Você está na página 1de 18

Interação

Humano-Computador

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

ii

115/7/20105/7/2010

116:32:006:32:00

Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os

Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier Editora.

Consulte também nosso catálogo completo e últimos lançamentos em www.elsevier.com.br

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

iiii

115/7/20105/7/2010

116:32:016:32:01

Simone Diniz Junqueira Barbosa Bruno Santana da Silva

Interação

Humano-Computador

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

iiiiii

da Silva Interação Humano-Computador I IHC_Cap_00.indd HC_Cap_00.indd i iii ii 1 15/7/2010 5/7/2010 1 16:32:01 6:32:01
da Silva Interação Humano-Computador I IHC_Cap_00.indd HC_Cap_00.indd i iii ii 1 15/7/2010 5/7/2010 1 16:32:01 6:32:01

115/7/20105/7/2010

116:32:016:32:01

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

iivv

115/7/20105/7/2010

116:32:016:32:01

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

vv

115/7/20105/7/2010

116:32:016:32:01

© 2010, Elsevier Editora Ltda.

Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei no 9.610, de 19/02/1998. Nenhuma parte deste livro, sem autorização prévia por escrito da editora, poderá ser reproduzida ou transmitida sejam quais forem os meios empregados: eletrônicos, mecânicos, fotográficos, gravação ou quaisquer outros.

Copidesque: Adriana Araújo Kramer Revisão: Marco Antônio Corrêa

Elsevier Editora Ltda. Conhecimento sem Fronteiras Rua Sete de Setembro, 111 – 16º andar 20050-006 – Centro – Rio de Janeiro – RJ – Brasil

Rua Quintana, 753 – 8º andar 04569-011 – Brooklin – São Paulo – SP

Serviço de Atendimento ao Cliente

0800-0265340

sac@elsevier.com.br

ISBN 978-85-352-3418-3

Nota: Muito zelo e técnica foram empregados na edição desta obra. No entanto, podem ocorrer erros de digitação, impressão ou dúvida conceitual. Em qualquer das hipóteses, solicitamos a comunicação ao nosso Serviço de Atendimento ao Cliente, para que possamos esclarecer ou encaminhar a questão. Nem a editora nem o autor assumem qualquer responsabilidade por eventuais danos ou perdas a pessoas ou bens, originados do uso desta publicação.

CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO-NA-FONTE SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ

B212i

Barbosa, Simone Diniz Junqueira Interação humano-computador / Simone Diniz Junqueira Barbosa, Bruno Santana da Silva. – Rio de Janeiro: Elsevier, 2010. il. - (Série SBC, Sociedade Brasileira de Computação)

Inclui bibliografia

ISBN 978-85-352-3418-3

1. Interação homem-máquina. 2. Informática - Aspectos sociais. 3. Tecnologia - Aspectos sociais. 4. Comunicação e tecnologia. 5. Tecnologia da informação. I. Barbosa, Simone D. J. (Simone Diniz Junqueira). II. Sociedade Brasileira de Computação. III. Título. IV. Série.

10-2633.

CDD: 004.019

CDU: 004.5

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

vvii

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

vviiii

Aos meus filhos, Gabriel e Eduardo. S. D. J. Barbosa

À minha família. B. S. da Silva

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

vviiiiii

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02

Agradecimentos

Muitas pessoas contribuíram para tornar este livro uma realidade. Somos afortuna- dos por termos ao nosso redor pesquisadores e profissionais altamente qualificados, alunos interessados e motivados, amigos e familiares queridos.

Este livro não existiria se não fosse nossa eterna professora e amiga, Clarisse Sie- ckenius de Souza, que nos despertou o interesse pela área de IHC e sempre nos apoia

e nos motiva a aprender mais e a contribuir mais para a área. Interação Humano– Computador no Brasil não seria a mesma sem seu pioneirismo e seriedade. Somos gratos a diversas pessoas com quem colaboramos ao longo de todos os

nossos anos de atuação na área: a Carla Faria Leitão, Elton José Silva, Jair Cavalcanti Leite, Milene Selbach Silveira, Raquel Oliveira Prates, Sérgio Roberto Pereira da Silva

e todos aqueles que passaram pelo Semiotic Engineering Research Group (SERG). Alu-

nos que deveriam aprender conosco muito nos ensinaram. Gostaríamos de agradecer aos egressos do SERG e do Departamento de Informática da PUC-Rio: Adéle, Ana Carolina, André Luiz, Andréia, Ariane, Clarissa, Gilda, Gustavo, Hildebrando, José Eurico, Luciana, Maíra, Marcus, Otávio, Rafael, Rodrigo, Sandra, Sílvia, Thaís, Ugo, Vinícius e Viviane.

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

iixx

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02

Agradecemos ao Departamento de Informática da PUC-Rio, que sempre apoiou

a área de IHC, firmando seu pioneirismo ao oferecer várias disciplinas de graduação

e pós-graduação há mais de uma década e ao reconhecer IHC como uma área de pesquisa legítima, ainda enquanto a área era pouco difundida no país. Nossos pais, Marleny, Carlos, Lélia e Oriovaldo, são grandes responsáveis pelos nossos méritos e por tudo o que alcançamos. Durante os longos meses de pesquisa

e redação deste livro, nossos familiares e amigos nos apoiaram incondicionalmente.

A todo tempo sentimos sua carinhosa presença, apesar do isolamento e da privação do convívio que esse tipo de empreitada exige dos autores. Luís Fernando, Gabriel, Eduardo, Kamila: este livro também é de vocês. Finalmente, gostaríamos de agradecer novamente a Clarisse Sieckenius de Souza

e a Vinícius Costa Villas Bôas Segura pela revisão de partes deste livro, a Antonio Luz Furtado, pela sua colaboração no design da capa, e à equipe editorial da Campus/ Elsevier, pela sua dedicação e apoio ao longo de toda essa jornada.

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

xx

S.D.J. Barbosa & B.S. da Silva Rio de Janeiro, junho de 2010

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02

Prefácio

Em 2006, um Grupo de Trabalho se reuniu no Simpósio Brasileiro sobre Fatores Hu- manos em Sistemas Computacionais, IHC 2006, em Natal, para discutir o currículo de Interação Humano–Computador (IHC) nas universidades brasileiras (Silveira e Prates, 2007). Visando apoiar aulas de graduação de IHC em cursos de Ciência da Computação, Sistemas de Informação e Engenharia de Computação, tomamos como base o currículo recomendado pelo GT para selecionar o conteúdo incluído neste livro, apoiados pela nossa própria experiência em lecionar disciplinas de IHC por diversos semestres. Sabemos que não é viável abordar todos os aspectos de uma área de conheci- mento ampla e multidisciplinar como IHC em um único livro. Além disso, reconhe- cemos que nem todas as universidades incluem mais de uma disciplina de IHC em suas grades curriculares. Objetivamos então elaborar um livro-texto como material didático de apoio a um curso de introdução à IHC com a duração de um semestre. Além do apoio a aulas de graduação, incluímos material de cunho prático, a fim de que o livro possa ser utilizado também por profissionais que precisem incorporar atividades de IHC em sua prática de trabalho. Os autores podem ser contatados pelo e-mail: livroihc@gmail.com.

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

xxii

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

xxiiii

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02

Sumário

Capítulo 1

Introdução

1

1.1 O Impacto das Tecnologias de Informação e Comunicação no Cotidiano

2

1.2 Diferentes Visões sobre a Construção de Sistemas Interati- vos

7

1.3 Objetos de Estudo em IHC

10

1.4 IHC como Área Multidisciplinar

12

1.5 Benefícios de IHC

13

Capítulo 2

Conceitos Básicos

17

2.1 Interface, Interação e Affordance

18

2.1.1 Interação

20

2.1.2 Interface

25

2.1.3 Affordance 26

2.2 Qualidade em IHC

27

2.2.1 Usabilidade e Experiência de Usuário

28

2.2.2 Acessibilidade

32

2.2.3 Comunicabilidade

36

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

xxiiiiii

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02

Capítulo 3

Abordagens Teóricas em IHC

43

3.1

3.2 Psicologia Experimental 45

3.2.1 Lei de Hick-Hyman

3.2.2 Lei de Fitts 45

47

45

44

Introdução

3.3 Psicologia Cognitiva Aplicada

3.3.1 Processador Humano de Informação 48

3.3.2 Princípios de Gestalt

3.3.3 Percepção de Cores 52

50

3.4 Engenharia Cognitiva

53

3.5 Abordagens Etnometodológicas

61

3.5.1 Análise da Conversação 63

3.5.2 Comunicação Usuário–Sistema 65

3.5.3 Estudos Etnometodológicos de IHC

67

3.6 Teoria da Atividade 69

3.6.1 Princípios da Teoria da Atividade 71

3.6.2 Contradição e Aprendizado

72

3.6.3 Teoria da Atividade em IHC 73

75

3.8 Engenharia Semiótica 77

3.8.1 Semiótica: Signo, Significação, Comunicação e Semiose

3.8.2 Sistema Computacional Interativo como Artefato Intelectual 83

80

3.7 Cognição Distribuída

3.8.3 Espaço de Design de IHC

84

3.8.4 Comparação com o Design Centrado no Usuário

88

Capítulo 4

Processos de Design de IHC

91

4.1 O Que é Design?

92

4.2 Perspectivas de Design

96

4.3 Processos de Design de IHC

99

4.3.1 Ciclo de Vida em Estrela

103

4.3.2 Engenharia de Usabilidade de Nielsen

104

4.3.3 Engenharia de Usabilidade de Mayhew

109

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

xxiviv

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02

4.3.4 Design Contextual

111

4.3.5 Design Baseado em Cenários

112

4.3.6 Design Dirigido por Objetivos

114

4.3.7 Design Centrado na Comunicação

117

4.4 Integração das Atividades de IHC com Engenharia de Sof- tware

121

4.5 Métodos Ágeis e IHC

127

Capítulo 5

Identificação de Necessidades dos Usuários e Requisitos de IHC

131

5.1 Introdução

132

5.2 Que Dados Coletar?

134

5.3 De Quem Coletar Dados?

135

5.4 Aspectos Éticos de Pesquisas Envolvendo Pessoas

138

5.5 Como Coletar Dados dos Usuários?

143

5.5.1 Entrevistas

145

5.5.2 Questionários

150

5.5.3 Grupos de Foco

154

5.5.4 Brainstorming de Necessidades e Desejos dos Usuários

155

5.5.5 Classificação de Cartões

159

5.5.6 Estudos de Campo

164

5.5.7 Investigação Contextual

166

Capítulo 6

Organização do Espaço de Problema

173

6.1 Perfil de Usuário

174

6.2 Personas

176

6.3 Cenários

183

6.4 Análise de Tarefas

191

6.4.1 Análise Hierárquica de Tarefas

192

6.4.2 GOMS (Goals, Operators, Methods, and Selection Rules)

196

6.4.3 Árvores de Tarefas Concorrentes (ConcurTaskTrees – CTT)

203

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

xxvv

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02

Capítulo 7

Design de IHC

207

7.1 Introdução

208

7.2 Cenários de Interação

209

7.3 Design Centrado na Comunicação

212

7.3.1 Mapa de Objetivos dos Usuários

214

7.3.2 Esquema Conceitual de Signos: Conteúdo (Parte I)

218

7.3.3 Prevenção e Recuperação de Rupturas Comunica- tivas

223

7.3.4 Modelagem

de Tarefas

225

7.3.5 Modelagem da Interação

229

7.4 Design da Interface

243

7.4.1 Estilos de Interação

243

7.4.2 Representações da Interface com Usuário

248

7.4.3 Da Interação como uma Conversa para o Design da Interface

251

7.4.4 Esquema Conceitual de Signos: Expressão (Parte II)

256

7.5 Projeto do Sistema de Ajuda

257

7.6 Desafios de Design de Sistemas Adaptáveis e Adaptativos

260

Capítulo 8

Princípios e Diretrizes para o Design de IHC

263

8.1 Introdução

264

8.2 Princípios e Diretrizes Gerais

265

8.2.1 Correspondência com as Expectativas dos Usuá- rios

265

8.2.2 Simplicidade nas Estruturas das Tarefas

267

8.2.3 Equilíbrio entre Controle e Liberdade do Usuário

267

8.2.4 Consistência e Padronização

270

8.2.5 Promovendo a Eficiência do Usuário

271

8.2.6 Antecipação

272

8.2.7 Visibilidade e Reconhecimento

273

8.2.8 Conteúdo Relevante e Expressão Adequada

275

8.2.9 Projeto para Erros

277

8.3 Padrões de Design de IHC

279

8.4 Guias de Estilo

282

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

xxvivi

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02

Capítulo 9

Planejamento da Avaliação de IHC

285

9.1 Por que Avaliar?

286

9.2 O que Avaliar?

290

9.3 Quando Avaliar o Uso de um Sistema?

294

9.4 Onde Coletar Dados sobre Experiências de Uso?

295

9.5 Que Tipos de Dados Coletar e Produzir?

297

9.6 Qual Tipo de Método de Avaliação Escolher?

301

9.7 Como Avaliar?

303

9.7.1 Por Onde Começar?

303

9.7.2 Preparação

304

9.7.3 Coleta de Dados

308

9.7.4 Interpretação

310

9.7.5 Consolidação e Relato dos Resultados

311

9.8 O Framework DECIDE

312

Capítulo 10 Métodos de Avaliação de IHC

315

10.1 Avaliação de IHC através de Inspeção

316

10.1.1 Avaliação Heurística

316

10.1.2 Percurso Cognitivo

322

10.1.3 Método de Inspeção Semiótica

330

10.2 Avaliação de IHC através de Observação

341

10.2.1 Teste de Usabilidade

341

10.2.2 Método de Avaliação de Comunicabilidade

344

10.2.3 Prototipação em Papel

358

10.3 Resumo Comparativo dos Métodos de Avaliação

362

Referências Bibliográficas

367

Índice Remissivo

379

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

xxviivii

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02

IIHC_Cap_00.inddHC_Cap_00.indd

xxviiiviii

115/7/20105/7/2010

116:32:026:32:02