P. 1
Apostila Questôes OAB Com Gabarito

Apostila Questôes OAB Com Gabarito

|Views: 67.687|Likes:
Publicado porleninefilho

More info:

Published by: leninefilho on May 02, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/28/2015

pdf

text

original

Sections

1. Lei de Introdução ao Código Civil

1.a / 2.d

2. Das Pessoas. Dos Bens

1.c / 2.b / 3.d / 4.b / 5.c / 6.c / 7.d / 8.d / 9.b / 10.d / 11.c / 12.b / 13.c / 14.d / 15.c / 16.c /
17.b / 18.c / 19.c

3. Fatos Jurídicos

1.a / 2.c / 3.a / 4.d / 5.b / 6.c / 7.c / 8.c / 9.b

4. Prescrição e Decadência

1.b / 2.c / 3.a / 4.d

5. Obrigações

1.c / 2.d / 3.a / 4.d / 5.c / 6.c / 7.b / 8.a / 9.b / 10.c / 11.a / 12.c / 13.d

6. Contratos

1.d / 2.d / 3.d / 4.d / 5.b / 6.a / 7.c / 8.c / 9.a / 10.c / 11.d / 12.c / 13.b / 14.b / 15.b / 16.c /
17.b / 18.a / 19.a

7. Responsabilidade Civil

1.a / 2.b / 3.c / 4.a

8. Das Coisas

1.d / 2.b / 3.b / 4.b / 5.c / 6.c / 7.d / 8.d / 9.a / 10.d / 11.b / 12.b / 13.a / 14.b / 15.c /16.b

9. Família

1.b / 2.c / 3.c / 4.b / 5.d / 6.a / 7.c / 8.a / 9.d / 10.d / 11.c / 12.b / 13.c / 14.a / 15.c / 16.c /
17.a

10. Sucessões

1.b / 2.a / 3.d / 4.c / 5.c / 6.c / 7.b / 8.c / 9.b / 10.a

70

IV. DIREITO PROCESSUAL CIVIL

1. AÇÃO

1. (OAB/SP – 2007) O princípio dispositivo, também denominado de princípio da
inércia da jurisdição, significa que:

a) nenhum Juiz prestará a tutela jurisdicional senão quando a parte ou o interessado a
requerer, nos casos e formas legais.
b) caberá ao Juiz, de ofício ou a requerimento da parte, determinar as provas necessárias
à instrução do processo, indeferindo as diligências inúteis ou meramente protelatórias.
c) o Juiz conhecerá de ofício, a qualquer tempo e grau de jurisdição, enquanto não
proferida a sentença de mérito, das questões de ordem pública.
d) cabe ao réu manifestar-se precisamente sobre os fatos narrados na petição inicial.

2. (Ministério Público/GO – 1996) São princípios fundamentais da jurisdição:

a) indeclinabilidade, inevitabilidade e substitutividade.
b) inércia, indeclinabilidade e delegabilidade.
c) inércia, insubstitutividade e inevitabilidade.
d) inércia, substitutividade e declinabilidade.

3. (OAB/SP – 2007) Assinale a alternativa correta.
I. Partes, causa de pedir e pedido são os elementos identificadores da demanda.
II. São causas que geram a extinção do processo sem julgamento do mérito:
perempção, litispendência e prescrição.
III. A ausência de contestação leva invariavelmente a que seja julgada
antecipadamente a lide.

a) Apenas I é correta.
b) Apenas II é correta.
c) Apenas III é correta.
d) Todas são incorretas.

4. (OAB/MS – 2005) Antônio propõe uma ação de investigação de paternidade
contra Carlos, que após os trâmites processuais e produzida prova de exame de
DNA é julgada procedente. Após o trânsito em julgado desta ação, Antônio
ingressa com uma ação de alimentos, também contra Carlos, alegado que está
necessitado e seu pai possui condições para o pagamento. Ao sentenciar a ação de
alimentos, o Juiz a julga improcedente, alegando que além do autor não
demonstrar a necessidade, revela-se que ele não provou ser filho do requerido,
tendo em vista o exame de DNA ter a sua validade contestada. Ante esta situação, a
sentença do Juiz que julgou a ação de alimentos está:

a) correta, pois são as duas ações distintas, posto que todos os seus elementos são
diferentes.
b) errada, pois as duas ações possuem os mesmo elementos, de modo que ambas
deveriam ser julgadas procedentes.
c) errada, pois apesar de ambas as ações terem elementos diferentes, a relação jurídica
de filiação está acobertada pela coisa julgada material.
d) correta, pois não estão sujeitas à coisa julgada as questões decididas como
fundamento de outra ação.

71

5. (OAB/MT - 2006) Se o autor der causa, por três vezes, à extinção do processo
sem a resolução do mérito, abandonando-o por mais de trinta dias, quando lhe
competia diligenciar, verifica-se a ocorrência do instituto:

a) da perempção;
b) da preclusão;
c) da litispendência;
d) da coisa julgada.

6.(OAB/GO – 2006) Assinale a alternativa correta:

a) Havendo cumulação de pedidos, o valor da causa será o correspondente ao maior
deles.
b) Havendo também na petição inicial pedido subsidiário, o valor da causa será o
correspondente ao pedido principal.
c) O valor da causa, sendo alternativos os pedidos, será o correspondente à soma dos
valores de todos eles.
d) Na ação de cobrança de dívida, o valor da causa não poderá ser acrescido de juros.

7. (OAB/GO – 2006) Assinale a alternativa correta:

a) É permitida a cumulação, num único processo, contra o mesmo réu, de vários
pedidos, ainda que entre eles não haja conexão.
b) Quando para cada pedido corresponder tipo diverso de procedimento, admitir-se-á
cumulação, se o autor empregar o procedimento sumário.
c) A exceção de incompetência do juízo é processada e julgada pelo respectivo tribunal;
d) A exceção de impedimento ou suspeição é dirigida ao respectivo tribunal.

8. (Magistratura/SP – 2002) O objeto imediato da ação:

a) é o pedido.
b) É o bem corpóreo ou incorpóreo que se reclama.
c) é instrumental.
d) é a exigência que o autor formula ao propor a ação.

9. (OAB/MS – 2005) Sobre o valor da causa nas ações pode-se afirmar:

a) Numa ação de rescisão contratual, cujo valor do contrato está estipulado em R$
100.000,00, o valor da causa será o do contrato.
b) Numa ação de investigação de paternidade, o valor da causa deve somente ser
atribuído de ofício pelo Juiz.
c) Numa ação de indenização em que se pede a condenação do réu em R$ 10.000,00 por
danos materiais e em R$ 10.000,00 por danos morais, o valor da causa será R$
10.000,00.
d) Numa ação de divisão de um imóvel o valor da causa será efetuado com base em
apreciação subjetiva do autor.

10. (OAB/GO – 2006) Segundo dispõe o CPC acerca dos atos processuais, marque
a alternativa correta:

a) Não é obrigatório o uso do vernáculo em todos os autos do processo.
b) Os atos processuais são públicos mas correm em segredo de justiça quando, dentre
outros casos legais, o interesse público o exigir.
c) Aos advogados é vedado rubricar as folhas correspondentes aos atos em que
intervieram.

72

d) Os atos e termos processuais sempre dependem de forma determinada, reputando-se
inválidos os realizados de outro modo, mesmo se atendem à finalidade essencial.

11. (OAB/GO – 2006)Conforme a jurisprudência e as normas processuais, algumas
providências no processo podem ser tomadas de ofício pelo Juiz presidente do
feito. Marque a alternativa correta:

a) Não se tratando de direitos patrimoniais, o juiz pode pronunciar de ofício a
prescrição.
b) A nulidade da cláusula de eleição de foro, em contrato de adesão, não pode ser
declarada de ofício pelo juiz, dependendo de requerimento da parte prejudicada.
c) O juiz não pode determinar, de ofício, a realização de perícia, se nenhuma das partes
a requereu, visto que deve se manter-se inerte e imparcial, sob pena de ser considerado
suspeito.
d) O juiz pode ordenar, de ofício, a inquirição de testemunhas referidas nas declarações
da parte.

12. (OAB/SP - 2004) José propõe ação de separação judicial em face de Maria. Na
inicial, o autor deixa de narrar os fatos, limitando-se a apresentar o fundamento
jurídico do pedido, requerendo, entretanto, expressamente o direito de aditar a
petição inicial após a tentativa de conciliação, acaso infrutífera, a fim de
regularizá-la. Diante desse requerimento, o juiz deve:

a) deferi-lo, na medida em que as demandas relacionadas ao direito de família não se
submetem às formalidades da legislação processual civil.
b) deferi-lo, na medida em que os fatos podem ser alegados durante a demanda até a
decisão saneadora, a qual fixa os limites objetivos da demanda.
c) deferi-lo, na medida em que o sistema processual brasileiro adota a teoria da
individuação.
d) indeferi-lo, determinando que o autor adite a inicial, sob pena de ser extinto o
processo sem julgamento de mérito.

13. (OAM/MG – 2003) Considerando o que se declara expressamente na lei, é
incorreto afirmar que:

a) ambos os cônjuges devem ser citados para as ações que versam sobre direito real
imobiliário.
b) o juiz pode limitar o litisconsórcio facultativo quanto ao número de litigantes,
preenchidos os requisitos legais.
c) o Presidente da República representa em juízo, ativa e passivamente a União.
d) o réu preso tem direito a curador especial.

14. (OAB/SP – 2001) Papiniano propõe ação reivindicatória de bem imóvel em
relação a Triboniano. Este, em sua contestação, alega que é casado, razão pela qual
Cornélia, sua mulher, deverá também integrar o pólo passivo. Comprovada essa
alegação,

a) o juiz deverá extinguir o processo sem julgamento de mérito.
b) o juiz deverá determinar a emenda da inicial para o fim de incluir Cornélia no pólo
passivo.
c) o juiz deverá determinar o prosseguimento da demanda, sendo que Papiniano
somente poderá ingressar em juízo em face de Cornélia com ação autônoma, na medida
em que não se admite a regularização incidental do litisconsórcio necessário passivo.

73

d) Triboniano poderá ingressar com ação declaratória incidental, pleiteando a ampliação
dos limites subjetivos da demanda.

15. (OAB/SP - 2005) Leia as assertivas abaixo:
I. A citação válida torna prevento o juízo, induz litispendência e faz litigioso o bem
jurídico sobre o qual controvertem as partes.
II. A citação válida ocasiona a suspensão da prescrição.
III. A citação deve ser feita pessoalmente ao réu, sendo certo que, quando o réu for
menor impúbere, a citação será feita a seu representante legal.
IV. A citação não será realizada, em quaisquer circunstâncias, no dia do
casamento do réu, e nos cinco dias seguintes.
São INCORRETAS APENAS

a) I e II.
b) II, III e IV.
c) II e IV.
d) III e IV.

16. (OAB/GO – 2006) Assinale a alternativa correta:

a) A citação ordenada por juiz incompetente não gera nenhum efeito na relação
processual.
b) É permitido às partes, desde que todas estejam de acordo, reduzir ou prorrogar os
prazos peremptórios.
c) Considera-se prorrogado o prazo até o primeiro dia útil se o vencimento cair em dia
em que o expediente forense for encerrado antes da hora normal.
d) É defeso às partes, ainda que todas estejam de acordo, reduzir ou prorrogar o prazo
dilatório.

17. (OAB/SP – 2007) Sabendo-se que o Código de Processo Civil é dividido em 5
(cinco) Livros, pode-se afirmar que

a) são cinco os tipos de processo: sumário, ordinário, especial, execução e cautelar.
b) são quatro os tipos de processo: conhecimento, execução, cautelar e especial, sendo
que o livro V é só de disposições transitórias.
c) são cinco os tipos de processo: conhecimento, especial, execução, cumprimento de
sentença e cautelar.
d) nenhuma das alternativas anteriores é correta

18. (OAB/SP – 2007) Há conflito de competência quando:

a) foi oferecida exceção de incompetência, pelo réu.
b) foi alegada incompetência absoluta do juízo, em sede de contestação.
c) dois ou mais Juízes se declaram competentes.
d) é determinada a remessa dos autos a outro juízo.

19. (OAB/SP – 2007) Ocorrendo a alienação de coisa ou bem litigioso no curso de
um processo, a alteração da parte:

a) pode ocorrer a qualquer tempo, independentemente de qualquer outro requisito.
b) pode ocorrer por sucessão, desde que com a anuência da parte contrária.
c) pode ocorrer por substituição, desde que com a anuência da parte contrária.
d) nunca pode ocorrer, em razão das perpetuações.

74

20. (OAB/MT – 2004) Na hipótese de o Magistrado receber uma petição inicial de
ação de indenização e verificar a ocorrência de perempção, deve:

a) julgar antecipadamente a lide.
b) extinguir o processo por falta de pressuposto processual de existência.
c) aguardar a manifestação do réu, por se tratar de matéria de direito disponível.
d) extinguir o processo sem julgamento do mérito, apreciando de ofício a matéria por
ser de ordem pública.

21. (OAB/MT – 2004) A respeito da multa cominatória periódica (astreintes) é
correto dizer que:

a) tem função indenizatória.
b) pode ser fixada em ação que tenha por objeto a entrega de uma coisa.
c) seu valor não pode ser alterado pelo Juiz.
d) não pode ser fixada de ofício, devendo o autor requerê-la na petição inicial.

22. (OAB/RN – 2004) No processo civil, a defesa do réu é informada pelo princípio
da concentração. Tal princípio implica dizer que a defesa daquele há de ser:

a) concisa, e não conter formulações incompatíveis entre si.
b) ampla, contendo tudo que puder deduzir apenas contra o pedido, mesmo que
incompatíveis as deduções.
c) apresentada, de regra, como um todo em uma única peça.
d) formulada com vista a extinguir o direito do autor, tão-só.

23. (OAM/MG – 2003) Nas denominadas defesas indiretas (ou processuais), antes
de discutir o mérito, o réu poderá alegar inúmeros obstáculos de natureza
processual (formal), EXCETO:

a) litispendência, defeito de representação ou falta de autorização.
b) improcedência do pedido.
c) perempção.
d) conexão e continência.

24. (OAB/MT – 2004) A reconvenção, regra geral, é admitida:

a) nos procedimentos especiais.
b) no Juizado Especial Cível.
c) no procedimento sumário.
d) na execução.

25. (OAB/SP – 2007) Sobre a reconvenção, é correto afirmar que:

a) é sempre cabível, sob pena de cercear o direito de ação do réu.
b) não é cabível em sede de possessória e juizado especial.
c) só não é cabível em sede de processo de execução e cautelar.
d) só é cabível em sede de processo de conhecimento.

26. (OAB/MT – 2004) Sobre a ação declaratória incidental assinale a alternativa
FALSA:

a) Pode ser proposta pelo autor e pelo réu.
b) Suspende o processo.
c) Permite que recaia a coisa julgada material a respeito de decisão sobre questão
prejudicial.

75

d) Não pode ser proposta antes da citação do réu, salvo o comparecimento espontâneo
deste.

27. (OAB/SP – 2007) Sobre o litisconsórcio, é correto afirmar que:

a) na ação de usucapião temos litisconsórcio necessário simples.
b) sempre são considerados litigantes distintos e por isso os atos e omissões de um não
beneficiarão nem prejudicarão os outros.
c) o litisconsórcio necessário é sempre unitário.
d) o litisconsórcio facultativo é sempre simples.

28. (OAB/SP - 2004) A pluralidade de partes no pólo passivo, possibilitada pela
natureza da relação jurídica substancial, na hipótese de sentença uniforme para
todos os demandados, é considerada espécie de litisconsórcio

a) necessário.
b) facultativo.
c) unitário.
d) simples.

29. (OAB/MS – 2005) Sobre a efetivação das decisões judiciais marque a assertiva
correta:

a) A sentença que determina a entrega de um quadro “x”, de Portinari, descumprida,
deve ser efetivada no mesmo processo que a foi proferida, sob pena de multa e busca e
apreensão.
b) Uma sentença que determina que o réu realize o serviço contratado com o autor,
descumprida, deve ser objeto de processo de execução.
c) Uma sentença que determina o pagamento da importância de R$ 10.000,00 pode ser
executada, no mesmo processo que a foi proferida, sob pena de multa e penhora.
d) A decisão que concede a tutela antecipada deve sempre ser efetivada através da
instauração do processo de execução provisória.

30. (OAB/MG – 2005) NÃO é causa de suspensão no processo civil:

a) Ocorrência de motivo de força maior.
b) Existência de convenção de arbitragem.
c) Perda da capacidade processual da parte.
d) Oferecimento da exceção de suspeição.

31. (OAB/MG – 2005) A respeito das diversas formas de intervenção de terceiros, é
CORRETO afirmar:

a) Na oposição, o terceiro oponente coloca-se contrário à pretensão deduzida pelo autor,
auxiliando o réu.
b) A denunciação da lide é cabível ao alienante na ação em que terceiro reivindica a
coisa, cujo domínio foi transferido à parte, a fim de que essa possa exercer o direito que
da evicção lhe resulta.
c) A correção do pólo passivo da demanda é feita mediante chamamento ao processo
daquele que nela deve figurar como réu.
d) A nomeação à autoria é cabível nos casos em que apenas um dos devedores
solidários é acionado judicialmente e pretende, no mesmo processo, a responsabilização
dos co-devedores.

76

32. (OAB/SP - 2002) Caio propõe demanda em face de Tício, alegando que este
invadiu imóvel sobre o qual exerce posse. Tício, em contestação, alega que
ingressou no imóvel atendendo a determinação de Cícero, que lhe informou que
era o proprietário e justo possuidor do mencionado imóvel. Para que Tício
provoque o ingresso de Cícero na demanda, deverá

a) requerer, na contestação, o chamamento ao processo, para o fim de determinar que
Cícero responda solidariamente aos termos da demanda.
b) pleitear sua substituição processual.
c) requerer, na contestação, a denunciação da lide, na medida em que Cícero deve
responder regressivamente pelos prejuízos que causar a Tício.
d) no prazo da contestação, ingressar com nomeação à autoria, pleiteando sua
substituição no pólo passivo.

33. (OAB/SP - 2002) No procedimento cognitivo comum sumário admite-se a
figura processual

a) da declarativa incidental.
b) da oposição.
c) do chamamento ao processo.
d) da assistência.

34. (OAB/SP - 2003)Caio aciona Tício pelo procedimento ordinário. O réu, no
prazo de 5 dias, nomeia à autoria Cícero. Assinale a alternativa correta.

a) O juiz, ato contínuo, examinará a nomeação e, se entender cabível, determinará, de
ofício, a alteração do pólo passivo e a citação de Cícero.
b) Caio será ouvido a respeito da nomeação e, se a recusar, a demanda prosseguirá em
face de Tício, que poderá oferecer contestação em 15 dias.
c) Caio será ouvido a respeito da nomeação e, se a não aceitar, a demanda prosseguirá
em face de Tício, que poderá oferecer a contestação em 10 dias.
d) Caio será ouvido e, se discordar da nomeação, caberá ao juiz decidir se a defere ou
não.

35. (OAB/SP – 2007) É caso de denunciação da lide:

a) quando se está diante de litisconsórcio necessário.
b) quando, sendo o devedor acionado, denuncia o fiador.
c) quando aquele que estiver obrigado por lei ou contrato,
é denunciado a assegurar a obrigação.
d) quando sendo acionado o detentor, este denuncia o proprietário ou o possuidor.

36. (OAB/SP – 2006) Analise os itens sobre o pedido:
I – Considerando que a relação processual somente se completa com a citação
válida do réu, nada impede que o autor adite ou altere o pedido até que ela ocorra,
correndo por conta do réu as custas acrescidas.
II – Tratando-se de obrigações periódicas, a lei processual considera incluídas no
pedido as prestações vincendas, somente se houver pedido expresso na petição
inicial.
III – Admite-se a cumulação de pedidos, desde que sejam compatíveis entre si;
tenha o Juiz competência para apreciar todos eles e seja adequado a todos eles o
mesmo tipo de procedimento.
IV – Mesmo que o autor não tenha formulado pedido de pena pecuniária para o
caso de descumprimento da ordem judicial da prática de algum ato, tolerância de

77

uma atividade ou prestação de ato ou entrega de coisa, o Juiz poderá determinar a
respectiva pena na sentença ou decisão de tutela antecipada que proferir.
Estão corretos os itens:

a) I e II, apenas.
b) II e III, apenas.
c) III e IV, apenas.
d) I, II, III e IV.

37. (OAB/SP – 2006) Com relação à ação de prestação de contas, anulação de
títulos ao portador e consignação em pagamento, é correto afirmar:

a) São tipos especiais relativos ao processo de conhecimento com aplicação de regras
específicas relativos ao processo de execução.
b) O CPC trata de todas as situações fáticas que autorizam a parte a consignar o
pagamento, trazendo um rol taxativo.
c) A ação de anulação de títulos tem como requisitos a perda do título ou seu injusto
desapossamento.
d) Aquele que tem o dever de prestar contas não tem interesse legítimo para a
propositura da ação de prestação de contas, pois seu direito é natural e independe da
atitude da parte contrária.

38. (OAB/SP – 2006) Assinale a alternativa correta:

a) Havendo interesse de menores relativamente incapazes, a falta de intervenção do
Ministério Público só anulará o processo se não tiverem sido regularmente assistidos
por seus representantes legais.
b) A falta de intervenção do Ministério Público não acarreta a nulidade do processo, se
os menores envolvidos na causa resultaram vitoriosos.
c) Não se decreta a nulidade do processo por falta de intervenção do Ministério Público
quando as partes não informaram ao Juízo a existência de menores interessados na
causa.
d) Se o Ministério Público não recorre contra a sentença desfavorável aos interesses dos
menores a quem devia defender, o processo fica eivado de nulidade passível de correção
por ação rescisória.

39. (OAB/SP – 2006) O momento processual adequado para ser examinada, pelo
julgador, questão envolvendo ilegitimidade das partes será:
I – Quando do despacho da petição inicial.
II – No despacho saneador.
III – No despacho saneador ou na sentença.
IV – Quando do julgamento do recurso.
Quanto às afirmativas acima:

a) apenas a I é correta.
b) apenas a IV é correta.
c) I, II, III e IV são corretas.
d) apenas II, III e IV são corretas.

40. (OAB/RO – 2005) Assinale a alternativa correta. A denominada competência
material:

a) representa uma modalidade de competência, ao lado das seguintes competências:
objetiva, funcional e material.
b) representa simples critério de determinação da competência objetiva.

78

c) representa simples critério de determinação da competência funcional.
d) representa modalidade diferenciada de competência, eis que fundada exclusivamente
no critério ratione materiae.

41. (OAB/RO – 2005) O saneamento do processo constitui:

a) decisão interlocutória que desafia o recurso de agravo.
b) acolhimento das preliminares de defesa processual, deduzidas pelo réu.
c) deferimento de prova requerida pelas partes.
d) nenhuma das respostas anteriores.

42. (OAB/RN – 2004) Nas ações possessórias, a participação do cônjuge do autor
ou do réu somente é indispensável:

a) nos casos de turbação ou esbulho de posse velha.
b) nos casos de discussão sobre posse mediata.
c) nos casos de discussão sobre posse imediata.
d) no caso de composse ou de ato por ambos praticado.

43. (OAB/SP - 2005) Relativamente à audiência preliminar de conciliação, prevista
no artigo 331 do Código de Processo Civil, pode-se afirmar corretamente:

a) Se versar a causa sobre direitos que permitam transação é obrigatória a audiência
preliminar de conciliação.
b) Deve ser realizada posteriormente ao saneamento do feito, no qual o juiz fixa os
pontos controvertidos e fixa as questões processuais pendentes.
c) Se o direito em litígio não admitir transação, ou se as circunstâncias da causa
evidenciarem ser improvável sua obtenção, o juiz poderá, desde logo, sanear o processo
e ordenar a produção de provas.
d) É obrigatória em todos os litígios, ainda que as circunstâncias da causa evidenciem
sua improbabilidade. A sua não realização, mesmo quando não admitida a transação,
constitui grave ofensa ao princípio do devido processo legal.

44. (OAB/GO – 2006) Assinale a alternativa correta:

a) Mesmo sendo declarada a revelia, o revel continuará sendo intimado dos prazos, os
quais continuarão correndo normalmente.
b) O Juiz aplicará a pena de confissão à parte intimada pessoalmente se, constando no
mandado que se presumirão confessados os fatos contra ela alegados, ela não
comparecer ou, comparecendo, se recuse a depor – excetuando-se as hipóteses previstas
no artigo 347 do Código de Processo Civil Brasileiro vigente.
c) É permitido a quem ainda não depôs assistir ao interrogatório da outra parte.
d) Nas ações que versarem sobre bens imóveis ou direitos sobre imóveis alheios, a
confissão de um cônjuge valerá independentemente da manifestação do outro.

45. (OAB/SP - 2004) Assinale a alternativa indicativa da ordem da produção das
provas em audiência.

a) Esclarecimentos periciais, depoimento do autor, depoimento do réu, oitiva de
testemunhas.
b) Tentativa de conciliação, depoimento do autor, depoimento do réu, esclarecimentos
periciais.
c) Tentativa de conciliação, esclarecimentos periciais, depoimento do autor, depoimento
do réu.

79

d) Depoimento do autor, depoimento do réu, oitiva de testemunhas, esclarecimentos
periciais.

46. (OAB/SP - 2006) Com relação ao ônus da prova, é correto afirmar que, em
regra,

a) sempre é do autor.
b) somente será do réu se disser respeito à relação de consumo.
c) cada um tem de provar o fato constitutivo do seu direito.
d) depende do que for determinado pelo juiz.

47. (OAB/RN – 2004) A confissão e o reconhecimento do pedido são dois institutos
que se:

a) confundem e não vinculam o Juiz que é livre para decidir sobre o fato, desde que
exponha os motivos com clareza e precisão.
b) diferenciam entre si, sendo a confissão ato exclusivo do autor, enquanto o
reconhecimento do pedido só pode partir do réu, autorizando sempre o encerramento do
feito.
c) diferenciam entre si, podendo a confissão constituir tanto ato do réu quanto ato do
autor, enquanto o reconhecimento do pedido só pode partir do réu, autorizando o
encerramento do feito.
d) confundem e vinculam o Juiz, que não é livre para decidir o fato, desde que exponha
os motivos com clareza e precisão.

48. (OAM/MG – 2003) Segundo o CPC, na inspeção judicial:

a) o juiz examina pessoas e coisas.
b) o perito examina livros contábeis.
c) o autor inspeciona bens da parte contrária.
d) a Corregedoria de Justiça fiscaliza as secretarias judiciais.

49. (OAB/SP -2002) O prazo para o depósito do rol de testemunhas, em cartório,
quando o juiz não o fixar, ao designar a data da audiência de instrução e
julgamento, será de:

a) 5 dias úteis anteriores à data da audiência.
b) 10 dias contínuos antes da data da audiência.
c) 5 dias contínuos antes da realização da audiência.
d) 10 dias antes da intimação sobre a designação de dia e hora da audiência.

50. (OAB/RN – 2004) É caso de extinção do processo sem julgamento do mérito:

a) quando as partes transigirem.
b) quando o Juiz pronunciar a decadência ou a prescrição.
c) quando o autor renunciar ao direito sobre o qual se funda a ação.
d) quando se verificar a ausência de pressupostos de constituição e desenvolvimento
válido e regular do processo.

51. (OAB/SP - 2004) Extingue-se o processo sem julgamento de mérito quando

a) falecer o autor da ação.
b) o juiz acolher alegação de perempção.
c) as partes transigirem.
d) o juiz pronunciar decadência.

80

52 -(OAB/MG – 2007) Sobre a sentença, é INCORRETO afirmar:

a) A que acolhe a alegação de carência de ação redunda em extinção do processo sem
resolução de mérito.
b) A que acolhe a ocorrência de coisa julgada, não argüida pelo réu, deverá condená-lo
em parte da sucumbência.
c) A que homologa a renúncia dependerá da aquiescência da parte contrária se já
promovida a citação do réu.
d) A que pronuncia a prescrição e a decadência, enquanto questões prejudiciais de
mérito, classificar-se-á como forma de resolução do mérito.

53. (OAB/GO – 2007) Assinale a alternativa correta:

a) A decisão que resolver a impugnação ao cumprimento de sentença é recorrível
mediante agravo de instrumento, salvo se importar extinção da execução, caso em que
caberá apelação.
b) A sentença arbitral constitui título executivo extrajudicial.
c) A sentença de mérito, transitada em julgado, não pode ser rescindida quando fundada
em erro de fato, resultante de atos ou de documentos da causa.
d) O Ministério Público não tem legitimidade para propor a ação rescisória.

54. (OAB/GO – 2006) Considerando o cumprimento da sentença, segundo as novas
disposições do CPC, marque a alternativa correta:

a) Enquanto pendente julgamento de recurso, ao qual não foi atribuído efeito
suspensivo, é impossível a execução da sentença.
b) Caso o devedor, condenado ao pagamento de quantia certa ou já fixada em
liquidação, não o efetue no prazo de quinze dias, o montante da condenação será
acrescido de multa no percentual de dez por cento.
c) A sentença penal condenatória transitada em julgado não é título executivo judicial.
d) Não sendo requerida a execução no prazo de seis meses, o juiz mandará arquivar os
autos, decaindo a parte de seu crédito.

55. (OAB/RN – 2004) Faz(em) coisa julgada:

a) os motivos conexos à determinação do alcance da decisão.
b) a parte dispositiva da sentença.
c) a questão prejudicial dirimida junto à motivação com a finalidade de robustecimento
lógico da orientação adotada.
d) a verdade firmada relativamente aos fatos que eram objeto de aferição pela sentença.

56. (OAB/SP – 2005) NÃO fazem coisa julgada material:

a) as decisões proferidas nos processos cautelares, ainda que versem sobre a prescrição
ou a decadência do direito ligado ao processo principal.
b) as decisões proferidas na jurisdição voluntária, e as proferidas nas relações
continuativas, como nos processos em que se discute a relação alimentícia.
c) as sentenças que extinguem o processo sem julgamento do mérito e aquelas que
versam sobre o estado da pessoa.
d) as decisões proferidas nos processos cautelares, ainda que versem sobre a prescrição
ou a decadência do direito ligado ao processo principal e as proferidas nas relações
continuativas, como nos processos em que se discute a relação alimentícia.

81

57. (Questão elaborada pelo CJDJ) No que se refere à EXTINÇÃO DO
PROCESSO, qual das afirmações abaixo é VERDADEIRA:

a) O reconhecimento da existência de coisa julgada anterior acarreta a extinção do
processo com julgamento do mérito.
b) O reconhecimento de prescrição acarreta a extinção do processo sem julgamento do
mérito.
c) Em determinadas hipóteses previstas no CPC, a ausência de uma das condições da
ação acarreta a extinção do processo com julgamento do mérito.
d) A extinção do processo com julgamento do mérito, acarreta a produção da coisa
julgada formal.

58. (Questão elaborada pelo CJDJ) No que se refere à CITAÇÃO, qual das
afirmações abaixo é FALSA:

a) Pode ser classificada como real ou ficta.
b) Citação efetivada por mandado é citação real.
c) Citação por edital e com hora certa são modalidades de citação ficta.
d) A citação por edital poderá ser feita somente na hipótese de estar o réu em local
ignorado, incerto ou inacessível.

59. (OAB/SP - 2004). A coisa julgada pode estender-se à motivação da sentença no
caso de:

a) acolhimento das alegações de prescrição ou decadência.
b) ações que versem sobre direitos não patrimoniais.
c) propositura de ação declaratória incidental.
d) revelia.

60. (OAB/SP – 2000) A ação rescisória presta-se ao desfazimento de

a) contratos e atos jurídicos em geral.
b) decisões administrativas em geral.
c) decisões proferidas em juizados especiais ou em juízos arbitrais.
d) sentença de mérito transitada em julgado.

61. (OAB/SP – 2001) Em demanda proposta pelo procedimento sumário, o MM.
Juiz de Direito designou audiência preliminar, na qual foi rejeitada a proposta de
conciliação, fixados os pontos controvertidos e deferida a produção de prova oral
em audiência de instrução e julgamento, na qual o juiz Cícero colheu o depoimento
pessoal do autor e do réu, ouviu testemunhas arroladas pelas partes e encerrou a
instrução. Foi fixado prazo para memoriais e, posteriormente, o juiz Cícero
proferiu a sentença. Desses fatos, extrai-se o cumprimento dos seguintes
regramentos de direito processual

a) devido processo legal, inquisitivo e oralidade.
b) oralidade, eventualidade e imediação.
c) eventualidade, identidade física do juiz e oralidade.
d) devido processo legal, imediação e identidade física do juiz.

62. (OAB/SP – 2000) Em determinada ação de conhecimento processada pelo rito
sumário, o réu não comparece à audiência e, portanto, não apresenta contestação,
sendo declarado revel. Os fatos elencados na inicial, no entanto, dependem de
prova pericial, que é deferida na própria audiência, abrindo-se prazo para que as
partes indiquem assistentes e formulem quesitos. Nesse caso, o réu

82

a) será intimado, por oficial de justiça, da determinação proferida em audiência e, a
contar da juntada do mandado de intimação aos autos, terá o prazo de cinco dias para
indicar assistente técnico e formular quesitos.
b) será intimado pela imprensa oficial ou por edital, da determinação proferida em
audiência, para que no prazo de dez dias indique seu assistente técnico, ficando, no
entanto, impedido de formular quesitos, uma vez que a revelia já foi decretada.
c) sendo revel, não terá o direito de produzir qualquer prova, ficando limitado a
acompanhar a prova produzida pelo autor, impugnando-a pelos meios legais,
procedendo-se a sua intimação por carta ou por oficial de justiça.
d) é considerado intimado da determinação judicial na própria audiência, fluindo daí o
prazo de cinco dias, ou outro que o juiz vier a determinar, para a indicação de assistente
técnico e formulação de quesitos.

63. (OAB/SP – 2001) Compete a quem pretender, com base em prova escrita sem
eficácia de título executivo, pagamento de soma em dinheiro, entrega de coisa
fungível ou de determinado bem móvel,

a) ação monitória.
b) ação ordinária condenatória na obrigação de dar coisa certa.
c) ação de execução de obrigação de dar coisa certa.
d) ação declaratória de existência de relação jurídica com pedido cumulado de cobrança.

64. (Magistratura/SP – 2003) Indique a assertiva incorreta:

a) No procedimento de jurisdição voluntária, o juiz, ao decidir o pedido, não é obrigado
a observar o critério da legalidade estrita, podendo adotar em cada caso a solução que
reputar mais conveniente e oportuna.
b) Para gozar dos benefícios da assistência judiciária, a parte deverá comprovar a
alegação de falta de condições de pagar as custas do processo e os honorários de
advogado, sem prejuízo próprio ou de sua família, mediante juntada de atestado de
pobreza expedido pela autoridade competente.
c) Na ação civil pública, não haverá adiantamento de custas, emolumentos, honorários
periciais e quaisquer outras despesas, nem condenação da associação autora, salvo
comprovada má-fé, em honorários de advogado.
d) Na ação monitória, cumprindo o réu o mandado inicial, ficará isento de custas e
honorários advocatícios.

65. (OAB/SP – 2007) No Juizado Especial Cível, em não comparecendo o autor à
audiência de conciliação, será:

a) decretada a sua revelia.
b) reconhecida a renúncia ao direito.
c) adiada a audiência.
d) arquivado o processo.

66. (OAB/SP – 2007) Assinale a alternativa correta.

a) É obrigatório o procedimento perante os Juizados Especiais Cíveis quando o valor da
causa for até 40 salários mínimos.
b) É facultado ao autor optar por litigar perante os Juizados Especiais ou na Justiça
Comum, desde que dentro dos limites econômicos e da matéria sob a sua jurisdição.
c) As hipóteses de cabimento das demandas perante os Juizados Especiais Cíveis são
idênticas às do procedimento sumário.
d) Não é cabível recurso em sede de Juizados Especiais.

83

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->