P. 1
Bolinhos secos (Doces) de P áscoa típicos de Alcains_Escalos de Cima

Bolinhos secos (Doces) de P áscoa típicos de Alcains_Escalos de Cima

4.5

|Views: 5.883|Likes:
Publicado poranagaloa
Receitas de bolos de Páscoa e bolos (doces) secos típicos da região de Alcains (Portugal).
Receitas de bolos de Páscoa e bolos (doces) secos típicos da região de Alcains (Portugal).

More info:

Categories:Types, Recipes/Menus
Published by: anagaloa on Apr 03, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/10/2014

pdf

text

original

Bolos de ovos (bolos de Páscoa) 1 (bons

)
5kg de farinha tipo 55 (sem fermento) 2kg de farinha com fermento (por exemplo “Branca de Neve”) 50 ovos inteiros 1 litro de leite 750 ml de azeite (bom e gostoso) 1kg de açúcar 100g de fermento de padeiro (de preferência em “crescente”, ou seja, já previamente fermentado) Sumo de 3 laranjas Canela a gosto (+- 3 colheres de sopa) 2 dl de aguardente 2 mãos apertadas de sal (+- 35g)

Partem-se os ovos para uma panela e batem-se com a batedeira eléctrica; junta-se então o sal e o fermento (crescente). Leva-se a panela a aquecer em lume brando. Enquanto aquecem os ovos, vai-se mexendo com a mão bem lavada, tendo o cuidado de raspar no fundo para não cozerem os ovos. Enquanto isso, vai-se desfazendo a “crescentada”. Quando os ovos estão quentes (até aguentar a mão), deitam-se para a “masseira” (ou uma bacia). Junta-se alguma farinha (à qual se adicionou a canela) e amassa-se. Vai-se juntando gradualmente farinha até a massa se começar a desagarrar da mão, como o pão. Aquece-se bem o azeite (mas sem ferver) e vai-se juntando, a pouco e pouco, à massa. Aquece-se igualmente a aguardente, juntamente com o sumo da laranja e o açúcar, e envolvese também à massa. O leite deita-se também quente (conforme a necessidade da massa assim se deitará todo, algum ou até nenhum). Ou seja, se se vir que ainda é necessário mais líquido para poder envolver toda a farinha deita-se o leite, caso contrário não se deita, ou deita-se menos. Vai-se juntando a farinha até a massa estar boa, ou seja, despegada da mão e da bacia. Não se deve deixar a massa muito pesada. Tratar a massa como a do pão (fintar, tender…). É importante deixálos a fintar em sítio aquecido e ter cuidado para não “arreganharem”,

ou seja, a massa arrefecer de mais. Nesse caso levará imenso tempo a fintar. Tendem-se os bolos quase como se fossem pães. Depois de tendidos ainda devem ficar a fintar algum tempo, até dobrarem (ou quase) de volume. Antes de os colocar no forno, polvilhá-los (no centro) com açúcar. Cozem em forno quente cerca de 30 min. Cozer a 200º ou começar com 220 e descer a meio do tempo para 180-200º

Bolos de Páscoa 2 (muito bons)
7,5 kg de farinha 55 (+ 2 kg para as eventualidades…) 60 ovos (8 por cada quilo de farinha) 2kg de açúcar 1,5 litro de azeite 250 ml de aguardente Pau de canela 6 laranjas (raspa e sumo) Sal grosso q. b. (+- 37 g) 1 pão em massa (pode comprar-se nas padarias ou fazer-se em casa) 1 pouco de fermento de padeiro

Procede-se da mesma maneira como a receita anterior (mais ou menos).

Crescente: 100 g de fermento de padeiro Farinha sem fermento q. b. Água morna (não demasiado quente) Desfaz-se em água morna o fermento, junta-se-lhe a farinha até fazer uma massa consistente (tipo um pãozinho) e leva-se a levedar

durante pelo menos 12 horas (faz-se de um dia para o outro) em local quente. Não deve sofrer diferenças de temperatura.

Borrachões 1
0,5 l de vinho branco 0,5 l de aguardente Canela a gosto Raspa de laranja 1 pouco de fermento Royal Farinha q. b.

Borrachões 2
1 litro de azeite 1 litro de vinho branco 1 pouco de aguardente 1 pó de canela Farinha com fermento q. b. (o suficiente para tender - pelo menos 3kg mais um pouco)

Forno a 190º-200º A massa deve ficar boa para estender com o rolo. Estender um pedaço de massa com o rolo e formar bolinhos rectangulares (cortados com a cartilha), picá-los com um garfo, barrar de ovo batido e polvilhar de açúcar. Coze em tabuleiro untado.

Bolos de leite de Alcains (muito bons)
1 litro de leite 1 litro de azeite 12 a 18 ovos 1c. de sopa de fermento (Royal) 2kg de açúcar

1 pouco de aguardente (2 “cascarões” de ovo) Sumo e raspa de laranja (facultativo) Farinha super-fina q. b. (pelo menos 4kg) A massa deve ficar boa e boa para tender os bolos com a colher (sem escorrer muito). O bolinho deve ficar mais ou menos firme, sem alisar (escorrer muito) no tabuleiro. Untam-se de ovo batido (quem gostar pode deitar polvilhar de açúcar). Vai a cozer em forma untada a 200º

Bolos de leite à antiga (bons) – Alcains
8 ovos batidos sozinhos 0,5 l de azeite 4 c. de fermento 2 kg de farinha 1kg de açúcar 0,5 l de azeite

Mistura-se muito bem a farinha com o açúcar e o fermento. Aquece-se o azeite até estar quase a ferver e mistura-se á farinha e ao açúcar. Por fim, deitam-se os ovos batidos previamente e o leite morno. Envolve-se tudo muito bem. Tendem-se com colher.

Esquecidos de Alcains
12 ovos 1kg de farinha superfina 1kg de açúcar Raspa de limão

Bate-se (à mão, nunca á máquina), o açúcar com os ovos, até fazer um creme esbranquiçado. Junta-se a farinha. A massa deve ficar boa para deitar com colher. Não deve escorrer demais no tabuleiro.

Deitam-se em tabuleiro untado de óleo e polvilhado de farinha. Coze a 180-170º)

Cavacas
0,5kg de farinha 0,5 l de azeite 1 copito de aguardente 24 ovos Bate-se tudo junto e com a mão aberta. Cozem em formas individuais untadas

Calda de açúcar para as cavacas 0,5Kg de açúcar 4 claras Batem-se as claras bem batidas em castelo com o açúcar

Doces de leite para cortar (Escalos de Cima)
18 ovos 1,5kg de açúcar 1,5kg de farinha 0,5 l de leite 0,5 l de azeite 1 cálice de aguardente Raspa e sumo de 2 laranjas

A massa coze num tabuleiro e depois de cozida, corta-se com uma faca em rectângulos.

Biscoitos (Escalos)

1,5 tigela medida de ovos inteiros 0,5 tigela medida de gemas 2 tigelas de açúcar 2 tigelas de azeite 1 pouco de aguardente Farinha q. b. (até tender; a massa não deve correr) Raspa de limão (facultativo)

Biscoitos (Alcains) muito bons
12 ovos 300 g de açúcar 0,5 l de azeite 1 colher de fermento Farinha com fermento superfina q. b. (pelo menos 1,5Kg)

A massa deve ser trabalhada como a do pão (desagarrar a massa da bacia até tender) para se poder formar bolinhos em forma de “S”; “E”, etc. São barrados com ovo e polvilhados de açúcar. Crescem muito depois de cozidos. Cozem em tabuleiro untado)

Broas de mel de Alcains (muito boas)
12 ovos 0,5kg de açúcar 0,5 l de mel 0,5 l de azeite Fermento (pó Royal) q.b. Farinha q. b. (pelo menos 1,5kg)

Batem-se os ovos com o açúcar. Junta-se o mel derretido, o azeite e a farinha com o fermento (até tender com a colher; não deve ficar a massa muito rija, deve “correr” ligeiramente no tabuleiro). Deixar a massa em repouso 15 a 20 min antes de tender os bolinhos. Barrar muito bem os bolinhos com ovo pouco batido, para ficarem bonitos. Cozem em forma untada.

Bolo preto (muito bom)
12 ovos 1kg de açúcar 1kg de farinha 1 c. de sopa de fermento 2 c. de pau de azeite 2 c. de sopa de canela 1l de leite

Bate-se muito bem, como para os esquecidos, o açúcar com os ovos. A seguir, junta-se a farinha com o fermento e a canela. Por fim, juntase o leite, morno de preferência. Deita-se a massa em tabuleiros rectangulares (tipo os do bolo enrolado) untados de óleo ou azeite, apenas até meio, pois cresce bastante. Coze em forno médio quente (200º). Corta-se em rectângulos depois de cozido e polvilham-se de açúcar. É um bolo um pouco sensível ao forno e “às voltas” que se lhe dá, mas é excelente. Quem preferir, pode substituir a canela por chocolate em pó.

Pão leve (muito bom)
48 ovos 1kg de açúcar

1kg de farinha Batem-se as gemas com o açúcar. Depois juntam-se as claras em castelo e a farinha. Untam-se as formas com azeite e polvilham-se de farinha no fundo.

Bolinhos de coco
6 ovos 0,5kg de açúcar 0,5 kg de farinha de coco (coco ralado)

Batem-se os ovos com o açúcar muito bem batidos, como para os esquecidos. Junta-se o coco. Deitam-se em forminhas de papel, untadas de manteiga. Podem polvilhar-se com pepitas coloridas. Se os ovos forem grandes, deitar um pouco mais de coco.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->