Você está na página 1de 2

Quero anunciar o teu nome

“Ide por todo o mundo e anunciai a Boa Nova a toda a criatura”


(Mc. 16,15)

Senhor, Jesus,
Tu que disseste aos apóstolos, e neles a todos os crentes:
“Ide por todo o mundo e anunciai a Boa Nova a toda a criatura...”
Permite-me participar nesta tarefa
e anunciar-te com obras e palavras
a todos os homens e mulheres
que se cruzam comigo neste longo
e difícil caminhar que é a vida.

Permite-me, Senhor,
falar de ti e do teu amor maravilhoso
às crianças e aos jovens que começam a viver.
Permite-me, Senhor,
falar de ti e do teu perdão misericordioso
aos homens e mulheres
que transitam pela vida tristes e pesarosos,
oprimidos pelo peso das suas faltas e pecados.

Permite-me, Senhor,
falar de ti e da esperança da ressurreição
aos anciãos que cansados e pesarosos pelas angústias
e problemas vividos,
se aproximam, com temor, do momento definitivo:
o seu encontro contigo.

Permite-me, Senhor,
falar de ti e do teu amor preferencial pelos pobres,
da justiça e da paz,
da solidariedade e da fraternidade,
a tantos homens e mulheres,
crianças, jovens, adultos e anciãos,
submetidos pelos poderosos a situações de miséria.
Permite-me, Senhor,
falar de ti e da tua salvação, do amor imenso do Pai,
da força santificadora do Espírito,
de Maria e sua protecção maternal,
da Igreja herdeira dos teus dons,
administradora das tuas graças.

Permiti-me, Senhor,
falar de ti e do teu amor de uma maneira toda especial
às multidões imensas que ainda não te conhecem
porque até agora ninguém lhes falou de ti.
Também eles são meus irmãos;
também por eles derramaste o teu sangue;
também eles desde há muito tempo estão esperando.

Senhor, eu sei muito bem que não sou grande coisa,


que não tenho títulos especiais
que me qualifiquem para ser e aparecer
perante os outros como mestre da fé,
porém no meu íntimo sinto que o único
que realmente me interessa, o único que me faz vibrar,
é anunciar pelo mundo o Evangelho,
dar testemunho de ti e da tua mensagem de amor e de serviço,
com as palavras e com a vida,
apesar das minhas muitas limitações.