Você está na página 1de 2

Alvio imediato intro: A A Bm Bm D G A D (2x) D D

o melhor esconderijo, a maior escurido j no servem de abrigo, j no do proteo holofotes iluminam a libido e o vrus o poder, o pudor, os lbios e o batom A A Bm Bm D G D D

h um muro de concreto entre nossos lbios h um muro de Berlim dentro de mim tudo se divide, todos se separam a diferena o que temos em comum A que a chuva caia como uma luva C# um dilvio, um delrio D A que a noite caia, de repente C# caia to demente quanto um raio D F#m E D E que a noite traga alvio imediato A A Bm holofotes nos meus olhos D cegam mais do que iluminam D D F#m que a chuva traga alvio imediato

no h nada de concreto entre nossos lbios s um muro de batom e frases sem fim

Bm

nem caiu a ficha e j caiu a ligao A que a chuva caia como uma luva C# um dilvio, um delrio D A que a noite caia, de repente C# caia to demente quanto um raio D F#m E D E que a noite traga alvio imediato Solo: F#m A que a chuva caia como uma luva C# um dilvio, um delrio D A que a noite caia, de repente C# caia to demente quanto um raio D F#m que a noite traga alvio imediato Solo final: A D (4x) F#m que a chuva traga alvio imediato E D E (2x) F#m que a chuva traga alvio imediato