Você está na página 1de 1

CONSULTOR JURDICO Volks ganha Justia livra empresa de indenizar por furto em carro A Volkswagen e a Brasal - Braslia Servios

Automotores no devem in denizar Rafael Moreira Mota, por ter havido um furto em seu carro. O Golf do consumidor foi comprado da primeira empresa e tinha instalado um alarme fabricado pela segunda. Ele alegou que o furto aconteceu porque o alarme no funcionou. De acordo com a 1 Turma Recursal dos Juizados Especiais Cveis e Crimi nais de Braslia, " questo indiscutvel que nenhum alarme tem o 'poder' de evitar incidentes como o 'sub examine', uma vez que as tcnicas que vem sendo utilizadas pelos meliantes, cada vez mais sofisticadas, atua lizam-se com o passar do tempo". Ainda de acordo com a deciso, "nem mesmo restou provado que o alarme no funcionou, pela distncia havida entre o veculo estacionado (do outro lado da rua, estacionamento distante do comrcio - vide fls. 24/25); o ambiente de bares (possivelmente barulhento) do local [onde estava o con sumidor], alm da prpria e compreensvel desateno para aquele momento." A Volks foi representada pelo advogado Flvio de Almeida Salles Jnior. Leia a deciso: rgo: 1 Turma Recursal dos Juizados Especiais Cveis e Criminais Classe: ACJ - Apelao Cvel no Juizado Especial N. Processo: 2001 01 1 062525-7 Trecho da sentena: "No restou, em momento algum dos autos, comprovado o suscitado defeito na utilizao do equipamento (alarme). De outra sorte, pelo que dos autos consta, (ressalto), houve arrombamento com tcni ca de furto bem moderna, deixando o mnimo de estragos nas portas e vidros, considerando que, comumente, so quebrados os vidros ou utilizadas cha ves-mestra em casos de furto de veculos." Outro trecho da sentena: "Ademais, consoante o art. 12 1, II desse "Codex" (Lei N 8.078/90): " 1 - O produto defeituoso quando no oferece a segurana que dele legitimamente se espera, levando-se em considerao as circuns tncias relevantes, entre as quais: II - o uso e os riscos que razoavelmente dele se esperam". No se espera, obviamente, que o alarme adquirido tenha, em 100% (cem por cento) dos casos - de tentativas, como evitar/impossibilitar ao de bandidos (alguns profissionais do crime). Serve tal equipamento para dificul t-las (isso quando no danificado por atividade dolosa de meliantes ou destruda alguma pea do veculo)."