P. 1
PARTE 2 Serviço Social em tempo de capital fetiche –

PARTE 2 Serviço Social em tempo de capital fetiche –

|Views: 137|Likes:
Publicado porHudeanne Barbosa

More info:

Published by: Hudeanne Barbosa on Jul 22, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPTX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/14/2014

pdf

text

original

SERVIÇO SOCIAL EM TEMPO DE CAPITAL FETICHE – IAMAMOTO (2007

)

2 A questão social no Brasil

transformado e recriado em novas formas nos processos sociais do presente” (p.  o “moderno” é fruto do”arcaico” – herança histórica colonial e patrimonialista (modernização conservadora).2.128)  . “o novo surge pela mediação do passado.1 PARTICULARIDADES DA FORMAÇÃO HISTÓRICA BRASILEIRA E QUESTÃO SOCIAL  A desigualdade existente no processo de desenvolvimento é uma particularidade histórica no nosso país.

129) - . “Atualiza fetichismos e mistificações que acobertam as desigualdades e sua reprodução social” (p.DESENVOLVIMENTO DESIGUAL  entre a economia e o social: Radicaliza a questão social. - - Crescimento da concentração e centralização do capital.

  preservar a ordem.ESTADO BRASILEIRO:  divórcio crescente entre o Estado e as classes subalternas. . O papel do Estado foi decisivo no tocante a modernização realizada “pelo alto” .

.do tipo prussiano: a exploração feudal do latifúndio através da expropriação da terra dos camponeses (caso brasileiro). .QUESTÃO AGRÁRIA BRASILEIRA  Existem dois tipos de revolução agrária burguesa (LÊNIN apud IAMAMOTO.tipo americano: não existe domínio feudal ou é liquidado pela revolução. sua terra é confiscada e fragmentada para os camponeses. p. os quais se tornaram granjeiros capitalistas. 133): . 2006.

QUESTÃO AGRÁRIA BRASILEIRA .

134) já que através do uso de instrumentos coercitivos o Estado restringiu a participação política e o exercício da cidadania para os setores majoritários da sociedade. incompetente”. frágil. que se expressa no fortalecimento do Estado e na subalternidade da sociedade civil.  .. (p.PARTICIPAÇÃO POPULAR  “ A debilidade histórica no Brasil..]” (p.não reafirma a tese conservadora da existência de uma sociedade civil “amorfa. é indissociável do perfil da revolução burguesa no país [.134) .

136) . (p. sendo a classe dos proprietários de terra um de seus protagonistas.REVOLUÇÃO BURGUESA  “ A revolução burguesa no país nasce marcada com o selo do mundo rural. Foi a agricultura que viabilizou historicamente a acumulação de capital de âmbito do comércio e da indústria”.

   . Faz alianças para se manter no bloco do poder.REVOLUÇÃO BURGUESA  forte teor conservador no plano político e o ideário liberal no plano econômico. tradicional mandonismo – ideologia do mando e do favor. República – universalização dos direitos do cidadão.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->