Pólo: Gravatá Curso: Licenciatura em Geografia Componente Curricular: Geografia Política / Geografia Regional do Brasil Aluno: Jonnathan Anderson

da Silva Data: 20 / 04 /2013 Marcos André Danilo Gecilânia Maria Rafaela Mendes

RELATÓRIO DE VISITA TÉCNICA
Bonito - PE

GRAVATÁ, ABRIL / 2013

OBJETIVOS

Conhecer todas as características dessa Microrregião do Brejo Pernambucano. apropriação do espaço e reprodução da vida. no caso de Bonito. Observar a questão da água como elemento articulador das relações de poder. sendo respectivamente: Vale do Ipojuca. Para Geografia Política. Objetivos Específicos Verificar as características e diferenças das microrregiões tratadas. abordar as microrregiões tratadas. Analisar e conhecer a câmara de vereadores do Município de Bonito. Analisar a produção do espaço a partir das relações de poder.Objetivos Gerais Para Geografia Regional do Brasil. e Brejo pernambucano. no caso de Gravatá. INTRODUÇÃO .

Bonito foi palco de diversas revoltas que terminaram na morte de muitos habitantes do município. O município foi batizado por caçadores. no governo Luiz do Rego. de 1862. ocorreu a invasão denominada Revolta do Quebra-Quilos. O mesmo local. vindos do povoado de São José dos Bezerros. foi palco da grande matança dos habitantes da Serra do Rodeador (comunidade pertencente. de acordo com a Lei Imperial nº1157.tendo contribuído para a povoação local. . A revolta deu-se devido à alteração do antigo sistema de pesos e medidas para as unidades de metro. que percorriam as florestas e deparavam-se com belos riachos de águas límpidas. nos fins de 1819.Em 1812 foi edificada a Matriz de Nossa Senhora da Conceição . centímetro e quilo. A beleza do local deu à cidade o nome de Bonito. totalmente coberto de imensas florestas e situava-se na área abrangida pelo célebre Quilombo dos Palmares.MUNICIPIO DE BONITO / PE O território do município de Bonito era. até o final do século XVIII. Em 19 de dezembro de 1874.padroeira da cidade .

Encontra-se próximo às suas cachoeiras diversas pousadas e hotéis-fazenda. Sua área territorial é de 400 km². por apresentar cachoeiras de tamanhos e intensidades variadas. além do açude da Prata. O caso messiânico do Rodeador. eleitas recentemente. que não teria morrido na África. De acordo com o Censo 2009. lembrai-vos das fogueiras do Bonito". Silvestre José dos Santos. recebendo turistas de todo o país.hoje. assim se exprimiu: "Pernambucanos. foi abafado com sangue. ao município). Ainda existe a associação de guias da cidade.000. Sebastião. a qual D. responsáveis pela orientação sobre trilhas por toda a região.000 m³. rapel ou outros esportes. com capacidade de acumulação de 40. seja para trekking. assim como áreas de camping.uma forma de messianismo em Portugal. Silvestre pregava o Sebastianismo . o município possui uma população de aproximadamente 40. Pedro I. A vegetação predominante é a Floresta subperenifólia. É bastante conhecido como destino turístico. em seu manifesto aos brasileiros. uma das 7 maravilhas de Pernambuco. Estas.832 habitantes. Bonito localiza-se na unidade geoambiental das Superfícies Retrabalhadas que compõem o mar de morros que antecede o Planalto da Borborema. liderado pelo ex-soldado do 12º Batalhão de Milícias de Alagoas. Os seguidores acreditavam na volta de D. Tem como principais tributários o Rio da Prata e o Riacho Mulambo. assim como outros movimentos que unem interesses religiosos à esperança da saída da miséria. com partes de Floresta hipoxerófila. na batalha de Alcácer-Quibir. ROTEIRO .O município de Bonito está nos domínios das Bacias Hidrográficas dos Rios Unae Sirinhaém.

BARRAGEM DE BONITO (PE) – GRAVATÁ (PE) Retorno: 16h00 .Saída: POLO GRAVATÁ DATA: 06/04/2013 PERÍODO: 8h00 às 18h00 Destino: BONITO Percurso: GRAVATÁ (PE) – BONITO (PE) .

2. e mudou radicalmente a rotina dos moradores nos últimos meses. que movimentam percentual considerável de renda. CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL DE BONITO O município de Bonito está localizado em um conjunto de morros. Menos produção e . A escassez de chuva também assola o município. riachos. muitos depósitos naturais de água secaram. algumas ainda virgens. Além do racionamento no abastecimento. que faz jus a fama de belas quedas d’água. que abarca rios.Paradas: 1ª parada: Camara Municipal de Bonito 2ª parada: Centro urbano no município de Bonito 3ª Parada: Trilha ecológica 4ª parada: Barragem de Bonito 1. que são tidas como cartão postal da cidade. Ainda há de citar a Reserva Ecológica Mata do Mucuri Hymalaia. As questões ambientais gozam de certa tranquilidade. uma vez que o setor industrial não é muito desenvolvido. o que implica em menos 50% do orçamento nas famílias que dependem de tal atividade. mantida preservando espécies de vegetação e da fauna da região. onde a vegetação predominante é a floresta subperenifólia. números este que aumenta. e ainda a há uma grande rede hídrica. A ÁGUA COMO CENTRALIDADE POLÍTICA Em tempos de seca no nordeste não há como não citar a questão da água. A atividade agrícola e a pecuária. face ao valor das mercadorias terem sido reajustado pela ausência do recurso hídrico e ainda pelos serviços de outros setores também elevaram os preços. caiu em menos de metade. face a cidade ter ciclo de dependência com a cidade de Caruaru. em especial em Bonito. um dos grandes pólos financeiros do estado. lagos e as famosas cachoeiras que atraem olhares que ultrapassam os limites de Pernambuco. os quais antecedem o Planalto da Borborema. Muitas matas são encontradas. ou estão a beira disso.

o Governo do Estado está construindo a barragem Serro Azul. apenas nos períodos de cheias gritantes. ou já não conta com corredeiras. que ocupara cerca 0. Visando evitar futuros danos como aqueles. As equipes de subsecretarias. Alegam ainda a questão do projeto da Ferrovia Transnordestina. ocupando o 5º lugar no estado. Ainda a questão as cachoeiras. assim como várias áreas particulares. salvo as Veú da Noiva I e II. Muitas indagações surgem a cada dia em relação a essa obra. que ganhou muita repercussão quando causou graves danos nas cidades em que cortava.esta saindo a um custo bem maior do que o costume. estas não serão atingidas. abundância em excesso. A água que hoje falta. Cortês e Barra de Guabiraba. 3 . já não contam a beleza anteriormente vista. devido a ausência de alimentação pelas vias que traziam água. O setor do turismo também foi impactado com a estiagem. contudo necessários. pois. As cachoeiras que atraem turistas de todo país. e agora tem para setembro. que segundo o Governo serão legalmente desapropriadas e indenizadas. e abarcará 303 milhões de m 3 de água. A grande maioria também secou. e até de fora dele. Estradas chegavam a ficar interditadas pelos volumes dos riachos e cachoeiras. e em períodos de chuva.DEMOGRAFIA E ECONOMIA (GRAVATÁ / BONITO) . o conjunto de cachoeiras é de fato o que mais atrai visitantes. que devido as obras pode ser que o município não fique mais na rota. Hotéis e complexos turísticos do município chegam a elencar 80% de queda no faturamento. A formação geomorfológica propícia para a prática de trilhas e esportes radicais também tem sua beleza embasada e consequentemente queda também no número de serviços procurados. por muito tempo havia em abundância. grande símbolo da cultura municipal terá que ser demolido.4% do território da cidade. principalmente. como Palmares. O Casarão do Engenho Verde de Bonito. além de propriedades inteiras serem invadidas pelas águas. institutos e empresas privadas conveniadas asseguram os impactos ambientais serão mínimos. as águas do Rio Una. que tinha previsão de término em maio. tem como resultado um grande prejuízo no ciclo econômico municipal e regional.

Falando de extensão territorial. O investimento em pequena produção rural. entretanto. tem um clima semiárido . possui clima semiárido em toda região .A cidade de Bonito é bastante visitada por turistas por causa das suas cachoeiras e atrativos turísticos.os brejos.e a população está na faixa dos 76. produção agroecológica e agricultura fa miliar. O município do Bonito-PE está localizado a 132 km da capital Recife e possui como principais atividades econômicas a agricultura e a pecuária. Existe .também é uma cidade que atrai muitos turistas por causa do seu clima agradável além de está próxima da capital do estado de Pernambuco.a precariedade e falta de oportunidades de trabalho na zona rural e na área urbana convivem simultaneamente com o potencial e a exuberância da mata atlântica existente no município . apontam o decréscimo da populaçã o rural simultaneamente ao aumento da população urbana nos últimos anos . O setor produtivo de Bonito está também ligado a agropecuária.havendo clima tropical úmido 4 . tanto Gravatá quanto Bonito são cidades com características de cidades de porte pequeno.000 habitantes . Bonito está localizada como microrregião do Brejo Pernambucano que é uma subdivisão da mesorregião do Agreste Pernambucano.ATIVIDADE SÓCIO ECONÔMICA Os indicadores de população.A pobreza .não há quase industrias .há locais de clima ameno e alta pluviosidade . Gravatá está inserida na divisão de microrregião do vale do Ipojuca que está localizada ao longo da bacia hidrográfica do rio Ipojuca e em algumas localidades . é visto como uma alternativa para o desenvolvimento local. Gravatá está relacionada a atividade de agropecuária .a cultura canavieira é a principal atividade agrícola que mais ocupa território e mais rentável ao município .bem como o estímulo ao turismo ecológico. exploração florestal e a pesca . é a microrregião do agreste com maior Urbanização.

Barra Azul. Dentre as mais visitadas podem-se citar a Véu da Noiva I e II sendo também a Corrente (ECOPARQUE). Grande parte dessas cachoeiras encontra-se em propriedades privadas e para acesso de visitantes é cobrada uma taxa pelo proprietário. E o turismo que quando planejado e enfocado em uma economia sustentável vem a ser uma grande alternativa para que esse ambiente seja explorado de uma forma consciente. Bonito já é conhecida como cidade das águas e serve de refúgio para os que fogem de grandes agitações urbanas e procuram recarregar suas energias no contato com a natureza. Cachoeira da Corrente e Pedra Redonda) que são exploradas economicamente pelo turismo e também por atividades agrícolas. bastante procurada. Poço Dantas. Nesse sentido o ecoturismo é muito explorado na região apesar de ainda não haver uma infra. que é a proteção e preservação ambiental. A cerca de 20 km da parte urbana da cidade encontram-se sete cachoeiras (Véu da Noiva I e II. CONCLUSÃO . Paraíso.estrutura adequada. pois as mesmas encontra-se com um -fluxo de água abaixo do normal. sendo também um local bastante procurado por praticantes de esportes radicais. sendo esse preparado com atrativos para receber visitantes. as cachoeiras de Bonito também se inserem no contexto. Durante o trajeto ao Município de Bonito observamos que a falta de chuva tem prejudicado o turismo nas cachoeiras.plantações de flores neste município que movimenta a economia local. Sendo um lugar com elevado potencial turístico. com ambiente favorável ao ecoturismo.

trilha ecológica e na barragem de Bonito. contudo devido a estiagem. As equipes de subsecretarias.Na visita Técnica fizemos paradas na Câmara Municipal de Bonito. institutos e empresas privadas conveniadas asseguram que os impactos ambientais serão mínimos.4% do território da cidade. onde vimos alguns aspectos políticos da cidade. Localizada na unidade geoambiental das Superfícies Retrabalhadas que compõem o mar de morros que antecede o Planalto da Borborema. lembrai-vos das fogueiras do Bonito". com vegetação predominante de Floresta subperenifólia. Bonito foi palco de diversas revoltas que terminaram na morte de muitos habitantes do município. a cidade de Bonito tem de acordo com o Censo de 2009. ocupando o 5º lugar no estado. por causa beleza dos riachos. uma população de aproximadamente 40. Bonito é uma cidade turística e possui cachoeiras de tamanhos e intensidades variadas. REFERENCIA BIBLIOGRÁFICAS . contudo necessários. contudo. Devido às muitas mortes o D. a cidade de Bonito estava situada na área abrangida do Quilombo dos Palmares.832 habitantes e sua área territorial é de 400 km² e está nos domínios das Bacias Hidrográficas dos Rios Unae Sirinhaém. apesar das indagações surgidas por parte associações que são desfavoráveis à construção da referida barragem. Recebeu este nome por caçadores da cidade de Bezerros. Pedro I em seu manifesto chegou a dizer: "Pernambucanos. Totalmente coberto de florestas até o final do século XVIII. e abarcará 303 milhões de m 3 de água. que ocupara cerca 0. o setor do turismo sofreu impacto. no Centro urbano do município. O Governo do Estado está construindo a barragem Serro Azul.

Escalas variadas. Disponível em 04 CD’s FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA . Disponível em 1 CD. CPRM – Serviço Geológico do Brasil [CD ROM] Geologia. . 2001. MINISTÉRIO DAS MINAS E ENERGIA. Inédito .500. Mapas na escala 1:2. Secretaria de Minas e Metalurgia. FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA . Sistema de Informações Geográficas – SIG.IBGE. Mapas Base dos municípios do Estado de Pernambuco. 1977. Geografia do Brasil.BRASIL.000.IBGE. tectônica e recursos minerais do Brasil. Rio de Janeiro: SERGRAF. Brasília: CPRM. Região Nordeste.