Você está na página 1de 1

TEORIA GERAL DOS DELITOS QUADRO ESQUEMATIZADO

ASPECTOS FORMAIS DO DELITO Fato tpico 1. Conduta humana


(nullum crimen sine conducta)

Teoria da causalistica: basta que a conduta tenha sido voluntria, sendo irrelevante a vontade do agente; Teoria finalistica: a conduta tem que ser voluntria e deve haver a vontade dirigida a uma finalidade (adotada CP); Teoria social: o interesse social (relevncia) que presta a relevncia ao fato para que ele tenha relevncia penal Formas da conduta omissiva prpria ou pura ex.: art. 135;
omissivo imprprio art. 13, 2, CP.

2. Resultado

Conceito: a ao ou omisso humana consciente e dirigida a determinada finalidade. Caso fortuito ou fora maior: No h fato tpico na ocorrncia de resultado lesivo em decorrncia do caso fortuito ou
fora maior, ante a ausncia de conduta.

Conceito (naturalstico): a modificao do mundo exterior provocado pelo comportamento humano voluntrio. 2.1. crime material: h um resultado externo ao e se destaca lgica e cronologicamente da conduta. ex.: art. 121, CP; 2.2. crime formal: o resultado jurdico previsto no tipo ocorre ao mesmo tempo em que se desenrola a conduta. ex.: art. 147, CP; 2.3. crime de mera conduta: a lei no descreve qualquer resultado naturalstico, contentando-se com o resultado. ex.: art. 150, CP; 3. Relao de causalidade: a conexo que existe numa sucesso de acontecimento que pode ser entendida pelo homem Teoria adotada pelo Cdigo> teoria da equivalncia das condies ou equivalncia dos antecedentes que controlada pelo processo hipottico
de eliminao.

Causa superveniente, concausa ou supervenincia causal: art. 13, caput e 1, CP. 4. Tipicidade: a correspondncia exata, perfeita entre o fato natural, concreto, e a descrio contida na lei, contendo os elementos objetivos, subjetivos
e normativos.

Antijuridicidade: o fato contrrio ao direito (art. 23, CP)

Culpabilidade: pressuposto da pena

estado de necessidade art. 24, CP legtima defesa art. 25, CP estrito cumprimento do dever legal exerccio regular do direito erro de proibio (art. 21, caput, CP); Coao moral irresistvel (art. 22,1 parte, CP); Obedincia hierrquica (art. 22, 2 parte, CP); Inimputabilidade por doena mental ou desenvolvimento mental incompleto ou retardado (art. 26, CP); Inimputabilidade por menoridade penal (art. 27, CP); inimputabilidade por embriaguez completa, proveniente de caso fortuito ou fora maior (art. 28, II, CP).

Punibilidade: art. 107 e ss. do CP.