Você está na página 1de 1

O incio do fim

A tentativa de manipulao de tudo e todos e o complexo de culpa divina que aflige a humanidade dia aps dia o principal responsvel de tamanho estardalhao. Uma forma de esconjurar a humanidade pelo seus pecados, contudo h tambm a inocncia envolvida, mantido com o ensejo da mdia, como o temido calendrio Como um petardo, h um ano os principais meios de comunicao utilizaram dos rumores sobre o calendrio para lucrar com histrias sobre o fim erroneamente interpretado ou at manipulado. A vida como uma corrida, passamos tempo demais em movimento e muitas vezes queremos adiantar o fim, buscando sempre a vitria, entretanto se com um informe confundirmos o final da corrida, reduziremos nosso ritmo ou utilizaremos daquele impulso final para galgar algumas posies nos ltimos instantes, algo que no final real acarretar em perdas de posies, dada a energia desperdiada no momento errado. A cada suposto fim do mundo, vimos ricos e pobres, gnios e idiotas vendendo tudo por acreditar que assim garantiriam um lugar no paraso ou simplesmente por saber que nada ser levado. Em concorde com a aproximao do fim do mundo, s nos resta viver dia a dia sem arrependimentos. Supondo que dormimos sete horas por dia, temos aproximadamente 30% de nossas vidas despendidos em uma cama. Lemos, vemos e sonhamos demais para desperdiar 70% com alienaes ou vidas miserveis baseados em relatos de outrem. Temid

Esta foi a primeira folha entregue de redao no estilo AFA, as linhas adicionadas visam a correo da quantidade de linhas.