P. 1
diagnóstico molecular de doenças infecciosas

diagnóstico molecular de doenças infecciosas

|Views: 1.625|Likes:
Publicado porRodrigo Dias

More info:

Published by: Rodrigo Dias on Apr 22, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/11/2013

pdf

text

original

Diagnóstico molecular de doenças infecciosas 

O diagnóstico laboratorial de doenças infecciosas (causadas por vírus, bactéria, fungo ou protozoário) baseia-se geralmente no isolamento do organismo patogénico causador da doença e identificação por observação da morfologia (em microscopia óptica para os protozoários) ou testes bioquímicos de detecção da actividade de enzimas específicas de uma determinada espécie ou de crescimento em meios de cultura selectivos (para o caso de bactérias e fungos). O problema associado a estas metodologias, em muitos casos consideradas de referência, é a morosidade da análise que pode comprometer o início duma terapia específica contra o agente patogénico. Uma alternativa mais rápida é o recurso à detecção de anticorpos específicos desenvolvidos pelo paciente contra o agente infeccioso. Neste caso uma técnica bem implantada na rotina laboratorial de diagnóstico é o ELISA (enzyme-linked immunosorbent assay). Apesar de mais rápidas, as técnicas baseadas na detecção de anticorpos apresentam problemas no diagnóstico em indivíduos imunocomprometidos e dão apenas uma indicação indirecta da presença do agente infeccioso com possíveis interferências por reacções cruzadas ou por vacinação. As técnicas baseadas nos ácidos nucleicos que permitem identificar sequências específicas de nucleótidos de um gene abrem grandes perspectivas na identificação laboratorial rápida de agentes patogénicos com elevada sensibilidade e especificidade. Assim, uma área emergente da patologia clínica é a do diagnóstico laboratorial em que a técnica da reacção em cadeia da polimerase (PCR) tem papel central. No entanto, a implementação destas tecnologias tem enfrentado o problema dos elevados custos da análise e da especificidade e precisão nos resultados das sondas usadas. O desenvolvimento de novas técnicas, muitas vezes baseadas no PCR, pode levar ao estabelecimento de testes rápidos, robustos e, também, de extrema simplicidade, permitindo a sua realização no próprio consultório médico. O projecto aqui apresentado envolve a pesquisa de técnicas em desenvolvimento com possibilidade de aplicação no diagnóstico molecular de doenças infecciosas. A pesquisa incidirá na Leishmaniose, uma doença zoonótica causada por protozoários do Género Leishmania, e em técnicas como PCR em tempo real e PCR-ELISA. O trabalho terá a forma de monografia e deverá apresentar as diversas técnicas de diagnóstico molecular aplicadas à Leishmaniose e uma discussão da sua aplicabilidade na rotina laboratorial em patologia clínica.

Orientador Rui Oliveira Departamento de Biologia Universidade do Minho ruipso@bio.uminho.pt 253601512

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->