Você está na página 1de 2

Aes: - Criar clulas; - Melhoria do layout da linha; - Reduo dos tempos de troca de ferramenta; - Implementao de produo no sistema one

piece flow (eliminao de estoques intermedirios); - Instalar canaletas entre as clulas/gravitacional; - Reduo de estoques de matria prima; - Kaizen para reduo de tempo mquina nas operaes 70 e 80; - Melhorar fluxo de informaes; - Implementar FIFO no final da linha para facilitar a gesto visual pelas clulas; - Operao 80 processo puxador; Indicadores: - Produtividade quantidade de peas produzidas utilizando o mnimo de recursos e tempo; - Nveis de estoques intermedirios; - Lead time da linha; - Tempo de Valor Agregado;

Na atualidade as empresas esto buscando solues e projetos de curto prazo, o que choca com a filosofia do TPM que busca a excelncia atravs da capacitao do operador e conseqente melhoria dos equipamentos mas que em media leva 5 anos para se chegar a 4 etapa da manuteno autnoma por exemplo. J o 6 sigma uma metodologia que usa ferramentas estatsticas que exige pessoal treinado e especializado (Black belt/Green belt/ Yellow belt) voltada para problemas especficos e atende a busca pelo curto prazo; porem ao meu ver a participao do operador na soluo dos problemas fica comprometida.

Voltando a mentalidade do curto prazo uma empresa que busque esta forma de trabalho precisa se preparar para isto, se no possui pessoal qualificado, no ter como trein-los pois isto leva tempo, ter que substituir sua mo de obra por pessoal qualificado em todos os nveis, mas isto custa caro e a coisa acaba sendo empurrada com a barriga, no se assumindo que deve haver um equilbrio entre as medidas de longo prazo (TPM) e as de curto prazo (6 sigma) ou outros projetos ou aes. Portanto atualmente necessrio que se tenha coragem para se desafiar o sistema e competncia para justificar estas aes. O projeto WCM aqui na manuteno chamado de maex (excelncia em manuteno), porem esta em fase embrionria.