Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO E AUTOMAÇÃO

Disciplinas: Teoria de Circuitos - DCA 0105 Circuitos Elétricos – ELE 0506 MANUAL DE EXEMPLOS DE SOLUÇÕES DE EXERCÍCIOS 2a Avaliação Capítulo 6

Período: 2011.2 Professores: Crisluci Karina Souza Santos Cândido Manoel Firmino de Medeiros Júnior Ricardo Ferreira Pinheiro

Apoio: Francisco Regis da Silva Pereira Franklin Hebert Silva do Nascimento

figura 1 Para o circuito acima podemos observar que em regime permanente senoidal (domínio da frequência). mostre. frequência de ressonância LC ωL − Desse modo a corrente é: I= V R .RESSONÂNCIA NO CIRCUITO RLC SÉRIE Partindo do princípio da dualidade e com base na figura 1. assim: 1 =0 ωC 1 ω02 = LC 1 ω0 = . temos que: V − V R − V L − V C = 0 . o efeito da ressonância sobre a tensão no circuito RLC série e do fator de qualidade. tal como realizado em sala de aulas para a corrente no circuito RLC paralelo. como I R = I L = I C = I jωC V = R I + jω L I + I= V 1 I jω C = V R + jω L − j 1 ωC 1 R + jω L + jω C A corrente é máxima quando o denominador da expressão de I for mínimo e isso acontece quando a parte imaginária do denominador for igual a zero. ou seja: V = V R +V L +V C = 0 V = R I R + jω L I L + Temos que: 1 I C .

E as tensões sobre o indutor e o capacitor na frequência de ressonância. maior o fator de qualidade. toda a tensão da fonte estará sobre o elemento do resistor. na freqüência de ressonância. pode-se ver que o resistor R influenciará de forma inversa ao caso RLC paralelo: agora. quanto menor R. Assim: 1 L R C Assim. temos a figura 2 abaixo: figura 2 O fator de Qualidade (Q) no circuito RLC série é a relação entre a tensão no indutor (ou no capacitor) e a tensão da fonte. Q= .Como a tensão em cada elemento é o produto da sua própria impedância pela corrente I . sobre L e C. temos em módulo: V R ω =ω = R I = R 0 0 V = V = Ve j 0 = V∠0° R Ou seja. Para isso. quanto maior o fator de qualidade. o que acontece? Vejamos: V L ω = ω = jω 0 L I = j 0 V C ω =ω 0 1 V V L  V L  j 90 0 V L e L = j = = ∠90°  R C  R C R C LC R   0 1 1 V V 1 V L  V L  e − j 90 = V L ∠ − 90° I =−j =−j =−j =−j =   1 ω0 C R C R C  R C  R C CR LC L Sobre o diagrama fasorial das tensões em um RLC série. maior serão as tensões.