P. 1
Apostila de Cartografia Completa

Apostila de Cartografia Completa

|Views: 91.501|Likes:
Publicado porbritanico12
Apostila de Cartografia Básica - Professor Doutor Paulo Marcio Leal de Menezes - Departamento de Geografia - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Apostila de Cartografia Básica - Professor Doutor Paulo Marcio Leal de Menezes - Departamento de Geografia - Universidade Federal do Rio de Janeiro

More info:

Published by: britanico12 on May 18, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/24/2015

pdf

text

original

O ponto de perspectiva para a projeção ortográfica está situado no infinito, sendo os
paralelos e meridianos projetados sobre o plano tangente através de linhas de projeção
paralelasconforme pode ser observado na figura 3.

Figura 3 – Perspectiva da projeção ortográfica no aspecto polar

Plano Tangente

Perspectiva Infinita

95

Figura 4 – Aspectos Polar e equatorial da projeção azimutal ortográfica
Todos os meridianos e paralelos são mostrados como elipses, círculos ou linhas retas.
No aspecto polar os meridianos aparecem como linhas retas irradiadas do polo, em
ângulos reais, com os paralelos representados como círculos concêntricos com centro no polo.
Os paralelos são mais espaçados próximo ao polo, diminuindo o espaçamento até zero no
Equador, que marca o paralelo limite do mapa no aspecto polar. A escala é maior próximo ao
polo diminuindo em direção ao Equador.As formas próximas ao polo parecem maiores por este
motivo, ficando comprimidas próximo ao Equador, sendo de difícil reconhecimento nesta área.
A escala ao longo de qualquer paralelo é constante, uma vez que varia ao longo dos
meridianos, do valor real no centro de projeção, até zero.
O aspecto equatorial tem o centro de projeção em qualquer ponto do Equador terrestre.
Os paralelos são representados por retas, que se estendem de limite a limite da projeção.
O meridiano central é uma reta. Os meridianos de ±90° a partir do meridiano central formam
um círculo, marcando o limite da projeção. Os demais meridianos são elipses de excentricidade
0 (círculo limite) até 1 (meridiano central).
O aspecto oblíquo tem o centro de projeção em qualquer lugar situado entre o Equador e
os pólos. Fornece uma imagem parecida com um globo, sendo preferida para ilustrações no
lugar dos aspectos polar e equatorial.
O único meridiano representado como uma linha reta é o central. Todos os paralelos são
elipses de mesma excentricidade. Algumas das elipses são mostradas inteiramente, enquanto que
algumas só parcialmente. Todos os demais meridianos são elipses de excentricidade variável.
Nenhum meridiano aparece como círculo.
A escala e distorção mudam apenas em função da distância do centro de projeção.
O esquema de distorção será sempre o mesmo para os três casos. O esquema de distorção
da projeção em qualquer aspecto coincide com a projeção no caso polar.

96

Figura 5 – Aspecto oblíquo da projeção azimutal ortográfica

Utilização

- Foi popular durante a 2a

Guerra Mundial.
- Com os vôos espaciais foi rebuscada, pois lembra a fotografia dos corpos celestes.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->