Você está na página 1de 2

EXCELENTSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CVEL COMARCA DE MANAUS.

JOO, brasileiro, solteiro, PAULO, brasileiro, solteiro, LUIZ, brasileiro, solteiro, ambos residentes e domiciliados na cidade de Manaus, por suas procuradoras infra-assinado, nos autos da ao de manuteno de posse que lhe move PEDRO E JOS, comparece ante a presena de Vossa Excelncia, para apresentar CONTESTAO pelos seguintes fundamentos: Pedro e Jos, ingressaram com ao de manuteno de posse em face de Joo, Paulo e Luiz, com a inteno de embargar a obra que foi iniciada por Luiz, a mando de Joo e Paulo. Preliminarmente requerem a excluso de Luiz da presente demanda, tendo em vista que o mesmo no tem legitimidade para compor a lide, pois o mesmo foi contratado apenas para executar a obra. Da carncia da ao, os demandantes ingressaram com ao de

manuteno de posse, com intuito de embargar a obra iniciada pelos rus, acontece que a ao que atenderia os anseios dos autores seria a ao de anunciao de obra nova, conforme preceitua o artigo 934 do CPC. Joo e Paulo, contrataram Luiz para fazer uma reforma na fachada no hotel, e construir novos, quartos, tendo em vista que o mesmo um

empreendimento funcionamento.

centenrio

que

necessita

de

reparos

para

Diante dos fatos narrados requerem as patronas que a AO SEJA JULGADA TOTALMENTE IMPROCEDENTE, por ser de direito e JUSTIA. N.TERMOS, PEDE DEFERIMENTO

Manaus, 11 de maro de 2013.