros não implica capitalização de juros."É permitida a capitalização de juros com periodicidade inferior a um ano em contratos celebrados após 31. 543-C do CPC: . fls. com periodicidade inferior a um ano. relatado pela Ministra Nancy Andrighi. 93/98. data da primeira edição desta MP. 0311329-98. Assim. ainda que houvesse sido aplicada. JUROS COMPOSTOS.AgRg no REsp 1342243 / RSAGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL 2012/ 0187976-0. nos contratos firmados por instituições financeiras. desmerecendo chancela a pretensão do recorrente no sentido de limitá-los. 104/127. com a prova documental necessária à instrução processual. revogando a decisão que concedeu a tutela antecipada. Nessa ordem de ideias. desde que atendidos os requisitos de existência de previsão contratual expressa da capitalização com periodicidade inferior a um ano e que tenha sido o contrato firmado após 31/03/2000. no sentido de que a limitação dos juros remuneratórios em 12% ao ano vai de encontro à legislação pertinente e ao entendimento jurisprudencial pacificado.10. conforme certidão de fl. 25/29.061. "A capitalização dos juros em periodicidade inferior à anual deve vir pactuada de forma expressa e clara. os juros remuneratórios representam o preço da disponibilização monetária por parte do mutuário. o ora apelado cometeu o equívoco de juntar aos presentes autos defesa e documentos relativos a processo diverso.". 3.626/1933. Rel. Nas razões do apelo. 37 a 56. admite-se a cobrança da capitalização dos juros. DIFERENÇA ENTRE TAXAS DE JUROS MENSAL E ANUAL.530-RS. Sobre o assunto. consagra que: "A norma do § 3º do artigo 192 da Constituição. considerando-se a função social dos contratos e as regras protetivas do consumidor. no REsp 973. A PREVISÃO DE TAXA ANUAL DOS JUROS SUPERIOR À TAXA MENSAL.170-36/2001. municiando. ao contestar a ação. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 184 Trata-se de apelação interposta por Louize Silva de Jesus contra a sentença de fls. 2.Disponibilização: sexta-feira. 1. do Código de Processo Civil. necessariamente. posteriormente à edição da Medida Provisória n. demandante do presente Proc. o que não é proibido pelo Decreto 22. No entanto. É o relatório. Ora.170-36. periodicamente.963-17/2000. prévios ao início do cumprimento do contrato. (STJ . sob a técnica do artigo 543-C. Capitalização mensal dos juros: "A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada". cumpre observar que. 83/ 92. estabelecida de forma transparente. como autor da "Ação Revisional nº. a ora apelante não apontou o equívoco do apelado.626/1933 (Lei de Usura) em intervalo inferior a um ano e permitida pela Medida Provisória 2. verifica-se que esta não merece reforma.0001. e não Louize Silva de Jesus. Relator: Min. 1. Ademais. A matéria encontra-se pacificada pela jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça. de "taxa de juros simples" e "taxa de juros compostos". 319 do CPC. a simples estipulação de juros remuneratórios superiores a 12% ao ano não indica abusividade. CARACTERIZAÇÃO. Luis Felipe Salomão. a recorrente sustentou. em que o Nobre Julgador de piso julgou totalmente improcedente a ação revisional de contrato de financiamento bancário para aquisição de veículo. nº. Em relação à capitalização mensal dos juros. previsto no Código de Defesa do Consumidor. Por outro lado. como se pode aferir da leitura das fls. julgado em 08/08/2012. À fl. CONTRATO DE FINANCIAMENTO COM GARANTIA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. quando ofertou o apelo. inexistindo qualquer prejuízo processual decorrente da não decretação da revelia do acionado. então sob o nº 1963-17. Sobre o tema. no caso dos autos. a Súmula 596/STF.963-17/2000 (em vigor .TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Ao proferir a senteça recorrida. notadamente após o julgamento do Resp. apresentar defesa relativa a processo diverso equivale a não contestar a ação e a cominação da pena de revelia.2000. proferido pela Ministra Maria Isabel Gallotti. 1. Regularmente intimado. que limitava a taxa de juros reais a 12% ao ano. e não absoluta.626/ 1933 MEDIDA PROVISÓRIA 2. tinha sua aplicação condicionada à edição de lei complementar. SEGUNDA SEÇÃO. no caso sob exame. p/ Acórdão Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. às fls. mas apenas processo de formação da taxa de juros pelo método composto. a autora juntou. à condenação do réu. o que fez às fls. CONFIGURA A PACTUAÇÃO DA CAPITALIZAÇÃO MENSAL. assim como a incidência de juros remuneratórios em patamar superior aos juros legais e. A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada.827 . de matemática financeira. REVISIONAL. finalmente.º 1. Segundo o voto de vista. liminarmente. 40/2003. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. Julgado em: 09. Instada a oferecer réplica à contestação. pois expressamente prevista no instrumento contratual. "Manoel Alex de Jesus Santos". o Julgador. Teses para os efeitos do art. 37 indica. Rel.12). a qual.RS. (REsp 973827/RS. é admissível a capitalização mensal dos juros. Por outro lado. incorporados ao valor principal.2012. revogada pela Emenda Constitucional n. como também reiterou que a multa moratória não poderia ser cumulada com a comissão de permanência. atualmente reeditada pela de nº 2. AÇÕES REVISIONAL E DE BUSCA E APREENSÃO CONVERTIDA EM DEPÓSITO. pois a mencionada presunção de veracidade dos fatos afirmados pelo acionante é relativa. enseja que sejam reputados verdadeiros os fatos afirmados pelo autor. DECRETO 22. o STJ já firmou o entendimento de que. não seria capaz de alterar o resultado da lide. MORA. Na conformidade da Lei de Usura.170-36/2001. admite-se a capitalização de juros. desde que expressamente pactuada. A capitalização de juros vedada pelo Decreto 22. Já a Súmula Vinculante n° 7.

Salvador. É lícita a cobrança dos encargos da mora quando caracterizado o estado de inadimplência. evidenciam a pactuação expressa da capitalização de juros. no caso sob exame. Segundo o entendimento pacificado na 2ª Seção.Súmula 296 .170-36/2001). voltem-se conclusos. após uniformizar o entendimento de que descabe a sua cumulação com a correção monetária . não se encontra nos autos qualquer recurso manejado pela apelada.10 e sub-ítens 3. 25."A capitalização dos juros em periodicidade inferior à anual deve vir pactuada de forma expressa e clara. CLÁUSULAS CONTRATUAIS. 189/205. provido. Publique-se. multa moratória e/ou juros moratórios.10. ABUSIVIDADE CARACTERIZADA. do citado instrumento contratual. 557 do CPC. Salvador. 25/29. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá .10. que decorre da falta de demonstração da abusividade das cláusulas contratuais questionadas. desde que expressamente pactuada.0001 Apelação Apelante : Amil Saúde S/A Advogado : Ângela Souza da Fonseca (OAB: 17836/BA) Advogado : Isabelle Guimarães Rodrigues (OAB: 20923/BA) Apelado : Jose Ivo Ferreira Defensor : Ariana de Souza Silva Nos termos do §2º. os autos ao Secomge. (STJ . Intimem-se. Publique-se.884/RS).2. a comissão de permanência não pode ser cumulada com quaisquer outros encargos remuneratórios ou moratórios.39%) superior ao duodécuplo da taxa mensal (1. Somente é cabível a capitalização dos juros em periodicidade mensal para os contratos celebrados a partir de 31 de março de 2000. especialmente o item 3.12)." . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 185 como MP 2. Julgado em: 22/02/2011). 6. No caso dos autos. "não constam dos autos prova de ilegalidade na cobrança de comissão de permanência. Conforme jurisprudência assente desta Corte.81%). (STJ .1 e 3. o Superior Tribunal de Justiça.Processo: AgRg no REsp 919189 RS 2007/0013895-9. contra a decisão de primeiro grau. Relator(a): Ministro Paulo de Tarso Sanseverino.08. Ante o exposto. muito embora o Banco Itaucard S/A tenha ofertado contrarrazões às fls. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0007007-65.8. Relator: Min. Intimem-se. 1. uma vez mais. Iraci Sousa dos Santos. do art. inexistindo. o que seria vedado. DISPOSIÇÕES DE OFÍCIO. 3. de cláusulas contratuais consideradas abusivas (Súmula 381/STJ). data da primitiva publicação da MP 2. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA.firmou a orientação no sentido de que também é vedada a sua cumulação com multa contratual e juros moratórios. Consoante entendimento pacificado da Segunda Seção. AGRAVO REGIMENTAL. VEDAÇÃO. pois persiste a necessidade de correção dos dados processuais constantes da sua capa. consequentemente. Julgado em: 08. do CPC. nessa extensão. No tocante à comissão de permanência. intime-se a recorrente para promover a complementação do preparo recursal.2010.8. Com efeito. não é possível a revisão. a cobrança de encargos indevidos importa na descaracterização da mora (Eresp 163. CONTRATO BANCÁRIO. AUSÊNCIA DE EXPRESSA PACTUAÇÃO. sob pena de deserção. AGRAVO REGIMENTAL PARCIALMENTE PROVIDO. na medida em que o único apelante da sentença de primeiro grau é o Banco Itaucard S/A.Disponibilização: sexta-feira.2012.Súmula 30 . a cumulação desta com outros encargos moratórios. após análise do instrumento de contrato colacionado.0080 Apelação Apelante : Banco Itaucard S/A Apelado : Banco Itaucard S/A Advogado : Celso Marcon (OAB: 24460/BA) Advogado : Priscila Fabio Dantas (OAB: 26687/BA) Apelado : Iraci Sousa dos Santos Advogado : Adriano Bastos Silva (OAB: 23890/BA) Retornem. desde que expressamente pactuada. MORA AFASTADA." De fato.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . pelo que se admite a sua cobrança. 2. previsão de cobrança da comissão de permanência. RECURSO ESPECIAL 2007/0179072-3. não consta. constantes da fl. 511. conforme o permissivo do art. Todavia. Intimem-se.05. RECURSO ESPECIAL.170-36/2001. A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada".REsp 973827/RS. Recurso especial conhecido em parte e. 4. o contrato de fls. AÇÃO REVISIONAL. NEGO PROVIMENTO ao apelo. Luis Felipe Salomão. como bem salientou o cuidadoso Juiz da causa. de ofício. Após. Salvador. 5.e com os juros remuneratórios . Publiquese.05. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0029536-92. CAPITALIZAÇÃO MENSAL DE JUROS. MÚTUO. SÚMULA 381 DO STJ. com taxa anual (24. 4.

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 186

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0360281-11.2012.8.05.0001 Apelação Apelante : Regina Pereira Leitao Bomfim Advogado : André Corrêa Carvalho Pinelli (OAB: 33975/BA) Advogado : Aline Passos Silva Pizzani (OAB: 28670/BA) Apelado : Banco Panamericano S/A Advogado : Marcelo Kelner Carvalhal Pinheiro (OAB: 27733/BA) Advogado : Nelson Paschoalotto (OAB: 24665/BA) Trata-se de apelação interposta por Regina Pereira Leitão Bomfim, em face da sentença de fls. 48/50, em que a Nobre Julgadora de piso, nos autos da medida cautelar de exibição de documentos, julgou extinto o processo sem resolução do mérito, em razão do recorrido ter atendido o comando judicial, fl. 21, acostando aos autos os documentos ali exigidos, não caracterizando pretensão resistida, inexistindo lide, e, por isso, sendo descabida a condenação do apelado em verbas honorárias, inclusive diante da ausência de comprovação por parte da autora no sentido de que houve recusa do seu pleito na esfera administrativa. No apelo, fls. 56/58, a recorrente sustentou, em resumo, que é possível fixar honorários advocatícios nas demandas de exibição de documentos. Pediu o provimento do recurso. O recurso foi contrarrazoado às fls. 62/65, pugnando o recorrido pela manutenção do julgado. É o relatório. Entende-se que para haver a condenação em honorários advocatícios, nos caso de ações cautelares que visam a apresentação de documentos, deve estar caracterizada nos autos a resistência à exibição da documentação pleiteada, levando-se, assim, em consideração a aplicabilidade dos princípios da sucumbência e da causalidade. No presente caso, o MM. Juiz de primeiro grau consignou que: "A parte acionada não resistiu à pretensão deduzida em juízo pela parte autora, apresentando no prazo da defesa o documento cuja exibição foi requerida. Dessa forma, inexistindo pretensão resistida, inexiste lide, sendo descabida a condenação na verba honorária, principalmente porque, embora alegando, não provou a parte autora que houve, efetivamente, recusa de atendimento ao seu pleito na esfera administrativa (...)., fl. 48." O próprio STJ tem precedentes nesse sentido, senão vejamos: AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO. EXIBIÇÃO DE DOCUMENTOS. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. PRETENSÃO NÃO RESISTIDA. MAJORAÇÃO. IMPOSSIBILIDADE. DECISÃO AGRAVADA MANTIDA. IMPROVIMENTO. 1. - O Acórdão recorrido, embora entendendo não ser possível a condenação do réu em custas e honorários, por considerar não caracterizada a pretensão resistida, deixou de reformar a sentença que condenou a instituição financeira ao pagamento dos honorários advocatícios em razão da vedação da reformatio in pejus, já que não houve recurso por parte desta. 2. - Desta forma, não há como acolher o pleito de majoração dos honorários advocatícios, uma vez que tal posicionamento coaduna-se com a jurisprudência desta Corte é no sentido de que "apresentada prontamente pela parte ré a documentação pleiteada e não comprovada a recusa anterior, descabe a condenação desta nos ônus sucumbenciais, pela aplicação do princípio da causalidade (REsp n. 453.790-RS, Rel. Min. Carlos Alberto Menezes Direito, DJU de 04.08.2003; REsp n. 533.866-RS, Rel. Min. Aldir Passarinho Junior, DJU de 31.05.2004); (AgRg no REsp 861.457/DF, Rel. Ministro ALDIR PASSARINHO JUNIOR, DJ 20/08/2007). 3. - O agravo não trouxe nenhum argumento capaz de modificar a conclusão do julgado, a qual se mantém por seus próprios fundamentos. 4. - Agravo Regimental improvido. (AgRg no AREsp 262.723/RS, Rel. Ministro SIDNEI BENETI, TERCEIRA TURMA, julgado em 19/02/ 2013, DJe 28/02/2013). AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. EXTRATO DE CADERNETA POUPANÇA. EXIBIÇÃO DE DOCUMENTO. AUSÊNCIA PRETENSÃO RESISTIDA. INCABÍVEL FIXAÇÃO DE HONORÁRIOS SUCUMBENCIAIS. JUSTIÇA GRATUITA. FALTA DE ELEMENTOS COMPROVANDO A IMPOSSIBILIDADE DO RECORRENTE ARCAR COM AS DESPESAS PROCESSUAIS. AGRAVO NÃO PROVIDO. 1. Pela aplicação dos princípios da sucumbência e da causalidade em ações cautelares de exibição de documentos, para haver condenação a honorários advocatícios deve estar caracterizada nos autos a resistência à exibição dos documentos pleiteados. 2. O Tribunal de origem consignou a ausência de pretensão resistida, diante da falta de pedido administrativo, bem como pelo fornecimento do extratos bancários em juízo, após o fornecimento dos dados necessários. 3. Ausência de elementos comprovando a impossibilidade de arcar com as despesas processuais. 4. Agravo regimental não provido. (AgRg no REsp 934.260/RS, Rel. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO, QUARTA TURMA, julgado em 10/04/2012, DJe 13/04/2012). RECURSO ESPECIAL. PROCESSUAL CIVIL. AÇÃO CAUTELAR DE EXIBIÇÃO DE DOCUMENTOS. NÃO CONFIGURAÇÃO DE PRETENSÃO RESISTIDA. INCABÍVEL FIXAÇÃO DE HONORÁRIOS SUCUMBENCIAIS. PROVIMENTO NEGADO. 1. Pela aplicação dos princípios da sucumbência e da causalidade em ações cautelares administrativas, para haver condenação a honorários advocatícios pela sucumbência no feito, deve estar caracterizada nos autos a resistência à exibição dos documentos pleiteados. 2. Impossível conhecimento do recurso pela alínea "c" tendo em vista a ausência de similitude fática dos acórdãos paradigmas e o aresto vergastado. 3. Recurso especial improvido. (REsp 1077000/PR, Rel. Ministra MARIA THEREZA DE ASSIS MOURA, SEXTA TURMA, julgado em 20/08/ 2009, DJe 08/09/2009). Ante o exposto, com amparo no caput, do artigo 557, do CPC, NEGO SEGUIMENTO ao apelo. Publique-se. Intimem-se Salvador, 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 187

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Gardenia Pereira Duarte PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0001962-73.2008.8.05.0063 Apelação Apelante : Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia - Coelba Advogado : Milena Gila Fontes (OAB: 25510/BA) Advogado : Paulo Abbehusen Junior (OAB: 28568/BA) Apelado : Maria Selma dos Santos Advogado : Eustórgio Resedá (OAB: 25811/BA) Cuidam-se de recursos de apelação interpostos em face da sentença de fls. 84/86, proferida pelo MM. Juízo de Direito da Vara dos Feitos de Relações de Consumo, Cíveis e Comerciais de Conceição do Coité. Insta salientar que, ofertado o apelo pelo réu, o autor apresentou suas contrarrazões de fls. 102/111. Compulsando os autos, verifica-se a ausência de preenchimento adequado do porte de remessa e retorno do apelo ofertado pelo réu, razão pela qual determino a intimação do apelante para comprovar referido pagamento no prazo de 05 (cinco) dias, sob pena de deserção, conforme determina o art. 511 do CPC. Observe-se que o recorrente não identificou, na guia de recolhimento, a que processo o ato de fl. 100 se refere. É cediço que não basta, para fins de cumprimento da norma processual pátria, que o apelante apresente tão somente cópia do documento de arrecadação judiciária, como na espécie em comento, posto que desta guia não é passível de se aferir a qual demanda pertence o recolhimento efetuado. O número de referência, o código de recolhimento e outras informações que devem constar da guia é imposição que serve para garantir a isonomia processual na lide, demonstrando igualdade de condições de zelo, cuidado, seriedade e diligência no ato essencial a preparar recurso, bem como confere segurança ao relator do processo, haja vista lhe proporcionar a certeza de que o preparo realizado fora relativo ao feito analisado, senão vejamos entendimento recente do STJ a respeito: STJ. MOMENTO PARA COMPROVAÇÃO DO PREPARO. ART. 511 DO CPC. PRECEDENTES. 1. A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça orienta-se no sentido de que, "a partir da edição da Resolução nº 20/2004, além do recolhiento dos valores relativos ao porte de remessa e retorno em rede bancária, mediante preenchimento da Guia de Recolhimento da União (GRU) ou de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF), com a anotação do respectivo código de receita e a juntada do comprovante nos autos, passou a ser necessária a indicação do número do processo respectivo" (agRg no Resp nº 924.942/SP, de relatoria do Ministro Mauro Campbell Marques, julgado na sessão de 3/2/2010 e publicado no Dje de 18/3/2010). 2. Mesmo juntadas guias de recolhimento e comprovantes de pagamento aos autos, a falta de indicação do número correto do processo a que tais documentos se referem enseja a aplicação da pena de deserção. Precedentes. 3. O momento da comprovação do recolhimento das custas e do porte de remessa e retorno dos autos, com o correto preenchimento das guias; é no ato da interposição do recurso especial, sob pena de preclusão consumativa. 4. Agravo regimental não provido. (AgRg no AREsp 22502/RJ, Rel. Ministro RICARDO VILLAS BÔAS CUEVA, TERCEIRA TURMA, julgado em 11/12/2012. Dje 17/12/2012) Assim sendo, não há como se aferir o devido pagamento do porte de remessa e retorno, motivo pelo qual determino a comprovação do pagamento no prazo de 5 (cinco) dias, sob pena de deserção, conforme acima explanado. Após o transcurso desse prazo, retornem os autos conclusos para julgamento. Imprimo à presente decisão força de mandado/ofício. Publique-se. Intime-se. Cumpra-se. Salvador, 18 de abril de 2013. Desª. GARDÊNIA PEREIRA DUARTE Relatora 0083153-16.2000.8.05.0001 Apelação Apelante : Wilson Tome dos Santos Defensora : Camila Angelica Canario Apelado : Desenbahia- Agencia de Fomento do Estado da Bahia S/A Advogado : Marcelo José Monteiro da Costa (OAB: 8307/BA) Advogado : Fernanda Karina Gomes Vasconcelos (OAB: 15512/BA) Compulsando os autos, verifica-se não haver sido ofertado recurso em face do acórdão de fls. 238/245, conforme se extrai da certidão de fl. 251. Assim sendo, fácil vislumbrar que se encontra cumprida a função jurisdicional, em razão do trânsito em julgado do recurso, motivo pelo qual determino a devolução dos autos ao Juízo de origem para adoção das ulteriores providências. À Secretaria para os devidos fins. Publique-se. Intimem-se. Salvador, 18 de abril de 2013. DESª. GARDÊNIA DUARTE Relatora 0118847-94.2010.8.05.0001 Apelação Apelante : Marcelo Lima Aguiar Advogado : Ana Carolina Lima Silva Santana (OAB: 19884/BA) Apelado : Banco Bradesco Financiamentos S/A Advogado : Humberto Luiz Teixeira (OAB: 21310/BA) Advogado : Vinicius Moreira Batista (OAB: 23062/BA) Após o despacho que determinou o envio do feito à Secretaria da Câmara, acompanhado do relatório, fls. 228, as partes celebraram o presente acordo que fora acostado aos autos às fls. 231/233, requerendo a sua homologação e a desistência do recurso interposto pelo apelante. Da análise dos termos ali constantes, não se observa qualquer óbice à homologação da presente avença. Com fulcro no art. 840 do Código Civil, segundo o qual: "é lícito aos interessados prevenirem ou terminarem o litígio mediante concessões mútuas", homologo o acordo celebrado entre as partes, a fim de que produza os seus jurídicos e legais efeitos. A homologação do presente acordo, resulta na ausência de interesse de agir por parte do apelante, o que fulmina o recurso apelatório de fls. 160/172, pendente de julgamento face a interposição da presente petição de acordo. Ex positis, HOMOLOGA-SE O PRESENTE ACORDO e NEGA-SE SEGUIMENTO à apelação cível de fls. 160/172,

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 188

extinguindo-se o procedimento recursal. Retornem os autos ao juízo de origem para comprovação do cumprimento do presente acordo. Imprimo à presente decisão força de mandado/ofício. Publique-se. Intime-se. Cumpra-se. Salvador, 18 de abril de 2013. Desª. GARDÊNIA PEREIRA DUARTE Relatora 0314115-18.2012.8.05.0001 Apelação Apelante : Adilio Santos Silva Advogado : Daisy Kelly de Sousa Borges (OAB: 25264/BA) Advogado : Antonio Carlos Souza Ferreira (OAB: 11889/BA) Apelado : Banco Panamericano S/A Advogado : Lucas Azevedo Rios Maldonado (OAB: 37472/BA) Advogado : Cristiane Belinati Garcia Lopes (OAB: 25579/BA) DECISÃO Cuida-se de recurso de apelação interposto em face da sentença de fls. 64/67, proferida pelo MM. Juízo de Direito da 5ª Vara dos Feitos de Relações de Consumo, Cíveis e Comerciais de Salvador, que julgou procedente em parte a ação revisional ajuizada pelo apelante em face do Banco, oportunidade na qual manteve o valor da parcela inicialmente pactuado e excluiu a cobrança da comissão de permanência. Por fim, deixou de condenar as partes em custas e honorários advocatícios, em face da sucumbência recíproca. Apelo de fls. 73/87, sustentando o desacerto da sentença e pugnando pela reforma do julgado. Alega que o contrato, objeto do litígio, é de adesão, com evidente desvantagem ao autor. Requer a revisão da avença, a fim de se determinar a abusividade dos juros remuneratórios e sua fixação em até 12% ao ano; a exclusão da capitalização de juros; bem como o afastamento da cobrança de comissão de permanência; além de pleitear a repetição do indébito em dobro e a manutenção da posse do veículo em suas mãos. Por fim, prequestionou a matéria objeto do apelo. Contrarrazões às fls. 90/106, pelo improvimento do apelo. Subiram os autos e, distribuídos à Quarta Câmara Cível, coube-me, por sorteio, o encargo de relatora. É o breve relatório. DECIDO. Imperioso verificar, inicialmente, que nas razões deduzidas pelo apelante tem por fundamentos expressos, exclusivamente: a necessidade de limitação dos juros remuneratórios em 12% ao ano, exclusão da capitalização de juros, a ilegalidade da cumulação da comissão de permanência com os demais encargos, juros moratórios de 1% ao mês, a fixação do INPC como índice de correção monetária, e a repetição do indébito em dobro. Entretanto, conforme instrumento contratual colacionado aos autos, fácil vislumbrar que não merece guarida a pretensão do recorrente. Em relação à limitação dos juros remuneratórios, a matéria posta para acertamento encontra-se pacificada pela jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça, notadamente após o julgamento do Resp 1.061.530-RS, sob a técnica do artigo 543-C, do Código de Processo Civil, Relatora Ministra Nancy Andrighi. Consoante o referido entendimento, a limitação dos juros remuneratórios em 12% ao ano, requerida pelo apelante, vai de encontro à legislação atualmente aplicável à matéria e ao entendimento jurisprudencial pacificado, vide o disposto na Súmula 596/STF, que afasta a incidência da Lei de Usura nas operações realizadas pelas instituições financeiras. A simples estipulação de juros remuneratórios superiores a 12% ao ano não indica abusividade, vício que, na forma do entendimento consolidado pela jurisprudência do STJ, estará configurado quando correspondente a uma vez e meia ou ao triplo da taxa média de mercado, divulgada pelo Banco Central do Brasil (c.f. REsp 271.216/RS e REsp 971.853/RS). Ademais, a Súmula Vinculante n° 7, com a mesma redação da Súmula 648/STF, põe uma pá de cal na discussão: "A norma do § 3º do artigo 192 da Constituição, revogada pela Emenda Constitucional n. 40/2003, que limitava a taxa de juros reais a 12% ao ano, tinha sua aplicação condicionada à edição de lei complementar." Há que se rejeitar, portanto, o pedido de limitação dos juros remuneratórios a 12% (doze por cento) ao ano, porque não demonstrada a alegada abusividade, haja vista constar no contrato colacionado aos autos, fls.54/57, a taxa de juros fora pactuada em 2,03% ao mês, sendo cobrado o percentual de 1,54%, conforme exposto no julgado de piso, percentagem esta estabelecida de forma compatível com a taxa média de mercado, e não 4,5% como quis fazer acreditar o recorrente. Assim sendo, não há que se falar em reforma do decisum vergastado. No que se refere à capitalização de juros, enquanto não julgada a ADIn no 2316 pelo Supremo Tribunal Federal, aplica-se o entendimento pacífico do STJ quanto à possibilidade de pactuação, desde que expressa e em contratos posteriores a 31.03.2000, data da primeira publicação da Medida Provisória no 1.963-17, revigorada pela MP no 2.170-36 e em vigência devido ao artigo 2º, da Emenda Constitucional no 32/2001: "Esta Corte já firmou o entendimento de que, nos contratos firmados por instituições financeiras, posteriormente à edição da MP 1.963-17/2000, de 31/03/2000, é possível a incidência de capitalização mensal dos juros, desde que expressamente pactuada. Portanto, para sua cobrança, é necessário estar evidenciado que o contrato fora firmado após 31/03/2000 e que o referido encargo tenha sido expressamente pactuado" (STJ, Quarta Turma, AgRg no REsp 732719/RS, Rel. Min. Jorge Scartezzini, DJ de 15.05.2006, p. 228). In casu, observa-se que o contrato sub judice fora firmado em 2011, fls. 54/57, estando referida capitalização mensal expressa na cláusula "2.1". Assim sendo, não há que se falar em abusividade ou ilegalidade da cobrança deste encargo, esvaziando-se, por completo, os argumentos do apelante. Impõe-se, pois, a manutenção da sentença de piso. De referência à comissão de permanência, o Superior Tribunal de Justiça, após uniformizar o entendimento de que descabe a sua cumulação com a correção monetária (Súmula 30) e com os juros remuneratórios (Súmula 296), firmou a orientação de que também é vedada a sua cumulação com multa contratual e juros moratórios. Segundo o pretório, "A comissão de permanência, na forma como pactuada nos contratos em geral, constitui encargo substitutivo para a inadimplência, daí se presumir que ao credor é mais favorável e que em relação ao devedor representa uma penalidade a mais contra a impontualidade, majorando ainda mais a dívida. Ora, previstos já em lei os encargos específicos, com naturezas distintas e transparentes, para o período de inadimplência, tais a multa e os juros moratórios, não há razão plausível para admitir a comissão de permanência cumulativamente com aqueles, encargo de difícil compreensão para o consumidor, que não foi criado por lei, mas previsto em resolução do Banco Central do Brasil (Resolução nº 1.129/86)" (Segunda Seção, AgRg no REsp 712801/RS, Relator Ministro Carlos Alberto M. Direito, DJ de 04.05.2005, p. 154). O raciocínio parte da premissa de que a comissão de permanência e a multa contratual desempenham a mesma função: obrigar o devedor que não realizou a prestação no tempo oportuno ao pagamento de um determinado valor, por dia de atraso. Assim, em que pese possa ser contratualmente prevista, não poderá

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 189

ser cumulada nem com multa, nem com juros moratórios, sob pena de incorrer em bis in idem, razão pela qual o julgado afastou sua cobrança. Mantida a sentença de origem. No que pertine ao índice de atualização, observe-se que o comando sentencial sequer tratou acerca da correção monetária, motivo pelo qual não merece prosperar a pretensão do recorrente neste particular, porque esvaziado o interesse recursal neste item, mantendo-se, por conseguinte, o julgado de piso. O apelante requer, ainda, a restituição dos valores pagos a maior, uma vez constatada a cobrança abusiva. Relativamente à repetição de indébito, a jurisprudência do STJ firmou-se no sentido de que eventual pagamento feito a maior, no curso da contratualidade, deve ser compensado. É admissível, pois, a compensação de valores sempre que constatada cobrança indevida do encargo exigido, sem que, para tanto, haja necessidade de ser comprovado erro no pagamento. A ratio essendi da regra remete à necessidade de ser evitado o enriquecimento ilícito da parte beneficiada. Por fim, a antecipação parcial dos efeitos da tutela pretendida pelo apelante fica deferida, para mantê-lo na posse do veículo, objeto do presente litígio, desde que o mesmo efetive e comprove o pagamento dos valores constantes do presente julgado. Confluentes às razões expostas, DÁ-SE PROVIMENTO PARCIAL ao recurso, oportunidade na qual julga-se PARCIALMENTE PROCEDENTE A AÇÃO REVISIONAL, apenas para deferir parcialmente os efeitos da tutela pretendida, a fim de manter o apelante na posse do automóvel financiado, desde que o mesmo efetive e comprove o pagamento dos valores constantes do julgado de origem, deixando de condenar as partes em custas e honorários, em face da sucumbência recíproca. Em consequência, determinase sejam recalculados os valores das prestações em atraso, compensando-se a quantia eventualmente paga a maior. Imprimo à esta decisão força de mandado/ofício. Publique-se Salvador, 18 de abril de 2013. Desª GARDÊNIA PEREIRA DUARTE Relatora 0381628-03.2012.8.05.0001 Apelação Apelante : Banco Panamericano S/A Advogado : Daniela Arruda Castro (OAB: 28509/BA) Advogado : Lucas Azevedo Rios Maldonado (OAB: 47710/PR) Advogado : Cristiane Belinati Garcia Lopes (OAB: 25579/BA) Advogado : Julio Cesar Valeriano da Silva (OAB: 30587/BA) Advogado : Ana Paula Torres Muniz (OAB: 26157/BA) Apelado : Selma Maria Chagas de Jesus Lima BANCO PANAMERICANO S/A interpôs apelação contra a sentença de fls. 25/26, proferida nos autos de Busca e Apreensão ajuizada em face da apelada, que extinguiu o feito sem resolução de mérito, sob o fundamento de invalidade da notificação extrajudicial, expedida por Cartório de outra comarca. Asseverou o Juiz sentenciante que a notificação extrajudicial não poderia ter sido efetivada por Cartório de Títulos e Documentos de Comarca diversa do domicílio da devedora, conforme preconiza o art. 9º da lei 8.935/94. Razões do apelo às fls. 29/42, aduzindo, em síntese, que a apelada celebrou contrato de financiamento de veículo, tendo deixado de honrar com as parcelas do mesmo, o que teria dado ensejo à propositura da ação de Busca e Apreensão do bem. Sustentou que a notificação extrajudicial colacionada aos autos está em total consonância com o quanto estatuído no Decreto-Lei nº 911/69, pois expedida por Cartório de Títulos e Documentos e postada no endereço fornecido pela ré. Alegou, ainda, que a mora se constitui pelo simples inadimplemento do contrato. Ao final, requereu a reforma do julgado, a fim de ser declarada válida a notificação extrajudicial e seja restabelecida a relação processual, com o posterior prosseguimento do feito. Sem intimação da parte contrária, em face da ausência de citação, conforme despacho de fl. 46. Tramitação regular. Recurso preparado, próprio e tempestivo. É o relatório. Assiste razão ao apelante. No tocante à validade da notificação, em que pese a Quarta Câmara deste Tribunal de Justiça da Bahia vir reconhecendo a nulidade da notificação extrajudicial expedida por Cartório de outra Comarca, o STJ, em recente julgado, consolidou o entendimento de que a notificação, embora expedida por cartório de outra Comarca, é válida para considerar intimado o devedor. A propósito: AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. BUSCA E APREENSÃO. NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL. CONSTITUIÇÃO DO DEVEDOR EM MORA. CARTÓRIO LOCALIZADO EM COMARCA DIVERSA. VALIDADE. 1. A jurisprudência desta Corte firmou-se no sentido de que, em caso de alienação fiduciária, a mora deve ser comprovada por meio de notificação extrajudicial realizada por intermédio do Cartório de Títulos e Documentos a ser entregue no domicílio do devedor, sendo dispensada a notificação pessoal. 2. É válida a entrega da notificação extrajudicial expedida por meio de Cartório de Títulos e Documentos situado em comarca diversa da qual o devedor tem domicílio. Precedentes. Agravo regimental a que se nega provimento.(AgRg no AREsp 115.151/RS, Rel. Ministro RAUL ARAÚJO, QUARTA TURMA, julgado em 13/03/2012, DJe 03/04/2012) RECURSO ESPECIAL. AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. CONTRATO DE FINANCIAMENTO DE AUTOMÓVEL COM GARANTIA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL REALIZADA POR CARTÓRIO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS LOCALIZADO EM COMARCA DIVERSA DA DO DOMICÍLIO DO DEVEDOR. 1. A notificação extrajudicial realizada e entregue no endereço do devedor, por via postal e com aviso de recebimento, é válida quando realizada por Cartório de Títulos e Documentos de outra Comarca, mesmo que não seja aquele do domicílio do devedor. 2. De fato, inexiste norma no âmbito federal relativa ao limite territorial para a prática de atos registrais, especialmente no tocante aos Ofícios de Títulos e Documentos, razão pela qual é possível a realização de notificações, como a efetivada no caso em apreço, mediante o requerimento do apresentante do título, a quem é dada liberdade de escolha nesses casos. 3. A notificação extrajudicial, seja porque não está incluída nos atos enumerados no art. 129, seja porque não se trata de ato tendente a dar conhecimento a terceiros acerca de sua existência, não está submetido ao disposto no art. 130 da Lei 6.015/73. 4. Recurso especial conhecido em parte e, nesta parte, provido. (REsp 1237699/SC, Rel. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO, QUARTA TURMA, julgado em 22/03/2011, DJe 18/05/2011) Nesse contexto, observado o quanto disposto no § 1º, do art. 14, da Lei nº 9.492/97, há de se considerar válida a mencionada notificação, havidos, então, como existentes os efeitos dela decorrentes. Ademais, a jurisprudência dominante do Superior Tribunal de Justiça apenas exige, para a constituição em mora, que a notificação seja efetuada no domicílio do devedor, ainda que não recebida pessoalmente pelo destinatário. A propósito: AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. NOTIFICAÇÃO. PRECEDENTES DA CORTE. 1. Na linha de

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 190

precedentes da Corte, não se faz necessária a notificação pessoal do devedor para o efeito da constituição em mora, bastando que seja entregue no endereço correto. 2. Recurso especial conhecido e provido. (REsp 595241/MG, Rel. Min. CARLOS ALBERTO MENEZES DIREITO - TERCEIRA TURMA - DJ 21/02/2005 p. 177) - grifei PROCESSUAL CIVIL. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. CONVERSÃO EM DEPÓSITO. CONSTITUIÇÃO EM MORA. NOTIFICAÇÃO ENTREGUE NO ENDEREÇO DO DEVEDOR. VALIDADE. DECRETO-LEI N. 911, ART. 2º, § 2º. EXEGESE. I. Válida a notificação para constituição em mora do devedor efetuada em seu domicílio, ainda que não lhe entregue pessoalmente. Precedentes do STJ. (REsp 692.237/MG, Rel. Ministro Aldir Passarinho Junior, DJ de 11/4/2005). - grifei Assim, de acordo com a regra imposta pelo citado § 2º, do art. 2º, do Decreto-Lei nº 911/69, restou devidamente evidenciada a mora. Nas dívidas garantidas pela alienação fiduciária, a mora constitui-se ex re, incidindo a regra dies interpellat pro homine, ou, "o prazo interpela pela parte". Como adverte Orlando Gomes, "exige a lei, para a sua comprovação, que o credor se documente, praticando ato que torne inequívoco o comportamento do devedor", destinando-se a comunicação feita ao devedor "unicamente à comprovação da mora, não devendo ser esquecido que ela se constitui com o simples vencimento do prazo para pagamento" (in Alienação Fiduciária em Garantia, 2ª edição, Editora Forense, p. 95). Do exposto, e com fulcro no art. 557, 1º-A, DOU PROVIMENTO AO RECURSO, para reformar a sentença atacada, determinando o retorno dos autos ao Juízo de origem e o prosseguimento do feito em seus ulteriores termos. Imprimo à presente decisão força de mandado/ofício. Publique-se. Salvador, 18 de abril de 2013. Desª GARDÊNIA PEREIRA DUARTE Relatora Salvador, 18 de abril de 2013 Gardenia Pereira Duarte PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0319371-42.2012.8.05.0000/50000 Embargos de Declaração Embargante : Estado da Bahia Procª. Estado : Claudia Junqueira L. Bittencourt Embargado : Terezinha Carmen de Novais da Silva Advogado : Rosalvo Teixeira de Novais Neto (OAB: 11202/BA) Vistos estes autos. O embargante, representado, alega conter omissão na decisão embargada que negou seguimento ao seu recurso de agravo de instrumento, manifestamente inadmissível, deixando de apreciar questão suscitada concernente à possibilidade e abrangência da condenação ao ressarcimento de consulta médica em favor da parte adversa, no valor de R$120,00 (cento e vinte) reais, à luz das Leis nºs. 8.437/92 e 9.494/97, art.2º B . Requer o acolhimento dos embargos de declaração, a fim de sanar a omissão apontada, restringindo o cumprimento de tal obrigação 'apenas em relação à 2ª demandada'. Fls.37/38. É o relatório. A inocorrência, em decisão embargada, de vícios, obscuridade, contradição ou omissão impõe a rejeição de embargos de declaração, sob pena de contrariar o art. 535 do Código de Processo Civil. A omissão de que cuida o art. 535, II, do Código de Processo Civil deve ser concernente a ponto que deveria ter sido mas não foi decidido, tornando inexeqüível o julgado. Não é omissa a decisão fundamentada, fls. 32/33, que nega seguimento a recurso de agravo de instrumento manifestamente improcedente, pelos motivos já conhecidos, ora relembrados: "Trata-se de recurso manifestamente improcedente. Admissível o deferimento de pedido de antecipação dos efeitos da tutela em desfavor da Fazenda Pública, quando a situação não está inserida nas causas impeditivas, hipóteses das leis 9.494/97 e 8.347/92, preponderando, ademais, o interesse tutelado que é o bem jurídico à saúde e, por conseguinte, à vida da postulante, direito fundamental garantido pela CF/88. É lícito ao juiz, a requerimento da parte, antecipar total ou parcialmente os efeitos da tutela, inclusive contra a Fazenda Pública, desde que, existindo prova inequívoca, se convença da verossimilhança da alegação e haja fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação inclusive com cominação de pena pecuniária para a hipótese de descumprimento da decisão judicial. (...) Consoante ressaltado pelo douto magistrado, fls. 24, "Da Apreciação da Antecipação de Tutela Prende-se a concessão de antecipação dos efeitos da tutela à existência dos requisitos previstos em lei, quais sejam, a prova inequívoca da verossimilhança das alegações e o perigo de dano irreparável ou de difícil reparação na demora da prestação jurisdicional. A ausência de qualquer dos requisitos torna prejudicada a concessão da tutela requerida. Da análise das provas colacionadas aos autos, considerando o bem jurídico em litígio, direito à saúde, amparado constitucionalmente, resta delineada a verosimilhança do direito invocado, pois, de acordo com documentos adunados, constata-se que é premente a necessidade da Parte Autora fazer os referido exames e consultas, como prescrito pelo médico: ' solicito Glicemia, hemoglobina, colesterol, sumário de urina... '. Outrossim, o receio de dano irreparável ou de difícil reparação encontra-se caracterizado pelo relatório do profissional médico, ao asseverar o risco da doença, recomendando o afastamento definitivo das atividades profissionais, consoante laudo de fls. 13. (...)' O Supremo Tribunal Federal pacificou entendimento de que "o direito à saúde - além de qualificar-se como direito fundamental que assiste a todas as pessoas - representa conseqüência constitucional indissociável do direito à vida. O Poder Público, qualquer que seja a esfera institucional de sua atuação no plano da organização federativa brasileira, não pode mostrar-se indiferente ao problema da saúde da população, sob pena de incidir, ainda que por censurável omissão, em grave comportamento inconstitucional" (AGRE 271.286/RS, Rel. Min. Celso de Mello, DJ 24.11.2000). Evidentemente a recorrida apresentou argumentos suficientes e convincentes ao juiz da causa resultando na decisão provisória proferida com fundamentação adequada, sem demonstração de violação a qualquer dispositivo constitucional ou infraconstitucional. Compete ao recorrente, por conseguinte, apresentar ao juiz da causa, oportunamente, elementos convincentes visando a reconsideração ou revogação da decisão provisória. (...)". Suprível, no entanto, o erro material evidenciado à fl.32, último parágrafo do decisum embargado, ao reportar-se às conclusões da decisão agravada, proferida no juízo de primeiro grau, ONDE SE LÊ: 'A decisão hostilizada,

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 191

refletida às fls.23/25 não merecedora de reforma, embasada em elementos carreados para os autos e legislação em vigor ordena o demandado/recorrente a proceder a reinclusão da demandante/agravada 'à condição de beneficiária do plano', bem como o custeio necessário para restabelecer a sua saúde, com ressarcimento no valor de R$120,00 (cento e vinte reais) da consulta, sob pena de multa diária, destacando o princípio constitucional do acesso a saúde, art.196. (...), PASSANDO A CONSTAR: A decisão hostilizada, refletida às fls.23/25 não merecedora de reforma, embasada em elementos carreados para os autos e legislação em vigor determina que o ESTADO DA BAHIA proceda a reinclusão da demandante/agravada 'à condição de beneficiária do plano', e que o HOSPITAL ESPANHOL, segundo demandado, seja oficiado sobre a autorização para realização de consultas e exames médicos previamente marcados e requeridos, bem como o custeio necessário para restabelecer a saúde da sra. Terezinha Carmem de Novais da Silva, por fim a efetiva realização do ressarcimento no valor de R$120 (cento e vinte) reais da consulta, conforme relatório médico, fl.13, sob pena de multa diária de R$500,00 (quinhentos reais), a ser revertida em favor do Hospital Martagão Gesteira', conforme decisão agravada, fls.23/25. Por tais razões acolhem-se, em parte, os embargos de declaração apenas para suprir o erro material apontado, sem alteração das conclusões do julgado. Publique-se. Intimem-se. Oportunamente dê-se baixa dos autos no setor competente. Cumpram-se formalidades legais. CÓPIA DA DECISÃO SUBSTITUIRÁ MANDADO/OFÍCIO. Salvador, 18 de março de 2013. Desa. Lícia de Castro L. Carvalho Relatora Salvador, 18 de abril de 2013 Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Olegário Monção Caldas PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0001958-55.2013.8.05.0000 Mandado de Segurança Impetrante : Roberto Cruz dos Santos Advogado : Antonio João Gusmão Cunha (OAB: 18347/BA) Impetrado : Governador do Estado da Bahia Impetrado : Secretário da Administração do Estado da Bahia Impetrado : Diretora da Acadepol - Academia de Polícia Civil da Bahia DESPACHO Vistos etc. Acolho a manifestação ministerial. Converto o julgamento em diligência para determinar à Secretaria do Tribunal Pleno, que promova a notificação pessoal do SECRETÁRIO DA ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA e da DIRETORA DA ACADEPOL - ACADEMIA DE POLÍCIA CIVIL DA BAHIA, para que, no prazo de lei, prestem as informações de praxe. Após, voltem-me conclusos. P.R.I. Salvador, 18 de abril de 2013. DES. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS RELATOR 0004334-14.2013.8.05.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Maria de Lourdes Souza da Silva Advogado : Maurício Ribeiro de Castro (OAB: 14031/BA) Advogado : Wilkson Charles Costa França (OAB: 17456/BA) Advogado : Carla Schimmelpfeng Cunha (OAB: 20254/BA) Advogado : Humberto Augusto Pinto Neto (OAB: 17343/BA) Agravado : Urbanos Transportes Ltda Advogado : Aristoteles Gomes Tardin (OAB: 289B/BA) AGRAVO DE INSTRUMENTO. EXCEÇÃO DE INCOMPETÊNCIA. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR ACIDENTE DE VEÍCULO. ESCOLHA DE ENDEREÇO DIVERSO DO DOMICÍLIO DA AUTORA E DO LOCAL DO ACIDENTE. POSSIBILIDADE. APLICAÇÃO DA REGRA GERAL PREVISTA NO ART. 94 DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. DESCONSIDERAÇÃO DA COMPETÊNCIA PREVISTA NO ART. 100 DO CÓDIGO DE RITOS CÍVEIS. MERA FACULDADE. ENTENDIMENTO PACÍFICO DO COLENDO STJ. AGRAVO DE INSTRUMENTO PROVIDO LIMINARMENTE. JULGAMENTO Trata-se de Recurso de Agravo de Instrumento interposto por MARIA DE LOURDES SOUZA DA SILVA, contra a decisão que declinou da competência para a Comarca de Simões Filho. Irresignado, o Agravante interpôs o presente recurso requerendo a manutenção do processo na 30ª Vara dos feitos de relações de consumo cíveis e comerciais de Salvador. É o relatório, sucinto. Decido. Com fundamento no art. 557, caput, do CPC, com a redação dada pela Lei nº 9.756/98, dou provimento liminar ao presente agravo de instrumento. A referida Lei ampliou os poderes do Relator, que pode, em decisão monocrática, não só negar seguimento como também dar provimento ao recurso. Nestas circunstâncias, o Relator está autorizado a decidir singularmente, ainda que contrarie a decisão de primeiro grau, porquanto já de antemão é sabido o resultado, tornando-se absolutamente ocioso e contra o princípio da economia processual levar o recurso perante o colegiado. A decisão merece reforma. Insurge-se o agravante contra a decisão interlocutória proferida pelo MM. Juiz da 30ª Vara Cível de Salvador que, julgou procedente a exceção, declarando a incompetência daquele juízo para processar e julgar ação de indenização, remetendo os autos para a comarca de Simões Filho, por ser o foro de domicílio do autor/agravante. O disposto no art. 100 do Código de Processo Civil confere ao autor a possibilidade de propor ação de reparação de danos sofrida em razão de delito ou de acidente de veículo no foro do domicílio do autor ou onde ocorreu o fato ou ato gerador do suposto dano cuja reparação se persegue. Nesse passo, trazse à baila o teor da legislação vigente: Art. 100. É competente o foro: (...). IV - do lugar: a) onde está a sede, para ação em que for ré a pessoa jurídica; b) onde se acha a agência ou sucursal, quanto às obrigações que ela contraiu; (...). V - do lugar do ato ou fato: a) para a ação de reparação de dano; (...). Parágrafo único. Nas ações de reparação do dano sofrido em razão do delito ou acidente de veículos, será competente o foro do domicílio do autor ou do local do fato. Dada a natureza facultativa da norma insculpida no artigo acima citado, não há que se falar em exclusão da regra geral que aponta o domicílio do réu

cabendo ao autor a escolha da comarca onde pretende postular o pleito indenizatório. 25/27). na ação de indenização.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Casa do Horto Espaço Terapêutico Ltda Advogado : Marcelo Soares Lucidi (OAB: 33133/BA) Advogado : Marcus Vinicius Alcântara Kalil (OAB: 16714/BA) Agravado : Edmilson Sales Dourado Agravado : Elizabeth Oliveira Dourado Advogado : Marcos Valone Neves de Magalhães (OAB: 36413/BA) Advogado : Heitor Cunha Sampaio (OAB: 36420/BA) Advogado : Luis Araujo Vieira (OAB: 35432/BA) AGRAVO DE INSTRUMENTO. para reformar a decisão. a ensejar a admissibilidade do agravo por instrumento. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS Relator 0004818-29. bem como nos casos de inadmissão da apelação e nos relativos aos efeitos em que a apelação é recebida. concorrência de foros competentes para o julgamento da presente ação.2013. 44/45) proferida nos autos da Ação de Cobrança de seguro DPVAT.8. DATA EM QUE. porquanto a lei assim faculta. LAUDO DO IML EM QUE CONSTATA A INVALIDEZ DO AGRAVANTE FOI DE 22/02/2011.12 de abril de 2013. verifica-se que a decisão agravada não se insere nas situações previstas no art. o Agravante interpôs o presente recurso aduzindo que: 1) trata-se de estabelecimento de pequeno porte. não há que se falar em prescrição. Dá-se efeito de mandado/ofício a esta decisão. conheço do recurso.8. AUSÊNCIA DE LESÃO GRAVE E DIFÍCIL REPARAÇÃO.2013. é a data em que o segurado teve ciência inequívoca da incapacidade laboralh. inicia a contagem do prazo trienal. na forma retida. portanto. com fulcro no art. do Código de Processo Civil. no sentido de manter o feito na 30ª Vara Cível Dos Feitos de Relações de Consumo Cíveis e Comerciais de Salvador. Firme em tais razões. Des. JULGAMENTO Insurge-se o Agravante contra decisão (fls. por tudo exposto. AÇÃO DE COBRANÇA. data em que. Os Agravantes. Com tais considerações.Disponibilização: sexta-feira.05. cíveis e comerciais (fl. em desfavor da decisão proferido pelo MM Juízo da 22ª Vara dos feitos de relações de consumo. Salvador. vez que. 557. 05 de abril de 2013. AÇÃO ORDINÁRIA. proposta a demanda 31/10/2012. PRAZO TRIENAL. INICIA A CONTAGEM DO PRAZO TRIENAL. é a data em que o segurado teve ciência inequívoca da incapacidade laboral". Decido. que concedeu a tutela antecipada para determinar a imediata a sustação do depósito do cheque-caução. das decisões interlocutórias caberá agravo. converto em retido o presente agravo.000. conforme dispõe a súmula 405 do STJ. Com efeito. DECIDO. Publique-se. Comunique-se. DOU PROVIMENTO AO AGRAVO LIMINARMENTE. que não acolheu a preliminar de prescrição. dos elementos constantes dos autos. uma vez que não se trata de decisão suscetível de causar à parte lesão grave e de difícil reparação. o laudo do IML em que constata a invalidez do agravante foi de 22/02/2011. AGRAVO DE INSTRUMENTO CONVERTIDO EM RETIDO. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS Relator 0004983-76. A hipótese denota. Presentes os pressupostos objetivos e subjetivos de admissibilidade. JULGAMENTO Trata-se de Recurso de Agravo de Instrumento interposto por CASA DO HORTO ESPAÇO TERAPÊUTICO LTDA. 94 do Código de Ritos Cíveis. in casu. IMPROVIDO LIMINARMENTE. Salvador. Portanto. Publique-se. NEGO PROVIMENTO LIMINARMENTE para manter a decisão que afastou a prescrição.00. Intime-se. 206. contrataram de forma particular É o relatório. §1-A. PRESCRIÇÃO. Da súmula 278 do STJ: gO termo inicial do prazo prescricional. Intimem-se. apesar do acidente ter ocorrido em 17/ 04/2008. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS Relator . Salvador. 100 do Código de Processo Civil. não havendo o que se falar de violação à regra processual. 3º. salvo quando se tratar de decisão suscetível de causar à parte lesão grave e de difícil reparação.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 522 do CPC com a nova redação dada pela lei 11187/2005. Prevalecendo. insurgindo-se contra tal decisão. In casu. É importante registrar que em razão do advento do enunciado da Súmula n 405 do STJ. bem como determinar a manutenção do tratamento à paciente. julgo possível a conversão do presente agravo de instrumento em agravo retido. Intime-se. O art. inciso IX. alega que a presente ação está prescrita. restou consolidado na jurisprudência do Colendo Superior Tribunal de Justiça que cabe ao autor optar pelo foro de domicílio do réu ou pelos foros aludidos no art. na ação de indenização. PROPOSTA A DEMANDA 31/10/2012. No caso dos autos.05. Consoante a disciplina de ritos disposta no art. É O RELATÓRIO. Irresignado. Des. 522. 05 de abril de 2013. inclusive no tocante à tempestividade do agravo.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Companhia de Seguros Aliança da Bahia Agravante : Seguradora Lider dos Consorcios do Seguro Dpvat S/A Advogado : Maria Auxiliadora Garcia Durán Alvarez (OAB: 21193/BA) Advogado : Mariana Netto de Mendonça Paes (OAB: 27397/BA) Advogado : Victor Cefas Salum Cardoso Dourado (OAB: 32617/BA) Agravado : João Paulo da Silva Neto Advogado : Fernanda Bittencourt da Silva (OAB: 159981/RJ) Advogado : Jose Orisvaldo Brito da Silva (OAB: 29569/BA) AGRAVO DE INSTRUMENTO. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 192 como competente para processar e julgar ação fundada em direito pessoal. quando será admitida a sua interposição por instrumento. DPVAT. conforme súmula 278 do STJ. Dá-se efeito de mandado/ofício a esta decisão. em detrimento da competência territorial estabelecida no art. 522 DO CPC. 2) ciente os autores que o recorrente não possuía qualquer credenciamento com sua operadora CASSI. ART. o direito à saúde e a dignidade da pessoa humana. do Código Civil estabelece o prazo prescricional de três anos para a cobrança do seguro DPVAT. Assim sendo. sucinto. APLICAÇÃO DA SÚMULA 278 DO STJ: "O termo inicial do prazo prescricional. NÃO HÁ QUE SE FALAR EM PRESCRIÇÃO. no valor de R$ 9. do CPC. Des. CONFORME SÚMULA 278 DO STJ. esta questão restou pacificada na jurisprudência: A ação de cobrança do seguro obrigatório (DPVAT) prescreve em três anos.

dou provimento. PORTADOR DE DOENÇA RENAL CRÔNICA. Irresignado.0000 Agravo de Instrumento Agravante : José Bento do Carmo de Alcantara Advogado : Joni Hudson Rehem Fontes Lima (OAB: 19310/BA) Agravado : Municipio de Mascote Agravado : Estado da Bahia AGRAVO DE INSTRUMENTO. para deferir a tutela antecipada. para que possa se deslocar para continuar fazendo o tratamento de hemodiálise na cidade de Itabuna.º-A. AÇÃO DE USUCAPIÃO.00 até o limite de R$ 10. através do que alega na exordial e dos documentos juntados. nos termos do art.Disponibilização: sexta-feira. José Olegário Monção Caldas Relator . bem como o pagamento de diárias para as despesas com alimentação.05. Decido. sob o fundamento de que pretende o autor o recebimento de valores pretéritos e que não há prova de que está sendo negado o pedido de ajuda de custo fora do domicílio. assegurando-se direito à saúde a todos os cidadãos. pois a finalidade das astreintes é servir de meio coercitivo para o atendimento futuro da determinação judicial em obrigação de fazer e de não fazer. Por fim. no que tange a cominação da multa. A referida Lei ampliou os poderes do Relator. in verbis: "o Estado prestará assistência judiciária integral e gratuita aos que comprovarem insuficiência de recursos". antes referidas. TRATAMENTO FORA DO DOMICÍLIO (TFD). Intimem-se. Por tudo exposto. 18 de abril de 2013. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS Relator 0005609-95. LXXIV. COMPROVAÇÃO DA INSUFICIÊNCIA. §4º. O direito à saúde é assegurado a todos. Conheço do recurso. do CPC. Salvador. Intime-se. em desfavor da decisão proferida pelo MM Juízo da Vara dos Feitos de Relação de Consumo. Decido. deve ser considerado que o art. ante a comprovação de ausência de condições financeiras para arcar com as custas sem prejuízo do seu próprio sustento. 557. Assim. Com efeito. a cominação da multa diária por descumprimento e o bloqueio de verbas destinadas aos entes federativos.05. liminarmente. 196 da Constituição Federal. devem os demandados arcar com as despesas necessárias para o tratamento de hemodiálise na cidade de Itabuna. incumbindo aos entes referidos a prestação de serviços de saúde à população. devendo o ente público promover políticas sociais e econômicas que assegurem o acesso aos necessitados. 5º. que. Ante o pedido de concessão de tutela antecipada. DA CF/88. Dá-se efeito de mandado/ofício a este despacho. o Agravante interpôs o presente recurso requerendo a concessão da justiça gratuita. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 193 0005436-71. 2º DA LEI N. além de outras fontes. EXEGESE DO PARÁGRAFO ÚNICO DO ART. com a redação dada pela Lei nº 9. 1º-A. uma vez que caracterizada a urgência do atendimento devido à demandante. Diante disto. do CPC. entende-se cabível. PEDIDO DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA INDEFERIDO. com financiamento de recursos da Seguridade Social. 5º. Deste modo. assim. JULGAMENTO Trata-se de Recurso de Agravo de Instrumento interposto por JOSÉ BENTO DO CARMO DE ALCANTARA . PROVIMENTO LIMINAR DO AGRAVO DE INSTRUMENTO NA FORMA DO QUE DISPÕE O ART. 273 do CPC. sob pena de multa diária no valor de R$ 300. no sentido de determinar que os demandados arquem com as despesas necessárias para o tratamento de hemodiálise na cidade de Itabuna do agravante. 15 de abril de 2013. Baixas de estilo.080/90. o que permite o julgamento singular. AÇÃO ORDINÁRIA DE COBRANÇA C/C OBRIGAÇÃO DE FAZER. do Distrito Federal e dos Municípios.2013. Nestas circunstâncias. verifica-se que não há pedido de pagamento de despesas retroativas. em seu artigo 2º. O Juiz singular indeferiu a tutela antecipada. Des. nos termos do art. para garantir o pagamento das diárias do TFD . disciplinando o SUS. fixo a multa diária no valor de R$ 300. É o relatório. Des. dou provimento liminar ao presente agravo de instrumento. JULGAMENTO Trata-se de Recurso de Agravo de Instrumento interposto por GLEICIANE FERREIRA DE SÁ PORFÍRIO. à luz das normas vigentes. 557. Assim sendo. nos autos da ação ordinária de cobrança c/c obrigação de fazer indeferiu o pedido de tutela antecipada. incumbindo ao Estado prover as condições ao seu pleno exercício. DOU PROVIMENTO LIMINARMENTE ao agravo. impõe ao Estado (em suas três esferas) o dever de política social e econômica que visem reduzir doenças. Com fundamento no art. a continuidade do fornecimento de transporte ao autor. da União. por ser portador de doença renal crônica. porquanto já de antemão é sabido o resultado. Aplicação do artigo 196 da Constituição Federal. 37/40). Da inicial.000. ainda que contrarie a decisão de primeiro grau. DO CPC.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Gleiciane Ferreira de Sá Porfírio Advogado : Fabiano Samartin Fernandes (OAB: 21439/BA) AGRAVO DE INSTRUMENTO. ao instrumento para conceder a assistência judiciária gratuita. não só negar seguimento como também dar provimento ao recurso. sendo conveniente ressaltar que existe Sistema Único de Saúde. denota-se que o autor requereu. do Código de Processo Civil.060/50 E ART. Manifesta a procedência deste recurso. In casu. liminarmente.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . do CPC. não há que se falar em inexistência de previsão orçamentária. Incumbe. TRATAMENTO DE HEMODIÁLISE NA CIDADE DE ITABUNA. É o relatório.2013. Publique-se. AGRAVO DE INSTRUMENTO PROVIDO LIMINARMENTE. nos termos do art. dos Estados.000.transporte fora do domicilio.756/98. pois todos são legitimados passivos para tanto. tratamento de hemodiálise mediante Tratamento Fora do Domicílio (TFD). primando-se pelo direito à vida acima de tudo. nos valores mínimos conforme prevê a tabela da Portaria GM/MS nº 2848 de 06/11/2007. Salvador. A Lei 8.00 (trezentos reais) até o limite de 10. Irresignado. ao cidadão optar dentre os entes públicos referidos qual o que deve lhe prestar assistência à saúde em atendimento à norma do artigo 196 da Constituição Federal. o Agravante interpôs o presente recurso requerendo que os réus efetuem o pagamento das diárias relativas ao custeio da alimentação do requerente e seu acompanhante. por tudo exposto. com fundamento no artigo 557. deferindo a tutela antecipada porque presentes os requisitos autorizadores. que regulamentaram a norma constitucional mencionada. Cíveis e Comerciais (fl. §1º-A.00. Dispõe o art. no caso. contra a decisão que negou a assistência judiciária gratuita. que pode. inciso LXXV que o Estado concederá tal beneficio aquele que comprovar. com manutenção dos serviços pertinentes.8.00 (dez mil reais). Comunique-se. consoante jurisprudência. 1. sob pena de multa diária. merece provimento o agravo. §1ª-A. repetiu que a saúde é um direito fundamental do ser humano. PROVIMENTO AO AGRAVO DE INSTRUMENTO LIMINARMENTE. 461. § 1. sucinto. nos termos do que dispõe o artigo 198 da Carta Magna. mas sim das atuais. o Relator está autorizado a decidir singularmente. tornando-se absolutamente ocioso e contra o princípio da economia processual levar o recurso perante o colegiado. 557. em decisão monocrática. DÁ-SE EFEITO DE MANDADO/OFÍCIO A ESTA DECISÃO.

já que demonstra possuir um Alvará vencido desde 2008.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Salvador. proposta por REZENDE EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA. pela qual. 35/44). não demostra atender os requisitos do Art. que.64/70). 927 do CPC. pois o outorgado procurador que assina a escritura não mais tinha poderes em 26.0250. além dos documentos de escritura serem datados de 2008 (fls. tudo com licenças. conceder efeito suspensivo pleiteado pelos Agravantes. e arbitrando como honorários o valor de 02 (dois) salários mínimos.2013.2011. e a certidão do Instituto do Meio Ambiente-IMA estava em fase de arquivamento (fls. mês a mês. já que não foi baseada na posse concreta e exteriorizada do imóvel. da plausibilidade do seu direito (fumus boni iuris).2007 (data da escritura da Agravada). em desfavor da decisão proferida pelo MM Juízo da Vara dos feitos de relações de consumo. que deve ser rateado. no prazo da lei. Salvador.105/ 106).2011. Oficiese o Juízo do primeiro grau para que tome conhecimento da presente decisão e. nomeando depositário fiel. 18 de abril de 2013.805.8.8. pelo requerente.02. É o relatório. 2) que possuem a posse mansa e pacífica há 19 anos. Como bem afirmado pelos Agravantes. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 194 0005796-06. sua posse. constatada a presença dos requisitos ensejadores à concessão da liminar (fumus boni iuris e periculum in mora). em razão dos documentos juntados pelos Agravantes. a situação do Agravado carece de comprovações e segurança. determinando apresentação de relatórios mensais acerca do desempenho do seu mister. Publique-se. Verificando-se que o requerimento extrapola os efeitos meramente aclaratórios. Irresignado. Do deferimento da liminar O deferimento da medida liminar em sede de agravo de instrumento está condicionada à demonstração.05. Sr. certidão negativa emitida em 16. de que a demora do presente recurso possa causar-lhe lesão grave ou de difícil reparação (periculum in mora). sendo entendimento deste Relator que assim permaneça até decisão ulterior.R. dentre outros listados Às fls. cíveis e comerciais (fl. a concessão do efeito suspensivo ativo. muro divisório e guarita construída. Ainda que respeitemos a proximidade do juiz à causa. concedo o pleiteado efeito suspensivo ativo. visto que o Alvará da Prefeitura Municipal de Simões Filho está cancelado (fls. 0010605-10. autorização para terraplanagem emitida pela Secretaria de Infraestrutura do Município de Simões Filho. intime-se o Agravado para oferecer contrarrazões.05. às fls. o Agravante interpôs o presente recurso requerendo e alegando: 1) que há perigo de lesão grave ou de difícil reparação caso a decisão seja mantida.Companhia de Gas da Bahia Advogado : Helio Santos Menezes Junior (OAB: 7339/BA) Advogado : Silvia Cristina Miranda Santos (OAB: 7141/BA) Embargado : Fg Comercio de Pecas e Servicos de Manutencao Ltda Advogado : Euvaldo Teixeira de Matos Filho (OAB: 11962/BA) Proc. razão. as provas colacionadas aos autos são suficientes para. entre as partes e consignado em conta a ser aberta em nome do depositário e à disposição do juízo. 3) que os documentos apresentados pela Autora/Agravada não comprovam sua posse.0000/50000 Embargos de Declaração Embargante : Presidente da Comissao Permanente de Licitacao da Bahiagas . DÁ-SE EFEITO DE MANDADO/OFÍCIO A ESTE DESPACHO. 4) que há indícios de ilegalidade na escritura da Agravada. e determinar a manutenção da posse do bem com os Agravantes. Intime-se.66/67 e 199/203). Erasmo Martins Pedro. A posse mansa e pacífica pertence à estes há anos. a posse concreta e exteriorizada do imóvel foi comprovada com a juntada de diversos documentos. em cognição sumária. 13/14. quais sejam. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS Relator 0006050-76. garantindo força policial. nos autos da Ação de Reintegração de Posse nº 0002616-76. 15 de abril de 2013. turbação ou esbulho e continuação da posse turbada. Des. já que falecido o outorgante. o alvará e a Liminar. José Olegário Monção Caldas Relator . dele conheço. em 19. Requer. 12. ainda. portanto.2013. N'outro giro. determinou o sequestro do bem objeto da lide (terreno). Isto posto. no prazo de lei.8. 181/187. Des. com terraplanagem autorizada a partir de 2006. Dá-se efeito de mandado a esta decisão. como a Licença.Disponibilização: sexta-feira. Logo.2003 (fls.05.73). In casu. decido suspender a ordem liminar proferida. Recurso tempestivo. Decido.05.I. bem posteriores aos do Agravantes. intime(m)-se o(s) embargado(s) para se manifestar sobre o recurso de fls. viciando. alvarás e habite-se dos órgãos competentes. emitida pela SUDIC em 2008. junto ao Banco do Brasil. Justiça : Adivaldo Guimaraes Cidade DESPACHO Vistos etc. P.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Márcia Regina Soares Caldeira Monteiro Advogado : José Renan Oliveira Moreira (OAB: 9929/BA) Agravado : Antônio Juracy Monteiro Advogado : Antonio Carlos Alves Macêdo (OAB: 5999/BA) . interposto por TÚLIO FONSECA BORGES E AMÁLIA MARIA DA FONSECA BORGES. ato contínuo. e ainda.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Tulio Fonseca Borges Agravante : Amalia Maria da Fonseca Borges Advogado : Túlio Fonseca Borges (OAB: 19248/BA) Advogado : Manuela Gonçalves Serejo (OAB: 28648/BA) Advogado : Estácio Milton Nogueira Reis Júnior (OAB: 20463/BA) Agravado : Rezende Empreendimentos e Participações Ltda Advogado : Raul Ney Marques Requião (OAB: 5944/BA) D E C I S Ã O Trata-se de Recurso de Agravo de Instrumento com pedido de antecipação de tutela recursal. até decisão final deste recurso. 131/137).11.2013 (fls 136/137) e escritura pública e registro em cartório datados de 1994 (fls. fundado no poder geral de cautela do Juízo. bem como. o qual preenche os requisitos legais para sua admissibilidade.

salienta o risco de grave lesão a direito de propriedade. do RITJ-Ba. EX VI DO ART. sob nº00143337. CAUTELAR INOMINADA EXTINTA NOS TERMOS DO ART. em que pese proclamada válida a adjudicação do bem à credora. medindo 17h00a.0% (cinco por cento) do valor do débito. sob o crivo do magistrado. a coexistência da plausibilidade do direito e do perigo da demora.0000-0. afastando a utilidade da medida cautelar autônoma com o escopo de "convalidação" do interlocutório. a remição do débito pelo devedor (precedentes à expedição da Carta e lavratura do Auto de Adjudicação). convalidando a decisão da MM.1. diante da chancela judicial à expropriação do imóvel. 266.1994. qualificada nos autos. e empreendimento hoteleiro dele integrante. sujeitas a requisitos indispensáveis ao seu manejo e justificadores da quebra súbita do devido processo legal. Por fim. proferida nos Embargos de Terceiro.0000-0. tornando impossível a imissão na posse do aludido imóvel. propõe Ação Cautelar Inominada Incidental com pedido de liminar.2009. as cautelares compreendem medidas excepcionais . determinado-se.08. muito embora não operado o trânsito em julgado da sentença dos Embargos de Terceiro e dos Embargos à Adjudicação."a". sobrestando-se os atos que impliquem na expropriação do bem denominado Ticaueira.. E. portanto. 558.IV. Juíza Licia Maria Melo de Mesquita. no endereço informado preambularmente.2009. suspendendo-se os seus efeitos e dos atos processuais praticados após a oposição dos embargos à adjudicação e de terceiros. No âmbito das tutelas de urgência. Ademais. do estatuto de ritos.515. o conhecimento da arguição de nulidade de registro da Carta de Adjudicação no competente Registro de Imóveis da Comarca de Camaçari-Ba. a ora demandada ajuizou Execução de Título Extrajudicial nº0031395-08. também. arrimo nos art. 295.§3º.805. Impugnada a ordem liminar. 122 dos autos originários.805. que ensejou inteporsição de Recurso Especial. as cautelares compreendem medidas excepcionais.805.1994. 800. pretendendo. sob nº007826-94. Nesse ínterim. uma vez que o próprio pedido da cautelar já se encontra atendido quando do recebimento do apelo. Tal decisão despreza o fato de a sentença.(TUMA ENGEMAC INSTALAÇÕES TÉRMICAS).2009. do CPC.09. o que configura repetição. 335. Suscitando violação ao art. a apelação interposta foi recebida em ambos os efeitos (fls. para ciência e efetivo cumprimento da decisão liminar. A admissibilidade das Medidas Cautelares exige.5º. vindo a exequente a apresentar laudo próprio e à margem de intimação do devedor.LIV e LV. o recebimento do apelo em seu duplo efeito já satisfaz o pleito do . confirmando-se a liminar e desobrigando o autor da entrega do bem contristado pela penhora judicial e expropriado nos autos da Execução sob nº 0031395-08. Alvo de pedidos sucessivos. Não sendo regra geral. obtendo a providência inaudita altera pars.. afastando a utilidade de medida cautelar autônoma com o escopo de "convalidação" do interlocutório. levando-se a efeito a penhora do bem imóvel de sua propriedade.sujeitas a requisitos indispensáveis ao seu manejo e justificadores da quebra súbita do devido processo legal. exarada nos autos dos Embargos à Adjudicação sob nº0072826-94. em sede meritória. ensejando o indeferimento da preambular a falta de um dos seus pressupostos legais específicos.052. denominado Ticaueira. a Apelação foi recebida em ambos os efeitos. requer: Liminarmente.2009. art.. Seja oficiado ao MM. 122 dos autos originários). bem assim Embargos à Adjudicação da executada.805.2009. Quarta Câmara Cível. do CPC.8. Embargos de Terceiros foram opostos por BAHIA STELLA HOTEL LTDA.266. É o relatório.IV. não obteve êxito. imitida na posse desde 17.Disponibilização: sexta-feira. art.0001. ser objeto de apelo recebido em duplo efeito. restaram sem qualquer deliberação a quo. 265.0001. registrado no Cartório do 1º Ofício de Registro de Imóveis da Comarca de Camaçari-Ba.05.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . RIO IPOJUCA EMPREENDIMENTOS DE HOTELARIA LTDA.0001. Município de Camaçari-Ba. 267.805.052. às fls. INCISO I. havendo a eg.. 1048 e art. além da irreversibilidade da medida e perecimento do direito. PRETENSÃO VOLTADA À IMPRESSÃO DE EFEITO SUSPENSIVO A SENTENÇA PROFERIDA EM SEDE DE EMBARGOS À ADJUDICAÇÃO E SOBRESTAMENTO DOS ATOS QUE IMPLIQUEM NA EXPROPRIAÇÃO DO BEM ADJUDICADO. a procedência dos pedidos.805. Escora-se. no suposto risco de violação a direito seu de propriedade. Juiz da 15ª Vara dos Feitos Cíveis. 142/143. 746.0001.052.0001-0. c/c art. art. Contra a sentença que rejeitou os Embargos à Adjudicação ("uma vez que opostos contra a adjudicação já efetivada") e condenou o embargante nas penas por litigância de má-fé. art. que: Em 30. conforme o auto lavrado à fls. art.1994. no primeiro incidente. com a expropriação do único bem por uma dívida sequer correspondente a 5. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 195 0012906-27. da Carta Magna e art. para os efeitos legais. a sustação da Carta Adjudicatória. Deferindo-se à exequente a adjudicação do imóvel. até o julgamento definitivo da Apelação Cível nº007826-94.2009. 1. 5º. INCISO III C/C ART. consectário à norma prevista no art. a suspensão dos efeitos de todos os atos processuais subsequentes à oposição dos embargos.2009. garantido pela ordem constitucional inserta no art. em desfavor da empresa MAC ENGENHARIA E INSTALAÇÕES LTDA..0001. alegando. contra a sentença que rejeitou os Embargos à Adjudicação e condenou o embargante nas penas por litigância de má-fé.não sendo regra geral . sob a matrícula nº12. por esta via. a credora aforou Ação de Imissão de Posse. Assim sendo. INDEFERIMENTO DA INICIAL E EXTINÇÃO DO FEITO SEM JULGAMENTO DE MÉRITO.2011. admitida a adjudicação do bem. consoante decisão colegiada no Agravo de Instrumento nº0010633-46.805. ainda. 620. situado em Itacimirim. J U L G A M E N T O Vistos. "através da simples aplicação da correção monetária ao valor procedente da avaliação anterior". 1. 651. a suspensão dos efeitos da sentença dos Embargos à Adjudicação sob nº0072826-94. De tal decisão foi interposto Agravo de Instrumento. 267. além de vulnerado o direito de remir a execução. 267. LIV. Por tais razões. INCISO i DO CPC.0000 Cautelar Inominada Requerente : Rio Ipojuca Empreendimentos de Hotelaria Ltda Advogado : Gevaldo da Silva Pinho Junior (OAB: 15641/BA) Advogado : Milena Ferraz Garcia Córes (OAB: 28760/BA) Requerido : Mac Engenharia e Instalações Ltda Advogado : Renata Lôbo Quadros (OAB: 19594/BA) Advogado : Fabiana Prates Chetto Viveiros Sá (OAB: 19693/BA) Advogado : Hugo Valverde Melo (OAB: 22737/BA) Advogado : Candido Emanoel Viveiros Sá Filho (OAB: 8708/BA) Advogado : Juliana Ramos Pinheiro (OAB: 22541/BA) Advogado : Tito Augusto Ramos de Viveiros (OAB: 23745/BA) Advogado : Ana Cristina Braga Magalhães (OAB: 28560/BA) MEDIDA CAUTELAR INOMINADA INCIDENTAL COM PEDIDO DE LIMINAR. Decido. em síntese.805.746.048 e 1. Citação do acionado. DO CPC.

Tendo em vista o quanto noticiado. NEGA SEGUIMENTO AO AGRAVO POR PERDA DO OBJETO.2010. inciso III c/c art. Carecendo a inicial da demonstração de tais pressupostos. verifico estarem prejudicados o julgamento dos presentes embargos. Salvador.0000/50001 Embargos de Declaração Embargante : Edoardo Guidoni Advogado : Joaquim Pinto Lapa Neto (OAB: 15659/BA) Advogado : Maurício Dantas Góes E Góes (OAB: 15684/BA) Advogado : Emanuela Pompa Lapa (OAB: 16906/BA) Advogado : Tereza Cristina de Oliveira Carneiro (OAB: 18437/BA) Advogado : Anna Paula Romano Vieira (OAB: 29817/BA) Embargado : Francesco Edoardo de Jesus Guidoni Advogado : Ivan Brandi da Silva (OAB: 7941/BA) Advogado : Silvio Avelino Pires Britto Junior (OAB: 8250/BA) Advogado : Luiz Viana Queiroz (OAB: 8487/BA) Embargado : Carlos Eduardo e Marco Aurelio de Jesus Guidoni. 16 de abril de 2013. Justiça : Ilona Márcia Reis Agravado : Estado da Bahia DESPACHO O Estado da Bahia. DECISÃO SUPERVENIENTE.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . inciso I.3 salário mínimo os alimentos devidos a EDOARDO DE JESUS GUIDONI e CARLOS EDUARDO E MARCO AURÉLIO DE JESUS GUIDIONI.2010. Intime-se. Publique-se. a fim de que apresentem a certidão comprobatória do óbito do autor e que requeiram o que entenderem pertinente. Dá-se efeito de mandado/ofício a esta decisão. Destarte. JULGAMENTO Tratam-se de Recurso de Embargos de declaração interpostos por ambas as partes. Destarte. Ante o fato acima relatado. diante do periculum in mora inverso. PERDA DO OBJETO. uma vez que suspende todos os atos processuais subsequentes. CAPUT. com espeque nos art. Decido. para arquivamento e baixas de estilo. Salvador. Decido. que acolheu a preliminar e deu provimento em parte ao recurso para arbitrar em 1. e cauteloso.I. Por Edumaci de Jesus EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. Publique-se. Publique-se. CPC. 267. À Secretaria. mantida a verba originalmente fixada em favor de FRANCISCO EDOARDO DE JESUS GUIDONI. nego seguimento ao recurso. em suas contrarrazões. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 196 requerente. Dá-se efeito de mandado/ofício a esta decisão. DES. É o relatório. que acolheu a preliminar e deu provimento em parte ao recurso para arbitrar em 1. ademais atentando aos aspectos da legalidade. ARTIGO 557. Proceda a baixa de estilo. Da verificação do andamento do processo originário. 18 de abril de 2013. Proceda a baixa de estilo.do CPC. AÇÃO ORDINÁRIA.2010. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS RELATOR 0014989-50. Dá-se efeito de mandado/ofício a esta decisão. 295. Salvador. 218/221. conquanto prejudicado em face da perda do objeto. sobretudo. em desfavor do acórdão proferida às fls. 18 de abril de 2013. Dá-se efeito de mandado/ofício a este despacho. face ao quanto prescrito no caput do artigo 557 do CPC. contudo. CAPUT.8. NEGA SEGUIMENTO AO AGRAVO POR PERDA DO OBJETO. DES. em desfavor do acórdão proferida às fls. constata-se que já há recurso de apelação. Da verificação do andamento do processo originário.05.Disponibilização: sexta-feira. DES. deixando de juntar. por seus Representantes nestes autos. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS RELATOR 0013442-72. É o relatório. deduzo irrazoável a pretensão cautelar.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Jose Pereira Ribas Defensor : Melisa Florina Limateixeira Procª. JULGAMENTO Tratam-se de Recurso de Embargos de declaração interpostos por ambas as partes. alegou preliminarmente perda do objeto ante o óbito do agravante. no prazo de 15 (quinze) dias. Ante o fato acima relatado. PERDA DO OBJETO. Após. Salvador 18 de abril de 2013. retornem-se conclusos. nego seguimento ao recurso.3 salário mínimo os alimentos devidos a EDOARDO DE JESUS GUIDONI e CARLOS EDUARDO E MARCO AURÉLIO DE JESUS GUIDIONI. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS Relator 0013442-72. intimem-se o Defensor Público e o Estado da Bahia. finalidade e oportunidade da medida. DES. constata-se que já há recurso de apelação. Eis porque indefiro a inicial e decreto a extinção do processo sem julgamento de mérito. DECISÃO SUPERVENIENTE. conquanto prejudicado em face da perda do objeto. Assist.05.05. 218/221.0000/50002 Embargos de Declaração Embargante : Edumaci de Jesus Embargante : Francesco Edoardo de Jesus Guidoni Advogado : Ivan Brandi da Silva (OAB: 7941/BA) Embargado : Edoardo Guidoni Advogado : Joaquim Pinto Lapa Neto (OAB: 15659/BA) Advogado : Maurício Dantas Góes E Góes (OAB: 15684/BA) Advogado : Emanuela Pompa Lapa (OAB: 16906/BA) Advogado : Tereza Cristina de Oliveira Carneiro (OAB: 18437/BA) Advogado : Anna Paula Romano Vieira (OAB: 29817/BA) EMBARGOS DE DECLARAÇÃO.8. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS RELATOR . Intime-se. e Rep.8. mantida a verba originalmente fixada em favor de FRANCISCO EDOARDO DE JESUS GUIDONI. CPC. face ao quanto prescrito no caput do artigo 557 do CPC. P. AÇÃO ORDINÁRIA. verifico estarem prejudicados o julgamento dos presentes embargos. a respectiva certidão. ARTIGO 557. uma vez que não é o momento processual adequado para analisá-las.R. Quanto às nulidades suscitadas ficam todas rechaçadas.

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 197

0016822-06.2010.8.05.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Rscg, Rep. Por Lindinalva Ribeiro de Souza Advogado : Jamile Costa Vieira (OAB: 15832/BA) Agravado : Jonaldo Falcao Cardoso Gomes Advogado : Carla Andrea Brito Nascimento Santos (OAB: 13230/BA) Advogado : Paulo Roberto Brito Nascimento (OAB: 15703/BA) Advogado : Almir Rogério Souza de São Paulo (OAB: 15713/BA) Advogado : Ruy José de Almeida Filho (OAB: 23996/BA) Advogado : Antonio Carlos Farias Nascimento (OAB: 7967/BA) Vistos etc. Chamo o feito a ordem para determinar à Secretaria da Quarta Câmara Cível que promova a intimação das partes para dizerem do interesse no prosseguimento do feito, posto que o presente recurso (agravo de instrumento) data do ano de 2010. Solicite-se, ao juízo singular, os informes. Conclusos após o prazo concedido às partes e recebidas as informações. Dá-se efeito de mandado/ofício a este despacho. 0024280-18.2003.8.05.0001/50000 Embargos de Declaração Embargante : Banco do Nordeste do Brasil S/A Advogado : Potiguara Pereira Catao de Souza (OAB: 7230/BA) Advogado : Nilza Pereira Do Nascimento (OAB: 9628/BA) Advogado : Antonio Jorge Pereira (OAB: 2649/BA) Embargado : Varadeiro Comercio e Servicos de Alimentos Ltda Embargado : Jose Carlos da Silva Embargado : Raphael Reis Freire Embargado : Thiago Daniel Reis Freire Embargado : Jose Roberto Freire Advogado : Cláudio Calmon da Silva Brasileiro (OAB: 14782/BA) EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. AGRAVO DE INSTRUMENTO. APELAÇÃO TEMPESTIVA. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO ACOLHIDOS. JULGAMENTO Trata-se de Recurso de Embargos de Declaração interposto por BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S/A, contra a decisão que negou seguimento ao apelo, por ser intempestivo. Inconformado com a r. decisão, o Embargante, interpôs o presente recurso aduzindo haver contradição, pois a apelação é tempestiva. É O RELATÓRIO. DECIDO. Alega o recorrente que a apelação é tempestiva, pois publicado no diário no dia 02/12/2011. Tem razão o embragante, pois verificando os autos, percebe-se que a certidão de fl. 165, a qual baseou este Relator, contrapondo-se com a movimentação no SAJ, há divergência. Assim, ACOLHEM-SE OS EMBARGOS para conhecer da apelação, pois tempestiva. Dá-se efeito de mandado/ofício a esta decisão. Publique-se. Intime-se. Após, voltem-me conclusos os autos. Salvador, 11 de abril de 2013. DES. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS RELATOR 0025762-25.2008.8.05.0001/50000 Embargos de Declaração Embargante : Estado da Bahia Procª. Estado : Perpétua Leal Ivo Valadão Embargado : Evanildo Valenca Ribeiro Embargado : Nelson Evaristo dos Santos Embargado : Evanginaldo Reis da Silva Embargado : Gilva Coelho Reis Embargado : José Valber França dos Santos Embargado : Arivaldo Batista de Souza Embargado : Natanael Lima de Freitas Embargado : Edson Nascimento de Jesus Embargado : William Lemos Advogado : Fabiano Samartin Fernandes (OAB: 21439/BA) DESPACHO Vistos etc. Verificando-se que o requerimento extrapola os efeitos meramente aclaratórios, intime(m)-se o(s) embargado(s) para se manifestar sobre o recurso de fls. 138/144, no prazo de lei. DÁ-SE EFEITO DE MANDADO/OFÍCIO A ESTE DESPACHO. P.R.I. Salvador, 18 de abril de 2013. Des. José Olegário Monção Caldas Relator 0028758-25.2010.8.05.0001 Apelação Apelante : Edoardo Guidoni Advogado : Emanuela Pompa Lapa (OAB: 16906/BA) Advogado : Joaquim Pinto Lapa Neto (OAB: 15659/BA) Advogado : Maurício Dantas Góes E Góes (OAB: 15684/BA) Apelado : M. A. J. G. Representado Por Edumaci de Jesus Apelado : C. E. J. G. Rep. Por Edumaci de Jesus Apelado : Francesco Edoardo de Jesus Guidoni Advogado : Ivan Brandi da Silva (OAB: 7941/BA) Advogado : Silvio Avelino Pires Britto Junior (OAB: 8250/BA) Proc. Justiça : Jose Cupertino Aguiar Cunha DESPACHO Dado vista à Procuradoria, esta entendeu pela remessa dos autos à origem para fazer o juízo de prelibação do recurso adesivo e intimar CARLOS EDORADO DE JESUS GUIDONI para regularizar sua situação processual, ante o advento

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 198

da maioridade civil. Inicialmente, entende-se desnecessário o envio dos autos ao juiz de origem para fazer o juízo de prelibação, já que pode ser feito por este relator, em nome do princípio da economia e celeridade processual, bem como, por força do que dispõe o art. 520 do CPC. Recebo o recurso adesivo em ambos os efeitos e determino a intimação do autor para apresentar suas contrarrazões. Intime-se, ainda, o autor, para regularizar sua situação processual ante o alcance da maioridade. Cumprido o quanto determinado, encaminhem-se os autos à Procuradoria de Justiça. Após, voltem-me conclusos. Dá-se efeito de mandado/ofício a este despacho. Publique-se. Salvador, 16 de abril de 2013. DES. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS Relator DESPACHO Dado vista à Procuradoria, esta entendeu pela remessa dos autos à origem para fazer o juízo de prelibação do recurso adesivo e intimar CARLOS EDORADO DE JESUS GUIDONI para regularizar sua situação processual, ante o advento da maioridade civil. Inicialmente, entende-se desnecessário o envio dos autos ao juiz de origem para fazer o juízo de prelibação, já que pode ser feito por este relator, em nome do princípio da economia e celeridade processual, bem como, por força do que dispõe o art. 520 do CPC. Recebo o recurso adesivo em ambos os efeitos e determino a intimação do autor para apresentar suas contrarrazões. Intime-se, ainda, o autor, para regularizar sua situação processual ante o alcance da maioridade. Cumprido o quanto determinado, encaminhem-se os autos à Procuradoria de Justiça. Após, voltem-me conclusos. Dá-se efeito de mandado/ofício a este despacho. Publique-se. Salvador, 16 de abril de 2013. DES. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS Relator 0054550-88.2004.8.05.0001 Apelação Apelante : Banco Panamericano S/A Advogado : Luciana Barghe (OAB: 214207/SP) Advogado : Milena de Andrade Oliveira (OAB: 21424/BA) Advogado : Tatiane Brito Nascimento (OAB: 21772/BA) Advogado : Juliana Barbara Jesus de Aragão (OAB: 23468/BA) Advogado : Ana Cristina Nery de Sousa (OAB: 27729/BA) Advogado : Tarcisio Rodrigues Di Silva Segundo (OAB: 30082/BA) Advogado : Renato de Oliveira Santos (OAB: 33519/BA) Advogado : Igor Ramon Santos Jesus da Rocha (OAB: 23344/BA) Apelante : Vilma Maria da Silva Advogado : Matheus de Oliveira Brito (OAB: 20717/BA) Apelado : Banco Panamericano S/A Apelada : Vilma Maria da Silva Estagiário(a) : Carlos Alberto Telles de Goes Junior Estagiário(a) : Aline Fagundes Assis DESPACHO Ao recorrido para apresentar resposta ao Recurso Especial no prazo de lei, após, encaminhem-se os autos à Secretaria Especial de Recursos. Publique. Intime-se. Salvador, 15 de abril de 2013. DES. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS RELATOR 0076403-12.2011.8.05.0001 Apelação Apelante : Fabiano Alves de Azevedo Advogado : Narryma Kezia da Silva Jatoba (OAB: 25651/BA) Advogado : George Vieira Dantas (OAB: 19695/BA) Apelado : Banco Fiat S/A Advogado : Fabiana Ramos de Sousa (OAB: 26976/BA) APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO ORDINÁRIA DE REVISÃO DE CLÁUSULAS CONTRATUAIS. FINANCIAMENTO DE VEÍCULO. DIREITO À REVISÃO CONTRATUAL - ART. 6º DO CDC. ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA CONCEDIDA. JUROS REMUNERATÓRIOS. TAXA MÉDIA DE MERCADO. AFASTADA A LIMITAÇÃO DE 12% A.A. Devem prevalecer os juros pactuados, posto que em consonância com a média do mercado. Aplicação da Súmula nº 296 do STJ. APELO IMPROVIDO NO PONTO. CAPITALIZAÇÃO DE JUROS. O STJ já firmou o entendimento de que nos contratos firmados por instituições financeiras, posteriormente à edição da Medida Provisória n.º 1.963-17/2000, atualmente reeditada pela medida provisória nº 2.170-36, admite-se a capitalização mensal de juros, com periodicidade inferior a um ano desde que expressamente pactuado no contrato. In casu, no contrato (fls. 65/67), não há cláusula expressa permitindo a cobrança de capitalização de juros, de modo que sua cobrança não se torna possível. PROVIDO NO PONTO. DOS HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS E CUSTAS PROCESSUAIS. Mantenho os honorários em 10% sobre o valor da causa, como na sentença. No entanto, deve ser aplicado a regra do parágrafo único do art. 21 do Código de Processo Civil: "Se um litigante decair de parte mínima do pedido, o outro responderá, por inteiro, pelas despesas e honorários. Cabe ao apelado, portanto, o pagamento das verbas sucumbenciais. APELO PROVIDO EM PARTE NO PONTO. APELO PROVIDO EM PARTE LIMINARMENTE. JULGAMENTO Trata-se de recurso de apelação interposto por FABIANO ALVES DE AZEVEDO , em desfavor da decisão preferida pelo MM Juiz da 5ª VARA DOS FEITOS DE RELAÇÕES DE CONSUMO, CÍVEIS E COMERCIAIS DA COMARCA DE SALVADOR, que julgou improcedentes os pedidos constantes da inicial, mantendo o contrato firmado entre as partes em todos os seus termos. Condenou, ainda, a requerente ao pagamento das custas processuais e honorários advocatícios, no percentual de 10% (dez por cento) sobre o valor da causa. Irresignado, o Autor interpôs o presente recurso com razões às fls. 77/88, insurgindo-se inicialmente pela necessidade de reforma da sentença, para que sejam excluídos os encargos abusivos, devendo ser aplicado o CDC para 1) limitar a cobrança dos juros remuneratórios, 2) impossibilitar a cobrança da capitalização de juros; 3) condenação do apelado em custas e honorários advocatícios no montante de 20% sobre o valor da causa. Devidamente intimado, o apelado apresentou contrarrazões as

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 199

fls.91/110. Encaminhados os autos ao núcleo de conciliação, retornou sem interesse (fls. 116). É RELATÓRIO. DECIDO. Conheço do recurso. Vale registrar que, a Lei nº 9.756/98 ampliou os poderes do Relator, que pode, em decisão monocrática, não só negar seguimento como também dar provimento ao recurso. Nestas circunstâncias, o Relator está autorizado a decidir singularmente, ainda que contrarie a decisão de primeiro grau, porquanto já de antemão é sabido o resultado, tornando-se absolutamente ocioso e contra o princípio da economia processual levar o recurso perante o colegiado. Dos Juros Remuneratórios Com efeito, a EC 40/2003 cuidou de suprimir a limitação contida no art. 192 da CF. Em paralelo a isso, a Súmula n.º 648 do STF estabeleceu que "A norma do § 3º do art. 192 da Constituição, revogada pela EC 40/2003, que limitava a taxa de juros reais a 12% ao ano, tinha sua aplicabilidade condicionada à edição de lei complementar", o que, de qualquer sorte, afasta incidência da referida limitação aos contratos firmados em data anterior à Emenda Constitucional, já que firmado o entendimento de que a norma constitucional não possuía eficácia plena. Por conseguinte, a Súmula n.º 596 estabelece que "As disposições do Decreto nº 22.626/33 não se aplicam às taxas de juros e aos outros encargos cobrados nas operações realizadas por instituições públicas ou privadas, que integram o sistema financeiro nacional", afastando, portanto, a incidência da Lei de Usura. É bem verdade que, há casos esparsos em que se constata excesso e/ou abuso no tocante à liberdade remuneratória de fixação dos juros, em estipulações que vão de encontro ao ordenamento jurídicoconstitucional, extrapolando as regras usuais do mercado financeiro, passíveis, então, de adequação aos limites do razoável. Não é este, entretanto, o caso dos autos. Desta sorte, afastadas a incidência de qualquer disposição legal que imponha a limitação dos juros remuneratórios ao patamar de 12% ao ano, resta o entendimento de que deve a taxa de juros obedecer à taxa média de mercado, fixada pelo Banco Central, salvo as hipóteses em que tal taxa implicar, no caso concreto, em situação de onerosidade excessiva. Nesse sentido, a jurisprudência do STJ: CIVIL E PROCESSUAL. AGRAVO REGIMENTAL. CONTRATO DE MÚTUO COM ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA. PRELIMINARES AFASTADAS. INADEQUAÇÃO. JUROS. IMITAÇÃO (12% A.A). IMPOSSIBILIDADE. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. COMPENSAÇÃO. INCIDÊNCIA DA SÚMULA N. 306STJ. TEMAS PACIFICADOS. I. Recurso especial que reúne condições de conhecimento, afastados os óbices sumulares apontados, por inadequação ao caso concreto. II. Não se aplica a limitação de juros remuneratórios de 12% a.a., prevista na Lei de Usura, aos contratos bancários não normatizados em leis especiais, sequer considerada excessivamente onerosa a taxa média do mercado. Precedente uniformizador da 2ª Seção do STJ, posicionamento já informado na decisão agravada. III. Sucumbência fixada atendendo aos ditames do art. 21, caput, do CPC, consideradas a reciprocidade e a compensação, tendo em vista, ainda, o deferimento dos juros remuneratórios, que repercute financeiramente na maior parte da demanda. IV. "Os honorários advocatícios devem ser compensados quando houver sucumbência recíproca, assegurado o direito autônomo do advogado à execução do saldo sem excluir a legitimidade da própria parte." (Súmula n. 306-STJ). AgRg no REsp 833693 / RS ; AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL2006/0067179-4. Ministro ALDIR PASSARINHO JUNIOR (1110). DJ 14.08.2006 p. 299. (grifos acrescidos) No caso presente, não restou demonstrada a excessiva onerosidade da taxa de mercado, a justificar a limitação fixada no percentual de 12% ao ano, de modo que não deve, neste particular, ser reformada a sentença. Desprovido o recurso do Apelante quanto a este tópico. Capitalização de juros O STJ já firmou o entendimento de que nos contratos firmados por instituições financeiras, posteriormente à edição da Medida Provisória n.º 1.963-17/2000, atualmente reeditada pela medida provisória nº 2.170-36, admite-se a capitalização mensal de juros, com periodicidade inferior a um ano desde que expressamente pactuado no contrato. In casu, no contrato (fls. 65/67),não há cláusula expressa permitindo a cobrança de capitalização de juros, de modo que sua cobrança não se torna possível. Nesse sentido, provido o apelo no ponto. Dos Honorários Advocatícios. Requer o apelante a reforma da decisão para condenar o apelado ao pagamento das custas e honorários advocatícios no montante de 20% sobre o valor da causa. Apelo provido em parte no ponto. Cabe ao apelado, portanto, o pagamento das verbas sucumbenciais em 10%. Por tudo exposto,DOU PROVIMENTO PARCIAL AO APELO LIMINARMENTE para revisar o contrato, devendo excluir a cobrança da capitalização de juros. Dá-se efeito de mandado/ofício a esta decisão. Intimem-se. Publique-se. Salvador, 18 de abril de 2013. Des. José Olegário Monção Caldas Relator 0080714-32.2000.8.05.0001 Reexame Necessário Remetente : Juiz de Direito de Salvador - Vara de Acidentes de Trabalho Interessado : Regina Almeida de Assis Advogado : Soraya Regina Bastos Costa Pinto (OAB: 8858/BA) Interessado : Inss - Instituto Nacional Do Seguro Social Procuradora : Elaine Virginia Castro Cordeiro DESPACHO Defiro o pedido de fl. 194. À Quarta Câmara para intimar a Autarquia como requerido à fl. 194. Dá-se efeito de mandado/ofício a este despacho. Após, voltem-me conclusos. Intime-se. Publique. Salvador, 15 de abril de 2013. DES. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS RELATOR 0115564-68.2007.8.05.0001/50000 Embargos de Declaração Embargante : Luiz Gonzaga Xavier Lima Advogado : Isabela Santos Maia (OAB: 26042/BA) Advogada : Meg Lima da Cunha (OAB: 34847/BA) Advogado : André Calheira Menezes (OAB: 31260/BA) Advogado : Wagner Veloso Martins (OAB: 37160/BA) Advogado : Rafaela Meneses de Almeida Rios (OAB: 30499/BA) Embargado : Estado da Bahia Proc. Estado : Francisco Borges Proc. Justiça : Adivaldo Guimaraes Cidade DESPACHO Vistos etc. Verificando-se que o requerimento extrapola os efeitos meramente aclaratórios, intime(m)-se o(s) embargado(s) para se manifestar sobre o recurso de fls. 133/137, no prazo de lei. DÁ-SE EFEITO DE MANDADO/OFÍCIO A ESTE DESPACHO. P.R.I. Salvador, 18 de abril de 2013. Des. José Olegário Monção Caldas Relator

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 200

0159125-50.2004.8.05.0001 Apelação Apelante : Polifucs - Unidade de Ensino de Ciencias da Sociedade S/c Ltda Advogado : Marcelo Silva Matias (OAB: 18042/BA) Apelado : Beatriz Maria Santos de Freitas Advogado : Rodrigo Medeiros de Almeida Martins (OAB: 14554/BA) DESPACHO Ante a certidão do trânsito em julgado de fl. 128, arquivem-se os autos. Dá-se efeito de mandado/ofício a este despacho. Publique-se. Baixas de estilo. Salvador, 05 de abril de 2013. DES. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS Relator 0202727-86.2007.8.05.0001/50000 Embargos de Declaração Embargante : Estado da Bahia Procurador : Jose Homero S. Camara Filho Embargado : Graciete Nascimento de Jesus Advogado : Rodrigo Pedreira de Oliveira (OAB: 16764/BA) Procª. Justiça : Maria Ivone Souza Rocha DESPACHO Vistos etc. Verificando-se que o requerimento extrapola os efeitos meramente aclaratórios, intime(m)-se o(s) embargado(s) para se manifestar sobre o recurso de fls. 159/163, no prazo de lei. DÁ-SE EFEITO DE MANDADO/OFÍCIO A ESTE DESPACHO. P.R.I. Salvador, 18 de abril de 2013. Des. José Olegário Monção Caldas Relator 0310217-97.2012.8.05.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Asclepíades de Almeida Queiroz Advogado : Fernando Gonçalves da Silva Campinho (OAB: 15656/BA) Advogado : Ricardo Teixeira da Silva Paranhos (OAB: 18934/BA) Agravado : Tribunal de Contas do Estado da Bahia Advogado : Juraci Manoel de Carvalho (OAB: 7149/BA) Advogado : Janio Abreu de Andrade (OAB: 7570/BA) Advogado : Roberto Cavalcanti Sampaio (OAB: 7487/BA) DESPACHO Vistos etc. Converto o julgamento em diligência, para que seja intimada a parte agravante a fim de se manifestar, no prazo de 05 (cinco) dias, sobre os documentos que acompanham as contrarrazões recursais, juntados às fls. 341/ 591. Após o decurso do prazo assinalado, voltem-me conclusos os autos. DÁ-SE EFEITO DE MANDADO/OFÍCIO A ESTE DESPACHO. P.R.I. Salvador, 18 de abril de 2013. Des. José Olegário Monção Caldas Relator 0316197-25.2012.8.05.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Semed Serviços Médicos Hospitalares de Camaçari Ltda Advogado : Andre Luis Cavalcante Costa Lima (OAB: 14180/BA) Agravado : Etiane Silva Abreu Freitas Advogado : Wgirson de Souza Lima (OAB: 8054/BA) DESPACHO Ante a gravidade da situação posta em análise e do atestado médico juntado, defiro o novo pedido de prorrogação de prazo requerido pelo Agravado, ás fls. 189/194. Ressalto, entretanto, que não haverá mais concessão de prazos, sob pena de prejudicar o julgamento do Recurso interposto pela parte contrária. P.R.I. Dá se efeito de mandado a esta decisão. Salvador, 16 de abril de 2013. DES. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS Relator Salvador, 18 de abril de 2013 José Olegário Monção Caldas PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Lícia de Castro Laranjeira Carvalho PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000087-97.2010.8.05.0063 Apelação Apelante : Banco Volkswagen S/A Advogado : Ricardo Kiyoshi Takeuti Nakamura (OAB: 25277/BA) Advogado : Danilo Querino Medeiros (OAB: 25125/BA) Advogado : Luis Fernando da Silva Paludo (OAB: 214045/SP) Advogado : Paulo Roberto Castro Santana (OAB: 19816/BA) Apelado : Katiuscia Maria Gonçalves de Araujo Pires Advogado : Elido Ernesto Reyes Junior (OAB: 15506/BA) Vistos estes autos. Intime-se o recorrente BANCO VOLKSWAGEN S/A, representado para, no prazo de 5 (cinco) dias, proceder e comprovar a complementação do preparo do recurso de apelação, fls. 94/113, evitando deserção, nos termos do § 2º do art. 511 do Código de Processo Civil. Publique-se. Intimem-se. Cumpram-se formalidades legais. Salvador, 18 de abril de 2013 Lícia de Castro Laranjeira Carvalho

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 201

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0004733-75.2005.8.05.0274 Apelação Apelante : Telemar Norte Leste S/A Advogado : Fabrício de Castro Oliveira (OAB: 15055/BA) Advogado : Adriana Roberta Viana Cerqueira (OAB: 19675/BA) Advogado : Mauricio Brito Passos Silva (OAB: 20770/BA) Advogado : André Ferreira Lins Rocha (OAB: 21185/BA) Advogado : Diogo Alves Ferreira (OAB: 28287/BA) Advogado : Antonio Jorge Nolasco Beltrão (OAB: 6921/BA) Apelado : Adiosvaldo Cristovam Nascimento Souza Advogado : Edivaldo Santos Ferreira Junior (OAB: 16326/BA) À Secretaria para justificar a numeração das folhas dos autos, após a de número 240. Cumprido o acima determinado, ao SECOMGE para justificar a distribuição de fl., voltando-me, após. Publique-se. Intimem-se. Salvador, 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0003307-48.2006.8.05.0256 Apelação Apelante : Eulandes Rodrigues Nogueira Advogado : Marcos Campos de Mendonça (OAB: 11149/BA) Advogado : Elcio Morais de Oliveira (OAB: 18120/BA) Apelado : Neudes Souza Iyogi Advogado : Jamilton Bispo dos Santos Filho (OAB: 24293/BA) Diga a Secretaria da Câmara se o acórdão de fls. 107/111 transitou em julgado. Em caso positivo, com as anotações de praxe, devolvam-se os autos ao Juízo de origem. Publique-se. Intimem-se. Salvador, 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0003307-48.2006.8.05.0256 Apelação Apelante : Eulandes Rodrigues Nogueira Advogado : Marcos Campos de Mendonça (OAB: 11149/BA) Advogado : Elcio Morais de Oliveira (OAB: 18120/BA) Apelado : Neudes Souza Iyogi Advogado : Jamilton Bispo dos Santos Filho (OAB: 24293/BA) Diga a Secretaria da Câmara se o acórdão de fls. 107/111 transitou em julgado. Em caso positivo, com as anotações de praxe, devolvam-se os autos ao Juízo de origem. Publique-se. Intimem-se. Salvador, 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0003307-48.2006.8.05.0256 Apelação Apelante : Eulandes Rodrigues Nogueira Advogado : Marcos Campos de Mendonça (OAB: 11149/BA) Advogado : Elcio Morais de Oliveira (OAB: 18120/BA) Apelado : Neudes Souza Iyogi Advogado : Jamilton Bispo dos Santos Filho (OAB: 24293/BA) Diga a Secretaria da Câmara se o acórdão de fls. 107/111 transitou em julgado. Em caso positivo, com as anotações de praxe, devolvam-se os autos ao Juízo de origem. Publique-se. Intimem-se. Salvador, 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá

TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 - Disponibilização: sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cad 1 / Página 202

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0004243-89.2011.8.05.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Bv Financeira S/A -crédito, Financiamento e Investimento Advogado : Celso de Faria Monteiro (OAB: 138436/SP) Advogado : Nilson Valois Coutinho Neto (OAB: 15126/BA) Agravado : Naziflan Ferreira Maia Advogado : Jair Edvaldo Almeida Júnior (OAB: 29060/BA) À Secretaria para dá ciência à Juíza da causa, fl. 136, da decisão de fls. 129/132, informando, após, se houve recurso contra a mesma. Em caso negativo, arquivem-se os autos, com as anotações de praxe. Publique-se. Intimem-se. Salvador, 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0156834-09.2006.8.05.0001 Apelação Apelante : Itau Unibanco S/A Advogado : Antonio Braz da Silva (OAB: 25998/BA) Advogado : Vitor Silva Rocha (OAB: 36982/BA) Apelado : Maria Alice de Rescala Apelado : Maria Cristina de Rescala Advogado : Waldomiro Azevedo da Silva (OAB: 95B/BA) Advogado : Maria Tereza Costa da Rocha (OAB: 25329/BA) Considerando que as apeladas atravessaram petição, fls. 254/255, noticiando a possibilidade de acordo visando a extinção da demanda, determino o envio dos autos à Secretaria da Câmara, a fim de que seja intimado o apelante para manifestar seu interesse no prosseguimento do presente recurso. Publique-se. Intimem-se Salvador, 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0164603-63.2009.8.05.0001 Apelação Apelante : Banco Itau Unibanco S/A Advogado : Mauricio Coimbra Guilherme Ferreira (OAB: 91811/MG) Apelado : Adriano Caribe Passos Advogado : Cláudio Calmon da Silva Brasileiro (OAB: 14782/BA) À Secretaria da Câmara para informar sobre o trânsito em julgado do acórdão de fls. 256/262, encaminhando-se os autos, com baixa, ao Juízo de origem, em caso positivo. Publique-se. Intimem-se. Salvador, 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0002378-60.2013.8.05.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Sergio Pastori de Figueiredo Advogado : Thiago Skowronski Sodré dos Santos (OAB: 27612/BA) Advogado : Rosana Carla Pereira Barbosa (OAB: 11051/BA) Advogado : Iana Carla Pereira de Abreu Ferreira (OAB: 35709/BA) Agravado : Victor Coelho Muniz Pastori Advogado : Carla Fernanda Nepomuceno Santos (OAB: 19508/BA) À Secretaria da Câmara para esclarecer sobre o contido no primeiro parágrafo da petição de fl. 305, voltando-me após. Publique-se. Intimem-se. Salvador, 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá

2010. 18 de abril de 2013 Gardenia Pereira Duarte PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0018476-96.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Macro Construtora Ltda Advogado : Marcos Vinícius Pereira da Silva (OAB: 33718/BA) Agravado : Simoes Filho Serviços e Comercio de Auto Peças Ltda Advogado : Isabela Cavalcante da Silva E Oliveira (OAB: 15939/BA) Sobre o contido nas fls. sendo para mim redistribuído no dia 16/04/13.2012. 87. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0061106-96.8. Publique-se.05. Publique-se. Salvador.8. Salvador.05.8. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Gardenia Pereira Duarte PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000192-04. 204 e 208.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Antonio Raimundo Alves de França Advogado : Djalma dos Santos Gomes (OAB: 5360/BA) Agravado : Maria Nilza Cerqueira da Silva Alves Advogado : Landualdo Gomes Rodrigues (OAB: 6678/BA) Agravado : Michele Cerqueira da Silva Alves Advogado : Vanda Batista (OAB: 298B/BA) Considerando que este recurso foi interposto há mais de quatro anos atrás. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0319090-86. diga o agravante se ainda tem interesse no prosseguimento desta irresignação.8.05. Intimem-se.2008. Salvador.05.05. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 203 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0310904-71. fl.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Intimem-se. Intimem-se. Salvador.Disponibilização: sexta-feira.0151 Apelação Apelante : Ministerio Publico em favor de N M S de S Rep por Clesia Rodrigues dos Santos Promotor : José Reis Neto Apelado : Cornelio Gonçalves de Souza Ouça-se o Ministério Público.0001 Reexame Necessário Remetente : Juiz de Direito de Salvador Vara de Acidente de Trabalho Interessado : Jaquison Rosa Guimaraes Advogado : Eddie Parish Silva (OAB: 23186/BA) Advogado : Carlos Zenandro Ribeiro Sant ana (OAB: 27022/BA) Interessado : INSS Instituto Nacional do Seguro Social Procuradora : Marta Freire Mehmeri Defiro o pedido de fl.2010.2012. Publique-se. 58 e determino que a Secretaria observe-o. diga o agravado.8.0001 Apelação Apelante : Maria das Neves Felsembourgh Guimaraes Advogado : Cláudio André Alves da Silva (OAB: 22860/BA) .

do Código de Processo Civil. posteriormente à edição da Medida Provisória n. 4. tem por pressuposto a circunstância de os juros devidos e já vencidos serem. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. às fls. . reclama a reforma do julgado. em que o Nobre Julgador de piso.sobre o que não teria se manifestado o Magistrado de piso. 138/146. tem-se que as instituições financeiras não se submetem à limitação dos juros. p/ Acórdão Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. pleiteando manifestação expressa sobre a existência de violação ao princípio da informação/publicidade.963-17/2000.170-36.626/1933 (Lei de Usura) em intervalo inferior a um ano e permitida pela Medida Provisória 2.Cfi Advogado : Elizete Aparecida de Oliveira Scatigna (OAB: 26262/BA) Advogado : Carlos Marcelo Souto de Abreu (OAB: 26851/BA) Advogado : Patrícia Souto Viana (OAB: 30938/BA) Apelado : Maria das Neves Felsembourgh Guimarães Maria da Neves Felsembourgh Guimarães interpôs. Relator: Min. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO. MULTIPLICADA POR DOZE. que limitava a taxa de juros reais a 12% ao ano. Teses para os efeitos do art. Rel.Disponibilização: sexta-feira. consagra que: "A norma do § 3º do artigo 192 da Constituição.º 1. desde que expressamente pactuada. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 204 Advogado : Ana Karina Pinto de Carvalho Silva (OAB: 23844/BA) Apelante : Bv Financeira S/A-CFI Apelado : Bv Financeira S/A .17036/2001). Os juros não pagos são incorporados ao capital e sobre eles passam a incidir novos juros. de "taxa de juros simples" e "taxa de juros compostos". então sob o nº 1963-17. de matemática financeira. PACTUAÇÃO DA CAPITALIZAÇÃO MENSAL DOS JUROS. a fim de que seja aplicada a taxa de juros legais com o percentual de 1% ao mês. nos contratos firmados por instituições financeiras. Precedentes. Igualmente irresignada com a decisão de primeiro grau. JUROS COMPOSTOS. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. notadamente após o julgamento do Resp. CONTRATO DE FINANCIAMENTO COM GARANTIA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. 3. CONFIGURA A PACTUAÇÃO DA CAPITALIZAÇÃO MENSAL. 1. Segundo o voto de vista. 115/120. CIVIL E PROCESSUAL. A capitalização de juros vedada pelo Decreto 22. A 2ª Seção deste Tribunal Superior já firmou posicionamento pela possibilidade da cobrança da capitalização mensal dos juros. ao determinar que o percentual a ser aplicado para os juros remuneratórios deve ser o da taxa média do mercado à época da contratação. RECURSO ESPECIAL REPETITIVO.12).963-17/2000 (em vigor como MP 2. métodos usados na formação da taxa de juros contratada. Os recursos não foram contrarrazoados. Segundo o entendimento pacificado na 2ª Seção.626/1933. 3. além de prequestionar a matéria. Diante disso. a comissão de permanência não pode ser cumulada com quaisquer outros encargos remuneratórios ou moratórios. nos autos da ação revisional de contrato de financiamento bancário para aquisição de veículo. DIFERENÇA ENTRE TAXAS DE JUROS MENSAL E ANUAL. Rel. REVISIONAL. e da comissão de permanência cumulada com os demais encargos moratórios. os seguintes precedentes: CONTRATO BANCÁRIO. 122/136. Julgado em: 09. (REsp 973827/RS.10. da capitalização de juros ali prevista. admite-se a capitalização de juros. data da publicação da Medida Provisória n. DJe 24/09/2012). A PREVISÃO DE TAXA ANUAL DOS JUROS SUPERIOR À TAXA MENSAL. sob a técnica do artigo 543-C.RS.". 40/2003. recurso de apelação contra a sentença de fls. "A capitalização dos juros em periodicidade inferior à anual deve vir pactuada de forma expressa e clara. A matéria encontra-se pacificada pela jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça. conforme certidão de fl.061. Recurso especial não provido. desmerecendo chancela a pretensão da recorrente no sentido de limitá-los. no sentido de que a limitação dos juros remuneratórios em 12% ao ano vai de encontro à legislação pertinente e ao entendimento jurisprudencial pacificado. 2. mas apenas processo de formação da taxa de juros pelo método composto. tanto para os juros remuneratórios quanto para os moratórios. ora primeira apelante. A autora. a condenação do acionado na repetição do indébito paga em dobro . a exclusão da capitalização dos juros e da comissão de permanência e a restituição." Dessa forma. 1. BV Financeira S/A .AgRg no REsp 1342243 / RSAGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL 2012/01879760. SEGUNDA SEÇÃO." . determinando a aplicação da taxa média do mercado para fixação dos juros remuneratórios.3. DECRETO 22. 151. A mera circunstância de estar pactuada taxa efetiva e taxa nominal de juros não implica capitalização de juros. revogada pela Emenda Constitucional n. relatado pela Ministra Nancy Andrighi.170-36/ 2001. periodicamente. admite-se a cobrança da capitalização dos juros.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . incorporados ao valor principal. desde que expressamente pactuada. 543-C do CPC: . A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada". na forma simples. a simples estipulação de juros remuneratórios superiores a 12% ao ano não indica abusividade.827 . Na conformidade da Lei de Usura. (STJ ."É permitida a capitalização de juros com periodicidade inferior a um ano em contratos celebrados após 31. o que não é proibido pelo Decreto 22. atualmente reeditada pela de nº 2. A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada. MORA.CFI interpôs o apelo de fls. data da primeira edição desta MP. proferido pela Ministra Maria Isabel Gallotti. há os conceitos abstratos. no contrato objeto da ação. com a mesma redação da Súmula 648/STF. julgou parcialmente procedentes os pedidos iniciais. o STJ já firmou o entendimento de que. AÇÕES REVISIONAL E DE BUSCA E APREENSÃO CONVERTIDA EM DEPÓSITO. a sentença objurgada não merece reproches. Os juros remuneratórios representam o preço da disponibilização monetária por parte do mutuário. 1.626/1933 MEDIDA PROVISÓRIA 2. Em relação à capitalização mensal dos juros. sustentando a legalidade da cobrança dos juros remuneratórios conforme taxas contratadas. Capitalização mensal dos juros: "A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada". CAPITALIZAÇÃO DE JUROS. em virtude do negócio jurídico celebrado. Por outro lado. desde que expressamente pactuada.2000. Ademais. a fim de cumprir suficientemente o dever de informação. com periodicidade inferior a um ano."A capitalização dos juros em periodicidade inferior à anual deve vir pactuada de forma expressa e clara. Luis Felipe Salomão.530-RS.170-36/2001. a Súmula Vinculante n° 7. estabelecida de forma transparente. desde que atendidos os requisitos de existência de previsão contratual expressa da capitalização com periodicidade inferior a um ano e que tenha sido o contrato firmado após 31/03/2000. dos valores eventualmente pagos a maior. Assim. CARACTERIZAÇÃO. prévios ao início do cumprimento do contrato. tinha sua aplicação condicionada à edição de lei complementar. no REsp 973. Sobre o tema. É o relatório. a Súmula 596/STF. Sobre o assunto. previsto no Código de Defesa do Consumidor. 1. 2. julgado em 08/08/2012.

2. (STJ .12). AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. haja vista o STJ já ter se posicionado nesse sentido. que decorre da falta de demonstração da abusividade das cláusulas contratuais questionadas. 238) 2. porquanto o argumento constitucional utilizado pelo Tribunal de origem para limitar os juros remuneratórios em 12% ao ano já foi. RECURSO ESPECIAL 2007/0179072-3. PARCIAL PROVIMENTO. 9º da Lei 6. Relator: Min.Disponibilização: sexta-feira. Com efeito. com a comprovação do desequilíbrio contratual ou de lucros excessivos. 1. limitada ao percentual fixado no contrato (Súmula 294/STJ). Rel. sendo insuficiente o só fato de a estipulação ultrapassar 12% ao ano ou de haver estabilidade inflacionária no período. à fl. TERCEIRA TURMA. QUARTA TURMA. Julgado em: 08. É lícita a cobrança dos encargos da mora quando caracterizado o estado de inadimplência. o Superior Tribunal de Justiça.099/74. PRECEDENTES.) 3 . de acordo com o art. Somente é cabível a capitalização dos juros em periodicidade mensal para os contratos celebrados a partir de 31 de março de 2000. DJe 28/06/2011). JUROS REMUNERATÓRIOS. AFASTADA. encontra-se cumulada com a multa contratual.e com os juros remuneratórios . Nessa ordem de ideias. a capitalização de juros foi contratualmente pactuada.23%) superior ao duodécuplo da taxa mensal (1. 4. Conforme jurisprudência assente desta Corte. 5. após uniformizar o entendimento de que descabe a sua cumulação com a correção monetária .444/RS. MORA AFASTADA. § 2º. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO RECEBIDOS COMO AGRAVO REGIMENTAL. julgado em 21/06/2011. NÃO INCIDÊNCIA SÚMULA 596/STF. O raciocínio parte da premissa de que a comissão de permanência e a multa contratual desempenham a mesma função: obrigar o devedor que não realizou a prestação no tempo oportuno ao pagamento de um determinado valor. não poderá ser cumulada nem com multa. Luis Felipe Salomão. na forma simples.. ABUSIVIDADE CARACTERIZADA. VRG. data da primitiva publicação da MP 2. Precedentes. AÇÃO REVISIONAL." (AgRg no REsp 594045/RS. sob pena de incorrer em bis in idem..). CONTRADIÇÃO OU OBSCURIDADE. ao que foi corretamente afastada a referida comissão. Relator(a): Ministro Paulo de Tarso Sanseverino. NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO RECURSO ESPECIAL. No tocante à comissão de permanência. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO. diferentemente do que afirma a primeira apelante. SOCIEDADE. encontram-se subordinadas ao controle e fiscalização do Banco Central do Brasil o que lhes confere o status de instituição financeira. TAXA DE JUROS REMUNERATÓRIOS. ARTIGO 557. AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATO BANCÁRIO. INCIDÊNCIA. "A cobrança antecipada do valor residual garantido (VRG) não descaracteriza o contrato de arrendamento mercantil. desde que não cumulada com correção monetária (súmula 30/STJ). que deve observar a taxa média dos juros de mercado. não é possível a revisão. Agravo regimental não provido. moratórios e multa. é de se observar a jurisprudência do STJ: AGRAVO REGIMENTAL. ainda. em que pese possa ser contratualmente prevista. Na hipótese dos autos.626/33. MORATÓRIOS E MULTA CONTRATUAL. é devida para a inadimplência. não assiste razão ao segundo apelante.Súmula 30 . AÇÃO REVISIONAL. à taxa média dos juros de mercado. desde que expressamente pactuada. Admite-se a comissão de permanência durante o período de inadimplemento contratual. As instituições financeiras não sofrem a limitação dos juros remuneratórios prevista na Lei de Usura. à fl. DJe 31/08/2011). havia previsão de juros. constantes da fl. eis que. julgado em 23/08/2011. de ofício. 293-STJ." Súmula n. Min. Recurso especial conhecido em parte e. juros remuneratórios. do STJ. 3. 1 . VEDAÇÃO. CONTRATO BANCÁRIO. parcialmente provido. embora prevista na cláusula 16 do contrato sob exame. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. DJ 17/05/2004 p. (. RECURSO ESPECIAL. QUARTA TURMA. julgado em 28/06/2011. o cuidadoso Juiz da causa pronunciou-se a respeito. de cláusulas contratuais consideradas abusivas (Súmula 381/STJ). (AgRg nos EDcl no REsp 957. Rel.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . INACUMULABILIDADE.. 2 . desde que não cumulada com a correção monetária (Súmula 30/STJ). com os juros remuneratórios (Súmula 296/STJ) e moratórios. Consoante entendimento pacificado da Segunda Seção. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA. DESNECESSIDADE. DJe 01/08/ 2011). NÃO CUMULADA COM CORREÇÃO MONETÁRIA.. DO CPC. Por outro lado. aventada pela primeira apelante. NÃO LIMITAÇÃO. Com relação à repetição de indébito. nessa extensão. 5. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 205 5. "As empresas de arrendamento mercantil. A jurisprudência desta Corte é assente no sentido de que os juros remuneratórios cobrados pelas instituições financeiras não sofrem a limitação imposta pelo Decreto nº 22.firmou a orientação no sentido de que também é vedada a sua cumulação com multa contratual e juros moratórios. ADIANTAMENTO. Embargos de declaração recebidos como agravo regimental. nem com juros moratórios.A comissão de permanência. CAPITALIZAÇÃO MENSAL DE JUROS. pelo que se admite a sua cobrança. No presente caso. Fernando Gonçalves.08. ao afastar a cobrança da comissão de permanência. no particular. OMISSÃO. ABUSIVIDADE QUE DEVE SER DEMONSTRADA. (STJ .884/RS). PERÍODO DE INADIMPLÊNCIA. REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL.170-36/2001. o que impõe a reforma da sentença recorrida. DISPOSIÇÕES DE OFÍCIO.(. 3. provido. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. 2. Quarta Turma. Julgado em: 22/02/2011). com imposição de multa. Rel. Inaplicável ao caso os enunciados das súmulas 126/STJ e 283/STF. SÚMULA 381 DO STJ. Precedentes. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. LIMITAÇÃO DE JUROS REMUNERATÓRIOS. A comissão de permanência é inacumulável com quaisquer outros encargos previstos para o período de inadimplência. Ministro PAULO DE TARSO SANSEVERINO. 110/112. AÇÃO REVISIONAL CONTRATO BANCÁRIO. (AgRg no REsp 1051098/MS. CAPITALIZAÇÃO MENSAL DE JUROS. Assim. Nesse sentido. Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI.Súmula 296 . agiu com acerto o Digno Magistrado de piso. nem com correção monetária. CLÁUSULAS CONTRATUAIS. analisando-se o item 5 e seus sub-itens 5. INSTITUIÇÃO FINANCEIRA. evidencia-se a pactuação expressa da capitalização de juros. PRECEDENTES. MÚTUO.632/RS. de forma que a abusividade do percentual pactuado deve ser cabalmente demonstrada em cada caso. 6. Rel. apurada pelo BACEN e limitada à taxa contratada para o período da normalidade (súmula 294/ STJ). a cobrança de encargos indevidos importa na descaracterização da mora (Eresp 163. não se havendo que cogitar.2. 3. SÚMULA N. NÃO INCIDÊNCIA DAS SÚMULAS 126/STJ E 283/STF. nem com a multa contratual. conforme se extrai da leitura do instrumento de fls. AUSÊNCIA DE EXPRESSA PACTUAÇÃO. inclusive. por dia de atraso.Processo: AgRg no REsp 919189 RS 2007/0013895-9. 293. 110. 4. 1. quanto à aventada impossibilidade de compensação. 1. com taxa anual (26. MULTA.REsp 973827/RS. (EDcl no REsp 586. RECURSO ESPECIAL. repudiado pela Corte Constitucional nos termos das Súmulas 648/STF e 596/STF. de ofensa ao princípio da informação/publicidade. JUROS REMUNERATÓRIOS. AGRAVO REGIMENTAL PARCIALMENTE PROVIDO. 111. AGRAVO NO RECURSO ESPECIAL. AGRAVO REGIMENTAL.1 e 5. PRECEDENTES. 120. in verbis: PROCESSUAL CIVIL E BANCÁRIO. ARRENDAMENTO MERCANTIL. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. COMPENSAÇÃO DE VA- .Agravo regimental a que se nega provimento. CONTRATO. NÃO OCORRÊNCIA. PROCURAÇÃO AUTÊNTICA.96%). admitindo a compensação e/ou restituição dos valores efetivamente pagos a maior.

desde que expressamente pactuada.º 1. Precedentes. ao final.a.0001 Apelação Apelante : Tatiane Santos Menezes Advogado : Liane Costa Reis (OAB: 17511/BA) Advogado : Juliana Ferreira Cunha (OAB: 20388/BA) Apelante : Banco Finasa S/A Advogado : Ricardo Kiyoshi Takeuti Nakamura (OAB: 25277/BA) Advogado : Douglas Carvalho Maia (OAB: 24553/BA) Advogado : Guilherme Gottschall da Silva Neto (OAB: 22406/BA) Advogado : Paulo Roberto Castro Santana (OAB: 19816/BA) Tratam-se de apelações simultâneas interpostas por Tatiane Santos Menezes. induvidosa é a possibilidade de revisão da avença pactuada entre os litigantes. c/c Repetição de Indébito. o STJ já firmou o entendimento de que nos contratos firmados por instituições financeiras. admite-se a capitalização de juros. decorrente do efetivo pagamento de valores indevidamente cobrados. ainda que considerados a boa fé objetiva do contrato e a sua função social.8. A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0142198-67. na medida em que foi prevista contratualmente. uma vez apurada a existência de crédito em favor da primeira apelante. T3 .TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Data de Julgamento: 21/09/2010. Feita tal revisão. a teor do art. Por meio das suas razões recursais. INTERPRETAÇÃO DE CLÁUSULAS CONTRATUAIS. com a declaração de inexistência de cláusulas abusivas e condenação da autora na sucumbência.Admite-se a repetição do indébito. corrigidos. Julgado. Já o Banco Finasa S/A se insurge contra a decisão hostilizada. em síntese. estabelecida de forma transparente. INADMISSIBILIDADE. que a sentença laborou em equívoco. Ante o exposto. Sobre o tema. inclusive da comissão de permanência. com o objetivo de vedar o enriquecimento ilícito do banco em detrimento do devedor. identificada a cobrança de taxas de forma cumulada e em patamar superior àquele previsto em lei. determinando a revisão do contrato.Disponibilização: sexta-feira. 159/ 177. cabendo ao Judiciário o combate àquilo que é considerado abusivo e. a devolução. Contrarrazões de fls. fls. é devida pelo banco acionado. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 206 LORES. com vistas à improcedência dos pedidos autorais.Agravo no recurso especial não provido. ao passo em que inexistem contrarrazões dirigidas ao apelo de Tatiane Santos Menezes.. fls. unicamente para afastar a exclusão da capitalização mensal de juros. deve o valor da dívida ser recalculado. Data de Publicação: DJe 28/09/2010). conforme o permissivo do art. para declarar ilegal a capitalização mensal dos juros. com periodicidade inferior a um ano. Assim. estes à base de 10% sobre o valor da causa.170-36. o r. independentemente da prova de que o pagamento tenha sido realizado por erro. 246/252. . no REsp 973. com a restituição simples à autora dos valores indevidamente cobrados. Segundo o voto de vista. reconhecendo-se a legalidade dos juros contratados. do CPC. 125/134.O não reconhecimento da abusividade nos encargos exigidos no período da normalidade contratual (juros remuneratórios e capitalização) não descarateriza a mora. frente à capitalização dos juros. nulo de pleno direito. REEXAME DE FATOS.TERCEIRA TURMA. mas em dobro. defendendo ser igualmente indevida a capitalização mensal dos juros e pugnando. PACTUAÇÃO DA CAPITALIZA- . apurando-se o quantum debeatur. Desta forma. . contrariamente ao quanto por ele sustentado. devendo esta ser cobrada no percentual de 2% sobre o saldo devedor corretamente calculado. Intimem-se.963-17/2000. revogando a decisão liminar de fls. mantendo-se. (844405 RS 2006/0092149-4.).2008. POSSIBILIDADE. da capitalização mensal e ainda da aplicação dos encargos da mora na forma pactuada. Restou condenado o Banco apelante no pagamento de custas e honorários. Tatiane Santos Menezes aduz. portanto.". previsto no Código de Defesa do Consumidor.827 RS. e Banco Finasa S/A. além de o Banco acionado recalcular as prestações da avença com base nos indicativos ali registrados. se existentes. HARMONIA ENTRE O ACÓRDÃO RECORRIDO E A JURISPRUDÊNCIA DO STJ. apenas procede a insurgência do apelante no que tange ao posicionamento da sentenciante. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. não na forma simples.. apresentadas em face do recurso do Banco Finasa S/A. posteriormente à edição da Medida Provisória n. MORA. em face da sentença de fls. como entendeu o Digno Julgador de piso. NEGO SEGUIMENTO ao apelo de Maria das Neves Felsembourgh Guimarães e DOU PROVIMENTO PARCIAL ao apelo de BV Financeira S/A . REVISIONAL. na medida em que não limitou os juros remuneratórios em 12% a. sem olvidar o pacta sunt servanda em que se pauta o respectivo instrumento. É o relatório. Consequentemente. admitindo-se a compensação com os valores pagos.CFI. Sobre o tema. pedindo seja dado provimento ao seu apelo.. . admite-se a cobrança da capitalização dos juros. "A capitalização dos juros em periodicidade inferior à anual deve vir pactuada de forma expressa e clara. caput e §1º-A. a fim de cumprir suficientemente o dever de informação. com pedido de antecipação de tutela. julgou procedente em parte a ação. na forma simples. impõe-se observar que.O acórdão recorrido que adota a orientação firmada pela jurisprudência do STJ não merece reforma. Relator: Ministra NANCY ANDRIGHI. 42. parágrafo único. 23/26. através da qual a Juíza de Piso. no mais.São inadmissíveis o reexame de fatos e a interpretação de cláusulas contratuais em recurso especial. bem assim nula a cláusula de comissão de permanência cumulada com juros de mora e multa contratual. CARACTERIZAÇÃO. 119/123. os seguintes precedentes: CONTRATO BANCÁRIO. pela repetição do indébito. pugnam pelo seu improvimento. . Salvador. proferido pela Ministra Maria Isabel Gallotti.05. sendo observada a incidência de juros remuneratórios no patamar da média de mercado e o INPC como índice de correção monetária. atualmente reeditada pela de nº 2. do CDC. Publique-se. No que tange às alegações recursais do Banco Finasa S/A. 557. (. ora segundo recorrente. nos autos da Ação Revisional de Cláusulas Contratuais.

de referência à capitalização mensal dos juros.firmou a orientação no sentido de que também é vedada a sua cumulação com multa contratual e juros moratórios. Rel. Luis Felipe Salomão. desde que não cumulada com a correção monetária (Súmula 30/STJ).12). No tocante à comissão de permanência. DJe 01/08/2011). repudiado pela Corte Constitucional nos termos das Súmulas 648/STF e 596/STF. tem por pressuposto a circunstância de os juros devidos e já vencidos serem. Relator: Min. CONTRATO BANCÁRIO. provido. desde que expressamente pactuada. 2 (. daí porque merecer a ratificação desta Corte Recursal.. PRECEDENTES. nessa extensão. A mera circunstância de estar pactuada taxa efetiva e taxa nominal de juros não implica capitalização de juros. NÃO CUMULADA COM CORREÇÃO MONETÁRIA. Recurso especial conhecido em parte e. (REsp 973827/RS. AÇÕES REVISIONAL E DE BUSCA E APREENSÃO CONVERTIDA EM DEPÓSITO. DISPOSIÇÕES DE OFÍCIO. AGRAVO REGIMENTAL PARCIALMENTE PROVIDO. então sob o nº 1963-17. PERÍODO DE INADIMPLÊNCIA. 3. desde que expressamente pactuada. 543-C do CPC: . Julgado em: 08. A PREVISÃO DE TAXA ANUAL DOS JUROS SUPERIOR À TAXA MENSAL.AgRg no REsp 1342243 / RSAGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL 2012/0187976-0. a cobrança de encargos indevidos importa na descaracterização da mora (EResp 163."É permitida a capitalização de juros com periodicidade inferior a um ano em contratos celebrados após 31. CIVIL E PROCESSUAL. VEDAÇÃO. CARACTERIZAÇÃO. periodicamente.Disponibilização: sexta-feira. A jurisprudência desta Corte é assente no sentido de que os juros remuneratórios cobrados pelas instituições financeiras não sofrem a limitação imposta pelo Decreto nº 22. julgado em 28/06/2011. SEGUNDA SEÇÃO. SÚMULA 381 DO STJ. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. Os juros não pagos são incorporados ao capital e sobre eles passam a incidir novos juros. analisando o fundamento da sentença recorrida. A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada". 3. com os juros remuneratórios (Súmula 296/STJ) e moratórios. NÃO INCIDÊNCIA DAS SÚMULAS 126/STJ E 283/STF. AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATO BANCÁRIO. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 207 ÇÃO MENSAL DOS JUROS. A 2ª Seção deste Tribunal Superior já firmou posicionamento pela possibilidade da cobrança da capitalização mensal dos juros. TERCEIRA TURMA. Segundo o entendimento pacificado na 2ª Seção.10.963-17/2000 (em vigor como MP 2. de matemática financeira. daí porque a necessidade de reforma do decisório. NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO RECURSO ESPECIAL. é de se observar a jurisprudência do STJ: AGRAVO REGIMENTAL.08. JUROS COMPOSTOS. CAPITALIZAÇÃO DE JUROS. ABUSIVIDADE CARACTERIZADA. vêse não coadunar com a orientação dominante dos Tribunais Pátrios. 5. Teses para os efeitos do art. Relator(a): Ministro Paulo de Tarso Sanseverino.) 3 . julgado em 08/08/ 2012. data da publicação da Medida Provisória n.170-36/2001. RECURSO ESPECIAL. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. E esse foi o entendimento da Magistrada a quo. é devida para a inadimplência. 2. MÚTUO. REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL. INCIDÊNCIA. Somente é cabível a capitalização dos juros em periodicidade mensal para os contratos celebrados a partir de 31 de março de 2000. MORA. não é possível a revisão.A comissão de permanência. Recurso especial não provido. DIFERENÇA ENTRE TAXAS DE JUROS MENSAL E ANUAL. Relator: Min. sendo insuficiente o só fato de a estipulação ultrapassar 12% ao ano ou de haver estabilidade inflacionária no período. 2.170-36/2001. MORA AFASTADA. AÇÃO REVISIONAL. prévios ao início do cumprimento do contrato. AGRAVO REGIMENTAL. limitada ao percentual fixado no contrato (Súmula 294/STJ). 4. desde que atendidos os requisitos de existência de previsão contratual expressa da capitalização com periodicidade inferior a um ano e que tenha sido o contrato firmado após 31/03/2000.3..REsp 973827/RS. Precedentes. A capitalização de juros vedada pelo Decreto 22. 5. Luis Felipe Salomão. de ofício.Processo: AgRg no REsp 919189 RS 2007/0013895-9. JUROS REMUNERATÓRIOS. DECRETO 22.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Julgado em: 09. 1. Ministro PAULO DE TARSO SANSEVERINO. a comissão de permanência não pode ser cumulada com quaisquer outros encargos remuneratórios ou moratórios. após uniformizar o entendimento de que descabe a sua cumulação com a correção monetária Súmula 30 e com os juros remuneratórios Súmula 296 . nem com a multa contratual. CONFIGURA A PACTUAÇÃO DA CAPITALIZAÇÃO MENSAL. CLÁUSULAS CONTRATUAIS. MULTIPLICADA POR DOZE. ABUSIVIDADE QUE DEVE SER DEMONSTRADA. que deve observar a taxa média dos juros de mercado. 1.884/RS). Conforme jurisprudência assente desta Corte. MORATÓRIOS E MULTA CONTRATUAL. porquanto o argumento constitucional utilizado pelo Tribunal de origem para limitar os juros remuneratórios em 12% ao ano já foi. DESNECESSIDADE.12). 1. Capitalização mensal dos juros: "A previsão no contrato bancário de taxa de juros anual superior ao duodécuplo da mensal é suficiente para permitir a cobrança da taxa efetiva anual contratada". É lícita a cobrança dos encargos da mora quando caracterizado o estado de inadimplência." . com a comprovação do desequilíbrio contratual ou de lucros excessivos. Consoante entendimento pacificado da Segunda Seção. AÇÃO REVISIONAL CONTRATO BANCÁRIO. 3. com imposição de multa. 1 . (STJ .626/1933 MEDIDA PROVISÓRIA 2. moratórios e multa. 2. há os conceitos abstratos. Inaplicável ao caso os enunciados das súmulas 126/STJ e 283/STF. DJe 24/09/2012). apurada pelo BACEN e limitada à taxa contratada para o período da normalidade (súmula 294/STJ).2000. o que não é proibido pelo Decreto 22. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA. 1. Julgado em: 22/02/2011). data da primitiva publicação da MP 2. AUSÊNCIA DE EXPRESSA PACTUAÇÃO. 4. Por outro lado.626/1933 (Lei de Usura) em intervalo inferior a um ano e permitida pela Medida Provisória 2. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. métodos usados na formação da taxa de juros contratada. data da primeira edição desta MP. 2. NÃO INCIDÊNCIA SÚMULA 596/STF. cuja decisão também é objeto de inconformismo do Banco apelante. de cláusulas contratuais consideradas abusivas (Súmula 381/STJ). LIMITAÇÃO DE JUROS REMUNERATÓRIOS. RECURSO ESPECIAL 2007/0179072-3. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO. à taxa média dos juros de mercado.626/1933. Agravo regimental não . nesse ponto.632/RS.170-36/2001. desde que expressamente pactuada. Nesse sentido. mas apenas processo de formação da taxa de juros pelo método composto. Rel.626/33. RECURSO ESPECIAL REPETITIVO. CONTRATO DE FINANCIAMENTO COM GARANTIA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. de forma que a abusividade do percentual pactuado deve ser cabalmente demonstrada em cada caso. (STJ . Portanto. desde que não cumulada com correção monetária (súmula 30/STJ). o Superior Tribunal de Justiça.Agravo regimental a que se nega provimento."A capitalização dos juros em periodicidade inferior à anual deve vir pactuada de forma expressa e clara. inclusive. p/ Acórdão Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. 3.170-36/2001). Admite-se a comissão de permanência durante o período de inadimplemento contratual. (STJ . PRECEDENTES. juros remuneratórios. 6. (AgRg nos EDcl no REsp 957. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. PROCURAÇÃO AUTÊNTICA. que decorre da falta de demonstração da abusividade das cláusulas contratuais questionadas. de "taxa de juros simples" e "taxa de juros compostos". CAPITALIZAÇÃO MENSAL DE JUROS. incorporados ao valor principal. Rel. 1.

em tese. Na hipótese dos autos.1." (AgRg no REsp 594045/RS. COMISSÃO DE PERMANÊNCIA. 3. com base no quanto previamente pactuado. quando concluiu "que os juros cobrados estão estipulados em 2. Quarta Turma. Assim. 9º da Lei 6. AFASTADA. Salvador. com a mesma redação da Súmula 648/STF. a ser apurado. DOU PROVIMENTO PARCIAL ao apelo do Banco Finasa S/A modificando-se a sentença guerreada tão somente no que tange à capitalização mensal dos juros. eles representam o preço da disponibilização monetária do mutuário ao mutuante. revogada pela Emenda Constitucional n. uma vez procedente apenas em parte o inconformismo do Banco apelante. DJU de 08. 5. Na conformidade da Lei de Usura. é devida pelo réu a devolução. ARRENDAMENTO MERCANTIL. consagra que: "A norma do § 3º do artigo 192 da Constituição.179). tinha sua aplicação condicionada à edição de lei complementar. §1º-A. cujo entendimento. 557.061. a jurisprudência tem se firmado no sentido de que para o período de inadimplência do contrato. RECURSO ESPECIAL. 1. parcialmente provido. ante a absoluta falta de má-fé do Banco em levar a efeito o contrato. e restando apurado a existência de crédito em favor da autora. o que traduz condição meramente potestativa." Dessa forma. NÃO LIMITAÇÃO. tarefa vedada pelo óbice dos enunciados sumulares nº 5 e 7 do STJ. "As empresas de arrendamento mercantil. em liquidação de sentença. 545 do CPC que deixa de atacar especificamente os fundamentos da decisão agravada. (Súmula 182/STJ). p. conforme postulado pela apelante/autora. inadmissível que a definição da comissão de permanência fique ao alvedrio do próprio mercado. deve-se manter a taxa de juros correspondente ao que foi contratado". O raciocínio parte da premissa de que a comissão de permanência e a multa contratual desempenham a mesma função: obrigar o devedor que não realizou a prestação no tempo oportuno ao pagamento de um determinado valor. §1º-A. (AgRg no REsp 1051098/MS. PRECEDENTES. no que diz respeito à restituição ou compensação dos valores. razão pela qual. (EDcl no REsp 586. INCIDÊNCIA. Salvador. § 2º. também com base na orientação pretoriana dominante. Foi assim que decidiu a Juíza de primeiro grau. 293-STJ. da quantia indevidamente cobrada e paga. Precedentes. A comissão de permanência é inacumulável com quaisquer outros encargos previstos para o período de inadimplência. vedada pelo art. 238) 2. 294 E 322 DO STJ. do CPC. 40/2003. que limitava a taxa de juros reais a 12% ao ano. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO. se aplica a correção monetária pelo INPC. a Súmula 596/STF. SÚMULAS 5. impõe-se aplicar-se a regra adjetiva do art. DJe 19/12/2011). 122. da mesma Lei de Ritos. 30. SÚMULA N. nos termos do art. Rel.099/74. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 208 provido. no sentido de que a limitação dos juros remuneratórios em 12% ao ano vai de encontro à legislação pertinente e ao entendimento jurisprudencial pacificado. portanto. Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. Esse foi é o entendimento da sentença. a comissão de permanência não pode ser cumulada com quaisquer outros encargos remuneratórios ou moratórios. ARTIGO 557. Rel. julgado em 21/06/2011. DJU de 05. é cediço que. havia previsão de juros. Min. Nancy Andrighi. PARCIAL PROVIMENTO. Quanto aos juros remuneratórios. Rel. Min. A jurisprudência iterativa da Terceira e Quarta Turma orienta-se no "sentido de admitir. RECURSO ESPECIAL. Em sua substituição. não se aplica nesta espécie. tem-se que as instituições financeiras não se submetem à limitação dos juros. caso identificada.08.. independentemente da prova do erro.09. ainda que imbuído de vícios e cujo reconhecimento se faz através da revisional sob comento. julgado em 23/08/2011.). Publique-se. CC/02. encontram-se subordinadas ao controle e fiscalização do Banco Central do Brasil o que lhes confere o status de instituição financeira. a cobrança de taxas de forma cumulada e em patamar superior àquele previsto em lei. MULTA. a Súmula Vinculante n° 7. sob a técnica do artigo 543-C. a desmerecer qualquer reparo nesta oportunidade. (..380/RS. Nessa conformidade.2005) 4.21%. de acordo com o art. Rel. 4. JUROS REMUNERATÓRIOS. DJe 31/08/2011). se houver" (AgRg no REsp 749830/RS. não poderá ser cumulada nem com multa. pois que a repetição em dobro. merece ser preservado. Agravo regimental a que se nega provimento. 293. ficando relegado às instâncias ordinárias o cálculo do montante. A tese da recorrente é no sentido da previsão contratual de capitalização mensal de juros. Finalmente.Embargos de declaração recebidos como agravo regimental.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . do STJ. QUARTA TURMA. Precedentes. e NEGO SEGUIMENTO ao recurso de Tatiane Santos Menezes. 557. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá . no particular.444/RS. de modo que a revisão do julgado impõe reexame do contrato e da matéria fática dos autos. INSTITUIÇÃO FINANCEIRA. mas na forma simples. é dizer. A matéria encontra-se pacificada pela jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça. As instituições financeiras não sofrem a limitação dos juros remuneratórios prevista na Lei de Usura. Ademais. em homenagem à proteção constitucional ao consumidor e a principiologia que lhe é inerente. a repetição de indébito na forma simples. Ante o exposto.2005. 3. FUNDAMENTO NÃO ENFRENTADO. Agiu com acerto a sentenciante. Precedentes do STJ: PROCESSUAL CIVIL. 1. 7. notadamente após o julgamento do Resp. ENUNCIADO 182 DA SÚMULA DO STJ. AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATO.Disponibilização: sexta-feira. do CPC.2. julgado em 13/12/2011.706. ADIANTAMENTO. estão aquém da média praticada para financiamentos correlatos. por dia de atraso. deve ser a dívida recalculada.É inviável o agravo do art. em virtude de negócio jurídico entre si celebrado. ao que foi corretamente afastada a referida comissão. do Código de Processo Civil. QUARTA TURMA. DO CPC. INACUMULABILIDADE.ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. VRG. Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. caput. DJe 28/ 06/2011). "A cobrança antecipada do valor residual garantido (VRG) não descaracteriza o contrato de arrendamento mercantil. conforme o permissivo do art. com base na Jurisprudência que impera sobre o assunto.5. unânime. 557. Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO. o que foi expressamente afastado pelo tribunal de origem. conclui-se pela improcedência dos argumentos nele contidos. 6. QUARTA TURMA. Fernando Gonçalves. CONTRATO. Min. DJ 17/ 05/2004 p. Rel. Relativamente ao apelo de Tatiane Santos Menezes. Rel. a simples estipulação de juros remuneratórios superiores a 12% ao ano não indica abusividade. em que pese possa ser contratualmente prevista.(AgRg no AREsp 32. relatado pela Ministra Nancy Andrighi. Ademais. sob pena de incorrer em bis in idem.530-RS.368/RS. 11 de abril de 2013. nem com juros moratórios. Intimem-se. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO RECEBIDOS COMO AGRAVO REGIMENTAL. Fernando Gonçalves. SOCIEDADE. Sobre o assunto. Segundo o entendimento pacificado na 2ª Seção (AgRg no REsp n." Súmula n.

aquele de fls. em prova . Des. Entender de modo mais extensivo o pedido contido no agravo. a Agravante entende pela reforma daquela interlocutória. Publique-se. Na decisão atacada. o que nos leva a concluir pelo total perecimento do objeto deste recurso: "Não verifico nos autos a presença dos requisitos previstos no art. para que pudesse promover a apreciação dos pedidos antecipatórios formulados pelo agravante em sua petição inicial. Advogado : João Rodrigues Silva (OAB: 5704/BA) Advogado : Juracy Santos Souza (OAB: 5982/BA) Agravado : Cacique S/A Comercio Importaçao e Exportaçao Advogado : Daniela Teixeira de Villar (OAB: 14961/BA) Agravado : Altadis S/A Advogado : Luiz Virgilio Pimenta P. por prevenção.2010. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Cynthia Maria Pina Resende PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0009755-87. 64. excessivamente onerosa. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 209 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0012230-79. diga a agravante. Manente (OAB: 104160/SP) Advogado : João Alfredo de Luna Neto (OAB: 14204/BA) Advogado : Paulo Roberto Costa Santos (OAB: 8515/BA) Sobre o contido nas fls. 68/72. ampliando a interpretação para trazer a esta esfera de atuação jurisdicional o exame do pedido antecipatório formulado na demanda de origem. porquanto irresignada com a decisão interlocutória proferida nos autos da Ação de procedimento ordinário com pedido de tutela antecipada. por entender que a partir de tal momento. até o presente momento. consta que a Autora recebeu no mês 10/2008 o valor líquido de R$ 1. É o relatório. ensejaria incorrer este Tribunal no tão repreendido fenômeno da supressão de instância. sob trâmite na 18ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo Cíveis e Comerciais desta Capital. Intimem-se. a partir da prolação da decisão até o desfecho final do recurso. De clara apreensão que o mérito recursal em exame diz respeito ao acerto ou erro do julgador de primeiro grau ao decidir por aguardar a formação do contraditório com a manifestação do acionada/agravada. pugnando a sua confirmação ao final da lide. retirá-los acaso tenham sido inseridos. conforme termo de distribuição de fl. atacado por descontos diretos no seu contracheque acima do limite legal de margem consignável. cuidando de. foi proferida decisão monocrática (54/59). a quantia de R$ 634.05. Com efeito. Heloisa Pinto de Freitas Vieira Graddi.Disponibilização: sexta-feira. 714/716. segundo seu dizer. indeferindo este requerimento. nº 0037243-14. de acordo com a natureza dos pedidos formulados.0001. Ademais disso.05. 96 e 106). foram apresentadas contrarrazões de fl. para que sejam apreciados e deferidos os pedidos de suspensão de descontos abusivos em folha de seu pagamento.8. Distribuído o feito à análise da então Relatora. diante do fato de que a tutela antecipada primeva sequer foi apreciada por aquele juízo singular até o momento da interposição deste agravo. Defendendo a presença dos requisitos autorizadores da sua concessão. proibida de proceder a qualquer desconto no salário da agravante que seja superior a 30% (trinta por cento). adentrando ao seu exame. O presente agravo foi instruído com os documentos de fls. de fls.805. vinculo entabulado pelos litigantes. proc. uma vez que cada umas partes trouxe aos autos contracheque diverso atinente ao mesmo mês (sic . proposta em face de SAC-ASSOCIAÇÃO ASSISTENCIAL E CULTURAL DOS SERVIDORES PUBLICOS. 96. Salvador.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Forexport Consultoria e Comercio Exterior Ltda. 273 do CPC. constata-se que após a resposta do réu aquele juízo já houve apreciado o pedido antecipatório de fundo.8.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Odinea Contente Dourado Goncalves Advogado : Danuta Ramos de Oliveira (OAB: 30486/BA) Advogado : Maria Thalita Santos (OAB: 4864/SE) Agravado : Sac Associacao Assistencial e Cultural dos Servidores Publicos Trata-se de agravo de instrumento manejado por ODINEA CONTENTE DOURADO GONÇALVES.2011. em decisão proferida em 11/07/2012. além de determinar a agravada que se abstenha de incluir o nome da agravante nos órgão de restrição de crédito. Em um deles. bem como que a Prefeitura de Camaçari seja.319. consta dos autos inusitada controvérsia a respeito de qual o exato valor da margem de crédito consignável na folha de pagamento da Autora. Regularmente redistribuído. O juízo de piso não prestou informações.21 (mil.fls. A analise do pedido constante deste agravo se encontra prejudicada pela superveniente perda do seu objeto. trezentos e dezenove reais e vinte e um centavos) e naqueloutro.2010. valendo-se de apego à cautela. razão pela qual vindica a concessão de tutela antecipada recursal. imediatamente. do qual entende a parte autora ser vítima de clausulação abusiva. o magistrado de primeiro grau se reservou em apreciar o pedido de tutela antecipada após a angularização da relação processual. o feito veio à minha relatoria. contudo. que objetiva a revisão do contrato de empréstimo pessoal consignado em folha de pagamento salarial. indeferindo pedido antecipatório. empreendendo pesquisa de andamento processual no SAJ. Não se pode falar assim. 106.92 (seiscentos e trinta e quatro reais e noventa e dois centavos). o feito estaria munido dos elementos mínimos para promoção do exame da matéria.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . acarretando relevantes complicações ao seu patrimônio. referente ao mesmo mês. indispensáveis ao deferimento parcial da antecipação da tutela nos termos requeridos pela parte autora. Oportunizado o contraditório.16/35.

2º . a mora constitui-se ex re nas hipóteses do art. SENTENÇA EXTINTIVA COM BASE NO ART 267. nego seguimento ao presente recurso. razão pela qual é possível a realização de notificações. por estar prejudicado em face do perecimento total do seu objeto. RECURSO . "APELAÇÃO CÍVEL. AQUISIÇÃO. diante das razões expostas. relatora do REsp nº 1. Por outro lado. a critério do credor (art. já se configura a mora do devedor que deverá ser comprovada por carta registrada expedida por intermédio de Cartório de Títulos e Documentos ou pelo protesto do título. Intimem-se as partes para que no prazo de 05(cinco) dias especifiquem as provas que pretendem produzir. NOTIFICAÇÃO. Requer seja dado total provimento ao recurso. NOTIFICAÇÃO EXPEDIDA POR CARTÓRIO DIVERSO DA COMARCA DE DOMICÍLIO DO DEVEDOR. 397. De fato. § 1º-A do Código de Processo Civil prevê que o Relator poderá dar provimento ao recurso se a decisão recorrida estiver em manifesto confronto com Súmula ou com jurisprudência dominante do respectivo Tribunal.05. consubstanciado no seguinte julgado: "RECURSO ESPECIAL. 1. Aduz o Apelante que a mora do Apelado se deu com o simples vencimento do prazo para o adimplemento das suas obrigações assumidas. ENTREGA NO ENDEREÇO INDICADO NO CONTRATO. com fulcro nos arts. § 2º do Decreto-Lei nº 911/69. 557 caput do CPC."(TJBA. LEGALIDADE. ou seja. j.015/73. 22/03/2011) Neste sentido.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .931/04. afirmou que "A jurisprudência dessa Corte já pacificou-se no sentido de que. para que nesta instância recursal seja analisado o mérito dessa decisão interlocutória que indeferiu a tutela antecipada. É válida para caracterização da mora do devedor fiduciário a entrega da correspondência de notificação pelo preposto do Correio ou Cartório de Títulos e Documentos no endereço indicado no contrato. AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. MORA COMPROVADA. alterado pela Lei nº 10. Segunda Câmara Cível. seja porque não se trata de ato tendente a dar conhecimento a terceiros acerca de sua existência. cujo objeto é contrato de financiamento com garantia fiduciária. determinando a baixa e o arquivamento dos autos. AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO.2011. CARACTERIZAÇÃO. do Supremo Tribunal Federal ou de Tribunal Superior.820/03.2007. que extinguiu o processo sem julgamento do mérito. rel. Publicado DJE 29/11/2012). Maria da Graça Osório Pimentel. não está submetido ao disposto no art. não havendo que se falar em derrogação deste último dispositivo. seja porque não está incluída nos atos enumerados no art. por via postal e com aviso de recebimento.805. é válida quando realizada por Cartório de Títulos e Documentos de outra Comarca. 3.0001 Apelação Apelante : Bv Financeira S/A . portanto.Disponibilização: sexta-feira. a quem é dada liberdade de escolha nesses casos. seleciono.283. A notificação extrajudicial realizada e entregue no endereço do devedor.APELAÇÃO PROVIDA. CONTRATO DE FINANCIAMENTO DE AUTOMÓVEL COM GARANTIA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. não sendo necessário que o cartório seja da mesma jurisdição territorial do destinatário. LEI 911/69. inexistindo norma no âmbito federal que contrarie tal afirmação. ainda. § 2º. mediante o requerimento do apresentante do título. CARTÓRIO. LUIS FELIPE SALOMÃO. SENTENÇA REFORMADA . que de toda sorte deve ser observado pelos contratantes. em voto preciso. POSSIBILIDADE. O artigo 557. 2. provido. na ação de busca e apreensão. 130 da Lei 6. mesmo que não seja aquele do domicílio do devedor. as disposições introduzidas com o advento do novo Código Civil. Nesses termos. Julgado 30/10/2012. em razão de não configuração da mora. especialmente no tocante aos Ofícios de Títulos e Documentos. 4ª T. 0093080-20. IV DO CPC. Afiança a desnecessidade da notificação ser expedida por Cartório da mesma Comarca do domicílio do devedor. É o que basta relatar. as razões do Apelante. A notificação extrajudicial. ainda que não pessoalmente recebida. precisamente em seu art.0001. incisos I e IV e 293 do CPC. FINANCIAMENTO. nesta parte. Consoante dispõe o art. Ausentes os requisitos referidos no art. diante do novo e atual posicionamento do STJ. MORA. bem cmo por nao ter sido a mesma recebida pessoalmente pelo devedor. Processo distribuído à Quarta Câmara Cível. 273 do CPC. foi recentemente consolidado no STJ entendimento no sentido de ser possível a sua realização por Cartório de Títulos e Documentos de Comarca diversa do domicílio do devedor. BUSCA E APREENSÃO. Requer seja reformado o decisum. que preencheu as formalidades legais. § 2º. com esteio no art. Agora. Rel. indefiro a antecipação da tutela requerida. 2º. Considero justas. NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL REALIZADA POR CARTÓRIO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS LOCALIZADO EM COMARCA DIVERSA DA DO DOMICÍLIO DO DEVEDOR. VEÍCULO. será necessário tenha a agravante manejado a interposição de um novo recurso de agravo. à mora do devedor. do Decreto-Lei nº 911/69." (REsp 1237699/SC. nos autos da Ação de Busca e Apreensão em Alienação Fiduciária. uma vez não paga a prestação no vencimento. SENTENÇA REFORMADA. para determinar o retorno dos autos à instância de origem porquanto. do Decreto-Lei nº 911/69)". inexiste norma no âmbito federal relativa ao limite territorial para a prática de atos registrais. dando normal prosseguimento ao feito. 129. 267. cabendo-me a relatoria.Crédito. JURISDICAÇÃO TERITORIAL DIVERSA DO DESTINATÁRIO. Financiamento e Investimento Advogado : Julio Cesar Valeriano da Silva (OAB: 30587/BA) Advogado : Daniela Arruda Castro (OAB: 28509/BA) Advogado : Cristiane Belinati Garcia Lopes (OAB: 19937/PR) Advogado : Ana Paula Torres Muniz (OAB: 26157/BA) Apelado : Victor dos Anjos Cordeiro Trata-se de Apelação Cível interposta por BV FINANCEIRA S/A em face da sentença proferida pelo juízo da 11ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo. A Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. sendo suficiente a entrega da correspondência no seu endereço. exclusivamente. Assim. Apelação Cível nº 0138797-94.BA. 2º. no seu sentir. e restou devidamente comprovada mediante notificação extrajudicial válida. justificando sua pertinência. Recurso especial conhecido em parte e. Ainda no que tange à constituição em mora por meio de notificação extrajudicial. estão em perfeita consonância com os requisitos previstos no dispositivo legal supra citado. DEC. Cíveis e Comerciais de Salvador. como a efetivada no caso em apreço. que poderá ser comprovada por carta registrada expedida por intermédio de Cartório de Títulos e Documentos. por ele movida contra VICTOR DOS ANJOS CORDEIRO. Min. por não considerar válida a notificação realizada em virtude da incompetência territorial de Serventia diversa da Comarca de residência do devedor/Apelado. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 210 inequívoca de descontos superiores ao limite da margem de crédito consignável de 30% (trinta por cento) previsto na Lei 10. julgados recentes do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia: "PROCESSUAL CIVIL. Desa.8.. o inadimplemento do contrato de alienação fiduciária está condicionado. não se prestando o presente recurso a este papel. houve constituição em mora em face da regular notificação extrajudicial.834.

da intimação às partes. Miguel Petroni Neto.AP.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . nos autos da Ação de Busca e Apreensão em Alienação Fiduciária. para efeito de constituição em mora. consolidou em favor do autor. Nessa linha de entendimento. ressaltando. Salvador. 23. encontrando-se. do CPC. pois. Intimem-se. deve ser interposto dentro do prazo fixado na lei. às fls. em razão de não configuração da mora. com fulcro nos incisos I e IV. Verifico.8.Lei 911/69 entende não ser obrigatória a notificação pessoal do devedor para constituí-lo em mora. não verifiquei qualquer causa suspensiva ou interruptiva do prazo recursal. 1990. §1º-A. Nilsoni de Freitas.2010. CR/03 0131471-15. 08.Disponibilização: sexta-feira.8. ainda que tenha sido provisoriamente admitido o recurso pelo juízo a quo. incontestavelmente fora do prazo legal. Intime-se. que. Rel. aplicável em todos os casos o disposto no artigo 184 e seus parágrafos. foi caracterizada a mora do devedor. Alega. com término em 11/11/2011 (sexta-feira). AÇÃO DE EXECUÇÃO. ora Recorrido. RECURSO NÃO CONHECIDO. 47. no caso vertente. que notificou o devedor no seu domicílio. iniciando-se o decurso do prazo recursal em 28/10/2011 (sexta-feira). requisito indispensável na Ação de Busca e Apreensão. portanto.8.2009. determinando o retorno dos autos ao juízo de origem a fim de que seja dado regular prosseguimento ao feito. (TJSP .03. portanto. para ser admissível . em Salvador-BA. 16ª Câmara de Direito Privado. O artigo 506 do Código de Processo Civil é expresso: "Art. logo. por absoluta falta de pressuposto válido de constituição do processo. do art. In casu. nos termos do Decreto Lei nº 911/69. bastando. Julgado 19/11/2012. 2. Trata-se. EXTINÇÃO DA EXECUÇÃO. 47/49.2009. cuidando de Ação de Busca e Apreensão do Dec.da leitura da sentença em audiência. j. Em suas razões recursais. o apelo somente foi interposto no dia 16/11/2011. impondo-se.como se vê: "A comprovação da mora é imprescindível à busca e apreensão do bem alienado fiduciariamente". Juíza de Direito da 21ª Vara dos Feitos de Relações de Consumo. que a notificação fora entregue corretamente no endereço do devedor. consistente na nulidade da notificação extrajudicial do devedor. para declarar nula a sentença proferida. ora Apelado. bem como. PROCESSO CIVIL. Apelação Cível nº 009819267. CIVIL. no caso. de ofício reconheço a intempestividade do recurso e. 5ª Turma Cível. desta forma.04. 17/04/2012). por ser matéria de ordem pública. pugnando pelo não provimento do apelo. também. por ele movida contra ARY BORGES AGUIAR. nos autos.da publicação do dispositivo do acórdão no órgão oficial. j. uma vez demonstrado que a apelação é manifestamente inadmissível. por ter havido prática de ato regular pelo Oficial do Serviço Notarial e Registral da Comarca de Joaquim Gomes-AL (fls. 46-v.8. Cíveis e Comerciais de Salvador. Assim sendo. 53/ 63. Atualmente. via de consequência . Publicado DJE 29/11/2012). ao endereço do demandado. 13181920098070006.0565. p. 43/46. É válida. Ademais. 267 do CPC. Outro não é o entendimento da jurisprudência pátria sobre o tema.2008. ainda.05.2011. III . aduz o apelante que a Notificação Extrajudicial acostada aos autos é nula.Apelação Cível nº 0009401-65. acrescentando que trata-se de Ação de Busca e Apreensão proposta pelo BANCO PANAMERICANO S/A contra JERÔNIMO DE JESUS BORGES . RECURSO NÃO CONHECIDO. Publique-se. que a tempestividade. que a procuração e substabelecimento outorgados aos patronos do Recorrido são cópias inautênticas. não assiste razão ao juízo de origem ao extinguir o processo sem julgamento do mérito. de acordo com o registro de protocolo aposto à fl. APELAÇÃO INTEMPESTIVA. Recurso não conhecido. ou seja.0001 Apelação Apelante : Bv Financeira S/a-credito Financiamento e Investimento Advogado : Antonio Carlos Dantas Goes Monteiro (OAB: 13325/BA) Apelado : Ary Borges de Aguiar Trata-se de Apelação Cível interposta por BV FINANCEIRA S/A em face da sentença proferida pelo juízo da 29ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo. não exige que a mencionada notificação seja realizada exclusivamente por cartório originário do domicílio do devedor. É o relatório.05. caput. consoante disposição da Súmula 72 do STJ.26. verifica-se que a sentença hostilizada foi publicada no Diário de Justiça no dia 26/10/2011 (quarta-feira).0001. Não sendo exercido o poder de recorrer dentro daquele prazo. já que assinada por pessoa desconhecida." (TJBA. contar-se-á da data: I . julgada procedente. por não considerar válida a notificação realizada em virtude da incompetência territorial de Serventia diversa . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 211 PROVIDO. se operará a preclusão e. quando a sentença não for proferida em audiência. que extinguiu o processo sem julgamento do mérito.O prazo para interposição do recurso. Publique-se. 73). a comprovação de que a notificação efetivamente chegou ao local de destino. com arrimo no artigo 557. 557. Augusto Lima Bispo. não podendo ser conhecido. Des. Primeira Câmara Cível. como no caso ora analisado. Contrarrazões apresentadas às fls.ME. proferida pela MM.05. a notificação efetivada por Cartório de Títulos e Documentos de Comarca diversa do domicílio do notificado. formar-se-á a coisa julgada. com fulcro no art. também é de ser considerada válida nesse aspecto. Tal nulidade não se caraterizou. 13/14). do CPC. 1. Leciona Nelson Nery Junior: "O recurso. na espécie. nego-lhe seguimento. Não se conhece da apelação quando manifestamente intempestiva. Rel. II . APELAÇÃO INTEMPESTIVA.0001 Apelação Apelante : Jeronimo de Jesus Borges Me Advogado : Maria Antonia dos Santos Ferreira (OAB: 6910/BA) Apelado : Banco Panamericano S/A Advogado : Daniela Arruda Castro (OAB: 28509/BA) Advogado : Cristiane Belinati Garcia Lopes (OAB: 19937/PR) Advogado : Julio Cesar Valeriano da Silva (OAB: 30587/BA) Advogado : Ana Paula Torres Muniz (OAB: 26157/BA) Adoto o relatório da sentença de fls. a extinção do feito diante da falta dos pressupostos necessários ao seu regular processamento. (TJDF . a posse e propriedade do veiculo objeto do presente feito. ainda. 0149153-17. a jurisprudência dominante. Rel. 18 de abril de 2013. é o seu exame pelo juízo ad quem insuceptível de preclusão. Des. O diploma legal que rege a matéria. 506 . de preclusão temporal" (Princípios FundamentaisTeoria Geral dos Recursos. é imperioso concluir. conforme se depreende dos arrestos a seguir: "APELAÇÃO . por ter sido expedida por Cartório de Comarca diversa do domicilio do devedor. Revista dos Tribunais. conforme certificado às fls.2010). Preliminar acolhida. Ante o exposto. pub. Cíveis e Comerciais de Salvador." Compulsando os autos. Diante do exposto. Des. sobretudo a do Superior Tribunal de Justiça. dou provimento ao recurso interposto.

A notificação extrajudicial realizada e entregue no endereço do devedor. provido. O diploma legal que rege a matéria. 267 do CPC. já se configura a mora do devedor que deverá ser comprovada por carta registrada expedida por intermédio de Cartório de Títulos e Documentos ou pelo protesto do título. do CPC. Tal nulidade não se caraterizou.como se vê: "A comprovação da mora é imprescindível à busca e apreensão do bem alienado fiduciariamente". do Supremo Tribunal Federal ou de Tribunal Superior. inexistindo norma no âmbito federal que contrarie tal afirmação. houve constituição em mora em face da regular notificação extrajudicial. Publicado DJE 29/11/2012). JURISDICAÇÃO TERITORIAL DIVERSA DO DESTINATÁRIO. § 2º do Decreto-Lei nº 911/69. é imperioso concluir. também é de ser considerada válida nesse aspecto. no seu sentir. Assim sendo. seja porque não se trata de ato tendente a dar conhecimento a terceiros acerca de sua existência. dou provimento ao recurso interposto.015/73. Salvador.8. § 2º. o inadimplemento do contrato de alienação fiduciária está condicionado. Aduz o Apelante que a mora do Apelado se deu com o simples vencimento do prazo para o adimplemento das suas obrigações assumidas.0001. estão em perfeita consonância com os requisitos previstos no dispositivo legal supra citado. Publique-se. j. 557. Desa. as razões do Apelante. por ter havido prática de ato regular pelo Oficial do Serviço Notarial e Registral da Comarca de Uberlândia -MG (fls. §1º-A. O artigo 557. nos autos. não está submetido ao disposto no art. com fulcro no art. Por outro lado. rel. Min. DEC. cujo objeto é contrato de financiamento com garantia fiduciária. que preencheu as formalidades legais. MORA COMPROVADA. inexiste norma no âmbito federal relativa ao limite territorial para a prática de atos registrais. ainda. requisito indispensável na Ação de Busca e Apreensão. a quem é dada liberdade de escolha nesses casos. NOTIFICAÇÃO. CARTÓRIO. Consoante dispõe o art. Des.Disponibilização: sexta-feira. foi recentemente consolidado no STJ entendimento no sentido de ser possível a sua realização por Cartório de Títulos e Documentos de Comarca diversa do domicílio do devedor. ou seja. especialmente no tocante aos Ofícios de Títulos e Documentos. Considero justas. NOTIFICAÇÃO EXPEDIDA POR CARTÓRIO DIVERSO DA COMARCA DE DOMICÍLIO DO DEVEDOR. razão pela qual é possível a realização de notificações. Intime-se. 3. com fulcro nos incisos I e IV do art. portanto.05. que a notificação fora entregue corretamente no endereço do devedor. com fulcro nos arts. BUSCA E APREENSÃO. Recurso especial conhecido em parte e. à mora do devedor. SENTENÇA REFORMADA. por absoluta falta de pressuposto válido de constituição do processo.931/04. 2º. Processo distribuído à Quarta Câmara Cível. na ação de busca e apreensão." (REsp 1237699/SC. foi caracterizada a mora do devedor. LEGALIDADE. Apelação Cível nº 013879794. "APELAÇÃO CÍVEL. para determinar o retorno dos autos à instância de origem porquanto. A Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. exclusivamente. SENTENÇA EXTINTIVA COM BASE NO ART 267. para efeito de constituição em mora. que notificou o devedor no seu domicílio. precisamente em seu art. a fim de que seja dado regular prosseguimento ao feito. julgados recentes do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia: "PROCESSUAL CIVIL. a mora constitui-se ex re nas hipóteses do art. seleciono. as disposições introduzidas com o advento do novo Código Civil. 130 da Lei 6. CARACTERIZAÇÃO. CR/03 . Julgado 30/10/2012. SENTENÇA REFORMADA .BA.283. a critério do credor (art.. cuidando de Ação de Busca e Apreensão do Dec. mediante o requerimento do apresentante do título. portanto. é válida quando realizada por Cartório de Títulos e Documentos de outra Comarca. IV DO CPC. ENTREGA NO ENDEREÇO INDICADO NO CONTRATO. como a efetivada no caso em apreço. a comprovação de que a notificação efetivamente chegou ao local de destino. ao endereço do demandado. FINANCIAMENTO. consubstanciado no seguinte julgado: "RECURSO ESPECIAL.Lei 911/69 entende não ser obrigatória a notificação pessoal do devedor para constituí-lo em mora."(TJBA.0001. não havendo que se falar em derrogação deste último dispositivo. Atualmente. VEÍCULO. portanto. CONTRATO DE FINANCIAMENTO DE AUTOMÓVEL COM GARANTIA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. sobretudo a do Superior Tribunal de Justiça. Primeira Câmara Cível. Verifico.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . Nessa linha de entendimento. 22/03/2011) Neste sentido. RECURSO PROVIDO. Maria da Graça Osório Pimentel.834. Requer seja dado total provimento ao recurso. incisos I e IV do CPC. ou seja. Apelação Cível nº 0098192-67. É o que basta relatar. consistente na nulidade da notificação extrajudicial do devedor. 1. MORA. AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. Julgado 19/11/2012. nos termos do Decreto Lei nº 911/ 69." (TJBA. consoante disposição da Súmula 72 do STJ. do Decreto-Lei nº 911/69. relatora do REsp nº 1. 397. LEI 911/69. a jurisprudência dominante. sendo suficiente a entrega da correspondência no seu endereço.2007. a notificação efetivada por Cartório de Títulos e Documentos de Comarca diversa do domicílio do notificado. 18 de abril de 2013. ora Apelado. POSSIBILIDADE. bastando. não assiste razão ao juízo de origem ao extinguir o processo sem julgamento do mérito. mesmo que não seja aquele do domicílio do devedor. LUIS FELIPE SALOMÃO. 267. em Salvador-BA. Afiança a desnecessidade da notificação ser expedida por Cartório da mesma Comarca do domicílio do devedor. cabendo-me a relatoria. ainda que não pessoalmente recebida. 129. É válida. não sendo necessário que o cartório seja da mesma jurisdição territorial do destinatário. A notificação extrajudicial. Diante do exposto. alterado pela Lei nº 10. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 212 da Comarca de residência do devedor/Apelado. Publicado DJE 29/11/2012). 4ª T. Ainda no que tange à constituição em mora por meio de notificação extrajudicial. De fato. 2º. NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL REALIZADA POR CARTÓRIO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS LOCALIZADO EM COMARCA DIVERSA DA DO DOMICÍLIO DO DEVEDOR. que poderá ser comprovada por carta registrada expedida por intermédio de Cartório de Títulos e Documentos. por via postal e com aviso de recebimento. AQUISIÇÃO. Rel. AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. e restou devidamente comprovada mediante notificação extrajudicial válida. em voto preciso. 2º . Augusto Lima Bispo. na espécie. É válida para caracterização da mora do devedor fiduciário a entrega da correspondência de notificação pelo preposto do Correio ou Cartório de Títulos e Documentos no endereço indicado no contrato.2011. uma vez não paga a prestação no vencimento. seja porque não está incluída nos atos enumerados no art. afirmou que "A jurisprudência dessa Corte já pacificou-se no sentido de que. diante do novo e atual posicionamento do STJ. Segunda Câmara Cível. do Decreto-Lei nº 911/69)".APELAÇÃO PROVIDA. 2. para declarar nula a sentença proferida. Rel.805. determinando o retorno dos autos ao juízo de origem. § 2º. § 1º-A do Código de Processo Civil prevê que o Relator poderá dar provimento ao recurso se a decisão recorrida estiver em manifesto confronto com Súmula ou com jurisprudência dominante do respectivo Tribunal. nesta parte. 15/16). ainda. não exige que a mencionada notificação seja realizada exclusivamente por cartório originário do domicílio do devedor.

em voto preciso.8. De fato. e restou devidamente comprovada mediante notificação extrajudicial válida. Apelação Cível nº 0098192-67.834. a quem é dada liberdade de escolha nesses casos. Desa. AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. afirmou que "A jurisprudência dessa Corte já pacificou-se no sentido de que.283. as disposições introduzidas com o advento do novo Código Civil.0001. AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. LEI 911/69. o inadimplemento do contrato de alienação fiduciária está condicionado. Des. MORA. nos autos da Ação de Busca e Apreensão em Alienação Fiduciária. CONTRATO DE FINANCIAMENTO DE AUTOMÓVEL COM GARANTIA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. alterado pela Lei nº 10. já se configura a mora do devedor que deverá ser comprovada por carta registrada expedida por intermédio de Cartório de Títulos e Documentos ou pelo protesto do título. mediante o requerimento do apresentante do título. LUIS FELIPE SALOMÃO. Publicado DJE 29/11/2012).. nesta parte.Lei 911/69 entende não ser obrigatória a notificação pessoal do devedor para constituí-lo em mora. ou seja. É válida. Rel. Processo distribuído à Quarta Câmara Cível. inexistindo norma no âmbito federal que contrarie tal afirmação. bastando. provido. O artigo 557.805. do Decreto-Lei nº 911/69. como a efetivada no caso em apreço. § 2º. ou seja. ainda que não pessoalmente recebida. as razões do Apelante. 2º. a jurisprudência dominante. § 2º do Decreto-Lei nº 911/69. Afiança a desnecessidade da notificação ser expedida por Cartório da mesma Comarca do domicílio do devedor. A Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. Requer seja dado total provimento ao recurso. seleciono. seja porque não se trata de ato tendente a dar conhecimento a terceiros acerca de sua existência. do art. 3. Por outro lado. AQUISIÇÃO. a mora constitui-se ex re nas hipóteses do art. NOTIFICAÇÃO. 267 do CPC. precisamente em seu art.Disponibilização: sexta-feira. julgados recentes do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia: "PROCESSUAL CIVIL.2008. portanto. IV DO CPC. a critério do credor (art. 4ª T.2011. relatora do REsp nº 1. 397. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 213 0170553-87. j. FINANCIAMENTO. A notificação extrajudicial. que preencheu as formalidades legais. ao endereço do demandado. razão pela qual é possível a realização de notificações. 129. com fulcro nos incisos I e IV. inciso IV do CPC. Julgado 30/10/2012. Segunda Câmara Cível. O diploma legal que rege a matéria. É o que basta relatar.0001. portanto. 267. uma vez não paga a prestação no vencimento. rel. VEÍCULO. por não considerar válida a notificação realizada em virtude da incompetência territorial de Serventia diversa da Comarca de residência do devedor/Apelado. cujo objeto é contrato de financiamento com garantia fiduciária. 2º.8. por via postal e com aviso de recebimento. exclusivamente. estão em perfeita consonância com os requisitos previstos no dispositivo legal supra citado. seja porque não está incluída nos atos enumerados no art. Nessa linha de entendimento.APELAÇÃO PROVIDA. Primeira Câmara Cível. do Decreto-Lei nº 911/69)". não havendo que se falar em derrogação deste último dispositivo. 1. DEC. LEGALIDADE. POSSIBILIDADE. Maria da Graça Osório Pimentel. A notificação extrajudicial realizada e entregue no endereço do devedor. consistente na nulidade da notificação extrajudicial do devedor. sobretudo a do Superior Tribunal de Justiça. 22/03/2011) Neste sentido. por ele movida contra ROBERTO LUIZ SILVEIRA BAHIA. do Supremo Tribunal Federal ou de Tribunal Superior. Tal nulidade não se caraterizou. a notificação efetivada por Cartório de Títulos e Documentos de Comarca diversa do domicílio do notificado." (REsp 1237699/SC." (TJBA. Atualmente. sendo suficiente a entrega da correspondência no seu endereço. no seu sentir. para efeito de constituição em mora. inexiste norma no âmbito federal relativa ao limite territorial para a prática de atos registrais. Min. RECURSO PROVIDO. cabendo-me a relatoria. não assiste razão ao juízo de origem ao extinguir o processo sem julgamento do mérito.05. é válida quando realizada por Cartório de Títulos e Documentos de outra Comarca. cuidando de Ação de Busca e Apreensão do Dec. Aduz o Apelante que a mora do Apelado se deu com o simples vencimento do prazo para o adimplemento das suas obrigações assumidas. MORA COMPROVADA. que extinguiu o processo sem julgamento do mérito. § 1º-A do Código de Processo Civil prevê que o Relator poderá dar provimento ao recurso se a decisão recorrida estiver em manifesto confronto com Súmula ou com jurisprudência dominante do respectivo Tribunal. foi recentemente consolidado no STJ entendimento no sentido de ser possível a sua realização por Cartório de Títulos e Documentos de Comarca diversa do domicílio do devedor. Julgado 19/11/2012. consubstanciado no seguinte julgado: "RECURSO ESPECIAL.BA. . especialmente no tocante aos Ofícios de Títulos e Documentos. SENTENÇA REFORMADA. Rel. 2. na ação de busca e apreensão." (TJBA. Augusto Lima Bispo. BUSCA E APREENSÃO. Ainda no que tange à constituição em mora por meio de notificação extrajudicial. não exige que a mencionada notificação seja realizada exclusivamente por cartório originário do domicílio do devedor.931/04. a comprovação de que a notificação efetivamente chegou ao local de destino. diante do novo e atual posicionamento do STJ. Consoante dispõe o art.0001 Apelação Apelante : Banco Bmc S/A Advogado : Fabiane Costa Amaral (OAB: 33446/BA) Advogado : Tássio Rodrigues Pinheiro (OAB: 25403/BA) Advogado : Clovis Oliveira de Carvalho (OAB: 33380/BA) Advogado : Juliana Maia dos Santos (OAB: 29524/BA) Advogado : MOISÉS BATISTA DE SOUZA (OAB: 149225/SP) Apelado : Roberto Luiz Silveira Bahia Trata-se de Apelação Cível interposta por BANCO BMC S/A em face da sentença proferida pelo juízo da 29ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo. não está submetido ao disposto no art. com fulcro no art. ENTREGA NO ENDEREÇO INDICADO NO CONTRATO. ainda. Cíveis e Comerciais de Salvador. mesmo que não seja aquele do domicílio do devedor. JURISDICAÇÃO TERITORIAL DIVERSA DO DESTINATÁRIO.015/73. 2º . NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL REALIZADA POR CARTÓRIO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS LOCALIZADO EM COMARCA DIVERSA DA DO DOMICÍLIO DO DEVEDOR. houve constituição em mora em face da regular notificação extrajudicial. Recurso especial conhecido em parte e. Publicado DJE 29/11/2012). não sendo necessário que o cartório seja da mesma jurisdição territorial do destinatário. CARTÓRIO. por absoluta falta de pressuposto válido de constituição do processo. É válida para caracterização da mora do devedor fiduciário a entrega da correspondência de notificação pelo preposto do Correio ou Cartório de Títulos e Documentos no endereço indicado no contrato. "APELAÇÃO CÍVEL. Apelação Cível nº 0138797-94. à mora do devedor.05. em razão de não configuração da mora. Considero justas.2007. NOTIFICAÇÃO EXPEDIDA POR CARTÓRIO DIVERSO DA COMARCA DE DOMICÍLIO DO DEVEDOR. que poderá ser comprovada por carta registrada expedida por intermédio de Cartório de Títulos e Documentos. CARACTERIZAÇÃO. SENTENÇA EXTINTIVA COM BASE NO ART 267. 130 da Lei 6. para determinar o retorno dos autos à instância de origem porquanto.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . § 2º. SENTENÇA REFORMADA .

CR/03 0351110-30. É o que basta relatar. com fulcro nos arts. 22/03/2011) Neste sentido. ora Apelado. A Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. alterado pela Lei nº 10. Atualmente. CARTÓRIO. incisos I e IV do CPC. precisamente em seu art.05. Considero justas. POSSIBILIDADE. Por outro lado. não havendo que se falar em derrogação deste último dispositivo. por não considerar válida a notificação realizada em virtude da incompetência territorial de Serventia diversa da Comarca de residência do devedor/Apelado. Recurso especial conhecido em parte e. SENTENÇA REFORMADA . as disposições introduzidas com o advento do novo Código Civil. sendo suficiente a entrega da correspondência no seu endereço. uma vez não paga a prestação no vencimento. 2º.834. CONTRATO DE FINANCIAMENTO DE AUTOMÓVEL COM GARANTIA DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. afirmou que "A jurisprudência dessa Corte já pacificou-se no sentido de que. a quem é dada liberdade de escolha nesses casos. Intime-se.283. não sendo necessário que o cartório seja da mesma jurisdição territorial do destinatário. relatora do REsp nº 1.Disponibilização: sexta-feira. AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. 2º. O diploma legal que rege a matéria. SENTENÇA REFORMADA.0001. em voto preciso. "APELAÇÃO CÍVEL. 17). JURISDIÇÃO TERRITORIAL DIVERSA DO DESTINATÁRIO. DEC. em Salvador-BA.0001 Apelação Apelante : Banco Sofisa S/A Advogado : Philippi Freitas Alves (OAB: 31888/BA) Advogado : Carla Passos Melhado (OAB: 30616/BA) Apelado : Carlos Jose de Carvalho Trata-se de Apelação Cível interposta por BANCO SOFISA S/A em face da sentença proferida pelo juízo da 9ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo. a critério do credor (art. É válida para caracterização da mora do devedor fiduciário a entrega da correspondência de notificação pelo preposto do Correio ou Cartório de Títulos e Documentos no endereço indicado no contrato. De fato. o inadimplemento do contrato de alienação fiduciária está condicionado. É válida. cuidando de Ação de Busca e Apreensão do . 2. § 2º. que notificou o devedor no seu domicílio. consoante disposição da Súmula 72 do STJ. A notificação extrajudicial realizada e entregue no endereço do devedor. ENTREGA NO ENDEREÇO INDICADO NO CONTRATO. j. do Decreto-Lei nº 911/69. A notificação extrajudicial. Cíveis e Comerciais de Salvador. Apelação Cível nº 0138797-94. LUIS FELIPE SALOMÃO. Julgado 30/10/2012. 267. do Decreto-Lei nº 911/69)".BA. Processo distribuído à Quarta Câmara Cível. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 214 por ter havido prática de ato regular pelo Oficial do Serviço Notarial e Registral da Comarca de Maracanaú-CE (fls." (REsp 1237699/SC. 397. ou seja. mediante o requerimento do apresentante do título. CARACTERIZAÇÃO.015/73. requisito indispensável na Ação de Busca e Apreensão. NOTIFICAÇÃO EXPEDIDA POR CARTÓRIO DIVERSO DA COMARCA DE DOMICÍLIO DO DEVEDOR. e restou devidamente comprovada mediante notificação extrajudicial válida. SENTENÇA EXTINTIVA COM BASE NO ART 267. a mora constitui-se ex re nas hipóteses do art. houve constituição em mora em face da regular notificação extrajudicial. nesta parte. Verifico. diante do novo e atual posicionamento do STJ. mesmo que não seja aquele do domicílio do devedor. O artigo 557. Diante do exposto.. julgando prejudicado o recurso de Apelação e determinando o retorno dos autos ao juízo de origem a fim de que seja dado regular prosseguimento ao feito. FINANCIAMENTO. por via postal e com aviso de recebimento. por ele movida contra CARLOS JOSÉ DE CARVALHO. seja porque não está incluída nos atos enumerados no art. que extinguiu o processo sem julgamento do mérito. 18 de abril de 2013. 3. BUSCA E APREENSÃO. com fulcro no art. Afiança a desnecessidade da notificação ser expedida por Cartório da mesma Comarca do domicílio do devedor. ainda. AQUISIÇÃO. é válida quando realizada por Cartório de Títulos e Documentos de outra Comarca. 1. AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. é imperioso concluir. 4ª T. NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL REALIZADA POR CARTÓRIO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS LOCALIZADO EM COMARCA DIVERSA DA DO DOMICÍLIO DO DEVEDOR. LEGALIDADE. cabendo-me a relatoria. provido."(TJBA. sobretudo a do Superior Tribunal de Justiça. nos autos da Ação de Busca e Apreensão em Alienação Fiduciária. § 2º. foi caracterizada a mora do devedor.931/04. rel. na espécie. que preencheu as formalidades legais. que poderá ser comprovada por carta registrada expedida por intermédio de Cartório de Títulos e Documentos. Salvador. VEÍCULO. 129. à mora do devedor.2012. Requer seja dado total provimento ao recurso. Desa. §1º-A do CPC. Segunda Câmara Cível. no seu sentir. 557. inexiste norma no âmbito federal relativa ao limite territorial para a prática de atos registrais. seja porque não se trata de ato tendente a dar conhecimento a terceiros acerca de sua existência.como se vê: "A comprovação da mora é imprescindível à busca e apreensão do bem alienado fiduciariamente".8. Min. na ação de busca e apreensão. não exige que a mencionada notificação seja realizada exclusivamente por cartório originário do domicílio do devedor. cujo objeto é contrato de financiamento com garantia fiduciária. Publicado DJE 29/11/2012). RECURSO PROVIDO. MORA. Assim sendo. IV DO CPC. para efeito de constituição em mora. exclusivamente. também é de ser considerada válida nesse aspecto. razão pela qual é possível a realização de notificações. especialmente no tocante aos Ofícios de Títulos e Documentos. que a notificação fora entregue corretamente no endereço do devedor. consubstanciado no seguinte julgado: "RECURSO ESPECIAL. ainda que não pessoalmente recebida. MORA COMPROVADA. estão em perfeita consonância com os requisitos previstos no dispositivo legal supra citado. portanto. não está submetido ao disposto no art. Publique-se. Maria da Graça Osório Pimentel. como a efetivada no caso em apreço. 130 da Lei 6. Consoante dispõe o art. § 1º-A do Código de Processo Civil prevê que o Relator poderá dar provimento ao recurso se a decisão recorrida estiver em manifesto confronto com Súmula ou com jurisprudência dominante do respectivo Tribunal. a jurisprudência dominante. LEI 911/69. 2º . seleciono. já se configura a mora do devedor que deverá ser comprovada por carta registrada expedida por intermédio de Cartório de Títulos e Documentos ou pelo protesto do título. a notificação efetivada por Cartório de Títulos e Documentos de Comarca diversa do domicílio do notificado. do Supremo Tribunal Federal ou de Tribunal Superior. inexistindo norma no âmbito federal que contrarie tal afirmação.APELAÇÃO PROVIDA. foi recentemente consolidado no STJ entendimento no sentido de ser possível a sua realização por Cartório de Títulos e Documentos de Comarca diversa do domicílio do devedor. Rel. Ainda no que tange à constituição em mora por meio de notificação extrajudicial. as razões do Apelante. Aduz o Apelante que a mora do Apelado se deu com o simples vencimento do prazo para o adimplemento das suas obrigações assumidas. portanto. em razão de não configuração da mora.805. para determinar o retorno dos autos à instância de origem porquanto. julgados recentes do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia: "PROCESSUAL CIVIL. § 2º do Decreto-Lei nº 911/69. ainda.2007. nos autos. NOTIFICAÇÃO. nos termos do Decreto Lei nº 911/69.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . anulo a sentença ex officio.

Salvador.8. 269. nos autos. Publique-se.2005. CR/03 Salvador. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá . dou provimento ao recurso interposto. que a notificação fora entregue corretamente no endereço do devedor. Tal nulidade não se caracterizou. Publique-se. Publicado DJE 29/11/2012).8. Des.05. Nessa linha de entendimento. é imperioso concluir. Diante do exposto. ora Apelado. 619 e tendo em vista o recurso de fls.8. transitou em julgado.como se vê: "A comprovação da mora é imprescindível à busca e apreensão do bem alienado fiduciariamente". também é de ser considerada válida nesse aspecto. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000548-56. Intimem-se. do art. Publique-se.Projetos Construções e Comércio Ltda Advogado : Walter Botelho (OAB: 43056/MG) Cumpra-se a determinação de fl. 18 de abril de 2013. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 215 Dec. Intimem-se. a comprovação de que a notificação efetivamente chegou ao local de destino. 13/15). Apelação Cível nº 0098192-67. 267 do CPC. Substituto 1ª Vara da Fazenda Pública Interessado : Municipio de Jacobina Advogado : Olaf Marcilio Miranda Nunes (OAB: 25886/BA) Interessado : Topel . 18 de abril de 2013 Cynthia Maria Pina Resende PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0150033-14.2012.2001.Alagoas (fls. Verifico. bastando. que notificou o devedor no seu domicílio. com fulcro nos incisos I e IV. para declarar nula a sentença proferida. nos termos do Decreto Lei nº 911/69. Augusto Lima Bispo. Salvador. com fulcro no art. Publique-se. foi caracterizada a mora do devedor. 550/608. consoante disposição da Súmula 72 do STJ. Primeira Câmara Cível. Em caso positivo.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 18 de abril de 2013. Salvador. por ter havido prática de ato regular pelo Oficial do Serviço Notarial e Registral da Comarca de Porto de Pedras. requisito indispensável na Ação de Busca e Apreensão. Salvador.0137 Reexame Necessário Remetente : Juiz de Direito de Jacobina. 557.8. Julgado 19/11/2012.05.2011. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0338596-45. encaminhem-se os autos ao Juízo de origem. Rel.05. ou seja. Intime-se.Disponibilização: sexta-feira. Financiamento e Investimento S/A Advogado : Jamile Bárbara da Hora Serrano (OAB: 28930/BA) Advogada : Mariana Matos de Oliveira (OAB: 12874/BA) Apelado : Ricardo de Oliveira Souza Advogado : Ana Paula Guimarães Borges (OAB: 25258/BA) Advogado : Claudia Thaís Lustosa Lopes (OAB: 27298/BA) À Secretaria para informar se o acórdão de fls. Assim sendo. Salvador. Intimem-se. ao endereço do demandado. ainda. não assiste razão ao juízo de origem ao extinguir o processo sem julgamento do mérito. determinando o retorno dos autos ao juízo de origem a fim de que seja dado regular prosseguimento ao feito. do CPC.Lei 911/69 entende não ser obrigatória a notificação pessoal do devedor para constituí-lo em mora. §1º-A. portanto. 18 de abril de 2013.0001. com as anotações de estilo.05.0001 Apelação Apelante : Aymore Credito. Estado : Perpetua Leal Ivo Valadao Em face da certidão de fl. na espécie. portanto." (TJBA. consistente na nulidade da notificação extrajudicial do devedor. com as anotações de praxe. em Salvador-BA. por absoluta falta de pressuposto válido de constituição do processo. encaminhem-se os autos à Egrégia Segunda VicePresidência.0001 Apelação Apelante : Antonio Fernando Paim Advogado : Abdias Amancio dos Santos Filho (OAB: 10870/BA) Advogado : Eliana França Correia (OAB: 27322/BA) Apelado : Estado da Bahia Proc. Salvador.

Isso porque . utilizando técnica com modulação de feixe (IMRT) em acelerador linear. geral e irrestrita sem comprometer o equilíbrio financeiro e a própria execução rdo contrato .2013. por ora. o agravante afirma. Segue em seus argumentos afirmando que "se a apólice cobre determinados procedimento e exclui outros . 0004224-15. pelo menos. Sustenta que o procedimento que persegue o ora agravado não está abraçado pelo rol previsto pela ANS como de autorização obrigatória. 51/53.não pode o Poder Judiciário simplesmente transferir à iniciativa privada uma obrigação que é do Estado" (fl. pelo menos no âmbito de uma análise preliminar. Imprimo à presente decisão força de ofício/mandado. com ou sem manifestação da retro citada autoridade e/ou da parte agravada. Cíveis e Comerciais da Comarca de Salvador. em síntese. Julgador de piso foi cuidadoso ao determinar que a agravada autorize a realização do tratamento pleiteado. de que o quanto aduzido pela parte representa um direito que a ela assiste e que deve ser amparado. Dr. pelo menos neste primeiro ponto. a fumaça do bom direito é representada pelo convencimento que se firma no julgador de que a alegação que lhe é submetida à apreciação se revela plausível. na posse do agravado.05. O seu acesso ao tratamento. à intimação da parte agravada para que no prazo legal. é necessário ao relator. apenas. Notifique-se ao MM. que o agravado "com base em falsas impressões feitas pelo próprio Agravado. 72/74. Contudo. Juiz prolator da decisão agravada. Findo os prazos. 19). Da mesma forma. na cidade de Salvador-BA. é portadora de doença tão grave. Dessa constatação. que determinou o depósito em consignação das prestações vencidas na forma contratadas e. "Pois bem. Preparo devidamente comprovado às fls. esta Seguradora forneça cobertura para todo e qualquer tipo de tratamento médico. deve ser feito de forma urgente e imediata. conforme relatório médico. ou seja. arcando. 78/81. A decisão vergastada encontra-se devidamente fundamentada. o D. apesar da existência de cláusula que inclua a cobertura para fornecimento do tratamento pleiteado. quem figura-se numa situação de flagrante periculum in mora é o próprio agravado que.verifica-se que na decisão vergastada. a indispensabilidade de tal intervenção médica para o agravado. conforme determina o inciso III do mesmo dispositivo legal. informações à Exmo. normalmente por medidas dotadas do caráter de urgência. neste primeiro momento não sustentam a existência de fumus boni iuris quando contrastada com as provas constantes nos autos. como veremos mais adiante. Nestes temos. aferir. 07). inclusive com os demais procedimentos médicos necessários e prescritos" (fl. INDEFIRO A MEDIDA LIMINAR postulada neste recurso. fl.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Bv Financeira S/A Credito Financiamento e Investimento Advogado : Celso David Antunes (OAB: 1141A/BA) Advogado : Luis Carlos Monteiro Laurenço (OAB: 16780/BA) Agravado : Domingos Aparecido Sebastião Advogado : Luiz Antonio da Silva Bonifacio (OAB: 6610/BA) Insurge-se o agravante contra a decisão prolatada pelo D. Julgador da 7ª Vara dos Feitos de Relação de Consumo. procedendo-se.00 (quatrocentos reais) Em seus argumentos afirma que a referida decisão deve ser cassada pois a liminar pleiteada foi deferida sem a comprovação de . Como o procedimento de Radioterapia utilizando técnica com modulação de feixe (IMRT) não se inclui no rol de procedimentos ditados pela ANS. a nível de concessão liminar e inaudita altera pars. mantendo. bem como a impossibilidade da inscrição do seu nome em órgãos de restrição ao crédito e o protesto de qualquer título emitido em razão do contrato de financiamento. 527.8.8. de plausibilidade do direito invocado" (fl. conclui-se que as alegações trazidas pelo agravante. Isso porque. não havendo como se sustentar a existência de cláusula ou comportamento considerado como abusivo. não há qualquer obrigação legal ou contratual da Agravante em custear o referido tratamento. o caso em apreço deixou demonstrado. retornem os autos a esta relatora para apreciação.2013.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . objeto da presente ação. não se reveste.000. a presença inequívoca do fumus boni iuris (fumaça do bom direito) ou ainda. Isso porque. que concedeu a antecipação da tutela para determinar que a parte ora agravante autorize o tratamento do autor "consistente na realização de radioterapia associada à quimioterapia. o que desobriga a agravante de cobrir o custeio de todo e qualquer intervenção médica. simultaneamente. fls. 53). apresente as contrarrazões ao presente Agravo. de forma ampla e geral. diante da ausência de cobertura" (fl. Analisando o feito em questão. não é a hipótese dos autos. e não restou comprovado o prejuízo que experimentará o agravante com o julgamento final deste agravo. sob pena de multa diária de R$ 1. interposto pelo agravante acima identificado contra Julgamento do MM. na forma do art. sob pena de multa diária de R$ 400. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 216 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Gardenia Pereira Duarte PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0002848-91. É o relatório. na realidade. o que esvazia o seu pleito. I do CPC.05. que a lógica da narrativa leva à conclusão. minimamente.limitado à decisão preliminar .visto que não há como fornecer cobertura ampla. querendo.Disponibilização: sexta-feira. da denominada "relevância da fundamentação". a decisão hostilizada. Na sistemática processual do recurso de agravo de instrumento. preferencialmente no hospital SÃO RAFAEL. obedecida tal determinação. infelizmente. neste primeiro momento não é possível se verificar a existência de fumus boni uris hábil a justificar a concessão do efeito suspensivo pleitado pelo ora recorrente. E no processo civil. a manutenção do veículo. 11) e que a agravante tem custeado praticamente todo o tratamento realizado pelo agravado. com pedido de efeito suspensivo. Juízo 1ª Vara dos feitos de Relação de Consumo. ao menos inicial e num juízo típico de cognição sumária. Juízo de origem sobre a presente decisão e requisitese. afirma-se quanto ao periculum in mora.00 (hum mil reais) Em seus argumentos.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Unimed Seguros Saude S/A Advogado : Márcio Alexandre Malfatti (OAB: 139482/SP) Agravado : Wilton Jose Tavares Lima Advogado : Renato Souza Aragão (OAB: 16758/BA) Trata-se de Agravo de Instrumento. Cíveis e Comerciais da Comarca de Feira de Santana. pretensão esta que. sem sombra de dúvidas.

SUBMISSÃO DO RELATOR AO ENTENDIMENTO DA MAIORIA DA CÂMARA. impedindo. PAGAMENTO DAS PRESTAÇÕES EM VALOR INFERIOR AO CONTRATADO. MIN. MONTANTE DO DÉBITO OBJETO DE DISCUSSÃO EM JUÍZO. VENCIDAS E VINCENDAS. pois vai de encontro ao que determina o art. (REC.A OBSTACULARIZAÇÃO DO NOME DO DEVEDOR EM QUAISQUER DOS CADASTROS RESTRITIVOS DE CRÉDITO. AGRAVO DE INSTRUMENTO NUMERO 28656-5/2009. SERASA) ENQUANTO É DISCUTIDO EM AÇÃO ORDINÁRIA O VALOR DO DÉBITO. É PERMITIDA. AGRAVO DE INSTRUMENTO NUMERO: 53952-5/2008. BARROS MONTEIRO. CONCESSÃO DE LIMINAR. DEPÓSITO JUDICIAL NOS VALORES CONTRATADOS. Com esta convicção. 23/09/2009) AGRAVO DE INSTRUMENTO. o nome da parte ré/agravada. contudo. FINANCIAMENTO DE VEÍCULO. RUY ROSADO DE AGUIAR. proceder ao julgamento monocrático do mesmo. RECURSO PROVIDO EM PARTE.. Além disso. com base em jurisprudência dominante do respectivo Tribunal". AÇÃO DE REVISÃO DE CONTRATUAL. a medida que o devedor não pode ser tratado como inadimplente enquanto aguarda manifestação do Poder Judiciário a respeito.2010. afirmando que a mesma mostra-se exagerada. PELO DISSÍDIO. PAGAMENTO DAS PRESTAÇÕES EM VALOR INFERIOR AO CONTRATADO. que visa expungir as ilegalidades existentes na avença. 557. de forma que a parte autora se manifeste em juízo em caso de eventual descumprimento da determinação proferida em antecipação de tutela ao invés de aguardar a remuneração diária. relator Min. Felix Ficher). no sentido de proibir o credor de inscrever o devedor em órgãos de proteção ao crédito (SERASA. ADMISSIBILIDADE. STJ. autoriza o julgamento imediato de causas que versam sobre o mesmo tema". evitando-se lesões de difícil reparação. NEGATIVAÇÃO DO NOME. enquanto perdurar a ação revisional que discuta em juízo a composição da dívida. REL. portanto que o nome da parte devedora conste de cadastros de restrição creditícia. ESP. 412 do CC. que tenha condições financeiras de administrar a possibilidade de não ver a sua expectativa financeira atendida no prazo avençado. O art. PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL. AGRAVO DE INSTRUMENTO. MIN. Sustenta. o depósito das parcelas do financiamento no valor pactuado no contrato. O STJ decidiu. dando-lhe provimento. Neste sentido é a pacífica Jurisprudência deste E. IMPEDIMENTO. POIS PODE FICAR DESCARACTERIZADA A INADIMPLÊNCIA. por que: "É a própria lei que permite expressamente ao julgador de segunda instância decidir monocraticamente. § 1º do CPC. . CONVICÇÃO MANTIDA. COM GARANTIA . CAUSA DAQUELE REGISTRO. PROIBIÇÃO DA INSCRIÇÃO DO DEVEDOR NOS CADASTROS RESTRITIVOS DE CRÉDITO. 188390/SC. ferindo frontalmente o art. LIMINAR. elementos estes ensejadores para concessão de pleito liminar. E desta forma têm atuado os Tribunais Superiores.837. REL. CONFIRA-SE: 482. ainda a impossibilidade de manutenção do veículo na posse do agravado. Min. a saber: "A existência de precedente firmado pelo Plenário do STF. REL. PENDÊNCIA DE AÇÃO ORDINÁRIA. AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº. RECURSO CONHECIDO. ABSTENÇÃO DO LANÇAMENTO DO NOME DO DEVEDRO NOS ÓRGÃOS DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO E MANUTENÇÃO DA POSSE DO BEM. AÇÃO ORDINÁRIA REVISIONAL. SERASA. uma vez que a existência de atrasos no adimplemento das obrigações exige que a outra parte possa suportar o ônus dessa mora. NOS VALORES CONTRATADOS. Além disso. SPC. não deve ser lançado em cadastros de consulta creditícia. é o posicionamento do E. Ausente contrarrazões em face da inexistente triangulação recursal. RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO. Por esta premissa. E PROVIDO PARA DEFERIR A LIMINAR. ENQUANTO TRAMITA AÇÃO PARA DEFINIR A AMPLITUDE DO DÉBITO". DEPÓSITO JUDICIAL DAS PRESTAÇÕES NO VALOR CONTRATADO. MANUTENÇÃO DO VEÍCULO OBJETO DO CONTRATO DE FINANCIAMENTO. REsp. DECISÃO QUE INDEFERIU PEDIDO DE ANTECIPAÇÃO DA TUTELA. . um dever do empresário para com os seus pares. PROIBIÇÃO DA INSCRIÇÃO DO DEVEDOR NOS CADASTROS RESTRITIVOS DE CRÉDITO. etc). AÇÃO ORDINÁRIA REVISIONAL. (STF 2ª Turma. Estando em discussão o débito. (TJ/BA. FINANCIAMENTO. CADIN. 24/03/ 2010) A Ação Revisional enseja ao entendimento de que a parte devedora quer adimplir a obrigação assumida.805. ataca. por força da ação intentada. rel. conforme se observa: SPC. QUANDO DISCUTIDO EM JUÍZO O PRÓPRIO CONTRATO. LIMINARMENTE. CONCESSÃO DE LIMINAR. QUARTA CÂMARA CÍVEL. legítimo é a decisão que determinar a abstenção do nome do devedor nos órgãos de restrição ao crédito e permite a manutenção do bem financiado em sua posse. 0002092-87. NÃO CABE A INCLUSÃO DO NOME DO DEVEDOR EM BANCOS PARTICULARES DE DADOS (SPC. 4A. No que se refere à manutenção da posse do veículo objeto da presente demanda. desde que os encargos originados da avença firmada não sejam ilegais. ainda a questão da multa cominatória.010/MG. devendo ser determinado. como uma ofensa à lei.A INTERPOSIÇÃO DE AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATO NÃO AUTORIZA O DEPÓSITO DE VALORES INFERIORES AOS CONTRATADOS. tendo em vista que. NA SUA POSSE. Dita medida pode ser concedida em antecipação da tutela. que não há como reconhecer o julgamento monocrático do recurso. face a presença dos requisitos para tanto. (TJ/BA. passo ao julgamento do presente Agravo: No que se refere ao direito da não inclusão do nome do agravante nos órgão de proteção ao crédito. 4ª TURMA. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. ANTES DE INSTRUÍDO O FEITO E SE AINDA NÃO HOUVE DECISÃO ACERCA DE EVENTUAL ABUSIVIDADE DAS CLÁUSULAS. afirma que a inscrição em órgãos de proteção ao crédito é mais que um direito garantido. Preparo devidamente comprovado às fls. SE O DÉBITO ESTÁ SENDO DISCUTIDO JUDICIALMENTE. AGRAVO PARCIALMENTE PROVIDO. Passo a decidir. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 217 existência de fumus boni iuris e de periculum in mora.Disponibilização: sexta-feira. deve ser deferido o presente pleito. Assim o valor deve ser revisto ou limitado como possibilita a lei. posto que esta possui o caráter acessório e que o valor da multa não deve estimular tal conduta do autor bem como não deve estimular o descumprimento por parte do destinatário do comando judicial. 38/39.5ª Turma. MANUTENÇÃO DO VEÍCULO OBJETO DO CONTRATO DE FINANCIAMENTO.A MANUTENÇÃO DO BEM NA POSSE DO DEVEDOR FICA CONDICIONADA AO DEPÓSITO DAS PRESTAÇÕES DO FINANCIAMENTO. desde que depositado em juízo as parcelas no valor inicialmente contratado. (STJ . a matéria encontra-se pacificada na jurisprudência da Corte e do STJ.) DESCABE A INSERÇÃO DO NOME DO DEVEDOR EM ÓRGÃOS DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 ..2003. PUBLICADO NO DJ DE 05. EXCLUSÃO DO REGISTRO. também. resta afastada a noção de inadimplência intencional. 404. o que resultará em maiores prejuízos para o agravante. REL. JOSE MARQUES PEDREIRA. "CADASTRO DE INADIMPLENTES. sendo. (. Tribunal de Justiça: ANTECIPAÇÃO DE TUTELA EM AÇÃO REVISIONAL DE CLÁUSULAS CONTRATUAIS. se a decisão recorrida estiver em manifesto confronto com súmula ou jurisprudência dominante do STJ ou STF. ANTONIO PESSOA CARDOSO. CADIN. JULG. Neste sentido.05.0000. . 3º do Decreto Lei 911/69.646-PR-AgRg. COM GARANTIA DE FIDÚCIA. EXCLUSÃO DO REGISTRO. DOU PROVIMENTO PARCIAL AO AGRAVO DE INSTRUMENTO (TJ/BA. POSSE DO BEM COM O AGRAVADO. TURMA DO STJ). também. Carlos Veloso). 24/03/2009) AGRAVO DE INSTRUMENTO. enquanto não solucionado o feito. autoriza ao relator do recurso. JULG. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS. REL. RE 328. PUB.

regra que só será mitigada nos casos de preparo insuficiente ou apresentação de justo impedimento. JULG. É PERMITIDA. ou de Tribunal Superior" É a hipótese. JOSE OLEGARIO MONCAO CALDAS. in verbis: PROCESSUAL CIVIL. não se verifica qualquer extrapolação aos preceitos constitucionais. no não conhecimento do recurso. 21. deve-se aqui destacar que. AGRAVO DE INSTRUMENTO NÚMERO: 8033-2/2008. nos termos do art.05. NA SUA POSSE. Pelo parágrafo único desse dispositivo (com a redação da Lei 8. recentemente. pois. Neste sentido. Recurso especial improvido. trata-se de multa por descumprimento. A única hipótese na qual é possível aceitar a comprovação posterior do preparo e do porte de remessa e retorno se dá quando estes são pagos antes da interposição do recurso. 21 o comprovante de pagamento. 511 DO CPC. 14 de abril de 2013. ATÉ PORQUE. o recorrente comprovará. ensejando. 24 foi determinado que o ora agravante trouxesse ao feito o DAJ que comprova o correto recolhimento do valor constante no comprovante de pagamento em caixa eletrônico existente às fls. Diante da incompatibilidade do Código de Barras do DAJ com o comprovante de pagamento acostado. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 218 DE FIDÚCIA. pela União Federal. então na pena de deserção. DES. Até mesmo porque. além de vedado. Salvador. estão dispensados de preparo os recursos interpostos pelo Ministério Público. prejudicado ou em confronto com súmula ou com jurisprudência dominante do respectivo tribunal.8. Por tais razões. quando o Poder Judiciário se propõe a aplicar multa por descumprimento em valores irrisórios. 557 do CPC que "O relator negará seguimento a recurso manifestamente inadmissível. consequentemente. REL. 24 que determinou o acostamento apenas do DAJ que demonstraria a origem do pagamento demonstrado no documento em comento. 0005286-90. NOS VALORES CONTRATADOS.Disponibilização: sexta-feira. Sendo assim. . .950/94 modificou o sistema anterior. NECESSIDADE DE APRESENTAÇÃO DAS GUIAS DE PREPARO NO ATO DA INTERPOSIÇÃO DO RECURSO. é o pensamento do STJ.A MANUTENÇÃO DO BEM NA POSSE DO DEVEDOR FICA CONDICIONADA AO DEPÓSITO DAS PRESTAÇÕES DO FINANCIAMENTO.CPC. Sobre a necessidade do preparo. APELAÇÃO. ainda que o pagamento das custas tenha ocorrido dentro do prazo recursal. Ademais. o que resulta na sua deserção. como causa de deserção do recurso. Em assim sendo. 302) Apesar de interposto tempestivamente. 519. o Agravante retirou das fls. Ministro CASTRO MEIRA. inclusive porte de remessa e de retorno. 511. não há como acolher feito pelo ora agravante. no caso. não se afigurando possível a comprovação posterior. A CONVERSÃO DO AGRAVO EM RETIDO É UMA FACULDADE DO JULGADOR. QUANDO NÃO DEMONSTRADO QUE A DECISÃO É SUSCETÍVEL DE CAUSAR A PARTE LESÃO GRAVE E DE DIFÍCIL REPARAÇÃO. quanto a necessidade de apresentação de preparo no ato da interposição do recurso. VENCIDAS E VINCENDAS.2013. AGRAVO PARCIALMENTE PROVIDO. . passando a exigir que o preparo do recurso (quando exigido pela legislação pertinente) fosse feito "anteriormente" à sua interposição e que este pagamento fosse "comprovado no momento" em que o recurso fosse interposto. 1. conforme determina o art. (TJ/BA.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . o Agravante optou por imprimir novo DAJ. RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO. Aliás.681/DF. DESERÇÃO. NEGO SEGUIMENTO ao presente agravo de instrumento. não há como reconhecer o recolhimento correto do preparo do presente recurso. A Lei 8. Tribunal de Justiça.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Jorge Garcia de Santana Advogado : Jorge Garcia de Santana (OAB: 5731/BA) Agravado : Espolio de Roberto Bonfim Bandeira Advogado : Victor Cavalcante Nascimento (OAB: 30370/BA) Em despacho exarado às fls. do pagamento somente se deu após a interposição do agravo. deserto será o agravo. o respectivo preparo. Esta necessidade vem prevista no art. Comportamento como este do Agravante é considerado pela doutrina e jurisprudência. de forma pacífica. ficando apenas a sua comprovação para período posterior. na esteira do posicionamento adotado por este E. o que significa dizer que em havendo atenção à decisão judicial. quando exigido pela legislação pertinente. datado de 15/04/2013. Intime-se. pelos Estados. Publique-se. QUANDO DISCUTIDO EM JUÍZO O PRÓPRIO CONTRATO. A comprovação do preparo deve ser feita no ato de interposição do recurso. mantendo-se hígida a decisão vergastada. do Supremo Tribunal Federal. isto é. DJ 12/09/2005 p. Por fim. restritamente. sob pena de deserção". 05/05/2009) Sendo assim. O STJ possui posicionamento pacífico acerca do tema: AGRAVO REGIMENTAL. que foi alterado por duas vezes consecutivas. o que imputa no não reconhecimento do pagamento. INOBSERVÂNCIA DO ART. o pagamento das custas processuais incidentes sobre aquela espécie recursal. lecionam os autores precitados: Um dos pressupostos do exame do mérito dos recursos em geral é o seu preparo. como o próprio agravante já mencionou. Municípios (e respectivas autarquias) e pelos que gozam de isenção legal.DESPICIENDA É A OBRIGATORIEDADE DA CONVERSÃO EM RETIDO DO AGRAVO DE INSTRUMENTO. 511 c/c o art. ANTES DE INSTRUÍDO O FEITO E SE AINDA NÃO HOUVE DECISÃO ACERCA DE EVENTUAL ABUSIVIDADE DAS CLÁUSULAS. NÃO MERECENDO PROSPERAR. representa. o que não foi feito pelo agravante. ambos do Código de Processo Civil. nenhum prejuízo sofrerá o agravante. vai de encontro à própria função deste instituto que é desestimular o não cumprimento de sua própria ordem. 557 do CPC. tecnicamente outro fundamento para se declarar a deserção. improcedente. a teor do art. Portanto. Tal fato pode ser comprovado através do despacho de fls. a posse do veículo deve permanecer com o ora agravante desde que cumprida a determinação de depósito do valor contratado. a comprovação. acostando-o novamente aos autos às fls. seja com a multa neste patamar ou em níveis maiores. implica a aplicação ex officio da sanção de deserção e. A jurisprudência é pacífica. Ocorre que ao invés de trazer aos autos o DAJ que efetivamente resultou no pagamento constante no comprovante de pagamento. pois houve a extração de um documento dos autos. interposto o recurso sem a comprovação do respectivo preparo. como afirmado.A OBSTACULARIZAÇÃO DO NOME DO DEVEDOR EM QUAISQUER DOS CADASTROS RESTRITIVOS DE CRÉDITO. 27.A INTERPOSIÇÃO DE AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATO NÃO AUTORIZA O DEPÓSITO DE VALORES INFERIORES AOS CONTRATADOS. o apelante não comprovou o pagamento o preparo devido. . Este comportamento. 511 do Código de Processo Civil . Reza o art. SEGUNDA CÂMARA CÍVEL. 2.950/94). . Rel. O art. não se vislumbra qualquer abuso e/ou quebra de preceitos constitucionais ante ao montante estabelecido à título de multa por descumprimento de ordem judicial. o que. SEGUNDA TURMA. (REsp 733. quanto ao valor da multa diária. 511 do CPC afirma que "No ato de interposição do recurso. Este documento de arrecadação possui código de barras diferente daquele indicado no comprovante de pagamento retromencionado. AGRAVO DE INSTRUMENTO. portanto. efetiva. julgado em 18/08/2005. sob pena de preclusão.

Precedentes do STJ. 2. 0016078-74. as cópias dos comprovantes de recolhimento do preparo do recurso especial e do pagamento das custas processuais. ou seja. ÔNUS DO RECORRENTE.Disponibilização: sexta-feira.8. Publique-se. dandolhe ciência daquele decisum. sua apresentação no momento da interposição deste. DJe 29/11/2011) AGRAVO REGIMENTAL. Publique-se. RECURSO NÃO PROVIDO. (AgRg no Ag 1383716/RS. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0000190-27. § 1º. PAGAMENTO DO PREPARO E DAS CUSTAS PROCESSUAIS. Sendo assim. Salvador.01. acompanhado do comprovante do preparo. Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI. Em caso positivo. 544. no prazo de 05 (cinco) dias.frise-se. O mencionado despacho foi publicado em 31.05.2013. 1. DJe 16/11/2011) Sabe-se que o preparo não significa apenas a indicação do pagamento.2012.Segundo entendimento adotado pela Corte Especial. 544. Rel.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Condomínio do Edifício America Towers Studio Residencial Advogado : Deraldo Moreira Barbosa Neto (OAB: 16279/BA) Advogado : Marcus José Andrade de Oliveira (OAB: 14456/BA) Advogado : Jose Messias Nunes Amaral (OAB: 14773/BA) Advogado : Marcus Vinicius Garcia Sales (OAB: 15312/BA) Agravado : Davino Vitor Figueredo Ribeiro Advogado : Edina Claudia Carneiro Monteiro (OAB: 12080/BA) Informe a Secretaria se o acórdão de fls. a cópia do comprovante de pagamento do porte de remessa e retorno constitui peça essencial à formação do instrumento. mas. Intime-se. 1.8. Salvador. Justiça : Regina Maria da Silva Carrilho . Ocorre que o feito permaneceu paralizado na Secretaria desta Quarta Câmara até 29. sob pena de deserção (Súmula 187/STJ) e de preclusão consumativa. na forma do artigo 511 do CPC. ÔNUS DO RECORRENTE. também.2010. Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Carlos Eduardo Carneiro Terra Ferreira Advogado : Theophanes de Aguiar Souza Agravado : Credicofaba . 18 de abril de 2013 Gardenia Pereira Duarte PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0309533-75. Ex positis. Intimem-se. 4.0121 Apelação Apelante : Eliene Santos Reis Advogado : Marcelo Mendonça Teixeira (OAB: 8229/BA) Advogado : Leandro Santos Barreto (OAB: 21234/BA) Apelado : Municipio de Itamarai Procª. baixando-se e arquivando-se os autos em seguida. Rel. constituem peças essenciais à formação do agravo de instrumento. as custas processuais e o pagamento do porte de remessa e retorno hão de ser demonstrados no ato de interposição do recurso. Publique-se. do CPC).8. (AgRg no Ag 1381795/SP. § 1º. JUNTADA TARDIA DE DOCUMENTOS. que permaneceu por 01 (um) ano sem andamento na Secretaria da Quarta Câmara . diante do longo lapso temporal de inércia do feito . 2. sem que houvesse atendimento à ordem judicial por parte do recorrido. QUARTA TURMA. QUARTA TURMA. do CPC. sob pena de ser extinto o presente recurso.01. porquanto somente por meio desse documento torna-se possível verificar a regularidade do preparo do recurso especial. Sendo assim. recai sobre a parte agravante. PRECLUSÃO CONSUMATIVA. mais de um ano após a elaboração do despacho retromencionado.Cooperativa de Credito Rural de Itabuna Ltda Advogado : Jorge Luiz Andrade Fraife (OAB: 7258/BA) Advogado : Maria das Gracas de Morais Oliveira Torres Analisando o feito.O ônus de instruir o agravo de instrumento. a demonstração da fonte que resulta no pagamento. AUSÊNCIA OPORTUNA DE COMPROVAÇÃO.Ainda que não expressamente elencada no art. impondo-se. manifestar se tem interesse no prosseguimento do feito. postura esta não adotada pelo Agravante. percebe-se que em 23. Agravo regimental a que se nega provimento. DESERÇÃO. não merecendo ser conhecido. julgado em 08/11/2011. Intimem-se.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . NÃO SE CONHECE do presente recurso ante a sua flagrante deserção.05. julgado em 17/11/2011.2012. 3.2012 foi exarado despacho determinando a intimação do agravado para apresentar contrarrazões.intime-se o agravante para.Agravo regimental a que se nega provimento. oficie-se o Juiz da causa. o presente recurso deve ser considerado deserto. AGRAVO DE INSTRUMENTO. Ainda que ausentes do elenco legal (art. ante a inexistência de comprovação do preparo. assim. DESERÇÃO. AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO DE PREPARO. 131/133 transitou em julgado. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 219 SÚMULA 187/STJ.2011. sob pena de não conhecimento do recurso interposto.01.05.

05. 56. determinando a observância do quanto propugnado na fl.8. Salvador. 40/41. Após o que. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 220 Ante os registros de fls. 34. 71.Disponibilização: sexta-feira. sob pena de não seguimento do presente recurso. ante o fundamento legal ali registrado. 32. Salvador. 18 de abril de 2013. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Gardenia Pereira Duarte PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0002711-12.2010. 44. Salvador. Salvador. CR/05 0012667-57. Intimem-se.8. Publique-se.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Humberto dos Santos Paiva Advogado : Eduardo Gonçalves de Amorim (OAB: 29317/BA) Agravado : Banco Bv Financeira S/A Tendo em vista o documento de fls. com as anotações de praxe.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Gabriela Oliveira Santos Advogado : José Junior Matos Moreira e Souza (OAB: 135705/MG) Agravado : Gerlan Souza da Silva Advogado : Maria Olivia Stoco (OAB: 30509/BA) Ouça-se o Ministério Público.05. CR/04/11010 NT 0016545-21. 18 de abril de 2013. 18 de abril de 2013.1989.0001 Apelação Apelante : Fazenda Publica do Município Do Salvador Apelado : Joao Manoel Nascimento Proc. 100 e 103/104. diga a Secretaria se já transitou em julgado o decisum de fls.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Lindionor Silva dos Santos Advogado : Luciana Oliveira de Souza (OAB: 23509/BA) Agravado : Banco Bv Financeira S/A Estagiário : Joselito Freitas de Sousa À Secretaria da Quarta Câmara Cível para proceder a intimação do Agravado no endereço oferecido pela Agravante às fls. voltemme conclusos. Município : Fabiana Duarte Almeida e Outra Defiro o pedido de fls.8. Intimem-se.8.2011.2013.54 e a certidão de fls. 18 de abril de 2013.05.05. Salvador. dando conta da impossibilidade de cumprimento do despacho de fls. 92/99. sob pena de preclusão. intime-se a Agravante para fornecer o atual endereço do Agravado. Publique-se.05. Salvador.2009.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8. intime-se o Agravante para que forneça novo endereço do Agravado. devolvam-se os autos ao Juízo de origem. 18 de abril de 2013 Gardenia Pereira Duarte PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Cynthia Maria Pina Resende PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0002401-11.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Marineide Cardoso de Queiroz Silva Advogado : Tatiana Rocha de Aragão Farias (OAB: 14084/BA) Advogado : Karla Santos da Cunha (OAB: 25815/BA) Agravado : Banco Finasa S/A Consoante Certidão de fls. no prazo de 5 (cinco) dias. 18 de abril de 2013 Emílio Salomão Pinto Resedá PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Emílio Salomão Pinto Resedá PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0031851-31.05.2010. Salvador.0001/50000 Embargos de Declaração Embargante : Ed Charles Tiburcio Costa . Em caso positivo.8. CR/05 0014777-92.

Salvador. o que conduz ao não conhecimento do agravo por falta de pressuposto objetivo de admissibilidade. qual seja de obrigatoriedade.31).2012. ATLAS. Rel. § 1º. o Agravante logrou obter decisão liminar. tombada sob o nº 0000998-17. 525.Obrigatoriamente. Salvador. 21/03/2012) "PROCESSUAL CIVIL. excepcionalmente.8.04. AGRAVO REGIMENTAL IMPROVIDO. para a complementação da instrução.REG. concedeu a liminar pleiteada pela autora. sobretudo do Município agravante. sob pena de extinção do procedimento recursal (fls. (AgRg no Ag 966300/SP. Min. APLICAÇÃO DA SÚMULA 288. por convenção. peças obrigatórias. querendo. CR/04/11010 NT 0320977-08. A falta de procuração outorgada. Estado : Francisco Luiz Borges da Cunha Proc.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Municipio do Salvador Proc. É ônus da parte agravante promover a integral e oportuna formação do instrumento. caput do Código de Processo Civil. as procurações e certidão de intimação da decisão ora agravada. o prazo de 5 (cinco) dias para a juntada das peças necessárias à interposição do mesmo. in verbis: "Art.A petição de agravo de instrumento será instruída: I . (fls. I. in Código de Processo Civil Comentado e Interpretado. DO ACÓRDÃO PROFERIDO EM SEDE DE EMBARGOS DECLARATÓRIOS E RESPECTIVA CERTIDÃO DE INTIMAÇÃO. deferindo em parte o pleito de efeito suspensivo (fls. 525 do Código de Processo Civil. 525 . INADMISSIBILIDADE. É o relatório. 18 de abril de 2013 Cynthia Maria Pina Resende . quando deficiente". o agravante não se desincumbiu da tarefa e do ônus processual de bem instruir o agravo com as peças que a lei reputa obrigatórias. T4ª. é que não se pode aquiescer com a realização de diligência para a sua juntada posterior. I . Salvador. impõe-se a aplicação do preceito contido no art. intime-se o Agravante para que forneça novo endereço do Agravado. Desta forma. Esse é o entendimento firmado pela jurisprudência do STF e do STJ: "RECURSO. o mesmo permaneceu inerte. oferecer contrarrazões. na forma do art. CR/04/11010 0314473-83. Isto posto. pelo relator e em favor do agravante. e a análise da matéria nele contida. Cr/02 Salvador. Justiça : Ademario Rodrigues Devido ao caráter infringente imprimido aos Embargos de Declaração. In casu. restando revogada a decisão proferida pelo Desembargador Plantonista às fls. do Código de Processo Civil. Publique-se. 18 de abril de 2013. 18 de abril de 2013. Intimem-se. 2008. 18 de abril de 2013. Na hipótese dos autos. 544. 56. conforme certificado às fls. e por isso foi concedido por esta Relatora ao agravante. previstas no art. Munícipio : Cristiane Nolasco Monteiro do Rego Agravado : Joseci e Santos Silva Tendo em vista o documento de fls. II Agravo regimental que se nega provimento". CÓPIA DO ACÓRDÃO RECORRIDO. FALTA DE PEÇAS OBRIGATÓRIAS. do acórdão proferido nos embargos declaratórios e da respectiva certidão de intimação.2008). 28. da certidão da respectiva intimação e das procurações outorgadas aos advogados do agravante e do agravado". Decido.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . nego seguimento ao recurso.05. E justamente por terem esse caráter. Já a falta da certidão de intimação da decisão agravada não deixa comprovar a tempestividade do recurso. Intimem-se. IMPOSSIBILIDADE DE SE COMPREENDER A CONTROVÉRSIA. Cíveis e Comerciais da Comarca de Ubatã. AGRAVO DE INSTRUMENTO. Relator Ministro Cezar Peluso. O processo é essencialmente formal. 585. verifica-se a ausencia de peças obrigatórias à formação do instrumento. Assim dispõe o art.2012. FALTA. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO.8. consoante o disposto no art. sob pena de extinção do procedimento recursal. publ. com arrimo no art. sendo vedada posterior complementação.AG. o recurso foi interposto durante o recesso forense. conforme despacho de fls. dê-se vistas ao Embargado. O relator negará seguimento a recurso manifestamente inadmissível. qual sejam. ALDIR PASSARINHO JUNIOR. da lavra do eminente Des. com as cópias da decisão agravada. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 221 Advogado : Gustavo Lucas Maciel dos Santos (OAB: 23945/BA) Apelante : Estado da Bahia Proc. 557 do Código de Processo Civil.Não se conhece do agravo de instrumento onde não constam as cópias de inteiro teor do acórdão recorrido. nos autos da Ação de Cobrança." (STF . depende da averiguação dos requisitos mínimos de admissibilidade exigidos pela lei. do CPC. IMPROVIMENTO. para. pois apesar de lhe ter sido oportunizada a regularização do feito. improcedente. não havendo de sua parte qualquer manifestação ou interposição de petição. ora agravada.NO AI 844. STJ. prejudicado ou em confronto com súmula ou jurisprudência dominante do respectivo tribunal do Supremo Tribunal Federal ou de Tribunal Superior". José Edivaldo Rocha Rotondano. não se justificando a abertura de prazo. Em sede de plantão judiciário. sob pena de não seguimento do presente recurso. 557. por deficiência na instrução. o recorrente não se desincumbiu de bem instruir a sua peça recursal. 31. leva à irregularidade de representação e consequentemente à impossibilidade de conhecimento do presente recurso. Contudo. do CPC.54 e a certidão de fls. NÃO CONHECIMENTO. entendendo a maioria da jurisprudência que os documentos devem ser acostados à peça de interposição. A imprescindibilidade das peças obrigatórias referidas no citado dispositivo legal é realçada por Misael Montenegro Filho. Distribuídos os autos à minha relatoria. in verbis: "A ausência de qualquer dos documentos indicados no inciso I impõe a negativa de seguimento da espécie. inclusive procuração outorgada ao seu patrono. 557. ed.0265. 33 e 34. 22/25.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Município de Ubatã Advogado : Cícero Dias Barbosa (OAB: 17374/BA) Advogado : Clécio da Rocha Reis (OAB: 16387/BA) Agravado : Marli Cordeiro Souza Advogado : Paulo Cabral Tavares (OAB: 6498/BA) Trata-se de Agravo de Instrumento interposto pelo MUNICÍPIO DE UBATÃ contra decisão proferida pelo Juiz da Vara dos Feitos de Relações de Consumo.22/25). p.2012. in verbis: "Art.805.Disponibilização: sexta-feira. PEÇAS OBRIGATÓRIAS. Analisando os pressupostos de admissibilidade recursal. aos seus patronos. 15/19) que.05. 531. j. concedi ao Agravante prazo de 5 (cinco) dias para juntada das peças necessárias.516/DF.

0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Estado da Bahia Procurador : Adriano Carvalho Apelado : Jose Rego Santos Apelado : Hermes Conceição de Oliveira Apelado : Edvaldo Bispo de Lima Apelado : Alberico Pereira Apelado : Luciano Souza Bacelar Apelado : Lindinalva Brito da Silva Apelado : Manoel Feliciano Moreira Apelado : Pedro Pereira da Silva Apelado : Manoel Graciliano da Silva Apelado : Jose Antonio Batista Apelado : Camilo Passos Mesquita Apelado : Carlos Antonio Nunes Apelado : Adilton Mendes da Cruz Apelado : Uilson Alves Correia Apelado : Julio Cezar Damas Brandao Apelado : Antonio Felix dos Santos Apelado : Flaviano Alcantara Borges Filho Apelado : Raimundo Flaviano Acacio .2008.Disponibilização: sexta-feira. Diana Virginia de Souza Bastos Diretor(a) da Secretaria do(a) Quarta Câmara Cível PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Quarta Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 11 de dezembro de 2012 0065992-07.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 18 de abril de 2013. 18 de abril de 2013.05. Diana Virginia de Souza Bastos Diretor(a) da Secretaria do(a) Quarta Câmara Cível PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Quarta Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 09 de abril de 2013 0000288-28. Unânime.8.05.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Jair Francisco Cerqueira da Silva Advogado : Alexandre Miguel Ferreira da Silva Abreu (OAB: 25787/BA) Apelado : Banco do Brasil S/A Advogado : Leonardo Felix Souza (OAB: 22044/BA) Advogado : Danilo Querino Medeiros (OAB: 25125/BA) Advogado : Anderson Azevedo de Moraes (OAB: 24668/BA) Advogado : Ricardo Kiyoshi Takeuti Nakamura (OAB: 25277/BA) Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho Decisão : Provimento em Parte.2004.2011.Núcleo Itajuípe Advogado : Iruman Ramos Contreiras (OAB: 10889/BA) Apelado : Municipio de Itajuipe Advogado : Luiz Fernando Maron Guarnieri (OAB: 26001/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Provimento.05. Unânime.8.8. Salvador. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 222 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Quarta Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 18 de dezembro de 2012 0130739-68. Salvador.0119 Apelação Comarca : Itajuípe Apelante : Aplb Sindicato dos Trabalhadores Em Educação .

18 de abril de 2013.05. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 223 Apelado : Edvaldo Santos Apelado : Valtercio Santos Advogado : Antonio Otto Correia Pipolo (OAB: 6973/BA) Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho Decisão : Dado provimento parcial .Disponibilização: sexta-feira.05. Diana Virginia de Souza Bastos Diretor(a) da Secretaria do(a) Quarta Câmara Cível PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Quarta Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 13 de dezembro de 2011 0008699-78.0001 Apelação Comarca : Salvador Apelante : Lilian Silva Bacelar Advogado : Ana Caroline Silva Trabuco Santos (OAB: 18634/BA) Advogado : Andre Barachisio Lisboa (OAB: 3608/BA) Advogado : Pedro Barachisio Lisboa (OAB: 5692/BA) Advogado : Sylvio Garcez Junior (OAB: 7510/BA) Advogado : Caio Druso de Castro Penalva Vita (OAB: 14133/BA) Apelado : Joao Carlos Paolilo Bacelar Filho Apelado : Cristiane Bacelar Tegourt Advogado : Gilberto Vieira Leite Neto (OAB: 22627/BA) Advogado : Emanuela Mendes de Macêdo Silva (OAB: 24227/BA) Apelado : Katia Helena Bacelar Ribeiro dos Santos Apelado : Ligia Silva Bacelar Estagiário : Fabio Pires da Silva Procª. Salvador. Acolhe-se a preliminar para anulação a sentença. Diana Virginia de Souza Bastos Diretor(a) da Secretaria do(a) Quarta Câmara Cível PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Quarta Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 09 de abril de 2013 0080241-94.0113 Apelação Comarca : Itabuna Apelante : Banco Mercantil do Brasil S/A Advogado : Valter Lucio de Oliveira (OAB: 46749/MG) Advogado : Robson Barreto Fedulo (OAB: 7282/BA) . Designada a Desa.2010.Unânime. Salvador. Gardênia para lavrar o acórdão. Unânime.2004. por maioria.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8. 18 de abril de 2013.8. Diana Virginia de Souza Bastos Diretor(a) da Secretaria do(a) Quarta Câmara Cível PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Quarta Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 09 de abril de 2013 0319120-24. propiciando às partes a instrução do feito. Justiça : Regina Maria da Silva Carrilho Relator : Gardenia Pereira Duarte Decisão : Vencido o relator.2012.8. Consignar voto vista do Des.05. prejudicadas as demais preliminares.Em Liquidação Extrajudicial Advogado : Nilson Valois Coutinho Neto (OAB: 15126/BA) Advogado : Gustavo Antonio Feres Paixão (OAB: 95502/RJ) Agravado : José dos Santos Advogado : Hugo Wesley Oliveira Fernandes (OAB: 32186/PE) Relator : José Olegário Monção Caldas Decisão : Não-Provimento.0000/50000 Agravo Comarca : Santa Luz Agravante : Banco Cruzeiro do Sul S/A . Emílio Salvador. 18 de abril de 2013.

2010. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 224 Apelado : Gomer Magalhaes Barreto Advogado : Eleontina Menezes Santos Braga (OAB: 7670/BA) Relator : José Olegário Monção Caldas Decisão : Dado provimento parcial .05.0001-0/ 50001 (2º EMBARGOS .0001/50000 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Lnc Comercio e Representacoes Ltda Advogado : Caio Druso de Castro Penalva Vita (OAB: 14133/BA) Advogado : Fabio Periandro de Almeida Hirsch (OAB: 17455/BA) Advogado : Marcelo Cintra Zarif (OAB: 475B/BA) Embargado : Matsulfur .8.0001/50000 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Hoteis Othon S/A Advogado : Sândila Silvana Martins Carapiá (OAB: 23161/BA) Advogado : Phelippe Di Cavalcanti (OAB: 24635/PE) Apelante : Municipio do Salvador Embargado : Municipio do Salvador Proc.0000/50000 Agravo Regimental Comarca : Salvador Agravante : Municipio do Salvador . Diana Virginia de Souza Bastos Diretor(a) da Secretaria do(a) Quarta Câmara Cível PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Quarta Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 16 de abril de 2013 0082923-22.05.05.05. 262/269) PARA RECONHECER A TEMPESTIVIDADE DOS EMBARGOS DE Nº. *0082923-22. Unânime.2010. 248/257) OPOSTOS ANTERIORMENTE E REJEITAR ESTES ÚLTIMOS POR INEXISTÊNCIA DE OMISSÃO OU CONTRADIÇÃO.05.FLS. ACOLHE-SE OS ACLARATÓRIOS DE Nº.8.8. Munícipio : Flavia Cardoso Borges Apelado : Hoteis Othon S/A Relator : Gardenia Pereira Duarte Decisão : Em face das razões supra alinhadas. 0082923-22. 008292322.8.2006.2010.FLS. *Republicação corretiva 0067660-04.0001/50001 Embargos de Declaração Comarca : Salvador Embargante : Hoteis Othon S/A Advogado : Sândila Silvana Martins Carapiá (OAB: 23161/BA) Advogado : Phelippe Di Cavalcanti (OAB: 24635/PE) Apelante : Municipio do Salvador Embargado : Municipio do Salvador Proc.05. Unânime.Disponibilização: sexta-feira.Unânime Salvador.0001-0/50000 (1º EMBARGOS .8.Companhia Materiais Sulfurosos Advogado : Matheus de Cerqueira Y Costa (OAB: 14144/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Embargos de Declaração Não-Acolhidos à Unanimidade 0142487-68.1997.8. 0308050-10.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .05.2012. Munícipio : Flavia Cardoso Borges Apelado : Hoteis Othon S/A Relator : Gardenia Pereira Duarte Decisão : Não-Acolhimento de Embargos de Declaração.2010. 18 de abril de 2013.0001/50000 Agravo Regimental Comarca : Salvador Agravante : Banco Finasa S/A Agravante : Banco Bradesco Financiamento S/A Advogado : Claudio Kazuyoshi Kawasaki (OAB: 1110/BA) Agravado : Edson Santos Rios Filho Advogado : Antonio Carlos Souto Costa (OAB: 16677/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Provimento.

05. Unânime.2011.05.0063/50000 Agravo Regimental Comarca : Conceição do Coité Agravante : Cia -Banco Itauleasing de Arrendamento Mercantil Advogado : Celso Marcon (OAB: 24460/BA) Advogado : Karla Soares de Araújo Amorim (OAB: 29110/BA) Agravado : Erick Xavier Carneiro Advogado : Iêdo Tanajura Cirino (OAB: 26197/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Provimento. Munícipio : Cristiane Nolasco Monteiro do Rego Agravado : Traço Fotolitos Ltda Relator : José Olegário Monção Caldas Decisão : Não-Provimento. Unânime.8.05. Munícipio : Gisane Tourinho Dantas Agravado : J Isnar Cia Ltda Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho Decisão : Não-Provimento.0000/50000 Agravo Regimental Comarca : Salvador Agravante : Rute Santos Correia Advogado : Epifanio Araujo Nunes (OAB: 28293/BA) Agravado : Banco Bmg S/A Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Provimento.Disponibilização: sexta-feira.05.8. Unânime.8.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .2005.0001/50000 Agravo Regimental Comarca : Salvador Agravante : Claudio Henrique de Morais Farias Agravante : Bruno Fialho Farias Agravante : Bernardo Fialho Farias Advogado : Abelardo Ribeiro dos Santos Filho (OAB: 8546/BA) Advogado : Baldoino Dias Santana Junior (OAB: 16480/BA) Agravado : Banco Do Brasil S/A Advogado : Celso David Antunes (OAB: 1141A/BA) Advogado : Luis Carlos Monteiro Laurenço (OAB: 16780/BA) Advogado : Paulo Antônio Fernandes Neto (OAB: 28584/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Provimento.0000/50000 Agravo Regimental Comarca : Salvador Agravante : Municipio do Salvador Proc.2012. Unânime. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 225 Proc.05.0000/50000 Agravo Regimental Comarca : Salvador Agravante : Municipio do Salvador Proc. 0003757-58. 0000735-09. Unânime.2012. 0320325-88.0080/50000 Agravo Regimental Comarca : Feira de Santana Agravante : Banco Itaucard S/A Advogado : Celso Marcon (OAB: 10990/ES) Advogado : Karla Soares de Araújo Amorim (OAB: 29110/BA) Agravado : Adelmo Araujo Teixeira Advogada : Itamara Irene Raulino de Freitas (OAB: 34394/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Provimento. Munícipio : Gisane Tourinho Dantas Proc. Diana Virginia de Souza Bastos Diretor(a) da Secretaria do(a) Quarta Câmara Cível . 0320140-50. 0155359-52. 0316999-23.2012. 18 de abril de 2013.8.8. Salvador. Unânime.8.05. Unânime. Munícipio : Évelin Dias de Carvalho Agravado : Luiz Augusto Cintra Foonseca Relator : Lícia de Castro Laranjeira Carvalho Decisão : Não-Provimento.2012.

converto o julgamento em diligência.0256 Apelação Apelante : Adriano Sergio da Silva Machado Advogado : Luciano Pereira Barbosa (OAB: 23994/BA) Apelado : Elaine Cristine Costa Pereira Advogado : Valdey Ferreira da Silva (OAB: 27311/BA) Procª. instrumento de procuração outorgado pelo apelante que lhe dê poderes para transigir. RELATOR DO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0306052-07. 17 de abril de 2010. sendo pleiteada a devida homologação (fls.Disponibilização: sexta-feira. SOB PENA DE BUSCA E APREENSÃO.2010. ABAIXO RELACIONADO. ADVOGADO OAB Nº PROCESSO Nº aNTONIO LUIZ CALMON N. com poderes para transigir. a fim de se viabilizar a homologação do referido acordo.05. DES.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 226 DE ORDEM DO EXCELENTÍSSIMO DESEMBARGADOR EMÍLIO SALOMÃO PINTO RESEDÁ. Salvador.8. subscritora do acordo. PELO PRAZO DE LEI.05. 18 de abril de 2013 José Cícero Landin Neto PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Cícero Landin Neto PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0006114-07. no prazo de 10 (dez) dias. Salvador. procuração ou substabelecimento outorgado pelo apelante à advogada Aldenira Gomes Diniz. 148/151). Justiça : Elna Leite Ávila Rosa . DIANA BASTOS DIRETORA DO ORGÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Quarta Câmara Cível PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃOS PROCESSOS JULGADOS NA SESSÃO DE 09 de abril de 2013 *0000654-86.Núcleo Itajuípe Advogado : Iruman Ramos Contreiras (OAB: 10889/BA) Apelado : Municipio de Itajuipe Advogado : Luiz Fernando Maron Guarnieri (OAB: 26001/BA) Relator : Emílio Salomão Pinto Resedá Decisão : Não-Provimento.8..8.0119 Apelação Comarca : Itajuípe Apelante : Aplb Sindicato dos Trabalhadores Em Educação . Unânime. Aldenira Gomes Diniz para colacionar aos autos.2007.8. A EFETUAR A DEVOLUÇÃO DOS AUTOS RETIRADOS EM CARGA NESTA SECRETARIA. intimando a Bel.0000. 18 de abril de 2013. Deste modo.0001 Apelação Apelante : Banco Volkswagen S/A Advogado : Aldenira Gomes Diniz (OAB: 35921/BA) Apelado : Luciano Pinheiro de Araujo Advogado : Claúdio Mario Santos Vilas Boas (OAB: 22952/BA) Advogado : Gilberto Azevedo da Silva (OAB: 34750/BA) DESPACHO Do detido exame dos autos.05.8. JOSÉ CÍCERO LANDIN NETO RELATOR Salvador. Diana Virginia de Souza Bastos Diretor(a) da Secretaria do(a) Quarta Câmara Cível *Republicação corretiva QUINTA CÂMARA CÍVEL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Cícero Landin Neto PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0059279-50.2012. observa-se que as partes realizaram acordo.05. observa-se que não consta. Entretanto.0000 SECRETARIA DA QUARTA CÂMARA CÍVEL.2012. nos autos.2012. 18 DE ABRIL DE 2013. Publique-se para efeito de intimação.05. DA CÂMARA CÍVEL INTIMO O ADVOGADO. TEIXEIRA DA SILVA 2029/BA AGI 0306052-07.

8. Pelas razões acima dispostas. julgado em 19/09/2006. ex officio. em síntese. aliás. 18 de abril de 2013 José Cícero Landin Neto PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Cícero Landin Neto PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0005535-41. julgado em 29/06/1990. "a pena de confissão .questão relativa ao estado de pessoa -. Aliás. que a parte seja previamente intimada para prestar depoimento pessoal e advertida do risco de aplicação da pena" (REsp 702739/PB. 70). a sua imposição depende de expressa advertência. o processo a partir da audiência de instrução. Publique-se para efeitos de intimação. DJ 02/10/2006.0000 Agravo de Instrumento Agravante : Maria de Lurdes dos Santos Argolo Agravante : Francisco Jose da Silva Argolo Advogado : Alexandre Vasconcelos Mello (OAB: 22284/BA) . não se aplicam os efeitos da revelia. e (c) o imóvel litigioso "pertence única e exclusivamente ao apelante que adquiriu antes mesmo da suposta união estável. Rel. para ciência inequívoca do intimado. como se vê à fl. a parte autora desistido da produção da prova testemunhal. De forma. Rel. após a imposição da mesma. inclusive. publicação da súmula em 06/05/2003) (negritou-se). II. vemos que "a união estável deve estar seguramente demonstrada para o reconhecimento da sociedade de fato.05. que ao tempo em que adquiriu. ajuizada contra si por ELAINE CRISTINE COSTA PEREIRA . Rel. razão porque impossível a aplicação da pena de confissão. nem mesmo os efeitos da revelia podem ser aplicados. na forma do art. apenas por respeito ao debate. não se pode olvidar que. da Lei 1. julgamento em 11/03/2003. TERCEIRA TURMA. já que a autora. por isso. Pleiteou pelo deferimento da assistência judiciária gratuita. tendo. Salvador. inclusive. do mesmo diploma. prevista no § 2. Julgado em 28/01/2010)(negritou-se). 71). e não absoluta .Disponibilização: sexta-feira. NECESSIDADE DE PROVA DO DIREITO ALEGADO. inclusive. do CPC. 320.° do art. Cíveis e Comerciais da Comarca de Teixeira de Freitas que. 75/78 defendendo o acerto da Sentença hostilizada.0480. ora apelante. José Cícero Landin Neto Desembargador Relator Salvador. 66). UNIÃO ESTÁVEL. se o mesmo não comparecer ou se recursar a depor.(a) Audebert Delage. que conduz a uma presunção relativa. 71). Ministra NANCY ANDRIGHI. devolvendo os autos ao juízo de origem para que sejam realizados todos os atos a partir da audiência de instrução e julgamento.Apelação Cível nº 70008479156. o não comparecimento do réu. 17 de abril de 2013. Sétima Câmara Cível. de qualquer sorte. 57. pugnando pelo improvimento do Recurso. de fatos relativos a direitos indisponíveis". nos autos da Ação de Reconhecimento e Dissolução de União Estável nº 0006114-07.284788-7/000. inclusive.0256 (antigo nº 1661279-1/2007). Portanto. cabe registrar que. 2ª CÂMARA CÍVEL. se presumirão verdadeiros os fatos contra ele alegados. rogou provimento do Apelo para o fim de julgar-se improcedente a ação. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 227 A presente Apelação Cível foi interposta por ADRIANO SÉRGIO DA SILVA MACHADO contra Sentença prolatada pela MM.2007. A causa sobre direitos indisponíveis .meio de prova. em juízo.somente pode ser aplicada se no mandado intimatório constar expressamente. Perceptível aferir que a procedência da ação decorreu única e exclusivamente da aplicação da pena de confissão. o douto Juiz aplicou "a pena de confissão quanto a matéria fática. Não é bastante a sucinta menção à 'pena de confesso'" (REsp 2340/SP. DIREITO INDISPONIVEL.805.julgou procedente a ação após aplicar "a pena de confissão ao réu" (fl. Ou seja. RECURSO DESPROVIDO. Assim.041057-9/001. 343. Defiro. devendo a autora fazer a prova constitutiva do direito alegado.Agravo de Instrumento 1. já que esta advertência não constou no mandado de intimação entregue ao apelante. p. por tratar o feito de ação relativa ao estado das pessoas. a qual versa sobre direito indisponível das partes. considerando que o presente litígio envolve questão relativa ao estado das pessoas .2013. Em suas razões. Nestes termos ainda: "Tratando-se de Ação Declaratória de União Estável não há pena de confissão ficta por ser direito indisponível (Ação de Estado)" (TJ/MG . não mantinha nem mesmo relação de namoro com a autora" (fl. caput e § 1º. p. os benefícios da assistência judiciária gratuita nos termos dos arts. QUARTA TURMA. Rel. De mais a mais e apenas obter dictum. 63. REVELIA. caput e parágrafo único. nulo é o processo a partir da audiência de instrução. ELAINE CRISTINE COSTA PEREIRA apresentou contrarrazões às fls.03. aduziu. versando sobre direitos indisponíveis.ora apelada . (b) "nem a apelada e tão pouco a sentença de mérito fixaram data de início e término da união estável. 4ª CÂMARA CÍVEL. Devidamente intimada. da leitura do Termo de Audiência de fl. Juíza de Direito da 31ª Vara dos Feitos Relativos às Relações de Consumo. 9130).060/50. 266). anulo. No mesmo sentido: "é pressuposto para a aplicação da pena de confesso. o que torna impossível o reconhecimento ao direito de partilha" (fl. Ao final. Tribunal de Justiça do RS. DJ 10/09/1990. nas hipóteses em que é cabível a aplicação da pena de confissão. Des. desistiu de provar o seu direito. p/ Acórdão Ministro ARI PARGENDLER.TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 . julgamento em 26/03/2009. pois foi nela em que foi aplicação da pena de confissão ficta ao apelante. Des. restaria. Precedentes. Relator: Luiz Felipe Brasil Santos. publicação da súmula em 07/04/2009). (SEGREDO DE JUSTIÇA)" (Agravo de Instrumento Nº 70032962722. Ministro ATHOS CARNEIRO. Relator: José Ataídes Siqueira Trindade. Informanos o art. Tribunal de Justiça do RS. Partindo desta premissa.(a) Abreu Leite.união estável -. razão porque estes autos devem retornar ao juízo de origem para que sejam realizados todos os atos a partir da audiência de instrução e julgamento. que: (a) "os efeitos de confissão ficta não podem gerar direitos em se tratando de ação que envolve estado das pessoas"(fl. "AGRAVO DE INSTRUMENTO.0000. e 4º. de logo. se se entendesse pela permissividade in abstrato da aplicação deste instituto na hipótese vertente. para produção dos seus jurídicos e legais efeitos". 2º. Ausentes qualquer dos requisitos não há como reconhecer-se a sociedade de fato e seus efeitos" (Apelação Cível 1. mostra-se descabida a aplicação da pena de confissão ficta. à audiência aprazada não viabiliza a aplicação da confissão "quanto à matéria fática. () tratando-se de ação declaratória de união estável. Nesse passo. caso em que a lei expressamente afastou os efeitos da revelia" (TJ/RS . ex vi. 351 do Código de Processo Civil que "não vale como confissão a admissão. que. sedimentada in concreto a impossibilidade de fazê-lo. Rel. Julgado em 16/06/2004).00. Oitava Câmara Cível.

na forma em que se encontra o processo. "decretando-se para tanto a revelia dos agravados". deferiu. sob pena de supressão de instância e afronta ao princípio do duplo grau de jurisdição" (TJRS . a suspensividade . Com isso estará deixando o processo. não pode ser apreciada por esta Corte.0103. 11 e 95). entregando as chaves em juízo ou à parte autora. ora agravadas. Tanto que foi oportunizada a manifestação das partes para afirmarem se possuem. de participante ativo do contraditório e não mais a de um mero fiscal de regras". Publique-se para efeitos de intimação. caput. Deve-se encarar "o processo como o produto de uma atividade cooperativa: cada qual com as suas funções. o que ora defiro. Cíveis e Comerciais da Comarca de Ilhéus que. por si proposta contra RITA DE CÁSSIA ROCHA MELHO e CELINA ROCHA MELO. determinando. 557. 1.. Editora Método. Manual de direito processual civil. Vol. que seja determinado o julgamento antecipado da lide. Desta forma. "o juiz deverá decidir eventuais questões processuais pendentes. sob pena de julgamento antecipado da lide. diz-se que o Recurso é manifestamente improcedente. 2º. Quando a apreciação sumária dos fundamentos recursais revela. Tribunal de Justiça do RS. sem margem para dúvidas. não sendo o caso. Cíveis e Comerciais desta Comarca do Salvador que. contra decisão proferida pela MM Juíza de Direito da 4ª Vara dos Feitos Relativos às Relações de Consumo. ao argumento de que existem diversas irregularidades na peça contestatória. assim "entendida a fase em que se prepara o processo rumo à fase instrutória e posteriormente ao seu desfecho normal por meio da sentença de mérito. que é a prolação do ato final (decisão do magistrado sobre o objeto litigioso". o pedido deste Agravo de Instrumento . Desta forma. representada por Alípio Martins Cardia.Disponibilização: sexta-feira. interesse em transacionar. Manual. 373). Em razão da atual redação do art. 2010. nos autos da Ação de Reintegração de Posse nº 0008634-35. que o mesmo está claramente disposto ao insucesso. "como a matéria ainda não foi apreciada pelo juízo de 1º grau.2012. E. 16 de abril de 2013. 2ª edição. ao argumento de que existem diversas irregularidades na peça contestatória . neste Recurso. que indiquem as provas que pretendem produzir. do pronto de vista firmal. Nona Câmara Cível. Rep. 2007 p. Quanto à FAZENDA CRUZEIRO DO SUL II. 56). em favor do ESPÓLIO DE ROSA WENSE MARTINS. Salvador. Por Alipio Martins Cardia Advogado : Valdir Farias Mesquita (OAB: 11036/BA) Advogado : Maria Marcia Martins Ferreira (OAB: 13558/BA) EDIONAL SANTOS BONFIM interpôs Agravo de Instrumento. na forma em que se encontra o processo. 331 do CPC.após o decurso do prazo para manifestação. do CPC. intimou as partes para informar se possuem interesse em transacionar e.176/178" (fl. que desocupem os imóveis. 7ª edição. especificando-as. a liminar pleiteada "determino a reintegração da posse. mas todos com o objetivo comum. nos autos da Ação de Adjudicação Compulsória nº 0406163-93.0001. ou não. e 4º. nos termos dos arts. ou.060/50. p. dos imóveis rurais FAZENDAS CRUZEIRO DO SUL I e SANTA MARIA. nego seguimento ao presente Agravo de Instrumento. Este é exatamente o caso destes autos. absolutamente pronto e regular para a posterior fase instrutória e derradeiramente à fase decisória" (NEVES. na Audiência Preliminar. 18 de abril de 2013 José Cícero Landin Neto PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA José Cícero Landin Neto PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS E DECISÕES MONOCRÁTICAS 0320540-64. Ou seja. Curso de direito processual civil. sendo viável a realização de acordo. da Lei 1. Diante do exposto e com fundamento no art. aguarde-se maior dilação probatória ou até mesmo o "meritum causae".TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 939 .8.05. foi interposto por MARIA DE LOURDE DOS SANTOS ARGOLO e FRANCISCO JOSÉ DA SILVA ARGOLO contra decisão do MM. pleiteiam a concessão dos benefícios da assistência judiciária gratuita sob alegação de que não poderiam arcar com as despesas do processo sem prejuízo da subsistência. manifestando-se as partes sobre o desinteresse em transacionar. Através da decisão de fls. 244). Inicialmente. Desejam.00 (duzentos reais) e crime de desobediência. 375). ainda. sob pena de julgamento antecipado da lide (fls. José Cícero Landin Neto Desembargado Relator Salvador. Então. em parte. não sendo o caso.determinar o julgamento antecipado da lide. as questões levantadas pelos agravantes serão objeto da apreciação pelo juízo em momento processual oportuno .0000/50000 Embargos de Declaração Agravante : Edional Santos Bonfim Advogado : Tony Coelho Santos (OAB: 32519/BA) Agravado : Espólio de Rosa Sá Wense Martins. 19 de abril de 2013 Cad 1 / Página 228 Agravado : Rita de Cassia Rocha Melo Agravado : Celina Rocha Melo Advogado : Geraldo Jerônimo Bastos (OAB: 3980/BA) O presente Agravo de Instrumento. o saneamento do processo pode ocorrer em audiência ou por meio de decisão escrita do juiz (. Julgado em 06/02/2008). com pedido de efeito suspensivo. operando-se a tradição ficta. c) dever de prevenir)" (DIDIER Jr. sanando alguma irregularidade que porventura exista. p. o apontado princípio "gera os seguintes deveres para o magistrado (seus três aspectos): a) dever de esclarecimento. "decretando-se para tanto a revelia dos agravados".. afastando os réus e terceiros que por ventura lá se encontrem. que requeiram a produção de provas. Editora Juspodivm. porquanto não há como se ignorar.805. Não se pode esquecer que o processo se encontra em fase de saneamento. A decisão do Magistrado a quo prestigiou o princípio da cooperação "que orienta o magistrado a tomar uma posição de agente-colaborador do processo.Agravo de Instrumento Nº 70023082399. 249/251.é manifestamente improcedente por violação ao princípio do duplo grau de jurisdição e por supressão de instância. o pacto firmado às fls.2012. Fredie. Teoria geral do processo e processo de conhecimento. no prazo de 15 (quinze) dias.)" (NEVES. Relator: Marilene Bonzanini Bernardi. b) dever de consultar. e. com pedido de efeito suspensivo.805. Daniel Amorim Assumpção.2012. Juiz de Direito da 12ª Vara dos Feitos Relativos às Relações de Consumo. sob pena de multa diária no importe de R$ 200. especificando-as de logo. § 1º. neste estágio de cognição sumária.. contra si proposta pelo ESPÓLIO DE ROSA WENSE MARTINS.

8. após o traslado de cópia da Sentença dos Embargos à Execução para os autos da Execução. na medida em que foram corretamente apreciados todos os fundamentos de fato e de direito necessários para fundamentar a conclusão do julgado. em que pese não ter havido qualquer justificativa para tanto. ainda que para fins de prequestionamento. o decisum embargado