P. 1
Exercicios.de.Direito.ambiental.para.o.blog

Exercicios.de.Direito.ambiental.para.o.blog

|Views: 58|Likes:
Publicado porThariny22

More info:

Published by: Thariny22 on May 20, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/30/2014

pdf

text

original

EXERCÍCIOS DE DIREITO AMBIENTAL

01 – Dentre as ações apontadas abaixo, assinale aquela que NÃO constitui ação judicial destinada à proteção do meio ambiente: A ( ) Ação popular. B ( ) Ação civil pública. C ( ) Mandado de segurança coletivo impetrado por partido político. D ( ) Mandado de segurança coletivo impetrado por associação civil. 02 – O princípio da precaução ao dano ambiental é consagrado na Constituição brasileira através da exigência ou imposição de: A ( ) estudo de impacto ambiental. B ( ) obrigação de reparação pelo dano ambiental. C ( ) sanção penal pela ocorrência de dano ambiental. D ( ) sanção administrativa pela ocorrência de dano ambiental. 03 – A compensação ambiental significa: A ( ) a reparação do dano ambiental. B ( ) a restauração do bem ambiental lesado. C ( ) o pagamento de multa por dano ao meio ambiente. D ( ) uma obrigação de fazer, em virtude de danos ambientais de difícil reparação ou reparação impossível. 04 – O Sistema Nacional do Meio Ambiente NÃO compreende os seguintes órgãos: A ( ) Os órgãos de execução da política nacional do meio ambiente. B ( ) Os órgãos internos de controle da qualidade do meio ambiente. C ( ) Os órgãos de formulação da política nacional do meio ambiente. D ( ) Os órgãos de apoio à execução da política nacional do meio ambiente. 05 – Segundo a Constituição brasileira, o meio ambiente é: A ( ) patrimônio nacional. B ( ) bem de domínio da União. C ( ) bem de uso comum do povo. D ( ) bem de domínio dos Estados. 06 – Constitui bem ambiental de domínio dos Estados: A ( ) a mata atlântica. B ( ) os sítios arqueológicos. C ( ) as águas subterrâneas. D ( ) as cavidades naturais subterrâneas. 07 – É parte legítima para propor a ação civil pública: A ( ) a União. B ( ) qualquer cidadão. C ( ) as pessoas jurídicas de direito privado. D ( ) os organismos internacionais de proteção ao meio ambiente. 08 – São fases do licenciamento ambiental, EXCETO: A ( ) o licenciamento prévio. B ( ) o licenciamento corretivo. C ( ) o licenciamento de operação. D ( ) o licenciamento de instalação. 09 – A competência para legislar sobre águas na Constituição brasileira é: A ( ) privativa da União. B ( ) reservada aos Estados. C ( ) concorrente entre União, Estados e Distrito Federal. D ( ) comum à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios. 10 – A responsabilidade por dano ao meio ambiente no Brasil é: A ( ) objetiva e solidária. B ( ) subjetiva e solidária. C ( ) objetiva e subsidiária. D ( ) subjetiva e subsidiária. 11 – A competência para a instituição de políticas públicas de defesa do meio ambiente no Brasil é: A ( ) residual dos Estados. B ( ) concorrente da União, dos Estados e do Distrito Federal. C ( ) comum da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. D ( ) privativa da União, que poderá delegar esta competência aos Estados. 12 – A obrigação de reparar o dano ao meio ambiente no Brasil: A ( ) substitui a aplicação de sanção administrativa. B ( ) é afastada em virtude da aplicação de sanção penal. C ( ) independe da aplicação de sanções penais e administrativas. D ( ) só ocorre quando a conduta do infrator for dolosa ou culposa. 13 - O termo de ajustamento de conduta celebrado nos termos da Lei 7.347/85: A ( ) constitui título executivo extra-judicial. B ( ) poderá ser contestado em um processo cautelar. C ( ) poderá ser contestado em um processo de conhecimento. D ( ) não pode prever a imposição de multas por seu descumprimento. 14 – A ação civil pública NÃO poderá ter por objeto: A ( ) a imposição de uma obrigação de fazer. B ( ) a imposição de pagamento de indenização. C ( ) a imposição de uma obrigação de não fazer. D ( ) uma declaração de direitos, sem conseqüências cominatórias. 15 – A superveniência de lei que contenha normas gerais federais sobre combate à poluição: A ( ) anula as leis estaduais que disponham em sentido contrário. B ( ) revoga as leis estaduais que disponham em sentido contrário. C ( ) suspende a execução de normas estaduais que lhes sejam contrárias. D ( ) preserva as leis estaduais vigentes sobre a matéria, ainda que com dispositivos antinômicos.

Profª Andréa Cid

1

O manejo deve limitar-se ao mínimo necessário para as finalidades próprias a cada uma das unidades. Profª Andréa Cid 2 . D ( ) integram o patrimônio ambiental nacional. C ( ) É a utilização irracional do meio ambiente. III. o Pantanal Mato-Grossense e a Caatinga. B ( ) II e III. B ( ) Maior resfriamento global e aumento dos níveis dos oceanos. IV e V. D ( ) É o uso dos recursos naturais de forma planejada. E ( ) I.EXERCÍCIOS DE DIREITO AMBIENTAL 16 – Constituem patrimônio ambiental nacional: A ( ) a Mata Atlântica. I – Declaração da ONU sobre o Meio Ambiente Humano. A ( ) I. compõem o grupo das Unidades de Proteção Integral as seguintes categorias de unidades de conservação: I – Estação Ecológica. demonstra a grande preocupação atual com o meio ambiente. 25 – O Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC). Caatinga e Mata Atlântica. D ( ) Destruição da camada de ozônio e diminuição do efeito estufa. III – Parque Nacional. planejado. Pampas. B ( ) É a destruição total do meio ambiente. 20 – O que é conservação ambiental? A ( ) São barreiras ambientais. O protocolo de Kyoto. B ( ) I e III somente. 21 – Biodiversidade significa: A ( ) Diversos materiais. V – Refúgio da Vida Silvestre. Assinale a alternativa que indica todas (e somente) as afirmativas verdadeiras. E ( ) Adquirir status. D ( ) Integração entre funcionários e clientes. 18 – A instalação de usina nuclear depende de definição de sua localização através de: A ( ) licença ambiental. necessárias à proteção dos ecossistemas naturais: A ( ) devem ser integradas a unidades de conservação. instituído pela Lei no 9. manejado e gerenciado como um todo é capaz de viabilizar os objetivos nacionais de conservação. 22 – Quais são os principais ecossistemas brasileiros? A ( ) Cerrado. acordo internacional que inclui a redução da emissão de CO2 e outros gases. B ( ) lei. O excesso de queima de combustíveis fósseis pode ter como conseqüência uma das alternativas abaixo relacionadas: A ( ) Maior produção de chuvas ácidas e aumento da camada de ozônio. Mafra e Santa Catarina. B ( ) Pantanal. A ( ) IV somente. B ( ) não podem ser incluídas no Plano Nacional de Reforma Agrária. D ( ) decreto legislativo. Cerrado. II – Reserva Ecológica. é o instrumento legal organizador das áreas naturais protegidas. D ( ) I. C ( ) Maior resfriamento global e menor incidência de câncer de pele. D ( ) Mata Atlântica. 26 – O Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) definiu Educação Ambiental como um processo de formação e informação orientado para o desenvolvimento da consciência crítica sobre questões ambientais e de atividade que levem a participação das comunidades na preservação do equilíbrio ambiental. São Paulo e Belo Horizonte.985 de 2000. II e IV somente. Bahia e Biguaçu. Analise abaixo. E ( ) Floresta Amazônica. C ( ) O potencial biológico existente em cada ecossistema. B ( ) Corredor necrológico. D ( ) lei federal. II. C ( ) decreto presidencial. Assim. B ( ) Caatinga. C ( ) II e IV somente. a Mata Atlântica e a Serra do Mar. D ( ) Amazônia. Contempla várias categorias de manejo sustentável e de proteção integral dos recursos naturais e dá condições ao governo para a efetiva implementação do Sistema. Pantanal. II – Carta do Rio sobre o Desenvolvimento do Meio Ambiente. C ( ) a Serra do Mar. a Mata Atlântica e o Cerrado. B ( ) lei estadual. D ( ) II. que. 19 – As terras devolutas. E ( ) Mata Atlântica. 23 – Qual é o maior bioma brasileiro? A ( ) Pampa. E ( ) Aumento do efeito estufa e dos níveis dos oceanos. C ( ) devem ser transformadas em unidade de conservação. D ( ) a Caatinga. o Cerrado e a Mata Atlântica. C ( ) decreto presidencial. B ( ) a Floresta Amazônica. os principais subsídios utilizados para as ações em Educação Ambiental. 17 – Para alterar uma unidade de conservação. C ( ) I e II. III – Política Nacional do Meio Ambiente. E ( ) É a destruição parcial do ambiente em que vivemos. Ourinhos. 24 – A maior parte da energia usada hoje no planeta é proveniente da queima de combustíveis fósseis. Joinville. C ( ) Caatinga. II e III. dentro de sua própria categoria. Assinale a alternativa que indica todas (e somente) as afirmativas verdadeiras. é necessário: A ( ) licença ambiental. C ( ) Pantanal. Manaus e Triângulo Mineiro. IV – Monumento Nacional. E ( ) I.

B ( ) ter como referência os Parâmetros e as Diretrizes Curriculares Nacionais. após 1988. o documento que deve ser apresentado pelo empreendedor para o caso de expedição de licença de instalação de novos empreendimentos ou ampliações. sensibilização. fica desobrigado a recuperar o meio ambiente.605.se fiscalizar as entidades dedicadas à pesquisa. E ( ) I. por meio de eventos e campanhas. Está correto o contido em A ( ) I. de 18 de julho de 2000. em dois turnos. E ( ) sensibilização. B ( ) Reserva Biológica. ter como referência os Parâmetros e as Diretrizes Curriculares Nacionais. D ( ) sensibilização. D ( ) ter como referência os Parâmetros e as Diretrizes Curriculares Nacionais. habilidades e competências. dividem-se em dois grupos: de proteção integral e de uso sustentável. os quais devem ser integrados às disciplinas de modo transversal. C ( ) Relatório de Avaliação Ambiental. em área onde já se encontra implantada a atividade. III – o patrimônio genético do país foi extinto por isso devem. que inclui em seu desenvolvimento: A ( ) construção de valores sociais. construção de atitudes e habilidades. Deve. qual pertence ao grupo das unidades de conservação de proteção integral? A ( ) Floresta Nacional. 33 – Conforme a Resolução do CONAMA no 023. sem o que não poderão ser instaladas. não deve se constituir em uma disciplina específica no currículo do ensino e deve ser desenvolvida de forma pontual. não devendo ser implementada como disciplina específica no currículo de ensino. caso a poluição não atinja áreas de unidades de conservação. conscientização. uma pena pode ser A ( ) atenuada. B ( ) Relatório de Controle Ambiental. A ( ) ter como referência os Parâmetros e as Diretrizes Curriculares Nacionais. 31 – A Constituição Federal de 1988 estabelece que I – aquele que explorar recursos minerais. D ( ) aos decretos legislativos.o 9. B ( ) conhecimentos. D ( ) agravada. contínuo e permanente. caso o acidente ocorra em domingo ou feriado. B ( ) II. informação. apenas. conhecimento e difusão. conforme disposto pela Lei no 9. no aspecto formal. de 07 de dezembro de 1994. C ( ) a Constituição Federal de 1946. apenas. constituir-se numa disciplina específica do currículo do ensino e ser desenvolvida de modo contínuo e permanente. Dentre as categorias de unidades a seguir apresentadas. instituído pela Lei Federal no 9. E ( ) Estudo de Viabilidade Ambiental. em cada Casa do Congresso Nacional. 32 – As unidades integrantes do Sistema Nacional de Unidade de Conservação. B ( ) atenuada. C ( ) Área de Proteção Ambiental. C ( ) ter como referência os Parâmetros e as Diretrizes das Ciências Biológicas e Físicas e constituir-se em uma disciplina específica no currículo de ensino. Profª Andréa Cid 3 . que trata dos procedimentos e critérios para o licenciamento das atividades relacionadas à exploração e lavra de jazidas de combustíveis líquidos e gás natural. caso a infração ocorra em épocas de seca ou inundações. apenas. D ( ) I e III. habilidades. também.795/99) define Educação Ambiental como processo educativo voltado à conservação do meio ambiente. conhecimentos. E ( ) com prioridade à educação básica. 34 – Sobre as circunstâncias que atenuam ou agravam as penas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente. D ( ) Estudo de Impacto Ambiental. caso a infração cometida pelo agente tenha sido facilitada por funcionário público no exercício de suas funções. caso o agente infrator possua baixo grau de instrução ou escolaridade. apenas. D ( ) a Constituição Federal de 1967. serão equivalentes A ( ) às emendas constitucionais. II – as usinas que operam com reator nuclear deverão ter sua localização definida em lei federal. informação.EXERCÍCIOS DE DIREITO AMBIENTAL 27 – A primeira Constituição Federal brasileira que dedicou um capítulo específico ao meio ambiente foi A ( ) a Constituição Federal de 1934. C ( ) atenuada. por três quintos dos votos dos respectivos membros. C ( ) III. C ( ) às leis ordinárias. C ( ) informação. deve incluir todos os níveis de modalidade de ensino. por meio de campanhas. conscientização e comunicação.985. 30 – A Política Nacional de Educação Ambiental e sua regulamentação entendem que a Educação Ambiental. de 12 de fevereiro de 1998 (Lei de Crimes Ambientais). B ( ) a Constituição Federal de 1937. não devendo se constituir em uma disciplina específica no currículo de ensino e deve ser desenvolvida de forma pontual. E ( ) Reserva Particular do Patrimônio Natural. D ( ) Área de Relevante Interesse Ecológico. E ( ) a Constituição Federal de 1988. E ( ) às resoluções. 28 – Tratados e convenções internacionais sobre direitos humanos ambientais que forem aprovados. B ( ) às leis complementares. pois está implícito que o usuário deve seguir todos os procedimentos legais pertinentes. 29 – A Política Nacional de Educação Ambiental (Lei Federal n. atitudes e competências. E ( ) agravada. é o A ( ) Projeto Básico Ambiental. II e III.

De acordo com essa Resolução. de quantos meses é o prazo máximo para análise dos pedidos de licença pelo órgão ambiental competente. B ( ) os órgãos ou entidades estaduais responsáveis pela execução de programas. C ( ) os órgãos ou entidades integrantes da Administração Pública Federal Direta ou Indireta bem como as Fundações instituídas pelo Poder Público. a contar do ato de protocolar o requerimento até seu deferimento ou indeferimento? A ( ) 4 B ( ) 6 C ( ) 10 D ( ) 12 E ( ) 18 37 – Conforme Resolução do CONAMA Nº 237/97. de 03 de dezembro de 1987. 36 – De acordo com a Resolução CONAMA no 237. após a exposição objetiva do projeto e do seu respectivo RIMA. Profª Andréa Cid 4 . em função da localização geográfica dos solicitantes e da complexidade do tema. C ( ) Identificar e avaliar sistematicamente os impactos ambientais gerados nas fases de implantação e operação da atividade é uma das diretrizes gerais. é INCORRETO afirmar. estabelecida na referida Resolução. E ( ) uma das situações para a realização de audiência pública é quando houver solicitação da mesma pelo Ministério Público. B ( ) dois ou mais Estados C ( ) uma região D ( ) dois ou mais Municípios. abrirá as discussões com os interessados presentes. Assim. E ( ) um Município. conforme a Resolução do CONAMA Nº 009. de 19 de dezembro de 1997. B ( ) a audiência pública será dirigida pelo representante do empreendimento ou pelo coordenador do estudo ambiental. estando os procedimentos e critérios para sua realização definidos na Resolução CONAMA no 9. C ( ) No caso de haver solicitação de audiência pública e na hipótese do Órgão Estadual não realizá-la. é INCORRETO afirmar que A ( ) no caso de haver solicitação de audiência pública e na hipótese de o Órgão Estadual não a realizar.EXERCÍCIOS DE DIREITO AMBIENTAL 35 – A realização da audiência pública é uma importante etapa do processo de licenciamento das atividades ou empreendimentos potencialmente poluidores do meio ambiente. A ( ) A audiência pública deverá ser realizada apenas quando for solicitada por 50 (cinqüenta) ou mais cidadãos. dependente diretamente do proponente do projeto. no todo ou em parte. E ( ) o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. para análise e parecer final do licenciador quanto à aprovação ou não do projeto. o território de A ( ) um Estado. 39 – A realização da audiência pública é uma importante etapa do processo de licenciamento de atividades ou empreendimentos potencialmente poluidores do meio ambiente. D ( ) A ata da(s) audiência(s) pública(s) e seus anexos servirão de base. C ( ) a audiência pública deverá ser realizada se. A ( ) O estudo de impacto ambiental (EIA) será realizado por equipe multidisciplinar habilitada. é INCORRETO afirmar. E ( ) A audiência pública será dirigida pelo representante do Órgão licenciador que. B ( ) Em função da localização geográfica dos solicitantes e da complexidade do tema. E ( ) Os órgãos públicos que manifestarem interesse ou tiverem relação direta com o projeto receberão cópia do RIMA para conhecimento e manifestação. D ( ) O RIMA refletirá as conclusões apresentadas do EIA e deve ser apresentado de forma objetiva e adequada a sua compreensão. juntamente com o RIMA. D ( ) o Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA. os quais serão submetidos à aprovação do órgão estadual competente e do IBAMA em caráter supletivo. B ( ) O licenciamento de atividades modificadoras do meio ambiente dependerá não só do EIA mas também do Relatório de Impacto Ambiental (RIMA). 40 – Com base na Resolução do CONAMA Nº 001/86. a licença ambiental não terá validade. de 03 de dezembro de 1987. for solicitada por 50 (cinqüenta) ou mais cidadãos. D ( ) poderá haver mais de uma audiência pública sobre o mesmo projeto. por exemplo. poderá haver mais de uma audiência pública sobre o mesmo projeto do respectivo Relatório de Impacto Ambiental (RIMA). do Estudo de Impacto Ambiental. a licença concedida não terá validade. Impacto Ambiental Regional é todo e qualquer impacto ambiental que afete diretamente (área de influência direta do projeto). que estabeleceu os critérios básicos e as diretrizes gerais para uso e implementação da Avaliação de Impacto Ambiental como um dos instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente. 38 – Constitui(em) órgão executor do Sistema Nacional do Meio ambiente: A ( ) os órgãos ou entidades municipais. nos casos dos processos de licenciamento em que houver EIA/RIMA e/ou audiência pública.

identifique abaixo a única alternativa que se relaciona com os objetivos fundamentais da educação ambiental. ficam isentos do pagamento das taxas de Licenciamento Ambiental. nacionais e globais. D ( ) Elaborar o programa de acompanhamento e monitoramento. objetivando capacitá-la para a participação ativa na defesa do ambiente. o estabelecido pelo cronograma de instalação do empreendimento ou atividade. A ( ) O prazo de validade da Licença de Instalação (LI) deverá ser. cumulativamente. E ( ) Considerar os planos e programas governamentais. previsão da magnitude e interpretação da importância dos prováveis impactos relevantes. 44 – Com relação ao Licenciamento Ambiental e às infrações administrativas instituídos na Lei Nº 12. a multa corresponderá ao dobro da anteriormente imposta. A ( ) Diagnosticar ambientalmente a área de influência do projeto. D ( ) Enfoque humanista. ardil. no caso de impacto local e de delegação do Estado por instrumento legal. D ( ) Os órgãos e as entidades da administração direta. marque a única alternativa que identifica uma das diretrizes gerais a ser seguida pelo EIA. E ( ) as penalidades disciplinares ou compensatórias ao não-cumprimento das medidas necessárias à preservação ou correção da degradação ambiental. incluindo a educação da comunidade. C ( ) As entidades e instituições. ou em nível municipal. da mesma natureza e gravidade. ou em nível estadual. D ( ) o Cadastro Técnico Federal de atividades potencialmente poluidoras e/ou utilizadoras dos recursos ambientais. C ( ) o estabelecimento de padrões de qualidade ambiental. A ( ) Garantia de continuidade e permanência do processo educativo. autárquica e fundacional do Estado.916/05. isto é. B ( ) Abordagem articulada das questões ambientais locais. C ( ) Garantia de democratização das informações ambientais. marque a única alternativa INCORRETA. destinadas a analisar e prever os impactos que a implantação de um projeto trará ao meio ambiente. aprovando sua localização e concepção. E ( ) Os empreendimentos e as atividades serão licenciados em um único nível de competência. B ( ) a avaliação de impactos ambientais. públicas ou privadas. Profª Andréa Cid 5 . atestando a viabilidade ambiental e estabelecendo os requisitos básicos e condicionantes a serem atendidos nas próximas fases de sua implementação. A ( ) A Licença de Operação (LO) para empreendimentos imobiliários que tenham o esgotamento sanitário com sistema de fossa será concedida por prazo não superior a 04 (quatro) anos. regionais. condicionarão a concessão do financiamento ou incentivo à comprovação do licenciamento ambiental. ou em nível federal. propostos e em implantação na área de influência do projeto e sua compatibilidade. D ( ) A Licença de Instalação é concedida na fase preliminar do planejamento do empreendimento. E ( ) Nos casos de reincidência.795/99. 5° da Resolução do CONAMA Nº 001/86. envolvendo ações técnicas e científicas. E ( ) Reconhecimento e respeito à pluralidade e à diversidade individual e cultural. marque a alternativa CORRETA. não podendo ser superior a 04 (quatro) anos. 43 – De acordo com a Lei Nº 9. que instituiu a Política Nacional de Educação Ambiental. democrático e participativo. C ( ) O arquivamento do processo de licenciamento impedirá a apresentação de um novo requerimento de licença. simulação ou embaraço à fiscalização. no máximo. 42 – O Estudo de Impacto Ambiental (EIA) deverá ser realizado por equipe multidisciplinar. C ( ) Definir as medidas mitigadoras dos impactos negativos. B ( ) Analisar os impactos ambientais do projeto e de suas alternativas através de identificação. B ( ) A pena de multa poderá ser agravada até o grau máximo de classificação nos casos de artifício. 45 – Com relação ao Licenciamento Ambiental.EXERCÍCIOS DE DIREITO AMBIENTAL 41 – NÃO é(são) instrumento(s) da Política Nacional do Meio Ambiente: A ( ) a educação ambiental em todos os níveis do ensino. inclusive seus Fundos. de financiamento ou gestoras de incentivos. holístico. caracterizados pelo cometimento de nova infração. B ( ) O prazo máximo de análise e parecer de cada modalidade de licença bem como para a formulação de exigências complementares é de 24 (vinte e quatro) meses. Conforme o Art.

de âmbito nacional. situados em seu território.274. estudo de impacto ambiental e relatório de impacto ambiental. C ( ) por convocação do órgão licenciador divulgada através de meios eletrônicos. o CONAMA levará em consideração a capacidade de autoregeneração dos corpos receptores e a necessidade de se estabelecerem parâmetros genéricos mensuráveis. de 03 de dezembro de 1987. pelo Ministério público. ou por 50(cinqüenta) ou mais cidadãos. sobre as multas e outras penalidades impostas pelo IBAMA. extraordinariamente. 48 – Com o propósito de democratizar suas decisões. nas áreas críticas de poluição. D ( ) para exposição e interpretação do parecer final do órgão licenciador sobre o projeto e seu respectivo RIMA. B ( ) alvará de licença. C ( ) poder público municipal arcar com os custos de licenciamento ambiental de qualquer empreendimento público ou privado. a cada três meses. Profª Andréa Cid 6 .Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis o licenciamento ambiental de empreendimentos e atividades com significativo impacto ambiental. licença de instalação e licença de operação. critérios e padrões relativos ao controle e à manutenção da qualidade do meio ambiente. resguardando o direito de preservar o meio ambiente dos impactos oriundos das atividades com potencial de degradação ou que utilizam os recursos naturais. licenciamento ambiental é um procedimento administrativo para conduzir o processo. pelo menos. alvará de licença e plano de monitoramento.º 009. A ( ) quando solicitada pelo Ministério Público ou por. 47 – Conforme a RESOLUÇÃO/CONAMA/N. ou quando for solicitado por entidade civil. E ( ) órgão ambiental municipal o licenciamento de bases ou empreendimentos militares. D ( ) Compete ao CONAMA decidir. de 6 de junho de 1990). B ( ) IBAMA .EXERCÍCIOS DE DIREITO AMBIENTAL 46 – Com relação à Política Nacional do Meio Ambiente (Decreto Nº 99. 30 (trinta) cidadãos. por iniciativa própria ou a requerimento de. após o parecer do Comitê de Integração de Políticas Ambientais. ou pela justiça. abrangendo as seguintes fases: A ( ) regularização da área. plano de contingência e plano de monitoramento. compete ao A ( ) órgão ambiental estadual o licenciamento de empreendimentos e atividades localizados ou desenvolvidos em mais de um Município ou em unidades de conservação de domínio estadual. 49 – Nos termos da Resolução 237/ 97. B ( ) Na Estrutura do Sistema Nacional do Meio Ambiente. o órgão ambiental irá proceder. Uma vez verificada a necessidade do procedimento. um sistema permanente de acompanhamento dos índices locais de qualidade ambiental é uma das atribuições do Poder Público na execução da Política Nacional do Meio Ambiente. C ( ) licença prévia. analise as questões abaixo e marque a alternativa INCORRETA. por 100 (cem) ou mais cidadãos. 50 – Segundo a Resolução CONAMA n° 237/97. o CONAMA instituiu a realização de audiência pública no processo de licenciamento ambiental. pelo menos. apenas. o IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) apresenta-se na qualidade de Órgão Central. E ( ) para discussão do projeto com os interessados e instrumentalização do parecer final do órgão licenciador. dois terços de seus membros. no Distrito Federal. D ( ) licença prévia. E ( ) avaliação de impacto ambiental. licença definitiva e plano de monitoramento. D ( ) Ministério das Relações Exteriores promover o licenciamento ambiental de empreendimentos que ultrapassem os limites territoriais do país. a realização de audiência pública ocorrerá sempre que o A ( ) órgão de meio ambiente julgar necessário B ( ) órgão de meio ambiente necessitar dirimir dúvidas sobre o projeto C ( ) órgão de meio ambiente julgar necessário. conforme diagnóstico ambiental da área. em última instância administrativa em grau de recurso. e. A ( ) Implantar. mediante depósito prévio. D ( ) Ministério público compreender que existe a necessidade de dirimir dúvidas sobre os procedimentos E ( ) solicitado por órgão competente superior. C ( ) O Plenário do CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente) reunir-se-á em caráter ordinário. do CONAMA. E ( ) Na fixação de normas. sempre que convocado pelo seu Presidente. B ( ) por convocação da sociedade civil.

São corretos os instrumentos: A ( ) I. 57 – A primeira etapa de um Estudo de Impacto Ambiental. segundo a Política Nacional referente ao assunto. superficiais e subterrâneas. B ( ) a descrição das obras a serem executadas. III e IV. aos interesses da segurança nacional e à proteção da dignidade da vida humana. o mar territorial. condições propícias ao desenvolvimento socioeconômico. Energéticas e Agrossilvopastoris. as águas interiores. III– restrição à presença de empreendedores. apenas. apenas. normas e critérios para o licenciamento de atividades efetiva ou potencialmente poluidoras. é: A ( ) o conjunto de fauna e flora de um determinado ecossistema.EIA. B ( ) I. influências e interações de ordem física. apenas. importantes para o órgão ambiental que julgará a solicitação. evitando o uso de linguagem técnica. 53 – A audiência pública. apenas. no País. o subsolo. Profª Andréa Cid 7 . foi regulamentada pela Resolução 009/87. V e VI. consiste na descrição do projeto cuja licença está sendo solicitada. apenas. EIA. C ( ) Plano Básico Ambiental. III– desenvolvimento sustentável. os elementos da biosfera. V e VI. C ( ) II. B ( ) o conjunto de seres dotados de vida que se encontram em todo o planeta. da natureza e da quantidade de todo tipo de poluição. C ( ) De Gestão Territorial e Biomas. II – limitação do número de participantes. que permite. II e III. do CONAMA. os estuários. Esta descrição é constituída de duas partes: uma de informações técnicas e outra de informações complementares. Para que seja efetiva e eficiente em seu objetivo. estas medidas nem sempre têm a eficácia prevista. E ( ) a atmosfera. IV e V. II e IV. importante etapa do processo de licenciamento ambiental. apenas. II – criação de áreas de proteção ambiental. III e IV. B ( ) De Atividades Minerais. E ( ) De Unidades de Conservação e demais Áreas Protegidas. apenas. abriga e rege a vida em todas as suas formas. 54 – Qual(is) dos seguintes órgãos NÃO está(ão) envolvido(s) com a regulação nem com a fiscalização de atividades diversas. do método de construção. São instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente: I – zoneamento ambiental. B ( ) Plano de Contingência. IV– apresentação formal e científica do projeto. E ( ) I. VI– apresentação simples. C ( ) I. E ( ) III. Porém. apenas. E ( ) a listagem das máquinas e dos funcionários presentes na obra. apenas. D ( ) Programa de Monitoramento e Controle. com o objetivo de dirimir dúvidas da população interessada no empreendimento em questão. As informações técnicas incluem a descrição da localização do projeto. V – utilização de formas gráficas e simples que ajudem a interpretação da exposição. D ( ) o custo do projeto. Estão corretas as diretrizes: A ( ) I e III. Para tal. III. as câmaras que avaliam projetos cujas áreas de influência incluem reservas indígenas. D ( ) I. D ( ) II. as regras ou diretrizes que devem ser seguidas são: I – divulgação ampla sobre a data e o local onde a mesma acontecerá e com a antecedência necessária. D ( ) Da Economia e Meio Ambiente. a fauna e a flora. V – educação ambiental em todos os níveis de ensino. química e biológica. II e III. D ( ) o ambiente que circunda o ser humano que vive em sociedade. B ( ) I. sítios arqueológicos ou sítios de valor arquitetônico são: A ( ) Da Biodiversidade. leis. está estruturado em 10 Câmaras Técnicas. IV. técnicos ambientais e profissionais do ramo.EXERCÍCIOS DE DIREITO AMBIENTAL 51 – A Política Nacional do Meio Ambiente tem por objetivo a preservação. Dentre estas. das obras e serviços de apoio. visando a assegurar. das atividades desenvolvidas. são consideradas informações complementares nas quais o órgão ambiental também se baseará para seu veredicto final: A ( ) as alternativas tecnológicas e de localização. O instrumento que serve para comprovar se a eficácia prevista foi atingida é: A ( ) Rima. C ( ) o conjunto de condições. 56 – Na execução de projetos.melhoria e recuperação da qualidade ambiental propícia à vida. II. Nessa perspectiva. impactos ambientais negativos podem ser gerados. III e V. IV– penalidades disciplinares ao não-cumprimento de medidas de correção da degradação ambiental. com o objetivo de preservar o Meio Ambiente? A ( ) SISNAMA B ( ) CONAMA C ( ) IBAMA D ( ) ANA e SINIMA E ( ) ONG´s 55 – Uma das competências do CONAMA é o estabelecimento de diretrizes. O passivo ambiental por eles provocado deve ser corrigido por meio de medidas de recuperação previamente pensadas e definidas durante o processo de licenciamento ambiental. E ( ) Estudo de Impacto Ambiental . 52 – Meio Ambiente. Fauna e Recursos Pesqueiros. o solo. C ( ) os planos de emergência.

mesmo que apenas potencialmente. III e V. 62 – Com base no direito constitucional. bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida. impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações”. D ( ) o xisto betuminoso e o biodiesel. Os recursos energéticos ditos primários (ou fontes primárias de energia) são classificados em renováveis e não renováveis. que age na defesa do interesse público e não. Nesse sentido. B ( ) o combustível nuclear e o petróleo. 59 – O artigo 225 da Constituição da República Federativa do Brasil estabelece que “todos têm direito a um meio ambiente ecologicamente equilibrado. B ( ) Licenciamento Ambiental. Sendo assim. Profª Andréa Cid 8 . respectivamente. exigindo-se. salvo comprovada má-fé. apenas. IV e VI. de significativa degradação do meio ambiente deve ser precedida por estudo de impacto ambiental. I – Licenciamento Ambiental de Operação. o atendimento ao princípio da publicidade. na defesa do interesse individual. V – Auditorias Ambientais. A ( ) A instalação de obra ou atividade causadora. E ( ) a energia eólica e o álcool. C ( ) Auditoria Ambiental.EXERCÍCIOS DE DIREITO AMBIENTAL 58 – A lei federal nº 9605/98. II. 61 – O Sol é a principal fonte de energia da Terra. Os instrumentos regulamentados por lei no Brasil são: A ( ) III e V. D ( ) I. B ( ) I. Está correto afirmar que são. cuja característica básica consiste no fato de que a sua titularidade cabe a qualquer cidadão. C ( ) Ato lesivo ao meio ambiente pode ser objeto de ação popular. E ( ) Audiência Pública. D ( ) Auditoria. Cerca de 99% da energia térmica utilizada pelos ecossistemas provém deste enorme gerador. são apresentados os instrumentos abaixo. 60 – Qual dos seguintes procedimentos tem caráter voluntário e corretivo? A ( ) EIA/Rima. As fontes renováveis utilizam direta ou indiretamente a energia solar. B ( ) Usinas que se destinam a operar com reator nuclear só poderão ser instaladas mediante definição do local específico de seu funcionamento. III – Sistema de Gestão Ambiental. está correto afirmar que o instrumento que permite aos empreendedores observar suas atividades de forma a não serem punidos por esta lei é: A ( ) Plano Básico Ambiental-PBA. estabelecida por lei de cada estado ou do Distrito Federal. IV – Licenciamento Ambiental de Instalação. Assim. julgue os itens subseqüentes. IV. As multas cobradas nestes casos são de valor pesado. apenas. C ( ) III. conhecida como a lei dos Crimes Ambientais. indústria ou atividade econômica está atenta às suas atividades para não sofrer sanções. C ( ) o biogás e o gás natural. toda empresa. seu autor. apenas. fica isento de custas judiciais e do ônus da sucumbência. II. II – Estudos de Impactos Ambientais e Relatório de Impactos sobre o Meio Ambiente. C ( ) Implantação de um Sistema de Gestão Ambiental. V e VI. dispõe sobre as sanções penais e administrativas a serem aplicadas quando se constatar condutas e atividades lesivas ao meio ambiente. E ( ) Estudos de Impactos Ambientais-EIA. E ( ) I. VI – Licenciamento Ambiental de Projeto. B ( ) Planos de Contingência. uma fonte renovável e uma fonte não renovável de energia: A ( ) o gás natural e o gás hidrogênio. Tendo em vista este direito e a obrigação de zelar por ele. III. D ( ) Relatórios de Impactos sobre o Meio Ambiente-RIMA. ainda. apenas. IV e VI.

Ambos são compatíveis com o contexto da aprovação da lei citada no texto. B ( ) Na instituição de programas brasileiros voltados para a conservação de aves migratórias. ao poder público e à coletividade.284/2006. que lhe assegurará o direito de posse. portanto. e considerando que comunidades residentes na floresta amazônica. D ( ) Mesmo que tenham seu pleito recusado. em 1992. durante a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (CNUMAD). Entre esses princípios. com estilos de vida relevantes à conservação e à utilização sustentável da diversidade biológica. de licitações relativas à concessão florestal. 64 – Com a aprovação da Lei n. e os locais de refúgio ou reprodução dessas aves devem ser necessariamente considerados área de preservação permanente. uso e mesmo de venda da propriedade. embora tecnicamente necessário. o meio ambiente é reconhecido como bem de uso comum do povo. Diante desse contexto. Acerca da implementação da Política Nacional da Biodiversidade e de sua inserção na temática ambiental de modo amplo. em tempos de globalização da economia. consta que todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado. tenham apresentado como reivindicação a criação de uma reserva extrativista. E ( ) Entre os objetivos da Política Nacional do Meio Ambiente. tendo como referência os compromissos assumidos pelo Brasil ao assinar a Convenção sobre Diversidade Biológica. incluem-se a compatibilização do desenvolvimento econômico e social com a preservação da qualidade do meio ambiente e do equilíbrio ecológico e o estabelecimento de critérios e padrões da qualidade ambiental e de normas relativas ao uso e ao manejo de recursos ambientais. o que somente pode ocorrer por meio da criação da referida reserva extrativista. impondo-se. C ( ) A exigência de estudo de impacto ambiental para projeto de grande porte que vise a instalação de criadouros de caramujo gigante africano (Achatina fulica) é pertinente ao licenciamento ambiental e. julgue os itens. é necessário que os órgãos competentes identifiquem a destinação da área a ser concedida. por meio de associações comunitárias. F ( ) Caso o pleito da comunidade local venha a ser atendido. deve-se buscar estabelecer cooperação com outras nações.º 11. em terras que se encontram sob o domínio da União. Diante desse contexto. B ( ) Antes da concessão florestal. tenham apresentado como reivindicação a criação de uma reserva extrativista. de acordo com dispositivos legais relativos a esse assunto. A ( ) Somente a região com floresta natural deve ser enquadrada como floresta pública. cooperativas ou outras pessoas jurídicas admitidas em lei.EXERCÍCIOS DE DIREITO AMBIENTAL 63 – O Brasil instituiu princípios e diretrizes para a implementação da Política Nacional da Biodiversidade. cada membro dessa comunidade deverá receber um título escriturado de pequena propriedade. e considerando que comunidades residentes na floresta amazônica. privado. não guarda relação direta com a implementação da Política Nacional da Biodiversidade nem com os instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente. C ( ) A referida modalidade de unidade de conservação da natureza inclui-se entre as unidades de proteção integral. o dever de defendê-lo e de preservá-lo para as presentes e as futuras gerações. julgue os itens de acordo com dispositivos legais relativos a esse assunto. as referidas comunidades poderão participar. indutor de progresso econômico. utilizando-se de florestas localizadas em terras sob o domínio da União. o que corresponde a uma situação de adequada inclusão social. que é prioridade em relação à qualidade de vida. portanto. dotado de valor econômico e. julgue os itens : A ( ) Na legislação brasileira. preocuparam-se com o destino dessas florestas e com os impactos dessa nova destinação sobre sua vida social. Essa designação não abrange. populações tradicionais organizadas por gerações sucessivas. Profª Andréa Cid 9 . em terras que se encontram sob o domínio da União. as florestas plantadas.

24-E. 11-C. 56-D. 48-E. 64: A-F. 32. Profª Andréa Cid 10 . 6-C. B-V. C-F. 15-C. 12-C. E-V. 17-B. 63: AF. 38-E. 55-E. 59-D.20-D. 45-E. 16-B. 19-B. 49-A. 5-C. 50-D. 43-C. D-V. 36-D. 3-D. 42-E. 35-B. 9-A. 22-E. 23-D. 8-B. 39-A.EXERCÍCIOS DE DIREITO AMBIENTAL Gabarito: 1-D. 7-A. 10-A. 21-C. 40-A. 44-A. 57-A. 47-C. 2-A. 54-E.B. 30-D. 58-C. 26-A. 4-B. 28-A. 18-D. 25-E. 33-C. 34-D. 41-A. 37-B. B-F. 46-B. 62-V. 27-E. 13-A. 51-B. 61-C. 53-D. V-F. 14-D. 60-D. 52-C. 31-B. 29-A.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->