P. 1
Relatorio Pronto

Relatorio Pronto

|Views: 17|Likes:
Publicado porJonnathan Anderson

More info:

Published by: Jonnathan Anderson on Apr 22, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/19/2013

pdf

text

original

Pólo: Gravatá Curso: Licenciatura em Geografia Componente Curricular: Geografia Política / Geografia Regional do Brasil Aluno: Jonnathan Anderson

da Silva Data: 20 / 04 /2013 Marcos André Danilo Gecilânia Maria Rafaela Mendes

RELATÓRIO DE VISITA TÉCNICA
Bonito - PE

GRAVATÁ, ABRIL / 2013

OBJETIVOS

e Brejo pernambucano. apropriação do espaço e reprodução da vida. abordar as microrregiões tratadas. Analisar a produção do espaço a partir das relações de poder.Objetivos Gerais Para Geografia Regional do Brasil. no caso de Bonito. Analisar e conhecer a câmara de vereadores do Município de Bonito. no caso de Gravatá. INTRODUÇÃO . Para Geografia Política. Observar a questão da água como elemento articulador das relações de poder. Conhecer todas as características dessa Microrregião do Brejo Pernambucano. sendo respectivamente: Vale do Ipojuca. Objetivos Específicos Verificar as características e diferenças das microrregiões tratadas.

foi palco da grande matança dos habitantes da Serra do Rodeador (comunidade pertencente. totalmente coberto de imensas florestas e situava-se na área abrangida pelo célebre Quilombo dos Palmares. A revolta deu-se devido à alteração do antigo sistema de pesos e medidas para as unidades de metro.Em 1812 foi edificada a Matriz de Nossa Senhora da Conceição .tendo contribuído para a povoação local. A beleza do local deu à cidade o nome de Bonito. no governo Luiz do Rego. O município foi batizado por caçadores. que percorriam as florestas e deparavam-se com belos riachos de águas límpidas. . centímetro e quilo. Em 19 de dezembro de 1874. ocorreu a invasão denominada Revolta do Quebra-Quilos.MUNICIPIO DE BONITO / PE O território do município de Bonito era. vindos do povoado de São José dos Bezerros. O mesmo local. de acordo com a Lei Imperial nº1157. Bonito foi palco de diversas revoltas que terminaram na morte de muitos habitantes do município. de 1862. até o final do século XVIII.padroeira da cidade . nos fins de 1819.

É bastante conhecido como destino turístico. ao município).hoje. Ainda existe a associação de guias da cidade. Sua área territorial é de 400 km². Sebastião. Pedro I. Silvestre José dos Santos.O município de Bonito está nos domínios das Bacias Hidrográficas dos Rios Unae Sirinhaém. De acordo com o Censo 2009. com capacidade de acumulação de 40. recebendo turistas de todo o país. lembrai-vos das fogueiras do Bonito". assim como outros movimentos que unem interesses religiosos à esperança da saída da miséria. O caso messiânico do Rodeador.uma forma de messianismo em Portugal. assim como áreas de camping. a qual D. responsáveis pela orientação sobre trilhas por toda a região. por apresentar cachoeiras de tamanhos e intensidades variadas. liderado pelo ex-soldado do 12º Batalhão de Milícias de Alagoas. Bonito localiza-se na unidade geoambiental das Superfícies Retrabalhadas que compõem o mar de morros que antecede o Planalto da Borborema. Estas. com partes de Floresta hipoxerófila. na batalha de Alcácer-Quibir. em seu manifesto aos brasileiros.000 m³. Tem como principais tributários o Rio da Prata e o Riacho Mulambo. Os seguidores acreditavam na volta de D. uma das 7 maravilhas de Pernambuco. que não teria morrido na África. eleitas recentemente. além do açude da Prata. A vegetação predominante é a Floresta subperenifólia. foi abafado com sangue. assim se exprimiu: "Pernambucanos. seja para trekking.832 habitantes. rapel ou outros esportes. Encontra-se próximo às suas cachoeiras diversas pousadas e hotéis-fazenda. ROTEIRO . Silvestre pregava o Sebastianismo . o município possui uma população de aproximadamente 40.000.

BARRAGEM DE BONITO (PE) – GRAVATÁ (PE) Retorno: 16h00 .Saída: POLO GRAVATÁ DATA: 06/04/2013 PERÍODO: 8h00 às 18h00 Destino: BONITO Percurso: GRAVATÁ (PE) – BONITO (PE) .

e mudou radicalmente a rotina dos moradores nos últimos meses. em especial em Bonito. muitos depósitos naturais de água secaram. que são tidas como cartão postal da cidade. o que implica em menos 50% do orçamento nas famílias que dependem de tal atividade. Além do racionamento no abastecimento. caiu em menos de metade. que faz jus a fama de belas quedas d’água. ou estão a beira disso. Menos produção e . 2.Paradas: 1ª parada: Camara Municipal de Bonito 2ª parada: Centro urbano no município de Bonito 3ª Parada: Trilha ecológica 4ª parada: Barragem de Bonito 1. lagos e as famosas cachoeiras que atraem olhares que ultrapassam os limites de Pernambuco. A escassez de chuva também assola o município. os quais antecedem o Planalto da Borborema. Ainda há de citar a Reserva Ecológica Mata do Mucuri Hymalaia. face ao valor das mercadorias terem sido reajustado pela ausência do recurso hídrico e ainda pelos serviços de outros setores também elevaram os preços. CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL DE BONITO O município de Bonito está localizado em um conjunto de morros. números este que aumenta. riachos. A atividade agrícola e a pecuária. A ÁGUA COMO CENTRALIDADE POLÍTICA Em tempos de seca no nordeste não há como não citar a questão da água. um dos grandes pólos financeiros do estado. As questões ambientais gozam de certa tranquilidade. uma vez que o setor industrial não é muito desenvolvido. face a cidade ter ciclo de dependência com a cidade de Caruaru. algumas ainda virgens. que abarca rios. que movimentam percentual considerável de renda. onde a vegetação predominante é a floresta subperenifólia. Muitas matas são encontradas. mantida preservando espécies de vegetação e da fauna da região. e ainda a há uma grande rede hídrica.

Cortês e Barra de Guabiraba. tem como resultado um grande prejuízo no ciclo econômico municipal e regional. As cachoeiras que atraem turistas de todo país.esta saindo a um custo bem maior do que o costume. o Governo do Estado está construindo a barragem Serro Azul. Hotéis e complexos turísticos do município chegam a elencar 80% de queda no faturamento.4% do território da cidade. institutos e empresas privadas conveniadas asseguram os impactos ambientais serão mínimos. que devido as obras pode ser que o município não fique mais na rota. assim como várias áreas particulares. o conjunto de cachoeiras é de fato o que mais atrai visitantes. Visando evitar futuros danos como aqueles. que ganhou muita repercussão quando causou graves danos nas cidades em que cortava. A grande maioria também secou. que segundo o Governo serão legalmente desapropriadas e indenizadas. ou já não conta com corredeiras. que ocupara cerca 0. e agora tem para setembro. Estradas chegavam a ficar interditadas pelos volumes dos riachos e cachoeiras. e até de fora dele. por muito tempo havia em abundância. A água que hoje falta. Muitas indagações surgem a cada dia em relação a essa obra. apenas nos períodos de cheias gritantes. 3 .DEMOGRAFIA E ECONOMIA (GRAVATÁ / BONITO) . abundância em excesso. Alegam ainda a questão do projeto da Ferrovia Transnordestina. O setor do turismo também foi impactado com a estiagem. devido a ausência de alimentação pelas vias que traziam água. Ainda a questão as cachoeiras. as águas do Rio Una. As equipes de subsecretarias. e em períodos de chuva. além de propriedades inteiras serem invadidas pelas águas. como Palmares. grande símbolo da cultura municipal terá que ser demolido. estas não serão atingidas. O Casarão do Engenho Verde de Bonito. A formação geomorfológica propícia para a prática de trilhas e esportes radicais também tem sua beleza embasada e consequentemente queda também no número de serviços procurados. e abarcará 303 milhões de m 3 de água. salvo as Veú da Noiva I e II. ocupando o 5º lugar no estado. já não contam a beleza anteriormente vista. que tinha previsão de término em maio. contudo necessários. pois. principalmente.

é a microrregião do agreste com maior Urbanização. Bonito está localizada como microrregião do Brejo Pernambucano que é uma subdivisão da mesorregião do Agreste Pernambucano.os brejos. é visto como uma alternativa para o desenvolvimento local.a cultura canavieira é a principal atividade agrícola que mais ocupa território e mais rentável ao município . O investimento em pequena produção rural. tem um clima semiárido . Existe .e a população está na faixa dos 76. possui clima semiárido em toda região .havendo clima tropical úmido 4 .também é uma cidade que atrai muitos turistas por causa do seu clima agradável além de está próxima da capital do estado de Pernambuco. produção agroecológica e agricultura fa miliar.Falando de extensão territorial. apontam o decréscimo da populaçã o rural simultaneamente ao aumento da população urbana nos últimos anos . Gravatá está inserida na divisão de microrregião do vale do Ipojuca que está localizada ao longo da bacia hidrográfica do rio Ipojuca e em algumas localidades .A pobreza . entretanto.não há quase industrias .a precariedade e falta de oportunidades de trabalho na zona rural e na área urbana convivem simultaneamente com o potencial e a exuberância da mata atlântica existente no município . O município do Bonito-PE está localizado a 132 km da capital Recife e possui como principais atividades econômicas a agricultura e a pecuária.ATIVIDADE SÓCIO ECONÔMICA Os indicadores de população. tanto Gravatá quanto Bonito são cidades com características de cidades de porte pequeno. exploração florestal e a pesca . O setor produtivo de Bonito está também ligado a agropecuária.A cidade de Bonito é bastante visitada por turistas por causa das suas cachoeiras e atrativos turísticos. Gravatá está relacionada a atividade de agropecuária .bem como o estímulo ao turismo ecológico.há locais de clima ameno e alta pluviosidade .000 habitantes .

Durante o trajeto ao Município de Bonito observamos que a falta de chuva tem prejudicado o turismo nas cachoeiras.estrutura adequada. sendo também um local bastante procurado por praticantes de esportes radicais. sendo esse preparado com atrativos para receber visitantes. Nesse sentido o ecoturismo é muito explorado na região apesar de ainda não haver uma infra. Paraíso.plantações de flores neste município que movimenta a economia local. Poço Dantas. A cerca de 20 km da parte urbana da cidade encontram-se sete cachoeiras (Véu da Noiva I e II. E o turismo que quando planejado e enfocado em uma economia sustentável vem a ser uma grande alternativa para que esse ambiente seja explorado de uma forma consciente. Bonito já é conhecida como cidade das águas e serve de refúgio para os que fogem de grandes agitações urbanas e procuram recarregar suas energias no contato com a natureza. CONCLUSÃO . que é a proteção e preservação ambiental. bastante procurada. Barra Azul. as cachoeiras de Bonito também se inserem no contexto. Sendo um lugar com elevado potencial turístico. Cachoeira da Corrente e Pedra Redonda) que são exploradas economicamente pelo turismo e também por atividades agrícolas. pois as mesmas encontra-se com um -fluxo de água abaixo do normal. Dentre as mais visitadas podem-se citar a Véu da Noiva I e II sendo também a Corrente (ECOPARQUE). Grande parte dessas cachoeiras encontra-se em propriedades privadas e para acesso de visitantes é cobrada uma taxa pelo proprietário. com ambiente favorável ao ecoturismo.

Pedro I em seu manifesto chegou a dizer: "Pernambucanos. O Governo do Estado está construindo a barragem Serro Azul. contudo devido a estiagem. Devido às muitas mortes o D. REFERENCIA BIBLIOGRÁFICAS . Localizada na unidade geoambiental das Superfícies Retrabalhadas que compõem o mar de morros que antecede o Planalto da Borborema. uma população de aproximadamente 40. apesar das indagações surgidas por parte associações que são desfavoráveis à construção da referida barragem.Na visita Técnica fizemos paradas na Câmara Municipal de Bonito. lembrai-vos das fogueiras do Bonito". contudo. que ocupara cerca 0. por causa beleza dos riachos. onde vimos alguns aspectos políticos da cidade. As equipes de subsecretarias. institutos e empresas privadas conveniadas asseguram que os impactos ambientais serão mínimos. contudo necessários.832 habitantes e sua área territorial é de 400 km² e está nos domínios das Bacias Hidrográficas dos Rios Unae Sirinhaém. Bonito foi palco de diversas revoltas que terminaram na morte de muitos habitantes do município. e abarcará 303 milhões de m 3 de água.4% do território da cidade. no Centro urbano do município. o setor do turismo sofreu impacto. Recebeu este nome por caçadores da cidade de Bezerros. Bonito é uma cidade turística e possui cachoeiras de tamanhos e intensidades variadas. com vegetação predominante de Floresta subperenifólia. trilha ecológica e na barragem de Bonito. ocupando o 5º lugar no estado. a cidade de Bonito tem de acordo com o Censo de 2009. Totalmente coberto de florestas até o final do século XVIII. a cidade de Bonito estava situada na área abrangida do Quilombo dos Palmares.

Secretaria de Minas e Metalurgia. Disponível em 04 CD’s FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA .500. FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA . Mapas Base dos municípios do Estado de Pernambuco. 1977. Geografia do Brasil. Inédito . 2001.000.IBGE. Mapas na escala 1:2. tectônica e recursos minerais do Brasil. Rio de Janeiro: SERGRAF. Brasília: CPRM. CPRM – Serviço Geológico do Brasil [CD ROM] Geologia. Disponível em 1 CD. MINISTÉRIO DAS MINAS E ENERGIA.IBGE. Escalas variadas. Região Nordeste. .BRASIL. Sistema de Informações Geográficas – SIG.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->