Você está na página 1de 1

Resumo Do Conto Peru de Natal

O Peru de Natal um conto de Mrio de Andrade, onde ele conta a histria de um natal diferente. A vida inteira passou comemorando o natal com seu pai que era econmico demais, no cedendo a eles regalias, pois no tinha qualquer emoo pelos prazeres da vida. Sua comida no natal eram castanhas, passas e figos, algo bem seco e triste como era a vida daquele homem, e alm dele comer esses alimentos, toda sua famlia tambm tinha que se contentar com isso, no por falta de dinheiro, mas por falta de vontade de aproveitar as coisas boas da vida. Cinco meses aps a morte de seu pai se renem para o primeiro natal em famlia sem a presena dele. A famlia honesta, sem dificuldades econmicas e acima de tudo feliz. Comeram o peru inteiro, as cinco pessoas que l estavam. Isso nunca tinha acontecido antes, mas a figura cinzenta de seu pai estragava a ocasio, fazendo com que ele ficasse at mesmo com dio do j falecido, pois olhavam para o peru e se lembravam de seu pai, principalmente a me, que caia em prantos com a situao. Embora com raiva, concordou com a famlia quanto ao pai e disse que ele deveria estar feliz os vendo unidos de l de cima, o que pareceu que lhes abriu o apetite e fez com que comessem o peru gulosamente. Aps esse incrvel natal concluram a ceia e ele foi se encontrar com Rose, tendo uma noite de natal divina!

Contexto de Criao do Poema


Alm de poesia, Mrio de Andrade escreveu contos e romances. Em seu segundo livro de poesias, constitudo de textos esparsos reunidos em uma publicao pstuma, esto os contos mais importantes como "Peru de Natal" e "Frederico Pacincia". A histria se passa durante uma poca mais antiga, e reflete os tons modernistas que marcaram as obras do autor. O texto marcado por um tom lgubre e de certo modo infeliz, mas reflete a natureza do autor. Conforme o poema se aproxima do fim, passa-se a perceber os tons de ironia, e de certo modo felicidade, que caracterizam e fazem de Mrio de Andrade o grande escritor modernista renomado e amado por todo o mundo.