P. 1
Aula 6 – Estudo de Torção, Transmissão de Potência e Torque

Aula 6 – Estudo de Torção, Transmissão de Potência e Torque

|Views: 389|Likes:
Publicado porPintasss

More info:

Published by: Pintasss on Jun 03, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/30/2015

pdf

text

original

Resistência dos Materiais

Aula 6 – Estudo de Torção, Transmissão de Potência e Torque

Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues

Aula 6

Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues

Definição de Torque
Torque é o momento que tende a torcer a peça em torno de seu eixo longitudinal. Seu efeito é de interesse principal no projeto de eixos ou eixos de acionamento usados em veículos e maquinaria.

Resistência dos Materiais

Luiz Eduardo Miranda J. MSc. Rodrigues Deformação por Torção Resistência dos Materiais .Aula 6 Prof.

cria um torque interno correspondente no interior do eixo. τ = G ⋅γ onde: G = Módulo de rigidez γ = Deformação por cisalhamento Resistência dos Materiais . Para material linear-elástico aplica-se a lei de Hooke. Luiz Eduardo Miranda J.Aula 6 Prof. A equação da torção relaciona o torque interno com a distribuição das tensões de cisalhamento na seção transversal de um eixo ou tubo circular. Rodrigues Equação da Torção Quando um torque externo é aplicado a um eixo. MSc.

MSc. Rodrigues Equação da Torção τ máx onde: T ⋅c = J T ⋅ρ τ= J τ = Tensão de cisalhamento no eixo T = Torque interno resultante que atua na seção transversal J = Momento de inércia polar da área da seção transversal c = Raio externo do eixo ρ = Raio medido a partir do centro do eixo Resistência dos Materiais .Aula 6 Prof. Luiz Eduardo Miranda J.

Rodrigues Dimensionamento de Eixo Sólido Momento de inércia polar: J = ∫ ρ ⋅ dA 2 A c 0 J = ∫ ρ 2 ⋅ (2 ⋅ π ⋅ ρ ⋅ dρ ) 0 c J = 2 ⋅ π ∫ ρ 3 ⋅ dρ 2 ⋅π ⋅ ρ J= 4 4 c 0 J= π ⋅ c4 2 Resistência dos Materiais . Luiz Eduardo Miranda J.Aula 6 Prof. MSc.

Aula 6 Prof. Rodrigues Falha na Torção Resistência dos Materiais . Luiz Eduardo Miranda J. MSc.

MSc. Rodrigues Dimensionamento de Eixo Tubular Momento de inércia polar: J= π ⋅ ce 4 − ci 4 2 ( ) Resistência dos Materiais . Luiz Eduardo Miranda J.Aula 6 Prof.

determinar a tensão de cisalhamento desenvolvida no material nas paredes interna e externa ao longo da parte central do tubo quando são aplicadas forças de 80 N ao torquímetro. Rodrigues Exercício 1 1) O tubo mostrado na figura tem um diâmetro interno de 80 mm e diâmetro externo de 100 mm.Aula 6 Prof. Resistência dos Materiais . Luiz Eduardo Miranda J. MSc. Supondo que sua extremidade seja apertada contra o apoio em A por meio de um torquímetro em B.

MSc.3 + 80 ⋅ 0. Rodrigues Solução do Exercício 1 Torque interno: É feito um corte na localização intermediária C ao longo do eixo do tubo. Luiz Eduardo Miranda J. desse modo: ∑M y =0 80 ⋅ 0.2 − T = 0 T = 40 Nm Momento de inércia polar: J= π ⋅ ce 4 − ci 4 2 ( ) Resistência dos Materiais .Aula 6 Prof.

8 ⋅10 −6 Pa J = 5.344 MPa τ i = 0.8 ⋅10 −6 6 40 ⋅ 0. Luiz Eduardo Miranda J. MSc.8 ⋅10 −6 m4 Tensão de cisalhamento: τ máx = 0.04 4 4 ) τ máx 2 40 ⋅ 0.Aula 6 Prof.276 MPa τ máx T ⋅c = J Na superfície interna: T ⋅ ci τi = J Resistência dos Materiais . Rodrigues Solução do Exercício 1 J= π ⋅ (0.276 ⋅106 Pa τ máx = 0.04 τi = 5.05 − 0.05 = 5.344 ⋅10 τ i = 0.

Rodrigues Transmissão de Potência Eixos e tubos com seção transversal circular são freqüentemente empregados para transmitir a potência gerada por máquinas. Resistência dos Materiais .Aula 6 Prof. Quando usados para essa finalidade. MSc. são submetidos a torque que dependem da potência gerada pela máquina e da velocidade angular do eixo. Luiz Eduardo Miranda J.

Aula 6 Prof. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Definição de Potência A potência é definida como o trabalho realizado por unidade de tempo: Sabe-se que a velocidade angular do eixo é dada por: T ⋅ dθ P= dt Onde: T = Torque aplicado dθ = Ângulo de rotação ω= dθ dt Portanto: P = T ⋅ω No SI. a potência é expressa em watts 1W = 1Nm/s Resistência dos Materiais . MSc.

a equação da potência pode ser escrita do seguinte modo: P = 2 ⋅π ⋅ f ⋅T ω = 2 ⋅π ⋅ f Resistência dos Materiais . Luiz Eduardo Miranda J. é geralmente conhecida. ela representa o número de revoluções que o eixo realiza por segundo. pode-se escrever que: Portanto.Aula 6 Prof. Como 1 ciclo = 2π rad. MSc. a freqüência de rotação de um eixo. Expressa em hertz (1Hz = 1 ciclo/s). Rodrigues Relação Potência-Freqüência No caso da análise de máquinas e mecanismos.

Conhecendo-se o torque atuante no eixo e a tensão de cisalhamento do material é possível determinar a dimensão do eixo a partir da equação da torção da seguinte forma: Para eixo maciço: J= π ⋅ c4 2 Para eixo tubular: J T = c τ adm J= π ⋅ (ce 4 − ci 4 ) 2 Resistência dos Materiais . MSc. o torque no eixo pode ser determinado.Aula 6 Prof. Rodrigues Dimensionamento de Eixos Quando a potência transmitida por um eixo e sua rotação são conhecidas. Luiz Eduardo Miranda J.

Resistência dos Materiais . Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Exercício 2 2) Um eixo tubular de diâmetro interno de 30 mm e diâmetro externo de 42 mm é usado para transmitir 90 kW de potência.Aula 6 Prof. MSc. Determinar a freqüência de rotação do eixo de modo que a tensão de cisalhamento não exceda 50 MPa.

MSc. Rodrigues Solução do Exercício 2 Solução: O torque máximo que pode ser aplicado ao eixo é determinado pela equação da torção: T= τ máx ⋅ J c τ máx T ⋅c = J Para eixo tubular: J= π ⋅ (ce 4 − ci 4 ) 2 Resistência dos Materiais . Luiz Eduardo Miranda J.Aula 6 Prof.

Luiz Eduardo Miranda J.0154 ) 2 0. MSc.Aula 6 Prof. Rodrigues Solução do Exercício 2 Portanto: A partir da equação da freqüência: τ máx ⋅ T= π ⋅ (ce 4 − ci 4 ) 2 c 6 P = 2 ⋅π ⋅ f ⋅T 50 ⋅10 ⋅ T= π ⋅ (0.6 Hz f = P T = 538 Nm Resistência dos Materiais .0214 − 0.021 2 ⋅π ⋅T 90 ⋅103 f = 2 ⋅ π ⋅ 538 f = 26.

MSc. Rodrigues Exercícios Propostos 1) O eixo maciço de 30 mm de diâmetro é usado para transmitir os torques aplicados às engrenagens. Luiz Eduardo Miranda J.Aula 6 Prof. Resistência dos Materiais . Determinar a tensão de cisalhamento desenvolvida nos pontos C e D do eixo.

MSc. Rodrigues Exercícios Propostos 2) O eixo maciço de alumínio tem diâmetro de 50 mm. Considerar T1 = 20 Nm. Luiz Eduardo Miranda J. Determinar a tensão de cisalhamento máxima absoluta nele desenvolvida e traçar o gráfico da distribuição cisalhamento-tensão ao longo de uma reta radial onde o cisalhamento é máximo. Resistência dos Materiais .Aula 6 Prof.

Luiz Eduardo Miranda J. O eixo onde A e B estão localizados tem raio externo de 60 mm. MSc. Resistência dos Materiais . Determinar a tensão de cisalhamento desenvolvida nos pontos A e B e desenhar o gráfico da tensão de cisalhamento nos elementos de volume localizados nesses pontos. Rodrigues Exercícios Propostos 3) O eixo de aço está submetido à carga de torção mostrada.Aula 6 Prof.

determinar o número de parafusos necessários para que a tensão de cisalhamento máxima no eixo seja igual à tensão de cisalhamento nos parafusos. Rodrigues Exercícios Propostos 4) O acoplamento é usado para acoplar dois eixos. Resistência dos Materiais . Cada parafuso tem diâmetro d. Supondo que a tensão de cisalhamento nos parafusos seja uniforme. Luiz Eduardo Miranda J.Aula 6 Prof. MSc.

Luiz Eduardo Miranda J. localizada no eixo de transmissão que tem 20 mm de diâmetro. Rodrigues Exercícios Propostos 5) A bomba opera com um motor que tem potência de 85 W. determinar a tensão de cisalhamento máxima desenvolvida em A. MSc. Resistência dos Materiais .Aula 6 Prof. Supondo que o impulsor em B esteja girando a 150 rpm.

Ângulo de Torção. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Próxima Aula Estudo de Torção. MSc. Resistência dos Materiais . Distorção.Aula 6 Prof.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->