Você está na página 1de 5

Capítulo 1 – Grandezas e conceitos fundamentais em Fenômenos de Transporte

1.1 Itens Abordados

- Massa específica;

- Volume específico, peso específico e densidade relativa;

- Tensão em um ponto;

- Viscosidade;

- Equação de estado para um gás perfeito;

- Pressão absoluta, manométrica e atmosférica.

1.2 Exercícios

1) A Figura a seguir mostra o esquema de um escoamento de água entre duas placas planas

horizontais de grandes dimensões e separadas por uma distância d pequena. A placa inferior permanece em repouso, enquanto a placa superior está em movimento com velocidade V x constante, de forma que resulta uma distribuição linear de velocidade de escoamento da

água. Sendo a viscosidade da água µ = 0,001 Pa.s, determine:

Sendo a viscosidade da água µ = 0,001 Pa.s, determine: a) o gradiente de velocidade de

a) o gradiente de velocidade de escoamento;

b) a tensão de cisalhamento na placa superior.

Resp. a)

dV x

dy

=

200

s

1

b)

τ

yx

= −0,2 Pa

2) Considere a figura do exercício anterior. Se no lugar de água existe um óleo e se é necessária uma tensão cisalhante de 40 Pa para que a velocidade da placa permaneça constante, determine a viscosidade dinâmica desse óleo.

Resp. µ óleo = 0,2 Pa.s

3) Na figura a seguir apresenta-se um esquema de distribuição de velocidade para um escoamento laminar de um fluido newtoniano, totalmente desenvolvido, num duto de seção circular de diâmetro constante, dada por

onde:

V

z

(

r

)

= V

máx

1

⎛ ⎜ r ⎞ ⎟

R

2

V máx é a velocidade máxima do perfil (distribuição), que ocorre no centro da seção, e R é o raio interno do tubo.

no centro da seção, e R é o raio interno do tubo. Sendo µ a viscosidade

Sendo µ a viscosidade dinâmica do fluido, determine:

a) a distribuição de tensões de cisalhamento τ rz no escoamento; e

b) a força por unidade de comprimento que o escoamento exerce sobre a parede do duto.

Resp. a)

τ =

rz

2µ

V

máx

R

2

r

b)

F

z

L

= 4πµ

V

máx

4) A figura a seguir mostra um esquema de um escoamento laminar, totalmente desenvolvido e em regime permanente, de um fluido newtoniano, entre duas placas paralelas e estacionárias, de grandes dimensões e separadas de uma distância h pequena. A distribuição de velocidade de escoamento é dada por

V

x

(

y

)

= V

máx

1

y ⎞ ⎟

2

h

2

de escoamento é dada por V x ( y ) = V máx ⎡ ⎢ ⎢

Determine a força cisalhante, por unidade de área, exercida pelo escoamento sobre a placa superior.

Resp.

F x

4µ

V

máx

=

.

A h

5) Considerando que o módulo de elasticidade volumétrica da água é E = 2,22 × 10 9 Pa, determine a variação de pressão necessária para reduzir o volume de água em 0,1%.

Resp.

p =

2,22

×

10

9

Pa

.

6) Considere o ar, ao nível do mar, com pressão p = 101,3 kPa e temperatura T = 20ºC.

N m

.

Sendo R ar = 287 kg K

.

Resp.

ρ =

ar

1,2

kg

m

3

.

, determine a massa específica do ar.

7) Determine a pressão de 2 kg de ar que estão confinados num recipiente fechado com

.

N m

volume igual a 160 litros, à temperatura de 25ºC, considerando R ar = 287 kg K .

.

Resp. p = 1069 kPa.

8) O manômetro mostrado na figura abaixo é usado para medir a pressão em dutos de água. Determine a pressão manométrica da água quando o manômetro marca 0,6m. O mercúrio é 13,6 vezes mais pesado que a água.

0,6m. O mercúrio é 13,6 vezes mais pesado que a água. Resp. p m a n

Resp. p man = 74,2 kPa.

9) Determine a diferença de pressão entre o duto de água e o duto de óleo, veja figura a seguir. O topo da coluna de mercúrio está na mesma altura do meio do tudo de óleo.

Resp. ∆ p = 514 kPa. 10) Complete a tabela que segue se g =

Resp. p = 514 kPa.

10) Complete a tabela que segue se g = 9,81 m/s 2 e volume = 10 m 3 .

 

ν (m 3 /kg)

ρ (kg/m 3 )

γ (N/m 3 )

m (kg)

(a)

20

     

(b)

 

2

   

(c)

   

4

 

(d)

     

100

11) Numa tubulação escoa hidrogênio (k = 1,4, R = 4.122 m 2 /s 2 K). Numa seção (1), p 1 = 3 × 10 5 N/m 2 (abs) e T 1 = 30ºC. Ao longo da tubulação, a temperatura mantém-se constante. Qual é a massa específica do gás numa seção (2), em que p 2 = 1,5 × 10 5 N/m 2 (abs)?

Resp. ρ 2 = 0,12 kg/m 3 .

12) São dadas duas placas planas paralelas à distância de 2 mm. A placa superior move-se com velocidade de 4 m/s, enquanto a inferior é fixa. Se o espaço entre as duas placas for preenchido com óleo (ν = 0,1St; ρ = 830 kg/m 3 ), qual será a tensão de cisalhamento que agirá no óleo? 1 St = 10 -4 m 2 /s.

que agirá no óleo? 1 St = 10 - 4 m 2 /s. Resp.: τ =

Resp.: τ = - 16,6 N/m 2 .

13) Assumindo o diagrama de velocidade indicado na figura abaixo, em que a parábola tem seu vértice a 10cm do fundo, calcular o gradiente de velocidade e a tensão de cisalhamento para y = 0; 5; 10 cm. Adotar µ = 10 -2 N.s/m 2 .

Resp.: 0,5 N/m 2 ; 0,25 N/m 2 ; 0. 14) A placa da figura

Resp.: 0,5 N/m 2 ; 0,25 N/m 2 ; 0.

14) A placa da figura tem uma área de 4 m 2 e espessura desprezível. Entre a placa e o solo existe um fluido que escoa, formando um diagrama de velocidades dado por

y . A viscosidade dinâmica do fluido é 10 -2 N.s/m 2 e a velocidade

máxima do escoamento é 4 m/s. Pede-se:

a) o gradiente de velocidades junto ao solo;

b) a força necessária para manter a placa em equilíbrio.

v =

20

yv

max

(1

5

)

manter a placa em equilíbrio. v = 20 yv max (1 − 5 ) 15) Um

15) Um fluido escoa sobre uma placa com o diagrama dado. Pede-se:

a) v = f(y);

b) a tensão de cisalhamento junto à placa.

a) v = f(y); b) a tensão de cisalhamento junto à placa. Resp.: a) v =

Resp.: a) v = -0,75y 2 + 3y + 2; b) τ = 0,03 N/m 2 .