P. 1
Atividades Sobre as Placas Tectc3b4nicas 6c2ba Ano Geografia

Atividades Sobre as Placas Tectc3b4nicas 6c2ba Ano Geografia

|Views: 23|Likes:

More info:

Published by: downzinnho vs upload on Jul 02, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/14/2014

pdf

text

original

ESCOLA SÃO DOMINGOS

BATERIA DE EXERCÍCIOS – 2º TRIMESTRE GEOGRAFIA – 6º ANO 1. Observe o mapa abaixo e responda:

a) Por que no Brasil não existem vulcões ou terremotos de grande magnitude? b) Observe as áreas onde ocorrem, com mais frequência, erupções vulcânicas e terremotos. Como você acha que é o relevo dessas áreas? 2. Observe o mapa abaixo:

Compare o mapa da Distribuição Geográfica dos Terremotos com o mapa das principais placas tectônicas da crosta terrestre e registre suas conclusões.

3. Leia o texto abaixo e responda o que se pede: As placas tectônicas Depois de muitas pesquisas, chegou-se à conclusão de que a litosfera ou crosta terrestre não é um bloco sólido como, por exemplo, uma casca de ovo intacta. Existem rachaduras, ou melhor, blocos ou imensos pedaços diferentes dessa parte sólida da Terra. Esses enormes blocos receberam o nome de placas tectônicas. A litosfera, portanto, é formada por diversas placas. É sobre elas que se encontram os continentes e os assoalhos dos oceanos. Todas as placas, que são rígidas, flutuam sobre o manto, que é a mais viscoso ou semilíquido. O fato de a litosfera ser dividida ou “rachada” em placas é importante, pois essas placas não se encontram paradas. Elas se movimentam, se chocam ou se afastam uma das outras. Esses movimentos das placas tectônicas constituem a causa fundamental de inúmeros fenômenos que ocorrem na superfície terrestre, principalmente a formação das altas cadeias de montanhas, as erupções vulcânicas e os abalos sísmicos (terremotos e maremotos) Você deve ter percebido que há uma coincidência entre as áreas da superfície terrestre situadas sobre falhas tectônicas, isto é, no encontro de duas ou mais placas, e aquelas sujeitas a abalos sísmicos e vulcões. Isso acontece porque os principais abalos sísmicos do planeta são ocasionados pelos choques ou encontros de duas placas tectônicas. As regiões mais afastadas das zonas de contato de placas, por exemplo o Brasil, Argentina, oeste da África e leste da América do Norte, são áreas onde praticamente não há vulcões em atividade (embora tenham existido há milhões de anos) e os terremotos e tremores de terra, embora existam, são bem menos intensos. Em geral, são produzidos pela acomodação de camadas no subsolo e não pelo choque entre placas. Como resultado do forte choque entre duas placas ou mais, houve e ainda ocorre lentamente o dobramento de terrenos imensos, originando as maiores e mais elevadas cadeias de montanhas que existem, como a cordilheira dos Alpes, na Europa, a cordilheira dos Andes, na América do Sul, as montanhas rochosas, na América do Norte, a cadeia de montanhas do Atlas, na África, e a cadeia de montanhas do Himalaia, na Ásia, onde se localizam os picos de maior altitude do planeta.
Fonte: Geografia Crítica – 6 ano, página 101.

Responda: a) b) c) d) O que são as Placas Tectônicas? Qual o resultado dos movimentos que as placas realizam sobre o manto terrestre? Qual o motivo da ocorrência de terremotos em regiões afastadas dos limites das placas tectônicas? Que parágrafo do texto você escolheria para ilustrar com as fotos a seguir. Justifique sua resposta.

4. Observe a imagem a seguir e responda:

a) A imagem representa dois perfis de um relevo da superfície terrestre. Considerando o ponto de origem de cada abalo sísmico (terremoto), qual dos dois perfis (A ou B) o terremoto será mais sentido na superfície? Justifique. b) Por que é utilizada a escala Richter?

5. Leia o texto a seguir: A fúria vulcânica “Nunca vi tanta coisa ao mesmo tempo”, diz um veterano observador do Monte Etna, Carsten Peter. A erupção de 2001 deu aos cientistas uma rara oportunidade de estudar o comportamento do vulcão. Em junho do mesmo ano a cratera do cume sudeste desprendeu a costumeira fumaça. Um pequeno tornado formou-se na convergência do calor e do frio da altitude. Depois explosões sacudiram a cratera e uma fissura abriu-se na encosta. Mais abaixo, três novas fissuras, uma das quais com quase 2 quilômetros de extensão, começaram a lançar lava. Dois cones ergueram-se na encosta e um deles lançou lava a 400 metros de altura (foto à esquerda). A atividade simultânea é em comum no Etna. Além de tudo, uma análise da lava da encosta detectou um mineral chamado anfibólio, que, embora presente na lava antiga do Etna, não ocorria em grandes quantidades nos últimos 15 mil anos! Uma nova fonte de lava estará alimentando a encosta? Para os pesquisadores, não há dúvida: algo vem mudando no interior do Monte Etna.
Fonte: Revista National Geographic, Fevereiro de 2002.

Responda: a) O que é o vulcanismo? b) Qual a causa principal do vulcanismo? c) Qual a relação entre o vulcanismo e os abalos sísmicos?

Imagem de Satélite do Monte Etna em atividade em 2001. National Geographic, Fev 2002.

6. Observe as duas imagens e responda o que se pede:

Qual a relação que podemos estabelecer entre uma panela de pressão e um vulcão?

7. A água é um dos principais agentes externos modificadores de relevo. Os impactos causados por chuvas, derretimentos de geleiras ou correntezas dos rios são os mesmos em regiões com vegetação intensa e em regiões desmatadas?

8. Imagine a água da chuva carregando sedimentos de rochas para um rio próximo. Um rio que recebe a água da chuva que passou por uma região de vegetação intensa e um rio que recebe água da chuva que passou por uma área desmatada apresentam as mesmas características?

9. Observe a foto a seguir:

a) Qual provável agente externo modificador do relevo mais interferiu nessa paisagem? b) Que outros agentes externos modificam o relevo? 10. “Considerada uma das mais belas praias do Brasil, Torres é um misto de mar, dunas, falésias, lagoas, rios e serras”. Essa frase faz parte de um folheto turístico produzido pela Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio de Torres, no Rio Grande do Sul, e distribuído no Salão do Turismo Roteiros do Brasil 2006.

a) O que é falésia? b) Qual é o agente externo que mais atua na formação das falésias?

11. Sobre o petróleo, responda: a) b) c) d) Como é formado? Qual sua utilização? Por que o petróleo e seus derivados não são considerados recursos renováveis? Qual a diferença entre a formação do petróleo e a formação do carvão?

12. Considera o mapa abaixo:

A faixa em destaque corresponde: a) Ao “cinturão de fogo da Terra”, onde vulcanismos e abalos sísmicos ocorrem em área s orogenéticas modernas. b) A região assoladas por terremotos desde a era Pré-Cambriana. c) A regiões de instabilidade tectônica provocadas pela última glaciação. d) A áreas vulcânicas que se localizam nas zonas de dobramentos antigos. e) Nenhuma das alternativas está correta. 13. No processo de esculturação do relevo terrestre atuam agentes internos e externos. Em relação a esse assunto, assinale a alternativa correta: a) b) c) d) O tectonismo, agente interno, manifesta-se de duas maneiras: epirogênese e orogênese. Abalos sísmicos correspondem a movimentos de massa. Intemperismo químico, como todo agente externo, ocasiona a desintegração das rochas. As enxurradas e os rios, embora frequentes na natureza, não se configuram como um dos importantes agentes de esculturação do relevo. e) O vulcanismo é o único agente interno responsável pela formação das cadeias montanhosas recentes do planeta. 14. Sobre a origem e formação das rochas ígneas, é verdadeiro afirmar que: a) se formam em camadas dispostas horizontalmente, com permeabilidade e porosidade bastante elevadas. b) se formam em decorrência de disposição de origem hídrica, a exemplo do calcário e do arenito. c) se originam da transformação do magma devido às altas temperaturas, destacando-se, entre elas, o carvão mineral e o argilito. d) têm sua origem vinculada ao intemperismo químico e ao acumulo de sedimentos nos fundos dos vales. e) resultam da solidificação do magma, podendo ser intrusiva ou extrusiva.

15. Sobre as camadas da Terra, é correto afirmar que: a) b) c) d) e) a litosfera é formada por minerais e rochas a espessura da crosta é maior no fundo dos oceanos. o manto encontra-se em estado sólido. o núcleo apresenta menores temperaturas que o manto. o manto terrestre é estático, ou seja, não há atividade.

16. Observe as correlações no quadro abaixo: Relevo I Dobramentos modernos Características Elevações do terreno como consequência de pressões vindas do interior do planeta. Terrenos construídos de rochas magmáticas ou metamórficas do Pré-Cambriano, formando áreas aplainadas. Sedimentos depositados em camadas construindo formas planas de relevo.

II

Maciços Antigos

III Bacias Sedimentares

A correlação está correta: a) b) c) d) e) nos itens I, II e III apenas no item I apenas no item II apenas nos itens I e III apenas nos itens II e III.

17. O arquipélago de Fernando de Noronha, as ilhas de Trindade e Martin Vaz e os rochedos São Pedro e São Paulo são ilhas oceânicas brasileiras. Considerando que essas ilhas não guardam nenhuma relação com o relevo continental, é correto dizer que sua origem está vinculada a: a) b) c) d) e) soerguimento de blocos falhados dobramentos terciários vulcanismo submarino ascensão do nível do mar acumulação de corais.

18. Existem processos geomorfológicos que ocorrem naturalmente em áreas tropicais de chuvas intensas e topografia íngreme. São mais comuns quando associados a uma urbanização densa e irregular. Em cidades brasileiras como São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador, esses processos são frequentes e envolvem perdas de vidas humanas e de habitações. Os comentários acima referem-se ao processo de: a) b) c) d) e) intemperismo físico. erosão laminar. assoreamento. laterização. escorregamento.

GABARITO 1. a) A não ocorrência de vulcanismo e tectonismo de grande escala em território brasileiro é devido a posição geográfica do país que está localizado no interior de uma placa tectônica (Placa Sul Americana) e, portanto, distante dos limites dessa placa onde com frequência e intensidade ocorrem tais fenômenos. b) O relevo dessas regiões é formado basicamente por montanhas (cordilheiras). 2. As principais áreas de ocorrência de terremotos coincidem com as bordas (limites) das placas tectônicas, sendo assim são áreas de instabilidade, ou seja, o contato das placas e o choque entre elas podem provocar abalos sísmicos de diversas intensidades. 3. a) A litosfera ou crosta terrestre não é um bloco sólido como, por exemplo, uma casca de ovo intacta. Existem rachaduras, ou melhor, blocos ou imensos pedaços diferentes dessa parte sólida da Terra. Esses enormes blocos receberam o nome de placas tectônicas. b) Elas se movimentam, se chocam ou se afastam uma das outras. Esses movimentos das placas tectônicas constituem a causa fundamental de inúmeros fenômenos que ocorrem na superfície terrestre, principalmente a formação das altas cadeias de montanhas, as erupções vulcânicas e os abalos sísmicos c) O motivo da ocorrência em regiões afastadas dos limites das placas é a acomodação do relevo em falhas geológicas que possam existir. d) Último parágrafo: Como resultado do forte choque entre duas placas ou mais, houve e ainda ocorre lentamente o dobramento de terrenos imensos, originando as maiores e mais elevadas cadeias de montanhas que existem, como a cordilheira dos Alpes, na Europa, a cordilheira dos Andes, na América do Sul, as montanhas rochosas, na América do Norte, a cadeia de montanhas do Atlas, na África, e a cadeia de montanhas do Himalaia, na Ásia, onde se localizam os picos de maior altitude do planeta. 4. a) No perfil A. Isso ocorre porque o tremor nesse perfil é muito próximo a superfície e, portanto, as ondas sísmicas do abalo chegariam rapidamente. b) A escala Richter é utilizada para verificar a intensidade do tremor, variando de 0 a 10 em uma escala de destruição e registro em sismógrafo. 5. a) Vulcanismo é a liberação de energia acumulada durante muito tempo, através do extravasamento do magma, devido ao choque de placas tectônica ou pela fissuras (falhas) abertas no relevo. b) A principal causa do vulcanismo é o choque de placas tectônicas. c) Tanto o contato de placas quanto a erupção vulcânica produzem tremores de terra devido a movimentação do relevo. 6. A relação que podemos fazer é o acúmulo de energia e sua liberação tanto na panela quanto no vulcão. A válvula da panela representa o vulcão liberando sua pressão ou entrando em erupção. 7. Não. Em regiões que não apresentam vegetação a intensidade da erosão será muito maior em relação à regiões que possuem vegetação, pois a floresta controla a velocidade de destruição do solo, evitando que se formem as chamadas voçorocas. 8. Não. O rio que recebeu água de uma região desmatada sofrerá o chamado assoreamento, ou seja, o seu leito será preenchido por sedimentos trazidos pela água, diminuindo, consequentemente, a disponibilidade hídrica do rio. 9. a) O agente modificador da paisagem é o vento. b) Outros agentes modificadores do relevo: água, mar, gelo, seres humanos, vegetação. 10. a) Falésia é um relevo com queda acentuada em direção ao mar, pode ser de origem sedimentar ou rochosa. b) O agente que modifica e forma esse relevo é o mar, através da destruição contínua da base da falésia, consequentemente a parte de cima desaba formando um paredão próximo ao mar.

11. a) O petróleo é formado a partir da acumulação de matéria orgânica de origem marinha no fundo dos oceanos e a partir do aumento da pressão e temperatura nesses sedimentos orgânicos ocorre a formação de um óleo, o petróleo. b) A utilização do petróleo, depois de processado e refinado, é em vários setores industriais na fabricação de diversos sub produtos, como o plástico, combustível, borracha sintética, fertilizantes, asfalto, fibras, entre outros. c) Não são considerados renováveis porque uma vez o petróleo extraído da natureza não retornará como produto natural, ou seja, a natureza não possui a capacidade de consumi-lo, sendo assim tanto o óleo quanto seus derivados se acumulam na natureza. 12. A 13. A 14. E 15. D 16. C 17. B 18. E

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->