P. 1
Caderno 2 - Entrância Final_10.05.2013

Caderno 2 - Entrância Final_10.05.2013

4.0

|Views: 542|Likes:
Publicado porr31n4ld0g03s

More info:

Published by: r31n4ld0g03s on May 10, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/18/2014

pdf

text

original

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Joao Augusto Barbosa Dias:9042610

Digitally signed by Joao Augusto Barbosa Dias:9042610 DN: c=BR, o=ICP-Brasil, ou=Autoridade Certificadora da Justica - AC-JUS, ou=CertJUS Institucional - A3, ou=Chefia de Gabinete da Presidencia-CGP, ou=Servidor, cn=Joao Augusto Barbosa Dias:9042610 Date: 2013.05.10 03:58:51 -03'00'

Cad. 2 / Página 1

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO
Data da disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013. Edição nº 953

CADERNO 2 – ENTRÂNCIA FINAL - CAPITAL
1ª VARA DE FAMÍLIA, SUCESSÕES, ÓRFÃOS, INTERDITOS E AUSENTES
JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. ORFÃOS INTERD. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO ALDENILSON BARBOSA DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARISTELA DE OLIVEIRA FONSECA CONCEIÇÃO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0127/2013 ADV: NELSON ANTONIO DAIHA FILHO (OAB 15918/BA), VILIBALDO BORGES DE SANT'ANNA (OAB 9674/BA), LÚCIO MOURA SARNO (OAB 16365/BA) - Processo 0002683-17.2008.8.05.0001 - Alimentos - AUTOR: J. P. de J. S. - REPRESENTANTE: J. da S. de J. - RÉU: E. de O. S. - Designo Audiência de Conciliação, Instrução e Julgamento para o dia 11/06/ 2013 às 10:40 h. Publique-se. Intime-se. Cumpra-se. ADV: AINAH HOHENFELD ANGELINI NETA (OAB 20628/BA), KARLA KRUSCHEWSKY FALCÃO (OAB 13528/BA) - Processo 0015958-62.2010.8.05.0001 - Conversão de Separação Judicial em Divórcio - Família - AUTOR: S. L. de C. M. - RÉU: A. C. V. M. - Designo Audiência de Instrução e Julgamento para o dia 11/06/2013 às 09:30 h. Publique-se. Intime-se. Cumpra-se. ADV: WALNEY DE SANT ANNA ROCHA (OAB 24999/BA) - Processo 0025916-72.2010.8.05.0001 - Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução - AUTOR: Josenilda Pinheiro dos Santos - RÉU: Josafa Nascimento Santos - Designo Audiência de Conciliação, Instrução e Julgamento para o dia 11/06/ 2013 às 10 h. Publique-se. Intime-se. Cumpra-se. ADV: ADRIANA MIRANDA UZEL (OAB 30199/BA), ARISTOTENES DOS SANTOS MOREIRA (OAB 10607/BA), MARIA VITÓRIA BRANDÃO TOURINHO DANTAS (OAB 4866/BA), DAIANA DE ABREU FREIRE (OAB 18989/BA), OLIVAL SERRA SANTANA (OAB 14997/BA) - Processo 0032683-92.2011.8.05.0001 - Interdição - Tutela e Curatela - AUTOR: Florisberto Ferreira de Cerqueira e outros - INTERDO: Modezil Ferreira de Cerqueira - Nenhuma razão assiste ao embargante, porque o próprio embargante reconhece que o art. 433 dispõe que " O perito apresentará o laudo em cartório no prazo fixado pelo juiz pelo menos vinte dias antes da audiência de instrução e julgamento". Já o seu parágrafo único acrescido pela Lei 10.358 de 27.02.01 estabelece que" Os assistentes técnicos oferecerão seus pareceres no prazo comum de dez dias, após intimadas as partes (grifo nosso) da apresentação do laudo. Por fim, o entendimento dominante em derredor da matéria è no sentido de que cabe às partes providenciar os pareceres de seus assistentes técnicos; por isso devem ser intimadas da apresentação do laudo, através de seus advogados, o que fato ocorreu. Portanto, não há previsão legal de intimação de assistente técnicos para apresentação de laudo. Assim, entendo que o despacho irrogado não merece ser aclarado. ADV: MANOELA DE SANTANA LOPES (OAB 32066/BA), MANOELA DE SANTANA LOPES (OAB 32066/BA) - Processo 003561990.2011.8.05.0001 - Execução de Alimentos - Família - AUTOR: Julia Pedreira de Jesus Rocha - Eveline Silva de Jesus - RÉU: Jair Reis Rocha - Designo Audiência de Conciliação, Instrução e Julgamento para o dia 11/06/ 2013 às 10:30h. Publique-se. Intime-se. Cumpra-se. ADV: FLORIMAR DOS SANTOS VIANA (OAB 13902/BA), DARLAN DA SILVA SANTOS (OAB 31187/BA) - Processo 004104923.2011.8.05.0001 - Execução de Alimentos - Liquidação / Cumprimento / Execução - AUTOR: Matheus Santos Cerqueira e outro - RÉU: Roberto Santos Cerqueira - Intime-se a parte autora para se manifestar acerca da certidão anexada aos autos às fls.24v. P. Cumpra-se. ADV: MARIA DE LOURDES DOS SANTOS (OAB 9525/BA) - Processo 0056981-22.2009.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - Exoneração - AUTOR: Ismael Evangelista dos Santos - RÉU: Amanda Evangelista dos Santos - Ante o exposto, obedecidas as formalidades legais e comprovadas as alegações do Autor, JULGO PROCEDENTE o pedido contido na peça inicial, para exonerar ISMAEL EVANGELISTA DOS SANTOS, da obrigação alimentar em relação a AMANDA EVANGELISTA DOS SANTOS,

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 2

determinando que se oficie a Gerência Regional de Administração do Ministério da Fazenda para que cesse em definitivo os descontos referentes ao débito de pensão alimentícia. Expeça-se os ofícios necessários. Custas recolhidas. Publique-se. Intimem-se. Após o trânsito em julgado, proceda-se baixa na distribuição e arquive-se. ADV: JOSE MANOEL BLOISE FALCON (OAB 9999010D/BA) - Processo 0062164-13.2005.8.05.0001 - Outras - AUTORA: Rosa Santos Silva - RÉU: Edson Silva Ferreira - Designo nova Audiência de CONCILIAÇÃO, INSTRUÇÃO E JULGAMENTO para o dia 17/06/2013 às 15:00horas. As partes deverão trazer suas testemunhas independente de intimação pessoal. Cite-se, pessoalmente, o acionado observando o teor da petição anexada aos autos às fls. 46. Publique-se.Intime-se. Cumpra-se. ADV: BENEVAL LÔBO BOA SORTE (OAB 22366/BA) - Processo 0084378-90.2008.8.05.0001 - Alvará Judicial - AUTORA: Almerinda Ramos do Nascimento e outro - Dê-se ciência às partes da informação prestada pelo bacenjud. P. Intime-se. ADV: FLORIMAR DOS SANTOS VIANA (OAB 13902/BA) - Processo 0091450-26.2011.8.05.0001 - Execução de Alimentos Liquidação / Cumprimento / Execução - AUTOR: M. S. C. - G. S. C. - REPRESENTANTE: A. da S. S. - RÉU: R. S. C. - Cite-se o devedor, para pagar o débito em 72 h, provar tê-lo feito ou justificar a impossibilidade de fazê-lo, sob as penas da lei. ADV: MÁRIO HENRIQUE DE ALMEIDA SCALDAFERRI (OAB 24712/BA) - Processo 0098064-47.2011.8.05.0001 - Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68 - Fixação - AUTOR: L. S. S. - REQUERENTE: L. O. da S. - RÉU: J. B. de S. - Designo nova Audiência de CONCILIAÇÃO, INSTRUÇÃO E JULGAMENTO para o dia 18/06/2013 às 10:00h. As partes deverão trazer suas testemunhas independente de intimação pessoal. Cite-se o acionado. Publique-se.Intime-se. Cumpra-se. ADV: LUIZ C. SERRANO NEVES (OAB 4961/BA), ARTUR DA ROCHA REIS NETO (OAB 17786/BA) - Processo 010153457.2009.8.05.0001 - Divorcio litigioso - Família - AUTOR: Eduardo Neto de Aguiar - RÉU: Odenice Rodrigues de Aguiar Vistas ao Ministério Público. ADV: DEFENSORIA PÚBLICA (OAB 99999/BA) - Processo 0117375-34.2005.8.05.0001 - Alvara - AUTOR: Marcelo Xavier do Nascimento e outro - Expeça-se ofícios, como requerido na exordial , à Caixa Econômica Federal e ao Banco Bradesco. Publique-se. Intime-se. Cumpra-se. ADV: RICARDO TEIXEIRA DA SILVA PARANHOS (OAB 18934/BA), ADRIANA MEDEIROS DE AQUINO (OAB 11718/BA) Processo 0319117-66.2012.8.05.0001 - Cumprimento Provisório de Sentença - AUTOR: A. D. S. - RÉU: R. A. S. - P. Intimese. ADV: FLORIMAR DOS SANTOS VIANA (OAB 13902/BA), DARLAN DA SILVA SANTOS (OAB 31187/BA) - Processo 032124207.2012.8.05.0001 - Execução de Alimentos - Alimentos - AUTOR: M. S. C. e outro - RÉU: R. S. C. - Intime-se a parte autora para se manifestar acerca da certidão anexada aos autos às fls.18v. P. Cumpra-se. ADV: HALISSON SILVA DE BRITO (OAB 29460/BA) - Processo 0344224-15.2012.8.05.0001 - Divórcio Consensual - Dissolução - REQUERENTE: C. G. T. S. e outro - Ante o exposto, com fulcro no parágrafo único do art. 158 do CPC HOMOLOGO, por sentença, o pedido de desistência da ação formulado pela parte autora e, em face do quanto disposto no art. 267, VIII, do referido diploma processual civil, DECLARO EXTINTO O PROCESSO SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO, determinando que, com o trânsito em julgado, arquivem-se os autos, com baixa na distribuição e envio imediato para o SECAPI, observadas as formalidades legais. Fica deferido o pedido de Assistência Judiciária Gratuita. Publique-se. Registre-se. Intime-se. ADV: PAULO HENRIQUE DE MELO COELHO (OAB 23471/BA) - Processo 0349034-33.2012.8.05.0001 - Alvará Judicial Lei 6858/80 - Levantamento de Valor - AUTORA: Tereza Maria Fernandes de Melo Coelho - Assim, ante a prova documental produzida defiro o pedido de fls. 42 e determino a expedição do alvará solicitado, pela devida forma e segundo os termos do pedido. Custas de lei calculadas pelo valor a receber. ADV: LEANE MERISE ANDRADE LESSA (OAB 22384/BA) - Processo 0394532-55.2012.8.05.0001 - Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68 - Revisão - REQUERENTE: J. T. dos S. J. - REQUERIDO: C. H. S. S. - Designo a audiência de instrução e julgamento para o dia 19/06/2013, com início às 9 horas, ficando deferida a produção de prova oral e documental. P. Intime-se. Ciente o MP. ADV: ANTÔNIO RAUL BORGES PALMEIRA (OAB 5702/BA) - Processo 0401583-20.2012.8.05.0001 - Interdição - Tutela e Curatela - INTERTE: A. R. C. C. - INTERDA: M. T. O. de M. - Assim, em face do exposto e do mais que dos autos consta, JULGO EXTINTO o presente feito com fulcro no art.267, inciso IX do CPC, determinando que, com o trânsito em julgado, arquivem-se os autos, com baixa na distribuição e envio imediato para o SECAPI, observadas as formalidades legais Publique-se. Registre-se. Intime-se.

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 3

JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. ORFÃOS INTERD. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO ROSA FERREIRA DE CASTRO ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARISTELA DE OLIVEIRA FONSECA CONCEIÇÃO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0128/2013 ADV: CARLA GUEMEN FONSECA MAGALHAES (OAB 9999018D/BA) - Processo 0011353-73.2010.8.05.0001 - Divorcio litigioso - Família - AUTORA: Jucilene da Conceicao Santos - RÉU: Severino Carlos Nascimento Santos - Certifique-se sobre a devolução ou não da Carta Precatória de fls. 20. Após, voltem-me conclusos. ADV: FRANCISCO LANTYER DE ARAÚJO NETO (OAB 15999/BA), NILTON PEREIRA BARBOSA (OAB 9717/BA) - Processo 0025344-68.2000.8.05.0001 - Investigacao de patern./maternidade - AUTOR: A. L. - REPRESENTANTE: S. M. L. - RÉU: L. O. - Intime-se a parte autora para manifestar interesse no prosseguimento do feito, no prazo de 48 horas, sob pena de de extinção e consequente arquivamento dos autos (art. 267, §1º CPC). ADV: KARINE DE SOUZA CEUTA (OAB 33929/BA), MARCUS FABRÍCIO SEVERO ALMEIDA SANTOS (OAB 19564/BA), DOUGLAS LEITE PITANGA (OAB 29291/BA) - Processo 0047097-32.2010.8.05.0001 - Divorcio litigioso - Dissolução - AUTOR: Gilberia Aparecida do Nascimento Barbosa - RÉU: Paulo Henrique Leao Barbosa - Os laudos de avaliação pelos corretores são equivalentes, com um pequena diferença em prol do corretor FRANCISCO JOSÉ TRINCHÃO DE OLIVEIRA, CREC 5046. Assim, defiro o pedido das partes que requereu a entrega das chaves aos Corretores e determino que a Diretora de Secretaria deste juízo entregue as chaves do imóvel ao Corretor FRANCISCO JOSÉ TRINCHÃO DE OLIVEIRA, CREC 5046 para intermediar a venda do apartamento pertencente ao casal, mediante recibo nos autos. P. Intime-se. ADV: ALEXANDRE SALES VIEIRA (OAB 12491/BA) - Processo 0081206-72.2010.8.05.0001 - Alvara judicial - Família - AUTOR: Jose Carlos Teles de Menezes Filho e outros - Aguarde-se a resposta da requisição realizada através do sistema Bacenjud. P. Intime-se. ADV: ASTOLFO SANTOS SIMOES DE CARVALHO (OAB 9999053D/BA) - Processo 0081873-34.2005.8.05.0001 - Investigacao de paternidade c/ alimentos - AUTOR: M. S. S. e outro - RÉU: G. de A. da S. - R.H. Intime-se a parte autora para manifestar-se acerca da certidão de fls. 38 verso, no prazo de lei, sob pena de extinção sem julgamento do mérito. P.I. ADV: GABRIEL CARBALLO MARTINEZ (OAB 23158/BA) - Processo 0095963-08.2009.8.05.0001 - Arrolamento Sumário DIREITO CIVIL - AUTOR: Fabianice da Silva Neves e outros - ARROLADO: Espolio de Jaguaraci Sousa Neves - R.H. Defiro o pedido de fls. 43. P.I.C. ADV: MARCUS VINICIUS LEAL GONÇALVES (OAB 26271/BA), RÉGIA PATRICIA MATOS PEIXOTO (OAB 23820/BA), PATRICIA PINTO SOUZA (OAB 21469/BA), DANIEL LORDELLO SENNA (OAB 16570/BA) - Processo 0108945-88.2008.8.05.0001 Revisao de alimentos - AUTOR: M. A. de S. - RÉU: A. A. H. - Recebo a Apelação em seus regulares efeitos. Vistas ao Apelado e ao Ministério Público. Após, subam os autos à Superior Instância ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) - Processo 0340527-83.2012.8.05.0001 - Divórcio Litigioso - Dissolução - REQUERENTE: R. de S. S. - REQUERIDO: J. C. M. de S. - Intime-se a parte autora para regularizar a questão apontada pelo oficial de justiça, no prazo de lei. ADV: MONICA CRISTINA CAPIRUNGA MONTEIRO (OAB 34682/BA) - Processo 0394040-63.2012.8.05.0001 - Guarda - DIREITO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - AUTOR: MÔNICA SILVA DE OLIVEIRA - RÉU: ANTÔNIO CARLOS CERQUEIRA CAMPOS DE ALMEIDA - Manifeste-se a parte autora, através de sua advogada, sobre a contestação e os documentos que a acompanha. P. I. Prazo de lei. JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. ORFÃOS INTERD. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO ALDENILSON BARBOSA DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARISTELA DE OLIVEIRA FONSECA CONCEIÇÃO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0130/2013 ADV: CARLOS AUGUSTO MARIGHELLA (OAB 15148/BA), ADEILSON AMÂNCIO DOS SANTOS (OAB 8504/BA), MARIA DE LOURDES DOS SANTOS (OAB 9525/BA), JAIR CONCEIÇÃO PITTA (OAB 6196/BA), ILMA PAULA ALMEIDA DA SILVA (OAB 16610/BA), CARLOS AUGUSTO MARIGHELLA (OAB 15148/BA), ALDEISA FONTES MONTEIRO (OAB 12333/BA), ANTONIO BATISTA DOS REIS (OAB 10673/BA), ALTAMIRIO VIRIDIANO GOMES (OAB 6165/BA), KLEBER DE CARVALHO (OAB 10034/BA) - Processo 0022165-68.1996.8.05.0001 - Inventario - INVTE: Joventina de Jesus dos Santos - INVDO: Espolio de Cecilio Fausto dos Santos - Intime-se com observancia ao disposto no art. 196 do CPC. ADV: SORAIA BATISTA ALMEIDA BRAIDE (OAB 11776/BA), ALAN AMORIM DIAS (OAB 16042/BA) - Processo 002778490.2007.8.05.0001 - Oferta de alimentos - AUTOR: R. M. B. F. - REPRESENTANTE: E. B. de M. - RÉU: F. de M. B. e outro - Intimese com observância ao disposto no art.196 do CPC.

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 4

2ª VARA DE FAMÍLIA, SUCESSÕES, ÓRFÃOS, INTERDITOS E AUSENTES
JUÍZO DE DIREITO DA 2ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. ORFÃOS INTERD. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO DARILDA OLIVEIRA MAIER ESCRIVÃ(O) JUDICIAL CELI LIMA CORREIA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0146/2013 ADV: JOSÉ RUBENS BEZERRA DE SOUZA JÚNIOR (OAB 24345/BA) - Processo 0027739-81.2010.8.05.0001 - Alvara judicial - Inventário e Partilha - AUTOR: Karoline Barbara de Almeida Costa e outro - Assim, inexistindo saldo bancário junto ao Bancos Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Banco Itaú, Banco Santander, conforme ofícios de fls. 20/34, JULGO IMPROCEDENTE O PEDIDO INICIAL. Custas pelo autor, cuja exigibilidade permanecerá suspensa, nos termos dos artigos 11 e 12 da Lei nº 1.060/50. P. R. I. ADV: EDUARDO CAMILL BRAUN CARREIRA (OAB 9999107D/BA) - Processo 0033307-78.2010.8.05.0001 - Alimentos Provisionais - Alimentos - AUTOR: Yasmim Alana Leao Rodrigues - REPRESENTANTE D: Veronica Lorenzo Leao - RÉU: Hercules Conceicao Rodrigues - Vistos, etc. Compulsando os autos verifica-se que o pedido de aditamento formulado pela parte autora às fls. 21/22, e reiterado à fl. 52, já foi deferido por este Juízo às fls. 25. É que, no caso em concreto, observa-se que o primeiro demandado (pai da autora) não foi localizado, apesar de incessantes buscas. Assim sendo, objetivando dar uma resposta mais imediata às necessidades da requerente, é de se admitir, efetivamente, como já admitido, a legitimidade passiva dos seus avós paternos, Adailton Pereira Rodrigues e Margarida Maria da Conceição, devidamente qualificados às fls. 22. Em relação aos mesmos, deixo de fixar, ao menos provisoriamente, alimentos provisórios, por entender necessário um maior aclaramento da situação. Designo audiência de conciliação, instrução e julgamento para o próximo dia 17 de julho, às 14:00 horas, até quando a ação poderá ser contestada, caso não seja celebrado acordo. Ressalto que, nos termos dos arts. 7º e 8º da Lei nº 5.478/68, as partes deverão comparecer à audiência, acompanhadas de seus advogados e testemunhas (03 no máximo), importando a ausência da parte autora em extinção e arquivamento do processo, e, a falta do réu, importará na declaração de revelia e na confissão quanto à matéria de fato. Cite-se e intime-se, consignando-se nos mandados as observações acima feitas. Ademais, expeça-se novo ofício à Caixa Econômica Federal para que informe o nome do atual empregador do primeiro acionado, com respectivo endereço profissional. Oficiem-se, ainda, os cartórios eleitorais para que informem o endereço do aludido réu. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA), MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA Processo 0072377-68.2011.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - Investigação de Paternidade - AUTORA: Ranny Ellen de Jesus Nogueira - REPRESENTANTE D: Sidneia de Jesus Nogueira Santos - RÉ: Wynne Conceicao Trindade e outro - Pelo exposto, DEFIRO o pedido de fls. 51/52, para determinar que seja expedido ofício ao M.M. Juiz da 18ª Vara do Trabalho de Salvador solicitando a retenção de 1/3 de totalidade do valor disponível aos sucessores do Sr. JOSIMÁRIO TRINDADE até ulterior decisão deste Juízo. Defiro que o exame DNA seja realizado com a genitora e irmã do falecido como requerido. Intime-se a parte Autora para que compareça em cartório para agendar a data para a coleta do material e também para informar o endereço para a intimação das pessoas que indicou. Intime-se e cumpra-se. ADV: ANDERSON GEORGE DE LIMA CASÉ (OAB 20885/BA) - Processo 0117447-79.2009.8.05.0001 - Interdição - Tutela e Curatela - INTERDITANDO: Antonio Marcos dos Santos - INTERDO: Ademir Sousa dos Santos - Vistos, etc... ANTONIO MARCOS DOS SANTOS, qualificado à fl. 02, requereu INTERDIÇÃO de ADEMIR SOUSA DOS SANTOS, alegando que o interditando sofre de "DEFICIÊNCIA MENTAL GRAVE ", não tendo o necessário discernimento para os atos da vida civil", conforme prova o atestado médico, fl. 11/12/14, e pediu para ser nomeado seu CURADOR. O processo está parado há mais de 1 (um) ano, sem nenhuma manifestação da parte autora, que foi intimada para manifestar interesse no prosseguimento do feito, fl.24, não respondeu, fl. 25. Desde então, não há nos autos qualquer manifestação da parte autora, o que demonstra absoluto desinteresse em continuar com a ação. Com vistas à nobre representante do Ministério Público opinou ".. pela extinção do processo sem resolução do mérito.", fls. 27. Pelo exposto e por tudo mais que dos autos consta, DECLARO EXTINTO O PROCESSO, SEM JULGAMENTO DO MÉRITO, nos termos do Art. 267, inciso II do CPC. Sem custas. P. I. Registrese, arquivando-se cópia em pasta própria. ADV: MARIA DA GRAÇA MALHEIROS SILVA (OAB 20373/BA), CYRANO VIANNA NETO (OAB 24989/BA), CRISTIANO LAZARO FIUZA FIGUEIRÊDO (OAB 24986/BA) - Processo 0123633-21.2009.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - Reconhecimento / Dissolução - AUTORA: Claudineia de Jesus Santos - RÉU: Gildevanio Luis da Silva - Vistos, etc... CLAUDINEIA DE JESUS SANTOS, qualificada à fl. 02, requereu AÇÃO DE RECONHECIMENTO DE SOCIEDADE em face de GILDEVANIO LUIS DA SILVA, também qualificado na inicial. O processo está parado há aproximadamente 2 (dois) anos, sem nenhuma manifestação da parte autora, que deixou de ser intimada para manifestar interesse no feito por não ter sido encontrado o endereço indicado na inicial, conforme certidão fl. 70 v, intimado o Advogado da parte autora, para, informar o endereço da sua constituinte, não se manifestou, conforme certidão de fl. 71/72, o que demonstra absoluto desinteresse em continuar com a ação. Com vistas à nobre representante do Ministério Público opinou ".. pela extinção do processo sem resolução do mérito.", fls. 74. Pelo exposto e por tudo mais que dos autos consta, DECLARO EXTINTO O PROCESSO, SEM JULGAMENTO DO MÉRITO, nos termos do Art. 267, inciso II do CPC. Sem custas. P. I. Registre-se, arquivando-se cópia em pasta própria.

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 5

ADV: ANTONIO PACHECO NETO (OAB 7136/BA), MONICA CHRISTIANNE SOARES (OAB 9999154D/BA) - Processo 014158314.2007.8.05.0001 - Declaratoria - AUTORA: Magnonete da Cunha - RÉU: Alirio do Sacramento e outros - Designo audiência de conciliação, instrução e julgamento para o dia 07/08/2013, às 14:00 horas. Intimações necessárias, inclusive da Nobre Representante do Ministério Público. ADV: JOÃO LUIS TORREÃO FERREIRA (OAB 16404/BA), ABELARDO PEREIRA PALMA NETO (OAB 14830/BA) - Processo 0148078-79.2004.8.05.0001 - Execução de alimentos - REQUERENTE: Teresa Cristina de Carvalho Barretto de Araujo REQUERIDO: Plinio Moscoso Barreto de Araujo Filho - O presente feito não pode prosperar, eis que se cuida de ação personalíssima, sendo intransmissível o direito substancial alegado em juízo, versando a hipótese acerca de uma relação jurídica intuitu familiae. O documento de fl. 156 comprova o óbito da autora, ocorrido há quase oito anos. Isto posto, com fundamento no art. 267, IX do CPC, julgo, por sentença, extinta a presente ação. Sem custas, diante da gratuidade da justiça que ora defiro. P.R.I. Transitada em julgado, arquivem-se os autos, com baixa devida, encaminhando-se ao SECAPI. ADV: SERGIO JOSE COELHO MARQUES JUNIOR (OAB 27839/BA), 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) - Processo 0302466-56.2012.8.05.0001 - Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68 - Alimentos - AUTOR: D. de A. D. S. - RÉU: S. D. S. - Defiro o pedido de fls. 120. Com efeito, conforme se observa do documento de fls. 121, na publicação da sentença proferida por este Juízo, fez-se constar tão somente o nome da Defensoria Pública, não se fazendo alusão ao nome do advogado do requerido, restanto este, destarte, impedido (ou, no mínimo, prejudicado) quanto ao conhecimento do teor do 'decisum', cerceando-lhe (ou limitando-lhe) o direito de interpor recurso. Desta forma, objetivando sanar o vício, proceda-se a republicação da sentença, fazendo-se constar o nome do causídico que atua em defesa dos interesses do acionado (fls. 50), devolvendo-se-lhe, então, o prazo recursal, conforme as regras processuais aplicáveis à espécie. Outrossim, intimem-se as partes da presente decisão. ADV: MARCO QUINTAS GONÇALVES (OAB 16318/BA), DEBORA TATIANA CAVALCANTE FERREIRA SANTANA (OAB 26839/BA) - Processo 0322089-09.2012.8.05.0001 - Execução de Alimentos - Liquidação / Cumprimento / Execução - AUTOR: D. B. dos A. e outros - RÉ: L. A. B. dos A. - Pela MM Juíza foi dito que: Intime-se o Sr. oficial de justiça para que, em 24 (vinte e quatro) horas, providencie a imediata devolução do mandado regularmente certificado. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) - Processo 0335718-50.2012.8.05.0001 - Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68 - Revisão - REQUERENTE: C. V. de S. F. - REQUERIDO: J. C. F. - Vistos, etc... CARLOS VICTOR DE SOUZA FALCÃO, devidamente representado por sua genitora ANA PATRÍCIA DE SOUZA FARIAS qualificado à fl. 02, requereu AÇÃO DE ALIMENTOS contra JOSÉ CARLOS FALCÃO, também qualificado na inicial. O processo está parado, sem nenhuma manifestação da parte autora, que foi intimada para manifestar interesse no prosseguimento do feito, fl. 26 v, não respondeu, fl. 27. Desde então, não há nos autos qualquer manifestação da parte autora, o que demonstra absoluto desinteresse em continuar com a ação. Pelo exposto e por tudo mais que dos autos consta, DECLARO EXTINTO O PROCESSO, SEM JULGAMENTO DO MÉRITO, nos termos do Art. 267, inciso VI do CPC. Sem custas. P. I. Registre-se, arquivando-se cópia em pasta própria. ADV: JOSE LEONI MACHADO BOA SORTE (OAB 14205/BA) - Processo 0403791-74.2012.8.05.0001 - Alvará Judicial - Lei 6858/80 - Levantamento de Valor - AUTOR: Antonio Maria Duarte Oliveira e outro - Pelo exposto e por tudo mais que dos autos consta, DEFIRO o pedido da inicial, para determinar o levantamento pelos Requerentes dos valores pleiteados. Expeçamse os alvarás. Custas na forma da lei. P. I. Registre-se, arquivando-se cópia em pasta própria. ADV: PAULO HUMBERTO DE SIQUEIRA TRINDADE FILHO (OAB 17965/BA) - Processo 0409486-09.2012.8.05.0001 - Interdição - Tutela e Curatela - INTERTE: L. F. C. F. - INTERDO: N. M. C. - Vistos, etc. LUIZ FERNANDO COSTA FIGUEIREDO, qualificado na inicial, requereu AÇÃO DE INTERDIÇÃO em face de sua genitora NELCIDA MELO COSTA, também qualificada às fls. 02, indicando, ao seu sentir, os motivos que lhe asseguram a antecipação da tutela, e juntou os documentos de fls. 06/28. .Com vistas a Dra. Promotora opinou, em fundamentado parecer, pela concessão da medida e a realização da perícia por médico especializado, fls. 33. Efetivamente, o relatório médico de fls. 10 e a diligência realizado pelo Oficial de Justiça certificada à fl. 31Verso, conclui-se que a impossibilidade referida no laudo é em decorrência de sequela da aneurisma cerebral que acometeu a paciente, ao tempo em que indicam a verossimilhança dos fatos contidos na inicial, e não haver perigo de irreversibilidade do provimento antecipatório. Em assim sendo, acolho o parecer favorável da nobre representante do Ministério Público e, porque entendo satisfeitos os requisitos do Art. 273 do CPC, DEFIRO o pedido de TUTELA ANTECIPADA, para DECRETAR provisoriamente a INTERDIÇÃO de NELCIDA MELO COSTA, nomeando-lhe CURADOR na pessoa de seu filho LUIZ FERNANDO COSTA FIGUEIREDO, que deverá ser intimado para assinar o compromisso de praxe em 05 (cinco) dias. Dou a esta decisão força de ofício o que dispensa a realização de qualquer outra diligência, para solicitar à Ilma. Sra. Médica que firmou o relatório de fl. 10 para que, completando, informe: se a patologia torna a paciente incapaz para os atos da vida civil total ou parcialmente; de gerir sua própria pessoa; se tem caráter permanente ou transitório, indicando o CID correspondente. Após, devolva-se com vista à nobre representante do Ministério Público. P. I. Registre-se.

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 6

3ª VARA DE FAMÍLIA, SUCESSÕES, ÓRFÃOS, INTERDITOS E AUSENTES
JUÍZO DE DIREITO DA 3ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. ORFÃOS INTERD. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO FRANCISCA CRISTIANE SIMÕES VERAS CORDEIRO ESCRIVÃ(O) JUDICIAL LUCIANA NASCIMENTO SILVA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0078/2013 ADV: PAULO RITT (OAB 18144/BA), JONATHAS FORTUNA GOMES (OAB 28051/BA), JANDIRA HENRIQUE SACRAMENTO SANTANA (OAB 12209/BA) - Processo 0000901-29.1995.8.05.0001 - Inventario - INVTE: Angelo Andrez Alonso Baqueiro INVDA: Espolio de Celia Fernandez de Alonso - Vistos, etc. 1 - Até ulterior deliberação deste Juízo, face aos fatos trazidos ao conhecimento deste, fica vedada qualquer alienação de bens, nos moldes do quanto já decidido anteriormente e que aqui ora fica reiterado; 2 - Havendo conduta recriminável do inventariante, que se providencie intentar a medida própria e prevista em lei, através do incidente de remoção de inventariante. P. I. Cumpra-se. ADV: VERA LÚCIA EVARISTO DE SOUZA (OAB 11042/BA), JOÃO CARLOS MACEDO MONTEIRO (OAB 14277/BA) - Processo 0003674-85.2011.8.05.0001 - Arrolamento Sumário - Família - ARROLANTE: Maria José da Paixão - Miriam Consuelo Paixao de Araujo - Margarida Mari da Paixao - ARROLADO: Espolio de Iolanda Belau dos Santos - R.H. DEFIRO O PEDIDO INFRA. ADV: JULIANA SANTOS SOUSA (OAB 34550/BA) - Processo 0008948-41.1985.8.05.0001 - Alimentos - AUTOR: Marinalva Conceicao Cales - RÉU: Jose Benedito Marinho - R.H. DEFIRO O PEDIDO DE DESARQUIVAMENTO. ADV: SORAIA BATISTA ALMEIDA BRAIDE (OAB 11776/BA), FLÁVIO JOSÉ DOS SANTOS (OAB 10336/BA) - Processo 002847745.2005.8.05.0001 - Alimentos - REPRESENTANTE: S. F. A. R. - AUTOR: L. A. R. - O. M. R. N. - RÉU: O. M. R. J. - Vistos, etc. 1 - Intime-se a requerente, através de seu Advogado, para se manifestar sobre a petição de fls. 108/109 e documentos que a acompanham de fls. 111/136 no prazo de 10 dias; 2 - Após, dê-se vista ao MP; 3 - Em seguida, conclusos para apreciação. P. I. Cumpra-se. ADV: AAB BENAIA SAMI NUNES VERISSIMO DE OLIVEIRA (OAB 33529/BA), REINAN DE SOUSA BARRETO (OAB 16406/BA), THELMA DE ARAÚJO MENDES (OAB 22078/BA), CLECIA SOUZA MOURA (OAB 9999038D/BA) - Processo 003412569.2006.8.05.0001 - Alimentos - AUTOR: A. C. R. L. - REPRESENTANTE: M. dos S. R. - RÉU: J. C. L. - Vistos, etc. 1 - Em homenagem ao princípio do contraditório, dê-se vista ao requerido, através de seu Advogado, da petição de fls. 95/96 e documentos que a acompanham de fls. 98/118; 2 - Observe o Cartório o quanto requerido no último parágrafo da referida petição. P. I. Cumpra-se. ADV: GILSON AUGUSTO DA SILVA (OAB 29340/BA), ANDRÉ GONÇALVES FERNANDES (OAB 25204/BA), ADELMO LUCIANO ITAPARICA (OAB 27148/BA), LÍDIA BARROS DOS REIS SANTOS (OAB 28233/BA) - Processo 0048079-80.2009.8.05.0001 Inventario - Família - AUTOR: Luine Coelho Barbosa - Determino que o cartório proceda o desentranhamento da petição de SEQUESTRO (fls. 114/130) a fim de que seja distribuída por dependencia para este Juízo. Que seja certificado nos autos se os Cartórios do Registro de Imóveis do 1º, 2º e 3º Ofícios desta Comarca já responderam. Em caso positivo junte as respostas em caso negativo sejam os mesmo reiterados. Proceda a pesquisa ao BACENJUD. Determino que sejam expedidos ofícios aos cartórios das comarcas de São Felipe, Ilhéus e Unaí, conforme requerido pela Inventariante. Expeçase ofício a Receita Federal para que seja enviada as declarações de imposto de renda do " de cujus" dos anos de 2005 a 2008. Que seja trazido aos autos os carnês de IPTU/2013 e ITR/2013 dos imóveis. Expeça-se ofício à Secretaria do Estado para que informe a quantidade de vacinas que o falecido teria adquirido nos anos de 2005 a 2008, assim como se constam em seus registros dados acerca da quantidade de gado bovino em nome do inventariado, conforme requerido pela inventariante. Defiro a expedição de ofícios aos cartórios notariais de Salvador e das Comarca de Ilhéus, São Felipe e Unaí para que este sinformem acerca da existência de anotações constantes de seus arquivos relativos a todos os herdeiros e cônjuge sobreviventes. Devem constar nos referidos ofícios os números dos CPFs de todos os herdeiros e da viúva. Determino que a herdeira ANA TEREZA BARBOSA CARTOCCI seja citada no endereço: Avenida Garibaldi, nº 04, Cond. Bosque das Mangueiras, Ondina. Determino que o cartório certifique o motivo da numeração irregular da fl. 12 passa para a fl. 41. Foi observado também que entre a fl. 07 e fl. 08 consta certidão de nascimento da Inventariante cuja folha não foi numerada; entre às fls. 76 e 77 constam duas folhas que não foram numeradas. Salvador (BA), 02 de maio de 2013. Cenina Maria Cabral Saraiva Juíza de Direito ADV: IRACEMA MARIA DA COSTA SANTOS (OAB 6126/BA) - Processo 0068268-60.2001.8.05.0001 - Arrolamento - AUTORA: Maria Rachel Pinheiro Marocci - HERDEIRO: Silvana Pinheiro Marocci de Alcantara - Marco Antonio Pinheiro Marocci - Rosana Pinheiro Marocci - ARROLADO: Espolio de Alberto Marocci - R.H. DEFIRO O PEDIDO INFRA. ADV: MANFREDO LESSA PINTO (OAB 10550/BA), DANIELA MARIA MARQUES AZEVEDO (OAB 9999160D/BA) - Processo 0082989-02.2010.8.05.0001 - Execução de Alimentos - Família - AUTOR: Fernandha Contreiras Cavalcante - RÉU: Ronaldo Pereira Cavalcante - R.H. DEFIRO O PEDIDO INFRA.

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 7

ADV: RAYMUNDO GOMES BARBOSA LIMA (OAB 9839/BA) - Processo 0083800-25.2011.8.05.0001 - Cumprimento de sentença - DIREITO PROCESSUAL CIVIL E DO TRABALHO - AUTORA: Mariza Lima Ribeiro - RÉU: Erlei Lisboa Araujo - Vistos, etc. Ratifico e reitero o quanto determinado no despacho de fls. 43 dos autos, principalmente porque a providência ali explicitada já foi tomada pela requerente, conforme se observa às fls. 56/58. P. I. Cumpra-se. ADV: MARCUS VINICIUS CRUZ MELLO DA SILVA (OAB 16019/BA), LUCIANO DE OLIVEIRA E SILVA (OAB 238676/SP) - Processo 0096066-78.2010.8.05.0001 - Execução de Alimentos - Liquidação / Cumprimento / Execução - AUTORA: Ticiane Sampaio Marques - RÉU: Humberto Ribeiro Marques - Vistos, etc. Cumpra-se o parecer retro do MP. P. I. ADV: LUIZ FLÁVIO FALCÃO SILVA (OAB 18928/BA), CRISTIANE MESQUITA BRASIL (OAB 19681/BA) - Processo 013362892.2008.8.05.0001 - Outras - AUTOR: Edinailson de Jesus - Edenildes Pereira da Silva - RÉ: Ednilson Santos Conceicao Wellington Santos Conceicao - Tatiana Santos Conceicao - Ana Paula Santos Conceicao - Vistos, etc. Defiro o pedido de fls. 166/167. Intimem-se os requeridos na forma ali requerida. P. I. Cumpra-se. ADV: REINAN BARRETO (OAB 16406/BA), LORENA CRISTINA CARMO DOS SANTOS (OAB 22122/BA), SIMÃO DIAS RIBEIRO (OAB 8260/BA) - Processo 0193987-42.2007.8.05.0001 - Dissolucao de uniao estavel - AUTOR: Everaldo da Conceicao Azevedo - RÉ: Suely Oliveira Araujo - Vistos, etc. À Superior Instância. P. I. Cumpra-se. ADV: GERALDO LUIZ VASCONCELOS NUNES (OAB 9999/BA), GABRIEL CARBALLO MARTINEZ (OAB 23158/BA) - Processo 0302259-23.2013.8.05.0001 - Divórcio Litigioso - Dissolução - REQUERENTE: M. D. S. - REQUERIDA: R. L. S. - Vistos, etc. Intime-se o divorciando, através de seu Advogado, para apresentar réplica à contestação, no prazo legal. Após, abra-se vista ao Ministério Público e, em seguida, voltem-me os autos conclusos para apreciação. P. I. Cumpra-se. ADV: LIS DAYANNE TEIXEIRA DONATO (OAB 37766/BA), RAFAEL BOMFIM COSTA (OAB 37187/BA), FREDERICO MOREIRA NEVES (OAB 15643/BA) - Processo 0303637-14.2013.8.05.0001 - Divórcio Litigioso - Dissolução - REQUERENTE: S. R. S. R. - REQUERIDA: I. A. C. S. R. - Vistos, etc. Cumpra-se o parecer retro do MP. P. I. ADV: GERALDO LUIZ VASCONCELOS NUNES (OAB 9999/BA), 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/ BA) - Processo 0306451-67.2011.8.05.0001 - Divórcio Litigioso - Dissolução - REQUERENTE: J. C. B. - REQUERIDA: M. da C. B. B. - R.H. DEFIRO O PEDIDO INFRA. ADV: YI-SAN OYAMA VELAME FONSÊCA (OAB 24145/BA), GUILHERME GOTTSCHALL DA SILVA NETO (OAB 22406/BA), ÉRIKA DE ALMEIDA OPPERMANN (OAB 23854/BA) - Processo 0346149-46.2012.8.05.0001 - Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68 Revisão - AUTORA: K. B. L. A. - REQUERIDO: E. A. A. - Vistos, etc. Cumpra-se o parecer retro do MP. P. I. ADV: GILDETE SANTOS (OAB 4194/BA) - Processo 0352461-38.2012.8.05.0001 - Arrolamento Comum - Sucessões - AUTOR: Sebastiao Medeiros da Rocha - ARROLADA: Espolio de Ester Miranda Queiroz da Rocha - Vistos, etc. 1 - Razão assiste ao requerente, pelo que ratifico nesta oportunidade o despacho inicial de fls. 18, para nomear como Arrolante SEBASTIÃO MEDEIROS DA ROCHA; 2 - Abra-se vista à Fazenda Estadual; 3 - Após, conclusos. P. I. Cumpra-se. ADV: RODRIGO PINTO FREITAS (OAB 27249/BA) - Processo 0364340-42.2012.8.05.0001 - Divórcio Litigioso - Dissolução REQUERENTE: E. F. de O. - REQUERIDA: R. S. C. de O. - Vistos, etc. Cumpra-se o parecer retro do MP. P. I. ADV: JOANA ANGÉLICA DE FATIMA CARVALHO (OAB 9408/BA) - Processo 0365145-92.2012.8.05.0001 - Inventário - Inventário e Partilha - INVTE: Lizete Santana Araujo - Zenaide Araujo Lemos - INVDO: Espolio de Bernardino Vicente de Araujo Vistos, etc. Intime-se a requerente, através de sua Advogada, para tomar ciência do teor do ofício de fls. 51 e providenciar o quanto ali solicitado no prazo de 10 dias. P. I. Cumpra-se. ADV: ANA CLAÚDIA MARTINS DA COSTA (OAB 13283/BA) - Processo 0381163-91.2012.8.05.0001 - Procedimento Ordinário Guarda - AUTOR: Valdete Pereira Sauvage - RÉU: Veronica Sauvage Paixão - Carlos Henrique Lessa Paixão - Vistos, etc. 1 Intime-se a requerente, através de seu patrono, para cumprir o quanto solicitado pelo Ministério Público em seu parecer de fls. 34; 2 - Após, dê-se nova vista ao referido órgão; 3 - Em seguida, à conclusão. P. I. Cumpra-se. ADV: BRUNO PINHEIRO REGIS ANDRADE (OAB 28074/BA) - Processo 0384852-46.2012.8.05.0001 - Alvará Judicial - Lei 6858/80 - Levantamento de Valor - AUTOR: Michelle Veira Nogueira - David Veira Ramalho - Vistos, etc. Intimem-se os requerentes, através de seu Advogado, para se manifestarem sobre as respostas dos ofícios de fls. 21/42 no prazo de 10 dias, sob pena de extinção do feito. P. I. Cumpra-se. ADV: EDSON PERGENTINO (OAB 3774/BA) - Processo 0403788-22.2012.8.05.0001 - Alvará Judicial - Lei 6858/80 - Levantamento de Valor - AUTOR: Antonio Carlos Ferreira de Araujo - Vistos, etc. Intime-se o requerente, através de seu Advogado, para tomar ciência do teor do ofício de fls. 45 no prazo de 10 dias, sob pena de extinção do feito. P. I. Cumpra-se. ADV: ANTONIO PACHECO NETO (OAB 7136/BA), GERALDO LUIZ VASCONCELOS NUNES (OAB 9999/BA) - Processo 040973120.2012.8.05.0001 - Tutela e Curatela - Remoção e Dispensa - Tutela e Curatela - REQUERENTE: Tania Maria de Souza Rego - REQUERIDO: Daniel Luis De Souza Rego - Vistos, etc. Intime-se a requerente, através de seu Advogado, para

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 8

apresentar réplica à contestação, no prazo legal. Após, abra-se vista ao Ministério Público e, em seguida, voltem-me os autos conclusos para apreciação. P. I. Cumpra-se. ADV: TATIANA SILVA PEREIRA (OAB 37213/BA), SIZILANE ANTONIA SACRAMENTO SANTANA (OAB 35243/BA) - Processo 0411115-18.2012.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - Reconhecimento / Dissolução - AUTOR: Wellington Santos Pereira RÉ: Tatiana Silva Pereira - ADVOGADA: Tatiana Silva Pereira - Vistos, etc. Intime-se o requerente, através de sua Advogada, para apresentar réplica à contestação, no prazo legal. Após, abra-se vista ao Ministério Público e, em seguida, voltem-me os autos conclusos para apreciação. P. I. Cumpra-se. JUÍZO DE DIREITO DA 3ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. ORFÃOS INTERD. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO FRANCISCA CRISTIANE SIMÕES VERAS CORDEIRO ESCRIVÃ(O) JUDICIAL LUCIANA NASCIMENTO SILVA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0079/2013 ADV: JOSENILDA ALVES FERREIRA (OAB 9999074D/BA) - Processo 0002820-91.2011.8.05.0001 - Inventario - Família AUTOR: Ana Angelica de Oliveira Alves - Geisiane de Oliveira Alves - Geane de Oliveira Alves - Jean de Oliveira Alves - INVDO: Espolio de Gerson Alves - Vistos etc... JULGO por sentença PROCEDENTE e apto à produção de todos os seus legaise jurídicos efeitos a ADJUDICAÇÃO em favor de ANA ANGÉLICA DE OLIVEIRA ALVES dos bens deixados por GERSON ALVES em decorrência do seu falecimento, na forma do art. 1.026 do CPC, ficando ressalvados os direitos de terceiros interessados, se houverem. Ressalto que inexistiram quaisquer impugnações quer do MINISTÉRIO PÚBLICO, quer da FAZENDA PÚBLICA. O imposto "causa mortis" foi devidamente recolhido, conforme atesta o comprovante de pagamento(DAE) de fls. 66. Fica deferido o pedido de Assistência Judiciária Gratuita. Após as providências de estilo e as anotações necessárias, lavre-se o auto de adjudicação e proceda-se a expedição da respectiva carta. P.R.I. ADV: UBALDINO ALVES DA BOA MORTE (OAB 16439/BA) - Processo 0019796-81.2008.8.05.0001 - Exoneracao de pensao alimenticia - AUTOR: J. C. A. A. - RÉU: E. B. D. A. - Vistos etc... JOSÉ CARLOS ANDRADE ALMEIDA, devidamente qualificado, através de Advogado legalmente constituído, propôs a presente Ação de Exoneração de Alimentos contra ELIELTON BARTOLOMEU DIAS ALMEIDA, face aos fatos e fundamentos expostos na inicial de fls. 02/04, alegando ter o mesmo completado a maioridade e estar atualmente exercendo atividade remunerada com vínculo empregatício. Devidamente citado, o requerido não apresentou contestação, conforme se observa da certidão emitida às fls. 16. O Ministério Público não interveio no feito, face às razões exposta no parecer de fls. 20. É o relatório. Consoante comprovado nos autos, vale a lição de YUSSEF CAHALI: "Cessado o pátrio poder, pela emancipação ou pela maioridade, cessa consequentemente o dever alimentício..." Haveremos, pois, de convir que, em ocorrendo qualquer das duas hipóteses, este direito extinguir-se-á "ipso facto", independendo sequer de determinação judicial. Diversamente, inobstante isto, poderão os interessados residir em Juízo e obter guarida sob a justificativa e respaldo no vigente Código Civil Brasileiro, isto posto em decorrência do vínculo de parentesco, cabendo ainda ressaltar que somente poderá, beneficiar-se exclusivamente, aquele que não puder prover pelo seu trabalho a própria manutenção, excluindo-se, pois, v.g. o parente eventualmente desempregado ou aquele que não trabalhe. (TJ-SP - AC. Unânime da 2ª Cam. Cível de 30/08/88 - Ap. 101219-1, figurando como relator o Des. Walter Moraes, no processo 42.569). A explicação, pois, é de meridiana clareza e de lógica irrefutável, eis que, cessando a causa não podem subsistir os efeitos. No caso "sub judice", constata-se que o requerido efetivamente completou a maioridade, conforme atesta a sua certidão de nascimento, acostada aos autos às fls. 08. Convém salientar que, apesar de ter sido citado validamente, o requerido deixou transcorrer "in albis" o prazo para apresentação de contestação, ficando, configurada, portanto, a hipótese da revelia. Assim, face ao quanto acima exposto, JULGO PROCEDENTE o pedido, com base nos arts. 319 e 330, II ambos do CPC, determinando de plano que seja oficiado com máxima brevidade o empregador do requerente, para que proceda ao cancelamento dos descontos que vinham sendo feitos a título de pensão alimentícia em favor do requerido, já a partir do mês e ano em curso. Fica deferido o pedido de concessão dos benefícios da Assistência Judiciária Gratuita. Honorários advocatícios na forma e se pactuados. P.R.I. ADV: JULIANA ALVES DE LIMA (OAB 19437/BA), ANA CAROLINA BARBOSA DE PAULA (OAB 24831/BA), MAURICIO TRINDADE MIRANDA (OAB 13776/BA) - Processo 0040823-52.2010.8.05.0001 - Divorcio litigioso - DIREITO CIVIL - AUTORA: Dinora dos Santos Conceicao - RÉU: Jurandir da Silva Conceicao - Pela MM Juíza foi prolatada a sentença nos seguintes termos: Vistos, etc.. Trata-se de ação de divórcio ajuizada por Dinora dos Santos Conceição, já qualificada na inicial, em desfavor de Jurandir da Silva Conceição alegando em síntese que convolaram núpcias em 06/12/1980 pelo regime de comunhão parcial de bens. Alega ainda que da união sobreveio uma filha de nome Judinéia dos Santos Conceição nascida em 16/06/1987. Por fim que se encontra separada por mais de 15 anos e que amealharam os bens escritos as fls.03 item 01 e 02. Citado regulamente as fls.29 v. O requerido quedou-se inerte, conforme certidão de fls.41 sendo-lhe decretada revelia nesta assentada. Instada a manifestar a representante do M.P opinou pela decretação do divórcio. Este é o relatório. Decido. Com o advento da Emenda Constitucional que modificou o § 6º do art. 226 da Constituição Federal, a decretação do divórcio passou a ser um direito subjetivo de quem o pleitea, es que não ha mais limitação de decurso de lapso temporal, discussão sobre a existência de culpa e por fim o deslinde dos demais pedidos cumulados com a ação do divórcio (alimentos, guarda, partilha de bens) para a sua decretação. A lei tão somente exige para a decretação do divórcio que a parte esteja casada legalmente.. No caso em comento, não vislumbro prejuízo quanto a decretação do divórcio, eis que conquanto a discussão acerca da partilha de bens e alimentos, não há filhos menores que deverão serem discutidos em ação propria afim de evitar

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 9

tumulto processual. Ante o exposto, julgo por sentença, PARCIALMENTE PROCEDENTE, com base na Emenda Constitucional 066/2010 que modificou o § 6º do art. 226 da nossa vigente Carta Magna, para decretar o divórcio de Dinora dos Santos Conceição e Jurandir da Silva Conceição. A divorcianda voltará a usar o nome de solteira qual seja Dinora dos Santos. Sentença publicada em audiência, ficando desde já intimados os presentes. A parte autora declina do prazo recursal. Intimações devidas. SEM CUSTAS. Extram-se cópias da presente assentada que servirá de ofício e mandado de averbação para encaminhamento ao cartório de registro civil de pessoas naturais da comarca de salvador, Subdistrito de Vitória, livro nº11 fls. 10 v. Termo 3999, cujo o casamento foi celebrado 06/12/1980. DEVERÁ A PRESENTE SENTENÇA VALER COMO MANDADO DE AVERBAÇÃO. Extram-se as cópias necessárias, para o cumprimento da averbação A serem enviados ao Subdistrito de Adotem-se as providências de estilo, encaminhando-se cópia desta sentença que deverá ser levada por um dos requerentes, com cópia de sua certidão de casamento para a devida averbação. PUBLIQUE-SE NO DPJ para conhecimento geral. Após o decurso do prazo, cumpridas as formalidades legais, ao arquivo, com imediato encaminhamento ao SECAPI. Determinado o encerramento. Assinaturas a seguir. E como nada mais foi dito, dou por encerrado o presente termo. Eu, Luciana Nascimento Silva, Diretora de Secretaria. Eu , Ramile Santos Gonçalves, estagiária de Direito, digitei e subscrevo. ADV: LARISSA FERREIRA SIMÕES DE OLIVEIRA (OAB 21513/BA) - Processo 0040898-38.2003.8.05.0001 - Inventario AUTORA: Katia Maria Brandao Kuhim Escariz - INVDO: Espolio de Fernando Pereira Carrera Escariz - Vistos, etc. Julgo por sentença, para produção de todos os seus legaise jurídicos efeitos, o CÁLCULO de fls. 126 para recolhimento do imposto de transmissão "CAUSA MORTIS" dos bens deixados por FERNANDO PEREIRA CARRERA ESCARIZ em decorrência do seu falecimento, ficando ressalvados os direitos de terceiros interessados, se houverem. Decorrido o prazo, expeça-se guia para recolhimento do imposto e das taxas judiciais devidas. P.R.I. ADV: VICTOR DOS ANJOS CORDEIRO (OAB 28438/BA), FERNANDO W. GOES DE SOUZA (OAB 4156/BA), PEDRO HENRIQUE BATISTA SANTOS FONTES SILVA (OAB 25338/BA), JOSÉ FERREIRA DE BARROS (OAB 999/BA) - Processo 007672282.2008.8.05.0001 - Inventario - INVTE: Rosana Santana da Penha - INVDO: Espolio de Alberto Santana de Alcantara - Vistos, etc. Julgo por sentença, para produção de todos os seus legaise jurídicos efeitos, o CÁLCULO de fls. 92 para recolhimento do imposto de transmissão "CAUSA MORTIS" dos bens deixados por ALBERTO SANTANA DE ALCANTARA em decorrência do seu falecimento, ficando ressalvados os direitos de terceiros interessados, se houverem. Decorrido o prazo, expeça-se guia para recolhimento do imposto, e das taxas judiciais devidas. P.R.I. ADV: CLEOVALDO GONÇALVES BATISTA (OAB 29245/BA), GERALDO LUIZ VASCONCELOS NUNES (OAB 9999/BA) - Processo 0081093-21.2010.8.05.0001 - Divorcio litigioso - Família - AUTOR: Lucia Sudre Almeida - RÉU: Washington Marques de Almeida - Vistos etc. LÚCIA SUDRÉ ALMEIDA, devidamente qualificada, ingressou em Juízo, através de Advogado legalmente constituído, com a presente Ação de Divórcio Litigioso contra WASHINGTON MARQUES DE ALMEIDA, face aos fatos e fundamentos explicitados na inicial de fls. 02/06, que veio devidamente instruída com os documentos de fls. 09/12. Devidamente citado, através de edital, conforme se observa às fls. 18, o divorciando não apresentou contestação no prazo legal, sendo os autos encaminhados à Curadoria Especial, por força do disposto no art. 9º, II do CPC. Foi apresentada pelo Curador Especial contestação às fls. 30/32. Em seguida, houve apresentação de réplica por parte da divorcianda às fls. 35/ 37. O Ministério Público interveio regularmente no feito, emitindo parecer final às fls. 39. É o relatório. Passo a decidir. A Emenda Constitucional nº 66/2010 dispensa a exigência do lapso temporal de 2 anos de separação de fato do casal e a especificação da culpa da separação de fato, bastando tão somente a vontade dos divorciando ou de apenas um deles para dissolver o vínculo matrimonial. Pelo que, Julgo PROCEDENTE o pedido, e porquanto à produção de todos os jurídicos efeitos, DECRETANDO o Divórcio do casal postulante, ao tempo em que declaro extinto o vinculo matrimonial até então existente; considerando o aludido avenço, e por constatar que o pedido, pois, encontra efetivo respaldo nos dispositivos legais pertinentes e que regem a matéria, o faço nesta oportunidade, ficando deferido também o pedido da divorcianda de voltar a usar o seu nome de solteira. Fica deferido o pedido de Assistência Judiciária Gratuita. P. R. I. ADV: PEDRO CÉSAR IVO TRINDADE MELLO (OAB 29505/BA), JOSÉ CARLOS GARCIA LANDEIRO (OAB 15110/BA), IGOR BRANDÃO BARBALHO COSTA (OAB 21730/BA) - Processo 0099306-17.2006.8.05.0001 - Inventario - AUTOR: Dilma Spinola de Aguiar - HERDEIRO: Dilza Maria Spinola de Freitas - Dalva Maria Spinola Hissain - Darcy Maria Spinola - Dilton Raimundo Spinola - Dirce Maria Spinola Soares - Luan Spinola dos Santos e outro - INVDO: Espolio de Theobaldina Spinola - Vistos etc... HOMOLOGO por sentença e apto à produção de todos os seus legaise jurídicos efeitos, o esboço de PARTILHA AMIGÁVEL de fls. 61 dos bens deixados por THEOBALDINA SPINOLA em decorrência do seu falecimento, na forma do art. 1.026 do CPC, ficando ressalvados os direitos de terceiros interessados, se houverem. Ressalto que inexistiram quaisquer impugnações quer do MINISTÉRIO PÚBLICO, quer da FAZENDA PÚBLICA. O imposto "causa mortis" foi devidamente recolhido, conforme atesta o comprovante de pagamento(DAE) de fls. 62/63 Custas na forma da lei e proporcional aos respectivos quinhões (art.25 C.P.C.). Honorários advocatícios, como e se contratados. Após as providências de estilo e as anotações necessárias, proceda-se a expedição do formal de partilha. P.R.I. ADV: DANIELA MARIA MARQUES AZEVEDO (OAB 9999160D/BA) - Processo 0110979-02.2009.8.05.0001 - Inventario - DIREITO CIVIL - AUTORA: Taiana Regis Batista - RÉU: Espolio de Gilson Santos Batista - Vistos etc... JULGO por sentença PROCEDENTE e apto à produção de todos os seus legaise jurídicos efeitos a ADJUDICAÇÃO em favor de TAIANA RÉGIS BATISTA dos bens deixados por GILSON SANTOS BATISTA em decorrência do seu falecimento, na forma do art. 1.026 do CPC, ficando ressalvados os direitos de terceiros interessados, se houverem. Ressalto que inexistiram quaisquer impugnações quer do MINISTÉRIO PÚBLICO, quer da FAZENDA PÚBLICA. O imposto "causa mortis" foi devidamente reco-

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 10

lhido, conforme atesta o comprovante de pagamento(DAE) de fls. 56. Fica deferido o pedido de Assistência Judiciária Gratuita. Após as providências de estilo e as anotações necessárias, lavre-se o auto de adjudicação e proceda-se a expedição da respectiva carta. P.R.I. ADV: GISLANE NASCIMENTO (OAB 6899/BA) - Processo 0136291-48.2007.8.05.0001 - Inventario - AUTOR: Elmar Castelo Branco Simoes Guimaraes - INVDO: Espolio de Marieta Cerqueira de Oliveira - Vistos etc... HOMOLOGO por sentença e apto à produção de todos os seus legaise jurídicos efeitos, o esboço de PARTILHA AMIGÁVEL de fls. 47 dos bens deixados por MARIETE CERQUEIRA DE OLIVEIRA em decorrência do seu falecimento, na forma do art. 1.026 do CPC, ficando ressalvados os direitos de terceiros interessados, se houverem. Ressalto que inexistiram quaisquer impugnações quer do MINISTÉRIO PÚBLICO, quer da FAZENDA PÚBLICA. Não houve imposto a ser recolhido, em razão dos respectivos quinhões dos herdeiros encontrarem-se na faixa de isenção, conforme parecer da Fazenda Pública Estadual de fls. 43. Custas na forma da lei e proporcional aos respectivos quinhões (art.25 C.P.C.). Honorários advocatícios, como e se contratados. Após as providências de estilo e as anotações necessárias, proceda-se a expedição do formal de partilha. P.R.I. ADV: GENIRA MORAES RODRIGUES (OAB 13352/BA) - Processo 0165275-42.2007.8.05.0001 - Divorcio litigioso (direto) AUTORA: R. M. S. de O. - RÉU: E. F. de O. - Vistos etc. RAIMUNDA MARIA SOUZA DE OLIVEIRA, devidamente qualificado, ingressou em Juízo, através de Advogado legalmente constituído, com a presente Ação de Divórcio Litigioso contra EDNALDO FERREIRA DE OLIVEIRA, face aos fatos e fundamentos explicitados na inicial de fls. 02/04, que veio devidamente instruída com os documentos de fls. 06/17. Devidamente citado, através de edital, conforme se observa às fls. 25, o divorciando não apresentou contestação no prazo legal, sendo os autos encaminhados à Curadoria Especial, por força do disposto no art. 9º, II do CPC. Foi apresentada pelo Curador Especial contestação às fls. 32/35. O Ministério Público interveio regularmente no feito, emitindo parecer final às fls. 79. É o relatório. Passo a decidir. A Emenda Constitucional nº 66/2010 dispensa a exigência do lapso temporal de 2 anos de separação de fato do casal e a especificação da culpa da separação de fato, bastando tão somente a vontade dos divorciando ou de apenas um deles para dissolver o vínculo matrimonial. Pelo que, Julgo PROCEDENTE o pedido, e porquanto à produção de todos os jurídicos efeitos, DECRETANDO o Divórcio do casal postulante, ao tempo em que declaro extinto o vinculo matrimonial até então existente; considerando o aludido avenço, e por constatar que o pedido, pois, encontra efetivo respaldo nos dispositivos legais pertinentes e que regem a matéria, o faço nesta oportunidade, ficando deferido o pedido da divorcianda de voltar a usar o seu nome de solteira. Fica deferido o pedido de Assistência Judiciária Gratuita. P. R. I. ADV: DANIELA PEREGRINO BARRETO (OAB 22569/BA) - Processo 0305938-65.2012.8.05.0001 - Alvará Judicial - Lei 6858/ 80 - Levantamento de Valor - REQUERENTE: Humbercy Martins Barbosa de Souza - Vistos etc... HUMBERCY MARTINS BARBOSA DE SOUZA pleitea alvará para levantamento da importância referenciada na prefacial de fls. 02/04, em virtude do falecimento de seu esposo DEOCLÉCIO BARBOSA DE SOUZA. Foi expedido ofício à instituição financeira para informar os valores existentes em nome do "de cujus", tendo ambos sido devidamente respondido, conforme se observa às fls. 33 dos autos. O Ministério Público não funcionou no presente feito, sob a alegação de que no caso "sub judice" não se fazia necessária a sua intervenção. A Fazenda Pública Estadual também não interveio em razão do valor a ser levantado encontrar-se na faixa de isenção, não havendo, portanto, imposto a ser recolhido. Cumpridas as formalidades legais, verificada a inexistência de outros herdeiros, o direito da requerente e a comprovação da verba, JULGO, por sentença, PROCEDENTE o pedido, autorizando a mesma a levantar a importância pleiteada. Fica deferido o pedido de concessão da Assistência Judiciária Gratuita. Após cumpridas as formalidades legais, expeça-se o competente alvará. P.R.I. ADV: LUCINEIDE MENDES DE OLIVEIRA (OAB 33356/BA) - Processo 0308624-64.2011.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - Casamento - AUTORA: Sheila Carine Regis de Jesus - Uoshington Luiz Batista Fonseca - Vistos, etc. SHEILA CARINE REGIS DE JESUS e UOSHINGTON LUIZ BATISTA FONSECA propuseram a presente Ação, requerendo que efetuada a conversão da União Estável entre ambos em casamento, face aos fatos e fundamentos expostos na inicial de fls. 02/04, que veio devidamente instruída com a documentação de fls. 05/08. Inicialmente foi o presente feito distribuído para a 11ª Vara de Família desta Capital, que declinou da sua competência, face aos motivos expostos na decisão de fls. 10, determinando que fossem os autos remetidos ao Setor de Distribuição, a fim de ser efetuada a redistribuição para a Vara de Registros Públicos. Sendo efetuada a redistribuição para a Vara de Registros Públicos, de igual forma, declinou aquele MM Juízo da competência, face às razões expostas na decisão de fls. 13, determinando a remessa dos autos ao Setor de Distribuição, com o intuito de ser redistribuído o feito para uma das Varas de Família desta Capital. Acontece que, como a presente ação fora inicialmente distribuída para a 11ª Vara de Família desta Capital, conforme acima mencionado, deveria o Setor de Distribuição tê-la encaminhado para aquele Juízo, e não ter procedido uma nova distribuição, como efetivamente foi feito, tendo sido distribuído para este MM Juízo. Assim, diante de todo o acima exposto, declino da competência, determinando que sejam os presentes autos remetidos para a 11ª Vara de Família desta Capital, devendo ser procedida a devida baixa na distribuição. P.R.I. ADV: EDUARDO ANTONIO ANDRADE AMORIM (OAB 28000/BA), MARCUS VINICIUS FERREIRA DE MORAES (OAB 68512/MG) - Processo 0316981-62.2013.8.05.0001 - Regulamentação de Visitas - Regulamentação de Visitas - AUTOR: Emerson Luis Alves Cruz - Vistos, etc. EMERSON LUIS ALVES CRUZ, devidamente qualificado, propôs a presente Ação de Regulamentação de Visitas de seu filho menor DIEGO SILVA ALVES CRUZ em face de CARLA SILVA AYADE MARTINS, conforme os fatos e fundamentos explicitados na inicial de fls. 02/09, requerendo a concessão de medida liminar com o intuito de poder visitar o mesmo. O MINISTÉRIO PÚBLICO emitiu parecer às fls. 97, opinando favoravelmente à concessão da referida medida, que aqui ratifico como se transcrito estivesse, sobremodo porque ali se encontra perfeito embasamento legal no art. 888, VII do

S.2012. 101219-1.AC.05.Vistos etc. JULGO por sentença PROCEDENTE e apto à produção de todos os seus legaise jurídicos efeitos a ADJUDICAÇÃO em favor de DALVA CARVALHO BRASILEIRO dos bens deixados por RENATO BRASILEIRO em decorrência do seu falecimento. face aos fatos e fundamentos expostos na inicial de fls. Cumpre salientar ainda que quando ações conexas tramitam em Juízos distintos que têm a mesma competência territorial. 2 / Página 11 CPC. é de meridiana clareza e de lógica irrefutável. O Ministério Público não interveio no feito. JULGO PROCEDENTE o pedido. 02/03. face ao quanto acima exposto.. . Ressalto que inexistiram quaisquer impugnações quer do MINISTÉRIO PÚBLICO. configurada.Inventário .Vistos. que com certeza poderiam causar prejuízos ao requerente. pois. 106 do CPC. sob as penas de revelia e confissão e intime-se do teor da decisão ora proferida..Vistos.ARROLANTE: Dalva Carvalho Brasileiro . na forma do art.8. face às razões expostas no seu parecer de fls. homologo. através de Advogado legalmente constituído. 1. ficando ressalvados os direitos de terceiros interessados. conforme atesta a sua certidão de nascimento. No caso ora "sub judice".Disponibilização: sexta-feira.Alimentos .g. propôs a presente Ação de Exoneração de Alimentos contra EVERTON PASSOS DE ASSIS SANTOS.ARROLADO: Espólio de Renato Brasileiro .AUTORA: H. S. Assim.Vistos etc. em sequência. Diversamente.Processo 0345882-74.R. poderão os interessados residir em Juízo e obter guarida sob a justificativa e respaldo no vigente Código Civil Brasileiro. Honorários conforme e se pactuados. lavre-se o auto de adjudicação e proceda-se a expedição da respectiva carta. de A." Haveremos. declino da competência. sendo. P. com base nos arts. pois.. . vislumbramos a conexão existente entre a presente ação e aquela em tramite perante a 2ª Vara de Família. inobstante isto. S. ficando. S. 20/21.INVTE: Walda Rosado Souza .R.2012. P. alegando ter o mesmo completado a maioridade e não estar matriculado em estabelecimento de ensino superior. além de estar atualmente exercendo atividade remunerada com vínculo empregatício. devendo ser procedida a devida baixa na distribuição. o requerido não apresentou contestação. EDMILSON DE ASSIS SANTOS. 267. constata-se que o requerido efetivamente completou a maioridade.2012. 103 do CPC que são conexas duas ou mais ações quando lhes for comum o objeto ou a causa de pedir.478/68 ..569). Honorários advocatícios. ADV: POLLYANNA GUIMARÃES GOMES (OAB 21950/BA) . R. vale a lição de YUSSEF CAHALI: "Cessado o pátrio poder.Exoneração . Custas na forma da lei e proporcional aos respectivos quinhões (art.Lei Especial Nº 5.8. aquele o Juízo prevento para processar e julgar ambos os feitos. excluindo-se. Cite-se a parte requerida para contestar a presente ação no prazo legal. Honorários advocatícios na forma e se pactuados. eis que.I. dos S.8.0001 . portanto. na forma do art.805. o parente eventualmente desempregado ou aquele que não trabalhe. ADV: EPIFÂNIO DIAS FILHO (OAB 11214/BA) . aquele que não puder prover pelo seu trabalho a própria manutenção. determinando de plano que seja oficiado com máxima brevidade o empregador do requerente. o requerido deixou transcorrer "in albis" o prazo para apresentação de contestação.0001 .INVDO: Espolio de Marcos Antonio Rosado de Souza . Cumpra-se. ali requerido. tendo apresentado as primeiras declarações às fls. 103 e 106 do CPC. 46/47. iniciando no final de semana seguinte à intimação da requerida do presente "decisum". O imposto "causa mortis" foi devidamente recolhido. S.026 do CPC. isto posto em decorrência do vínculo de parentesco. cessa consequentemente o dever alimentício. se houverem. devidamente qualificado. 10 de maio de 2013 Cad. Assim. A explicação. a teor do art. . Face ao pleito formulado pela parte autora na petição de fls. este direito extinguir-se-á "ipso facto".2004. cessando a causa não podem subsistir os efeitos. por sentença. dos S.P. VIII do CPC. P. conforme atesta o comprovante de pagamento(DAE) de fls. determinando. 319 e 330. nos moldes pleiteados na inicial. P.Alimentos .05. devendo cópia da mesma acompanhar o mandado citatório. como e se contratados. seu arquivamento. a hipótese da revelia. verificando-se a presença do "fumus bonus iuris" e do "periculum in mora".REQUERIDO: E. cabendo ainda ressaltar que somente poderá. conforme movimentação processual anexa. pois. determinando que sejam os presentes autos remetidos para a 2ª Vara de Família desta Capital. diante de todo o acima exposto. na medida em que o único bem deixado pelo "de cujus" refere-se ao seu quinhão que está sendo inventariado naquele MM Juízo e ainda não houve a partilha.2012. portanto. independendo sequer de determinação judicial. CIRO SALES ANDRADE CABRAL (OAB 23284/BA) . não tendo ainda tal quinhão sido devidamente quantificado. I. já a partir do mês e ano em curso. figurando como relator o Des. com base nos arts.I.Arrolamento Sumário .25 C. vez que a genitora do menor. Consoante comprovado nos autos. o impede de ter acesso ao mesmo. Estabelece o art. de convir que. 02/11.. .05. . K. Cível de 30/08/88 . após cumpridas as formalidades legais. em ocorrendo qualquer das duas hipóteses. Foi a requerente nomeada Inventariante.Execução de Alimentos . processo tombado sob o nº 006405506. É o relatório. Devidamente citado. Unânime da 2ª Cam. Após as providências de estilo e as anotações necessárias. quer da FAZENDA PÚBLICA. etc.I. ficando os demais pedidos para posterior apreciação. (TJ-SP . no processo 42. cujo inventário tramita perante a 2ª Vara de Família desta Capital.Processo 0343230-84.. etc. pela emancipação ou pela maioridade.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .).defiro o pedido de concessão da liminar pretendida pelo requerente para determinar que o mesmo possa ter a companhia de seu filho em finais de semana alternados. P. beneficiar-se exclusivamente. Fica deferido o pedido de Assistência Judiciária Gratuita. face aos fatos e fundamentos expostos na inicial de fls.Inventário e Partilha . P. onde arrola como único bem deixado pelo "de cujus" seu quinhão dos bens deixados pelo seu genitor.0001 . v.8. de A. 12.05. Fica deferido o pedido de concessão dos benefícios da Assistência Judiciária Gratuita. Walter Moraes. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA).0001.RÉU: J. Convém salientar que.0001 .Ap. conforme se observa da certidão emitida às fls.C. WALDA ROSADO SOUZA propôs a presente Ação de Inventário dos bens deixados por MARCOS ANTONIO ROSADO DE SOUZA. 36. 15. ADV: MARIA SUZETE SANTOS DE LIMA RIBEIRO (OAB 14309/BA) .Processo 0347775-03. I. para que sejam apensados à Ação de Inventário acima mencionada. apesar de ter sido citado validamente. o pedido de desistência. privando-o da companhia paterna. considera-se prevento o que despachou em primeiro lugar. A ação de Inventário em tramite perante a 2ª Vara de Família desta Capital foi proposta no ano de 2004.Inventário e Partilha . acostada aos autos às fls.REQUERENTE: E. Ante ao quanto exposto.R. para que proceda ao cancelamento dos descontos que vinham sendo feitos a título de pensão alimentícia em favor do requerido.Processo 0366166-06. No caso "sub judice". 34. II ambos do CPC.

Em seguida. LUCAS PINTO DE ARAÚJO PEREIRA (OAB 25031/ BA) . 10 de maio de 2013 Cad.Lei Especial Nº 5. Devidamente citado. P.Alimentos . Ciente as partes bem como seus patronos. . Assim. bem como o depoimento das testemunhas por si arroladas. para reconhecer a União Estável havida entre LUCIVALDA SANTANA PEREIRA e ALMIR SANTANA SANTOS no periodo apontado na inicial e a sua consequente dissolução. nos dias 06 e 07/05/2013.2012. como se transcrito aqui estivesse. Com referência à partilha do bem mencionado na inicial às fls. item "c". LUCIVALDA SANTANA PEREIRA. nos seus arts. pois não produziu a requerente prova robusta de que durante a convivência o mesmo tenha sido por ambos através de esforço comum. o requerido. BRUNNA PERNET BIRAL (OAB 33047/BA) . C. expeça-se o competente alvará. MARIA SÃO PEDRO VIEIRA DO AMPARO. bem como as testemunhas arroladas pelas mesmas. inclusive 13º salário.INVDO: espolio de Celestino Gonçalves Correia . Decorrido o prazo. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . 07. através de Advogado legalmente constituído. A par de outros dados existentes nos autos.478/68 .Joselita do Amparo Fonseca . as partes compareceram acompanhadas de seus respectivos Advogados.. autorizando os mesmos a levantar a importância pleiteada.0001 . estando presentes os requisitos exigidos para o seu reconhecimento. 1.05. 64/67. conforme termo de audiência de fls.05.Inventário e Partilha . 135/138. de tal ônus a requerente se desincumbiu. PROCEDENTE o pedido. No tocante ao pedido de alimentos em favor das filhas menores BRENDA SANTANA PEREIRA SANTOS e BIANCA PEREIRA SANTOS. para os devidos fins. contínua e duradoura. acompanhada dos documentos de fls. 153/161.8. estabelecida com o objetivo de constituir família. O art.RÉU: U. e S. com base nos dispositivos acima mencionados. devendo essa convivência ser pública. A União Estável adquiriu "status" de entidade familiar atribuída pela Constituição Federal.RÉU: Almir Santana Santos .8.273 do Código Civil estabelece como requisitos para o seu reconhecimento a dualidade de sexos.acolhendo parecer do Ministério Público de fls. sob a alegação de que no caso "sub judice" não se fazia necessária a sua intervenção. conforme se observa às fls. sendo 15% para cada filha.8.Maria Sao Pedro Vieira do Amparo .Vistos etc.R. A guarda das referidas menores ficará com a requerente.Processo 0371834-55. 64/67. verificada a inexistência de outros herdeiros. 11/18 dos autos.Valdelice Viera do Amparo . 163/165. arquive-se uma cópia autenticada desta. 10.Inventário . MARIA DAS GRAÇAS DO AMPARO SANTANA. Encerrada a instrução. § 3º. O Ministério Público não funcionou no presente feito.Fixação . não tendo. Fica deferido o pedido de concessão da Assistência Judiciária Gratuita.RÉU: L. L. 2 / Página 12 ADV: ANTONIO AUGUSTO JESUS SOARES DO BONFIM (OAB 11658/BA). 142/151 e as da requerente às fls. Foi expedido ofício ao INSS para informar o valor existente em nome do "de cujus".AUTORA: Maria das Gracas do Amparo Santana . JULGO. portanto. 226. diante de todo o acimaexposto. A Fazenda Pública Estadual também não interveio em razão do valor a ser levantado encontrar-se na faixa de isenção. ADV: MANOEL JOAQUIM PINTO RODRIGUES DA COSTA (OAB 11024/BA). P. tendo sido devidamente respondido.2012. 48 para recolhimento do imposto de transmissão "CAUSA MORTIS" dos bens deixados por CELESTINO GONÇALVES CORREIA em decorrência do seu falecimento. tendo sido interrogadas. comprovam que efetivamente houve a União Estável entre a mesma e o requerido.05. 02/09. do que dou fé.2012.Processo 0393012-60.2012.Divórcio Litigioso . P.INVTE: Elza Lima Correia . Honorários Advocatícios conforme e se pactuados. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . 32.Vistos. tem-se que o convencimento possível é pela autenticidade do suporte fático do pedido em cujo amparo sobrevem a norma do Código Civil.Vistos etc. se houverem.Lei 6858/80 . Julgo por sentença. imposto a ser recolhido.0001 . ficando a mesma redesignada para o dia 13/06/ 2013 ás 10:10 h.Dissolução . convivendo homem e mulher em posse de estado de casado ou com aparência de casamento. em virtude da ausência da Juíza de Direito Substituta por encontrar-se em gozo de licença para tratar de assuntos particular. . 88/134. sobre os rendimentos líquidos do requerido. . Cumpridas as formalidades legais. devidamente qualificada. resta o mesmo indeferido.Processo 039159050. expeça-se guia para recolhimento do imposto. No caso ora "sub judice". no seu art. Após cumpridas as formalidades legais.05.723 e 1.724. I do CPC que caberá ao autor o ônus da prova quanto ao fato constitutivo do seu direito.0001 . FILIPE OLIVEIRA MUNIZ (OAB 37028/BA) . estando as do requerido às fls. cabendo ao requerido o direito de visita em finais de semana alternados. item "g". O referido é verdade.Processo 0380823-50. propôs a presente Ação de Reconhecimento e Dissolução de União Estável contra ALMIR SANTANA SANTOS.0001 . ficando ressalvados os direitos de terceiros interessados. que ora faço integrar ao presente "decisum". O MINISTÉRIO PÚBLICO interveio regularmente no feito. P. procedente o pedido objetoda presente ação. portanto. ADV: OSCAR CARNEIRO CALMON BULCÃO (OAB 9090/BA)..CERTIFICO. S. .I. também através de Advogado legalmente constituído.2012. conforme procuração de fls.AUTOR: W. etc. conforme respectivo termo de fls.Procedimento Ordinário .Reconhecimento / Dissolução . Devidamente intimadas.Disponibilização: sexta-feira. 68/86. 06. para produção de todos os seus legaise jurídicos efeitos. houve apresentação de réplica por parte da requerente às fls. foi aberto prazo para apresentação de alegações finais.Alvará Judicial . ANA PAULA FREITAS SOUZA (OAB 34134/BA).0001 . JOSELITA DO AMPARO FONSECA.I. em virtude do falecimento de seu irmão OTÁVIO VIEIRA DO AMPARO.AUTORA: Lucidalva Santana Pereira .Jorge Vieira do Amparo . que a audiência designada para esta data deixou de ser realizada.Vistos . JORGE VIEIRA DO AMPARO e FLORISVALDO VIEIRA DO AMPARO pleiteam alvará para levantamento da importância referenciada na prefacial de fls. por sentença. que veio devidamente acompanhada dos documentos de fls. P.8. o direito dos requerentes e a comprovação da verba.05. face aos fatos e fundamentosexpostos na exordial de fls. Fica concedida a Assistência Judiciária Gratuita. VALDELICE VIEIRA DO AMPARO. devendo ser oficiado o seu empregador indicado na inicial às fls. arbitro-os em 30%. Publique-se.AUTOR: A. Concedida Assistência Judiciária Gratuita. por sentença. Foi então designada audiência de instrução e julgamento. S.R. 87. se desincumbido de tal ônus. 02/04. 333. C.Levantamento de Valor . não havendo. JULGO. intime-se. Estabelece o art. o CÁLCULO de fls.Processo 0400431-34. apresentou contestação às fls. ouvidas em audiência. conforme procuração de fls.8.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . uma vez que a documentação que trouxe aos autos. MARIA VIEIRA DO AMPARO. É o relatório. 1.

ao tempo em que declaro extinto o vinculo matrimonial.Defiro o pedido da assistência gratuita. K. por decisão judicial. . M. 2 / Página 13 etc. C.EXEQTE. A. foi designada audiência de conciliação. L.0001 .Procedimento Ordinário .05. dos S.Disponibilização: sexta-feira.8.8. Não sendo contestada ação no prazo marcado.: M.Despacho .Remetam-se os autos ao Núcleo de Conciliação.Mero Expediente ADV: EDSON OLIVEIRA GÓES JUNIOR (OAB 20091/BA) . nos termos do quanto preceitua o art. .Processo 0316397-92. fls.EXCEPTO: Henrique de Andrade Swierczynski . querendo. com a consequente homologação das cláusulas pactuadas na petição de fls. porém.05.2013.Execução de Alimentos Alimentos .2013. . . P. Expeça-se uma via original deste despacho com força de MANDADO DE INTIMAÇÃO. 02/13.REQUERENTE: J.05.P. SUCESSÕES. O oficio para desconto em folha dos alimentos arbitrados já foi autorizado no processo em apenso.8.Despacho . DECRETANDO o Divórcio do casal postulante.EXECDO. C.0001 . . para determinar ao Oficial do Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais desta Comarca. dou ao presente comando sentencial força de MANDADO DE AVERBAÇÃO.I. cuja cópia segue anexa.Alimentos . 293.Vistos. em cumprimento ao presente.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . F. querendo pagar o debito exequendo em quinze dias. a averbação do divórcio ora decretado.0001 . OU ATÉ A DATA DA AUDIÊNCIA. C.CHAMAR O FEITO A ORDEM ADV: ALDEISA FONTES MONTEIRO (OAB 12333/BA) .Processo 0325512-40.Investigação de Paternidade .ESTA DECISÃO TEM FORÇA DE MANDADO.Sobrepartilha .8. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO ANTÔNIO MÔNACO NETO ESCRIVÃ(O) JUDICIAL IANDRA RIBEIRO SILVA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0192/2013 ADV: GEVALDO DA SILVA PINHO JUNIOR (OAB 15641/BA) . F. M. não obteve êxito.0001 . S. termo nº 13568.Processo 0316397-92. Remetidos os autos ao Núcleo de Conciliação Prévia. 319. na forma da Lei e artigos 475-J do CPC.Despacho .2013. 4.0001 . até então existente. E.C. através de Advogado legalmente constituído. 56/62. todo dia 05 de cada mês em conta corrente a ser aberta.: M.Despacho . ADV: QUINTINO LACERDA DA SILVA (OAB 5908/BA) . O Ministério Público interveio regularmente no feito. INTERDITOS E AUSENTES JUÍZO DE DIREITO DA 5ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. considerando o aludido avenço. pois. conforme despacho acima proferido e diante da petição inicial.Execução de Alimentos Alimentos . qual seja. 5.Mero Expediente ADV: ELIAN DA SILVA PIRES LOPES (OAB 12185/BA) . para que proceda à margem do livro nº B AUX 27. sob pena de revelia.05.AUTORA: Dalva Maria Barreto e outro . e por constatar que o pedido.8. bastando tão somente a vontade dos divorciando ou de apenas um deles para dissolver o vínculo matrimonial.Sobrepartilha . 70.478/68 .AUTORA: Dalva Maria Barreto e outro . .2013. salientando que a divorcianda voltará a usar o nome de solteira. L.Intime-se o Réu para. A Emenda Constitucional nº 66/2010 dispensa a exigência do lapso temporal de 2 anos de separação de fato do casal.: V. como parte integrante deste. contestar a ação em 15 (quinze) dias. presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art.: V. tendo emitido parecer às fls.REQUERIDO: P. 7.Mero Expediente ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) .05. EFETUE A INTIMAÇÃO DO réu.REQUERENTE: Maria Fernanda Ferreira Daltro . Fica deferido o pedido de Assistência Judiciária Gratuita. do CPC. C.Processo 0326650-42. Neste ato. contados da juntada do mandado no processo. em nome da representante legal da) menor.Processo 0312200-94.EXEQTE.05. face aos fatos e fundamentos explicitados na inicial de fls.8.EXECDO. opinando favoravelmente à decretação do divórcio ora pleiteado. os divorciandos ingressaram com a petição de fls. para ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço indicado nos autos. .2013.8.Alimentos . ESTE DESPACHO TEM FORÇA DE MANDADO.Intime-se o réu dos alimentos provisórios arbitrados e cite-se da presente ação. ÓRFÃOS. do CPC). 5ª VARA DE FAMÍLIA. 6. Devolvidos os autos a este MM Juízo.Mero Expediente ADV: EDSON OLIVEIRA GÓES JUNIOR (OAB 20091/BA) . 3.0001 . ORFÃOS INTERD. . objetivando a decretação do divórcio. E.EXEQTE.Execução de Alimentos Alimentos . requerendo que as cláusulas ali pactuadas fossem homologadas. contados da juntada do mandado no processo.Lei Especial Nº 5. devendo ser depositado. com a presente Ação de Divórcio Litigioso contra LARISSA PALMA COELHO SILVA.Processo 0316847-35.Mero Expediente ADV: ALDEISA FONTES MONTEIRO (OAB 12333/BA) .: M.Despacho . R. dos S.EXEQTE.: Sonia Silva Swierczynski e outro . sob pena de multa de incidência da multa de dez por cento e penhora. LARISSA PALMA COELHO.Processo 0316849-05. etc. M.Este mandado deverá ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço indicado nos autos. e porquanto à produção de todos os jurídicos efeitos.05. extraído do processo acima indicado.8. A.: M. 1. F. 285 c/c o art.Execução de Alimentos Alimentos .I. Subdistrito do Paço.C. . através do qual MANDA este Juízo que.DIREITO CIVIL .REQUERIDO: Henrisson Santana de Oliveira . Pelo que. Julgo PROCEDENTE o pedido. 2. 56/62.05.Arbitro os alimentos provisórios no percentual de 20%(vinte por cento) do salário mínimo.Processo 0319162-36.2013.0001 . B.EXECDO. I. encontra efetivo respaldo nos dispositivos legais pertinentes e que regem a matéria. ingressou em Juízo.DIREITO CIVIL .319. o faço nesta oportunidade.2013.0001 . devidamente qualificado. P. 10 de maio de 2013 Cad.2013. M. ADRIANO COSTA LIMA E SILVA. convertendo o divórcio litigioso em consensual.

2013.8.Defiro o pedido da assistência gratuita.Procedimento Ordinário . e outro . do CPC)..0001 . . L.Lei Especial Nº 5. .478/68 . em caso de rescisão de contrato de trabalho..05. 1. etc. nos termos do quanto preceitua o art. nos termos do quanto preceitua o art. de S.Este mandado deverá ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço indicado nos autos.Remetam-se os autos ao Núcleo de Conciliação.Intime-se o réu dos alimentos provisórios arbitrados e cite-se da presente ação para.Fixação .Processo 0328333-17.319.8. e o imposto de renda. S.Alvará Judicial Lei 6858/80 .8. Q. contados da juntada do mandado no processo.319. 5. A. S. 4. contestar a ação em 15 (quinze) dias.REQUERIDO: R.Expeçam-se o(s) ofício(s). .Processo 0328025-78.REQUERENTE: R. dos S.I.Intime-se o réu dos alimentos provisórios arbitrados e cite-se da presente ação. .P.Liminar ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) .Liminar ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) . 319.478/68 .REQUERENTE: S.Processo 0328028-33.8.2013.319.Liminar ADV: TADEU SANTOS CARDOSO (OAB 25756/BA) .Decisão .Concessão . C. .ESTA DECISÃO TEM FORÇA DE MANDADO.Concessão .05. F.Alimentos .0001 . devendo o valor ser depositado mensalmente por desconto em folha de pagamento junto ao seu empregador informado na inicial. 7. S.2013. e.Processo 0328313-26.478/68 . 3.Procedimento Ordinário .Arbitro os alimentos provisórios no percentual de 20%( vinte por cento) do Salário Mínimo a ser depositado em conta corrente a ser aberta em nome da representante legal da menor por ordem deste juízo. 3. 285 c/c o art. G.Levantamento de Valor .Mero Expediente . V. de S.Este mandado deverá ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço indicado nos autos. C. de O. 6.8.. OU ATÉ A DATA DA AUDIÊNCIA.Decisão .Levantamento de Valor .Defiro o pedido da assistência gratuita.Lei Especial Nº 5.Processo 0327974-67. O.0001 .478/68 Exoneração .Vistos.Defiro o pedido da assistência gratuita. 2. de O.0001 .Decisão .Despacho .RÉU: Patricia Mendonca de Carvalho . G.Liminar ADV: MORGANA BONIFÁCIO BRIGE FERREIRA (OAB 11888/BA) . querendo.Dissolução . sob pena de revelia.Arrolamento Comum Inventário e Partilha . exceto o abono.REQUERIDO: B. em conta corrente a ser aberta em nome da representante legal da menor. OU ATÉ A DATA DA AUDIÊNCIA.AUTOR: S. L.Divórcio Litigioso . 3. por ordem deste juízo. 4.Decisão . 10 de maio de 2013 Cad. dos S. contestar a ação em 15 (quinze) dias. L.DIREITO CIVIL .Arbitro os alimentos provisórios no percentual de 20% (vinte por cento) do Salário Mínimo a serem depositados. 7.05. .0001 .05.ARROLADO: Espolio de Edmilson de Assis .Alimentos Lei Especial Nº 5.Este mandado deverá ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço indicado nos autos. 6.Disponibilização: sexta-feira. D. contestar a ação em 15 (quinze) dias. 285 c/c o art.Decisão . contados da juntada do mandado no processo.Despacho . 1. presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art.Processo 0330900-21.Lei Especial Nº 5. querendo. T.C.0001 .C. 2.0001 .2013.Vistos. 2. nos termos do quanto preceitua o art. Não sendo contestada ação no prazo marcado.Regulamentação de Visitas . da C. excluindose: FGTS.2013.AUTORA: Maria da Conceicao Moreira de Assis .Regulamentação de Visitas . 319.8.2013.Liminar ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) . .AUTORA: Milena Coelho Dias dos Santos . sob pena de revelia.Arbitro os alimentos provisórios no percentual de 20%( vinte por cento) dos rendimentos brutos do réu. etc. 8.Alimentos . .Processo 0327793-66.Alimentos . presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art. em conta corrente a ser aberta em nome da representante legal da menor. A.8.Concessão . ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) .Concessão . até o dia 30 de cada mês. ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) .REQUERENTE: M.REQUERIDO: W.Decisão . V. 7. Não sendo contestada ação no prazo marcado.Remetam-se os autos ao Núcleo de Conciliação 6.Fixação .2013.2013.8.REQUERIDO: J. 2 / Página 14 ADV: PERCINEIDE FERREIRA DOS SANTOS RIBEIRO (OAB 7113/BA) . do CPC).incidindo também sobre o 13° salário. querendo.Concessão .8. sob pena de revelia. do CPC.Decisão . . 5. férias.0001 . 8. para.8.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Remetam-se os autos ao Núcleo de Conciliação.05. 5. presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art.Concessão .05.Processo 0328540-16.Fixação .0001 . D. Não sendo contestada ação no prazo marcado.05.RÉ: A. 1.05.ESTA DECISÃO TEM FORÇA DE MANDADO.Alvará Judicial .Liminar ADV: ADOMIRAM PEREIRA LOUREIRO (OAB 12323/BA) .Mero Expediente ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) .05.Processo 0327608-28. do CPC.REQUERIDO: F.REQUERENTE: T. ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) . do CPC). incidirá sobre as parcelas de natureza salarial.8.AUTOR: Eduardo Souza de Jesus e outro . 285 c/c o art.05.Liminar ADV: REINAN BARRETO (OAB 16406/BA) . 4.AUTOR: Ivana Alves Silva e outro . O.Lei 6858/80 Levantamento de Valor .0001 .I.0001 .Concessão . descontando apenas a contribuição previdenciária. .Vistos.Expeçam-se o ofício.05.Intimese o réu dos alimentos provisórios arbitrados e cite-se da presente ação para.C.Processo 0337787-21.AUTOR: Ariston Oliveira Peixoto Neto .2013.Processo 0328490-87.REQUERENTE: L.8. dos S. F.Alvará Judicial Lei 6858/80 .0001 . contados da juntada do mandado no processo. .P. V. aviso prévio ou qualquer outra verba de natureza indenizatória .ESTA DECISÃO TEM FORÇA DE MANDADO. do CPC.Processo 0340940-62.Guarda . OU ATÉ A DATA DA AUDIÊNCIA. etc.2013.I.05.P.2013. 319.2013.REQUERENTE: Sueli Azevedo Fukutani e outro .

de 20 de março de 2013.Acerca da petição retro. determino que seja expedido ofício ao TRE e requisite-se informações do BACENJUD. de O.Oferta .Quando os embargos versarem sobre todos os bens.Processo 0015853-90. S.Família ARROLANTE: Elces Silva Sampaio e outros .AUTOR: Manuel Brito da Silva e outro .RÉU: Andre Ribeiro da Silva e outro .Processo 0002005-07. C.0001. encaminhem-se os autos ao Arquivo.05. Capital do Estado da Bahia. C.Processo 0135143-31.REQUERENTE: F. Assessora.8. versando sobre alguns deles. voltem-me os autos conclusos.I.2010.2012.RÉU: J. WEYBEL MOURA DIAS (OAB 29285/BA).05. . P. 2 / Página 15 JUÍZO DE DIREITO DA 5ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. M. mandou o MM Juiz encerrar a presente audiência. UEBER SOARES DAS NEVES (OAB 37178/BA) . Cientes os presentes.Família .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .C. Nada mais havendo.8.2012.2011.Mero Expediente . defiro a Gratuidade da Justiça.0001 Alimentos .Despacho .Arrolamento Comum .8.05. ESTA ATA TEM FORÇA DE MANDADO. S. determinará o juiz a suspensão do curso do processo principal. S.HERDEIRO: Matteus Rizzo Araujo e outros .8. Após.Procedimento Ordinário .2007. Eu. ORFÃOS INTERD.0001 . . INFOJUD ou INFOSEG a fim de que sejam feitas tentativas de localização do paradeiro da parte "in casu". de O. Após.C." Após. Presente a Defensoria Pública.I.8.RÉU: Espolio de Eduardo Jose dos Santos .C.1. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO ANTÔNIO MÔNACO NETO ESCRIVÃ(O) JUDICIAL IANDRA RIBEIRO SILVA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0191/2013 ADV: ANA VÍRGINIA SANTOS BORGES DE SOUZA (OAB 22185/BA). . da S. . para que constitua novo patrono IMEDIATAMENTE. S.AUTOR: Joao Gualberto Rizzo Araujo .Processo 0324688-18.05.AUTOR: L.0001 . Aberta a audiência de pelo Dr. Bela.8.0001 .0001 .0001 .Defiro o pedido exordial de assistência judiciaria gratuita. 56V.0001 .2012. MARILDETE SILVA BRITO (OAB 5612/BA). prosseguirá o processo principal somente quanto aos bens não embargados.C. S. Tendo em vista que o processo encontra-se extinto conforme fls.AUTORA: Nadimeire de Jesus Souza RÉU: Antonio Jorge Rocha Sales .Procedimento Ordinário Relações de Parentesco . .Oferta . Presente a representante do Ministério Publico. pessoalmente.Intime-se o advogado do inventariante a fim de diligenciar o pagamento das custas para expedição da Carta Precatória.0001 Alimentos . conclusos. .Cumpra-se o quanto requerido pela Fazenda Pública em seu parecer de fls.Suspendo o Processo. P. Tendo em vista o decreto judiciário N° 199.Processo 0009474-94. Cumpridas as formalidades legais. P. .1. .8. 50. dê-se vistas a Defensoria Publica para que patrocine os interesses do requerido na causa.Aos seis dias do mês de maio de dois e mil e treze.05.AUTOR: Therezinha Sampaio dos Santos . de S.05.05. 214 verso.Inventario . ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . ADV: ANA CLÁUDIA MARQUES DINIZ GONÇALVES QUEIRÓZ (OAB 25784/BA) .Disponibilização: sexta-feira. ADV: RICARDO RAMOS DE ARAÚJO (OAB 15941/BA) . 1. ORFÃOS INTERD. Presente a parte autora.478/68 .2009. de O. B.0001 .I. P. Intimações necessárias.052 do Código de Processo Civil: "Art.AUTORA: A. C.C. de O. onde presente se achava a Excelentíssima Doutora Juíza Rosa Ferreira de Castro. ADV: ABDUL LATIF RODRIGUES HEDJAZI (OAB 3898/BA) . Expeça-se Carta Precatória para a intimação da filha Flaviana da Silva Souza.Exoneração . 45.478/68 .REQUERIDO: L.I. autuado em apenso.Separacao judicial litigiosa . ADV: CARLOS OTÁVIO DE OLIVEIRA (OAB 2601/SE).8. C.Processo 0324688-18.05.Revogo o despacho de fls.Alimentos .478/68 .Lei Especial Nº 5.05. 10 de maio de 2013 Cad.052 . Paula Aragão Costa Pimentel. de O. às 09:00h.2013.I.8.Processo 0006719-93.8. conforme preceitua o art.05.Lei Especial Nº 5.Intime-se a parte autora.REQUERIDO: C.REQUERENTE: F.Inventario .1994. Juíza de Direito Substituta da 5ª Vara de Família da Comarca de Salvador. E. conforme o parecer fazendário de fls. até trânsito em julgado do Embargos de Terceiro.REQUERIDO: C. P.Intime-se a Inventariante para que apresente um novo formal de partilha.ARROLADO: Espolio de Teresinha Mendes Sampaio . E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO ANTÔNIO MÔNACO NETO ESCRIVÃ(O) JUDICIAL IANDRA RIBEIRO SILVA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0194/2013 ADV: GERVASIO LOPES DA SILVA (OAB 10423/BA) .I.INVDO: Espolio de Joao Gualberto de Araujo . nesta Cidade do Salvador. ADV: GUSTAVO DE OLIVEIRA CUNHA (OAB 26898/BA) . SAULO CHAGAS MENDONÇA (OAB 30194/BA) .Processo 0339065-91. voltem-me os autos conclusos. 1. B. digitei e o subscrevi.Lei Especial Nº 5. ADV: ANA CLÁUDIA MARQUES DINIZ GONÇALVES QUEIRÓZ (OAB 25784/BA) . e outro . Juiz foi dito que redesigno a audiência para o dia 02 de setembro de 2013 às 08:30 h.Processo 0000080-97. Ausente a parte ré. tombado sob o número 0304759-62.2005. P. JUÍZO DE DIREITO DA 5ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. na sala de audiências.

Processo 0018986-19.AUTOR: N.Processo 0063584-48.INTERDITANDO: I.Ao compulsar os autos em exame.RÉU: C. Requerendo ainda.Processo 0025678-73.AUTORA: Laercia Santos de Queiroz . SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO.8. ou seja.1995.RÉU: Sara Calmon dos Santos e outro .0001 . ADV: ROBERVAL ROQUE BORGES PAIVA (OAB 10638/BA).8.0001 . Expeça-se nova Carta Precatória para intimação do Réu.0001 .2011. Verificandose.Processo 0019218-16.Exoneração . 267. BRANCA DE NEVE ROSAS ROCHA (OAB 2650/BA) .AUTOR: Antonio dos Santos . Publique-se.1. IVONE PEREIRA NASCIMENTO (OAB 9904/BA) .Aberta a audiência de pelo Dr. Art. SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO. do Código de Processo Civil. o que foi deferido por este juízo.8.8. .0001 . Verificando o contra-cheque de fls.Lei 6858/ 80 . Instrução e Julgamento. sem resolução de mérito: . J.RÉU: Romulo Isaias Macedo Bacelar . II .Prest de contas(cred ou dev) .Família .05.RÉU: Altino Ribeiro Carneiro e outro Despacho . Sem custas. a fim de que.ARROLANTE: Jorge de Oliveira Neves .quando.05. P. a defesa às fls.1998. Juiz foi dito que dada a palavra ao advogado da parte autora o mesmo disse que: registra que não existiu ação judicial para o desconto da pensão alimentícia.05. Cientes os presentes. sob as penas da Lei.RÉU: Altino Ribeiro Carneiro e outro .Família .0001 . na forma requerida no parecer retro.C.05.Inventario . do(a) M. de O.Ante o exposto. 267.Processo 005055922. IVONE PEREIRA NASCIMENTO (OAB 9904/BA) .1995.Processo 005055922. . prazo de 10 dias.ARROLADO: Espolio de Helena de Oliveira Neves .05. S. se deu por acordo junto ao Ministério Público Estadual.Investigacao de patern. RAFAEL SANTOS PAIVA (OAB 38081/BA).RÉU: Espolio de Aroldo Bastos Valente . sendo na realidade 09 (nove) irmãos. para juntada de cópia do ofício que foi dirigido a empresa.Processo 0063117-64. não tendo o autor o termo do acordo.Intime-se.2002. inciso II e III . ADV: PAULA MARIA BONFIM AZEVEDO (OAB 28433/BA) . 169. da S. ADV: EUGENIO ESTRELA CORDEIRO (OAB 16807/BA) . Registrese.M. R.Fixação . Após.8.AUTORA: Ana Nilsa de Freitas e outro .Ao compulsar o despacho de fls.Lei 6858/80 .INTERDO: N.Intime-se o inventariante para que cumpra integralmente o quanto requerido no parecer da Fazenda Pública às fls. Dada a palavra ao Defensor Público o mesmo disse que : MM Juíza. Intimem-se. fica redesignado o dia 02/08/2013 às 08:30h para a realização da audiência Conciliação. arquivem-se os autos.05. o artigo 273 do CPC determina que para a concessão da tutela . ADV: JOSE MANOEL BLOISE FALCON (OAB 9999010D/BA) . .8. arquivem-se os autos.Cumpra-se integralmente o parecer da Fazenda Pública às fls.2010.Família .05.AUTOR: Jose Ribeiro Carneiro .0001 . Extingue-se o processo. 105. Pede Deferimento.Alvará Judicial . 10 de maio de 2013 Cad.0001 . Em face do exposto.0001 . .. 27 no item 2.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .8. 15% para cada filho. Juiz(a) de Direito. . Juiz foi dito que : prliminarmente a advogada da parte autora requer a juntada de atestado médico.8. N. tal fato. Publique-se. apenas juntou a declaração de rateio às fls.0001 . C. ADV: MARIA PELOSI (OAB 5695/BA) .Interdição .C. o réu Saulo Calmon dos Santos reconhece a procedência do pedido. assim como junte nova declaração de rateio com devidamente assinada por TODOS. Registre-se.05.De ordem. .2011. nos termos do art.Interdição .8.8. o autor abandonar a causa por mais de 30 (trinta) dias.Certifique-se o Cartório para que informe se o interditando se manifestou no prazo de impugnação. Intimem-se.RÉU: A. 2 / Página 16 ADV: JOAQUIM LUZ MOREIRA (OAB 347B/BA) .2008. ainda.Processo 0059516-55.INTERDO: D.Arrolamento Sumário Família . verifica-se que o processo encontra-se parado há mais de 01 (hum) ano. requer seja deferida a antecipação de tutela para suspender de imediato o pagamento de pensão alimentícia para o filho homem. S. P. com suas respectivas procurações. proceda à retirada do percentual de 15%. ADV: GLAUCO TEIXEIRA DE SOUZA (OAB 15951/BA). 240. por não promover os atos e diligências que Ihe competir. Ocorre que na referida declaração só possui o nome de 06 (seis) irmãos do "de cujus".2011. N. do Código de Processo Civil. . Redesigno a audiência para o dia 24 de setembro de 2013 às 09:00h . S. constata-se que o percentual pago pelo autor de pensão alimentícia para os dois réus é de 30 % dos seus rendimentos líquidos. Sem custas.05. V.Alvará Judicial .AUTOR: Aldenisia de Souza Bacelar ..478/68 . 101.AUTORA: Vera Lucia Alves Barbosa Rios .Lei Especial Nº 5. por volta do ano de 1995.2010.Cumpra-se.Oficie-se a CEF.Divorcio litigioso (direto) .Processo 005096229. S.8. Desta forma. dos S. Ante o exposto.Mero Expediente ADV: ANTONIO PINHEIRO DE QUEIROZ (OAB 1824/BA). 267.AUTOR: I.Prest de contas(cred ou dev) .05.Determino o cartório que cumpra o quanto requerido pela Curadoria de Ausentes.quando ficar parado durante mais de 01 (hum) ano por negligência das partes.Alimentos .0001 .Processo 0047270-56. voltem-me os autos conclusos.Processo 0063794-94. ROBERVAL ROQUE BORGES PAIVA (OAB 10638/BA) .0001 .AUTOR: Jose Ribeiro Carneiro . III .2011.0001 . 15.05. A. no prazo de 20 (vinte) dias. ADV: JOSE OLIVEIRA COSTA FILHO (OAB 9999006D/BA) .Aberta a audiência de pelo Dr. V. P.478/68 .2008./maternidade . ADV: RAIMUNDO OLIVEIRA DOS SANTOS (OAB 14435/BA) . nos termos do art. S. oficiando-se para a Fundação José Silveira. . Intimações necessárias.I. Transitada em julgado.I.AUTOR: A. ESTA ATA TEM FORÇA DE MANDANDO. verifica-se que autora não juntou os mandatos procuratórios dos irmãos do falecido. intime-se a autora para que habilite TODOS os herdeiros.Lei Especial Nº 5. Transitada em julgado. Publique-se.Alimentos . ADV: ANTONIO PINHEIRO DE QUEIROZ (OAB 1824/BA).05. EXTINGO O PROCESSO.Disponibilização: sexta-feira. inciso II e III. EXTINGO O PROCESSO. ADV: CARLA GUENEM DA FONSECA MAGALHÃES (OAB 8541/BA) . da S.8.Processo 0035405-36.

Segundo informa a Embargante.0001 Conversao de sep.Vistos. Ao compulsar os autos. de sorte que. 124. de A. C.05. Tendo em vista a natureza do litígio. II do CPC.Processo 0067433-67.Ante o exposto. S.Processo 0074231-49.C.AUTOR: Jurandir Araujo Carvalho . Intimem-se. b) observe-se. C) Observe-se também que a concessão de alimentos segue o binômio necessidade do requerente. termos em que pede deferimento. 41. do Código de Processo Civil. na precisa medida em que deixou de apreciar que não a autora não foi intimada pessoalmente do despacho de fls. suprindo a omissão quanto ao pedido de formulado pela Autora. Consabido.8.Processo 0067021-10. voltem-me os autos conclusos para Sentença. Determino que o inventariante proceda o pagamento do imposto devido e preste contas. "tornando claro aquilo que nele é obscuro.Procedimento Ordinário DIREITO CIVIL . verifica-se que existem pendências a serem cumpridas acerca da Decisão Interlocutória de fls 83. no prazo já predeterminado na Decisão supramencionada. possibilidade do devedor. 151). de A. do CPC.Processo 0079626-07.0001 . Tendo em vista a certidão de fls. São Paulo: Saraiva. o que nao foi certificado por nenhum oficial de justiça no cumprimento do mandado. CINZIA BARRETO DE CARVALHO (OAB 11614/BA) . ADV: ABDUL LATIF RODRIGUES HEDJAZI (OAB 3898/BA) .0001 .0001 . voltem-me os autos conclusos para decisão e remarcação de audiência. de A. ADV: MARIA DAS GRAÇAS BALDINI BENEVIDES FONSECA (OAB 12738/BA) .I. arquivem-se os autos.AUTORA: Carmen Santana Sousa .31-v nao contestou o feito no prazo legal. assino prazo de dez dias à requerente para que escolha: se quer acompanhar o oficial de justiça ao local para cumprimento da diligencia ou se. L. na forma da Lei. determino ao Cartório que expeça ofício conforme fls. tão-somente a fim de instar o prolator da decisão objurgada a que se reexprima. impede até a discussão de um acordo sobre eventual percentual dos alimentos no que se refere a exoneração ou não de um dos filhos. consen. .RÉU: M. certo aquilo que nele se ressente de dúvida. senão observe-se: a) na petição inicial não foi acostado o título executivo que obriga o requerente ao pagamento da obrigação alimentícia ora em comento. entendo que. SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO.AUTORA: N. autorizam a parte lançar mão do remédio jurídico-processual dos embargos de declaração. de C.Outras .2004. de C. tal fato. contido às fls. Transitada em julgado. Após.C. neurologista diagnostica à paciente Sara Calmon como portadora de epilepsia de difícil controle e retardo mental leve.RÉU: J. Sr. 121. que estabelece estarem eles restritos às hipóteses de obscuridade.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . desta forma.I. em divor. P. a situação atual da filha do requerente é mais grave do que quando foi arbitrado o presente percentual de alimentos. Registre-se. que a filha de nome Sara faz uso de medicação de alto valor. 122. etc. sendo justo. devidamente citada às fls. Desta forma.1997." No caso dos autos. e outros . a filha Sara não apresenta condições de trabalhar ou de ter sua mantença sem o auxílio do pai. . M. 319 do CPC. conforme comprovado na petição de fls. acolhê-los INTEGRALMENTE. 25/30. conheço dos embargos para. No caso em apreço.HERDEIRO: Sostenes do Nascimento Filho e outros . supra ponto omisso" (Amaral Santos "Primeiras Linhas de Direito Processual Civil". 404/412. nos termos da lei. no mérito. alega a Recorrente haver omissão na decisão embargada. P. LEONARDO PEDREIRA DE CERQUEIRA ABREU E JOÃO LUCAS PEDREIRA DE CERQUEIRA ABREU contra sentença de fls. ADV: LAÍSSA SOUZA DE ARAÚJO (OAB 9999139D/BA) . .AUTOR: Jorge Pereira Nascimento .I.2010.Processo 0074180-86.2001. ADV: JOAQUIM LUZ MOREIRA (OAB 347B/BA) .05. nos termos do art. P.RÉU: Ademario Ribeiro dos Santos . o percentual que ora é descontado.AUTORA: C. etc. 10 de maio de 2013 Cad. que seja realizada de imediato a citação do réu por edital. na precisa medida em que deixou de apreciar que a autora não foi intimada pessoalmente do despacho de fls. a sentença de mérito restou omissa. de forma que. Por estas razões. Corroborando o exposto. decreto a revelia da parte ré. 32 onde consta que a ré. P.8.05. 535. na forma da Lei.2002. com fulcro no art.C. vem requerer a intimação dos réus para eventual nova audiência a ser designada pela MM Juíza. 12ª ed.05. D) Por fim.RÉU: Deyverson dos Santos Bispo . faz jus ao pagamento de tal obrigação em relação a referida senhora. na forma da Lei. no âmbito do Processo Civil.8. M. considerando ainda que a citação por hora certa tem por pre-requisito a suspeita de ocultação da parte. a manutenção do percentual dos valores atuais. 124 visto que deixou de apreciar que a autora não foi intimada pessoalmente do despacho de fls. 420.8.2011. 122. 2 / Página 17 antecipada deve se fazer presentes a fumaça do bom direito e perigo na demora. contradição e omissão. Sem custas. Após. só os vícios de expressão do julgado. Trata-se de embargos de declaração opostos por NINA ROSA MENSITIERI PEDREIRA DE CERQUEIRA. 1989-1992 p. etc. ADV: HUMBERTO AUGUSTO PINTO NETO (OAB 17343/BA).Família . No particular. desfaça a contradição nele existente. os limites de cabimento dos embargos de declaração. Publique-se. oportunizando ao próprio juiz ou tribunal suprir eventual deficiência no julgamento da causa. não se verifica tais componentes. 394/402.Vistos. S.AUTORA: M. das G.8. R.Tendo em vista a certidão retro e. estão definidos pelo art. 267.05. e outro . Assim relatados.REVOGO O DESPACHO DE FLS.INVDO: Espolio de Sostenes do Nascimento Vistos. M. Decorrido o prazo. não incidem os . através do qual. certifique o Cartório e voltem-se os autos conclusos. com originais às fls.Alimentos . de fato. tendo sido certificado somente que o requerido nao reside naquele endereço. Pela MM juíza foi dito que defiro o prazdo de 10 (dez) dias para juntada da documentação solicitada na presente audiência. a sentença restou omissa. Certifique o cartório acerca da tempestividade do recurso de Embargos de Declaração. revogando a sentença de fls.8. pressupostos que devem restar atendidos pela parte quando avia esse remédio recursal.Inventario . 122.05. Cientes os presentes. ou. outrossim. .Separacao judicial consensual .0001 . considerando todas as tentativas de localização feitas.Processo 0066365-29. Deyverson dos Santos Bispo. "Com efeito. ADV: DIEGO GOÉS LIMA (OAB 25809/BA) . EXTINGO O PROCESSO.Disponibilização: sexta-feira. conheço do recurso porque presentes os seus requisitos de admissibilidade. inciso II e III .0001 . devendo comparecer para tratamento a cada 40 dias. onde fora a ação foi extinta com base no artigo 267. vale registrar o relatório médico de fls.

Oficie-se a Fazenda Publica do Estado de Sao Paulo. P.8. P. SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO.Aberta a audiência de pelo Dr.8.AUTOR: Luiz Augusto Pires Mesquita .Vistos. R.. . suspendo este feito ate o transito em julgado da referida ação de desapropriação.I.Alimentos . ADV: SANDRA REGINA SILVA MELO (OAB 9999067D/BA) . tendo em vista que o bem expropriado é o unico bem do espolio. verifica-se que o processo encontra-se parado há mais de 01 (hum) ano. de modo que o feito deve ser instruído. O. 125 destes autos.05. S.RÉU: Maria Renilda Alves Silva .C. Juiz foi dito que determino seja expedido oficio ao GMO para que seja realizado o exame de DNA entre as partes.8. bem como acerca da partilha de fls.Execução de alimentos REQUERENTE: Marcos Vinicius Bispo Souza e outro . Intime-se a Defensoria Publica pessoalmente.05. para que no prazo de 48 (quarenta e oito) horas. ADV: WALMARY DIAS PIMENTEL (OAB 9999063D/BA) .I. Após. L.REPRESENTANTE: Claudia dos Santos Silva .quando ficar parado durante mais de 01 (hum) ano por negligência das partes.0001 . C.05. de J.1. colar àqueles autos prova da quitação das dividas fiscais que recaiam sobre o bem expropriado. remetendo-se fotocopia integral dos autos a esta. S.0001 . M. Atente-se que o estudo deverá ser feito antes da audiência desinada para o dia 19 de agosto.AUTOR: A. C.AUTOR: G.267 II e III do CPC. P. P. .I. Art. F.0001 Execucao de sentenca . 2 / Página 18 efeitos da revelia (CPC.2009. 36. imediatamente. 10 de maio de 2013 Cad.05. Remetam-se os autos para o estudo da SAOF.Intime-se a parte exequente. P.REPRESENTANTE: R.50. determino que a parte exequente apresente nova peça inicial de execução. P. R. 267.RÉU: M. Defiro o pedido de suspensão do processo.Procedimento Ordinário DIREITO CIVIL .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . Decorrido este prazo ou após manifestação das partes. ADV: LUIZ AUGUSTO PIRES MESQUITA (OAB 19663/DF).quando. sob pena de extinção com fundamento no art. NARCISO DE OLIVEIRA CORREIA (OAB 6673/BA) .Processo 0110913-22. Extingue-se o processo. e outro . K.2003. R.Processo 0107254-54. Assim.RÉU: P. M.AUTOR: P. . ADV: MARIA TATIANA AMARAL SILVA (OAB 14035/BA) . arquivem-se os autos.0001 .Processo 0109095-35.05. C.Processo 0118896-14. Publique-se. Intimem-se os herdeiros./maternidade . G. inc.Arrolamento . R.0001 . . requerendo a execução nos moldes do art. Retro.8. a autora colar aos autos planilha atualizada do debito para que acompanhe o mandado. de S.Processo 0099264-31. conforme parecer ministerial de fls. por Oficial de Justiça. .AUTORA: G.Ao compulsar os autos verifica-se que às fls. de S. Após.ARROLADO: Espolio de Josemar Teixeira de Andrade . ainda. dê-se vistas a Fazenda Publica desta Comarca acerca dos IPTUs juntados. ESTA DECISAO TEM FORÇA DE MANDADO.8. Ante o exposto.Vistos. pessoalmente. ou seja.0001 . P. EXTINGO O PROCESSO.C. Registre-se. do Código de Processo Civil. quando a inventariante cumprir o quanto determinado por aquele Juizo.2005. R. 267. para que no prazo de 10( dez) dias.0001 .Defiro o pedido de fls.Processo 0146082-12..C. .2009. da S. . Transitada em julgado.I. tendo em vista o mesmo ser estranho aos autos.I.2005. P.0001 . ADV: ISAURA EULINA NEGROMONTE NASCIMENTO BEZERRA (OAB 14410/BA) .Arrolamento Sumário .ARROLANTE: Urania Grave Teixeira de Andrade HERDEIRO: Davi Lazer Grave Teixeira de Andrade e outros . 25.2009. 320.8.Alimentos . ADV: WELLINGTON JESUS SILVA (OAB 14550/BA) . .1999. por não promover os atos e diligências que Ihe competir.05.Inventário e Partilha .AUTOR: Valdomiro Lima da Silva . Intimem-se.REPRESENTANTE: M. de S. para posterior citação válida do executado. Cumpra-se. LUIZ AUGUSTO PIRES MESQUITA E MARTA NORITA DE FARIAS. A.Ao compulsar os autos exame. dos R. sem a intimação da ré.05. nos termos do art. Designo o dia 19 de agosto de 2013 às 08:30h para audiência de instrução e julgamento. II . . voltem-me os autos conclusos ADV: PAULA MARIA DE CERQUEIRA (OAB 6849/BA) .8. ADV: RICARDO CLAUDIO CARILLO DE SA (OAB 9999055D/BA) .REQUERIDO: Natanael dos Ramos Sousa .REPRESENTANTE: G.2001.I.05.Processo 0147001-59.Cite-se o requerido no endereço fornecido às fls. etc.C. O.C. 64/65 a 8° Vara de Fazenda Publica desta Comarca informou a este Juizo que a transferencia dos valores so podera ser ocorrer quando findarem-se os procedimentos legais referentes a ação de desapropriação e.2005. se manifestem acerca da petição de fls. Intime-se. P. . 34.AUTORA: Ana Paula Silva da Fonseca .209/211.C.Marta Norita de Farias . Determino a expedição do mandado de citação sob o rito do artigo 733 do CPC. HELDER SANTOS DE SOUZA (OAB 32360/BA) . pelo prazo de seis meses. entretanto. na forma requerida pela Fazenda Publica deste Estado às fls. 461.05. . manifeste interesse no prosseguimento do feito.Família .Ante o exposto.Maria Helena Figueiredo Silva Mesquita . Publique-se.8.Processo 0090560-87. conforme pedido de fls.Processo 0135675-44. sob as penas da lei.AUTOR: P. voltem-me os autos conclusos.0001 . ADV: JOÃO ALBERTO LEÔNCIO (OAB 1111/BA) . o autor abandonar a causa por mais de 30 (trinta) dias. T.Arrolamento Sumário . sem resolução de mérito: . atenuando-se ao rito correto a ser seguido. dos S. A.C.2007.8.Processo 0117636-67. H. Sem custas.0001 .ARROLADO: Espolio de Paulo Roberto Farias Mesquita . . por seu Advogado devidamente constituído. P. . I). voltem-me os autos conclusos.05.Processo 0080300-97.2011.RÉU: A. ADV: GERALDO ALVES FERREIRA JUNIOR (OAB 12383/BA).ARROLANTE: Maria Rita Freire dos Santos e outro .8. S. C.05.0001 .RÉU: Valdir Pereira da Fonseca e Esposa . Após a juntada do laudo.I. III .Disponibilização: sexta-feira.Alimentos .RÉ: T.8. etc. 44.Divorcio litigioso Dissolução . ADV: ALFREDO FRAGA DOS SANTOS (OAB 21622/BA) .Investigacao de patern. C. inciso II e III.Determino o cartório que desentranhe o despacho de fls.RÉU: J. devendo.

Processo 0313846-76. UBIRATAN DA PAIXÃO PIMENTEL SIMAS. Tendo em vista a certidão de fls.Inventário e Partilha .Inventário e Partilha . No mérito.8.478/68 .AUTORA: T. . Remetam-se os autos para estudo do SAOF conforme parecer ministerial de fls 50.RÉU: F.91 (quatro mil setecentos e quarenta e nove reais. de modo que o feito deve ser instruído. segundo os termos de sua formulação e pela devida forma. S. devendo todos os saldos referentes ao " PECÚLIO" junto à CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL .Alimentos . S. procedente o pedido. §1º). M. S. Registre-se. ADV: MARIA HELENA SOARES MENEZES (OAB 12725/BA) .De ordem. JULGO. por sentença.8.Arrolamento Comum .Processo 0314178-77. . 343.05. devidamente citada às fls. .Fixação . sob as penas da lei.Processo 0306896-85. Sr. da S. Determino ao Cartório que cumpra o quanto requerido pela Fazenda Pública. ainda. . etc. decreto a revelia da parte ré. com fulcro no art. Publique-se. MENEZES OAB/BA 12. provada a existência da verba para cujo levantamento requer-se o presente alvará. etc.I. Posteriormente arquivem-se os autos. inclusive para depoimento pessoal (CPC. L. K.Disponibilização: sexta-feira.749.8. etc. Vistos. 320. JULGO. Sem custas.0001 .WALDEMAR DE JESUS PIMENTEL .05.Vistos. Tendo em vista a certidão de fls.478/68 .C.ARROLANTE: Iramaia Rosa Silva de Jesus . inciso V . devendo este ser percebido pelo Bel. requereram o presente ALVARÁ JUDICIAL.Alvará Judicial .05. SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO.AUTOR: Maria Cristina da Silva e outro .Lei Especial Nº 5.AUTOR: D.2012.2011. caracterizada a condição sucessória dos Requerentes.I.Processo 0159075-48.0001 .Alimentos . Sr. devidamente atualizada do saldo do PIS e do FGTS.0001 .Lei Especial Nº 5. I. ADV: ADILSON MANUEL DE JESUS (OAB 8728/BA). . em razão M.Guarda e educacao dos filhos . informou a Caixa Econômica Federal que a conta em nome do falecido tem saldo referente ao PIS no valor de R$ 4.MARIA CRISTINA DA SILVA e MARIA JOSÉ DA SILVA BANDEIRA. em nome do de cujus: Sr. Pelo exposto.AUTORA: C.8. Intimem-se. dando-se baixa na distribuição. por sentença.Processo 0304351-08.Alimentos . arquivem-se os autos.Processo 0306449-63. 269. do CPC. Há. WALDEMAR PIMENTEL SIMAS VASCONCELLOS e ALEXSANDRO PIMENTEL SIMAS VASCONCELLOS .Inventario . . Instrução e Julgamento. ELIETE DA PAIXÃO PIMENTEL SIMAS. C. sem a intimação do réu. Em resposta ao ofício às fls. 319 do CPC. Juiz(a) de Direito.Lei 6858/80 .05. Sra.ARROLADO: Espolio de Genesio Augusto Freitas Pimentel . decreto a revelia da parte ré. solicitando à CAIXA ECONÔMICA FEDERAL a liberação do valor requerido. A.05. Publique-se. Conforme fl. havendo. do Código de Processo Civil. L. com fulcro no art.Aberta a audiência de pelo Dr.8. O rol de testemunhas deverá ser depositado no prazo de 20 (vinte) dias antes da audiência (CPC. com a devida baixa na distribuição.2012.0001 . 15. . É o breve relatório. Sem custas. Publique-se. 32 a 35 não contestou o feito no prazo legal. I).RÉU: O. devidamente qualificados na peça exordial.M.Lei 6858/80 . UBIRAJARA DA PAIXÃO PIMENTEL SIMAS. nos termos do art. testemunhal e depoimento pessoal. não há óbices ao deferimento do pleito.Fixação . intimem-se e registre-se. em nome da Sr. Tendo em vista a natureza do litígio. ADV: CARLOS BRUNO CAMPOS ROCHA BOMFIM (OAB 23267/BA) .1.RÉU: Paulo Roberto Farias Mesquita .Vistos. fica redesignado o dia 30/ 07/2013 às 10:00h para a realização da audiência Conciliação.0001 . ainda.0001 . Atentar-se que o referido estudo deverá ser feito antes da audiência designada para o dia 20 de agosto de 2013 Designo o dia 20 de agosto de 2013 às 08:30h para audiência de instrução e julgamento.AUTORA: I. 47v nao contestou o feito no prazo legal. para determinar a imediata liberação do Alvará. 319 do CPC.Lei Especial Nº 5. Registre-se.8. 407). 267. ESTA DECISAO TEM FORÇA DE MANDADO. prova da existência do crédito reclamado.8. do E. de modo que o feito deve ser instruído.RÉU: A. Flávio Silva Cerqueira e outros.2011.478/68 Fixação . não incidem os efeitos da revelia (CPC. Intimem-se.725. por meio de advogado devidamente constituído. ESTA DECISAO TEM FORÇA DE MANDADO. Anderson Lima Alves. P. e. Intimem-se.Ante o exposto. sem a intimação da ré. ADV: CLISTENES BISPO (OAB 23501/BA) .Processo 0164675-55. nos autos. UARACY DA PAIXÃO PIMENTEL SIMAS. ANDRESSA DE ALBUQUERQUE CARDOSO (OAB 32547/BA) . estando. proceder a liberação da importância retida. P. ou a sua representante legal.05. Juiz foi dito que voltem-me os autos conclusos para remarcação de audiência.0001 .05. do(a) M. Defiro a gratuidade judiciária Expeça-se o Alvará. inc.RÉU: C. procedente o pedido nos termos do art. Defiro a produção de prova documental. I).M Juíza encontrar-se nesta data realizando audiencia no Cartório de Periperi. Tendo em vista a natureza do litígio. na forma da lei.C. da C. 48 onde consta que a ré. 2 / Página 19 ADV: NARCISO DE OLIVEIRA CORREIA (OAB 6673/BA) .AUTOR: Maria Helena Figueredo Silva Mesquita . 320. devidamente atualizado com seus respectivos rendimentos.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Pelo exposto. C. devidamente citado às fls. e noventa e um centavos).Levantamento de Valor . A. não incidem os efeitos da revelia (CPC. do E. 10 de maio de 2013 Cad. . ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . DRA.8.2012. ser entregue aos Requerentes. 37 foi designada para o dia 11 de junho de 2013 às 09:00h audiência e julgamento para promover a instrução do processo.2006. S.Alvará Judicial . ADV: MARIANGELA DA SILVA LEMOS (OAB 9999007D/BA) .05. . prova de que as Requerentes são beneficiárias do falecido. FREDIE SOUZA DIDIER JUNIOR (OAB 15484/BA). LUIZ EVANGELISTA DA SILVA. inc.2011.Processo 0311560-62.ELISETH PIMENTEL SIMAS DE AZEVEDO. Transitada em julgado esta sentença. para determinar a imediata liberação do Alvará. MARIA HELENA S. e outro . para levantamento dos valores retidos junto à CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. G. FÁBIO PIMENTEL SIMAS VASCONCELLOS.AUTOR: Eliseth Pimentel Simas de Azevedo e outros .Levantamento de Valor . 37 onde consta que o réu. ADV: DAN CHRISTINAN DO CARMO SILVA (OAB 25342/BA) . CARLOS BRUNO CAMPOS ROCHA BOMFIM. S.2009.0001 . EXTINGO O PROCESSO.

para evitar o cerceamento de defesa redesigno a audiência para o dia 04 de julho de 2013 às 13:00h .RÉU: E. 70 a parte autora requereu o patrocícnio da Defensoria Pública. Juiz foi dito que ao compulsar os autos verifica-se que o advogado da pare ré não foi intimado da presente audiência e da Decisão Interlocutória e uma vez que a parte ré não se fez presente embora devidamente intimada para a audiência ora designada. .05.Alimentos .0001 .REQUERIDA: J. Intimações necessárias. Juiz foi dito que: suspendo o processo pelo prazo de 90 dias. publicada em 14/07/2010. ADV: LORENA ROCHA DE REZENDE (OAB 29694/BA) .0001 . IMPRIMO A PRESENTE ATA FORÇA DE MANDADO.AUTOR: S. baixa na Distribuição. Expeça-se nova Carta Precatória para que a parte ré seja intimadada. extrajudicialmente.INVDO: Espolio de Jose Nogueira Dantas FIlho . 330.RÉU: Luis Carlos Pereira dos Santos . Redesigno a audiência para o dia 03 de julho de 2013 às 13:00h . IMPRIMO A PRESENTE ATA FORÇA DE OFÍCIO. Visto Etc. Rio de Janeiro. .05. depoimento pessoal das partes.2012.2012. . de S. SEM CUSTAS E SEM HONORARIOS "EX VI LEGIS". mediante apresentação desta. de C.Processo 0358740-40. consoante com o disposto nos art. Após o transito em julgado. de S. A. Juiz foi dito que a parte autora compareceu em juízo informando que no dia 11 de setembro de 2012 compareceu no Balcão de Justiça da Liberdade.Processo 0324267-28. Juiz foi dito que redesigno a audiência para o dia 24 de setembro de 2013 às 08:30h .0001 .0001 . Tendo em vista a materia discutida nestes autos e que as provas nos autos sao suficientes para o julgamento da lide. Pelo Ministério Publico foi dito que: Descabida a intervenção do Ministerial.. DECRETANDO O DIVORCIO DO CASAL E EXTINGO O PROCESSO COM RESOLUÇÃO DO MÉRITO. R. a averbação do Divorcio do casal. S. . ESTA ATA TEM FORÇA DE MANDADO.8.Disponibilização: sexta-feira.REQUERIDO: C.Procedimento Ordinário . Intimações necessárias.Inventário e Partilha . do N.000 e que o endereço do réu é o que está consignado na peça contestatória.Aberta a audiencia.Exoneração . C. L.05. de O. pelo Dr. É o parecer. Cientes os presentes.AUTORA: Rosana Oliveira das Silva .Ba 34111 Cientes os presentes. o que foi deferido por este juízo. I e II do CPC. na forma do arti. combinado com o disposto nos artigos do Código Civil e Art° 226 parágrafo 6° da Constituição Federal e sua Emenda n° 66 ao artigo 226 da CF. I do CPC.8.RÉU: Geovan Carneiro de feitas Aberta a audiência de pelo Dr.REQUERENTE: F.05.Processo 0354586-76.Dissolução .AUTOR: L. tendo a mesma dito que ratifica a peça vestibular em todos os seus termos e requer a decretação do Divórcio. quando novamente irão tentar dar continuidade ao relacionamento marital.Lei Especial Nº 5. Designo a audiência de instrução e julgamento para o dia 20 de setembro de 2013 às 13:00h . matrícula nº 00999301552000300004509000229976 a fim de que se proceda. Abro vistas à parte autora para oferecimento de suas razoes finais.0001 . .Aberta a audiencia.05.478/68 . . S.Alimentos . Intime-se a Bacharel Samanta Lima Ferreira OAB-Ba36483 pelo Diário Eletrônico de Justiça. decido pelo julgamento antecipado desta. ESTA SENTENÇA TEM FORÇA DE MANDADO. não tendo mais interesse em continuar com o presente processo.940. L.8.REQUERENTE: A.Inventário . 2 / Página 20 ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . as partes são maiores e capazes.Processo 0324558-28. Expeça-se Carta Precatória para depoimento pessoal do réu. juntamente com o réu e fizeram um acordo.Pelo MM juiz foi dito que: defiro as provas requeridas pelas partes e assino prazo de dez dias.Divórcio Litigioso . entretanto. Cientes os presentes.Processo 0355351-47. haja vista a inexistência de indisponibilidade e interesse público neste feito. arquivamento dos autos e remessa para o SECAPI. vez que as partes resolveram. Pelo Doutor Juiz foi dito que: JULGO PROCEDENTE O PEDIDO EXORDIAL.Lei Especial Nº 5.Aberta a audiencia. Cientes os presentes. Juiz foi dito que ao compulsar os autos verifica-se que a ré foi intimada por hora certa. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) .0001 Alimentos . com vigência imediata.Dissolução . em relação ao requerido o mesmo será ouvido na Comarca de São Pedro da Aldeia.AUTORA: Rosemayre Guerra dos Santos . .05. IMPRIMO A PRESENTE ATA FORÇA DE MANDADO.05.05. 269.AUTORA: Marisol Solla Dantas e outros .8.0001 . O casal não possui bens a serem partilhados.2012. pelo Dr. de C. Intimese a ré e o Bacharel Adenilson Malheiros. partes deste processo. C. pelo Dr. ADV: ANA CLÁUDIA MARQUES DINIZ GONÇALVES QUEIRÓZ (OAB 25784/BA) . ADV: ADILSON AMÂNCIO DOS SANTOS (OAB 10590/BA) . é desnecessário a nomeação de Curador Especial um vez que esta já ofereceu contestatação.8. B. Ademais. de O.478/68 .2012. K. Voltem-me os autos conclusos Cientes os presentes.Reconhecimento / Dissolução .Procedimento Ordinário .Processo 0335719-35. bem como. para arrolarem as testemunhas.. . S. PUBLIQUE-SE.8. venderem o único imóvel do casal para compra de outro imóvel na cidade de Conceição de Feira. Cientes os presentes.2011. 10 de maio de 2013 Cad. Intimações necessárias. sendo que.2012.Oferta .Declaro encerrada a instrução processual. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . R. Expeça-se a carta de sentença. já houve réplica e o processo está em ordem.Processo 0324688-18.Intime-se o advogado da inventariante a fim de diligenciar o pagamento das custas para expedição da carta precatória. CLEVER AUGUSTO JATOBÁ MIRANDA (OAB 24938/ BA) . . OAB.Processo 0322288-65.Alimentos . Remeta-se cópia deste termo ao Cartório de Registro Civil do Subdistrito de Plataforma.8.478/68 .2012. DECRETANDO O DIVORCIO de que se regra pelas clausulas e condições fixadas na exordial.0001 . dos S. após a informção prestada quanto ao endereço da filha do casal. como estabelecido na lei de Divorcio 6515/77. uma vez que a advogada da parte ré não foi intimada. nesta Capital. O advogado da parte autora se compromete a informar aos autos o endereço do filho do casal. .Lei Especial Nº 5. ADV: EDUARDO AUGUSTO DA SILVA SOTTO MAIOR (OAB 117900/RJ).Aberta a audiência de pelo Dr. no prazo de 15 (quinze) dias.8.2012. ADV: NILSON LUIZ PASSOS COSTA (OAB 21864/BA) . Intimações necessárias. Expeça-se ofício a fonte pagadora do réu.REQUERIDO: L.AUTOR: Maria da Penha Silva .Procedimento Ordinário .RÉU: Carlos Eduardo Alexandrino de Lima . às fls.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . CEP 28.Reconhecimento / Dissolução .

. ESTA DECISAO TEM FORÇA DE MANDADO.ESTE DESPACHO TEM FORÇA DE MANDADO.AUTOR: L. S. sob pena de revelia.Processo 0370487-84.8. sem a intimação da ré.REQUERENTE: N. em cumprimento ao presente.478/68 . 2. Designo o dia 17 de junho de 2013 às 10:00h para audiência de instrução e julgamento. P.05.REQUERENTE: R. 30.Processo 0359342-31. com os respectivos números das apólices conforme ítens 1.3.e soltou para o oficial de justiça que o cumpriu e certificou a citação. devidamente citada às fls.18 nao contestou o feito no prazo legal. H.AUTOR: Valdete da Mata Nascimento . no prazo de 15(quinze) dias.Lei 6858/80 Levantamento de Valor .Dissolução . para que nao seja alegada nulidade desta e de toda a execução no futuro. de modo que o feito deve ser instruído. 3. P. M.4 e 8 às fls. Torno nula a citação do executado de fls. Tendo em vista a certidão de fls.Processo 0362030-63. . .0001 . 03. 10v.Dissolução .C. A. L.8.05.Expeça-se uma via original deste despacho com força de MANDADO DE CITAÇÃO para ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço indicado nos autos. M. 09 dos autos. Juiz foi dito que intime-se o Defensor Pública para que se manifeste sobre a certidão de fls. bem como o despacho deste Juizo às fls. ADV: ANTONIO MARIO REIS DE AZEVEDO COUTÍNHO (OAB 23536/BA) .2012. que provavelmente pertence a outra execução que deveria estar apensa a esta.1.8. Determino seja cumprido com urgência o despacho de fls. 2.1.REQUERIDO: I.Divórcio Litigioso . D.Defiro o pedido retro. .37-v. .Inventário e Partilha .0001 . com fulcro no art. M.Procedimento Ordinário . dos S.Alimentos . Initmações necessárias. . P. 49. da M. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) .05.2.I. .INVDO: Espolio de Leonor Tupiniquim Conceicao .1.RÉ: Cleide Loiola Santos da Silva .2012.05. e. Assim. chamo o feito à ordem e determino ao cartório que apense estes autos aos principais e à execução pelo rito do art.Cumprimento de sentença . para que informe .C. S.C.AUTORA: Marineuza Jesus dos Santos . 285 c/c o art.Ao compulsar os autos verifica-se que o pedido inicial foi pela execução sob o rito do 475-J do CPC. através do qual MANDA este Juízo que.Dissolução .Processo 0366514-24.0001 .Aberta a audiência de pelo Dr. cuja cópia segue anexa. nos termos do quanto preceitua o art. 733 do CPC.I. Expeça-se o mandado de avaliação.8. 319 do CPC.Processo 0372549-97. ADV: RENAN FARIAS DE LIMA MARQUES VIEIRA (OAB 35250/BA) .Alimentos . 20-v onde consta que a ré. 09.2012. e outro .0001 . 2. tendo o cartório certificado a falta de manifestação e a Defensoria Publica requerido a prisão do executado.Vistos. H.A prestação jurisdicional nos autos se encerrou com a sentença homologatória de fls.05.Processo 0359498-19.0001/01 . R.2012. 320.2012.Intimem-se os réus nos endereços indicados na petição de fls. ADV: ANTÔNIO SOUSA BRITO (OAB 13064/BA) .Intime-se a autora. 11. contados da juntada do mandado no processo. contestar a ação em 15 (quinze) dias.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . Tendo em vista a natureza do litígio.AUTOR: Alisson Santiago da Silva .Processo 0372199-12. L. querendo.RÉU: B. Sr.8. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . não incidem os efeitos da revelia (CPC. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) .Processo 0367257-34.0001 . C.2012.8.Conversão de Separação Judicial em Divórcio .Intimese o advogado da parte autora. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) .Processo 0366468-35.C. P. 2 / Página 21 ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . após.Cite-se o Réu para. tendo em vista às certidões de fls. conforme despacho acima proferido e diante da petição inicial. 3.Exoneração . Defiro o pedido retro determinando que a avaliação do imóvel seja feita por oficial de justiça avaliador. através da sua nova patrona às fls. entretanto o cartório imprimiu um outro despacho. 5.Inventário e Partilha . no endereço indicado nas fls.Intime-se o Sr.REQUERIDO: A. 10 de maio de 2013 Cad. 24. para que junte aos autos a renúncia da assistência pela Defensoria Pública.2012. para que no prazo de 30 (trinta) dias se habilite aos autos.Lei Especial Nº 5.8. dos S.Disponibilização: sexta-feira. Qualquer pedido referente a execução dos valores nao pagos e em relação a revisão dos valores devidos à titulo de alimentos deverão ser discutidos em ação propria. Instrução e Julgamento para o dia 26 de Junho de 2013 às 08h30.P. P.RÉU: J.REQUERENTE: E.05.INVDO: Espolio Antonio Ribeiro Silva . ambas retro. querendo. Jailde Ribeiro Hasselmann.1.Não sendo contestada a ação no prazo marcado.Determino o cartório que reexpaçam-se os ofícios às intituições bancárias aludidas na inicial. 319 do CPC. arquivem-se os autos na forma da Lei. como parte integrante desde.I.Cumpra-se IMEDIATAMENTE. 4.0001 . etc.05.8.I. 3. .2012.AUTOR: Alimar Tupiniquim Conceicao . T.Designo audiência de Conciliação.05.2012. C.Inventário . bem como a certidão de fls.REQUERIDO: J. . N. ADV: MANUELA BEZERRA MOTTA DE OLIVEIRA (OAB 19985/BA) . 23 e 24. extraído do processo acima indicado. I).I.I.C. .05.Inventário .AUTOR: L. da M. 6. os endereços corretos das partes.REQUERENTE: Leticia Ferreira da Silva . JAILTON DE JESUS SILVA. 52.Alimentos .0001 .Determino seja feita busca via bacenjud acerca de saldo em instituições bancarias em nome do falecido. EFETUE A CITAÇÃO DO réu.0001 . bem como a expedição de ofício ao ITAUCARD para informa a existência de financiamento de veículo conforme o ítem 6 às fls. .Lei Especial Nº 5. inc.Reconhecimento / Dissolução . 03.Divórcio Litigioso .0001 .Intime-se o autor no endereço indicado na petição de fls. pessoalmente.8.Processo 0373061-80.8. 319 do CPC).Alvará Judicial . Assim. dos S. 38.478/68 .05.2012. ADV: JUDI SANCHO DE SANTANA LIMA (OAB 36544/BA) . aguarde-se o prazo de trinta dias para que as partes possam fotocopiar os autos.RÉU: Edilberto Pereira Cangussu . decreto a revelia da parte ré. presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pela parte autora na petição inicial (art.

Juiz foi dito que: preliminarmente o advogado da parte autora requer a juntada de atestado médico da parte autora justificando sua ausência. por si só. Pela MM. urgente. do CPC).ESTA DECISÃO TEM FORÇA DE MANDADO.Tutela e Curatela . do N. excluindo-se: FGTS. . 3.RÉU: A. B. nos termos do quanto dispõe o art.Processo 0397205-21. de S. 2 / Página 22 ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . V.Este mandado deverá ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço indicado nos autos. Cientes os presentes. P.RÉU: V.Defiro o pedido de Gratuidade da Justiça até a elaboração dos cálculos. NESTA CAPITAL. A.REQUERENTE: M.Lei Especial Nº 5. contestar a ação em 15 (quinze) dias.Tutela e Curatela .2012. 1.2012.2012. Após juntada do laudo. .REQUERIDO: Debora Santos Pires .REQUERENTE: A.05.Intime-se a parte autora pessoalmente para que cumpra o quanto requerido pelo Ministério Público.05.478/68 . P. determino expedição de oficio à perícia Medica do tribunal de Justiça a fim de realizar exame médico do interditando. Juiz foi dito que redesigno a audiência para o dia 10 de setembro de 2013 às 13:00h .I. P.AUTORA: A. 6. exceto o abono. e outro . ADV: IGOR NUNES BRITO (OAB 12466/BA) .05. da C. A. pelo Dr. ADV: EDUARDO SILVA LEMOS (OAB 24133/BA) . Redesigno a audiência para o dia 09 de julho de 2013 às 08:30 h.Alimentos . .verso. . e o imposto de renda. P.REQUERENTE: Ciomara Dos Santos Lopes Ferreira . querendo.INTERDA: J. Vistas ao Ministério Público.05. S. do CPC.0001 . a exame médico de sanidade mental. Intimações necessárias.Expeçam-se o(s) ofício(s). . deverá a mesma no prazo de 20 (vinte) dias.Processo 0395439-30.Interdição . fazendo-se referência ao número do processo em epígrafe. sob pena de revelia. ADV: ANTÔNIO PEDRO DE JESUS NETO (OAB 17627/BA) .Processo 0374731-56.Liquidação / Cumprimento / Execução .Lei Especial Nº 5. ESTA ATA TEM FORÇA DE MANDADO.0001 .8. .Vistos. Nomeio Inventariante o Requerente. Após prestar compromisso. presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art. .0001 . ADV: THIAGO PHILETO PUGLIESE (OAB 24720/BA). 2. respondendo os seguintes quesitos: Sofre o interditando de suas faculdades mentais? Sofre o interditando de problema físico que a incapacita para a pratica de atos da vida civil? Em caso afirmativo.Alimentos .Fixação .Determino o desentranhamento do despacho à fl.2012. MOISES SANTANA BARRETO (OAB 35256/BA) . P.Aberta a audiência de pelo Dr.REQUERENTE: M. bem como informar o nome e o endereço de todos os herdeiros . .Processo 0404895-04.0001 . C.Inventário . C. 16. etc. apresentar as primeiras declarações.2012.AUTORA: Eleane Meire de Jesus . C.319. IMPRIMO.Defiro o pedido da assistência gratuita. Cientes as partes. em conta corrente a ser aberta em nome da representante legal da menor. Prestando compromisso e apresentado as primeiras declarações . 7.8. M.Declaro encerrado o interrogatório. dos S. RUA CARLOS GOMES. Juiz foi dito que determino que seja expedido ofício ao GMO para que seja realizado exame de DNA entre as partes. prestar compromisso de bem e fielmente desempenhar o cargo.C.05. 4. P. faz-se necessário avaliação por profissional qualificado na área de psicologia ou psiquiatria para que se apure se o menor tem condições de conviver em visitação desvigiada ou até mesmo vigiada na companhia do requerente. qual a natureza da moléstia? Tal moléstia é de caráter permanente ou transitório? Está o interditando incapaz de gerir.8.AUTOR: I. aviso prévio ou qualquer outra verba de natureza indenizatória . e. BARILOCHE. contados da juntada do mandado no processo. 10 de maio de 2013 Cad. R.8.Processo 0408130-76. .05. em caso de rescisão de contrato de trabalho. da C.2012.Não sendo contestada ação no prazo marcado. 285 c/c o art. o qual deverá prestar o compromisso de lei em 5 (cinco) dias. o Sra. ED.I. determino seja expedido novo mandado de citação. S. 319.Alimentos . A PRESENTE ATA FORÇA DE OFÍCIO. Aberta a audiência de pelo Dr.incidindo também sobre o 13° salário. B. V.Inventário e Partilha . 5. com resposta aos quesitos abaixo relacionados. D. dos S. incidirá sobre as parcelas de natureza salarial. o que foi deferido por este juízo. B.Aberta a audiencia. 10.8. Ficando de logo intimados todos os presentes e tendo o advogado do requerente se comprometido a apresentá-lo independente de intimação.C.0001 .478/ 68 .990. CREMEB 7080. com O SENHOR DOUTOR LUIZ ALBERTO LEAL .Processo 0400134-27.Alimentos .05. SOBRELOJA. S.2012. Dada a palavra o advogado da parte requerida sobre os documentos acostados disse que: diante das circunstâncias em que se encontra desafeto da esposa do genitor e o genitor que estão em nível elevado contra a genitora do menor. Juíza foi dito que : seja realiazado estudo do SAOF.8.478/68 . em fls.INTERTE: J. da S. nos termos do quanto preceitua o art.Tendo em vista a petição retro.Disponibilização: sexta-feira. ELIANA MEIRE DE JESUS. L. Após término do prazo de impugnação.Alimentos .PERITO JUDICIAL. do CPC.REQUERIDO: J. Após a juntada do laudo dê-se vistas ao Ministério Publico.8.0001 .2012. . deverá ser enviado a este Juízo laudo circunstanciado.478/68 .REQUERIDO: P. C. ADV: VINICIUS TOBIAS VENTURA DOS SANTOS (OAB 16587/BA) .0001 .Lei Especial Nº 5. Cientes os presentes. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . Estando nobre doutor requisitado para que submeta o interditando (a) JICELIA SOUZA DO NASCIMENTO. devendo o valor ser depositado mensalmente por desconto em folha de pagamento junto ao seu empregador informado na inicial.14 pelo mesmo ser estranho ao processo. R. OU ATÉ A DATA DA AUDIÊNCIA.Processo 0387119-88.Processo 041352027.Remoção e Dispensa . .Execução de Alimentos . descontando apenas a contribuição previdenciária.Fixação .8.Lei Especial Nº 5.0001 . Em seguinda caminhe-se os autos ao SAOF. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . O.05. dê-se vista à Fazenda Pública. C.Intime-se o réu dos alimentos provisórios arbitrados e cite-se da presente ação.REQUERIDO: A. voltem-se os autos conclusos.Tutela e Curatela . férias.Oferta . devendo a autora acompanhar o oficial de justiça no cumprimento do mandado. AO LADO DO "TCHÊ NIGHT CLUB".DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . P. a sua pessoa? Tal incapacidade é parcial ou total? Qual o código (CID) da doença? Após a realização da perícia com os exames que se fizerem necessários.Arbitro os alimentos provisórios no percentual de 20%( vinte por cento) dos rendimentos brutos do réu.

EDUARDO CESAR ARAUJO LEAL (OAB 9150/BA). por hora certa.0001 . GILDETE SANTOS (OAB 4194/BA).0001 .Fixação .8.4.2011. Walter José Rabelo se deu em 1998.Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução . conferia ao cônjuge sobrevivente direitoreal de habitação sobre o imóvel destinado à residência da família. Chamo o feito à ordem.2008.8.Alimentos .Cumpridas as formalidades legais.Processo 0013163-50.8. T3 . ADV: NILZA PEREIRA DO NASCIMENTO (OAB 9628/BA) . 2 / Página 23 JUÍZO DE DIREITO DA 5ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. B.Processo 0028062-52.3.Processo 0018334-84. emantecipação ao que foi finalmente reconhecido pelo Código Civil de2002.05. vejamos o entendimento do STJ: DIREITO CIVIL.Tendo em vista o parecer fazendário manuscrito às fls. S.1.O Código Civil de 1916. P.. pela Constituição Federal de 1988.Vistos. autorizando desde já citação fora do horário legal.Fixação .0001 . SUCESSÕES.278/96 conferiu direito equivalente aos companheirose o Código Civil de 2002 abandonou a postura restritiva doanterior. EVOLUÇÃO LEGISLATIVA. de S.1.Código Civil de 19169.8.RÉU: V. Juiz foi dito que cite-se o réu por oficial de justiça.0001 .1.Alimentos . B.0001 .RÉU: J.478/68 . .1991. conduz também o intérprete da norma aconcluir pela derrogação parcial do § 2º do artigo 1. dê-se vista a parte autora. cumpre-me salientar que com o reconhecimento expresso da união estável como entidade familiar.05. JOICE SILVA BONFIM (OAB 28027/BA).478/68 . encaminhem-se os autos ao Arquivo. . P.INVDO: Espolio de Carlos Alberto Galvao Barata .TERCEIRA TURMA.1. ADV: DANIEL VASCONCELOS MUNIZ (OAB 32615/BA). ADV: JOSE MANOEL BLOISE FALCON (OAB 9999010D/BA) . . KARINE TEIXEIRA DUMÊT ROMERA (OAB 17477/BA) .1998.Alimentos ..Processo 0038747-75.INVTE: Marco Antonio Lopes Barata e outros . 32. EQUIPARAÇÃO DA UNIÃO ESTÁVEL. que está sendo discutido nos presentes autos.Aberta a audiencia. .. D.278/96 regulando o direito a alimentos. ANDERSON LISBOA DIAS COELHO (OAB 24949/BA). ORFÃOS INTERD. dos A. . antes do Código Civil de 2002. o STJ tem decidido varias demandas. também. cobrança de alugueres da companheira do falecido em relação ao imóvel em questão. ou seja. inclusive aos finais de semana e.HERDEIRO: Maria da Gloria Meirelles Barata .8.0001 .Exoneracao de pensao alimenticia .Processo 0030945-74. Expeça-se oficio a empresa para desconto dos provisórios arbitrados. dos S. Em relação à partilha dos bens entre a companheira do falecido. ADV: JOSE MANOEL BLOISE FALCON (OAB 9999010D/BA) . M.Inventario . .INVTE: Gina Lucia Rabelo de Araujo INVDO: Espolio de Walter Jose Rabelo .0001 . Data de Julgamento: 14/06/ 2011. de modo a equiparar a situação do cônjuge e docompanheiro no que respeita ao direito real de habitação. Intime-se o réu acerca dos alimentos provisórios arbitrados e acerca da audiencia que ora redesigno para o dia 24 de setembro de 2012 às 08:30h.Lei Especial Nº 5.Recurso Especial improvido. SITUAÇÃO JURÍDICA MAIS VANTAJOSAPARA O COMPANHEIRO QUE PARA O CÔNJUGE. S. Expeça-se oficio ao Juizo deprecado.Lei Especial Nº 5.Processo 0028062-52. devendo ser-lhe aplicadas as regras do Código de 1916.611Código Civil (821660 DF 2006/0038097-2. O.I. onde as filhas do falecido entendem que deve ser cobrado aluguel do periodo em que a companheira residiu no imóvel após o evento morte.RÉ: D. pessoalmente. VÂNIA MARIA DE OLIVEIRA ARNAUT (OAB 9728/BA) .AUTOR: E. E. entende esta Magistrada.611 do CódigoCivil de 1916.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .478/68 . § 3º) ao incumbir olegislador de criar uma moldura normativa isonômica entre a uniãoestável e o casamento.1995. de S.AUTORA: Regina Amoedo Teixeira de Souza . Expeça-se oficioo a Receita Federal para que informe a este Juizo a declaraçao de imposto de renda do réu dos ultimos cinco anos.Cumpra-se o quanto requerido pela Fazenda Pública.Intime-se a aparte autora para que apresente o endereço da parte requerida no prazo em lei. EVANI DOS SANTOS MONTEIRO (OAB 24558/BA) .278Código CivilConstituição Federal§ 2º1. considerando que no presente caso o falecimento do Sr. de S.8. pois era a Lei vigente quando foi aberto o processo de sucessão.Inventario .AUTOR: A.05. 10 de maio de 2013 Cad. o legislador ordinário editou as leis 8. etc.2011. Relator: Ministro SIDNEI BENETI. ADV: ANDREA MACHADO (OAB 8420?/BA).independentemente do regime de bens do casamento. S. apesar da polemica gerada em torno da interpretação do artigo 1790 do CC/2002 quando confrontado com princípios constitucionais. .Família .971/94 e 9.05.0001 . ADV: ARNALDO EMERSON FERREIRA SAMPAIO (OAB 751B/BA) . partilha e . . retro.05.2.05. na esteira das decisões hodiernas do STJ.AUTOR: Alisson Vinicius Conceicao de Souza .RÉU: O.Processo 0019379-85. que nao cabe. se necessário.Lei Especial Nº 5. GILDÁSIO PEREIRA DE JESUS (OAB 26178/BA). de S.8.I ADV: GABRIEL CARBALLO MARTINEZ (OAB 23158/BA).desde que casado sob o regime da comunhão universal de bens.AUTOR: Alisson Vinicius Conceicao de Souza . Data de Publicação: DJe 17/06/2011) Assim. com a redação que lhe foi dada peloEstatuto da Mulher Casada. S.Dê ciência à parte autora da certidão das folhas retro (fl. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO ANTÔNIO MÔNACO NETO ESCRIVÃ(O) JUDICIAL IANDRA RIBEIRO SILVA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0193/2013 ADV: DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1/BA) . S.Inventario .RÉU: O.Acerca da certidão de fls. esta Magistrada.Processo 0008542-09. No tocante aos valores devidos a companheira e às filhas exclusivas do "de cujus" acerca do acervo hereditário.8.Disponibilização: sexta-feira.2011. no presente caso. DIREITO REAL DE HABITAÇÃO DO CÔNJUGESUPÉRSTITE. Em relação ao direito real de habitação da companheira.A Constituição Federal (artigo 226.15verso) e intime-se para que se manifeste no prazo de 10 dias sob pena da lei.AUTOR: E. estendendo o benefício a todos os cônjuges sobreviventes..A Lei nº 9.05. e é neste sentido que decide. intime-se a Inventariante para que cumpra o quanto ali exposto.2011. pelo Dr.05.

INVDO: Espolio de Lazaro Costa Menezes .C. Ainda. sob as penas da Lei. nao fazendo parte da herança das descendentes que deverão dividir entre si o percentual de 50% (CINQUENTA POR CENTO) do imóvel. O direito real de habitação para o companheiro sobrevivente ficou estabelecido no parágrafo único do artigo 7º da Lei 9.Declaratoria . dissolvida a união estável por morte de um dos conviventes.Fixação . Quando da abertura da sucessão. Intimem-se as partes desta decisão.) Por petição de fls. 1 611 do Código Civil (1916). Acerca do Laudo de Avaliação de fls. certificado pelo cartório o pagamento integral.(5076474300 SP . assino o prazo de quinze dias para que a advogada Dra. de ser nomeado inventariante.0001 . estabeleceu o direito. o sobrevivente teria direito real de habitação." 2) Ocorrendo o pagamento dentro do prazo.RÉU: Espolio de Tomio Gimbo .AUTORA: Marylane Ventura da Silva . P.Disponibilização: sexta-feira. à guisa do entendimento legal à época do falecimento do "de cujus". faz jus a metade do valor do imóvel. convém distinguir sucessão de meação de bens: enquanto esta se refere ao regime de bens. entre outros. correspondendo à participação na metade dos bens que tem em comum com o companheiro. na forma da Lei. os comprovantes deverão ser anexados ao processo.Intime-se a aparte autora para que apresente o endereço da parte requerida no prazo em lei. devendo os herdeiros ajuizarem a ação cabível no Juizo competente.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . Desta forma. para fins de sucessao.INCIDÊNCIA DO ART 2o DA LEI Nº 8. enquanto vivesse ou não constituísse nova união ou casamento. dando à intimação o seguinte texto: "Fica a parte autora Sra.FALECIDA QUE DEIXOU ASCENDENTES . P. emitir a Certidão de Não Pagamento de Custas e demais Despesas Processuais Finais e encaminhar copia da referida certidão que deverá conter todos os dados do processo e o valor devido à titulo de custas. Prevaleceu. na forma da Lei. determino: 1) determino ao cartório que certifique o valor das custas processuais devidas e que intime a parte autora pessoalmente e por oficial de Justiça para que pague-as em dez dias. Assim tambem o entendimento do STJ: "UNIÃO ESTÁVEL .89 verso. 192. entao equiparado àquele. Para que sejam tomadas as medidas cabíveis para cobrança através de execução fiscal. 2 / Página 24 sucessão entre os companheiros. a Procuradoria Estadual através de A. Assim. 83 dos autos. mediante falsificação de documentos. equiparada à meeira.478/68 . o companheiro nao poderia ter mais direitos que o conjuge. à época do falecimento e anterior ao Código Civil de 2002. o entendimento de que o companheiro não poderia ter mais direitos que o cônjuge.REPRESENTANTE: Satiko Gimbo .AUTOR: Nathalia Conceicao Ribeiro Santos . Maria Antonieta Sandes Sacramento intimada para o recolhimento da importância de (valores das custas discriminados) a título de custas e demais despesas processuais finais. que lhe reconhecia o direito à sucessão legítima apenas na falta de descendentes e ascendentes do de cujus. Data de Publicação: 23/04/2008)" Inicialmente.Processo 005696833.971/94 tinha atribuído ao companheiro a condição de herdeiro necessário. tendo sido. devendo remeter com a intimação o DAJ para pagamento das custas.Processo 0040446-47.Alimentos . A referência à totalidade da herança.2011. 194 os herdeiros do falecido. constituindo-se a parte que pertencia aode cujus. mas não era herdeiro necessário. Relator: Elliot Akel. nao tinha direito à herança. pretendem cobrar valores que informam terem sido levantados pela requerente quando o falecido ainda estava vivo. entende esta Magistrada que a companheira.Processo 0057659-42. no entanto.Vistos. fixando a lei que. aplicava-se à espécie o disposto na Lei n° 8 971/94 (art. deverá a Diretora de Secretaria certificar nos autos. a Lei 12. aquela independe do regime de bens. A prestação jurisdicional encerrou-se quando foi julgada a apelação mantendo a sentença integralmente que julgou improcedente o pedido de reconhecimento de união estável ( fls. o companheiro recolheria a totalidade dos bens deixados pelo extinto. para fins de baixa e arquivo dos autos.I. ao companheiro. Alguns autores entendiam que a Lei 8. equiparou a união estável ao casamento no que diz respeito aos direitos sucessórios do companheiro. sob pena de inscrição em dívida ativa. deferida ao companheiro por força de seustatusde consorte.0001 . 2o).I ADV: ANA LÚCIA FERNANDES SILVA (OAB 13952/BA). P.Lei Especial Nº 5.05. inexistindo testamento ou outros herdeiros das classes anteriores. entende esta Magistrada que nao é possível a cobrança de tais valores neste autos.FALECIMENTO DA AUTORA DA HERANÇA ANTES DA VIGÊNCIA DO NO VO CÓDIGO CIVIL .8. 1ª Câmara de Direito Privado. ADV: DIELSON FERNANDES LESSA (OAB 12312/BA) .I. Ana Lucia Fernandes OAB/BA 13952 informe a este Juizo os atos que praticou nos autos até o seu transito em julgado.971/94 CC ART 1611 DO CÓDIGO CIVIL DE 1916 .SUCESSÃO LEGÍTIMA DO COMPANHEIRO . só significava que. etc. aplicando-se o art. A petição de fls. relativamente ao imóvel destinado à residência da família. CARMEM ROCHA MUNIZ (OAB 9382/BA) .Cuidam os autos de ação declaratória de reconhecimento de união estável "post mortem" ajuizada por Maria Antonieta Sandes Sacramento contra os herdeiros de Tomio Gimbo.05.2003.HERDEIRO: Emilly Ventura Menezes e outro . no prazo de dez dias. ouçam-se as partes.8. Em relação às custas processuais devidas e nao pagas pela autora.Inventario .05. prevista no artigo 2º. ADV: JOSENILDA ALVES FERREIRA (OAB 9999074D/BA) . 3) Decorrido o prazo previsto sem que o débito tenha sido quitado.195/2010.RÉU: Jonathan Ribeiro Santos . mas somente à metade do quanto adquirido na constância da união estável.0001 . Desta forma. inciso III da citada lei. Ocorre que a advogada que está a cobrar o valor a titulo de honorários nao informou se praticou algum ato nos autos antes do substabelecimento sem reservas da advogada anterior de fls.971CC1611CÓDIGO CIVIL DE 1916. 10 de maio de 2013 Cad.R.C. que de certa forma. 176/182.COMPANHEIRO SOBREVIVENTE QUE NÃO FAZ JUS A SUCESSÃO LEGÍTIMA . baseando-se no quanto determinado por este Juizo nesta decisão. Data de Julgamento: 15/04/2008. Acerca do pedido supramencionado.8.F1ECURSO IMPROVIDO . . mencionando as fls.CÓDIGO CIVIL2o8.2006. devendo a inventariante no prazo de trinta dias apresentar novo esboço de partilha. nem menos. 195 noticia este Juizo que nao houve pagamento das custas processuais e nem dos honorários advocatícios devidos e arbitrados por sentença a desfavor da autora.278/96. no prazo legal. Assim. percebe-se que a companheira. sob pena destas serem cobradas por meio de execução pela Fazenda Publica com a devida inscrição na divida ativa. sendo assim herdeiro facultativo podendo ser excluído através de testamento.AUTOR: Maria Antonieta Sandes Sacramento . que é o caso nestes autos de inventario.

P.05. verifica-se a existência de dois provimentos antes da análise dos pedidos de liberação de valores. manifeste interesse no prosseguimento do feito. na forma da Lei e artigos 733 do Código de Processo Civil. X. F. ADV: MARIA BETANIA RIBEIRO FERREIRA (OAB 9999039D/BA) .Processo 0072656-74. Cumpra-se. em três dias.8.2003.RÉ: Thais de Almeida Ribeiro .AUTOR: Ademario Gonçalves da Silva e outro .8. cuja cópia segue anexa.AUTOR: Arivaldo Bastos Ribeiro Filho . por Oficial de Justiça. DENISE DA SILVA LIMA (OAB 9872/BA) .Processo 0060320-52. Fernanda Marques de Brito para. tratando-se assim de erro material.I. Cumpra-se. do CPC.Processo 0088488-06. 2 / Página 25 ADV: VIGOR GOMES DE ALMEIDA (OAB 15704/BA). para pagar o debito exeqüendo e as parcelas vencidas no curso deste processo.Alimentos . no prazo de 20 (vinte) dias.REPRESENTANTE: Juliana de Souza Moreira .1.0001 .2006. P. dos S. tão só.05. 16/17 homologou o acordo constante na exordial. 3.05.2010. THIAGO DÓRIA MOREIRA (OAB 19076/BA) . Cite-se o EXECUTADO para. ESTE DESPACHO TEM FORÇA DE MANDADO.RÉU: Donato de Jesus .RÉU: A. através do qual MANDA este Juízo que. dos S. o que nao correspondeu a realidade. ANTONIO CARLOS NOVAES RIOS (OAB 14003/BA).8.0001 . que seja retificado o presente erro e assim faça-se constar na sentença: "o casal possui bens que foram partilhados de forma eqüitativa.Execução de Alimentos . e outros . 463.AUTORA: Fernanda Marques de Brito e outro . Cite-se.0001 .0001 . ADV: MÁRIO HENRIQUE DE ALMEIDA SCALDAFERRI (OAB 24712/BA). informe o endereço correto do requerido.AUTOR: Antonio Jose de Menezes .Alvara . e outro .Divorcio consensual AUTORA: C. mantém-se a sentença de fls. 10 de maio de 2013 Cad. Publique-se.01) Inicialmente. 176. EFETUE A CITAÇÃO do executado.05.1.REPRESENTANTE: M. SANDRA MARA BUSTAMANTE (OAB 24954/ BA).478/68 . ADV: HELEN BATISTA DE OLIVEIRA (OAB 23789/BA) .2011.Intime-se o autor para que cumpra integralmente o quanto requerido pela Fazenda Pública às fls.8.Processo 0066952-60.Intime-se a parte autora. inexatidões materiais.Tendo em vista a certidão retro.05." Expeça-se a carta de sentença. MARIA CRISTINA SOARES DAVID MOTTA (OAB 10881/BA) . etc. cuja cópia segue anexa.".RÉU: Raimundo Ribeiro Serpa Junior . conforme despacho acima proferido e diante da petição de fls.Alvará Judicial .1998. para que no prazo de 05 (cinco) dias. e outro . querendo. JOSÉ CLAUDIO PEDREIRA RAMALHO (OAB 24796/BA) . G. 16/17 em sua inteireza. no prazo de 20 (vinte) dias. S.8.Lei 6858/80 .05. apresente o contrato de prestação de serviços profissionais. JAIME OLIVEIRA (OAB 12249/BA). LICIA CARDOSO BASTOS (OAB 8462/BA).05. na sentença homologatória constou que o casal possui bens a serem partilhados.Intime-se a aparte autora para que apresente o endereço da parte requerida no prazo em lei. ADV: JOSÉ BASTOS (OAB 10448/BA).Dissolução AUTOR: Maria da Conceição Santana de Jesus .Processo 0062073-44. dos S. devidamente ASSINADO pelas partes. . verifica-se que a sentença de fls.para que no prazo de 48 (quarenta e oito) horas. Isto posto. .2011.1. intime-se a parte autora. como se observa do referido decisum.05. através do qual MANDA este Juízo que. em cumprimento ao presente.Certifique o cartório acerca da resposta do ofício de fls.DIREITO CIVIL . sob pena de extinção com fundamento no art.Ao compulsar os autos. como consta na exordial. C. ADV: CLECIA SOUZA MOURA (OAB 9999038D/BA) .C.Processo 0088955-09. 2.P.Alimentos AUTOR: G. conciliação e julgamento para o dia 20 de agosto de 2013 às 09:00h.0001 . extraído do processo acima indicado.Família . 2) Determino a intimação do(a) advogado(a) da parte exequente para. 4.Execucao de sentenca .C.RÉU: Juarez Araujo de Britto .8.Processo 0094142-66. P.AUTOR: Miguel Costa Serpa . Ao compulsar os autos.8. sob as penas da Lei.I.I.8.2011. provar que o fez ou justifique a impossibilidade de fazê-lo. pessoalmente.0001 .0001 . determinando-se. haja vista que a cópia colacionada não encontra-se assinada. de ofício ou a requerimento da parte.Lei Especial Nº 5. 69/73. ou Ihe retificar erros de cálculo. extraído do processo acima indicado. em cumprimento ao presente. A.0001 . de Q.Execução de Alimentos Família . 16/17 destes autos. É o que se dá na hipótese dos autos.1999.1.05.0001 . através de alvará.I.Processo 0081588-85.2010. sob pena de prisão civil.AUTOR: João Victor Raimundo Moreira e Silva . Intimem-se. Segundo estabelece o art.Disponibilização: sexta-feira.AUTOR: I. M. ADV: ROSANE SANTANA RODRIGUES PEREIRA (OAB 24961/BA).05. P.2009. pois. como parte integrante desde.Expeça-se uma via original deste despacho com força de MANDADO DE INTIMAÇÃO para ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço indicado nos autos. EFETUE A INTIMAÇÃO DA PARTE AUTORA. S. sob as penas da Lei. de A.8. N.267 II e III do CPC.Separação Consensual . conforme despacho acima proferido e diante da petição inicial. senão vejamos: 1) Determino a intimação da Sra.Designo audiência de instrução.Divorcio litigioso . voltem-me os autos conclusos. 66. apresente renúncia EXPRESSA sobre os valores que faz jus a título de alimentos.I ADV: LORENA AZEVEDO LOPES DE SOUZA (OAB 27412/BA) . juntado às fls.Determino o cartório que cumpra o quanto requerido pela Curadoria de Ausentes. que foi homologada por sentença de fls. contados da juntada do mandado no processo.Exoneração . 21 verso.0001 . intime-se a .DIREITO CIVIL .ESTE DESPACHO TEM FORÇA DE MANDADO. X.RÉU: Joao Raimundo Aragao e Silva . inclusive em relação à partilha de bens que foi eqüitativa. Após.Vistos.Processo 0073680-98.para Ihe corrigir. Expeça-se uma via original deste despacho com força de MANDADO DE CITAÇÃO para ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço abaixo indicado nos autos. ADRIANA REIS DE SÁ OLIVEIRA (OAB 26060/BA).DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . como parte integrante deste.8. HELDO JORGE DOS SANTOS PEREIRA (OAB 13543/BA) . "Publicada a sentença.Processo 0086903-40. pelos requerentes. o juiz só poderá alterá-la: I . ADV: ÉRIKA DE ALMEIDA OPPERMANN (OAB 23854/BA). Publique-se. ADV: MARCELO BISPO DE OLIVEIRA (OAB 31495/BA) .

P. na forma da Lei e artigos 733 do Código de Processo Civil. ADV: ANTONIO JOSE DOS SANTOS (OAB 6691/BA) . querendo.I ADV: TATILUZIA ABDALLA LEITE ADÃES (OAB 14915/BA) .Interdição . extraído do processo acima indicado.8.REQUERIDO: Eliezer Ferreira dos Santos .0001 . A.INTERDO: A. provar que o fez ou justifique a impossibilidade de fazê-lo. sob pena de prisão civil.8. para pagar o debito exeqüendo e as parcelas vencidas no curso deste processo.05. o qual requereu os meses de abril. deverão prosseguir pelo rito disposto no art.I. Faz-se mister salientar a necessidade da juntada do documento requisitado. J.RÉU: C.2008.2010.2007.2005. Juiz foi dito que: defiro o pedido de redesignação de audiência. 24.Exoneração . 24) Ante o exposto. VANESCA FREITAS BISPO (OAB 26006/BA). excluindo aqueles três últimos da data de ajuizamento da execução e os que se vencerem no curso do processo. 02) Após cumprida a diligência acima pela parte exequente. . através do qual MANDA este Juízo que. sob as penas da lei.Defiro o pedido retro.. dos S. . JETRO FREITAS ROCHA (OAB 6985/BA).05.478/68 . Decorrido o prazo.Aberta a audiência de pelo Dr. 24 e as ponderações aqui presentes.Intime-se a aparte autora para que apresente o endereço da parte requerida no prazo em lei.05.I.Determino o cartório que atualize os dados da parte executada conforme novo endereço informado pelo exequente na ..RÉU: R. a parte exequente deverá tomar como base a DATA DE AJUIZAMENTO da presente execução. P.Processo 0102317-88.Intime-se a aparte autora para que apresente o endereço do interditando.AUTOR: Antonio dos Santos .REPRESENTANTE: Neildes Vasconcelos da Silva . cujas as cópias seguem anexas. tendo em vista a impossibilidade de comparecimento da parte autora.Lei Especial Nº 5. M.Alimentos . março e fevereiro do corrente ano.1. dos S.AUTOR: Iran da Rocha Gois .478/68 .Processo 0118042-78. M. no prazo de 10 (dez) dias.Processo 0115422-59.RÉU: Andre Reis Nascimento e outro .Lei Especial Nº 5.) Assim sendo. ADV: JOAQUIM LOPES DA SILVA G. Caso a parte exequente não cumpra tempestivamente a diligência mencionada no item 01 (um) determinado acima. R. . intime-se a parte exequente para proceder a separação da presente execução em ações distintas: uma para cobrança dos alimentos pretéritos por meio de cumprimento de sentença.Prestações Anteriores ao Ajuizamento da Execução e no Curso do Processo O débito alimentar que autoriza a prisão civil do alimentante é o que compreende as três prestações anteriores ao AJUIZAMENTO DA EXECUÇÃO e as que se vencerem no curso do processo. ADV: NELSON ALVES DE SANTANNA FILHO (OAB 9999037D/BA) .Exoneracao de pensao alimenticia . C. EDNA JOSE SILVA (OAB 14453/BA) . dos S. FRANCISCO JOSÉ PITHON BORGES (OAB 15998/BA). levando em consideração ao quanto foi disposto no despacho de fls.Lei Especial Nº 5. voltem-me os autos conclusos.478/68 .Prisão Civil .)" (Trecho destacado do despacho proferido às fls. e não a data em que a exequente peticione nos autos conforme verifica-se na tabela contida às fls. IVAN BRANDI DA SILVA (OAB 7941/BA). juntamente com a petição apresentada pela parte exequente com a planilha atualizada de débitos a serem executados. .I ADV: ADILSON MANOEL DE JESUS (OAB 8728/BA) . por parte da exequente.0001 . BARBOSA (OAB 8002/BA) . N. ESTA ATA TEM FORÇA DE MANDADO.REPRESENTANTE: Marcia de Jesus Almeida . Intimações necessárias.Alimentos .8.05.05.Revisão . para posterior citação do executado.AUTOR: E. como parte integrante deste. assino prazo improrrogável de 10 (dez) dias para cumprimento da separação das execuções.Disponibilização: sexta-feira. P.RÉ: Tassia Almeida Vieira . P. ao mesmo tempo que afaste posterior arguição do devedor de nulidade processual por citação inválida.8.Processo 0100000-15. Expeça-se uma via original deste despacho com força de MANDADO DE CITAÇÃO para ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço abaixo indicado nos autos." Portanto. ESTE DESPACHO TEM FORÇA DE MANDADO.0001 .Outras . . B.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .05.2006.REPRESENTANTE: Mazane de Oliveira .Guarda e educacao dos filhos .AUTOR: Lucas Almeida de Lima ..Processo 0106822-54.Assino o prazo de 20 (vinte) dias para manifestação da parte ré. Cumpra-se.2009. voltem-me os autos conclusos. as diligências que foram explanadas no despacho acima mencionado. ADV: JOSE MANOEL BLOISE FALCON (OAB 9999010D/BA) . 2 / Página 26 parte autora para que apresente.Execução de alimentos . WAGNER BEMFICA ARAÚJO (OAB 16024/BA) . F. 10 de maio de 2013 Cad.RÉU: Jose Rosaldo de Lima . abraçado ao princípio da celeridade processual.8.C.2004. de logo determino a CITAÇÃO do EXECUTADO para. em cumprimento ao presente.2010. de O.8.. 2. . EFETUE A CITAÇÃO do executado. conforme despacho acima proferido e diante da petição de fls.Ao compulsar os autos. em três dias. não atenuou-se à súmula 309 do STJ: "STJ Súmula nº 309: Débito Alimentar . 26.REQUERENTE: Eliezer Ferreira dos Santos Junior . Publique-se.AUTOR: Nair Emily Conrado Nascimento . ADV: ELIANA DE VASCONCELLOS (OAB 7702/BA).Processo 0097723-55.8. Cite-se. com a intimação do devedor para que paguem em 15 dias.Alimentos .Processo 0107447-25.RÉU: O Espolio de Dinimar Salustiano de Oliveira . no que tange à determinação acerca da separação da execução pelo rito preconizado no art.8.05.AUTOR: M. processada nos próprios autos do processo principal (. B.Determino o cartório que cumpra o quanto elencado pela Curadoria de Ausentes. a planilha atualizada de débitos a serem executado.0001 . sob as penas da lei. 733 do CPC. de M. remarcando-apara o dia 03 de dezembro de 2013 às 08:30h .Processo 0106436-29. SILVIO AVELINO PIRES BRITTO JUNIOR (OAB 8250/BA).Alimentos .05. 91. verifica-se que a parte exequente ao peticionar em atenção ao quanto determinado no despacho de fls. ADV: EURENICE RODRIGUES DE MAGALHÃES (OAB 15447/BA).Intime-se a aparte autora para que apresente o endereço da parte requerida no prazo em lei.REPRESENTANTE D: Marcia Santos Conrado .0001 .1.0001 . contados da juntada do mandado no processo.AUTOR: R. Fazse mister salientar que os meses que forem executados.0001 .0001 . 475-J: "(.

8.8.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . pessoalmente. Tendo em vista que o pedido de fls.REPRESENTANTE D: P.Cite-se a ré Luzia no endereço informado às fls. por não promover os atos e diligências que lhe competir. no prazo legal.Alvará Judicial .Levantamento de Valor .05. parágrafo único.I. Abraçado ao princípio da celeridade processual. a requerimento da parte exequente. S. 2 / Página 27 petição de fls. no prazo de 10 (dez) dias.REQUERENTE: Elionai Lima de Oliveira e outro . 20 foi deferido às fls.Disponibilização: sexta-feira.478/68 . voltem-me os autos conclusos.Expeça-se ofício ao TRE e requisite-se informações do BACENJUD. D.0001 .Levantamento de Valor .Processo 0322441-98. S.REQUERIDO: E.C. e outros . Há. Chamo o feito à ordem. ADV: GABRIEL CARBALLO MARTINEZ (OAB 23158/BA) .0001 .05. Ante o escandido. de 5 de fevereiro de 1950. 2. voltem-me os autos conclusos. após transcorrido o prazo de suspensão.Lei 6858/ 80 .2009. 267 III do CPC. V. P. e outros .Execucao de sentenca AUTOR: Ana Larissa da Silva Paranagua Lima e outro .I.Lei Especial Nº 5.1.05. . o autor abandonar a causa por mais de 30 (trinta) dias". P. por Oficial de Justiça.Cumpra-se. na forma da Lei. Publique-se.8. ainda. C.I. voltem-me os autos imediatamente conclusos. Às fls. não houve manifestação do exequente. 100 para. A. por meio de Advogado devidamente constituído.AUTOR: Washington de Araujo Teles Brasileiro .05.C. caso a Defensoria Pública não se manifeste tempestivamente. novecentos e quarenta e um reais e sessenta e cinco centavos). 267 CPC .AUTORA: Marivalda Pereira Valois . tendo em vista que o requerido já foi devidamente citado da presente ação de alimentos.2012. sem resolução de mérito: III .Alimentos . a parte exequente cumpra o quanto ali determinado. . devidamente qualificada na peça exordial.Fixação . . informe o endereço correto do Requerido. Designo audiência de conciliação para o dia 17 de junho de 2013 às 10:30h.Defiro o pedido de assistência judiciária gratuita.Vistos. J.REQUERIDO: Luzia Francisco dos Santos e outro . de S. etc.0001 .1.Família . 63v.0001 . Determino sejam desentranhadas as fls.I.Tutela e Curatela . P.I.Processo 0302287-88. 24/30. 17 verso. C. a qual requereu a homologação dos .05. 21. 31 foi aberto prazo para a replica da parte autora.I.05.I. 10 de maio de 2013 Cad. MANUEL JOSÉ PINTO DE ALBUQUERQUE JUNIOR (OAB 23138/BA) .Ao compulsar os autos. no prazo de 48 (quarenta e oito) horas. V.Tutela e Curatela .Lei Especial Nº 5. nos termos dos arts.2008. ANIBAL DE SENNA PAIM (OAB 4399/BA) .Processo 0171608-15.1.Alimentos . prova da existência do crédito reclamado. tendo em vista a certidão de fls.2012. dos S. MARIA ALZIRA DOS ANJOS (OAB 11650/BA) . 2º. § 1º.8.0001 .REQUERIDA: V. conforme certidão exarada às fls.AUTORA: Marivalda Pereira Valois . sob as penas já impostas.Dissolução . 101.RÉU: D.2011.Fixação .C.AUTORA: L. . C. ADV: RICARDO PEREIRA GOIS (OAB 21456/BA) . Retro.941. Decorrido o prazo. 28/29.Processo 0328039-96. INFOJUD ou INFOSEG a fim de que sejam feitas tentativas de localização do paradeiro da Requerida. I. em nome do Sr.Divórcio Litigioso .2008.AUTOR: M. A.Dê-se vista à Fazenda Pública. O.8. dê-se vista à Defensoria Pública para apresentar o endereço da parte executada.RÉU: Espolio de Maximo Pereira Neri .0001 .05. verifica-se que a presente execução foi suspensa pelo prazo de 06 (seis) meses.Processo 0186630-74. tendo o requerido sido citado e apresentado contestação às fls.C. P. P.05. da Lei nº 1. ADV: VIVIANE LESSA VIEIRA DE SÁ MENEZES (OAB 31944/BA). requereu o presente ALVARÁ JUDICIAL.2013. P.Processo 0328039-96.REQUERENTE: L. . 34/36 visto que devem ser distribuídas por dependência a este Juizo por se tratar de execução provisoria de alimentos. sob pena de extinção com fundamento no art. 23. Reitero o despacho de fls.05.verifica-se que cuidam estes de ação de alimentos. para que. dos S. Vieram-me conclusos para análise. P.1. prova de que a Requerente é beneficiária do falecido.Divorcio litigioso . para que a mesma promova a atualização do endereço do devedor.8. da I. ROMEU MIRANDA VALOIS.0001 .Extingue-se o processo. P. OPORTUNAMENTE.8. ADV: LEONARDO LUIS FRANÇA PAIM (OAB 23135/BA).Remoção e Dispensa .0001 . Contudo.Intimem-se.Lei 6858/ 80 . B.Alvará Judicial .478/68 . no prazo IMPRORROGÁVEL de 10 (dez) dias. ADV: VERENA SILVA NUNES (OAB 21760/BA). de logo determino a intimação da parte exequente. Foi dado vista à Fazenda Pública.Tendo em vista a certidão de fls.Réplica.0001 .MARIVALDA PEREIRA VALOIS. ante a petição de fls.Processo 014351770.I. Após. 236/238.RÉ: Janice Barbosa de Araujo Teles . havendo. proceder a liberação da importância retida.Processo 012461195. ADV: LUIZ ALBERTO TEIXEIRA PEREIRA (OAB 14099/BA) . ADV: ARISIO ANTONIO DA COSTA FREIRE (OAB 5844/BA) . "Art. que nao foi apresentada.RÉU: Aisio Saraiva Lima . M. para levantamento dos valores retidos junto à CAIXA ECONÔMICA FEDERAL.65 (duzentos e dezesseis mil. manifeste interesse no prosseguimento do feito. .Dissolução .2004.8. nos autos. Em resposta ao ofício às fls. 21.C. A.0001 .quando.REQUERENTE: J. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) .2009. T. P.060 . às fls.05. sob as penas da Lei. .AUTOR: Arivane Neri Chagas Pereira e outro .RÉU: M.2012.Processo 0312509-52.I. diante da exequente está assistida por Defensor Público.8. ADV: LUIZ ALBERTO TEIXEIRA PEREIRA (OAB 14099/BA) .Arrolamento de Bens . ADV: WALMARY DIAS PIMENTEL (OAB 9999063D/BA) . no prazo de trinta dias. devidamente atualizada do saldo.Alimentos . sob as penas da lei. tendo esta protocolizado pedido de execução de alimentos devidos e nao pagos.Determino ao cartório que certifique o trânsito em julgado da Sentença que julgou o recurso de Embargos de Declaração. informou a Caixa Econômica Federal que a conta em nome do falecido tem saldo no valor de R$ 216. Ao compulsar os autos. P. e 4º. dos S.Processo 0128992-49.8. intime-se a parte autora para que no prazo de 15 (quinze) dias. determino o cartório que procedam-se as anotações cabíveis. Intime-se a autora para informar o novo endereço do réu Edson.

10 de maio de 2013 Cad. A decretação da prisão do alimentante. 30. cuja cópia segue anexa.Execução de Alimentos Alimentos . no prazo de 10 (dez) dias. ADV: BERNADETE MENDES DE SOUZA (OAB 13841/BA) . não há óbices ao deferimento do pleito.0001 .Inventário . Data de Publicação: DJe 24/02/2012. É o breve relatório. com ou sem manifestação da parte exequente. devendo este ser percebido pela Sra. determino AO CARTÓRIO o IMEDIATO DESENTRANHAMENTO da petição e documentos de fls.3. bem como as parcelas vincendas no curso do processo executório. contados da juntada do mandado no processo.Expeça-se ofício ao INSS para que informe a existência de dependentes e respectivos endereços. P. por serem estranhos ao processo. De logo. adimplida de forma PARCIAL. SÚMULA Nº 309/STJ.: Ana Maria de Jesus Malta .232/2005. assim como valores sobre honorários de sucumbência. No mérito." (31897 MG 2012/0002755-8.I. faz-se imperioso ressaltar que a obrigação de alimentos. Ao compulsar os autos. tudo a ser aferido em cognição sumária.C. através do qual MANDA este Juízo que.Após o que voltem-me os autos conclusos para sentença. T3 . A. B. I.8.Processo 0354030-74. Decorrido o prazo de Defesa. e outros . solicitando à CAIXA ECONÔMICA FEDERAL a liberação do valor requerido. com pedido de Tutela Antecipada. 30). Expeça-se uma via original deste despacho com força de MANDADO DE INTIMAÇÃO.8.stos.0001 . ADV: MANUEL JOSÉ PINTO DE ALBUQUERQUE JUNIOR (OAB 23138/BA). . ART. CAPACIDADE ECONÔMICA DO ALIMENTANTE.EXECDO. 269. a aplicação do instituto da Tutela Antecipada em relação à execução de título executivo judicial. por sentença.INVDO: Espolio de Mario de Souza Teles . nos termos da Súmula nº 309/STJ.Intime-se a parte requerente para que tome conhecimento e se manifeste acerca da petição e documentos de fls. 02) Acerca da petição da parte executada. 733. como parte integrante deste.AUTORA: L. P. 31/39. "Ex positis". do CPC. sob pena de multa de incidência da multa de dez por cento e penhora. proposta por Ana Maria de Jesus Malta. P.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .RÉU: D. 35/36 a Requerente juntou o comprovante de pagamento do imposto. na forma do art.0001 . se dispondo para o atendimento do pleito.Inventário . não afasta a decretação da prisão do executado. a parte exequente se manifestou requerendo a execução pelo rito do art.05. Nas fls. não é o instrumento processual adequado para aferir a dificuldade financeira do alimentante em arcar com o valor executado. sob as penas de Lei. Data de Julgamento: 16/02/2012.INVTE: Divalda de Souza Teles . JULGO. 59/109.733§ 1º CPC. extraído do processo acima indicado. Recurso ordinário não provido. 733. bem como a intimação da peticionante para proceder o recolhimento do DAE. atenuando-se ao entendimento do STJ exposto acima. voltem-me os autos imediatamente conclusos. de fls. Intimem-se.Processo 035512372. verifica-se que após o despacho chamando o feito a ordem. Intime-se o EXECUTADO para.I. ao oferecimento de caução.Disponibilização: sexta-feira. a exequente não consagra êxito na comprovação de existência dos elementos essênciais para deferimento da tutela antecipada. Pelo exposto. INADEQUAÇÃO DA VIA ELEITA. CPC. 2.0001 . dê-se vista ao Ministério Público para o mesmo se manifestar sobre a prisão do executado.2012. Posteriormente. DEFIRO O PEDIDO DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA GRATUITA. nas mesmas linhas da Jurisprudência que segue: "RECURSO ORDINÁRIO EM HABEAS CORPUS.05. O habeas corpus. provada a existência da verba para cujo levantamento requer-se o presente alvará.C. requer a conversão da tutela antecipada em tutela definitiva.TERCEIRA TURMA. undefined) Portanto. A. querendo.8. revela-se cabível quando não adimplidas as últimas três prestações anteriores à propositura da execução de alimentos. não se verifica a necessidade tão premente da utilização da antecipação da tutela pretendida.INVDO: Espolio de Antonio Francisco Luiz Henrique Gross .EXEQTE.Inventário e Partilha . uma vez ausentes os pressupostos contidos no art. principalmente sem que a parte contrária seja ouvida ("inaudita altera pars").Liquidação / Cumprimento / Execução .05. § 1º. INDEFIRO o pedido de tutela antecipada. MARIVALDA PEREIRA VALOIS Recolham-se as custas processuais.8. estando.2012.C.Processo 0369509-10. para pagar o debito exeqüendo em quinze dias. Transitada em julgado esta sentença. Entende este Juízo. . Registre-se. pois demandaria o reexame aprofundado de provas.733 §1º CPC 1. acerca dos valores a título de execução de prestação alimentar. procedente o pedido nos termos do art.05. Faz-se imperioso ressaltar que. § 1º. 273/286. na forma da Lei e artigos 475-J do CPC. 273 do CPC. transcorrido o prazo já assinado de 10 (dez) dias (despacho proferido às fls. Publique-se. com a devida baixa na distribuição.: Joilson Oliveira Malta . VIVIANE LESSA VIEIRA DE SÁ MENEZES (OAB 31944/BA) . querendo afastar a possibilidade de decretação de prisão. ALIMENTOS. "et coetera". o que se prende à averiguação da presença de verosimilhança do Direito evocado. em face de Joilson Oliveira Malta.2013. na forma da lei. SENDO CERTO QUE O PAGAMENTO PARCIAL DO DÉBITO NÃO ELIDE A PRISÃO CIVIL DO DEVEDOR. voltem-me os autos conclusos. P. nos termos do art. e. 733 do Código de Processo Civil. PRISÃO CIVIL. em cumprimento ao presente.Inventário e Partilha . conjuntamente com a possibilidade da ocorrência de dano irreparável ou de difícil reparação. 2.01) Cumpra-se o despacho de fls. ESTA DECISÃO TEM FORÇA DE MANDADO. do CPC.2012. 2 / Página 28 cálculos. em regra.Processo 0337198-29. ADV: CRISTIANO SAMPAIO TELES (OAB 33590/BA) . Contudo. PRELIMINARMENTE. ADV: EDGAR SILVA NETO (OAB 14538/BA). encontra-se contrária ao entendimento do Superior Tribunal de Justiça .1. "Inaudita altera pars". para ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço indicado nos autos. caracterizada a condição sucessória da Requerente. cumulado com o pedido de tutela antecipada sobre os valores pleiteados a título de execução de alimentos. Trata-se de ação de execução de alimentos. 475-J do CPC. CAMILA VELOSO DE ANDRADE VALOIS (OAB 36196/BA) . conforme despacho acima proferido e diante da petição e documentos de fls. EFETUE A INTIMAÇÃO do executado. 258/272. Relator: Ministro RICARDO VILLAS BÔAS CUEVA. para determinar a imediata liberação do Alvará.INVTE: Vanessa Gross-Marino . arquivem-se os autos.Execução de Alimentos . Oportunamente.Jurisprudência supramencionada.I. 03) Após o cumprimento do item 01 (um) do presente despacho. percebe-se que a justificativa apresentada na petição do executado. que pressupõe direito demonstrável de plano. com entrada em vigor da Lei nº 11. ainda. A.

AUTOR: J.1999.8.Disponibilização: sexta-feira.05. N.Intime-se a aparte autora para que apresente o endereço da parte ré no prazo de 30 dias. de F. da S.AUTOR: Giselia dos Prazeres . C. .1.8. ADV: LUCAS SOUZA LIMA PAMPONET (OAB 14654/BA) .Processo 0403660-02.05. 67.Determino o cartório que cumpra o quanto requerido pela Curadoria de Ausentes.05.REPRESENTANTE: D.0001 .0001 .8. EXTINGO O PROCESSO.Processo 0027869-57. Publique-se. G. P.2013. Transitada em julgado.RÉU: V.05.8.Processo 0011156-94.Intime-se a parte autora.1. J.Guarda AUTOR: Maria Delma Santos .Interdição . etc. dos S.0001 .8. Cumpra-se o quanto requerido pela Fazenda Pública.Lei 6858/ 80 . E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO ANTÔNIO MÔNACO NETO ESCRIVÃ(O) JUDICIAL IANDRA RIBEIRO SILVA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0195/2013 ADV: JOSENILDA ALVES FERREIRA (OAB 9999074D/BA) . de 20 de março de 2013.05.quando.0001 . C.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . do Código de Processo Civil.Procedimento Ordinário . nos termos do art.0001.478/68 .I ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . ABDON ANTONIO ABBADE DOS REIS (OAB 8976/BA) .Procedimento Ordinário .8.Processo 0015918-47. .Acerca da reposta ao ofício às fls.RÉU: L.0001 .1.REQUERIDA: A.INVDA: Julieta Lembrancas Dias . N.2012.2011. ADV: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA .Inventario . para que no prazo de 48 (quarenta e oito) horas.Divorcio litigioso (direto) AUTOR: A. antes de ser expedido o edital determinado no despacho retro. o autor abandonar a causa por mais de 30 (trinta) dias. voltem-me os autos conclusos. II . Extingue-se o processo. V.1999.0001 . Após. Sem custas. dos S.Intime-se a aparte autora para que apresente o endereço da parte requerida no prazo em lei. inciso II e III. S. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO ANTÔNIO MÔNACO NETO ESCRIVÃ(O) JUDICIAL IANDRA RIBEIRO SILVA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0196/2013 ADV: LEILANE CARDOSO CHAVES ANDRADE (OAB 17488/BA) .05.Família . INFOJUD ou INFOSEG a fim de que sejam feitas tentativas de localização do paradeiro das partes "in casu": Gabriel de Souza Santos e Jonatas Cruz dos Santos.0001 .Investigacao de patern.1999. manifeste interesse no prosseguimento do feito. 10 de maio de 2013 Cad.Processo 0383537-80.05.Separacao judicial litigiosa .05. ADV: IEDA MACIEL GUIMARAES (OAB 9999039D/BA) .2012.Vistos. e outro .8.Alvará Judicial . arquivem-se os autos. P.267 II e III do CPC. F.RÉU: D.Reconhecimento / Dissolução .1. Ante o exposto. por Oficial de Justiça.RÉU: Evanildes da Silva Alves 1. sem resolução de mérito: I . ORFÃOS INTERD.I.Processo 0037189-82.Reconhecimento / Dissolução .AUTORA: Marcelle Marques Dutra Ribeiro e outros .05. 267. III . dos S. dos S.AUTORA: M.0001 .Inventário e Partilha REQUERENTE: Ricardo Walter Dias Junior . sob pena de extinção com fundamento no art.8. 2 / Página 29 ADV: JOELSON DIAS QUEIROZ (OAB 22519/BA) . P.C. .2012.05. ADV: PAULO MOISES TAVARES MULTARY (OAB 15491/BA).Procedam-se as anotações cabíveis.05.0001 . 22. . S.INTERDO: W.RÉU: Gabriel de Souza Santos e outro . ADV: JOAO DE AZEREDO COUTINHO NETO (OAB 14984/BA) . P.2009.AUTOR: Augusto Trindade Sampaio . P.Alimentos ./maternidade . J. para que informe a este Juízo a situação atual do processo de interdição tombado sob o n° 0333035-06.quando o juiz indeferir a petição inicial.1991.INVDO: Espólio de Manoel Angelo Amorim Vistos.INVTE: Dejean Sampaio Amorim . Registre-se. SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO.0001 . dê-se vista à parte autora. determino que seja expedido ofício ao TRE e requisite-se informações do BACENJUD. P. .0001 .8.Tendo em vista o decreto judiciário N° 199.C.Processo 0090925-64. etc.8.Lei Especial Nº 5.8. por não promover os atos e diligências que Ihe competir. . R. Dê-se vistas à Fazenda Pública.Processo 0398333-76.05.Processo 0029468-31. . Intimem-se. B.quando ficar parado durante mais de 1 (um) ano por negligência das partes. ADV: IGOR NUNES BRITO (OAB 12466/BA) . . 267. .I JUÍZO DE DIREITO DA 5ª VARA DE FAMÍLIA SUCES.Processo 0378607-19.Defiro o pedido retro. ADV: SILVIA NASCIMENTO CARDOSO DOS SANTOS CERQUEIRA (OAB 6393/BA). . 2. S.RÉU: Y.Inventário . JUÍZO DE DIREITO DA 5ª VARA DE FAMÍLIA SUCES.8.Oferta .2005. da S.2012. ANTONIO RICARDO RIBEIRO BASTOS (OAB 12276/BA) .AUTOR: J. E. . ORFÃOS INTERD. S.Processo 0002887-56. pessoalmente. J.Procedimento Ordinário .REQUERENTE: V.Dê-se vista ao Ministério Público.Expeça-se ofício à 9° Vara de Família desta capital. Defiro o pedido de habilitação de fls.I.SENTENÇA Ao compulsar os autos verificase que o processo encontra-se parado há mais de 1( um) ano. . Art.

querendo.0001 .AUTORA: Maria dos Remedios da Silva . P.I.Cite-se o Sr.478/68 . Chamo o feito à ordem.8.Arrolamento de Bens . Cumpre-me salientar que o executado foi citado às fls. MARISE SOUZA NASCIMENTO (OAB 8184/BA) . ainda.2007.Família AUTOR: Ofelia Ramos Mercado Urquizo . Ainda.Família . 3. F. .8.Exclusão de herdeiro ou legatário .AUTOR: Maria Clara Tourinho Goncalves Ramos . 45. Pede deferimento.AUTOR: Elaine Nascimento Fontes .P. o titulo executivo de fls.Lei Especial Nº 5.I.05.2010. extraído do processo acima indicado.Intime-se o Arrolante para que cumpra o quanto requerido pela Fazenda Pública.0001 . conforme despacho acima proferido e diante da petição inicial. CARLA TROMBONI DE SOUZA NASCIMENTO (OAB 30847/BA) . contestar a ação em 15 (quinze) dias.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .I.Alimentos . dos R.8. Publique-se. ADV: NALVA SOUZA SAMPAIO (OAB 4966/BA) .INVDO: Espolio de Julia Margarida Alves Conde .2008. Catia Pereira dos Santos e Andre Pereira dos Santos. 60 verso. Após.1.RÉU: Humberto Mercado Urquizo . nos termos do quanto preceitua o art.RÉU: Espolio de Lajucy Brito Lopes .Processo 0162243-29.05.8.I. informar a este Juizo se o bem tem registro imobiliário ou se há somente a posse deste.Divorcio litigioso . 10v e nao apresentou justificação. P. P. 10 de maio de 2013 Cad. 04/05 nao está assinado por Magistrado algum. de A. etc./maternidade . Expeça-se a competente guia de recolhimento com o valor indicado no parecer fazendário de fls. ANA CAROLINA DE CERQUEIRA GUEDES CHAVES (OAB 27433/BA).Acerca das repostas aos ofícios às fls.1.8.AUTOR: Leidimar Brito Lopes Barreto . ADV: RENATA CALDAS DE MACEDO (OAB 22389/BA) .05. 101/104.RÉU: E.05. através do qual MANDA este Juízo que. vistas ao Ministério Publico e conclusos para sentença.I.478/68 . ADV: MARIA PELOSI (OAB 5695/BA) . S.. 59. Homologo os cálculos do imposto devido às fls.Investigacao de patern.8. dê-se vista à parte autora.Liquidação / Cumprimento / Execução .Processo 0168155-70.Processo 0067092-94.2010. 11.AUTOR: Palmira Cardoso Cajazeira . 59 e o pedido formulado às fls.2002.2013. . R. Juíza.0001 . contados da juntada do mandado no processo.Certifique o cartório se já houve resposta ao ofício de n° 658. S.0001 .Alvara judicial .1.INTERDO: Gilberto Cajazeira Souza Benta . . Determino seja feita consulta via Bacenjud acerca de valores existentes em nome do executado.Processo 0040465-53.05.I.AUTORA: G. 4. sob pena de revelia.C.0001 .05.8. pois nao há como penhorar o referido bem se nao tiver registro e.Exoneração .Vistos.05.Vistos.0001 .Processo 0082163-73. PAULO ROBERTO CONCEIÇÃO DOS SANTOS para. R. 18.Guarda AUTOR: Tiago Silva da Costa .0001 .0001 . J.2011. para que informe os endereços corretos das Sras. F.8. Jussara Pereira dos Santos. ADV: DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1/BA) . e esta está de acordo com o verso da fl.1. 319 do CPC.Inventário e Partilha .1. ADV: FREDERICO FARIAS CERQUEIRA (OAB 33188/BA). como parte integrante desde.Interdição . a exequente afirma que o bem foi vendido mas nao apresenta documento que comprove a propriedade do bem.RÉU: Marcos Wendell Sales de Abreu .Cumprimento de sentença .AUTOR: W.8. Juiz foi dito que tentada a conciliação. EFETUE A CITAÇÃO DO réu.Processo 004112902. 21/24.Processo 003859655.C. ADV: DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1/BA) .05.Processo 0040757-72. . devendo.Processo 0077385-31. assim.Processo 0303649-28. P. 33/44. devendo a parte exequente colar o referido titulo devidamente homologado aos autos.RÉ: Erika de Souza . conforme certidão de fls.Expeça-se uma via original deste despacho com força de MANDADO DE CITAÇÃO para ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço indicado NAS FLS.1.AUTORA: Maria Deusdete de Jesus .0001 .8.Alvara .Lei Especial Nº 5. et coetera. 2 / Página 30 ADV: CARLOS GUSTAVO DA SILVA GÓMEZ (OAB 17437/BA).2011. no prazo legal.ESTE DESPACHO TEM FORÇA DE MANDADO. Cumpra-se.I. 2.1.Intime-se o autor para que efetue o pagamento das custas oriunda da carta precatória.05. ADV: DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1/BA) . Após.1.Processo 0088148-86.28. ADV: CLELIA LISBOA COSTA REIS (OAB 8500/BA) .0001 . ZENIA FERREIRA NUNES (OAB 20817/BA) Processo 0153600-48.AUTOR: Josemir da Silva Santos e outros . FÁBIO HENRIQUE BARBOSA FRAGA (OAB 25433/BA) .2011. Preliminarmente.2008. P. em cumprimento ao presente.RÉU: A. A parte requerida disse que: requer a analise dos petitórios juntados aos autos às fls.2008.Cumpra-se o despacho de fls. IVAN LUIZ MOREIRA DE SOUZA BASTOS (OAB 11607/BA).8. cuja cópia segue anexa.0001 . S.0001 .AUTOR: Nathalia Costa de Abreu . a mesma restou infrutífera.Inventario .Determino ao cartório que cumpra pesquisa junto ao BACENJUD que ainda se encontra pendente. ADV: MAGDA ESMERALDA DE BARROS TEIXEIRA DE ALMEIDA (OAB 8939/BA).2011. A parte autora pede juntada de documentos. ADV: DJALMA DA SILVA LEANDRO (OAB 10702/BA) . o que foi deferido pela Dra. intime-se o advogado da parte autora.RÉU: Claudio Santos Faleta . se estiver em nome de terceiros. P. .8.Réplica.05. M.05.Tendo em vista o teor de informação contido na petição retro. Assino prazo de dez dias para que a parte ré manifeste-se acerca dos documentos.05. ADV: MARIA BERNADETH GONCALVES DA CUNHA CORDEIRO (OAB 2441/BA). abro prazo para apresentação das razoes finais pelas partes de forma sucessiva.Família .Aberta a audiência de pelo Dr.Alvara judicial Família .Alimentos .Procedimento Ordinário .C.REPRESENTANTE D: Renata Rose Costa dos Santos . para que produza seus legais e jurídicos efeitos.Disponibilização: sexta-feira.

Publique-se. ADV: ANEILTON JOÃO REGO NASCIMENTO (OAB 14571/BA). conforme despacho acima proferido e diante da petição inicial. A. contudo.05. ADV: CLAUDIANE OLIVEIRA CAETANO (OAB 34701/BA).C.8. 2.Acerca da resposta ao ofício às fls. P.WANDA COSTA E SOUZA. ficando após o cumprimento da obrigação. Por haver interesse de menores.Processo 0321956-30. de J.Procedimento Ordinário . nos termos do quanto preceitua o art.C.INVDO: Espolio de Carmem Lucia Albuquerque de Jesus Vistos.Processo 0375362-97. ADV: ANTONIO COLLINS DO NASCIMENTO (OAB 30122/BA) . 4.RÉU: L. P.Execução de Alimentos . nos autos.Lei Especial Nº 5.Alimentos EXEQTE.REQUERIDO: Felipe Alves Velozo e outro . dos S.2013.05. Após.2012.I.Família . Estando cumpridas todas as exigências legais. P.0001 . de A. IRAILDES TRINDADE ROCHA (OAB 20729/BA) .nos termos do art. BANCO DO NORDESTE e CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. querendo. Aberta a audiência de pelo Dr. 733 do CPC.RÉU: Elson Teixeira Falcao .8. para que surta os seus legais e jurídicos efeitos. contados da juntada do mandado no processo.Inventário e Partilha . C. . 30. Cientes os presentes. .2012. As partes em comum acordo elaboraram o documento de fls. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . sob as penas da Lei. . 2. referente aos bens pertencente ao espólio de CARMEM LÚCIA ALBUQUERQUE DE JESUS. ainda.8. C.05. EXTINTO O PROCESSO COM RESOLUÇÃO DE MÉRITO.AUTOR: Maria Altina de Jesus Queiroz . Publique-se. e transigiram na melhor forma de direito e nas condições ali expostas. devidamente qualificada na peça exordial.1. Registre-se.I. M. .Processo 0375657-37. .Alimentos . Oficiem-se ao INSS e à PETROS para que o desconto de 5 (cinco por cento) também incida sobre o 13° salário.Levantamento de Valor . havendo. extraído do processo acima indicado.Processo 0327887-48. BANCO DO BRASIL.2012. Intimações necessárias.AUTOR: C.478/68 . ADV: PALOMA SANTOS DAS VIRGENS (OAB 32248/BA) .Aberta a audiência de pelo Dr.AUTOR: Diana Caroline Santos de Jesus e outros 1.05.C. Intimações necessárias.0001 . ADV: DÁRIO CESAR DA SILVA AMORIM (OAB 30385/BA) .478/68 .AUTORA: Mary Irlandes Silva Magalhaes .Fixação . em cumprimento ao presente. Juiz foi dito que redesigno a audiência para o dia 18 de junho de 2013 às 09:30h. 10 de maio de 2013 Cad. S. eventuais direitos de terceiros.8. O.: V. III do Código de Processo Civil.Alvará Judicial . contra a qual não houve qualquer impugnação. . Preliminarmente defiro o pedido da gratuidade judiciária.8.05.Alimentos .05.8. Sem custas. por meio de advogado devidamente constituído.Acerca da reposta ao ofício às fls. dos S. 2 / Página 31 ADV: ARY BOA MORTE (OAB 12590/BA) .0001 . M. Após o decurso do prazo.REQUERENTE: A. Arquive-se cópia. cuja cópia segue anexa.Processo 0388432-84. ADV: GILDA REZENDE DE OLIVEIRA (OAB 11948/BA) . sob pena de revelia. Através da consulta via BACENJUD às fls. 269. S.Lei 6858/80 Levantamento de Valor . .Processo 0363293-33. Registre-se e Intimem-se. para fins de citação do executado pelo rito do art.Lei 6858/80 .Alimentos . EFETUE A CITAÇÃO DA ré.Lei Especial Nº 5. Cientes os presentes.0001 . A. ADV: JORGE OTAVIO DOS SANTOS (OAB 16246/BA) .478/68 .05. 60.0001 .0001 .EXECDO.Lei 6858/80 .05. como parte integrante desde.I. P. etc.Vistos. etc.2012. AMANDA SANTANA CASTRO (OAB 33358/BA) . 43. . 3.I.8. Há.Execução de Alimentos Alimentos .2012.8. HOMOLOGO por sentença. P.8.0001 .Disponibilização: sexta-feira.Processo 0400535-26. certifique o cartório e voltem-me os autos conclusos.I. Ante a certidão de fls. voltem-se os autos conclusos. dê-se vistas ao Ministério Público. . P. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) .REQUERIDO: R. requereu o presente ALVARÁ JUDICIAL.AUTORA: Wanda Costa e Souza . Juiz foi dito que redesigno a audiência para o dia 12 de junho de 2013 às 10h. devidamente atualizadas do saldo em nome do Sr.05.2012. J. 38/39 na presente ação.Processo 037732980. procederem as liberações das importâncias retidas.ESTE DESPACHO TEM FORÇA DE MANDADO.: R. prova de que a Requerente é beneficiária do falecido. C.AUTOR: A. para levantamento dos valores retidos junto aos bancos BRADESCO. para que produza os seus efeitos legais.8. dos S.Alimentos .Inventário . ADV: VILIBALDO BORGES DE SANT'ANNA (OAB 9674/BA) .Alvará Judicial .REQUERENTE: F.05. dos S.Exoneração .Expeça-se uma via original deste despacho com força de MANDADO DE CITAÇÃO para ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço indicado NAS FLS. ficando ressalvado. ficou comprovado as . V.8.2012.Lei Especial Nº 5. de A. contestar a ação em 15 (quinze) dias. através do qual MANDA este Juízo que.REQUERENTE: Raquel Barbosa Dos Santos .Processo 0395659-28.Cite-se a Ré para.0001 . prova das existências dos créditos reclamados.REQUERENTE: Joel de Carvalho Velozo .REQUERIDO: V.2012. P. dê-se vista à parte autora.0 2/04. dê-se vista à parte autora. no prazo de 20 dias.Levantamento de Valor . dos S. M.Determino a exequente que apresente planilha atualizada do debito referente aos meses de dezembro de 2012 até a presente data. D.05.AUTOR: Arnaldo Guimaraes Sacramento e outros .0001 .Processo 0325900-74. Juiz foi dito que as partes se comprometeram a colar aos autos no prazo de vinte dias uma proposta de acordo para ser homologada por este Juizo. 319 do CPC. Intimem-se. SANTANDER. RAYMUNDO COSTA E SOUZA. 31/32. o plano de partilha de fls.1.2012.Lei Especial Nº 5.0001 . Expeça-se a competente formal de partilha e os alvarás.RÉ: M. HOMOLOGO a transação ou acordo celebrado entre as partes.P.Alvará Judicial .C.Processo 0353686-93.Vistos.0001 .I. 43.Revisão .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Aberta a audiência de pelo Dr. intime-se a parte exequente para que tome conhecimento e se manifeste.2012. dos S. etc.Fixação . P.478/68 .Certifique o cartório se já houveram respostas aos ofícios de números 191 e 192.

05. 269.0001 .Designo o dia 12/06/2013 às 14:30 h para realização da audiência de conciliação e julgamento. JULGO.Dissolução .Processo 0009926-41. ADV: IVANA MASCARENHAS QUEIROZ (OAB 32635/BA).05. considerando que os requerentes atenderam aos requisitos legais. P. nos termos do art. ADV: JOSÉ BARBOSA DE SOUZA NETO (OAB 3392/BA) .Processo 0403162-03.Procedimento Ordinário . TELMA DE SÁ SANTOS (OAB 12002/BA) .Procedimento Ordinário . a desistência constante às fls. ADV: BRUNO DE MEIRELLES GUERRA (OAB 9999101D/BA) .8.0001 . Intime-se. Pelo exposto. DECLARO extinto o processo.Cumprimento de sentença . 6ª VARA DE FAMÍLIA. No mérito.RÉU: M.0001 . necessárias.0001 .. Defiro o pedido da gratuidade judiciária.Em face do exposto. 269 inciso I do Código de Processo Civil. ORFÃOS INTERD. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO NEWCY MARY DA PAIXÃO CUNHA ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARIA DAS GRAÇAS DE SOUZA GONÇALVES EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0134/2013 ADV: LUIS ANTONIO CARVALHO VASCONCELLOS (OAB 34846/BA) . S. com fundamento na CF art..RÉ: A. R. satisfeitas estando as recomendações legais específicas.AUTOR: E.05. Intimem-se..(.05. ADV: BRAULIO ALVES DA SILVA FILHO (OAB 27590/BA).8. III.122.RÉU: Felipe Silva Costa Oliveira .Alimentos . provada a existência da verba para cujo levantamento requer-se o presente alvará. ORFÃOS INTERD. JUÍZO DE DIREITO DA 5ª VARA DE FAMÍLIA SUCES.REQUERIDO: Maristela Valderez Bastos Barbosa . e outro .478/68 .2011. . nos termos do art. da S.2002. do Código de Processo Civil. JULGO.Exoneracao de pensao alimenticia . e. Publique-se. sem conhecimento do mérito.(.8.. declaro extinto o processo com apreciação do mérito e o faço com fundamento no art.. do Código de Processo Civil. JULGO. KATIA MARIA GERLIN COMARELA (OAB 12679/BA) .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .2010.05. É o breve relatório.0001 .REQUERENTE: Jessica Costa do Espirito Santo e outros .2010.0001 .2012. com a devida baixa na distribuição.AUTORA: Maria Jose de Oliveira de Jesus . Int.Processo 016235879.. 267/VIII) [.8. Prazo de lei.AUTOR: Eurivaldo de Oliveira Barros . Registre-se. à produção de seus jurídicos e legais efeitos. para oferecimento das razões finais. não há óbices ao deferimento do pleito. do CPC.2009. arquivemse os autos. GUIDO REGINALDO QUETTO (OAB 2609/BA) .Disponibilização: sexta-feira.05.Processo 030645689. para determinar a imediata liberação dos Alvarás.2007. na forma da lei.Intime-se a exequente.Aguarde-se os autos em cartório. B.Reconhecimento / Dissolução .)Assim. INTERDITOS E AUSENTES JUÍZO DE DIREITO DA 6ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. G. por meio do advogado.Aberta a audiência de pelo Dr.8. por sentença. S. para se manifestar sobre documento de fls. 122.Processo 0173098-67. MARIA FERNANDA ROLIM MOURA VIANA (OAB 22142/BA) .05. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO ANTÔNIO MÔNACO NETO ESCRIVÃ(O) JUDICIAL IANDRA RIBEIRO SILVA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0197/2013 ADV: CLECIA SOUZA MOURA (OAB 9218/BA) . extinta a presente ação. por sentença. por sentença. De igual modo.2013.Liquidação / Cumprimento / Execução .AUTOR: Elizabete Pereira Velame .8.0001 .]HOMOLOGO. De igual modo. 226 parágrafo 6 º combinado com a Emenda Constitucional nº 66/2010.2003.AUTOR: C.Lei Especial Nº 5. sem conhecimento do mérito. OAB/BA n° 30. 267.Processo 0079419-52.Conversão de Separação Judicial em Divórcio . da S.Em face do exposto. L. à produção de seus jurídicos e legais efeitos. 10 de maio de 2013 Cad.8.RÉU: Neide Soares dos Santos Barros .Investigação de Paternidade . 2 / Página 32 existências de valores em nome do "de cujus". 30/31. Intimações necessárias. Transitada em julgado esta sentença. devendo este ser percebido pelo Bel.8.Execução de Alimentos .Declaratoria . estando.) .Homologacao de alimentos . para CONVERTER em divórcio a separação.REQUERENTE: Gabriel Bastos Valladares Mallea . extinta a presente ação.Processo 0021363-60.05.Processo 0309171-36.] ADV: IRAN DOS SANTOS D'EL-REI (OAB 19224/BA).Defiro pedido de juntada de substabelecimento de fls 48. SUCESSÕES. Juiz foi dito que redesigno a audiência para o dia 12 de junho de 2013 às 10:30h. JULGO. ÓRFÃOS.[.0001 .0001/01 .. ADV: SAULO FERREIRA DE OLIVEIRA (OAB 9563/BA) . III. .. I.05. procedente o pedido nos termos do art.Revisão . ANTÔNIO C DO NASCIMENTO.REQUERENTE: Rita de Cássia Alves de Moura e outro . AMÉRICO FASCIO LOPES (OAB 2574/BA). procedente a ação. ainda.AUTOR: Josiel da Silva Oliveira . Cientes os presentes. caracterizada a condição sucessória dos Requerentes. sem efeito de julgamento de mérito (cpf art. 267.8. GENEVAL CIRILO SANTIAGO (OAB 14904/BA). por sentença.RÉU: Pedro Paulo Mascarenhas Sena . ADV: JOSÉ EDUARDO GENE DE MELO (OAB 10413/BA).Processo 0067125-21. .

M.05..DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . sobre a contestação apresentada. 98/103 e documentos que acompanham.AUTOR: Davi Costa .AUTORA: R.Dissolução . JOSÉ DAVI RIBEIRO VIDAL (OAB 28389/BA). LEANDRO ANDRADE REIS SANTANA (OAB 20391/BA) .8. ÓRFÃOS. por sentença.8. respectivamente.2012. ADV: MARCIA GONCALVES CONCEICAO (OAB 14500/BA).Investigacao de patern. INTERDITOS E AUSENTES JUÍZO DE DIREITO DA 7ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. E com efeito: O processo está em ordem. dos S.RÉ: Gilmara Santos de Freitas ..REQUERENTE: C. ANDRÉ SIGILIANO PARADELA (OAB 22179/BA) .8. salvador. Salvador.05.Designo o dia 06 DE JUNHO DE 2013.8.05. . doravante em nome do novo patrono constituído à fl. Intimese. Publique-se.Dissolução .05.05.0001 .2010. certifique-se e voltem-me. F.Processo 033105558. A. Após resposta.REPRESENTANTE: R. manifeste-se a parte autora.Processo 0078462-07.0001 .REQUERIDA: N. Intimem-se.05. Publique-se.Procedimento Ordinário .Processo 0101295-97. ANTONIO RUBENS NUNES VIEIRA FILHO (OAB 17638/BA). F. .AUTORA: J.REQUERIDA: M. dos A. S. C. ÀS 15:30 HORAS. . C.Levantamento de Valor .RÉU: J. ouça-se o Ministério Publico.0001 . N. Publique-se. H. W.Vistos. intimemse o Bel.INVTE: Armando Oliveira Martins Filho .8. ADV: CLAUDIO GARCIA CHETTO (OAB 15287/BA) . e o requerimento está justificado quanto aos seus fundamentos.Manifeste-se a parte autora. Intime-se.Disponibilização: sexta-feira./maternidade . 26 de abril de 2013. 2)Expeça-se ofício a fonte pagadora determinando a suspensão da pensão alimentícia conforme decisão de fls. instrução e julgamento. 98/99. dê-se nova vistas.AUTOR: Marlo Marques da Silva .] ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) .Divorcio consensual .Divórcio Litigioso .0001 .Lei Especial Nº 5.[..Processo 0071906-43..0001 .2011.. Antonio Rubens Nunes Vieira Filho e o Bel. . na conformidade dos seus termos.Sobre o parecer do Ministério Público de fl. ADV: THIAGO MUNIZ FERREIRA PACHECO (OAB 26357/BA). ADV: RODRIGO PINTO FREITAS (OAB 27249/BA). [.0001 . 10 de maio de 2013 Cad. ÀS 16:30 horas para realização de audiência de conciliação. 145 dos autos. Intime-se. .2002. . determinar a expedição de alvará solicitado. horas para realização de audiência de conciliação.REPRESENTANTE D: Daise Costa . P. P. PÉRICLES LARANJEIRA BARBOSA NETO (OAB 16310/BA).Vistos.638 e 16. procedente o pedido. .Inventario .Investigação de Paternidade .Alvará Judicial . . 86.INVDO: Espolio de Armando de Oliveira Martins e outro .RÉU: E. ADV: ANA MARIA NEVES PAVIE CARDOSO (OAB 9999020D/BA) . SUCESSÕES.DIREITO CIVIL .8. Publique-se.05. Intimemse.05. . inscritos na OAB/BA sob os números 17.Processo 0322137-65. 26 de abril de 2013. 112.Vistos.05.8.0001 . Cumpram os divorciandos o quanto determinado pela Fazenda Pública Estadual à fl.Defiro o pedido de juntada de procuração. etc. D.Alimentos . N. de A. não estaria o Juiz obrigado a observar critério de legalidade estrita.2012.Manifeste-se a parte autora.Lei 6858/80 .Processo 0089916-28.Processo 0061090-31. 2 / Página 33 ADV: MARCELLO ALBUQUERQUE DE MIRANDA (OAB 34148/BA). etc. CLARA COTRIM DE OLIVEIRA (OAB 30882/BA) .Processo 0037188-29. Publique-se.05. Em seguida. Péricles Laranjeira Barbosa Neto.Processo 0096524-61.DIREITO CIVIL . N. CARLOS ROBERTO AGUIAR DE PELLEGRINI FREITAS (OAB 11129/ BA) . F. no prazo de lei. P.8. Anotações de praxe. Publique-se.05.1)Defiro pedido de juntada de procuração acostados ás fls. .478/68 Alimentos . 23. .8.. .Procedimento Ordinário .0001/01 .Vistos. ouça-se o Ministério Público. oportunidade na qual ouvirei testemunhas.RÉU: C. .. oportunidade na qual ouvirei testemunhas. P.8.2012.Procedimento Ordinário . Após. 46. Findo o prazo. por meio do advogado (fls 14). 3 Sobre a revogação do instrumento de mandato de fl. Publique-se.0001 .AUTOR: S. D.2003.Outras ..Processo 0390679-38. V. . R. P.2010.1999. Intimem-se. para.AUTOR: A.8. 1 . H.Defiro o quanto requerido às folhas 110/111.REPRESENTANTE D: E. instrução e julgamento.310. Intimem-se. dos S. L.Manifestese a parte autora sobre a contestação de fls.0001 . E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO MARIA DE LOURDES PINHO MEDAUAR ESCRIVÃ(O) JUDICIAL IEDA ARAUJO DO AMARAL EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0080/2013 ADV: ALICE ABREU RAMOS CASTRO (OAB 9999005D/BA) . Proceda o cartório as anotações devidas. ORFÃOS INTERD.AUTORA: Eliana Placido da Conceicao Freire . no prazo de 10 dias.AUTORA: J.Designo o dia 04 DE JUNHO DE 2013. Intimem-se. 111. De qualquer modo. sobre o teor da certidão de fl. .1997.RÉU: Adison de Andrade .RÉ: M.] JULGO. Publique-se. inexistindo manifestação. no prazo de 10 dias.2011.0001 . 2 Publicações.Cumprimento de sentença . ADV: NELSON ANTONIO DAIHA FILHO (OAB 15918/BA) . Intime-se o requerente. no caso. S. ADV: ICARO CRUZ DOS SANTOS (OAB 29047/BA) . R. Após dê-se-lhe nova vista. Intimem-se ADV: MARIA TEREZA SALLES MESSEDER (OAB 6622/BA) . em 10 dias.Processo 0075251-60. P.AUTOR: Herton Jose Pontes Ribeiro e outro . para informar o endereço da requerida no prazo de 30 (trinta) dias sob pena de arquivamento 7ª VARA DE FAMÍLIA.

Lei Especial Nº 5.05. e S. 10 de maio de 2013 Cad. .0001 . PAULA PEREIRA DE ALMEIDA (OAB 9999163D/BA). . Publique-se. L. ADV: PERCINEIDE FERREIRA DOS SANTOS RIBEIRO (OAB 7113/BA) .8.1 . real e efetiva.Processo 0324633-04.2012. Intimem-se. Publique-se. Flora Maria Brito Pereira.Informe a parte autora. Designo audiência de instrução e julgamento a realizar-se no dia 05/07/2013 ás 10:00 horas. 07 de maio de 2013. Salvador. no prazo de lei.1.Inventário Inventário e Partilha . Publicações.AUTOR: Ivonice dos Santos Pereira . Oficial de Justiça. for portador de enfermidade.1 . total ou parcialmente.REPRESENTANTE: M. em nome da Belª. RÉU: H.478/ 68 . INTERDITOS E AUSENTES JUÍZO DE DIREITO DA 8ª VARA DE FAMÍLIA SUCES.Designo o dia 06 DE JUNHO DE 2013. instrução e julgamento. Publique-se. tolhendo o discernimento para a prática pessoal dos atos da vida civil. doravante.8. Intime-se. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO MAURÍCIO ANDRADE DE SALLES BRASIL ESCRIVÃ(O) JUDICIAL BARBARA LUISA SILVA MARTUSCELLI AZEVEDO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 1012/2013 ADV: RICARDO CLAUDIO CARILLO DE SA (OAB 9999055D/BA) . doravante.INTERDO: Lourenco de Jesus Filho .REQUERENTE: Alberto Menezes batista . R. G. Salvador.8. ETIENNE VAZ SAMPAIO MAGALHÃES (OAB 29342/BA).Vistos. Publique-se. ADV: LÍDIA BARROS DOS REIS SANTOS (OAB 28233/BA). ADELMO LUCIANO ITAPARICA (OAB 27148/BA) . 3 . sobre a realização da perícia determinada à fl.Designo o dia 06 DE JUNHO DE 2013.2012.Revisão . sendo maior. 2.Processo 0382197-04. 8ª VARA DE FAMÍLIA.RÉU: Roberio Souza Nunes .05.0001 . 2 / Página 34 ADV: JULIA COELHO VAZ SAMPAIO (OAB 20522/BA) .Designo o dia 06 DE JUNHO DE 2013. remarco a audeincia anteriormente designada para o dia 18/06/2013.Processo 0361182-76.Considerando o teor da certidão retro. .Fixação . GUSTAVO DA SILVEIRA LEITE MATIAS (OAB 26590/BA) . Intimeme-se.Reconhecimento / Dissolução .Defiro o pedido de fls. 295/296 e fixo o prazo de 10 dias para manifestação. 3.Alimentos Lei Especial Nº 5. Intimem-se.REQUERENTE: Alexandre Andrade Simoes e outros . A.05.RÉU: Raimundo Gomes dos Santos .05.05. A interdição é o instrumento pelo qual se objetiva proteger os bens e a pessoa de quem.8. ÓRFÃOS.Tutela e Curatela .INTERDO: Josiane Buraem dos Santos . etc.2010. às 16:30 horas para realização de audiência de conciliação.8.AUTOR: Valdira Buraem dos Santos . inscrita na OAB/BA sob o nº 17967.Tutela e Curatela .0001 .2010.05. ADV: FRANCISCO DE ASSIS RIGAUD DE AMORIM (OAB 6619/BA) . Publique-se.Processo 0008612-60.REQUERIDO: P.Interdição . às 16:00 horas. V. Publique-se.8. A. Publique-se. 2 . .Processo 015498594.Alimentos .2009.0001 .0001 . ADV: RICARDO CLAUDIO CARILLO DE SA (OAB 9999055D/BA) .AUTOR: Valdira Buraem dos Santos . Intimese. ADV: MARIA AMÉLIA DE SALLES GARCEZ (OAB 5174/BA).Interdição .Procedimento Ordinário . a sua capacidade civil. ADV: GABRIELA DUARTE REIS (OAB 34814/BA) .AUTORA: Antonio Bispo dos Santos .RÉ: Espolio de Florentina Damasceno Nascimento . SUCESSÕES.Processo 037020716. P.AUTORA: B.0001 .REQUERIDO: Antonio Simoes Silva de Vasconcelos . Atendendo aos imperativos de ordem social.Lei Especial Nº 5. Findo o prazo.INTERDO: Josiane Buraem dos Santos .Execução de alimentos . Intimem-se. 20/26 e documentos que a acompanham.Tutela e Curatela . Intime-se. ADV: AVANY MONTEIRO PIRES SIMÕES (OAB 429B/BA) . 14/15.AUTOR: Vanilda Duarte Ramos . Decido. intime-se a parte autora para se manifestar sobre o teor da petição de folhas 285/287 e documentos que a acompanham. L. excepcionalidade. Intimem-se. . P.Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução . no prazo de 10 dias.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . inexistindo manifestação. deficiência mental.2006. 26 de abril de 2013. V. de S. MARIA BERNADETH GONCALVES DA CUNHA CORDEIRO (OAB 2441/BA) .Família AUTOR: Marinalva Limaurina Gomes Santos . Publique-se.2012.Processo 011730490. ADV: MARIA BERNADETE POÇAS TEIXEIRA DE CASTRO (OAB 330B/BA).05.Sobre o parecer da Fazenda Pública Estadual de fl. Anotações de praxe. certifique-se e voltem-me.Disponibilização: sexta-feira. L.REQUERIDO: V. para se manifestar sobre a certidão negativa do Sr.8. ÀS 14:30 horas para realização de audiência de conciliação.0001 .8. Em seguida. em 10 dias.Defiro o pedido de fl. por sua advogada.05. Publique-se. IGOR HOLANDA TINOCO CORREIA (OAB 25826/ BA)..2009.8.REQUERENTE: N.Divorcio litigioso .É o relatório.REQUERIDA: Eulina Guimaraes de Santana Manifeste-se a parte autora sobre a contestação de fls.05.0001 . 33 dos autos.Processo 0153252-98.Processo 0103367-76.AUTOR: V.Na sequência.05.0001 . em nome dos advogados constituídos á folha 297. Publique-se. .Alimentos . Intimem-se.0001 . manifeste-se o(a) inventariante. ORFÃOS INTERD.Processo 0323477-44.478/68 . instrução e julgamento. ou causa transitória que limite.2010. ouça-se o Ministério Publico.8. ÀS 14:30 horas para realização de audiência de conciliação. Intimações necessárias. 2 Intime-se a parte autora.2011.Interdição .478/68 .8. e S. THIAGO JOSE FIGUEIREDO AMADO (OAB 32474/BA) .0001 .. acostada à folha 11v.Alimentos .Publicações.Processo 0008612-60. 28.2012. R.05. ADV: MARCELO NEVES BARRETO (OAB 15904/BA). de O. . ANA CRISTINA PINHO E ALBUQUERQUE PARENTE (OAB 12705/BA).

(1202730420068260000 SP 0120273-04.os que. impondo-se que a curatela provisória seja confirmada por decisão de mérito.0000. V .Disponibilização: sexta-feira. Assim. (Apelação Cível n.782Código Civil.184 do CPC e dos arts. 1. Campinas: Bookseller. LIVRE CONVENCIMENTO DO MAGISTRADO.767.os menores de dezesseis anos. j. Art. Após as três publicações do edital.os pródigos. sem desnaturar o mal de que se faz portador.8. não tiverem o necessário discernimento para a prática desses atos. 1. V. Pontes de.Apelo provido para esse fim. em 21. assinando o Termo de Curatela Definitiva. 4o São incapazes. II . não possui capacidade civil. presente o requisito do art. 71. Se a família é uma teia de solidariedade recíproca. 1. Considerado o Interditando definitivamente incapacitado para os atos da vida civil. 3º e 4º). nos termos do art. Des. de modo não preferencial.767.015/73. onde o indivíduo pode apresentar períodos de razoável sociabilidade. vez que o laudo pericial fornecido por médico especializado demonstra cabalmente ser a interditanda portadora de Transtorno Esquizoafetivo Crônico Irreversível e Incapacitante funcional. II .os excepcionais.1. 1. 07 de maio de 2013. não tiverem o necessário discernimento para os atos da vida civil estão sujeitos a curatela (CC. A despatrimonialização do Direito Civil trouxe uma nova visão sobre o Direito das Famílias. por outra causa duradoura. CC. por algum motivo específico. impunha-se a interdição da incapaz. não puderem exprimir sua vontade. intime-se a Curadora para. Data de Publicação: 22/11/2011.os deficientes mentais. absoluta ou relativamente (CC. p. nos termos do art. 1. Julgado em 24/04/2012) Por fim: Ementa: INTERDIÇÃO Ação ajuizada pela genitora em face de sua filha Perícia médica conclusiva no sentido de ser a ré portadora de retardo mental moderado .In casu. como as crianças e adolescentes órfãos ou os incapazes civilmente.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . AÇÃO DE INTERDIÇÃO.886) A curatela surge como um ônus. Henry Petry Junior) Na mesma mesma linha de raciocínio: Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. III. INTERDIÇÃO. . "a normalidade aparente não pode conduzir o julgador a desconsiderar por completo a conclusão médica. e os que. não puderem exprimir a sua vontade. ACERTO DA DECISÃO QUE DECRETOU A INTERDIÇÃO. Relator: José Carlos Ferreira Alves. Estão sujeitos a curatela: I .aqueles que. 1.os que. mãe ou tutor. Des. Tratado de Direito Privado. superando a visão institucional da família.pelo pai.os ébrios habituais.767 apresenta os casos em que há possibilidade de pedir a curatela. IV . AC 60257-7. com o fim primordial de defesa do indivíduo. por enfermidade ou deficiência mental. Oficie-se ao TRE informando sobre a Interdição. constando do edital os nomes da interditada e da curadora.A interdição pode ser promovida: I. CIDX F25. Art. ex vi do art. 1. Parágrafo único.767. 89 e 92. para fins do disposto no art. mesmo por causa transitória. há uma mudança de paradigma dando a norma jurídica uma função de preservação da dignidade da pessoa humana em detrimento da instituição. 1. III . a uma pessoa que terá a incumbência de proteção de alguém que. reclamam uma atenção diferenciada e especial. mormente em relação à esquizofrenia. observado o disposto no art.767. nos termos do art. com intervalo de 10 (dez) dias."A perícia psiquiátrica não pode ser entregue apenas ao juiz que. juntada aos autos a Certidão de Registro da Interdição e transitada em julgado esta sentença. apesar de maior de idade. na perícia psiquiátrica realizada. do CPC. por enfermidade ou deficiência mental. absoluta ou relativa. prestar compromisso. DECRETANDO-LHE A INTERDIÇÃO e nomeando-lhe como sua CURADORA Valdira Buraem dos Santos. SENTENÇA MANTIDA.Aqueles que. Data de Julgamento: 22/11/2011. Em consonância com os arts.pelo cônjuge ou algum parente próximo. da Constituição Federal. embora ausente perda significativa do funcionamento cognitivo da interditanda. A Tutela e Curatela são institutos voltados a resguardar a pessoa humana e seus valores existenciais. proceda ao Registro da Interdição.pelo órgão do Ministério Público. 2008. I). pode desconhecer as síndromes tidas como suficiente para elidir a capacidade jurídica da pessoa. MILTON JOSÉ NEVES. 5º. IRRESIGNAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO. precatar eventuais danos ou exposições de ordem material e existencial do interditando. Publique-se esta sentença no Diário da Justiça Eletrônico por três vezes. no prazo de 5 (cinco). de Chapecó.os pródigos. IV . APELAÇÃO PROVIDA.Ação julgada procedente Declaração de incapacidade parcial da ré de exercer pessoalmente os atos da vida civil Nomeação da requerente como curadora Necessidade de estabelecer os limites da curatela que compete ao Juiz. I do CPC. ou à maneira de os exercer: I .2006.os excepcionais sem completo desenvolvimento mental. 2000. I. por deficiência mental. verifica-se que o feito já está apto para sentença.069651-3.777 do Código de Processo Civil. I. rel. art. dúvida não há de que a tutela e curatela servem para efetiva proteção de pessoas componentes de determinados núcleos familiares e que. segue o entendimento jurisprudencial pacífico que corrobora com os argumentos acima exposto: Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. ou seja. Rel. 3o São absolutamente incapazes de exercer pessoalmente os atos da vida civil: I .782 do Código Civil . derivado do principio da solidariedade na família. Tomo 9. Tribunal de Justiça do RS.177. 10 de maio de 2013 Cad. do CC. relativamente a certos atos. sem desenvolvimento mental completo. III . os viciados em tóxicos. os ébrios habituais e os viciados em tóxicos. 15. RECURSO DESPROVIDO.2006). As moléstias mentais admitem gradações e modalidades várias" (MIRANDA. in fine. inciso LXXVIII. 2ª Câmara de Direito Privado. Nesse sentido. por enfermidade ou deficiência mental. 2011. A capacidade dos índios será regulada por legislação especial. todos da Lei 6. podem propor a ação qualquer das pessoas elencadas no texto legal. Sétima Câmara Cível. Há também nele o intuito da preservação do patrimônio. (Cristiano Chaves. CURATELA.187. CF. Desig. Relator: Roberto Carvalho Fraga. JULGO PROCEDENTE a demanda por estar convencido de ser a interditanda absolutamente incapaz de exercer pessoalmente os atos da vida civil. Maurício Andrade de Salles Brasil Juiz de Direito . todavia.os maiores de dezesseis e menores de dezoito anos. inciso II. mediante o relevante instituto da curatela. III . não tiverem o necessário discernimento para os atos da vida civil. Salvador(BA). dou a esta Sentença FORÇA DE MANDADO DE REGISTRO para que o Cartório do Registro Civil das Pessoas Naturais competente.03. este insculpido no art. se conhece o texto da lei. inciso II do Código Eleitoral c/c art. Se torna imprescindível uma adaptação das normas do instituto da Tutela e Curatela a luz da interpretação de valores constitucionais. p.1. 380). . HIGIDEZ DA PROVA TÉCNICA. ESQUIZOFRENIA PARANÓIDE. 1. a causa da interdição e os limites da curatela. II. II . tenham o discernimento reduzido. 29. que compromete totalmente sua capacidade para o exercício dos atos da vida civil. Art. undefined) Ante o exposto. Art. (Apelação Cível Nº 70044652295. A legitimidade para promover a ação de interdição está previsto no art.184. em essência.26. 2 / Página 35 tem por escopo. LAUDO PERICIAL QUE INDICA INCAPACIDADE ABSOLUTA PARA OS ATOS DA VIDA CIVIL EMBORA AUSENTE PERDA SIGNIFICATIVA DA CAPACIDADE COGNITIVA. 3º e 4º do Código Civil o Art.aqueles que." (TJPE. 1. Em observância ao princípio da economia processual e da celeridade da tramitação. . arts.

05.Família . S.RÉU: Espolio de Sofia Ventin Outerelo .Revisão . inciso LXXVIII.Família . constando que a divorcianda voltará a usar o nome de solteira . Destituição do Poder Familiar c/c Tutela.2009. este insculpido no art.0001 .05.05.478/68 . arquive-se. fazendo-se constar os pedidos desta ação. Juiz(a). 5) Publique-se. determinando que o Cartório do Registro Civil das Pessoas Naturais do Subdistrito da Vitória proceda a averbação do divórcio às margens do Termo 556. CPC. ex vi da certidão de fls..Execução de Alimentos .Tutela e Curatela .AUTOR: Edson Luiz Duarte Dias .0001 . . independentemente. Intime-se. e Ausentes. 269. F.RÉU: Vinicius Gama Nascimento Dias .AUTOR: Maria Ines dos Santos Oliveira .8.0001 . DECLARO EXTINTO O PROCESSO SEM RESOLUÇÃO DO MÉRITO. Maurício Andrade de Salles Brasil Juiz de Direito ADV: GLAUCO TEIXEIRA DE SOUZA (OAB 15951/BA) . 07 de maio de 2013. foi dito pelo Juiz(a) que: Tendo em vista o AR.AUTOR: Catharina Guerreiro Leone REPRESENTANTE D: Carla Patricia Correia Leone .Disponibilização: sexta-feira. onde presentes estão os requisitos necessários para o deferimento liminar do pedido. verso.05. de alegações da parte de que não houve negligência Coment. o eminente jurista Moniz de Aragão. DECRETO. 10 de maio de 2013 Cad. 3) À Secretaria para a expedição de Ofício ao INSS. com base no art.2011. às 10:00 horas. Salvador (BA). Neste sentido. etc. Max Santos Barreto.8. 226. .Nomeação . PRI.Lei Especial Nº 5. 07 de dezembro de 2012.RÉU: Telma Lucia Guerreiro Rosa . 07 de maio de 2013.Processo 0015991-18. 733 do CPC.Lei Especial Nº 5.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . Maurício Andrade de Salles Brasil Juiz de Direito ADV: JULIANA ALVES DE LIMA (OAB 19437/BA) . em seguida.Inventario .8. Após o trânsito em julgado.. Salvador(BA). junto ao INSS.8. ex vi do art.RÉU: Waldetrudes Rodrigues de Oliveira .2010. Publique-se. na sala de audiência desta 8ª Vara de Família Suces.Divorcio litigioso . Defiro a assistência judiciária gratuita. 07 de maio de 2013. dou a esta Sentença FORÇA DE MANDADO DE AVERBAÇÃO.05.478/68 . 504. devendo o patrono da requerida informa-la da referida audiência. da Constituição Federal.2010.Processo 0024892-43. quais sejam. e verificando que o caso ¨sub judice¨. 267 do CPC: Extingue-se o processo sem resolução de mérito: I (. vai por todos assinado. ROQUE COSTA SANTOS JÚNIOR (OAB 26120/BA) . em observância ao princípio da economia processual e da celeridade da tramitação. onde se achavam presentes o(a) Exmo(a).. observando-se as formalidades legais. Maurício Andrade de Salles Brasil. AUSENTES AS PARTES. E nada mais havendo. extinguindo o processo com resolução do mérito. Os presentes autos de Ação de Divórcio Litigioso encontram-se paralisados há mais de 30 dias por desídia da parte interessada. e outro .AUTOR: L.AUTOR: Pedro Vitor Goes dos Santos . 2) Cumpra-se.AUTOR: Estanislao Gonzalez Estevez e outros .8. apresentar as primeiras declarações.Remoção e Dispensa . Juiz de Direito.8. Publique-se.) ADV: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA .2010. vez que restou provado estar a menor na companhia do requerente desde a morte de seus genitores. nesta cidade Salvador. por deferir em favor das partes a Gratuidade da Justiça.Alimentos ..(.8. 5º. CF.Aos 09 de outubro de 2012.Tutela e Curatela .. sob pena de prisão civil. o autor abandonar a causa por mais de 30 (trinta) dias.Vistos.Cite-se o executado para efetuar o pagamento do débito alimentar em 03 (três) dias. para que produza seus regulares e legais efeitos.0001 . mandou o(a) Juiz(a) encerrar este termo. 61.Família .. Registre-se. carinho e assistência material.0001 . doutrina: a contar da prática do último ato processual.Processo 0061615-27. que lido e achado conforme. Orfãos Interd. Maurício Andrade de Salles Brasil Juiz de Direito ADV: MARCOS VINICIOS SANTOS NEVES (OAB 22720/BA). Intime-se a inventariante para firmar termo de compromisso.Alimentos . CPC. Maurício Andrade de Salles Brasil Juiz de Direito ADV: DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1/BA) . Após o trânsito em julgado. Intimado(a) via DJE não houve manifestação do autor. Sem custas e honorários. §6º.0001 .05. decido por deferir o pedido liminar concedendo a guarda provisória da menor MARÍLIA BARBOSA CRUZ LIMOEIRO ao requerente. 267.Tutela e Curatela .8..POSTO ISSO. e a consequente extinção do vínculo matrimonial. às 11:01 horas.Processo 0049301-49. 4) Comunicações necessárias.2009. B. Salvador (BA).) Feitas tais considerações.RÉU: L.Processo 0028910-39.2011. 232. há objetiva causa de extinção do processo sem resolução do mérito.RÉU: Celina dos Santos Sena . ADV: SYLVIO QUADROS MERCES (OAB 2334/BA) . I. depois de um ano paralisado. dando-lhe amor.05. conforme requerido às fls.05.DIREITO CIVIL . conforme art..Processo 0016776-48. Maurício Andrade de Salles Brasil Juiz de Direito ADV: JULIANA COELHO DA SILVEIRA (OAB 9999116D/BA) . Estado da Bahia. Livro B 5.Divorcio litigioso Dissolução . às fls. M. 42. ficando a parte autora responsável por trazer o novo endereço da parte acionada. presente o Representante do Ministério Público o Promotor(a) Jacqueline Holanda.) II Quando ficar parado durante mais de um ano por negligência das partes: III Quando. Dispõe o art. por não promover os atos e diligência que lhe competir.1) Determino a replicação do edital de citação. Salvador(BA). (. Eu.Vistos. 2) Designo audiência para o dia 02/08/2013.Processo 0039201-35. retiro o precesso de pauta por 30 dias.AUTOR: Jose Renato Cruz Limoeiro .2010. Diante do exposto. provar que o fez ou justificar a impossibilidade de efetuá-lo.DIREITO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE . 98. com fundamento no que dispõe o art. Sr(a). o DIVÓRCIO do casal litigante. por sentença.0001 . Devendo. Aberta a audiência. 2 / Página 36 ADV: TATIANE FRANKLIN FERRAZ (OAB 9999197D/BA) .Processo 0056095-86.RÉU: Fernando Luiz Nascimento dos Santos .1) Defiro o pedido da parte autora para que os alimentos sejam descontados sobre o benefício de nº 140773726-8.0001 . etc. observando-se todos os requisitos do art.AUTOR: Roque de Sena . o subscrevi.378/379 in Contumácia das partes). II e III do CPC..

aqueles que.. precatar eventuais danos ou exposições de ordem material e existencial do interditando. Art.Aqueles que.05. 267 do CPC: Extingue-se o processo sem resolução de mérito: I (. ex vi certidão de fls. com base no art. Art. há uma mudança de paradigma dando a norma jurídica uma função de preservação da dignidade da pessoa humana em detrimento da instituição. Tratado de Direito Privado.2006). RECURSO DESPROVIDO. Neste sentido.os que. I. . 1. 4o São incapazes. Relator: Roberto Carvalho Fraga. I). de modo não preferencial. Nesse sentido. por enfermidade ou deficiência mental.os excepcionais sem completo desenvolvimento mental. ou seja. a uma pessoa que terá a incumbência de proteção de alguém que.2009. art. não puderem exprimir sua vontade. LIVRE CONVENCIMENTO DO MAGISTRADO. APELAÇÃO PROVIDA. não puderem exprimir a sua vontade. Decido. Sem custas e honorários. de Chapecó.) II Quando ficar parado durante mais de um ano por negligência das partes: III . Estão sujeitos a curatela: I . 1. os viciados em tóxicos. 2011. . ou causa transitória que limite. Desig. doutrina: a contar da prática do último ato processual. tolhendo o discernimento para a prática pessoal dos atos da vida civil. LAUDO PERICIAL QUE INDICA INCAPACIDADE ABSOLUTA PARA OS ATOS DA VIDA CIVIL EMBORA AUSENTE PERDA SIGNIFICATIVA DA CAPACIDADE COGNITIVA. CURATELA. 10 de maio de 2013 Cad. não possui capacidade civil.. dúvida não há de que a tutela e curatela servem para efetiva proteção de pessoas componentes de determinados núcleos familiares e que.Vistos. (Apelação Cível n. ou à maneira de os exercer: I . o eminente jurista Moniz de Aragão. e os que. SENTENÇA MANTIDA. II . 2000. não tiverem o necessário discernimento para a prática desses atos. A interdição é o instrumento pelo qual se objetiva proteger os bens e a pessoa de quem.pelo órgão do Ministério Público. etc. II e III do CPC. V . 07 de maio de 2013.pelo pai.767. mediante o relevante instituto da curatela. Diante do exposto. não tiverem o necessário discernimento para os atos da vida civil estão sujeitos a curatela (CC. arts. ACERTO DA DECISÃO QUE DECRETOU A INTERDIÇÃO. II. absoluta ou relativamente (CC. Campinas: Bookseller. IV os pródigos.. A capacidade dos índios será regulada por legislação especial. apesar de maior de idade. superando a visão institucional da família. Após o trânsito em julgado. Há também nele o intuito da preservação do patrimônio. AÇÃO DE INTERDIÇÃO.782Código Civil. Atendendo aos imperativos de ordem social. Des. em 21.os deficientes mentais. de alegações da parte de que não houve negligência Coment. A Tutela e Curatela são institutos voltados a resguardar a pessoa humana e seus valores existenciais. Salvador(BA). 504. rel.INTERDO: Vania dos Santos Evangelista . 3º e 4º do Código Civil o Art. sem desenvolvimento mental completo.aqueles que.777 do Código de Processo Civil. MILTON JOSÉ NEVES. Tomo 9. III .8.767 apresenta os casos em que há possibilidade de pedir a curatela.REQUERIDO: Carlos Magno Santos Cruz . com o fim primordial de defesa do indivíduo. há objetiva causa de extinção do processo sem resolução do mérito. por enfermidade ou deficiência mental.REPRESENTANTE: Monica Goncalves Cruz . segue o entendimento jurisprudencial pacífico que corrobora com os argumentos acima exposto: Ementa: APELAÇÃO CÍVEL.os que.Apelo provido para esse fim. . não tiverem o necessário discernimento para os atos da vida civil.. p. "a normalidade aparente não pode conduzir o julgador a desconsiderar por completo a conclusão médica. na perícia psiquiátrica realizada. por não promover os atos e diligência que lhe competir.03.378/379 in Contumácia das partes). 1. Parágrafo único. IV .05.0001 . relativamente a certos atos. o autor abandonar a causa por mais de 30 (trinta) dias.Execução de alimentos REQUERENTE: Carlos Moises Goncalves Cruz e outros .8. Em consonância com os arts. III. deficiência mental. pode desconhecer as síndromes tidas como suficiente para elidir a capacidade jurídica da pessoa.Interdição DIREITO CIVIL .177. II . As moléstias mentais admitem gradações e modalidades várias" (MIRANDA. 2 / Página 37 ADV: SANDRA REGINA SILVA MELO (OAB 12916/BA) . 3º e 4º).pelo cônjuge ou algum parente próximo. como as crianças e adolescentes órfãos ou os incapazes civilmente.Processo 0124402-29. tem por escopo.os ébrios habituais. arquive-se. IRRESIGNAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO.os pródigos. Dispõe o art. sem desnaturar o mal de que se faz portador. impunha-se a interdição da incapaz. p. por deficiência mental.In casu. por enfermidade ou deficiência mental. DECLARO EXTINTO O PROCESSO SEM RESOLUÇÃO DO MÉRITO. todavia. embora ausente perda significativa do funcionamento cognitivo da interditanda. for portador de enfermidade.É o relatório. por deferir em favor das partes a Gratuidade da Justiça. presente o requisito do art.782 do Código Civil . AC 60257-7. excepcionalidade. (Cristiano Chaves. a sua capacidade civil. 1. Se a família é uma teia de solidariedade recíproca. mesmo por causa transitória. j. 19. 2008. Art.Disponibilização: sexta-feira. reclamam uma atenção diferenciada e especial. III . A despatrimonialização do Direito Civil trouxe uma nova visão sobre o Direito das Famílias. II . Os presentes autos de ação de Execução de Alimentos encontram-se paralisados há mais de 30 dias por desídia da parte interessada. independentemente. Pontes de. Rel.Processo 0069825-43.767. observando-se as formalidades legais.. 380). do CC. os ébrios habituais e os viciados em tóxicos.AUTOR: Eunice Maria dos Santos .767. A legitimidade para promover a ação de interdição está previsto no art. Tribunal de Justiça do RS. podem propor a ação qualquer das pessoas elencadas no texto legal. real e efetiva. por outra causa duradoura. Julgado em 24/04/2012) Por fim: Ementa: INTERDIÇÃO Ação ajuizada pela genitora em face de sua filha Perícia médica conclusiva no sentido de ser a ré portadora de retardo mental moderado . sendo maior.os maiores de dezesseis e menores de dezoito anos. 3o São absolutamente incapazes de exercer pessoalmente os atos da vida civil: I . Des.os excepcionais. mãe ou tutor. Art. derivado do principio da solidariedade na família.os menores de dezesseis anos.Quando. em essência.1. Considerado o Interditando definitivamente incapacitado para os atos da vida civil. Intimado(a) via DJE não houve manifestação do autor. Maurício Andrade de Salles Brasil Juiz de Direito ADV: CARLA GUEMEN FONSECA MAGALHAES (OAB 9999018D/BA) .Ação julgada procedente Declaração de incapacidade parcial da ré de exercer pessoalmente os atos da vida civil Nomeação da requerente como curadora Necessidade de estabelecer os limites da curatela que compete ao Juiz. total ou parcialmente. PRI.1. depois de um ano paralisado. HIGIDEZ DA PROVA TÉCNICA.0001 . mormente em relação à esquizofrenia. tenham o discernimento reduzido. absoluta ou relativa. INTERDIÇÃO."A perícia psiquiátrica não pode ser entregue apenas ao juiz que. observado o disposto no art." (TJPE. (Apelação Cível Nº 70044652295. .069651-3. Henry Petry Junior) Na mesma mesma linha de raciocínio: Ementa: APELAÇÃO CÍVEL.A interdição pode ser promovida: I.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . Se torna imprescindível uma adaptação das normas do instituto da Tutela e Curatela a luz da interpretação de valores constitucionais. 267.886) A curatela surge como um ônus. III . onde o indivíduo pode apresentar períodos de razoável sociabilidade. Sétima Câmara Cível. se conhece o texto da lei. 1. por algum motivo específico. ESQUIZOFRENIA PARANÓIDE. 1.2005.

REQUERIDO: D.AUTOR: L. prestar compromisso. dos S.. respeitando-se os limites de quinhão previstos no art.Inventário . intime-se a Curadora para. 5º. 71. 1829 c/c art. I. 1. PRI. Os requerentes comprovaram a condição de legítimos herdeiros do falecido e.Disponibilização: sexta-feira. proceda ao Registro da Interdição.Processo 0305436-63. 41. 2 / Página 38 (1202730420068260000 SP 0120273-04. de alegações da parte de que não houve negligência Coment.RÉU: Antonio Carlos Conceicao dos Santos Vistos. etc.478/68 .Processo 0308489-18. ex vi da certidão de fls.Inventário e Partilha INVTE: Maria de Jesus Pereira Borges .858/1980. dou a esta Sentença FORÇA DE MANDADO DE REGISTRO para que o Cartório do Registro Civil das Pessoas Naturais competente. Data de Publicação: 22/11/2011.Guarda .REQUERENTE: M. inciso II do Código Eleitoral c/c art. Intimem-se. 14. B. se não existir bens imóveis a inventariar e se os valores a serem levantados não sobejarem 500 obrigações do tesouro nacional. Oficie-se ao TRE informando sobre a Interdição. há objetiva causa de extinção do processo sem resolução do mérito. Sem custas. 267 do CPC: Extingue-se o processo sem resolução de mérito: I (. 15.0001 ..26. julgo PROCEDENTE a demanda. Dispõe o art. constando do edital os nomes da interditada e da curadora. 07 de maio de 2013.2011. DECRETANDO-LHE A INTERDIÇÃO e nomeando-lhe como sua CURADORA Vania dos Santos Evangelista. Sem custas e honorários. Publique-se esta sentença no Diário da Justiça Eletrônico por três vezes.Alimentos . os valores integrantes do espólio devem ser pagos aos sucessores observada a ordem de vocação hereditária prevista no Código Civil. nos termos do art. o que atrai a regra de partilha nos moldes estabelecidos no art. verifica-se que o feito já está apto para sentença.05. ADV: SERGIO RICARDO REGIS VINHAS DE SOUZA (OAB 25397/BA) . in fine. I. Maurício Andrade de Salles Brasil Juiz de Direito ADV: ANALEIDE LEITE DE OLIVEIRA ACCIOLY (OAB 9999094D/BA) . Assim.Reconhecimento e dissolução de união estável .Processo 0344659-86. o eminente jurista Moniz de Aragão. 49. vez que o laudo pericial fornecido por médico especializado demonstra cabalmente ser a interditanda portadora de Retardo Mental Grave e Síndrome de Down. nos termos do art. Salvador(BA). e outro . 10 de maio de 2013 Cad. FERNANDA SAMARTIN FERNANDES PASCHOAL (OAB 28164/BA) . . para fins do disposto no art. C. 504. 45. do Código Civil. 2) Às fls. B. Após as três publicações do edital. com base no art. Após o trânsito em julgado. DECLARO EXTINTO O PROCESSO SEM RESOLUÇÃO DO MÉRITO.) II Quando ficar parado durante mais de um ano por negligência das partes: III . assinando o Termo de Curatela Definitiva. e outro REQUERENTE: Aloisio Ferreira Silva Filho . undefined) Ante o exposto. Salvador(BA). Diante do exposto.. inciso II. dê-se baixa e arquive-se.Processo 0332104-37.Processo 0301755-51. 1. CID X F 72 + Q90.. este insculpido no art. 2º. inc. conforme sentença de fls. Os presentes autos de Ação de Reconhecimento e Dissolução de União Estavel encontram-se paralisados há mais de 30 dias por desídia da parte interessada. Neste sentido. 2) Cumpra-se.1) Abra-se vista à Fazenda Pública Estadual. 54.187. depois de um ano paralisado. ex vi do teor do ofício de fls.8. 07 de maio de 2013. com intervalo de 10 (dez) dias.0000.05. CC.8.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .2007.Quando. doutrina: a contar da prática do último ato processual. Após o trânsito em julgado desta decisão.Processo 0167814-78. Maurício Andrade de Salles Brasil Juiz de Direito ADV: MILENA SOUZA NAVARRO (OAB 31477/BA) . Desse modo. caput.1) Cite-se no endereço de fls. Decido. Data de Julgamento: 22/11/ 2011. V. c/c art. F. expeça-se o alvará judicial. 29.1) Compulsando os autos verifica-se que o mesmo se encontra julgado. nos termos do art.RÉU: N. II e III do CPC.05.2012.AUTOR: Shirleide Santos de Souza . todos da Lei 6. . 1. 1º.INVDO: Espolio de Enos Fernandes Bosges . ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . observando-se as formalidades legais. 4) Publique-se.Alimentos Lei Especial Nº 5. 267. por não promover os atos e diligência que lhe competir.2012. I do CPC. CF. da Constituição Federal.Lei 6858/80 . Salvador(BA).8. inciso LXXVIII. nos termos do art. arquive-se.AUTOR: Antonia Maria Gomes de Aquino e outros . sob pena de extinção do feito. caput. do CPC. 1829 e ss.0001 .0001 .05. independentemente.0001 . 1832. juntada aos autos a Certidão de Registro da Interdição e transitada em julgado esta sentença. o autor abandonar a causa por mais de 30 (trinta) dias. ex vi art. ex vi do art.184 do CPC e dos arts. Registre-se.Alvará Judicial . Em observância ao princípio da economia processual e da celeridade da tramitação. . M. não há beneficiários inscritos junto ao Órgão Previdenciário. Relator: José Carlos Ferreira Alves. impondo-se que a curatela provisória seja confirmada por decisão de mérito. Maurício Andrade de Salles Brasil Juiz de Direito ADV: HAMILTON DA ROCHA LYRA (OAB 4887/BA) . Não havendo dependentes habilitados ao recebimento de pensão por morte. 3) Desse modo. devidamente expedido às fls. não remanescendo mais qualquer questão processual a ser apreciada.Fixação .REQUERIDO: Adalberto Alves de Araujo .767. efetivamente.Fixação . 269. que compromete totalmente sua capacidade para o exercício dos atos da vida civil.478/68 .05.378/379 in Contumácia das partes). Intimado(a) via DJE não houve manifestação do autor.05.8.REQUERENTE: Ivanice Dias dos Santos Cruz e outro . por deferir em favor das partes a Gratuidade da Justiça.184.2012.8. a causa da interdição e os limites da curatela..REPTE: Aloisio Ferreira Silva Filho . 2) Publique-se. do Código de Processo Civil. Publique-se. ADV: FABIANO SAMARTIN FERNANDES (OAB 21439/BA). B.8.É o que basta relatar. independentemente de inventário ou partilha.1) Intime-se a parte autora para manifestar interesse no prosseguimento do feito no prazo de 48 horas. C.Procedimento Ordinário . JULGO PROCEDENTE a demanda por estar convencido de ser a interditanda absolutamente incapaz de exercer pessoalmente os atos da vida civil.0001 . ambos do Código Civil. 1.Levantamento de Valor . 2ª Câmara de Direito Privado. 07 de maio de 2013.Lei Especial Nº 5. dos S.0001 .2006.2012. ambos da Lei Federal 6. 48 foi deferido pedido de alvará. 89 e 92.8.015/73. no prazo de 5 (cinco). 2) Publique-se.

2. por deferir em favor das partes a Gratuidade da Justiça. 2 / Página 39 ADV: CESAR AUGUSTO DE CASTRO LIMA PRISCO PARAISO (OAB 2935/BA) . E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO CASSINELZA DA COSTA SANTOS LOPES ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARIA LUCIA ROSARIO B. Salvador (BA). com base no art. Fls 18. contestar a ação. 07 de maio de 2013. ÓRFÃOS.478/68 . S.1.8.Alvará Judicial .AUTORA: Altamira de Souza . II e III do CPC. S.) II Quando ficar parado durante mais de um ano por negligência das partes: III . Publique-se.. D.Lei 6858/80 . Dispõe o art.2013.REQUERENTE: J. Oficie-se o INSS para informar a relação de dependentes do "de cujos" ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) . JULGO PROCEDENTE o pedido de Exoneração dos Alimentos.8. 9ª VARA DE FAMÍLIA. Sem custas e honorários.2012.Lei Especial Nº 5.0001 .AUTOR: Samanta Cristina Belmonte Dortas . 02 de maio de 2013.. Newcy Mary da Paixão Cunha Juíza de Direito ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) .Processo 0363479-56. para atender ao pedido do Ministério Público ás fls 18 primeiro parágrafo.Empresa de Limpeza Urbana do Salvador.Divórcio Consensual . 3.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . e outro . para proceder com a imediata sustação dos descontos procedidos a título de pensão alimentícia.2012.Quando. Oficie-se a fonte pagadora do Autor. M. A. depois de um ano paralisado.Processo 0329120-46.Lei Especial Nº 5. por não promover os atos e diligência que lhe competir.05.Mero Expediente ADV: MARIO CEZAR CRISOSTOMO (OAB 13760/BA) .Alimentos . Sem custas.0001 .Alvará Judicial .05. Defiro os benefícios da assistência judiciária gratuita. .Dissolução . 267. S.8. ex vi da certidão de fls. de alegações da parte de que não houve negligência Coment. por meio do advogado. nos termos do art. e outro .Levantamento de Valor . R.478/68 . 31.Dissolução .Desse modo.2013. inc.REQUERENTE: V.Guarda .Processo 0333711-51. 2.0001 . I. E AUSENTE JUIZ(A) DE DIREITO MAURÍCIO ANDRADE DE SALLES BRASIL ESCRIVÃ(O) JUDICIAL BARBARA LUISA SILVA MARTUSCELLI AZEVEDO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 1014/2013 ADV: GUSTAVO LUIS BELMONTE DORTAS (OAB 27545/BA) . Maurício Andrade de Salles Brasil Juiz de Direito ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) .2013.2012. Cite-se a requerida.0001 .Procedimento Ordinário . ORFÃOS INTERD. JUÍZO DE DIREITO DA 8ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. J. do Código de Processo Civil. expeça-se o alvará judicial.Intime-se a requerente..Levantamento de Valor . INTERDITOS E AUSENTES JUÍZO DE DIREITO DA 9ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. SUCESSÕES. da S. Intimado(a) via DJE não houve manifestação do autor.8. doutrina: a contar da prática do último ato processual. DECLARO EXTINTO O PROCESSO SEM RESOLUÇÃO DO MÉRITO. arquive-se. J.Revisão .Procedimento Ordinário . PRI. Oficie-se.8. conforme pedido do M. 504. a Limpurb . ORFÃOS INTERD.2013.DIREITO CIVIL . 3. Cite-se a requerida.Defiro os benefícios da assistência judiciária gratuita.Disponibilização: sexta-feira.05.AUTORA: Elana Cristina Santos Villas .2013. A. Registre-se.Processo 0334295-21. no prazo de quinze dias. T.8.Alimentos .05. etc.0001 . P.Divórcio Consensual .Processo 0362003-80.REQUERENTE: V. 10 de maio de 2013 Cad. Neste sentido. CAMBESES EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0150/2013 ADV: MARIO CEZAR CRISOSTOMO (OAB 13760/BA) .05. Intime-se a parte autora para tomar conhecimento desta decisão. Após o trânsito em julgado. da S. 2. Encaminhe-se ao SAOF a fim de que seja feito o estudo social do menor.Ante o exposto.Processo 0327534-71.Guarda .REQUERIDO: Q. e outros .Processo 0377025-81.Manifeste-se Autora sobre o parecer do Ministério Público . Reservo-me a apreciar o pedido da assistência judiciária gratuita em momento oportuno.05.RÉU: Ronaldo Rodrigues da Silva de .AUTOR: Fernando Costa Lopes .Vistos. . e outro .8. Defiro os benefícios da gratuidade da justiça.REQUERIDO: A.05. o eminente jurista Moniz de Aragão.8.Vistos.REQUERENTE: A. ADV: ADERALDO GALDENCIO DOS SANTOS (OAB 6113/BA) .Despacho . Oficie-se a Caixa Econômica Federal para informar o saldo existente em nome do "de cujos".. T.REQUERENTE: Andre Luis Silva Oliveira . 267 do CPC: Extingue-se o processo sem resolução de mérito: I (. Após o trânsito em julgado desta decisão. Diante do exposto.Processo 0320352-34.05.05. Salvador(BA). 3.Procedimento Ordinário . qual seja. o autor abandonar a causa por mais de 30 (trinta) dias.8.Exoneração .Processo 0320352-34. A.0001 .0001 .0001 .378/379 in Contumácia das partes). 269. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . D. julgo PROCEDENTE a demanda. independentemente. Intimem-se.0001 .2013. Os presentes autos de Ação de Alimentos encontram-se paralisados há mais de 30 dias por desídia da parte interessada. há objetiva causa de extinção do processo sem resolução do mérito. observando-se as formalidades legais.RÉ: Cleide das Virgens Souza . Cite-se para. em querendo. Publique-se e intime-se.RÉU: Jose Ivan da Silva Dortas .. Encaminhe-se ao SAOF a fim de que seja feito o estudo social do menor. etc.

no endereço situado à Avenida Beira Rio. conforme despacho acima proferido e diante da petição inicial.R.2011.Processo 0001714-94.INVDO: Espolio de Antonio Marques . Intimações necessárias. do Código de Processo Civil.8. e outro . P. arquivando-se os autos em seguida. 80. ficam as referidas custas suspensas pelo prazo de cinco anos. etc. P. Atenda o Cartório o despacho de fl. confiro à presente decisão força de ofício. em cumprimento ao presente. cuja cópia segue anexa.2011. JULGO procedente o pedido e.0001 . E AUSENT JUIZ(A) DE DIREITO ARACY LIMA BORGES ESCRIVÃ(O) JUDICIAL PAULO CELSO BISPO SANTOS EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0087/2013 ADV: SERGIO NEESER NOGUEIRA REIS (OAB 8043/BA). T. querendo. VIA PRECATÓRIA. Para atendimento do quanto solicitado no petitório de fl. devendo os descontos pela utilização dos serviços obedecer as mesmas bases estabelecidas para os demais dependentes. presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art.Processo 001770870.2008. do Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei. inciso II e III. a presente ação.Lei Especial Nº 5. ROQUE FERREIRA DOS SANTOS.05. com baixa. e. se persistir a situação de pobreza. Pela sucumbência recíproca serão reciprocamente distribuídos e compensados entre os litigantes os honorários e as despesas processuais. 319. C. . .RÉU: N.Disponibilização: sexta-feira.Pelos fundamentos expostos e com embasamento no art. nomeando-lhe Curadora sua mãe NORMA ROCHA DE MURICY. sob pena de revelia.RÉU: L.0001 .Arrolamento . R. a Defensoria Pública desta Sentença. nº 13. ADV: CLECIA SOUZA MOURA (OAB 9999038D/BA) . F. ESTE DESPACHO TEM FORÇA DE MANDADO. e confirmar a manutenção da autora na Assistência Médica Supletiva patrocinadas pela Petrobras. 267.C. I.ARROLANTE: Carmen Cruz de Faria . e. do CPC.Inventario . Nº 8. decreto a Interdição de BARBARA MARIA ROCHA MURICY declarando-a incapaz de reger sua pessoa e gerir bens.8. ao trânsito em julgado. F. declaro extinto o processo sem resolução do mérito. Não sendo contestada a ação no prazo marcado. INTERDITOS E AUSENTES JUÍZO DE DIREITO DA 10ª VARA DE FAMÍLIA SUCES.069/90). pessoalmente.Processo 0015477-65.Processo 0040050-70.05. ADV: LAÍSSA SOUZA DE ARAÚJO (OAB 9999139D/BA) .Isto posto. contados da juntada da Carta Precatória no processo.INTERDA: Barbara Maria Rocha Muricy . ORFÃOS INTERD. de A.05. extraído do processo acima indicado.Processo 0027325-88.2007.0001 . 10 de maio de 2013 Cad. Rio de Janeiro. P. e com fulcro no disposto no art. ADV: FERNANDA ABREU TANURE (OAB 33029/BA) .05. a fim de contestar. consequentemente. através do qual MANDA este Juízo que. e.8. declaro extinto o processo sem resolução do mérito. . do Código de Processo Civil. dou a esta decisão FORÇA DE MANDADO DE AVERBAÇÃO. 285 c/c o art.HERDEIRO: Silvia Terezinha Cruz de Faria e outro ARROLADO: Espolio de Notoniel Penalva de Farias . ADV: RENATO DE MAGALHÃES DANTAS NETO (OAB 24993/BA) . Em homenagem aos princípios da celeridade e economia processual. 2 / Página 40 10ª VARA DE FAMÍLIA. SUCESSÕES. 267.I. após as formalidades de estilo. procedam-se às devidas baixas e anotações de estilo. ADV: MÁRCIO FRED ROCHA ANDRADE (OAB 14759/BA). dos S. considerando as provas produzidas e o mais que dos autos consta. 319.2011.05.AUTORA: M.Família .0001 .I. defiro o pedido para determinar a GUARDA PROVISÓRIA DO MENOR ao avô materno. da A. 36. com o direito de visita assegurado aos genitores. em favor do menor Lucas Henrique Tavares Fortuna e a manutenção da autora como dependente do requerido na Assistência Médica Supletiva (AMS).R.I. dos S.Embargos a execucao . nos termos do quanto preceitua o art. arquivem-se estes autos.INTERDO: M. deverá a parte interessada recolhe as devidas custas.0001 .0001 . e com fulcro no disposto no art. Em face do amparo da gratuidade judicial. após as formalidades de estilo.Família . devendo ser encaminhada cópia à Gerência de Recursos Humanos da Petrobras confirmando a transformação dos alimentos provisórios em definitivos. dos S. do CPC).Vistos. Expeça-se mandado de citação à requerida.AUTOR: L.Fixação .AUTORA: Norma Rocha de Muricy . e outro .Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias.2011. no prazo de 15 (quinze) dias. na concepção legal do termo.478/68 .Alimentos . S. FREDERICO MOREIRA NEVES (OAB 15643/BA) . com brevidade. L. Intime-se. com as ressalvas quanto aos descontos pela utilização dos serviços. etc. em moldes a serem acordados com o requerente.8. com baixa. atentando-se para o fato de que a parte autora se encontra sob o amparo da gratuidade judicial. como parte integrante deste.Vistos.AUTOR: R. São João da Barra. ficam as referidas custas suspensas pelo prazo de cinco anos.0001 .Processo 0034087-81. na concepção legal do termo. Em face do amparo da gratuidade judicial.DIREITO CIVIL AUTOR: Antonio Jose Pinto Marques e outros . P.EMBARGADO: Joao Breno Santos Macedo . o que dispensa a realização de quaisquer diligências. Pelos fundamentos expostos JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE A AÇÃO para transformar os alimentos provisórios arbitrados para o filho Lucas Henrique Tavares Ventura em definitivos e à base de 15 (quinze por cento) dos rendimentos líquidos do requerido.05.Procedimento Ordinário Guarda .Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias.8.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . R. Expeça-se uma via original deste despacho com força de MANDADO DE CITAÇÃO para ser cumprido através de Carta Precatória. R. devendo a parte interessada encaminhar cópia . se persistir a situação de pobreza. 33 caput e parágrafos.2011. arquivem-se estes autos.Interdição .Processo 0041432-98. C.8. Em homenagem aos princípios da economia e celeridade processuais. Tome-se o compromisso.05. ADRIANA MEDEIROS DE AQUINO (OAB 11718/BA) . através de Carta Precatória.Interdição . inciso II e III. ADV: MARCELO NEVES BARRETO (OAB 15904/BA) . ÓRFÃOS.8.EMBARGANTE: Joao Evangelista Macedo Neto . EFETUE A CITAÇÃO DA REQUERIDA.

Vistos.R.05.AUTORA: Joana Santos Silva . sobre a informação prestada às fls.0001 . após as formalidades de estilo. ainda.Família . ficam as custas processuais suspensas pelo prazo de cinco anos. se persistir a situação de pobreza. a fim de que seja informada a incapacidade absoluta da interditanda.I. com baixa.8.ARROLANTE: Flavio Jose Barreto Barreto de Oliveira e outros . ADV: ADRIANA MIRANDA UZEL (OAB 30199/BA). VIII do CPC e julgo extinto o processo sem resolução do mérito. ADV: CRISTINA ULM FERREIRA ARAÚJO (OAB 9999179D/BA) .Arrolamento . e outro . Subdistrito de Vitória. Ao Esboço de Partilha.1998.INVDO: Adilson de Souza Brito . a Defensoria Pública desta Sentença. Após.Inventario .2011.05.Reconhecimento / Dissolução . M. ficam as referidas custas suspensas pelo prazo de cinco anos.ARROLADO: Espolio de Tereza Maria Barreto de Oliveira .8.HERDEIRO: Jayme Garcia Rosa Filho e outro .8. LUIS CARLOS OLIVEIRA CALDAS (OAB 29431/BA) . Intime-se. Novo Horizonte. F. Em face do amparo da gratuidade judicial. .05. C. ADV: ALDEISA FONTES MONTEIRO (OAB 12333/BA). na concepção legal do termo. inclusive na Distribuição.RÉU: Ivan Silva de Oliveira . Intime-se a parte autora.05. P. Intimações necessárias. na concepção legal do termo.0001 .Processo 006079219.AUTORA: Gabriela da Silva Estrela e outro . para manifestar interesse no prosseguimento do feito.Procedimento Ordinário . do Código de Processo Civil. 267. JULGO PROCEDENTE. homologo o pedido de desistência formulado pela parte autora.0001 .AUTOR: A. Intime-se.Inventario .0001 . e.Processo 0045155-82. ADV: DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1/BA) .75-79.INVDO: E.INVDO: Espolio de Jayme Garcia Rosa .. nos termos do art.2010.Processo 0067160-44. e.I. etc. após as formalidades de estilo. ANA CRISTINA CARDOSO DOS SANTOS (OAB 13521/BA). Manifeste-se a parte inventariante. etc. ficam as referidas custas suspensas pelo prazo de cinco anos. Livro 211. P. 167).05. bairro Sussuarana. 10 de maio de 2013 Cad.Vistos. inciso II e III.INVDO: Espolio de Telma Ribeiro Roriz . do Código de Processo Civil.INVTE: Angelina Tourinho Dantas Garcia Rosa . Em face do amparo da gratuidade judicial. publicar Editais na forma do art.Vistos. dos S. S.8.Disponibilização: sexta-feira. E.R. o pedido da acionante para reconhecer e declarar a dissolução da União Estável estabelecida com o requerido e a constituição do patrimônio representado pelo imóvel residencial sito Travessa Isabel no 04.1997.8. de acordo com o art. se persistir a situação de pobreza. ADV: JOSE MANOEL BLOISE FALCON (OAB 7564/BA) . abra-se vista à Fazenda Pública Estadual. Isento de custas em face do amparo da gratuidade judicial e sem condenação nos ônus da sucumbência em face do não estabelecimento do contraditório. com o arquivamento dos autos após as devidas baixas e anotações de estilo. Deverá.8.2006. de J. arquivem-se os autos com as devidas baixas no sistema.Processo 0065051-33. sob pena de extinção. se persistir a situação de pobreza na concepção legal do termo. .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . F.0001 . declaro extinto o processo sem resolução do mérito. 267. Ficam as custas processuais suspensas.Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias. com baixa. pessoalmente. ALDEISA FONTES MONTEIRO (OAB 12333/BA). 267.HERDEIRO: C. arquivem-se estes autos. etc. do Código de Processo Civil. §1º do CPC. pelo prazo de cinco anos.R. em face dos benefícios da assistência judiciária gratuita. DAIANA DE ABREU FREIRE (OAB 18989/BA) . e.8.Obedecidas às formalidades legais.RÉU: M. e com fulcro no disposto no art. do Estatuto de Ritos. M. após as formalidades legais. Em face do amparo da gratuidade judicial.2004. dos S.0001 . no prazo de 48 (quarenta e oito) horas.Processo 0051133-59.Arrolamento .2005. para que produza seus jurídicos e legais efeitos. no prazo de dez dias.Processo 0064397-61.I.AUTORA: Terezinha Ribeiro Roriz . . ADV: ELIANA MARIA VENTURA JAMBEIRO (OAB 5384/BA) . na concepção legal do termo. ADV: LUIS RAIMUNDO DA SILVEIRA ALVES (OAB 12387/BA) .8.05.Processo 0067233-60.Inventario . o Cartório. a Defensoria Pública desta Sentença. fl. Tome-se por termo a partilha de fls.Vistos.8.Inventario .2011. ficam as referidas custas suspensas pelo prazo de cinco anos. ADV: MARCELLE MENEZES MARON (OAB 12078/BA) .R. arquivem-se estes autos. cuja partilha dever-se-á proceder de modo equitativo.. e com fulcro no disposto no art. e com fulcro no disposto no art. 192-193. Em face do amparo da gratuidade judicial.AUTOR: H. 2 / Página 41 deste "decisum" para a inscrição da Interdição no Cartório Competente (Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais da Comarca de Salvador.Divorcio litigioso (direto) .05. pessoalmente. C. voltemme os autos conclusos para Sentença. se persistir a situação de pobreza.05. se persistir a situação de pobreza.Processo 0060540-50. . declaro extinto o processo sem resolução do mérito. M. ADV: CARLA BORGES DE ANDRADE (OAB 20420/BA).Arrolamento Comum . PRI.05. bem como FORÇA DE OFÍCIO ao TRE. sob o nº 116611. inciso II e III.Pelos fundamentos expostos. P. nesta Capital.HERDEIRO: Emanoel Roriz Silva .AUTOR: Iva Vilas Boas Borges . 267. após as formalidades de estilo.Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias. 1.0001 . declaro extinto o processo sem resolução do mérito. arquivem-se estes autos. e.Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias.AUTOR: Maria de Lourdes de Souza Brito e outro .I.DIREITO CIVIL .184.0001 . considerando o mais que dos autos consta. C. REGINA AMARANTE DE CARVALHO (OAB 11684/BA) . P. na concepção legal do termo. com baixa. através de seu advogado.2006.Processo 0082307-23.INVDO: Adalberto Santana Borges .0001 . 267. Após. . Defiro o pedido de desentranhamento dos documentos que instruem a inicial. inciso II e III.RÉU: Espolio de Gabriel Coutinho Estrela . etc.

A.0001 . Isso porque. de A. Intimações necessárias. pois não houve intimação pessoal dos defensores do Apelante. C.AUTOR: Glayde Mary Santiago Macedo Bauer e outros RÉU: Espolio de Otto Joaquim Cravo Bauer . P. ANA LÚCIA FERNANDES SILVA (OAB 13952/BA) . FABRICIA MASCARENHAS SANTOS (OAB 30335/ BA) . que não conheceu do apelo ante a sua intempestividade. após as formalidades de estilo. a inimaginável e indevida inversão do sistema recursal.Procedimento Ordinário .2009. C. Noemia Amorim Sena e Rosália dos Santos Sena. portanto.se for o caso. Luis Carlos dos Santos Sena e Romualdo Pereira de Sena Filho. . contra eles correrão os prazos independentemente de intimação.34. declaro extinto o processo sem resolução do mérito. .Processo 008276977.AUTORA: C. eis que não se equiparam à Defensoria Pública. fls. OAB/BA 11. no prazo de 05 (cinco) dias. Indiquem as partes. Ademais.I. No entanto. . 267. P. a decisão guerreada encontrase albergada pelo manto da coisa julgada.0001 . se persistir a situação de pobreza.2006.Lei Especial Nº 5.Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias. . nos termos da certidão de fl. ficam as referidas custas suspensas pelo prazo de cinco anos.Processo 0102184-07.Processo 0107983-31. Considerando não haver o oficial de justiça localizado . inciso II e III. ADV: JOSÉ CARLOS ARAÚJO LIMA (OAB 11524/BA).Procedimento Ordinário . "caput" e § 1º. ao órgão competente para o julgamento do recurso. 48.Decreto a revelia dos réus Nivea Amorim Sena. 5º. ADV: THIAGO GALVÃO PEDREIRA (OAB 26816/BA). renove-se o despacho de fl. 99.flsl.107: Vistos. ou quando esta for meramente homologatória.8.Reconhecimento / Dissolução . CECILIA ABREU BARBEITOS (OAB 35700/BA).8. sendo que poderá intervir no processo em qualquer fase. A. ADV: LAZARO PAULO APOLONIO FERREIRA (OAB 28998/BA).RÉU: E. conforme certidão de fl. S. por seus advogado. com baixa. P.Família AUTOR: W. 322.Alimentos . e. 10 de maio de 2013 Cad. P. que poderão ser rescindidos como os atos jurídicos em geral (arts. a partir da publicação de cada ato decisório. se estende aos núcleos de serviço de assistência judiciária de instituição superior pública. tendo em vista que deixaram fluir "in albis" o prazo de resposta. ADV: EVALDO DA HORA FERREIRA (OAB 5671/BA) .AUTOR: J. OAB/BA 11400. dos S. 98. ficam as referidas custas suspensas pelo prazo de cinco anos.R. MÁRCIA GRAZIELA DE SOUZA LIMA (OAB 29491/BA) . do Código de Processo Civil. na concepção legal do termo.8. S. 170/176. sendo certo que.98/100. 103.524. às 15:00_ horas. conforme for o caso.2005. com as baixas devidas. Considerando a inexistência de menores ou incapazes no presente feito. para desconstituí-la. N. Ademais. A. as provas que pretendem produzir em audiência.Arrolamento de Bens . Arabel dos Santos Sena. ADV: ROBERTO JOÃO STARTERI SAMPAIO FILHO (OAB 25871/BA). em desrespeito à estrutura hierárquica grafada na Constituição Federal. recebendo-o no estado em que se encontrar (art. eis que equiparados à Defensoria Pública. 160/163.Às fls. da decisão que negar seguimento ao recurso "caberá agravo. defira pedido que já foi objeto de apreciação e rejeição em sede recursal. VI. TATILUZIA ABDALLA LEITE ADÃES (OAB 14915/BA). permanecerá representando o Executado em juízo até que prove. P. 1)Reitere-se o despacho de fls.Processo 0096227-25. e com fulcro no disposto no art.RÉU: R. o recurso terá seguimento". X. segundo alega. pretende. Diante das informações contidas no petitório de fl. .AUTORA: S.REQUERIDO: P. declaro extinto o processo sem resolução do mérito. e de Rita de Cássia Santos Sena. citados à fl.Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias. 2 / Página 42 ADV: ALAN OLIVEIRA DA SILVA (OAB 25224/BA).0001 . diz serem descabidos a intimação pessoal e o prazo em dobro para os advogados que integram núcleos de prática jurídica. "caput" e parágrafo único. se persistir a situação de pobreza.Outras . conforme jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça. C.Processo 011101027. da ação rescisória. S. TJBA a fim de possibilitar a devolução do prazo para o oferecimento de recurso contra a decisão denegatória do recurso de Apelação interposto. após remetam-se os autos ao SECAPI.8. encontra-se albergada pelo manto da coisa julgada.2009. requererem o entender necessário.05.2009.Disponibilização: sexta-feira. NELSON ANTONIO DAIHA FILHO (OAB 15918/BA).Família . o Requerido.RÉ: M. ao contrário do que alega o Requerido. 91. prerrogativa esta que. desnecessária a intervenção do Ministério Público. no prazo de cinco dias. o relator apresentará o processo em mesa. . de J.05. . Em face do amparo da gratuidade judicial.8.0001 . e. do Código de Processo Civil. e com fulcro no disposto no art. pelo retorno dos autos ao E. através da procuração de fl. e. arquivem-se estes autos. Este. dizendo que a decisão exarada pela Relatora da Apelação. o Requerido. do CPC.Execução de alimentos . arquivem-se. quando se voltar contra a sentença de mérito.R.REPRESENTANTE: T. ter também comunicado o seu constituinte acerca da renúncia. pugna. quanto aos demais provimentos jurisdicionais que não dependem de sentença. Em face do amparo da gratuidade judicial. a requerente manifestou-se sobre o pedido supra. Nada sendo requerido.etc. Intimem-se as partes. da Recomendação nº 16/2010 do Conselho Nacional do Ministério Público.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . informa a advogada Zenira Maria Ramos Araújo.DIREITO CIVIL . Ora. Às fls.05. 2)Intime-se o herdeiro Otto Joaquim Cravo Bauer Júnior para se manifestar sobre a partilha de fl.0001 . o réu outorgou poderes também ao advogado José Carlos Araújo Lima. inciso II e III. Com efeito. C. na concepção legal do termo.RÉ: R. De forma atécnica.Às fls.103: Vistos.05. provido o agravo. de O. M.05. M. de S. ao disciplinar a organização do Poder Judiciário.05. o pedido "sub examine" inobserva a sistemática processual civil vigente. do CPC). GERSON SANTOS SOUZA (OAB 15316/BA) . 557. haver renunciado ao mandato outorgado pelo Executado. do N. dos S. conforme estabelece o art. para que este Juízo de piso. LEONARDO GALVÃO PEDREIRA (OAB 32854/BA). ou da ação anulatória ou declaratória de nulidade. 155. no prazo legal. para. com baixa. .2009. RAIMUNDO OLIVEIRA DOS SANTOS (OAB 14435/BA) . .I. querendo. 267. após as formalidades de estilo. conforme art. 81/2. E. Designo audiência de Instrução e Julgamento para o dia 12/09/13.8. independente da discussão travada acerca da equiparação entre os núcleos de serviço de assistência judiciária de instituição superior pública e a Defensoria Pública.105. se não houver retratação. S. . citados à fl. etc. .Processo 0086723-92. não havendo os réus revéis constituído patrono nos autos. proferindo voto.0001 . arquivem-se estes autos. 485 e seguintes do CPC).REQUERENTE: B.478/68 . deverá a parte prejudicada valer-se.

Posto isso. no prazo de 10 (dez) dias.Vistos. declaro extinto o processo sem resolução do mérito.AUTOR: E. na concepção legal do termo. do Código de Processo Civil.R. de A. na concepção legal do termo. 475-J.8. 267. nos termos do quanto preceitua o art. Intime-se a parte autora.Processo 0305441-17. Considerando o grande lapso de tempo de paralisação do processo. . após as formalidades de estilo. declaro extinto o processo sem resolução do mérito. após as formalidades de estilo. ficam as custas processuais suspensas pelo prazo de cinco anos. a Defensoria Pública desta Sentença.2007. P. 42-43.Disponibilização: sexta-feira. P. . 1.Processo 0139099-26. presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art.0001 . se persistir a situação de pobreza. querendo. incisos. as partes conciliaram em audiência.8. sob pena de se presumirem como verdadeiros os fatos articulados pela parte requerente. 10 de maio de 2013 Cad.I.R.R.Reconhecimento de união estável pós morte . B. . P. ADV: JOSE MANOEL BLOISE FALCON (OAB 9999010D/BA) . e. Condeno o Autor a pagar custas e despesas processuais e a pagar honorários advocatícios de sucumbência. sob pena de extinção.05. S. na concepção legal do termo. Nesse sentido. e com fulcro no disposto no art. ficam as custas processuais suspensas pelo prazo de cinco anos. Intime-se. 79-v.INVDO: Espolio de Gilson Batista de Figueiredo . ressalvado o art. S. Trata-de de Separacao Judicial Litigiosa proposta por Zenilda Chaves dos Santos.Inventário e Partilha .8. com baixa. dos S. inciso II e III. Intime-se. FAUSTA BRANDÃO SARMENTO (OAB 25052/BA) . conforme certidão de fl.Processo 0112559-33.RÉU: A.I.I.0001 .Busca e apreensao .478/68 . incisos. ante a ausência de pressuposto de constituição e de desenvolvimento válido e regular do processo. Intime-se. G. do Código de Processo Civil. e.0001 . sem que fosse adotada qualquer providência pelas partes.Busca e Apreensão de Menores . pois o autor não está regularmente representado por advogado nos autos. de S. com baixa. com baixa.I. com baixa. arquivem-se os presentes autos. O. 267.R. C.0001 .Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias.2010. . e com fulcro no disposto no art.Lei Especial Nº 5. . incisos. .0001 . e com fulcro no disposto no art. §5º do CPC. no prazo de 48 (quarenta e oito) horas. S. com a observância de que o feito foi convertido em Divórcio Consensual. pessoalmente. arquivem-se estes autos.478/68 . Não sendo contestada a ação até a data da audiência.8. aplicando-se por analogia a regra insculpida no art. §§ 3º e 4º.2006. informando o descumprimento do acordo pelo executado. 319. 267. etc. com baixa. PATRICIA BARP (OAB 19127/BA). através de seu advogado. . 12 da Lei n.RÉU: Espolio Geraldo Manuel da Purificaçao . dos S.8. ficam as custas processuais suspensas pelo prazo de cinco anos. etc. R.Fixação . Às fls.REQUERIDO: W. após as formalidades de estilo. P.05.060/50. em face da concessão da assistência judiciária. ADV: MARIA IZABEL RODRIGUES (OAB 14643/BA) . 267. arquivem-se estes autos. Em face do amparo da gratuidade judicial. ADV: MILTON RIBEIRO DOS ANJOS (OAB 9999103D/BA) . Cite-se o requerido para o comparecimento e. P.2005. ADV: JORGE OTAVIO DOS SANTOS (OAB 16246/BA) .0001 .Alimentos .8. o que inviabiliza o prosseguimento desta ação.2008.0001 . arquivem-se estes autos. de A. arquivem-se estes autos.RÉU: G.05. JONAS DE SOUZA GÓIS FILHO (OAB 33058/BA). ficam as referidas custas suspensas pelo prazo de cinco anos.Processo 0173624-68. Em face do amparo da gratuidade judicial. se persistir a situação de pobreza.Processo 0304527-21. P. 77.Processo 0154145-21. A. e.8. No entanto.R. fica o Autor dispensado do pagamento. do CPC.AUTOR: E. sob pena de extinção. F.AUTOR: Antonio Vieira de Amorim . para audiência de Conciliação.Processo 0152093-57.05. II e III do Código de Processo Civil. após as formalidades de estilo. 267.Investigacao de paternidade c/ alimentos . IV c/c 36. II e III do Código de Processo Civil. a parte ora exequente não promoveu as diligências que lhe competia. por seus respectivos advogados.RÉU: F. . tendo sido homologado o acordo através da Sentença de fls. em atenção aos critérios do art. ADV: FÁBIO TINEL PINHEIRO DE MATOS (OAB 30159/BA) .Vistos.AUTOR: Ademir Barreto da Purificaçao . de S.05. L. JULGO EXTINTO o processo. 2 / Página 43 as partes. da S. do CPC. contra Florisvaldo Corderino dos Santos Filho. foi determinada a intimação da ora exequente para manifestar interesse no prosseguimento do feito. na concepção legal do termo.8. para manifestar interesse no prosseguimento do feito.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . 319. Ou trazê-los independente de intimação à audiência designada à fl. estes fixados em dois salários mínimos.REPRESENTANTE: M. ADV: MARIANA SALGADO TOURINHO ROSA (OAB 9999167D/BA) . 267.RÉU: R. a requerente postulou a execução da sentença. 285 c/c o art.Inventario .05. N.2011.Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias. .Exoneração . após as formalidades de estilo. e. C. §1º do CPC. ADV: JEANA LEMOS DE OLIVEIRA (OAB 30877/BA). dos S.2009.REQUERENTE: A. Intimações necessárias. e com fulcro no disposto no art.Designo o dia 02/09/13.Lei Especial Nº 5. .2013.0001 .I. declaro extinto o processo sem resolução do mérito.Inventário e Partilha .Processo 0162428-96. Ciência ao Ministério Público.Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias.Alimentos . intimem-se as partes. arquivem-se estes autos. pois não há valor determinado de condenação. declaro extinto o processo sem resolução do mérito. pessoalmente. 35-36.Separacao judicial litigiosa AUTOR: Z. S. G. ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) .05. e outro . Instrução e Julgamento. 20. do CPC).Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias. dos S. II e III do Código de Processo Civil. Tendo em vista a impossibilidade de prosseguimento em virtude da inércia da parte credora. com fundamento no art. às 14:45 hs. para o deslinde do feito. a Defensoria Pública desta Sentença. e.05. Em face do amparo da gratuidade judicial. apresentar resposta. No curso do processo.I. para informarem o endereço atualizado dos seus constituintes. S. se persistir a situação de pobreza. nos termos do art. se persistir a situação de pobreza.AUTOR: S.INVTE: Enoia Barros Reis Figueiredo . . Em face do amparo da gratuidade judicial.RÉU: Isac Conceicao Amorim .Inventário .

05. Expeçam-se vias originais deste despacho com força de MANDADO DE INTIMAÇÃO para ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado. após as formalidades de estilo.. do C.REQUERENTE: A. 25 E. do C. Fazenda Grande. JULGO.2011.0001 . entre 1959 e até o falecimento deste último em 23/04/1999.AUTOR: Kedman Maria de Moura .8. arquivando-se os autos em seguida. M.Exoneração . procedam-se às devidas baixas e anotações de estilo. tão somente. P. às 14:15 horas.I.0001 .Lei Especial Nº 5. C. atentando-se para o fato de que a parte autora se encontra sob o amparo da gratuidade judicial.8. S. na forma prevista pelo art. ao trânsito em julgado. e.0001 . P. e com fulcro no disposto no art. JULGO PROCEDENTE o pedido da acionante para reconhecer a existência e declarar a União Estável estabelecida entre Maria da Conceição do Carmo Dórea e José Salvador dos Santos.Processo em ordem. I. querendo.353-190. através do Serviço de Distribuição. através do qual MANDA este Juízo que.2012. de S.Guarda . .REQUERIDA: C.8. INTIME-SE A PARTE REQUERENTE. nos endereços acima indicados. .Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias.05.Processo 0315223-19. sob pena de extinção. Salvador-BA. PROCEDENTE o pedido. S.Lei Especial Nº 5. LUZIA ILKA CALAZANS DOS SANTOS (OAB 27983/BA) . Assim sendo. com fulcro no art. I.Divórcio Litigioso .Processo 0345091-08. .353-190. as provas que pretendem produzir em audiência.Vistos. 267. I ADV: CARLOS ALBERTO RAMOS BATISTA (OAB 25906/BA). arquivando-se os autos em seguida. I. permanecendo inalterada a quota destinada à filha do casal. o valor dos alimentos originariamente avençados nos autos do Divórcio Consensual.Em face do exposto.05.05.8.INVDA: Espolio de Noemia Soares Rocha . no endereço situado à Rua Prof Jose Abade. que detém a sua guarda fática. CEP 40. procedendo-se às devidas baixas e anotações. para reduzir. Pela sucumbência parcial serão recíproca e proporcionalmente distribuídos e compensados entre os litigantes os honorários e as despesas processuais. mas com a constituição de patrimônio representado pelo imóvel de residência dos conviventes na Rua Pero Vaz no 208. devendo ser encaminhada cópia ao Departamento Financeiro da Polícia Militar do Estado da Bahia. P.Procedimento Ordinário . permanecendo igual percentual em favor da filha Raisa Alonso dos Santos.Processo 0323715-97. inciso II e III. I do Estatuto da Criança e do Adolescente.REQUERIDO: A. e com base no art. S. etc.2011.Revisão . Em face do amparo da gratuidade judicial. que deverá se processar perante a Comarca de Guarulhos.Levantamento de Valor .478/68 . para ciência da suspensão definitiva dos descontos referentes ao encargo alimentar a que se encontrava obrigado o requerente.05. arquivem-se estes autos.Reconhecimento / Dissolução . Expeça-se ofício à fonte pagadora ratificando a determinação anterior e confirmando a suspensão definitiva dos descontos. e.2012.REQUERENTE: Daniele Barros dos Santos Maciel .8. extraído do processo acima indicado. ESTE DESPACHO TEM FORÇA DE MANDADO.Processo 0324128-76.RÉU: Jailson dos Santos Ribeiro .Pelos fundamentos expostos JULGO PROCEDENTE EM PARTE a ação.Disponibilização: sexta-feira. A. R. com baixa. R. Decorrido o prazo recursal remetam-se os autos ao Juízo competente.0001 .I.0001 . 113.R. ADV: TATILUZIA ABDALLA LEITE ADÃES (OAB 14915/BA) .2012. no prazo legal. SalvadorBA. 267. no prazo de 48 (quarenta e oito) horas. ao trânsito em julgado. S. P. R.Dissolução . 113. confiro à presente decisão força de ofício.Alimentos .Trata-se no caso de incompetência absoluta deste Juízo. CEP 40. nesta Capital. Em homenagem aos princípios da celeridade e economia processual. .C.Alvará Judicial . e não se registram atos decisórios passíveis de anulação. declaro extinto o processo sem resolução do mérito. em favor da alimentanda à base de 11% (onze por cento) de seus rendimentos líquidos. Isento de custas em face do amparo da gratuidade judicial.REQUERENTE: S.2011. 25 E. Designo audiência de Instrução e Julgamento para o dia 29/05/2013. ADV: HERMES DE OLIVEIRA SOUSA (OAB 27264/BA) .Inventário e Partilha . 147. agência 1425-7. P. Intime-se a parte autora. 2 / Página 44 ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA). devendo os autos ser remetidos ao Juízo competente.2012. RENATA CUNHA DE FREITAS (OAB 35007/BA) .AUTORA: Maria da Conceicao do Carmo Dorea . § 2º. se persistir a situação de pobreza.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Procedimento Ordinário . Isento de custas e da verba honorária em face do não estabelecimento de contraditório. Indiquem as partes. Inexistem nulidades a serem declaradas ou irregularidades a serem corrigidas.478/68 . JONATHAS FORTUNA GOMES (OAB 28051/BA) Processo 0306615-32. . de S. do Código de Processo Civil. P.Alimentos . 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/ BA) . na concepção legal do termo. L.P.Lei 6858/ 80 .05. bem como a PARTE REQUERIDA. caput do Código de Processo Civil. conforme despacho acima proferido. considerando o mais que dos autos consta. em cumprimento ao presente. Fazenda Grande do Retiro. §1º do CPC. 10 de maio de 2013 Cad. através de seu advogado. ADV: FÁBIO TINEL PINHEIRO DE MATOS (OAB 30159/BA) . EFETUE A INTIMAÇÃO PESSOAL DAS PARTES para comparecerem à audiência designada. devendo o alimentante efetuar o depósito do valor correspondente em conta corrente da titularidade da mesma no 13142-3.05.0001 .REQUERENTE: L. em favor da ex-esposa para 2 (dois) salários mínimos. M. procedam-se às devidas baixas e anotações. para desobrigar o autor do encargo alimentar a que foi submetido em processo regular.(REPUBLICAÇÃO CORRETIVA) ADV: ALESSANDRA DOS SANTOS SOUZA (OAB 16471/BA).Pelos fundamentos expostos.0001 . declaro a incompetência absoluta deste Juízo para conhecimento e processamento do feito.8. no endereço situado à Rua Prof José Abade de Oliveira. sem a geração de prole. Bairro Pero Vaz. Estado de São Paulo.REQUERIDO: C.8.INVTE: Rosana Soares Garcia . D. ficam as referidas custas suspensas pelo prazo de cinco anos.Inventário . do C.Processo 031583350. Legítimas as partes e evidente o interesse processual.Processo 0310639-69. do Banco Bradesco S/A. nos termos do art. para manifestar interesse no prosseguimento do feito. B. domicílio da genitora do menor. . . por sentença. ADV: FILIPE DE CAMPOS GARBELOTTO (OAB 30840/BA).

8.05. no prazo de dez dias. as provas que pretendem produzir em audiência.RÉU: Espolio de Roberto de Castro Sampaio Filho . sendo legítimas as partes e diante do evidente interesse processual.Lei Especial Nº 5. querendo.Processo 0380450-19. D.Vistos.Exoneração . dos S.Inventário .Vistos. inciso II e III.Ante o exposto e em razão do abandono da causa por tempo superior a trinta dias. P. ADV: JANE APARECIDA SILVA DE SANTANA (OAB 10734/BA) . 2 / Página 45 ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . etc. embora devidamente citada. no endereço situado à Rua Valentin Rodrigues. . Sem custas face ao benefício da assistência judiciária. 10 de maio de 2013 Cad.2012.Dissolução .05. e. O prazo para contestar é de 15 (quinze) dias.0001 . no prazo de 48 (quarenta e oito) horas.0001 . se persistir a situação de pobreza.Bahia. JULGO por sentença a presente justificação. para que produza seus jurídicos e legais efeitos. que defiro nesta oportunidade. Intime-se. 28).2012.Vistos.Inventário e Partilha .Processo 0382599-85. sob pena de extinção. atendendo ao disposto pelo parágrafo único do art.47.INVTE: Rita de Cassia da Silva Pitangueira .Procedimento Ordinário . se for o caso. §1º do CPC.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .ARROLANTE: Celia Bastos Pereira dos Santos .Processo 0354093-02. ADV: GABRIELA VIEIRA ANDRADE (OAB 15685/BA). um direito subjetivo que pode ser exercido a qualquer tempo e por qualquer das partes envolvidas na relação.8. .Processo 0377275-17. da S.Justificação .Processo 0353522-31. independentemente de qualquer requisito ou justificativa.05. as provas que pretendem produzir em audiência.Inventário e Partilha . pessoalmente.Arrolamento Sumário . para manifestar interesse no prosseguimento do feito.0001 . e com fulcro no disposto no art.ARROLADA: Espolio de Ivana Paixão Santos Vistos. após as formalidades de estilo.REQUERENTE: E. no prazo legal. etc.Processo 0386356-87. querendo.0001 . do Código de Processo Civil. etc.2012. 267. ADV: FRANCESCA RIOS DA COSTA (OAB 24560/BA) . M.05. etc.I. Designo audiência de Instrução e Julgamento para o dia 19/09/13. nos termos do art. Caixa D'Água. nº 05. Cumpridas as formalidades de estilo.8. nos termos da certidão de fl. 297 do CPC. a mesma deve ser declarada tempestiva. declaro extinto o processo sem resolução do mérito. determinando a expedição imediata da Carta de Adjudicação. relativo ao Imposto Causa Mortis.8. 24-V.Inventário e Partilha . 50.8.0001 . Com efeito.Levantamento de Valor . às 14:00 horas. Estando o processo em ordem. G.Processo 039825752. 866. C. A. razão pela qual indefiro a preliminar arguída na contestação. ADV: MARIA AUXILIADORA NASCIMENTO DE ALMEIDA (OAB 13470/BA) .Alvará Judicial . etc. entreguem-se os autos à justificante independentemente de traslado. Indiquem as partes.0001 . 22-v) e protocolizada a contestação em 01/02/2013 (fl.478/68 . Manifeste-se a Inventariante sobre a promoção da Fazenda Pública à fl.05. na concepção legal do termo. no prazo legal. com baixa. ADV: ABDIAS AMÂNCIO DOS SANTOS FILHO (OAB 10870/BA) .AUTORA: Celeste Cesar Cardoso . ADV: RODRIGO DE SOUZA CHIPRAUSKI (OAB 211673/SP) . o cálculo de fls. arquivem-se estes autos. CEP: 40. JOEL ARAUJO DE SOUZA (OAB 34149/BA) . etc. deixou fluir "in albis" o prazo de resposta. Intimações necessárias.05.Vistos. do Código de Processo Civil. através de seu advogado.Processo 0380687-53. tendo sido o processo recebido em cartório no dia 18/01/2013 (fl. . Processo em ordem.Inventário .Arrolamento Comum . com a Emenda Constitucional nº 66/2010.AUTOR: Nilza Maria de Souza Alves .0001 .0001 . Defiro o pedido de fl.Tendo em vista que foram observadas as formalidades legais atinentes à espécie e sem qualquer pronunciação sobre o mérito da prova. a Defensoria Pública desta Sentença. I.AUTOR: Rodrigo de Araujo Sardeiro . ADV: GLADYS DE JESUS ALMEIDA DE LIMA (OAB 12865/BA) ..AUTOR: Valdevino dos Santos e outro .INVDO: Espolio de Antonio Fernando Bacelar Pinheiro .REQUERIDA: I. procedido nos autos de Arrolamento Comum. Legítimas as partes e evidente o interesse processual.05.05. ficam as referidas custas suspensas pelo prazo de cinco anos.Alimentos . Indiquem as partes.8.Medida Cautelar .05.INVDO: Espolio de Carlos Sardeiro . HOMOLOGO. Em face do amparo da gratuidade judicial.REQUERIDO: J.RÉU: Enaldo Dantas Barreto .000-000.2012.8.8. conforme estabelece o art.2012. R.2012. para que produza seus jurídicos e legais efeitos. Intimações necessárias.Decreto a revelia da parte ré. . Espolio de Ivana Paixão Santos. .2012.8.REQUERENTE: J.0001 . Inexistem nulidades a serem declaradas ou irregularidades a serem corrigidas.Família . no prazo de 10 (dez) dias.Vistos. Designo audiência de Instrução e Julgamento para o dia 17/09/13. G. às 14:00 horas.2012.. Intime-se a parte autora. Salvador . Expeça-se guia para o recolhimento do Imposto devido e as custas.INVDO: Claudia Amorim dos Santos . 25. INTIME-SE A PARTE REQUERENTE.Disponibilização: sexta-feira.Lei 6858/80 . declaro saneado o feito. Ademais. Intime-se a parte requerente para que regularize a representação processual dos filhos do "de cujus". o divórcio tornou-se um direito potestativo. P. D. conforme certidão de fl.Processo 0403741-48.R.Divórcio Litigioso . ADV: MARIA JOSÉ DE SOUZA BARBOSA (OAB 10224/BA) .Inventário e Partilha .2012. tendo em vista que. 39.AUTORA: Elizabete Ferreira Simoes . em nome do de cujus. 267. dos S.

ARROLADO: E. M. 10 de maio de 2013 Cad.0001 .Fixação . ORFÃOS INTERD.Execução de Alimentos . 80/85. e outro .1995. no prazo de 5 (cinco) dias.INVDO: Espolio de Elza Tavares Areas .8.Processo 0099645-97.Processo 0007743-63. ADV: ROBERTO CAVALCANTI SAMPAIO (OAB 7487/BA) . ÓRFÃOS.Compulsando os autos.Compulsando os autos.0001 . encaminhe estes autos ao SAOF a fim de ser realizado estudo social.05.0001 . L.AUTOR: F.2006.Alvará Judicial .8. 54. 995.INVDO: Espolio de Laercio Costa Azevedo . manifestar interesse no feito.2011.8. ADV: JORGE SANTOS ROCHA JUNIOR (OAB 12492/BA) . através da Defensoria Pública.Processo 0089897-75. para que apresente os cálculos. Proceda-se como requer o inventariante as fls. verifico a existência de acordo. no prazo de 10 dias. da S. ADV: FABIANO VASCONELOS SILVA DIAS (OAB 22716/BA) .0001 .8. MOISÉS PARISH VIEIRA (OAB 19876/BA) . 713.RÉU: Antonio Olimpio da Rocha .Processo 003274887.Processo 0016057-71. etc.Intimem-se os Exequentes.AUTOR: J. M. Proceda o cartório a organização destes autos conforme requerido à fl.Processo 0048225-53.Processo 0074544-92. para que CUMPRA o despacho de fls.Execução de Alimentos Família .05.05. por seu advogado. com prévia intimação. M. arquivem-se os presentes autos.0001 . G. intime-se a parte Autora. encaminhando-os ao SECAPI. por seu advogado.2010.0001 . ADV: MARIA HELENA ANSELMO DE FREITAS RÊGO (OAB 12317/BA).Inventario .AUTOR: Caroline Santos Ramos . por seu advogado.RÉU: S. ANTONIO CESAR CARVALHO DE MAGALDI (OAB 4841/ BA).0001 . no prazo de 48 horas.Intime-se a Inventariante.Disponibilização: sexta-feira. com fulcro no art. C. M.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . para. Isto posto.Interdição .RÉU: Railson Oliveira Ramos . SUCESSÕES. sobre os Embargos de Declaração de fls. determino o arquivamento do feito ADV: ANTONIO RUI PINTO DA SILVA (OAB 9999026D/BA) .Processo 0089066-66.AUTOR: Siegfrid Frazao Keysselt . 167 do Estatuto da Criança e do Adolescente. . . havendo acórdão do Tribunal de Justiça acostado às fls. ADV: JOSE MANOEL BLOISE FALCON (OAB 9999010D/BA) .Inventario .8. nos termos do art. para que informe o endereço correto do réu.05.AUTORA: Irenilda Damasceno dos Santos .478/68 . ADV: ANA CRISTINA SOARES MEIRELES ARAUJO (OAB 6137/BA) . ADV: EDGARD DO PRADO TORRES (OAB 99/BA) . INTERDITOS E AUSENTES JUÍZO DE DIREITO DA 11ª VARA DE FAMÍLIA SUCES.Processo 0065921-73.Processo 0023986-44.Lei 6858/ 80 .8.2011. 50. TEREZA CRISTINA DE OLIVEIRA CARNEIRO (OAB 18437/BA) .2010. etc. informe se tem interesse no prosseguimento do feito.AUTOR: Denilson Leyser Souza e outros . no prazo de 10 dias. inclusive.Alvará Judicial . no prazo de 48 (quarenta e oito horas). para que diligencie o pagamento do imposto.Lei 6858/ 80 . sob pena de EXTINÇÃO.ARROLANTE: E.05. Após o que.0001 .05. verifica-se que foi prolatada sentença às fls.Inventário e Partilha . MARIA BERNADETH GONCALVES DA CUNHA CORDEIRO (OAB 2441/BA).Acolho o parecer do Ministério Público de fls.Procedimento Ordinário . 712/714. sob pena de remoção da condição de inventariante. M. .Vistos. a qual. M. M.INTERDO: Antonia Maria Miranda da Silva . por seu advogado.Intime-se a Arrolante.Intime-se a parte Autora. F. Desta forma. 39.AUTOR: Ana Tereza Matos da Rocha e outros . ADV: RENAILTON DE LEÃO SANTOS (OAB 28328/BA).05.2011.05.Tendo em vista que a Guia de Recolhimento já fora expedida pelo Cartório. 32.8. Intime-se a autora.DIREITO CIVIL .AUTOR: Mariana de Jesus Santana .8.05.8. configurando-se o trânsito em julgado.RÉU: Germanio Brito da Silva . de L. sob pena de EXTINÇÃO.AUTOR: Maria Therezinha Areas Lyra . IRANI ASSUNCAO SILVA (OAB 9979/BA). 290/295.05.2009.HERDEIRO: Ines Tereza Lyra Gaspar da Costa e outro . MARIA BERNADETH GONCALVES DA CUNHA CORDEIRO (OAB 2441/ BA).Inventário e Partilha . por seu advogado. . no prazo de 5 (cinco) dias.0001 . para que se manifestem. E AUSENT JUIZ(A) DE DIREITO EDSON RUY BAHIENSE GUIMARAES ESCRIVÃ(O) JUDICIAL CARLOS ALBERTO ALMEIDA DE ARAGÃO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0076/2013 ADV: HUMBERTO GRAZIANO VALVERDE (OAB 13908/BA) . RENATO CRUZ VIEIRA (OAB 4264/BA).Arrolamento Sumário .Processo 0025315-08. foi objeto de apelação.2011. ADV: THIAGO CARVALHO CUNHA (OAB 24401/BA).Família . conforme parecer da Fazenda Pública de fls. 108. cumprindo o despacho de fls. fls.0001 . 119 dos autos.0001 .8.Intime-se o Ilustre Defensor desta Vara para que.2006. LUCIANA MARQUES ROCHA (OAB 31881/BA) .Vistos.8.Família INTERDITANDO: Ana Maria Miranda Silva . inciso II do Código de Processo Civil.AUTOR: Regina Senna Gomes Azevedo .Lei Especial Nº 5.Regulamentacao de visita . 2 / Página 46 11ª VARA DE FAMÍLIA.RÉU: Valtermi de Souza Santana .05. devidamente homologado.REPRESENTANTE: Luciana de Jesus .REPRESENTANTE: Patricia de Jesus Santos Ramos .2006.Alimentos . Cumpra-se. e outro .

Inventario .REQUERIDO: J. . . por seu advogado. dos S. Q.INVDO: Espolio de Raimundo Lustosa Louzeiro .REQUERENTE: Ana Lúcia Pereira Simoes .Processo 0307649-42. . de S. etc.Interdição . etc.HERDEIRO: Luic Soares da Franca .INVDO: Espolio de Jaime Rogelio Mouette .INVDA: Almerinda Counago Alban .Inventário . .0001 . 30/31 dos autos. da S.2000.Interdição .8. 2 / Página 47 ADV: NEIRIVAN OLIVEIRA DE ALMEIDA (OAB 37929/BA). por seu advogado.RÉU: Espolio de Renato Alvarez de Carvalho e outros . em sede de alegações finais. expeça-se o mandado de BUSCA E APREENSÃO.Inventário . ADV: SANDRA MARA DE OLIVEIRA GUIMARÃES NUNES (OAB 9976/BA) . 18V.Intimese a Autora.05.2012.REQUERENTE: M.2012. querendo.05.2008. ADV: CLAUDIO PIANSKY MASCARENHAS G.Alimentos .Vistos. . P.2006.8.2011.0001 . Intime-se o autor por seu advogado para manifestar se tem interesse no prosseguimento do feito no prazo de 05 (cinco) dias.Processo 0324181-57.Inventário e Partilha .Lei Especial Nº 5.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .RÉ: M.2012. etc.05.ARROLANTE: Anathalio da Conceicao .Vistos. JAIRLENA DE FRANÇA FREITAS (OAB 8237/BA) . no prazo de 10 dias.ARROLADO: Espolio de Virgilio da Conceiçao e outro . NERIVALDO MATOS DE ARAÚJO (OAB 10493/BA) . manifestar-se sobre o pedido de guarda unilateral formulado pelos autores em sede de alegações finais.AUTOR: L. por seu advogado. C.Vistos. como requer a Defensoria Pública .2000. . Intime-se o autor por seu advogado para manifestar se tem interesse no prosseguimento do feito no prazo de 05 (cinco) dias.05.Processo 0331989-16. apresentar impugnação ao pedido de remoção de inventariante.2012. de S. Oficie-se.Vistos.8.Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução .Inventário e Partilha .Remoção de Inventariante . Intime-se o inventariante.Interdição . 10 de maio de 2013 Cad.INTERDO: M. ADV: DEBORA MARIA SALVADOR ARAUJO (OAB 29555/BA).Intime-se o Arrolante para que apresente as primeiras declarações.Processo 0306084-43. sob pena de extinção. no prazo de 10 (dez) dias.0001 . no prazo de 5 dias. Homologo os cálculos de fls.05.0001 .Lei Especial Nº 5.05.Inventario . para.INTERTE: W. ADV: FLAVIA COUTO DE CARVALHO (OAB 21430/BA) . M.Processo 0118817-93. B.DIREITO CIVIL . no prazo de 10 (dez) dias.0001 .INVDO: Espolio de Adyr Vieira Faria . o endereço da BELa.Processo 0316934-25. no prazo de 10 (dez) dias. Após. para.Processo 0305265-72. Visto que os requerentes solicitam.0001 . ADV: JOSÉ NELIS DE JESUS ARAÚJO (OAB 5545/BA) . para que apresente o esboço de partilha. S. Intime-se o inventariante.0001 . para informar o endereço profissional onde o autor possa ser encontrado. ADV: PAULA CARVALHO SILVA FARIA (OAB 22261/BA). ADV: JOÃO BATISTA PEREIRA DOS SANTOS (OAB 10628/BA) . S. .8. etc.AUTOR: Jonas Ribeiro de Faria . através do DPJ. ADV: ANTONIO JOSÉ MARQUES NETO (OAB 2702/BA).Vistos.HERDEIRO: Christiane Mouette e outros . Intime-se a patrona do autor. de J.8.Inventário e Partilha . ADV: MARIA EDUARDA PERDIZ SIMOES (OAB 34430/BA) . e outro . ANNA LUCIA AUGUSTO DOS SANTOS VERAS (OAB 5443/BA) .Tutela e Curatela . P.INTERDO: C.8.05. alteração de pedido contido na exordial.Processo 0320552-75. ADV: RICARDO VICENTE BASTOS (OAB 748B/BA) .Vistos. 52/104.05.Disponibilização: sexta-feira. .8.2009.Processo 0314845-63. 1087. manifeste-se o mesmo sobre tal pleito.Vistos etc. ADV: LUCAS SOUSA DA FRANÇA SILVA (OAB 20722/BA) .05. B.Intime-se a Inventariante.DIREITO CIVIL . em atenção ao contraditório.Processo 0181410-95.Processo 010769246.Tutela e Curatela . . CARLOS JOSÉ JÚLIO DOS SANTOS VALVERDE (OAB 12103/BA) Processo 0104876-91.REPRESENTANTE: A.478/68 .Intime-se a Inventariante.RÉU: N. após a citação do acionado.Vistos etc. as fls.8.HERDEIRO: Orlando Vieira Faria .05.8.Vistos.8. etc. etc. para que informe. através de advogado. .DIREITO CIVIL .8. para que se manifeste sobre a contestação e documentos de fls. no prazo de 10 dias.INTERDO: J.Processo 0304435-09.Alimentos . ADV: CÍCERO ALBERTO DE MOURA LIMA FILHO (OAB 19626/BA) . Intime-se o advogado da parte autora.0001 . B. Defiro o pedido de fls. intime-se o requerido. Jairlene de França Freitas.0001 . C.AUTOR: A. Desta forma.2011. F. por seu advogado. de Q.Sucessões . B.478/68 . sob pena de extinção.INVTE: Maria Moreira Rocha .INVDA: Espolio de Marieta Moreira Batista . ADV: ANA CLAUDIA CARVALHO CASTRO MEIRA (OAB 15689/BA) .0001 .Intime-se a Inventariante. . sem resolução do mérito. por seu advogado.8.INTERTE: A.INVTE: Maria Lucia Perdiz Counago Simoes e outros .Arrolamento de Bens . F. dos A. de L.0001 .2011. dos S. etc. Expeça-se Guia de recolhimento e arrecadação Estadual. necessário que. por seu advogado.AUTOR: Moises Alves França .Fixação .0001 . JOÃO EVALDO DOS SANTOS LOURIDO JUNIOR (OAB 30365/BA) .8.2012. para que manifeste o interesse no prosseguimento do feito.8.RÉU: Espolio de Ivone de Jesus Soares da França . OAB/BA 8. sob pena de extinção. para que atenda integralmente a promoção da Fazenda Pública de fls.AUTORA: Renilda Silva Mouette .INTERTE: J.2012.Inventario .0001 .REQUERIDO: Renato Cupertino Mendonca Simoes .0001 .05. ADV: UBIRACIRA AUXILIADORA MUNIZ DA SILVA (OAB 7014/BA). F.05. M. da S.8.INVTE: Zulema Landim Lustosa .Divorcio consensual .05. DA COSTA (OAB 9999097D/BA) . .Inventário . para que apresente os cálculos. .Processo 0149826-78.AUTOR: Nadia Santos Costa . da S.Expeça-se guia de recolhimento do imposto ITD.Processo 0312004-61.05.0001 .2012. 44 dos autos.237.05.

05.INVTE: Ana Marques Magalhaes .0001 . S. de J.Lei 6858/80 . B.REQUERENTE: Luciana Andrade Alves Esmeraldo e outro .Lei 6858/ 80 .3. Remetam-se estes autos ao Egrégio Tribunal de Justiça do Estado da Bahia para o processamento do recurso de apelação. 52 dos autos. B. bem como esclareça quando iniciou a união entre as partes.05. 77.2012.05.2013.2013. além de organizar as peças desta ação cronologicamente.0001 . 2 / Página 48 ADV: JOSÉ NELIS DE JESUS ARAÚJO (OAB 5545/BA) .AUTORA: Valdelice Conceicao Ribeiro . através de seu patrono. Indicar no ofício os números do CPF/ MF. À Instituição Financeira . Indicar no ofício a data do óbito e o nº do CPF/MF apontados na inicial.2012. para que atenda à promoção da Fazenda Pública no prazo de 5 (cinco) dias.21. através de seu patrono. 3. ÓRFÃOS.0001 .05.0001 .8.Exoneração . CTPS e PIS/PASEP apontados na inicial. e outro . . À Instituição Financeira . Publique-se. .Inventário e Partilha .Processo 0384551-02. Após o decurso do prazo. 995.8. Cumpra-se.05. 18/20 dos autos. para que informe a quantia existente.2. .Inventário .Processo 0320796-67.Inventário e Partilha . 993 do Código de Processo Civil.1. para que informe a relação de dependentes do falecido habilitados perante a previdência social. em nome do falecido.478/68 . para que informe a relação de dependentes do falecido habilitados perante a previdência social. ADV: RAFAEL DE ALMEIDA RIBEIRO (OAB 31284/BA) . 3 . ORFÃOS INTERD. À Instituição Financeira . CTPS e PIS/PASEP apontados na inicial. inciso I. S.Alvará Judicial . trazendo aos autos documento pessoal de identificação do autor. para prestar contas sobre a transação.Liquidação / Cumprimento / Execução .Disponibilização: sexta-feira.Banco Bradesco. sob pena de indeferimento da exordial. 993 do CPC.Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução . Cumpra-se. apresentando as Primeiras Declarações nos moldes do art. voltem conclusos. conforme preceitua o art. para que emende a inicial. 4.0001 .1 .2013.REQUERENTE: V.RÉU: R.INVDO: Espolio de Marcelo Sartori Camilo . Indicar no ofício os números do CPF/ MF.Oficie-se como requer a Fazenda Pública Estadual nas fls.Processo 0347059-73. S. conforme reza o art. em nome do falecido.Alimentos . para que o cartório regularize a liberação nestes autos digitais da exordial. para a venda do imóvel indicado às fls. de A. Cumpra-se.Compulsando os autos. 2.Lei Especial Nº 5. nos moldes do parecer de fls. Determino a expedição de ofícios às seguintes entidades: Ao INSS.Expeça-se alvará de autorização.Caixa Econômica Federal.Inventário . chamo o feito à ordem.Exoneração .0001 .AUTOR: K. 2.1 . 10 de maio de 2013 Cad. 55v.Processo 0327848-17.Vistos.2012.8.INVTE: Mariah Medeiros Machado .2012. por seu advogado. em nome do falecido.8.Inventário e Partilha .2013.INVDO: Espolio de Antonio Luiz Santos Lima . no prazo de 10 (dez) dias após concretizada a venda.através da Defensoria Pública. por seu advogado. no prazo de 5 dias.05.Defiro o pleito de Assistência Judiciária Gratuita. sob pena de remoção da condição de Inventariante.05.Alimentos .Intime-se a parte autora. ADV: ELOIZA DE OLIVEIRA ASSUNÇÃO (OAB 10283/BA) .Intime-se a Inventariante. INTERDITOS E AUSENTES JUÍZO DE DIREITO DA 12ª VARA DE FAMÍLIA SUCES.Após. SUCESSÕES. Posto isto. Ao INSS. Defiro o pleito de Assistência Judiciária Gratuita.RÉU: S. B.AUTORA: Angela Santiago de Jesus e outros . Cumpra-se.Processo 0349731-54.05. por seu advogado.Banco do Brasil. ADV: ALESSANDRA DANTAS CAMILO CORREIA (OAB 29062/BA) .Processo 0327307-81. F.Processo 0357497-61.478/ 68 . Intime-se o autor . E AUSENT JUIZ(A) DE DIREITO GRAÇA MARINA VIEIRA DA SILVA ESCRIVÃ(O) JUDICIAL RITA BISPO ALVES EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0122/2013 ADV: GILENO DO RÊGO SILVA (OAB 24243/BA) . Após o que. 39/40.0001 .Levantamento de Valor . verifico que a Inventariante não apresentou as Primeiras Declarações no prazo legal.Alvará Judicial .8. ADV: VINÍCIO DOS SANTOS VILAS BÔAS (OAB 26508/BA) . intime-se a autora. para que habilite os filhos do falecido indicados na pág.8. 2 . ADERALDO GALDENCIO DOS SANTOS (OAB 6113/BA) . ADV: BRUNA ANDRADE DE SANTANA (OAB 33327/BA). para ter ciência da certidão de fls. Publique-se.AUTOR: R. a título de FGTS ou PIS/PASEP. condicionado ao pagamento dos tributos fazendários. 12ª VARA DE FAMÍLIA. Determino a expedição de ofícios às seguintes entidades: 2.1. procuração e demais documentos anexos a esta.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Lei Especial Nº 5.8.Levantamento de Valor . para que informe a quantia existente. expeça-se a Guia de Recolhimento e Documento de Arrecadação Estadual. com ou sem resposta. de A. ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . etc. 2 .2012. intime-se a Inventariante. para que junte aos autos o carnê de IPTU/2013 dos imóveis sub judice.Inventário . no prazo de 10 dias.8.Processo 0330035-95. .0001 .Analisando os presentes autos.0001 .Processo 0399937-72.05.8. Intimem-se. para que informe a quantia existente na conta e agência indicadas na inicial. ADV: IGOR NUNES BRITO (OAB 12466/BA) .Intime-se o Inventariante.INVDO: Espolio Adeodato de Souza e outro . a título de PASEP. diante da contradição entre a data alegada na incial e a declarada no documento de fls.Execução de Alimentos . 2.INVTE: Lazaro Alves Souza .

319. . Intimem-se. abra-se vista ao Ministério Público. Ressalto que o DAE já está disponível na contracapa dos autos. TIAGO MAIA DOS SANTOS (OAB 27335/BA) . através do qual MANDA este Juízo que. através de seu patrono. assim.Fixação .Procedimento Ordinário Guarda .2009. que passará a ser Divórcio Litigioso. trazendo aos autos procuração. . .05. querendo. extraído do processo acima indicado. Cumpra-se. Publiquese.05. FELIPE ALVES SANTIAGO FILHO (OAB 14136/BA) . ADV: ODEILDES DA PARESENTACAO FERREIRA (OAB 12148/BA). P. C. S.AUTOR: M.Processo 0504973-69. CPC).Intime-se o Inventariante. sob pena de PRISÃO. . ORFÃOS INTERD.Execução de Alimentos .05.Informe o endereço atualizado da parte Ré. contestar a ação em 15 (quinze) dias. . por seu procurador.Procedimento Ordinário DIREITO CIVIL . nos termos do quanto preceitua o art.Intime-se a Inventariante.RÉU: Katia Virginia Pereira da Silva .: W. C.Procedimento Ordinário Família . defiro o pleito de Assistência Judiciária Gratuita. S.Processo 0095605-43. adote as seguintes providências.0001 .Processo 0342177-34.Converto o julgamento em diligência.05. no prazo de 10 dias. ADV: MESSIAS SANTOS DE OLIVEIRA (OAB 37617/BA) .2011. no prazo de 10 dias.05.RÉU: Espolio de Benedita Maria Moura Barros .DIREITO CIVIL . 319. EVERISVALDO JOSÉ QUEIROZ.Inventario . 10 de maio de 2013 Cad.C. contados da juntada do mandado no processo. em cumprimento ao presente.RÉU: Anisio Carlos Melhor dos Santos e outro . Publiquese. dos S.AUTOR: Karina Andrade Lima Vieira .RÉU: J.478/68 . Publique-se. E AUSENT JUIZ(A) DE DIREITO GRAÇA MARINA VIEIRA DA SILVA ESCRIVÃ(O) JUDICIAL RITA BISPO ALVES EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0124/2013 ADV: ANDRE FERNANDO BASSAN TEIXEIRA (OAB 13802/BA) .EXECDO. sob pena de extinção do processo sem resolução do mérito. 2. FABIANO DANTAS LINS (OAB 15752/BA).8.A pesquisa determinada a fl.Separação Litigiosa . ADVERTÊNCIA: Não sendo contestada a ação no prazo marcado. JUÍZO DE DIREITO DA 12ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. 165.: E. conforme despacho acima proferido e diante da petição inicial. de A.8.0001 .2013. por seu procurador.8. para que providencie o recolhimento do imposto.2005.0001 .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . cuja cópia segue anexa.AUTOR: Alan Borges Freitas .Providencie o recolhimento dos impostos e das custas. Após. Após. sob pena de revelia.Processo 0136096-92.Manifeste-se a parte autora.0001 .EXEQTE.05.RÉU: Frederico Augusto Baptista Vieira .0001 .2009.Família .Procedimento Ordinário .Cite-se o devedor para. J.AUTOR: Alicia Suarez Nunes . querendo.Demonstre interesse no prosseguimento do feito.REQUERIDO: E. ADV: BARTYRA DO BRASIL DIAS (OAB 33552/BA) . 297.Processo 0035135-12. 285 c/c o art. presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art. de S.Intime-se a parte autora. P.0001 . . ADV: MARLUS MONT ALEGRE RIBEIRO DE SOUZA (OAB 18339/BA). EFETUE A CITAÇÃO DO SR.Demonstre interesse no prosseguimento do feito. no prazo de 48 (quarenta e oito horas). caso ainda tenha interesse no prosseguimento da ação. C.017.AUTOR: J. através de seu patrono. C. PRAZO: O prazo para responder a ação. Publique-se. Cumpra-se. 2 / Página 49 ADV: CLAUDIA REGINA PIRES DA CRUZ BRITO (OAB 26761/BA) .Inventario . Intimem-se. C. adote as seguintes providências.Processo 0004748-87.2010. do CPC. .0001 . do CPC). Expeça-se uma via original deste despacho com força de MANDADO DE CITAÇÃO para ser cumprido pelo Oficial de Justiça designado para o endereço indicado nos autos.8. sob pena de indeferimento da exordial. .2013. F. 2.INVDO: Espolio de Eudosia Lorenzo Martinez .05.Lei Especial Nº 5. no prazo de 48 (quarenta e oito horas). retornem-me os autos conclusos.Alimentos .Intime-se a parte Autora. 67 não pode ser realizada face a ausência do CPF dos requeridos nos autos.0001 . da C.0001 .8. .2009.8. ADV: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA . de A.REQUERENTE: M. será de quinze dias (art. de A. ADV: BENJAMIN MORAES DO CARMO (OAB 13422/BA) . provar que o fez ou justificar a impossibilidade de efetuá-lo.05. Defiro o pedido de fls. Cite-se a parte Ré para.2009. no montante de R$ 1.Processo 0091142-87.8.Disponibilização: sexta-feira. de L.I.05.Processo 0140622-05.8. sob pena de extinção do processo sem resolução do mérito: 1.00 (hum mil e dezessete reais) referentes ao período compreendido entre fevereiro de 2013 até a presente data acrescido das parcelas vencidas no curso da ação. por seu procurador. CLEUMAR NOGUEIRA CAVALCANTI (OAB 25688/BA).AUTOR: Rita de Cassia Novaes Barros . 91/96. . determino a citação dos mesmos através de edital na forma da lei. Determino ao cartório a retificação da classe processual no sistema (SAJ). no prazo de 3 (três) dias. para que emende a inicial. para que. como parte integrante deste. G. efetuar o pagamento das pensões alimentícias em atraso.RÉU: M. Intimem-se. de S. Publique-se. sobre a consulta realizada junto a Receita Federal de fls. N.Alimentos . ADV: UBALDINO VIEIRA LEITE FILHO (OAB 20204/BA) . sob pena de extinção do processo sem resolução do mérito. Q.DIREITO CIVIL . para que.REPRESENTANTE D: T.De início.AUTOR: Lidnete Melhor de Lacerda . sob pena de extinção do processo sem resolução do mérito: 1. Intimem-se.8.Processo 0099834-46.

272/303. determino a citação dos herdeiros ainda não habilitados descritos nas fls.0001 Classe Assunto:Alimentos .DIREITO CIVIL . Publique-se.E nada mais havendo.Processo 0321546-06. Expeçam-se os alvarás requeridos oportunamente Tributos já arrecadados e custas já recolhidas (fls.Lei Especial Nº 5. .C. a partilha constante de fls. abra-se vista ao Ministério Público. para. ausente o(a) Autor Adilson Souza da Silva. na sala de audiência desta 12ª Vara de Família Suces. Sala de Audiências da 12ª Vara de Família Suces.Dissolução .I. sem a existência de nenhum vício do consentimento. Maria Luisa Maciel Santos e se manifeste acerca da petição de fls. P.805.AUTORA: Elzita Maciel Santos e outros .2011.0001 .8. Publique-se.TERMO DE AUDIÊNCIA Processo nº:0114273-28. onde se achavam presentes o(a) Exmo(a). R. Orfãos Interd. As partes maiores e capazes apresentaram esboço de partilha amigável. Analisando os presentes autos.REQUERENTE: M.Processo 0148988-33.Inventário e Partilha INVTE: Tissiana Rego Sacchi .Processo 0051543-44. DANIEL MARTINS TELLES DE MACEDO (OAB 21297/BA). AINAH HOHENFELD ANGELINI NETA (OAB 20628/BA).1.Revisão . com o prazo de 30 dias. Publique-se. Aberta a audiência.2009.Arrolamento Sumário .1 . 91 e 94) Publique-se.Processo 030207334. Ante o exposto. 69. através de seu patrono.2010.05.8.0001 .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . ADV: EDUARDO ALCÂNTARA ANDRADE FILHO (OAB 17899/BA). para que manifeste-se sobre a petição de fls.Intime-se o requerido. 4 . . Ouça-se o Excepto no prazo legal.05. eventuais direitos de terceiros. da S. Sr(a). A.05. proceda-se oportunamente e segundo as práticas de estilo às anotações devidas e à expedição do Formal de Partilha. FÁBIO GOUVEIA CARVALHO (OAB 22673/BA) .0001 . arquivem-se os autos.REQUERIDO: A.2013. a Sra.8.8. ADV: LUIZ ANTONIO CORDEIRO GONÇALVES (OAB 11832/BA) . encaminhem-se os autos à Curadoria Especial. certifique o cartório que o prazo para resposta transcorreu in albis. 2 .Trata-se de Ação de Arrolamento em que figuram Lucia Maria Pita Sicupira. passada sem discordância das partes ou impugnação da FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL. Havendo contestação tempestiva. Orfãos Interd. foi dito pelo Juiz(a) que: Esta assentada deixou de realizar-se em face da ausencia das Partes.DIREITO CIVIL . Juiz de Direito. Caso contrário.8. por seu procurador.478/68 .Alimentos . na hipótese de citação por edital.RÉU: Claudia Bras de Oliveira . SILVANIA DA SILVA MUSTAFA (OAB 762B/BA) . à produção dos efeitos próprios. R. . do N. Inventariado.RÉU: L.0001 . todavia. R. .EXCEPTO: S. JUÍZO DE DIREITO DA 12ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. 2.2010. vai por todos assinado.0001 .05.2012.Lei Especial Nº 5. Registre-se. Cite-se a parte Ré. ADV: LIS DAYANNE TEIXEIRA DONATO (OAB 37766/BA) . 05/06 e 84/90).Após o que.Inventário e Partilha . o subscrevi. Intimem-se.AUTOR: A. A.INVDO: Espolio de Messias Pires Maciel Neto . vista a Fazenda Pública. A. Após.2012.Processo 0324856-83. A Inventariante nomeada assinou o respectivo termo de compromisso (fl.Inventario . com apresentação do esboço de partilha (fls. 172/173 no prazo de (10) dez dias. querendo. A.Diante da falta de cumprimento do despacho de fls.Diante da existência de herdeira incapaz. LUZIA ILKA CALAZANS DOS SANTOS (OAB 27983/BA) . DECIDO. C. C.ARROLADO: Espolio de Airton Castelo Branco Pita e outro .Disponibilização: sexta-feira. Eu. Prestadas as primeiras e as últimas declarações. comigo Juiz de Direito.05.ARROLANTE: Lucia Maria Pita Sicupira .Divórcio Litigioso . para que se manifeste sobre a petição de fls. presente o Representante do Ministério Público o Promotor Daniel de Souza Oliveira Neto. de O.Intime-se a inventariante para que junte aos autos o termo de compromisso de curatela da herdeira incapaz. e Ausentes.0001 . ORFÃOS INTERD. Aos 17 de outubro de 2012. Por conseguinte.05. ADV: CARLA VIANA CARRERA (OAB 26717/BA).INVDO: Espolio de Edwaldo Carvalho Santos . 84/90. Houve pagamento do ITD (folha 91). por edital. . S.Inventário . às 15:00 horas. 4. 170.2012.Exceção de Incompetência .Defiro o pleito de Assistência Judiciária Gratuita. 3. cumpra-se como na mesma partilha contém e se declara. .478/68 .HERDEIRO: Maria Teresa Maciel Santos . Estado da Bahia. acompanhado(a) do(s) seu(s) advogado(s). Antônio Mônaco Neto. S. 2 / Página 50 ADV: MARINA SANTOS DE JESUS (OAB 8280/BA) . e. e ESPÓLIOS DE Airton Castelo Branco Pita e Perpétua Maria Pereira Pita . Intimem-se. Após o que encaminhe-se aquela peça para Distribuição a fim de ser distribuída como Remoção de Inventariante por dependência à esta ação de inventário. 237/271. E AUSENT JUIZ(A) DE DIREITO GRAÇA MARINA VIEIRA DA SILVA ESCRIVÃ(O) JUDICIAL RITA BISPO ALVES EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0125/2013 ADV: JOSE CARLOS AFFONSO DOS SANTOS (OAB 3616/BA). HOMOLOGO. N. S.0001 .Já providenciado o apensamento desta ação à oferta de alimentos nº 0398224-62. destacando que esta ação nova deverar tramitar como autos físicos. mandou o(a) Juiz(a) encerrar este termo.EXCIPIENTE: V. Intimem-se. ADV: VANESSA DE SOUZA CHECCUCCI (OAB 27665/BA). bem como ausente o(a)(s) Réu Luan Carvalho da Silva .22).8. Assim sendo. Carla Viana Carrera OAB 26717/BA. ambos devidamente qualificados nos autos. O feito tramitou regularmente e se encontra apto para ser sentenciado. no prazo de 10 dias. da S.REQUERENTE: Rodrigo Silva Maciel . Intimemse a inventariante. e Ausentes da Salvador.0001. É o relatório. intimem-se as Partes para manifetsar interesse no prosseguimento do feito no prazo de 10 dias sob as penas da lei. 3 . Em seguida.2011. que lido e achado conforme. chamo o feito à ordem. Juiz(a). para que o cartório proceda o desentranhamento da petição de fls.8.Processo 0322412-48. 39/40. Cumpra-se.05. JOSÉ CARLOS AFFONSO DOS SANTOS (OAB 3616/BA) .05. apresentar resposta no prazo legal. Inventariante.Procedimento Ordinário . 10 de maio de 2013 Cad. . ressalvados. . sob as penas de lei. etc. intime-se a parte Autora para apresentar réplica. nesta cidade Salvador. Antônio Mônaco Neto. da A.Processo 011427328. hábil.AUTOR: C. por sentença.8.Revisão Autor:Adilson Souza da Silva Réu:Luan Carvalho da Silva Data: Local: Data e Hora da Audiência Selecionada << Nenhuma informação disponível >>. P.

Juntado o documento de fl.Lei 6858/ 80 . Outrossim.2012.Levantamento de Valor . pág.8.Processo 0318147-32.2013. DECIDO. RENAVAM 328046930.INTERDO: M.00. assim como o seu bem estar. L. Rosângela Simões Palavizini e Ricardo Villela Costa. Por fim. por um ou por ambos os cônjuges. 36. 55/56. uma vez que houve anuência das partes. S. Ante o exposto julgo. fazendo-se constar que a divorcianda voltará a usar o nome de solteira. por sentença o pedido de desistência formulado às fls.I. 13ª VARA DE FAMÍLIA. qual seja. autorizando Felipe Palavizini Costa.Divórcio Consensual . Intimem-se.Tutela e Curatela . O processo preencheu os requisitos exigidos pelo CPC e encontra-se devidamente instruído. para DECRETAR o DIVÓRCIO do casal.Trata-se de Ação de Divórcio consensual. 589. de M. O referido pedido de desistência cumpre os requisitos do art. que. Autos conclusos. Conforme ensinamentos de Costa Machado . P. da S. e outro . Termo nº 12095. que demonstra a procedência do pedido.0001 . 10 de maio de 2013 Cad. a efetuar a venda do veículo CITROEN PICASSO II16GLXF 1. intransmissível. Não pode recair sobre outra pessoa. requerem a decretação do divórcio.Processo 0376320-83. E AUSENT JUIZ(A) DE DIREITO ANGELA BACELLAR BATISTA ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA MALHEIROS KNOPP FRANCISCO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0088/2013 ADV: AVANY MONTEIRO PIRES SIMÕES (OAB 429B/BA) . B. e art. B.2012.REQUERENTE: A.8.Interdição .0001 . Dispõe o art. Afirmam que há bens a partilhar. O Ministério Público interveio regularmente no feito e se manifestou pela homologação do acordo. que busca conservação e aumento de seu patrimônio. fl. dou a essa sentença força de mandado de averbação. Código de Processo Civil Interpretado e Anotado). mediante comprovação nos autos . 226 da CF/1988.onsiderando a documentação apresentada. 02/05 dos autos. por se tratar de partilha equânime.Divórcio Consensual Dissolução . . Decido. É o relatório. do Código de Processo Civil vigente. ADV: FABIANA CRISTINA VERGANI (OAB 22462/BA) .05.8.05. 21. Após o trânsito em julgado desta decisão e certificação nos autos. Pelo exposto e por tudo constante dos autos. e que estão separados de fato desde junho de 2011. não há incidência tributária. Vieram-me os autos conclusos. 23v. P. para que produza os efeitos legais. chassis 935CHNGAVBB583714.0001 . o que dispensa outras diligências.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . proceda à margem do Livro de Registro de Casamentos nº B AUX 26. T. É o relatório. a Fazenda Pública emitiu parecer à fl. o acordo de fls. 10/11. 04.INTERTE: S. ÓRFÃOS. ORFÃOS INTERD. ADV: ALESSANDRA MAGNAVITA RAMOS RIBEIRO SOARES (OAB 21922/BA) . 55/56. Desta união. Se uma das partes vier a falecer. § 2º.095.Trata-se de Ação de INTERDIÇÃO em que figuram as partes acima nominadas e devidamente qualificados nos autos. inclusive. conforme certidões de fls. devendo a parte encaminhá-la ao Cartório competente. Acerca da partilha dos bens. placa NYV .Processo 0388863-21. caso requerida. Os requerentes afirmam que se casaram em 13/06/2001. De início. do Código de Processo Civil vigente.AUTOR: Felipe Palavizini Costa . senão o interditando.I. ainda menores.0001 . julgo EXTINTO O PROCESSO SEM EXAME DO MÉRITO. 1109). HOMOLOGO. Sem custas.Trata-se de Ação de Divórcio Consensual em que figuram as partes acima nominadas e devidamente qualificadas nos autos. representado por seus pais. hoje. de conformidade com o art. 2 / Página 51 ADV: ERALDO MORAIS SACRAMENTO (OAB 20532/BA) . . à fl. 267.Disponibilização: sexta-feira. Sem custas. em face da gratuidade da justiça. por sentença. insta reconhecer que os autores cumpriram todos os requisitos legais para a concessão da medida pleiteada. sob o regime de comunhão parcial de bens. em que figuram as partes acima nominadas e devidamente qualificadas nos autos. ao tempo em que EXTINTO O PROCESSO SEM EXAME DO MÉRITO. Requer a autora seja decretada a incapacidade do interditando. DEFIRO o alvará pretendido.Processo 0397967-37. do CC/2002. Expeça-se Carta de Sentença. vendo o presente e em seu cumprimento. obrigada a observar o critério da legalidade estrita (CPC. F. HOMOLOGO.05. inciso IX. de conformidade com o art. . o seguinte: O divórcio poderá ser requerido. por valor nunca inferior a R$ 36. no interesse da criança. Publique-se. fato a partir do qual este deixa de ser sujeito de direitos e obrigações. É o breve relatório. bem como a expressa concordância do parquet.Alvará Judicial . INTERDITOS E AUSENTES JUÍZO DE DIREITO DA 13ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. listados à fl. Vieram-me os autos conclusos. ressaltando que. As partes requereram a desistência da presente ação. Custas já recolhidas. é sabido que a Ação de Interdição é uma ação personalíssima.8. em homenagem aos princípios da economia e da celeridade processuais.REQUERENTE: A. deu nova redação ao § 6º do art.R. nasceram dois (02) filhos. com a decretação do Divórcio. Registre-se. portanto. Antes posto. em face da gratuidade da justiça. a desistência da ação é ato unilateral do autor pelo qual se abre mão do processo como meio de solução do litígio (Costa Machado. à averbação do DIVÓRCIO CONSENSUAL e. SUCESSÕES. A personalidade civil se extingue com a morte do seu titular.2012. 267. defiro o pleito da assistência judiciária gratuita.R. § 4º do CPC.8 fLEX. com base na Lei n° 6515/1977. Passo a decidir. no caso de comprovada separação de fato por mais de dois anos. 267. Determino ao Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais do Subdistrito de Brotas da Comarca de Salvador/BA. O óbito do interditando torna inócua a decretação da perda da capacidade que não exite mais. descabe a habilitação e a continuidade do feito. conforme petição de fl. Christiane Santana de Almeida. a Emenda Constitucional nº 66/2010. Após o prazo de recurso. não estando ainda. No entanto.Dissolução . B. na modalidade consensual. 1580. e outro . dispensando-se para a concessão do divórcio a exigência da prévia separação judicial por mais de um ano ou comprovação da separação de fato por mais de dois anos. arquivem-se os autos com baixa. S. 224.05.8552. 1580 do CC. no caso em tela. para aquisição de outro. inciso III. Portanto. A capacidade é a medida legal da personalidade.

. . dê-se baixa.2013. no prazo de cinco dias. N. . ADV: ANTONIO JORGE BRANDÃO MAGALHÃES (OAB 5680/BA) .RÉU: J. 152.AUTOR: Tacyara de Cassia Almeida da Silva .Certifique a Secretaria se já foram juntadas todas as respostas das requisições da assentada de fls.INVDO: Espolio de Silvio Manoel Vilas Boas Machado . M. sob as penas dos arts. devendo a parte encaminhá-la ao Cartório competente.0001 .8.REPRESENTANTE: M.Processo 0323186-10.REQUERENTE: A. ADV: HUGO RIBEIRO MATTEDI WERNECK (OAB 35177/BA) . 6º.2009. prestar compromisso e.Processo 0341910-62.8.Intime-se quanto a promoção retro e supra do (a) Fazenda Estadual.05. julgo extinto o processo.Procedimento Ordinário . 148/150 e 151/154. Ante de decidir sobre os demais pedidos consignados nas petições de fls. esclarecendo quanto ao filho do falecido.I.REQUERENTE: Noé Carneiro Lima e outro .AUTORA: Elielza Cirqueira Barbosa de Souza e outros .INVDO: Espolio de Divanilson Araujo de Lima . R. ADV: SIDNEY ROBERTO SAMPAIO LACERDA SILVA FILHO (OAB 32634/BA). em 05 (cinco) dias.2-Do exposto. para. M.Fixação . P.Vistos.8.Alimentos . SOLON AUGUSTO KELMAN DE LIMA (OAB 11990/ BA) . S. JUÍZO DE DIREITO DA 13ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. chamo o feito à ordem. 1580 do Novel Código Civil Pátrio.REQUERENTE: N.Do exposto. bem como se. após o que apreciarei pedido de liminar. V. com arrimo no parág. após certificação nos autos.8. E AUSENT JUIZ(A) DE DIREITO ANGELA BACELLAR BATISTA ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA MALHEIROS KNOPP FRANCISCO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0089/2013 ADV: KEYNA MENEZES MACHADO (OAB 22167/BA) . LUIZ HENRIQUE CAMANDAROBA CASTELO REQUIÃO (OAB 28837/BA). etc.REQUERIDO: V. S.Considerando satisfeitas as exigências legais. ANTÔNIO RAUL BORGES PALMEIRA (OAB 5702/BA). B.0001 . M.2013.2006. ADV: DÉBORA CRISTINA BISPO DOS SANTOS (OAB 20197/BA) . em razão da inocorrência do preparo.Procedimento Ordinário . da C. Registre-se. . determinando o cancelamento da distribuição. S. e outro .05.2013.Lei Especial Nº 5.05.INVTE: Antonio Tavares Machado e outros .Inventario . Expedido o (a) ordem de suspensão.Vistos.AUTOR: H. eis que com pais vivos e sem filhos. R.Homologo a desistência do prazo recursal.Inventário e Partilha . 226 da Constituição da República. 269 do Código de Processo Civil.Alimentos .Oferta . Em dez dias.RÉU: C.2013.Disponibilização: sexta-feira. ainda menor. da C. V. remetam-se os autos ao Núcleo de Conciliação Prévia. art. C.Inventário e Partilha .0001 . Publique-se. ao arquivo.Divórcio Litigioso Dissolução .0001 . que deve ser intimada para.2013.0001 .RÉU: Marell Simoes Serapiao . 161. decorreu o prazo de manifestação. 144/145. do art.05.2008. C. etc.8.2013. indicado às fls. Inexistindo recurso.Alimentos . Citese a parte requerida.Alimentos . ADV: ANTÔNIO LUIZ CALMON N TEIXEIRA DA SILVA (OAB 2029/BA).Alvará Judicial .05. devidamente notificadas as partes. dou a esta sentença força de mandado de averbação. G.0001 . ORFÃOS INTERD.Dissolução . ADV: BRUNO GABRIEL MARQUES MATOS (OAB 35275/BA) .2013. ADV: DJALMA DOS SANTOS GOMES (OAB 5360/BA). 55 da Lei do Divórcio e no art. as primeiras declarações. integralizar o pagamento do valor devido.HERDEIRO: Rosimeire O. N.05.8.De início.AUTOR: Lincoln Augusto de Araujo Santos .0001 . 3-Sem custas. . da C. do art. sob pena de prisão. nos 20 dias subsequentes.Processo 0322888-18.05. no prazo de três dias. converto em divórcio a separação dos requerentes nos termos do ajuste de fls. Suprida a omissão.05.05. contestar a presente em 15 dias. . III.Exoneração .478/68 . C.Processo 0005244-14.0001 . C. ADV: ISAURA EULINA NEGROMONTE NASCIMENTO BEZERRA (OAB 14410/BA). 10 de maio de 2013 Cad.Processo 0320948-18.8. 4Transitada esta em julgado.Inventario . Intime-se o Executado. ADV: MARTA VIRGINIA SALGADO ATANÁZIO (OAB 36748/BA) .8. F. Intimem-se. extingo a presente demanda com julgamento do mérito. R. de O.05. ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) . para.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .I. voltando-me tão somente quando prontos para efetivo julgamento. diga a Sra. em homenagem aos princípios da economia e celeridade processuais.8.Lei 6858/80 . MARCELO SALLES DE MENDONÇA (OAB 17476/BA) .Defiro a AJG. penas da lei. 2 / Página 52 ADV: VANDA LÚCIA PEREIRA DA LUZ (OAB 15865/BA) .05.2011.8. 87.Conversão de Separação Judicial em Divórcio . estes são os únicos herdeiros do falecido. face ao disposto no inc.Lei Especial Nº 5.0001 .Processo 0324506-95.0001 .AUTOR: L.Processo 0003121-09.8. PRI. P.REQUERIDO: A.8. e outro . sobre o arrazoado pedido de sua exclusão do processo às fls. de logo.Processo 000401781. por meio do seu advogado regularmente constituído às fls. querendo. para exclusão de Claudia Marinho do Amaral. 285 e 319 do CPC. 02/04. o que dispensa expedição de quaisquer outras diligências.AUTOR: Roberta Pinto Bastos de Oliveira . M. oficiando-se para descontos.INVTE: Valdira Araujo de Lima .Reconhecimento / Dissolução . Nomeio a parte requerente inventariante.Reconhecimento / Dissolução . de J. P. . sem efeito de julgamento de mérito. IGOR NUNES BRITO (OAB 12466/BA) Processo 0103718-25.2005.Lei Especial Nº 5.478/68 . . ELIELZA.Processo 0326569-93.AUTOR: V.Inventário .0001 . .Processo 0326361-12. ZUREL DE QUEIROZ CUNHA JUNIOR (OAB 17401/BA) Processo 0158219-89.478/68 .05.0001 . de M.Defiro a AJG provisoriamente. junte a parte requerente certidão de nascimento do filho comum.

08 de maio de 2013. M. Posto isto.. o que determino seja feito em dez dias. ADV: LEANDRO MELO PEREIRA (OAB 28821/BA) . INTERDITOS E AUSENTES JUÍZO DE DIREITO DA 14ª VARA DE FAMÍLIA SUCES.Processo 0335316-32. 143/241.Alimentos . P.Família . . Intimem-se os apelados para. etc.478/68 .05.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Bem de Família .0001 .05. L. D.Lei Especial Nº 5.I.05. em 10 dias. declaro que os mesmos. P.Cite-se o Réu. no prazo de cindo dias. 242 que a parte autora se manifestasse em dez dias quanto a defesa e reconvenção com documentos. é o bastante para fundamentação dos provisórios e c) potencialidade econômica do alimentante. ADV: RAFAEL CARNEIRO DE ARAÚJO (OAB 28206/BA) .0001 . principalmente a inclusão em pauta.Lei Especial Nº 5.2012.0001 . o que onera a pauta além de trazer efeito nocivo ao andamento processual. querendo. padecem da ausência dos requisitos intrínsecos necessários ao seu conhecimento e acolhimento.Feitas tais considerações. S. Após prazo.REQUERENTE: R.0001 . laborou em equívoco esta magistrada ao determinar às fls.Posto isto. R.Processo 030470482. dos S. pela certidão(ões) de nascimento e casamento . com a devida certificação. constante da norma constitucional. em verdade. consignando-se que.Cite-se para. Após.REQUERIDA: L. e. Se necessário.Processo 0326000-92.Alimentos . condenação nas custas e honorários advocatícios. . no caso de frustrada a conciliação. .05. O pedido de antecipação da tutela será apreciado após a citação Salvador (BA). R. inclusive on line. no prazo de quinze dias. SUCESSÕES. E AUSENT JUIZ(A) DE DIREITO MARIA DAS GRACAS GUERRA DE SANTANA HAMILTON ESCRIVÃ(O) JUDICIAL FERNANDO JOSÉ PASSOS DA CRUZ EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0104/2013 ADV: SORAIA BATISTA ALMEIDA BRAIDE (OAB 11776/BA) .478/68 . é ônus do alimentante a prova de seus rendimentos já que essas informações estão protegidas pelo direito ao sigilo. 76/140.Processo 0376501-84.REQUERIDO: J. ADV: NAILMA SOUZA DE OLIVEIRA (OAB 26024/BA). P. 535 do CPC.8.2011.2013. a fim de que compareça à audiência de conciliação a ser designada.EMBARGADO: Ruy Berto Assuncao Silva Tianno e outro .REQUERIDO: T. Lembre-se que tal conversão não prejudica o direito da autora que teve seu pedido liminar deferido. 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) Processo 0305963-15. S.05.. 09 de maio de 2013. L. ao MP.Vistos. ORFÃOS INTERD. .INVDO: Espolio de Abelard Rodrigues Santos . atendido pelo Requerente às fls. 08 de maio de 2013. .Alimentos . b) o estado de necessidade do alimentando. terá a parte do prazo de quinze dias para contestar o pedido. Valor: 30% ( x ) salário líquido ( ) salário(s) mínimo(s) Salvador(BA). que se iniciará a partir da data da audiência. ADV: JAIR SOARES DA SILVA (OAB 38490/BA) . ÓRFÃOS. . sob pena de penhora. razão pela qual REJEITO OS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO na sua integralidade e mantenho o comando judicial anterior. ROSEANE MIRA DA SILVA (OAB 30540/BA) . em princípio.REQUERENTE: A. 3. e. E.05. E.Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução .05. quando. ADV: CELSA MARIA DOS SANTOS RIBEIRO (OAB 13014/BA) . . S. que. contestar o feito.RÉU: Eliane Oliveira dos Santos . G. C. 1.Recebo o apelo no seu regular efeito. 143/241. B.8. proceda-se na forma do art 323. expeçam-se ofícios para abertura de conta e desconto em folha. 10 de maio de 2013 Cad.2013. 141. de O.REQUERENTE: C. determino a citação do Réu para.EMBARGANTE: Alecilda Tiano Goncalves . C.(x ) Defiro Assistência Gratuita. 14ª VARA DE FAMÍLIA.REQUERENTE: S. pela alegação. . Neste último aspecto. .8. opostos pelo Inventariante.AUTOR: Artur de Santana Filho . juntar documentos indispensáveis à propositura da ação.8.8. da S.Dissolução . reconhecendo não haver qualquer vício passível de ser sanado pela via dos aclaratórios.00. no prazo de dez dias. . contestar o pedido. B. 2. consoante o certificado às fls.REQUERIDA: L. R. haja vista que o mesmo já havia sido ordenado anteriormente às fls. de A. sob pena de indeferimento. por via postal com AR. H.REQUERIDO: A.2013. sob pena de se presumirem verdadeiros os fatos descritos na inicial.0001 . ADV: CARLOS ALBERTO MENEZES CUNHA (OAB 4853/BA).Fixação .I. intime-se o Autor para. Encaminhem-se os autos ao NCP para as providência cabíveis. . eis que a defesa/contestação do Autor/ Reconvindo reside às fls.Alimentos .REQUERENTE: W.Processo 0326511-90.478/ 68 . D.Divórcio Litigioso . sob pena se presumirem verdadeiros os fatos alegados na inicial e.8. anotando-se a resposta positiva do Banco do Brasil às fls. inclusive o Inventariante para.Exoneração .Converto em procedimento ordinário o presente em virtude do pedido de adiamento da audiência e se tratar de citação por CP. A.2013. apresentarem contra-razões. Com efeito.Lei Especial Nº 5.Fixação .Disponibilização: sexta-feira. diligenciar o pagamento da quantia remanescente de R$ 1725. Salvador (BA). o que se pretendia determinar era a manifestação em réplica por parte da Ré/Reconvinte sobre o conteúdo da contestação à reconvenção por si apresentada às fls. no prazo de 15 dias. P. S.Arbitro os alimentos provisórios no valor abaixo indicado e o faço porque demonstrados os pressupostos da obrigação alimentar: a) o vínculo familiar.0001 . penas de lei. em 15 (quinze) dias. em razão de ser maior e válido para o trabalho.Embargos de Terceiro . 248.Lei Especial Nº 5.8.2011. prestar as declarações de estilo e habilitar ANGÉLICA FIGUEIREDO DE ARAÚJO SANTOS.478/68 .Processo 0324747-69. na forma do art. 2 / Página 53 Rodrigues Santos .Intime-se a executada para.0001 . 340. de F.

através da juntada do DAJE e.Processo 0041047-92.Arrolamento de Bens . Sem custas. no prazo de legal.Procedimento Ordinário .AUTORA: Rita Maria Almeida dos Santos .RÉU: Firmo Biato da Silva e outro . constituindo-se o valor cobrado em crédito tributário a ser cobrado pelo Erário.0001 .Processo 0336016-08.Alvará Judicial .Inventario .RÉ: B. À advogada constituída para. Salvador (BA). respectivo.Processo 0009517-07. Salvador(BA). diligencie junto à parte constituinte.Guarda .Interdição . 08 de maio de 2013.2002.AUTORA: Radija Maria e Silva Vasconcelos . R. conforme determinado na Sentença.05.0001 . e outro . no valor de R$ 305.Processo 0001461-43.05.8. antes de deliberar sobre a provisória. ORFÃOS INTERD. .mister seja ouvido a representante do Ministério Público. Após a intimação. . UBIRACIRA AUXILIADORA MUNIZ DA SILVA (OAB 7014/BA) . defiro o requerimento. 10 de maio de 2013 Cad. ADV: MARIANA CAVALCANTE TANNUS FREITAS (OAB 17499/BA). nos autos. pratiquei o ato processual abaixo: PUBLIQUE-SE para que o representante legal da parte ré. para levantamento do valor bloqueado.2013.0001 .RÉU: Maria do Carmo Azevedo e Silva . mandando seja expedido alvará.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . no prazo legal. P.R. ADV: MAX BELISARIO COELHO MACHADO (OAB 8317/BA) . não havendo o pagamento no prazo estabelecido pela Lei Estadual nº 12. se manifestarem do quanto suscitado acima. Intimem-se partes e testemunhas. para solicitar a emissão do DAJE no valor discriminado. S. 166. 06. 08 de maio de 2013.0001 . a fim de que a Fazenda Pública Estadual efetue o lançamento e a inscrição do(a) devedor(a) em Dívida Ativa do Estado. ADV: RILZA DA COSTA TOURINHO GOMES (OAB 25250/BA). GENIVALDO OLIVEIRA DOS SANTOS (OAB 32071/BA).Processo 001591169. mandando seja expedido alvará. serão os dados da parte encaminhados à Coordenação de Fiscalização do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.Dissolução .1991.1. tendo em vista constar nos documentos de fls.Destarte informação de fls. 2 / Página 54 ADV: DANIELE ARGOLO DE SOUZA CRUZ (OAB 36674/BA) . .2005.Alvara .Inventario . Arquivem-se após as certificações devidas e transito em julgado. resultará na expedição de de mandado de intimação à parte sucumbente.8.Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça. B.8.(x ) Defiro a gratuidade da justiça. Observe-se a promoção do MP quanto a pessoa pelo órgão indicado.05.05. S.0001 . vigente.Disponibilização: sexta-feira.AUTOR: E.Divorcio litigioso . J.8.8.2010. para levantamento dos valores depositados. Deposite-se em conta poupança a quota-parte do herdeiro menor.INVDO: Espolio de Ottilio Moniz Barreto de Araujo . Salvador-BA. o devido recolhimento das custas processuais dos cálculos constantes na certidão. devendo fazer prova. conforme despacho de fls.2007.05.ARROLANTE: Markoskleyvy Hosana Matos de Oliveira .05.2006. ANGELA LIMA RIBEIRO DA SILVA (OAB 24195/BA). 297 atinente ao nome do de cujus. encaminho os ofícios conforme assinatura as fls.373/2011. ADV: MARIANA COTRIM CHAVES (OAB 25563/BA) . Sem custas. 1º. Após. da M.Divorcio consensual AUTOR: I. defiro o requerimento.Designo audiência de instrução para 19/08/2013 . 29/30.I. E AUSENT JUIZ(A) DE DIREITO MARIA DAS GRACAS GUERRA DE SANTANA HAMILTON ESCRIVÃ(O) JUDICIAL FERNANDO JOSÉ PASSOS DA CRUZ EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0103/2013 ADV: FABRÍCIO DOS SANTOS SIMÕES (OAB 28134/BA) . P. de J.0001 . calculados com base na Tabela I .R. Intime-se as partes interessadas.0001 . à Fazenda Pública Estadual. à fls. ROBERTO CARLOS RAMOS DE LIMA (OAB 17031/BA).Processo 0038418-09. nos termos do art. à fls. cabendo a cada um dos herdeiros 1/3.05. 08 de maio de 2013. § 1º da lei 6858/80. P.AUTORA: Silvia dos Santos Costa .INVTE: Helia Pereira Santos . . S. por meio de ação específica.8. 06 assinatura do de cujus. principalmente em razão da requerente não ser a genitora do interditando.I. sob as penas da lei. Técnico Judiciário ADV: ALENY ARRUDA SOUZA DOS SANTOS (OAB 27896/BA) .2011. comprovante de pagamento. assinar o Auto de Partilha. a ser pago em banco credenciado.0001 . de 21 de julho de 2011. no prazo de 10 (dez) dias.Tutela e Curatela .Lei 6858/80 Inventário e Partilha . através de seus constituintes. MARCUS VINICIUS CRUZ MELLO DA SILVA (OAB 16019/BA) . conforme instruções procedimentais do Ofício Circular CTJUS/COFIS nº 671/2009.Posto isto. Para a efetivação do pagamento das custas processuais.0001 . Em razão de se tratar de preso. que será acrescido aos cálculos das custas.Processo 0008110-88. Arquivem-se após as certificações devidas e transito em julgado.10 (trezentos e cinco reais e dez centavos).8.HERDEIRO: Ana Paula dos Santos Costa e outro .INVDO: Espolio de Florisvaldo Macedo Costa . a parte sucumbente deverá comparecer em Cartório no prazo mencionado.Processo 0009580-56. de J.05.Processo 0013548-07. . advertindo que o inadimplemento da obrigação.8. para. 25 de abril de 2013. às 14:00 h.05. Designe-se data para interrogatório e cite-se na forma da lei.2013. conforme o caso.AUTORA: Rosiane Oliveira Carneiro e outros . Salvador(BA).2011.INTERDO: J.INTERTE: R.Encaminho à publicação para que o Advogado da parte autora faça carga dos autos e providencie as cópias autenticadas das peças necessárias à confecção da Carta de Sentença. ADV: MARIA CRISTINA SOARES DAVID MOTTA (OAB 10881/BA).Posto isto. 34. PEDRO PAULO MOREIRA SOUSA (OAB 14494/BA) . JUÍZO DE DIREITO DA 14ª VARA DE FAMÍLIA SUCES. ADV: CLECIA SOUZA MOURA (OAB 9999038D/BA) .8.Encaminho à publicação para que o inventariante/advogado compareça ao cartório a fim de prestar o COMPROMISSO DE INVENTARIANTE.

S. D.REPRESENTANTE D: Natalicia Lima Azevedo ." ADV: ADRIANO OLIVEIRA PESSOA (OAB 16757/BA) . intimem-se as partes para apresentarem razões finais em cinco dias. 4.Processo 0083442-60. Em caso positivo.8. 92v. sendo o recolhimento de competência estadual.05. oficie-se a POLINTER para que informe sobre o cumprimento do mandado. 02 de abril de 2013.2010. DANIEL CÉSAR FRANÇA ATHAYDE DE ALMEIDA (OAB 15712/BA). Cumnpra-se o despacho anterior. ANA CATARINA DE NORONHA FREIRE VALENTE (OAB 16426/BA). Lavre-se o auto de adjudicação e voltem para homologação.Inventario . .AUTOR: Leonardo Kalid Guene e outro .Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça.AUTOR: F. prosseguindo-se quanto às prestações alimentícias inadimplidas. Salvador(BA). Intime-se para: 1) prestar compromisso em cinco dias. sob pena de extinção do processo sem o julgamento do pedido. 3.0001 .2010.2000. 2) apresentar as primeiras declarações em vinte dias. Após.05. Salvador(BA). através de seus representantes legais.EMBARGADO: G. no que se refere ao parcelamento. Inventariante.05.AUTOR: Yuri Patrick Azevedo Ramos .Lei Especial Nº 5. ISABEL HELENA STROBEL BECKER PEREIRA (OAB 25996/BA).Inventário e Partilha .AUTORA: Giovanilza de Castro Nunes . julgo procedentes a impugnação julgando extinta a execução do acordo. sem que se faça nova conclusão dos autos. representante das partes. ADV: LEANDRO SANTOS MASCARENHAS RIBEIRO (OAB 33805/BA).0001 .0001 .2007.0001 . Salvador(BA). C.Determino.8.INVDO: Espolio de Judith de Souza Costa . M. Técnico Judiciário ADV: SANDRA MARIA SOUSA TELES (OAB 23258/BA). apresente as primeiras declarações. para manifestar interesse no andamento do feito. LEILA VIRGINIA DE LIMA PEREIRA (OAB 33176/BA).8.AUTORA: Anaide Mota Silva .Disponibilização: sexta-feira.INVDO: Espolio de Lorival Santana . o cálculo do imposto mortis causa. JOÃO PAULO MESQUITA TEIXEIRA GOMES (OAB 20840/BA) . FRANCISCO PIRES BUISINE RIBEIRO (OAB 13280/BA). Advirta-se que o simples pedido de prosseguimento do feito não implicará interesse. qualificada nas fls. 195/198. Salvador (BA). RUBSON RAMOS OLIVEIRA (OAB 28229/BA) . apresente o Sr. X.Embargos a execucao . ADRIANO HISAO MOYSES KAWASAKI (OAB 300198/SP) Processo 0115637-35.8."Intimem-se os interessados.2010.Trata-se de arrolamento.DIREITO CIVIL .05.Alimentos .05. ao Ministério Público.Inventário e Partilha .8. MILCA NAATE ANDRADE ARAÚJO (OAB 33137/BA).Inventario . ADV: MARCIA RIBEIRO REIS DE SOUZA (OAB 27393/BA).AUTORA: Rosangela Santana Ferreira . Desapensem-se e arquivem-se estes autos. no prazo de 48h.05.0001 . Havendo manifestação positiva.AUTOR: Marle Suely Souza Costa .Processo 012975128.Inventário e Partilha .AUTOR: Davi Costa Santos .478/68 .2009. a expressão " em favor de " não deixa dúvida de que se trata de uma doação de quota Assim. B.Processo 0138195-35. no prazo de 20 (vinte) dias.0001 . CINTIA SANTANA DE FARIAS (OAB 32369/BA). após compromisso.2011. ANTONIO RUI PINTO DA SILVA (OAB 9999026D/BA) . RÉU: R.Execução de Alimentos . LARISSA DA SILVEIRA BASTOS ARAÚJO (OAB 32911/BA).RÉ: Espolio de Liege da Silva Santos . ADV: THIAGO CARVALHO CUNHA (OAB 24401/BA) . RODRIGO PINTO FREITAS (OAB 27249/BA). Posta assim a questão. 11.Execução de Alimentos . S. para efetuar o pagamento dos impostos mortis causa e sobre doação. da C. MARIA MARTA ALBUQUERQUE DE SOUZA (OAB 30391/BA). ( ) Eunélida de Jesus Santos (x ) Raimunda Lago Nery. 26/27. designe-se audiência de instrução e julgamento conforme pauta. por meio do seu patrono. ADV: ADILTON LOPES GAZINEU (OAB 22785/BA).Processo 0115509-15. Os honorários do dativo serão fixados após conclusão dos trabalhos e verificação do desempenho e despesas por ele custeadas.RÉU: Mario Sergio Guenne de Oliveira . a expedição de ofício aos cartórios de imóveis para informações acerca da existência de imóveis em nome de Espolio de Lorival Santana. o pleito da Fazenda Pública procede. F.2011. só resta ser intimada a Inventariante. ADV: MARIA AUXILIADORA NASCIMENTO DE ALMEIDA (OAB 13470/BA). Posto isto. à fls. MÁRCIA RIBEIRO LEAL (OAB 9143/BA) . A diligência requerida prescinde de pronunciamento judicial. 2 / Página 55 ADV: SEVERIANO AGOSTINHO OLIVEIRA NETO (OAB 4505/BA) . .Inventario . S.05. de logo.REPRESENTANTE: M.Fixação .AUTORA: Lindinalva de Jesus Cerqueira .Inventario . visto que a doação é ato tributável. Acione-se o Renajud e o Bacenjud para pesquisa de veículos e numerários deixados pelo Inventariado. .HERDEIRO: Paulo Cesar Cerqueira Fernandes de Oliveira INVDO: Espolio de Jose Jorge Fernandes de Oliveira . atendendo as determinações já exaradas.0001 . herdeira e beneficiária.8.Intime-se a parte Autora para. ADILSON PINHEIRO GOMES (OAB 2292/BA).0001 .8.Encaminho à publicação para que a parte autora se manifeste sobre a petição e documentos de fls. ADV: DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1/BA).Alimentos . estando os cálculos elaborados pela Fazenda Pública nos termos da lei. Nomeio a Sra. DANIEL BORGES AMBROSI (OAB 23153/BA) .05.8.Diga o réu se pretende produzir prova oral.Processo 0067695-70.0001 .Processo 0049519-43. Decorrido o prazo sem manifestação. e 3) prosseguir no feito até final processo. TAINA DA CONCEICAO CAVALCANTE (OAB 34593/BA). para que cumpra o quanto requerido pela Fazenda Pública no parecer de fls.2011. sendo necessário o atendimento do despacho para que o processo possa prosseguir. em que houve renúncia de um dos herdeiros em favor de outro.Inventario . 07 de maio de 2013.INVDO: Espolio de Mirian de Castro Nunes .Processo 0137224-21. se necessário informar endereço atualizado do executado.Processo 008930009. LUIS CLAUDIO MAGALHAES MADEIRA (OAB 12899/BA). tendo em vista que o Termo de Compromisso de Inventariante já foi assinado pelo causídico.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .8. pratiquei o ato processual abaixo: PUBLIQUE-SE para que a inventariante.Alimentos . 07 de maio de 2013. 10 de maio de 2013 Cad. inclusive. deixando induvidosa a sua vontade de transferir sua quota parte. e C. 08 de maio de 2013. Observase que ele não se limitou a renunciar a herança.Inferio o quanto requerido pela Fazenda Pública.RÉU: Roberto Oliveira Ramos . Com as informações. Diretor. segundo o CTN.05.

ABDIAS AMANCIO DOS SANTOS FILHO (OAB 10870/BA) . do imóvel sub judice. . bem como mandado de averbação e ofício para abertura de conta bancária em nome da genitora da menor. Deve ainda. .Cite-se para cumprimento. juntando aos autos o carnê de IPTU do exercício de 2013. no prazo de 20 (vinte) dias.Divórcio Litigioso . outra vez. através de seus representantes legais.Inventário e Partilha . M.05.Inventário . pelo requerido. FABIANO SAMARTIN FERNANDES (OAB 21439/BA) .ARROLADO: Espolio de Florencio Augusto dos Santos .0001 . para que se manifeste acerca do quanto requerido pela Fazenda Pública em parecer de fls. 263. L. arquive-se e registre-se.05.05.0001 . E. O MP opinou pela homologação.Posta assim a questão e por tudo o mais que dos autos consta.0001 .8. ficando as partes admoestadas.RÉU: L.8. declarando extinto o processo com efeito de mérito. assim interesse no prosseguimento do feito. intimados os presentes. 86/91. A inércia do inventariante poderá acarretar a sua remoção da inventariança e a nomeação de um dos integrantes do rol do art. que esta nomeação implicará em custos. declaro existente e dissolvida a união estável entre ANA GRASIELA DOS SANTOS SANTANA e ADNILSON BISPO DE OLIVEIRA.Dissolução REQUERENTE: S. Audiência encerrada.INVTE: Ana Daniele Ramos Moretto ."Intimem-se os interessados.Inventário e Partilha INVTE: Sirlene Mara Rocha da Silva e Silva . no prazo de 05 (cinco) dias.Arrolamento ARROLANTE: Sonia Maria de Mello Marback .REQUERIDO: Adnilson Bispo de Oliveira . Salvador. 282. através de seus representantes legais. homologo. 08 de maio de 2013.8.Processo 0162206-07.. Publicado em audiência.REQUERENTE: Ana Grasiela dos Santos Santana . fls. Nomeados estes.INVDA: Espolio de Ana Lucia Correia Cunha .Intime-se o Inventariante através de seus patronos. e que no seu curso houve aquisição de um veículo. manifestando.Processo 0311652-06. ser colacionado aos autos o título de propriedade do bem inventariado.2009.8. para que produza seus legais efeitos. para que no prazo de lei." ADV: ANTONIO RUI PINTO DA SILVA (OAB 8569/BA). JULIANA ANDRADE COSTA (OAB 24860/BA) .0001 .05. a Dra.Diante da informação contida nas fls.2012. se não derem prosseguimento ao feito.Dissolução ." ADV: RICARDO VICENTE BASTOS (OAB 748B/BA) . P. por sentença."Intime-se a parte interessada.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . conseqüentemente. cumprindo com as determinações judiciais e legais que lhes competir.Com a palavra.05. para que cumpra o quanto requerido pela Fazenda Pública.Inventário e Partilha . Salvador(BA). para dar andamento ao feito. . conforme artigo 269.05. CPC.ARROLANTE: Aloysio Lima Ribeiro .. será nomeado Inventariante dativo. B. Salvador (BA). FERNANDA SAMARTIN FERNANDES PASCHOAL (OAB 28164/BA).AUTOR: Marcelo de Sousa Costa e outro .2013. ADV: THIAGO FERNANDES MATIAS (OAB 27823/BA). Custas e honorários.8. M. 09 de maio de 2013 ADV: REINALDO SABACK SANTOS (OAB 11428/BA).Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução .Processo 0363490-85. pratiquei o ato processual abaixo: PUBLIQUE-SE para que a inventariante. Sem custas.2004. inclusive de alienação de bens.Separação Consensual . estes últimos em 20% sobre o valor dado à causa.8. que serão debitados ao espólio. de O.0001 . manifestando.8. NORMA SUELY SOUZA CALIOPE AZEVEDO (OAB 34413/BA).Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça. ADV: DAVID COSTA DA CONCEICAO (OAB 34297/BA) . por meio do seu advogado. do CPC. dando andamento ao feito.Arrolamento Sumário .0001 .2011. ADV: ZIZETTE EVANGELISTA BALBINO FERREIRA (OAB 33450/BA) . S. 277.0001 .Inventário Inventário e Partilha . ficando este passível. considerando que a relação havida entre a autora e o requerido restou incontroversa. apresente as primeiras declarações.05. .0001 .AUTOR: Ailton da Mota Rocha . 09 de maio de 2013. 2 / Página 56 ADV: JORGE MARBACK CARDOSO E SILVA (OAB 21939/BA) . RITA DE CÁSSIA MEDEIROS CÂMARA (OAB 15893/BA).Processo 0160312-20. 10 de maio de 2013 Cad. o acordo havido entre as partes. com arrimo nos artigos 1723 e 1725 do Código Civil JULGO PROCEDENTE O PEDIDO e.0001 . inciso III.INVDO: Claudecir Moretto .INVDO: Espolio de Cristiano Andrade dos Anjos . através de seus representantes legais para que dê cumprimento ao quanto requerido pela Fazenda Pública no parecer de fls 39v.0001 . bem como.Processo 0138518-16. DANIELA HOHLENWERGER SAMARTIN FERNANDES (OAB 19134/BA). procedendo ao seu pagamento. se manifeste acerca da consulta ao Sistema BACENJUD.Processo 0302499-12. Posto isto.05. ADV: MAURÍCIO DANTAS GÓES E GÓES (OAB 15684/BA) . 988.05.Processo 0310870-62.Processo 0321830-48. a fim de não frustrar.2012. indicados ou habilitados nestes autos.Processo 0142811-53. o cumprimento do mandado de intimação. determinando a meação do patrimônio comum.8.ARROLADO: Espolio de Julia dos Santos Mello . S.REQUERIDO: J.2013. Técnico Judiciário ADV: FRANCISCO LANTYER DE ARAÚJO NETO (OAB 15999/BA) .Inventário e Partilha .2012.8."Intime-se a inventariante. NILSON VALOIS COUTINHO NETO (OAB 15126/BA)." ADV: SANDRA REIS DA SILVA (OAB 26119/BA) . L.PUBLIQUE-SE para que a inventariante. . a apresentação de novos cálculos do ITD.2009.Inventário .Processo 0331024-38.INVDO: espólio de Francisco Ney Ferreira .Disponibilização: sexta-feira.Inventário . fornecido às fls. por meu do seu advogado. Juíza exarou a seguinte SENTENÇA: Trata-se de ação de Divórcio em que as partes resolveram compor a lide nos termos do acordo acima consignado.05. encaminho os autos à publicação para que o advogado da parte autora confirme o endereço da parte ré.2004.AUTOR: L. M. Expeça-se ofício ao empregador do divorciando determinando o desconto da pensão.R. assim interesse no prosseguimento do feito. retirando o DAE na contracapa dos autos. de J.Revisao de alimentos .INVTE: Antonio Rui Balbino de Carvalho Ferreira .8.I.

Alimentos . . .2012. o que se comprova com o documento de fl.Dissolução . designo audiência de Conciliação Prévia para 05/06/ 2013 às 09:30h.775.REQUERIDO: J.2013. oportunamente. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art.TODOS . . C.2013. de F. incisos II e IV. M. manifeste-se acerca da ordem preferencial insculpida no art. .8.R. N. ADV: EDUARDO RODRIGUES CARRERA (OAB 4741/BA) .REQUERIDO: P. incisos II e IV. ADV: DIEGO GOÉS LIMA (OAB 25809/BA) .0001 .Genérico ADV: EDUARDO RODRIGUES CARRERA (OAB 4741/BA) . I. declaro extinto o processo nos termos do artigo 267. S.Trata-se de ação em que houve composição das partes no Juízo da 8ª Vara de Família. do Código Civil. assim. onde tramitou ação de oferta de alimentos.478/68 .De ordem do Exmo.REQUERENTE: M. ADV: ERASMO BATISTA SANTIAGO (OAB 9461/BA) . . L. ação de oferta de alimentos que tramitou na referida Vara. para que produza os seus jurídicos e legais efeitos. Salvador (BA). inciso I ambos do Código de Processo Civil. incisos II e IV.0001 .Disponibilização: sexta-feira. 24 e 33-verso. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado.05. V.2013. 599. do N. comprovando a inexistência ou impossibilidade de parentes mais próximos assumirem o múnus de curados da interditanda ou. a Ré nas custas processuais e honorários advocatícios que fixo em 02 salários mínimos.05. do Código de Processo Civil por se tratar de coisa julgada formal. 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/ BA) . N. da S. e da Resolução nº. 2 / Página 57 ADV: JANAINA GONÇALVES SANTOS RAMOS (OAB 31981/BA). na forma da lei.REQUERIDO: P. 53/54.Lei Especial Nº 5.I. designo audiência de Conciliação Prévia para 05/06/2013 às 09:00h. 125. . Técnico Judiciário NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA JUÍZO DE DIREITO DA NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO . Salvador(BA).Processo 0403241-79. pratiquei o ato processual abaixo: PUBLIQUE-SE para que o interditante.8.8.8.Processo 0316417-83. julgo procedente o pedido para decretar o divórcio do casal. inciso I ambos do Código de Processo Civil.AUTOR: T. M.Alimentos .AUTOR: O. especialmente a genitora e eventuais irmãos do interditando. a causa de pedir e o pedido são idênticos aos constantes dos presentes autos.05. da S. mandado averbatório. 125.05. C. . M. do Código Civil. A.De ordem do Exmo.Processo 0322517-54. 599. condenando. e da Resolução nº. . iniciando-se o prazo a partir da data da audiência. não havendo bens a partilhar.RÉU: E. sobre as consequencias da falta de contestação. na contestação o Réu informou a existência de conexidade com aos autos de nº 0372788-04.REQUERENTE: E.Alimentos . e da Resolução nº. 599. . I. Cite-se e intime-se. L. V e parágrafo terceiro.INTERDO: R. C.Processo 0406760-62.Tutela e Curatela INTERTE: I.Alimentos . do N. .0001 .05.Divórcio Litigioso .REQUERENTE: M. ao trânsito em julgado e após certificações devidas. F.2013. S.0001 .8. .Dissolução . P. 08 de maio de 2013. Posto isto. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. I. . A.Interdição .RÉU: A.De ordem do Exmo. de S.Dissolução .Dissolução . c/c o Art. S.TODOS . inciso I ambos do Código de Processo Civil. Sr. 09 de maio de 2013. de S. 10 de maio de 2013 Cad.0001 . . ADV: FRANCIMARY DE DEUS (OAB 30421/BA) . através do seu advogado.REQUERIDO: D. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. L.2013.REQUERIDO: J. Ora. atendendo. I. por sentença. IV..REQUERENTE: J.8. ADV: EVALDO DA HORA FERREIRA (OAB 5671/BA) .Processo 0322517-54. no caso de frustrada a conciliação.2012.Lei Especial Nº 5. Arquive-se.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . P. V. junte aos autos declaração de concordância dos mesmos para que o requerente assuma tal encargo. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art.05. P.0001 . 125. A. .expedindo-se. Advirta-se. P. ora objeto de extinção. .REQUERIDO: C.0001 . Com efeito. da S. S.Divórcio Litigioso .Processo 0321597-80. c/c o Art. Sr.8.Dissolução REQUERENTE: I. 1.0001 .Fixação .Genérico ADV: CARLOS ALBERTO PEREIRA DOS SANTOS JUNIOR (OAB 34161/BA) .Lei Especial Nº 5. Salvador. tornando certa existência de coisa julgada formal. F.0001 . S. . se for o caso. M. designo audiência de Conciliação Prévia para 05/06/ 2013 às 09:00 horas. 23 de abril de 2013. P.Processo 0321001-96.478/68 . Salvador(BA).05. dos S. do artigo 1571. L.Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça. com base no parágrafo segundo.Processo 0369170-51. Sr. A. c/c o Art. . 08 de maio de 2013.REQUERENTE: M. dos S.Divórcio Litigioso . .8. S.05.Divórcio Litigioso . 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado.2012. .2012.8.Encaminhem-se os autos ao Núcleo de Conciliação e Julgamento para inclusão em pauta.05.Processo 0322142-53. às fls.POSTO ISTO. S. ao quanto requerido pelo Órgão do Parquet. consignando-se o prazo de 15 dias para o Réu contestar querendo.478/68 Fixação . A.2013. de S. ainda.Divórcio Litigioso . A.FAMÍLIA JUIZ(A) DE DIREITO ALBERTO RAIMUNDO GOMES DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA BARBOSA CARVALHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0042/2013 ADV: CAROLINA SANTOS RODRIGUES (OAB 34300/BA) . D. V.

. inciso I ambos do Código de Processo Civil. terá a parte do prazo de quinze dias para contestar o pedido. S.0001 .TODOS . Valor: 28% ( x ) salário líquido ( ) salário(s) mínimo(s) Salvador(BA).REQUERIDO: A. incisos II e IV.Fixação . inciso I ambos do Código de Processo Civil.478/68 . 10 de maio de 2013 Cad. Sr.05.Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução . de J.RÉU: A. 24 de abril de 2013. Encaminhem-se os autos ao NCP para as providência cabíveis. principalmente a inclusão em pauta. e da Resolução nº. designo audiência de Conciliação Prévia para 05/06/2013 às 15:30 horas. no caso de frustrada a conciliação. D.. de A. expeçam-se ofícios para abertura de conta e desconto em folha. P. ADV: PERCINEIDE FERREIRA DOS SANTOS RIBEIRO (OAB 7113/BA) . 125. . D.REQUERENTE: C. é o bastante para fundamentação dos provisórios e c) potencialidade econômica do alimentante. incisos II e IV.8.Reconhecimento / Dissolução .2013. c/c o Art. de A. sobre as consequencias da falta de contestação. . incisos II e IV.Disponibilização: sexta-feira. e da Resolução nº. na forma da lei. B. 125. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art.2013.Processo 0327587-52. c/c o Art.AUTOR: Jose Hilton Silva Santos . que se iniciará a partir da data da audiência.Oferta .2013. dos S. . designo audiência de Conciliação Prévia para 05/06/2013 às 08:30 horas.0001 . 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. C. c/c o Art. 1. S. iniciando-se o prazo a partir da data da audiência. designo audiência de Conciliação Prévia para 05/06/2013 às 11:00h.De ordem do Exmo. 15 de abril de 2013. Sr.Lei Especial Nº 5.Procedimento Ordinário . pela alegação.Processo 0327837-85. Encaminhem-se os autos ao Núcleo de Conciliação Prévia para as providência cabíveis.2013. de J.8. dos S. 125. dos S. no caso de frustrada a conciliação.Processo 0322893-40.(x ) Defiro Assistência Gratuita.8. Sr.05. a fim de que compareça à audiência de conciliação a ser designada. consignando-se que.8. F. incisos II e IV.2013. e da Resolução nº.Processo 0338475-80. e da Resolução nº.478/68 .Processo 0322893-40.Genérico ADV: VANESSA SANTOS LOPES (OAB 28804/BA) .8.REQUERENTE: Aishha Neves Reis .0001 . J.Regulamentação de Visitas Revisão . Neste último aspecto. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado.8. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. ADV: JORGE SILVA DE JESUS (OAB 6636/SE) .Processo 0393050-72. por via postal com AR.REQUERENTE: E.Processo 0327837-85. ADV: CRISTIANE MESQUITA BRASIL (OAB 19681/BA) .De ordem do Exmo. . 3. b) o estado de necessidade do alimentando. no caso de frustrada a conciliação. 599.REQUERENTE: G.RÉ: Cristiane Regina dos Santos Conceicao . T. . 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. A. designo audiência de Conciliação Prévia para 05/06/2013 às 09:00h. A. Se necessário. Cite-se e intime-se.05. constante da norma constitucional.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . em princípio.De ordem do Exmo. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. 599.05.Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução . .De ordem do Exmo. . e da Resolução nº. S. . ADV: VERA LÚCIA EVARISTO DE SOUZA (OAB 11042/BA) .0001 .AUTORA: Leide Lania de Sousa Costa e outro . dos S. T. S.0001 .8.Processo 0504701-75. S.Genérico ADV: MÁRCIA RIBEIRO LEAL (OAB 9143/BA) . P.05.2013.Alimentos . Salvador (BA). incisos II e IV. terá a parte do prazo de quinze dias para contestar o pedido. . que se iniciará a partir da data da audiência. incisos II e IV. ADV: PERCINEIDE FERREIRA DOS SANTOS RIBEIRO (OAB 7113/BA) .2013.REQUERENTE: G. S.05. inciso I ambos do Código de Processo Civil.AUTORA: J.Alimentos . Sr.REQUERENTE: M. c/c o Art. ADV: ANA CRISTINA LEAL SILVA (OAB 26011/BA) .De ordem do Exmo.Lei Especial Nº 5.8. F. G.0001 .Dissolução .05. 125. 1.Alimentos .Alimentos .8. que.8.REQUERIDO: J. consignando-se o prazo de 15 dias para o Réu contestar querendo. dos S. ADV: MÁRCIA RIBEIRO LEAL (OAB 9143/BA) .De ordem do Exmo.05. 125. 2.2013.05.Encaminhem-se os autos ao Núcleo de Conciliação e Julgamento para inclusão em pauta.Alimentos .Dissolução .0001 . por via postal com AR. 599.REQUERIDA: W. dos S. 23 de abril de 2013. T. C.Dissolução . 2 / Página 58 ADV: JOÃO PAULO SANTANA RAMOS (OAB 27175/BA) . inciso I ambos do Código de Processo Civil.0001 .2012.Processo 0338475-80. 599.478/68 . T. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. designo audiência de Conciliação Prévia para 05/06/2013 às 15:00 horas.Alimentos . e da Resolução nº. em razão de ser maior e válido para o trabalho.Cite-se o Réu.RÉU: Evaildo Queiros Rodrigues .Processo 0323884-16.2013.2013. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. inciso I ambos do Código de Processo Civil. Sr.0001 .0001 . . 125.Divórcio Litigioso . c/c o Art. Sr. 2. a fim de que compareça à audiência de conciliação a ser designada.RÉU: Evaildo Queiros Rodrigues . .05. U. C.Divórcio Litigioso .0001 . inciso I ambos do Código de Processo Civil. ADV: JOÃO PAULO SANTANA RAMOS (OAB 27175/BA) . principalmente a inclusão em pauta.TODOS . das G.Divórcio Litigioso .REQUERIDO: J.(x ) Defiro Assistência Gratuita. 599.REQUERENTE: E. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. . é ônus do alimentante a prova de seus rendimentos já que essas informações estão protegidas pelo direito ao sigilo. pela certidão(ões) de nascimento/ RG(s). Salvador (BA). 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado.478/68 .8. C. . 599. designo audiência de Conciliação Prévia para 05/06/ 2013 às 14:30 horas. .REQUERIDO: A.05.REQUERIDO: A.Processo 0331010-20.Lei Especial Nº 5.Lei Especial Nº 5. consignando-se que.REQUERIDO: Aidelson de Santana Reis . S. c/c o Art.Cite-se o Réu.AUTORA: Leide Lania de Sousa Costa e outro . T. Advirta-se.Arbitro os alimentos provisórios no valor abaixo indicado e o faço porque demonstrados os pressupostos da obrigação alimentar: a) o vínculo familiar.

Processo 0312449-45. sendo que tal ônus processual lhe competia. e determino a remessa dos autos ao Núcleo de Conciliação e Julgamento. A.0001 . M..) 4.Lei Especial Nº 5. 4º da Lei 5.8. 2 / Página 59 ADV: FRANCIMARY DE DEUS (OAB 30421/BA) . C. . 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. Encaminhem-se os autos ao NCP para as providência cabíveis.. constante da norma constitucional. 25 de março de 2013.REQUERENTE: A.(fls.8. Sérgio Fernando de Vasconcellos Chaves. 1. o que está lhe prejudicando financeiramente e impossibilitando-o de alcançar os alimentos devidos. C. em razão de ser maior e válido para o trabalho. (Apelação Cível n.Lei Especial Nº 5.00 (um mil e quinhentos reais). 1.Procedimento Ordinário . Nesse ponto. 70030134241. pela alegação.Genérico ADV: ANA MARTA DE FARO TELES DANTAS (OAB 15982/BA) . DJ 23/12/2009). R. Descabe reduzir o valor da pensão fixada.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .REQUERIDO: H.00 (dois mil e trezentos reais). c/c o Art. é ônus do alimentante a prova de seus rendimentos já que essas informações estão protegidas pelo direito ao sigilo. L.Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução .Revisão . quando o alimentante não comprova a sua inadequação nem a sua incapacidade para atender o encargo.05.Lei Especial Nº 5. pela certidão(ões) de nascimento/ RG(s). 24 de abril de 2013.0001 . inciso I ambos do Código de Processo Civil. principalmente a inclusão em pauta. b) o estado de necessidade do alimentando. somado aos problemas de saúde no ano de 2011. na inicial. 10 de maio de 2013 Cad. e da Resolução nº.Procedimento Ordinário .Processo 0312449-45.Encaminhe-se estes autos ao Núcleo de Conciliação e Julgamento.REQUERENTE: Aranilza Uzeda Lima . Salvador(BA).Processo 0504838-57.05.RÉU: Raimundo Nonato Pereira dos Santos . Recurso desprovido. . o que não está tendo renda suficiente para arcar com os encargos.Processo 0318596-87. Se necessário. Destarte.2013.2013. Assim.0001 .TODOS . concretiza a cláusula rebus sic stantibus.500. a viabilidade da revisão da pensão alimentícia. julgado em 16/12/2009.REQUERIDO: Paulo Cezar pereira Goes Silva . percebendo o valor de R$ 1.REQUERIDO: H.Reconhecimento / Dissolução . encontrando-se atualmente advogando.Defiro o pedido de Assistência Judiciária Gratuita.Revisão . . R. G.Arbitro os alimentos provisórios em 02 (dois) salários mínimos.Processo 0316380-56. 125. Contudo. como dito acima). sequer há prova dos rendimentos do requerente. quando alterada a situação econômica das partes.10). designo audiência de Conciliação Prévia para 05/06/2013 às 08:00 horas.05. é o bastante para fundamentação dos provisórios e c) potencialidade econômica do alimentante. C. Relator Des.Genérico ADV: JULIA COELHO VAZ SAMPAIO (OAB 20522/BA) .Cite-se o Réu. com fundamento no art. ou na de quem os recebe.478/68 . G.Alimentos . consignando-se que.05. "O autor se limitou a descrever.Arbitro os alimentos provisórios no valor abaixo indicado e o faço porque demonstrados os pressupostos da obrigação alimentar: a) o vínculo familiar.Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução . C.não estaria conseguindo trabalhar.300. em princípio. Sr. 599. que.Alimentos . . 1. 3.Disponibilização: sexta-feira. C. 2.RÉU: Raimundo Nonato Pereira dos Santos .0001 .8.AUTOR: Vera lucia Alves dos Santos .05. o requerente perdeu seu emprego em 09/08/2010. Conclusão nº 37 do CETJRS. que se iniciará a partir da data da audiência. consoante art. entretanto. C. é a mudança na situação financeira de quem supre os alimentos.REQUERENTE: A.2013.Genérico ADV: GRAZZIELA MEIRELES JORGE MATOS (OAB 6184/SE) .2013.0001 . fim de que compareça à audiência de conciliação a ser designada.0001 .0001 . N.Processo 0316380-56.De ordem do Exmo.2013. Com efeito o pressuposto da ação revisional de alimentos.FAMÍLIA JUIZ(A) DE DIREITO ALBERTO RAIMUNDO GOMES DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA BARBOSA CARVALHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0043/2013 ADV: JULIA COELHO VAZ SAMPAIO (OAB 20522/BA) .Vistos etc. L. isto é. terá a parte do prazo de quinze dias para contestar o pedido. alteração no binômio necessidade/possibilidade posterior a data da fixação do encargo.8. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. incisos II e IV. Valor: UM ( ) salário líquido ( ) salário(s) mínimo(s) Salvador(BA). pois o autor apenas juntou atestado médico indicando que estaria com dificuldades para as atividades habituais. que em razão da doença .(x ) Defiro Assistência Gratuita. de F. no caso de frustrada a conciliação. Neste sentido converge a Jurisprudência: ( .8.Reconhecimento / Dissolução .Alimentos . . .8.TODOS .REQUERENTE: Aranilza Uzeda Lima .2013.Alimentos .AUTOR: Vera lucia Alves dos Santos .8.REQUERIDO: Paulo Cezar pereira Goes Silva . indefiro o pedido de antecipação dos efeitos da tutela pelos fundamentos acima citados. deve ser ressaltado que em nenhum momento há prova de modificação do binômio alimentar (lembre-se que é esta a causa de pedir da ação de modificação do quantum alimentar.2013.REQUERIDO: H.478/68.699. JUÍZO DE DIREITO DA NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO . calcada neste dispositivo de lei.REQUERENTE: G.478/68 ..05. Neste último aspecto.Processo 0504838-57.TODOS . sob o argumento de que os alimentos foram acordados em 01 (um) salário mínimo mensal. quando o autor percebia R$ 2. expeçam-se ofícios para abertura de conta e desconto em folha.Tratam os presentes autos de Ação de Revisão de Alimentos c/c pedido de antecipação dos efeitos da tutela.478/68 . . ADV: FRANCIMARY DE DEUS (OAB 30421/BA) . 2. 3.05. Edson Ruy Bahiense Guimaraes Juiz de Direito ADV: GRAZZIELA MEIRELES JORGE MATOS (OAB 6184/SE) . não há nos autos prova de modificação na situação econômica do alimentante.

Alimentos .Arbitro os alimentos provisórios em 20% (vinte por cento) dos rendimentos do réu. de logo. dos S.REQUERIDO: R. C.REQUERIDO: P. . .Processo 0320957-77.Processo 0319099-11. P.05. .2013.478/68 . fixo.2013.478/68 . .0001 . e outro . de O.TODOS .2013. e outro . S. G. C. P.Fixação . de logo. .478/68 . .05.REQUERIDO: R.05. a ser depositado até o dia 10(dez) de cada mês.REQUERIDA: D. dos S.478/68 Fixação . S. S. dos S.4º da Lei 5. da S. Remetam-se os autos ao Núcleo de Conciliação.REQUERIDO: J.Alimentos . .Divórcio Litigioso .Defiro o pedido de Assistência Judiciária Gratuita.0001 .Processo 0319537-37.0001 . . alimentos provisórios à base de 40% (quarenta por cento) do salário minimo vigente. L.0001 .Vistos etc. .05.Alimentos .Vistos etc.Lei Especial Nº 5.2013.05. ADV: MARIANA CARLA MARQUES ASSUNCAO (OAB 34355/BA) . comparecendo à audiência e não havendo acordo.Divórcio Litigioso Dissolução . alimentos provisórios à base de 20% (vinte por cento) do salário minimo vigente.2013.0001 .05.Processo 0320691-90.Lei Especial Nº 5. ADV: SIMONY OLIVEIRA VIEIRA (OAB 34613/BA) .0001 . 3.REQUERIDA: D. ADV: EDDIE PARISH SILVA (OAB 23186/BA) .Processo 0318596-87. ADV: EVERALDO BISPO (OAB 6819/BA) .REQUERENTE: J.05. . dos S.8.RÉU: R. fixo.05.Defiro o pedido de Assistência Judiciária Gratuita. . .Genérico ADV: EDDIE PARISH SILVA (OAB 23186/BA) . o pedido de justiça gratuita. G. S.Disponibilização: sexta-feira.Dissolução . M. ainda.8. dos S. a ser depositado até o dia 10 (dez) de cada mês.RÉU: R. G. R.478/ 68 .Despacho . em conta-corrente a ser aberta em nome da representante legal da menor.REQUERIDO: J. da S. L. 3. caso compareça à audiência preliminar e não haja acordo. de O.TODOS .Defiro o pedido de Assistência Judiciária Gratuita. C.Lei Especial Nº 5.Mero Expediente ADV: KARLA ELIZABETH BONFIM DRUMOND (OAB 33332/BA) . dos S. S.Processo 0319099-11.REQUERENTE: G. . C.478/68 Fixação .Fixação .2013. . . .05.Alimentos . .TODOS .Vistos. .REQUERIDO: Y. C.478/68 .Vistos. . a partir do recebimento da citação.2013.TODOS .2013.Vistos etc.0001 . C.Alimentos . de O.Processo 0322072-36. 1.REQUERIDO: J. com fulcro no art. dos S.0001 .0001 . A.TODOS .Processo 0318670-44. .Fixação .Alimentos .0001 . G. 2Arbitro os alimentos provisórios em 20% (vinte por cento) dos rendimentos líquidos do réu. 10 de maio de 2013 Cad.Divórcio Litigioso Dissolução .Lei Especial Nº 5.8.0001 . A.Fixação .0001 . .TODOS .8. etc.Lei Especial Nº 5. G. com vigência a partir do recebimento da citação.8.05. 2 / Página 60 ADV: ANA MARTA DE FARO TELES DANTAS (OAB 15982/BA) .05.2013.05. incidindo este percentual sobre o 13º salário. R.Lei Especial Nº 5.2013.TODOS . C. Encaminhem-se os autos ao Núcleo de Conciliação.2013. Como restou provada a paternidade alegada.Genérico ADV: KARLA ELIZABETH BONFIM DRUMOND (OAB 33332/BA) . M. 2.REQUERENTE: S. dos S.Lei Especial Nº 5.8. B.Processo 0320957-77.8. . Como restou provada a paternidade alegada.REQUERENTE: A.478/68 Fixação .8.Processo 0318670-44. ADV: JACIARA BEZERRA CAVALCANTE DE JESUS (OAB 35174/BA) .Encaminhe-se estes autos ao Núcleo de Conciliação e Julgamento. deverá ser intimado para o pagamento dos provisórios e.TODOS .Encaminhe-se estes autos ao Núcleo de Conciliação e Julgamento.REQUERENTE: R. P.478/68 .Alimentos . 2.Alimentos . S.8. Defiro.Lei Especial Nº 5. N.REQUERENTE: A.0001 . intimando-se.Fixação .8. onde o demandado.Processo 0321786-58.Encaminhe-se estes autos ao Núcleo de Conciliação e Julgamento.Lei Especial Nº 5. C.2013. . Remetam-se os autos ao Núcleo de Conciliação. em conta-corrente a ser aberta em nome da representante legal da menor.AUTOR: C.REQUERENTE: T.Processo 0319537-37. B. dos S.AUTOR: C.Fixação . de O. B. G. B. onde deverá o demandado ser intimado dos alimentos provisórios. Defiro a gratuidade de justiça.REQUERIDO: Y.Genérico ADV: HELENA OLIVEIRA SANTIAGO (OAB 419B/BA) .Alimentos .Lei Especial Nº 5. B. P.Processo 0321786-58.Alimentos .Vistos.REQUERENTE: G. caso haja pauta previamente fixada por este Juízo.Lei Especial Nº 5. incidindo este percentual sobre o 13º salário. etc.0001 .Arbitro os alimentos provisórios em 20% (20 por cento) dos rendimentos líquidos do réu .REQUERENTE: S. 3.Genérico ADV: SIMONY OLIVEIRA VIEIRA (OAB 34613/BA) .2013.478/ 68 .Genérico ADV: EVERALDO BISPO (OAB 6819/BA) . S.05.Genérico .Genérico ADV: MARIANA CARLA MARQUES ASSUNCAO (OAB 34355/BA) .REQUERENTE: R. ADV: HELENA OLIVEIRA SANTIAGO (OAB 419B/BA) . a serem depositados mensalmente até o dia 10 (dez) de cada mês.REQUERIDO: P. ao menos provisoriamente. Defiro o pedido de gratuidade processual. a míngua de maiores informações acerca da atual situação econômica do réu.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Dissolução . a parte autora.REQUERIDO: J. . 1.2013. . O processo tramitará em segredo de justiça. cabendo 20% (vinte por cento) para cada filho. .Processo 0320691-90. B. de F.REQUERENTE: T.05.8.05.Genérico ADV: JACIARA BEZERRA CAVALCANTE DE JESUS (OAB 35174/BA) .REQUERENTE: J. A.478/68 Fixação .Divórcio Litigioso . B.8.Processo 0322072-36. etc.REQUERIDO: H.478/68. .Alimentos . incidindo este percentual sobre o 13º salário.0001 . 1. a míngua de maiores informações acerca da atual situação econômica do réu. B.8. citado/ intimado para contestar e comparecer à audiência.8. M.REQUERENTE: G.Alimentos .8. S. .2013. dos S.

de L. 125. P.Oferta . o pedido de gratuidade processual.Processo 0323178-33. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.0001 .VISTOS. 599. de A. de J. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. . em contacorrente a ser aberta em nome da representante legal da menor.05. R.Lei Especial Nº 5.0001 .0001 . 2 / Página 61 ADV: LUCIANA FREIRE SANTOS (OAB 35416/BA) . CIÊNCIA AO M. C.VISTOS.REQUERIDA: R.TODOS . F.Processo 0504205-46.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.Lei Especial Nº 5.8. de J.2013.REQUERIDO: H.Oferta . de L.0001 . ETC. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.VISTOS.05. A.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .478/68 .0001 .2013.8. 599. dos S.P AUDIENCIA CONCILIAÇÃO: 15/05/2013 ÀS 08:00 HORAS ADV: EDSON PERGENTINO (OAB 3774/BA) . de J.Processo 0304660-92.Processo 0322410-10. C.Divórcio Litigioso Dissolução .05.478/68 . de J.Genérico ADV: ISADORA MARIA LOPES TAVARES (OAB 19291/BA) . 125. G.05. J.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.Processo 0504205-46.Processo 0322410-10. G.8.P AUDIENCIA CONCILIAÇÃO: 15/05/2013 ÀS 09:00 HORAS ADV: EDER CARLOS EVANGELISTA FERREIRA (OAB 37125/BA) .2013.Processo 0314344-41.REQUERIDO: H.05. Defiro.REQUERIDO: F.2013.Fixação . . P.8.Fixação . G.Genérico JUÍZO DE DIREITO DA NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO .Genérico JUÍZO DE DIREITO DA NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO .REQUERIDA: K.REQUERIDA: C. . E DA RESOLUÇÃO N. D. .Lei Especial Nº 5. E DA RESOLUÇÃO N.REQUERIDO: L.TODOS . G. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.2013. 125.Lei Especial Nº 5.REQUERENTE: G.Lei Especial Nº 5. a ser depositado até o dia 10(dez) de cada mês.478/68 .TODOS .REQUERENTE: G. .2013.Lei Especial Nº 5. NOS TERMOS DO .Encaminhe-se estes autos ao Núcleo de Conciliação e Julgamento. INCISO II E IV. Como restou provada a paternidade alegada. .Fixação . S.Divórcio Litigioso . S. de logo.Disponibilização: sexta-feira. dos S. 1. P.2013.8. F.REQUERENTE: T. S. etc.VISTOS. dos S. S.REQUERENTE: F.05. V.2013. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.RÉU: L. P.REQUERENTE: Z. . ETC.Revisão . A.Divórcio Litigioso Dissolução .0001 .Despacho .2013. .Alimentos . . . . C. C/C O ART.REQUERENTE: Z. N.AUTOR: G. CIÊNCIA AO M. . E.Processo 0323178-33.2013. INCISO II E IV. .Alimentos .0001 . caso compareça à audiência e não haja acordo. etc.478/68 . . a míngua de maiores informações acerca da atual situação econômica do réu. A.Alimentos . C. C. ao menos provisoriamente. Remetam-se os autos ao Núcleo de Conciliação. F. C.8. S.REQUERENTE: T. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. alimentos provisórios à base de 2 e (dois e meio) salários mínimos.Defiro o pedido de Assistência Judiciária Gratuita.8. onde deverá o demandado ser de logo intimado para o pagamento dos alimentos provisórios. de J.05.REQUERENTE: M.Dissolução . . .Lei Especial Nº 5. e outro .05.Despacho .Alimentos .Alimentos . S. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. F.P AUDIENCIA CONCILIAÇÃO: 07/06/2013 ÀS 08:00 HORAS ADV: JOELMA FERREIRA DA SILVA (OAB 30925/BA) .2013.Alimentos .TODOS . N. ETC.478/68 . de J.05. E DA RESOLUÇÃO N.0001 .05.REQUERIDO: L.0001 .Vistos.Divórcio Litigioso . S.REQUERENTE: A.Genérico ADV: JANAINA GONÇALVES SANTOS RAMOS (OAB 31981/BA) .FAMÍLIA JUIZ(A) DE DIREITO ALBERTO RAIMUNDO GOMES DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA BARBOSA CARVALHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0038/2013 ADV: TICIANO FERREIRA LORENZO (OAB 30240/BA) .REQUERIDA: R. C.8.Lei Especial Nº 5.AUTORA: R.Processo 0322468-13.0001 . P. G. C/C O ART. 10 de maio de 2013 Cad.05.0001 .Processo 0326935-35.Vistos.Processo 0322468-13. NOS TERMOS DO ART. A. ETC.478/68 .º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. F.478/68 . ADV: ISADORA MARIA LOPES TAVARES (OAB 19291/BA) . e outro .0001 .FAMÍLIA JUIZ(A) DE DIREITO ALBERTO RAIMUNDO GOMES DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA BARBOSA CARVALHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0046/2013 ADV: FABIANA CRISTINA VERGANI (OAB 22462/BA) . 2.Alimentos . de A.8. dos S. fixo.Alimentos .Fixação .Revisão .Mero Expediente ADV: TICIANO FERREIRA LORENZO (OAB 30240/BA) . . .REQUERENTE: M.RÉU: E.Mero Expediente ADV: JANAINA GONÇALVES SANTOS RAMOS (OAB 31981/BA) . 599.8.8. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.478/68 .8. NOS TERMOS DO ART. S.Processo 0308682-96. CIÊNCIA AO M. C. . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. NOS TERMOS DO ART.05. C/C O ART. F. com vigência a partir do recebimento da citação. INCISO II E IV. P. S. ADV: LUCIANA FREIRE SANTOS (OAB 35416/BA) .2013. .Dissolução . C.REQUERIDO: F. . . D.

DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.Disponibilização: sexta-feira. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.Fixação . O.Alimentos .º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.Processo 0317597-37. ETC. C.Divórcio Litigioso . INCISO II E IV. dos S. ETC. E DA RESOLUÇÃO N. CIÊNCIA AO M. NOS TERMOS DO ART.Processo 0323207-83.Processo 0309320-32.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. dos S. INCISO II E IV. C/C O ART.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. C/C O ART.VISTOS. INCISO II E IV.8.05.8. E DA RESOLUÇÃO N. 599.05. 125.0001 .Lei Especial Nº 5. 599. E DA RESOLUÇÃO N. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.05. 599.Processo 0304660-92. 599.05. L.Procedimento Ordinário .AUTORA: R. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. C/C O ART.05. . INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. E DA RESOLUÇÃO N.2013.FAMÍLIA JUIZ(A) DE DIREITO ALBERTO RAIMUNDO GOMES DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA BARBOSA CARVALHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0045/2013 ADV: FABIANA CRISTINA VERGANI (OAB 22462/BA) .Processo 0310436-73.Lei Especial Nº 5. ETC.2013. .RÉU: Jose Joaquim Sousa Ferreira .05.VISTOS. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. INCISO II E IV.Lei Especial Nº 5.8. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.Alimentos . 599. de O.AUTOR: G.478/68 .8.VISTOS.REQUERIDO: J.Dissolução .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. INCISO II E IV. E DA RESOLUÇÃO N.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. E DA RESOLUÇÃO N. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. .VISTOS. 125. CIÊNCIA AO M.REQUERENTE: E.P AUDIÊNCIA DESIGNADA: 28/05/2013 ÀS 08:00 HORAS JUÍZO DE DIREITO DA NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO .Reconhecimento / Dissolução . e outro . INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.0001 .8. A. .Alimentos . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. .P AUDIÊNCIA DESIGNADA: 28/05/2013 ÀS 11:45 HORAS ADV: NERIVALDO MATOS DE ARAÚJO (OAB 10493/BA) .Processo 0317807-88. L.0001 .RÉU: L.VISTOS.P AUDIENCIA: 07/06/2013 ÀS 08:00 HORAS . 599. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. 125. C. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. FERNANDO BRANDÃO FILHO (OAB 3838/BA) .REQUERENTE: M. O. 125. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. ETC.VISTOS. 125. . 10 de maio de 2013 Cad.Dissolução REQUERENTE: Gilson Erito Goncalves de Oliveira . .Lei Especial Nº 5. NOS TERMOS DO ART.VISTOS. C/C O ART.Divórcio Litigioso .REQUERIDA: A.AUTOR: R. . A. CIÊNCIA AO M.RÉU: E. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.P AUDIENCIA CONCILIAÇÃO: 07/06/2013 ÀS 08:30 HORAS JUÍZO DE DIREITO DA NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO .8. INCISO II E IV. CIÊNCIA AO M. C/C O ART. ETC.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.Alimentos . CIÊNCIA AO M. C/C O ART. INCISO II E IV. S.478/68 . INCISO II E IV. C.0001 . NOS TERMOS DO ART. C/C O ART. dos S. ETC. 125. 125. da C.05.Oferta . P.2013. NOS TERMOS DO ART.0001 . 125. NOS TERMOS DO ART.2013.0001 . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. de J. de O. NOS TERMOS DO ART.P AUDIÊNCIA DESIGNADA: 28/05/2013 ÀS 11:00 HORAS ADV: ANDRE BARBOSA SAMPAIO DE SOUZA (OAB 14751/BA). C. . S. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. 2 / Página 62 ART.2013.478/68 . E DA RESOLUÇÃO N.2013.2013. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. CIÊNCIA AO M.05.REQUERIDO: J.FAMÍLIA JUIZ(A) DE DIREITO ALBERTO RAIMUNDO GOMES DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA BARBOSA CARVALHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0047/2013 ADV: RAFAEL OLIVEIRA DA SILVA (OAB 28082/BA) .Processo 0308682-96. ETC. NOS TERMOS DO ART. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.P AUDIENCIA: 15/05/2013 ÀS 08:00 HORAS ADV: EDSON PERGENTINO (OAB 3774/BA) . ETC. CIÊNCIA AO M. E DA RESOLUÇÃO N. C/C O ART. CIÊNCIA AO M. O.8. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. INCISO II E IV. . de J.VISTOS. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.AUTORA: Jacinete de Jesus .º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. 599. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. 599.Divórcio Litigioso .REQUERENTE: M.8. de J. NOS TERMOS DO ART.Fixação .º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.0001 . P.P AUDIÊNCIA DESIGNADA: 28/05/2013 ÀS 14:00 HORAS ADV: RODRIGO MENEZES COELHO (OAB 34582/BA) . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. W. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.Dissolução . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. E DA RESOLUÇÃO N.P AUDIÊNCIA DESIGNADA: 28/05/2013 ÀS 09:00 HORAS ADV: CÍCERO DIAS BARBOSA (OAB 17374/BA) . de C. 599. 125.Processo 0321583-96. . CIÊNCIA AO M. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.P AUDIÊNCIA DESIGNADA: 28/05/2013 ÀS 11:00 HORAS ADV: CESAR DE OLIVEIRA ARNAUT (OAB 10749/BA) .2013.478/68 . C/C O ART.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.0001 .Alimentos .REQUERIDO: T.

Lei Especial Nº 5.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. A. F.8. 2 / Página 63 ADV: JOELMA FERREIRA DA SILVA (OAB 30925/BA) . A.FAMÍLIA JUIZ(A) DE DIREITO ALBERTO RAIMUNDO GOMES DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA BARBOSA CARVALHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0050/2013 ADV: CARLOS OTÁVIO DE OLIVEIRA (OAB 2601/SE) . 599. G. INCISO II E IV.0001 . CIÊNCIA AO M. G.VISTOS.Processo 0322147-75.478/68 .REQUERENTE: Ana Paula Cardoso Silva e Silva .Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução . Sr. Sr.Lei Especial Nº 5. E DA RESOLUÇÃO N.Genérico JUÍZO DE DIREITO DA NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO .2013. J. .2013.Genérico ADV: EDER CARLOS EVANGELISTA FERREIRA (OAB 37125/BA) .0001 . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.R. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação. INCISO II E IV. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação.AUTOR: Amara Maria dos Santos .0001 . 10 de maio de 2013 Cad.REQUERENTE: F.Lei Especial Nº 5.REQUERIDO: Leandro Gonçalves da Silva .2013.º 06/2008 DO . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.0001 . 599. da S.8.Alimentos . ETC.05. L. .VISTOS.0001 . da S. CIÊNCIA AO M. ADV: CARLOS FREIRE MASCARENHAS CORDEIRO (OAB 36868/BA) . ADV: JOELMA FERREIRA DA SILVA (OAB 30925/BA) .Alimentos .TODOS . Remetam-se. 125.Processo 0326935-35. G. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.REQUERENTE: A.0001 . NOS TERMOS DO ART.05. 125. E.Oferta .Genérico ADV: EDER CARLOS EVANGELISTA FERREIRA (OAB 37125/BA) .H. .REQUERIDA: K.Alimentos . G. ETC.Execução de Alimentos . CIÊNCIA AO M. E. INCISO II E IV. ETC.FAMÍLIA JUIZ(A) DE DIREITO ALBERTO RAIMUNDO GOMES DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA BARBOSA CARVALHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0048/2013 ADV: LUANDA BATISTA DOS SANTOS (OAB 33396/BA) . INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. designo audiência tentativa de conciliação para 03/06/2013 às 09:00h.Lei Especial Nº 5.Processo 0324375-23.RÉU: R.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. INCISO II E IV. 599. dos S.Processo 0326935-35.Oferta .Processo 0314344-41.AUTOR: M.2013. R.0001 .05. .Alimentos . S.05.8. Sr.05. CIÊNCIA AO M. P. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.0001 . J.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.8. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação.05.P De ordem do Exmo. .Processo 0313291-25.FAMÍLIA JUIZ(A) DE DIREITO ALBERTO RAIMUNDO GOMES DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA BARBOSA CARVALHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0049/2013 ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) .2013. NOS TERMOS DO ART.TODOS . . . DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.05.Fixação .REQUERENTE: L. S. . dos S.P AUDIÊNCIA: 05/06/2013 ÀS 10:30 HORAS JUÍZO DE DIREITO DA NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO .I. C/C O ART.REQUERENTE: A.Oferta .05. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.Procedimento Ordinário .Oferta .REQUERENTE: F. 599. E DA RESOLUÇÃO N. ADV: DECIO BENEDITO DIAS DA SILVA (OAB 7624/BA) . e outro . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.VISTOS.TODOS .478/68 .Reconhecimento / Dissolução . 15.8. ETC. designo audiência tentativa de conciliação para 03/06/2013 às 08:30h. .478/68 . S.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.2013. A.VISTOS.Alimentos . C.8. 599. C/C O ART. . E DA RESOLUÇÃO N. . Cumpra-se o quanto já determinado às fls. C.Disponibilização: sexta-feira. A.P De ordem do Exmo. V. C/C O ART.2013. JUÍZO DE DIREITO DA NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO .478/68 . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.8.Alimentos .2013. E DA RESOLUÇÃO N.REQUERIDO: R. C/C O ART. C.AUTOR: I.RÉU: Elivaldo da Costa Bastos . ETC. NOS TERMOS DO ART. V.Alimentos .Lei Especial Nº 5. NOS TERMOS DO ART. .Lei Especial Nº 5.REQUERIDA: C.Processo 0314344-41. NOS TERMOS DO ART.478/68 .0001 . G. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.P De ordem do Exmo. E DA RESOLUÇÃO N. C.Processo 0333784-23.478/68 . DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. 125. designo audiência tentativa de conciliação para 03/06/2013 às 08:00h.8.VISTOS.8. da S.Processo 0323670-25. INCISO II E IV. P. dos S. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.REQUERIDA: C.REQUERIDA: K. G. 125. A.05. L. 125. C/C O ART.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .2013. da S.Oferta . R.

A. ADV: TATILUZIA ABDALLA LEITE ADÃES (OAB 14915/BA) .Disponibilização: sexta-feira. 2 / Página 64 EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. inciso I ambos do Código de Processo Civil. G. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.Alimentos . INCISO II E IV. c/c o Art.8.8.2013.0001 .0001 . DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. ETC.8. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. S. Sr. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. . 125. B. c/c o Art.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. CIÊNCIA AO M. 599.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.REQUERIDO: A. 125. NOS TERMOS DO ART. ADV: BRÁULIO DE BRITO JÚNIOR (OAB 28751/BA) . inciso I ambos do Código de Processo Civil. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. ADV: NAYARA DE OLIVEIRA SANTOS (OAB 31865/BA) .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . 10 de maio de 2013 Cad. C/C O ART.REQUERIDO: E. C/C O ART.0001 . Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. Sr. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.Fixação . INCISO II E IV. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.P De ordem do Exmo.Processo 0320983-75. 125.Lei Especial Nº 5.P AUDIÊNCIA: 21/05/2013 ÀS 08:30 HORAS ADV: FELIPE REBOUÇAS DE SANTANA (OAB 32608/BA) . CIÊNCIA AO M. S. . 125. NOS TERMOS DO ART.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. . designo audiência de Conciliação Prévia para 04/06/2013 às 14:30h. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação. NOS TERMOS DO ART. C. ETC. 125. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. M. 599. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.VISTOS. CIÊNCIA AO M.8.Divórcio Litigioso . NOS TERMOS DO ART. S. designo audiência de Conciliação Prévia para 04/06/2013 às 14:00h. CIÊNCIA AO M. E DA RESOLUÇÃO N. 599. ADV: ANDRE DOS SANTOS FILHO (OAB 38402/BA) .2013. E DA RESOLUÇÃO N. R. ETC. INCISO II E IV. R. C.8.VISTOS. 125.VISTOS.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. C/C O ART.VISTOS. M.478/68 . B.RÉU: L. C/C O ART. ETC. E DA RESOLUÇÃO N. C/C O ART.Processo 0317053-49.Processo 0321985-80.478/68 .05. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.P De ordem do Exmo.05. 599.REQUERENTE: F. 599. . 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado.2013. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.FAMÍLIA JUIZ(A) DE DIREITO ALBERTO RAIMUNDO GOMES DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA BARBOSA CARVALHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0051/2013 ADV: FABRÍCIO NOGUEIRA COSTA (OAB 37406/BA) . A. c/c o Art. . NOS TERMOS DO ART. 125. C. M.Divórcio Litigioso . E DA RESOLUÇÃO N. dos S. e da Resolução nº. 125.8.AUTOR: Miguel Arcanjo Ornelino dos Santos . 125. ETC.VISTOS.Alimentos . E DA RESOLUÇÃO N.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. F.2013. M.Lei Especial Nº 5. F. incisos II e IV. . incisos II e IV. 599. INCISO II E IV.2013.Alimentos . 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. incisos II e IV.0001 . e da Resolução nº. NOS TERMOS DO ART.REQUERIDA: M. E DA RESOLUÇÃO N.Processo 0322416-17.2013. .º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. 599. . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.05. NOS TERMOS DO ART.0001 .Fixação . C/C O ART. C/C O ART. S.REQUERENTE: E.05. NOS TERMOS DO ART. 599. CIÊNCIA AO M.REQUERENTE: E.2013. A. designo audiência de Conciliação Prévia para 04/06/2013 às 16:15h. incisos II e IV. . inciso I ambos do Código de Processo Civil. INCISO II E IV. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.VISTOS. E DA RESOLUÇÃO N.REQUERIDO: N. CIÊNCIA AO M.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.Dissolução . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. Sr.AUTORA: M. INCISO II E IV. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. .P De ordem do Exmo. B. 125.Divórcio Litigioso .0001 . 125.RÉU: Jonilson Souza de Jesus .VISTOS. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. dos S. . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.8. C.Procedimento Ordinário Investigação de Paternidade .REQUERENTE: T. INCISO II E IV. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. da C. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. e da Resolução nº. 599. INCISO II E IV. . DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.Casamento . DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. 125. C.Lei Especial Nº 5.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.AUTOR: M.8. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.P De ordem do Exmo.478/68 . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. ADV: CRISTIANE SANDES CERQUEIRA (OAB 27379/BA) . S. . Sr. dos S. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.Processo 0318229-63. e da Resolução nº.VISTOS.Processo 0316219-46. 599. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. designo audiência de Conciliação Prévia para 04/06/2013 às 10:30h. c/c o Art.Revisão . .Dissolução . INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. 599. 599. de N. CIÊNCIA AO M.05. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. ETC.Processo 0317795-74.0001 .REQUERENTE: M. da V.P De ordem do Exmo. E DA RESOLUÇÃO N.REQUERIDO: G.0001 .P AUDIÊNCIA: 21/05/2013 ÀS 09:30 HORAS JUÍZO DE DIREITO DA NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO . ETC. . designo audiência tentativa de conciliação para 04/06/2013 às 13:00h.RÉU: J.05. de A. C/C O ART.Divórcio Litigioso .Processo 0319020-32.05. CIÊNCIA AO M. A. L.05.Dissolução . Sr. da P. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. inciso I ambos do Código de Processo Civil. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado.P AUDIÊNCIA: 21/05/2013 ÀS 13:45 HORAS ADV: ANDRE SIMAS SACRAMENTO (OAB 32260/BA) . ETC.2013.

Sr. 599.P De ordem do Exmo. inciso I ambos do Código de Processo Civil.P De ordem do Exmo. R. .REQUERIDA: D.478/68 . NOS TERMOS DO ART. Sr.Lei Especial Nº 5.Processo 0317071-70. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. inciso I ambos do Código de Processo Civil. C/C O ART. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.RÉU: Ubirajara Jose de Andrade Junior . Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. 125. CIÊNCIA AO M. E DA RESOLUÇÃO N.2013.05. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. e da Resolução nº.FAMÍLIA JUIZ(A) DE DIREITO ALBERTO RAIMUNDO GOMES DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA BARBOSA CARVALHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0044/2013 ADV: EDUARDO RODRIGUES CARINHANHA (OAB 5697/BA). INCISO II E IV. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. designo audiência de Conciliação Prévia para 17/06/2013 às 08:00h. V.VISTOS. E. CIÊNCIA AO M. c/c o Art. C.05. CIÊNCIA AO M. incisos II e IV.RÉ: Raissa Borges Pinheiro . 125.2013.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. 599.0001 . incisos II e IV.8. c/c o Art. designo audiência de Conciliação Prévia para 04/06/2013 às 13:45h.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. designo audiência de Conciliação Prévia para 17/06/2013 às 08:30h. JUÍZO DE DIREITO DA NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO . e da Resolução nº. 599.2013. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. c/c o Art. NOS TERMOS DO ART. Sr.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. INCISO II E IV. 599.05. . . A.0001 .8. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. incisos II e IV. designo audiência de Conciliação Prévia para 23/05/2013 às 15:00h.0001 . DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.Alimentos . E DA RESOLUÇÃO N. G. ETC. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. inciso I ambos do Código de Processo Civil.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. 599. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.AUTORA: Joyce Suarez Santos . inciso I ambos do Código de Processo Civil.Processo 0320801-89. C/C O ART.8. V. c/c o Art.8. . 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado.8.Reconhecimento / Dissolução .Alimentos . JUÍZO DE DIREITO DA NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO . ETC. E DA RESOLUÇÃO N. 599. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. INCISO II E IV.0001 . 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. C. C.Procedimento Ordinário .478/68 Oferta . INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. .Alimentos . 599. NOS TERMOS DO ART. C/C O ART. C/C O ART. . 599. C. 10 de maio de 2013 Cad. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.REQUERIDO: A. e da Resolução nº. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. incisos II e IV.P De ordem do Exmo. 125.REQUERENTE: A. 125.478/68 Oferta . 125. designo audiência de Conciliação Prévia para 23/05/2013 às 14:00h. incisos II e IV. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. C.AUTOR: Anisio Freire Pinheiro . R. inciso I ambos do Código de Processo Civil.2013. 125. ADV: ADEMAR LEAL LISBOA (OAB 3852/BA) . S.Divórcio Litigioso . E DA RESOLUÇÃO N. Sr. 599. 125. designo audiência de Conciliação Prévia para 17/06/2013 às 08:00h. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.P De ordem do Exmo. ADV: ANTONIO PACHECO NETO (OAB 7136/BA) . 125. Sr.Processo 003197542.VISTOS. INCISO II E IV. c/c o Art. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. ADV: ADEMAR LEAL LISBOA (OAB 3852/BA) . de S.VISTOS.Investigação de Paternidade . 2 / Página 65 CIÊNCIA AO M.Processo 0317005-90.05.VISTOS. ADV: GUSTAVO DE OLIVEIRA CUNHA (OAB 26898/BA) .REQUERENTE: R. e da Resolução nº.FAMÍLIA JUIZ(A) DE DIREITO ALBERTO RAIMUNDO GOMES DOS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL DANIELA BARBOSA CARVALHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0052/2013 ADV: GABRIELA BATISTA PIRES RAMOS (OAB 34798/BA) . CIÊNCIA AO M.P De ordem do Exmo.0001 . e da Resolução nº. NO ANDAR TÉRREO.Processo 0320801-89. NOS TERMOS DO ART.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. c/c o Art. ETC. NOS TERMOS DO ART. TENDO EM VISTA QUE A PARTE ACIONADA JÁ ADQUIRIU A MAIORIDADE A FIM DE REGULARIZAR A REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL DETERMINO QUE A ADVOGADA APRESENTE NO PRAZO DE 15 DIAS O INSTRUMENTO PROCURATÓRIO. ETC. .º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.Fixação .VISTOS. ETC. INCISO II E IV.REQUERENTE: R. S. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. 125. E DA RESOLUÇÃO N. TATIANA MESQUITA SOUZA (OAB 22572/BA) .Lei Especial Nº 5. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. 599. incisos II e IV. CIÊNCIA AO M.(* REPUBLICADO POR HAVER SAÍDO COM INCORREÇÃO) DESIGNO O DIA 06/06/2013 ÀS 08:00 HORAS PARA A COLETA DO MATERIAL PARA REALIZAÇÃO DO EXAME DE DNA NO NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA LOCALIZADO NO FÓRUM DAS FAMÍLIAS.05. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado.Lei Especial Nº 5.2013. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art.0001 . C/C O ART. 599. 125.Disponibilização: sexta-feira. Sr. inciso I ambos do Código de Processo Civil.2011.Processo 0308031-64. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.Dissolução REQUERENTE: L. de A. 125. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. e da Resolução nº.Procedimento Ordinário .8.05.P De ordem do Exmo.

ETC. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art.478/68 . 125. B. 599. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. ETC. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. A.P De ordem do Exmo.REQUERIDO: J. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. ADV: EMANOEL ROBSON ALVES DE MATOS (OAB 13305/BA) . E DA RESOLUÇÃO N.P De ordem do Exmo. ETC. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. de O. 125. 125. de O. INCISO II E IV.VISTOS. 125. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. 125. ADV: SILVYO FLAVIO SANTOS DE MENEZES (OAB 20192/BA) .0001 . c/c o Art.2013.REQUERENTE: K.2013. S.AUTOR: T. incisos II e IV. inciso I ambos do Código de Processo Civil. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. incisos II e IV. .0001 . INCISO II E IV.Lei Especial Nº 5. M. incisos II e IV. E DA RESOLUÇÃO N. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.2013. E DA RESOLUÇÃO N. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. C/C O ART. incisos II e IV. designo audiência de Conciliação Prévia para 23/05/2013 às 13:45 h. V. 125. c/c o Art. c/c o Art.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.0001 . C/C O ART. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. E DA RESOLUÇÃO N. . . Sr. 125. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. c/c o Art.0001 . 125. e da Resolução nº. ADV: LUIZ ALBERTO LOPES E SILVA (OAB 9470/BA) . Sr. . INCISO II E IV. R. ETC. INCISO II E IV. inciso I ambos do Código de Processo Civil. CIÊNCIA AO M. C/C O ART. C.2013. incisos II e IV.PDe ordem do Exmo.Processo 0325328-84. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. CIÊNCIA AO M. D. inciso I ambos do Código de Processo Civil. incisos II e IV.2013.05. Sr.P De ordem do Exmo.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. NOS TERMOS DO ART. B. 2 / Página 66 ADV: LUCIA DOS SANTOS TEIXEIRA (OAB 13777/BA) . designo audiência de Conciliação Prévia para 23/05/2013 às 09:00 horas.Processo 0324518-12. F.8. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. de S. inciso I ambos do Código de Processo Civil. e da Resolução nº. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. S. E DA RESOLUÇÃO N. NOS TERMOS DO ART.REQUERIDO: M. c/c o Art. C/C O ART. INCISO II E IV.0001 . C/C O ART.05. 125. .Disponibilização: sexta-feira. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. 599. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.Separação Litigiosa . E. ETC.RÉ: T. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. .AUTOR: H. inciso I ambos .º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. 599. E DA RESOLUÇÃO N. CIÊNCIA AO M.Divórcio Litigioso .REQUERIDA: A. 599. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .05. e da Resolução nº. INCISO II E IV. designo audiência de Conciliação Prévia para 23/05/2013 às 08:30 horas. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. CIÊNCIA AO M. INCISO II E IV. D. 125. E DA RESOLUÇÃO N.VISTOS. 599.REQUERENTE: V. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. 599. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. 599. .REQUERENTE: Z. CIÊNCIA AO M. ADV: EDIANE DOMINGUES TEIXEIRA (OAB 32914/BA) . A. .RÉU: Antonio de Jesus Silva . F. c/c o Art. 10 de maio de 2013 Cad.0001 .º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.Dissolução . 125. INCISO II E IV. 599.0001 . NOS TERMOS DO ART.P De ordem do Exmo. E DA RESOLUÇÃO N. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.Processo 0327623-94.VISTOS. ETC. incisos II e IV. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. incisos II e IV. 125. c/c o Art.Divórcio Litigioso Dissolução . NOS TERMOS DO ART.Procedimento Ordinário Reconhecimento / Dissolução . 599.05. dos S. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art.Dissolução .05. de A. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. e da Resolução nº. Sr. e da Resolução nº. e da Resolução nº. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. Sr. CIÊNCIA AO M.VISTOS. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. c/c o Art.Casamento . DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.P VISTOS. NOS TERMOS DO ART.Processo 0323853-93.8. 599. inciso I ambos do Código de Processo Civil. Sr.AUTOR: Aline Silva de Andrade . 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. NOS TERMOS DO ART.REQUERIDO: E. CIÊNCIA AO M. inciso I ambos do Código de Processo Civil. dos S. Sr. . R. designo audiência de Conciliação Prévia para 23/05/2013 às 15:15 horas. L.VISTOS. B. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. Sr.Alimentos . . 599.VISTOS. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.8. INCISO II E IV. ETC. INCISO I AMBOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. ADV: ADILSON DANTAS CONCEIÇÃO (OAB 17377/BA) . 125. inciso I ambos do Código de Processo Civil.8. de C. A. 599. . 599.2013.Processo 0324394-29. R.º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. ADV: ANTÔNIO MATTOS DE LIMA NETTO (OAB 20334/BA) . 125.P De ordem do Exmo. E. 599.2013. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art.Oferta .Divórcio Litigioso Dissolução .REQUERENTE: L. 125.º 06/ 2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO. ADV: NAIARA DE SOUSA SÁ BARRETO (OAB 18181/BA) .8. D. 599.Processo 0330618-80. de A. dos S. NOS TERMOS DO ART. designo audiência de Conciliação Prévia para 23/05/2013 às 14:00 horas. CIÊNCIA AO M. C/C O ART.REQUERIDO: M. C/C O ART.RÉ: I. O.P De ordem do Exmo. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.8. 125. NOS TERMOS DO ART. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA.0001 . S. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. .º 06/2008 DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTE ESTADO.Processo 0329166-35. ETC. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS. dos S. 125. CIÊNCIA AO M. . e da Resolução nº. NOS TERMOS DO ART. INTIMEM-SE AS PARTES E SEUS ADVOGADOS.05.Processo 0326544-80.VISTOS.VISTOS.Divórcio Litigioso . designo audiência de Conciliação Prévia para17/06/2013 às 09:30h. G.2013.05.Dissolução . designo audiência de Conciliação Prévia para 23/05/2013 às 10:00 horas. A. DESIGNO AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA. Juiz de Direito Coordenador deste Núcleo de Conciliação e nos termos do Art. B. E DA RESOLUÇÃO N.05. ETC.8.Divórcio Litigioso .8. C/ C O ART.REQUERENTE: I. . 599. C/C O ART.P De ordem do Exmo. 599.

8. relativo ao bloqueio realizado.RÉU: Kilson Reis Santos .Procedimento Ordinário .0001 . SOLON AUGUSTO KELMAN DE LIMA (OAB 11990/BA) . haja vista a manutenção. face à remissão do crédito tributário. Sem ônus para as partes.RÉU: Toldos Spinola Ind.AUTOR: Div Z Industria e Comercio de Confeccoesltda . acolheu a exceção de pré-executividade apresentada. se for a hipótese. inclusive com a retirada do seu nome dos cadastros de inadimplentes e consequente emissão de certidão negativa de débito. CARMEN LAIS OLIVEIRA PRATT (OAB 9421/BA).AUTOR: Fazenda Publica do Estado da Bahia . .00 (cem reais). reconhecendo a sua ilegitimidade passiva ad causam. do Código de Processo Civil.Vistos os autos da Ação de Execução Fiscal.AUTOR: Fazenda Publica do Estado da Bahia . 2 / Página 67 do Código de Processo Civil.05. Publiquese. julgada extinta a presente execução.2003. a fim de que sejam adotadas as providências necessárias no sentido de fornecer a esse juízo cópia(s) do(s) extrato(s) da(s) conta(s) judicial(is) vinculada(s) ao processo epigrafado.Disponibilização: sexta-feira. ao arquivamento dos autos.Reis Transportes e Terraplenagem Ltda .AUTOR: Dicel Refeicoes Coletivas Ltda . da Corregedoria Geral de Justiça. Do exposto. e Comercio Ltda Durante a tramitação do feito. combinado com o art.Processo 001211152.Processo 0121358-46. sendo exeqüente Fazenda Publica do Estado da Bahia e como executado(a) Toldos Spinola Ind. declaro por sentença.1987. Intimem-se. expeça-se alvará para liberação de valor depositado em conta judicial. 06/2008 do Egrégio Tribunal de Justiça deste Estado. em ambos os . com fulcro no art. ADV: ADILSON BRITO AGAPITO (OAB 10478/BA). Outrossim.8. da decisão proferida às fls. para a apresentação do laudo pericial conclusivo.Processo 002903292. FERNANDO JOSÉ SILVA TELLES (OAB 20653/BA) .RÉU: Superintentendete de Adm Tributaria da Secretaria da Faz do Est da Bahia . Atendida a referida providência. 70/90. JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO JERÔNIMO OUAIS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARIA ISTELA RIBEIRO DE BRITO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0254/2013 ADV: JULIANA MENDES SIMÕES (OAB 18096/BA).RÉU: Municipio de Salvador . etc. Dadas as razões expostas pelo Sr. JULIANA MENDES SIMÕES (OAB 18096/BA) . 46/48 que.DIREITO TRIBUTÁRIO .05. 1ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO JERÔNIMO OUAIS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARIA ISTELA RIBEIRO DE BRITO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0230/2013 ADV: CLÁUDIO CAIRO GONCALVES (OAB 13012/BA). intime-se a parte autora para sobre ele se manifestar. ADV: ARISTOTENES DOS SANTOS MOREIRA (OAB 10607/BA). RECEBO a apelação interposta às fls. Intimem-se. defiro o pleito formulado e concedo a prorrogação por mais 30 (trinta) dias.Processo 0032150-66.05. Dada a consistência dos motivos declinados pela Fazenda Pública Estadual às fls. de propriedade do excipiente.0001 . requer o ilustre procurador sua extinção.Execução Fiscal .Vistos. do Código Tributário Nacional.AUTOR: Ferreira Costa e Cia Ltda.1993.Processo 003647181. o pedido de arbitramento de honorários complementares. Intimem-se. Em seguida. Considerando.Execução Fiscal . procedendo-se às anotações devida.Mandado de Segurança .Mandado de Segurança .8. 156.Vistos. no prazo de 10 (dez) dias.18 Kilates Comercio de Joias Ltda .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .05.8. ADV: VIRGÍNIA COTRIM NERY (OAB 22275/BA). ADV: JULIANA MENDES SIMÕES (OAB 18096/BA) . OSVALDO OCTAVIO DE OLIVEIRA (OAB 457/BA). proceda à desvinculação do peticionante. EUGÊNIO LEITE SOMBRA (OAB 14289/BA) . no prazo de 72 (setenta e duas) horas.1992. 10 de maio de 2013 Cad. proceda-se à liberação imediata de quaisquer gravames eventualmente ainda incidentes sobre veículo de placa policial nº NZN-5555. ainda. ressalvada a hipótese de existência de outros débitos tributários não objeto desta demanda. II. IV. dê-se-lhe vista dos autos. etc.RÉU: Inspetor da Infaz Inspetoria Fazendaria Santo Antonio . para que.RÉU: Mercado Leste Assessoria de Vendas Ltda . LUIZ CLAUDIO GUIMARÃES (OAB 16497/BA). pelo Eg.8. etc. do Código de Processo Civil. do débito exequendo. e da Resolução nº. através do sistema BACEN-JUD. e Comercio Ltda . com base no que dispõe o artigo 795. Luiz Fernando Machado Costa Filho.2010. etc.2002.Nadja Reis Santos .AUTOR: Fazenda Publica do Estado da Bahia .05. Perito.0001 .Conforme provimento 10/ 2008. 772/775. arbitro multa diária no valor de R$ 100. Intimem-se. Havendo penhora.Vistos. Cumpra-se. a contar da publicação deste. De mais disso. Em caso de descumprimento do quanto determinado. designo audiência de Conciliação Prévia para 17/06/2013 às 09:00h.0001 . TJ/BA. para fins de arresto ou penhora.0001 .Execução Fiscal . oficie-se ao Banco do Brasil (Agência nº 3580-7). pratiquei o ato processual abaixo: Dê-se ciência às partes da baixa dos autos. À exequente. inclusive baixa na Distribuição.Milco Alimentos Ltda . a fim de que requeiram no prazo de 15 (quinze) dias o que entenderem de direito.05.Processo 0101227-16. 794.8.Vistos. expeça-se o ofício da baixa respectiva. ANA CRISTINA CARVALHO DE SOUSA (OAB 8954/BA) .0001 .

8.2011.0001 . 02 de maio de 2013 JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO JERÔNIMO OUAIS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARIA ISTELA RIBEIRO DE BRITO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0255/2013 ADV: FERNANDO JOSÉ SILVA TELLES (OAB 20653/BA).EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Processo 0374749-77. passível de correção de ofício (art.Execução Fiscal . no prazo de 30 (trinta) dias. 31/35. Salvador.Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça. etc.8.Execução Fiscal .0001 . Intime-se a parte executada para que. 138.Execução Fiscal .62 a 88 . ADV: EUGÊNIO LEITE SOMBRA (OAB 14289/BA). dê-se vista dos autos ao Município de Salvador.AUTOR: Fazenda Publica do Estado da Bahia .2006.AUTOR: Municipio de Salvador . mantendo-a inalterada em todos os seus demais termos.EXECUTADO: Sarkis Recidos Ltda . Revendo os autos.AUTOR: Jose Valmar Morais de Jesus RÉU: Município de Salvador . etc.Disponibilização: sexta-feira. ADV: EUGÊNIO LEITE SOMBRA (OAB 14289/BA).Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça. já que preenchidos os requisitos legais de admissibilidade. remetam-se os autos ao egrégio Tribunal de Justiça da Bahia para julgamento do apelo.Processo 0165030-02. 10 de maio de 2013 Cad. Prazo de lei. Salvador.RÉ: Verena Gomes Costa . Intime-se.Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça.8. por seu procurador. cópia da certidão de inteiro teor da matrícula do imóvel sobre o qual recai a exação exequenda.0001 . devidamente constituído.Vistos.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .05.Vistos. caso tenha sido citado e constituído advogado nos autos. 02 de maio de 2013. Universidade Regional da Bahia Ltda.Dívida Ativa . etc.RÉU: Banco Economico Sa Credito Imobiliario . Intime-se.2005.Dívida Ativa .EXECUTADO: Rebeca Lussac Kiperman .2009.8. Anotem-se no SAJ e na capa dos autos os nomes dos advogados da executada. PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . se manifestar aceca da contestação anexada aos autos. 12. trata-se de mero erro material.Processo 0126739-98.Procedimento Ordinário .Vistos.0001 . FERNANDO JOSÉ SILVA TELLES (OAB 20653/BA) .AUTOR: Fazenda Publica do Estado da Bahia RÉU: Joabe Santos da Fonseca .05.Processo 0073366-45. sob pena de preclusão.05.2012.05. LAÍS GRAMACHO COLARES (OAB 30659/BA).Analista judiciário ADV: JOSÉ NERES DOS SANTOS (OAB 33638/BA). 31. Intime-se. manifeste-se acerca da exceção de pré-executividade apresentada pela parte executada e/ou pelo corresponsável tributário e documentos que a instrui (fls. com as cautelas de praxe.2000.Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça. da Corregedoria Geral de Justiça. colacionando aos autos. 463.Embale Comercio de Embalagens e Produtos Plasticos Ltda . Após. Salvador. ADV: TATIANE RIBAS PINTO (OAB 20341/BA).2004. inciso I. Intimem-se. Diretora de Secretaria.Execução Fiscal .Jose Martins de Jesus . 08 de maio de 2013. condenei a parte executada ao pagamento de custas processuais.8. etc. verifico que embora tenha a exequente requerido a extinção do feito sem ônus para as partes (fls.0001 .EXECUTADO: Antonio Fernandes de Almeida . querendo. Intimem-se.0001 .05. Intimemse. 64/95).0001 . 02 de maio de 2013 ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA). pratiquei o ato processual abaixo: Defiro o pedido de fl.05. manifeste-se acerca do quanto deduzido pela exequente às fls.Execução Fiscal .2003.Execução Fiscal .Germinia Mata de Aquino .1999. Intimem-se.Processo 017034630.8.Execução Fiscal . e como tal.AUTOR: Municipio do Salvador . no prazo de 10 (dez) dias.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .0001 .0001 . ADV: EMANUEL FARO BARRETTO (OAB 23776/BA) . 17). DIEGO MONTENEGRO SAMPAIO E SILVA (OAB 23807/BA) .RÉU: Banco Mercantil de Pernambuco Sociedade Anonima . para que. Salvador. Prazo de Lei. ADRIANO JOSÉ BORGES SILVA (OAB 17025/BA) . Intimem-se. ADV: TARCISIO LEAO DA SILVA (OAB 15639/PE).Fonseca Transportes e Servicos de Cargas Ltda . do CPC). para apresentar contrarrazões no prazo de 15 (quinze) dias.Execução Fiscal . junte aos autos o título de propriedade do imóvel oferecido à penhora. CARLOS JOEL PEREIRA (OAB 10217/BA) .8. Jerônimo Ouais Santos Juiz de Direito Titular ADV: EMANUEL FARO BARRETTO (OAB 23776/BA). 14. razão pela RETIFICO a sentença tão somente para declarar a inexistência de ônus para as partes. pratiquei o ato processual abaixo: Deferido o pedido de carga formulado à fl.Processo 003783439. Intime-se e cumpra-se.05. Intime-se o executado.8. inclusive. ELMANO PORTUGAL NETO (OAB 8419/BA) .AUTOR: Municipio do Salvador . Salvador. ANA KARINA PINTO DE CARVALHO SILVA (OAB 23844/BA) .Processo 004135172. EMANUEL FARO BARRETTO (OAB 23776/BA). JOÃO FRANCISCO ALVES ROSA (OAB 17023/BA). . pratiquei o ato processual abaixo: Defiro o pedido formulado à fl. 08 de maio de 2013 Maria Istela Ribeiro de Brito.AUTOR: Municipio do Salvador . Dêse vista dos autos à exequente para que. no prazo de 10 (dez) dias. pratiquei o ato processual abaixo: Intime-se a parte autora para. Intime-se a peticionante. Nara Maria.Processo 0091231-86.Conforme provimento 10/2008.RÉU: Sames Servico de Assistencia Medica de Salvador Ltda . Ora. Salvador(BA). pratiquei o ato processual abaixo: Intime-se a parte Autora para manifestar-se no prazo de Lei acerca da contestação e documentos que a acompanham de fls.DIREITO TRIBUTÁRIO . 16 de abril de 2013.05.8. 2 / Página 68 efeitos.Vistos.Processo 0004191-76.05. BRUNO NOU SAMPAIO (OAB 25938/BA) . indicados às fls. Após.

inclusive baixa na Distribuição.Vistos. com base no que dispõe o artigo 795. ao arquivamento dos autos. relativo ao bloqueio realizado.Vistos os autos da Ação de Execução Fiscal. Publique-se.2004. Havendo penhora. Intime-se o executado. do Código de Processo Civil.Vistos os autos da Ação de Execução Fiscal. relativo ao bloqueio realizado. ao arquivamento dos autos. 794. tendo em vista que o devedor satisfez a obrigação.05. face ao pagamento do débito pelo executado.Vistos os autos da Ação de Execução Fiscal.0001 . . Em seguida. 794. se for a hipótese. na forma do art. Intimem-se. caput.2011.2011. no endereço indicado à fl.Processo 0096752-36.Processo 0026668-10. 156. ADV: EUGÊNIO LEITE SOMBRA (OAB 14289/BA) .Processo 0156546-66. através do sistema BACEN-JUD. Em seguida.Execução Fiscal .AUTOR: Municipio de Salvador . através do sistema BACEN-JUD. sendo exeqüente Municipio de Salvador e como executado(a) Encol Sa Engenharia Comercio e Industria. procedendo-se às anotações devida. Durante a tramitação do feito.RÉU: Encol Sa Engenharia Comercio e Industria . declaro por sentença.0001 . com fulcro no art. com base no que dispõe o artigo 795. combinado com o art.Execução Fiscal . Havendo penhora. 10 de maio de 2013 Cad. etc. sendo exeqüente Municipio de Salvador e como executado(a) Const Incor Rocha Correia.830/80.8. com fulcro no art. emitido pelo sistema BACEN-JUD. I. caso tenha sido citado e constituído advogado nos autos. Publique-se. do Código de Processo Civil. Intimem-se.Processo 0154776-38.2007.Dívida Ativa AUTOR: Municipio de Salvador .Execução Fiscal . OLVANIR ANDRADE DE CARVALHO (OAB 2045/GO). requer o ilustre procurador sua extinção. para que não se frustre a ordem judicial. inciso III.830/80 (LEF). se for a hipótese. para fins de arresto ou penhora. Do exposto. em ambos os efeitos. do Código de Processo Civil. relativo ao bloqueio realizado.05.Execução Fiscal .Processo 0118140-34. expeça-se alvará para liberação de valor depositado em conta judicial. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . etc. da Lei nº 6. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . expeça-se o ofício da baixa respectiva.05. c/c os arts.2003. 156. expeça-se o ofício da baixa respectiva. do Código de Processo Civil. Durante a tramitação do feito. lavrese o termo de arresto e intime-se a exequente para requerer a citação editalícia e a subsequente conversão do arresto em penhora. face ao pagamento do débito pelo executado. relativo ao bloqueio realizado. declaro por sentença. julgada extinta a presente execução. com base no que dispõe o artigo 795. Após. I. do Código Tributário Nacional. através do sistema BACEN-JUD.DIREITO TRIBUTÁRIO . Durante a tramitação do feito. ao arquivamento dos autos. julgada extinta a presente execução. na forma do art. do Código Tributário Nacional. Custas pelo devedor. com as cautelas de praxe.Execução Fiscal . expeça-se alvará para liberação de valor depositado em conta judicial. requer o ilustre procurador sua extinção. Intimem-se. Publique-se esta decisão no DJe somente após a comunicação de realização do bloqueio. De mais disso. sob pena de preclusão. I. Havendo penhora. Jerônimo Ouais Santos Juiz de Direito Titular ADV: EUGÊNIO LEITE SOMBRA (OAB 14289/BA) . inclusive baixa na Distribuição.Vistos. Junte-se o detalhamento da ordem de bloqueio. tendo em vista que o devedor satisfez a obrigação. procedendo-se às anotações devida.EXECUTADO: Denise Carvalho Barbosa . remetam-se os autos ao egrégio Tribunal de Justiça da Bahia para julgamento do apelo. Publique-se. De mais disso. Havendo penhora. para fins de arresto ou penhora.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . desde já. requer o ilustre procurador sua extinção. expeça-se o ofício da baixa respectiva.AUTOR: Municipio do Salvador . Custas pelo devedor. do Código de Processo Civil.8.8. ao arquivamento dos autos.0001 . do Código Tributário Nacional. para fins de arresto ou penhora.05. inclusive baixa na Distribuição.0001 . do Código Tributário Nacional. expeça-se alvará para liberação de valor depositado em conta judicial. para fins de arresto ou penhora.0001 . com fulcro no art. 655-A. expeça-se o ofício da baixa respectiva.AUTOR: Fazenda Publica Estadual . através do sistema BACEN-JUD.05. Intimem-se.Processo 0066606-27.Execução Fiscal . EUGÊNIO LEITE SOMBRA (OAB 14289/BA) . do Código de Processo Civil. Remetam-se os autos ao Eg. Não sendo encontrado o executado para citação.05.AUTOR: Municipio de Salvador . para apresentar contrarrazões no prazo de 15 (quinze) dias. Intimem-se. defiro. Do exposto. ADV: JULIANA MENDES SIMÕES (OAB 18096/BA) .Disponibilização: sexta-feira. Cumpra-se. face ao pagamento do débito pelo executado. por mandado. tendo em vista que o devedor satisfez a obrigação. para fins de arresto. Do exposto. Do exposto. I.RÉU: Guilherme Pedriza Brandao .Vistos os autos da Ação de Execução Fiscal.Execução Fiscal . requer o ilustre procurador sua extinção.8. Em seguida. se for a hipótese. De mais disso. o requerimento de bloqueio de ativos financeiros de propriedade do executado. 8º da Lei nº 6. através do sistema BACEN-JUD. 7º. I. sendo exeqüente Municipio de Salvador e como executado(a) Habitacao e Urbanizacao da Bahia Urbis.AUTOR: Municipio de Salvador . para os fins do art. Após o bloqueio e a transferência do respectivo o valor para uma conta judicial remunerada junto ao Banco do Brasil. I. 2 / Página 69 ADV: EMANUEL FARO BARRETTO (OAB 23776/BA) . Custas pelo devedor. 794. combinado com o art.EXECUTADO: Sistemaq Sistemas e Maquinas Salvador Ltda . Tribunal de Justiça em reexame necessário. declaro por sentença. com base no que dispõe o artigo 795. procedendo-se às anotações devida. Salvador(BA). 794. Custas pelo devedor. julgada extinta a presente execução. sendo exeqüente Municipio do Salvador e como executado(a) Denise Carvalho Barbosa.RÉU: Antonio Soares Lima . etc. até o valor do débito exequendo constante da inicial. com fulcro no art. ADV: ADEMAR AMORIM JUNIOR (OAB 25974AG/O). 654 do CPC. expeça-se alvará para liberação de valor depositado em conta judicial.2003.8. Durante a tramitação do feito. combinado com o art. julgada extinta a presente execução. combinado com o art. Cite-se o executado. 156. face ao pagamento do débito pelo executado. 156. já que preenchidos os requisitos legais de admissibilidade.RÉU: Const Incor Rocha Correia .05. procedendo-se às anotações devida. I.8. Cumpra-se.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . 02 de maio de 2013. Em seguida.EXECUTADO: Habitacao e Urbanizacao da Bahia Urbis . De mais disso. se for a hipótese. com as cautelas de praxe. do CPC.0001 .2002. tendo em vista que o devedor satisfez a obrigação.Processo 0154717-16. Intimem-se.Vistos.0001 . do Código de Processo Civil. declaro por sentença. 18. inclusive baixa na Distribuição. I.8. do Código de Processo Civil. RECEBO a apelação interposta às fls. Publique-se. 43/55.

para fins de arresto ou penhora. Prazo de lei. expeça-se o ofício da baixa respectiva.DIREITO TRIBUTÁRIO . 09 de maio de 2013. Em seguida. Nara Maria.Execução Fiscal . do Código Tributário Nacional. Intimem-se.RÉU: Josemita Almeida Brandao Reboucas .Dívida Ativa .EXECUTADO: Rosineide Jesus de Oliveira . Salvador. I. I. pelo prazo de lei. através do sistema BACEN-JUD. De mais disso. requer o ilustre procurador sua extinção. expeça-se alvará para liberação de valor depositado em conta judicial. ao final do qual deverá ser dada vista dos autos à Fazenda Municipal. Publique-se.Processo 0080319-54. Intimem-se.8.8. pratiquei o ato processual abaixo: Dê-se vista à Fazenda Municipal do petitório de fls. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . 2 / Página 70 ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .0001 . Durante a tramitação do feito. ao arquivamento dos autos. Em seguida.Vistos os autos da Ação de Execução Fiscal.2011. I. com base no que dispõe o artigo 795. dêse vista dos autos à Fazenda Pública. Durante a tramitação do feito.RÉU: Frederico J da S Costa . com fulcro no art. etc.Dívida Ativa . do Código de Processo Civil.05. do Código de Processo Civil.Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça. do CTN e art. sendo exeqüente Municipio do Salvador e como executado(a) Rosineide Jesus de Oliveira. I Salvador. Intimem-se. combinado com o art. com fulcro no art. do Código Tributário Nacional. procedendo-se às anotações devida. com fulcro no disposto no art. pelo prazo de 180 (cento e oitenta dias). Do exposto. se for a hipótese.05. Em seguida.Execução Fiscal .05. requer o ilustre procurador sua extinção. tendo em vista que o devedor satisfez a obrigação. com base no que dispõe o artigo 795.Execução Fiscal .AUTOR: Municipio de Salvador . ao arquivamento dos autos. Decorrido o prazo indicado na petição retro. declaro por sentença. nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente. Do exposto. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . defiro o pedido de fls. através do sistema BACEN-JUD.Vistos.Vistos os autos da Ação de Execução Fiscal. PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/ BA) . do Código de Processo Civil. Publique-se.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO JERÔNIMO OUAIS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARIA ISTELA RIBEIRO DE BRITO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0256/2013 ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .8. ao arquivamento dos autos. combinado com o art. sendo exeqüente Municipio do Salvador e como executado(a) Angelina de Freitas V Pereira.Analista judiciário ADV: EUGÊNIO LEITE SOMBRA (OAB 14289/BA) . requer o ilustre procurador sua extinção. se for a hipótese. Do exposto. 156.Processo 0057174-08.05. tal como noticiado pela exequente.Vistos. inclusive baixa na Distribuição. Suarez Ltda Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça. declaro por sentença.2007. Havendo penhora.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . Durante a tramitação do feito. tendo em vista que o devedor satisfez a obrigação.Dívida Ativa .Execução Fiscal . inc.Processo 0067456-81. do CPC.Processo 0014724-79. II. expeça-se o ofício da baixa respectiva. I. 27 e determino a suspensão do curso do feito executivo. face ao pagamento do débito pelo executado.8. 265.AUTOR: Municipio do Salvador . declaro por sentença. face ao pagamento do débito pelo executado.Execução Fiscal . I.0001 . procedendo-se às anotações devida. Custas pelo devedor.2008. tendo em vista que o devedor satisfez a obrigação. sendo exeqüente Municipio do Salvador e como executado(a) Sixx Automacao Comercial e Informatica Ltda. Havendo penhora.Execução Fiscal .0001 .AUTOR: Municipio do Salvador . expeça-se o ofício da baixa respectiva. etc. Cumpra-se. . 156. 794.0001 . expeça-se alvará para liberação de valor depositado em conta judicial. do Código de Processo Civil.Vistos os autos da Ação de Execução Fiscal.2009. Intimem-se. De mais disso.05. 794. 10 de maio de 2013 Cad. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA). Custas pelo devedor. para fins de arresto ou penhora. para fins de arresto ou penhora. Havendo penhora. através do sistema BACEN-JUD. com fulcro no art. relativo ao bloqueio realizado.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . relativo ao bloqueio realizado. noticiada nos autos pela exequente e.Disponibilização: sexta-feira.RÉU: Antonio Fernandes de Almeida . 156. procedendo-se às anotações devida. expeça-se alvará para liberação de valor depositado em conta judicial. 794. 44/46.0001 . do Código de Processo Civil.AUTOR: Municipio do Salvador .RÉU: Const. julgada extinta a presente execução.RÉU: Angelina de Freitas V Pereira . pratiquei o ato processual abaixo: * Defiro o quanto requerido à fl.0001 . inclusive baixa na Distribuição.2007. MANUELA MENEZES SILVA (OAB 37377/BA) Processo 0076256-25.8.8. Intimem-se. face ao pagamento do débito pelo executado. Publique-se.2011.2002. Tendo em vista a celebração do parcelamento. 124. 09 de maio de 2013 Nara Maria.Processo 0052610-44. com base no que dispõe o artigo 795.0001 . do Código Tributário Nacional. 151.Analista judiciário.Processo 0188179-22.05. Face à possibilidade de extinção do débito exequendo mediante compensação de créditos tributários. se for a hipótese.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Execução Fiscal . relativo ao bloqueio realizado.05. combinado com o art. do Código de Processo Civil. inclusive baixa na Distribuição. julgada extinta a presente execução. De mais disso. Custas pelo devedor. I. suspendo o curso do processo executivo.8. julgada extinta a presente execução. ADV: DIEGO MONTENEGRO SAMPAIO E SILVA (OAB 23807/BA). VI.EXECUTADO: Sixx Automacao Comercial e Informatica Ltda .

ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . ao final do qual deverá ser dada vista dos autos à Fazenda Municipal. do Código de Processo Civil. se for a hipótese. inclusive baixa na Distribuição. do Código de Processo Civil. Intimem-se. inclusive baixa na Distribuição. a pedido da Municipalidade. ADV: EMANUEL FARO BARRETTO (OAB 23776/BA) . do Código de Processo Civil. requer o ilustre procurador sua extinção. I. PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) Processo 0086216-63. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . julgada extinta a presente execução. De mais disso. face ao pagamento do débito pelo executado.05. Do exposto. Publique-se. se for a hipótese. procedendo-se às anotações devida. Havendo penhora. Intimem-se. Em seguida.Processo 0191705-31. requer o ilustre procurador sua extinção. através do sistema BACEN-JUD.05. face ao pagamento do débito pelo executado. sendo exeqüente Municipio do Salvador e como executado(a) Manoel Esteves Marquez. do Código de Processo Civil.DIREITO TRIBUTÁRIO . do Código de Processo Civil. Após o trânsito em julgado da referida sentença.05.DIREITO TRIBUTÁRIO . com fulcro no art. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . combinado com o art. sendo exeqüente Municipio do Salvador e como executado(a) Jorailda Dosino Dias Paixao.2007.0001 .EXECUTADO: Manoel Esteves Marquez . do Código Tributário Nacional. Durante a tramitação do feito.Dívida Ativa . arquivem-se os autos com a devida baixa na Distribuição.Execução Fiscal . requer o ilustre procurador sua extinção. 794. Custas pelo devedor.8.DIREITO TRIBUTÁRIO . declaro por sentença.AUTOR: Municipio do Salvador .Execução Fiscal .Processo 0100536-21.2008.05. com fulcro no art. 794. I.8. ao arquivamento dos autos.DIREITO TRIBUTÁRIO . Intimem-se. combinado com o art.0001 . relativo ao bloqueio realizado.Execução Fiscal .8. Do exposto. inclusive baixa na Distribuição.EXEQUENTE: Municipio do Salvador EXECUTADO: Jorailda Dosino Dias Paixao . JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO JERÔNIMO OUAIS SANTOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARIA ISTELA RIBEIRO DE BRITO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0257/2013 ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . I. Intimem-se.Vistos os autos da Ação de Execução Fiscal. tendo em vista que o devedor satisfez a obrigação.8. relativo ao bloqueio realizado. Durante a tramitação do feito. 156. Havendo penhora. do Código de Processo Civil.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . com base no que dispõe o artigo 795. através do sistema BACEN-JUD. Intimem-se. Havendo penhora. com fulcro no art. do Código de Processo Civil.8. ao arquivamento dos autos.Processo 0122531-61. do Código Tributário Nacional. sendo exeqüente Municipio do Salvador e como executado(a) Fanny Gamacho de Herrera. 2 / Página 71 ADV: FLÁVIA UCKONN OLIVEIRA (OAB 23083/BA). em decorrência do pagamento do crédito exequendo pelo devedor (fls. expeça-se alvará para liberação de valor depositado em conta judicial. Tendo sido a presente execução fiscal extinta. julgada extinta a presente execução. Em seguida. 20.2011.EXECUTADO: Ciplan Empreendimentos Imobiliários Ltda . 156.Processo 0133570-55. Publique-se. face ao pagamento do débito pelo executado.0001 . face ao pagamento do débito pelo executado.Vistos. se for a hipótese. expeça-se alvará para liberação de valor depositado em conta judicial. do Código Tributário Nacional. declaro por sentença.Execução Fiscal . pelo prazo de lei. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .EXEQUENTE: Municipio do Salvador . Durante a tramitação do feito. sendo exeqüente Municipio de Salvador e como executado(a) Afranio Nuno de Barros Pereira. I. para fins de arresto ou penhora. através do sistema BACEN-JUD. De mais disso. se for a hipótese. defiro o pedido de fls. Publique-se.Vistos os autos da Ação de Execução Fiscal. De mais disso.Processo 0084830-95. através do sistema BACEN-JUD. Publique-se.0001 .Vistos os autos da Ação de Execução Fiscal. etc.EXECUTADO: Afranio Nuno de Barros Pereira . 794. Face à possibilidade de extinção do débito exequendo mediante compensação de créditos tributários. julgada extinta a presente execução. com base no que dispõe o artigo 795.RÉU: Fernandez Empreendimentos e Construções Ltda .Execução Fiscal . relativo ao bloqueio realizado.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de . procedendo-se às anotações devida. I. pelo prazo de 180 (cento e oitenta dias).8. tendo em vista que o devedor satisfez a obrigação. expeça-se o ofício da baixa respectiva. 156.05.8. Custas pelo devedor. com fulcro no art.Execução Fiscal . expeça-se o ofício da baixa respectiva. para fins de arresto ou penhora.Vistos. com base no que dispõe o artigo 795.05. Em seguida. 17).EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Disponibilização: sexta-feira.05. tal como noticiado pela exequente. com base no que dispõe o artigo 795. tendo em vista que o devedor satisfez a obrigação.0001 . para fins de arresto ou penhora.2009.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .2009. do Código Tributário Nacional. Durante a tramitação do feito. De mais disso. julgada extinta a presente execução. procedendo-se às anotações devida. tendo em vista que o devedor satisfez a obrigação.EXEQUENTE: Municipio de Salvador .Execução Fiscal .0001 . Em seguida. Havendo penhora.Vistos os autos da Ação de Execução Fiscal. expeça-se alvará para liberação de valor depositado em conta judicial. Custas pelo devedor. Intimem-se. requer o ilustre procurador sua extinção. Do exposto. declaro por sentença. inclusive baixa na Distribuição. expeça-se alvará para liberação de valor depositado em conta judicial. ao arquivamento dos autos. 25 e determino a suspensão do curso do feito executivo. do Código de Processo Civil. 156.2011. I. Custas pelo devedor. resta prejudicado o pleito de fls. I. I.0001 . combinado com o art. combinado com o art.Processo 0103638-56. Do exposto. 794. para fins de arresto ou penhora. expeça-se o ofício da baixa respectiva. declaro por sentença. procedendo-se às anotações devida.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . 10 de maio de 2013 Cad. expeça-se o ofício da baixa respectiva.2011.EXECUTADO: Fanny Gamacho de Herrera . relativo ao bloqueio realizado. ao arquivamento dos autos. etc.

dêse vista dos autos à Fazenda Pública.Execução Fiscal . etc. Intimem-se.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda .Vistos.DIREITO TRIBUTÁRIO . dêse vista dos autos à Fazenda Pública. com fulcro no disposto no art. inc. 151.8. com fulcro no disposto no art. do CTN e art. VI. VI.2011. do CPC. inc. noticiada nos autos pela exequente e.DIREITO TRIBUTÁRIO .EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda .Execução Fiscal . Tendo em vista a celebração do parcelamento.DIREITO TRIBUTÁRIO .Processo 0084832-65. nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente. Decorrido o prazo indicado na petição retro.Vistos.8. do CPC. dêse vista dos autos à Fazenda Pública. do CTN e art.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda .05. suspendo o curso do processo executivo. do CTN e art. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . 265.Processo 0084983-31. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . VI. com fulcro no disposto no art.05. Decorrido o prazo indicado na petição retro. Tendo em vista a celebração do parcelamento.Execução Fiscal . Intimem-se.2011. Intimem-se. II. com fulcro no disposto no art.DIREITO TRIBUTÁRIO . suspendo o curso do processo executivo. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . 265. do CTN e art. do CTN e art.Processo 0084879-39. com fulcro no disposto no art. suspendo o curso do processo executivo. inc. do CTN e art. do CTN e art.Processo 0084958-18.0001 . inc. do CTN e art. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . II.Execução Fiscal .Vistos. Intimem-se. 265.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Vistos. Intimem-se.0001 .Execução Fiscal . com fulcro no disposto no art. 151. II.8.2011. inc. do CTN e art. 2 / Página 72 Servicos de Estacionamentos Ltda . nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . noticiada nos autos pela exequente e.0001 .Execução Fiscal . Tendo em vista a celebração do parcelamento. do CPC. do CPC.Vistos. 265. dêse vista dos autos à Fazenda Pública.DIREITO TRIBUTÁRIO . 151.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente.Processo 0084980-76. do CPC.05.05. com fulcro no disposto no art. inc. II.Processo 0084869-92.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda .05.8. inc.Execução Fiscal . 10 de maio de 2013 Cad. 151. suspendo o curso do processo executivo. do CPC.Execução Fiscal . Tendo em vista a celebração do parcelamento. suspendo o curso do processo executivo. noticiada nos autos pela exequente e. Intimem-se.DIREITO TRIBUTÁRIO . suspendo o curso do processo executivo. 151. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . dêse vista dos autos à Fazenda Pública. do CPC. II. noticiada nos autos pela exequente e.Vistos.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .2011.2011.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . do CPC.Processo 0084880-24. VI. 151. Tendo em vista a celebração do parcelamento. 151.05. Decorrido o prazo indicado na petição retro. etc. Tendo em vista a celebração do parcelamento.DIREITO TRIBUTÁRIO .Processo 0084919-21. Decorrido o prazo indicado na petição retro. II.0001 . noticiada nos autos pela exequente e. nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente.DIREITO TRIBUTÁRIO . etc. etc. noticiada nos autos pela exequente e. 265.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . dêse vista dos autos à Fazenda Pública. 265.Processo 0084892-38. nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente.0001 . com fulcro no disposto no art. dêse vista dos autos à Fazenda Pública. Decorrido o prazo indicado na petição retro.05. Tendo em vista a celebração do parcelamento. noticiada nos autos pela exequente e. com fulcro no disposto no art. 151. inc.0001 .0001 . do CPC. etc. etc.2011. 265. do CTN e art.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .EXEQUENTE: Municipio do Salvador . II.8. Decorrido o prazo indicado na petição retro. Tendo em vista a celebração do parcelamento. II. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . Intimem-se.Execução Fiscal . com fulcro no disposto no art. dêse vista dos autos à Fazenda Pública. etc.0001 . Tendo em vista a celebração do parcelamento.05. noticiada nos autos pela exequente e. suspendo o curso do processo executivo. VI. VI. noticiada nos autos pela exequente e.Vistos.Vistos.Vistos.2011. Decorrido o prazo indicado na petição retro.Vistos. nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente. do CPC. nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente. II. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .8. Decorrido o prazo indicado na petição retro. 151.8.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .2011. inc. suspendo o curso do processo executivo.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente.8. II. 265.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .DIREITO TRIBUTÁRIO . etc. Intimem-se. Tendo em vista a celebração do parcelamento. VI. 151. Intimem-se. 265. 265. suspendo o curso do processo . etc.05. etc.8. VI.2011. VI. noticiada nos autos pela exequente e. suspendo o curso do processo executivo. nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente. dêse vista dos autos à Fazenda Pública.0001 . Decorrido o prazo indicado na petição retro.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . inc.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . VI.Disponibilização: sexta-feira.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda .

Intimem-se. Tal reclassificação implicaria em apagar do sistema um processo que teve o seu procedimento regular.Processo 002737969. nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente. suspendo o curso do processo executivo.18/37).RÉU: Pavter Servicos Ambientais Ltda .2011. porque: Com a sentença proferida no bojo desta ação. 265. 265.Execução Fiscal . em sendo acatada a sugestão.8. do CPC.Execução Fiscal .EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . Não há como atender o pedido formulado pela executada PAVTER ENGENHARIA LTDA.05.Processo 0085011-96.2011. Nesse caso. etc. 151. cópia da que apresentou às fls. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . tendo como exequente o Município de Salvador e como executada a PAVTER.05.DIREITO TRIBUTÁRIO . só que em seu nome.Vistos. VI. suspendo o curso do processo executivo.Execução Fiscal . Intimem-se. dêse vista dos autos à Fazenda Pública.Processo 0085023-13. o profissional beneficiário deverá ingressar com uma petição. nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente. o patrono da executada. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .Execução Fiscal . suspendo o curso do processo executivo. 265.0001 .2011. noticiada nos autos pela exequente e. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . no prazo de 30 (trinta) dias.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Execução Fiscal .Processo 0088802-44. nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente. DIEGO MARCEL COSTA BOMFIM (OAB 30081AB/A) .Processo 0085032-72. Dê-se vista dos autos à exequente para que. com fulcro no disposto no art. etc. como execução fiscal que é. 151.AUTOR: Municipio de Salvador . demonstrativo de calculo e requerendo o processamento regular. 2ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUÍZO DE DIREITO DA 2ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO AIDÊ OUAIS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL IRACEMA CARVALHO DE FREITAS BATISTA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0190/2013 ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA). VI.Liquidação / Cumprimento / Execução . do CPC. do CTN e art.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . 151. dêse vista dos autos à Fazenda Pública. dêse vista dos autos à Fazenda Pública.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .05.Vistos. 251. suspendo o curso do processo executivo.8. Decorrido o prazo indicado na petição retro. dêse vista dos autos à Fazenda Pública. inclusive. VI. 151. fazendo a juntada de cópia do julgado (título) executivo. etc.Vistos. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . inc.8.0001 . execução de honorários decorrentes da sucumbência. do CTN e art. Tendo em vista a celebração do parcelamento. noticiada nos autos pela exequente e. inc. com fulcro no disposto no art. II. etc. Intimem-se. Intimem-se.2011. do CTN e art. 265.0001 . ou seja. dêse vista dos autos à Fazenda Pública.Vistos.0001 . colocando como executado o Município. . inc.8. Decorrido o prazo indicado na petição retro.Dívida Ativa . etc.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . noticiada nos autos pela exequente e. manifeste-se acerca da exceção de pré-executividade apresentada pela parte executada e documentos que a instrui (fls. Tendo em vista a celebração do parcelamento. de modo a fazer constar nestes autos como exequente. noticiada nos autos pela exequente e. Decorrido o prazo indicado na petição retro. inc.0001 .05.Processo 0084987-68.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda .05. do CTN e art.2009.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .1998. noticiada nos autos pela exequente e.Vistos. Intimem-se. Tendo em vista a celebração do parcelamento. VI. à fl.EXECUTADO: Edmundo Amissi Garcia . do CPC. 10 de maio de 2013 Cad. o processo prosseguirá da forma como vem se desenvolvendo.8. dêse vista dos autos à Fazenda Pública. com fulcro no disposto no art.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . deverá requerer que sejam desconsiderados todos os atos do processo. 151. Tendo em vista a celebração do parcelamento.DIREITO TRIBUTÁRIO .EXEQUENTE: Municipio do Salvador . etc.Processo 0084994-60.0001 . 2 / Página 73 executivo. Caso contrário. Decorrido o prazo indicado na petição retro.Execução Fiscal . suspendo o curso do processo executivo. II.DIREITO TRIBUTÁRIO . Só que através de uma nova ação.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . II.Vistos. a partir da folha 245.0001 . junto ao órgão distribuidor. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .DIREITO TRIBUTÁRIO . Intimem-se. Decorrido o prazo indicado na petição retro.Vistos. VI.05.05. no que tange à reclassificação do feito.DIREITO TRIBUTÁRIO . II. Decorrido o prazo indicado na petição retro.8.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente.245/246. Tendo em vista a celebração do parcelamento. II. com fulcro no disposto no art. do CPC.Execução Fiscal . nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente.8.2011.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . do CTN e art.Disponibilização: sexta-feira. do CPC. Intimem-se. nos termos do quanto expressamente requerido pela exequente. inc. etc. 265. Infelizmente o sistema não aceita e a inaceitação é lógica. com fulcro no disposto no art. E. e como executado o MUNICIPIO DE SALVADOR. nasceu para o patrono da executada o direito de buscar os honorários sucumbenciais.

05.Execução Fiscal .EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento.0001 .EXEQUENTE: Municipio do Salvador . reiterada à fl.8.2011. 07 de maio de 2013. 07 de maio de 2013.05.Execução Fiscal . do CTN. 2) P. I. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. inciso I. depende da liquidação.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .EXEQUENTE: Municipio do Salvador .DIREITO TRIBUTÁRIO .0001 . Salvador.Processo 0084962-55. 07 de maio de 2013. 2) P. 08/14 e 16/ 20.8. do CTN. do CTN.Vistos etc. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . Inciso II. 08 de maio de 2013 Eliene Teixeira Reis Subescrivã designada ADV: ANTONIO CARLOS NOGUEIRA REIS (OAB 2043/BA) .05.Processo 0084833-50. I.2011.Execução Fiscal .2011. I. 08/14 e 16/ 20.Processo 0085008-44.Execução Fiscal .2011. defiro o pedido de suspensão do andamento do feito com base no artigo 151. 2) P. reiterada à fl. 15 e documentos de fls.8. inciso I. de maio de 2013.DIREITO TRIBUTÁRIO .EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda .EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. I. inciso I. 15 e documentos de fls. 13 e documentos de fls. É que. 15 e documentos de fls. do CTN. c/c o artigo 265. 10 de maio de 2013 Cad. I. Inciso II.Processo 0084998-97. 07 de maio 2013. ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) .DIREITO TRIBUTÁRIO . 08/14 e 16/20. 07. Após a liquidação e homologação judicial do montante encontrado é que a compensação ou restituição se tornará impositiva.Vistos etc. do CTN. reiterada à fl.Vistos etc. defiro o pedido de suspensão do andamento do feito com base no artigo 151. do CPC.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda .8.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . 15 e documentos de fls. defiro o pedido de suspensão do andamento do feito com base no artigo 151.Execução Fiscal .8.DIREITO TRIBUTÁRIO .0001 . I.Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça. o seu efetivo cumprimento. do CTN. do CTN. 1) Considerando os termos da petição de fls. 2) P.Execução Fiscal . c/c o artigo 265.05. 1) Considerando os termos da petição de fls. 2) P. Salvador.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . intimo as partes para requererem no prazo de Lei o que entenderem de direito. 07.Processo 0084834-35.Execução Fiscal . até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. do CTN.341.0001 . reiterada à fl.Procedem. ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) .2011. do CPC. do CPC.RÉU: Guilerme Pedrosa Brandao . 08/14 e 16/ 25. c/c o artigo 265.05.DIREITO TRIBUTÁRIO .0001 .Vistos etc. 1) Considerando os termos da petição de fls. ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . reiterada à fl. Inciso II.05. de modo a ser fixado o quantum poderá ser compensado ou restituído. 07. 2) P. 1) Considerando os termos da petição de fls. defiro o pedido de suspensão do andamento do feito com base no artigo 151. P.Vistos etc. defiro o pedido de suspensão do andamento do feito com base no artigo 151. 07.DIREITO TRIBUTÁRIO . Salvador.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . 1) Considerando os termos da petição de fls. Salvador. 13 e documentos de fls. defiro o pedido de suspensão do andamento do feito com base no artigo 151. 2) P.8. defiro o pedido de suspensão do andamento do feito com base no artigo 151.8. 1) Considerando os termos da petição de fls. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. pratiquei o ato processual abaixo: Do retorno dos autos da Instância Superior.05.Outras . ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . 15 e documentos de fls. c/c o artigo 265. 07.0001 . do CPC.0001 . ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . I.Execução Fiscal .AUTOR: Ccb Companhia de Citricos do Brasil .2011. 07 de maio de 2013.Vistos etc.1989. reiterada à fl.8. embora o direito do executado tenha sido reconhecido através de sentença trânsita em julgado.DIREITO TRIBUTÁRIO .0001 . reiterada à fl.2011. nos moldes do comando sentencial de fl. I. ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . Inciso II.2011. inciso I. 07. do CPC. do CPC.Vistos etc.Execução Fiscal . c/ c o artigo 265.0001 . reiterada à fl.05. 07. Salvador.Processo 0083306-20. Inciso II.0001 . até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Processo 0084985-98. 1) Considerando os termos da petição de fls. inciso I. Inciso II. 07.DIREITO TRIBUTÁRIO . c/c o artigo 265. reiterada à fl.Vistos etc. c/ . 08/14 e 16/20.Processo 0084865-55.8.8.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . 07. os argumentos do Estado da Bahia de fls.AUTOR: Municipio de Salvador . 15 e documentos de fls. 07 de maio de 2013. 08/14 e 16/ 20.Vistos etc. 1)Considerando os termos da petição de fls. do CPC. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento.8. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. Inciso II. c/c o artigo 265.Execução Fiscal . do CTN. 2) P.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . defiro o pedido de suspensão do andamento do feito com base no artigo 151. ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . Salvador.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . 08/12 e 14/ 20. do CPC. defiro o pedido de suspensão do andamento do feito com base no artigo 151.Processo 0084981-61. inciso I. Inciso II. Salvador. mesmo dentro da conveniência do beneficiário. 475/476. Salvador. 07 de maio de 2013.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . 15 e documentos de fls.RÉU: Fazenda Publica do Estado da Bahia .EXEQUENTE: Municipio do Salvador . inciso I.05.05.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .05.DIREITO TRIBUTÁRIO . 08/14 e 16/ 20.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . 2 / Página 74 ADV: GUSTAVO ADOLFO HASSELMANN (OAB 7998/BA) . inciso I.Processo 0085016-21.Disponibilização: sexta-feira. I.1998.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . 1) Considerando os termos da petição de fls. Salvador.2011. c/c o artigo 265. 08/12 e 14/ 20.Processo 0031839-17.0001 . inciso I.

DIREITO TRIBUTÁRIO .05. no que tange a extinção do processo em vista de compensação. Bloco 02. 98 . fica prejudicado o pedido constante da petição de fls.0001 . P. vg das intimações anexas.8. Salvador.Processo 0100572-34. o ITIV respectivo.0001 .0001 . Inciso II. no valor de R$ 3.10 (dois mil.RÉU: Município de Salvador . do CPC. devidamente qualificado. localizado à Rua das Araras.2008.I. Preliminarmente. I. P. JUÍZO DE DIREITO DA 2ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO AIDÊ OUAIS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL IRACEMA CARVALHO DE FREITAS BATISTA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0192/2013 ADV: MARIA DO CARMO SANTOS SANTANA (OAB 7795/BA) .516-6.Vistos. Pois bem.8.RÉU: Fazenda Publica Estadual .2013. intimem-se as partes para que tomem conhecimento da transposição.Proceda-se a intimação da impetrante.95. e não do apartamento obtido com a construção do Condomínio Residencial. sendo pago. o contrato de compra e venda assinado com a empresa pública CONDER teve como objeto a transmissão de bem imóvel. o valor da compra e venda da fração ideal do terreno acima citado consta do item B2 do contrato acostado aos autos. tendente a obter decisão judicial que implique por suspender a exigibilidade dos créditos do ITIV/ITBI.Execução Fiscal .Vistos. o valor do bem imóvel ou do direito real transmitido.AUTOR: Municipio do Salvador .EXECUTADO: Bompreco Bahia Supermercados Ltda .AUTOR: Municipio de Salvador . sejam julgados procedentes os pedidos. Considerando que o processo já se encontra sentenciado desde os idos do ano de 2005. cento e setenta e nove reais e dez centavos). Que. conforme certificado às fls de nº 81.32 (Três mil.Mandado de Segurança .Recursos FGTS. MILENA CINTRA DE SOUZA (OAB 24197/BA) .Vistos. atravessada pelo MUNICIPIO DE SALVADOR. ADV: PEDRO ANDRADE TRIGO (OAB 16892/BA) . cujo imposto foi devidamente recolhido aos cofres públicos.05.2009.AUTOR: Fonte D Vida Industria e Comercio de Aguas Minerais e Bebidas Ltda e outro . Que tal aquisição se deu junto a CONDER. fiança e hipotecaFinanciamento de Imóveis na Plata e/ou em Construção. Trata-se de Ação Declaratória de Inexistência de Incidência Tributária. na data de 04/04/2007.2008. proposta por HERALDO LIMA NETO. I. P. Inicialmente. no sentido da insubsistência do tributo ante a ausência do fato gerador correspondente. para declarar a inexistência da relação jurídico-tributária referentemente ao recolhimento do citado tributo. na ocasião. PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/ BA). onde posteriormente foi edificado CONDOMÍNIO RESIDENCIAL PARQUE IMBU foi surpreendido com a Notificação Fiscal de Lançamento nº 2939.05. inclusive com transito em julgado. 07 de maio de 2013. o terreno. requer a concessão dos benefícios da Justiça Gratuita.94. no Condomínio Residencial Parque do Imbuí.Processo 016078625. 116 do CTRMS.598. dentro do prazo de 10 (dez) dias. objetivando a concessão de medida judicial no sentido de suspender a exigibilidade dos créditos do ITIV/ITBI.P. que ora constato como evidente. 204/205. respectivamente construtora e financiadora do empreendimento.0001 .I. ADV: HENRIQUE GONÇALVES TRINDADE (OAB 11651/BA). 151. (quota-parte referente à fração ideal). R$ 3. novecentos e sessenta e um reais e noventa e oito centavos). porém a Fazenda Pública Municipal manteve os termos da notificação fiscal impugnada.Vistos. qual seja. pagando o ITIV concernente à obrigação tributária surgida em decorrência da compra da fração ideal do terreno.2003. para declarar a inexistência da relação jurídico-tributária referentemente ao recolhimento do citado tributo. o juiz poderá . Que apresentou impugnação administrativa. 2) P. que tinha por destinatários os servidores do Estado da Bahia.961. Considerando o quanto informado na certidão de fl.Processo 0339052-58.Salvador (BA). sem olvidar das certificações nos dois processos. HERALDO LIMA NETO. para a finalidade requerida à fl. 10 de maio de 2013 Cad. fls. 06 de maio de 2013.AUTOR: Heraldo Lima Neto . requerendo ainda que após a regular instrução do processo. com interveniência da SETENGE LTDA e DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. e em consonância com a base de cálculo estabelecida no art. etc. em linhas gerais.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Procedimento Ordinário . A seguir.98 (tres mil.Execução Fiscal . requer que após regular instrução do processo.Processo 0129806-71. ingressou com a presente Ação Declaratória de Inexistência de Débito Tributário em face do MUNICÍPIO DE SALVADOR.DIREITO TRIBUTÁRIO . Considerando que na sentença já foram fixados os honorários de sucumbência.DIREITO TRIBUTÁRIO . com pedido de antecipação de tutela.Juiza de Direito Titular. qual seja. e defende uma liminar de antecipação de tutela. aduz que é proprietário do imóvel residencial inscrito sob nº 634.8. quinhentos e noventa e oito reais e trinta e dois centavos). Bela Aidê Ouais . etc. no valor de R$ 2. É o breve relatório. Bela Aidê Ouais . Acrescenta que. ouça-se a Fazenda Pública a respeito da condição imposta pelo Executado na petição de fls. 06 de maio de 2013. etc. que informava a necessidade de efetuar recolhimento complementar do referido tributo. Em decisão final. defiro os benefícios da Justiça Gratuita.05. Que. Preceitua o artigo 273 do CPC. Salvador (BA. proceda-se a transposição das destacadas peças para os autos dos embargos. MARIA DA GRAÇA RAMOS RAPOLD (OAB 13688/BA) . 09/36. por conduto de seu advogado regularmente constituído (fls. o qual foi adquirido através de contrato de Compra e Venda do terreno e Mútuo para Construção com obrigação. Juntou os documentos de fls. etc. via ato ordinatório. I. 08).Juiza de Direito Titular ADV: SELMA REICHE BACELAR (OAB 15085/BA). a operação destinou-se à aquisição do terreno e construção de uma das unidades habitacionais que viriam a compor o empreendimento CONDOMÍNIO RESIDENCIAL PARQUE IMBUI. apto 701.RÉU: Centro Espanhol .179. D E C I D O.COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DO ESTADO DA BAHIA.Disponibilização: sexta-feira. que a requerimento da parte.8. 34/39. 2 / Página 75 c o artigo 265. 53. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. sejam julgados procedentes os pedidos. a exigir-lhe o respectivo pagamento. E. Que mesmo após ter cumprido com seu dever de contribuinte. lavrada em 12/08/2008. em face do MUNICÍPIO DE SALVADOR. Despacho de fls.

pratiquei o ato processual abaixo: Após juntada da petição de fls 43/67.Em. o pedido de suspensão da exigibilidade do crédito pelos motivos enfocados na vestibular se mostram razoáveis. do Código Tributário Nacional.Execução Fiscal . em forma de antecipação da tutela meritória.Vistos. abro vista ao representante da Fazenda Pública Municipal.I. que coincidem com os requisitos do artigo 798 do mesmo CPC.RÉU: Fazenda Publica do Municipio de Salvador . pelo ângulo do quanto disposto no parágrafo 7º.Anulatoria . Em complementação. Aguarde-se.Defiro o pedido. Analisando os mesmos argumentos.DIREITO TRIBUTÁRIO . do CPC. acaso fique configurada a efetiva incidência.0001 .AUTOR: Municipio de Salvador . Se no prazo.AUTOR: Modulo Administracao Baiana de Cursos Ltda e outro . Remetam-se os autos ao Egrégio Tribunal de Justiça. etc.Disponibilização: sexta-feira. Assim.Vistos etc. o inciso I desse mesmo artigo prevê: "desde que haja fundado receio de dano irreparável. Daí extrai-se a fumaça do bom direito. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . Salvador. 151. que não ficará privado de receber o imposto.0001 .Mandado de Segurança . suspendo o andamento do feito com base no artigo 151. o Municipio do Salvador requereu a suspensão do feito haja vista que o crédito exequendo é objeto de procedimento de compensação através do processo administrativo nº 16274/2010. do artigo 273. c/c o artigo 265. I.I.2009. CONCEDO A LIMINAR COM CARÁTER DE CAUTELAR para suspender. P.05. ajuizou a presente Execução Fiscal contra Fernandez Empreendimentos e Construções Ltda.2006.0001 . ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . uma vez que não se pode afirmar que a prova carreada para os autos pode ser tida como inequívoca. não vislumbro a existência dos requisitos autorizadores da concessão da medida pleiteada. . 11/14. recebo o apelo em ambos os efeitos.Vistos.2008. Analisando os argumentos desenvolvidos pelo autor em sua peça prefacial. 1) Considerando os termos da petição de fls. E. em caso contrário. desde que. não só com o desembolso de numerário. através do seu Procurador. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .RÉU: Localiza Rent A Car S/A .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . etc.2010. ADV: LICIO BASTOS SILVA NETO (OAB 17392/BA) .8. etc. entretanto. total ou parcialmente.Processo 0012433-43.2013. posto que.Processo 0027942-53. existindo prova inequívoca. combinado com o art. os efeitos da tutela pretendida no pedido. 07 de maio de 2013. ou de difícil reparação". do CPC.05.05.0001 . a possibilidade do autor vir a lograr êxito.DIREITO TRIBUTÁRIO . 10 de maio de 2013 Cad.8.8.0001 .0001 . A seguir. bem como a documentação que a ilustram. antes da decisão poderá vir a sofrer. 9-5. ADILSON BRITO AGAPITO (OAB 10478/BA) . 09 e documentos de fls. como efetivamente suspendo a exigibilidade do crédito tributário decorrente do ITIV/ITBI pretendido como complementação àquele já recolhido pelo postulante. Cumpra-se. uma vez que não passou pelo crivo do contraditório.05.8.DIREITO TRIBUTÁRIO . Dentro desse raciocínio.Execução Fiscal . P.Embargos à Execução Fiscal AUTOR: Banco Baneb Sa . Remetam-se os autos ao Egrégio Tribunal de Justiça.EXECUTADO: Fernandez Empreendimentos e Construções Ltda .05.Vistos. Intimem-se. 03. I.1998. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. III. ou com as consequencias danosas de uma execução fiscal.EMBARGADO: Municipio do Salvador .05. Do exposto. Salvador.8. Aidê Ouais . para os efeitos legais. do CTN. pelo prazo de Lei. P. cite-se o requerido.AUTOR: Municipio do Salvador . tais: o periculum in mora e o fumus boni iuris.Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça. Intime-se a parte apelada para responder no prazo de lei.8.Execução Fiscal .EXECUTADO: Jose Luiz C Calabaia . 2) P.I. 265. Cumpra-se. observando-se as cautelas de praxe e as homenagens de estilo. consoante Certidão de Dívida Ativa de fls.Processo 0014725-64.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . O Municipio do Salvador. Publique-se.0001 . indevidamente.Processo 0012254-07.RÉU: Concic Engenharia Sa . haja vista que não pode ser descartada. Intime-se para a finalidade requerida. se convença da alegação. sem maiores aprofundamentos.IMPETRADO: Superintendente de Administracao Tributaria da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia .8. não se vislumbra prejuízo para o acionado. inciso I. Inciso II. 09 de maio de 2013 Eliene Teixeira Reis Subescrivã designada ADV: MARCELO NEESER NOGUEIRA REIS (OAB 9398/BA). suspendo a presente execução. observando-se as cautelas de praxe e as homenagens de estilo.AUTOR: Jose de Franca Teixeira . vislumbro perigo na demora.2004. a final. tenho que a situação comporta a concessão da providência em caráter incidental cautelar. nos termos dos arts. JUÍZO DE DIREITO DA 2ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO AIDÊ OUAIS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL IRACEMA CARVALHO DE FREITAS BATISTA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0193/2013 ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . Posteriormente.Execução Fiscal . do mesmo artigo.05. porque presente os requisitos que alude o parágrafo 7º. e cumpra-se.Processo 0019056-94.Juiza de Direito Titular ADV: LISIA SANTIAGO CREDICO (OAB 844/BA) . etc.Vistos. 2 / Página 76 antecipar.2011. P. II do Código de Processo Civil. em razão dos prejuízos que o autor.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Processo 004483342.Processo 0018628-93.

DIREITO TRIBUTÁRIO . e como tal livre do pagamento de impostos. por entender que no caso de IPTU o prazo prescricional de cinco anos só começa a contar do primeiro dia do exercício posterior. 150.. calcada em título executivo ao qual a Lei nº 6. a disposição do . Teori Albino Zavascki. em seu § 3º. EXECUÇÃO FISCAL. I.1997. nos moldes do artigo 330.830/80 confere presunção de liquidez e certeza. quatrocentos e sessenta e um reais e quatorze centavos) proveniente de Imposto Predial Territorial Urbano .2001. do CTN. confira-se: "TRIBUTÁRIO E PROCESSUAL CIVIL. Seguindo. 3º e § único). IPTU. EXECUÇÃO FISCAL. diante da imunidade recíproca que exclui do campo de incidência tributária todo e qualquer imposto. contados da data da sua constituição definitiva". apenas no que se refere ao seu patrimônio. que tem por objeto débitos correspondentes à IPTU dos exercícios de 1991 e 1992. como se trata de Execução Fiscal. o Estado da Bahia se manifestou sobre a impugnação pelas fls. do CPC.05. pessoa jurídica de direito público. 28. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . 10/13. Que não há como prosseguir a referida Execução cujo objeto é imóvel do Estado da Bahia.8. A interposição de agravo regimental para debater questão já apreciada em recurso submetido ao rito do art. opôs os presentes Embargos em face da Execução de nº 0033450-24. a inscrição do crédito na dívida ativa suspende a prescrição por 180 (cento e oitenta) dias. 1. 2. dos exercícios de 1991 e 1992.Vistos etc. § 2º. nos honorários advocatícios e demais despesas processuais. como também o CTN.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . LANÇAMENTO DE OFÍCIO. o que somente agora faço. 2) P. uma vez que. 543-C do CPC e da Resolução STJ 08/08. que depois de negar a ocorrência da prescrição. bem como o art.Processo 0054761-32.0033450-24. a partir desta. 1) Considerando os termos da petição de fls. IPTU. seja pelo instituto da imunidade tributária prevista no art. não apenas a Constituição Federal.0001 . 21/23. porque que em se tratando de IPTU o lançamento se dá com a emissão do carnê. PRESCRIÇÃO QUINQUENAL.4. Que as imunidades se configuram privilégios de natureza constitucional e não podem se estender além das hipóteses expressamente previstas na Constituição.2001. Rebuscando a documentação. 90579-8. 07 de maio de 2013. Ao final. 10 de maio de 2013 Cad. NÃO OCORRÊNCIA. Que ademais. por ter sido autarquia. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL 2012/02229065. o MM. Nesse sentido. com aplicação demulta de 1% sobre o valor da causa atualizado. a teor do quanto disposto no artigo 2º.Disponibilização: sexta-feira. requereu a procedência dos presentes Embargos e a improcedência da Execução Fiscal. Rel. pleiteou pelo indeferimento dos presentes embargos e prosseguimento da Execução Fiscal. no que tange à ocorrência da prescrição. nos termos do art. uma vez que. Conforme se colhe do quanto aqui relatado através dos presentes embargos. NOTIFICAÇÃO MEDIANTE ENTREGA DO CARNÊ. Devidamente intimado."(STJ/ AgRg no AREsp 246256/SP. segundo o artigo 174 do CTN. desde que vinculado a suas finalidades essenciais. devidamente representada pela sua Procuradoria Geral. Inicialmente. Min.10. (art. No mérito aduziu que não tem qualquer procedência a alegação do Embargante de que seria o IAPSEB isento ou imune de qualquer tributo. autarquia estadual prestadora de serviço público e. SÚMULA 106/STJ. NOTIFICAÇÃO. §2º da CF dispõe que a imunidade recíproca é extensiva às autarquias e fundações. D E C I D O. renda e serviços. precisamente no dia 05.0001 que lhe move o MUNICÍPIO DE SALVADOR. Também. nos termos do § 2º. o Município de Salvador impugnou os embargos pelas fls. 13/19.805. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. DEMORA NA CITAÇÃO NÃO IMPUTÁVEL AO EXEQÜENTE.2011. 25/27. 150 da Constituição.IPTU e acréscimos legais. uma vez que o pagamento da cota única ou primeira cota se dá no início de fevereiro.8. Posteriormente. VI "c" da CF. Salvador.Execução Fiscal . estabelecem certas limitações para o reconhecimento da chamada não incidência qualificada. efetivamente não poderá ser feito. da Lei de Execuções Fiscais. Regularmente intimado. Pelo despacho de fl.1997.805. a constituição do crédito tributário perfectibiliza-se com a notificação ao sujeito passivo. 174 do Código Tributário Nacional.. na qualidade de sucessor do IAPSEB. 150. com a condenação do Embargado ao ônus da sucumbência. reiterando os seus argumentos. que com a sua extinção.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . após o sucinto relatório. a obrigação quanto à sua eventual elisão cabe ao Executado.14. tenho que assiste razão ao Embargante. pretende a Embargante exonerar-se de responder pelo processo de execução de nº. por força do instituto da imunidade constitucional. inciso I. o que. Primeira Seção. alega que o imóvel objeto da Execução era de propriedade do IAPSEB. Que o art."(REsp 1.0001 . Que o IAPSEB já gozava da imunidade tributária. iniciando. Dje 4. Nos tributos sujeitos a lançamento de ofício. ESTADO DA BAHIA. ressaltando a necessidade da manutenção de imóveis para garantir pagamento de pensões. referente ao imóvel de inscrição nº. razão porque requer a procedência dos embargos e por consequência. I. Que não se constitui em ônus do Exequente a demonstração quanto à utilização do imóvel. a improcedência da execução. o termo a quo para a contagem do prazo prescricional quinquenal para a execução fiscal. LEGITIMIDADE. como no caso do IPVA e IPTU.AUTOR: O Estado da Bahia . Na oportunidade insurgiu-se contra a preliminar de prescrição. Juiz que presidia o feito anunciou o julgamento antecipado da lide em 31. CPC. ao endereço do contribuinte. HUMBERTO MARTINS) "PROCESSUAL CIVIL E TRIBUTÁRIO.2009. 557. julgado em 22. a propriedade retornou ao patrimônio do Estado da Bahia. requereu em preliminar a extinção pela aplicação da prescrição do débito exigido. óbvio e evidente que a constituição definitiva ocorre ainda no mês de janeiro de cada ano.Vistos etc. 09 e documentos de fls. do carnê de pagamento do IPTU é ato suficiente para a notificação do lançamento tributário. Isso porque.05. É o relatório. Acórdão sujeito ao regime do art. Agravo regimental improvido. seja pelo instituto da prescrição.EXECUTADO: Emilia Dantas Ribeiro .(. A jurisprudência assentada pelas Turmas integrantes da 1ª Seção é no sentido de que a remessa. Por fim. atravessou a petição de fls.Processo 0051848-28. c/c o artigo 265. ou terceiro a quem aproveite.RÉU: Municipio de Salvador .Embargos à Execução Fiscal . art. afirma que a Embargante não fez a prova documental de que o imóvel esteja destinado às finalidades essenciais e intrínsecas da autarquia. no que se refere à ocorrência da prescrição. E não do exercício seguinte àquele a que se refere o imposto.461.111. inciso I.5. e no caso seria então 1º de janeiro de 1992 e 1º de janeiro de 1993.defiro o pedido e suspendo o andamento do feito com base no artigo 151.). Min.) 2. não cabe aqui. ao argumento de que a Execução Fiscal somente foi ajuizada em julho de 1997. Tais argumentos não foram recepcionados pelo embargado. II e III do CTN. LANÇAMENTO. ao argumento de que o imóvel sobre o qual recai a cobrança é de propriedade estatal. mais acentuadamente. 1. TERMO A QUO.2009. 2 / Página 77 ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) .124/PR. "a ação para a cobrança do crédito tributário prescreve em cinco anos. do CPC. 543-C do CPC atrai a aplicação da multa prevista no art.14 (mil. 3.0001. Inciso II. com o objetivo de receber a quantia de R$ 1.

ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . do artigo 269. através de advogados. Analisando os autos.0001 . TL. 06 de maio de 2013 Bela. suspendo o andamento do feito com base no art. da Lei de Execução Fiscal. janeiro de 1996 e janeiro de 1997 e a data de propositura da ação em 09.0001 . do CPC. autorizado o arquivamento de processo de execução fiscal relativamente ao IPTU. pois. porque reservada para as dívidas de natureza não tributárias. P. IV.Disponibilização: sexta-feira. do qual a postulante tem a posse. A liminar se traduz pelas fls. com pedido de antecipação da tutela em face do MUNICÍPIO DE SALVADOR.Vistos etc. Em não havendo recurso voluntário. razão pela qual procedo ao julgamento antecipado da lide. pelo prazo de 90 dias. condenando o Embargado no ressarcimento das custas e no pagamento dos honorários advocatícios que arbitro R$ 2. pessoa jurídica de direito privado. 2002. na ocasião. 19. de propriedade do Estado da Bahia. uma vez que foi a própria quem construiu o imóvel. Considerando os termos da petição de fl. dar-se sua incidência sobre o imóvel em pauta.Processo 0068128-45. foram juntados os documentos de fls. Extingo. 565. Saliente-se. tendo como objeto social a montagem e exploração de espetáculos teatrais.2002. c/c o mesmo art. A réplica se colhe pelas fls. 2ª parte.371-1.07. inciso I.371-1. Que dessa forma sua é posse precária.262/1997. relativamente ao imóvel de inscrição nº. e que a autora exerce atividade de fins lucrativos.371-1.8.1997.Execução Fiscal . E por conta desse entendimento. defendeu a procedência da ação. o que afasta o argumento de posse precária. significa dizer que a pessoa ou o bem descrito . SOCIEDADE TEATRO DOS NOVOS LTDA (TEATRO VILA VELHA). uma vez que o anexo único da Lei nº 5.Teatro Vila Velha . averbado ou registrado em seu nome. do artigo 2º. dos autos não acusam qualquer causa de interrupção da prescrição.RÉU: Diva Buzanele dos Santos . o Fisco Municipal insiste em promover tal cobrança.Procedimento Ordinário . tal observância.AUTOR: Municipio de Salvador . Que desde a sua fundação.05. 2004. vez que está contida de forma expressa pela Constituição Federal. Considerando os termos da petição de fl. acolho a preliminar de prescrição levantada pelo Embargante e DECLARO a prescrição dos créditos tributários dos exercícios de 1991 e 1992. Bela. Acrescenta que a Prefeitura de Salvador já havia reconhecido a existência dos requisitos da chamada imunidade recíproca em relação ao imóvel que ocupa.8. trata-se de uma limitação constitucional ao poder de tributar. 2006 e 2008.05. I. nos moldes do artigo 330. inclusive. do imóvel inscrito no cadastro imobiliário de nº. emissão de talonários de notas fiscais ou qualquer documento ou certidão necessários ao desenvolvimento de suas atividades. 2003. P. Consequentemente. P.0001 .Processo 0063454-92. Insira-se uma cópia deste julgado nos autos da execução.Execução Fiscal . também quando já prescritos os referidos créditos. com pedido de antecipação da tutela. R. Que. bem como a realização de círculos de estudos e conferências para levar ao público da capital e do interior do Estado da Bahia. suspendo o andamento do feito com base no art. PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/ BA) . estaria o imóvel protegido pelo benefício da imunidade tributária recíproca e livre a autora do pagamento dos referidos tributos. transcorreram mais de cinco anos. a execução de nº 0031717-23. 27/142. É o Relatório. Diante do exposto. Salvador. do Código de Processo Civil. nos autos do processo administrativo nº 6608/61.2007. Regularmente citado. Aidê Ouais Juíza de Direito Titular ADV: LUCIANA BARRETO NEVES (OAB 14160/BA) . Salvador. 565. devidamente constituída e representada. relativos ao IPTU e TL. E nessa oportunidade. tendo. Coloque-se de imediato na capa dos dois processos. renovações de alvarás de funcionamento. haja vista que entre as datas de suas constituições definitivas. determinando-se o Município promova a baixa de todos os registros de débitos relativos a dívidas sob tal rubrica. alegando ser legítima a posse e utilização de tal imóvel durante todos esses anos.00 (dois mil reais). de propriedade do Estado da Bahia e cedido precariamente para à sua disposição. nos termos do inciso IV.Vistos etc.Que. conforme requerido pela exequente. 06 de maio de 2013. Logo. do art. conforme requerido pela exequente.830/80. sem dúvida que foram fulminados pela prescrição quinquenal. Trata-se de ação declaratória de inexistência de relação jurídica tributária.Dívida Ativa . que até mesmo as certidões de dívida ativa foram emitidas em abril do ano de 1997.Processo 0065781-83. 40 da Lei nº 6.AUTOR: Municipio do Salvador . 25. Em linhas gerais. sendo os créditos de IPTU relativos aos exercícios de 1991 e 1992. relativamente ao referido imóvel. 2 / Página 78 parágrafo 3º. não existe prova de ser o imóvel de propriedade do Estado da Bahia. também. 565. se instalou no bairro do Campo Grande. através da qual a autora pleitea ver declarada a inexistência de relação jurídica com o Fisco Municipal em relação à exigência de débitos decorrentes do imposto IPTU e da taxa de limpeza. ingressou com a presente ação declaratória de inexistência de relação jurídica tributária. 40 da Lei nº 6. sem levantar preliminares.000.05. 2005.TL. a palavra: SENTENCIADO. o Município de Salvador contestou o feito pelas fls. 144/145. tenho que a questão é unicamente de direito.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . I.AUTOR: Sociedade Teatro dos Novos Ltda . incluindo-se as guias de recolhimento judiciais.RÉU: Sisaleira Lima Comercio e Industria Sa . 794 do CPC. Que o referido imóvel nunca foi transferido. não obstante tenha sido reconhecido pela Autoridade Municipal o seu direito no que tange à imunidade tributária.1997. b) que seja determinado ao Município de Salvador que promova a baixa de todos os registros de débitos relativos a dívidas sob a rubirca de IPTU. Aidê Ouais Juíza de Direito Titular ADV: GUTEMBERG BARROS CAVALCANTI (OAB 1203A/BA). Saliente-se que. 2) em caráter definitivo: a) a inexistência da relação jurídica tributária que obrigue a Suplicante ao recolhimento do IPTU. No caso concreto. 10 de maio de 2013 Cad. d) que seja determinado à parte ré a não promover ações de cobrança judiciais ou administrativas relativamente ao IPTU e TL dos dos exercícios de 2001 a 2008.2009. aduziu a autora ser pessoa jurídica de direito privado que teve a sua constituição em junho de 1960. em imóvel cujo uso foi concedido pelo Estado da Bahia. aliado a tal fato. ao reexame necessário. asseverou que no caso dos autos. com base no inciso II. referentes ao imóvel de inscrição nº. também. de forma precária.0001. não devendo. que seja determinada a suspensão dos créditos fiscais.805. dos exercícios de 2001. 269. requerendo: 1) em caráter de tutela antecipada. c) que seja declarada a inexistência de relação jurídica que a obrigue ao recolhimento da Taxa de Lixo . sendo desnecessária a produção de provas em audiência. DECIDO.RÉU: Municipio de Salvador . extingo o processo com resolução do mérito. que a instituiu não previu os teatros como unidades passíveis de sua cobrança. I. segundo a sua visão. Com a inicial de 26 (vinte e seis laudas.Vistos etc. 190/196.830/80. De referência à imunidade tributária. 149/ 158. abstendo-se de lhe negar certidões negativas de débitos.8. a autora não goza da imunidade. Se estendendo nos seus questionamentos.

Na imunidade. não se deve considerar a imunidade tributária como um benefício ou como um favor fiscal. à exemplo da taxa de limpeza pública.393. CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1.150VIConstituição Federal2.07).3. Nas hipóteses imunes de tributação.321-QO. deixando à margem dessa limitação qualquer outro tipo de tributo. Por consequência. As taxas cobradas em razão dos serviços públicos de coleta. CRISTIANE NOLASCO MONTEIRO DO REGO (OAB 8564/BA) .0001 que lhe move o MUNICÍPIO DE SALVADOR. extingo o processo com resolução do mérito. sem fins lucrativos' nos órgãos competentes dos entes federativos. uns dos outros (. R. o inciso VI.9.068. pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos. Relator o Ministro ILMAR GALVÃO. ou de considerações de interesse geral (neutralidade religiosa. conforme dispõe o art.4.05. alínea "a". Verifica-se o recente julgado: "STF . por motivos que o constituinte considerou de especial relevo.227. preceitua-se que. RE n. Em face da parcialidade da procedência. renda ou serviços. entretanto a Autora obrigada em relação à Taxa de Limpeza Pública.VOL-02569-02 PP-00273)".045-AgR. 2 / Página 79 pela Carta Magna não podem sofrer tributação.31 (oito mil. 17913-2. Coloque-se no rosto dos autos a palavra "SENTENCIADO". opôs os presentes Embargos em face da Execução de nº 0031717-23. 576. SÚMULA VINCULANTE N. aos Estados. As taxas que. o legislador entendeu que os objetos eivados e protegidos pelo instituto das imunidades devem merecer um tratamento diferenciado em relação àqueles suscetíveis à tributação. ALÍNEA "A". aos Estados. remoção e tratamento ou destinação de lixo ou resíduos provenientes de imóveis. TAXAS. DJe de 9. custas e honorários deverão ser "pro rata". 10 de maio de 2013 Cad. DJ de 10. não é demais destacar os seguintes artigos da Constituição Federal: Art. apenas.09. instituídas por razões de privilégio. Isso porque. O eventual registro de uma entidade como 'instituição de assistência social. TAXA DE COLETA DE LIXO DOMICILIAR. 458. ARTIGO 145. Plenário. 29 DO STF. 1ª Turma.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .EMBARGADO: Municipio de Salvador . Sem prejuízo de outras garantias asseguradas ao contribuinte. Agravo regimental não provido.Embargos à Execução Fiscal . 1ª Turma. à figura do imposto. visto que é considerada de . pois. razão porque requer a procedência dos embargos e por consequência.577-EDv. uma renúncia à competência tributária ou um privilégio. sessenta e oito reais e trinta e um centavos). a liberdade política. econômicos. ficando. ADV: DIANA MARIA SANTOS LAGE (OAB 12716/BA).instituir impostos sobre: a) Patrimônio.4.Processo 0074024-84.2000. DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. é vedado à União. do artigo 150 da Constituição é explícito em limitar o benefício apenas a impostos. INEXISTÊNCIA. mas sim. REPERCUSSÃO GERAL RECONHECIDA. ao Distrito Federal e aos Municípios. através de advogado regularmente constituído conforme fls. no que se refere ao patrimônio. 150. IV. que independe de reconhecimento administrativo. se é conveniente à Administração Pública. IMUNIDADE RECÍPROCA.05. 29 do STF).09. CONSTITUCIONALIDADE. II. DJe de 13. II E § 2º. CONFIRMAÇÃO DA JURISPRUDÊNCIA DESTA CORTE. devidamente representada e qualificada. Primeira Turma. a improcedência da execução. 565. nos exercícios de 2001 a 2008. atendidos os requisitos da lei. Relatora a Ministra CÁRMEN LÚCIA. Ademais. uma forma de resguardar e garantir os valores da comunidade e do indivíduo. inclusive suas fundações. inciso VI.. dos exercícios de 1991 e 1992.8. CF. porquanto o preceito constitucional (artigo 150. ressalta-se novamente que.0001 . Relator o Ministro CARLOS VELLOSO. da Constituição Federal) só faz alusão expressa a imposto. (613287 RS . ao reexame necessário. desde que dissociadas da cobrança de outros serviços públicos de limpeza são constitucionais (RE n. a Constituição retira a operação do campo de incidência. Relator o Ministro CEZAR PELUSO. DJe de 26. 524. DIREITO TRIBUTÁRIO. as imunidades. ARTIGO 150. como efetivamente reconheço a incidência da imunidade tributária em favor do Autora. nos moldes do inciso I do artigo 269 do CPC vigente. JULGO PROCEDENTE EM PARTE. A imunidade tributária recíproca não engloba o conceito de taxa. 424. 2ª Turma. A propósito. intelectual. VI. desde que não se verifique identidade integral entre uma base e outra são constitucionais (Súmula Vinculante n.403-ED.6. IPTU. 150. arcando cada parte com as despesas do advogado constituído.10)4. (Precedentes: RE n. 232.) § 2º A vedação do inciso VI.. P. Relator o Ministro CEZAR PELUSO. e AI n. Cabe salientar o entendimento doutrinário sobre o tema: "As imunidades fiscais. 1ª Turma.03. referente ao imóvel de inscrição nº. a é extensiva às autarquias e às fundações instituídas e mantidas pelo Poder Público. ao Distrito Federal e aos Municípios: (?c) VI .4. FUNDAÇÃO DOM AVELAR BRANDÃO VILELA (RADIO EXCELSIOR DA BAHIA S/A). I. Diante do exposto. os pedidos. Data de Publicação: DJe-159 DIVULG 18-08-2011 PUBLIC 19-08-2011 EMENTA .856. Relator o Ministro CARLOS VELLOSO. DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. a mesma sorte não acompanha a Postulante. na apuração do montante devido. à renda e aos serviços vinculados as suas finalidades essenciais ou às delas decorrentes. para reconhecer. da expressão. 150.10. Em não havendo recurso.371-1. excluem a atuação do poder de tributar. no que tange à cobrança do Imposto Predial Territorial Urbano relativo ao imóvel de inscrição n. DJ de 20.09). da cultura e do desenvolvimento econômico. religiosa. AUSÊNCIA DE IDENTIDADE. VI. apesar da necessidade que o Estado tem de cobrar impostos.8.394. sem fins lucrativos.02. ELEMENTOS DA BASE DE CÁLCULO PRÓPRIA DE IMPOSTOS. inocorre fato gerador da obrigação tributária".Disponibilização: sexta-feira. e RE n. CONSTITUIÇÃO FEDERAL. associativa. instituir impostos sobre o patrimônio.2. sociais ou políticos). É tema pacificado na Corte Constitucional que o alcance da imunidade tributária. impossibilitando a ocorrência do fato gerador. 2ª Turma. 08. das entidades sindicais dos trabalhadores.EMBARGANTE: Radio Excelsior da Bahia Sa . 232.04.Vistos etc. empresa pertencente ao quadro da fundação embargante preenche todos os requisitos constitucionais de isenção tributária. pretende a autora ver reconhecida a sua imunidade tributária frente a dois tributos municipais: IPTU e TL. LUIZ FUX. A norma da imunidade visa estimular. INCISO VI. DJ de 11. (Precedentes: RE n. § 2º.IPTU e acréscimos legais. pelos valores que aqueles disseminam numa sociedade política e democraticamente organizada. DJe de 9. renda ou serviços dos partidos políticos. No caso em questão. as atividades de entidades que no interesse da sociedade devam ser preservadas. 253. Relator o Ministro Ricardo Lewandowski. Em linhas gerais. Relator: Min. 550. 145. resguardam o equilíbrio federativo.150.AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO. proveniente de Imposto Predial Territorial Urbano . a imunidade tributária ainda não depende de seu reconhecimento por órgãos administrativos. das instituições de educação e de assistência social. RE n. DJ 5. "c" é claro ao determinar que é vedado à União. RE n. SERVIÇOS ESPECÍFICOS E DIVISÍVEIS. Relator o Ministro EROS GRAU. adotem um ou mais elementos que compõem a base de cálculo própria de determinado imposto. Data de Julgamento: 02/08/2011.1997. O comando constitucional insculpido no art. Plenário.4. Sendo assim. Por tal razão. De referência à Taxa de Limpeza Pùblica ou TRSD. restringe-se. alegou que a Rádio Excelsior da Bahia S/A. em nada interfere na situação fática. com o objetivo de receber a quantia de R$ 8.

o termo a quo para a contagem do prazo prescricional quinquenal para a execução fiscal. nos termos do inciso IV. iniciando. embora a hipótese não tenha sido denunciada na vestibular embargatória. IPTU. À vestibular foram anexados os documentos de fls. VI. CPC. do artigo 269. do CPC.). tenho que a situação comporta a aplicação do seguinte brocardo jurídico ''DA MIHI FACTUM. ao reexame necessário. Confira-se: "TRIBUTÁRIO E PROCESSUAL CIVIL. a execução de nº 0031717-23.000. Extingo. a qual foi reconhecida a imunidade. a Embargante não fez qualquer requerimento ao Município do Salvador. 21 usque 36. Saliente-se. Min. requereu a procedência dos presentes Embargos e a improcedência da Execução Fiscal. 2. 267. Em face do despacho de fl. na data de 02/09/2004. No mais todas as alegações tem a ver com o mérito e pelo quanto aqui relatado através dos presentes embargos. o juiz pronunciará de ofício a prescrição. a palavra: SENTENCIADO. das instituições de educação e de assistência social. Teori Albino Zavascki. 49. condenando o Embargado no ressarcimento das custas e no pagamento dos honorários advocatícios que arbitro R$ 1. I. com base no inciso II. de isenção dos tributos municipais. bem como o art. Em não havendo recurso voluntário. a partir desta. De início cumpre observar que a irregularidade apontada na impugnação já foi saneada. Regularmente intimado. DECLARO de ofício a prescrição com relação aos créditos tributários dos exercícios de 1991 e 1992. com a condenação do Embargado em honorários advocatícios na base de 20% (vinte por cento) do quanto executado e acréscimos legais.00 (mil reais). TERMO A QUO. Dje 4. fls. No mérito. no exercício de 1994. 59/60. P. 2ª parte.2009. como no caso do IPVA e IPTU. HUMBERTO MARTINS) "PROCESSUAL CIVIL E TRIBUTÁRIO. No mais. respectivamente. com aplicação de multa de 1% sobre o valor da causa atualizado.57. também. referente aos exercícios de 1991 e 1992. 21/25 e documentos de fls.14. 1. defendida pela Embargante sob o argumento de que a mesma não apresentou escrituração de suas contas. rebatendo as alegações do Embargado e reiterando o quanto contido na sua exordial. 09/19. DEMORA NA CITAÇÃO NÃO IMPUTÁVEL AO EXEQÜENTE. 794 do CPC. instituir a imunidade tributária em benefício das "entidades sindicais dos trabalhadores. Saliente-se que. a jurisprudência é assente no sentido de considerar a constituição definitiva do crédito tributário com a simples emissão do carnê. sem fins lucrativos. do art. da Constituição Federal. não podendo arcar com a Execução.. 1. do CPC. usando desse comando. em que pese o art. dos autos não acusam qualquer causa de interrupção da prescrição. NÃO OCORRÊNCIA. o Município de Salvador impugnou os embargos pelas fls. sem fins lucrativos.1997. a Embargante se manifestou pela desnecessidade da produção de provas. 10 de maio de 2013 Cad. c/c art.124/PR. IPTU. I. efetivamente prescritos em janeiro de 1996 e janeiro de 1997. sem prejuízo da produção das provas que se fizerem necessárias. a Embargante se manifestou sobre a impugnação. EXECUÇÃO FISCAL. Isso porque.1997. Rebuscando a documentação. 2 / Página 80 utilidade pública. renda ou serviços das instituições de educação e de assistência social sem fins lucrativos. transcorreram mais de cinco anos. 26/48. tendo em vista que o referido prédio em que se encontra instalada pertence a Arquidiocese de Salvador. de onde se pudesse averiguar a existência dos requisitos que amparam a pleiteada imunidade. É o relatório. extingo o processo com resolução do mérito. nesse sentido. conforme se colhe das fls. declaro prescrito o crédito tributário ora cobrado."(STJ/ AgRg no AREsp 246256/SP. IV e VI do mesmo Diploma Legal. LANÇAMENTO DE OFÍCIO. todos do CTN. Isso porque. NOTIFICAÇÃO MEDIANTE ENTREGA DO CARNÊ. 150. parágrafo 5º. A jurisprudência assentada pelas Turmas integrantes da 1ª Seção é no sentido de que a remessa. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL 2012/0222906-5.279/90.2009. e manifestação do Embargado. não sendo responsável pelos referidos tributos. a constituição do crédito tributário perfectibiliza-se com a notificação ao sujeito passivo. "c". Primeira Seção. 51.0001. II e III do CTN para a extinção de débitos correspondentes à IPTU dos exercícios de 1991 e 1992. ao endereço do contribuinte.111. também. 557.5. conforme parecer do Município de Salvador.805. 04/07. sob o argumento da existência de vício de representação. LANÇAMENTO. sem fins lucrativos. o §4° do mesmo dispositivo estabeleceu que a aludida imunidade abrangeria somente "o patrimônio. § 2º. PRESCRIÇÃO QUINQUENAL. se insurge contra o pedido de aplicação da imunidade tributária. Considerando. pretende a Embargante usar do instituto da imunidade tributária prevista no art.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . Por fim. não constando nos autos qualquer manifestação do Embargado. Posteriormente ao despacho do MM. estando a Rádio Excelsior. Nos tributos sujeitos a lançamento de ofício. em atendimento ao despacho judicial de fl. LEGITIMIDADE. Que a penhora encontra-se prejudicada. que até mesmo as certidões de dívida ativa foram emitidas em abril do ano de 1997. Rel. fl. 543-C do CPC atrai a aplicação da multa prevista no art.0001. por parte da Embargante.) 2. 543-C do CPC e da Resolução STJ 08/08. Pelas fls. nos termos do art. a renda e os serviços relacionados com as finalidades essenciais" da entidade respectiva. nota-se que à luz do artigo 174 do CTN. atendidos os requisitos da lei". fls. NOTIFICAÇÃO. VI. Consequentemente. sobre os documentos trazidos com a réplica.Disponibilização: sexta-feira. com o que não concorda o embargado. do carnê de pagamento do IPTU é ato suficiente para a notificação do lançamento tributário. arguiu: preliminar de extinção do processo sem julgamento do mérito. Agravo regimental improvido. 150. estando a Municipalidade limitada a cobrar tributos ao patrimônio. D E C I D O. 174 do Código Tributário Nacional. uma vez que o requerimento a que se refere foi feito pela Fundação Dom Avelar Brandão Vilela. Acórdão sujeito ao regime do art. caput c/c artigo 173. Juiz que presidia o feito anunciando o julgamento antecipado da lide.805. EXECUÇÃO FISCAL. . com as cominações de lei. Min.1997. 54/55.07. Nessa oportunidade. Diante do exposto e mais do que dos autos se pode colher. 06/07.(. ao argumento de que é uma instituição considerada de utilidade pública. então.. R. SÚMULA 106/STJ. em se tratando de IPTU. fls. Coloque-se de imediato na capa dos dois processos. haja vista que entre as datas de suas constituições definitivas e a data de propositura da ação em 03.4. Que. objeto do processo de execução de nº 0031717-23. sob a alegação de que a Embargante não fez a prova documental de que preenche os requisitos relacionados com a finalidade social. também quando já prescritos os referidos créditos."(REsp 1. isenta do pagamento de IPTU e ISS. ainda se nota do processo: pedido de juntada de substabelecimento. I. julgado em 22. diferentemente do que afirma na peça incoativa. fl. 76 da Lei nº 4. reportou-se ao ônus da prova e concluiu requerendo a improcedência dos Embargos. que segundo o artigo 219. Acrescenta que o prédio objeto da dívida deixou de pertencer à Fundação Dom Avelar Brandão Vilela que o vendeu no ano de 1990. 50. DABO TIBI IUS". Acrescenta que. os créditos de IPTU relativos aos exercícios de 1991 e 1992 foram fulminados pela prescrição quinquenal. Insira-se uma cópia deste julgado nos autos da execução. A interposição de agravo regimental para debater questão já apreciada em recurso submetido ao rito do art. "c" da CF. Que goza do benefício da imunidade de que trata o art.

até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. inciso I. suspendo o andamento do feito com base no artigo 151.EXECUTADO: Carlos de Carvalho Silva . 1) Considerando os termos da petição de fls. defiro o pedido e suspendo o andamento do feito com base no artigo 151. I. do CTN. do CPC.Processo 0089177-45. Salvador.8. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . 11/14. c/c o artigo 265. Inciso II.8. I.Execução Fiscal . 10 e documentos de fls. c/c o artigo 265. I.Execução Fiscal . Inciso II. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. 1) Considerando os termos da petição de fls. inciso I. c/c o artigo 265.05.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . Salvador. inciso I. c/c o artigo 265. Inciso II. .0001 .Execução Fiscal .0001 . 2) P.Execução Fiscal .Execução Fiscal .8. 06 de maio de 2013. 1) Considerando os termos da petição de fls.DIREITO TRIBUTÁRIO . inciso I.EXECUTADO: Mário Dantas Costa .DIREITO TRIBUTÁRIO . ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) .DIREITO TRIBUTÁRIO . ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . I. c/c o artigo 265. do CTN.2011.2011. c/c o artigo 265.8. 17/20.8. do CTN.0001 . do CPC. inciso I. 2 / Página 81 ADV: ZENIA MARIA CARDOSO CASTRO TOURINHO (OAB 5415/BA) .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . 08/11. Inciso II.DIREITO TRIBUTÁRIO . Inciso II.EXECUTADO: Mauricio F Monteiro .Processo 0084882-91.0001 .EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Processo 0091730-31. 16/19.8.Execução Fiscal .2003. inciso I. do CTN.05.05. c/c o artigo 265. 2) P.Vistos etc. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. do CPC.Execução Fiscal . Inciso II.Processo 0084881-09.2011. Salvador. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. 1) Considerando os termos da petição de fls. 07 de maio de 2013. suspendo o andamento do feito com base no artigo 151.Vistos etc. 12/15.2010.Vistos. 1) Considerando os termos da petição de fls. 2) P. 07 e documentos de fls. I.Vistos etc.0001 . 08/13. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . inciso I.DIREITO TRIBUTÁRIO .2011. do CPC. etc. inciso I. 11 e documentos de fls.2011. suspendo o andamento do feito com base no artigo 151. Salvador. defiro o pedido e suspendo o andamento do feito com base no artigo 151.Processo 0086384-65.Vistos etc. 25/26. Inciso II.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . 24 e documentos de fls. 1) Considerando os termos da petição de fls.Execução Fiscal .EXECUTADO: Jose Carlos Pinheiro Neto .05. c/c o artigo 265. suspendo o andamento do feito com base no artigo 151. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. 2) P.0001 . 12/14.2011. etc. 10 de maio de 2013 Cad. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. 06 de maio de 2013.Vistos etc.0001 .Vistos etc.8. 16 e documentos de fls. 07 e documentos de fls. inciso I.DIREITO TRIBUTÁRIO .05. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento.Processo 0093952-35. 07 de maio de 2013.Vistos.DIREITO TRIBUTÁRIO . 1) Considerando os termos da petição de fls.EXECUTADO: Francelina Pinto de Goes . 08/13. Inciso II.2011. 06 de maio de 2013.DIREITO TRIBUTÁRIO . I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) .Execução Fiscal . até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento.EXECUTADO: Hegel Vieira Aguiar . 1) Considerando os termos da petição de fls. Inciso II.Processo 0089699-82.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . inciso I. c/c o artigo 265. do CTN. 1) Considerando os termos da petição de fls. ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . 06 de maio de 2013. do CPC. 09/15. Salvador.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Vistos etc.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .05. 1) Considerando os termos da petição de fls. defiro o pedido e suspendo o andamento do feito com base no artigo 151. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. 06 de maio de 2013. do CPC. c/c o artigo 265. 2) P.05.05. I. do CPC. Salvador.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . do CTN. 07 e documentos de fls.2011. 15 e documentos de fls.0001 .8. inciso I. I. do CTN.DIREITO TRIBUTÁRIO . Inciso II. c/c o artigo 265.0001 . suspendo o andamento do feito com base no artigo 151. 2) P. do CTN. 06 de maio de 2013. Salvador. 1) Considerando os termos da petição de fls.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda .DIREITO TRIBUTÁRIO . 2) P. 2) P.Processo 0094547-34. 11 e documentos de fls. 2) P.AUTOR: Municipio de Salvador . I. ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) .8. 2) P.0001 . 03 de maio de 2013.2009.Disponibilização: sexta-feira. suspendo o andamento do feito com base no artigo 151.05.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . Salvador.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . defiro o pedido e suspendo o andamento do feito com base no artigo 151.Processo 0084859-48. 09/12. ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . do CPC.Vistos etc. do CPC. do CTN.0001 .8. do CPC.RÉ: Agnolia Pereira de Noronha . do CPC.Execução Fiscal .EXEQUENTE: Municipio do Salvador .05. 08 e documentos de fls.Processo 0084811-89.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . Salvador. Inciso II. do CTN.05. 2) P. suspendo o andamento do feito com base no artigo 151.8. ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . do CTN. 07 de maio de 2013. I.Processo 0080410-47. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento.Execução Fiscal . I. Salvador. 07 de maio de 2013. Salvador. 07 e documentos de fls.Vistos etc.

ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .05.05.AUTOR: Municipio de Salvador . do CTN. Salvador. Salvador. 2) P. P. 49. etc. 03. etc. . ARY DA SILVA MOREIRA (OAB 4145/BA). 03 de maio de 2013. conforme se colhe da decisão de fl. 10 de maio de 2013 Cad. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .Processo 0117813-84.2009.05.05. do CTN.0001 .2009. Posteriormente. Remetam-se os autos ao Egrégio Tribunal de Justiça.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Execução Fiscal . até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento.DIREITO TRIBUTÁRIO . Aguarde-se.Disponibilização: sexta-feira.EXECUTADO: Ivana Araujo Pitombo . O Municipio de Salvador. Inciso II. Intimem-se. conforme requerido pela exequente.Vistos etc. 2) P.DIREITO TRIBUTÁRIO . conforme se colhe da decisão de fls. observando-se as cautelas de praxe e as homenagens de estilo. Aidê Ouais Juíza de Direito Titular ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .DIREITO TRIBUTÁRIO . 06 de maio de 2013.Vistos 1) Considerando que o andamento deste processo já se encontra suspenso até o pagamento da última parcela do parcelamento firmado entre exequente e executado. I.Dívida Ativa . 22.8. 265.05.Processo 0117890-93.2000. ADV: ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . Do exposto.Vistos etc. 2) P.2003.Processo 0133740-27. 11 e documentos de fls. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .0001 .8. defiro o pedido e suspendo a presente execução.05.IMPETRADO: Superintendente de Administracao Tributaria do Estado da Bahia .2010. 18.830/80.Processo 0121652-69. suspendo o andamento do feito pelo prazo de 90 dias. Publique-se.2009.Execução Fiscal . do CTN.Dívida Ativa . I. atravessada pelo Exequente. c/c o artigo 265.Procedimento Ordinário . o Municipio de Salvador.RÉU: Renato Passos Santos .Vistos. Salvador.05.2011.EXECUTADO: Jurandir de Jesus Santana . inciso I.Processo 0148680-94. 1) Considerando os termos da petição de fls.8. 23/25. 1) Considerando os termos da petição de fls. c/c o artigo 265.Mandado de Segurança DIREITO TRIBUTÁRIO .Execução Fiscal .Dívida Ativa . do CPC.I.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Vistos etc.2010. Salvador. requereu a suspensão do feito haja vista que o crédito exequendo é objeto de procedimento de compensação administrativa. suspendo o andamento do feito com base no artigo 151. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento.EXEQUENTE: Municipio de Salvador . do CPC. pelo prazo de 90 dias. I.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Processo 0113140-14. suspendo o andamento do feito com base no artigo 151. etc.8. etc. 19. tenho como prejudicado o pedido formulado pelo exequente à fl. Considerando os termos da petição de fl.0001 . 24/26.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) Processo 0097366-12.Execução Fiscal .AUTOR: Joao Carlos Beltrao de Carvalho . 06 de maio de 2013. após retornem-se conclusos.Execução Fiscal . 1) Considerando os termos da petição de fls.Vistos. ADV: LEONARDO NUNEZ CAMPOS (OAB 30972/BA) .2008. do CPC.Vistos. 12.Processo 0105185-97.RÉU: Florido Vidal Santoro .Vistos etc.Vistos etc.0001 .05.0001 .Dívida Ativa .Processo 0149590-58.0001 .DIREITO TRIBUTÁRIO . Salvador.05. 40 da Lei nº 6. 2) P.AUTOR: Municipio de Salvador . 40. 07/09. através do processo nº 86759/2010. Considerando os termos da petição de fl. I. 06 e documentos de fls. 2 / Página 82 ADV: LICIO BASTOS SILVA NETO (OAB 17392/BA). Bela.8. 2) P.8. 07 de maio de 2013. I. 2) P. consoante Certidão de Dívida Ativa de fls.EXECUTADO: Armando Ferreira de Almeida Junior . 1) Considerando que o andamento deste processo já se encontra suspenso até o pagamento da última parcela do parcelamento firmado entre o exequente e executado. Aidê Ouais Juíza de Direito Titular ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .0001 . Inciso II. Inciso II. do CPC.Execução Fiscal .Execução Fiscal .05. ADV: ANTONINA CAZAES (OAB 9999000P/BA) .EXECUTADO: Claudia Celia Lopes . até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento.8. Cumpra-se.8.Execução Fiscal .8. inciso I. suspendo o andamento do feito com base no artigo 151. através do seu Procurador.IMPETRANTE: Bgmaxx Comercio de Produtos Alimenticios Importacao e Exportacao Ltda . I. c/c o artigo 265.05. P. Inciso II.I. I. suspendo o andamento do feito com base no artigo 151.0001 . 22 e documentos de fls. Abra-se vista ao representante do Ministério Público para ciência da sentença e dos recursos.8.8. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. I. do CTN. 1) Considerando os termos da petição de fls. inciso I. P.EXECUTADO: Celestino Manoel Bittencort Ataide .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . Bela.Vistos.Processo 0120025-15.0001 .Vistos etc. tenho como prejudicado o pedido formulado pelo exequente à fl. ANDERSON SOUZA BARROSO (OAB 14178/BA) . 03 de maio de 2013. II do Código de Processo Civil. ajuizou a presente Execução Fiscal contra Celestino Manoel Bittencort Ataide. c/c o artigo 265. inciso I. Cumpra-se. 151. através da petição de fls.EXECUTADO: Ary da Silva Moreira .EXECUTADO: Jorge da Silva Cerqueira . III do Código Tributário Nacional. 03 de maio de 2013.0001 . Salvador.2009. 21 e documentos de fls. suspendo o andamento do feito com base no art. 39.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .0001 . 12/15. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .Execução Fiscal .Processo 0156674-86. nos termos dos arts. combinado com o art.RÉU: Municipio de Salvador .DIREITO TRIBUTÁRIO EXEQUENTE: Municipio do Salvador .2009. P. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA).

DIREITO TRIBUTÁRIO .Processo 0029308-83.0001 . III do Código Tributário Nacional. extingo o processo sem resolução de mérito. etc.Procedimento Ordinário . 2) P.Processo 0174352-80. defiro o pedido e suspendo o andamento do feito com base no artigo 151. nos termos do art.2013. com as devidas anotações e baixa. através do seu Procurador. Inciso II.EXECUTADO: Jovelina Lima do Amaral Santos AG.0001 .Processo 0342793-09.CX 27 ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . 33.2013.Intime-se para a finalidade requerida.8.I. HOMOLOGO por sentença o mencionado pedido e por consequência. 38.-EST01/CX41 ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .8.0001 .05.8. através da qual a MM.AUTOR: Municipio do Salvador .Mero Expediente . Em. O JP EMPREENDIMENTOS FLORESTAIS LTDA. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . requereu a suspensão do feito haja vista que o crédito exequendo é objeto de procedimento de compensação através do processo administrativo nº 86759/2010. P.0001 .EXEQUENTE: Municipio do Salvador . c/c o artigo 265. 265.DIREITO TRIBUTÁRIO .Vistos.2011.IMPETRADO: Diretor Geral do Detran . e outro .Processo 0029308-83. consoante Certidão de Dívida Ativa de fls.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .2007.2003. 9-5-2013. e JOSIMAR BALDOINO FRANÇA SOUZA. 31. Após a decisão de fl.Vistos. nos termos dos arts.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .DAT Metro da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia .Processo 0198709-22. 03.IMPETRANTE: JP Empreendimentos Florestais Ltda.Processo 0029308-83. atraves da petição de fls. 267.8.DIREITO TRIBUTÁRIO .05. através de Procurador constituído. 3ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUÍZO DE DIREITO DA 3ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO MARINEIS FREITAS CERQUEIRA ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARCELO DOMINGUES CARLIN EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0189/2013 ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .05.Processo 0504747-64. arquivem-se os autos.Execução Fiscal . 2 / Página 83 ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .Execução Fiscal . 1) Considerando os termos da petição de fls.05. Intimem-se. I. 03 de maio de 2013. do CPC. O Municipio do Salvador. etc.Execução Fiscal . Sem custas. com pedido de desistência. Considerando que em mandado de segurança a parte pode desistir em qualquer fase processual. atravessaram a petição de fl. PEDRO LEONARDO SUMMERS CAYMMI (OAB 16313/BA). Publique-se. II do Código de Processo Civil.EXPEDIÇÃO CARTA CIT. Aidê Ouais . VIII.0001 .8.Vistos etc. defiro o pedido e suspendo a presente execução. inciso I. P.8.8.EXECUTADO: Fernandez Empreendimentos e Construcoes Ltda . Aguarde-se. 32/35. ADV: CAROLINA PASSOS SICUPIRA CUNHA (OAB 18713/BA). ajuizou a presente Execução Fiscal contra Celestino Manoel Bittencourt Ataide.Mandado de Segurança DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO .EXECUTADO: Jovelina Lima do Amaral Santos Despacho . JUÍZO DE DIREITO DA 2ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO AIDÊ OUAIS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL IRACEMA CARVALHO DE FREITAS BATISTA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0194/2013 ADV: CAROLINA CARBONI DE SOUZA (OAB 324105/SP) .Mandado de Segurança Licenciamento de Veículo .RÉU: Celestino Manoel Bittencourt Ataide . ADV: LUCAS ANDRADE KREJCI (OAB 24002/BA) .EXEQUENTE: Municipio do Salvador .0001 . do CTN.IMPETRADO: Diretor de Administracao Tributaria da Regiao Metropolitana .8.R. FLÁVIA DE SOUZA PINTO (OAB 21588/BA).2004. Decorrido o prazo de recurso. porém. I.Execução Fiscal .05.05.05. EXPEDIÇÃO DE CITAÇÃO ESTANTE 01 .0001 . Salvador. LUIZ MARCOS RIBEIRO RIBEIRO (OAB 20721/BA) .IMPETRANTE: General Eletric Energy do Brasil Equipamentos e Servicos de Energia Ltda . 151.Execução Fiscal .Disponibilização: sexta-feira.2011.0001 .Juiza de Direito Titular.2011. 10 de maio de 2013 Cad.Processo 017718253.Vistos.Departamento de Transito do Estado da Bahia .RÉU: Municipio de Salvador Defiro o pedido. até que se verifique o pagamento da última prestação do parcelamento. ingressaram com a presente ação. Juíza Substituta declinou da competência em favor de uma das Varas de Fazenda Pública Administrativa. 31 e documentos de fls. combinado com o art. etc. o Municipio do Salvador. Defiro o pedido de juntada posterior do instrumento procuratório.05. Posteriormente. de imediato deve ser trazido para os autos os estatutos da impetrante ou contrato social. Do exposto. do CPC.AUTOR: Pamel Patrimonial Melo Ltda e outros .EXECUTADO: Jovelina Lima do Amaral Santos AG.AUTOR: Municipio de Salvador .

Procedimento Ordinário . e 156. UBIRACI GAMA DE SANT ANNA (OAB 34773/BA) . 269. JULGO EXTINTA a presente Execução Fiscal. II.0001 .Execução Fiscal .05.ISS/ Imposto sobre Serviços .05.: Município de Salvador . 265.IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano . CONDENO a Executada ao pagamento das custas judiciais e dos honorários advocatícios.0001 .: Karina Pereira da Silva . inc. P.EXEQTE.05.8. do CPC. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .8. P.Mercê do exposto. 269. etc. SERGIO COUTO DOS SANTOS (OAB 13959/BA).Processo 0757039-76.RÉU: Município de Salvador . P. 10 de maio de 2013 Cad.: Município de Salvador . ADV: MARIANA LIMA MARTINS (OAB 34727/BA). Dê-se baixa e arquivem-se.ISS/ Imposto sobre Serviços . conforme preceituam os arts. conforme preceituam os arts. Dê-se baixa e arquivem-se. estes na razão de 10 % (dez por cento) sobre o valor da causa.Execução Fiscal . com fulcro no disposto no art.Disponibilização: sexta-feira. I. MARINA EIRADO PEREIRA (OAB 34380/BA) .2012. Dê-se baixa e arquivem-se.Conforme provimento 10/2008.Execução Fiscal . noticiada nos autos pela exequente e.: Município de Salvador . estes na razão de 10 % (dez por cento) sobre o valor da causa. e 156. I.0001 . do CPC. C.2012. com efeito de julgamento do mérito. I.Execução Fiscal .EXECDO. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA). com efeito de julgamento do mérito. II.: Tim Nordeste S/A . R. VI. conforme preceituam os arts. conforme preceituam os arts. estes na razão de 10 % (dez por cento) sobre o valor da causa.0001 . 2 / Página 84 ADV: LUIZ VILSON DE OLIVEIRA SOUZA SEGUNDO (OAB 22083/BA). suspendo o curso do processo executivo.Vistos.Procedimento Ordinário .: Maria Tânia Couto Araujo . após o trânsito em julgado. Intime-se a parte autora para se manifestar sobre documentos de fls.Execução Fiscal .Vistos. Dê-se baixa e arquivem-se. II. CONDENO a Executada ao pagamento das custas judiciais e dos honorários advocatícios.: Município de Salvador . C.05. Liberem-se os gravames acaso existentes.: Congregação Cristã No Brasil . estes na razão de 10 % (dez por cento) sobre o valor da causa.EXEQTE. do CTN.0001 . GABRIEL CAMPOS DE SOUZA (OAB 32004/BA) .AUTOR: Condominio do Edificio Império .0001 . devidamente corrigido. 269. e 156.EXECDO. do CTN. JULGO EXTINTA a presente Execução Fiscal. Liberem-se os gravames acaso existentes. 151. I. Intimem-se.Processo 0302114-98. JULGO EXTINTA a presente Execução Fiscal.0001 .Mero Expediente ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .05. 269. MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . II. CONDENO a Executada ao pagamento das custas judiciais e dos honorários advocatícios.05.2012.8.EXEQTE. etc.05.EXECUTADO: Garagem Modelo Prestacao de Servicos de Estacionamentos Ltda . C. do CTN. 269.8. do CPC. I.: Município de Salvador . CONDENO a Executada ao pagamento das custas judiciais e dos honorários advocatícios.2013. II.Processo 0822027-09.Execução Fiscal .2012. MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA).8. com efeito de julgamento do mérito. estes na razão de 10 % (dez por cento) sobre o valor da causa.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .. após o trânsito em julgado. do CTN.Execução Fiscal . do CTN. e 156.Mercê do exposto.. I. conforme preceituam os arts. do CTN e art.DIREITO TRIBUTÁRIO . devidamente corrigido. após o trânsito em julgado.IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano . R.Mercê do exposto..Processo 0756312-83.2012. I.EXEQTE. com efeito de julgamento do mérito.8.EXECDO.Despacho . Dê-se baixa e arquivem-se. Ciente da venerável decisão de fls.Processo 077585691.Mercê do exposto. devidamente corrigido.IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano .: Maria Tânia Couto Araujo . após o trânsito em julgado. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . do CPC. com efeito de julgamento do mérito.EXECDO. R.8. 09 a 33. ADV: UBIRACI GAMA DE SANT ANNA (OAB 34773/BA). I. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA).RÉU: Município de Salvador .05. CONDENO a Executada ao pagamento das custas judiciais e dos honorários advocatícios.Execução Fiscal .: Município de Salvador .0001 . R.: Município de Salvador . MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .05. pratiquei o ato processual abaixo: Intime-se a Fazenda Pública. I.EXECDO.0001 .EXEQUENTE: Município de Salvador .Processo 076376906. II. do CPC.2013. devidamente corrigido.IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano . P. ADV: AAB BENAIA SAMI NUNES VERISSIMO DE OLIVEIRA (OAB 33529/BA). Liberem-se os gravames acaso existentes. devidamente corrigido.8.Processo 0324199-44.EXEQTE.Mercê do exposto. Tendo em vista a celebração do parcelamento. I. C. JULGO EXTINTA a presente Execução Fiscal.Processo 077585691. do CPC.Processo 0766608-04. 171 e seguintes.2012. da Corregedoria Geral de Justiça.2012.Multas e demais Sanções .EXECDO. R. e 156.8. C. MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . após o trânsito em julgado. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .0001 . Liberem-se os gravames acaso existentes. intime-se o exequente para requerer o que entender de direito.Anulação de Débito Fiscal .EXEQTE.2012.05.ISS/ Imposto sobre Serviços . JULGO EXTINTA a presente Execução Fiscal. P.8.: Valfrido Lopes Barreto .EXECDO.: Fanny Gamacho de Herrera . etc. .Processo 0773418-92.AUTOR: Vitalmed Servicos de Emergencia Medica Ltda . Liberem-se os gravames acaso existentes. para manifestar-se acerca da petição e documentos de fls. conforme expressamente requerido.Vistos.EXEQTE.

Eis porque.0001 . extingo a execução.Processo 0009257-90. em consonância com a fundamentação aduzida.Processo 0003982-15.R. JUÍZO DE DIREITO DA 3ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO ROLEMBERG COSTA ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARCELO DOMINGUES CARLIN EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0191/2013 ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .Eis porque. em consonância com a fundamentação aduzida.I. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.Vistos.05.8.Execução Fiscal .1996.EXECUTADO: Bahia Beat Comunicacao Ltda .Processo 0009478-11.1986. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .Execução Fiscal .0001 .05.1997.Execução Fiscal . ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .0001 . Sem custas. em consonância com a fundamentação aduzida.0001 .05.0001 .Execução Fiscal .I.R.AUTOR: Municipio de Salvador .R.Execução Fiscal .RÉU: Banco do Comercio e Industria de Sao Paulo Sa . em consonância com a fundamentação aduzida. Sem custas.I. de acordo com a fundamentação invocada.2007. 10 de maio de 2013 Cad. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. de acordo com a fundamentação invocada.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . Ao trânsito em julgado arquivem-se.8.RÉU: Soc C Magalhaes Ltda .05.RÉU: Vivalda de O Fernandes .Processo 0004962-10.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .05.05.AUTOR: Municipio do Salvador . extingo a execução.05.8. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .I.Disponibilização: sexta-feira. em consonância com a fundamentação aduzida. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . P.RÉU: Com Imobiliaria Eldorado . Ao trânsito em julgado arquivem-se P.Processo 0012627-63.AUTOR: Municipio de Salvador .I.RÉU: Sm Santana Aluguel e Conserv de Equipam .8. P.Processo 0018008-08. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .Execução Fiscal .0001 . extingo a execução.R. Sem custas.05.RÉU: Alberto de Freitas Costa .Processo 0002373-84.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .8. Sem custas.Execução Fiscal . Sem custas.2003.AUTOR: Municipio de Salvador . em consonância com a fundamentação aduzida. Sem custas. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.Posto isso.R.AUTOR: Municipio do Salvador .0001 . ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . extingo a execução.DIREITO TRIBUTÁRIO .05.8.EXECUTADO: Jovelina Lima do Amaral Santos . Ao trânsito em julgado arquivem-se P. Intime-se a exequente para se manifestar sobre petição de fls 07 e segs.Execução Fiscal .AUTOR: Municipio de Salvador . extingo a execução. extingo a execução.0001 .RÉU: Raimundo Cezar S Silva .8. P.Posto isso. extingo a execução. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. etc.Processo 0001249-27.AUTOR: Municipio do Salvador .I ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .1999. Sem custas.I.05.Eis porque.R. Sem custas. Sem custas.Posto isso.R.R.I.0001 .Obrigação Acessória .R.2006.AUTOR: Prefeitura Municipal de Salvador .8.Processo 0015882-24.2003.AUTOR: Municipio de Salvador . 2 / Página 85 JUÍZO DE DIREITO DA 3ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO MARINEIS FREITAS CERQUEIRA ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARCELO DOMINGUES CARLIN EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0190/2013 ADV: NALA COLARES NETO (OAB 26721/BA).2011.Processo 0009005-19.05.2007. Sem custas.2009.Execução Fiscal .05. Sem custas. P.8.Execução Fiscal .Execução Fiscal .R.Processo 0011622-54. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . .RÉU: Banco Economico de Investimento S A . extingo a execução. extingo a execução. de acordo com a fundamentação invocada. de acordo com a fundamentação invocada.0001 . ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .2007. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.R.Processo 0031336-05.8. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . em consonância com a fundamentação aduzida.I.8.I.8.Processo 0029308-83.I. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. Ao trânsito em julgado arquivem-se.Execução Fiscal .0001 .2003.I. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .Posto isso. PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .Posto isso. de acordo com a fundamentação invocada.RÉU: Interligt Iluminacao e Servico Ltda .0001 .AUTOR: Municipio do Salvador .0001 . extingo a execução.AUTOR: Municipio de Salvador .8.Execução Fiscal .RÉU: Eronildo da Silva Couto .Eis porque.Eis porque. extingo a execução. Sem custas.Posto isso.R.05.RÉU: Rita de Figueiredo Lins . Ao trânsito em julgado arquivem-se.Posto isso. Ao trânsito em julgado arquivem-se. extingo a execução.

Processo 0038839-77.Processo 0049210-76.RÉU: Costa Irmaos Representacoes Ltda . extingo a execução. em consonância com a fundamentação aduzida. 10 de maio de 2013 Cad. de acordo com a fundamentação invocada.RÉ: Jacira Santos Garrido .8. Sem custas. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .0001 . Sem custas.AUTOR: Municipio de Salvador . Ao trânsito em julgado arquivem-se P.Posto isso.Eis porque. de acordo com a fundamentação invocada. extingo a execução.AUTOR: Municipio de Salvador .R.Eis porque.AUTOR: Municipio de Salvador . Sem custas.AUTOR: Municipio de Salvador .AUTOR: Municipio de Salvador .R.0001 .0001 .0001 .Posto isso.Eis porque.0001 .R.0001 .05.I ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .Execução Fiscal . em consonância com a fundamentação aduzida.05.AUTOR: Municipio de Salvador . 2 / Página 86 ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .Execução Fiscal . extingo a execução.0001 .AUTOR: Municipio de Salvador .RÉU: Jireh Atendimentos e Servicos de Mao de Obra .I ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .Eis porque.8.0001 .Processo 0036690-98.Execução Fiscal . extingo a execução.Execução Fiscal .05. extingo a execução.Processo 0036774-12. Sem custas.RÉU: Isaac Jose Ribeiro . em consonância com a fundamentação aduzida.Posto isso.R.Execução Fiscal .8.0001 . Ao trânsito em julgado arquivem-se. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .0001 .05. Sem custas.2001.Obrigação Acessória .Processo 0039605-33.2003.Processo 0038942-84.RÉU: Esso Brasileira de Petroleo Ltda . Sem custas.05.05.R.Processo 0035371-76. extingo a execução.Processo 0043187-41.I.I ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .2003. extingo a execução.2004.Execução Fiscal .EXEQUENTE: Municipio do Salvador . P.05.2003.Processo 0038860-53.Processo 0031413-14. em consonância com a fundamentação aduzida.0001 . de acordo com a fundamentação invocada.R.0001 . extingo a execução.2009. Sem custas.2009.Posto isso.I ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .R.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .05. de acordo com a fundamentação invocada.8.Processo 0049320-75. .1998.AUTOR: Municipio de Salvador . Sem custas. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. de acordo com a fundamentação invocada.I ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .I ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .1998. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .8.Eis porque. de acordo com a fundamentação invocada.AUTOR: Municipio de Salvador . extingo a execução.RÉU: Manoel Costa Falcao . Sem custas. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. Sem custas. extingo a execução. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.Processo 0049247-30.EXECUTADO: Letra Publicidade Brindes e Serviços Graficos Ltda . Ao trânsito em julgado arquivem-se P.0001 .I. de acordo com a fundamentação invocada.2003.R.Posto isso.05.Execução Fiscal .R.Execução Fiscal .Execução Fiscal .Execução Fiscal .Execução Fiscal . Sem custas. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . Ao trânsito em julgado arquivem-se P.05.R.2003.I ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .05.8.I ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . em consonância com a fundamentação aduzida. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.Eis porque.EXECUTADO: Casa de Engorda Comercial Ltda Eis porque.2003.RÉU: Dois Irmaos Alimentos Comercio e Representacoes Ltda .05.8.0001 .8.R. de acordo com a fundamentação invocada.8.Eis porque.Processo 0042174-70. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.05.0001 .I.AUTOR: Municipio de Salvador .Processo 0036748-04.2003.2003.Posto isso.0001 .Eis porque.Execução Fiscal .Eis porque.RÉU: La Nuit Intertrading Com Imp Exp Rep e Pronta Entrega Ltda .RÉU: Dilson Jatahy Fonseca .05. Sem custas.AUTOR: Municipio de Salvador . Sem custas.I.8.AUTOR: Municipio de Salvador .8.AUTOR: Municipio de Salvador .R. extingo a execução.8. extingo a execução.R. de acordo com a fundamentação invocada. extingo a execução.I ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .2003.8.RÉU: Abertura Serigrafia Ltda .AUTOR: Municipio de Salvador .R.05.Obrigação Acessória .EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Processo 0043652-50.2003. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. em consonância com a fundamentação aduzida. extingo a execução. de acordo com a fundamentação invocada.Execução Fiscal . Ao trânsito em julgado arquivem-se P.05.8.R. extingo a execução.I.Processo 0036657-21.RÉU: Renato Jp do Lago Irmaos .I.Execução Fiscal . ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .Disponibilização: sexta-feira. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.8.Execução Fiscal . Ao trânsito em julgado arquivem-se P.I. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .RÉU: Clinica Rita Silveira Sc Ltda .RÉU: Danmax Comercio e Representacoes Ltda . Sem custas.RÉU: Jose Carlos T de Souza . extingo a execução. Sem custas.Execução Fiscal .8. Sem custas. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.R.

2010. extingo a execução.Processo 0057744-96. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. Sem custas. em consonância com a fundamentação aduzida.I.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Processo 0072802-13. extingo a execução.I. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .8. Sem custas.RÉU: Antonio Francisco dos Santos .Posto isso.I .RÉU: Antonio C Lins de Albuquerque .0001 . Ao trânsito em julgado arquivem-se P.8.Execução Fiscal .Posto isso. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.Processo 0061472-24.DIREITO TRIBUTÁRIO .Execução Fiscal .Execução Fiscal .Posto isso.05. extingo a execução. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .0001 . ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .0001 .Posto isso.1997.RÉU: Eulina de Melo Guedes . em consonância com a fundamentação aduzida.05.R. em consonância com a fundamentação aduzida.1999.8.1999. em consonância com a fundamentação aduzida. de acordo com a fundamentação invocada. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.RÉU: Jose Regis de Souza . 2 / Página 87 ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .2003.05.Processo 0061986-11.Execução Fiscal .I.I.2010. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.AUTOR: Municipio de Salvador .R. em consonância com a fundamentação aduzida.0001 .I.Processo 0050776-26. extingo a execução.Execução Fiscal .8. Sem custas.0001 . Sem custas. em consonância com a fundamentação aduzida.05.0001 .RÉU: Lopes Leoni Servico de Informatica e Telefonia Ltda . extingo a execução.Execução Fiscal .Posto isso.AUTOR: Municipio de Salvador . ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . de acordo com a fundamentação invocada.Processo 0055661-83.05. Sem custas.Execução Fiscal .2002.EXEQUENTE: Municipio do Salvador .Eis porque. Sem custas.8.Eis porque.AUTOR: Municipio de Salvador . extingo a execução.AUTOR: Municipio de Salvador .05. em consonância com a fundamentação aduzida. Sem custas. extingo a execução.0001 .AUTOR: Municipio de Salvador .DEVEDOR: Anelito Soares Lopes Filho Posto isso. Sem custas.1999.05.RÉU: Angeval Supermercado Ltda .Processo 0092170-42.DEVEDOR: Perfecto Pereira Abad .Posto isso.RÉU: Milton Yoshikazo Anami . extingo a execução.R.Processo 0056618-98. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .I.AUTOR: Municipio de Salvador .05.0001 .RÉU: C e M Locacao de Mao de Obras e Servicos .R.Posto isso. Sem custas.EXECUTADO: Peixoto Irmao e Cia Ltda .05.8.0001 .EXEQUENTE: Municipio do Salvador . em consonância com a fundamentação aduzida. em consonância com a fundamentação aduzida.R. Sem custas.AUTOR: Municipio de Salvador .Execução Fiscal .I.8. P.8. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.0001 . Ao trânsito em julgado arquivem-se P.RÉU: J Lopes Imob Ltda . ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .8.0001 .1999.AUTOR: Municipio de Salvador .05. em consonância com a fundamentação aduzida.0001 .EXECUTADO: Porto Cale Participações Ltda Epp .R. Sem custas.AUTOR: Municipio de Salvador .Execução Fiscal .Posto isso. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.R.05.0001 . extingo a execução.Processo 0058271-24. Ao trânsito em julgado arquivem-se.8.Processo 0049340-90.Posto isso.I.Disponibilização: sexta-feira. 10 de maio de 2013 Cad.I.IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano .AUTOR: Municipio de Salvador . Sem custas.Execução Fiscal .R.05.8.I ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .8.Processo 0068181-02.Execução Fiscal .0001 . ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .Processo 0069272-64.AUTOR: Municipio de Salvador .R. Sem custas.0001 . Ao trânsito em julgado arquivem-se P.Posto isso.0001 .R.I.Processo 0088337-98.Execução Fiscal . em consonância com a fundamentação aduzida. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. extingo a execução.EXECUTADO: Girau Construtora Ltda .Execução Fiscal .Execução Fiscal .Processo 0061275-40. extingo a execução.2004. Sem custas. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . Ao trânsito em julgado arquivem-se P.AUTOR: Municipio de Salvador .I. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .Eis porque. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. extingo a execução.Processo 0072663-90.RÉU: Cad Service Serv e Apoio Em Computgrafi Ca .2004.RÉU: Lino Pena Seara .Execução Fiscal .8. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . Ao trânsito em julgado arquivem-se P.05.1999.8. em consonância com a fundamentação aduzida.1998. extingo a execução. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.R. Sem custas.AUTOR: Municipio de Salvador .2001.8.R.I. em consonância com a fundamentação aduzida.2003.R. Sem custas.Execução Fiscal . ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .RÉU: Antonia Almeida Muniz .I. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.EXECUTADO: Blau Comércio de Veículos Ltda Posto isso.Posto isso. de acordo com a fundamentação invocada. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .05.2004.Processo 0088527-47.R. extingo a execução. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . extingo a execução.I. extingo a execução.R.05.8.05.R. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .AUTOR: Municipio de Salvador .

EXECUTADO: Renato Valeriano de Souza .2004.2001.Posto isso.RÉU: Maria Caldevazzo .Execução Fiscal .RÉ: Clarice Figueiredo Cezar .2003. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . em consonância com a fundamentação aduzida. Sem custas.Execução Fiscal .AUTOR: Municipio de Salvador .05.RÉU: Fernandez Empreendimentos e Construcoes Ltda .0001 . Sem custas.R.Processo 0163599-98.R.I.05. Sem custas.Execução Fiscal .0001 .8.AUTOR: Municipio de Salvador . em consonância com a fundamentação aduzida.Processo 0113536-35.Execução Fiscal .Processo 0134631-58.I.I. . Sem custas.Execução Fiscal .AUTOR: Municipio de Salvador . em consonância com a fundamentação aduzida.Posto isso. em consonância com a fundamentação aduzida.RÉU: Paulo C Lopes Lima . Ao trânsito em julgado arquivem-se P. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.ITBI Imposto de Transmissão Intervivos de Bens Móveis e Imóveis .RÉU: Clovis Ramos Albergaria .EXECUTADO: Rui Cesar de Andrade e Silva .2000. de acordo com a fundamentação invocada.AUTOR: Municipio de Salvador . Ao trânsito em julgado arquivem-se.I.05.Processo 0107942-79.8.0001 . ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .Execução Fiscal .8.2005.I.RÉU: Village Nova Marina . ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .Eis porque.05. Sem custas. Sem custas.Eis porque.05.8.Execução Fiscal . Ao trânsito em julgado arquivem-se P. extingo a execução.2004. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. em consonância com a fundamentação aduzida.Processo 0172857-30.05.R. 10 de maio de 2013 Cad.Execução Fiscal . ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .I ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . de acordo com a fundamentação invocada.8.2003.Processo 0166783-62.RÉ: Zilda M de Andrade . de acordo com a fundamentação invocada.2003. Ao trânsito em julgado arquivem-se.R. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . em consonância com a fundamentação aduzida.Processo 0104355-15.AUTOR: Municipio do Salvador .2003.2003.Execução Fiscal .Execução Fiscal . em consonância com a fundamentação aduzida.Processo 0133652-96.0001 .Disponibilização: sexta-feira.2003.2006.05.0001 . extingo a execução.0001 .I.Execução Fiscal .I. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.AUTOR: Municipio do Salvador .0001 .AUTOR: Municipio do Salvador .RÉU: Classe A Empreendimentos Ltda .0001 .I.8.R.R.Posto isso.Processo 0141334-34.0001 . Sem custas.R. Sem custas.I.0001 .EXECUTADO: Juventino P da Silva .Eis porque.Posto isso.2009.R. extingo a execução.Processo 0123739-56.8.Execução Fiscal .2004.0001 . extingo a execução.8. em consonância com a fundamentação aduzida. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. Ao trânsito em julgado arquivem-se.8. P.R. P.Processo 0156517-16. extingo a execução. extingo a execução. Sem custas. de acordo com a fundamentação invocada.0001 .R.EXECUTADO: Rosangela Ferro Barretto de Araujo .AUTOR: Municipio de Salvador . extingo a execução.8.Processo 0150531-47.Posto isso.R.RÉU: Inacio Genuino da Silva .EXEQUENTE: Municipio do Salvador .0001 .Eis porque.05.AUTOR: Municipio do Salvador . extingo a execução.AUTOR: Municipio de Salvador .Processo 0110805-66. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. Ao trânsito em julgado arquivem-se P. extingo a execução. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . Sem custas.Execução Fiscal .Execução Fiscal . Sem custas.05. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .Eis porque.2005. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .05.AUTOR: Municipio do Salvador .05.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .I.8. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . extingo a execução.2004.I.8. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . em consonância com a fundamentação aduzida. extingo a execução.05.I ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . Ao trânsito em julgado arquivem-se P. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.RÉU: Squadro Construcoes Ltda . de acordo com a fundamentação invocada.Eis porque.Posto isso.Posto isso.AUTOR: Municipio de Salvador .05. extingo a execução.Processo 0130662-35. P. Sem custas.R.Processo 0137252-18.RÉU: L J R Comercio e Servicos Ltda . extingo a execução.8.0001 .05. extingo a execução. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .AUTOR: Municipio de Salvador .Posto isso. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .8. 2 / Página 88 ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . em consonância com a fundamentação aduzida. extingo a execução. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.Execução Fiscal .R.EXECUTADO: Fernandez Empreendimentos e Construcoes Ltda .AUTOR: Municipio de Salvador .05.R.Execução Fiscal . Ao trânsito em julgado arquivem-se P.AUTOR: Municipio do Salvador .R.I ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .8. Sem custas.0001 . Sem custas. de acordo com a fundamentação invocada.I. extingo a execução. Sem custas.R.Posto isso.I.Processo 0141133-42. Sem custas.Posto isso.05. Ao trânsito em julgado arquivem-se P.8.0001 .

0001 . e 794.Execução Fiscal . de acordo com a fundamentação invocada. Sem custas. LICIO BASTOS SILVA NETO (OAB 17392/BA) . requerendo a extinção do feito. P.05. do CPC. se houver. ao trânsito em julgado. requerendo a extinção do . I.imob.8.0001 . P.0001 . I.I. proceda-se a devida liberação do bem constrito.Execução Fiscal .Obrigação Acessória .8.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . requerendo a extinção do feito. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA).EXECUTADO: Centro de Formacao de Condutores Uniao Ltda .8. e 794.R.Processo 0176157-97. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) . para manifestar-se acerca da petição de fls.2006. I. requerendo a extinção do feito. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . Assim sendo.Processo 0050302-69. com base nos artigos 156.05. 183. determinando.2006. P.05. Assim sendo.I. baixa na distribuição e arquivamento dos autos.Execução Fiscal . Ltda . se houver. Sem custas.Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida. Inciso IV do CTN. P.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . Sem custas.0001 . ao trânsito em julgado.8.Execução Fiscal . declaro extinta a Execução. determinando. Ao trânsito em julgado arquivem-se. declaro extinta a execução. ao trânsito em julgado.R.Processo 0036495-16. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) . Em caso de existência de penhora. do CTN. determinando.8. com base nos artigos 156. Ao trânsito em julgado arquivem-se.Eis porque. JUÍZO DE DIREITO DA 3ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO MARINEIS FREITAS CERQUEIRA ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARCELO DOMINGUES CARLIN EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0192/2013 ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .R.AUTOR: Municipio do Salvador .EXECUTADO: Syene Emp.2011.Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia compensação da dívida.0001 .DIREITO TRIBUTÁRIO . ADV: ''1''PROCURADOR DO ESTADO DA BAHIA (OAB 909090/BA) . ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA).8. P. e 794.2003.AUTOR: Municipio do Salvador .830/80.Processo 0019322-08. Custas. ao trânsito em julgado. Sem custas.RÉU: Maria da Conceicao Ferreira de Souza e outro . de acordo com a fundamentação invocada. pratiquei o ato processual abaixo: Intime-se a embargante.R. extingo a execução. determinando.EXECUTADO: Bahiaodonto-plano Odontologico da Bahia Ltda . baixa na distribuição e arquivamento dos autos. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA). Em caso de existência de penhora. inc.Conforme provimento 10/2008.05.Processo 001707705.2003. requerendo extinção do feito.Embargos à Execução Fiscal .Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o cancelamento do débito.Execução Fiscal . ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .05.R.Execução Fiscal . de acordo com a fundamentação invocada.I.Execução Fiscal . Sem custas. Em caso de existência de penhora. P.8.Processo 0001866-26.0001 . de acordo com a fundamentação invocada. baixa na distribuição e arquivamento dos autos. declaro extinta a Execução. 10 de maio de 2013 Cad. 26 da Lei nº 6.Eis porque. proceda-se a devida liberação do bem constrito.Processo 0034872-83. extingo a execução.05. Em caso de existência de penhora.05.RÉU: Markka Construcao e Engenharia Ltda .2006.AUTOR: Municipio do Salvador .Eis porque.0001 .05.ISS/ Imposto sobre Serviços .I.Processo 0176454-07. Custas.R.Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida.RÉU: Jaercio Ferreira Barros .0001 . extingo a execução.8.Execução Fiscal .05. extingo a execução.I. com base nos artigos 156.R.Eis porque. na forma da lei. P.0001 . baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Assim sendo. com base no artigo 156. Ao trânsito em julgado arquivem-se. RODRIGO VEIGA FREIRE E FREIRE (OAB 20863/ BA) .19 de abril de 2013 ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) .R. I. 2 / Página 89 ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) .8. proceda-se a devida liberação do bem constrito.Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida.AUTOR: Municipio do Salvador . do CTN.Execução Fiscal .Execução Fiscal .2008.I. II.8.RÉ: Lisete Teixeira de Carvalho . determinando.Processo 0175979-51.2009.0001 . Salvador(BA). FERNANDO JOSÉ MAXIMO MOREIRA (OAB 11318/ BA) . baixa na distribuição e arquivamento dos autos.RÉU: Ignacio Dias de Souza . com base no art. Assim sendo.Processo 0175967-37. proceda-se a devida liberação do bem constrito. declaro extinta a Execução.AUTOR: Municipio do Salvador .8. Sem custas.RÉU: Maria Francisca L de Figueiredo . do CTN. I. declaro extinta a Execução. do CPC.0001 . Assim sendo. do CPC.R.05. P.2006.Disponibilização: sexta-feira.AUTOR: Municipio de Salvador . Sem custas. Ao trânsito em julgado arquivem-se.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . P.RÉU: Status Empreendimentos Hoteleiros Ltda . ao trânsito em julgado.I.AUTOR: Fazenda Publica do Estado da Bahia .I.I.2010.EMBARGANTE: Empresa Baiana de Aguas e Saneamento Sa EMBARGADO: Municipio de Salvador . requerendo a extinção do feito.Processo 0022130-88. da Corregedoria Geral de Justiça.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . na forma da lei.Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia remissão do crédito tributário.1987.05.

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 90

feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0050738-28.2010.8.05.0001 - Execução Fiscal - ISS/ Imposto sobre Serviços - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Hotel Tamarineiro Ltda - Tratase de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0051343-37.2011.8.05.0001 - Execução Fiscal - DIREITO TRIBUTÁRIO - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Jose Leonardo da Costa Filho Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o cancelamento do débito, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base no art. 26 da Lei nº 6.830/80, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Sem custas. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0056629-30.2010.8.05.0001 - Execução Fiscal - IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Jerusa Silva de Carvalho Ferreira - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, procedase a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0062914-10.2008.8.05.0001 - Execução Fiscal - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Instituto de Hematologia da Bahia - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: DILSON JATAHY FONSECA JUNIOR (OAB 9902/BA) - Processo 0068943-81.2005.8.05.0001 - Execução Fiscal - AUTOR: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Dilson Hoteis Ltda - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: WASHINGTON DE OLIVEIRA LUZ (OAB 18428/BA), PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0069234-42.2009.8.05.0001 - Execução Fiscal - IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Valquiria Barbosa da Silva - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) - Processo 0072078-82.1997.8.05.0001 - Execução Fiscal - AUTOR: Municipio de Salvador - RÉU: Sergio Requiao de Queiroz - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o cancelamento do débito, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base no art. 26 da Lei nº 6.830/80, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Sem custas. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0073521-48.2009.8.05.0001 - Execução Fiscal - IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Consorcio Suarez - Rangiroa - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, procedase a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: NIVALDO DE CARVALHO (OAB 355B/BA), ABDON ANTONIO ABBADE DOS REIS (OAB 8976/BA), MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) - Processo 0078792-19.2001.8.05.0001 - Embargos à Execução Fiscal - EMBARGANTE: Marco Polo M dos Santos - EMBARGADO: Municipio de Salvador - Ato ordinatório praticado: Dê-se ciência às partes do retorno dos autos do Tribunal de Justiça da Bahia, intimando-se para requerer em 15 (quinze) dias o que entender de direito. Após, arquive-se com baixa.

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 91

ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0090591-15.2008.8.05.0001 - Execução Fiscal - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Dione Maria Monaco Vianna Borges - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o cancelamento do débito, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base no art. 26 da Lei nº 6.830/80, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Sem custas. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA), ELCIA MARTINS SANTOS (OAB 10353/BA) - Processo 0093670-65.2009.8.05.0001 - Execução Fiscal - Obrigação Acessória - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Btu Bahia Transportes Urbanos Ltda - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) - Processo 0096764-84.2010.8.05.0001 - Execução Fiscal - Dívida Ativa - AUTOR: Municipio de Salvador - EXECUTADO: José Barros de Amorim - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) - Processo 0098657-13.2010.8.05.0001 - Execução Fiscal - DIREITO TRIBUTÁRIO - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Mario Andrade Borges - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0098835-93.2009.8.05.0001 - Execução Fiscal - IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Luis Andrade Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0101028-81.2009.8.05.0001 - Execução Fiscal - IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Rita Meira Lessa - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0102433-84.2011.8.05.0001 - Execução Fiscal - DIREITO TRIBUTÁRIO - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Patricia Rocha de Carvalho - Tratase de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0103014-02.2011.8.05.0001 - Execução Fiscal - DIREITO TRIBUTÁRIO - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Carlos Humberto de Lima - Tratase de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0104406-11.2010.8.05.0001 - Execução Fiscal - DIREITO TRIBUTÁRIO - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Habitação e Urbanização da Bahia S/A - Urbis - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o cancelamento do débito, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base no art. 26 da Lei nº 6.830/80, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Sem custas. P.R.I.

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 92

ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0109160-64.2008.8.05.0001 - Execução Fiscal - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Azaruja do Brasil Participacoes e Negocios Ltda - Tratase de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) - Processo 0111616-50.2009.8.05.0001 - Execução Fiscal - DIREITO TRIBUTÁRIO - EXEQUENTE: Municipio de Salvador - EXECUTADO: Joao Luiz Murta de Oliveira - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) - Processo 0112342-34.2003.8.05.0001 - Execução Fiscal - AUTOR: Municipio de Salvador - RÉU: Construtora Franisa Ltda - À míngua de qualquer óbice, arquivem-se. Salvador (BA), 08 de abril de 2013. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA) - Processo 0113175-81.2005.8.05.0001 - Execução Fiscal - AUTOR: Municipio do Salvador - RÉU: Bahianet Internet Servicos Ltda - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: FERNANDA LEAL SANTOS SOUZA (OAB 24022/BA), MARCELO NEVES BARRETO (OAB 15904/BA), PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0117444-90.2010.8.05.0001 - Execução Fiscal - DIREITO TRIBUTÁRIO - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Luis Augusto dos Santos Souza - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o cancelamento do débito, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base no art. 26 da Lei nº 6.830/80, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Sem custas. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0156369-29.2008.8.05.0001 - Execução Fiscal - IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano - AUTOR: Municipio do Salvador - RÉU: Nadja Maria Bispo de Souza - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: ''1''PROCURADOR DO ESTADO DA BAHIA (OAB 909090/BA) - Processo 0159824-02.2008.8.05.0001 - Execução Fiscal - ICMS/ Imposto sobre Circulação de Mercadorias - AUTOR: O Estado da Bahia - RÉU: M5 Industria e Comercio Sa - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA) - Processo 0196664-11.2008.8.05.0001 - Execução Fiscal - IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano - EXEQUENTE: Municipio do Salvador - EXECUTADO: Jose Carlos Fernandes - Trata-se de Execução Fiscal em que a Fazenda Pública noticia o pagamento da dívida, requerendo a extinção do feito. Assim sendo, declaro extinta a Execução, com base nos artigos 156, I, do CTN, e 794, I, do CPC, determinando, ao trânsito em julgado, baixa na distribuição e arquivamento dos autos. Em caso de existência de penhora, proceda-se a devida liberação do bem constrito. Custas, se houver, na forma da lei. P.R.I. ADV: MARIA AMÉLIA MACIEL MACHADO (OAB 21054/BA), CLÁUDIO ANDRÉ ALVES DA SILVA (OAB 22860/BA), ANA KARINA PINTO DE CARVALHO SILVA (OAB 23844/BA) - Processo 0328543-68.2013.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - Anulação de Débito Fiscal - AUTOR: Francisco Cavalcante de Araujo - RÉU: Município de Salvador - Conforme Provimento 10/2008 da Corregedoria Geral de Justiça, pratiquei o ato processual abaixo: Intime-se a parte Autora, para manifestar-se acerca da petição de fls. 71 à 95.

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 93

4ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA
JUÍZO DE DIREITO DA 4ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO MARIA MARTHA GOES RODRIGUES DE MORAES ESCRIVÃ(O) JUDICIAL AILTON RODRIGUES MOUTINHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0132/2013 ADV: ''1''PROCURADOR DO ESTADO DA BAHIA (OAB 909090/BA) - Processo 0003632-27.1997.8.05.0001 - Execução Fiscal - AUTOR: Fazenda Publica do Estado da Bahia - RÉU: Transportes Marily Ltda - Em razão do duplo grau de jurisdição, encaminhem-se estes autos à Superior Instância com as nossas homenagens e as garantias de estilo. ADV: ''1''PROCURADOR DO ESTADO DA BAHIA (OAB 909090/BA) - Processo 0004727-92.1997.8.05.0001 - Execução Fiscal - AUTOR: Fazenda Publica do Estado da Bahia - RÉU: Dina Comercio de Bebidas Ltda - Em razão do duplo grau de jurisdição, encaminhem-se estes autos à Superior Instância com as nossas homenagens e as garantias de estilo. ADV: ''1''PROCURADOR DO ESTADO DA BAHIA (OAB 909090/BA) - Processo 0010528-96.1991.8.05.0001 - Execução Fiscal - AUTOR: Fazenda Publica Estadual - EXECUTADO: Comprodalcomercial de Produtos Alimentícios Ltda - Em razão do duplo grau de jurisdição, encaminhem-se estes autos à Superior Instância com as nossas homenagens e as garantias de estilo. JUÍZO DE DIREITO DA 4ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO MARIA MARTHA GOES RODRIGUES DE MORAES ESCRIVÃ(O) JUDICIAL AILTON RODRIGUES MOUTINHO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0163/2013 ADV: ''1''PROCURADOR DO ESTADO DA BAHIA (OAB 909090/BA) - Processo 0106209-15.1999.8.05.0001 - Execução Fiscal - AUTOR: Fazenda Publica do Estado da Bahia - RÉU: Vip Import Comercio de Importados Ltda e outros - Vistos, etc. A Fazenda Publica do Estado da Bahia ajuizou em 25/11/1999, a presente ação de Execução Fiscal contra Vip Import Comercio de Importados Ltda e outros objetivando a cobrança judicial do valor R$ 5.244,09 (CINCO MIL E DUZENTOS E QUARENTA E QUATRO REAIS E NOVE CENTAVOS), proveniente de ICMS, referente aos exercícios de 1996. Verifica-se que a presente Execução Fiscal foi distribuída antes da promulgação da Complementar n.º 118/2005, que modificou o art. 174, inciso I, do CTN, atribuindo ao ato judicial que determinou a citação o efeito interruptivo da prescrição. Antes da promulgação da Lei Complementar 118/05, a prescrição somente era suspensa com a citação válida do executado. Observa-se que, na presente ação, a citação valida apenas ocorreu quando a ação já se encontrava prescrita. Ademais, não é possível alegar a demora do Poder Judiciário, pois a própria exeqüente assumiu a responsabilidade pela prescrição do crédito, na medida em que informou endereço equivocado na exordial dificultando a localização do executado. Afastada está portando a súmula 106 do STJ, haja vista que o único responsável pela ocorrência da prescrição do crédito tributário fora o próprio Exeqüente. O art. 174 do CTN determina que: "a ação para a cobrança do crédito tributário prescreve em 05 (cinco) anos, contados da data da sua constituição definitiva", razão pela qual se torna inquestionável que a presente ação de execução fiscal está fulminada pelo instituto da prescrição. Além disso, inexiste qualquer das causas constantes no art. 151 do CTN que justifiquem a suspensão do prazo prescricional. Por sua vez, o art. 156, V do CTN considera como causa extintiva do crédito tributário a prescrição, fato este, frise-se, constatado na presente ação, haja vista que, quando da citação válida, já havia ultrapassado o prazo de 05 anos. A partir da promulgação da lei 11.280/2006, que deu nova redação ao § 5º do art. 219 do CPC, o magistrado poderá decretar ex ofício a prescrição direta, pois, nos termos do art. 1º da Lei 6830/80: "a execução judicial para cobrança da Divida Ativa da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios e respectivas Autarquias será regida por esta lei e. subsidiariamente, pelo Código de Processo Civil." Ademais, não se pode falar em vícios em razão da não intimação da Fazenda Pública. Da leitura do § 4 do art. 40 da Lei n.º 6830/80, e suas modificações posteriores, a necessidade da intimação da Fazenda Pública será configurada apenas quando se tratar de prescrição intercorrente; situação diversa da ora versada. Por isso, desnecessário tal rito pra a decretação da prescrição da presente ação. Este é o posicionamento pacífico do Superior Tribunal de Justiça: PROCESSUAL CIVIL E TRIBUTÁRIO. VIOLAÇÃO A NORMA CONSTITUCIONAL. IMPOSSIBILIDADE. EXECUÇÃO FISCAL. PRESCRIÇÃO. DECLARAÇÃO DE OFÍCIO. ART. 219, § 5º, DO CPC. VIABILIDADE. INTIMAÇÃO PRÉVIA DA FAZENDA PRESCINDÍVEL. RECURSO ESPECIAL PARCIALMENTE CONHECIDO E, NESSA PARTE, DESPROVIDO. 219§ 5º CPC (1089924 RJ 2008/0209055-1, Relator: Ministro TEORI ALBINO ZAVASCKI, Data de Julgamento: 16/04/ 2009, T1 - PRIMEIRA TURMA, Data de Publicação: DJe 04/05/2009,) PROCESSUAL CIVIL. RECURSO ESPECIAL. TRIBUTÁRIO. IPTU. PRESCRIÇÃO DOS CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS ANTERIORMENTE AO AJUIZAMENTO DA AÇÃO FISCAL. DECRETAÇÃO DE OFÍCIO DA PRESCRIÇÃO. LEGALIDADE. INEXIGIBILIDADE DA CDA. POSSIBILIDADE DE INDEFERIMENTO DA INICIAL. 1. A prescrição pode ser decretada pelo juiz ex officio por ocasião do recebimento da petição inicial do executivo fiscal, ou antes de expedido o mandado de citação, porquanto configurada causa de indeferimento liminar da exordial, nos termos do art. 295, IV, c/c art. 219, § 5º, do CPC, bem assim de condição específica para o exercício do direito da ação executiva fiscal, qual seja, a exigibilidade da obrigação tributária materializada na CDA. 2. Há que se atentar para o fato de que a prescrição, na seara tributária, estampa certa singularidade, qual seja, a de que dá azo não apenas à extinção da ação, mas do próprio crédito tributário, nos moldes do preconizado pelo art. 156, V, do CTN. Tanto é assim que, partindo-se de uma

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 94

interpretação conjunta dos arts. 156, V, do CTN, que situa a prescrição como causa de extinção do crédito tributário, e 165, I, do mesmo diploma legal, ressoa inequívoco o direito do contribuinte à repetição do indébito, o qual consubstancia-se no montante pago a título de crédito fiscal inexistente, posto fulminado pela prescrição. 3. Com efeito, a jurisprudência desta Corte Especial perfilhava o entendimento segundo o qual era defeso ao juiz decretar, de ofício, a consumação da prescrição em se tratando de direitos patrimoniais (art. 219, § 5º, do CPC). Precedentes: REsp 642.618 - PR; Relator Ministro FRANCIULLI NETTO, Segunda Turma, DJ de 01.02.2005; Resp 327.268 - PE; Relatora Ministra ELIANA CALMON. Primeira Seção, DJ de 26.05.2003; REsp 513.348 - ES, Relator Ministro JOSÉ DELGADO, Primeira Turma, DJ de 17.11.2003. Desta forma, ante o exposto, com fulcro no art. 269, IV, julgo EXTINTO O PROCESSO COM RESOLUÇÃO DE MÉRITO face o reconhecimento ex ofício da prescrição direta. Sem condenação em custas (art. 39 da Lei nº 6.830/80). Condeno o exequente ao pagamento de honorários advocatícios que arbitro em 20% (vinte porcento), sobre o valor da causa. Após o trânsito em julgado desta sentença, em razão do duplo grau de jurisdição, recorro de ofício ao Egrégio Tribunal de Justiça da Bahia. Publique-se. Intimem-se. Registre-se. Salvador(BA), 11 de dezembro de 2012. DRA. MARIA MARTHA GÓES RODRIGUES DE MORAES Juíza de Direito Titular

5ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA
JUÍZO DE DIREITO DA 5ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO MANOEL RICARDO CALHEIROS D'AVILA ESCRIVÃ(O) JUDICIAL RUBEM MARCIO BITTENCOURT GARCIA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0084/2013 ADV: DEYSE DEDA CATHARINO GORDILHO (OAB 5397/BA), MARCOS FERRAZ SOUZA (OAB 15797/BA) - Processo 000384224.2010.8.05.0001 - Mandado de Segurança - DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO AUTOR: Luis Alberto Nascimento Silva - IMPETRADO: Diretor Geral do Colegio Estadual Duque de Caxias - LUIS ALBERTO NASCIMENO SILVA, regularmente qualificado nos autos do mandado de segurança que move contra o DIRETOR GERAL DO COLÉGIO ESTADUAL DUQUE DE CAXIAS, igualmente qualificado, opôs os presentes embargos declaratórios com o fito de sanar contradição e omissão na sentença de fls. 131/137, que, conforme alega, estaria fundamentada com base em premissas equivocadas, já que o Impetrante não teria atacado a enturmação promovido pelo Impetrado, mas sim a preterição do professor que, quando da distribuição das turmas, teve seu lugar ocupado por colegas mais novos e com menos experiência, em ofensa à Lei 8.621/2002. É o relatório. Não merecem razão as alegações do Embargante. Conforme bem colocado pelo embargante em sua peça declaratória, a sentença embargada foi publicada em Diário Oficial Eletrônico no dia 21/03/2013(quinta-feira), com sua publicação do Diário Oficial no dia subsequente, 22/03/2013(sexta-feira), contando-se o prazo a partir do dia útil subsequência, incluindo-o neste cômputo, dia 25/03/2013. Assim, tendo em vista que o prazo para interposição dos embargos de declaração passou a fluir em 25/03/2013, seu termo final se deu em 29/03/2013, e tendo os embargos agitados pelo Impetrante sido protocolados em 01/04/2013, forçoso reconhecer sua extemporaneidade. Por tais razões, NÃO CONHEÇO DOS EMBARGOS, tendo em vista a clarividente intempestividade dos mesmos. Publique-se. Intime-se. Salvador(BA), 09 de maio de 2013. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ROBERTO DE OLIVEIRA ARANHA (OAB 14903/BA), DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA), ROBERTO DE OLIVEIRA ARANHA (OAB 14903/BA) - Processo 0005007-72.2011.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO - AUTOR: Aloysio Campos Filho - Belcorigenes de Souza Sampaio - Jutahy Miranda de Alencar - Estado da Bahia - Jose Alberto Rios Fetal - Clemildo Pereira da Silva - Elisio Carolino Souza Santos Antonio Carlos Bastos Pita - Jose Carlos Ferreira Campos - Nelton de Azevedo Franca Filho - Luis Antonio Bastos Pitta ALOYSIO CAMPOS FILHO, JUTAHY MIRANDA DE ALENCAR, ANTONIO CARLOS BASTOS PITA, BELCORIGENES DE SOUZA SAMPAIO, ELISIO CAROLINO SOUZA SANTOS, NELTON DE AZEVEDO FRANÇA FILHO, CLEMILDO PEREIRA DA SILVA, JOSE ALBERTO RIOS FETAL, JOSE CARLOS FERREIRA CAMPOS e LUIS ANTÔNIO BASTOS PITTA, qualificados nos autos, propuseram AÇÃO ORDINÁRIA contra o ESTADO DA BAHIA, com o intuito de perceberem as diferenças em sua remuneração dos valores decorrentes da aplicação da regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3.803/80, que prevê uma diferenciação entre os soldos dos policiais militares no percentual de 30% entre os postos ou graduações de patentes. Requer que tal regra se aplique ao reajuste da GAPM de acordo com os aumentos ocorridos nos soldos a partir do ano de 1997. Afirmam que são policiais militares inativos, e que a hierarquia é que caracteriza as relações entre os servidores militares, pela qual se viabiliza a aplicação da desigualdade entre as remunerações dos policiais militares de acordo com seus postos e graduações, conforme previsto na Lei nº 3.803/80. Nesse sentido, aduz que o Estado da Bahia desrespeitando a regra mencionada, vem concedendo aumentos remuneratórios diferenciados para cada um dos níveis hierárquicos sem observância do escalonamento vertical estabelecido no art. 115 da Lei nº 3.803/80. Diante disso, alega que tal inobservância além de violar o princípio da isonomia constante no art. 5º da CF/88, viola também o princípio da legalidade previsto no art. 37, caput da CF/88, além de confrontar o quanto disposto no art.115 da Lei nº3803/80 e no art.47 da Constituição do Estado da Bahia, e que proporciona ao funcionalismo público militar uma redução salarial, tendo em vista que estabelece aumentos diferenciados entre cada um dos níveis hierárquicos. Essa conduta do Poder Público estaria repercutindo no valor da GAPM, que estaria sendo, portanto, paga a menor, em confronto com os ditames estabelecidos na Lei nº 3.803/80 e na Lei nº 7.145/ 97. Invocam o art. 37 e art.7º, IV, ambos da Constituição Federal, o art.115 da Lei nº 3.803/80 e o art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/ 97 para afirmarem que os soldos nunca podem ser inferiores ao salário mínimo, estando ambos vinculados, e sendo o valor da GAPM vinculada por sua vez ao valor do soldo. Requerem o reconhecimento do direito ao recebimento do soldo de acordo

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 95

com a regra estabelecida na Lei nº 3.803/80, com a implantação dos aumentos efetuados no soldo à razão de 714,29% (setecentos e quatorze por cento) para os Coronéis, 652,14% (seiscentos e quatorze por cento) para os Tenentes Coronéis, e 597,14% (quinhentos e noventa e sete por cento) para os majores, calculados sobre o valor do menor soldo pago aos policiais, que é o soldo dos Soldados, refletindo num reajuste da GAPM de acordo com as leis 10.024/06, 10.558/07 e 11.356/09. Ademais, requerem o pagamento dos valores correspondentes ao seu direito retroativamente, decorrente entre o que lhe foi pago e o que lhe é devido, tanto no que se refere aos soldos quanto no que se relaciona com a GAP, acrescido de juros, correção monetária e honorários advocatícios. Acompanhando a inicial foram anexados documentos de fls. 25 a 57. O Estado da Bahia, devidamente citado, consoante certidão de fl. 59v., apresentou sua defesa em forma de contestação, de fls. 61 a 72, juntando documentos de fls. 73 a 83, argüindo preliminarmente a prescrição qüinqüenal dos valores pretendidos, com fulcro no Decreto nº 20.910/32 e a impossibilidade jurídica do pedido, tendo em vista que os autores formulam pretensão lastreada em lei já revogada e portanto, já extinta do ordenamento jurídico pátrio. No mérito, explica que mesmo que o fundamento jurídico da pretensão, qual seja, a Lei nº 3.803/80, não estivesse revogada, o pleito dos autores não poderia ser atendido, uma vez que, o art.115 da citada lei proclamava o escalonamento vertical decrescente e não crescente como almejado pelos autores. Assim, caso algum soldo viesse a atingir patamar inferior ao salário mínimo, ainda assim não haveria necessidade de sua automática majoração, desde que os vencimentos (remuneração total) lhe fossem superiores. Isso porque os vencimentos e não o soldo é que não podem ser inferiores ao salário mínimo. Afirma que os autores pretendem que o salário mínimo seja utilizado como indexador do soldo do menor posto da hierarquia militar, em flagrante desrespeito pela norma constitucional do art.7º, IV, CF/88. Ademais, afirma que a norma do art.7º, §1º da Lei nº 7.145/97 que preceituava a vinculação de reajustes entre os soldos e a GAP, foi revogada tacitamente pelo legislador estadual com a edição da Lei nº 7.622/00 e pela Lei nº 8.889/03, supletivamente, sob pena de afronta ao art.2º, §1º da Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro. Ressaltou que o aumento pleiteado pelos autores implicaria inevitavelmente numa indevida invasão nas competências constitucionais, afrontando os arts. 2º e 37, X, da CF/88, porquanto um aumento remuneratório para servidores públicos através do Poder Judiciário constitui violação ao Princípio da Separação dos Poderes, e ainda que, a Constituição Federal impõe no art.169, §1º, I e II, para a concessão de vantagem ou aumento de remuneração a existência de prévia dotação orçamentária, bem como de autorização específica na Lei de Diretrizes Orçamentárias, requisitos estes que não se encontram cumpridos no presente caso. Por fim, impugnou as tabelas inseridas na exordial, bem como o percentual de 20% (vinte por cento) dos honorários advocatícios requerido pelos autores, tendo em vista o quanto disposto no art.11, §1º da Lei nº 1.060/50. Os autores apresentaram réplica às fls.92 a 99, em que rechaçam as preliminares e as alegações trazidas pelo réu e, ademais, ratificam o quanto exposto na exordial. É o relatório, passo a decidir. Faz-se forçoso o julgamento antecipado da lide, tendo em vista que no caso em comento a questão de mérito é unicamente de direito, prescindindo da produção de prova em audiência ou qualquer instrução de outra espécie, ex vi art. 330, I, do CPC. A preliminar de impossibilidade jurídica do pedido, não merece prosperar, por lhe faltar total substrato jurídico, pois o pleito formulado na inicial é inteiramente compatível com o ordenamento jurídico brasileiro, que permite revisão de valores da remuneração que estejam em desconformidade com a lei que os prevê. A preliminar de prescrição também não pode ser acolhida em razão de esta ação ser fundada em relação jurídica de trato sucessivo, posto que as gratificações, como a que está sob litígio, são prestações periódicas devidas pela Fazenda Pública, cujo direito se renova mensalmente, e com isso o valor a ser incluído à título de reajuste, os quais não foram incluídos na remuneração dos servidores, sendo assim a prescrição vai incidir apenas sobre as verbas que não foram pleiteadas em tempo hábil e não sobre o direito em si. Conforme claramente disposto na Súmula 85 do STJ: "Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora, quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado, a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior à propositura da ação." Assim, para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20.910/32, necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves, sobre o tema, no voto proferido no RE 37.743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a modificações que se admitem em relação a esta situação jurídica fundamental, como reclassificações, reenquadramentos, direito a adicionais por tempo de serviço, direito a gratificação por prestação de serviço especial etc. A pretensão do fundo de direito prescreve, em direito administrativo, em cinco anos da data da violação dele, pelo seu não reconhecimento inequívoco. Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele, e sua pretensão, que diz respeito ao quantum, renasce cada vez que este é devido (dia a dia, mês a mês, ano a ano, conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento, e, por isso, se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis). Nítido está que o caso sub examine se coaduna com a segunda hipótese, por configurar relação de trato sucessivo, cuja pretensão pecuniária se renova todo o mês em que o valor do reajuste ora pleiteado não é computado na remuneração dos autores, prescrevendo apenas as parcelas vencidas há mais de 5 (cinco) anos. Apesar dos esforços do réu em erigir convencimento no primeiro sentido, não há prescrição do fundo de direito. Rejeitadas as preliminares, passo ao exame do mérito. Os autores, policiais militares, ajuizaram a presente demanda pretendendo receber as diferenças em sua remuneração dos valores decorrentes da aplicação da regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3.803/80, bem como que esse reajuste se aplique ao cálculo da GAPM, conforme previsto no §1º do art. 7º da Lei nº 7.145/ 97. Com efeito, a Lei nº 3.803/80, dispunha sobre a remuneração dos policiais militares do Estado da Bahia, e afirmava em seu art. 115 que: Art. 115 - O valor do soldo será fixado, para cada posto ou graduação, com base no soldo do posto de Coronel PM, observados os Índices estabelecidos na Tabela de Escalonamento Vertical anexa a esta Lei. Parágrafo único A tabela de soldo, resultante da Tabela de Escalonamento Vertical, deverá ser constituída por valores arredondados de múltiplos de 30 (trinta). Da simples leitura do dispositivo acima se verifica que a fixação dos soldos dos policiais militares era escalonada com diferenciações de 30 % (trinta por cento) entre cada posto, tomando como base o soldo do posto de Coronel. Assim, o pedido dos autores teve como fundamento o mencionado dispositivo. Entretanto, com o advento da Lei nº 7.145/97, o seu art.5º trouxe novo tratamento legal para os soldos dos militares, e, igualmente, fez referência a um novo

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 96

escalonamento. Sendo assim, uma vez que as leis tratam de matéria idêntica, e uma é incompatível com a outra, há, aqui, um exemplo claro de revogação tácita de uma lei por outra. Nesse sentido é o que ensina o art. 2º, §1º, da LINDB: Art. 2º (...) §1º- A lei posterior revoga a anterior quando expressamente declare, quando seja com ela incompatível ou quando regule inteiramente a matéria de que tratava a lei anterior. Portanto, não há como se reconhecer que o citado art.115 da Lei nº 3.803/ 80 ainda vige, diante do quanto preceituado pelo art. 5º da Lei nº 7.145/97. Daí porque não há que se aplicar qualquer reajuste de soldo com fulcro no escalonamento vertical previsto no art. 115 da Lei 3.803/80, e muito menos aplicando tal reajuste no cálculo do valor de GAPM, conforme pleiteado pelo autor. Ora, vejamos que o parâmetro para escalonamento do valor dos soldos aplicável ao caso em tela é a tabela prevista na Lei nº 7.145/97, uma vez que é o diploma legal que, contemporaneamente, regeu as relações jurídicas entre autores e réu, tendo em vista que a presente ação foi ajuizada em 2011, época em que não mais vigia a Lei nº 3.803/80, repita-se. Vale salientar, porém, que ajuizada em 2011 a ação em comento, a tabela de escalonamento aplicável continua sendo a prevista na Lei nº 7.145/97, mas com a ressalva de que o seu §1º do art. 7º, encontra-se revogado pela Lei nº 10.962/08, a qual desvinculou o reajuste da GAPM ao dos soldos. A Lei nº 10.962/2008 foi editada alterando a estrutura remuneratória dos cargos, funções comissionadas e gratificadas, além de reajustar os vencimentos, soldos e gratificações dos cargos efetivos, dos cargos em comissão, das funções comissionadas e gratificadas, proventos e pensões da Administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo. Portanto, modificou o regime jurídico dos servidores públicos estaduais, inclusive, revogando expressamente dispositivos de outras leis, consoante se constata do seu art. 33 in verbis: Art. 33 - Ficam revogados o § 2º do art. 113 da Lei nº 8.889, de 01 de dezembro de 2003, o § 1º do art. 18 da Lei nº 7.146, de 27 de agosto de 1997, o § 1º do art. 7º da Lei nº 7.145, de 19 de agosto de 1997, o § 1º do art. 13 da Lei nº 7.209, de 20 de novembro de 1997, o § 2º do art. 3º da Lei nº 7.554, de 13 de dezembro de 1999, e o § 1º do art. 27 da Lei nº 7.435, de 30 de dezembro de 1998, bem como as disposições em contrário. (grifos) Nesse sentido, a Lei nº 10.962/2008 expressamente revogou o art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97, extirpando do mundo jurídico a regra que estabelecia o reajuste da Gratificação de Atividade Policial Militar na mesma proporção e momento que a majoração dos soldos. Assim, diante da revogação do art. 115 da Lei nº 3.803/80 e do art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97, e com observância da data do ajuizamento da presente ação que somente se deu em 2011 entendo que não há que se falar em qualquer valor a ser recebido pelos autores, pois, ressalte-se, não há reajuste na remuneração a ser aplicada ao presente caso. Eventuais majorações nos soldos decorrentes das leis 7622/00, 7882/01, 8627/03, 8889/03 ou 9202/04 restam impossibilitadas de aplicação para os autores, uma vez que o parâmetro de escalonamento requerido fora revogado por lei posterior, bem como a vinculação do reajuste da GAPM ao valor dos soldos, também fora extirpada do nosso ordenamento jurídico, conforme já exposto acima. Portanto, por tudo quanto exposto, seja pela revogação do art. 115 da Lei nº 3.803/80, seja pela revogação do art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97 com a vigência da Lei nº 10.962/08, os pleitos deduzidos na presente demanda não poderão ser concedidos, seja a regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3083/80, seja o reajuste da GAPM proporcional ao soldo. Ex positis, diante da ausência da possibilidade dos reajustes pleiteados pelos autores, na forma requerida, JULGO IMPROCEDENTES os pedidos formulados. Condeno os Autores ao pagamento das custas e honorários advocatícios que fixo em 10% (dez por cento) sobre o valor atribuído à causa. Transcorrido o prazo de recurso voluntário, arquivem-se os autos, remetendo-os, posteriormente, ao SECAPI. P.R.I. Salvador(BA), 09 de maio de 2013. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ROBERTO DE OLIVEIRA ARANHA (OAB 14903/BA), DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA) - Processo 000874823.2011.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - Reajuste de Remuneração, Soldo, Proventos ou Pensão - AUTOR: Antonio Vieira da Silva - RÉU: Estado da Bahia - ANTÔNIO VIEIRA DA SILVA, devidamente qualificado nos autos, ajuizou a presente Ação Ordinária contra o ESTADO DA BAHIA, com o objetivo de passar a auferir em sua pensão o valor relativo da Gratificação de Atividade Policial Militar - GAPM, em nível III, implantada a partir da vigência da Lei nº 7.145/97, com os valores devidamente corrigidos, inclusive com a possibilidade de ascendência da GAP para os níveis IV e V quando forem concedidos para os servidores da ativa. Afirma o autor que é policial militar inativo e que, não obstante a Lei nº 7.145/97 ter concedido a Gratificação Policial Militar (GAP) apenas aos policiais militares em atividade, diante do quanto disposto no art. 40, §4º da Constituição Federal, a qual equipara, em vencimentos, os servidores da ativa e os da inatividade, tem direito ao percebimento da GAP, sendo esta no nível III, uma vez que preencheu os requisitos legais. Nesse sentido, explicita que em 19/08/ 1997 foi publicada a Lei nº 7.145/97 que reorganizou a escala hierárquica da Polícia Militar e reajustou os soldos dos policiais militares, instituindo a Gratificação de Atividade Policial, sendo regulamentada pelo Decreto nº 6.749/97. Em face desse diploma legal, afirma que a Gratificação de Atividade Policial Militar foi criada em cinco referências, contudo, apenas foi estendida aos servidores policiais militares em atividade, excluindo os inativos, o que violou o princípio da isonomia entre a remuneração e os proventos dos servidores ativos e inativos. Requer que o réu seja condenado a incorporar em seus proventos de inatividade a Gratificação de Atividade Policial Militar no nível III, bem como o pagamento das parcelas atrasadas a título desta gratificação, a partir de agosto de 1997, de uma só vez, acrescido de juros e correção monetária, bem como lhe seja aplicada a GAP nos níveis IV e V, conforme ocorra a elevação dos níveis da GAP aos policiais militares da ativa. Com a inicial vieram os documentos, fls. 11 a 17. Regularmente citado, conforme certidão de fls. 19v., o Réu apresentou contestação de fls. 21 a 31, explicitou sobre o sistema de remuneração do servidor público, e posteriormente, passou a tecer considerações acerca da natureza jurídica da GAPM, afirmando ser esta gratificação temporária, proptem laborem, revelada no subtipo pro labore faciendo, sendo assim, somente poderá ser percebida pelos servidores em atividade, em virtude dos seus requisitos legais ensejadores, previstos no art. 7º do Decreto nº 6.749/97. Por este motivo, jamais a GAPM poderá ser estendida aos servidores inativos, que não exercem mais função policial, não ocorrendo, assim, violação ao quanto estabelecido no art. 40, §8º da Constituição Federal, por se tratar de vantagem específica aos servidores ativos, e não possuir caráter genérico. Afirma que a jornada de trabalho de 40 (quarenta) horas semanais é apenas um dos requisitos legais para a concessão da GAPM em nível III, sendo necessário o preenchimento e conseqüente análise pela Administração Pública, de outros requisitos de natureza pessoal do servidor público. Assim, o simples fato de ter cumprido regime de trabalho de

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 97

40 (quarenta) horas semanais quando policial da ativa, não seria suficiente para assegurar o direito à concessão da GAPM III. Assevera que, o requisito legal do exercício de trabalho de quarenta horas semanais apenas corresponde a um dos requisitos a serem atendidos para percepção da GAP III, exigindo-se, ainda, a disponibilidade dos recursos alocados para custeio da vantagem na posição referencial mencionada. Aduz, ainda, que não cabe ao Poder Judiciário atribuir vantagens remuneratórias aos servidores do Poder Executivo, porquanto isto implicaria em grave violação de decretos e princípios erigidos constitucionalmente. Requer o reconhecimento da prescrição qüinqüenal, nos termos do quanto disposto no Decreto nº 20.910/32, entretanto, em atenção ao Princípio da Eventualidade, e por entender que o autor imputa ao Estado da Bahia um enriquecimento sem causa, requer a aplicação da prescrição trienal nos termos do art.206, §3º, do Código Civil. Por fim, impugnou as tabelas e cálculos inseridos na exordial, bem como os honorários advocatícios no percentual de 20% sobre os valores concedidos, porquanto maior que o limite máximo observado no art.11, §1º da Lei nº 1.060/50. Sobre as alegações produzidas pelo réu, o autor apresentou réplica, de fls. 36 a 38, refutando a preliminar deduzida e demais argumentos trazidos, e ratificando o quanto já exposto na exordial. É o relatório, passo a decidir. Torna-se imperativo o julgamento antecipado da lide, tendo em vista que no caso em comento a questão de mérito é unicamente de direito, prescindindo da produção de prova em audiência ou qualquer instrução de outra espécie, ex vi art. 330, I, do CPC. A preliminar de prescrição não pode ser acolhida, em razão desta ação ser fundada em relação jurídica de trato sucessivo, posto que as gratificações, como a que está sob litígio, são prestações periódicas devidas pela Fazenda Pública, cujo direito se renova mensalmente, enquanto não forem incluídas na remuneração dos servidores, sendo assim a prescrição vai incidir apenas sobre as verbas que não foram pleiteadas em tempo hábil e não sobre o direito em si. Conforme claramente disposto na Súmula 85 do STJ:"Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora, quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado, a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior à propositura da ação." Assim, para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20.910/32, necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves, sobre o tema, no voto proferido no RE 37.743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a modificações que se admitem em relação a esta situação jurídica fundamental, como reclassificações, reenquadramentos, direito a adicionais por tempo de serviço, direito a gratificação por prestação de serviço especial etc. A pretensão do fundo de direito prescreve, em direito administrativo, em cinco anos da data da violação dele, pelo seu não reconhecimento inequívoco. Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele, e sua pretensão, que diz respeito ao quantum, renasce cada vez que este é devido (dia a dia, mês a mês, ano a ano, conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento, e, por isso, se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis). Nítido está que o caso sub examine se coaduna com a segunda hipótese, por configurar relação de trato sucessivo, cuja pretensão pecuniária se renova todo o mês em que a Gratificação de Atividade Policial Militar, concedida apenas aos ativos, não é computada ou não é percebida regularmente pelos servidores inativos, prescrevendo apenas as parcelas vencidas há mais de 5 (cinco) anos. Contudo, o reconhecimento do direito ao recebimento desta vantagem na forma requerida, trata-se de análise adstrita ao mérito da causa. Não acolho a alegação de prescrição trienal das parcelas vencidas, posto que o prazo para a cobrança de eventuais dívidas contra a Fazenda Pública não é trienal, mas sim qüinqüenal, consoante art. 1º do Decreto nº 20.910/32. O doutrinador José dos Santos Carvalho Filho esclarece a questão em passagem da sua obra: "Se a pessoa responsável for entidade federativa ou autárquica (incluídas, pois, as fundações de direito público), consumar-se-á a prescrição no prazo de cinco anos contados a partir do fato danoso. É a prescrição qüinqüenal das ações contra o Estado (Decreto nº 20.910/32). (...). (...) A prescrição da citada pretensão (indenizatória por reparação civil) de terceiros contra as pessoas públicas e as de direito privado prestadoras de serviços públicos passou de qüinqüenal para trienal." (in Manual de Direito Administrativo. 17ª ed. Rio de Janeiro: Lúmen Júris, 2007. pág. 498/499). Vislumbra-se que a presente ação contra o Estado da Bahia, se submete à primeira hipótese, de prescrição qüinqüenal, já que a ação não tem natureza indenizatória por reparação civil, sendo nesta hipótese sim o prazo trienal. Afastadas as preliminares, passo ao exame do mérito. O autor é policial militar reformado e ajuizou a presente demanda com o escopo de ver incluídos em sua pensão os valores referentes à Gratificação de Atividade Policial Militar - GAPM em nível III, conferida aos policiais ativos. A Gratificação de Atividade Policial Militar - GAPM foi instituída pela Lei nº 7.145 de 19 de agosto de 1997, que em seu art. 13 concede a mencionada vantagem apenas aos servidores em atividade, da mesma forma que o art. 11 do Decreto nº 6.749/97, regulamentador da referida Lei, excepciona os inativos, contudo ao excluí-los fere o princípio da isonomia, disposto expressamente no art. 7º da Emenda Constitucional nº 41/2003, que alterou o art. 40, §8º da Carta Magna Brasileira, literalmente reproduzido pelo art. 42, § 2º, da Constituição do Estado da Bahia, que preceitua que os proventos da aposentadoria serão revistos na mesma proporção e na mesma data, sempre que houver modificação na remuneração dos servidores em atividade, inclusive no tocante a quaisquer benefícios ou vantagens posteriormente concedidos. Ademais, é de se ressaltar que, restou comprovado nos autos, fls. 13 que o Autor iniciou a percepção da sua pensão numa data anterior à E.C. nº 41, daí porque é forçoso enquadrá-lo dentro da perspectiva do anterior do art. 40, §8º, quando previa expressamente uma igualdade de tratamento entre servidores públicos ativos e inativos. Sendo assim, de acordo com a Carta Magna Brasileira e a Constituição do Estado da Bahia, não resta dúvida acerca do direito do autor de ter incorporado à sua pensão a Gratificação de Atividade Policial Militar. Releva-se, desta forma, a impossibilidade do Decreto nº 6.749/97, em seu art. 11, excluir os policiais inativos e pensionistas, que se aposentaram antes da entrada em vigor da mencionada lei, e que pela ausência da aludida incorporação percebem remunerações de valores menores às dos servidores em atividade que exercem o mesmo cargo que eles exerciam, contrariando a norma constitucional que prevê que o pagamento do benefício da aposentadoria e pensão deve obedecer a critério isonômico à remuneração dos ativos. Neste sentido, a doutrina ilustre de Wolgran Junqueira Ferreira, que com precisão pode ser também aplicável aos pensionistas, por força dos dispositivos mencionados, esclarece que "os servidores militares, quando passam para a inatividade, isto é, são reformados, terão seus proventos revistos, na mesma proporção e na mesma data, sempre que se modificar a remuneração dos servidores militares da ativa. Também

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 98

quaisquer benefícios ou vantagens que forem posteriormente concedidos aos servidores em atividade, inclusive, quando decorrentes de transformação ou reclassificação do cargo ou função em que se deu a reforma deverão ser concedidos aos servidores militares reformados ou a seus familiares." (Comentários à Constituição Federal de 1988, vol. I, ed. Julex Livros, p. 492). Este é o entendimento sedimentado pelo Eminente Tribunal de Justiça da Bahia, conforme se pode constatar nos autos da apelação cível de nº 48.598/9, da sentença proferida pelo Juízo da 7ª Vara da Fazenda Pública, recorrida pelo Estado da Bahia, a Egrégia Câmara Especializada, sob relatoria do Dês. Jafeth Eustáquio da Silva, em matéria semelhante à desta ação, houve por rejeitar o apelo, confirmando a sentença à unanimidade, ementada da seguinte forma: "Apelação Cível Oficiais Inativos da Polícia Militar - Gratificação de Comando e Chefia - Isonomia com os Oficiais da Ativa. A Constituição Federal de 1988 estabeleceu, no seu art. 40, que toda vez que houver modificação na remuneração dos servidores em atividade, abrangendo vantagens e benefícios posteriormente concedidos, haverá revisão, na mesma data e na mesma medida, dos proventos daqueles que estiveram na inatividade. Pelo texto atual, toda e qualquer alteração na remuneração do servidor na ativa, deverá também incidir nos proventos dos inativos. Nega-se provimento aos recursos de ofício e voluntário, mantendo-se, integralmente a sentença hostilizada". ( TJBa. Ap. Cível nº 48.598-9, C. Esp. 02.03.99, Rel. Des. Jafeth Eustáquio). Esta é a mesma opinião do Superior Tribunal de Justiça em Mandado de Segurança nº 4092/95, do Rel. Min. Costa Lima: CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO - PROVENTOS - ISONOMIA ENTRE ATIVOS E INATIVOS. 1 - O constituinte de 88, ao estabelecer, no §4º, do art. 40, da CF, a revisão dos proventos, na mesma data e na mesma medida, toda vez que se modificar a remuneração dos servidores em atividade, abrangendo vantagens e benéficios posteriormente concedidos, significa que mesmo quando a lei esquece os inativos, como que querendo afastá-lo do direito ao novo modo de remunerar o servidor ativo, ela nada é, pois contraria, inquestionavelmente, o preceito constitucional. II - De tal modo, ainda que a lei tenha extinguido uma vantagem, instituindo nova ou introduzindo outra fórmula de calculá-la, no que respeita o servidor em atividade, o aposentado tem o indeclinável direito de absorvê-la. Pelo texto atual, basta que haja qualquer sorte de mudança no estado do servidor na ativa, decorrente ou não de alteração do poder aquisitivo da moeda. Tal acréscimo deverá, necessariamente, incidir nos proventos dos inativos". Não há fundamentação plausível que justifique a ausência da aludida gratificação aos policiais inativos, pois os critérios utilizados para sua concessão são critérios inerentes à atividade policial em si mesma. A Polícia Militar, instituição tradicional e antiga, sempre possuiu os mesmos objetivos, inclusive sendo estes mantidos nos dias de hoje, com definição descrita no art. 42, § 2º da CF. Da mesma forma, que da análise da Carta Política de 1969, no seu art. 13, verifica-se que nada se alterou com relação às funções das polícias Militares dos Estados, ora descritas na Constituição Federal de 1988: "Art. 13, § 4º - As polícias militares, instituídas para a manutenção da ordem pública nos Estados, nos Territórios e no Distrito Federal, e os corpos de bombeiros militares são considerados forças auxiliares, reserva do Exército Brasileiro (...)". Percebe-se que apesar da mudança da Carta Política Brasileira, os objetivos das Polícias Militares Estaduais não mudaram, da mesma maneira quanto à sua competência e finalidade, contidas no art. 1º do Decreto nº 7.428/98, antes disposto no art. 2º da Lei Estadual nº 3.406/75, corroborando o direito dos policiais militares, independente da época em que prestaram seus serviços à corporação, ao recebimento dos mesmos benefícios que os auferidos pelos ativos, desde que proporcional ao cargo/função que ocupavam quando em atividade, respeitando o disposto na Carta Magna Brasileira. Além disso, a GAPM não pode ser classificada como gratificação pro labore faciendo, já que o risco é inerente a atividade policial, seja ela desempenhada pelo servidor a qualquer tempo. Por isso, tal parcela deve ser incorporada à remuneração e proventos de todos os policiais militares, sob pena de violar o princípio da isonomia, não havendo impedimento legal para sua percepção juntamente com outras gratificações adquiridas anteriormente ao advento da Lei nº 7.145/97. Diante do quanto exposto, resta clarividente a equiparação obrigatória entre a remuneração dos ativos e dos inativos, até mesmo no que diz respeito aos benefícios e vantagens adquiridos a posteriori da aposentadoria, no tocante aos servidores ativos. Neste sentido o Tribunal de Justiça da Bahia, a exemplo do teor da fundamentação constante no acórdão da Apelação Cível nº 7901-5/2006, da lavra da Desa. Relatora Lícia de Castro L. Carvalho,expõe que: "Os recorridos comprovaram o preenchimento do requisito para o recebimento da gratificação na referência III, cumprindo jornada de 40 (quarenta) horas semanais (), inexistindo óbice ao recebimento da diferença da vantagem na referência pretendida. A Gratificação de Atividade Policial Militar é percebida por todos os Policiais Militares da ativa (art. 11 do Decreto 6.749/97 e art. 13 da Lei 7.145/97), exceto recrutas, incorporando-se aos proventos da inatividade qualquer que seja o seu tempo de percepção, sendo descabida sua classificação pro labore faciendo. Inadmissível o argumento de impossibilidade de cumulação com outra gratificação, legalmente incorporado pelo apelado, sem configurar violação à norma constitucional." Desta forma, não há fundamentação plausível que justifique a ausência da aludida gratificação na pensão do autor. Fixada essa premissa, passo a análise do preenchimento dos requisitos que distinguem as cinco referências da GAPM. O Autor pleiteia a incorporação da GAPM no nível III à sua pensão. Entretanto, a percepção da GAP III está condicionada ao cumprimento de jornada de trabalho de 40 horas semanais, nos termos do quanto disposto no art. 7º, §2º da Lei nº 7.145/97. Diante da análise do contracheque juntado aos autos, fls.12, verifico que consta a informação que a carga horária que ordinariamente o autor exercia era de 180 horas mensais, porquanto foi o mesmo inativado com a incorporação dessa carga horária. Sendo assim, resta aplicável a Gratificação na referência III, conforme pleiteada pelo autor, nos termos do quanto disposto no art. 7º, § 2º da Lei nº 7.145/97, in verbis: Art. 7º - A gratificação instituída nos termos do artigo anterior, escalonada em 5 (cinco) referências, consistirá em valor em espécie, fixado em função do respectivo posto ou graduação. (...) § 2º - É requisito para percepção da vantagem, nas referências III, IV e V, o cumprimento da jornada de trabalho de 40 (quarenta) horas semanais. Quanto ao pleito acerca da concessão da GAP para os níveis IV e V, para que seja alterada a GAP para tais níveis, para o nível V, somente mediante requerimento administrativo ao Comandante Geral da Polícia Militar, na forma dos arts. 8º ao 10º do Decreto Regulamentador. Posto que, se faz necessário a análise de diversos requisitos legais a ser promovida interna corporis pela autoridade administrativa competente aludida. Cabe ao Poder Judiciário intervir diante da ilegalidade no procedimento descrito no Decreto nº 6.749/97. O que em verdade não pode, entretanto, é o Poder Judiciário conceder aumento no nível desta parcela remuneratória ao alvedrio do Poder Executivo, cuja competência para tanto é designada em lei, sob pena de ferir o Princípio da Separação de Poderes. Ex positis, JULGO PARCIAMENTE PROCEDENTES os pedidos

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 99

formulados, determinando que o réu incorpore à pensão do Autor a Gratificação de Atividade Policial Militar na referência III; bem como a condenação do réu ao pagamento das parcelas vencidas, devendo ser observada a prescrição qüinqüenal das dívidas contra a Fazenda Pública, conforme o art. 1º do Decreto nº 20.910/32, ou seja, a serem pagas a partir de 31 de janeiro de 2006, já que a ação foi intentada em 31 de janeiro de 2011. Incidirá sobre o pagamento, correção monetária a contar da data que deveria ter sido paga cada parcela devida, adotando-se os índices legais, e juros de mora com marco inicial na citação do réu, na forma do art. 219 do CPC. Vislumbro que o autor decaíu de parte mínima do quanto pleiteado na exordial, não obstante, em termos quantitativos, sucumbiu significativa parcela dos valores pleiteados à título de Gratificação de Atividade Policial Militar, diante do reconhecimento da prescrição qüinqüenal e do nível inicial da gratificação pleiteada. É preciso notar, porém, que, no conjunto de todos os pedidos da ação, esta perda não representa uma grande sucumbência, de modo que entendo que o autor sucumbiu em parte ínfima e por esta razão condeno o Estado da Bahia no pagamento dos honorários advocatícios no percentual de 5% (cinco por cento) sobre o valor da condenação, com fulcro no art. 21, parágrafo único, do CPC. Sem custas, pois o réu é isento. Após o transcurso do prazo de recurso voluntário, remeta-se para reexame necessário, ex vi do art. 475, inciso I, do CPC. P.R.I. Salvador(BA), 09 de maio de 2013. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ANGELLA MARIA SÁ BARBOSA (OAB 12173/BA), LUIZ CARLOS SOUZA CUNHA (OAB 3440/BA), SOLANGE BARBOSA OLIVEIRA CAVALCANTI (OAB 12918/BA), JULIANA COSTA DE SOUZA CARMO (OAB 15767/BA) - Processo 000961407.2006.8.05.0001 - Mandado de Segurança - IMPETRANTE: Elaine Conceicao Santos - IMPETRADO: Diretor Geral do Detran Departamento de Transito do Estado da Bahia - Sigam os autos com termo de vista ao Ministério Público. Intime-se. Salvador (BA), 08 de maio de 2013. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: PALOMA TEIXEIRA REY (OAB 18010/BA), DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA), VONNAIRE SANTOS FONSECA (OAB 32507/BA), CARLA VIANA CARRERA (OAB 26717/BA), ISABELA SANTOS MAIA (OAB 26042/BA), ANDRÉ CALHEIRA MENEZES (OAB 31260/BA) - Processo 0009646-36.2011.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO - AUTOR: Adamastor Jose dos Santos - Erandi da Silva Oliveira - Lucio Batista Barreto Erico Soares Cezario - Ademario Santos Sampaio - Ala de Cerqueira Damasceno - Adriano da Silva Bomfim - Anderson Costa Oliveira - Aliomar Amorim Sacramento - RÉU: Estado da Bahia - ADEMARIO SANTOS SAMPAIO, ADAMASTOR JOSE DOS SANTOS, ADRIANO DA SILVA BONFIM, ALÃ DE CERQUEIRA DAMASVENO, ANDERSON COSTA OLIVEIRA, ELIOMAR AMORIM SACRAMENTO, ERANDI DA SILVA OLIVEIRA, ERICO SOARES CEZARIO, LUCIO BATISTA BARRETO e WELLINGTON COSTA DE MELO, qualificados nos autos, propuseram AÇÃO ORDINÁRIA contra o ESTADO DA BAHIA, com o intuito de perceberem as diferenças em sua remuneração dos valores decorrentes da aplicação da regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3.803/80, que prevê uma diferenciação entre os soldos dos policiais militares no percentual de 30% entre os postos ou graduações de patentes. Requer que tal regra se aplique ao reajuste da GAPM de acordo com os aumentos ocorridos nos soldos a partir de junho de 1980. Afirmam que são policiais militares, e que a hierarquia é que caracteriza as relações entre os servidores militares, pela qual se viabiliza a aplicação da desigualdade entre as remunerações dos policiais militares de acordo com seus postos e graduações, conforme previsto na Lei nº 3.803/80. Nesse sentido, aduzem que o Estado da Bahia desrespeitando a regra mencionada, vem concedendo aumentos remuneratórios diferenciados para cada um dos níveis hierárquicos sem observância do escalonamento vertical estabelecido no art. 115 da Lei nº 3.803/80. Diante disso, alegam que tal inobservância além de violar o princípio da isonomia constante no art. 5º da CF/88, viola também o princípio da legalidade previsto no art. 37, caput da CF/88, além de confrontar o quanto disposto no art.115 da Lei nº 3803/80 e no art.47 da Constituição do Estado da Bahia, e que proporciona ao funcionalismo público militar uma redução salarial, tendo em vista que estabelece aumentos diferenciados entre cada um dos níveis hierárquicos. Invocam o art. 37 e art.7º, IV, ambos da Constituição Federal, o art.115 da Lei nº 3.803/80 para afirmarem que os soldos nunca podem ser inferiores ao salário mínimo, estando ambos vinculados. Requerem o reconhecimento de seus direitos ao recebimento do soldo de acordo com a regra estabelecida na Lei nº 3.803/80, com a implantação dos aumentos efetuados no soldo à razão de 652,14% (seiscentos e cinqüenta e dois vírgula quatorze por cento) sobre o valor do menor soldo pago aos policiais, que é o soldo dos Soldados. Ademais, requer o pagamento dos valores correspondentes ao seu direito retroativamente, decorrente entre o que lhe foi pago e o que lhe é devido no que se refere aos soldos, acrescido de juros, correção monetária e honorários advocatícios. Acompanhando a inicial foram anexados documentos de fls. 16 a 64. O pedido de assistência judiciária gratuita foi deferido às fls. 65. O Estado da Bahia, devidamente citado, consoante certidão de fl. 66v., apresentou sua defesa em forma de contestação, de fls. 68 a 78, juntando documentos de fls.79 a 89, argüiu preliminarmente a prescrição qüinqüenal dos valores pretendidos, com fulcro no Decreto nº 20.910/32 e a impossibilidade jurídica do pedido, tendo em vista que os autores formulam pretensão lastreada em lei já revogada e portanto, já extinta do ordenamento jurídico pátrio. No mérito, explica que mesmo que o fundamento jurídico da pretensão, qual seja, a Lei nº 3.803/80, não estivesse revogada, o pleito dos autores não poderiam ser atendidos, uma vez que, o art.115 da citada lei proclamava o escalonamento vertical decrescente e não crescente como almejado pelos autores. Assim, caso algum soldo viesse a atingir patamar inferior ao salário mínimo, ainda assim não haveria necessidade de sua automática majoração, desde que os vencimentos (remuneração total) lhe fossem superiores. Isso porque os vencimentos e não o soldo é que não podem ser inferiores ao salário mínimo. Afirma que os autores pretendem que o salário mínimo seja utilizado como indexador do soldo do menor posto da hierarquia militar, em flagrante desrespeito pela norma constitucional do art.7º, IV, CF/88. Ressaltou, que o aumento pleiteado pelos autores implicaria inevitavelmente numa indevida invasão nas competências constitucionais, afrontando os arts.2º e 37, X, da CF/88, porquanto um aumento remuneratório para servidores públicos através do Poder Judiciário constitui violação ao Princípio da Separação dos Poderes, e ainda que, a Constituição Federal impõe no art.169, §1º, I e II, para a concessão de vantagem ou aumento de remuneração a existência de prévia dotação orçamentária, bem como de autorização específica na Lei de Diretrizes Orçamentárias, requisitos estes que não se encontram cumpridos no presente caso. Por fim, impugnou as

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 100

tabelas inseridas na exordial, bem como o percentual de 20% (vinte por cento) dos honorários advocatícios requerido pelos autores, tendo em vista o quanto disposto no art.11, §1º da Lei nº 1.060/50. Os autores apresentaram réplica às fls.92 a 99, em que rechaçam as preliminares e as alegações trazidas pelo réu e, ademais, ratificam o quanto exposto na exordial. É o relatório, passo a decidir. Faz-se forçoso o julgamento antecipado da lide, tendo em vista que no caso em comento a questão de mérito é unicamente de direito, prescindindo da produção de prova em audiência ou qualquer instrução de outra espécie, ex vi art. 330, I, do CPC. A preliminar de impossibilidade jurídica do pedido, não merece prosperar, por lhe faltar total substrato jurídico, pois o pleito formulado na inicial é inteiramente compatível com o ordenamento jurídico brasileiro, que permite revisão de valores da remuneração que estejam em desconformidade com a lei que os prevê. A preliminar de prescrição também não pode ser acolhida em razão de esta ação ser fundada em relação jurídica de trato sucessivo, posto que as gratificações, como a que está sob litígio, são prestações periódicas devidas pela Fazenda Pública, cujo direito se renova mensalmente, e com isso o valor a ser incluído à título de reajuste, os quais não foram incluídos na remuneração dos servidores, sendo assim a prescrição vai incidir apenas sobre as verbas que não foram pleiteadas em tempo hábil e não sobre o direito em si. Conforme claramente disposto na Súmula 85 do STJ: "Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora, quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado, a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior à propositura da ação." Assim, para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20.910/32, necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves, sobre o tema, no voto proferido no RE 37.743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a modificações que se admitem em relação a esta situação jurídica fundamental, como reclassificações, reenquadramentos, direito a adicionais por tempo de serviço, direito a gratificação por prestação de serviço especial etc. A pretensão do fundo de direito prescreve, em direito administrativo, em cinco anos da data da violação dele, pelo seu não reconhecimento inequívoco. Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele, e sua pretensão, que diz respeito ao quantum, renasce cada vez que este é devido (dia a dia, mês a mês, ano a ano, conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento, e, por isso, se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis). Nítido está que o caso sub examine se coaduna com a segunda hipótese, por configurar relação de trato sucessivo, cuja pretensão pecuniária se renova todo o mês em que o valor do reajuste ora pleiteado não é computado na remuneração dos autores, prescrevendo apenas as parcelas vencidas há mais de 5 (cinco) anos. Apesar dos esforços do réu em erigir convencimento no primeiro sentido, não há prescrição do fundo de direito. Rejeitadas as preliminares, passo ao exame do mérito. Os autores, policiais militares, ajuizaram a presente demanda pretendendo receber as diferenças em sua remuneração dos valores decorrentes da aplicação da regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3.803/80, bem como que esse reajuste se aplique ao cálculo da GAPM, conforme previsto no §1º do art. 7º da Lei nº 7.145/ 97. Com efeito, a Lei nº 3.803/80, dispunha sobre a remuneração dos policiais militares do Estado da Bahia, e afirmava em seu art. 115 que: Art. 115 - O valor do soldo será fixado, para cada posto ou graduação, com base no soldo do posto de Coronel PM, observados os Índices estabelecidos na Tabela de Escalonamento Vertical anexa a esta Lei. Parágrafo único A tabela de soldo, resultante da Tabela de Escalonamento Vertical, deverá ser constituída por valores arredondados de múltiplos de 30 (trinta). Da simples leitura do dispositivo acima se verifica que a fixação dos soldos dos policiais militares era escalonada com diferenciações de 30 % (trinta por cento) entre cada posto, tomando como base o soldo do posto de Coronel. Assim, o pedido dos autores teve como fundamento o mencionado dispositivo. Entretanto, com o advento da Lei nº 7.145/97, o seu art.5º trouxe novo tratamento legal para os soldos dos militares, e, igualmente, fez referência a um novo escalonamento. Sendo assim, uma vez que as leis tratam de matéria idêntica, e uma é incompatível com a outra, há, aqui, um exemplo claro de revogação tácita de uma lei por outra. Nesse sentido é o que ensina o art. 2º, §1º, da LINDB: Art. 2º (...) §1º- A lei posterior revoga a anterior quando expressamente declare, quando seja com ela incompatível ou quando regule inteiramente a matéria de que tratava a lei anterior. Portanto, não há como se reconhecer que o citado art.115 da Lei nº 3.803/ 80 ainda vige, diante do quanto preceituado pelo art. 5º da Lei nº 7.145/97. Daí porque não há que se aplicar qualquer reajuste de soldo com fulcro no escalonamento vertical previsto no art. 115 da Lei 3.803/80, conforme pleiteado pelos autores. Ora, vejamos que o parâmetro para escalonamento do valor dos soldos aplicável ao caso em tela é a tabela prevista na Lei nº 7.145/97, uma vez que é o diploma legal que, contemporaneamente, regeu as relações jurídicas entre autores e réu, tendo em vista que a presente ação foi ajuizada em 2011, época em que não mais vigia a Lei nº 3.803/80, repita-se. Vale salientar, porém, que ajuizada em 2011 a ação em comento, a tabela de escalonamento aplicável continua sendo a prevista na Lei nº 7.145/97, mas com a ressalva de que o seu §1º do art. 7º, encontra-se revogado pela Lei nº 10.962/08, a qual desvinculou o reajuste da GAPM ao dos soldos. A Lei nº 10.962/2008 foi editada alterando a estrutura remuneratória dos cargos, funções comissionadas e gratificadas, além de reajustar os vencimentos, soldos e gratificações dos cargos efetivos, dos cargos em comissão, das funções comissionadas e gratificadas, proventos e pensões da Administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo. Portanto, modificou o regime jurídico dos servidores públicos estaduais, inclusive, revogando expressamente dispositivos de outras leis, consoante se constata do seu art. 33 in verbis: Art. 33 Ficam revogados o § 2º do art. 113 da Lei nº 8.889, de 01 de dezembro de 2003, o § 1º do art. 18 da Lei nº 7.146, de 27 de agosto de 1997, o § 1º do art. 7º da Lei nº 7.145, de 19 de agosto de 1997, o § 1º do art. 13 da Lei nº 7.209, de 20 de novembro de 1997, o § 2º do art. 3º da Lei nº 7.554, de 13 de dezembro de 1999, e o § 1º do art. 27 da Lei nº 7.435, de 30 de dezembro de 1998, bem como as disposições em contrário. (grifos) Nesse sentido, a Lei nº 10.962/2008 expressamente revogou o art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97, extirpando do mundo jurídico a regra que estabelecia o reajuste da Gratificação de Atividade Policial Militar na mesma proporção e momento que a majoração dos soldos. Assim, diante da revogação do art. 115 da Lei nº 3.803/80 e do art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97, e com observância da data do ajuizamento da presente ação que somente se deu em 2011 entendo que não há que se falar em qualquer valor a ser recebido pelos autores, pois, ressalte-se, não há reajuste na remuneração a ser aplicada ao presente caso. Eventuais majorações nos soldos decorrentes das leis 7.622/00, 7.882/01, 8.627/03, 8.889/03, 9.209/04, 9.508/05, 10.024/06, 10.558/07, 10.962/08 ou 11.356/09 restam impossibilitadas de

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 101

aplicação para os autores, uma vez que o parâmetro de escalonamento requerido fora revogado por lei posterior, bem como a vinculação do reajuste da GAPM ao valor dos soldos, também fora extirpada do nosso ordenamento jurídico, conforme já exposto acima. Portanto, por tudo quanto exposto, e diante da revogação do art. 115 da Lei nº 3.803/80, a regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3.083/80, deduzido na presente demanda não poderá ser concedido. Ex positis, diante da ausência da possibilidade dos reajustes pleiteados pelos autores, na forma requerida, JULGO IMPROCEDENTES os pedidos formulados. Condeno os Autores ao pagamento das custas e honorários advocatícios que fixo em 10% (dez por cento) sobre o valor atribuído à causa, todavia, tendo em vista que são beneficiários de assistência Judiciária Gratuita, resta esta condenação suspensa, nos termos do art. 12 da lei. 1060/50. Transcorrido o prazo de recurso voluntário, arquivem-se os autos, remetendo-os, posteriormente, ao SECAPI. P.R.I. Salvador(BA), 09 de maio de 2013. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ROBERTO DE OLIVEIRA ARANHA (OAB 14903/BA), DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA) - Processo 001068046.2011.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO AUTOR: Adalberto Pinheiro Pinto - Aluizio Goes de Araujo Filho - Waldir Pereira da Silva - Hamilton Santos Cruz - Aderobaldo Santana de Jesus - Aloysio da Silva Ribeiro de Jesus - Antonio Nilton Oliveira Reis - Jurandir Lima Barbosa - Jurandyr Maia da Cruz Barros - RÉU: Estado da Bahia - ADALBERTO PINHEIRO PINTO, ADEROBALDO SANTANA DE JESUS, ALOYSIO DA SILVA RIBEIRO DE JESUS, ALUIZIO GOES DE ARAUJO FILHO, ANTÔNIO NILTON OLIVEIRA REIS, HAMILTON SANTOS CRUZ, JURANDIR LIMA BARBOSA, JURANDIR MAIA DA CRUZ BARROS e WALDIR PEREIRA DA SILVA, qualificados nos autos, propuseram AÇÃO ORDINÁRIA contra o ESTADO DA BAHIA, com o intuito de perceberem as diferenças em sua remuneração dos valores decorrentes da aplicação da regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3.803/80, que prevê uma diferenciação entre os soldos dos policiais militares no percentual de 30% entre os postos ou graduações de patentes. Requer que tal regra se aplique ao reajuste da GAPM de acordo com os aumentos ocorridos nos soldos a partir do ano de 1997. Afirmam que são policiais militares inativos, e que a hierarquia é que caracteriza as relações entre os servidores militares, pela qual se viabiliza a aplicação da desigualdade entre as remunerações dos policiais militares de acordo com seus postos e graduações, conforme previsto na Lei nº 3.803/80. Nesse sentido, aduzem que o Estado da Bahia desrespeitando a regra mencionada, vem concedendo aumentos remuneratórios diferenciados para cada um dos níveis hierárquicos sem observância do escalonamento vertical estabelecido no art. 115 da Lei nº 3.803/80. Diante disso, alegam que tal inobservância além de violar o princípio da isonomia constante no art. 5º da CF/88, viola também o princípio da legalidade previsto no art. 37, caput da CF/88, além de confrontar o quanto disposto no art.115 da Lei nº 3803/80 e no art.47 da Constituição do Estado da Bahia, e que proporciona ao funcionalismo público militar uma redução salarial, tendo em vista que estabelece aumentos diferenciados entre cada um dos níveis hierárquicos. Essa conduta do Poder Público estaria repercutindo no valor da GAPM, que estaria sendo, portanto, paga a menor, em confronto com os ditames estabelecidos na Lei nº 3.803/80 e na Lei nº 7.145/97. Invocam o art. 37 e art.7º, IV, ambos da Constituição Federal, o art.115 da Lei nº 3.803/80 e o art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97 para afirmarem que os soldos nunca podem ser inferiores ao salário mínimo, estando ambos vinculados, e sendo o valor da GAPM vinculada por sua vez ao valor do soldo. Requerem o reconhecimento de seus direitos ao recebimento do soldo de acordo com a regra estabelecida na Lei nº 3.803/80, com a implantação dos aumentos efetuados no soldo à razão de 450% (quatrocentos e cinqüenta por cento) sobre o valor do menor soldo pago aos policiais, que é o soldo dos Soldados, refletindo num reajuste da GAPM de acordo com as leis 7.622/00, 7.882/01, 8.627/03, 8.889/03, 9.209/04, 9.508/05, 10.024/ 06, 10.558/07, 10.962/08 e 11.356/09. Ademais, requer o pagamento dos valores correspondentes ao seu direito retroativamente, decorrente entre o que lhe foi pago e o que lhe é devido, tanto no que se refere aos soldos quanto no que se relaciona com a GAP, acrescido de juros, correção monetária e honorários advocatícios. Acompanhando a inicial foram anexados documentos de fls. 24 a 51. O Estado da Bahia, devidamente citado, consoante certidão de fl. 53v., apresentou sua defesa em forma de contestação, de fls. 55 a 66, juntando documentos de fls. 67 a 77, argüindo preliminarmente a prescrição qüinqüenal dos valores pretendidos, com fulcro no Decreto nº 20.910/32 e a impossibilidade jurídica do pedido, tendo em vista que os autores formulam pretensão lastreada em lei já revogada e portanto, já extinta do ordenamento jurídico pátrio. No mérito, explica que mesmo que o fundamento jurídico da pretensão, qual seja, a Lei nº 3.803/80, não estivesse revogada, o pleito dos autores não poderiam ser atendidos, uma vez que, o art.115 da citada lei proclamava o escalonamento vertical decrescente e não crescente como almejado pelos autores. Assim, caso algum soldo viesse a atingir patamar inferior ao salário mínimo, ainda assim não haveria necessidade de sua automática majoração, desde que os vencimentos (remuneração total) lhe fossem superiores. Isso porque os vencimentos e não o soldo é que não podem ser inferiores ao salário mínimo. Afirma que os autores pretendem que o salário mínimo seja utilizado como indexador do soldo do menor posto da hierarquia militar, em flagrante desrespeito pela norma constitucional do art.7º, IV, CF/88. Ademais, afirma que a norma do art.7º, §1º da Lei nº 7.145/97 que preceituava a vinculação de reajustes entre os soldos e a GAP, foi revogada tacitamente pelo legislador estadual com a edição da Lei nº 7.622/00 e pela Lei nº 8.889/03, supletivamente, sob pena de afronta ao art.2º, §1º da Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro. Ressaltou, que o aumento pleiteado pelos autores implicaria inevitavelmente numa indevida invasão nas competências constitucionais, afrontando os arts.2º e 37, X, da CF/88, porquanto um aumento remuneratório para servidores públicos através do Poder Judiciário constitui violação ao Princípio da Separação dos Poderes, e ainda que, a Constituição Federal impõe no art.169, §1º, I e II, para a concessão de vantagem ou aumento de remuneração a existência de prévia dotação orçamentária, bem como de autorização específica na Lei de Diretrizes Orçamentárias, requisitos estes que não se encontram cumpridos no presente caso. Por fim, impugnou as tabelas inseridas na exordial, bem como o percentual de 20% (vinte por cento) dos honorários advocatícios requerido pelos autores, tendo em vista o quanto disposto no art.11, §1º da Lei nº 1.060/50. Os autores apresentaram réplica às fls.80 a 87, em que rechaçam as preliminares e as alegações trazidas pelo réu e, ademais, ratificam o quanto exposto na exordial. É o relatório, passo a decidir. Faz-se forçoso o julgamento antecipado da lide, tendo em vista que no caso em comento a questão de mérito é unicamente de direito, prescindindo da produção de prova em audiência ou qualquer instrução de outra espécie, ex vi art.

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 102

330, I, do CPC. A preliminar de impossibilidade jurídica do pedido, não merece prosperar, por lhe faltar total substrato jurídico, pois o pleito formulado na inicial é inteiramente compatível com o ordenamento jurídico brasileiro, que permite revisão de valores da remuneração que estejam em desconformidade com a lei que os prevê. A preliminar de prescrição também não pode ser acolhida em razão de esta ação ser fundada em relação jurídica de trato sucessivo, posto que as gratificações, como a que está sob litígio, são prestações periódicas devidas pela Fazenda Pública, cujo direito se renova mensalmente, e com isso o valor a ser incluído à título de reajuste, os quais não foram incluídos na remuneração dos servidores, sendo assim a prescrição vai incidir apenas sobre as verbas que não foram pleiteadas em tempo hábil e não sobre o direito em si. Conforme claramente disposto na Súmula 85 do STJ: "Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora, quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado, a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior à propositura da ação." Assim, para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20.910/32, necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves, sobre o tema, no voto proferido no RE 37.743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a modificações que se admitem em relação a esta situação jurídica fundamental, como reclassificações, reenquadramentos, direito a adicionais por tempo de serviço, direito a gratificação por prestação de serviço especial etc. A pretensão do fundo de direito prescreve, em direito administrativo, em cinco anos da data da violação dele, pelo seu não reconhecimento inequívoco. Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele, e sua pretensão, que diz respeito ao quantum, renasce cada vez que este é devido (dia a dia, mês a mês, ano a ano, conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento, e, por isso, se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis). Nítido está que o caso sub examine se coaduna com a segunda hipótese, por configurar relação de trato sucessivo, cuja pretensão pecuniária se renova todo o mês em que o valor do reajuste ora pleiteado não é computado na remuneração dos autores, prescrevendo apenas as parcelas vencidas há mais de 5 (cinco) anos. Apesar dos esforços do réu em erigir convencimento no primeiro sentido, não há prescrição do fundo de direito. Rejeitadas as preliminares, passo ao exame do mérito. Os autores, policiais militares, ajuizaram a presente demanda pretendendo receber as diferenças em sua remuneração dos valores decorrentes da aplicação da regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3.803/80, bem como que esse reajuste se aplique ao cálculo da GAPM, conforme previsto no §1º do art. 7º da Lei nº 7.145/ 97. Com efeito, a Lei nº 3.803/80, dispunha sobre a remuneração dos policiais militares do Estado da Bahia, e afirmava em seu art. 115 que: Art. 115 - O valor do soldo será fixado, para cada posto ou graduação, com base no soldo do posto de Coronel PM, observados os Índices estabelecidos na Tabela de Escalonamento Vertical anexa a esta Lei. Parágrafo único A tabela de soldo, resultante da Tabela de Escalonamento Vertical, deverá ser constituída por valores arredondados de múltiplos de 30 (trinta). Da simples leitura do dispositivo acima se verifica que a fixação dos soldos dos policiais militares era escalonada com diferenciações de 30 % (trinta por cento) entre cada posto, tomando como base o soldo do posto de Coronel. Assim, o pedido dos autores teve como fundamento o mencionado dispositivo. Entretanto, com o advento da Lei nº 7.145/97, o seu art.5º trouxe novo tratamento legal para os soldos dos militares, e, igualmente, fez referência a um novo escalonamento. Sendo assim, uma vez que as leis tratam de matéria idêntica, e uma é incompatível com a outra, há, aqui, um exemplo claro de revogação tácita de uma lei por outra. Nesse sentido é o que ensina o art. 2º, §1º, da LINDB: Art. 2º (...) §1º- A lei posterior revoga a anterior quando expressamente declare, quando seja com ela incompatível ou quando regule inteiramente a matéria de que tratava a lei anterior. Portanto, não há como se reconhecer que o citado art.115 da Lei nº 3.803/ 80 ainda vige, diante do quanto preceituado pelo art. 5º da Lei nº 7.145/97. Daí porque não há que se aplicar qualquer reajuste de soldo com fulcro no escalonamento vertical previsto no art. 115 da Lei 3.803/80, e muito menos aplicando tal reajuste no cálculo do valor de GAPM, conforme pleiteado pelos autores. Ora, vejamos que o parâmetro para escalonamento do valor dos soldos aplicável ao caso em tela é a tabela prevista na Lei nº 7.145/97, uma vez que é o diploma legal que, contemporaneamente, regeu as relações jurídicas entre autores e réu, tendo em vista que a presente ação foi ajuizada em 2011, época em que não mais vigia a Lei nº 3.803/80, repita-se. Vale salientar, porém, que ajuizada em 2011 a ação em comento, a tabela de escalonamento aplicável continua sendo a prevista na Lei nº 7.145/97, mas com a ressalva de que o seu §1º do art. 7º, encontra-se revogado pela Lei nº 10.962/08, a qual desvinculou o reajuste da GAPM ao dos soldos. A Lei nº 10.962/2008 foi editada alterando a estrutura remuneratória dos cargos, funções comissionadas e gratificadas, além de reajustar os vencimentos, soldos e gratificações dos cargos efetivos, dos cargos em comissão, das funções comissionadas e gratificadas, proventos e pensões da Administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo. Portanto, modificou o regime jurídico dos servidores públicos estaduais, inclusive, revogando expressamente dispositivos de outras leis, consoante se constata do seu art. 33 in verbis: Art. 33 - Ficam revogados o § 2º do art. 113 da Lei nº 8.889, de 01 de dezembro de 2003, o § 1º do art. 18 da Lei nº 7.146, de 27 de agosto de 1997, o § 1º do art. 7º da Lei nº 7.145, de 19 de agosto de 1997, o § 1º do art. 13 da Lei nº 7.209, de 20 de novembro de 1997, o § 2º do art. 3º da Lei nº 7.554, de 13 de dezembro de 1999, e o § 1º do art. 27 da Lei nº 7.435, de 30 de dezembro de 1998, bem como as disposições em contrário. (grifos) Nesse sentido, a Lei nº 10.962/2008 expressamente revogou o art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97, extirpando do mundo jurídico a regra que estabelecia o reajuste da Gratificação de Atividade Policial Militar na mesma proporção e momento que a majoração dos soldos. Assim, diante da revogação do art. 115 da Lei nº 3.803/80 e do art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97, e com observância da data do ajuizamento da presente ação que somente se deu em 2011 entendo que não há que se falar em qualquer valor a ser recebido pelos autores, pois, ressalte-se, não há reajuste na remuneração a ser aplicada ao presente caso. Eventuais majorações nos soldos decorrentes das leis 7.622/00, 7.882/01, 8.627/03, 8.889/03, 9.209/04, 9.508/05, 10.024/06, 10.558/ 07, 10.962/08 ou 11.356/09 restam impossibilitadas de aplicação para os autores, uma vez que o parâmetro de escalonamento requerido fora revogado por lei posterior, bem como a vinculação do reajuste da GAPM ao valor dos soldos, também fora extirpada do nosso ordenamento jurídico, conforme já exposto acima. Portanto, por tudo quanto exposto, seja pela revogação do art. 115 da Lei nº 3.803/80, seja pela revogação do art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97 com a vigência da Lei nº 10.962/08, os pleitos deduzidos na presente demanda não poderão ser concedidos, seja a regra de reajuste igualitário instituída pela

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 103

Lei nº 3.083/80, seja o reajuste da GAPM proporcional ao soldo. Ex positis, diante da ausência da possibilidade dos reajustes pleiteados pelos autores, na forma requerida, JULGO IMPROCEDENTES os pedidos formulados. Condeno os Autores ao pagamento das custas e honorários advocatícios que fixo em 10% (dez por cento) sobre o valor atribuído à causa. Transcorrido o prazo de recurso voluntário, arquivem-se os autos, remetendo-os, posteriormente, ao SECAPI. P.R.I. Salvador(BA), 09 de maio de 2013. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: MAX WEBER NOBRE DE CASTRO (OAB 13774/BA), PALOMA TEIXEIRA REY (OAB 18010/BA) - Processo 001143825.2011.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO AUTOR: Adailton Silva Santana - Edson Santos do Carmo - Jaquisson Antonelli Ferreira - Ubirajara Nascimento dos Santos - Lilian de Oliveira Amorim - Tairone Santos da Paixao - Wesley Chrysostomo Souza - Adrian Araujo Lima - Luis Rogerio Santos Goncalves - Sandro Erlon Leite dos Santos - Jose dos Passos da Cruz Junior - Ivo Anunciacao Brandao - Laercio Crispinano Sousa Farias - RÉU: Estado da Bahia - ADAILTON SILVA SANTANA, ADRIAN ARAUJO LIMA, EDSON SANTOS DO CARMO, JAQUISSON ANTONELLI FERREIRA, JOSE DOS PASSOS DA CRUZ JUNIOR, IVO ANUNCIAÇÃO BRANDÃO, LAÉRCIO CRISPINIANO SOUSA FARIAS, LILIAN DE OLIVEIRA AMORIM, LUIS ROGÉRIO SANTOS GONÇALVES, SANDRO ERLON LEITE DOS SANTOS, TAIRONE SANTOS DA PAIXÃO, UBIRAJARA NASCIMENTO DOS SANTOS e WESLEY CHRYSOSTOMO SOUZA, com qualificação nos autos, propuseram Ação Ordinária, contra o ESTADO DA BAHIA, com o escopo de receberem em suas remunerações a GAPM no nível V. Aduzem serem servidores públicos policiais militares, laborando em regime de quarenta horas semanais. Afirmam que em agosto de 1997 foi editada a Lei nº 7.145/97, que criou a GAPM, visando substituir as vantagens anteriormente existentes. Este diploma legal estabeleceu cinco referências de pagamento desta vantagem, com o objetivo de compensar os riscos inerentes ao exercício da atividade policial e os riscos dele decorrentes. Asseveram que do art. 7º, §2º da Lei nº 7.145/97, foi editado o Decreto nº 6.749/97 para regulamentar os artigos 6º e 9º que estabelecem como requisito para a percepção das referências III, IV e V o cumprimento de jornada de trabalho de 40 (quarenta) horas semanais. Afirmam fazer jus ao GAP em nível V a partir da data de 04.10.1999, tendo em visto o quanto disposto no art.8º da Lei nº 7.145/97. Apesar disso, entendem que o Estado da Bahia estaria descumprindo a citada legislação, uma vez que estaria pagando aos autores a GAP na referência III, quando os autores já fazem jus ao percebimento da GAP na referência V. Dessa forma, requerem que seja determinado ao réu a incorporação da GAPM na referência V nos seus vencimentos, bem como o pagamento retroativo das diferenças entre o nível V desta vantagem e o nível III, atualmente pago, a contar de maio de 2005, diante da observância da Lei nº 9.209/04, que majorou o valor da devida gratificação em conformidade com as diferentes graduações na escala hierárquica dos policiais militares. Conjuntamente com a peça inaugural, vieram os documentos de fls. 11/62. Pedido de gratuidade da justiça deferido às fls. 63. Regularmente citado, fl. 64v, o Réu apresentou contestação de fls. 66/73, argüindo, preliminarmente, a inexistência de interesse processual, uma vez que não há regulamentação acerca da alteração de referência da GAPM para os níveis IV e V, a qual é da competência do Poder Executivo, não cabendo o Poder Judiciário atuar como legislador positivo, frente à omissão do Poder Público. Alega ainda, a prejudicial de mérito relativa à prescrição qüinqüenal nos termos do art.1º do Decreto nº 20.910/32. No mérito, explica sobre o sistema remuneratório dos servidores públicos afirmando, dentre outras coisas, que a concessão, alteração, suspensão, modificação ou cancelamento da Gratificação de Atividade Policial Militar é sempre praticada por ato administrativo fundado em poder discricionário, e, também por este motivo, a sua apreciação refoge da competência do Judiciário. Esclarece que, de acordo com o art.12, inciso II, do Decreto nº 6.749/97, a concessão de GAPM, na referência III, IV ou V, é condicionada à disponibilidade dos recursos alocados para custeio da vantagem na posição referencial mencionada, bem como da análise das condições, atributos e desempenho pessoal do servidor policial militar, ou seja, da análise de requisitos subjetivos. Além disso, salienta que em face do Princípio da Eventualidade e da concentração da defesa, requer que em caso de procedência do pleito dos autores se observe no cálculo da diferença requerida, o posto ou graduação ocupado pela parte autora em cada mês, sob pena de enriquecimento sem causa. Por fim, impugnou as tabelas inseridas na exordial, bem como o percentual de 20% (vinte por cento) dos honorários advocatícios requerido pelos autores, tendo em vista o quanto disposto no art.11, §1º da Lei nº 1.060/50. Os autores apresentaram réplica às fls. 76/78, em que atacam as preliminares argüidas e demais alegações tecidas pelo réu em sua resposta, e ratifica o quanto constante na inicial. É o relatório. Passo a decidir. Torna-se imperativo o julgamento antecipado da lide, tendo em vista que no caso em comento a questão de mérito é unicamente de direito, prescindindo da produção de prova em audiência ou qualquer instrução de outra espécie, ex vi art. 330, I, do CPC. A preliminar de carência de ação por falta de interesse processual, esta não pode ser acolhida, já que, diferente do quanto explanado pelo réu, a concessão da GAPM em níveis IV e V já se encontra regulamentada no Decreto nº 6.749/97, explicitando a forma de percepção e alteração da GAPM para níveis superiores na forma dos requisitos exigidos e descriminados objetivamente especificados. Desta forma, o Mandado de Injunção não é via adequada a fim de obter o bem da vida pleiteado. A preliminar de prescrição também não pode ser acolhida em razão de esta ação ser fundada em relação jurídica de trato sucessivo, posto que as gratificações, como a que está sob litígio, são prestações periódicas devidas pela Fazenda Pública, cujo direito se renova mensalmente, e com isso o valor a ser incluído à título de reajuste, os quais não foram majorados na remuneração dos servidores, sendo assim a prescrição vai incidir apenas sobre as verbas que não foram pleiteadas em tempo hábil e não sobre o direito em si. Conforme claramente disposto na Súmula 85 do STJ: "Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora, quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado, a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior à propositura da ação." Assim, para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20.910/32, necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves, sobre o tema, no voto proferido no RE 37.743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a modificações que se admitem em relação a esta situação jurídica fundamental, como reclassificações, reenquadramentos, direito a adicionais por tempo de serviço, direito a gratificação por prestação de serviço especial etc. A pretensão do fundo de direito prescreve, em direito administrativo, em cinco anos da data

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 104

da violação dele, pelo seu não reconhecimento inequívoco. Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele, e sua pretensão, que diz respeito ao quantum, renasce cada vez que este é devido (dia a dia, mês a mês, ano a ano, conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento, e, por isso, se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis). Nítido está que o caso sub examine se coaduna com a segunda hipótese, por configurar relação de trato sucessivo, cuja pretensão pecuniária se renova todo o mês em que o valor do reajuste ora pleiteado não é computado na remuneração dos autores, prescrevendo apenas as parcelas vencidas há mais de 5 (cinco) anos. Apesar dos esforços do réu em erigir convencimento no primeiro sentido, não há prescrição do fundo de direito. Rejeitadas as preliminares, passo ao exame do mérito. Da fundamentação jurídica disposta na exordial para respaldar o pagamento das diferenças da GAPM do nível III para o V, bem como a incorporação da GAPM V em suas remunerações, os autores invocaram o atendimento de dois critérios legais: carga horária de 40 (quarenta) horas semanais e o lapso temporal de 12 (doze) meses da última concessão do benefício da GAPM. A Gratificação de Atividade Policial Militar é uma vantagem genérica, ou seja, concedida a todos os servidores pertencentes à Corporação Policial Militar Baiana, conforme art. 1º do Decreto nº 6.749/97 e art. 6º da Lei nº 7.145/97, revelando que além de genérica, possui natureza permanente. Os requisitos para a aferição do benefício constam do art. 7º do Decreto referido, Capítulo II - Dos critérios para concessão da gratificação de atividade policial militar, assim como nos seus arts. 8º, 9º, 10º, 12, e no art. 13, da Lei nº 7.145/97 que fixam os níveis de percebimento da GAPM. Do que se pode constatar que para todos os níveis de GAPM os critérios de aferição são os mesmos, havendo apenas a alteração quanto à jornada de trabalho. Sendo assim, a legislação estadual destina a GAPM II, para os servidores com jornada de trabalho de 30 (trinta) horas semanais e, a dos níveis III, IV e V, para aqueles cujo regime seja de 40 (quarenta) horas semanais. Da análise dos autos e dos documentos a estes acostados, em especial, dos contracheques de fls.13/15; 17/18; 21/23; 26/28; 31/32; 35/36; 39/40; 43/44; 47/48; 50/51; 54/55; 57/58; 60/61, vislumbra-se que os autores já percebem a Gratificação de Atividade Policial Militar, o que significa que todos os requisitos ensejadores para o seu recebimento, independentemente do nível, já foram atendidos. Contudo, alegam que foi por ela contemplado em referência inferior ao que dizem fazer jus. A discussão, portanto, deve se ater à referência a ser percebida neste lapso temporal. O autor alega que sua jornada de trabalho é de quarenta horas semanais, afirmação esta não impugnada pelo réu, além de estar fundada no contracheque de fls.16. À luz do Decreto Regulamentar nº 6.861/97, pode-se concluir que o autor faz jus, no mínimo, a perceber a Gratificação de Atividade Policial Militar em nível III. Contudo, para que seja alterada para o nível V, somente mediante requerimento administrativo ao Comandante Geral da Polícia Militar, na forma dos arts. 8º ao 10º do Decreto Regulamentador. Posto que, se faz necessário a análise de diversos requisitos legais a ser promovida interna corporis pela autoridade administrativa competente aludida. Cabe ao Poder Judiciário intervir diante da ilegalidade no procedimento descrito no Decreto nº 6.749/ 97. O que em verdade não pode, entretanto, é o Poder Judiciário conceder aumento no nível desta parcela remuneratória ao alvedrio do Poder Executivo, cuja competência para tanto é designada em lei, sob pena de ferir o Princípio da Separação de Poderes. Desta forma, cabe aos autores requerer administrativamente, na forma prevista na legislação estadual, a fim de obter a revisão de nível perseguida. Sendo assim, o pedido de incorporação da GAPM em nível V em seus vencimentos não poderá ser concedida. Os autores utilizam como principal fundamento para os seus pedidos, suposto imperativo legal contido na Lei nº 7.145/97. Alegam, os autores, que possuem direito ao reajuste pretendido, posto que o mencionado diploma legal prevê lapso de 12 (doze) meses para a ocorrência de cada novo reajuste da GAPM para nível superior. Entretanto, da leitura do art. 8º da Lei nº 7.145/97, e seu Decreto nº 6.749/97 em seu art. 3º, percebe-se claramente que tal lapso temporal de 12 (doze) meses se trata de limite imposto ao Administrador Público para a realização de cada possível novo reajuste para os níveis superiores da GAPM, e não existindo obrigação de a cada 12 (doze) meses ocorrer a modificação da referência da GAPM a outra imediatamente superior, conforme se vislumbra do dispositivo mencionado, in verbis: Art. 8º - Ressalvados os casos de alteração de regime de trabalho, por necessidade absoluta do serviço, e casos especiais, a juízo do Governador do Estado, a revisão da referência da gratificação concedida, para atribuição de outra imediatamente superior, somente poderá ser efetuada após decorridos 12 (doze) meses da última concessão. Art. 3º- A revisão da referência de gratificação concedida, para outra superior, quando não recomendada por motivo de alteração do regime de trabalho, justificada na necessidade de serviço, somente poderá ser efetuada após decorridos 12 (doze) meses da última concessão. Portanto, não existe nesta norma um requisito para a alteração da referência da GAPM para outra superior, mas apenas limitação temporal ao poder que o Administrador Público possui de conceder tal revisão, que não pode ser inferior a 12 (doze) meses. Neste caso, tal decisão cabe ao Comandante Geral da Polícia Militar, por meio da apresentação da proposta de alteração pelo superior hierárquico imediato do servidor, dependendo de prévio pronunciamento do diretor do órgão estrutural da Corporação da unidade de lotação do policial requerente, como preceitua o art. 8º do Decreto mencionado, in verbis: Art. 8º - Será competente para concessão e alteração da vantagem disciplinada por este Decreto, o Comandante Geral da Polícia Militar, à vista de proposta fundamentada apresentada pelo superior hierárquico do servidor indicado. Parágrafo único - A proposta referida neste artigo será encaminhada à autoridade competente para deliberação, devidamente instruída e com o pronunciamento do Diretor do órgão estrutural da Corporação onde esteja alocada a unidade em que serve o policial militar. Sendo assim, atingindo os 12 (doze) meses da última alteração não estará a autoridade competente obrigada a efetuar reajuste para nível superior, como afirma o autor, mas apenas não poderá conceder novo reajuste antes dos 12 meses subseqüentes da última alteração. Poderá fazê-la, desde que decorrido tal lapso temporal, se o servidor, que requerê-la por meio de processo administrativo, se adequar ao quanto disposto no Capítulo III do Decreto referido, que trata do procedimento administrativo próprio para a aquisição do reajuste pretendido. Destarte, o ato administrativo que reajusta a GAPM para nível superior não possui natureza de ato vinculado, mas de ato discricionário, posto haver a aferição de inúmeros requisitos, discriminados no Decreto nº 6.749/97, inclusive, entre eles se inclui a existência de recursos financeiros para tanto, consoante caput do art. 9º do mesmo retro referido Decreto: Art. 9º - O Comandante Geral da Polícia Militar, ouvida previamente a Diretoria responsável pelo acompanhamento e controle da despesa, deliberará sobre o pedido ou determinará a sustação do procedimento, se lhe parecer incabível a providência ou se informada a insuficiência de recursos

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 105

para seu atendimento. Da mesma forma, não incide sob o caso em exame o art. 37, X da Constituição Federal, posto que, a previsão do lapso temporal de 12 (doze) meses no art. 7º do Decreto Estadual nº 6.749/97, não está relacionada a reajuste anual dos proventos a fim de corrigir o seu valor aquisitivo, mas apenas a conceder benefício maior àqueles que angariassem preencher os requisitos necessários, dispostos em lei, de forma a retribuir maior dedicação nas atividades prestadas ao serviço policial. Por não fazer jus os autores ao reajuste pleiteado, conforme tudo quanto já explicitado, não há por que haver concessão de pagamento retroativo, já que para ser deferido depende do reconhecimento do pedido principal, qual seja, o reajuste da GAPM para o nível V. Ex positis, julgo IMPROCEDENTES os pedidos formulados pelos autores, posto inexistir ato vinculado ao reajuste da GAPM para o nível V. Condeno os Autores ao pagamento das custas e honorários advocatícios que fixo em 10% (dez por cento) sobre o valor atribuído à causa, todavia, tendo em vista que os Autores são beneficiários de assistência Judiciária Gratuita, resta esta condenação suspensa, nos termos do art. 12 da lei. 1060/50. Transcorrido o prazo de recurso voluntário, arquivem-se os autos, remetendo-os, posteriormente, ao SECAPI. P.R.I. Salvador(BA), 09 de maio de 2013. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: JORGE SANTOS ROCHA JUNIOR (OAB 12492/BA), DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA) - Processo 001713879.2011.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO AUTOR: Andre Luiz de Sales Bandeira - Jairo Oliveira - RÉU: Estado da Bahia - ANDRE LUIZ DE SALES BANDEIRA e JAIRO OLIVEIRA, qualificados nos autos, propuseram AÇÃO ORDINÁRIA contra o ESTADO DA BAHIA, com o intuito de perceberem as diferenças em sua remuneração dos valores decorrentes da aplicação da regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3.803/80, que prevê uma diferenciação entre os soldos dos policiais militares no percentual de 30% entre os postos ou graduações de patentes. Requer que tal regra se aplique ao reajuste da GAPM de acordo com os aumentos ocorridos nos soldos a partir do ano de 1997. Afirmam que são policiais militares inativos, e que a hierarquia é que caracteriza as relações entre os servidores militares, pela qual se viabiliza a aplicação da desigualdade entre as remunerações dos policiais militares de acordo com seus postos e graduações, conforme previsto na Lei nº 3.803/80. Nesse sentido, aduz que o Estado da Bahia desrespeitando a regra mencionada, vem concedendo aumentos remuneratórios diferenciados para cada um dos níveis hierárquicos sem observância do escalonamento vertical estabelecido no art. 115 da Lei nº 3.803/80. Diante disso, alega que tal inobservância além de violar o princípio da isonomia constante no art. 5º da CF/88, viola também o princípio da legalidade previsto no art. 37, caput da CF/88, além de confrontar o quanto disposto no art.115 da Lei nº3803/80 e no art.47 da Constituição do Estado da Bahia, e que proporciona ao funcionalismo público militar uma redução salarial, tendo em vista que estabelece aumentos diferenciados entre cada um dos níveis hierárquicos. Essa conduta do Poder Público estaria repercutindo no valor da GAPM, que estaria sendo, portanto, paga a menor, em confronto com os ditames estabelecidos na Lei nº 3.803/80 e na Lei nº 7.145/97. Invocam o art. 37 e art.7º, IV, ambos da Constituição Federal, o art.115 da Lei nº 3.803/ 80 e o art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97 para afirmarem que os soldos nunca podem ser inferiores ao salário mínimo, estando ambos vinculados, e sendo o valor da GAPM vinculada por sua vez ao valor do soldo. Requerem o reconhecimento do direito ao recebimento do soldo de acordo com a regra estabelecida na Lei nº 3.803/80, com a implantação dos aumentos efetuados no soldo calculados sobre o valor do menor soldo pago aos policiais, que é o soldo dos Soldados, refletindo num reajuste da GAPM. Ademais, requerem o pagamento dos valores correspondentes ao seu direito retroativamente, decorrente entre o que lhe foi pago e o que lhe é devido, tanto no que se refere aos soldos quanto no que se relaciona com a GAP, acrescido de juros, correção monetária e honorários advocatícios. Acompanhando a inicial foram anexados documentos de fls. 24 a 34. Pedido de assistência judiciária gratuita deferido às fls.35. O Estado da Bahia, devidamente citado, consoante certidão de fl. 36v., apresentou sua defesa em forma de contestação, de fls.38 a 61, a incongruência entre a causa de pedir e o pedido e a impossibilidade jurídica do pedido. Suscitou ainda, a incidência da prescrição do direito dos autores, uma vez que da suposta lesão ao direito do autor e a formulação da presente ação, já teria ocorrido mais de 5 (cinco) anos, conforme previsão do Decreto nº 20.910/32. No mérito, explica que mesmo que o fundamento jurídico da pretensão, qual seja, a Lei nº 3.803/80, não estivesse revogada, o pleito dos autores não poderia ser atendido, uma vez que, o art.115 da citada lei proclamava o escalonamento vertical decrescente e não crescente como almejado pelos autores. Assim, caso algum soldo viesse a atingir patamar inferior ao salário mínimo, ainda assim não haveria necessidade de sua automática majoração, desde que os vencimentos (remuneração total) lhe fossem superiores. Isso porque os vencimentos e não o soldo é que não podem ser inferiores ao salário mínimo. Afirma que os autores pretendem que o salário mínimo seja utilizado como indexador do soldo do menor posto da hierarquia militar, em flagrante desrespeito pela norma constitucional do art.7º, IV, CF/ 88. Ademais, afirma que a norma do art.7º, §1º da Lei nº 7.145/97 que preceituava a vinculação de reajustes entre os soldos e a GAP, foi revogada tacitamente pelo legislador estadual com a edição da Lei nº 7.622/00 e pela Lei nº 8.889/03, supletivamente, sob pena de afronta ao art.2º, §1º da Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro. Ressaltou que o aumento pleiteado pelos autores implicaria inevitavelmente numa indevida invasão nas competências constitucionais, afrontando os arts. 2º e 37, X, da CF/88, porquanto um aumento remuneratório para servidores públicos através do Poder Judiciário constitui violação ao Princípio da Separação dos Poderes, e ainda que, a Constituição Federal impõe no art.169, §1º, I e II, para a concessão de vantagem ou aumento de remuneração a existência de prévia dotação orçamentária, bem como de autorização específica na Lei de Diretrizes Orçamentárias, requisitos estes que não se encontram cumpridos no presente caso. Por fim, impugnou os percentuais e cálculos inseridos na exordial, tendo em vista que não possuem qualquer justificativa legal ou mesmo fática, não havendo fundamentação para os mesmos. Os autores apresentaram réplica às fls.65 a 81, em que rechaçam as preliminares e as alegações trazidas pelo réu e, ademais, ratificam o quanto exposto na exordial. É o relatório, passo a decidir. Faz-se forçoso o julgamento antecipado da lide, tendo em vista que no caso em comento a questão de mérito é unicamente de direito, prescindindo da produção de prova em audiência ou qualquer instrução de outra espécie, ex vi art. 330, I, do CPC. A preliminar de incongruência entre a causa de pedir e o pedido não merece prosperar, tendo em vista que os autores formularam pedido de reajuste implementado pelas Leis nº 7.622/00, 7.882/01 e 8.627/03. Afirmam que foi um reajuste diferenciado por categoria, e que dessa forma diferenciada não poderia ter

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 106

ocorrido esses reajustes, uma vez que deveria ter sido de forma geral para toda a categoria de policiais militares. Disso, alegaram ter sido esses reajustes inconstitucionais por afronta ao art.37, X, da CF/88. Sendo assim, não há qualquer incongruência no pleito formulado pelos autores, porquanto, não obstante entenderem haver uma inconstitucionalidade na forma do reajuste pedem que o Poder Judiciário sane a suposta ilegalidade promovida por essas leis para as suas específicas situações. A preliminar de impossibilidade jurídica do pedido, não merece prosperar, por lhe faltar total substrato jurídico, pois o pleito formulado na inicial é inteiramente compatível com o ordenamento jurídico brasileiro, que permite revisão de valores da remuneração que estejam em desconformidade com a lei que os prevê. A preliminar de prescrição também não pode ser acolhida em razão de esta ação ser fundada em relação jurídica de trato sucessivo, posto que as gratificações, como a que está sob litígio, são prestações periódicas devidas pela Fazenda Pública, cujo direito se renova mensalmente, e com isso o valor a ser incluído à título de reajuste, os quais não foram incluídos na remuneração dos servidores, sendo assim a prescrição vai incidir apenas sobre as verbas que não foram pleiteadas em tempo hábil e não sobre o direito em si. Conforme claramente disposto na Súmula 85 do STJ: "Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora, quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado, a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior à propositura da ação." Assim, para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20.910/32, necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves, sobre o tema, no voto proferido no RE 37.743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a modificações que se admitem em relação a esta situação jurídica fundamental, como reclassificações, reenquadramentos, direito a adicionais por tempo de serviço, direito a gratificação por prestação de serviço especial etc. A pretensão do fundo de direito prescreve, em direito administrativo, em cinco anos da data da violação dele, pelo seu não reconhecimento inequívoco. Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele, e sua pretensão, que diz respeito ao quantum, renasce cada vez que este é devido (dia a dia, mês a mês, ano a ano, conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento, e, por isso, se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis). Nítido está que o caso sub examine se coaduna com a segunda hipótese, por configurar relação de trato sucessivo, cuja pretensão pecuniária se renova todo o mês em que o valor do reajuste ora pleiteado não é computado na remuneração dos autores, prescrevendo apenas as parcelas vencidas há mais de 5 (cinco) anos. Apesar dos esforços do réu em erigir convencimento no primeiro sentido, não há prescrição do fundo de direito. Rejeitadas as preliminares, passo ao exame do mérito. Os autores, policiais militares, ajuizaram a presente demanda pretendendo receber as diferenças em sua remuneração dos valores decorrentes da aplicação da regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3.803/80, bem como que esse reajuste se aplique ao cálculo da GAPM, conforme previsto no §1º do art. 7º da Lei nº 7.145/ 97. Com efeito, a Lei nº 3.803/80, dispunha sobre a remuneração dos policiais militares do Estado da Bahia, e afirmava em seu art. 115 que: Art. 115 - O valor do soldo será fixado, para cada posto ou graduação, com base no soldo do posto de Coronel PM, observados os Índices estabelecidos na Tabela de Escalonamento Vertical anexa a esta Lei. Parágrafo único A tabela de soldo, resultante da Tabela de Escalonamento Vertical, deverá ser constituída por valores arredondados de múltiplos de 30 (trinta). Da simples leitura do dispositivo acima se verifica que a fixação dos soldos dos policiais militares era escalonada com diferenciações de 30 % (trinta por cento) entre cada posto, tomando como base o soldo do posto de Coronel. Assim, o pedido dos autores teve como fundamento o mencionado dispositivo. Entretanto, com o advento da Lei nº 7.145/97, o seu art.5º trouxe novo tratamento legal para os soldos dos militares, e, igualmente, fez referência a um novo escalonamento. Sendo assim, uma vez que as leis tratam de matéria idêntica, e uma é incompatível com a outra, há, aqui, um exemplo claro de revogação tácita de uma lei por outra. Nesse sentido é o que ensina o art. 2º, §1º, da LINDB: Art. 2º (...) §1º- A lei posterior revoga a anterior quando expressamente declare, quando seja com ela incompatível ou quando regule inteiramente a matéria de que tratava a lei anterior. Portanto, não há como se reconhecer que o citado art.115 da Lei nº 3.803/ 80 ainda vige, diante do quanto preceituado pelo art. 5º da Lei nº 7.145/97. Daí porque não há que se aplicar qualquer reajuste de soldo com fulcro no escalonamento vertical previsto no art. 115 da Lei 3.803/80, e muito menos aplicando tal reajuste no cálculo do valor de GAPM, conforme pleiteado pelo autor. Ora, vejamos que o parâmetro para escalonamento do valor dos soldos aplicável ao caso em tela é a tabela prevista na Lei nº 7.145/97, uma vez que é o diploma legal que, contemporaneamente, regeu as relações jurídicas entre autores e réu, tendo em vista que a presente ação foi ajuizada em 2011, época em que não mais vigia a Lei nº 3.803/80, repita-se. Vale salientar, porém, que ajuizada em 2011 a ação em comento, a tabela de escalonamento aplicável continua sendo a prevista na Lei nº 7.145/97, mas com a ressalva de que o seu §1º do art. 7º, encontra-se revogado pela Lei nº 10.962/08, a qual desvinculou o reajuste da GAPM ao dos soldos. A Lei nº 10.962/2008 foi editada alterando a estrutura remuneratória dos cargos, funções comissionadas e gratificadas, além de reajustar os vencimentos, soldos e gratificações dos cargos efetivos, dos cargos em comissão, das funções comissionadas e gratificadas, proventos e pensões da Administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo. Portanto, modificou o regime jurídico dos servidores públicos estaduais, inclusive, revogando expressamente dispositivos de outras leis, consoante se constata do seu art. 33 in verbis: Art. 33 - Ficam revogados o § 2º do art. 113 da Lei nº 8.889, de 01 de dezembro de 2003, o § 1º do art. 18 da Lei nº 7.146, de 27 de agosto de 1997, o § 1º do art. 7º da Lei nº 7.145, de 19 de agosto de 1997, o § 1º do art. 13 da Lei nº 7.209, de 20 de novembro de 1997, o § 2º do art. 3º da Lei nº 7.554, de 13 de dezembro de 1999, e o § 1º do art. 27 da Lei nº 7.435, de 30 de dezembro de 1998, bem como as disposições em contrário. (grifos) Nesse sentido, a Lei nº 10.962/2008 expressamente revogou o art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97, extirpando do mundo jurídico a regra que estabelecia o reajuste da Gratificação de Atividade Policial Militar na mesma proporção e momento que a majoração dos soldos. Assim, diante da revogação do art. 115 da Lei nº 3.803/80 e do art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97, e com observância da data do ajuizamento da presente ação que somente se deu em 2011 entendo que não há que se falar em qualquer valor a ser recebido pelos autores, pois, ressalte-se, não há reajuste na remuneração a ser aplicada ao presente caso. Eventuais majorações nos soldos decorrentes das leis 7622/00, 7882/01, 8627/03, 8889/03 ou 9202/04 restam impossibilitadas de aplicação para os autores, uma vez que o parâmetro de escalonamento requerido fora revogado por lei posterior, bem como

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 - Disponibilização: sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cad. 2 / Página 107

a vinculação do reajuste da GAPM ao valor dos soldos, também fora extirpada do nosso ordenamento jurídico, conforme já exposto acima. Portanto, por tudo quanto exposto, seja pela revogação do art. 115 da Lei nº 3.803/80, seja pela revogação do art. 7º, §1º da Lei nº 7.145/97 com a vigência da Lei nº 10.962/08, os pleitos deduzidos na presente demanda não poderão ser concedidos, seja a regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3083/80, seja o reajuste da GAPM proporcional ao soldo. Ex positis, diante da ausência da possibilidade dos reajustes pleiteados pelos autores, na forma requerida, JULGO IMPROCEDENTES os pedidos formulados. Condeno os autores no pagamento dos honorários advocatícios na razão de 10% (dez por cento) e custas processuais, consoante art. 20, caput, do CPC, no entanto, tendo em vista que os Autores são beneficiários de assistência Judiciária Gratuita, resta esta condenação suspensa, nos termos do art. 12 da lei. 1060/50. Transcorrido o prazo de recurso voluntário, arquivem-se os autos, remetendo-os, posteriormente, ao SECAPI. P.R.I. Salvador(BA), 09 de maio de 2013. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA), ABDON ANTONIO ABBADE DOS REIS (OAB 8976/BA) - Processo 001752825.2006.8.05.0001 - Mandado de Segurança - IMPETRANTE: Michel Terranova Chagas - IMPETRADO: Diretor da Academia da Policia Civil da Bahia Acadepol - Trata-se de execução de sentença transitada em julgado, portanto definitiva, com pretensão executiva em derredor de obrigação de fazer e verifico que o comando da sentença, na sua parte dispositiva, determino a anulação do ato do Diretor da ACADEPOL - Academia de Policia Civil, que excluiu o impetrante do Curso de Formação de Agente de Polícia, logo deverá o Impetrante ser reintegrado ao aludido curso e caso já tenha concluído, com aproveitamento, de acordo com as regras do edital, terá a expectativa de nomeação e futura posse, na hipótese de ser incluído dentre os números de candidatos classificados. Intime-se o Estado da Bahia, que interviu no feito, na pessoa do seu Procurador Geral, a fim de que dê efetivo cumprimento ao julgado, no prazo de trinta dias, sob pena de não o fazendo incorrer em multa diária no valor de R$1.000,00 (hum mil reais), a partir do trigésimo primeiro dia. Expeça-se mandado imediatamente. Salvador (BA), 08 de maio de 2013. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: MEG LIMA DA CUNHA (OAB 34847/BA), VONNAIRE SANTOS FONSECA (OAB 32507/BA), PATRICIA LISBÔA COSTA ABOULHALAGE (OAB 11918/BA) - Processo 0018925-46.2011.8.05.0001 - Procedimento Ordinário - DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO - AUTOR: Adailton Barbosa Batista - Valdinei Reis - Ricardo Viana Bispo - Renato Sant Ana de Freitas - Silvio Coutinho Rios - Denis Carvalho de Melo - Valdemir Joaquim de Santana - Alan dos Santos Pinheiro - Clessil de Jesus Oliveira - Wesley Anderson Bahia Silva - RÉU: Estado da Bahia - ADAILTON BARBOSA BATISTA, ALAN DOS SANTOS PINHEIRO, CLESSIL DE JESUS OLIVEIRA, DENIS CARVALHO DE MELO, RENATO SANTANA DE FREITAS, RICARDO VIANA BISPO, SILVIO COUTINHO RIOS, VALDEMIR JOAQUIM DE SANTANA, VALDINEI REIS e WESLEY ANDERSON BAHIA SILVA, qualificados nos autos, propuseram AÇÃO ORDINÁRIA contra o ESTADO DA BAHIA, com o intuito de perceberem as diferenças em sua remuneração dos valores decorrentes da aplicação da regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3.803/80, que prevê uma diferenciação entre os soldos dos policiais militares no percentual de 30% entre os postos ou graduações de patentes. Requer que tal regra se aplique ao reajuste da GAPM de acordo com os aumentos ocorridos nos soldos a partir de junho de 1980. Afirmam que são policiais militares, e que a hierarquia é que caracteriza as relações entre os servidores militares, pela qual se viabiliza a aplicação da desigualdade entre as remunerações dos policiais militares de acordo com seus postos e graduações, conforme previsto na Lei nº 3.803/80. Nesse sentido, aduzem que o Estado da Bahia desrespeitando a regra mencionada, vem concedendo aumentos remuneratórios diferenciados para cada um dos níveis hierárquicos sem observância do escalonamento vertical estabelecido no art. 115 da Lei nº 3.803/80. Diante disso, alegam que tal inobservância além de violar o princípio da isonomia constante no art. 5º da CF/88, viola também o princípio da legalidade previsto no art. 37, caput da CF/88, além de confrontar o quanto disposto no art.115 da Lei nº 3.803/80 e no art.47 da Constituição do Estado da Bahia, e que proporciona ao funcionalismo público militar uma redução salarial, tendo em vista que estabelece aumentos diferenciados entre cada um dos níveis hierárquicos. Invocam o art. 37 e art.7º, IV, ambos da Constituição Federal, o art.115 da Lei nº 3.803/80 para afirmarem que os soldos nunca podem ser inferiores ao salário mínimo, estando ambos vinculados. Requerem o reconhecimento de seus direitos ao recebimento do soldo de acordo com a regra estabelecida na Lei nº 3.803/80, com a implantação dos aumentos efetuados no soldo à razão de 652,14% (seiscentos e cinqüenta e dois vírgula quatorze por cento) sobre o valor do menor soldo pago aos policiais, que é o soldo dos Soldados. Ademais, requer o pagamento dos valores correspondentes ao seu direito retroativamente, decorrente entre o que lhe foi pago e o que lhe é devido no que se refere aos soldos, acrescido de juros, correção monetária e honorários advocatícios. Acompanhando a inicial foram anexados documentos de fls. 16 a 64. O pedido de assistência judiciária gratuita foi deferido às fls. 65. O Estado da Bahia, devidamente citado, consoante certidão de fl. 67v., apresentou sua defesa em forma de contestação, de fls. 69 a 79, juntando documentos de fls.80 a 115, arguiu preliminarmente a prescrição qüinqüenal dos valores pretendidos, com fulcro no Decreto nº 20.910/32 e a impossibilidade jurídica do pedido, tendo em vista que os autores formulam pretensão lastreada em lei já revogada e portanto, já extinta do ordenamento jurídico pátrio. No mérito, explica que mesmo que o fundamento jurídico da pretensão, qual seja, a Lei nº 3.803/80, não estivesse revogada, o pleito dos autores não poderiam ser atendidos, uma vez que, o art.115 da citada lei proclamava o escalonamento vertical decrescente e não crescente como almejado pelos autores. Assim, caso algum soldo viesse a atingir patamar inferior ao salário mínimo, ainda assim não haveria necessidade de sua automática majoração, desde que os vencimentos (remuneração total) lhe fossem superiores. Isso porque os vencimentos e não o soldo é que não podem ser inferiores ao salário mínimo. Afirma que os autores pretendem que o salário mínimo seja utilizado como indexador do soldo do menor posto da hierarquia militar, em flagrante desrespeito pela norma constitucional do art.7º, IV, CF/88. Ressaltou, que o aumento pleiteado pelos autores implicaria inevitavelmente numa indevida invasão nas competências constitucionais, afrontando os arts.2º e 37, X, da CF/88, porquanto um aumento remuneratório para servidores públicos através do Poder Judiciário constitui violação ao Princípio da Separação dos Poderes, e ainda que, a Constituição Federal impõe no art.169, §1º, I e II, para a concessão de vantagem ou aumento de remuneração a existência de prévia dotação orçamentária, bem

A preliminar de prescrição também não pode ser acolhida em razão de esta ação ser fundada em relação jurídica de trato sucessivo. a qual desvinculou o reajuste da GAPM ao dos soldos. 18 da Lei nº 7. para cada posto ou graduação. uma vez que as leis tratam de matéria idêntica.910/32. A pretensão do fundo de direito prescreve. de 30 de dezembro de 1998. o § 2º do art. §1º. os quais não foram incluídos na remuneração dos servidores. Nítido está que o caso sub examine se coaduna com a segunda hipótese.060/50.803/80. e. passo ao exame do mérito. do CPC.145. modificou o regime jurídico dos servidores públicos estaduais. Eventuais . para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20.145/97. encontra-se revogado pela Lei nº 10. §1º da Lei nº 7. conforme previsto no §1º do art. regeu as relações jurídicas entre autores e réu. o § 1º do art.5º trouxe novo tratamento legal para os soldos dos militares. inclusive. fez referência a um novo escalonamento.O valor do soldo será fixado. extirpando do mundo jurídico a regra que estabelecia o reajuste da Gratificação de Atividade Policial Militar na mesma proporção e momento que a majoração dos soldos. e com observância da data do ajuizamento da presente ação que somente se deu em 2011 entendo que não há que se falar em qualquer valor a ser recebido pelos autores.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . renasce cada vez que este é devido (dia a dia. funções comissionadas e gratificadas. ano a ano. repita-se. 10 de maio de 2013 Cad. Parágrafo único . 330. consoante se constata do seu art. não há prescrição do fundo de direito. das funções comissionadas e gratificadas. não merece prosperar. deverá ser constituída por valores arredondados de múltiplos de 30 (trinta).145/97.Ficam revogados o § 2º do art. tendo em vista que no caso em comento a questão de mérito é unicamente de direito. dispunha sobre a remuneração dos policiais militares do Estado da Bahia. e com isso o valor a ser incluído à título de reajuste. um exemplo claro de revogação tácita de uma lei por outra. época em que não mais vigia a Lei nº 3. A Lei nº 10. A preliminar de impossibilidade jurídica do pedido.962/08. e uma é incompatível com a outra. Os autores. Assim. I.145/97. de 13 de dezembro de 1999. Por fim. quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado. Portanto. não há como se reconhecer que o citado art. revogando expressamente dispositivos de outras leis. mas com a ressalva de que o seu §1º do art. posto que as gratificações. Da simples leitura do dispositivo acima se verifica que a fixação dos soldos dos policiais militares era escalonada com diferenciações de 30 % (trinta por cento) entre cada posto.145/97. 115 da Lei nº 3. prescindindo da produção de prova em audiência ou qualquer instrução de outra espécie.Disponibilização: sexta-feira. contemporaneamente. a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior à propositura da ação. Ora. Sendo assim. como reclassificações. 115 da Lei 3. a Lei nº 10. requisitos estes que não se encontram cumpridos no presente caso.803/80 e do art. bem como as disposições em contrário. 113 da Lei nº 8.145/97.146. diante da revogação do art. 2 / Página 108 como de autorização específica na Lei de Diretrizes Orçamentárias. dos cargos em comissão. ressalte-se. vejamos que o parâmetro para escalonamento do valor dos soldos aplicável ao caso em tela é a tabela prevista na Lei nº 7.115 da Lei nº 3. 7º. 7º. ajuizaram a presente demanda pretendendo receber as diferenças em sua remuneração dos valores decorrentes da aplicação da regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3. Vale salientar. impugnou as tabelas inseridas na exordial. prescrevendo apenas as parcelas vencidas há mais de 5 (cinco) anos. Os autores apresentaram réplica às fls. além de reajustar os vencimentos. em que rechaçam as preliminares e as alegações trazidas pelo réu e. autárquica e fundacional do Poder Executivo. necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves. (grifos) Nesse sentido. que diz respeito ao quantum. a tabela de escalonamento aplicável continua sendo a prevista na Lei nº 7. 7º da Lei nº 7. tomando como base o soldo do posto de Coronel.962/2008 foi editada alterando a estrutura remuneratória dos cargos. soldos e gratificações dos cargos efetivos. em direito administrativo. observados os Índices estabelecidos na Tabela de Escalonamento Vertical anexa a esta Lei.803/80 ainda vige. conforme pleiteado pelos autores. §1º da Lei nº 7. Nesse sentido é o que ensina o art. igualmente.743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a modificações que se admitem em relação a esta situação jurídica fundamental. direito a gratificação por prestação de serviço especial etc. de 20 de novembro de 1997. Conforme claramente disposto na Súmula 85 do STJ: "Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora. da LINDB: Art. 115 que: Art. que permite revisão de valores da remuneração que estejam em desconformidade com a lei que os prevê. cuja pretensão pecuniária se renova todo o mês em que o valor do reajuste ora pleiteado não é computado na remuneração dos autores. se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis). proventos e pensões da Administração direta. mês a mês. É o relatório. são prestações periódicas devidas pela Fazenda Pública. pois o pleito formulado na inicial é inteiramente compatível com o ordenamento jurídico brasileiro. com o advento da Lei nº 7. Rejeitadas as preliminares. reenquadramentos. de 19 de agosto de 1997.803/80. como a que está sob litígio. a Lei nº 3.11. 5º da Lei nº 7. cujo direito se renova mensalmente. ratificam o quanto exposto na exordial. Com efeito. passo a decidir.A tabela de soldo. ademais. o § 1º do art. o § 1º do art. 2º (. o seu art. 33 in verbis: Art. 115 . 7º.A lei posterior revoga a anterior quando expressamente declare. e afirmava em seu art. pelo seu não reconhecimento inequívoco.962/2008 expressamente revogou o art. 27 da Lei nº 7. Portanto. sendo assim a prescrição vai incidir apenas sobre as verbas que não foram pleiteadas em tempo hábil e não sobre o direito em si..145/97.889. há.119 a 129. conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento. pois. bem como que esse reajuste se aplique ao cálculo da GAPM.. no voto proferido no RE 37. ex vi art.209. tendo em vista que a presente ação foi ajuizada em 2011. em cinco anos da data da violação dele. de 01 de dezembro de 2003. por configurar relação de trato sucessivo. porém. aqui. Apesar dos esforços do réu em erigir convencimento no primeiro sentido. uma vez que é o diploma legal que. sobre o tema." Assim.803/80. Assim. resultante da Tabela de Escalonamento Vertical. que ajuizada em 2011 a ação em comento. bem como o percentual de 20% (vinte por cento) dos honorários advocatícios requerido pelos autores. 7º da Lei nº 7.803/80. Entretanto. 3º da Lei nº 7. e sua pretensão. policiais militares. e.554. por lhe faltar total substrato jurídico. não há reajuste na remuneração a ser aplicada ao presente caso. 2º. e o § 1º do art. tendo em vista o quanto disposto no art. 13 da Lei nº 7. de 27 de agosto de 1997.435.) §1º. quando seja com ela incompatível ou quando regule inteiramente a matéria de que tratava a lei anterior. direito a adicionais por tempo de serviço. diante do quanto preceituado pelo art. com base no soldo do posto de Coronel PM. 33 . Daí porque não há que se aplicar qualquer reajuste de soldo com fulcro no escalonamento vertical previsto no art.145/97. por isso. Faz-se forçoso o julgamento antecipado da lide. Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele. §1º da Lei nº 1. o pedido dos autores teve como fundamento o mencionado dispositivo.

sendo assim não poderão ser percebidas cumulativamente.I.Disponibilização: sexta-feira.8.R.. no ano de 1997. posteriormente. Transcorrido o prazo de recurso voluntário. que não exercem mais função policial. JULGO IMPROCEDENTES os pedidos formulados.024/06.Processo 0030319-89. sendo assim a prescrição vai incidir apenas sobre as verbas que não foram pleiteadas em tempo hábil e não sobre o direito em si. em nível III. de outros requisitos de natureza pessoal do servidor público. 10 de maio de 2013 Cad.I. passo a decidir. a incidência de prescrição do fundo de direito. requer que o réu seja condenado a incorporar em seus proventos de inatividade a Gratificação de Atividade Policial Militar no nível III.Procedimento Ordinário . 10. proptem laborem. posto que as gratificações.Maria das Gracas Pereira Pinheiro . Afirmou que a situação do autor se enquadra na hipótese de formação de ato jurídico perfeito. instituidora da GAPM. sendo necessário o preenchimento e conseqüente análise pela Administração Pública. P. Regularmente citado. prescindindo da produção de prova em audiência ou qualquer instrução de outra espécie.209/04. remetendo-os. MARCOS SAMPAIO DE SOUZA (OAB 15899/BA) . a partir de agosto de 1997. por se tratar de vantagem específica aos servidores ativos. §8º da Constituição Federal.Eva Fucs Halla .Joselita Nery dos Santos Silva .05. .AUTOR: Aidil Creuza da Silva Santiago . DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA) . com o objetivo de passar a auferir em seus vencimentos o valor relativo da Gratificação de Atividade Policial Militar . Entretanto. no momento da instituição desse benefício. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: HENRIQUE HEINE TRINDADE CARMO (OAB 10709/BA). e assim deixou decorrer o prazo qüinqüenal das dívidas contra a Fazenda Pública. 10. essa gratificação não foi incorporada em seus proventos.Edson Fernando Gesteira de Almeida . a regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3. mas que apenas foi estendida aos servidores policiais militares em atividade. em virtude dos seus requisitos legais ensejadores. Ex positis. do CPC.Edna Checcucci Colavope . devidamente qualificado nos autos. o que violou o princípio da isonomia entre a remuneração e os proventos dos servidores ativos e inativos.889/03. Alega que. são prestações periódicas devidas pela Fazenda Pública. 19v. uma vez que no momento da instituição da gratificação pleiteada. 40. assim. 8. cujo direito se renova mensalmente.GAPM. afirma que a Gratificação de Atividade Policial Militar foi criada em cinco referências. arquivem-se os autos.145/97.2011. resta esta condenação suspensa. 10. enquanto não forem incluídas na remuneração dos servidores. uma vez que o parâmetro de escalonamento requerido fora revogado por lei posterior. A preliminar de prescrição não pode ser acolhida. o Réu apresentou contestação de fls. afirma que o quanto disposto no art. 115 da Lei nº 3.2007. 7º do Decreto nº 6. não seria suficiente para assegurar o direito à concessão da GAPM III. como a que está sob litígio.803/80. também fora extirpada do nosso ordenamento jurídico. argüindo preliminarmente. afirmando ser esta gratificação temporária. Com a inicial vieram os documentos.749/97. que não requeiram condições específicas para a concessão. Asseverou que a GAPM englobou o fato gerador das gratificações que vêm sendo percebidas pelo autor.356/09 restam impossibilitadas de aplicação para os autores. o simples fato de ter cumprido regime de trabalho de 40 (quarenta) horas semanais quando policial da ativa.558/ 07.Lyse Maria Sales Velasco .622/00.Nair Teixeira Barbosa . em razão desta ação ser fundada em relação jurídica de trato sucessivo. Afirma o autor que foi integrante dos quadros da polícia militar de 1964 até 1987.8. refutando a preliminar deduzida e demais argumentos trazidos. em face da Lei nº 7.0001 . 133/135. o que não é o caso da GAPM III. excluindo os inativos. revelada no subtipo pro labore faciendo. bem como a vinculação do reajuste da GAPM ao valor dos soldos. intime-se o Estado da Bahia para que se manifeste no prazo legal sobre as alegações da parte contrária. I. diante da ausência da possibilidade dos reajustes pleiteados pelos autores. conforme já exposto acima. ex vi art. 2 / Página 109 majorações nos soldos decorrentes das leis 7. 7. Portanto. o autor já se encontrava inativo. o autor já se encontrava inativo. não é permitida a revisão de sua remuneração para acrescentar gratificação.Procedimento Ordinário . fls. XIV da Constituição Federal.Nilza Serapiao Gomes . Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ROSANA CALLIGA DE CARVALHO SANTOS (OAB 24546/BA). Salvador(BA). 12 da lei.18. de fls. Por este motivo. É o relatório. 8.0001 .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . a qual foi publicada em 19/08/1997.RÉU: Estado da Bahia . P. todavia. Salvador (BA). conforme certidão de fls. ajuizou a presente Ação Ordinária contra o ESTADO DA BAHIA. sob pena de ferir o art. Torna-se imperativo o julgamento antecipado da lide.962/08 ou 11. oportunidade em que foi reformado. 37. acrescido de juros e correção monetária.05.Maria Sauri de Piug . principalmente quando esta é criada em momento posterior e apenas para os policiais integrantes dos quadros da ativa. violação ao quanto estabelecido no art. e não possuir caráter genérico. Nesse sentido. Assim. bem como o pagamento das parcelas atrasadas a título desta gratificação. jamais a GAPM poderá ser estendida aos servidores inativos. nos termos do art.508/05. e ratificando o quanto já exposto na exordial. não obstante ter preenchido os requisitos legais para o recebimento da GAP em nível III.083/80. somente é aplicável à majoração e revisão de benefícios e vantagens genéricos. e sendo assim.Verificando a possibilidade de se atribuir efeito infringente aos embargos de declaração agitados pela parte autora às fls. 09 de maio de 2013. 1060/50. 36 a 41.145/97.RÉU: Estado da Bahia . deduzido na presente demanda não poderá ser concedido. a qual requer o preenchimento de requisitos específicos para a sua concessão. previstos no art. na forma requerida. somente poderá ser percebida pelos servidores em atividade. Sobre as alegações produzidas pelo réu. 21 a 33. e diante da revogação do art.Processo 003284150. 9.Cleuza Sena de Mello . ao SECAPI. tendo em vista que no caso em comento a questão de mérito é unicamente de direito.40.882/01. e posteriormente. não ocorrendo. Condeno os Autores ao pagamento das custas e honorários advocatícios que fixo em 10% (dez por cento) sobre o valor atribuído à causa. tendo em vista que são beneficiários de assistência Judiciária Gratuita. afirma que a jornada de trabalho de 40 (quarenta) horas semanais é apenas um dos requisitos legais para a concessão da GAPM em nível III. uma vez que o autor tomou ciência da suposta lesão ao seu direito com o advento da Lei nº 7.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO AUTOR: Antonio Carlos de Carvalho Santos .Maria de Lourdes Cerqueira Leite . §8º da Constituição Federal. passou a tecer considerações acerca da natureza jurídica da GAPM. Por fim.627/03. 09 a 17. uma vez que. conforme decisão de fls. Ademais. O pedido de gratuidade de assistência judiciária foi deferido. tendo em vista a data da propositura da ação. por tudo quanto exposto. 17. 09 de maio de 2013. em que se destaca o ato de reforma do autor às fls. o autor apresentou réplica.Maria Dulce Passos Lebre . 330. Explicitou o sistema de remuneração do servidor público. 9.ANTÔNIO CARLOS DE CARVALHO SANTOS. sendo assim.

da Constituição do Estado da Bahia. deverá também incidir nos proventos dos inativos.145 de 19 de agosto de 1997.743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a modificações que se admitem em relação a esta situação jurídica fundamental. Jafeth Eustáquio da Silva. que em seu art. cuja pretensão pecuniária se renova todo o mês em que a Gratificação de Atividade Policial Militar. ementada da seguinte forma: "Apelação Cível Oficiais Inativos da Polícia Militar . no que respeita o servidor em atividade. Cível nº 48. na mesma proporção e na mesma data. Ap. Contudo. daí porque é forçoso enquadrá-lo dentro da perspectiva do anterior do art. de acordo com a Carta Magna Brasileira e a Constituição do Estado da Bahia. passo ao exame do mérito. Pelo texto atual. que com precisão pode ser também aplicável aos pensionistas. regulamentador da referida Lei. excluir os policiais inativos e pensionistas. abrangendo vantagens e benéficios posteriormente concedidos. Nítido está que o caso sub examine se coaduna com a segunda hipótese. quando previa expressamente uma igualdade de tratamento entre servidores públicos Ativos e Inativos. pelo seu não reconhecimento inequívoco. 02. são reformados. Neste sentido. o aposentado tem o indeclinável direito de absorvê-la. é de se ressaltar que.ISONOMIA ENTRE ATIVOS E INATIVOS. Ademais. quando passam para a inatividade.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . do art. Sendo assim. recorrida pelo Estado da Bahia. restou comprovado nos autos. inquestionavelmente. vol. 13 concede a mencionada vantagem apenas aos servidores em atividade. sobre o tema. Da mesma forma. 40. 11. a doutrina ilustre de Wolgran Junqueira Ferreira. 42. que da análise da Carta Política de 1969. inclusive sendo estes mantidos nos dias de hoje. literalmente reproduzido pelo art. significa que mesmo quando a lei esquece os inativos. Nega-se provimento aos recursos de ofício e voluntário. Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele. contudo ao excluí-los fere o princípio da isonomia. com definição descrita no art. na mesma data e na mesma medida. da sentença proferida pelo Juízo da 7ª Vara da Fazenda Pública.749/97. que alterou o art. do Rel. quando decorrentes de transformação ou reclassificação do cargo ou função em que se deu a reforma deverão ser concedidos aos servidores militares reformados ou a seus familiares. o preceito constitucional. sempre que houver modificação na remuneração dos servidores em atividade. ao estabelecer. isto é. o reconhecimento do direito ao recebimento desta vantagem na forma requerida. § 2º. integralmente a sentença hostilizada". 492). Esta é a mesma opinião do Superior Tribunal de Justiça em Mandado de Segurança nº 4092/95.O constituinte de 88. em cinco anos da data da violação dele.99. direito a gratificação por prestação de serviço especial etc. Este é o entendimento sedimentado pelo Eminente Tribunal de Justiça da Bahia. fls. Pelo texto atual. pois contraria.Disponibilização: sexta-feira. em seu art. 40. necessariamente. pois os critérios utilizados para sua concessão são critérios inerentes à atividade policial em si mesma. Esp. §8º da Carta Magna Brasileira. A Polícia Militar. incidir nos proventos dos inativos". esclarece que "os servidores militares." Assim. §8º. que toda vez que houver modificação na remuneração dos servidores em atividade. por isso. dos proventos daqueles que estiveram na inatividade. como reclassificações. Também quaisquer benefícios ou vantagens que forem posteriormente concedidos aos servidores em atividade. prescrevendo apenas as parcelas vencidas há mais de 5 (cinco) anos. que se aposentaram antes da entrada em vigor da mencionada lei. a Egrégia Câmara Especializada. I. por configurar relação de trato sucessivo. trata-se de análise adstrita ao mérito da causa. toda e qualquer alteração na remuneração do servidor na ativa. C. como que querendo afastá-lo do direito ao novo modo de remunerar o servidor ativo. A pretensão do fundo de direito prescreve.De tal modo. a revisão dos proventos. 17 que o Autor iniciou a percepção da sua aposentadoria numa data anterior à E. . abrangendo vantagens e benefícios posteriormente concedidos. 40. se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis). 42. Afastada a preliminar. a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior à propositura da ação. 11 do Decreto nº 6. sempre possuiu os mesmos objetivos. direito a adicionais por tempo de serviço. Julex Livros. da CF. 2 / Página 110 Conforme claramente disposto na Súmula 85 do STJ: "Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora. houve por rejeitar o apelo. conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento. A Constituição Federal de 1988 estabeleceu. sob relatoria do Dês. instituição tradicional e antiga. não é computada ou não é percebida regularmente pelos servidores inativos.Isonomia com os Oficiais da Ativa. reenquadramentos.GAPM em nível III. ainda que a lei tenha extinguido uma vantagem. (TJBa. quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado. A Gratificação de Atividade Policial Militar . no seu art. inclusive. Costa Lima: CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO . no voto proferido no RE 37. e. renasce cada vez que este é devido (dia a dia.PROVENTOS . a impossibilidade do Decreto nº 6. disposto expressamente no art. § 2º da CF. 10 de maio de 2013 Cad. p. em matéria semelhante à desta ação. instituindo nova ou introduzindo outra fórmula de calculá-la. 13. toda vez que se modificar a remuneração dos servidores em atividade. 40. da mesma forma que o art. no §4º.GAPM foi instituída pela Lei nº 7.Gratificação de Comando e Chefia . conferida aos policiais ativos. ano a ano. O autor é policial militar reformado e ajuizou a presente demanda com o escopo de ver incluídos em seus proventos os valores referentes à Gratificação de Atividade Policial Militar .598/9. haverá revisão. ed. para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20. mantendo-se. Jafeth Eustáquio). excepciona os inativos." (Comentários à Constituição Federal de 1988. inclusive no tocante a quaisquer benefícios ou vantagens posteriormente concedidos.749/97. Des. II . conforme se pode constatar nos autos da apelação cível de nº 48. contrariando a norma constitucional que prevê que o pagamento do benefício da aposentadoria e pensão deve obedecer a critério isonômico à remuneração dos ativos. ela nada é. terão seus proventos revistos. Releva-se. nº 41. na mesma data e na mesma medida.910/32. decorrente ou não de alteração do poder aquisitivo da moeda. que preceitua que os proventos da aposentadoria serão revistos na mesma proporção e na mesma data. Min. não resta dúvida acerca do direito do autor de ter incorporado à sua pensão a Gratificação de Atividade Policial Militar. que diz respeito ao quantum. concedida apenas aos ativos. verifica-se que nada se alterou com relação às funções das polícias Militares dos Estados. 1 . e que pela ausência da aludida incorporação percebem remunerações de valores menores às dos servidores em atividade que exercem o mesmo cargo que eles exerciam. no seu art. Não há fundamentação plausível que justifique a ausência da aludida gratificação aos policiais inativos. necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves. Tal acréscimo deverá. Rel. 7º da Emenda Constitucional nº 41/2003. confirmando a sentença à unanimidade. em direito administrativo. sempre que se modificar a remuneração dos servidores militares da ativa. basta que haja qualquer sorte de mudança no estado do servidor na ativa. e sua pretensão.598-9. mês a mês.C. desta forma.03. por força dos dispositivos mencionados.

09 de maio de 2013. indeterminado. conforme o art. Regularmente citado. tendo em vista que os contracheques juntados são referentes a período posterior ao da aposentadoria do autor. desde que proporcional ao cargo/função que ocupavam quando em atividade. Neste sentido o Tribunal de Justiça da Bahia. 07/09. devendo ser observada a prescrição qüinqüenal das dívidas contra a Fazenda Pública. do CPC. o nível I.Procedimento Ordinário . resta impossível a aplicação da Gratificação na referência III. 1º do Decreto nº 20. GENALVO HERBERT CAVALCANTE BARBOSA (OAB 32977/ BA) . 12/16. posto que essa referência é condicionada ao cumprimento de jornada de trabalho em regime de 30 horas semanais. Diante disso. observo que não tenho como aplicar a referência II à GAPM para o autor. do CPC.2011. 10. §2º da Lei nº 7.910/32. que. Além disso. qualquer previsão legal sobre o direito alegado pelo . nos termos do quanto previsto no art.)". indevido e ilegal. nos Territórios e no Distrito Federal..DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . não há fundamentação plausível que justifique a ausência da aludida gratificação na aposentadoria do autor.13. 7º. verifico que não consta qualquer informação acerca da carga horária de trabalho cumprida pelo autor no período anterior ao seu afastamento das atividades de policial militar. Incidirá sobre o pagamento. Por isso. 2º da Lei Estadual nº 3. Relatora Lícia de Castro L. Ex positis.Processo 0038331-53. corroborando o direito dos policiais militares. 21. Após o transcurso do prazo de recurso voluntário. parágrafo único. a percepção da GAP III está condicionada ao cumprimento de jornada de trabalho de 40 horas semanais. bem como a condenação do réu ao pagamento das parcelas vencidas.0001 . remetase para reexame necessário. incidir a correção monetária e os juros de mora. tal parcela deve ser incorporada à remuneração e proventos de todos os policiais militares. Salvador(BA). Sendo assim. Vislumbro que o autor decaíu de parte mínima do quanto pleiteado na exordial. caput. a qual sequer foi citada na exordial. Sem custas. determinando que o réu incorpore aos vencimentos do Autor a Gratificação de Atividade Policial Militar na referência I. inciso I. o Réu apresentou contestação de fls. pois o réu é isento. os valores relativos à Gratificação de Atividade Policial no nível III do período relativo a 01/08/1997 a 30/06/2001. a inépcia da inicial em face da incongruência entre a causa de pedir e o pedido. a prejudicial de mérito relativa à prescrição quinquenal das parcelas referentes ao pagamento de correção monetária e juros de mora incidentes sobre os valores pagos à título de GAPM. sob pena de violar o princípio da isonomia. in verbis: Art. Do mesmo modo. Diante do quanto exposto. ou seja. sustentando em síntese. incorporando-se aos proventos da inatividade qualquer que seja o seu tempo de percepção.I. A Gratificação de Atividade Policial Militar é percebida por todos os Policiais Militares da ativa (art.arguindo. § 4º . já que a ação foi intentada em 08 de Abril de 2011. 11v. de acordo com o que está previsto no art. independente da época em que prestaram seus serviços à corporação.. ou seja. sendo descabida sua classificação pro labore faciendo. esta perda não representa uma grande sucumbência. Por sua vez. na referência I. sem contudo. Carvalho. exceto recrutas. O Autor pleiteia a incorporação da GAPM no nível III aos seus proventos.1º do Decreto nº 20. 13. ex vi do art. alega que a pretensão do autor carece de qualquer fundamentação jurídica.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . Alega ainda. nos termos do quanto disposto no art.Será concedida. já que o risco é inerente a atividade policial. antes disposto no art. 13 da Lei 7. lhe foram pagos a partir de 2006. É preciso notar. de modo que entendo que o autor sucumbiu em parte ínfima e por esta razão condeno o Estado da Bahia no pagamento dos honorários advocatícios no percentual de 5% (cinco por cento) sobre o valor da condenação. não havendo impedimento legal para sua percepção juntamente com outras gratificações adquiridas anteriormente ao advento da Lei nº 7. No mérito. instituídas para a manutenção da ordem pública nos Estados. passo a análise do preenchimento dos requisitos que distinguem as cinco referências da GAPM. 11 do Decreto 6. da mesma maneira quanto à sua competência e finalidade. sem configurar violação à norma constitucional. sendo seu pagamento devido a partir de 01 de agosto de 1997. a GAPM não pode ser classificada como gratificação pro labore faciendo.910/32. e os corpos de bombeiros militares são considerados forças auxiliares. contidas no art.145/97. § 1º da Lei nº 7. e juros de mora com marco inicial na citação do réu. JULGO PARCIAMENTE PROCEDENTES os pedidos formulados. fl. Entretanto.145/97. inexistindo óbice ao recebimento da diferença da vantagem na referência pretendida. 475. Pedido de gratuidade da justiça deferido às fls. seja ela desempenhada pelo servidor a qualquer tempo. Afirma que o autor apenas invoca e transcreve jurisprudência sobre a matéria. respeitando o disposto na Carta Magna Brasileira. 13. Inadmissível o argumento de impossibilidade de cumulação com outra gratificação. a exemplo do teor da fundamentação constante no acórdão da Apelação Cível nº 7901-5/2006. vem requerer o pagamento desses valores à título de correção monetária e juros de mora inerente à inadimplência no período entre 01/08/1997 até 30/06/2001. porém.749/97 e art.As polícias militares.DANIEL CARVALHO RIBEIRO ajuizou a presente demanda em face do ESTADO DA BAHIA. aplico à GAPM do autor. a Gratificação de Atividade Policial Militar. ao recebimento dos mesmos benefícios que os auferidos pelos ativos. conforme pleiteada pelo autor. nos termos do art. sucumbiu significativa parcela dos valores pleiteados à título de Gratificação de Atividade Policial Militar. no tocante aos servidores ativos.05. até mesmo no que diz respeito aos benefícios e vantagens adquiridos a posteriori da aposentadoria. legalmente incorporado pelo apelado. no conjunto de todos os pedidos da ação. tendo em vista a formulação pelo autor de pedido contraditório. adotando-se os índices legais. correção monetária a contar da data que deveria ter sido paga cada parcela devida. cumprindo jornada de 40 (quarenta) horas semanais (). bem como pela impossibilidade jurídica do pedido.RÉU: Estado da Bahia . reserva do Exército Brasileiro (. ora concedida. os objetivos das Polícias Militares Estaduais não mudaram. não obstante.expõe que: "Os recorridos comprovaram o preenchimento do requisito para o recebimento da gratificação na referência III.145/ 97. 219 do CPC.8.Disponibilização: sexta-feira. 2 / Página 111 ora descritas na Constituição Federal de 1988: "Art. a serem pagas a partir de 08 de Abril de 2006. 1º do Decreto nº 7. 13/32. a referência inicial. Diante da análise dos contracheques juntados aos autos. à base de 6% ao ano. fls. diante do reconhecimento da prescrição qüinqüenal e do nível inicial da gratificação pleiteada.145/97. que. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: RENATO JOSE DA COSTA LINO DUNHAM (OAB 4131/BA). Percebe-se que apesar da mudança da Carta Política Brasileira.AUTOR: Daniel Carvalho Ribeiro . em termos quantitativos.406/75.145/97)." Desta forma. da lavra da Desa. na forma do art. Conjuntamente com a peça inaugural.R. 13 . não havendo no caso em comento. da Lei nº 7. 10 de maio de 2013 Cad. incerto. P. resta clarividente a equiparação obrigatória entre a remuneração dos ativos e dos inativos. aos atuais ocupantes de postos e graduações da Policia Militar do Estado da Bahia. Fixada essa premissa. vieram os documentos de fls. preliminarmente.428/98. com fulcro no art.

quando já restava ultrapassado o qüinqüênio previsto no art. Passo a decidir. No caso concreto. Se o pretendente se omite de reclamar a obtenção de benefício.910. 3. O direito de ação do Autor. do CPC. ressalvando que a exigibilidade da obrigação ficará suspensa sob a condição resolutiva de alteração de fortuna (art. da vigência da própria lei. JULGO EXTINTO O PROCESSO COM RESOLUÇÃO DO MÉRITO. 1.Paloma Quintella de Cerqueira Queiroz . a razão assiste ao Estado da Bahia. SOARES MUENO. ou seja. Proventos ou Pensão .910/32. "A prescrição qüinqüenal a favor da Fazenda Pública. neste momento. mês a mês.05. DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA) . Em nosso sistema.8.I. 1. direito a gratificação por prestação de serviço especial etc. Arquive-se decorrido o prazo de recurso.732-RJ. sobre o tema.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . I. 160/203. que diz respeito ao quantum. rel. LEONARDO CARVALHO ROCHA (OAB 32097/BA) .145/97 em agosto de 1997. Min. (STF . manifeste-se a parte autora. Para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20. DESAPROPRIAÇÃO.Antonio Borges Reis . estabelecida pelo art. 330. e sua pretensão. a ciência inequívoca da violação do direito se deu com a homologação da desistência pelo Poder Público. RECURSO ESPECIAL 2006/00198316. A prescrição apenas das prestações pressupõe que a Administração não tenha praticado ato de que decorra o não pagamento delas.0001 .RÉU: Estado da Bahia . 11. Salvador(BA). portanto.Jussara Gomes Ribeiro da Costa . p. sem excetuar os assegurados por lei ao servidor público. por lhe faltar total substrato jurídico.94). que o Código de Processo Civil.Rigno Correia da Silva Junior . Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele.05.05). Afasto a preliminar de incongruência entre a causa de pedir e o pedido.Sobre a contestação. 10 de maio de 2013 Cad. Min. pois o pleito formulado na inicial é inteiramente compatível com o ordenamento jurídico brasileiro. de 1932. corresponde a um fundo de direito. em direito administrativo. É o relatório. os quais arbitro em 20% (vinte por cento) sobre o valor da causa."(2ª Turma do STJ. Ministro TEORI ALBINO ZAVASCKI. Rel. também. Salvador (BA). é o próprio fundo do direito que se compromete com o decurso do prazo prescricional que.Processo 0044353-30. Condeno o Autor ao pagamento das custas processuais e dos honorários advocatícios.Procedimento Ordinário . Recurso conhecido e provido. segundo o qual a prescrição se inicia com o nascimento da pretensão ou da ação. e. Lei 1. 16. o qual foi supostamente violado pelo Estado da Bahia em face do inadimplemento de seu pagamento. 285 .Isabella Brandao Barreto Baptista .Aroldo Jose da Hora Lima . o demandante constatou que a desapropriação não se concretizaria e não viria a receber a indenização devida.º 20. prescreve que é dado ao juiz conhecer diretamente do pedido quando a questão for de direito e de fato desde que não haja necessidade de produzir prova em audiência. Por fim.Juvenal . Acontece que só em 25 de abril de 2011 o Autor recorreu às vias judiciais para vê reparada a suposta violação a seu direito.(STJ.96.05. 1º.8.157-0. 1º do Decreto 20.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .060/50). não pode mais ser exercido.2011. por isso. 2 / Página 112 autor. o prazo prescricional está submetido ao princípio da actio nata. REsp 816131 / SP . PRESCRIÇÃO. o autor pleiteia a correção desses valores que entende devidos e não pagos tempestivamente quando já lhe seriam supostamente de direito. 1º. José de Jesus Filho.Procedimento Ordinário . pugna pela improcedência do pleito. Considerando que não há nulidades a serem sanadas. RTJ 106. Enquadramento. PASSO A DECIDIR.Processo 0039058-12. vez que.AUTORA: Adriana Matos de Menezes .grifei) "Prescrição qüinqüenal. aquele mesmo é que retira a acionalidade. renasce cada vez que este é devido (dia a dia. alcança todo e qualquer direito e ação.2007 p. conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento.RE . Ab initio. Rel. em que ataca as preliminares arguidas e demais alegações tecidas pelo réu em sua resposta. PRINCÍPIO DA ACTIO NATA. e requer que o réu junte aos autos os documentos referentes ao pagamento da GAP III e de reconhecimento do direito e publicação ocorrida em 16/11/2006. 36/37. acolhendo a prejudicial de prescrição. uma vez que vislumbro que no caso em comento o autor formula pretensão lógica donde se extrai que do inadimplemento da GAP III. consumado. constatou-se que o Autor insurge-se contra a inadimplência da Administração Pública no pagamento dos valores de correção monetária e juros de mora incidentes sobre a GAP III relativos ao período de 01/08/1997 até 30/06/2001 (fls. Do exame minudente dos autos. em 16. reenquadramentos. ano a ano. TERMO INICIAL.910/32. j. necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves. seja qual for a sua natureza.R. a partir da data de sua violação em 30/06/ 2001. no prazo de dez dias. Recurso Extraordinário conhecido e provido". Sendo assim. 2.05.PRIMEIRA TURMA.910/32.Karla Pereira Lima Mesquita .910/32. DESISTÊNCIA. mesmo já tendo sofrido prejuízos. pelo seu não reconhecimento inequívoco. AUGUSTO SOUZA DE ARAS (OAB 32057/BA). desde quando a sua pretensão era exercitável. Isto posto e por tudo o mais que dos autos consta. no art. Decreto n. Ademais. DATA DA EFETIVA CONSTATAÇÃO DO DANO. 09 de maio de 2013. Rec. A pretensão do fundo de direito prescreve. se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis). Art.743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a modificações que se admitem em relação a esta situação jurídica fundamental. P. conforme previsto no Decreto nº 20. 269. fls.0001 . observa-se que da data do ajuizamento dessa ação e da violação do direito alegado pelo autor.Reajuste de Remuneração. §2 º.Disponibilização: sexta-feira. Note o teor das decisões prolatadas nesse sentido: PROCESSUAL CIVIL. direito a adicionais por tempo de serviço. do Decreto n º 20.Lair Ribeiro Nogueira . considerando. que permite atualização do valores da remuneração que estejam em desconformidade com a lei que os prevê em decorrência de inadimplemento. O autor apresentou réplica às fls.AUTOR: Alexandre de Jesus Guerra . Precedente do STF. DJ 07. Embora as parcelas de correção monetária e juros de mora serem de trato sucessivo as quais se renovam mensalmente. inciso IV. nos termos do art. BRUNO DE ALMEIDA MAIA (OAB 18921/BA). instituída pela Lei nº 7. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO. Soldo. Em relação à preliminar de mérito.Ronaldo Lucio Americano da Costa Adriana Alves Damasceno . examinemos as questões preliminares. a preliminar de formulação de impossibilidade jurídica do pedido também não merece prosperar. T1 . Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ANDRE LUIZ PEIXOTO FERNANDES (OAB 12703/BA).Esp. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ANTONIO OTTO CORREIA PIPOLO (OAB 6973/BA). 09 de maio de 2013.095). em cinco anos da data da violação dele. as parcelas pleiteadas pelo autor correspondentes ao período específico determinado entre 01/08/1997 a 30/06/2001. no voto proferido no RE 37. Recurso especial a que se nega provimento.2011. como reclassificações. transcorreu-se mais de 05 (cinco) anos.Alessandra Carrilho Costa de Carvalho .

809174. Rel. dispôs: Ementa: AGRAVO REGIMENTAL EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. na impossibilidade de reajuste setorial para servidores da mesma categoria. NEGO SEGUIMENTO ao agravo de instrumento.657. Sem razão os agravantes. a Suprema Corte entendeu pela legalidade do reajuste setorial.RÉU: Estado da Bahia . Segunda Turma.Disponibilização: sexta-feira. DJe de 21. GILMAR MENDES. REVISÃO PERIÓDICA. É o relatório. julgado em 22/11/2011. Rel. REESTRUTURAÇÃO OU CONCESSÃO DE MELHORIAS A CARREIRAS DETERMINADAS POR RAZÕES DIVERSAS DAQUELAS DE ATUALIZAÇÃO DOS VENCIMENTOS. com a redação da EC nº 19/1998. AGRAVO REGIMENTAL IMPROVIDO. Desta forma.Rosangela do Nascimento Silva Paim . Decisão: Trata-se de Agravo de Instrumento contra decisão que inadmitiu recurso extraordinário interposto com fundamento no permissivo do art. De outra banda.2008) Ainda nesse sentido: RE 576. DECIDO.2002. se inexiste questão constitucional. A concessão de reajustes setoriais para corrigir eventuais distorções remuneratórias é constitucional e não implica em violação aos princípios da isonomia ou do reajuste geral de vencimentos. II .Waldijo de Souza Leao . Rel. o Supremo Tribunal Federal entendeu que os acertes setoriais podem ser realizados mesmo que entre os servidores do mesmo quadro e categoria. Ab initio. esta Suprema Corte firmou entendimento pela constitucionalidade da concessão de reajustes setoriais para corrigir eventuais distorções remuneratórias sem que tal expediente implique em violação aos princípios da isonomia ou do reajuste geral de vencimentos.05. colho a decisão no Agravo de Instrumento n. CÁRMEN LÚCIA. Rel. PRINCÍPIO DA ISONOMIA.784/ 2008 não poderia ter diferenciado os índices em relação a patente dos militares (reajuste maior para os praças e menor para oficiais).558/2007. verifico que. Possibilidade. Tratando-se de reajuste remuneratório diverso daquela revisão periódica dos vencimentos dos servidores públicos insculpida no comando do inciso X do artigo 37 da CF/ 1988.Agravo regimental improvido (ARE 672424 AgR. DJe de 13. Assevera ainda o direito ao recebimento de danos morais decorrentes do prejuízo causado pela edição de norma que feriria o princípio da isonomia. Ex positis. analisando situação idêntica a trazida à baila. AYRES BRITTO DJe de 06. assim ementado (fl.Raimundo Oscar Campos Junior . MILITAR. Segunda Turma. isto é. gratificações. É o relatório. Rel.460-AgR. CÁRMEN LÚCIA. X.Joao Santana Mota . de relatoria do Min. soldos. embora as razões dos embargos tenham sido enfrentas por meio de sentença. Rel. RICARDO LEWANDOWSKI.11. Segunda Turma.2008. Min. os recorrentes sustentaram suas razões. 22 de novembro de 2011. CARLOS VELLOSO. 2 / Página 113 Alexandre Dumas .Iraldo Silva Lima . 10 de maio de 2013 Cad. Min. Min. é defeso ao Poder Judiciário conceder aumento de salário em caráter geral.Paulo Cesar dos Santos Sousa . Conforme dito em sentença.Valmir Amaral Prates . Ratificando o entendimento do Pretório Excelso. o acórdão recorrido assentou: "ADMINISTRATIVO. ALEGAÇÃO DE VIOLAÇÃO AO PRINCÍPIO DA ISONOMIA E DO REAJUSTE GERAL DE VENCIMENTOS. III. Precedente. Precedentes: AI 612. Min. Nesse sentido: "Agravo regimental em agravo de instrumento. justamente. Min.Afonso Rabelo Barros . 3. I . DJ de 22. 102. CONCESSÃO DE AUMENTO SETORIAL COM ÍNDICES MAIORES AOS MILITARES COM PATENTE MAIS BAIXA. No agravo em comento. VIOLAÇÃO. RE 541. Relator(a): Min.11.12. Servidores Públicos. MILITAR.Geraldo Ferreira de Lima . no âmbito da Administração Direta. Brasília. e 37. GILMAR MENDES. Precedentes. Em particular. conforme já decidido pelo Supremo Tribunal Federal. V. Não merece razão as alegações do Embargante. 2. 1. o Min. Min. DJe de 21. igualmente qualificado. como visto. há a necessidade de ratificar o entendimento sentencial. isto porque a mesma também trata dos vencimentos. POSSIBILIDADE. Agravo regimental a que se nega provimento. postulando a extensão do percentual de 137% (cento e trinta e sete por cento) aos militares de graduação mais elevada. MILITARES. na forma indicada em seus anexos.Bernardo Goncalves da Silva .302-ED. a repercussão geral pressupõe recurso admissível sob o crivo dos demais requisitos constitucionais e processuais de admissibilidade (art. reestruturando os vencimentos das carreiras que especifica. DJ de 22. da CF. reajuste setorial entre patentes da Policia Militar.Cynara Maria Machado Santos . CARLOS VELLOSO.657.2010. Relator(a): Min. publicado em DJe-226 DIVULG 28/11/2011 PUBLIC 29/11/2011).460AgR. 102. In casu. RE 307. VIOLAÇÃO AO PRINCÍPIO DA ISONOMIA INOCORRENTE.2002. 2. integrando a sentença as seguintes considerações. Agravo de instrumento a que se nega seguimento. III. com a redação da EC nº 19/1998.05. RE 541. AYRES BRITTO DJe de 06. Em reanálise das razões de sentença. principalmente porque. PROCESSO ELETRÔNICO DJe-071 DIVULG 11-04-2012 PUBLIC 12-04-2012). 152/158. opôs os presentes embargos declaratórios com o fito de sanar contradição e omissão na sentença de fls. em suma." (AI 612. RICARDO LEWANDOWSKI. REAJUSTES SETORIAIS. 323 do RISTF). independentemente do servidor pertencer a mesma categoria. Consectariamente. REESTRUTURAÇÃO OU CONCESSÃO DE MELHORIAS A CARREIRAS DETERMINADAS POR RAZÕES DIVERSAS DAQUELAS DE ATUALIZAÇÃO DOS VENCIMENTOS. omissão/contradição deste juízo ao deixar de analisar o caráter geral da implementação do soldo dos policiais militares através das Leis 7. da CF. DJe de 13. da CF). Ministro Luiz Fux Relator Documento assinado digitalmente (AI 809174. assim como direito de receber indenização a este título" 3. Reajustes setoriais. Com efeito. Rel. não se pode dizer que a Lei nº 10. Porém. inexiste violação ao Princípio da Isonomia. O apelo extremo teve o seu seguimento negado na origem sob o fundamento na falta de prequestionamento da questão constitucional.784/2008.ALEXANDRE DE JESUS GUERRA e Outros.É constitucional a concessão de reajustes setoriais para corrigir eventuais distorções remuneratórias sem que tal expediente implique em violação aos princípios da isonomia ou do reajuste geral de vencimentos.Edvaldo Jose do Rosario . "a".11. ADMINISTRATIVO. assim como direito de receber indenização a este título" No recurso extraordinário os ora agravantes alegaram violação aos arts. RE 576.Valtercio Marcos Alves Junior . Inocorrência a ofensa aos princípios da isonomia e ao reajuste geral de vencimentos. na forma requerida pelos Autores. sedimentando a inteligência: AGRAVO DE INSTRUMENTO. Publique-se. X e § 6º. não há como se pretender seja reconhecida a repercussão geral das questões constitucionais discutidas no caso (art.2008.558/2007 estabelece o reajuste geral anual. Min. inexiste violação ao Princípio da Isonomia. 5º. 57): "ADMINISTRATIVO.Luis Carlos Soares Leoncio . Min. LUIZ FUX. Tratando-se de reajuste remuneratório diverso daquela revisão periódica dos vencimentos dos servidores públicos insculpida no comando do inciso X do artigo 37 da CF/1988. Sustentaram em síntese que o reajuste geral concedido através da Lei 11.2008.11. julgado em 27/03/2012.302-ED. Autárquica e Fundacional do Poder Executivo.12. ao julgar o Agravo Regimental em Recurso Extraordinário com agravo. em oposição a acórdão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. § 3º. MILITAR.622/2000 e 10. REVISÃO PERIÓDICA. LEI 11. momento no qual alegou. regularmente qualificados nos autos da presente ação ordinária movida em face do ESTADO DA BAHIA.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . a presen- . INOCORRÊNCIA. SERVIDORES PÚBLICOS. VIOLAÇÃO AO PRINCÍPIO DA ISONOMIA INOCORRENTE. LUIS FUX.191. INOCORRÊNCIA.191.2010. proventos e pensões. Rel. RE 307.

em que rechaçam as alegações tecidas na contestação.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . através do seu representante nesta Vara. . ANCELMO BARBOSA DE MIRANDA e SIDINEY SANTANA COSTA. §4º. soldos e gratificações dos servidores da administração direta. com novas alterações em 1º de julho de 2007 e 1º de novembro de 2007.145/97 estabeleceu em seu art. Por fim.990/2001.Paulo Cesar da Cruz . Afirmou que o art.Sidiney Santana Costa . mediante reajustes setoriais. faça elevar a remuneração de servidores públicos que só pode ser fixada ou alterada por lei específica. conforme certidão de fl. que a tratou de conceder reajuste de caráter geral.558/2007 previu apenas um único reajuste global das remunerações. no prazo de cinco dias. passo a decidir. razão pela qual se desvinculou a majoração da GAPM ao dos soldos e tendo em vista a inexistência de direito adquirido a regime jurídico remuneratório. na forma da Tabela I. também. devidamente qualificados nos autos.169. §1º.145/97 foi revogado tacitamente pelas Leis nº 7. posto que em dissonância do quanto disposto nos incisos XIII e XIV do art. SIDNEY PIRES SOARES DE MENEZES. A preliminar de impossibilidade jurídica do pedido. 110. 1º .622/00 e 8.8. autárquica e fundacional do Poder Executivo ficam reajustados em 3. 34. com a devida atualização. e mantendo-a nos demais termos. Sustentam que a Lei nº 7. prescindindo da produção de prova em audiência ou qualquer instrução de outra espécie. a partir de 1º de maio de 2007. que não tem função legislativa. resta o Poder Judiciário impedido de conceder. 194/204. é de se reconhecer que a Lei nº 10. §1º da Lei nº 7. JAIME FERREIRA DOS SANTOS. § 1º.Impugnacao ao valor da causa . I e II.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . sob pena de afronta ao quanto disposto no art.Processo 0063871-06. prequestiona a aplicação do art. tendo em vista que no caso em comento a questão de mérito é unicamente de direito.Elizaldo Simao de Oliveira . 37. conforme já assentado pelo Supremo Tribunal Federal.Amilton Santos da Silva . 10 de maio de 2013 Cad. do CPC.2011. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ANTONIO SÉRGIO MIRANDA SALES (OAB 10959/BA) . ambos da Constituição Federal. deveria ter havido um reajuste no valor de percebimento da GAPM referente ao reajuste de fevereiro de 2009 e de fevereiro de 2010. O pedido da Gratuidade da Justiça foi deferido.PAULO CESAR DA CRUZ. no demais. 2 / Página 114 te lei não visa apenas dispor uma revisão geral anual do funcionalismo estadual. Por tudo isto. art. Sendo.Sidney Pires Soares de Menezes . 179. Sendo assim.Os vencimentos. na forma da avaliação discricionária do Chefe do Poder Executivo.8. 66.Procedimento Ordinário . como pretendem os autores.3%. Alegou que a pretensão dos autores incorre em usurpação pelo Judiciário de competência legislativa da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia e de iniciativa do Governador do Estado. o quanto constante na exordial. 77 e 78. fls. requerem que o réu seja condenado a implantar sobre o valor da GAPM os reajustes concedidos aos soldos pela Lei nº 11. CONHEÇO OS EMBARGOS. Com a inicial vieram os documentos.05. 182/190. Publique-se.2º. o que não poderia ser transformada em reajuste da GAPM. com o objetivo de passarem a auferir os reajustes na GAPM. já com a incidência do reajuste de 3. em função da revisão dos soldos concedida pela Lei nº 11.356/09.05. que ocorreu em 1º de maio de 2007.2011. tendo em vista que se pretende que o Poder Judiciário. fixado na Lei nº 11. Sendo que as demais variações dos soldos não estão inseridas neste contexto. a fim de que possa manifestar-se sobre a presente impugnação.Processo 0060735-98. 08 de maio de 2013. que os valores da Gratificação de Atividade Policial Militar deveriam ser revistos na mesma época e no mesmo percentual dos reajustes dos soldos.145/97 padece de vício de inconstitucionalidade. 2º.889/03.AUTOR: Estado da Bahia ..Ancelmo Barbosa de Miranda . Verifico que mencionada lei. com a respectiva evolução do valor dos soldos de 1º de maio de 2007. conforme entendimento da Súmula nº 339.0001 .Disponibilização: sexta-feira. 180v. II.356/09. dessa mesma lógica jurídica. Assim sendo. conforme previsto na ementa legal. conforme consta em seu art. ANDRÉ CALHEIRA MENEZES (OAB 31260/BA) . os reajustes feitos no soldo dos Autores não se tem caráter geral. 1º: "Art.Cesar dos Santos Silva . e seu §1º da LINDB. como pretendido pelos Embargantes. pois tempestivos. transferência de parte da GAPM para o soldo. integrando a sentença embargada a supracitada fundamentação.AUTOR: Josafa Mota de Almeida .Gilmar Santos de Oliveira . 10/178. X da CF. o Réu apresentou contestação de fls. ajuizaram a presente Ação Ordinária contra o ESTADO DA BAHIA. §1º da Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro.145/97. na mesma data. Explicitou. que possui competência para a proposta de lei.37 da CF/88 e art. ou dar à escala hierárquica da Corporação Policial Militar baiana nova porcentagem diferenciadora entre os postos.3% (três vírgula três por cento). os arts.RÉU: Estado da Bahia .Intime-se pessoalmente a Defensoria Pública do Estado. contemplando mera reestruturação dos vencimentos da carreira específica da Polícia Militar. 37. 7º.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . permitindo adequar os soldos à verdadeira realidade aquisitiva do país. arts. todos da Constituição Estadual da Bahia. É o relatório. 330.Jaime Ferreira dos Santos . Salvador (BA). e 169. a partir de 1º de maio de 2007. conferiu o mesmo índice de reajuste geral ao funcionalismo público estadual. os reajustes de julho e novembro de 2007 podem obedecer a índices variados. que. incisos I e II da CF/88. porém REJEITO-OS em suas razões.7º §1º da Lei nº 7. uma vez que os servidores públicos não tem direito adquirido ao regime estatutário. §3º da Lei nº 7.RÉU: Cecilia Neves Araujo Santos . o que não ocorreu. estabelecendo o percentil de aumento de 3. como prevê o anexo II da referida lei. ELIZALDO SIMÃO DE OLIVEIRA. conforme decisão de fl. por lhe faltar total substrato jurídico. I. ratificando. caput. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA). passando a integrar o reajuste aos seus vencimentos para todos os efeitos legais. 7º. 37. 1º. ex vi art. mas sim. mas também reestruturar os vencimentos em determinadas áreas. do STF. VONNAIRE SANTOS FONSECA (OAB 32507/BA). conforme pode-se depreender em seu anexo IX. No mérito aduziu que não houve aumento do soldo. no soldo dos policiais militares. Os autores manifestaram-se em réplica de fls. em virtude da ausência de amparo legal. bem como o reajuste setorial. em atendimento ao art. não estando submetidas aos limites temporal e quantitativo designado no art. Dessa forma. Salvador(BA). Intime-se. Desta forma." Por outro lado. CESAR DOS SANTOS SILVA.7º da Lei nº 7.3% (três vírgula três por cento). arts. 3º e 7º da Lei nº 7.0001 . reajuste de caráter geral. Regularmente citado. X e XIII. JOSAFÁ MOTA DE ALMEIDA. dos Anexos I a XVI desta Lei. não merece prosperar. GILMAR SANTOS DE OLIVEIRA. Norma esta reproduzida pelo art. Afirmam que em virtude da incorporação de valor da GAPM. apesar de constar da mesma lei. através das supracitadas normas. 09 de maio de 2013. X da CF.356/09. o art. arguindo preliminarmente a impossibilidade jurídica do pedido. Faz-se forçoso o julgamento antecipado da lide.622/00. pois o pleito . AMILTON SANTOS DA SILVA.

Antonio de Freitas Pinto Junior .Alex Pales Amorim Nascimento .990/2001.145/97 trazida pelo art.Disponibilização: sexta-feira. Condeno os autores no pagamento dos honorários advocatícios na razão de 10% (dez por cento) e custas processuais.962/2008 foi editada alterando a estrutura remuneratória dos cargos. dos cargos em comissão. Portanto. §1º da Lei nº 7. 7º. e revogação tácita do art. arquivem-se os autos. 7º. pode alterá-lo para dispor da forma que for mais conveniente para os seus agentes e para o funcionamento da máquina pública. além de reajustar os vencimentos.Jonilson Conceicao Cintra . 09 de maio de 2013. pois a Administração Pública. 27 da Lei nº 7. explicita o doutrinador José dos Santos Carvalho Filho.Ubiratan Santos de Paulo . por reconhecer que o critério de alteração da GAPM através do reajuste dos soldos não mais subsiste. nos termos do art.Eduardo Jose da Costa Moura . Da simples leitura dos dispositivos transcritos vislumbra-se que a cada reajuste dos soldos. 2005. no mesmo quantum. se o tivesse. no caso em comento a inobservância do art.Alexsandro Soares de Amorim . que estabelecia: Art. contemplasse uma licença para estudar no exterior.R. §1º da LINDB.Kleiton Cruz dos Santos . Extinto expressamente este mecanismo. pois.Alberto Moura Lima Junior .Emerson dos Santos Carvalho . extirpando do mundo jurídico a regra que estabelecia o reajuste da Gratificação de Atividade Policial Militar na mesma proporção e momento que a majoração dos soldos. Ex positis. que permite revisão de valores da remuneração que estejam em desconformidade com a lei que os prevê.) O servidor.Processo 0065732-32.554.145/97. Neste sentido. de 20 de novembro de 1997. 2º. através de lei. caput. ISABELA MOREIRA DE CARVALHO (OAB 15035/BA) . P. Quanto ao art.GAPM.Elissandra Santana dos Reis .Evandro dos Santos Lacerda .Eduardo Caetano de Souza Neto .889. a vontade do legislador à época consistia em reajustar tal vantagem toda vez que o soldo fosse revisto. 7º. o § 1º do art. na forma do reajuste dos soldos promovido pela Lei nº 11. de 27 de agosto de 1997.. o critério eleito anteriormente pelo legislador para a revisão do valor da GAPM não mais prevalece.Joilson Salomao Barbosa . e manter a mesma regra.Danilo Ferreira de Santana Demetrio da Silva de Jesus Coutos . de 13 de dezembro de 1999. autárquica e fundacional do Poder Executivo. de 19 de agosto de 1997. Esse é um ponto de grande relevância. deveria se dar o aumento do valor desta gratificação. remetendo-os. (grifos) Vislumbra-se que a Lei nº 10. Transcorrido o prazo de recurso voluntário.Ana Carla da Paz de Jesus . §3º da Lei nº 7. § 1º: Os valores de gratificação estabelecidos no Anexo II serão revistos na mesma época e no mesmo percentual de reajuste dos soldos. incompatível com a lei revogadora. Salvador(BA). por força da revogação expressa do art. 2 / Página 115 formulado na inicial é inteiramente compatível com o ordenamento jurídico brasileiro.Carlos Andre Silva da Mota . resta esta condenação suspensa. 113 da Lei nº 8.209. bem como as disposições em contrário.Diogo Vinicius Santana Santos Fonseca .Alan Diego Almeida da Silva . Ocorre que. se a intenção do legislador é pôr fim ao critério de atualização do valor da GAPM. seria ele um obstáculo à própria mutação legislativa. 3º da Lei nº 7. no entanto. o § 2º do art. §1º da Lei nº 7. a fim de manter a harmonia e coesão do sistema legal. Não haveria sentido revogar o art. 33 .Cristiano da Silva Freire . ao SECAPI.Alexandro Estrela dos Santos . considerando-se. são normalmente alteráveis. Inexiste forma do critério invocado para fundamentar a pretensão deduzida ser salvo. 110.Graziela do Amaral Silva .05. Nada impede que o Poder Público extinga a licença posteriormente. 13 da Lei nº 7. Rio de Janeiro: Lumen Júris.Ficam revogados o § 2º do art. tendo em vista que os Autores são beneficiários de assistência Judiciária Gratuita.Alvaro Delanney Barros Menezes . não se podendo perder de vista que as leis que traduzem normas gerais e abstratas. 7º da Lei nº 7.Djalma Lopes Franca Junior . nos termos do art. de 30 de dezembro de 1998.Rafael Lopes . 14ª edição. como é o caso dos estatutos.146. 1060/50. não pode ser construído outro entendimento que não o da revogação tácita. Esta norma foi integralmente reproduzida pelo art. e o § 1º do art. posteriormente.145. qualquer outro artigo que traga regra igual deve ser revogado também.Jorge de Oliveira Matos .435. 33 da Lei nº 10.Cleyton de Souza Meirelles . ainda que o diploma legal de 2008 tenha se mantido silente. 7º.Alan Lago Conceicao . consoante vejamos: Art.Anderson Evandro de Araujo Fonseca . em obra consagrada: (. 500/501). 33 in verbis: Art. Os autores ajuizaram a presente demanda com o escopo de ver incluídos em seus vencimentos os valores referentes à Gratificação de Atividade Policial Militar .Evandro Oliveira Moreno Everidiana Felix de Souza . quando este foi nomeado para o cargo. até porque. passo ao exame do mérito. inclusive.990/2001.Carlos Roberto Vieira Coutinho . Diferente do quanto afirmado pelos autores em sua exordial. Citemos um exemplo: suponha-se que o estatuto do servidor. Portanto. 110. O servidor não tem direito adquirido à manutenção da referida licença no estatuto funcional. §1º da Lei nº 7. 110. funções comissionadas e gratificadas.145/97. de 01 de dezembro de 2003. págs. o § 1º do art. modificou o regime jurídico dos servidores públicos estaduais.8.Marcos Oliveira Vilas Boas . independente de expressa previsão de Lei posterior majoradora do soldo neste sentido.Joao Vitor Cardoso Oliveira Santos .145/97. Rejeitada a preliminar. das funções comissionadas e gratificadas.Carlos Renato Rocha .Jose Augusto .Edilon Pires Cachoeira .Alex Costa Ferreira dos Santos .Edivan Ferreira dos Santos . É clarividente o art. do CPC. Tratando-se de espécies legislativas de mesma hierarquia e utilizando-se do critério temporal de que norma posterior revoga norma anterior. §3º: Os valores da gratificação de atividade policial militar serão revistos na mesma época e no mesmo percentual de reajuste do soldo. §1º da Lei nº 7. o § 1º do art. desse modo. expressamente revogado e extirpado do mundo jurídico. evidentemente.356/09.0001 .Jackson dos Santos Porto .145/97.962/2008. 10 de maio de 2013 Cad. por entendê-la inconveniente à Administração.962/2008. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: MAX WEBER NOBRE DE CASTRO (OAB 13774/BA). não tem direito adquirido à imutabilidade do estatuto.145/97.Ivan Antonio dos Santos . consoante se constata do seu art.Edison Vieira da Silva .990/2001 pelo art. § 1º da Lei nº 7. apenas em outro diploma legal. soldos e gratificações dos cargos efetivos. § 1º. proventos e pensões da Administração direta. faz com que todo e qualquer dispositivo que traga norma no mesmo sentido daquela revogada seja considerada igualmente extinta. 7. a Lei nº 10.962/2008 expressamente revogou o art. consoante art.Clebson Souza Ferreira . JULGO IMPROCEDENTES os pedidos formulados. (in Manual de Direito Administrativo.Alex da Silva Santos .AUTOR: Adgeovane Rodrigues dos Santos . 18 da Lei nº 7. da Lei 7.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . 33 da Lei nº 10. revogando expressamente dispositivos de outras leis. de forma que qualquer pleito formulado com base nele não pode ser concedido. 110. 20.I. 12 da lei. §3º da Lei nº 7. a referência em que a GAPM é percebida pelo policial militar. Vale esclarecer que o servidor público não possui direito adquirido sobre o regime jurídico remuneratório em vigor à época em que ingressou para o serviço público. 7º. §3º da Lei nº 7.2008..Eliadins de Souza Santos . a revogação expressa do art.Eduardo de Lima Nascimento . pois.Cautelar Inominada . 7º.Carlos Jose dos Santos .

Mario Cesar Silva Santos .Luciana Pereira dos Santos .Edson Costa Santos . Em reanálise das razões de sentença. em análise conjunta do quanto determinado às fls.Suranildo Jose dos Santos . assim como direito de receber indenização a este título" No recurso extraordinário os ora agravantes alegaram violação aos arts. o acórdão recorrido assentou: "ADMINISTRATIVO. MILITAR. da CF. In casu. Agravo de instrumento a que se nega seguimento. em suma.Moises Silva Pereira .Silmar Gisleno Barbosa . Rel. A concessão de reajustes setoriais para corrigir eventuais distorções remuneratórias é constitucional e não implica em violação aos princípios da isonomia ou do reajuste geral de vencimentos. Sustentaram em síntese que o reajuste geral concedido através da Lei 11. momento no qual alegou. É o relatório.RÉU: Comando Geral da Policia Militar do Estado da Bahia .11.Luis Fernando Conceicao Reis . analisando situação idêntica a trazida à baila.Jose Nilton Jesus dos Santos .Jeferson Galvao da Silva . conforme já decidido pelo Supremo Tribunal Federal.Rosemar Cardoso da Silva .2002. da CF. verifico que. 102.Luis Gustavo Neres Mota .Nestor de Jesus .11. REESTRUTURAÇÃO OU CONCESSÃO DE MELHORIAS A CARREIRAS DETERMINADAS POR RAZÕES DIVERSAS DAQUELAS DE ATUALIZAÇÃO DOS VENCIMENTOS.Shirley Bispo dos Reis . principalmente porque.Josue Reis de Jesus Junior .Washington Ferreira . Conforme dito em sentença. Salvador (BA).RAIMUNDO SALES SANTOS e Outros.Luciana Carneiro Araujo . igualmente qualificado. opôs os presentes embargos declaratórios com o fito de sanar contradição e omissão na sentença de fls.Jackson Galvao da Silva .Livio Santos Barbosa .Reajuste de Remuneração. 57): "ADMINISTRATIVO.Carlos Alberto de Santana .Luciano dos Santos Melo . sedimentando a inteligência: AGRAVO DE INSTRUMENTO.Josias Fernandes de Almeida .Nilmar Machado Reis .Carlos Andre Francisco dos Santos .0001 .Jose Jorge dos Santos Goes . isto é.Jose Jorge da Silva Maia . inexiste violação ao Princípio da Isonomia. Decisão: Trata-se de Agravo de Instrumento contra decisão que inadmitiu recurso extraordinário interposto com fundamento no permissivo do art. MILITAR. RE 576.460-AgR.Luciano dos Santos Almeida .Lidiomar de Jesus Santos .Roberto de Jesus Santos . "a".Procedimento Ordinário .Joao Cleidson Salomao . 1.Cleidson Ribeiro dos Santos . é defeso ao Poder Judiciário conceder aumento de salário em caráter geral.Eymard de Souza Portugal dos Santos .Sebastiao Celio Fernandes Guedes Sirlei Ferreira dos Reis Melo . Tratando-se de reajuste remuneratório diverso daquela revisão periódica dos vencimentos dos servidores públicos insculpida no comando do inciso X do artigo 37 da CF/1988. REESTRUTURAÇÃO OU CONCESSÃO DE MELHORIAS A CARREIRAS DETERMINADAS POR RAZÕES DIVERSAS DAQUELAS DE ATUALIZAÇÃO DOS VENCIMENTOS.Carlos Oliveira Maia . Rel. reajuste setorial entre patentes da Policia Militar.Erenilton Alves de Jesus .Valdirez Pereira dos Santos .Alex da Fonseca dos Santos Nivaldo Bonfim dos Santos .Marcio Luis de Souza Silva e outros .Ricardo Henrique Neves Pinho . VIOLAÇÃO AO PRINCÍPIO DA ISONOMIA INOCORRENTE. postulando a extensão do percentual de 137% (cento e trinta e sete por cento) aos militares de graduação mais elevada. assim como direito de receber indenização a este título" 3. REVISÃO PERIÓDICA. Proventos ou Pensão .8.Elias Jamaico da Silva . Rel. regularmente qualificados nos autos da presente ação ordinária movida em face do ESTADO DA BAHIA.Crislane de Jesus Santos .2008.Bartira Serrao Ferreira . 683/684 que assiste razão ao ente estatal considerando que após o desmembramento do pólo ativo da presente ação.Luiz Jean Moura Costa .Fabio Genonadio da Silva . colho a decisão no Agravo de Instrumento n.558/2007.657. Não merece razão as alegações do Embargante. com a redação da EC nº 19/1998. VIOLAÇÃO AO PRINCÍPIO DA ISONOMIA INOCORRENTE. e 37.Elen Carine Souza Salomao .Edmundo Sales Ferreira . Tratando-se de reajuste remuneratório diverso daquela revisão periódica dos vencimentos dos servidores públicos insculpida no comando do inciso X do artigo 37 da CF/1988.Leonel Lopes da Silva .Sergio Souza dos Santos . Rel. omissão/contradição deste juízo ao deixar de analisar o caráter geral da implementação do soldo dos policiais militares através das Leis 7. independentemente do servidor pertencer a mesma categoria. REVISÃO PERIÓDICA. X. por força do reconhecimento do litisconsórcio multitudinário ativo.Luciano Santos da Silva .Processo 0066536-92.2011. Min.Ana Cricia Souza Salomao . X e § 6º.622/2000 e 10.Noel Jesus dos Santos .Marcio Gomes da Silva Souza . Segunda Turma. DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA) . 09 de maio de 2013.Carlos Alves Batista Junior .Domingos Aparecido Vitoria . integrando a sentença as seguintes considerações. inexiste violação ao Princípio da Isonomia. V.Estado da Bahia .Nivaldo de Melo Santana .Maria Livia dos Santos Coutinho . de relatoria do Min. MILITAR.Jonas Sales da Conceicao . ADMINISTRATIVO.AUTOR: Raimundo Sales Santos . Intime-se. 809174. DJe de 13.2008. verifico.Cleiton Oliveira Gomes de Sa .302-ED. RE 307.Luciano dos Santos Souza .Elaine Horta da Silva . a Suprema Corte entendeu pela legalidade do reajuste setorial. Precedentes: AI 612. CÁRMEN LÚCIA. LUIS FUX. na forma requerida pelos Autores. 668/669 do Estado da Bahia no sentido de que seja reaberto o prazo para apresentação da contestação. Min. 10 de maio de 2013 Cad. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: AUGUSTO SOUZA DE ARAS (OAB 32057/BA).Gilly Leal dos Santos Fucks . Min.Antonio Jorge Ferreira Conceicao .Deorgenes dos Santos Goes .RÉU: Estado da Bahia . ANTONIO OTTO CORREIA PIPOLO (OAB 6973/BA). Assevera ainda o direito ao recebimento de danos morais decorrentes do prejuízo causado pela edição de norma que feriria o princípio da isonomia. INOCORRÊNCIA.Joao Vitorio da Silva . O apelo extremo teve o seu seguimento negado na origem sob o fundamento na .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . em oposição a acórdão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. AYRES BRITTO DJe de 06. Min.Paola Teixeira Mota Reginaldo Santos Sales .191.Examinando o requerimento de fls. 2. assim ementado (fl.Rodrigo Genonadio de Oliveira .05. DJe de 21. GILMAR MENDES. fica reaberto o prazo para manifestação do Estado da Bahia. Em particular.05.Rovielson Jose dos Santos .Roseli Bento Santos .Roberval de Souza Santos . DJ de 22. com a redação da EC nº 19/1998.Clovis Silva de Oliveira . embora as razões dos embargos tenham sido enfrentas por meio de sentença.Alan Santana Santos .Joao Anderson Silva Estrela .784/2008.Valnei Jesus Almeida .Otonei Silva Xavier . ALEGAÇÃO DE VIOLAÇÃO AO PRINCÍPIO DA ISONOMIA E DO REAJUSTE GERAL DE VENCIMENTOS.784/ 2008 não poderia ter diferenciado os índices em relação a patente dos militares (reajuste maior para os praças e menor para oficiais).William dos Santos Sousa . CONCESSÃO DE AUMENTO SETORIAL COM ÍNDICES MAIORES AOS MILITARES COM PATENTE MAIS BAIXA. Ante o exposto. há a necessidade de ratificar o entendimento sentencial. 629 e das certidões do Diretor de Secretaria de fls.Thiago da Silva Santos Cerqueira .2010. LEI 11.Robson Amorim Rosas .Disponibilização: sexta-feira. RE 541.12. Soldo. 2 / Página 116 Santos Lima . não fora oportunizado a parte ré prazo para apresentar a sua resposta aos termos da presente ação.Washington Luis Franca dos Santos . 5º.Jose Roberto Evangelista de Lima . 152/158.Wellington Ferreira . CARLOS VELLOSO. III.

isto é. pois tempestivos. também. julgado em 27/03/2012. isto porque a mesma também trata dos vencimentos. permitindo adequar os soldos à verdadeira realidade aquisitiva do país. proventos e pensões. há a necessidade de ratificar o entendimento sentencial. o Supremo Tribunal Federal entendeu que os acertes setoriais podem ser realizados mesmo que entre os servidores do mesmo quadro e categoria. contemplando mera reestruturação dos vencimentos da carreira específica da Polícia Militar.Walmir Silva de Oliveira . reajuste setorial entre patentes da Policia Militar. o Min. Desta forma. é de se reconhecer que a Lei nº 10. Min. bem como o reajuste setorial. a Suprema Corte entendeu pela legalidade do reajuste setorial. § 3º. AYRES BRITTO DJe de 06. . DJe de 13. com a respectiva evolução do valor dos soldos de 1º de maio de 2007. 09 de maio de 2013. RICARDO LEWANDOWSKI. não há como se pretender seja reconhecida a repercussão geral das questões constitucionais discutidas no caso (art. Possibilidade. X da CF.Os vencimentos. soldos. na forma indicada em seus anexos.460-AgR.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . se inexiste questão constitucional. integrando a sentença as seguintes considerações. resta o Poder Judiciário impedido de conceder.Reinaldo Ribeiro Diogo . 37. 10 de maio de 2013 Cad.Antonio Ribeiro Souza Filho Antonio Jackson Ferreira Costa . ou dar à escala hierárquica da Corporação Policial Militar baiana nova porcentagem diferenciadora entre os postos. DJ de 22.Paulo Sergio do Nascimento Silva . publicado em DJe-226 DIVULG 28/11/2011 PUBLIC 29/11/2011). Consectariamente. embora as razões dos embargos tenham sido enfrentas por meio de sentença. regularmente qualificados nos autos da presente ação ordinária movida em face do ESTADO DA BAHIA. Rel.Celio de Souza Mota .3% (três vírgula três por cento). RICARDO LEWANDOWSKI.558/2007. Porém. não estando submetidas aos limites temporal e quantitativo designado no art. Não merece razão as alegações do Embargante. esta Suprema Corte firmou entendimento pela constitucionalidade da concessão de reajustes setoriais para corrigir eventuais distorções remuneratórias sem que tal expediente implique em violação aos princípios da isonomia ou do reajuste geral de vencimentos. É o relatório. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA).RÉU: Estado da Bahia . Reajustes setoriais. dos Anexos I a XVI desta Lei. a presente lei não visa apenas dispor uma revisão geral anual do funcionalismo estadual. mediante reajustes setoriais.8. Inocorrência a ofensa aos princípios da isonomia e ao reajuste geral de vencimentos.2002. GILMAR MENDES.05. No agravo em comento.0001 . os reajustes feitos no soldo dos Autores não se tem caráter geral. Precedentes." (AI 612. Ratificando o entendimento do Pretório Excelso. Intime-se. Ex positis.657. igualmente qualificado. como pretendido pelos Embargantes.AUTOR: Carlos Alberto Batista de Assis .CARLOS ALBERTO BATISTA DE ASSIS e Outros. II .11. conforme pode-se depreender em seu anexo IX. 128/143. Salvador(BA). Publique-se. analisando situação idêntica a trazida à baila. conforme já assentado pelo Supremo Tribunal Federal. Publique-se.12. colho a decisão no Agravo de .Efigenio Barreto da Silva . Soldo. 37. na impossibilidade de reajuste setorial para servidores da mesma categoria. mas também reestruturar os vencimentos em determinadas áreas.Edgar de Aquino Goes . Ministro Luiz Fux Relator Documento assinado digitalmente (AI 809174. Segunda Turma. momento no qual alegou. Em particular. CARLOS VELLOSO. Com efeito. estabelecendo o percentil de aumento de 3. 323 do RISTF).Carlos Augusto Bispo dos Santos . Relator(a): Min.É constitucional a concessão de reajustes setoriais para corrigir eventuais distorções remuneratórias sem que tal expediente implique em violação aos princípios da isonomia ou do reajuste geral de vencimentos. é defeso ao Poder Judiciário conceder aumento de salário em caráter geral.622/2000 e 10. Rel.558/2007 previu apenas um único reajuste global das remunerações. omissão/contradição deste juízo ao deixar de analisar o caráter geral da implementação do soldo dos policiais militares através das Leis 7. MILITARES. que possui competência para a proposta de lei. não se pode dizer que a Lei nº 10. soldos e gratificações dos servidores da administração direta.3% (três vírgula três por cento). PROCESSO ELETRÔNICO DJe-071 DIVULG 11-04-2012 PUBLIC 12-04-2012).Disponibilização: sexta-feira. na forma da avaliação discricionária do Chefe do Poder Executivo. conforme consta em seu art. principalmente porque. a repercussão geral pressupõe recurso admissível sob o crivo dos demais requisitos constitucionais e processuais de admissibilidade (art. dispôs: Ementa: AGRAVO REGIMENTAL EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. Sendo.302-ED. LUIZ FUX. no âmbito da Administração Direta. Min. De outra banda. que ocorreu em 1º de maio de 2007. CONHEÇO OS EMBARGOS. Sem razão os agravantes.11.05. Assim sendo. VIOLAÇÃO. Desta forma.2008) Ainda nesse sentido: RE 576. ANTONIO OTTO CORREIA PIPOLO (OAB 6973/BA) . os recorrentes sustentaram suas razões. POSSIBILIDADE. Em reanálise das razões de sentença. 1º: "Art. 3. RE 541. e mantendo-a nos demais termos. conferiu o mesmo índice de reajuste geral ao funcionalismo público estadual.porém REJEITO-OS em suas razões. justamente. Ab initio. Agravo regimental a que se nega provimento. conforme previsto na ementa legal.Eronildes Pereira Soares .2008. INOCORRÊNCIA. Sendo que as demais variações dos soldos não estão inseridas neste contexto. autárquica e fundacional do Poder Executivo ficam reajustados em 3. Brasília. integrando a sentença embargada a supracitada fundamentação.191. REAJUSTES SETORIAIS. através das supracitadas normas. SERVIDORES PÚBLICOS. NEGO SEGUIMENTO ao agravo de instrumento. Verifico que mencionada lei. julgado em 22/11/2011. RE 307. DJe de 21. Relator(a): Min. na mesma data. Conforme dito em sentença. em suma. 102. gratificações. Dessa forma. na forma requerida pelos Autores.Marcos Antonio dos Santos .558/2007 estabelece o reajuste geral anual.Carlos Magno dos Santos Moura . Proventos ou Pensão . reestruturando os vencimentos das carreiras que especifica. AUGUSTO SOUZA DE ARAS (OAB 32057/BA). a partir de 1º de maio de 2007. com novas alterações em 1º de julho de 2007 e 1º de novembro de 2007. 2 / Página 117 falta de prequestionamento da questão constitucional.2010. Min. reajuste de caráter geral. Autárquica e Fundacional do Poder Executivo. É o relatório. independentemente do servidor pertencer a mesma categoria.Reajuste de Remuneração. apesar de constar da mesma lei. da CF). CÁRMEN LÚCIA. já com a incidência do reajuste de 3. como prevê o anexo II da referida lei. 22 de novembro de 2011. DECIDO. III.Agravo regimental improvido (ARE 672424 AgR. 2. dessa mesma lógica jurídica. conforme já decidido pelo Supremo Tribunal Federal. ao julgar o Agravo Regimental em Recurso Extraordinário com agravo. Rel." Por outro lado. a partir de 1º de maio de 2007. Segunda Turma. Servidores Públicos. X da CF. AGRAVO REGIMENTAL IMPROVIDO. verifico que. os reajustes de julho e novembro de 2007 podem obedecer a índices variados. que a tratou de conceder reajuste de caráter geral. PRINCÍPIO DA ISONOMIA. I . Por tudo isto. Min.3%.2011. Precedente.Processo 0067242-75. em atendimento ao art. opôs os presentes embargos declaratórios com o fito de sanar contradição e omissão na sentença de fls. Rel. na forma da Tabela I. Nesse sentido: "Agravo regimental em agravo de instrumento.Procedimento Ordinário . 1º . como visto.

DJe de 13. 3. PRINCÍPIO DA ISONOMIA. Rel. soldos. com a redação da EC nº 19/1998. o acórdão recorrido assentou: "ADMINISTRATIVO.657.11. AYRES BRITTO DJe de 06.558/2007 previu apenas um único reajuste global das remunerações. em atendimento ao art.460-AgR.558/2007 estabelece o reajuste geral anual. Segunda Turma. da CF. LUIS FUX. Desta forma." (AI 612.2010. Tratando-se de reajuste remuneratório diverso daquela revisão periódica dos vencimentos dos servidores públicos insculpida no comando do inciso X do artigo 37 da CF/1988. 102. X. postulando a extensão do percentual de 137% (cento e trinta e sete por cento) aos militares de graduação mais elevada. DECIDO. Relator(a): Min. Agravo de instrumento a que se nega seguimento. reestruturando os vencimentos das carreiras que especifica. Min. Min.460AgR. 1. os recorrentes sustentaram suas razões.657. V. Min. III. In casu. DJe de 21. DJe de 13. mediante reajustes setoriais. contemplando mera reestruturação dos vencimentos da carreira específica da Polícia Militar. 2. no âmbito da Administração Direta. VIOLAÇÃO AO PRINCÍPIO DA ISONOMIA INOCORRENTE. os reajustes feitos no soldo dos Autores não se tem caráter geral. da CF). na impossibilidade de reajuste setorial para servidores da mesma categoria.784/ 2008 não poderia ter diferenciado os índices em relação a patente dos militares (reajuste maior para os praças e menor para oficiais). INOCORRÊNCIA. ao julgar o Agravo Regimental em Recurso Extraordinário com agravo. REESTRUTURAÇÃO OU CONCESSÃO DE MELHORIAS A CARREIRAS DETERMINADAS POR RAZÕES DIVERSAS DAQUELAS DE ATUALIZAÇÃO DOS VENCIMENTOS.Os vencimentos. é de se reconhecer que a Lei nº 10. ADMINISTRATIVO. VIOLAÇÃO. Ratificando o entendimento do Pretório Excelso. 809174. assim ementado (fl. com a redação da EC nº 19/1998. A concessão de reajustes setoriais para corrigir eventuais distorções remuneratórias é constitucional e não implica em violação aos princípios da isonomia ou do reajuste geral de vencimentos. o Min. não há como se pretender seja reconhecida a repercussão geral das questões constitucionais discutidas no caso (art. RE 541. assim como direito de receber indenização a este título" No recurso extraordinário os ora agravantes alegaram violação aos arts. 1º: "Art. não estando submetidas aos limites temporal e quantitativo designado no art. NEGO SEGUIMENTO ao agravo de instrumento. com a respectiva evolução do valor dos soldos de 1º de maio de 2007. MILITAR.05. sedimentando a inteligência: AGRAVO DE INSTRUMENTO.11. Agravo regimental a que se nega provimento. Precedentes: AI 612. 10 de maio de 2013 Cad. o Supremo Tribunal Federal entendeu que os acertes setoriais podem ser realizados mesmo que entre os servidores do mesmo quadro e categoria. publicado em DJe-226 DIVULG 28/11/2011 PUBLIC 29/11/2011). CARLOS VELLOSO. inexiste violação ao Princípio da Isonomia. Precedentes. como visto. REESTRUTURAÇÃO OU CONCESSÃO DE MELHORIAS A CARREIRAS DETERMINADAS POR RAZÕES DIVERSAS DAQUELAS DE ATUALIZAÇÃO DOS VENCIMENTOS. INOCORRÊNCIA. Decisão: Trata-se de Agravo de Instrumento contra decisão que inadmitiu recurso extraordinário interposto com fundamento no permissivo do art.2008. Rel. X e § 6º. O apelo extremo teve o seu seguimento negado na origem sob o fundamento na falta de prequestionamento da questão constitucional. gratificações. DJ de 22. REVISÃO PERIÓDICA. estabelecendo o percentil de aumento de 3. já com a incidência do reajuste de 3. 57): "ADMINISTRATIVO.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 ." Por outro lado. É o relatório. autárquica e fundacional do Poder Executivo ficam reajustados em 3. ALEGAÇÃO DE VIOLAÇÃO AO PRINCÍPIO DA ISONOMIA E DO REAJUSTE GERAL DE VENCIMENTOS. LEI 11.Agravo regimental improvido (ARE 672424 AgR.12.11. Sendo que as demais variações dos soldos não estão inseridas neste contexto. os reajustes de julho e novembro de 2007 podem obedecer a índices variados. Tratando-se de reajuste remuneratório diverso daquela revisão periódica dos vencimentos dos servidores públicos insculpida no comando do inciso X do artigo 37 da CF/ 1988. Rel. apesar de constar da mesma lei. 37. Ab initio. julgado em 27/03/2012. I . GILMAR MENDES. na forma da Tabela I.12. Sustentaram em síntese que o reajuste geral concedido através da Lei 11. Rel. a presente lei não visa apenas dispor uma revisão geral anual do funcionalismo estadual. CARLOS VELLOSO.2008. Consectariamente. 2. RE 541. 2 / Página 118 Instrumento n. REVISÃO PERIÓDICA. conforme pode-se depreender em seu anexo IX. III.3% (três vírgula três por cento). 1º . REAJUSTES SETORIAIS. Min. inexiste violação ao Princípio da Isonomia. No agravo em comento. Reajustes setoriais.302-ED. Possibilidade. AGRAVO REGIMENTAL IMPROVIDO.302-ED. Rel. Ministro Luiz Fux Relator Documento assinado digitalmente (AI 809174. Min. a partir de 1º de maio de 2007. Sem razão os agravantes. 22 de novembro de 2011. LUIZ FUX. em oposição a acórdão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Ex positis. conforme consta em seu art. X da CF. Segunda Turma. 5º. Dessa forma. RICARDO LEWANDOWSKI.2010. § 3º. conferiu o mesmo índice de reajuste geral ao funcionalismo público estadual. esta Suprema Corte firmou entendimento pela constitucionalidade da concessão de reajustes setoriais para corrigir eventuais distorções remuneratórias sem que tal expediente implique em violação aos princípios da isonomia ou do reajuste geral de vencimentos. dispôs: Ementa: AGRAVO REGIMENTAL EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. Segunda Turma. Servidores Públicos. da CF. Com efeito. Precedente. .3%. 3. GILMAR MENDES. Publique-se. na forma da avaliação discricionária do Chefe do Poder Executivo. 37. soldos e gratificações dos servidores da administração direta. MILITAR. De outra banda. julgado em 22/11/2011.2002. Nesse sentido: "Agravo regimental em agravo de instrumento. Brasília. "a". Relator(a): Min. RE 307.191. RE 576. Rel.É constitucional a concessão de reajustes setoriais para corrigir eventuais distorções remuneratórias sem que tal expediente implique em violação aos princípios da isonomia ou do reajuste geral de vencimentos. isto porque a mesma também trata dos vencimentos. proventos e pensões. POSSIBILIDADE. Min.2002. CONCESSÃO DE AUMENTO SETORIAL COM ÍNDICES MAIORES AOS MILITARES COM PATENTE MAIS BAIXA. que ocorreu em 1º de maio de 2007. não se pode dizer que a Lei nº 10. conforme previsto na ementa legal.2008) Ainda nesse sentido: RE 576. na forma indicada em seus anexos. de relatoria do Min. DJe de 21. RICARDO LEWANDOWSKI. Assevera ainda o direito ao recebimento de danos morais decorrentes do prejuízo causado pela edição de norma que feriria o princípio da isonomia. Porém. mas também reestruturar os vencimentos em determinadas áreas. a partir de 1º de maio de 2007. Min. DJ de 22.05. Verifico que mencionada lei.784/2008. 323 do RISTF). MILITARES. VIOLAÇÃO AO PRINCÍPIO DA ISONOMIA INOCORRENTE. na mesma data. AYRES BRITTO DJe de 06. MILITAR. PROCESSO ELETRÔNICO DJe-071 DIVULG 11-04-2012 PUBLIC 12-04-2012).3% (três vírgula três por cento). II . se inexiste questão constitucional. e 37. com novas alterações em 1º de julho de 2007 e 1º de novembro de 2007. justamente. Rel. a repercussão geral pressupõe recurso admissível sob o crivo dos demais requisitos constitucionais e processuais de admissibilidade (art.191. 102. dos Anexos I a XVI desta Lei.11. CÁRMEN LÚCIA. SERVIDORES PÚBLICOS. CÁRMEN LÚCIA. Desta forma.Disponibilização: sexta-feira. Autárquica e Fundacional do Poder Executivo. Inocorrência a ofensa aos princípios da isonomia e ao reajuste geral de vencimentos. Min. assim como direito de receber indenização a este título". Rel. X da CF. RE 307.2008.

preliminarmente. LUIZ BRAGA GONZAGA DOS SANTOS e ESPERIDIÃO FERREIRA MATOS devidamente qualificados nos autos. conforme certidão de fls.06% e 17.558/2007. Invocam o art. bem como passarem a auferir esses reajustes na GAPM III. 104/122. § 1º. sob pena de se violar o Princípio Constitucional da Separação dos Poderes. da CF/88. mas a edição de um novo regramento fundamentado no princípio da isonomia.84. pois tempestivos. que os valores da Gratificação de Atividade Policial Militar deveriam ser revistos na mesma época e no mesmo percentual dos reajustes dos soldos. Sustentam os autores que são policiais militares ativos e inativos.145/97. A parte autora apresentou Réplica de fls. fls. RAIMUNDO JOSE LIMA CONCEIÇÃO.0001 . nos termos do quanto previsto no art.145/97 estabeleceu em seu art.Paulo Luiz dos Santos . Sendo. ARLINDO SILVA FILHO.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .558/07. e dessa pela Lei nº 7. 27 a 82. foi revogado primeiro tacitamente.060/50. 10 de maio de 2013 Cad.10 do Decreto nº 20.115 da Lei nº 3.Luiz Braga Gonzaga dos Santos . CARLOS AUGUSTO DOS REIS. dessa mesma lógica jurídica.622/2000. impugna as tabelas e cálculos inseridos na exordial. não podendo ter as diferenciações conforme se verificou. são submetidos a regime de hierarquia e disciplina. a Lei nº 7. preponderantemente. Salvador(BA). e que gera prejuízo à defesa e ao célere julgamento dessa ação.622/2000. nesses termos. 09 de maio de 2013. também.622/00 e 10.910/32 e art. PAULO LUIZ DOS SANTOS. o que não ocorreu.Joselito Alves Machado .169. §1º da Lei nº 1. com o objetivo de obterem a implementação dos índices de maior reajustes concedidos nos soldos dos policiais militares pelas leis nº 7.7º §1º da Lei nº 7.37.Edvaldo Santana Santos . CARLOS CORREIA DA SILVA. o Réu apresentou contestação de fls. o excessivo número de litisconsortes na mesma demanda. Dessa forma. através das supracitadas normas. bem como os honorários advocatícios no percentual de 20% sobre os valores concedidos. respectivamente 34.Leviton Ferreira Matos . em função da revisão dos soldos. bem como o pagamento retroativo das diferenças desde a data que o pagamento deveria ter sido realizado. alegou a incidência da prescrição trienal. 88 a 99. REINALDO JOSE DUARTE.Zenobio Moreira de Santana . Requerem que o réu seja condenado ao pagamento da diferença entre os maiores índices de reajustes promovidos nos soldos dos autores pelas Leis nº 7. EDVALDO SANTANA SANTOS. Por fim. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA). não obstante a parte autora alegar existir ilegalidade na concessão de reajustes em percentuais diferentes aos soldos das graduações da Polícia Militar do Estado da Bahia entende não existir qualquer vedação legal neste sentido. conforme já assentado pelo Supremo Tribunal Federal.28% (dezessete vírgula vinte e oito por cento). X da CF/88 para defender que os índices de reajuste devem ser em mesma proporção para toda a categoria de militares. VANDERLEI CARVALHO SOUSA.8. 7º. §3º do Código Civil. como pretendido pelos Embargantes.Jose Alberto de Oliveira Santos . 2 / Página 119 que possui competência para a proposta de lei. Torna-se imperativo o julgamento antecipado da lide. e mantendo-a nos demais termos. 7º. RIVELINO VILAS BOAS. É o relatório. Pedido de gratuidade da justiça deferido às fls. devidamente atualizadas.06% (trinta e quatro vírgula seis por cento) e 17.RÉU: Estado da Bahia . no mesmo percentual para todos. Alega que o dispositivo legal em que os autores invocam seu direito.Vanderlei Carvalho Sousa . Publique-se. dispositivo que condiciona a concessão de vantagem ou aumento de remuneração à existência de prévia dotação orçamentária. Assim. por seu turno. Ocorre que.Arlindo Silva Filho .145/97.Reinaldo Jose Duarte .622/2000 e 10.558/2007 com a implementação sobre o valor da GAPM na referência III. conforme previsto constitucionalmente. porquanto maior que o limite máximo observado no art. 86v. e com aplicação do art.Carlos Correia da Silva . e que em razão disso.910/32.145/97.05.Jucemar Moreira dos Santos . uma vez que os reajustes não derivaram da regra de revisão geral dos vencimentos prevista no art. e invoca o art. passo a decidir. JOSELITO DE JESUS FERREIRA.Rivelino Vilas Boas .DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO AUTOR: Luiz Antonio Alves dos Santos . quais sejam. houve inobservância quanto ao escalonamento vertical.28%. art.206.LUIZ ANTONIO ALVES DOS SANTOS.Processo 007643432. integrando a sentença embargada a supracitada fundamentação. alegando. bem como o reajuste setorial. aduzem que teriam direito ao reajuste da GAPM na proporção do maior índice concedido à classe dos militares. LUIS ANTONIO SANTOS ALMEIDA. Regularmente citado. .37.Carlos Augusto dos Reis . Intime-se.145/97 para respaldar a alegação de violação ao seu direito de reajuste da GAPM no mesmo percentual do aumento dos soldos promovido pelas Leis nº 7. como prevê o anexo II da referida lei. § 1º da Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro. Assim sendo. frente a incompatibilidade de regras com a Lei nº 7. Por tudo isto. ZENOBIO MOREIRA DE SANTANA. ANTONIO OTTO CORREIA PIPOLO (OAB 6973/BA) .Procedimento Ordinário . diante do que estabelece a norma do art. Alega que é da competência do Poder Legislativo e não do Poder Judiciário a majoração de verba remuneratória aos servidores públicos. pelos ocupantes das patentes de mais baixa hierarquia. resta o Poder Judiciário impedido de conceder. Sustenta que.. rechaçando as preliminares suscitadas. ou dar à escala hierárquica da Corporação Policial Militar baiana nova porcentagem diferenciadora entre os postos. conforme previsto no art. CONHEÇO OS EMBARGOS. com a revogação tácita do mencionado dispositivo acima pela Lei nº 7. Sendo assim. suas remunerações também eram subordinadas a um escalonamento vertical de acordo com o posto ou graduação do servidor previsto no art. a prescrição qüinqüenal das dívidas contra a Fazenda Pública.803/80 pela Lei nº 7. Suscitou ainda. em virtude da majoração dos soldos dos policiais militares pelas Leis nº 7.1º do Decreto nº 20.803/80. bem como as demais alegações tecidas pelo réu na Contestação. pugna pela improcedência da ação em face da revogação da Lei nº 3. combinada com a Lei nº 8889/03.28% (dezessete vírgula vinte e oito por cento). o pleito dos autores encontra óbice no quanto disposto no art. §1º da Lei 7. JUCEMAR MOREIRA DOS SANTOS. Nesse sentido.558/2007.Esperidiao Ferreira Matos . X.622/ 2000 e 10. incisos I e II da CF/88.Joselito de Jesus Ferreira .622/2000 e 10. JOSELITO ALVES MACHADO. que a tratou de conceder reajuste de caráter geral. ajuizaram a presente Ação Ordinária contra o ESTADO DA BAHIA.2º. Com a inicial vieram os documentos. respectivamente em 34. No mérito. LEVITON FERREIRA MATOS. porém REJEITO-OS em suas razões. §1º da LICC. 34.2º. tendo em vista que no caso em comento a questão de mérito é unicamente de direito.06% (trinta e quatro vírgula seis por cento) e 17. Explicita que. §1º. permitindo adequar os soldos à verdadeira realidade aquisitiva do país. em face do princípio da eventualidade.11. mas de uma medida de política administrativa tendente a mitigar as distorções remuneratórias suportadas. prescindindo da produção de . JOSE ALBERTO DE OLIVEIRA SANTOS.Raimundo Jose de Lima Conceição . reajuste de caráter geral.Luis Antonio Santos Almeida .2011. a partir desse novo regramento aos reajustes no valor do soldo deveriam se dar no mesmo percentual ao da GAPM.Disponibilização: sexta-feira.

622/2000 e 10.46.558/2007 com a implementação sobre o valor da GAPM. por configurar relação de trato sucessivo. as fundações de direito público). Explica essa separação de competências dos três Poderes da União a ilustre doutrina de Luís Roberto Barroso (in BARROSO. uma vez que. Luís Roberto. 2ª Ed. consumar-se-á a prescrição no prazo de cinco anos contados a partir do fato danoso. Nesse sentido. percebe-se nitidamente a vontade do legislador em reajustar tal vantagem toda vez que o soldo for revisto. se a modificação provocar uma concentração de funções em um poder ou consagrar. deveria se dar a princípio. e. o que também não se verificou.. pág. É clarividente o art. Trata-se do princípio da indelegabilidade de atribui- . 1º do Decreto nº 20. necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves. por isso. no período pleiteado. reenquadramentos. Não acolho a alegação de prescrição trienal das parcelas vencidas. secundariamente.910/32. diante da legislação que se segue. bem como se dificultar o exercício do direito de defesa. na expressão do STF. (. no mesmo percentual para todos. no valor da GAPM. 17ª ed. consoante art.) a cláusula pétrea de que trata o art. porquanto não foi demonstrado comprovadamente nos autos nenhum prejuízo para a defesa. para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20. direito a adicionais por tempo de serviço. respectivamente 34.145/97. do CPC. Apesar dos esforços do réu em erigir convencimento no primeiro sentido. parágrafo único. do CPC.. apenas haverá violação à cláusula pétrea da separação de Poderes se o seu conteúdo nuclear de sentido tiver sido afetado. Saraiva. bem como o pagamento retroativo das diferenças desde a data que o pagamento deveria ter sido realizado. conseqüentemente. direito a gratificação por prestação de serviço especial etc. conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento. mas sim qüinqüenal. isso representaria uma invasão de competência constitucional do Poder Legislativo. Isto é: em primeiro lugar. da Lei 7. A preliminar de limitação no número de litisconsortes ativos facultativos não merece prosperar. Contudo. ano a ano. se submete à primeira hipótese. quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado. 2 / Página 120 prova em audiência ou qualquer instrução de outra espécie." (in Manual de Direito Administrativo. 2º da CF/88 e a cláusula pétrea prevista no art. cada qual atua dentro de sua parcela de competência constitucionalmente estabelecida e assegurada quando da manifestação do poder constituinte originário. em direito administrativo. uma vez que. É a prescrição qüinqüenal das ações contra o Estado (Decreto nº 20.Disponibilização: sexta-feira. dispositivo legal que estabelece: "Art. sendo nesta hipótese sim o prazo trienal. vincula o aumento do valor da GAPM. assegurada revisão geral anual. é forçoso reconhecer a incompetência do Poder Judiciário em proceder a um reajuste requerido. se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis). no voto proferido no RE 37. e com isso o valor a ser incluído à título de reajuste.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . e sua pretensão. passo ao exame do mérito. § 1º: Os valores de gratificação estabelecidos no Anexo II serão revistos na mesma época e no mesmo percentual de reajuste dos soldos". ex vi art. Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele. renasce cada vez que este é devido (dia a dia. são prestações periódicas devidas pela Fazenda Pública. pelo seu não reconhecimento inequívoco. o juiz pode limitar o número de sujeitos que formam um litisconsórcio facultativo desde que o número excessivo de pessoas comprometa a rápida solução do processo.60 §4º III da CF/88. mês a mês.743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a modificações que se admitem em relação a esta situação jurídica fundamental. Da simples leitura do dispositivo transcrito vislumbra-se que a cada reajuste dos soldos. devidamente atualizadas. 2007. Portanto. a referência em que a GAPM é percebida pelo policial militar. nos termos do art. em cinco anos da data da violação dele.) os "Poderes" (órgãos) independentes entre si. No caso dos autos. não há prescrição do fundo de direito.) A prescrição da citada pretensão (indenizatória por reparação civil) de terceiros contra as pessoas públicas e as de direito privado prestadoras de serviços públicos passou de qüinqüenal para trienal..06% e 17. considerando-se.. 175).28% no valor do soldo e com reflexo. Vislumbra-se que a presente ação contra o Estado da Bahia. sempre na mesma data e sem distinção de índices. A preliminar de prescrição também não pode ser acolhida em razão de esta ação ser fundada em relação jurídica de trato sucessivo. I.. X: a remuneração dos servidores públicos e o subsídio de que trata o § 4º do artigo 39 somente poderão ser fixados ou alterados por lei específica. o aumento do valor desta gratificação. sobre o tema. 2011. no mesmo quantum. cujo direito se renova mensalmente." Assim.. Conforme claramente disposto na Súmula 85 do STJ: "Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora.910/32). 498/499).910/32. § 1º. não imobiliza os quase 100 (cem) artigos da Constituição que. Rio de Janeiro: Lúmen Júris. Ed. Nítido está que o caso sub examine se coaduna com a segunda hipótese. 7º. o que não é o caso. de prescrição qüinqüenal. 10 de maio de 2013 Cad. uma `instância hegemônica de poder`. prescrevendo apenas as parcelas vencidas há mais de 5 (cinco) anos. tendo em vista se tratar a demanda de matéria exclusivamente de direito. a fim de evitar a perda do seu valor econômico. que afirma que (. 60 §4º III da CF/88. sendo assim a prescrição vai incidir apenas sobre as verbas que não foram pleiteadas em tempo hábil e não sobre o direito em si. as atribuições asseguradas não poderão ser delegadas de um Poder (órgão) a outro. O art. evidentemente. Entender em sentido contrário seria vislumbrar a possibilidade de criação de lei pelo Poder Judiciário. se a inovação introduzida no sistema esvaziar a independência orgânica dos Poderes ou suas competências típicas. O doutrinador José dos Santos Carvalho Filho esclarece a questão em passagem da sua obra: "Se a pessoa responsável for entidade federativa ou autárquica (incluídas. 330. Art. os autores pleiteiam um reajuste homogêneo na porcentagem de 34.06% (trinta e quatro vírgula seis por cento) e 17. já que a ação não tem natureza indenizatória por reparação civil.28% (dezessete vírgula vinte e oito por cento). Rejeitadas as preliminares. que diz respeito ao quantum. (. X da CF/88 ressalva que esse reajuste pretendido pelos autores é matéria típica de lei. Muito diversamente. observada a iniciativa privativa em cada caso. A pretensão do fundo de direito prescreve. posto que os soldos e as gratificações. pg.. direta ou indiretamente. posto que o prazo para a cobrança de eventuais dívidas contra a Fazenda Pública não é trienal. delineiam determinada forma de relacionamento entre Executivo.). Pedro Lenza esclarece com precisão que (. 7º. 37. pois. Os autores requerem que o réu seja condenado ao pagamento da diferença entre os maiores índices de reajustes promovidos em seus soldos pelas Leis nº 7. como estão dispostos sob litígio. e. 37. os quais não foram incluídos na remuneração dos servidores. a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior à propositura da ação. o que viola frontalmente o art. cuja pretensão pecuniária se renova todo o mês em que o reajuste do soldo e a majoração na GAPM não são computados na remuneração dos autores.. diante dessa homogeneidade nos aumentos pretendidos. que o aumento dos soldos.. Verifica-se. Legislativo e Judiciário. como reclassificações.

no entanto. assim. A parte beneficiada pelo isenção do pagamento das custas ficará obrigada a pagá-las. o assistido não puder satisfazer tal pagamento. quando. o percentual de 11. no percentual de 11.Luciana Dias Damasceno . consoante art.060/50. homogênea. decorrido o prazo de recurso. O pedido de gratuidade da justiça foi deferido em decisão de fl. retroativo a março de 1994.Milton Machado do Nascimento . restar a referida condenação em honorários advocatícios suspensa. no dia 1o de março de 1994. isso seria hipótese de criação de ato normativo por órgão incompetente.98% inferior ao devido. 112. bem como a condenação do réu no pagamento das diferenças vencidas e vincendas. como padrão de valor monetário. 1. bem como expresso na Lei Federal n.8.Atos Administrativos . posteriormente convertida na Lei nº 8. 12. objetivando assegurar a incorporação aos seus vencimentos do percentual de 11.98%. aplicando o índice de correção dos salários de fevereiro de 1994. caput.98%. igualmente qualificada. conforme certidão de fls.0001 . conforme salientamos acima. os quais mencionam as datas de admissão dos autores no serviço público.AUTOR: Claudemiro Vitorio dos Santos .2006. que assim dispõe: Art. Saraiva. editou a MP nº 434. se dentro de cinco anos. nos termos da legislação civil. 2º. pg. omissão deste juízo ao condena-la. JULGO IMPROCEDENTES os pedidos dos autores. Afirmam que em 27 de fevereiro de 1994. para todas as patentes de graduação dos policiais militares. Além disso. Afirma que as eventuais perdas sofridas pelos autores devem ser analisadas no caso concreto.2011. preliminarmente. DURVAL DOS SANTOS.)(in LENZA. Assim sendo. o quanto disposto na Lei nº 8. 37. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ELIANE ANDRADE LEITE RODRIGUES (OAB 14669/BA). ACOLHENDO-O em suas razões.Nelson da Cruz Azevedo . 20.8.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . Em reanálise das razões de sentença. a contar da sentença final. acrescidas de juros e correção monetária.98%. Isto porque. em honorários advocatícios sem considerar a gratuidade da justiça concedida às fls.Processo 0083924-08. No mérito. ajuizaram Ação de Revisão de Vencimentos contra o ESTADO DA BAHIA. NELSON DA CRUZ AZEVEDO. uma vez que não cabe ao Poder Judiciário se usurpar em competência legislativa para majorar os valores das remunerações percebidas pelos autores.Pedro Turibio Bispo . por isto. Ex positis. Ed. o Estado da Bahia não respeitou o critério de conversão segundo a data do efetivo pagamento. que a concessão da gratuidade da justiça suspende o pagamento de honorários advocatícios sucumbenciais. aduz que os servidores públicos e os trabalhadores em geral possuem critérios distintos para a conversão dos vencimentos. X e 60. argüiu a insuficiência da causa de pedir..98%. 124/126. a ser convertidos em URV. o que contraria o art. 115 a 141. houver delegação por parte do poder constituinte originário (.0001 . nos termos do art. o Estado da Bahia contestou a ação às fls. 400) Ademais. 09 de maio de 2013.R. Arquive-se.. e não simplesmente mencionar o percentual de 11. o que o legislador não entendeu cabível. visto que os salários dos trabalhadores em geral passaram. reduzindo a remuneração dos acionantes.RÉU: Estado da Bahia CLAUDEMIRO VITORIO DOS SANTOS. 2011. a prescrição do fundo do direito ventilado na exordial. na medida em que efetivou a respectiva conversão. regularmente qualificado nos autos da ação cautelar agitada em face do ESTADO DA BAHIA. 40 dos autos É o relatório. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ANTÔNIO JOÃO GUSMÃO CUNHA (OAB 18347/BA).AUTOR: Marisselma Santana Fernandes de Souza . PEDRO TURIBIO BISPO. Publique-se. 12 da Lei Federal n. desde que possa fazê-lo. Merece razão as alegações do Embargante. 1. recalculando o valor das suas remunerações com base no novo reajuste. X da CF/88. RAIMUNDA DA SILVA SANTOS e JOSE NILDO HIPOLITO DA FONSECA. Logo. 2 / Página 121 ções. AYRTON BITTENCOURT LOBO NETO (OAB 16303/BA) .Processo 0078714-49. a ilegitimidade ativa das autoras Marisselma Santana Fernandes de Souza. pois tempestivos. momento no qual alegou. argüindo. Salvador(BA). Afirma que o Estado obedeceu ao Princípio da Legalidade. mas tão somente. resta esta condenação suspensa. a obrigação ficará prescrita. afirmando que a quantificação em URV dos vencimentos e soldos dos servidores públicos não levava em consideração a data do pagamento. efetivamente foi concedida a gratuidade da justiça ao embargante. opôs os presentes embargos declaratórios com o fito de sanar omissão na sentença de fls. 09 de maio de 2013. do CPC. todos da CF/88.I.05. o simples aumento delas. Devidamente citado. dispondo sobre o "Programa de Estabilização Econômico e o Sistema Monetário Nacional". posto que elas são viúvas de ex-servidores públicos estaduais. 15ª Ed. entretanto. LUCIANA DIAS DAMASCENO.880/94. 1060/50. não pode o judiciário criar. nos termos do art. Asseveram que na oportunidade sofreram lesão em virtude da redução salarial impingida. P. CONHEÇO OS EMBARGOS. verifico que assiste razão ao embargante. diretamente. não há qualquer disposição legal que preveja ou delegue a competência a um magistrado para que este retifique os valores de soldos ou remunerações instituídas por lei à uma determinada categoria de servidor público.Jose Nildo Hipolito da Fonseca . 12 da Lei Federal 1.Raimunda da Silva Santos . conforme constato dos autos. mas não comprovaram nos autos a abertura de processo de inventário e a condição de inventariantes. quando houver expressa previsão (e aí surgem as funções atípicas) e. o pedido dos autores não objetiva recompor eventuais perdas em suas remunerações. arrematando que os servidores do Executivo não podem . qualificados nos autos.880/94 para proceder com a conversão dos vencimentos. tendo em vista que os Autores são beneficiários de assistência Judiciária Gratuita. como parte sucumbente. §4º III.RÉU: Estado da Bahia . Condeno os autores no pagamento dos honorários advocatícios na razão de 10% (dez por cento) e custas processuais. Arguiu ainda.060/50. para acrescer ao dispositivo sentencial o fato do Embargante ser beneficiário da justiça gratuita e. Luciana Dias Damasceno e Raimunda da Silva Santos. sem prejuízo do sustento próprio ou da família. 14 a 111. Um órgão só poderá exercer atribuições de outro.060/50. em suma. MILTON MACHADO DO NASCIMENTO. MEG LIMA DA CUNHA (OAB 34847/BA).Disponibilização: sexta-feira. com base nos artigos. Frise-se. 12 da lei. Com a inicial foram juntados os documentos de fls.Cautelar Inominada . sendo que resta sedimentado na jurisprudência e doutrina pátria.Durval dos Santos . Requerem que seja determinado ao réu a revisão das suas remunerações. Pedro.05. 113v. no caso. oportunidade em que instituiu a Unidade Real de Valor . ou da natureza típica de outro. Salvador(BA). dados e fórmulas de cálculo que os levaram a postular o percentual de 11.MARISSELMA SANTANA FERNANDES DE SOUZA. VONNAIRE SANTOS FONSECA (OAB 32507/BA) .URV. Isso se demonstra na formulação de porcentagem única. com as formalidades de estilo.Procedimento Ordinário . 10 de maio de 2013 Cad. por força do art. o Governo Federal.. Intime-se. No caso em comento. tendo em vista terem os autores ultrapassado o prazo qüinqüenal para as ações de cobrança de dívidas contra a Fazenda Pública e sob a égide do princípio da subsidiariedade e da eventualidade prescrição parcial de três anos. já que não demonstraram os critérios.37.

Neste sentido. Rejeito a preliminar de prescrição argüida pelo Estado da Bahia. consumar-se-á a prescrição no prazo de cinco anos contados a partir do fato danoso. em relação àqueles servidores que têm a data de pagamento nos termos da liberação . Sendo referência obrigatória como valor do salário e nas contratações consolidadas a partir de então. do CPC. A redução verificada não se identifica meramente com os efeitos inflacionários. possuem legitimidade para demandar em lide cujo objeto seja remuneração integrante do patrimônio dos falecidos servidores. Arnaldo Esteves Lima. um salário menor em quantidade de URVs do que aquele recebido no mês anterior em moeda corrente. passo a decidir. O erro na conversão da URV trata-se de entendimento pacífico nos Tribunais Superiores. Os autores apresentaram réplica. arbitrada em 10% sobre o valor da condenação.) A prescrição da citada pretensão (indenizatória por reparação civil) de terceiros contra as pessoas públicas e as de direito privado prestadoras de serviços públicos passou de qüinqüenal para trienal.J. 20.." (REsp 479070 / DF . não havendo porque se falar em prescrição geral para a prosperidade da presente Ação . em fevereiro de 1994. a fim de servir como padrão de valor monetário. 3. foi instituída como padrão monetário. SÚMULA 7/STJ. consoante art. a preliminar de inépcia da inicial por ilegitimidade ativa das autoras Marisselma Santana Fernandes de Souza. CPC. pág.98%. . O Estado da Bahia. procedo ao julgamento antecipado da lide. sendo que a pretensão de sua redução encontra óbice na Súmula 7/STJ. 2007. Súmula esta proveniente de decisões reiteradas. a prescrição atinge apenas as prestações vencidas ates do qüinqüênio anterior à propositura da ação". posteriormente. Isso se deu em função da realidade de que os servidores públicos que se enquadram no art. pois. Não acolho a alegação de prescrição trienal das parcelas vencidas.880/94. Ultrapassadas as preliminares. no ano de 1994. Não havendo necessidade de dilação probatória. tudo em função da sistemática de conversão adotada. vislumbra-se a violação direta a norma constitucional do art.. SÚMULA 85/STJ. vez que demanda o reexame de matéria fática. Fontes de Alencar. independentemente de ter sido formalmente transferida. 10 de maio de 2013 Cad. O doutrinador José dos Santos Carvalho Filho esclarece a questão em passagem da sua obra: "Se a pessoa responsável for entidade federativa ou autárquica (incluídas. 498/499). XV. Esta matéria refere-se a salário. Nesse sentido. em Cruzeiro Real. adotou a data do efetivo pagamento e computou as quantias. DATA DO EFETIVO PAGAMENTO. . a conversão salarial em URV. A preliminar de insuficiência de causa de pedir arguida não merece prosperar. vez que a URV. a prescrição atinge tão-somente as parcelas anteriores aos 5 (cinco) anos que antecederam a data da propositura da ação. Colacionando. RECURSO ESPECIAL 2002/0155600-2. que teve como resultado uma perda de 11. Verifico do exame da Medida Provisória nº.). Rel. §§ 3º e 4º. É o relatório. Conforme jurisprudência firmada nesta corte. pois ela ocorreu de fato. ex vi regra do artigo 330. fórmulas ou dados sobre a obtenção do percentual pleiteado de 11. porquanto elas na qualidade de pensionistas dos falecidos servidores públicos estaduais. APELAÇÃO NEGADA. CONVERSÃO ERRONEA DE SALÁRIO EM URV. que a cada mês se renova.98%. percentual este já sedimentado pelos Tribunais Superiores. com vistas à conversão dos valores dos vencimentos dos servidores públicos de Cruzeiro para URV. 8.98% (onze vírgula noventa e oito por cento).. de que cuidou a Lei nº. tratando-se de entendimento sedimentado na jurisprudência não se faz necessário a apresentação de cálculos pelos autores. já que este valor foi o fixado pelos Tribunais Superiores no tocante à defasagem ocorrida em função da conversão dos salários para a URV em fevereiro de 1994. inciso I. CPC.910/32. como se depreende da ementa exposta: "PROCESSUAL CIVIL. O Superior Tribunal de Justiça tem assentado que. Recurso Especial 2005/0147101-2. as fundações de direito público). bem como da Lei nº. 434. rechaçando as preliminares ventiladas na peça defensiva. Rel. em valor absoluto. que sofreram desvalorização com a conversão de Cruzeiro Real em URV. REDUÇÃO DA VERBA.880/94. posto que o prazo para a cobrança de eventuais dívidas contra a Fazenda Pública não é trienal. mas sim qüinqüenal. e janeiro e fevereiro de 1994." (in Manual de Direito Administrativo. VENCIMENTOS. 17/11/2005). que dispõe que os vencimentos dos servidores públicos civis e militares são irredutíveis. Portanto. Min. A verba honorária. 475. 8.URV.J. T5. vez que se trata de matéria exclusivamente de direito. 17ª ed. a reafirmar tudo quanto exposto na exordial. do CPC.. fls. se submete à primeira hipótese. quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado. já que a ação não tem natureza alimentar nem tampouco indenizatória por reparação civil. conforme exposto em ementa transcrita: "SERVIDOR PÚBLICO. RECURSO ESPECIAL CONHECIDO E IMPROVIDO. cabendo a sua utilização nos orçamentos públicos.98 relativo à conversão dos respectivos vencimentos em URV. passando. (. 168 da CF recebem seus salários entre os dias 22 e 30 de cada mês. devemos ressaltar que a legitimidade para a causa é conferida aos titulares da relação jurídica material hipotética ou afirmada. como abaixo explicitado: "RECURSO ESPECIAL ADMINISTRATIVO E PROCESSUAL CIVIL. Rio de Janeiro: Lúmen Júris. 02/12/2003). ADMINISTRATIVO. 1. ANÁLISE CONJUNTA COM O ART. 2 / Página 122 ser contemplados por este reajuste.Direito do servidor ao percentual de 11. desta forma. REPOSIÇÃO DE 11. de trato sucessivo. Com efeito. de prescrição qüinqüenal. moeda integrante do Sistema Monetário Nacional. o STJ emitiu a súmula 85: "Súmula 85 do STJ . 37. LEI Nº. portanto. Não podendo. Recurso especial conhecido e improvido. devendo ser corrigida. 2. . foi instituída a Unidade Real de Valor . que.98%.Súmula 98 do Superior Tribunal de Justiça. está em consonância com o disposto no art. uma vez reconhecida as autoras como pensionistas dos falecidos servidores públicos. a fim de ajustar as suas remunerações no valor real devido. 8.144 a 160. nos casos em que servidores públicos pleiteiam o reajuste de 11. já que a presente demanda tem como um dos seus objetos ajustar supostas parcelas salariais dos autores." (REsp 779224 / RN.. IMPOSSIBILIDADE. simplesmente ignorar esta redução.Recurso especial que recebeu provimento em parte. 1º do Decreto nº 20. podendo ser utilizada como índice de correção.nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora. 6T. Min.98%. Vislumbra-se que a presente ação contra o Estado da Bahia. posto não ser necessário que os autores juntem aos autos quaisquer planilhas. sendo nesta hipótese sim o prazo trienal. (. D. REAJUSTE DE 11. nos termos da Súmula 85/STJ. 557. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. restando um intervalo de tempo inalcançado pela inflação.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . passo ao exame do mérito. SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL. farta jurisprudência sobre a matéria. da URV dos últimos dias dos meses de novembro e dezembro de 1993.Disponibilização: sexta-feira. VIOLAÇÃO NÃO CARACTERIZADA. PRESCRIÇÃO QÜINQÜENAL.910/32). e foi fixado o dia 1º de março para a efetiva conversão. APLICAÇÃO CORRETA DO ART. Comprovada a desvalorização. ao final. vindo a integrar o Sistema Monetário Nacional. Luciana Dias Damasceno e Raimunda da Silva Santos não merece prosperar. porque não houve modificação na situação jurídica fundamental. SERVIDORES PÚBLICOS DO JUDICIÁRIO. URV.prescrição de fundo de direito. D.880/94. Portanto. a elas é reconhecida a hipotética titularidade ativa na presente ação. É a prescrição qüinqüenal das ações contra o Estado (Decreto nº 20.

Min. 557 do CPC. 475 do CPC. possuem direito à recomposição de 11. Aplicação correta do art. 06/02/2007). JULGO IMPROCEDENTES os pedidos formulados.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . 20/03/2007). 168 da Carta Magna. ao qual não se presta o recurso extraordinário: incidência da Súmula 280.J. 14/08/2007) Entretanto. não sofrera nenhum prejuízo com a dita conversão da URV. Vislumbra-se.. Agravo regimental desprovido. A análise acerca da existência ou não de prejuízos em virtude da conversão dos vencimentos consoante orientação da Lei Estadual 11. 01/02/2005).510/94 ensejaria o reexame de matéria de prova e. Rel. Precedentes. SÚMULA 280/STF. 20. e aos membros do Ministério Público. nos termos do art.98%. por ser norma de ordem pública.880/94. 12 da lei. Agravo regimental provido. servidor público do poder executivo estadual. Direito Monetário: competência legislativa privativa da União: critérios de conversão em URV dos valores fixados em Cruzeiro Real: aplicação compulsória a Estados e Municípios.J.J. dia 5 (cinco).Disponibilização: sexta-feira. CONVERSÃO DOS VENCIMENTOS EM URV. 168 da Carta Magna Brasileira.4163. "ADMINISTRATIVO. Por conseguinte."(STF. 3. Devido o percentual de 11. REEXAME DE PROVAS. pois. na forma da lei complementar a que se refere o art. Arnaldo Esteves Lima. tendo em vista a ausência de prejuízo na conversão dos seus vencimentos e proventos em URV.J. desta forma.98%. compreendidos os créditos suplementares e especiais. CONVERSÃO DE VENCIMENTOS. no entanto. 165. consoante art. 2. estaduais e municipais.. 168. 1ª T. 168 da CF." (STJ. tendo em vista que eles foram beneficiados pela assistência Judiciária Gratuita. que os autores não possuem direito a terem seus salários reajustados no percentual 11. mas sim no último dia do mês de referência. Sepúlveda Pertence. ainda. Admissibilidade. 168 da Constituição em razão da data do efetivo pagamento 3. que trata do sistema monetário. 168 da Constituição Federal. "PROCESSUAL CIVIL. 14/08/2007).98% excluída pelo acórdão recorrido. Ex positis. pág: 286) "EMENTA: 1." (STJ RESP . Portanto. a regra de conversão de salários em URV ali prevista deve ser aplicada tanto aos servidores federais quanto aos distritais. LEI Nº 8. Rel.. consoante estabelecido no art. 11." Tendo em vista que estes agentes têm seus vencimentos e proventos estipulados e pagos com base no dia 20 (vinte) de cada mês. já que não incidiu sobre seus vencimentos e proventos a desvalorização sofrida quando da conversão dos mesmos em URV.98% não é devido aos autores. ocupam cargo na Polícia Militar do Estado da Bahia. mas trata de tema relativo ao reajuste de 11. Cezar Peluso.98% incidente nos vencimentos dos recorridos.J. por erro no critério de conversão da URV.. A recomposição de 11. a questão. AgRg no Ag 775297/RS. . 2.02. Agravo regimental que não ataca a pertinência ao caso do precedente invocado na decisão agravada. Pertence. SÚMULA 7/STJ. RE-AgR529925/RN. AgRg no Ag 807125/MG. a concessão da correção das remunerações na porcentagem da URV não pode ser estendida a todos os agentes públicos pertencentes a qualquer entidade de todos os Poderes estatais.. Recurso extraordinário: descabimento: discussão relativa à limitação temporal do pagamento do reajuste de 11. por se enquadrarem na disposição do art. 1060/50. AI-AgR 394. da forma como colocada pelo recorrente. Precedente: RE 291. Ademais. D.2002. Extraordinário conhecido e provido. É pacificado nesta Corte o entendimento de que o índice de 11.077-4/RJ. não se aplica aos do Poder Executivo. 10 de maio de 2013 Cad. Consoante uníssona inteligência sobre a matéria pelos Tribunais Superiores: "EMENTA: RECURSO. Servidor Público do Poder Executivo. Rel. 4. possui aplicação geral e eficácia imediata. Judiciário e Ministério público. seus vencimentos não são pagos nos termos do art." (STF. RE-ED-AgR529621/RN. o reajuste de 11. em duodécimos. dado que o referido percentual não se aplica ao recorrido. Min. Sendo assim. RE-ED-AgR529621/RN. Condeno os autores no pagamento dos honorários advocatícios no percentual de 10% (dez por cento) e custas processuais. DJ 14. Reajustes. 5ª T. do CPC. 168 da Constituição Federal: "Art. D.98% concedido às categorias previstas no art. D. AGRAVO REGIMENTAL EM RECURSO ESPECIAL. deve-se dar na data do efetivo pagamento. Direito Monetário: competência legislativa privativa da União: critérios de conversão em URV dos valores fixados em Cruzeiro Real: aplicação compulsória a Estados e Municípios. Ação julgada improcedente. Rel.98% concedido às categorias previstas no art. 5ª T. Extraordinário. Conversão em URV. SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL. "EMENTA: 1.19/06/2007). 2. D. o que não é permitido em recurso especial. mas apenas aos servidores dos Poderes Legislativo e Judiciário. ser-lhes-ão entregues até o dia 20 de cada mês. AGRAVO REGIMENTAL IMPROVIDO. Sepúlveda Pertence. destinados aos órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário. análise da legislação local. não prescinde do reexame da legislação local pertinente. 2 / Página 123 orçamentária estabelecida pelo art. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO. INAPLICÁVEL AOS SERVIDORES DO PODER EXECUTIVO. sendo devido apenas aos servidores públicos dos Poderes Legislativo e Judiciário e do Ministério Público. O Superior Tribunal de Justiça firmou o entendimento segundo o qual a Lei 8. Contudo. 1ªT. DJ: 30/09/2002.98% na remuneração dos servidores. que impede a incidência de diferente legislação local a respeito. inclusive aos vencimentos dos respectivos servidores.J. 2. Agravo regimental que não ataca a pertinência ao caso do precedente invocado na decisão agravada. Art.98% em suas remunerações. Os recursos correspondentes às dotações orçamentárias. A questão da limitação temporal por vinculação ao decidido na ADIn 1. Impossibilidade. Transcorrido o prazo de recurso voluntário. a qual é vinculada a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia. Min.11. pois sendo eles servidores públicos do Poder Executivo. Min. que percebem suas remunerações no dia 20 do mês. os autores pertencem ao quadro dos agentes públicos do Poder Executivo Estadual. do Ministério Público e da Defensoria Pública. conforme se infere dos contracheques colacionados aos autos. qual seja. que impede a incidência de diferente legislação local a respeito. diversamente dos demais servidores." (STF. Rel. resta esta condenação suspensa.98%. Felix Fischer. JOSÉ ARNALDO DA FONSECA. nos termos das Súmulas 7/STJ e 280/ STF. Jurisprudência uníssona e pacífica. Vencimentos.797 não foi suscitada na interposição do recurso extraordinário. 1ªT. pertencentes aos outros Poderes. COMPROVAÇÃO DE PREJUÍZO. inclusive aos vencimentos dos respectivos servidores. Min. § 9º. Direito Monetário: competência legislativa privativa da União: critérios de conversão em URV dos valores fixados em Cruzeiro Real: aplicação compulsória a Estados e Municípios. 11. D. 1ª T. "EMENTA: 1. não têm direito à reposição do percentual de 11." (STJ. Sepúlveda Pertence. Rel. inclusive aos vencimentos dos respectivos servidores. no caso sub judice. cujos vencimentos estão submetidos à norma do art. 5ªT. não se evidenciando a alegada violação ao art.188.10. 1. ANÁLISE DE LEI LOCAL. 1ª T. resultante do errôneo critério de conversão utilizado pela Administração. caput." (STF. 168 da Constituição em razão da data do efetivo pagamento 3.880/94. ADMINISTRATIVO. Rel.797 não foi suscitada na interposição do recurso extraordinário. D. 168 da Constituição Federal. 8.. mas trata de tema relativo ao reajuste de 11. que impede a incidência de diferente legislação local a respeito. Min.98% só é devido aos servidores públicos federais do Legislativo. Agravo regimental improvido.98%. A teor da pacífica e numerosa jurisprudência. URV. A questão da limitação temporal por vinculação ao decidido na ADIn 1.

sobre o tema. Aduzem os autores que são policiais militares da ativa escalados no interior do Estado da Bahia.Albérico de Siqueira Araújo . MEG LIMA DA CUNHA (OAB 34847/BA) . No mérito. o que inviabiliza impor aos mesmos que se concentrem em determinado local apenas para se alimentarem em conjunto. É o relatório. os autores formularam pedido de pagamento retroativo do benefício de auxílio alimentação desde à época em que foi instituído esse direito com a Lei n° 7. tendo em vista que resta evidenciado do quanto disposto na petição inicial de fls. a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior à propositura da ação. 291/315. 384 a 396. fazendo incidir sobre o pagamento as atualizações financeiras devidas. MANOEL SANTIAGO SOUZA FILHO.910/32. o Estado apresentou Contestação às fls. no voto proferido no RE 37.Edinaldo Souza Sena . sendo assim a prescrição vai incidir apenas sobre as verbas que não foram pleiteadas em tempo hábil e não sobre o direito em si.990/01. já qualificados nos autos. e não o pagamento em pecúnia. inciso V. mas que esse é disponibilizado in natura. 02/09 que. contra o ESTADO DA BAHIA. bem como as alegações do Réu em sede de Contestação. Regularmente citado às fls.990/01). requerendo a incorporação do auxílio alimentação em seus vencimentos. 197/220. sustentam.Jeronino Santana do Nascimento . reconhecer o pagamento desse benefício. remetendo-os. e com isso o valor a ser incluído à título de reajuste. mas ainda não lhe foram pagos os valores retroativos ao longo deste período em que ficaram sem receber qualquer auxílio alimentação. reafirmando o quanto alegado na exordial. desde abril de 2008. sendo que apenas em algumas unidades da Polícia Militar é que existem Ranchos que fornecem alimentação aos policiais militares.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . 14/38. 261/285. Sendo assim. JERONINO SANTANA DO NASCIMENTO e EPIFANIO DE SOUZA NETO. e que não existe qualquer previsão legal que o obrigue a ser prestado através de pecúnia. até abril de 2008. em 2001 até abril de 2008. para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20. Entendem que essa disparidade entre os policiais militares da capital e os do interior do Estado da Bahia viola o princípio constitucional da Isonomia. Acompanharam a inicial os documentos de fls. os quais não foram majorados na remuneração dos servidores. requerem o recebimento retroativo do auxílio alimentação.R. devidamente corrigidos. não há qualquer incongruência no pleito formulado pelos autores. que trabalham em diferentes serviços ostensivos. Às fls. quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado.2011. asseveram que após o Estado. desde 2001. posteriormente. Diante disso.Mario Jose Galvao Moreira Manoel Santiago Souza Filho . Alegou o Estado ainda que. passo a decidir. são prestações periódicas devidas pela Fazenda Pública.Marinalva de Souza Coelho . bem como o pagamento retroativo de tais valores. ora réu. STF. durante determinado período o Auxílio Alimentação. A preliminar de incongruência entre a causa de pedir e o pedido não merece prosperar. as preliminares deduzidas. continuou a ser fornecido sob a forma de refeições. existe na presente ação pretensão resistida. argüindo preliminarmente a inépcia da exordial diante da incongruência entre a causa de pedir e o pedido. porquanto os autores pleiteiam o pagamento de benefício previsto na Lei n° 7. os autores estão pretendendo com essa ação se beneficiar da percepção em pecúnia de valores relativos ao auxílio alimentos por meio de uma decisão judicial que faça suprir a vontade política e discricionária da Administração Pública. necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves.990/01.I. 46/114. foi incorporado esses valores nos vencimentos dos autores a partir de abril de 2008. A preliminar de prescrição do fundo de direito também não pode ser acolhida em razão de esta ação ser fundada em relação jurídica de trato sucessivo. bem como o pagamento do valor correspondente a esse benefício de forma retroativa. configurando uma verdadeira usurpação de competências constitucionalmente asseguradas e violando o firme entendimento jurisprudencial demonstrado na Súmula 339.MARINALVA DE SOUZA COELHO.AUTORA: Marcia Silva da Cunha . 10 a 380. do Estatuto dos Policiais Militares da Bahia (Lei 7. A preliminar de ausência de interesse de agir não merece prosperar. SILVERIO CUSTODIO DA SILVA. Lei nº 7. como a que está sob litígio. sustentou o Estado que o princípio da isonomia deve ser analisado sob a perspectiva de seu sentido jurídico e não material. 120/163. Argúi preliminarmente ainda. contudo. não recebendo.05.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . porquanto no caso concreto.Antonio Carlos Santos Moura . conforme previsto no Decreto nº 20. 398 a 407. tendo em vista que todos os policiais militares recebem auxílio alimentação. entre os quais estão os autores. quanto tal direito foi concedido aos policiais militares pelo denominado Estatuto dos Policiais Militares do Estado da Bahia.Processo 0083960-50. Salvador(BA).Procedimento Ordinário .Disponibilização: sexta-feira. alínea "d".743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a . não foram pagos em determinado lapso temporal em que já lhes era garantido o direito a tal recebimento.0001 . Argüiu também a ausência de interesse de agir em face da inexistência de lide. quando ocorreu a incorporação definitiva dessa vantagem na remuneração dos autores. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: VONNAIRE SANTOS FONSECA (OAB 32507/BA). 10 de maio de 2013 Cad. ajuizaram AÇÃO ORDINÁRIA. quando foi estendido o recebimento do auxílio alimentação também aos policiais lotados no interior do Estado da Bahia. Afirma que em relação aos policiais militares lotados no interior. 226/256. Trata-se de Ação Ordinária com espeque no artigo 92. com destaque para os contracheques de fls. posto que a verba remuneratória. LILIAN DE NOVAES COUTINHO FIUZA (OAB 13003/BA). a prescrição do fundo de direito.Silverio Custodio da Silva . 382v. 09 de maio de 2013. MARCIA SILVA DA CUNHA.381 foi deferido o pleito de gratuidade da justiça.990/01.Epifanio de Souza Neto . MARIO JOSE GALVÃO MOREIRA. 2 / Página 124 arquivem-se os autos. posto que há alegação de um direito dos autores que não foi observado pelo réu em determinado período. Afirmam que somente no ano de 2008 é que o benefício do auxílio alimentação foi estendido também aos policiais militares que exercem atividades no interior da Bahia. como é o caso dos autores. EDINALDO SOUZA SENA.8. Nesse sentido. Afirma que a regra dentro da Polícia Militar da Bahia é o fornecimento direto de refeição aos militares em serviço. Em réplica de fls. ao SECAPI. tendo em vista que entendem que os autores não indicaram o período para pagamento retroativo do benefício ora pleiteado. ANTONIO CARLOS SANTOS MOURA. P. o modo de pagamento do auxílio alimentação aos policiais militares da Capital se justificou em virtude da grande dimensão espacial da cidade de Salvador. cujo direito se renova mensalmente. rechaçaram os autores. ALBERICO DE SIQUEIRA ARAUJO.RÉU: Estado da Bahia . Conforme claramente disposto na Súmula 85 do STJ: "Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora. 168/191. Portanto." Assim.910/32. 321/344 e 351/380. na qual os Requerentes buscam a percepção e incorporação aos seus vencimentos das verbas de auxílio-alimentação. o qual.

já recebiam em períodos anteriores a abril de 2008 o auxílio alimentação em pecúnia.990/01 até a data que efetivamente começaram a serem-lhes pagos tais valores referentes a esse benefício. contudo. ou seja. o auxílio-alimentação deve ser estendido a todos os Policiais Militares. A questão que se coloca. Assim. Em razão disso. direito a gratificação por prestação de serviço especial etc. Diante disso.Disponibilização: sexta-feira. instituído pela Lei nº 7.ou pode ser através de pagamento de subsídio a cada Policial Militar. 120/163. em atividade. através de subsídio ou em pecúnia. 321/344 e 351/380. Marinalva de Souza Coelho. tudo atualizado monetariamente e com juros de mora. 197/220.ou seja. 92. Prevê o art. Condeno os autores Márcia Silva da Cunha e Antonio Carlos Santos Moura no pagamento de honorários no valor 10% (dez por cento) sobre o valor da causa. condeno o Estado da Bahia no pagamento dos honorários advocatícios no percentual de 5% (cinco por cento) sobre o valor da condenação. de acordo com esse conjunto probatório. a priori. remeta-se para reexame necessário. 226/256. pelos autores em período anterior ao ano de 2008. Silverio Custodio da Silva. relativamente às parcelas vencidas. na forma de subsídio. 20 do CPC. aqui. em termos quantitativos. Jeronino Santana do Nascimento e Epifanio de Souza Neto. Silverio Custodio da Silva. todos residentes no interior da Bahia. verifico que os autores Márcia Silva da Cunha e Antonio Carlos Santos Moura.R. Alberico de Siqueira Araujo. Jeronino Santana do Nascimento e Epifanio de Souza Neto pelo auxílio alimentação. por configurar relação de trato sucessivo. cuja finalidade é a de ressarcir despesas a que o servidor seja obrigado em razão do serviço. aos Policiais Militares. pelo seu não reconhecimento inequívoco. o pagamento retroativo de valores referentes ao auxílio alimentação. através dos seus Ranchos de alimentação ou mesmo convênio com órgãos públicos ou empresas particulares que visem fornecer alimentação aos milicianos . prescrevendo apenas as parcelas vencidas há mais de 5 (cinco) anos. diante do reconhecimento da prescrição qüinqüenal. entendo que. Tampouco consta dos autos qualquer regulamentação administrativa da matéria que limite esse benefício. em direito administrativo. 09 de maio de 2013. Diante dessa norma. da documentação acostada não verifico o fornecimento dessa obrigação na forma in natura em nenhum momento. 2 / Página 125 modificações que se admitem em relação a esta situação jurídica fundamental. é quanto à forma desse cumprimento de obrigação legal por parte do Estado da Bahia. no conjunto de todos os pedidos da ação. fornecido aos policiais militares durante o serviço. sustentam na exordial que não receberam tal benefício a partir de sua implementação em 2001. seja na forma de pagamento de subsídio. não faz alguma distinção de jornada de trabalho mínima para fazer jus a esse auxílio.I.. conforme orientação do §4 do art. Pois bem. razão pela qual não vislumbro qualquer parcela referente a esse benefício a ser concedida a esses autores. Com efeito.São direitos dos Policiais Militares: (. com fulcro no art. Estado da Bahia. do CPC. não há prescrição do fundo de direito. 10 de maio de 2013 Cad. e qual o lapso temporal em que cada um dos autores faz efetivamente jus a tal verba indenizatória.) V. esta perda não representa uma grande sucumbência. 168/191. P. nas condições ou nas limitações impostas na legislação e regulamentação peculiares: (. Entretanto. Silverio Custodio da Silva. Por esta razão. observando-se a prescrição qüinqüenal. Verdadeiramente. Mario Jose Galvão Moreira. a partir de 17/08/2006 até a efetiva implementação em abril de 2008. Compulsando-se os autos. em cinco anos da data da violação dele. ou mesmo se deixou de fornecer a alimentação em épocas passadas. Rejeitadas as preliminares. 291/315. 475. a Lei nº 7. Nítido está que o caso sub examine se coaduna com a segunda hipótese. ano a ano. depreende-se que o direito à alimentação é uma garantia assegurada aos policiais militares do Estado da Bahia desde o ano de 2001 e que pode ser prestado alternativamente ou como refeições in natura ou por subsídios. observo às fls. Mario Jose Galvão Moreira. "d". Manoel Santiago Souza Filho. se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis). V. inciso I. parágrafo único. Marinalva de Souza Coelho. o auxílio alimentação é um benefício.. garantido ao policial militar. qual seja. fizeram prova do recebimento do auxílio alimentação. Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele. Esses subsídios pleiteados só serão devidos pelo réu se ele deixar de fornecer alimentação in natura aos Autores. do CPC. para se verificar se o Réu deixou (ou ainda deixa) de adimplir com sua obrigação seja na forma in natura. diretamente pela PMBA. cada situação dos Autores deve ser analisada com acuidade. agora.990/01. ex vi do art. porém. passo ao exame do mérito. assim entendida as refeições ou subsídios com esse objetivo. Vislumbro que os autores Edinaldo Souza Sena. mês a mês. Marinalva de Souza Coelho. renasce cada vez que este é devido (dia a dia. da Lei nº 7..) d) a alimentação. a partir de abril de 2008. os Autores. que. Apesar dos esforços do réu em erigir convencimento no primeiro sentido. 14/38 e 261/285. apenas a partir de abril de 2008. em virtude de entenderem que fazem jus a tal verba indenizatória a partir da lei que a implementou. via subsídio. Jeronino Santana do Nascimento e Epifanio de Souza Neto decaíram de parte ínfima do total de pedidos formulados não obstante. e. No caso concreto. diante dos contracheques de fls. por isso.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . é obrigação do Réu arcar com esse direito e fornecê-la durante o serviço. A lei. reenquadramentos. como reclassificações. Saliente-se. Manoel Santiago Souza Filho. Após o transcurso do prazo de recurso voluntário. e que tem natureza indenizatória. direito a adicionais por tempo de serviço. cuja pretensão pecuniária se renova todo o mês em que o valor do benefício ora pleiteado não é computado na remuneração dos autores. de modo que entendo que esses autores sucumbiram em parte ínfima. mesmo aqueles que possuem jornada de trabalho inferior a 40 (quarenta) horas diárias. até abril de 2008. Mario Jose Galvão Moreira. Com efeito. tem razão o Réu ao defender que esse cumprimento pode ser in natura . conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento. essas duas espécies são possíveis. 92 . que diz respeito ao quantum. observamos que os autores pleiteiam em face do réu. Salvador(BA). que os autores Edinaldo Souza Sena. Sem custas. Manoel Santiago Souza Filho. Alberico de Siqueira Araujo. e sua pretensão. 21. que o Réu não demonstrou a contraprova quanto ao recebimento do auxílio alimentação. qualquer subsídio a título de auxílio alimentação e por isso pleiteiam a incorporação desse subsídio às suas remunerações. Daí porque. Alberico de Siqueira Araujo. A pretensão do fundo de direito prescreve. o qual demonstrou que apenas a partir de abril de 2008 esse auxílio alimentação foi prestado na forma prevista em lei JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE os pedidos condenando o ESTADO DA BAHIA a indenizar aos autores Edinaldo Souza Sena. sucumbiram significativa parcela dos valores pleiteados à título de auxílio alimentação.. É preciso notar. in verbis que: Art. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito .990/01. 46/ 114. Tendo em vista essa exigência legal. pois o réu é isento. de acordo com o quanto previsto no dispositivo legal acima.

Conjuntamente com a peça inaugural. 330. Esclarece que. alteração. 2 / Página 126 ADV: ANTONIO OTTO CORREIA PIPOLO (OAB 6973/BA). arguindo.Disponibilização: sexta-feira. preliminarmente. posto que as gratificações. no voto proferido no RE 37. cujo direito se renova mensalmente.910/32. DJALMA ROCHA VIANA. na referência III. do CPC. explica sobre o sistema remuneratório dos servidores públicos afirmando.743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a modificações que se admitem em relação a esta situação jurídica fundamental. PAULO AUGUSTO DOS SANTOS CUNHA. quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado.1999. a qual é da competência do Poder Executivo. Desta forma. bem como da análise das condições. ex vi art. EDUARDO OLIVEIRA BISPO. Além disso. também por este motivo.145/97. ou seja. diante da observância da Lei nº 9. com o escopo de receber em sua remuneração a GAPM no nível V. requerem que seja determinado ao réu a incorporação da GAPM na referência V nos seus vencimentos. o Mandado de Injunção não é via adequada a fim de obter o bem da vida pleiteado. requer que em caso de procedência do pleito dos autores se observe no cálculo da diferença requerida. a contar de maio de 2005.2011.749/97. sobre o tema. nos termos do art.8º da Lei nº 7. Aduzem serem servidores públicos policiais militares. esta não pode ser acolhida. inciso II. CARLOS ALBERTO RAMOS VIEIRA. A preliminar de carência de ação por falta de interesse processual.12. o que também não se verificou. a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior à propositura da ação.8. fl. DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA) . prescindindo da produção de prova em audiência ou qualquer instrução de outra espécie. a sua apreciação refoge da competência do Judiciário. com qualificação nos autos. vieram os documentos de fls.Atos Administrativos .Antonio Carlos Dantas da Silva . porquanto não foi demonstrado comprovadamente nos autos nenhum prejuízo para a defesa. como reclassificações. quando os autores já fazem jus ao percebimento da GAP na referência V.209/04.0001 .46. da análise de requisitos subjetivos. bem como se dificultar o exercício do direito de defesa. sendo assim a prescrição vai incidir apenas sobre as verbas que não foram pleiteadas em tempo hábil e não sobre o direito em si.10. suspensão. de acordo com o art. explicitando a forma de percepção e alteração da GAPM para níveis superiores na forma dos requisitos exigidos e descriminados objetivamente especificados. Por fim.Dejair Menezes .Genario Alves Maria . atualmente pago. são prestações periódicas devidas pela Fazenda Pública. a prejudicial de mérito relativa à prescrição quinquenal nos termos do art. e com isso o valor a ser incluído à título de reajuste. Os autores apresentaram réplica às fls. 105/123. Regularmente citado. já que.11. o posto ou graduação ocupado pela parte autora em cada mês. uma vez que não há regulamentação acerca da alteração de referência da GAPM para os níveis IV e V. a inexistência de interesse processual. 10 de maio de 2013 Cad. o que não é o caso. uma vez que. Alega ainda. entendem que o Estado da Bahia estaria descumprindo a citada legislação. Este diploma legal estabeleceu cinco referências de pagamento desta vantagem. laborando em regime de quarenta horas semanais. 97/101. juntando documentos de fls.RÉU: Estado da Bahia .Reginaldo Santana Ribeiro . e ratifica o quanto constante na inicial. tendo em vista o quanto disposto no art. em que atacam as preliminares argüidas e demais alegações tecidas pelo réu em sua resposta. o juiz pode limitar o número de sujeitos que formam um litisconsórcio facultativo desde que o número excessivo de pessoas comprometa a rápida solução do processo. impugnou o percentual de 20% (vinte por cento) dos honorários advocatícios requerido pelos autores. JOSENILDO CONCEIÇÃO DE SOUZA. atributos e desempenho pessoal do servidor policial militar. §1º da Lei nº 1. para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20. o Réu apresentou contestação de fls. GENARIO ALVES MARIA. dentre outras coisas. §2º da Lei nº 7.George Ribeiro da Silva . IV ou V. É o relatório. diferente do quanto explanado pelo réu.910/32.145/97. e.1º do Decreto nº 20. propuseram Ação Ordinária. Torna-se imperativo o julgamento antecipado da lide. que majorou o valor da devida gratificação em conformidade com as diferentes graduações na escala hierárquica dos policiais militares.749/97 para regulamentar os artigos 6º e 9º que estabelecem como requisito para a percepção das referências III. IV e V o cumprimento de jornada de trabalho de 40 (quarenta) horas semanais. CARLOS ALBERTO DE SANTANA.749/97. reenquadramentos. DEJAIR MENEZES. I.Carlos Alberto de Santana . é condicionada à disponibilidade dos recursos alocados para custeio da vantagem na posição referencial mencionada. modificação ou cancelamento da Gratificação de Atividade Policial Militar é sempre praticada por ato administrativo fundado em poder discricionário.Jorge Silva Almeida . Afirmam que em agosto de 1997 foi editada a Lei nº 7. 7º. frente à omissão do Poder Público. a concessão da GAPM em níveis IV e V já se encontra regulamentada no Decreto nº 6.Jose Fernando Costa . Dessa forma. visando substituir as vantagens anteriormente existentes. os quais não foram majorados na remuneração dos servidores. o excessivo número de litisconsortes na mesma demanda.05. com o objetivo de compensar os riscos inerentes ao exercício da atividade policial e os riscos dele decorrentes.Processo 008433988.Ionaldo Santana Nunes . Asseveram que do art. 84. direito a gratifi- .Adroaldo Cardoso da Silva . uma vez que estaria pagando aos autores a GAP na referência III.Procedimento Ordinário . bem como o pagamento retroativo das diferenças entre o nível V desta vantagem e o nível III. Pedido de gratuidade da justiça deferido às fls. WALDEMAR BISPO DE MATTOS. GEORGE RIBEIRO DA SILVA. não cabendo o Poder Judiciário atuar como legislador positivo.Carlos Alberto Ramos Vieira . IONALDO SANTANA NUNES. contra o ESTADO DA BAHIA.060/50. o que gera prejuízo à defesa e ao célere julgamento dessa ação. sob pena de enriquecimento sem causa. 86v.JORGE SILVA ALMEIDA. 13/82. A preliminar de limitação no número de litisconsortes ativos facultativos não merece prosperar. Passo a decidir.Djalma Rocha Viana . salienta que em face do Princípio da Eventualidade e da concentração da defesa. que a concessão. parágrafo único. Afirmam fazer jus ao GAP em nível V a partir da data de 04. que criou a GAPM. foi editado o Decreto nº 6. a concessão de GAPM. 88/96. Apesar disso. Conforme claramente disposto na Súmula 85 do STJ: "Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora.AUTOR: Waldemar Bispo de Mattos .Eduardo Oliveira Bispo Francisco de Assis da Silva . tendo em vista que no caso em comento a questão de mérito é unicamente de direito. como a que está sob litígio. JOSE FERNANDO COSTA." Assim. do CPC. FRANCISCO DE ASSIS DA SILVA. ADROALDO CARDOSO DA SILVA.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . No mérito.Paulo Augusto dos Santos Cunha . REGINALDO SANTANA RIBEIRO e JOSE CARLOS SILVA SANTOS. direito a adicionais por tempo de serviço. ANTONIO CARLOS DANTAS DA SILVA. necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves. A preliminar de prescrição também não pode ser acolhida em razão de esta ação ser fundada em relação jurídica de trato sucessivo.Jose Carlos Silva Santos . tendo em visto o quanto disposto no art. do Decreto nº 6.Josenildo Conceição de Souza .145/97. tendo em vista se tratar a demanda de matéria exclusivamente de direito.

somente poderá ser efetuada após decorridos 12 (doze) meses da última concessão.749/97. o ato administrativo que reajusta a GAPM para nível superior não possui natureza de ato vinculado. 9º do mesmo retro referido Decreto: Art. independentemente do nível. Alegam. na forma prevista na legislação estadual. inclusive. entre eles se inclui a existência de recursos financeiros para tanto.145/97. se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis). pode-se concluir que o autor faz jus. prescrevendo apenas as parcelas vencidas há mais de 5 (cinco) anos. Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele. 6º da Lei nº 7. desde que decorrido tal lapso temporal. a legislação estadual destina a GAPM II. conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento. O que em verdade não pode. A pretensão do fundo de direito prescreve. deliberará sobre o pedido ou determinará a sustação do procedimento.A revisão da referência de gratificação concedida. como afirma o autor. vislumbra-se que os autores já percebem a Gratificação de Atividade Policial Militar. mês a mês. IV e V. Da análise dos autos e dos documentos a estes acostados. Neste caso. deve se ater à referência a ser percebida neste lapso temporal. por configurar relação de trato sucessivo. suposto imperativo legal contido na Lei nº 7. dependendo de prévio pronunciamento do diretor do órgão estrutural da Corporação da unidade de lotação do policial requerente. ouvida previamente a Diretoria responsável pelo acompanhamento e controle da despesa. 1º do Decreto nº 6. posto haver a aferição de inúmeros requisitos.Será competente para concessão e alteração da vantagem disciplinada por este Decreto. em cinco anos da data da violação dele.749/97 e art. quando não recomendada por motivo de alteração do regime de trabalho. A discussão. mas apenas limitação temporal ao poder que o Administrador Público possui de conceder tal revisão. O autor alega que sua jornada de trabalho é de quarenta horas semanais. mas de ato discricionário. 10º. consoante caput do art. o Comandante Geral da Polícia Militar. Sendo assim. somente mediante requerimento administrativo ao Comandante Geral da Polícia Militar.16. e não existindo obrigação de a cada 12 (doze) meses ocorrer a modificação da referência da GAPM a outra imediatamente superior. justificada na necessidade de serviço. Contudo. a dos níveis III. Entretanto. já foram atendidos. por necessidade absoluta do serviço. a juízo do Governador do Estado. Nítido está que o caso sub examine se coaduna com a segunda hipótese. devidamente instruída e com o pronunciamento do Diretor do órgão estrutural da Corporação onde esteja alocada a unidade em que serve o policial militar. a fim de obter a revisão de nível perseguida. na forma dos arts. Apesar dos esforços do réu em erigir convencimento no primeiro sentido. havendo apenas a alteração quanto à jornada de trabalho. in verbis: Art. o que significa que todos os requisitos ensejadores para o seu recebimento. 9º . que requerê-la por meio de processo administrativo. 8º .145/97 que fixam os níveis de percebimento da GAPM. 10 de maio de 2013 Cad. e sua pretensão. a perceber a Gratificação de Atividade Policial Militar em nível III. Cabe ao Poder Judiciário intervir diante da ilegalidade no procedimento descrito no Decreto nº 6.A proposta referida neste artigo será encaminhada à autoridade competente para deliberação. ano a ano. que possuem direito ao reajuste pretendido. Sendo assim.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . 8º ao 10º do Decreto Regulamentador. bem como a incorporação da GAPM V em suas remunerações. mas apenas não poderá conceder novo reajuste antes dos 12 meses subseqüentes da última alteração. e. passo ao exame do mérito. os autores invocaram o atendimento de dois critérios legais: carga horária de 40 (quarenta) horas semanais e o lapso temporal de 12 (doze) meses da última concessão do benefício da GAPM. se faz necessário a análise de diversos requisitos legais a ser promovida interna corporis pela autoridade administrativa competente aludida. pelo seu não reconhecimento inequívoco. assim como nos seus arts. cuja pretensão pecuniária se renova todo o mês em que o valor do reajuste ora pleiteado não é computado na remuneração dos autores. 8º do Decreto mencionado. e seu Decreto nº 6. Parágrafo único . por meio da apresentação da proposta de alteração pelo superior hierárquico imediato do servidor. conforme se vislumbra do dispositivo mencionado. Posto que. 3º. 8º. os autores. Os requisitos para a aferição do benefício constam do art. se lhe parecer incabível a providência ou . entretanto. Da fundamentação jurídica disposta na exordial para respaldar o pagamento das diferenças da GAPM do nível III para o V. portanto. possui natureza permanente. Contudo. à vista de proposta fundamentada apresentada pelo superior hierárquico do servidor indicado.145/97. da leitura do art. não há prescrição do fundo de direito. a revisão da referência da gratificação concedida. Os autores utilizam como principal fundamento para os seus pedidos.749/97 em seu art. se adequar ao quanto disposto no Capítulo III do Decreto referido. À luz do Decreto Regulamentar nº 6. Destarte. 8º . não existe nesta norma um requisito para a alteração da referência da GAPM para outra superior. para os servidores com jornada de trabalho de 30 (trinta) horas semanais e. Poderá fazê-la. no mínimo. ou seja. se o servidor. dos contracheques de fls. A Gratificação de Atividade Policial Militar é uma vantagem genérica. Sendo assim. in verbis: Art. Do que se pode constatar que para todos os níveis de GAPM os critérios de aferição são os mesmos.O Comandante Geral da Polícia Militar. posto que o mencionado diploma legal prevê lapso de 12 (doze) meses para a ocorrência de cada novo reajuste da GAPM para nível superior. Portanto. por isso. que diz respeito ao quantum.861/97. conforme art. renasce cada vez que este é devido (dia a dia. para que seja alterada para o nível V. cuja competência para tanto é designada em lei. tal decisão cabe ao Comandante Geral da Polícia Militar.145/ 97. 9º. revelando que além de genérica.Dos critérios para concessão da gratificação de atividade policial militar.Ressalvados os casos de alteração de regime de trabalho. sob pena de ferir o Princípio da Separação de Poderes. 13. e casos especiais.749/97. atingindo os 12 (doze) meses da última alteração não estará a autoridade competente obrigada a efetuar reajuste para nível superior. em especial. Capítulo II . Desta forma. percebe-se claramente que tal lapso temporal de 12 (doze) meses se trata de limite imposto ao Administrador Público para a realização de cada possível novo reajuste para os níveis superiores da GAPM. 12. afirmação esta não impugnada pelo réu. Rejeitadas as preliminares.64/82. concedida a todos os servidores pertencentes à Corporação Policial Militar Baiana. discriminados no Decreto nº 6. somente poderá ser efetuada após decorridos 12 (doze) meses da última concessão. para aqueles cujo regime seja de 40 (quarenta) horas semanais. da Lei nº 7. cabe aos autores requerer administrativamente. Art. que trata do procedimento administrativo próprio para a aquisição do reajuste pretendido. como preceitua o art. 3º. para outra superior. para atribuição de outra imediatamente superior. 8º da Lei nº 7.Disponibilização: sexta-feira. o pedido de incorporação da GAPM em nível V em seus vencimentos não poderá ser concedida. alegam que foi por ela contemplado em referência inferior ao que dizem fazer jus. além de estar fundada no contracheque de fls. é o Poder Judiciário conceder aumento no nível desta parcela remuneratória ao alvedrio do Poder Executivo. 2 / Página 127 cação por prestação de serviço especial etc. em direito administrativo. 7º do Decreto referido. e no art. que não pode ser inferior a 12 (doze) meses.

interposto pelo Estado da Bahia. 26 DA LEF.Leticia Maria Silva Gonçalves .8. resta esta condenação suspensa. 1. 2. não está relacionada a reajuste anual dos proventos a fim de corrigir o seu valor aquisitivo.8. em 19/04/2013. Intime-se. Ex positis. POSSIBILIDADE. É o relatório. in verbis: "a desistência da execução fiscal. EUGÊNIO LEITE SOMBRA (OAB 14289/BA) . em consonância à pacificada jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça.Dívida Ativa . Sobre o tema. posto inexistir ato vinculado ao reajuste da GAPM para o nível V. não há qualquer razão lógica e jurídica que albergue o pedido do embargante para isentá-lo da condenação em custas e honorários advocatícios sucumbenciais. EXCEÇÃO DE PRÉ-EXECUTIVIDADE.0001 .EMBARGADO: Dicel Refeicoes Industriais Ltda . conforme tudo quanto já explicitado. MARCOS MARCILIO ECA SANTOS (OAB 14528/BA).Embargos a execucao .05.Processo 010056894.0001 . daí porque não há o que ser alterado. Não merece razão as alegações do Embargante. DEYSE DEDA CATHARINO GORDILHO (OAB 5397/BA). Da mesma forma. A parte beneficiada pelo isenção do pagamento das custas ficará obrigada a pagá-las. e fls. a obrigação ficará prescrita. 159. decisão em sua totalidade.A DICEL REFEIÇÕES INDUSTRIAIS LTDA. devendo. 26 da Lei n. editou-se a Súmula n. verifico que assiste razão ao embargante. 1. 12 da lei. sendo que a execução dos mesmos fica suspensa por força do art. tendo em vista que os Autores são beneficiários de assistência Judiciária Gratuita. opôs os presentes embargos declaratórios com o fito de sanar contradição e omissão na decisão em outro embargos de declaração também agitado pela embargante. 1. Salvador(BA). omissão deste juízo deixar de condenar o Município de Salvador em honorários advocatícios.EMBARGANTE: Estado da Bahia . Em reanálise das razões de sentença. arquivem-se os autos. a contar da sentença final. 09 de maio de 2013. Por não fazer jus os autores ao reajuste pleiteado. EXECUÇÃO FISCAL. se dentro de cinco anos. ocorrido. 153/STJ. O entendimento desta Corte é no sentido de que a desistência da execução fiscal. TRIBUTÁRIO. 12 da Lei Federal n. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ANTONIO ERNESTO LEITE RODRIGUES (OAB 14417/BA). verifico que não assiste razão à Embargante. sem prejuízo do sustento próprio ou da família. Salvador(BA). em suma. Salvador (BA). É o relatório. Discute-se nos autos a possibilidade de condenação da Fazenda Pública Municipal ao pagamento de verba honorária. não há por que haver concessão de pagamento retroativo. Recebo o recurso de apelação. no corpo da sentença não foi tratado o regime de horas de trabalho das demandantes.Maria Bernadete Neves Santos . nos termos do art.Joana Angelica Guimaraes Santos Bispo . 2 / Página 128 se informada a insuficiência de recursos para seu atendimento. de forma a retribuir maior dedicação nas atividades prestadas ao serviço policial. 09 de maio de 2013. após a formalização do contraditório.830/80.0001 . já que para ser deferido depende do reconhecimento do pedido principal.R. a última ser desconsiderada e desentranhada dos autos.Vera Lucia Neves Santos . CONHEÇO OS EMBARGOS. posteriormente.Moyses Barreto dos Santos . 08 de maio de 2013. remetendo-os. ao SECAPI. Transcorrido o prazo de recurso voluntário. portanto. regularmente qualificado nos autos da ação de execução de título extrajudicial. ART. igualmente qualificada. todavia.O alegado erro material pela parte autora não procede. em suma. ou seja. porém REJEITO-OS em suas razões. Ipsis litteri o embargo de declaração anterior. mesmo estando a mesma sob o pálio da gratuidade da justiça. por cancelamento da CDA. igualmente qualificada. 37. Publiquese. a concessão da gratuidade NÃO IMPEDE A CONDENÇÃO EM HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . 393/415. ANDRÉ MONTEIRO DO REGO (OAB 7653/BA). em seu duplo efeito.2011.Celia Gomes Leite . não obstante o que dispõe o art. após o oferecimento dos embargos não exime o exeqüente dos encargos da sucumbência". no prazo de quinze dias. em reanálise dos autos.Processo 0089872-28.Disponibilização: sexta-feira. JOSÉ BORBA NETTO (OAB 22939/BA) .Processo 009751282. Novamente. 1060/50. mantendo a r. pois tempestivos. momento no qual alegou. desde que possa fazê-lo.I. Por tudo isto.2009. INAPLICABILIDADE.060/50 que dispõe EXPRESSAMENTE: Art. fls. posto que. Como exaustivamente demonstrado através de jurisprudência e do quanto expresso na Lei Federal n. a extinção da execução.AUTOR: Municipio do Salvador . como parte sucumbente. ainda que a exequente tenha reconhecido o pedido formulado pela contribuinte em sede de exceção de pré-executividade.749/97.05. qual seja. 369/391. mas apenas a conceder benefício maior àqueles que angariassem preencher os requisitos necessários. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ALFREDO CAMPOS NETO (OAB 26995/BA).05. tempestivamente. ainda. 7º do Decreto Estadual nº 6. não exime a exequente do pagamento da verba honorária. CONDENAÇÃO EM CUSTAS E HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. AGRAVO REGIMENTAL EM AGRAVO. opôs os presentes embargos declaratórios com o fito de sanar omissão na sentença de fls. julgo IMPROCEDENTES os pedidos formulados pelos autores. em honorários advocatícios no percentual de 2%. Assim vem reiteradamente julgando o STJ: PROCESSUAL CIVIL. repetindo. 10 de maio de 2013 Cad. P.RÉU: Estado da Bahia . Condeno os Autores ao pagamento das custas e honorários advocatícios que fixo em 10% (dez por cento) sobre o valor atribuído à causa. agitado pelo Município de Salvador. regularmente qualificado nos autos dos embargos à execução movido pelo ESTADO DA BAHIA. Intime-se a autora a fim de que possa ofertar contra-razões de apelada. através da interposição de exceção de pré-executividade. não incide sob o caso em exame o art.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . a previsão do lapso temporal de 12 (doze) meses no art. o reajuste da GAPM para o nível V.060/50. O mesmo raciocínio pode ser utilizado para possibilitar a condenação da Fazenda Pública exequente em honorários advocatícios quando a extinção da execução . momento no qual alegou. Merece razão as alegações do Embargante. Assim sendo. RECONHECIMENTO PELA FAZENDA DA PROCEDÊNCIA DO PEDIDO. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: MILENA CINTRA DE SOUZA (OAB 24197/BA). não desonera a Fazenda Pública do pagamento de honorários advocatícios sucumbenciais e custas processuais. Verifico. após oferecidos os embargos à execução pelo devedor.BOMPREÇO BAHIA SUPERMERCADOS LTDA. omissão/contradição deste juízo ao condena-la. o assistido não puder satisfazer tal pagamento.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO AUTORA: Maria de Lourdes Neves Santos . dispostos em lei. que o Estado da Bahia apresentou recurso de apelação em duplicidade.Execução de Título Extrajudicial .2011. Conforme posicionamento adotado por este Juízo. in caso. X da Constituição Federal. Referida Súmula é utilizada por esta Corte para possibilitar a condenação da Fazenda Pública em verba honorária.Procedimento Ordinário . 6. em 27/03/2013.EXECUTADO: Bompreco Bahia Supermercados Ltda .8. TABATA MINEIRO BEZERRA (OAB 33289/BA) . 12.

323/MG. dessarte. e AgRg no REsp 1201468/RJ.8.BOMPREÇO BAHIA SUPERMERCADOS LTDA.2011. ainda que para oferecer exceção de pré-executividade.2010. Humberto Martins. estando a sentença embargada em desacordo com o entendimento consolidado do STJ. deve ser dado parcial provimento ao recurso principal. DJe 21/08/2012) Assim sendo. ÓBICE DA SÚMULA 7/STJ.11. Rel. RECONHECIMENTO PELA FAZENDA DA PROCEDÊNCIA DO PEDIDO. a extinção da execução. 3. a matéria discutida na exceção de pré-executividade não constitui questão de alta complexidade. proferido em caso que envolvia circunstâncias semelhantes". e AgRg no REsp 1201468/RJ. Primeira Turma. DJe 15. não obstante o que dispõe o art. tanto que. Rel. demanda o revolvimento das circunstâncias fáticas do caso. incidindo. a meu entender. POSSIBILIDADE. 7/ . Rel.05. não se subsume às hipóteses excepcionais admitidas por esta Corte para a revisão da condenação em honorários.Sobre a contestação e os documentos do segundo réu. em consonância à pacificada jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça. Mauro Campbell Marques. Min.Luis Cesar dos Santos . Sobre o tema. Segunda Turma. Min. após a formalização do contraditório. através da interposição de exceção de pré-executividade. para majorar a verba honorária para 1% (um por cento) do valor da Execução Fiscal.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO AUTOR: Claudio Antonio Souza de Jesus . incidindo.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: PROCURADOR DO MUNICÍPIO DO SALVADOR (OAB 9999000P/BA).2009.0001 Execução de Título Extrajudicial .EXECUTADO: Bompreco Bahia Supermercados Ltda . agitado pelo Município de Salvador. não exime a exequente do pagamento da verba honorária. portanto. 4. in verbis: "a desistência da execução fiscal. Está consolidado na jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça que a revisão da condenação em honorários. 6. DJe 14. Assim vem reiteradamente julgando o STJ: PROCESSUAL CIVIL. Salvador(BA). Intime-se. Humberto Martins. A Corte a quo consignou no acórdão recorrido que: "em que pese ao elevado valor da execução. O entendimento desta Corte é no sentido de que a desistência da execução fiscal. Agravo regimental do Município de Belo Horizonte não provido. CONHEÇO OS EMBARGOS. 26 DA LEF. 4. 2. para fazer constar da r. para majorar a verba honorária para 1% (um por cento) do valor da Execução Fiscal. editou-se a Súmula n. PROCESSUAL CIVIL.05. 3. sentença a condenação do Município de Salvador em custas e honorários sucumbenciais no percentual de 10% sobre o valor exequendo.10. dessarte. Rel. TRIBUTÁRIO. Assim. por cancelamento da CDA. ocorrido. Publique-se. O caso concreto. fls. não provido. AGRAVO REGIMENTAL EM AGRAVO. manifeste-se a parte autora. Segunda Turma. Salvador (BA). Segunda Turma. 09 de maio de 2013. Está consolidado na jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça que a revisão da condenação em honorários. ART. HENRIQUE GONÇALVES TRINDADE (OAB 11651/BA). Assim. ACOLHENDO-O em suas razões.2011. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ANTONIO SÉRGIO MIRANDA SALES (OAB 10959/BA). QUESTÃO ATRELADA AO REEXAME DE MATÉRIA FÁTICA.4. a matéria discutida na exceção de pré-executividade não constitui questão de alta complexidade. Em reanálise das razões de sentença. 2. Min. CONDENAÇÃO EM CUSTAS E HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS.8. proferido em caso que envolvia circunstâncias semelhantes". 10 de maio de 2013 Cad. Segunda Turma. a vedação contida na Súmula n. ainda que tenha havido resistência inicial. Agravo regimental de Transportes Unidos Região Norte Ltda. 82.RÉU: Estado da Bahia . deve ser dado parcial provimento ao recurso principal. 153/STJ. ainda que tenha havido resistência inicial. INAPLICABILIDADE. a meu entender.0001 . salvo nas hipóteses de condenações irrisórias ou excessivas. pois tempestivos. momento no qual alegou.Processo 0146234-21. Min. DJe 16. julgado em 14/08/ 2012. in caso. AUGUSTO CESAR RIBEIRO LIMA (OAB 22075/BA). 4. Discutese nos autos a possibilidade de condenação da Fazenda Pública Municipal ao pagamento de verba honorária. ANDRÉA CLAUDIA RIBEIRO OLIVEIRA (OAB 18480/BA) . IMPUGNAÇÃO DO VALOR FIXADO A TÍTULO DE VERBA HONORÁRIA (PEDIDO DE MAJORAÇÃO). Referida Súmula é utilizada por esta Corte para possibilitar a condenação da Fazenda Pública em verba honorária. 141/151. igualmente qualificada. DANIELLE SANTANA CARDOSO FERREIRA (OAB 29102/BA). Luiz Fux. Luiz Fux. Precedentes: AgRg no AgRg no REsp 1217649/SC. AGRAVO REGIMENTAL EM AGRAVO. DJe 16. 3. AGRAVO REGIMENTAL EM AGRAVO. o Município exequente acabou concordando com a prescrição alegada. Rel. 2 / Página 129 ocorrer após a contratação de advogado pelo executado. não desonera a Fazenda Pública do pagamento de honorários advocatícios sucumbenciais e custas processuais. 1. Min. o Município exequente acabou concordando com a prescrição alegada. no prazo de dez dias.10. IMPUGNAÇÃO DO VALOR FIXADO A TÍTULO DE VERBA HONORÁRIA (PEDIDO DE MAJORAÇÃO). DJe 15. EXCEÇÃO DE PRÉ-EXECUTIVIDADE. GUSTAVO CUNHA PRAZERES (OAB 22118/BA) . opôs os presentes embargos declaratórios com o fito de sanar omissão na sentença de fls. (AgRg no AREsp 155.Disponibilização: sexta-feira. omissão deste juízo deixar de condenar o Município de Salvador em honorários advocatícios. 1. Precedentes: AgRg no AgRg no REsp 1217649/SC. e o faço atento à recente julgado do Superior Tribunal de Justiça.830/80. regularmente qualificado nos autos da ação de execução de título extrajudicial. PROCESSUAL CIVIL. Ministro MAURO CAMPBELL MARQUES.2011.Dívida Ativa . Mauro Campbell Marques. após o oferecimento dos embargos não exime o exeqüente dos encargos da sucumbência". Primeira Turma. salvo nas hipóteses de condenações irrisórias ou excessivas. Min. 09 de maio de 2013.2011. MILENA CINTRA DE SOUZA (OAB 24197/BA). O caso concreto. demanda o revolvimento das circunstâncias fáticas do caso.11. EUGÊNIO LEITE SOMBRA (OAB 14289/BA). Rel.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . REsp 1239866/RS. não se subsume às hipóteses excepcionais admitidas por esta Corte para a revisão da condenação em honorários. EXECUÇÃO FISCAL. 1. A Corte a quo consignou no acórdão recorrido que: "em que pese ao elevado valor da execução. REsp 1239866/RS.Processo 010670184. e o faço atento à recente julgado do Superior Tribunal de Justiça. É o relatório. O mesmo raciocínio pode ser utilizado para possibilitar a condenação da Fazenda Pública exequente em honorários advocatícios quando a extinção da execução ocorrer após a contratação de advogado pelo executado.2011.4. ainda que a exequente tenha reconhecido o pedido formulado pela contribuinte em sede de exceção de pré-executividade.2010. ÓBICE DA SÚMULA 7/STJ. portanto. DJe 14. após oferecidos os embargos à execução pelo devedor. verifico que assiste razão ao embargante. Rel. ainda que para oferecer exceção de pré-executividade. 3. em suma. 2. 7/STJ. 26 da Lei n.Procedimento Ordinário . Merece razão as alegações do Embargante. LEONARDO MENDES CRUZ (OAB 25711/BA). Agravo regimental do Município de Belo Horizonte não provido. a vedação contida na Súmula n. Conforme posicionamento adotado por este Juízo.Vania Alves Smith Lima . SEGUNDA TURMA. QUESTÃO ATRELADA AO REEXAME DE MATÉRIA FÁTICA. tanto que.

Mauro Campbell Marques. TRIBUTÁRIO. CONDENAÇÃO EM CUSTAS E HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. desde já.0001 . a extinção da execução.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . verifico que houve clarividente erro grosseiro constante no dispositivo sentencial ao condenar o Estado da Bahia no pagamento de danos morais.2004. MOACIR DOS SANTOS MARTINS FILHO (OAB 25758/ BA) . 4. DJe 15. HENRIQUE GONÇALVES TRINDADE (OAB 11651/BA).10. Salvador(BA).AUTOR: Roque Barbosa Conceiçao RÉU: Superintendencia de Engenharia de Trafego . Agravo regimental do Município de Belo Horizonte não provido. ANA CRISTINA PINHO E ALBUQUERQUE PARENTE (OAB 12705/BA). não se subsume às hipóteses excepcionais admitidas por esta Corte para a revisão da condenação em honorários.Dívida Ativa . Agravo regimental de Transportes Unidos Região Norte Ltda. para fazer constar da r. momento no qual alegaram. julgado em 14/08/2012. expressamente. DJe 21/08/2012) Assim sendo. DJe 14. ainda que para oferecer exceção de pré-executividade. não obstante o que dispõe o art. GERALDO D´EL REI REIS (OAB 9990/BA). ART. e AgRg no REsp 1201468/RJ. Está consolidado na jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça que a revisão da condenação em honorários.2010.EXECUTADO: Bompreco Bahia Supermercados Ltda .8. sentença a condenação do Município de Salvador em custas e honorários sucumbenciais no percentual de 10% sobre o valor exequendo.Esporte Clube Vitoria . 3.EXEQUENTE: Municipio do Salvador . Publique-se. (AgRg no AREsp 155. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: CRISTIANE SENRA LIMA (OAB 19458/BA). Min. embora as razões dos embargos tenham sido enfrentas por meio de sentença. julgado em 14/08/2012.323/MG. Conforme posicionamento adotado por este Juízo. 4. Agravo regimental de Transportes Unidos Região Norte Ltda. em suma. Ministro MAURO CAMPBELL MARQUES. É o relatório. Segunda Turma. Em reanálise das razões de sentença. SEGUNDA TURMA. Humberto Martins.Processo 0146239-43. ACOLHENDO-O em suas razões. Rel. ACOLHENDO-O em suas razões.11. RECONHECIMENTO PELA FAZENDA DA PROCEDÊNCIA DO PEDIDO. o Município exequente acabou concordando com a prescrição alegada. deve ser dado parcial provimento ao recurso principal. não provido. Por tais razões. ao não justificar a exclusão do esporte clube vitória da condenação. O caso concreto. ocorrido. e o faço atento à recente julgado do Superior Tribunal de Justiça. agitado pelo Município de Salvador. em suma. Conforme dito em sentença. incidindo.ROQUE BARBOSA CONCEIÇÃO. pois tempestivos. Sobre o tema.2011. pois tempestivos. para retirar o Estado da Bahia como condenado na presente lide. editou-se a Súmula n. quando o mesmo sequer participa da lide. Primeiramente. EXCEÇÃO DE PRÉ-EXECUTIVIDADE. ainda que tenha havido resistência inicial. Primeira Turma. 09 de maio de 2013.05. Merece razão as alegações do Embargante. não exime a exequente do pagamento da verba honorária. há a necessidade de ratificar o entendimento sentencial. a SUPERINTENDENCIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO e o ESPORTE CLUBE VITÓRIA. momento no qual alegou. INAPLICABILIDADE. A Corte a quo consignou no acórdão recorrido que: "em que pese ao elevado valor da execução. Min. QUESTÃO ATRELADA AO REEXAME DE MATÉRIA FÁTICA. in caso. para majorar a verba honorária para 1% (um por cento) do valor da Execução Fiscal. 310/315. Ministro MAURO CAMPBELL MARQUES. opôs os presentes embargos declaratórios com o fito de sanar omissão na sentença de fls. (AgRg no AREsp 155. por cancelamento da CDA. Assim vem reiteradamente julgando o STJ: PROCESSUAL CIVIL. 153/STJ. não provido. AGRAVO REGIMENTAL EM AGRAVO. Assim.8. Min.Indenizatoria (reparacao de danos) . bem como ter deixado de excluí-lo. 3.BOMPREÇO BAHIA SUPERMERCADOS LTDA. DERVANA SANTANA SOUZA COIMBRA (OAB 15655/BA). Rel. 10 de maio de 2013 Cad.Execução Fiscal . Referida Súmula é utilizada por esta Corte para possibilitar a condenação da Fazenda Pública em verba honorária. EXECUÇÃO FISCAL.830/80. PROCESSUAL CIVIL. estando a sentença embargada em desacordo com o entendimento consolidado do STJ. Ato contínuo. Luiz Fux. Precedentes: AgRg no AgRg no REsp 1217649/SC. 1. Rel. integrando a sentença as seguintes considerações. salvo nas hipóteses de condenações irrisórias ou excessivas. em reanálise das razões de sentença. O entendimento desta Corte é no sentido de que a desistência da execução fiscal.Processo 0155192-69. DANILO SOUZA RIBEIRO (OAB 18370/BA). 4. portanto. DJe 21/08/2012) Assim sendo. IMPUGNAÇÃO DO VALOR FIXADO A TÍTULO DE VERBA HONORÁRIA (PEDIDO DE MAJORAÇÃO). Intime-se. CONHEÇO OS EMBARGOS. verifico que. EUGÊNIO LEITE SOMBRA (OAB 14289/BA) . É o relatório. CONHEÇO OS EMBARGOS. ainda que a exequente tenha reconhecido o pedido formulado pela contribuinte em sede de exceção de pré-executividade.4. 26 DA LEF. Intime-se. O mesmo raciocínio pode ser utilizado para possibilitar a condenação da Fazenda Pública exequente em honorários advocatícios quando a extinção da execução ocorrer após a contratação de advogado pelo executado. para fazer constar da r. a meu entender. igualmente qualificada. após o oferecimento dos embargos não exime o exeqüente dos encargos da sucumbência". em consonância à pacificada jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça. in verbis: "a desistência da execução fiscal. retifico o dispositivo sentencial. a vedação contida na Súmula n. POSSIBILIDADE. verifico que assiste razão ao embargante. AGRAVO REGIMENTAL EM AGRAVO. 09 de maio de 2013. 26 da Lei n. Salvador(BA). após oferecidos os embargos à execução pelo devedor. DJe 16.323/MG. após a formalização do contraditório. sentença a condenação do Município de Salvador em custas e honorários sucumbenciais no percentual de 10% sobre o valor exequendo.Disponibilização: sexta-feira. a matéria discutida na exceção de pré-executividade não constitui questão de alta complexidade. REsp 1239866/RS. ÓBICE DA SÚMULA 7/ STJ. SEGUNDA TURMA. estando a sentença embargada em desacordo com o entendimento consolidado do STJ. opuseram embargos declaratórios com o fito de sanar contradição e omissão na sentença de fls. regularmente qualificados nos autos da presente ação ordinária. Rel. 6.0001 . através da interposição de exceção de pré-executividade. dessarte. omissão deste juízo deixar de condenar o Município de Salvador em honorários advocatícios. Segunda Turma. existência de erro material ao colocar o Estado da Bahia como polo passivo na presente demanda. MARA AUGUSTA FERREIRA CRUZ (OAB 33405/BA). Rel.05. Publique-se.2009. Discute-se nos autos a possibilidade de condenação da Fazenda Pública Municipal ao pagamento de verba honorária. 7/STJ.2011. proferido em caso que envolvia circunstâncias semelhantes". 2. demanda o revolvimento das circunstâncias fáticas do caso. enten- . 2. tanto que. da condenação. regularmente qualificado nos autos da ação de execução de título extrajudicial. 2 / Página 130 STJ. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: MILENA CINTRA DE SOUZA (OAB 24197/BA). não desonera a Fazenda Pública do pagamento de honorários advocatícios sucumbenciais e custas processuais. 83. Merece razão em parte as alegações dos Embargantes. 1.

Jose Barbosa dos Santos . arrematando que os servidores do Executivo não podem ser contemplados por este reajuste. entendo que os mesmos são existentes na proporção relativa aos atos praticados no dia em que a situação em comento aconteceu. EDUARDO CONCEIÇÃO CARVALHO. No mérito.05.Valmir Cruz dos Santos . Ainda. ratificar a inexistência de condenação em danos morais em desfavor do Esporte Clube Vitória. porém REJEITO-OS em suas razões. dispondo sobre o "Programa de Estabilização Econômico e o Sistema Monetário Nacional". ANTÔNIO RAMOS DE FREITAS. somente no que se refere aos atos praticados funcionários da TRANSALVADOR. bem como impedir que fosse prestado queixa. ELIANE ANDRADE LEITE RODRIGUES (OAB 14669/BA) . Requerem que seja determinado ao réu a revisão das suas remunerações. ajuizaram Ação de Revisão de Vencimentos contra o ESTADO DA BAHIA. conforme pode ser verificada da sentença embargada. no sentido de obrigar-lhe a acatar ordem ilegal.880/94 para proceder com a conversão dos vencimentos.Milton Albuquerque Neves . reduzindo a remuneração dos acionantes.98%.98%. no percentual de 11.Alessandra Carrilho Costa de Carvalho . editou a MP nº 434. assim. o simples fato de ter considerado o "a intensidade do dano sofrido fora ínfima.0001 . entretanto. LEONARDO CARVALHO ROCHA (OAB 32097/BA) .Rigno Correia da Silva Junior . fls.. 2 / Página 131 di que embora houvesse desgastes entre os funcionários do Esporte Clube Vitória e o Autor. o mesmo não teve o condão de justificar uma condenação em danos morais. O pedido de gratuidade da justiça foi deferido em decisão de fl.Processo 0317660-33. no prazo de cinco dias. oportunidade em que instituiu a Unidade Real de Valor .Procedimento Ordinário . pois tempestivos.98%.Jorge Geraldo Soeiro Santos . bem como a condenação do réu no pagamento das diferenças vencidas e vincendas.IMPUGNADA: Adriana Matos de Menezes . VONNAIRE SANTOS FONSECA (OAB 32507/BA).05.Isabella Brandao Barreto Baptista . Intimem-se. rechaçando as preliminares ventiladas na .8. acrescidas de juros e correção monetária. Afirmam que em 27 de fevereiro de 1994. com relação ao fato de estar sofrendo perseguições. Salvador (BA). 09 de maio de 2013.Edilson de Soua Costa .Impugnação ao Valor da Causa .2012. Salvador (BA). e não simplesmente mencionar o percentual de 11. quando em verdade seria a "Transalvador". e não para concluir se houve ou não dano moral. no prazo de cinco dias.121 a 132.Sobre a impugnação à assistência judiciária manifestem-se os autores da ação principal. 10 de maio de 2013 Cad. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: ANDRE LUIZ PEIXOTO FERNANDES (OAB 12703/BA). o quanto disposto na Lei nº 8.REQUERIDO: Estado da Bahia . não havendo comprovação de ter se estendido para o futuro. 89. 312/315) Assim sendo." não quer dizer que a Transalvador esteja salvaguardada da condenação pelos danos morais.Impugnação de Assistência Judiciária . Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: MEG LIMA DA CUNHA (OAB 34847/BA).98%. 08 de maio de 2013. retroativo a março de 1994. aduz que os servidores públicos e os trabalhadores em geral possuem critérios distintos para a conversão dos vencimentos. os quais mencionam as datas de admissão dos autores no serviço público. ao longo do desempenho de suas funções. JOSÉ BARBOSA DOS SANTOS. como padrão de valor monetário. qualificados nos autos. Arguiu ainda.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . no sentido de excluir a menção ao "Estado da Bahia" feita no dispositivo sentencial.0001 . 08 de maio de 2013.0001 . normal do cotidiano. fato este enfrentado nos parágrafos anteriores.98% inferior ao devido.Reginaldo Alves Feitosa Teofilo da Conceicao . no dia 1o de março de 1994.Ronaldo Lucio Americano da Costa . Intime-se. argüindo. o percentual de 11.AUTOR: Amilton dos Reis Queiroz . Intime-se. por se tratar de mero aborrecimento e discussão.2012. EDILSON DE SOUSA COSTA.AMILTON DOS REIS QUEIROZ. Até porque. exercia o poder de polícia e fiscalizava o trânsito da capital. a ser convertidos em URV.Jussara Gomes Ribeiro da Costa . estes não restam comprovados nos autos. assim consignando: Sendo assim. tratamento diferenciados. conforme certidão de fls. Publique-se. REGINALDO ALVES FEITOSA. Salvador(BA). integrando a sentença embargada a supracitada fundamentação. 91v.Lair Ribeiro Nogueira .05. no que tange aos Danos Morais pleiteados pelo Autor.Sistema Remuneratório e Benefícios . Com a inicial foram juntados os documentos de fls. Asseveram que na oportunidade sofreram lesão em virtude da redução salarial impingida. 93 a 117. aplicando o índice de correção dos salários de fevereiro de 1994.8. já que não demonstraram os critérios. CONHEÇO OS EMBARGOS. ao final. recalculando o valor das suas remunerações com base no novo reajuste. tendo em vista terem os autores ultrapassado o prazo qüinqüenal para as ações de cobrança de dívidas contra a Fazenda Pública e sob a égide do princípio da subsidiariedade e da eventualidade prescrição parcial de dois anos e de três anos. afirmando que a quantificação em URV dos vencimentos e soldos dos servidores públicos não levava em consideração a data do pagamento. principalmente se levarmos em consideração a posição do Autor que. o Estado da Bahia não respeitou o critério de conversão segundo a data do efetivo pagamento. dentre outros atos de perseguição.Eduardo Conceiao Carvalho .Processo 0309921-72.(fls.Disponibilização: sexta-feira. LEONARDO CARVALHO ROCHA (OAB 32097/BA) .Karla Pereira Lima Mesquita . Colacionando.Sobre a impugnação ao valor atribuído à causa manifeste-se a parte autora da ação principal. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: BRUNO DE ALMEIDA MAIA (OAB 18921/BA).Antonio Ramos de Freitas . posteriormente convertida na Lei nº 8. visto que os salários dos trabalhadores em geral passaram. Os autores apresentaram réplica. TEÓFILO DA CONCEIÇÃO e VALMIR CRUZ DOS SANTOS.8. tal fundamentação foi utilizada para quantificar o patamar do dano moral que haveria de ser arbitrado. a insuficiência da causa de pedir. pois.IMPUGNANTE: Estado da Bahia . mantendo a sentença nos demais termos. o Governo Federal.Processo 0309922-57. JORGE GERALDO SOEIRO DOS SANTOS. BRUNO DE ALMEIDA MAIA (OAB 18921/BA). Devidamente citado. vez que se estendeu somente ao dia em ocorreu os fatos narrados. na medida em que efetivou a respectiva conversão. no caso. preliminarmente.URV. ou seja.IMPUGNANTE: Estado da Bahia . 15 a 87.IMPUGNADA: Adriana Matos de Menezes . Afirma que o Estado obedeceu ao Princípio da Legalidade. dados e fórmulas de cálculo que os levaram a postular o percentual de 11.880/94. o Estado da Bahia contestou a ação às fls.Paloma Quintella de Cerqueira Queiroz .2011. objetivando assegurar a incorporação aos seus vencimentos do percentual de 11. MILTON ALBUQUERQUE NEVES. nos termos da legislação civil. naquele momento. ou seja. ANDRE LUIZ PEIXOTO FERNANDES (OAB 12703/BA). farta jurisprudência sobre a matéria. Afirma que as eventuais perdas sofridas pelos autores devem ser analisadas no caso concreto. a prescrição do fundo do direito ventilado na exordial.

VIOLAÇÃO NÃO CARACTERIZADA.98% (onze vírgula noventa e oito por cento). Súmula esta proveniente de decisões reiteradas.nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora. o STJ emitiu a súmula 85: "Súmula 85 do STJ . 02/12/2003). que impede a incidência de diferente legislação local a respeito.880/94. VENCIMENTOS..). 5ª T. O Superior Tribunal de Justiça tem assentado que. 8. 1º do Decreto nº 20.98%..Direito do servidor ao percentual de 11. não havendo porque se falar em prescrição geral para a prosperidade da presente Ação . 498/499). 2 / Página 132 peça defensiva. Comprovada a desvalorização. Devido o percentual de 11. SÚMULA 7/STJ. as fundações de direito público). LEI Nº. do CPC. consoante art. pois.4163. Ultrapassadas as preliminares.910/32. tudo em função da sistemática de conversão adotada. . mas sim qüinqüenal. Min. passo ao exame do mérito. REPOSIÇÃO DE 11. simplesmente ignorar esta redução.98 relativo à conversão dos respectivos vencimentos em URV. Arnaldo Esteves Lima. 557 do CPC. É a prescrição qüinqüenal das ações contra o Estado (Decreto nº 20. já que a presente demanda tem como um dos seus objetos ajustar supostas parcelas salariais dos autores. A redução verificada não se identifica meramente com os efeitos inflacionários. deve-se dar na data do efetivo pagamento. adotou a data do efetivo pagamento e computou as quantias. D. bem como da Lei nº. IMPOSSIBILIDADE. Conforme jurisprudência firmada nesta corte. em relação àqueles servidores que têm a data de pagamento nos termos da liberação orçamentária estabelecida pelo art. T5. vindo a integrar o Sistema Monetário Nacional. SERVIDORES PÚBLICOS DO JUDICIÁRIO. quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado.910/32). 20.Recurso especial que recebeu provimento em parte. foi instituída como padrão monetário.J. ex vi regra do artigo 330.Disponibilização: sexta-feira. Agravo regimental que não ataca a pertinência ao caso do precedente invocado na decisão agravada. em valor absoluto. a conversão salarial em URV. 2007. de que cuidou a Lei nº. que sofreram desvalorização com a conversão de Cruzeiro Real em URV. posteriormente. §§ 3º e 4º. APLICAÇÃO CORRETA DO ART. que a cada mês se renova. Min. Rel. no ano de 1994. pág: 286) "EMENTA: 1. RECURSO ESPECIAL CONHECIDO E IMPROVIDO." (in Manual de Direito Administrativo. se submete à primeira hipótese. a prescrição atinge tão-somente as parcelas anteriores aos 5 (cinco) anos que antecederam a data da propositura da ação. Isso se deu em função da realidade de que os servidores públicos que se enquadram no art. desta forma. Neste sentido. XV." (REsp 779224 / RN.98%. D. passando. em Cruzeiro Real. APELAÇÃO NEGADA. DJ: 30/09/2002. a fim de servir como padrão de valor monetário. (. a prescrição atinge apenas as prestações vencidas ates do qüinqüênio anterior à propositura da ação". . 168 da CF recebem seus salários entre os dias 22 e 30 de cada mês. Sendo referência obrigatória como valor do salário e nas contratações consolidadas a partir de então.. que. Aplicação correta do art. pág. Rel. fórmulas ou dados sobre a obtenção do percentual pleiteado de 11. 475. portanto. cabendo a sua utilização nos orçamentos públicos. nos casos em que servidores públicos pleiteiam o reajuste de 11.880/94. CPC. podendo ser utilizada como índice de correção. Recurso especial conhecido e improvido. resultante do errôneo critério de conversão utilizado pela Administração. 8. . vez que demanda o reexame de matéria fática. 2. sendo nesta hipótese sim o prazo trienal. que teve como resultado uma perda de 11. Não podendo. PRESCRIÇÃO QÜINQÜENAL. Fontes de Alencar. procedo ao julgamento antecipado da lide.. passo a decidir. URV. da URV dos últimos dias dos meses de novembro e dezembro de 1993. vez que a URV. Rio de Janeiro: Lúmen Júris. pois ela ocorreu de fato. sendo que a pretensão de sua redução encontra óbice na Súmula 7/STJ.98%.. SÚMULA 85/STJ. Rejeito a preliminar de prescrição argüida pelo Estado da Bahia. de prescrição qüinqüenal. SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL.98% concedido às categorias previstas no art. já que este valor foi o fixado pelos Tribunais Superiores no tocante à defasagem ocorrida em função da conversão dos salários para a URV em fevereiro de 1994. devendo ser corrigida. CPC. inclusive aos vencimentos dos respectivos servidores. Portanto. percentual este já sedimentado pelos Tribunais Superiores. e janeiro e fevereiro de 1994. 475 do CPC. um salário menor em quantidade de URVs do que aquele recebido no mês anterior em moeda corrente.Súmula 98 do Superior Tribunal de Justiça.98%. como se depreende da ementa exposta: "PROCESSUAL CIVIL. DATA DO EFETIVO PAGAMENTO. 17/11/2005). . Direito Monetário: competência legislativa privativa da União: critérios de conversão em URV dos valores fixados em Cruzeiro Real: aplicação compulsória a Estados e Municípios. ADMINISTRATIVO.98% incidente nos vencimentos dos recorridos.URV. A preliminar de insuficiência de causa de pedir arguida não merece prosperar. CONVERSÃO ERRONEA DE SALÁRIO EM URV." (REsp 479070 / DF . está em consonância com o disposto no art. que dispõe que os vencimentos dos servidores públicos civis e militares são irredutíveis. É o relatório. porque não houve modificação na situação jurídica fundamental. Não havendo necessidade de dilação probatória.prescrição de fundo de direito. restando um intervalo de tempo inalcançado pela inflação. foi instituída a Unidade Real de Valor . Rel.J. posto não ser necessário que os autores juntem aos autos quaisquer planilhas." (STJ RESP . O Estado da Bahia. conforme exposto em ementa transcrita: "SERVIDOR PÚBLICO. REDUÇÃO DA VERBA. 557.) A prescrição da citada pretensão (indenizatória por reparação civil) de terceiros contra as pessoas públicas e as de direito privado prestadoras de serviços públicos passou de qüinqüenal para trienal. inciso I. Recurso Especial 2005/0147101-2.880/94. nos termos da Súmula 85/STJ. moeda integrante do Sistema Monetário Nacional. posto que o prazo para a cobrança de eventuais dívidas contra a Fazenda Pública não é trienal. 3. tratando-se de entendimento sedimentado na jurisprudência não se faz necessário a apresentação de cálculos pelos autores. 434. RECURSO ESPECIAL 2002/0155600-2. vez que se trata de matéria exclusivamente de direito. com vistas à conversão dos valores dos vencimentos dos servidores públicos de Cruzeiro para URV. ANÁLISE CONJUNTA COM O ART. consumar-seá a prescrição no prazo de cinco anos contados a partir do fato danoso. e foi fixado o dia 1º de março para a efetiva conversão. O erro na conversão da URV trata-se de entendimento pacífico nos Tribunais Superiores. do CPC. arbitrada em 10% sobre o valor da condenação. mas trata de tema relativo ao reajuste de 11. Jurisprudência uníssona e pacífica.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . 8. como abaixo explicitado: "RECURSO ESPECIAL ADMINISTRATIVO E PROCESSUAL CIVIL. 10 de maio de 2013 Cad. 168 da Carta Magna. 1. A verba honorária. 37. Vislumbra-se que a presente ação contra o Estado da Bahia. REAJUSTE DE 11. Verifico do exame da Medida Provisória nº. 6T. O doutrinador José dos Santos Carvalho Filho esclarece a questão em passagem da sua obra: "Se a pessoa responsável for entidade federativa ou autárquica (incluídas. (. Não acolho a alegação de prescrição bienal e trienal das parcelas vencidas. Esta matéria refere-se a salário. já que a ação não tem natureza alimentar nem tampouco indenizatória por reparação civil. 2. não se evidenciando a alegada violação ao art. a fim de ajustar as suas remunerações no valor real devido. 17ª ed. vislumbra-se a violação direta a norma constitucional do art. em fevereiro de 1994. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. a reafirmar tudo quanto exposto na exordial. de trato sucessivo. JOSÉ ARNALDO DA FONSECA.

11. 165. Agravo regimental improvido. 168 da CF. Contudo.Jurandi Sena das Merces . Min.J. A teor da pacífica e numerosa jurisprudência. 3. conforme se infere dos contracheques colacionados aos autos. Extraordinário. que impede a incidência de diferente legislação local a respeito. Felix Fischer. Salvador(BA).98% concedido às categorias previstas no art." Tendo em vista que estes agentes têm seus vencimentos e proventos estipulados e pagos com base no dia 20 (vinte) de cada mês. pois sendo eles servidores públicos do Poder Executivo. Agravo regimental desprovido.188. os autores pertencem ao quadro dos agentes públicos do Poder Executivo Estadual.98% só é devido aos servidores públicos federais do Legislativo.Ajex Rodrigues de Oliveira . 4. Agravo regimental que não ataca a pertinência ao caso do precedente invocado na decisão agravada. ainda. dado que o referido percentual não se aplica ao recorrido. Vislumbra-se. que trata do sistema monetário. 14/08/2007) Entretanto. 168 da Constituição em razão da data do efetivo pagamento 3.Processo 032431873. posteriormente. AGRAVO REGIMENTAL EM RECURSO ESPECIAL. ao qual não se presta o recurso extraordinário: incidência da Súmula 280. ADMINISTRATIVO. 1ª T.Arnaldo Carvalho das Neves Filho .2011.Eva Santana da Conceicao .. Rel." (STF. Rel. possui aplicação geral e eficácia imediata. Admissibilidade. Os recursos correspondentes às dotações orçamentárias. "EMENTA: 1. Art. Por conseguinte.98% na remuneração dos servidores.Edson de Assis Ferreira .DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO AUTOR: Agnaldo Reis Brito . Min.98%.R.077-4/RJ.Demostenes Pereira Ferreira Douglas Meira Barbosa . sendo devido apenas aos servidores públicos dos Poderes Legislativo e Judiciário e do Ministério Público. 06/02/2007). qual seja. P.J. Judiciário e Ministério público. Sepúlveda Pertence.0001 .10. Min. análise da legislação local.797 não foi suscitada na interposição do recurso extraordinário. Ademais. não prescinde do reexame da legislação local pertinente. "ADMINISTRATIVO."(STF.. Sendo assim. D. 20/03/2007). tendo em vista a ausência de prejuízo na conversão dos seus vencimentos e proventos em URV. Portanto. Sepúlveda Pertence. 3º da Lei nº 1.2002. estaduais e municipais. Extraordinário conhecido e provido. A análise acerca da existência ou não de prejuízos em virtude da conversão dos vencimentos consoante orientação da Lei Estadual 11. Ação julgada improcedente.Lucas de Souza Nunes . 2 / Página 133 168 da Constituição em razão da data do efetivo pagamento 3. CONVERSÃO DE VENCIMENTOS. AI-AgR 394.David Pereira Souto .J. 168 da Carta Magna Brasileira.J. 1. ocupam cargo na Polícia Militar do Estado da Bahia. Rel. A recomposição de 11.510/94 ensejaria o reexame de matéria de prova e. cujos vencimentos estão submetidos à norma do art. D. arquivem-se os autos.05. Arnaldo Esteves Lima. Precedentes. A questão da limitação temporal por vinculação ao decidido na ADIn 1. CONVERSÃO DOS VENCIMENTOS EM URV. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: MILENE COSTA MIRANDA (OAB 24104/BA). 89.98% não é devido aos autores..Davi Silva dos Santos . 5ªT. Min.880/94. 1ª T.Disponibilização: sexta-feira. o reajuste de 11. do Ministério Público e da Defensoria Pública. Rel. inclusive aos vencimentos dos respectivos servidores. Direito Monetário: competência legislativa privativa da União: critérios de conversão em URV dos valores fixados em Cruzeiro Real: aplicação compulsória a Estados e Municípios." (STF. a qual é vinculada a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia. Cezar Peluso.98%." (STJ. por ser norma de ordem pública.98%. Precedente: RE 291. 168. remetendo-os. Direito Monetário: competência legislativa privativa da União: critérios de conversão em URV dos valores fixados em Cruzeiro Real: aplicação compulsória a Estados e Municípios. a concessão da correção das remunerações na porcentagem da URV não pode ser estendida a todos os agentes públicos pertencentes a qualquer entidade de todos os Poderes estatais. 168 da Constituição Federal. a regra de conversão de salários em URV ali prevista deve ser aplicada tanto aos servidores federais quanto aos distritais. a questão. 1ª T.João Evangelista Lemos Viegas .Procedimento Ordinário . AgRg no Ag 775297/RS. JULGO IMPROCEDENTES os pedidos formulados. dia 5 (cinco). O Superior Tribunal de Justiça firmou o entendimento segundo o qual a Lei 8. inclusive aos vencimentos dos respectivos servidores. Sepúlveda Pertence. INAPLICÁVEL AOS SERVIDORES DO PODER EXECUTIVO.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . D. mas sim no último dia do mês de referência. não se aplica aos do Poder Executivo. Reajustes.Eduardo Almeida Cunha .Ednaldo Moura de Oliveira . Recurso extraordinário: descabimento: discussão relativa à limitação temporal do pagamento do reajuste de 11. A questão da limitação temporal por vinculação ao decidido na ADIn 1.98% excluída pelo acórdão recorrido. por se enquadrarem na disposição do art. Transcorrido o prazo de recurso voluntário.Luiz Alves Bastos de Miranda . ao SECAPI. § 9º. que impede a incidência de diferente legislação local a respeito. 8. SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL. nos termos das Súmulas 7/STJ e 280/ STF. 11. o que não é permitido em recurso especial.060/50. pois lhes foi deferida a gratuidade da justiça. É pacificado nesta Corte o entendimento de que o índice de 11. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO. 1ªT.Marizete Francisca dos Santos . DJ 14. que percebem suas remunerações no dia 20 do mês. Impossibilidade.. 168 da Constituição Federal: "Art. Servidor Público do Poder Executivo. REEXAME DE PROVAS. URV. 2. consoante decisão de fl.880/94.02. que os autores não possuem direito a terem seus salários reajustados no percentual 11. 5ª T.Clovis Lemos dos Santos . da forma como colocada pelo recorrente. Min. RE-ED-AgR529621/RN. na forma da lei complementar a que se refere o art.J.8. LEI Nº 8. diversamente dos demais servidores.Jovenilson da Conceicao Bomfin . "EMENTA: 1. 14/08/2007). Ex positis." (STF. SÚMULA 280/STF. consoante estabelecido no art.98% em suas remunerações. possuem direito à recomposição de 11.797 não foi suscitada na interposição do recurso extraordinário. SÚMULA 7/STJ.98%. D.11. e aos membros do Ministério Público. em duodécimos. D. desta forma. D.Milton . Rel. servidor público do poder executivo estadual.. Pertence. na forma do art. Rel. 10 de maio de 2013 Cad. PATRICIA LISBÔA COSTA ABOULHALAGE (OAB 11918/BA) . Conversão em URV. 2. 1ªT. não têm direito à reposição do percentual de 11. 01/02/2005). ANÁLISE DE LEI LOCAL. seus vencimentos não são pagos nos termos do art.J. 2.Marcos Henrique Alcantara Nascimento . AgRg no Ag 807125/MG. Agravo regimental provido. ser-lhes-ão entregues até o dia 20 de cada mês." (STJ. por erro no critério de conversão da URV. não sofrera nenhum prejuízo com a dita conversão da URV.. AGRAVO REGIMENTAL IMPROVIDO. COMPROVAÇÃO DE PREJUÍZO. Deixo de condenar os autores nas despesas processuais. "PROCESSUAL CIVIL. compreendidos os créditos suplementares e especiais.19/06/2007). destinados aos órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário. mas trata de tema relativo ao reajuste de 11. no caso sub judice. 09 de maio de 2013. 168 da Constituição Federal.I.Amilton Silveira Santos . já que não incidiu sobre seus vencimentos e proventos a desvalorização sofrida quando da conversão dos mesmos em URV. pertencentes aos outros Poderes. RE-AgR529925/RN. Consoante uníssona inteligência sobre a matéria pelos Tribunais Superiores: "EMENTA: RECURSO.Claudio Rocha Santos . Vencimentos. mas apenas aos servidores dos Poderes Legislativo e Judiciário. pois. Min. RE-ED-AgR529621/RN.

37 e art. que prevê uma diferenciação entre os soldos dos policiais militares no percentual de 30% entre os postos ou graduações de patentes.103 a 113. DAVI SILVA DOS SANTOS. I. o pleito dos autores não poderiam ser atendidos. WALSON FREITAS RAMOS FILHO e WELLINTON SOUZA FAVARO. Assim. desde que os vencimentos (remuneração total) lhe fossem superiores.117 a 128.. no voto proferido no RE 37. VAGNO ROCHA RAMOS. REGINALDO MIRANDA SILVA.Sílvio de Cerqueira Nunes . são prestações periódicas devidas pela Fazenda Pública. 10 de maio de 2013 Cad. Requerem o reconhecimento de seus direitos ao recebimento do soldo de acordo com a regra estabelecida na Lei nº 3. MILTON LACERDA DE OLIVEIRA.AGNALDO REIS BRITO. ex vi art. uma vez que. de fls. já extinta do ordenamento jurídico pátrio. CF/88.Paulo Martins Ribeiro .RÉU: Estado da Bahia .Walson Freitas Ramos Filho Wellinton Souza Favaro . com a implantação dos aumentos efetuados no soldo à razão de 714. 330. Acompanhando a inicial foram anexados documentos de fls. não estivesse revogada. DOUGLAS MEIRA BARBOSA. como a que está sob litígio. requisitos estes que não se encontram cumpridos no presente caso. SILVIO DE CERQUEIRA NUNES. bem como de autorização específica na Lei de Diretrizes Orçamentárias. que o aumento pleiteado pelos autores implicaria inevitavelmente numa indevida invasão nas competências constitucionais. prescindindo da produção de prova em audiência ou qualquer instrução de outra espécie.Nedson Copque Nascimento .803/ 80. qual seja. CLAUDIO ROCHA SANTOS. Ressaltou.803/80.910/32. caso algum soldo viesse a atingir patamar inferior ao salário mínimo. 90 a 102. X. apresentou sua defesa em forma de contestação.Valdelicio Firmino dos Santos Junior . bem como o percentual de 20% (vinte por cento) dos honorários advocatícios requerido pelos autores. Afirma que os autores pretendem que o salário mínimo seja utilizado como indexador do soldo do menor posto da hierarquia militar. decorrente entre o que lhe foi pago e o que lhe é devido no que se refere aos soldos. tendo em vista que estabelece aumentos diferenciados entre cada um dos níveis hierárquicos. pela qual se viabiliza a aplicação da desigualdade entre as remunerações dos policiais militares de acordo com seus postos e graduações. Faz-se forçoso o julgamento antecipado da lide. ainda assim não haveria necessidade de sua automática majoração. Ademais. viola também o princípio da legalidade previsto no art. com o intuito de perceberem as diferenças em sua remuneração dos valores decorrentes da aplicação da regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3. tendo em vista que os autores formulam pretensão lastreada em lei já revogada e portanto.803/80 para afirmarem que os soldos nunca podem ser inferiores ao salário mínimo. Os autores apresentaram réplica às fls. AJEX RODRIGUES DE OLIVEIRA. impugnou as tabelas inseridas na exordial. PAULO MARTINS RIBEIRO. IV. tendo em vista o quanto disposto no art. ademais. AMILTON SILVEIRA SANTOS.Reginaldo Miranda Silva . o art. aduzem que o Estado da Bahia desrespeitando a regra mencionada. 88v. Requer que tal regra se aplique ao reajuste da GAPM de acordo com os aumentos ocorridos nos soldos a partir de junho de 1980. qualificados nos autos. e que proporciona ao funcionalismo público militar uma redução salarial. Conforme claramente disposto na Súmula 85 do STJ: "Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a Fazenda Pública figure como devedora. Isso porque os vencimentos e não o soldo é que não podem ser inferiores ao salário mínimo.7º. por lhe faltar total substrato jurídico. IV. JURANDI SENA DAS MERCÊS. LUIZ ALVES BASTOS DE MIRANDA. requer o pagamento dos valores correspondentes ao seu direito retroativamente. e com isso o valor a ser incluído à título de reajuste. consoante certidão de fl.803/80. em que rechaçam as preliminares e as alegações trazidas pelo réu e. além de confrontar o quanto disposto no art. JOÃO EVANGELISTA LEMOS VIEGAS. MARIZETE FRANCISCA DOS SANTOS. 2 / Página 134 Lacerda de Oliveira .743: "Fundo de direito é a expressão utilizada para significar o direito de ser funcionário (situação jurídica fundamental) ou os direitos a modificações que se admitem em . correção monetária e honorários advocatícios. Afirmam que são policiais militares.Vania de Santana . e que a hierarquia é que caracteriza as relações entre os servidores militares.115 da Lei nº 3. que é o soldo dos Soldados. para elucidar as dúvidas acerca do tema do fenômeno prescricional consoante Decreto nº 20. ratificam o quanto exposto na exordial. sobre o tema.47 da Constituição do Estado da Bahia. propuseram AÇÃO ORDINÁRIA contra o ESTADO DA BAHIA. VANIA DE SANTANA. caput da CF/88. conforme previsto na Lei nº 3. pois o pleito formulado na inicial é inteiramente compatível com o ordenamento jurídico brasileiro. ambos da Constituição Federal. cujo direito se renova mensalmente. O pedido de assistência judiciária gratuita foi deferido às fls. LUCAS DE SOUZA NUNES. EVA SANTANA DA CONCEIÇÃO. juntando documentos de fls. I e II. A preliminar de impossibilidade jurídica do pedido. alegam que tal inobservância além de violar o princípio da isonomia constante no art. Diante disso.169. 86. afrontando os arts. NEDSON COPQUE NASCIMENTO. e ainda que. passo a decidir.7º. os quais não foram incluídos na remuneração dos servidores.060/50.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . posto que as gratificações. VALDELICIO FIRMINO DOS SANTOS JUNIOR. 37. 22 a 84.Disponibilização: sexta-feira. O Estado da Bahia. quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado. vem concedendo aumentos remuneratórios diferenciados para cada um dos níveis hierárquicos sem observância do escalonamento vertical estabelecido no art. explica que mesmo que o fundamento jurídico da pretensão.803/80. o art. que permite revisão de valores da remuneração que estejam em desconformidade com a lei que os prevê. a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior à propositura da ação. §1º. da CF/88. Invocam o art. EDSON DE ASSIS FERREIRA. É o relatório. 5º da CF/88. JOVENILSON DA CONCEIÇÃO BOMFIM.29% (setecentos e quatorze e vinte e nove por cento) sobre o valor do menor soldo pago aos policiais. ARNALDO CARVALHO DAS NEVES FILHO. A preliminar de prescrição também não pode ser acolhida em razão de esta ação ser fundada em relação jurídica de trato sucessivo. arguiu preliminarmente a prescrição qüinqüenal dos valores pretendidos. tendo em vista que no caso em comento a questão de mérito é unicamente de direito. com fulcro no Decreto nº 20.11. não merece prosperar. MARCOS HENRIQUE ALCANTARA NASCIMENTO. DAVID PEREIRA SOUTO." Assim. estando ambos vinculados. Por fim. §1º da Lei nº 1.910/32 e a impossibilidade jurídica do pedido. EDUARDO ALMEIDA CUNHA. sendo assim a prescrição vai incidir apenas sobre as verbas que não foram pleiteadas em tempo hábil e não sobre o direito em si.Vagno Rocha Ramos . Nesse sentido.803/80. para a concessão de vantagem ou aumento de remuneração a existência de prévia dotação orçamentária.115 da Lei nº 3803/80 e no art. a Lei nº 3. DEMÓSTENES PEREIRA FERREIRA. a Constituição Federal impõe no art. necessário se faz colacionar as oportunas conclusões do Ministro Moreira Alves. do CPC. EDNALDO MOURA DE OLIVEIRA. porquanto um aumento remuneratório para servidores públicos através do Poder Judiciário constitui violação ao Princípio da Separação dos Poderes. devidamente citado. em flagrante desrespeito pela norma constitucional do art. acrescido de juros.2º e 37. 115 da Lei nº 3. CLOVIS LEMOS DOS SANTOS.115 da citada lei proclamava o escalonamento vertical decrescente e não crescente como almejado pelos autores. No mérito.

A pretensão do fundo de direito prescreve. mas com a ressalva de que o seu §1º do art. Nítido está que o caso sub examine se coaduna com a segunda hipótese.803/80. cuja pretensão pecuniária se renova todo o mês em que o valor do reajuste ora pleiteado não é computado na remuneração dos autores. Apesar dos esforços do réu em erigir convencimento no primeiro sentido.I. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito . deduzido na presente demanda não poderá ser concedido. 13 da Lei nº 7. 7º. o § 1º do art. tendo em vista que são beneficiários de assistência Judiciária Gratuita.O valor do soldo será fixado. a regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3. bem como as disposições em contrário. em direito administrativo. 115 da Lei nº 3.145/ 97. Os autores. e. 10. inclusive. aqui. Ora.622/00. 7º da Lei nº 7. Assim. o § 2º do art. reenquadramentos. pois. consoante se constata do seu art. 1060/50. posteriormente. 2º. 2 / Página 135 relação a esta situação jurídica fundamental. §1º.5º trouxe novo tratamento legal para os soldos dos militares. 113 da Lei nº 8. Eventuais majorações nos soldos decorrentes das leis 7. Vale salientar. o § 1º do art.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . 18 da Lei nº 7.803/80. remetendo-os. não há prescrição do fundo de direito. não há reajuste na remuneração a ser aplicada ao presente caso.803/80 e do art. na forma requerida. e. Portanto. o seu art.IMPETRANTE: Soraya Macedo Britto . e o § 1º do art.803/80. conforme já exposto acima. 8.803/ 80 ainda vige. funções comissionadas e gratificadas. tendo em vista que a presente ação foi ajuizada em 2011.803/80.554. nos termos do art. direito a adicionais por tempo de serviço. JULIANA MENDES SIMÕES (OAB 18096/BA). Com efeito. JANAINA PONTES CERQUEIRA (OAB 14375/BA). passo ao exame do mérito.8. de 01 de dezembro de 2003. resultante da Tabela de Escalonamento Vertical. Condeno os Autores ao pagamento das custas e honorários advocatícios que fixo em 10% (dez por cento) sobre o valor atribuído à causa. conforme a periodicidade em que é devido o seu pagamento. 9.Mandado de Segurança . Nesse sentido é o que ensina o art. e uma é incompatível com a outra. arquivem-se os autos. 115 . uma vez que é o diploma legal que. 115 da Lei 3. não há como se reconhecer que o citado art. Portanto.R. Portanto. época em que não mais vigia a Lei nº 3.889. com o advento da Lei nº 7. regeu as relações jurídicas entre autores e réu. a qual desvinculou o reajuste da GAPM ao dos soldos. diante da revogação do art. o pedido dos autores teve como fundamento o mencionado dispositivo. Daí porque não há que se aplicar qualquer reajuste de soldo com fulcro no escalonamento vertical previsto no art.209/04. fez referência a um novo escalonamento. conforme pleiteado pelos autores.803/80. 08 de maio de 2013. 7. 7º. Parágrafo único A tabela de soldo. Salvador (BA). de 20 de novembro de 1997. Assim.Fundacao Estatal Saude da Familia Fesf Sus . de 30 de dezembro de 1998. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: JOÃO BATISTA MACHADO (OAB 23239/BA). de 19 de agosto de 1997. Já o direito de receber as vantagens pecuniárias decorrente dessa situação jurídica fundamental ou de suas modificações ulteriores é mera conseqüência daquele. todavia. resta esta condenação suspensa. publicada no Diário Eletrônico em 04/I/2013. por isso.Sentença de extinção proferida desde 03/I/2013. e sua pretensão.356/09 restam impossibilitadas de aplicação para os autores.146. ano a ano. também fora extirpada do nosso ordenamento jurídico. prescrevendo apenas as parcelas vencidas há mais de 5 (cinco) anos. Após voltem-me. com base no soldo do posto de Coronel PM. 10.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . 12 da lei. deverá ser constituída por valores arredondados de múltiplos de 30 (trinta).209. das funções comissionadas e gratificadas.889/03. diante da ausência da possibilidade dos reajustes pleiteados pelos autores.508/05. contemporaneamente.145. dispunha sobre a remuneração dos policiais militares do Estado da Bahia. 7º. a Lei nº 10. observados os Índices estabelecidos na Tabela de Escalonamento Vertical anexa a esta Lei.Disponibilização: sexta-feira.962/08 ou 11.A lei posterior revoga a anterior quando expressamente declare.435.962/2008 expressamente revogou o art. revogando expressamente dispositivos de outras leis. policiais militares. 10. bem como a vinculação do reajuste da GAPM ao valor dos soldos.05. e afirmava em seu art.IMPETRADO: Diretor Geral da Fundacao Estatal Saude da Familia Fesf . que ajuizada em 2011 a ação em comento. um exemplo claro de revogação tácita de uma lei por outra..2012. Sendo assim. proventos e pensões da Administração direta. 8. conforme previsto no §1º do art. Salvador(BA). 3º da Lei nº 7.115 da Lei nº 3. 33 Ficam revogados o § 2º do art. a Lei nº 3. porém. extirpando do mundo jurídico a regra que estabelecia o reajuste da Gratificação de Atividade Policial Militar na mesma proporção e momento que a majoração dos soldos.Processo 0328640-05. JULGO IMPROCEDENTES os pedidos formulados. Transcorrido o prazo de recurso voluntário.627/03. uma vez que o parâmetro de escalonamento requerido fora revogado por lei posterior. 10 de maio de 2013 Cad. até a presente data sem qualquer certificação pela escrivania do seu trânsito em julgado. 115 da Lei nº 3. que diz respeito ao quantum. por tudo quanto exposto.) §1º. por configurar relação de trato sucessivo. e diante da revogação do art. tomando como base o soldo do posto de Coronel. quando seja com ela incompatível ou quando regule inteiramente a matéria de que tratava a lei anterior. Que o Diretor de Secretaria pratique o ato que lhe compete.145/97. 115 que: Art. além de reajustar os vencimentos. para cada posto ou graduação. THIAGO LOPES CARDOSO CAMPOS (OAB 23824/BA) . soldos e gratificações dos cargos efetivos.. repita-se. o § 1º do art. há. Rejeitadas as preliminares.962/2008 foi editada alterando a estrutura remuneratória dos cargos. ajuizaram a presente demanda pretendendo receber as diferenças em sua remuneração dos valores decorrentes da aplicação da regra de reajuste igualitário instituída pela Lei nº 3. a tabela de escalonamento aplicável continua sendo a prevista na Lei nº 7. 9. P. uma vez que as leis tratam de matéria idêntica. Ex positis. bem como que esse reajuste se aplique ao cálculo da GAPM. da LINDB: Art. A Lei nº 10. 5º da Lei nº 7. §1º da Lei nº 7. 7º da Lei nº 7.558/07. 33 in verbis: Art. direito a gratificação por prestação de serviço especial etc. 09 de maio de 2013. 2º (. modificou o regime jurídico dos servidores públicos estaduais. pelo seu não reconhecimento inequívoco. Entretanto. ressalte-se. (grifos) Nesse sentido. igualmente. dos cargos em comissão. mês a mês. e com observância da data do ajuizamento da presente ação que somente se deu em 2011 entendo que não há que se falar em qualquer valor a ser recebido pelos autores. Da simples leitura do dispositivo acima se verifica que a fixação dos soldos dos policiais militares era escalonada com diferenciações de 30 % (trinta por cento) entre cada posto.083/80. encontra-se revogado pela Lei nº 10. se restringe as prestações vencidas há mais de cinco anos" (verbis).145/97.0001 . em cinco anos da data da violação dele.145/97.145/97.024/06. §1º da Lei nº 7. autárquica e fundacional do Poder Executivo. ao SECAPI. de 27 de agosto de 1997. como reclassificações.882/01.145/97. renasce cada vez que este é devido (dia a dia.962/08.145/97. 27 da Lei nº 7. de 13 de dezembro de 1999. vejamos que o parâmetro para escalonamento do valor dos soldos aplicável ao caso em tela é a tabela prevista na Lei nº 7. diante do quanto preceituado pelo art.

Determinando concomitantemente. Analisaremos a presença dos elementos referidos no caso em tela. Dê-se ciência do presente feito à Procuradoria Geral do Estado da Bahia. possa garantir o certificado de conclusão do 2º grau (ensino médio). a sua idade não pode ser um empecilho ao acesso à faculdade. e foi aprovado para o curso de Administração.IMPETRADO: Secretario Estadual de Educação do Estado da Bahia . sob alegação de que é condição necessária para realização das provas exigência de ter 18 anos completos. nos termos dos atos normativos expedidos pela Secretaria de Educação do Estado da Bahia. possa obter o certificado de conclusão do 2º grau (Ensino Médio). em caráter de urgência. Deylane Andrade Santos.227. em decorrência tão somente de não corresponder a um requisito cronológico. Notifiquem-se a Impetrada para o cumprimento da presente decisão. e para que preste as devidas informações que entender pertinentes. Examinando a matéria.2013. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: JOSÉ MARTINS DA COSTA NETO (OAB 32502/BA) . Da análise da inicial e dos documentos apresentados pelo impetrante. Nesse sentido. já qualificado nos autos. submeteu-se ao exame vestibular na Universidade UNIFACS. inciso III. mensalmente. Afirma ainda. Intimem-se e Remeta-se.IMPETRANTE: Mauricio Araujo Malheiros . V.EMBARGANTE: Estado da Bahia . Mesmo tendo sido aprovado no curso de Administração.Mandado de Segurança DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . intervir no feito. em tempo hábil. a relevância dos fundamentos concomitantes ao receio de dano de difícil reparação.011/ 2009. assevera que em virtude da falta do certificado de conclusão do ensino médio inviabiliza a matrícula no curso ao qual foi aprovado na referida instituição. das alegações fáticas e dos documentos apresentados. vislumbro que tal requisito não deve prevalecer diante da norma Constitucional prevista no artigo 205 a qual assevera que o direito à educação é garantido a todos. futuramente. o histórico de conclusão do Ensino Médio.Cuida-se de Mandado de Segurança impetrado por MAURÍCIO ARAUJO MALHEIROS. da Lei 12. sob a condição de apresentar. 09 de maio de 2013. Salvador (BA).8. e dentre os documentos exigidos para a efetivação da matrícula. ABDIAS AMANCIO DOS SANTOS FILHO (OAB 10870/BA) Processo 0336879-95. a fim de que tome ciência da presente decisão. consoante propugna o artigo 7º. da Lei 12. é fator indispensável a realização da matrícula na referida Instituição.05. de modo que obtendo êxito. a fim de que possa. que apesar de não possuir 18 anos. tudo em juízo de aparência próprio das decisões provisórias e de urgência.Reitor da Unifacs .Processo 0338774-57.Processo 0338462-81. Alega o impetrante que apesar de não ter concluído o ensino médio. sendo aprovado. quais sejam.CPA .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . é de conhecimento geral que essa informação está incorreta e por entender possível a solução deste equívoco. Intimem-se. lhe assegure efetivar a matrícula na faculdade mencionada.0001 . com a finalidade de obter autorização para realizar o Exame Supletivo(CPA). realizado pela Instituição de Saúde Darcy Ribeiro. 22. em face do Secretário de Educação do Estado da Bahia. o impetrante ao demonstrar plena capacidade intelectual para adentrar no curso de nível superior. um fator impeditivo do seu aperfeiçoamento educacional.2012. do . o qual em havendo êxito. Diretora do Instituto de Saúde Darcy Ribeiro. Em que pese. entretanto. conforme documentos de fls. 53/61 e encarte as mesmas nos autos principais. de ofício. 7º. afirma no quanto disposto na Constituição Federal.Embargos à Execução . foi legalmente emancipado por meio de Escritura Pública. entendo que encontram-se presentes os requisitos autorizativos da concessão da medida liminar previstas no art. fls 16/17. Determinando concomitantemente. querendo. no prazo de dez (10) dias. a fim de salvaguardar a efetivação da matrícula na Faculdade de Administração de Empresas da Universidade Salvador. É cediço que são pressupostos ensejadores da concessão da medida liminar em sede de Mandado de Segurança o relevante fundamento da demanda e justificável receio da ineficácia do provimento final. a fim de autorizar o impetrante a realizar. para as finalidades que entenda pertinentes. perfunctoriamente.016/2009. o histórico de conclusão do Ensino Médio.05. Reitor da Universidade UNIFACS. já qualificados nos autos. 08 de maio de 2013. a CO-IMPETRADA. futuramente. sob a condição de apresentar.8. o principal requisito é a apresentação do comprovante de conclusão do Ensino Médio. segundo capacidade de cada um. o Exame Supletivo (CPA). Ora. o impetrante tenha apontado o Secretário de Educação do Estado da Bahia como autoridade coatora. Alega o impetrante que apesar de ainda não ter concluído o ensino médio. em obtendo a aprovação.Cuida-se de Mandado de Segurança impetrado por PEDRO AUGUSTO LIMA DE OLIVEIRA. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: MANUELA GONZALEZ ARAUJO (OAB 26753/BA) . submeteu-se ao processo seletivo para o Curso Técnico de Enfermagem. a Diretora da Comissão Permanente de Avaliação como autoridade coatora. sendo designado no mês de abril do presente ano. art. sede própria de eventual continuidade da execução. de modo que obtendo êxito. Maria Dalva Moura. 19/20. por fazer-se necessário a apresentação deste documento. Porém a urgência para obtenção do supracitado certificado esbarra no art. que seja matriculada no curso superior.IMPETRANTE: Pedro Augusto Lima Oliveira IMPETRADO: Diretora da Comissao Permanente de Avaliacao . Salvador(BA). III. com as devidas anotações.2013. impõe-se registrar que apesar da exigência da idade mínima de 18 (dezoito) anos para que o aluno do ensino médio possa participar da realização do Exame Supletivo (CPA). 2 / Página 136 ADV: ADRIANO CARVALHO AHRINGSMANN (OAB 16335/BA). ex vi da regra do inciso II. a fim de salvaguardar o direito a efetivação da matrícula na no Curso Técnico de Enfermagem. representado por sua genitora MANUELA GONZALEZ ARAUJO. Tendo a referida Universidade estabelecido um prazo para a realização da matrícula. bem como no artigo 208. conforme requerido. o qual afirma que o candidato só poderá prestar exames. em face da Diretora da Comissão Permanente de Avaliação (CPA).Disponibilização: sexta-feira.0001 .Mandado de Segurança Atos Administrativos . Contudo.016/09. se esse mencionado dispositivo constitucional garante o direito de todos à educação. Subam os autos ao egrégio Tribunal de Justiça da Bahia. 10 de maio de 2013 Cad. o CO-IMPETRADO. com a finalidade obter autorização para realizar o Exame Supletivo.8.EMBARGADO: Anderson Marcelo Lima da Silva . artigo 7º da Lei 12.Desentranhe-se as peças de fls. este porque é imprescindível realizar em tempo hábil o Exame supletivo (CPA).05. Sra. razão pela qual CONCEDO A MEDIDA LIMINAR. conforme documentos de fls. aponto. Oficie-se ao Reitor da Universidade UNIFACS. Ex positis. foi-lhe negado pela Comissão Permanente de Avaliação a inscrição no exame supletivo. dentre outros.0001 . neste presente mandamus. 4º da portaria nº 139/2012 do Secretário de Educação do Estado da Bahia. que é direito do adolescente e dever do Estado assegurar o acesso ao Ensino. e por consectário. a realização do exame supletivo. constatam-se presentes os requisitos necessários para a concessão de liminar. Profª.

o CO-IMPETRADO. e por consectário. razão pela qual CONCEDO A MEDIDA LIMINAR. da forma em que necessita. e. Examinando a matéria. a relevância dos fundamentos concomitantes ao receio de dano de difícil reparação. este porque é imprescindível ao impetrante realizar em tempo hábil o Exame supletivo (CPA). a relevância dos fundamentos concomitantes ao receio de dano de difícil reparação. 4º da portaria nº 139/2012 do Secretário de Educação do Estado da Bahia. consoante propugna o artigo 7º.IMPETRANTE: Lucas Vidal Bonfim . conforme requerido. futuramente. o histórico de conclusão do Ensino Médio. Determinando concomitantemente.Cuida-se de Mandado de Segurança impetrado por LUCAS VIDAL BONFIM. constatam-se presentes os requisitos necessários para a concessão de liminar. parágrafo 2º e art. artigo 7º da Lei 12.Mandado de Segurança Liminar . entendo que encontram-se presentes os requisitos autorizativos da concessão da medida liminar previstas no art. consoante propugna o artigo 7º. o impetrante ao demonstrar plena capacidade intelectual para adentrar no curso de nível superior. conforme documentos de fls. sendo o impetrante um caso excepcional.05. Prof. inciso IV da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. de quatro componentes curriculares. em face da Diretora da Comissão Permanente de Avaliação (CPA). 2 / Página 137 Ensino médio. 205 a qual assevera que o direito à educação é garantido a todos. Reitor da Universidade UNIME. Examinando a matéria. quais sejam. em evidência a uma razoabilidade e isonomia da ordem jurídica. sendo o impetrante um caso excepcional. para as finalidades que entenda pertinentes. ex vi da regra do inciso II. vislumbro que deve obter tratamento desigual ao dos demais estudantes. Analisaremos a presença dos elementos referidos no caso em tela. Oficie-se a Diretora do Instituto de Saúde Darcy Ribeiro. em obtendo a aprovação. querendo.0001 . Ora.205 da CF/88 e o art. afirma que está sendo privado de realizar o Exame Supletivo (CPA). parágrafo 2º e art. de modo que obtendo êxito. Intimem-se. da Lei 12. e para que preste as devidas informações que entender pertinentes. assim violando ao quanto previsto no art. este porque é imprescindível ao impetrante realizar em tempo hábil o Exame supletivo (CPA). inciso III. Sra. 17.Processo 0339641-50. Nessa oportunidade.8. assevera que em virtude da falta do certificado de conclusão do ensino médio inviabiliza a matrícula no curso ao qual foi aprovado na referida instituição por fazer-se necessário a apresentação deste documento.Disponibilização: sexta-feira. 205 a qual assevera que o direito à educação é garantido a todos. Ex positis. a fim de autorizar o impetrante a realizar. 09 de maio de 2013. Salvador(BA). assim violando ao quanto previsto no art. o qual em havendo êxito. 7º. o Exame Supletivo (CPA). Alega o impetrante que apesar de ainda não ter concluído o ensino médio. da Lei 12. vislumbro que tal requisito não deve prevalecer diante da norma Constitucional prevista no art. se esse mencionado dispositivo constitucional garante o direito de todos à educação. um elemento impeditivo do seu aperfeiçoamento educacional. que seja matriculado no curso técnico. perfunctoriamente.011/ 2009. em obtendo a aprovação. Do exame da inicial e dos documentos apresentados pelo impetrante. o impetrante ao demonstrar plena capacidade intelectual para adentrar no curso técnico. Porém a urgência para obtenção do supracitado certificado esbarra no art. a restrição prevista na Portaria nº 139/2012 não pode ser um empecilho ao seu acesso à faculdade. Ora. afirma que está sendo privada de realizar o Exame Supletivo (CPA). com a finalidade de obter autorização para realizar o Exame Supletivo(CPA). da Lei 12. É cediço que são pressupostos ensejadores da concessão da medida liminar em sede de Mandado de Segurança o relevante fundamento da demanda e justificável receio da ineficácia do provimento final. se esse mencionado dispositivo constitucional garante o direito de todos à educação. Ex positis. Maria Dalva Moura. saliento que o Princípio da Isonomia deve ser nesse caso observado para promover um tratamento desigual àqueles que demonstrem parâmetros incomuns à maioria. fundamentada nos termos dos atos normativos expedidos pela Secretaria de Educação da Bahia. No presente caso. do Ensino médio. em tempo hábil. no máximo.016/ 2009. no prazo de dez (10) dias. vislumbro que deve obter tratamento desigual ao dos demais estudantes. submeteu-se ao exame vestibular na Universidade UNIME. Profª. sob a condição de apresentar. de quatro componentes curriculares. intervir no feito. que seja matriculado no curso superior. mensalmente.016/ 09.011/2009. III. pela aludida Portaria. e por consectário. . possa obter o certificado de conclusão do 2º grau (Ensino Médio). em tempo hábil. sendo aprovado para o curso de Administração. tudo em juízo de aparência próprio das decisões provisórias e de urgência. 10 de maio de 2013 Cad. Contudo. o Exame Supletivo (CPA). Nessa oportunidade. Notifiquem-se o Impetrado para o cumprimento da presente decisão. dentre outros.IMPETRADO: Diretora da Comissão Permanente de Avaliação (CPA) Deylane Andrade Santos . constatam-se presentes os requisitos necessários para a concessão de liminar. inciso IV da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. tudo em juízo de aparência próprio das decisões provisórias e de urgência. já qualificado nos autos. das alegações fáticas e dos documentos apresentados. um elemento impeditivo do seu aperfeiçoamento educacional. em evidência a uma razoabilidade e isonomia da ordem jurídica. Deylane Andrade Santos. Dê-se ciência do presente feito à Procuradoria Geral do Estado da Bahia. conforme requerido. a fim de que possa.2013. lhe assegure efetivar a matrícula no curso de Administração da mencionada faculdade. 1º. perfunctoriamente. Altamiro Belo Galindo a fim de salvaguardar o direito a efetivação da matrícula na Faculdade de Administração da UNIME.016/2009. da Lei 12. o qual afirma que o candidato só poderá prestar exames. III. pela aludida Portaria. entendo que encontram-se presentes os requisitos autorizativos da concessão da medida liminar previstas no art. e. impõe-se registrar que apesar da negativa por parte da Impetrada. quais sejam. a restrição prevista na Portaria nº 139/2012 não pode ser um empecilho ao seu acesso à faculdade. Nesse sentido. 35.205 da CF/88 e o art. lhe assegure efetivar a matrícula no curso de técnico de enfermagem da mencionada instituição. da forma em que necessita. 35. impõe-se registrar que apesar da negativa por parte da Impetrada. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: JOSÉ MARTINS DA COSTA NETO (OAB 32502/BA) . o qual em havendo êxito. a fim de que tome ciência da presente decisão. vislumbro que tal requisito não deve prevalecer diante da norma Constitucional prevista no art. É cediço que são pressupostos ensejadores da concessão da medida liminar em sede de Mandado de Segurança o relevante fundamento da demanda e justificável receio da ineficácia do provimento final. 1º. 7º. a fim de autorizar o impetrante a realizar. inciso III. fundamentada nos termos dos atos normativos expedidos pela Secretaria de Educação da Bahia. No presente caso. Analisaremos a presença dos elementos referidos no caso em tela.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . Nesse sentido. Do exame da inicial e dos documentos apresentados pelo impetrante. razão pela qual CONCEDO A MEDIDA LIMINAR. das alegações fáticas e dos documentos apresentados. no máximo. saliento que o Princípio da Isonomia deve ser nesse caso observado para promover um tratamento desigual àqueles que demonstrem parâmetros incomuns à maioria.

em face do ESTADO DA BAHIA. com pedido de antecipação da tutela. parágrafo 3º. a fim de que tome ciência da presente decisão. qualificado nos autos. 23/24. P. 09 de maio de 2013 Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUÍZO DE DIREITO DA 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO RUY EDUARDO ALMEIDA BRITTO ESCRIVÃ(O) JUDICIAL VALTERSON DALTRO FERRARO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0126/2013 ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) .Mandado de Segurança .RÉU: Estado da Bahia . e da documentação apresentada. LEVEMIR e NOVORAPID. 2 / Página 138 Notifiquem-se o Impetrado para o cumprimento da presente decisão. insulinas análogas às humanas.IMPETRANTE: Conselho Regional de Administracao da Bahia CRA Ba . o que levou-me a definir a medida antecipatória de fls. junto a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia.NOVORAPID) . Dessa forma. insulinas humanas do tipo NPH e Regular. com extrema urgência. Dê-se ciência do presente feito à Procuradoria Geral do Estado da Bahia. de ação basal (determir . Intimem-se. Salvador(BA).cujo os farmacos são de custo elevado para seu orçamento financeiro. artigo 7º da Lei 12. incorrer em multa diária no valor de R$ 1. e para que preste as devidas informações que entender pertinentes. além da matéria fática narrada. sob pena de ter agravada sua situação de doença crônica. que ora direciono face ao proprio Estado da Bahia. sob pena de não o fazendo (parágrafo 5º do artigo 461). para o seu adequado tratamento de saúde. retornou ao tratamento anterior. de forma que possa melhorar sua qualidade de vida. e sua situação econômica não permitir o custeio dos referidos medicamentos para seu tratamento. tendo iniciado seu tratamento com as Insulinas análogas às humanas. este Juízo foi induzido a erro ao conceder medida de urgência em relação ao Planserv. em junho de 2012.Procedimento Ordinário . ao longo da mesma. e mesmo após de algum tempo ter reiterado sua solicitação. o autor trouxe discussões legislativas de índole Constitucional e infra-Constitucional. Entretanto.05. 09 de maio de 2013.2012. do auxílio de familiares e amigos para o custeio destes. não obteve êxito. tudo a sinalizar a presença dos requisitos previstos no artigo 461.Disponibilização: sexta-feira. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: LEDA MARIA CELESTINO MOTTA DE AZEVEDO (OAB 6703/BA) .NOVORAPID) . etc.8. e para um tratamento adequado ao seu quadro clínico.2013. razão porque DEFIRO A ANTECIPAÇÃO DOS EFEITOS DA TUTELA ESPECÍFICA. parte ré que consta do pólo passivo da presente ação. intervir no feito. verifico que o autor tem o direito ao tratamento adequado. objetivando o fornecimento da medicação Insulinas análogas às humanas.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . Intimem-se.000. Com a inicial. resolveu iniciar um novo tratamento com os medicamentos que são fornecidos pelo Estado da Bahia. assim. necessitando.Vistos. e considerando que o referido ofício encontra-se datada em 25/10/2012. 08 de maio de 2013. Salvador(BA). do fornecimento dos medicamentos inicialmente referidos.8. isto é relevante o fundamento da demanda e justificado receio de que o provimento jurisdicional caso seja dado ao final não seja mais eficaz.RÉU: Município de Salvador . 33. JULIANA MENDES SIMÕES (OAB 18096/BA).05.47/48.0001 . já mencionado acima.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . querendo.016/09. Inicialmente. Salvador (BA).IMPETRADO: Diretor Geral da FESF -SUSFundacao Estatal Saude da Familia .YURI SCHINDLER COUTINHO RIBEIRO.05. o autor comparece em juízo para que o Estado Juíz atenda a sua pretensão em relação ao fornecimento dos referidos medicamentos.Planserv. Oficie-se ao Secretário de Saúde do Estado da Bahia. Intime-se. JULIANA DANTAS DA GAMA (OAB 22911/BA). foram trazidos os documentos de fls. obtendo um resultado satisfatório. pelo fato do Estado fornecer medicamento para Diabetes. que requereu administrativamente.AUTOR: Yuri Schindler Coutinho Ribeiro . e em tese tendo decorrido o referido prazo. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito . ex vi da regra do inciso II. fls.Procedimento Ordinário . providencie o custeio dos medicamentos.Processo 0415381-48. Sustenta. Oficie-se ao Reitor da Universidade UNIME.Presidente da Comissao de Concurso Publico da FESF -SUS . de ação basal (determir . mesmo sendo diferente dos supracitados. Intime-se a parte Autora para se manifestar acerca da contestação e documentos que a acompanham no prazo legal. porém o requerente não se adaptou ao referido tratamento.LEVEMIR) e de ação ultra rápida (asparte. Do quanto exposto.Retornem os autos ao Ministério Público.0001 . conforme exames de fls. Manoel Ricardo Calheiros D'avila Juiz de Direito ADV: THIAGO LOPES CARDOSO CAMPOS (OAB 23824/BA). na forma decidida. 18/45. ainda. considerando o quanto exposto na inicial no sentido do autor participar do programa diabetes .Flexpen (descartável).LEVEMIR) e de ação ultra rápida (asparte. JANAINA PONTES CERQUEIRA (OAB 14375/BA). para as finalidades que entenda pertinentes.Presidente do Conselho Curador da FESF -SUS .Processo 0340892-40. afim de que tome conhecimento do teor da antecipação de tutela concedida e adote as providências necessárias para o pronto atendimento. o fornecimento dos medicamentos. afim de que o PLANSERV. proposta pelo Ministério Público Federal. Reiterou a solicitação ao Diretor da Assistência Farmacêutica da SESAB. aproveitando os exatos termos daquela decisão na forma abaixo transcrita: Alega o autor possuir Diabetes Mellitus Tipo 1. 08 de maio de 2013.Flexpen (descartável). Salvador (BA). no prazo de 30 (trinta) dias. o Estado da Bahia afirmou que implantaria o Protocolo de Análogos de Insulina. que serviu de lastro para a implementação do referido Protocolo de Análogo de Insulina. 18/20. em trâmite na 1ª Vara da Justiça Federal da Sessão Judiciária do Estado da Bahia.Obrigação de Fazer / Não Fazer .Processo 0300713-30. 21. o qual em resposta. além da decisão liminar liminar adotada na Ação Civil Pública.Flexpen (descartável). fls. 10 de maio de 2013 Cad. a fim de que possa.2012. de ação basal (determir . no prazo de dez (10) dias. desde que seja-lhe entregue a medicação solicitada. Alega que a doença é crônica e de natureza evolutiva. necessita. conforme declaração do médico em documento de fls.AUTORA: Alzeni Oliveira Soares .0001 .LEVEMIR) e de ação ultra rápida (asparte.NOVORAPID) . examinados. ajuizou Ação Ordinária. no prazo de 6 (seis) dias.Obrigação de Fazer / Não Fazer .I.8.00 (hum mil reais). EUBER LUCIANO VIEIRA DANTAS (OAB 20568/BA) . conforme prescrição médica.

Processo 0339849-34.Processo 0341182-55. Intime-se a parte Autora para se manifestar acerca da contestação e documentos que a acompanham no prazo legal. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: RAFAEL RAMOS AYRES DA SILVA (OAB 23474/BA) . examinados. 23 de abril de 2013. etc.RÉU: Estado da Bahia e outro .DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO .RÉU: Município de Salvador . Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: ANA SUELI DE AZEVEDO SANTIAGO (OAB 32885/BA) . em razão da urgência.05.05.05. para uso contínuo. a fim de que. 08 de abril de 2013.0001 .2013.3. no sentido de proceder à avaliação do imóvel indicado na inicial.2013. Intime-se a parte Autora para se manifestar acerca da contestação no prazo legal.Processo 0331603-49.Procedimento Ordinário . caput e incisos. P. P.8. examinados. por meio de portal eletrônico. examinados. em 48 horas. 08 de maio de 2013. etc.Processo 0300871-85.AUTOR: Adhemar Mota Matos Pardo e outros . Salvador (BA). se outro similar com o mesmo princípio ativo não dispor. no sentido de proceder à avaliação do imóvel indicado na inicial.I. após o escorreito depósito do valor encontrado pela perícia.0001 . determino seja expedida guia para depósito do valor ofertado.2013.REQUERENTE: Celso Antonio .8.RÉU: Estado da Bahia . Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) .8. até ulterior deliberação. 08 de maio de 2013.2013. e inciso I do CPC. etc.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . Aguarde-se a decisão do Agravo de Instrumento interposto. inciso IV.AUTOR: Glaydson Costa Santos .Procedimento Ordinário . Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: RAFAEL BARROS SILVA DE PEDREIRA BARBOSA (OAB 29427/BA) .2013.I. Após o depósito ofertado. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: PAULO JOSÉ CAMPOS LÔBO (OAB 9302/BA) .2013.RÉU: Estado da Bahia .AUTOR: Reinaldo dos Santos Pitanga .8. cumprindo o normativo constitucional.8. examinados.2013.Procedimento Ordinário . e determino que o PLANSERV autorize.0001 . 09 de maio de 2013. quais sejam.2012.RÉ: Angela Cristina Andrade Sacramento . P. examinados.Processo 0312358-52.00(mil reais) e de responder por crime de desobediência. 08 de maio de 2013. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Processo 0315712-85.Procedimento Ordinário . etc.2012.05. Além disso. Salvador (BA).8.AUTORA: Gildete Maciel da Rocha . etc.AUTOR: Antonio Carlos de Carvalho e outros .2013. Além disso.365/1941 . caput.0001 .AUTOR: Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia CONDER .419/2006. Alegada urgência pelo Expropriante. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: PAULO JOSÉ CAMPOS LÔBO (OAB 9302/BA) .Obrigação de Fazer / Não Fazer . Salvador (BA). P. 09 de maio de 2013.Vistos. arcando com todos os encargos financeiros necessários dos supracitados medicamentos. Após o depósito ofertado. 2 / Página 139 ADV: RONALDO MENDES DIAS (OAB 27815/BA) . concedo a antecipação da tutela pretendida.8. determino seja expedida guia para depósito do valor ofertado. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: ANA SUELI DE AZEVEDO SANTIAGO (OAB 32885/BA) . em caráter provisório e precário.05.8. 5º.Processo 0341709-70.Disponibilização: sexta-feira. Salvador (BA). examinados.Vistos. em caráter provisório e precário. Salvador(BA). voltem-me conclusos para designação do perito e o que for de direito. 10 de maio de 2013 Cad.0001 .RÉU: Ronaldo Cesar da Silva Reis . etc.I. valendo esta decisão como mandado de citação e intimação.RÉU: Estado da Bahia . Salvador (BA). com urgência.Obrigação de Fazer / Não Fazer . Salvador (BA). conforme requerido pelo médico para a Autora Gildete Maciel da Rocha.05. etc. P. examinados. 221. Intime-se a parte Autora para se manifestar acerca da contestação no prazo legal.05.8.0001 . 23 de abril de 2013. a verossimilhança das alegações e o fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação. Alegada urgência pelo Expropriante. Conclusão Diante da existência dos requisitos previstos no art. 273.0001 .8.05.I.RÉU: Estado da Bahia .RÉU: Estado da Bahia e outro .000.AUTORA: Gildete Maciel da Rocha .05.I. da Lei nº 11.Processo 0341178-18.365/1941 .I. e art.Vistos. após o escorreito depósito do valor encontrado pela perícia. vez que mantenho a decisão agravada pelas suas próprias razões e fundamentos. P. Salvador (BA). etc. o montante indicado na exordial.Processo 0331603-49.Vistos.Procedimento Ordinário .Desapropriação por Utilidade Pública / DL 3.Vistos. Intime-se a parte Autora para se manifestar acerca da contestação no prazo legal.Procedimento Ordinário .Obrigação de Fazer / Não Fazer . bem como haver arbitramento de honorários profissionais. voltem-me conclusos para designação do perito e o que for de direito.AUTOR: Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia CONDER .Vistos. Intime-se a parte Autora para se manifestar acerca da contestação no prazo legal.Vistos.Processo 0339846-79. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: RAFAEL RAMOS AYRES DA SILVA (OAB 23474/BA) .Obrigação de Fazer / Não Fazer .Desapropriação por Utilidade Pública / DL 3.05. deve-se verificar se o imóvel encontra-se desabitado e nomear o perito para apresentar o laudo. em razão da urgência.Desapropriação . Salvador (BA). Defiro provisoriamente os auspícios da assistência judiciária gratuita. Cite-se e intime-se o Estado da Bahia.Vistos. P. sob pena de multa diária de R$ 1. examinados. deve-se verificar se o imóvel encontra-se desabitado e nomear o perito para apresentar o laudo. o fornecimento dos medicamentos BEVACIZUMABE 15 MG/KG + EMEND 125/80 MG. cumprindo o normativo constitucional.Desapropriação .DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . seja concedida a imissão provisória. seja concedida a imissão provisória.AUTORA: Rita Clarice de Jesus Santana .Antecipação de Tutela / Tutela Específica .0001 .I. Cumpra-se. a prova inequívoca.I. o montante indicado na exordial. a fim de que. P. bem como haver arbitramento de honorários profissionais.0001 . 23 de abril de 2013.Procedimento Ordinário .I. nos termos do art.Procedimento Ordinário . P.0001 .

419/2006.0001 . 08 de maio de 2013.Reintegração / Manutenção de Posse . Salvador (BA). a verossimilhança das alegações e o fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação. e art.8.8.Obrigações .Vistos. no prazo de 05 (cinco) dias úteis a isenção de coparticipação. Compulsando-se os autos. Tendo em vista que a Prefeitura Municipal de Salvador é órgão destituído de personalidade jurídica e. etc. 248.05. Salvador(BA). verifica-se que a presente ação foi ajuizada em face da Prefeitura Municipal de Salvador.AUTOR: Everton Garcia da Paixao e outros . à conclusão. concedo a antecipação da tutela pretendida.Procedimento Ordinário .2012. 330.Processo 0380768-02. inciso IV. sendo a preliminar a ser apreciada questão de direito e a questão meritória de fato e de direito e não vislumbrando a necessidade de dilação probatória.05. RODRIGO RAIOL SANTOS (OAB 32747/BA) .Processo 0379438-67. caput e incisos. 5º.Processo 0365203-95. sob pena de indeferimento. Defiro provisoriamente os auspícios da assistência judiciária gratuita. Salvador (BA).0001 . até ulterior deliberação.AUTOR: Shopping Center Sumare Ltda .0001 .Vistos.0001 .2012. 10 de maio de 2013 Cad. 221. 221. Depois de transcorrido o prazo de lei.Processo 034228733. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: JAILTON BARBOSA MATOS ANDRADE (OAB 36555/BA).05.8. Conclusão Diante da existência dos requisitos previstos no art. I do CPC. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: MHÉRCIO CERQUEIRA MONTEIRO (OAB 17632/BA) . P. 23 de abril de 2013.I. valendo esta decisão como mandado de citação e intimação.RÉU: Estado da Bahia . Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: MARCOS VINÍCIUS PEREIRA DA SILVA (OAB 33718/BA) . examinados.Vistos. Intime-se a parte Autora para se manifestar acerca da contestação e documentos que a acompanham no prazo legal. Salvador (BA). caput. P.8.0001 . LUIS RICARDO TEIXEIRA DE ABREU (OAB 14537/BA) . etc. examinados.05. e determino que o PLANSERV autorize. 08 de maio de 2013. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: 1DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999D/BA) . 273. Concedo os benefícios da Gratuidade Judiciária.AUTOR: Rosangela Dias da Silva .05. tendo em vista a hipossuficiência financeira demonstrada.Procedimento Ordinário . contados e preparados ou dada a certidão cabível.Vistos. P.RÉU: Agencia Estadual de Regulação de Serviçoes Publicos de Energia.AUTORA: Rosana de Jesus Santos . examinados.REQUERIDO: Estado da Bahia . 120 e o valor recolhido não correspondem ao valor das custas referentes à citação .I.2012. Ao Cartório para certificar se houve manifestação dos Réus acerca do despacho de fl.I.Saúde . examinados.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . examinados.I.I.Procedimento Ordinário .RÉU: Estado da Bahia . por meio de portal eletrônico.8. caput e incisos.0001 . sob pena de multa diária de R$ 700. etc.05.Vistos.2012. arcando com todos os encargos financeiros necessários para a realização do supracitado tratamento médico. 5º. Salvador (BA).Processo 0375400-12. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: JORGE SANTOS ROCHA JUNIOR (OAB 12492/BA) .2012. 23 de abril de 2013.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO .2013. examinados.Vistos. 08 de maio de 2013.AUTOR: Everton Garcia da Paixao e outros . da Lei nº 11. etc. da Lei nº 11. com urgência. no prazo de dez dias.419/2006.Procedimento Ordinário .2012.RÉU: Superintendencia de Construções Administrativas da Bahia Sucab . a prova inequívoca.Processo 0380768-02. Intime-se a parte Autora para se manifestar acerca da contestação no prazo legal. P. P.0001 . etc. inciso IV. nos termos do art. examinados. Intime-se a parte Autora para se manifestar acerca da contestação no prazo legal. Salvador (BA). 08 de maio de 2013. promovo o ANÚNCIO DO JULGAMENTO ANTECIPADO DA LIDE. etc.Obrigação de Fazer / Não Fazer . examinados. Salvador (BA). Intime-se a parte Autora para se manifestar acerca da contestação no prazo legal.05. por meio de portal eletrônico. P. etc.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . P.0001 .RÉU: Município de Salvador .8. Cumpra-se. e art.Posse . P. etc.Saúde . 2 / Página 140 da Silva .Processo 0405695-32. determino a intimação da parte Autora para que emende a inicial e regularize o pólo passivo.8.3.RÉU: Estado da Bahia . etc. examinados. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: CAMILA SANTOS MENEZES (OAB 26223/BA).00(setecentos reais) e de responder por crime de desobediência.Processo 041363718.RÉU: PLANSERV Assistência a Saúde dos Servidores Públicos Estaduais e outros . P. portanto. não possui capacidade para figurar como parte nos presentes autos.AUTOR: MRM Contrutora Ltda .I. Salvador (BA).Vistos.0001 .Vistos. Transportes e Comunicações da Bahia Agerba .I.2012.Processo 0405695-32. 07 de maio de 2013.2012. Tendo em vista que o código do DAJ juntado às fls.AUTORA: Rosana de Jesus Santos . Cite-se e intime-se o Estado da Bahia.Disponibilização: sexta-feira. 08 de maio de 2013.8. nos termos do art.RÉU: Estado da Bahia .Vistos.Obrigação de Fazer / Não Fazer . LUIS RICARDO TEIXEIRA DE ABREU (OAB 14537/BA) . Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: JAILTON BARBOSA MATOS ANDRADE (OAB 36555/BA).Procedimento Ordinário . quais sejam. Com esteio no art. Ruy Eduardo Almeida Britto Juiz de Direito ADV: FERNANDO ANTONIO DA SILVA NEVES (OAB 11005/BA). Cite-se o Réu.Procedimento Ordinário .I. HELIO SANTOS MENEZES JUNIOR (OAB 7339/BA) .Procedimento Ordinário .I.05.8.05.RÉU: PLANSERV Assistência a Saúde dos Servidores Públicos Estaduais e outros . bem como promova o custeio de todos os procedimentos requeridos pelo médico para o Autor Celso Antonio da Silva. ADV: MHÉRCIO CERQUEIRA MONTEIRO (OAB 17632/BA) .AUTOR: Antonio Francisco dos Santos .AUTOR: Gilberto de Santana Fontes . e inciso I do CPC.Procedimento Ordinário DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO .

Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: PEDRO JORGE DOS SANTOS SOUZA ONOFRE DA SILVA (OAB 3040/BA) . Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: CARINA CATIA BASTOS DE SENNA (OAB 17263/BA) . Intime-se o apelado para suas contra-razões no prazo de quinze dias.Processo 001873520. efetivamente. "caput" e § 2º.Processo 0000855-78.05.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . 05 de maio de 2013.Henrique Rodrigues Fernandez . com a sua conseqüente e imediata remessa à distribuição.Disponibilização: sexta-feira. Após. Salvador (BA).Procedimento Ordinário . 70. Destarte.Josenaldo Oliveira Souza .AUTOR: Ailton Lopes de Pinho Filho e outros . Salvador (BA).Romulo Pereira de Oliveira . Salvador (BA).Julio de Souza Lima Filho .0001 .Vistos. do CPC.RÉU: Municipio de Salvador . Deve o cartório providência consulta. JULIO BATISTA NEVES FILHO (OAB 9999061D/BA) . mas não foi comunicada ao Estado da Bahia. competem o processamento e julgamento dos feitos envolvendo a EMBASA.05.Josenildo Bispo dos Santos . para que digam se aceitam o encargo. Salvador(BA).Procedimento Ordinário .RÉU: Diretor Superintendente do Ipraj .pessoalmente.Jose Carlos Batista Demeneses .Determino a realização de perícia. encaminhe-se os autos ao Egrégio Tribunal de Justiça.2004.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Vailson Pereira de Souza .8.AUTOR: Bahia Forte Serv e Conservacao Ltda .Cite-se o réu para cumprir a obrigação de fazer no prazo de trinta dias. Salvador (BA).05. "a" da Lei Estadual nº. ao qual atribuo ambos os efeitos.EMBASA .8.RÉU: Estado da Bahia . portanto.é uma Sociedade de Economia Mista. IRACEMA ÉRICA RIBEIRO OLIVEIRA (OAB 9999113D/BA). Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: EVA DOS SANTOS RODRIGUES (OAB 9999109D/BA) .DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO .Fornecimento de Água .0001 .8. não incluída nas especificações do dispositivo legal supra-referido.RÉU: Estado da Bahia . DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA) . suas autarquias e fundações forem partes ou interessados.00 (trezentos) reais.Antecipação de Tutela / Tutela Específica . verificado o trânsito em julgado. 02 de MAIO de 2013. etc.8. compete às Varas da Fazenda Pública Administrativas processar e julgar todas as causas em que os Municípios.Antecipação de Tutela / Tutela Específica .Observo que já foi proferida sentença nos autos fls.847/2007 (Lei de Organização Judiciária do Estado da Bahia). Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito . e apresentem laudo médico no prazo de trinta dias.0001 . 10 de maio de 2013 Cad.1992. 09 de maio de 2013.2011.0001 . Resta. ADV: ANTÔNIO SÉRGIO MIRANDA SALES (OAB 10959/BA).2009. bem como se manifestar sobre os cálculos apresentados às fls. II. SERVE CÓPIA DESTE DE MANDADO. LUIS RICARDO TEIXEIRA DE ABREU (OAB 14537/BA) . o Estado da Bahia. 03 de maio de 2013. Fixo os honorários em 300. se a mesma possui limitações nos membros inferiores que impõe limitações a sua locomoção.Pelo comando expresso no art.Recebo o recurso de apelação. 10.Luiz Carlos Pinto de Matos . portanto. que sucedeu o IPRAJ.Processo 0012830-44.RÉU: Clube 2004 da Bahia .2010.2011.8.0001 . para o devido sorteio entre as Varas Cíveis desta Capital.Intime-se o autor para que atenda o quanto solicitado pelo Estado da Bahia na petição de fls.05.0001 Mandado de Segurança . 113. SERVE CÓPIA DESTE DE MANDADO Salvador (BA). PAULO JOSÉ CAMPOS LÔBO (OAB 9302/BA).Roque Augusto dos Santos .05.0001 .Diana Santos Nacimento . determinando a baixa deste processo no livro tombo. conforme pedido às fls 259.Carlos Vicente de Souza . que seja o Estado da Bahia intimado da sentença proferida e. 120 bem como intime-se. Trate o cartório de consultar um dos médicos ortopedistas constantes da lista encaminhada ao TJBA que se destina à facilitação desse tipo de prova para que o mesmo examine a autora.AUTOR: Empresa Baiana de Aguas e Saneamento Sa Embasa .AUTOR: Maria Soraya Galeao Batista Neves . declaro a incompetência do Juízo desta 8ª Vara de Fazenda Pública. com ou sem elas.Luiz Lazaro da Silva Barreto . GISELE AGUIAR RIBEIRO PEREIRA (OAB 9999169D/BA).Juarez da Silva Prado . de acordo com a Lei Estadual 11.Wolmer Jose dos Santos .Processo 0006238-04. o defensor público para apresentar o recurso de apelação interposto no prazo de 15 (quinze) dias.AUTOR: Melcina Alves de Jesus . arquivem-se.Procedimento Ordinário . a quem.8. 10 de maio de 2013.RÉU: Estado da Bahia . com fundamento no Art. junto aos médicos existentes na lista de peritos.RÉU: Estado da Bahia . e diga de forma sucinta.2010.05.8. porém a mesma foi publicada no DPJ.Procedimento Ordinário . Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: SERGIO SANTOS SILVA (OAB 9993/BA) .918/2010.Procedimento Ordinário . 67/68.AUTOR: Adailton de Andrade Filho .Brigido Xavier .Processo 0011120-76. SERVIRÁ CÓPIA COMO MANDADO. 264/271 SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: ELIANE ANDRADE LEITE RODRIGUES (OAB 14669/BA).Romilson de Freitas . considerando que a EMPRESA BAIANA DE ÀGUAS E SANEAMENTO S/A .Antonio Alves da Silva . 29 de abril de 2013. 2 / Página 141 8ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUÍZO DE DIREITO DA 8ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ(A) DE DIREITO MÁRIO SOARES CAYMMI GOMES ESCRIVÃ(O) JUDICIAL LUCIANO DE MOURA ROCHA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0291/2013 ADV: MILENE COSTA MIRANDA (OAB 24104/BA).Processo 0018428-03.Processo 0010736-79.Procedimento Ordinário .05.Carlos Roberto Soares Pita .AUTOR: Gustavo Costa da Ressurreicao .

Após. Salvador(BA).Processo 0035023-77.Na falta de elemento adequado no rol do SAJ.IMPETRADO: Secretario Municipal de Planejamento. portanto. não tem este juízo competência para deliberar sobre o caso. DIEGO CORREA RODRIGUES (OAB 22937/BA) . 18 de abril de 2013. 381. foi este cadastrado como Admissão de Recurso Extraordinário. Salvador(BA).AUTOR: Estado da Bahia .2009.Isto posto.Procedimento Ordinário .Osvaldo Pereira de Britto . a confusão (art.Raimundo da Conceicao . encaminhem-se os autos ao Egrégio Tribunal de Justiça da Bahia. tendo-se por termo inicial dos juros de mora a data da citação da parte acionada. FABRICIA FREITAS PAMPONET (OAB 23956/BA) .Sebastião Mendes de Andrade .05.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO .Antecipação de Tutela / Tutela Específica .AUTOR: Jose Alves de Jesus . ao qual atribuo o efeito devolutivo.Processo 0041093-42.0001 .Jose de Aloisio dos Santos . e por tudo o mais que dos autos consta.AUTOR: Banco Ibi S.0001 .05. Recebo o recurso de apelação fls. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: LUCI GUIMARÃES SANTANA (OAB 27317/BA). nos termos do artigo 296.Jorge Peixinho Cordeiro . Intime-se o apelado para suas contra-razões no prazo de quinze dias. no sentido de que o Estado Requerido arque definitivamente com a realização dos procedimentos médicos cirúrgicos indicados na exordial e realizados pelo médico que acompanha a beneficiária Acionante.8.0001 . 03 de maio de 2013.Embargos a execucao .8.0001 .0001 .Nilton Souza Silva .Jose Silva Romao . Dr. Após.8. com ou sem elas.RÉU: Eliomar Pereira de Vitor e outros . 137/144.8.Disponibilização: sexta-feira. I e 318 do CPC.AUTOR: Geosmara Bezerra Leite .8.Banco Multiplo . Salvador(BA). IANA CARLA PEREIRA DE ABREU FERREIRA (OAB 35709/BA).05. Trate o Diretor de Secretaria de providenciar a intimação da sentença ao réu e.Defiro o pedido de fl 158. 475 do CPC.05.05.2011.IMPETRANTE: Marcelo Franscelino da Paixao . Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: ADRIANO FERRARI SANTANA (OAB 18270/BA). 123 já que a alegação de que os autos não foram encontrados no cartório não veio acompanhado de certidão comprobatória. arquivem-se. CRISTINA MENEZES PEREIRA (OAB 14258/BA) . Tecnologia e Gestao . havendo o trânsito em julgado. 05 de maio de 2013. Publique-se.Liminar .Processo 004944183. para que o relator do recurso.Processo 0049433-43. 159.Processo 0021199-80.05.Comandante Geral da Policia Militar do Estado da Bahia . com ou sem elas. Defiro o pedido de fl. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: MARCELO LUIS ABREU E SILVA (OAB 20470/BA). Deixo de condenar em honorários advocatícios em razão de que a Defensoria é órgão do Estado da Bahia.Planos de Saúde . nos moldes em que estabelecido nos relatórios médicos acostados aos autos.Carlos Henrique Suzart . promova o julgamento deste.a. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito . 10 de maio de 2013 Cad.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Na falta de elemento adequado no rol do SAJ.8. nos moldes do art.Processo 002431830.Tendo em vista que o primeiro argumento destes argumento diz respeito à deficiência de intimação de àcordão.Seplag .Mandado de Segurança . 05 de maio de 2013. Salvador(BA).Vistos. CC/02) e em virtude da Súmula nº.Obrigacao de fazer . Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: ''1''PROCURADOR DO ESTADO DA BAHIA (OAB 909090/BA) . pois defiro o pedido de gratuidade de justiça formulado.2005. 09 de maio de 2013.Recebo o recurso de apelação.Vitorino Raimundo dos Santos Roberval Soares da Hora . para o reexame necessário da presente sentença. Intime-se. CLÁUDIO CAIRO GONCALVES (OAB 13012/BA).2009.RÉU: Estado da Bahia .Processo 0027540-35. 09 de maio de 2013.2003.IMPETRADO: Estado da Bahia . Isento de custas. extinguindo o feito com julgamento de mérito. SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO. conforme art.RÉU: Estado da Bahia e outro .Procedimento Ordinário . SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO. foi este cadastrado como Admissão de Recurso Extraordinário. que o direito de recorrer do réu foi violado uma vez que o cartório não localizou os autos do processo . etc. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: ABDIAS AMANCIO DOS SANTOS FILHO (OAB 10870/BA).0001 .Procedimento Ordinário .8.2010.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO .RÉU: Estado da Bahia . para confirmar a liminar concedida. Mariana Varjão Alves Evangelista Juíza de Direito em Exercício ADV: MARCELO LUIS ABREU E SILVA (OAB 20470/BA).AUTOR: Alberto Brandao Souza .RÉU: Semap Secretaria Municipal de Articulacao e Promocao da Cidadania . Remetam-se os autos ao Tribunal de Justiça. JULGO PROCEDENTE EM PARTE O PEDIDO da Autora. 07 de março de 2013. motivo pelo qual ordeno a subida dos autos. Salvador(BA).8.05. operando-se. Intime-se o recorrido para oferecer contra-razões no prazo de 15 (quinze) dias. ARIVALDO DOS SANTOS MELO (OAB 10635/BA) . SERVE CÓPIA DESTE DE MANDADO Salvador(BA). Hugo Maia Filho (CRM5239). Indefiro o pedido de fl. remetam os autos ao Egrégio Tribunal de Justiça. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: ASTOLFO SANTOS SIMÕES DE CARVALHO (OAB 10377/BA) . LUIS CARLOS MONTEIRO LAURENÇO (OAB 16780/BA). .Abelino Almeida dos Santos .AUTOR: Adelson Reis dos Santos . O novo prazo recursal se iniciará com a intimação dessa decisão. encaminhe-se os autos ao Egrégio Tribunal de Justiça.2011.2011. ainda. 2 / Página 142 ADV: ROBERTO DE OLIVEIRA ARANHA (OAB 14903/BA) .Processo 0048664-64. SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO. 02 de MAIO de 2013.Mandado de Segurança . Decorrido o prazo recursal. SERVIRÁ CÓPIA DESTA COMO MANDADO DE INTIMAÇÃO. uma vez que está demonstrando pela certidão fl. MARIANA CARDOSO WANDERLEY (OAB 16317/BA) . SERVE CÓPIA DESTE DE MANDADO. a indenizá-la por danos morais no total de 03 (três) salários mínimos. Salvador(BA). objetivando a manutenção e/ou o restabelecimento da saúde da Requerente.0001 . Salvador(BA).RÉU: Estado da Bahia . parágrafo único. 177 passando a fluir o prazo de contra-razões do autor a partir da publicação desta decisão. em ambos os efeitos.0001 . Registre-se.AUTOR: Terezinha Magalhaes de Azevedo . 269.05. 421 do STJ.Mantenho a sentença proferida pelos seus próprios fundamento. e. SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO.Procedimento Ordinário DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO .

Salvador (BA).Processo 0057345-23. SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: RODRIGO VIANA PANZERI (OAB 32817/BA) . Soldo. O controle jurisdicional constitui. O recurso foi protocolado no prazo.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . 7º.2004. foram incorporadas parcelas da GAP no soldo nos anos de 2009 a 2011.EMBARGANTE: Estado da Bahia .Procedimento Ordinário . o que só poderá ser feito pela superior instância.8.Processo 0062473-24. ajuizaram a presente ação contra o Estado da Bahia alegando que o mesmo não cumpriu o disposto na Lei Estadual 7.P. assim.8.Procedimento Ordinário . 2 / Página 143 ADV: MARIA BETANIA RIBEIRO FERREIRA (OAB 9999039D/BA) . após uma análise mais minuciosa da . 04 de MAIO de 2013.Gitoclecio da Silva Santos .DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO .AUTOR: Manoel Raimundo Nonato .Procedimento Ordinário . JOÃO FONTES BRIGLIA (OAB 701/BA). 06 de maio de 2013.0001 . Salvador(BA). Salvador (BA). Proventos ou Pensão . em seu artigo 110. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: GILMAR MARINHO SANTOS (OAB 15701/BA).2002. é sua obrigação proceder ao controle da Administração Pública. de mera exegese de lei JÁ EM VIGOR e cujo cumprimento está sendo posto em dúvida. GILMAR MARINHO SANTOS (OAB 15701/BA). 205/217 onde alega impossibilidade jurídica do pedido. um dos fundamentos em que repousa o Estado de Direito.8.49%. sem proceder à aumento real de valor.0001 . No entanto.Intime-se o embargado para que informe o CPF do mesmo permitindo.8. Soldo. salvo na ação popular e na ação civil pública.Acolho o pedido de fls. porém sempre subjetivos e próprios de quem pede a correção judicial do ato administrativo. No mérito.Sergio Moises Ramos de Santana .RÉU: Estado da Bahia . inclusive obrigando-a a um comportamento positivo (correção dos vencimentos).05. ANA CELESTE BRITO DO LAGO (OAB 12601/BA) .Cite-se o Estado para oferecer embargos no prazo de trinta dias. quanto à nulidade de falta de intimação do acórdão.05. do Legislativo e do próprio Judiciário quando este realiza atividades administrativas.AUTOR: Jose Herminio dos Santos Neto .Sistema Remuneratório e Benefícios . Em primeiro lugar urge destacar que o pleito autoral visa dar exequibilidade a dispositivo legal que a parte entende em vigor.Marcos Januario da Silva .EMBARGADO: Maria do Carmo Andrade de Carvalho . Salvador (BA). Fica. 04 de MAIO de 2013. Como se vê. Trata-se de um controle a posteriori.2011. Proventos ou Pensão . §3º. sobretudo um meio de preservação dos direitos individuais. e ordeno que retornam ao relator do recurso de apelação. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: RAFAEL MENEZES TRINDADE BARRETTO (OAB 18418/BA). uma vez que não poderia o Judiciário desempenhar função legislativa para conceder a diferença requerida.Duilas Batista dos Santos . 10 de maio de 2013 Cad.RÉU: Estado da Bahia .Processo 006035874.Reajuste de Remuneração. citado.2011. referida no art.Nestor da Silva Oliveira . acolhendo a peroração do Estado da Bahia.2011.AUTOR: Jorge Damasceno da Silva Couto .990/01 que.AUTOR: Decio Wendell Alves dos Santos .0001 .I. com a vigência da Lei Estadual 11. o embargante é rediscutir a correção da decisão. 535 do CPC).Etevaldo Leal dos Santos . ANTÔNIO LAGO JÚNIOR (OAB 16833/BA) Processo 0057409-48. por isso. Sendo assim. juntamente com o princípio da legalidade. caso entenda que esse vem adotando comportamento divorciado de interpretação razoável.356/09. o que provocou aumento disfarçado do soldo sem que a GAP tenha sido aumentada na mesma proporção.0001 . não admito o recurso interposto. por isso mesmo.145/97 e também alega a sua inconstitucionalidade.05. unicamente de legalidade. FRANCISCO LUIZ BORGES DA CUNHA (OAB 15067/BA).Certifique o cartório se houve apresentação de defesa por parte do réu.RÉU: Estado da Bahia .Procedimento Ordinário . Controle judiciário ou judicial é aquele exercido privativamente pelos órgãos do Poder Judiciário. não se tratando. sobre os atos administrativos do Poder Executivo.Allann Elkee Luz Santos . em verdade.JOSE HERMINIO DOS SANTOS NETO e outros.Processo 0061447-88. De nada adiantaria sujeitar-se a administração pública à lei se seus atos não pudessem ser arrolados por um órgão dotado de garantias e imparcialidade que permitam apreciar e invalidar os atos ilícitos por ela praticados. Este magistrado já exarou decisões de maneira diversa.05. ofereceu contestação de fls. o cumprimento do quanto determinado no despacho fl 19 destes autos.RÉU: Estado da Bahia . de se cogitar usurpação do Poder Judiciário para a concessão de vantagem ou aumento de vencimentos já que trata-se.Geronildo Oliveira da Paixao . Salvador (BA). cabe ao Judiciário o controle da exegese das leis feita pelo Estado da Bahia e. sustenta que não existe reajuste algum e que a Lei Estadual 11.Tratase de Embargos Declaratórios opostos pelo réu contra a decisão deste juízo que extinguiu o feito com julgamento do mérito. pois visa impor a observância da lei em cada caso concreto. que são obscuridade. adstrito à conformidade do ato com a norma legal que o rege.Processo 006355323.05. No mérito propriamente dito. O Estado da Bahia. LILIAN DE NOVAES COUTINHO FIUZA (OAB 13003/BA) . Réplica às fls. o pedido merece prosperar em parte. 02 de maio de 2013. aqui.Procedimento Ordinário .8. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: ANA CELESTE BRITO DO LAGO (OAB 12601/BA).Jean Paulo da Silva Granja .Jose Humberto Marques da Silva .Magno Teixeira Barnabe . 223/236. Estima o percentual da diferença devida no ano de 2009 em 12. 15 de abril de 2013. SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO.Embargos a execucao . qualificados na inicial. Mas é. O que busca. contradição ou omissão do julgado (art. 136 e 55. §1º da Lei 7. porém a matéria nele discutida não tem relação com os únicos argumentos que tornam admissível esse recurso.0001 . determina o reajuste da GAPM no mesmo índice de reajuste do soldo e que. em que o autor defende o patrimônio da comunidade lesado pela administração.8. DECIDO. para que aprecie a alegação do Estado da Bahia.2011. refutada a primeira preliminar do Estado da Bahia. quando reclamada por seus beneficiários. 2º. sem que isso implique em invasão alguma na esfera do Executivo.Disponibilização: sexta-feira. VONNAIRE SANTOS FONSECA (OAB 32507/BA) . podendo esses direitos ser de natureza pública ou privada. R. SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO.356/09 apenas incorporou ao soldo parcela do GAP.RÉU: Estado da Bahia .Reajuste de Remuneração.05.0001 .AUTOR: Luis Antonio Bastos Pita . Também alega a revogação tácita do art. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/BA).

até dezembro de 2010. Em que pese o Estado argumente que o § 1º. os cálculos de diferença a ser recebida. como vimos acima. tendo em vista que a incorporação dos valores mencionados no art. à título de exemplo. §1º da Lei Estadual 7. então que aguente as consequência de sua falta de habilidade para o trato da questão. Instituída a revisão vencimental da categoria. 2º. Veja-se. já que não se trata de concessão de vantagem extraordinária. senão vejamos: Lei 7. já que quando o art.145/97. que fixou o valor do salário mínimo para o Estado da Bahia em R$ 180. vez que fora revogado. referido no inciso II. provoca a interrupção na sua vigência e. pelo contrário. em percentual a ser apurado . e tomam por base o orçamento e o impacto nesse. 33 da Lei nº 10. de 16 de abril de 2008) lei 7990/2001 Art. mas sim de obediência a preceitos estabelecidos de aplicabilidade legal. II. Cunha: O artigo 7º. inclusive de segundo grau. tratando-se de condenação judicial. I e II.990/2001. majorou os soldos dos policiais militares. de 29 de junho de 2010) Assim. Por todo o exposto é que julgo parcialmente procedente o pleito para condenar o Estado da Bahia a reajustar a GAP dos suplicantes entre fevereiro de 2009 a dezembro de 2010.990/01 é autoaplicável. Ou seja. §3º.145/97: Apelação Cível 49. IMEDIATAMENTE. na época em que vigia a garantia de paridade de aumento GAP/soldo também no art. Se o Executivo propôs uma lei que tenta dissimular aumento no soldo usando de técnica de redação que. Verifica-se. da Lei 11. que se determina seja aplicado em janeiro de 2010. o seu pagamento se dá por aplicação do artigo 100 da CF e não no citado dispositivo. Por fim. §3º. parágrafo 3º da Lei Estadual 7. cujo critério para tanto é o aumento do soldo. Rubem Dário P. neste ponto especifico. como quer o Estado da Bahia. a partir dessa vigência deve-se interromper. e razão lhe assiste quando afirma isso. diga-se. qualquer outra lei estadual que tenha determinado novo valor ou mesmo correção geral do soldo e/ou GAP de servidores militares.356/09 teve sua eficácia ainda vigia no ordenamento o art. que a própria Lei que criou a GAPM assegura a sua revisão.22% e. 7º.22% seja acrescido ao percentual de 6. da Lei 7990/01. deveria ter o Executivo reajustado os valores da gratificação guerreada. editou a lei 8.145/97. Ao revés.Disponibilização: sexta-feira. por conta do Principio da Legalidade. Com relação à diferença mencionada no inciso III do art 2º. da Lei 7. é a diferença de 6. 7o. fazem jus os autores às diferenças percentuais de 6. entre fevereiro e dezembro de 2009. de interferência de um poder no outro. de janeiro de 2003. Destaquese que a incorporação de R$ 25. com vistas a adequá-la ao sistema jurídico. é preciso esclarecer que ao tempo da edição da norma ainda vigia o §3º. da Lei 11. o que implica dizer que houve revogação tácita desse inciso. da Lei 7990/01. [] Não pode pretender o Apelante que se conceda ao precitado dispositivo natureza meramente programática.990/01.622/00. 110. naquele período. que aumentou mais uma vez os soldos em dezembro de 2003. Ora. tornando-a letra vazia. é de se observar que as Leis Estaduais que prevem reajuste ou aumento salarial são todas elas propostas pelo Estado. nos termos da tabela do seu anexo XIII. pelo motivo exposto. A diferença acima referida só existe enquanto em vigor estava a Lei Estadual 11. 110 [] § 3º . 10 de maio de 2013 Cad. Cabe salientar que a correção da GAP aqui ordenada não é eterna. o problema da suposta falta de previsão orçamentária para a concessão de vantagem ou aumento salarial (artigo 169.00 no soldo. da Lei 7145/97. Esclareça-se que o Judiciário não está fazendo às vezes de Legislativo. editou a Lei nº 7. Caldas: De fato.889/2003. pois. O que resta pagar aos autores. 110. 110. Relator Desembargador José Olegário M.Os valores de gratificação estabelecidos no Anexo II serão revistos na mesma época e no mesmo percentual de reajuste dos soldos. 3° da Lei 11. A Lei 8. estabelece que "os valores de gratificação estabelecidos no Anexo II serão revistos na mesma época e no mesmo percentual dos soldos".DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . determinou expressamente a revisão dos valores desta gratificação na "mesma época e no mesmo percentual de reajuste dos soldos". percentual esse que não foi atualizado na GAP. da Lei Estadual 7.990/2001 garantia a revisão da GAP no mesmo percentual do soldo. verificar os fatos alegados e aplicar o Direito da forma que entende correta. devendo ser mantida a decisão vergastada. Não se trata.que. que instituiu a Gratificação de Atividade Policial Militar.356/09. verifico que na ocasião em que esse dispositivo deveria ter aplicabilidade já não vigia a garantia insculpida no art. possui eficácia imediata . e é por isso que ainda que o art. sem qualquer efetividade prática. Neste caso. (Revogado pelo art. art. pelo Executivo. Com relação ao pedido de diferença referente à incorporação da GAP ao soldo do ano de 2010. de fato. do art.920. de modo que a diferença referente a esse tópico não poderá ser concedida. quando já não vigia no ordenamento estadual o art. o parágrafo Io do art. não pode prosperar a tese defendida pelo Estado de que a sentença debatida invadira a competência do Poder Legislativo ao conceder aumento salarial. e não há prova de que o Estado da Bahia tenha descumprido esse mandamento. da Lei 7990/01 tenha sido revogado em junho de 2010. . §3º. da Lei 7. por provocar a revogação explícita ou tácita daquela.889. em casos similares. da Lei 11356/09. 2º. 6º da Lei nº 11. §3º. os seguintes trechos de Acórdãos. em 6. em 2003.145/1997 não mais vige. 2 / Página 144 jurisprudência do TJBA. §3º. já vinha sendo cabalmente reputada como viciosa em várias decisões judiciais. da GAP. 110. 7º [] § 1º .356/09. deveria haver o repasse à GAPM. verificou-se que os Acórdãos são unânimes em sustentar que a incorporação da GAP no soldo dos policiais militares constituiu. está apenas exercendo a sua função de.305-9. da Lei 7 . empregada em legislação anterior. já que o comando anterior já determinou que a diferença apurada seja aplicada sobre o valor atualizado da GAP de acordo com o anexo II da Lei Estadual n° 11356/09. Em 2000. portanto. do art. pelos seus próprios fundamentos. é ato único. 110.00 (cento e oitenta reais) e. variando a porcentagem de tal aumento a depender dos postos da escala hierárquica. da lei 7. O pedido da inicial de que esse percentual de 6. Ademais. A sentença nada mais fez que conferir direito assegurado pela sobredita lei. tudo de acordo com a Lei Estadual n° 11356/09. negando o pedido de incorporação do percentual relativo ao ano de 2011.22% que consistiu no impacto da incorporação de parcela da GAP no soldo. entre janeiro e dezembro de 2010. Por outro lado. majoração esta que. um aumento salarial e que.Os valores da gratificação de atividade policial militar serão revistos na mesma época e no mesmo percentual de reajuste do soldo. (§ 3º revogado pelo art. garantindo-lhe eficácia. invadindo a função deste Poder. §1º da CF) também não se aplica aqui.e não contida. é devida a diferença.que representa o impacto percentual da incorporação de R$ 25 no soldo. portanto. 7º. parágrafo 1º. sendo provocado pela parte atingida. já que o disposto no artigo 110.962.145/97 Art. por isso mesmo.356/09 impuseram um aumento real do soldo e uma vez que o art. Des. Apelação Cível 23392-7/2007.27% não deve prosperar. deverá ser estendida à GAPM que formam os proventos do recorrido. 110. esse também deve ser julgado procedente. atendendo-se ao disposto na lei 7. Rel. De outra feita. a aplicação da lei que estabelece o reajuste.22% em relação àquilo a que o Estado pagava à titulo de GAP. deve buscar o intérprete da norma a melhor exegese possível. art 3º. sim. Assim. também. o que não fez. A hermenêutica não pode ser utilizada de forma a retirar da norma a sua aplicabilidade. que tem redação semelhante a do dispositivo supra já revogado.

exclusivamente para os policiais militares que.Jose Herminio dos Santos Neto . à percepção da Gratificação de Atividade Policial Militar. farão jus. DECIDO. ingressaram com ação ordinária contra o Estado da Bahia.da referência I para a III.Jose Rivaldo Matias dos Santos .Gitoclecio da Silva Santos . Art. Resta patente. destinado a especificar os critérios previstos na Lei 7.Processo 0063666-74. O réu juntou contestação (fls. Salvador(BA). busca e salvamento. qualificados na inicial. Sem custas. Recebimento da GAP V. 10 . bem como.8.960: "Nas condenações impostas à fazenda pública.O Poder Executivo expedirá regulamento disciplinando o procedimento para concessão e pagamento da Gratificação instituída por esta Lei. submetidos ao regime de trabalho de 40 (quarenta) horas semanais. estabelecida para o respectivo grau hierárquico. SERVE CÓPIA DESTE DE MANDADO. patrulhamento e rondas. a disponibilidade dos recursos alocados para custeio da vantagem na posição referencial mencionada. em regime de trabalho de 30 (trinta) horas semanais e em razão das atribuições inerentes ao grau hierárquico dos seus cargos. Relatam que a GAP foi escalonada em cinco referências e que a Lei 7. percebe-se que foi conferida ao Poder Executivo a competência regulamentar referente ao benefício criado.00. 2) Impossibilidade jurídica do pedido. Isto posto e por tudo o mais que dos autos constam JULGO IMPROCEDENTE os pedidos pelos fatos e fundamentos expostos. com o passar do tempo. Em que pese a disciplina a respeito do benefício criado pela legislação referida. haverá a incidência uma única vez. instituída pela Lei 7.Francisco Mariano da Silva Filho . devido ao pedido de gratuidade. remuneração do capital e compensação da mora. extinção de incêndios. através de ilustre advogado. Honorário no importe de R$ 2.Os servidores policiais militares da ativa. de todos os postos e graduações. 22/26. 11 . Assim. para os policiais militares que. Afasto. a serem pagos pelos . 4) ) Da necessidade de observância do posto para aferir a diferença pleiteada. que dispõe o quanto segue. a obstar o direito de percepção da vantagem em comento. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: VONNAIRE SANTOS FONSECA (OAB 32507/BA) . Os limites dessa revisão. portanto.AUTOR: Allann Elkee Luz Santos . não assiste razão aos suplicantes. na forma a seguir indicada: I . 269. a pretensão de obtenção da GAP em determinada referência se mostraria adequada frente ao alegado descumprimento da legislação correspondente não fosse a inexistência de regulamentação. da leitura do decreto que regulamentou a lei instituidora do benefício em exame que o pleito dos autores não deve prosperar.Disponibilização: sexta-feira. em face da ausência de regulamentação da transferência da GAP para os níveis IV e V. o pleito carece de consistência. Tendo em vista que os autores só tiveram indeferida porção mínima do seu pedido. A Constituição Federal adotou o princípio da separação dos poderes pelo qual há divisão de competência entre o Legislativo. Art. 10 de maio de 2013 Cad. 3) Da não comprovação de percepção da GAP III pelo prazo mínimo de 01 (um) ano. Diante da leitura da norma transcrita. coordenação. A diferença porventura apurada deve ser corrigida conforme a Lei Federal 11. Sem custas.Marcos Januario da Silva .Alex de Jesus Sousa . a ser pontualmente sujeita a cálculo. 6749/ 97. O Decreto Estadual n. Foi oportunizada a réplica. as inerentes ao seu planejamento. cuja cópia foi colacionada aos autos às fls. no valor correspondente à Referência I. sem estabelecer os parâmetros para a ascensão da GAPM às referências IV e V. condeno o réu ao pagamento ao mesmo de honorários no importe de 5% do valor da condenação. por absoluta necessidade do serviço.0001 . não há de se falar em transcurso de prazo prescricional quando a modificação da GAP para as referências IV e V depende da expedição de ato normativo. que regulamenta a Lei 7145/97. A priori. já que as partes não nos forneceram elementos para delinear nesse momento essa questão.05. para alteração da referência atribuída. definindo a forma de apuração dos critérios que fundamentam a sua atribuição. sem fixar os critérios para a sua elevação aos níveis IV e V. desempenhem atividades de policiamento ostensivo.As concessões determinadas nos termos do artigo anterior serão revistas pelo Comandante Geral da Polícia Militar até a data de 04 de outubro de 1997.2011. observada para o efeito dessa alteração. é matéria a ser debatida na liquidação deste julgado.GAP.145/ 97. pois. assim. sendo indevido. inexiste regulamentação acerca da mudança de referência da gratificação para os níveis IV e V. a partir de 1º de agosto de 1997. mas sim assegurar a aplicabilidade e o correto manejo das normas vigentes no ordenamento jurídico. o que foi feito às fls. até o efetivo pagamento. A Lei 7145/97 instituiu a gratificação de atividade policial militar e disciplinou a respeito de sua concessão e pagamento no seu artigo 10. 9) Improcedência da demanda. orientação e controle e outras consideradas de natureza policial-militar. 6749/97. devendo incidir esses juros a partir da citação e a correção monetária desde a data em que deveria ter sido feito o pagamento aos autores.000. apenas dispõe sobre a alteração da referência I para a II ou III. prestação de socorro público. entendo que a mesma não devem prevalecer.145/97 definiu a revisão da referência para sua elevação. preservando dessa maneira a segurança jurídica e a harmonia entre os poderes constitucionais.Aleksandra Alves Lima . I do CPC. alegando que são policiais militares da PMBA com jornada de 40 horas semanais. que concedo. à exceção da graduação de Recruta. com o pagamento do retroativo da supramencionada gratificação e com as devidas atualizações.da referência I para a referência II. Ora. 12 . dos índices oficiais de remuneração básica e juros aplicados à caderneta de poupança". 265/271. nas referências V. sob pena de ilegalidade. salvo na hipótese de ilegalidade ou abuso de poder. exigindo apenas cumprimento de carga horária de 40 horas semanais e prazo mínimo de 12 meses na referência anterior. 07 de maio de 2013. até então inexistente.ALLANN ELKEE LUZ SANTOS e outros. a prejudicial de mérito. No caso em exame é da competência do Executivo o poder regulamentar.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Procedimento Ordinário DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO .RÉU: Estado da Bahia . Assim. no que tange a alegação da ocorrência de prescrição do fundo de direito. Não pode o Judiciário legislar ou regulamentar norma sob o pretexto de omissão de outro poder. Em relação a preliminar oposta pelo Estado. 247/254) alegando. No mérito. independentemente de sua natureza e para fins de atualização monetária.John Cordeiro dos Santos . fazendo jus à percepção da GAP. o Executivo e o Judiciário. Esse entendimento está clarividente à luz da leitura dos artigos 11 e 12 do Decreto Estadual n. já que o Judiciário não detém o poder regulamentar. e que o Requerido ainda não pagou a GAP nas referências IV e V. 2 / Página 145 já não existirá mais qualquer diferença a ser paga. Pleiteiam que o Requerido seja condenada a pagar a diferença da Gratificação de Atividade Policial Militar .Nestor da Silva Oliveira . como regra. para o policial militar fazer jus à percepção da GAPM é preciso a sua adequação ao que for estabelecido por meio de Decreto. II . tendo em vista que dispõe apenas sobre a elevação da GAPM I para as referências II e III.145/97. Art. ao Judiciário interferir em competência alheia. desempenhando as atribuições definidas no inciso precedente. estejam. em resumo: 1) Síntese da demanda. com espeque no art.

por isso mesmo.Processo 0066082-15. Em 2000. naquele período. o que não fez. para que o Requerido arque integral e definitivamente com tratamento "home care" da Requerente beneficiária nos moldes em que estabelecido pelo relatório médico acostado aos autos às fls. sobretudo um meio de preservação dos direitos individuais. refutada a primeira preliminar do Estado da Bahia. porém sempre subjetivos e próprios de quem pede a correção judicial do ato administrativo. unicamente de legalidade. O Estado da Bahia. Assim.Processo 0070268-18. Cunha: O artigo 7º. está apenas exercendo a sua função de. não se tratando.305-9.ALDONEI BRITO DA ROCHA e outros. adstrito à conformidade do ato com a norma legal que o rege. Condeno o réu ao pagamento dos honorários advocatícios na ordem de 10% (dez por cento) sobre o valor da causa. deveria haver o repasse à GAPM.AUTOR: Aldonei Brito da Rocha e outros .145/97.Procedimento Ordinário . referida no art. caso entenda que esse vem adotando comportamento divorciado de interpretação razoável. por isso mesmo. ofereceu contestação de fls. P. verificou-se que os Acórdãos são unânimes em sustentar que a incorporação da GAP no soldo dos policiais militares constituiu. sobre os atos administrativos do Poder Executivo. Não se trata. não pode prosperar a tese defendida pelo Estado de que a sentença debatida invadira a competência do Poder Legislativo ao conceder aumento salarial. De nada adiantaria sujeitar-se a administração pública à lei se seus atos não pudessem ser arrolados por um órgão dotado de garantias e imparcialidade que permitam apreciar e invalidar os atos ilícitos por ela praticados. possui eficácia imediata . sustenta que não existe reajuste algum e que a Lei Estadual 11. Ao revés.RÉU: Estado da Bahia .49%.Tratamento Médico-Hospitalar e/ou Fornecimento de Medicamentos . A sentença nada mais fez que conferir direito assegurado pela sobredita lei. deveria ter o Executivo reajustado os valores da gratificação guerreada. DECIDO. 7º. de interferência de um poder no outro.145/97 e também alega a sua inconstitucionalidade. o que provocou aumento disfarçado do soldo sem que a GAP tenha sido aumentada na mesma proporção. Salvador(BA). que fixou o valor do salário mínimo para o Estado da Bahia em R$ 180. em seu artigo 110. mas sim de obediência a preceitos estabelecidos de aplicabilidade legal. Soldo. inclusive obrigando-a a um comportamento positivo (correção dos vencimentos). 2º. em que o autor defende o patrimônio da comunidade lesado pela administração. Esclareça-se que o Judiciário não estáfazendo às vezes de Legislativo.Disponibilização: sexta-feira. ADV: CARLA VIANA CARRERA (OAB 26717/BA) . Trata-se de um controle a posteriori. 57/59.8. parágrafo 3º da Lei Estadual 7. 269. foram incorporadas parcelas da GAP no soldo nos anos de 2009 a 2011. Rubem Dário P. que instituiu a Gratificação de Atividade Policial Militar. determinou expressamente a revisão dos valores desta gratificação na "mesma época e no mesmo percentual de reajuste dos soldos". quando reclamada por seus beneficiários. diga-se. Também alega a revogação tácita do art. com vistas a adequá-la ao sistema jurídico.e não contida.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . §3º.Procedimento Ordinário . ésua obrigação proceder ao controle da Administração Pública. conforme art.2011. como quer o Estado da Bahia. pois visa impor a observância da lei em cada caso concreto. Em primeiro lugar urge destacar que o pleito autoral visa dar exequibilidade a dispositivo legal que a parte entende em vigor. SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO.2010.Reajuste de Remuneração. Mariana Varjão Alves Evangelista Juíza de Direito em Exercício.05. após uma análise mais minuciosa da jurisprudência do TJBA. pois defiro o pedido de gratuidade de justiça formulado. Controle judiciário ou judicial éaquele exercido privativamente pelos órgãos do Poder Judiciário. No mérito. No entanto. SERVE CÓPIA DESTA COMO MANDADO.0001 . sem qualquer efetividade prática.8. 186/195. 7º. com a vigência da Lei Estadual 11. encaminhem-se os autos ao Egrégio Tribunal de Justiça da Bahia. JULGO PROCEDENTE O PEDIDO. juntamente com o princípio da legalidade.05. 09 de maio de 2013. uma vez que não poderia o Judiciário desempenhar função legislativa para conceder a diferença requerida. já que o disposto no artigo 110. pelo contrário. §1º da Lei Estadual 7. I do CPC. podendo esses direitos ser de natureza pública ou privada. Isento de custas. No mérito propriamente dito. o pedido merece prosperar em parte. do Legislativo e do próprio Judiciário quando este realiza atividades administrativas. os seguintes trechos de Acórdãos. editou a lei 8. de mera exegese de lei JÁ EM VIGOR e cujo cumprimento está sendo posto em dúvida.00 (cento e oitenta reais) e. nos moldes do art.0001 . Rel. Proventos ou Pensão . à título de exemplo. 2 / Página 146 sucumbentes.990/01 é autoaplicável.356/09 apenas incorporou ao soldo parcela do GAP.145/97: Apelação Cível 49. extinguindo o feito com julgamento de mérito.Isto posto. Veja-se. ajuizaram a presente ação contra o Estado da Bahia alegando que o mesmo não cumpriu o disposto na Lei Estadual 7. editou a Lei nº 7.356/09. determina o reajuste da GAPM no mesmo índice de reajuste do soldo e que. Decorrido o prazo recursal. deve buscar o intérprete da norma a melhor exegese possível. atendendo-se ao disposto na lei 7. um aumento salarial e que. 162/179 onde alega impossibilidade jurídica do pedido.990/01 que. Registre-se.I. por isso. que aumentou mais uma vez os soldos em dezembro de 2003. 10 de maio de 2013 Cad.que. Como se vê.889/2003. sem que isso implique em invasão alguma na esfera do Executivo. um dos fundamentos em que repousa o Estado de Direito. Publique-se. sim. pois. tornando-a letra vazia. salvo na ação popular e na ação civil pública. garantindo-lhe eficácia. RODRIGO VIANA PANZERI (OAB 32817/BA) . cabe ao Judiciário o controle da exegese das leis feita pelo Estado da Bahia e. variando a porcentagem de tal aumento a depender dos postos da escala hierárquica. Salvador(BA). §1º da Lei 7.R. Réplica às fls. qualificados na inicial. 475 do CPC. sendo provocado pela parte atingida. da Lei 7145/97.RÉU: Plano de Assistencia A Saude dos Servidores Publicos Estaduais-planserv . pelo tempo que o(s) médico(s) que a acompanha(m) entendeu(ram) necessário à sua recuperação. em 2003. sem proceder à aumento real de valor.AUTOR: Rosely Paixao Vidal . invadindo a função deste Poder. verificar os fatos alegados e aplicar o Direito da forma que . Des. Fica. O controle juridicional constitui. parágrafo 1º. Mas é. de se cogitar usurpação do Poder Judiciário para a concessão de vantagem ou aumento de vencimentos já que trata-se. aqui. para o reexame necessário da presente sentença. De outra feita. Intime-se. [] Não pode pretender o Apelante que se conceda ao precitado dispositivo natureza meramente programática. citado.622/00. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: ''1''PROCURADOR DO ESTADO DA BAHIA (OAB 909090/BA). em casos similares. na época em que vigia a garantia de paridade de aumento GAP/soldo também no art. Estima o percentual da diferença devida no ano de 2009 em 12. A hermenêutica não pode ser utilizada de forma a retirar da norma a sua aplicabilidade. Este magistrado já exarou decisões de maneira diversa. Ora. 09 de maio de 2013. e por tudo o mais que dos autos consta. acolhendo a peroração do Estado da Bahia.

sob pena de arquivamento dos autos.990/2001. art 3º.RÉU: Estado da Bahia . de 29 de junho de 2010) Assim. §3º. de modo que a diferença referente a esse tópico não poderá ser concedida. já que quando o art. 7º. a ser pontualmente sujeita a cálculo. que a própria Lei que criou a GAPM assegura a sua revisão.A obrigação de apresentar os cálculos da obrigação de dar. é ato único. da Lei 11356/09. ADV: MARCO AURELIO DE CASTRO JUNIOR (OAB 11653/BA).AUTOR: Aldo Fernando da Silva e outros .2002.Os valores da gratificação de atividade policial militar serão revistos na mesma época e no mesmo percentual de reajuste do soldo. §3º. Os limites dessa revisão. (Revogado pelo art.990/01. tendo em vista que a incorporação dos valores mencionados no art. e razão lhe assiste quando afirma isso. 110. Ou seja. 33 da Lei nº 10. Neste caso.960: "Nas condenações impostas à fazenda pública. entre fevereiro e dezembro de 2009. remuneração do capital e compensação da mora. estabelece que "os valores de gratificação estabelecidos no Anexo II serão revistos na mesma época e no mesmo percentual dos soldos". senão vejamos: Lei 7. então que aguente as consequência de sua falta de habilidade para o trato da questão. da Lei 11. condeno o réu ao pagamento ao mesmo de honorários no importe de 5% do valor da condenação. 110. que tem redação semelhante a do dispositivo supra já revogado. (§ 3º revogado pelo art. Por todo o exposto éque julgo parcialmente procedente o pleito para condenar o Estado da Bahia a reajustar a GAP dos suplicantes entre fevereiro de 2009 a dezembro de 2010. conforme sentença transitada e julgada. a partir dessa vigência deve-se interromper. neste ponto especifico. da Lei 7990/01. empregada em legislação anterior. Com relação ao pedido de diferença referente àincorporação da GAP ao soldo do ano de 2010. da Lei 7. portanto. dos índices oficiais de remuneração básica e juros aplicados à caderneta de poupança". jáque não se trata de concessão de vantagem extraordinária. haverá a incidência uma única vez. a aplicação da lei que estabelece o reajuste. devendo ser mantida a decisão vergastada.00 no soldo. II. já que as partes não nos forneceram elementos para delinear nesse momento essa questão. 6º da Lei nº 11. Ademais. tudo de acordo com a Lei Estadual n° 11356/09. Caldas: De fato.1998. portanto. esse também deve ser julgado procedente. Verifica-se.0001 . do art. Com relação àdiferença mencionada no inciso III do art 2º. 2º.27% não deve prosperar. O pedido da inicial de que esse percentual de 6.8. Destaque-se que a incorporação de R$ 25. o problema da suposta falta de previsão orçamentária para a concessão de vantagem ou aumento salarial (artigo 169. de fato.889. SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO. 110. até o efetivo pagamento. proceda a inclusão dos vencimentos dos Autores a gratificação de habilitação. cujo critério para tanto éo aumento do soldo. os cálculos de diferença a ser recebida. da Lei 7 .356/09 impuseram um aumento real do soldo e uma vez que o art. Apelação Cível 23392-7/ 2007. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: LIVIO MARIO REIS NUNES (OAB 15431/BA) .22% seja acrescido ao percentual de 6. jáque o comando anterior já determinou que a diferença apurada seja aplicada sobre o valor atualizado da GAP de acordo com o anexo II da Lei Estadual n° 11356/09.que representa o impacto percentual da incorporação de R$ 25 no soldo. art. 10 de maio de 2013 Cad. I e II.962. IMEDIATAMENTE. e não há prova de que o Estado da Bahia tenha descumprido esse mandamento.Reintegracao em cargo publico . pelo motivo exposto. §1ºda CF) também não se aplica aqui.0001 . da Lei 11. §3º. Se o Executivo propôs uma lei que tenta dissimular aumento no soldo usando de técnica de redação que. o seu pagamento se dá por aplicação do artigo 100 da CF e não no citado dispositivo. majoração esta que. vez que fora revogado. pelos seus próprios fundamentos. Por outro lado. em percentual a ser apurado .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . que se determina seja aplicado em janeiro de 2010. da Lei 7.Disponibilização: sexta-feira. no prazo de trinta dias. é devida a diferença. Relator Desembargador JoséOlegário M. o que implica dizer que houve revogação tácita desse inciso. ainda mais que se trata de mera conta sem complexidade é do credor.8. também. Por fim. A diferença acima referida só existe enquanto em vigor estava a Lei Estadual 11.RÉU: Estado da Bahia . 3° da Lei 11. §3º. 110. do art. O que resta pagar aos autores.356/09. o parágrafo Io do art. verifico que na ocasião em que esse dispositivo deveria ter aplicabilidade já não vigia a garantia insculpida no art. HILDELICIO FIUZA GUIMARÃES DE SENA (OAB 10798/BA) Processo 0077476-73. insclusive de segundo grau. até dezembro de 2010. motivo pelo qual concedo ao mesmo o prazo de trinta dias para formular adequando o pedido executório. quando já não vigia no ordenamento estadual o art. de 16 de abril de 2008) lei 7990/2001 Art. fazem jus os autores às diferenças percentuais de 6. por conta do Principio da Legalidade.AUTOR: Jorge Eduardo Lorens . A Lei 8. Sem custas.145/1997 não mais vige.Procedimento Ordinário . 110 [] § 3º . devendo incidir esses juros a partir da citação e a correção monetária desde a data em que deveria ter sido feito o pagamento aos autores.Processo 0082246-70. SERVE CÓPIA DESTE DE MANDADO.05. pelo Executivo. independentemente de sua natureza e para fins de atualização monetária. §3º. como vimos acima.22% e. referido no inciso II.356/09. majorou os soldos dos policiais militares. nos termos da tabela do seu anexo XIII. deverá ser estendida à GAPM que formam os proventos do recorrido. Tendo em vista que os autores só tiveram indeferida porção mínima do seu pedido.356/09 teve sua eficácia ainda vigia no ordenamento o art.145/97 Art. da Lei Estadual 7. em 6. 2º. Cabe salientar que a correção da GAP aqui ordenada não é eterna.05. por provocar a revogação explícita ou tácita daquela. portanto.920. de janeiro de 2003. 110. é matéria a ser debatida na liquidação deste julgado. Instituída a revisão vencimental da categoria. da lei 7. provoca a interrupção na sua vigência e. é a diferença de 6. 7o. tratando-se de condenação judicial. e tomam por base o orçamento e o impacto nesse. percentual esse que não foi atualizado na GAP.Os valores de gratificação estabelecidos no Anexo II serão revistos na mesma época e no mesmo percentual de reajuste dos soldos.145/97. negando o pedido de incorporação do percentual relativo ao ano de 2011.990/2001 garantia a revisão da GAP no mesmo percentual do soldo.22% que consistiu no impacto da incorporação de parcela da GAP no soldo. 2 / Página 147 entende correta. qualquer outra lei estadual que tenha determinado novo valor ou mesmo correção geral do soldo e/ou GAP de servidores militares. éde se observar que as Leis Estaduais que prevem reajuste ou aumento salarial são todas elas propostas pelo Estado. da Lei 7990/01 tenha sido revogado em junho de 2010. 09 de maio de 2013. é preciso esclarecer que ao tempo da edição da norma ainda vigia o §3º. já vinha sendo cabalmente reputada como viciosa em várias decisões judiciais. Salvador (BA). da GAP. 7º[] § 1º .22% em relação àquilo a que o Estado pagava à titulo de GAP. entre janeiro e dezembro de 2010. Aproveito o ensejo para . já não existirá mais qualquer diferença a ser paga. e é por isso que ainda que o art.Cite-se o Réu para que. Em que pese o Estado argumente que o § 1º. da Lei 7990/01. A diferença porventura apurada deve ser corrigida conforme a Lei Federal 11. 110.

citado. CAMILA MAMEDE SANT'ANNA XARÁ (OAB 26766/BA) Processo 0082683-33.8. 186/195. 2 / Página 148 determinar que no mesmo prazo seja apresentados os cálculos dos valores devidos anteriormente. FABIANO CAVALCANTE PIMENTEL (OAB 18374/BA) .Elias de Jesus Oliveira .Superintendencia de Transito e Transporte do Salvador-transalvador .2006. No entanto. 07 de maio de 2013. 7º.Jose Cicero Conceiçao Medrado Rodrigo Franca da Silva . no prazo de dez dias. serão os autos arquivados.Na falta de elemento adequado no rol do SAJ.356/09. DJALMA SILVA JÚNIOR (OAB 18157/ BA) . Cunha: O artigo 7º. uma vez que não poderia o Judiciário desempenhar função legislativa para conceder a diferença requerida. §3º. de se cogitar usurpação do Poder Judiciário para a concessão de vantagem ou aumento de vencimentos já que trata-se.Rogerio de Oliveira Conceicao . posto que já tinha sido proferida sentença.RÉU: Estado da Bahia . etc.2010. pois visa impor a observância da lei em cada caso concreto. §1º da Lei Estadual 7. remetam-se os autos ao Egrégio Tribunal de justiça.356/09 apenas incorporou ao soldo parcela do GAP. CRISTINA MENEZES PEREIRA (OAB 14258/BA) . referida no art. Como se vê. salvo na ação popular e na ação civil pública.AUTOR: Antonio Jorge Machado Guerra . em casos similares.AUTOR: Neyde Lafene Hughes Oliveira .05.145/ 97 e também alega a sua inconstitucionalidade.Manifestese o réu sobre o pleito retro. da Lei 7145/97. inclusive obrigando-a a um comportamento positivo (correção dos vencimentos). SERVE CÓPIA DESTE DE MANDADO Salvador(BA).AUTOR: Cesar Costa Querino .8. No mérito. Trata-se de um controle a posteriori.RÉU: Planserv . §1º da Lei 7.AUTOR: Associacao dos Servidores Em Transporte e Transito do Municipio Astram . quando reclamada por seus beneficiários. em seu artigo 110. Rel. Des. SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO. em que o autor defende o patrimônio da comunidade lesado pela administração.8. qualificados na inicial. Em primeiro lugar urge destacar que o pleito autoral visa dar exequibilidade a dispositivo legal que a parte entende em vigor. por isso mesmo.05.Procedimento Ordinário . um dos fundamentos em que repousa o Estado de Direito. juntamente com o princípio da legalidade. Intime-se o apelado para apresentar suas contrarrazões no prazo de 15 (quinze) dias.Vistos. urge destacar que resta prejudicado o pedido formulado pela autora à fl. um aumento salarial e que. não se tratando. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: ISABELA SANTOS MAIA (OAB 26042/BA). acolhendo a peroração do Estado da Bahia. com a vigência da Lei Estadual 11. o que provocou aumento disfarçado do soldo sem que a GAP tenha sido aumentada na mesma proporção.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . parágrafo 3º da Lei Estadual 7. De nada adiantaria sujeitar-se a administração pública à lei se seus atos não pudessem ser arrolados por um órgão dotado de garantias e imparcialidade que permitam apreciar e invalidar os atos ilícitos por ela praticados. cabe ao Judiciário o controle da exegese das leis feita pelo Estado da Bahia e.Joao Bosco Bispo dos Santos . Salvador(BA). unicamente de legalidade.2010. deveria haver o repasse à GAPM. DECIDO. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: ANA CRISTINA PINHO E ALBUQUERQUE PARENTE (OAB 12705/BA). ajuizaram a presente ação contra o Estado da Bahia alegando que o mesmo não cumpriu o disposto na Lei Estadual 7.990/ 01 que. de mera exegese de lei JÁ EM VIGOR e cujo cumprimento está sendo posto em dúvida. Rubem Dário P.Antonio Marcos Rabelo Barros . foram incorporadas parcelas da GAP no soldo nos anos de 2009 a 2011. após uma análise mais minuciosa da jurisprudência do TJBA. sobretudo um meio de preservação dos direitos individuais.05. Controle judiciário ou judicial éaquele exercido privativamente pelos órgãos do Poder Judiciário.Processo 0083582-70.0001 . Réplica às fls. Mas é. Fica desde já intimado o Advogado dos Autores que venha aos autos após esse prazo de trinta dias para que formule pedido de execução da obrigação de dar. 06 de maio de 2013. com ou sem elas. nos quinze dias subsequentes ao término do prazo anterior.Carlos Alberto Teixeira dos Santos .8. sobre os atos administrativos do Poder Executivo.05. Primeiramente.Valter de Jesus Souza . por isso. sem que isso implique em invasão alguma na esfera do Executivo. Também alega a revogação tácita do art. SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO ADV: ITANA EÇA MENEZES DE LUNA REZENDE (OAB 16828/BA). porém sempre subjetivos e próprios de quem pede a correção judicial do ato administrativo.990/01 é autoaplicável. 129 dos autos. uma vez que foi certificado nos autos não haver sido encontrado o caderno processual para que a mesma pudesse fazer carga do mesmo.Procedimento Ordinário .Atos Administrativos .0001 .RÉU: Municipio de Salvador . parágrafo 1º. RANIERI LIMA RESENDE (OAB 27748/BA).Plano de Assistencia A Saude dos Servidores Publicos Estaduais . Fica. 174/182 onde alega impossibilidade jurídica do pedido. No mérito propriamente dito. 7º. Veja-se.305-9.49%.2011. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: NACHA GUERREIRO SOUZA AVENA (OAB 15823/BA). sustenta que não existe reajuste algum e que a Lei Estadual 11. Este magistrado já exarou decisões de maneira diversa.145/97: Apelação Cível 49.Railson dos Santos Marques . aqui. Salvador (BA).Processo 0094652-45. 2º. por isso mesmo. na época em que vigia a garantia de paridade de aumento GAP/soldo também no art. O Estado da Bahia.RÉU: Estado da Bahia . foi este cadastrado como Admissão de Recurso Extraordinário.Processo 0092001-06. ésua obrigação proceder ao controle da Administração Pública. devidamente corrigido.Noel Amaral Mota Silva .0001 .Procedimento Ordinário . verificou-se que os Acórdãos são unânimes em sustentar que a incorporação da GAP no soldo dos policiais militares constituiu. sem proceder à aumento real de valor. podendo esses direitos ser de natureza pública ou privada.Antecipação de Tutela / Tutela Específica . Defiro o pedido de fl. ofereceu contestação de fls. 10 de maio de 2013 Cad. à título de exemplo.Carla Cristina de Oliveira Mendes . refutada a primeira preliminar do Estado da Bahia. adstrito à conformidade do ato com a norma legal que o rege. o pedido merece prosperar em parte.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . sim. caso entenda que esse vem adotando comportamento divorciado de interpretação razoável. do Legislativo e do próprio Judiciário quando este realiza atividades administrativas. que .Disponibilização: sexta-feira. Caso não o faça. determina o reajuste da GAPM no mesmo índice de reajuste do soldo e que. DANILO SOUZA RIBEIRO (OAB 18370/BA). CARLA FERREIRA VIANA (OAB 26717/BA). 15 de abril de 2013.ANTONIO JORGE MACHADO GUERRA e outros. O controle juridicional constitui.0001 Procedimento Ordinário . os seguintes trechos de Acórdãos. Estima o percentual da diferença devida no ano de 2009 em 12. já que o disposto no artigo 110. Recebo a apelação em seu efeito devolutivo. 324 devolvendo o prazo da parte peticionante.

deve buscar o intérprete da norma a melhor exegese possível. da Lei 11. verifico que na ocasião em que esse dispositivo deveria ter aplicabilidade já não vigia a garantia insculpida no art. é matéria a ser debatida na liquidação deste julgado. em 6. também. §3º. já que quando o art. Ademais. (Revogado pelo art. 2º. §3º. esse também deve ser julgado procedente. naquele período. jáque não se trata de concessão de vantagem extraordinária. portanto. independentemente de sua natureza e para fins de atualização monetária. §1ºda CF) também não se aplica aqui. pelo motivo exposto. de janeiro de 2003. fazem jus os autores às diferenças percentuais de 6. então que aguente as consequência de sua falta de habilidade para o trato da questão. é a diferença de 6. que aumentou mais uma vez os soldos em dezembro de 2003. percentual esse que não foi atualizado na GAP. editou a lei 8. cujo critério para tanto éo aumento do soldo. da lei 7. em 2003. da Lei 7. A hermenêutica não pode ser utilizada de forma a retirar da norma a sua aplicabilidade. da Lei Estadual 7. pelo Executivo. é ato único. 7º[] § 1º . O pedido da inicial de que esse percentual de 6. o que implica dizer que houve revogação tácita desse inciso. não pode prosperar a tese defendida pelo Estado de que a sentença debatida invadira a competência do Poder Legislativo ao conceder aumento salarial.622/00. é preciso esclarecer que ao tempo da edição da norma ainda vigia o §3º. já vinha sendo cabalmente reputada como viciosa em várias decisões judiciais.00 no soldo. 2 / Página 149 instituiu a Gratificação de Atividade Policial Militar. da GAP. da Lei 7 . empregada em legislação anterior. devendo incidir esses . Os limites dessa revisão. do art. editou a Lei nº 7. como quer o Estado da Bahia. Relator Desembargador JoséOlegário M. e é por isso que ainda que o art. tendo em vista que a incorporação dos valores mencionados no art. §3º. 110. mas sim de obediência a preceitos estabelecidos de aplicabilidade legal.22% que consistiu no impacto da incorporação de parcela da GAP no soldo.22% seja acrescido ao percentual de 6. Se o Executivo propôs uma lei que tenta dissimular aumento no soldo usando de técnica de redação que. a partir dessa vigência deve-se interromper. 7º. 7o. 110 [] § 3º . sendo provocado pela parte atingida. Por outro lado.960: "Nas condenações impostas à fazenda pública. de 16 de abril de 2008) lei 7990/2001 Art.Os valores da gratificação de atividade policial militar serão revistos na mesma época e no mesmo percentual de reajuste do soldo. por conta do Principio da Legalidade. e não há prova de que o Estado da Bahia tenha descumprido esse mandamento. éde se observar que as Leis Estaduais que prevem reajuste ou aumento salarial são todas elas propostas pelo Estado. os cálculos de diferença a ser recebida. atendendo-se ao disposto na lei 7. da Lei 11356/09. deverá ser estendida à GAPM que formam os proventos do recorrido. 10 de maio de 2013 Cad. Por todo o exposto éque julgo parcialmente procedente o pleito para condenar o Estado da Bahia a reajustar a GAP dos suplicantes entre fevereiro de 2009 a dezembro de 2010. o seu pagamento se dá por aplicação do artigo 100 da CF e não no citado dispositivo. majoração esta que. qualquer outra lei estadual que tenha determinado novo valor ou mesmo correção geral do soldo e/ou GAP de servidores militares. variando a porcentagem de tal aumento a depender dos postos da escala hierárquica. em percentual a ser apurado . neste ponto especifico. como vimos acima. pelos seus próprios fundamentos. negando o pedido de incorporação do percentual relativo ao ano de 2011.Os valores de gratificação estabelecidos no Anexo II serão revistos na mesma época e no mesmo percentual de reajuste dos soldos.990/01. tratando-se de condenação judicial. da Lei 7990/01 tenha sido revogado em junho de 2010. e razão lhe assiste quando afirma isso. de fato. Esclareça-se que o Judiciário não estáfazendo às vezes de Legislativo. Em que pese o Estado argumente que o § 1º. dos índices oficiais de remuneração básica e juros aplicados à caderneta de poupança". remuneração do capital e compensação da mora. Destaque-se que a incorporação de R$ 25. já que as partes não nos forneceram elementos para delinear nesse momento essa questão. 3° da Lei 11. devendo ser mantida a decisão vergastada. quando já não vigia no ordenamento estadual o art. Cabe salientar que a correção da GAP aqui ordenada não é eterna. que se determina seja aplicado em janeiro de 2010.920. pois. a aplicação da lei que estabelece o reajuste. garantindo-lhe eficácia.356/09. por provocar a revogação explícita ou tácita daquela. nos termos da tabela do seu anexo XIII. Caldas: De fato. 110. da Lei 11. da Lei 7. da Lei 7990/01. portanto. senão vejamos: Lei 7. determinou expressamente a revisão dos valores desta gratificação na "mesma época e no mesmo percentual de reajuste dos soldos". Assim.356/09. (§ 3º revogado pelo art. 110.990/2001 garantia a revisão da GAP no mesmo percentual do soldo. A diferença acima referida só existe enquanto em vigor estava a Lei Estadual 11. Neste caso. Não se trata. com vistas a adequá-la ao sistema jurídico. da Lei 7990/01.962. o problema da suposta falta de previsão orçamentária para a concessão de vantagem ou aumento salarial (artigo 169. jáque o comando anterior já determinou que a diferença apurada seja aplicada sobre o valor atualizado da GAP de acordo com o anexo II da Lei Estadual n° 11356/09. 110. está apenas exercendo a sua função de. IMEDIATAMENTE. vez que fora revogado. Verifica-se. sem qualquer efetividade prática.889/2003.145/97. pelo contrário. art. diga-se. 6º da Lei nº 11.Disponibilização: sexta-feira. II. tudo de acordo com a Lei Estadual n° 11356/09. 33 da Lei nº 10.00 (cento e oitenta reais) e. haverá a incidência uma única vez.22% e. invadindo a função deste Poder. Apelação Cível 23392-7/2007. e tomam por base o orçamento e o impacto nesse. art 3º. 110.22% em relação àquilo a que o Estado pagava à titulo de GAP.27% não deve prosperar. é devida a diferença. que tem redação semelhante a do dispositivo supra já revogado. estabelece que "os valores de gratificação estabelecidos no Anexo II serão revistos na mesma época e no mesmo percentual dos soldos". O que resta pagar aos autores.145/1997 não mais vige.356/09 impuseram um aumento real do soldo e uma vez que o art.356/09 teve sua eficácia ainda vigia no ordenamento o art. verificar os fatos alegados e aplicar o Direito da forma que entende correta.889. referido no inciso II. portanto. 2º. insclusive de segundo grau. do art. Em 2000. Com relação àdiferença mencionada no inciso III do art 2º. A diferença porventura apurada deve ser corrigida conforme a Lei Federal 11. entre janeiro e dezembro de 2010.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . entre fevereiro e dezembro de 2009. já não existirá mais qualquer diferença a ser paga. que a própria Lei que criou a GAPM assegura a sua revisão. provoca a interrupção na sua vigência e. §3º. o que não fez. A Lei 8. tornando-a letra vazia. De outra feita. A sentença nada mais fez que conferir direito assegurado pela sobredita lei.145/97 Art. que fixou o valor do salário mínimo para o Estado da Bahia em R$ 180.que representa o impacto percentual da incorporação de R$ 25 no soldo. Ao revés. possui eficácia imediata . Por fim. de interferência de um poder no outro.990/2001. de 29 de junho de 2010) Assim. Instituída a revisão vencimental da categoria. Com relação ao pedido de diferença referente àincorporação da GAP ao soldo do ano de 2010. [] Não pode pretender o Apelante que se conceda ao precitado dispositivo natureza meramente programática. majorou os soldos dos policiais militares.que.145/97. I e II. deveria ter o Executivo reajustado os valores da gratificação guerreada. de modo que a diferença referente a esse tópico não poderá ser concedida. o parágrafo Io do art.e não contida. Ou seja. até o efetivo pagamento. §3º. até dezembro de 2010. Ora. 110.

Em que pese o Estado argumente que o § 1º. 110. parágrafo 1º. Estima o percentual da diferença devida no ano de 2009 em 12. Ao revés. de mera exegese de lei JÁ EM VIGOR e cujo cumprimento está sendo posto em dúvida. Sem custas. qualificados na inicial.145/97.622/00. No entanto. Ora.145/97: Apelação Cível 49. que tem redação semelhante a do dispositivo supra já revogado. 167/180. Des. 7º. em 2003. 2 / Página 150 juros a partir da citação e a correção monetária desde a data em que deveria ter sido feito o pagamento aos autores. deveria ter o Executivo reajustado os valores da gratificação guerreada. é preciso esclarecer que ao tempo da edição da norma ainda vigia o §3º. da Lei 7145/97.145/97 e também alega a sua inconstitucionalidade. deve buscar o intérprete da norma a melhor exegese possível. O Estado da Bahia. pelo contrário. Neste caso. deverá ser estendida à GAPM que formam os proventos do recorrido. à título de exemplo. Apelação Cível 23392-7/ 2007. Mas é.145/97. com vistas a adequá-la ao sistema jurídico. Verifica-se. garantindo-lhe eficácia. 10 de maio de 2013 Cad. [] Não pode pretender o Apelante que se conceda ao precitado dispositivo natureza meramente programática. De nada adiantaria sujeitar-se a administração pública à lei se seus atos não pudessem ser arrolados por um órgão dotado de garantias e imparcialidade que permitam apreciar e invalidar os atos ilícitos por ela praticados.889. cabe ao Judiciário o controle da exegese das leis feita pelo Estado da Bahia e. o parágrafo Io do art. não pode prosperar a tese defendida pelo Estado de que a sentença debatida invadira a competência do Poder Legislativo ao conceder aumento salarial. que instituiu a Gratificação de Atividade Policial Militar. verificar os fatos alegados e aplicar o Direito da forma que entende correta. 7o. aqui. possui eficácia imediata . da Lei 7. Rubem Dário P. editou a Lei nº 7. De outra feita. como quer o Estado da Bahia. sustenta que não existe reajuste algum e que a Lei Estadual 11. caso entenda que esse vem adotando comportamento divorciado de interpretação razoável. Caldas: De fato. atendendo-se ao disposto na lei 7. No mérito. da Lei 7 . Este magistrado já exarou decisões de maneira diversa. podendo esses direitos ser de natureza pública ou privada. . Em primeiro lugar urge destacar que o pleito autoral visa dar exequibilidade a dispositivo legal que a parte entende em vigor. em que o autor defende o patrimônio da comunidade lesado pela administração.356/09 apenas incorporou ao soldo parcela do GAP. por isso mesmo. é sua obrigação proceder ao controle da Administração Pública. estabelece que "os valores de gratificação estabelecidos no Anexo II serão revistos na mesma época e no mesmo percentual dos soldos". 2º.990/2001. por isso mesmo. Também alega a revogação tácita do art.356/09. da lei 7. majoração esta que. que a própria Lei que criou a GAPM assegura a sua revisão. um dos fundamentos em que repousa o Estado de Direito. Cunha: O artigo 7º. sem que isso implique em invasão alguma na esfera do Executivo. tornando-a letra vazia. de janeiro de 2003. citado. Em 2000.Disponibilização: sexta-feira. determina o reajuste da GAPM no mesmo índice de reajuste do soldo e que. devendo ser mantida a decisão vergastada. por isso. O controle jurisdicional constitui.05. nos termos da tabela do seu anexo XIII. sim. condeno o réu ao pagamento ao mesmo de honorários no importe de 5% do valor da condenação. A hermenêutica não pode ser utilizada de forma a retirar da norma a sua aplicabilidade. sem proceder à aumento real de valor. sobretudo um meio de preservação dos direitos individuais. deveria haver o repasse à GAPM. Fica. o que não fez. Relator Desembargador José Olegário M. diga-se. No mérito propriamente dito. um aumento salarial e que. pois. unicamente de legalidade. invadindo a função deste Poder. uma vez que não poderia o Judiciário desempenhar função legislativa para conceder a diferença requerida.8. e razão lhe assiste quando afirma isso.990/01 é autoaplicável. §1º da Lei Estadual 7.que. de interferência de um poder no outro. que aumentou mais uma vez os soldos em dezembro de 2003. Réplica às fls. §1º da Lei 7.Procedimento Ordinário .DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . portanto. neste ponto especifico. a aplicação da lei que estabelece o reajuste. o pedido merece prosperar em parte. determinou expressamente a revisão dos valores desta gratificação na "mesma época e no mesmo percentual de reajuste dos soldos". Não se trata. Como se vê.e não contida. com a vigência da Lei Estadual 11. mas sim de obediência a preceitos estabelecidos de aplicabilidade legal. sendo provocado pela parte atingida.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .2010.990/01 que. em seu artigo 110. porém sempre subjetivos e próprios de quem pede a correção judicial do ato administrativo. já que o disposto no artigo 110. senão vejamos: Lei 7. pelos seus próprios fundamentos. que fixou o valor do salário mínimo para o Estado da Bahia em R$ 180. pelo Executivo. editou a lei 8.0001 . vez que fora revogado.Processo 0098748-06. do art.AILTON DOS SANTOS e outros. Trata-se de um controle a posteriori. 7º.00 (cento e oitenta reais) e. ajuizaram a presente ação contra o Estado da Bahia alegando que o mesmo não cumpriu o disposto na Lei Estadual 7. sobre os atos administrativos do Poder Executivo. parágrafo 3º da Lei Estadual 7. SERVE CÓPIA DESTE DE MANDADO. acolhendo a peroração do Estado da Bahia.145/97 Art.305-9. de se cogitar usurpação do Poder Judiciário para a concessão de vantagem ou aumento de vencimentos já que trata-se. quando reclamada por seus beneficiários. refutada a primeira preliminar do Estado da Bahia. Rel. Veja-se. A sentença nada mais fez que conferir direito assegurado pela sobredita lei. verificou-se que os Acórdãos são unânimes em sustentar que a incorporação da GAP no soldo dos policiais militares constituiu. não se tratando. Assim. do Legislativo e do próprio Judiciário quando este realiza atividades administrativas. inclusive obrigando-a a um comportamento positivo (correção dos vencimentos). 7º [] § 1º . Controle judiciário ou judicial é aquele exercido privativamente pelos órgãos do Poder Judiciário. A Lei 8. os seguintes trechos de Acórdãos. §3º. em casos similares. sem qualquer efetividade prática. a ser pontualmente sujeita a cálculo. por conta do Principio da Legalidade. ADV: ISABELA SANTOS MAIA (OAB 26042/BA) . na época em que vigia a garantia de paridade de aumento GAP/soldo também no art.145/1997 não mais vige.49%. após uma análise mais minuciosa da jurisprudência do TJBA. juntamente com o princípio da legalidade. variando a porcentagem de tal aumento a depender dos postos da escala hierárquica. Tendo em vista que os autores só tiveram indeferida porção mínima do seu pedido.Os valores de gratificação estabelecidos no Anexo II serão revistos na mesma época e no mesmo percentual de reajuste dos soldos. adstrito à conformidade do ato com a norma legal que o rege. da GAP. DECIDO. naquele período. cujo critério para tanto é o aumento do soldo. 7º. referida no art. ofereceu contestação de fls. 154/162 onde alega impossibilidade jurídica do pedido.889/2003. salvo na ação popular e na ação civil pública. majorou os soldos dos policiais militares.AUTOR: Ailton dos Santos e outros . foram incorporadas parcelas da GAP no soldo nos anos de 2009 a 2011. Esclareça-se que o Judiciário não está fazendo às vezes de Legislativo. do art. o que provocou aumento disfarçado do soldo sem que a GAP tenha sido aumentada na mesma proporção. pois visa impor a observância da lei em cada caso concreto. está apenas exercendo a sua função de.

Tendo em vista que os autores só tiveram indeferida porção mínima do seu pedido.Elivaldo Elito Bispo Edmilson Marques Sena .Processo 0111788-21.Ezequiel Carvalho Rocha .DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 . dos índices oficiais de remuneração básica e juros aplicados à caderneta de poupança". é devida a diferença. §3º.Euvaldo Luiz Fagundes Ribeiro . pelo motivo exposto. haverá a incidência uma única vez. também. Intime-se o apelado para suas contra-razões no prazo de 15 dias.Edmilson de Oliveira Santana . da Lei 11.356/09.Edivalci Luis Francisco Santos .Emanoel Messias Oliveira Alves . §3º.2011. já que não se trata de concessão de vantagem extraordinária. §1º da CF) também não se aplica aqui.Eledil Bibiano da Silva . A diferença porventura apurada deve ser corrigida conforme a Lei Federal 11.Edson Rodrigues da Silva . 33 da Lei nº 10. e tomam por base o orçamento e o impacto nesse. Sem custas. Se o Executivo propôs uma lei que tenta dissimular aumento no soldo usando de técnica de redação que.22% que consistiu no impacto da incorporação de parcela da GAP no soldo. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: PAULO JOSÉ CAMPOS LÔBO (OAB 9302/BA) . fazem jus os autores às diferenças percentuais de 6. Com relação ao pedido de diferença referente à incorporação da GAP ao soldo do ano de 2010.Edmundo Correa . §3º. sentença transitada em julgado ordenando ao Estado da Bahia a pagar o que quer que seja aos autores. §3º. §3º. até dezembro de 2010. A diferença acima referida só existe enquanto em vigor estava a Lei Estadual 11.Edvaldo Batisa Flores . neste momento. 110. de 16 de abril de 2008) lei 7990/2001 Art. Cabe salientar que a correção da GAP aqui ordenada não é eterna. à qual atribuo ambos os efeitos. Instituída a revisão vencimental da categoria. I e II. provoca a interrupção na sua vigência e. tendo em vista que a incorporação dos valores mencionados no art. SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO.Edmunda Batista dos Reis . Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: PAULO JOSÉ CAMPOS LÔBO (OAB 9302/BA) .Vistos.22% em relação àquilo a que o Estado pagava à titulo de GAP.356/09 impuseram um aumento real do soldo e uma vez que o art.962.Procedimento Ordinário . já que quando o art. Por outro lado. 07 de maio de 2013. da Lei 7.Everaldo Monteiro de Carvalho . já vinha sendo cabalmente reputada como viciosa em várias decisões judiciais.27% não deve prosperar.05. SERVE CÓPIA DESTE DE MANDADO. Indefiro o pleito de fl.Everaldino Batista de Souza . IMEDIATAMENTE. em 6.356/09 teve sua eficácia ainda vigia no ordenamento o art. já não existirá mais qualquer diferença a ser paga.Edson Xavier Nunes .Edmundo Sales Ferreira . 176/187.Fabio Santos de Oliveira .Edmilson dos Santos .8.960: "Nas condenações impostas à fazenda pública. a partir dessa vigência deve-se interromper. Destaque-se que a incorporação de R$ 25. art 3º.0001 . condeno o réu ao pagamento ao mesmo de honorários no importe de 5% do valor da condenação.Fabio Soares Farias .Eduardo Sales Ferreira .Fabio Moreira Santos . 110.Edvaldo dos Santos .Edson Andrade da Silva . tratando-se de condenação judicial.Os valores da gratificação de atividade policial militar serão revistos na mesma época e no mesmo percentual de reajuste do soldo. o que implica dizer que houve revogação tácita desse inciso.Edson Luiz Silva Reis . de modo que a diferença referente a esse tópico não poderá ser concedida. os cálculos de diferença a ser recebida. Salvador(BA). independentemente de sua natureza e para fins de atualização monetária. Salvador(BA).Erinaldo Franca dos Santos . negando o pedido de incorporação do percentual relativo ao ano de 2011.22% seja acrescido ao percentual de 6. então que aguente as consequência de sua falta de habilidade para o trato da questão.Eliton Souza de Santana . nos autos.920. é de se observar que as Leis Estaduais que prevem reajuste ou aumento salarial são todas elas propostas pelo Estado. da Lei 11. de 29 de junho de 2010) Assim. 110 [] § 3º . o seu pagamento se dá por aplicação do artigo 100 da CF e não no citado dispositivo. (§ 3º revogado pelo art.990/2001 garantia a revisão da GAP no mesmo percentual do soldo. em percentual a ser apurado .Fernando Arlindo . de fato. e é por isso que ainda que o art. 110.05. II.que representa o impacto percentual da incorporação de R$ 25 no soldo. o problema da suposta falta de previsão orçamentária para a concessão de vantagem ou aumento salarial (artigo 169. inclusive de segundo grau.AUTOR: Erisvaldo Santos Mota . Com relação à diferença mencionada no inciso III do art 2º.Ernani de Sousa Lino . da Lei 7990/01 tenha sido revogado em junho de 2010. 6º da Lei nº 11. Cumprase. entre fevereiro e dezembro de 2009.DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO . e não há prova de que o Estado da Bahia tenha descumprido esse mandamento. percentual esse que não foi atualizado na GAP. 3° da Lei 11.Procedimento Ordinário . a ser pontualmente sujeita a cálculo. Por todo o exposto é que julgo parcialmente procedente o pleito para condenar o Estado da Bahia a reajustar a GAP dos suplicantes entre fevereiro de 2009 a dezembro de 2010.Felisberto Rocha Ramos . é a diferença de 6.Edilton Balbino Bispo Santos .Ezequeil Lima Feitosa . da Lei 7990/01.Após. remuneração do capital e compensação da mora.Ednaldo dos Santos . como vimos acima. devendo incidir esses juros a partir da citação e a correção monetária desde a data em que deveria ter sido feito o pagamento aos autores. Ou seja. entre janeiro e dezembro de 2010.Processo 0111536-18. 110. qualquer outra lei estadual que tenha determinado novo valor ou mesmo correção geral do soldo e/ou GAP de servidores militares. portanto. 2º.Euller Antunes Nascimento .22% e. 2º. remetam os autos ao Egrégio Tribunal de Justiça.Epaminondas Baptista de Souza Filho . da Lei 7990/01.Fabio Campos Prado .DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO .00 no soldo.Ednaldo Jose da Costa . verifico que na ocasião em que esse dispositivo deveria ter aplicabilidade já não vigia a garantia insculpida no art. tudo de acordo com a Lei Estadual n° 11356/09. referido no inciso II. é matéria a ser debatida na liquidação deste julgado. 06 de maio de 2013.Erico Carvalho Teixeira . Os limites dessa revisão.Edmundo da Silva Barbosa . que se determina seja aplicado em janeiro de 2010. O pedido da inicial de que esse percentual de 6. por provocar a revogação explícita ou tácita daquela. já que o comando anterior já determinou que a diferença apurada seja aplicada sobre o valor atualizado da GAP de acordo com o anexo II da Lei Estadual n° 11356/09. é ato único. O que resta pagar aos autores. Por fim. art. esse também deve ser julgado procedente.0001 .AUTOR: Carlos Antonio Ribeiro dos Santos e outros RÉU: Estado da Bahia . 190 uma vez que não existe.Esdra Felismino dos Santos .2011. até o efetivo pagamento. 110.Ednei Barbosa de Jesus .Disponibilização: sexta-feira. portanto.356/09.Edney Santos Silva . da Lei Estadual 7.990/01.8. Aproveito o ensejo para receber a apelação de fls.Fabio Ribeiro Coelho . 10 de maio de 2013 Cad. Após. Ademais. da Lei 11356/09. empregada em legislação anterior. 2 / Página 151 (Revogado pelo art. quando já não vigia no ordenamento estadual o art. etc. voltem-me conclusos.Everaldo Teixeira Dias . com ou sem elas. já que as partes não nos forneceram elementos para delinear nesse momento essa questão.

Antecipação de Tutela / Tutela Específica . compete às Varas da Fazenda Pública Administrativas processar e julgar todas as causas em que os Municípios.Francisco Barbosa Lima .847/2007 (Lei de Organização Judiciária do Estado da Bahia).Mandado de Segurança .0001 .05. LILIAN DE NOVAES COUTINHO FIUZA (OAB 13003/BA) . MARIANA CARDOSO WANDERLEY (OAB 16317/BA). PAULO EMILIO NADIER LISBOA (OAB 15530/BA) .2008. SERVIRÁ CÓPIA DESTE COMO MANDADO. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: CRISTIANE MAGALHÃES DA COSTA (OAB 13616/BA).Danilo Santos de Almeida Gibson Reis Alves do Nascimento Junior .Procedimento Ordinário AUTOR: Condominio do Edificio Vivenda San Vicente . Após.8. Salvador (BA).RÉU: Municipio de Salvador . ODILON JORGE DALTRO DE GÓES (OAB 12571/BA) . determinando a baixa deste processo no livro tombo.05. 29 de abril de 2013. Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: GERALDO DE MORAES FILHO (OAB 5244/BA) .Trate o cartório de providência a citação da Ré vez que. GISELE AGUIAR RIBEIRO PEREIRA (OAB 19157/BA) .2007. Salvador (BA).é uma Sociedade de Economia Mista.Processo 0160335-97. 04 de MAIO de 2013.AUTORA: Maryjane Bomfim dos Santos .2009.Rian Alves Monteiro de Souza . Intimem-se.05.05.Genildo da Silva Santos .Procedimento Ordinário Militar .Disponibilização: sexta-feira.0001 .Desapropriacao .Processo 0162313-85. o Estado da Bahia.Francisco Jose de Aleluia . sem o que o feito não poderá ter curso.Fabio Silva de Mendonça . encaminhe-se ao Egrégio Tribunal de Justiça. Salvador(BA).Gefferson Roque Goncalves .AUTOR: Carlito Muniz da Silva . Mário Soares Caymmi Gomes Juiz de Direito ADV: EDVALDO DO ESPIRITO SANTO (OAB 11387/BA).Recebo a apelação. 06 de maio de 2013. R. 2 / Página 152 Mendes de Oliveira . competem o processamento e julgamento dos feitos envolvendo a EMBASA. se existe ou não necessidade da realização do exame para o tratamento da moléstia que acomete a autora. querendo. com ou sem elas.AUTOR: Empresa Baiana de Aguas e Saneamento Sa Embasa . Salvador (BA). Intime-se o apelado para apresentar contra-razões.Procedimento Ordinário . etc.DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 953 .Processo 0314287-57.Recebo a apelação.Fernando Caldeira Pinto .05. não incluída nas especificações do dispositivo legal supra-referido. no prazo de 15 (quinze) dias.2005.Processo 0118852-34.8. 06 de maio de 2013. observadas as cautelas de praxe. com fundamento no Art. 16.Genaro Menezes de Santana Genildo Avelino Ferreira dos Santos . 70.Vistos. II. ao qual atribuo o