Você está na página 1de 3

Cruzeiro do Sul

Vero passou Carnaval na quarta-feira acabou Garoa na praia chorou Ventou um frio O Outono, o Cruzeiro do Sul E as lembranas, tantas, Que a festa deixou... O amor saber guardar Sua luz, os seus raios de sol

O amor saber manter O calor Todo o Inverno... Vou levar pro mar Todas flores que eu puder entregar Aos ps da santa paixo Que eu vi em voc O amor do ano inteiro e de muitos mais Que eu puder te ter... O amor saber guardar...

O que se leva (temor ao tempo) Tempo traz O que voc no esperou Nem percebeu Que no volta mais, viveu, passou, morreu Tempo jaz Misterioso num cristal Dentro de ns Vai regendo a orquestra, Vida, mquina... No fim s vai contar A histria que ningum Ousou se apropriar Por mais que se morrer O que se leva amor O que se leva... Tempo traz...

Tempo vai se escoando pela(s) mo(s) E eu vou beber Dessa fonte, mergulhar no Rio do Amor... L no fundo uma paz... um silncio no interior Pra escrever meu livro. No fim s vai contar...

Moldura do quadro roubado Faz-de-conta que eu no sei Que o mundo est na ( imunda ) mo Da quadrilha de gravata Que me assalta um tero todo ms Faz-de-conta que eu pensei Que era fcil prosperar ( crescer ) Sem vender a minha alma ao lobo E ser cordeiro de uma vez...

E onde foi que eu li Que era cor-de-rosa Que era s rezar Pra le ouvir ?

Mil promessas de eleio A favela, ento, cresceu, explodiu... A escola no ensinou, e faliu, E no hospital a humilhao... Que o povo acreditou Na voz rouca do pastor (doutor) ...e acredita em qualquer pai que venda O seu ba da felicidade... E onde foi que eu li...

...e na America Latina ecoou um s pranto...