Você está na página 1de 2

x

Centro de Estudos Gerais Instituto de Arte e Comunicao Social Programa de Ps graduao em Cincia da Arte

Cinara de Andrade Silva

Hlio Oiticica arte como experincia participativa

Niteri, 2006

xi

RESUMO
Na presente dissertao, pretende-se, a partir da identificao dos principais pontos de discusso na constituio da potica de Hlio Oiticica, desenvolver essas questes em paralelo com algumas de suas obras, observando sua produo como um todo que se constitui em participao do pblico, objeto artstico e seus textos. Isso com o intuito de contribuir para a reflexo sobre seu processo artstico na relao obra-potica-pblico-sistema. Com essa finalidade, foram escolhidos os seguintes itens e obras para serem analisados: o deslimite entre as artes e a tendncia ao objeto nas obras Metaesquemas; Monocromticos (Invenes); Relevos Neoconcretos; Bilaterais e Relevos Espaciais; a participao do pblico nos Blides, Ncleos, Penetrveis, Parangols e Ninhos; a vontade construtiva e antropofgica na Tropiclia; o descondicionamento proposto no den; a utopia da antiarte presente nas proposies do projeto Barraco, da apropriao Manhattan Brutalista e da performance Delirium Ambulatorium ao se oporem institucionalizao. Esses pontos de questionamento, presentes em suas obras e textos, foram levantados, inicialmente, para essa dissertao, a partir do texto do artista e, posteriormente, tambm contriburam, especificamente, para pensar sobre sua potica, os livros (op. cit) de Maria Jos Justino; de Celso Favaretto; e de Paola Berenstein Jacques. Pde-se perceber, no decorrer da dissertao, como utopia maior que conduz o seu fazer, a aproximao arte e vida atravs do delrio ambulatrio da participao que movimenta os espaos na busca de si mesmo. Por isso, recolocando a questo de Jacques, preciso pensar em conservar a noo de participao e, ao mesmo tempo, conservar os espaos em movimento (Jacques, 2003, p. 150). Isso pode ser percebido como questo definitiva na potica de Oiticica que, se observada por esse posicionamento crtico, aponta a necessidade do descondicionamento para se alcanar a liberdade interior que seria ampliada para o entorno. Palavras-chave: Hlio Oiticica. Obras e textos. Potica. Participao. Vivncia.

Descondicionamento. Liberdade. Vontade construtiva. Antiarte. Utopia.