Questões de 09 a 17; Referentes à unidade 5 – Filosofia política; Capítulo 22 – Direitos humanos.

Questão 09: Escreva com suas palavras qual foi a conclusão de Flávia Piovesan sobre os 75 casos de violação de direitos humanos que foram levados à Comissão Interamericana de direitos Humanos (CIDH). É importante compreender que os poucos dados de violação dos direitos humanos entre a população pobre durante a ditadura militar e o aumento após o fim daquele regime não significam que a classe média estava mais sujeita à violação dos direitos humanos. Por seus integrantes serem pessoas mais esclarecidas, conseguiam tornar os desmandos conhecidos por meio das organizações internacionais. Questão 10: Explique qual é a importância do conceito de prudência (phónesis) para os gregos. A prudência (phrónesis) para os gregos era uma qualidade moral necessária ao exercício da atividade filosófica e política. Era uma sabedoria pratica por meio da qual se ponderam os discursos contrários para discernir entre o certo e o errado, o justo e o injusto. Questão 11: Sob que aspecto o conceito de prudência adquiriu outras nuanças(sentido) na Idade Média? Diferentemente dos gregos, que buscavam o justo na ordem natural do cosmos, os juristas medievais harmonizavam as leis positivas às verdades religiosas, porque o direito natural era transcendente. Questão 12: O que mudou no conceito de poder, a partir da modernidade? O poder dessacralizou-se, e com a autonomia da política (iniciada por Maquiavel e depois desenvolvida por Hobbes), tanto o Estado como o direito passaram a ser entendidos como uma construção artificial que visa assegurar a segurança e as propriedades. Questão 13: Qual foi a importância dos códigos do século XIX, para os Direitos Humanos? Os códigos estabeleceram a autonomia dos três poderes e a participação dos cidadãos. Com o advento dos códigos, o jurista não mais se baseia em um vago direito natural e pode contar com o rigor técnico para orientar suas decisões, constituindo o direito positivo.

Questão 14: Direitos humanos são direitos de bandido? Justifique sua resposta. Garantir direito de bandido não é defender a impunidade. Nenhum criminoso perde sua condição humana. Tem o direito tanto de saber do que é acusado como de ser defendido por advogado em processo judicial. A ação dos defensores dos direitos humanos não se restringe a defender criminosos, mas se estende a inúmeros outros campos de sua atuação.

Questões de 18 a 25; Referentes à unidade 5 – Filosofia política; Capítulo 23 – A política normativa.

Questão 18: Os sofistas, mestre da retórica, ensinam a arte da persuasão. Quais são as vantagens desse instrumento na democracia e quais os seus riscos?

A retórica. Semelhança: a concepção normativa. portanto. Os riscos eram denunciados por Sócrates e Platão. que exalta as virtudes do governante justo e bom. o governo constitucional da maioria dos cidadãos. dos filósofos). Questão 22: O que é o agostinismo político? Essa teoria define o confronto entre o poder do Estado e o da igreja pela superioridade do poder espiritual sobre o temporal. o que muda e o que representa uma continuidade em relação à política grega? O que permanece na política medieval: a política normativa. o filósofo volta para ensinar os que continuam presos ao mundo sensível. que exalta as virtudes do governante justo e bom. depois de sair da caverna e contemplar a luz da verdade e do bem. Para Platão só o filósofo será capaz de bem governar. Questão 21: Na Idade Média. . Aristóteles prefere a politeia. Diferenças: Platão defende uma sofocracia (o poder dos mais sábios. da persuasão na assembleia democrática. a política medieval encontrava-se atrelada à religião e ao poder do papa. A alegoria da caverna pode ser interpretada do ponto de vista político porque. era importante por desenvolver a competência da expressão e. Questão 20: Faça um quadro comparativo entre Platão e Aristóteles. O que muda: por influencia da igreja católica. daí a tensão entre o poder temporal e o poder espiritual. que criticavam os sofistas por abusarem da retórica em detrimento da verdade. a arte dos sofistas. Questão 19: Interprete a alegoria da caverna do ponto de vista político. indicando as diferenças e semelhanças entre as suas concepções de política.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful