Você está na página 1de 1

A moeda surgiu do principio de que as necessidades humanas so ilimitadas.

No inicio os povos no tinham a moeda como ns temos e conhecemos hoje, eles utilizavam o escambo, que nada mais que a troca de algo que uma famlia produziu em excesso por outra coisa que outra famlia tambm tinha em excesso. Mas esse sistema no foi muito eficaz, pois sua aplicao dependia das necessidades opostas para realizar as trocas, alm disso, deveria haver um acordo na relao entre valores de troca. A partir do momento em que o escambo no satisfazia perfeitamente o uso dos grupos sociais, houve a necessidade de criar algo que fosse representativo ao valor dos objetos que por ela se trocam. Historicamente, diversas comunidades tentaram criar seu prprio sistema monetrio, sendo alguns sistemas falhos. Com um acerto no tipo de sistema desenvolvido em determinadas localidades, houve uma grande aceitao por utilizar um sistema nico e uniforme no pas. Com a expanso do comrcio e as guerras, naturalmente as moedas de diferentes pases eram trocadas, mas o pagamento s podia ser efetuado com do pas especifico. Consequentemente surgiu a necessidade de cambiar as moedas estrangeiras por dinheiro do pas. Num espao de tempo curto, os cambistas acumularam bastantes somas de dinheiro e passaram a guardar e emprestar, da origina-se as operaes comerciais. Era natural que a seguinte ideia ocorresse: Porque estas grandes somas de dinheiro havero de permanecer em meu poder sem qualquer lucro para mim?. Com esse jeito de pensar surgiu os juros, que tambm era uma forma de garantia de que o dinheiro emprestado fosse devolvido e uma compensao pelo uso do capital alheio. Em alguns casos ocorriam quantias incrveis, como no havia um padro os juros variavam de acordo com a quantia emprestada e a necessidade.