MULTIDISCIPLINARIDADE TRANSDISCIPLINARIDADE

INTERDISCIPLINARIDADE

-

Introdução: As origens gregas da palavra saúde afirmam que, esta, não permite a fragmentação em saúde física, mental e social, devendo partir-se de uma visão holística que supõe compreendê-la na interface de uma grande diversidade de disciplinas. Tal fragmentação se torna mais complexa quando passamos para a esfera da saúde coletiva (Nunes – 1995). À medida que o padrão de doença foi mudando, os principais problemas de saúde não são mais relacionados a doenças infecciosas, e sim, a doenças crônicas. A contribuição exclusiva do modelo biomédico passou a ser questionada, sendo necessário um modelo que considere o Ser humano como um todo. Surge então, o modelo biopsicossocial (Gimenes, 2000), que passa a desenvolver uma visão holística considerando e percebendo a pessoa como organismo único na sua totalidade. A interdisciplinaridade e a transdisciplinaridade surgem ao longo do século XX para tentar responder aos problemas gerados pela excessiva fragmentação da educação e da pesquisa a partir do século XIX no Ocidente, decorrente da progressiva redução da realidade e do sujeito, desde o século XIII. A palavra interdisciplinaridade aparece na década de 30 e o termo transdisciplinaridade é criado por Jean Piaget, em 1970, que lhe dá a primeira definição. Multidisciplinaridade: A atuação é individual e cada profissional desenvolve sua intervenção isoladamente. O nível de integração é superficial sem que tal interação contribua para uma modificação e enriquecimento do trabalho. (Jurjo Torres São Tome1998.p.70). Interdisciplinaridade: A atuação é integrada e ocorre cooperação entre os profissionais provocando intercâmbios reais. Isto é, existe verdadeira reciprocidade nos intercâmbios e, conseqüentemente, enriquecimentos mútuos. Transdisciplinaridade: Trata-se de uma etapa superior de integração havendo uma construção de um sistema total onde não existe fronteira entre as disciplinas. Transcende uma intervenção integrada havendo uma abertura de todas as disciplinas, aquilo que as atravessa e as ultrapassa.

EQUIPES MULTIDISCIPLINARES, TRANSDISCIPLINARES

INTERDISCIPLINARES

E

Equipe Multidisciplinar: Equipe que conta com recursos provenientes de várias disciplinas para cumprir um trabalho determinado, e que, todavia não exige uma coordenação. O objetivo da equipe multidisciplinar é solucionar um problema que demanda informações de especialidades ou setores do conhecimento em âmbitos mais restritos, elas, entretanto não são modificadas ou enriquecidas. Consiste em uma equipe que estuda um mesmo objeto sob diferentes ângulos, sem ter propriamente estabelecido um acordo prévio acerca dos métodos e conceitos a serem utilizados.

sendo essa característica o que a diferencia. entretanto. que vá alem de uma simples mistura de disciplinas. visando à criação de novos tipos de profissionais que possam contar com uma atuação mais extensa. Equipe Transdisciplinar: O que diferencia essa equipe se concentra no que se refere à coordenação. nessa perspectiva. Equipe interdisciplinar A equipe interdisciplinar é criada frente à necessidade de se responder à situação de fragmentação do saber presente nas diversas ciências. buscar uma resposta partindo de princípios partilhados e conceitos fundamentais. há uma coordenação da equipe visando múltiplos objetivos. O projeto interdisciplinar é utilizado inserido em um plano de trabalho como uma alternativa de intervenção. esforçando-se para uma decodificação recíproca das significações. das diferenciações e afluências desses conceitos. uma vez que conta com diversos olhares frente à mesma questão possibilita-se uma busca mútua com o fim de esclarecer os problemas novos e ocultos relativos ao serviço prestado. Na equipe transdisciplinar existe uma ação que ultrapassa o conceito de interdisciplinaridade. A equipe transdisciplinar caracteriza-se por. no sentido de democratizar as relações de poder que se estabelecem. A interação de saberes é possibilitada frente à relação de diversas disciplinas através de atitudes como o aprimoramento e conhecimento de outros campos de saber para que se possa construir um projeto interdisciplinar. mas que possibilite uma recombinação harmônica de elementos internos de cada uma delas. com a contrapartida de que os mesmos trabalham isoladamente em suas disciplinas. uma fecundação. Sobretudo a partir do século XIX houve um aumento no número de disciplinas cientificas que fizeram culminar em uma maior fragmentação do saber. uma característica proveniente do positivismo. o que não é característica especifica dessa equipe. logo após a identificação de uma problemática. É imprescindível um confronto e flexibilização das fronteiras convencionais das especialidades nessa equipe. . Dentro dessa perspectiva há o objetivo de gerar uma aprendizagem mútua. É uma equipe que conta com profissionais provenientes de diferentes disciplinas.Vasconcelos (2002) considera a equipe multidisciplinar aquela que conta com diversos profissionais.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful