Você está na página 1de 1

2.

1 Introduo

Numa viso clssica, a regio da Provncia Borborema (PB) situada a norte do lineamento Patos litologicamente dominada por complexos migmatticos paleoproterozicos ou mais antigos, que servem de embasamento a unidades supracrustais de idade paleo, meso elou neoproterozica. Corpos granitides brasilianos ocorrem de forma generalizada, intrndindo as unidades anteriores e servindo como marcadores cinemticos da defonnao que consolidou a arquitetura regional. Desde sua defmio por Almeida et alo (1977), a Provncia Borborema tem se tomada conhecida como palco de intensa atuao do Ciclo Brasiliano, ltimo evento orognico importante que a afetou. Tal evento deu origem a um volumoso plutonismo granitide e a extensas zonas de cisalhamento transcOlTentes de expressivo rejeito, que esto orientadas preferencialmente segundo direes NNE a NE na poro setentrional da provncia (Fig. 2.1). Atualmente, maior ateno tem sido dada questo da mobilidadelaloctonia dos blocos internos que compem a provncia. As grandes zonas de cisalhamento atestam essa mobilidade e so peas fundamentais na investigao de tais conceitos. O avano no acervo de dados geocronolgicos tem possibilitado, por exemplo, o reconhecimento de ncleos arqueanos dentro de complexos de embasamento, antes considerados como unidades estratigrficas indivisas (Dantas et alo 1995, por exemplo). Como mencionado no captulo anterior, no ser abordado o estudo das faixas situadas a sul do lineamento Patos, visto que os dados geofisicos abrangem apenas as faixas a norte dessa estrntura, na poro setentrional da Provncia Borborema. Com o objetivo de apresentar um panorama geolgico da rea, foi escolhida, dentre as vrias propostas de subdiviso desta provncia em domnios (individualizados por suas feies tectnicas e estratigrficas), aquela proposta por Jardim de S (1994).