Você está na página 1de 1

Mostre que o brado tangente de uma supercie e orient avel.

. Devemos mostrar que o brado tangente admite um atlas de tal forma que todas as fun c oes de transi c ao preservam a orienta c ao. Em particular, podemos utilizar o atlas que e induzido em T M por qualquer escolha de um atlas sobre ), , M . Lembre que se (U, ) e uma carta local qualquer de M , ent ao a carta correspondente de T M e dada por (U (p, v ) = ((p), d(v )). Ent ) = , onde U Tp M , e ao se (V e outra carta para T M ent ao:
p U

1 (x1 , , x2n ) = ( 1 (x1 , , xn ), d( 1 (xn+1 , , x2n )) Isso implica que 1 )(x1 , , x2n ) = (d( 1 (x1 , , xn ), d( 1 (xn+1 , , x2n )) d( 1 ) s 1 ). Isso resulta Consequentemente autovetores de d( ao (0, vi ) e (vi , 0) onde vi s ao autovetores de d( 1 ) ocorre duas vezes na lista dos autovalores d( 1 ). Assim: em que cada autovalor de d( 1 ) = det(d( 1 ))2 > 0 det(d(