Você está na página 1de 37
Época da 1ª Guerra Mundial Fundado em Zurique, em 1916
Época da 1ª Guerra
Mundial
Fundado em Zurique, em
1916
Época da 1ª Guerra Mundial Fundado em Zurique, em 1916 Embora a palavra dada em francês
Época da 1ª Guerra Mundial Fundado em Zurique, em 1916 Embora a palavra dada em francês
Época da 1ª Guerra Mundial Fundado em Zurique, em 1916 Embora a palavra dada em francês
Embora a palavra dada em francês signifique cavalo de brinquedo, sua utilização marca o non-sense ou
Embora a palavra dada em francês
signifique cavalo de brinquedo, sua
utilização marca o non-sense ou falta
de sentido que pode ter a linguagem
(como na língua de um bebê).
Guerra Mundial claramente contrário à Primeira anti-racional do movimento, feito para simbolizar o caráter estilete sobre
Guerra Mundial
claramente contrário à Primeira
anti-racional do movimento,
feito para simbolizar o caráter
estilete sobre a mesma. Isso foi
dicionário e inserindo-se um
abrindo-se uma página de um
escolhido aleatoriamente,
criado o mito de que o nome foi
Para reforçar esta idéia foi

ais artistas

artistas

PPrriincncipipais

Tristan Tzara, um dos criadores do Dadaísmo
Tristan Tzara, um dos criadores
do Dadaísmo

Receita para fazer um poema Dadá segundo Tristan Tizara,

em seu último manifesto

Pegue um jornal. Pegue a tesoura. Escolha no jornal um artigo do tamanho que você deseja dar a seu poema. Recorte o artigo. Recorte em seguida com atenção algumas palavras que formam esse artigo e meta-as num saco. Agite suavemente. Tire em seguida cada pedaço um após o outro. Copie conscienciosamente na ordem em que elas são tiradas do saco. O poema se parecerá com você. E ei-lo um escritor infinitamente original e de uma sensibilidade graciosa, ainda que incompreendido do público.

mais ssobre

obre oo Dadaí

Dadaísmsmoo

Algo

Algo aa mais

Em Zurique surgem duas das mais importantes inovações dadaístas:

O poema simultâneo : consiste na recitação simultânea do mesmo poema em várias línguas
O poema simultâneo : consiste na recitação simultânea do mesmo poema em
várias línguas
O poema fonético : desenvolvido por Ball, é composto unicamente por sons, com predominância de sons
O poema fonético : desenvolvido por Ball, é composto unicamente por sons, com
predominância de sons vocálicos.

Ball considera ser esta uma época onde :

« Um universo desmorona-se. Uma cultura milenar desmorona-se.» («A Arte dos Nossos Dias», in Dada-Antologia Bilingue de Textos e Poemas, 1983)

mais ssobre

obre oo Dadaí

Dadaísmsmoo

Algo

Algo aa mais

mais s s obre obre o o Dadaí Dadaí sm sm o o Algo Algo aa

Os fundadores do movimento Dada recusam o termo Dadaísmo pelo fato do ismo apontar para um movimento organizado, que não é o seu.

mais s s obre obre o o Dadaí Dadaí sm sm o o Algo Algo aa

Dada reivindica liberdade total e individual, é anti-regras e idéias, não reconhecendo a validade, nem do subjetivismo, nem da própria linguagem.

mais s s obre obre o o Dadaí Dadaí sm sm o o Algo Algo aa

As posições paradoxais e contraditórias são outra das características deste movimento que reclama não ter história, tradição ou método. A sua única lei é uma espécie de anarquia sentimental e intelectual que pretende atingir os dogmas da razão.

ais artistas

artistas

PPrriincncipipais

como objetivo demonstrar o desprezo que possuía pela arte e valores tradicionais. colocando-os num pedestal. Assim
como objetivo demonstrar o desprezo que
possuía pela arte e valores tradicionais.
colocando-os num pedestal. Assim ele tinha
de obra de arte, assinando-os, intitulando-os e
escolhia aleatoriamente e os elevava ao estatuto
são objetos banais do quotidiano que Duchamp
Adotou idéias radicais como os seus peculiares
ready-mades e as intervenções. Os ready-mades
interessando-se pelo movimento das formas.
1960. Reinterpretou o cubismo a sua maneira,
como a pop art e a op art das décadas de 1950 e
francês, sua arte abriu caminho para movimentos
Marcel Duchamp (1887-1968), pintor e escultor

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “A fonte” Marcel Duchamp (um urinol assinado com o nome “R. Mutt”).

Obra: “A fonte”

Marcel Duchamp

(um urinol assinado com o nome “R. Mutt”).

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “L.H.O.O.Q.” Marcel Duchamp L.H.O.O.Q. é o nome de uma das obras do pintor

Obra: “L.H.O.O.Q.”

Marcel Duchamp

L.H.O.O.Q. é o nome de uma das obras do pintor dadaísta Marcel Duchamp. Na pintura realizou uma paródia da Mona Lisa, de Leonardo Da Vinci com bigode e uma barba. A sigla, lida em francês, parece dizer "Elle a chaud au cul", que em português seria "Ela tem fogo no rabo".

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “A Noiva” Marcel Duchamp Museu de Arte Moderna de Filadélfia

Obra: “A Noiva”

Marcel Duchamp

Museu de Arte Moderna de Filadélfia

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “Nu Descendo a Escada” Marcel Duchamp Museu de Arte Moderna de Filadélfia

Obra: “Nu Descendo a Escada”

Marcel Duchamp

Museu de Arte Moderna de Filadélfia

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

Obra: “Moedor de Chocolate nº2” Marcel Duchamp Museu de Arte Moderna de Filadélfia
Obra: “Moedor de Chocolate nº2”
Marcel Duchamp
Museu de Arte Moderna de Filadélfia

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “Um Rumor Secreto” Marcel Duchamp

Obra: “Um Rumor Secreto”

Marcel Duchamp

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “Porta-garrafas” Marcel Duchamp Galeria Schwarz, Milão

Obra: “Porta-garrafas”

Marcel Duchamp

Galeria Schwarz, Milão

ais artistas

artistas

PPrriincncipipais

François Picabia (1879-1953), pintor e escritor francês. Envolveu-se sucessivamente com os principais movimentos estéticos do início
François Picabia (1879-1953), pintor e
escritor francês. Envolveu-se
sucessivamente com os principais
movimentos estéticos do início do
século XX, como cubismo, surrealismo
e dadaísmo. Colaborou com Tristan
Tzara na revista Dada.

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Uma movimentação brusca irrompe pelo centro da mundo real. título da composição para relacioná-la
Uma movimentação brusca irrompe pelo centro da mundo real. título da composição para relacioná-la com o
Uma movimentação brusca irrompe pelo centro da
mundo real.
título da composição para relacioná-la com o
linguagens verbal e visual. É preciso buscar o
obra introduzem um distanciamento entre as
abstração. Os símbolos criados para compor essa
composição e constrói um dos olhos dessa figura-
dele, desenham-se, "matéricamente" olhos e bocas.
O contorno do rosto é uma linha de luz. Dentro
François Picabia
Obra: “Uma Mulher Feliz”

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “Moça com Sombrinha” François Picabia
Obra: “Moça com Sombrinha” François Picabia
Obra: “Moça com Sombrinha”
François Picabia

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “A Mulher-monóculo” François Picabia Coleção Simone Collinet, Paris
Obra: “A Mulher-monóculo” François Picabia Coleção Simone Collinet, Paris
Obra: “A Mulher-monóculo”
François Picabia
Coleção Simone Collinet, Paris

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “O Menino Carburador” François Picabia Museu Guggennheim, Nova York
Obra: “O Menino Carburador” François Picabia Museu Guggennheim, Nova York
Obra: “O Menino Carburador”
François Picabia
Museu Guggennheim, Nova York

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “A Noiva” François Picabia
Obra: “A Noiva” François Picabia
Obra: “A Noiva”
François Picabia

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “Paradoxismo da dor” François Picabia Coleção Tzara, Paris
Obra: “Paradoxismo da dor” François Picabia Coleção Tzara, Paris
Obra: “Paradoxismo da dor”
François Picabia
Coleção Tzara, Paris

Ob

Obras

ras Dadaíst

Dadaístasas De

De Françoi

Françoiss Pic

Picaabi

biaa

O nosso arrependimento não é tanto um remorso do mal que cometemos, mas um temor daquilo que nos pode acontecer.

O ser humano é apenas feliz enquanto não é feliz.
O ser humano é apenas feliz enquanto não
é feliz.

Os vícios entram tanto na composição das virtudes como os venenos na dos remédios.

Os acontecimentos fazem mais traidores do que as opiniões.

Os defeitos do espírito aumentam com a idade, tal como os do rosto.
Os defeitos do espírito aumentam com a idade,
tal como os do rosto.

O que impede a entrega a um só vício é termos vários.

O perigo desaparece quando ousamos enfrentá-lo.
O perigo desaparece quando ousamos enfrentá-lo.
O perigo desaparece quando ousamos enfrentá-lo.

O ridículo desonra mais do que a desonra.

O que faz com que os amantes nunca se entediem de estar juntos é o falar sempre de si próprios.

O silêncio não existe; viver é mantermo-nos no centro de um fluxo que só a morte
O silêncio não existe; viver é mantermo-nos no
centro de um fluxo que só a morte interromperá.

O que nos torna insuportável na vaidade dos outros é que ela colide com a nossa.

Os espíritos de primeira ordem, que produzem as revoluções, desaparecem; os espíritos de segunda ordem, que tiram proveito delas, permanecem.

ais artistas

artistas

PPrriincncipipais

Max Ernest (1891-1976), pintor alemão, adepto do irracional e do onírico e do inconsciente, esteve envolvido
Max Ernest (1891-1976), pintor alemão,
adepto do irracional e do onírico e do
inconsciente, esteve envolvido em outros
movimentos artísticos, criando técnicas em
pintura e escultura. No Dadaísmo contribuiu
com colagens e fotomontagens,
composições que sugerem a múltipla
identidade dos objetos por ele escolhidos
para tema. Inventou técnicas como a
decalcomania e o frottage.

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “O Gigante Acéfalo” Max Ernest

Obra: “O Gigante Acéfalo”

Max Ernest

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “A Grande Roda Ortocromática que faz Amor Sob Medida” Max Ernest, 1919

Obra: “A Grande Roda Ortocromática que faz Amor Sob Medida”

Max Ernest, 1919

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “Aquis Submersus ” Max Ernest, 1919

Obra: “Aquis Submersus ”

Max Ernest, 1919

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “ Hydrometric demonstration of how to kill by temperature ” Max Ernest, 1920

Obra: “ Hydrometric demonstration of how to kill by temperature ”

Max Ernest, 1920

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “ Fruit of a Long Experience ” Max Ernest, 1919

Obra: “ Fruit of a Long Experience ”

Max Ernest, 1919

ais artistas

artistas

PPrriincncipipais

Man Ray (1890-1976), fotógrafo e pintor norte-americano, em 1915 conhece o pintor francês Marcel Duchamp, com
Man Ray (1890-1976), fotógrafo e pintor
norte-americano, em 1915 conhece o pintor
francês Marcel Duchamp, com quem funda o
grupo Dadá nova-iorquino. Trabalha como
fotógrafo para financiar a pintura e, com a
nova atividade, desenvolve a sua arte, a
raiografia, ou fotograma, criando imagens
abstratas (obtidas sem o auxílio da câmara)
mas com a exposição à luz de objetos
previamente dispersos sobre o papel
fotográfico.
artistas PPrriincncipipais Man Ray (1890-1976), fotógrafo e pintor norte-americano, em 1915 conhece o pintor francês

Man Ray, fotografado por Carl van Vechten, em 1934.

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “ Le Violon d’ingres ” Man Ray, 1924
Obra: “ Le Violon d’ingres ” Man Ray, 1924
Obra: “ Le Violon d’ingres ”
Man Ray, 1924

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “ Cadeau ” Man Ray
Obra: “ Cadeau ” Man Ray
Obra: “ Cadeau ”
Man Ray

ais artistas

artistas

PPrriincncipipais

artistas PPrriincncipipais Hans Arp figura marcante e peculiar no cenário das Vanguardas Européias; Jean Arp

Hans Arp figura marcante e peculiar no cenário das Vanguardas Européias; Jean Arp participou do Grupo Cavaleiro Azul, foi importante artista Dada, Surrealista e ligado ao Abstracionismo dos Grupos Círculo e Quadrado e Abstração-Criação. Pintor, escultor, artista gráfico e poeta, Jean ou Hans (segundo a forma francesa ou alemã) Arp buscou em sua arte a simplicidade e a pureza das formas. Um dos pioneiros da Arte Abstrata, Arp já não se preocupava com a expressão plástica do ser e do objeto, mas com a forma pela forma.

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “ Configuração ” Hans Arp, 1927-28

Obra: “ Configuração ”

Hans Arp, 1927-28

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: “Enak's Tears ” Escultura Material : Madeira Trabalhada Hans Arp, 1917

Obra: “Enak's Tears ” Escultura Material : Madeira Trabalhada Hans Arp, 1917

Obras

PPrincipais

rincipais Obras

PPrincipais Obras Obra: Forest Hans Arp, 1917

Obra: Forest

Hans Arp, 1917

ais artistas

artistas

PPrriincncipipais

Hugo Ball filósofo e romancista protestou “contra o humilhante fato de haver uma guerra no século
Hugo Ball filósofo e romancista protestou
“contra o humilhante fato de haver uma
guerra no século XX”, fazendo-o
questionar-se acerca dos valores
tradicionais. Uma marca indiscutível deste
artista são os poemas sonoros (poemas sem
palavras), tais como o “Gadji Beri Bimba”
e o “Karawane. A sua obra é constituída,
nomeadamente, por “Tenderenda, der
Phantast” (romance não publicado escrito
no período dada”, “Cristicism of German
Intelligence”, 1919 (análise do estado de
espírito do povo alemão) e por “Flucht aus
der Zeit”.
Professora Simone Quintão
Professora Simone Quintão

Professora Simone Quintão