Você está na página 1de 21

UNIPAC – UNIVERSIDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS

CAMPUS IPATINGA

ADMINISTRAÇÃO / COMÉRCIO EXTERIOR

CARTA DE SOLICITAÇÃO DE EMPREGO

IPATINGA / MG
MAIO / 2009
Aline V. G. Badaró Moreira
Antônio Carlos Cabral
Cláudia Helena Gomes Silva
Gesiane Gonçalves Ferreira
Gleyziane Luz Reis
Keila Souza Duarte

CARTA DE SOLICITAÇÃO DE EMPREGO

Trabalho apresentado à disciplina de


Inglês Aplicado ao Comércio Exterior.
Curso de Administração com
Habilitação em Comércio Exterior, 8º
Período, Universidade Presidente
Antônio Carlos – Campus Ipatinga.

Professor (a) Responsável: Hosineyde


Carvalho

Data: 26/05/2009

IPATINGA / MG
MAIO / 2009
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO..........................................................................................................................4
1. CARTA DE SOLICITAÇÃO DE EMPREGO........................................................................5
1.1 FUNÇÕES DE UMA CARTA DE SOLICITAÇÃO DE EMPREGO ............................6
1.2 TIPOS DE CARTA DE SOLICITAÇÃO DE EMPREGO..............................................9
1.2.1 Conselhos fundamentais para fazer uma carta de solicitação de emprego.............11
1.2.2 O objetivo da carta de solicitação de emprego.......................................................12
1.2.3 O que se deve evitar................................................................................................12
1.3 CARTA DE COBERTURA............................................................................................14
2 CURRÍCULO.........................................................................................................................15
2.1 EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL.................................................................................16
2.2 SALÁRIO.......................................................................................................................16
2.3 FRASE DE ENCERRAMENTO....................................................................................17
3 CONCLUSÃO.......................................................................................................................18
4 ANEXOS................................................................................................................................19
5 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..................................................................................20
4

INTRODUÇÃO

O presente trabalho tem por objetivo nos tornar aptos a elaborar currículos e fazer uma
boa carta de solicitação de emprego, conhecendo e explorando vocabulários em língua
inglesa. A seguir iremos mostrar algumas dicas de como desenvolvê-lo e até mesmo discernir
quando ou não envia-los a uma vaga de emprego.
5

1. CARTA DE SOLICITAÇÃO DE EMPREGO

Uma carta de solicitação de emprego será provavelmente a primeira carta de negócio


que alguém escreverá quando graduar-se na faculdade ou universidade.

É através da carta de solicitação de emprego e do currículo que o empregador terá a


primeira impressão sobre o candidato.

Se o currículo é digitado de uma forma organizada e bem estruturada, e postado em um


envelope limpo com um tamanho apropriado, as chances são de que o empregador o lerá
atentamente.

Quando se escreve uma carta de solicitação de emprego deve-se ter o ponto de vista do
empregador em mente. Qual tipo de pessoa ele precisa, qual tipo de experiência e
qualificações são requeridas para o trabalho. Ao apresentar as realizações é importante
destacar os traços que o empregador está procurando. É essencial ser honesto e sincero sobre
os dados descritos, de maneira a serem comprovados por documentos. São dispensáveis as
afirmações exageradas, a humildade serve melhor que a vaidade.

É importante avaliar quando mandar ou não mandar o currículo. Por exemplo, se uma
companhia precisa de um engenheiro civil que tenha pelo menos cinco anos de experiência,
um candidato que acabou de se formar não há motivos para enviar o currículo a este emprego.
Outro exemplo, se a companhia está necessitando de um representante de vendas e está
procurando por alguém esperto, jovem, que gosta de conhecer pessoas e viajar extensamente,
o candidato não deve enviar o currículo se é uma pessoa caseira e que não gosta de viajar.
6

1.1 FUNÇÕES DE UMA CARTA DE SOLICITAÇÃO DE EMPREGO

As funções de uma carta de solicitação de emprego são completamente diferentes das


funções de um currículo. Deve incluir algo acerca da personalidade do candidato, descrever o
caráter para que o empregador analise, se é o que se enquadra na empresa. Não deverá entrar
em detalhes pessoais, mas sim em termos profissionais de como poderá ajudar a empresa com
a sua experiência e capacidade, indicando os pontos fortes. Enquanto o currículo indica o seu
passado profissional e conhecimentos técnicos.

O objetivo principal da carta de solicitação de emprego é chegar à entrevista pessoal.

Os pontos negativos da carreira profissional devem ser citados somente se o empregador


tiver a chance de descobri-los ao entrar em contato com as referências de trabalhos anteriores.
Ao colocá-los na carta de solicitação de emprego, não deixar de explicar em que afetou a
performance no passado e como ultrapassou os pontos negativos. A empresa deverá ficar certa
de que as suas fraquezas não influenciarão o seu rendimento futuro. (CARREIRA E
SUCESSO, 2000).

A carta de solicitação de emprego deve possuir a qualidade de uma carta de venda


efetiva. Deve ser informativa, visando o objetivo e ser breve. Seu tom deve ser amigável, mas
sem familiaridade.

De acordo com pesquisas, enviar a carta de solicitação de emprego junto ao currículo


aumenta em 50% as chances de contratação. (CATHO, Acessado em maio 2009).
O parágrafo introdutório deve atrair a atenção do contratante exceto se, o candidato
apresenta-se em resposta ou à sugestão de alguém.
Algumas das formas de começar uma carta:

“Durante 16 anos fui presidente da Worthngton. Não quero mais ser presidente. Quero
ser seu diretor de vendas”.

“Profissional de 62 anos que não tinha condições de conseguir mais um cargo de


presidente”.
7

“Venda de bens de capital é a minha especialidade”.

“Gerente de vendas procurando emprego”.

“Clientes de 22 países estão usando produtos que eu vendi”.

“Diretor de Comércio Exterior”.

“Após quatro anos trabalhando em Nova York estou de volta ao Brasil procurando uma
nova colocação”.

“Diretor de carteira de câmbio de banco procurando nova colocação”.

Logo, o candidato deve dizer exatamente o que gostaria de fazer na empresa:

“Se sua empresa precisa de um gerente financeiro, V. Sa. poderá estar interessando nas
minhas qualificações”.

“Gostaria de trabalhar na área de controle de qualidade de sua empresa e acredito que V.


Sa. possa ter interesse em minhas qualificações”.

“Estou à procura de um cargo inicial na área de Marketing; apresento minhas


qualificações para vossa apreciação”.

O candidato deve prosseguir a carta com evidências substanciais, por meio das quais o
leitor deva considerá-lo para o cargo, podendo extrair os pontos fortes de seu currículo e os
incluindo à carta:

- O número de promoções que recebeu;


- Se conhecidos, os nomes das empresas para as quais trabalhou;
- Estabilidade de emprego, por exemplo: “Depois de trabalhar para a Kodak por 12
anos...”;
- Resultados importantes: “Pessoalmente, fechei vendas de silos no valor de US$ 7.4
milhões para o governo brasileiro.”.
8

A seguir, as informações acadêmicas e fluências em idiomas:

- Se não possui grau universitário, é melhor omitir a seção de formação.


- Se tem mais de 45 anos, não mencionar a idade na carta.
- Se possui filhos, não os cite.
- Se não possuir um domínio fluente de algum idioma para a conversação, não
mencione a pouca habilidade. ‘Bons conhecimentos’ soa pior que omitir.
No encerramento da carta, o candidato deve solicitar ao leitor que entre em contato para
uma entrevista:

-“Estou à sua disposição para uma entrevista pessoal”;


- “Aguardo por ouvi-lo em breve”;
- “Espero que minhas qualificações sejam dignas (mereçam) a sua consideração”;
- “Acredito que me favorecerá com uma entrevista”;
- “Apreciaria muitíssimo em ter uma oportunidade de providenciar (proporcionar) mais
detalhes”;
- “Apreciaria a oportunidade de atender a uma entrevista”.

(CATHO, Acessado em maio 2009)


9

1.2 TIPOS DE CARTA DE SOLICITAÇÃO DE EMPREGO

Diferenciam-se dois tipos de cartas de solicitação de emprego. Na primeira, todas as


informações sobre qualificações, experiência e detalhes pessoais são mostradas em uma carta.

1° exemplo:

Prezados senhores,

Seu anúncio para gerente financeiro no “The times” de treze de Maio me interessa
porque eu acho que eu tenho o tipo de treinamento e experiência que você espera na pessoa
que você está procurando.

Depois de ter me graduado em Administração de empresas eu me especializei em gestão


contabilística enquanto isso eu trabalhava também em prol do meu MBA.
Em seguida um ano de treinamento como gerente contábil e subseqüentemente
experiência de trabalho como assistente gestor financeiro na IBM me proporcionaram um
discernimento intelectual sobre orçamento, contabilidade e controle financeiro.
Eu espero que você me dê a chance de ser entrevistado então ficarei feliz em lhe dar
qualquer informação suplementar que você queira.

Meus sinceros comprimentos,

Pedro Pereira.

Uma outra forma de se escrever a carta de solicitação de emprego é fazendo referência


ao anúncio, em resposta ao qual o candidato está se apresentando e evidenciar suas qualidades
mais significativas para o cargo. Em uma segunda parte, inclui o currículo, uma folha que
lista detalhes pessoais e profissionais.
10

2° exemplo:

Prezados senhores,

Em resposta ao seu anúncio no “The Herald Tribune”, eu ficaria agradecido se vocês


confederassem minha solicitação para esse emprego.
Eu tenho trabalhado como um comerciante em uma empresa brasileira por dois anos. Eu
escrevo e falo Inglês razoavelmente bem. Eu gostaria de continuar a minha carreira de
trabalho no exterior.
Estou colocando em anexo o meu currículo em que acredito irá mostrá-lo que eu
preencho os requerimentos.
Eu ficaria lisonjeado em ter a oportunidade de ter uma entrevista em sua conveniência.

Obrigado por considerar minha solicitação.

Meus sinceros comprimentos,

José Alves.

Em anexo, o currículo.

Este segundo tipo de carta de solicitação de emprego é mais afetiva. O candidato tem a
chance de revelar sua personalidade e revelar suas qualificações e experiências, sem cansar o
empregador com detalhes desnecessários. Isso prende a atenção do empregador e o induz a
dar uma olha em seu currículo.
11

1.2.1 Conselhos fundamentais para fazer uma carta de solicitação de emprego

• A carta de solicitação de emprego serve, principalmente, para currículos enviados pelo


correio, quando há necessidade de informar a pretensão salarial. Cabe também para
apresentar o profissional - no caso de uma indicação, por exemplo.

• Coloque sempre o nome e o cargo da pessoa - ou o departamento - para quem será


enviada a carta.
• Ao contrário do currículo, que não deve ser assinado, na carta deve ter a assinatura no
final.

• A primeira impressão sempre é a que fica. Portanto, é importante ter atenção


redobrada para o vocabulário e o tom utilizado no texto.

• Não esquecer de colocar o nome da empresa, isto demonstra maiores considerações.

• Redigir a carta colocando características profissionais e pessoais que façam com que o
leitor o considere para a posição pretendida.

• Não mencionar aspectos negativos ou que não tenham relação com o cargo.

• Antes de enviar a carta, verificar a gramática e certificar que as informações estejam


em ordem lógica.

• A carta não pode passar de uma página e deve ser redigida em A4 ou papel-carta de
boa qualidade.

• O papel deve ser branco ou de cor suave. Não use papéis muito chamativos, pois eles
destroem a sobriedade da carta. (MICHELETTI, 2003)
12

1.2.2 O objetivo da carta de solicitação de emprego

• Ser curto e claro;


• Dizer em qual cargo quer trabalhar (Exemplo: "Auxiliar administrativo");
• Se não tem um cargo específico, dizer em qual área quer atuar (Exemplo: "Atuar na
área de telecomunicações"/"Atuar nas áreas de informática e telecomunicações");
• Se estiver em dúvida, pule esta etapa.

1.2.3 O que se deve evitar

• Colocar objetivos pessoais da vida;


• Dizer que quer crescer profissionalmente ou então que deseja dividir experiências ou
qualquer outro texto;
• Escrever de forma generalizada;
• Dizer que quer atuar "em qualquer área do ramo", ou seja, "atirar para todos os lados".

A seguir, exemplos com algumas sugestões:


1° exemplo:

Prezado (a) Senhor (a),

De acordo com a indicação do Sr. João da Silva, envio meu currículo para apreciação.
Há cinco anos atuo na área de divulgação e marketing da empresa Ramos & Associados,
desenvolvendo trabalhos de consultoria na área educacional e também na organização de
eventos em diversos segmentos empresariais.
Neste momento, busco uma efetivação no mercado, visando o desenvolvimento de um
trabalho objetivo e gerador de resultados, de forma a possibilitar crescimento qualitativo e
quantitativo para os envolvidos.

Agradeço a atenção e coloco-me ao inteiro dispor para contato pessoal.

Rosana Lemos
13

Observações:
• Apenas cite o nome de quem indica se for solicitado ou com prévia orientação da
pessoa
• O currículo não precisa de assinatura, mas a carta de solicitação de emprego
deve ser assinada.
• Não é uma regra, mas a carta poderia ter data.

2º exemplo:

Prezados Senhores,

Em busca de nova proposta de trabalho na área Administrativo-Financeira, apresento-


lhes meu currículo anexo.
Entre minhas características básicas encontram-se: adaptabilidade, bom humor,
dinamismo, responsabilidades, auto-exigência, dedicação ao trabalho e bom relacionamento
em geral.
Informo ainda que, estou disponível para viagens, de acordo com a necessidade da
organização.
No aguardo de contato de sua parte, coloco-me à disposição para prestar-lhes mais
esclarecimentos.

Atenciosamente,
Maria Tavares

Observações:
• Carta simples e objetiva
• Bastante impessoal
14

3º exemplo:

Prezados Senhores,

Estou à procura de novos desafios profissionais na área de Recursos Humanos e acredito


que sua empresa possa ter interesse por minhas qualificações.
Sou graduada em Comunicação Social e História, com pós-graduação em
Administração. Atuo na área de Recursos Humanos há nove anos, com destaque para o
desenvolvimento e coordenação de atividades de treinamento, tendo inclusive obtido a
certificação ISO-9001.
Envio em anexo o meu currículo para fazer parte de seu banco de dados e coloco-me à
disposição para uma entrevista pessoal, quando poderei fornecer mais informações sobre
minha experiência profissional.

Cordialmente,
Amélia Machado

Observações:
• Carta objetiva é caprichosa, agradável de ler.
• Chama a atenção para a leitura

1.3 CARTA DE COBERTURA.

A carta de cobertura, ou carta de motivação é uma carta de introdução que acompanha o


currículo. É uma versão mais resumida da carta de solicitação de emprego.

1º exemplo:

- Desejo inscrever-me para o posto de gerente financeiro anunciado no The Daily News
de 4 de julho de 1990.

- Referindo-me ao seu anúncio N. 40174-96 no Commercial Gazete de 12 de setembro


de 1990, à procura de um gerente de marketing. Desejo ser considerado a este posto.
15

- Ficaria agradecido se considerasse gentilmente a minha pessoa para o posto de


engenheiro químico, anunciado no The New York Times, datado 11 de setembro de 1990.
Seguem-se exemplos que podem fazer a diferença na pré-seleção de candidatos:

2º exemplo:

- Minhas qualificações e oito anos de experiência como vendedor representativo da


Corporação de Manifaturação de Aço, Toronto, me tornam seguro em dizer que posso fazer o
trabalho de um vendedor executivo anunciado no The Daily bugle de 21 de agosto de 1990.

- O professor G. Anderson tem me perguntado se eu estaria interessado no posto de


executivo na divisão de marketing de sua companhia. Minhas qualificações e experiências
convêm aos requerimentos do trabalho e ficaria muitíssimo feliz se, depois de passar pela
inscrição, chegasse à mesma conclusão. O professor Anderson tem falado da excelente
perspectiva da sua companhia e ficaria orgulhoso de estar associado a ela. Aqui está o que
tenho para oferecer.

2 CURRÍCULO

É uma folha de dados pessoais, é um inventário de detalhes particulares sobre as


qualificações educacionais, treinamentos especializados, referências e qualquer outra
informação relevante do candidato. Os detalhes relatados são agrupados sob um cabeçalho
para uma referência rápida e eficiente.

Ele geralmente inclui os seguintes itens:

• Dados pessoais: idade, condições físicas e estado civil;


• Qualificações acadêmicas;
• Formação especializada, se houver;
• Experiência e realizações;
• Honras especiais e distinção, se houver;
• Qualidades pessoais especiais que o fazem adequado para o trabalho;
16

• Referencias: Nomes e endereços de pessoas que possam garantir as suas


realizações.
Um excelente modelo de currículo se encontra em anexos. (Anexo N°1)

Nas referências são dados os nomes daquelas pessoas com quem o candidato tem se
associado, geralmente o nome do Líder da Instituição onde o candidato estudou recentemente
e os nomes dos contratantes para quem trabalhou. O empregador pode escrever para estas
pessoas para a confirmação das observações sobre o caráter, conduta e conveniências de
trabalho do candidato.

2.1 EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Ao descrever a experiência profissional, deve-se não apenas mencionar o nome da


empresa em que tenha trabalhado, mas também descrever as principais funções e os tarefas
que tinha sob responsabilidade. Assim, o empregador irá formar um melhor juízo das
qualificações e decidir se o candidato apresenta a experiência profissional que atenda a
exigência estabelecida.

Exemplo:

- Em 1976 eu fui contratado como assistente Office Manager em Triveni Earthmovers


Ltd., Ohio, onde assisti o Office Manager na supervisão de 20 funcionários e assistentes. Eu
também manipulei independentemente as investigações relativas à correspondência e
encomendas até 1982 quando foi colocada a cargo do Departamento de Exportação
Promoções.

- A partir de 1988 até 1989 eu era um Management Trainee na Bell Telephone Ltd.,
Toronto. Lá, treinei na preparação do orçamento, as contas anuais, a organização do sistema
de auditoria interna e os procedimentos financeiros. De 1989 até esta data, trabalhado como
assistente de Gerente Financeiro supervisionando os trabalhos do ramo orçamento que tem 2
superintendentes e 12 assistentes.

2.2 SALÁRIO

Em resposta a um anúncio, que exija que o candidato declare o salário esperado, deve-se
mencionar o salário atual e indicar o alcance, dentro do qual, a quantidade seria aceitável.
17

Obviamente é mais indicado discutir os detalhes do salário na entrevista, e mesmo


assim, não é o candidato quem deve tomar a iniciativa. .

Exemplos:

- O salário é consideração secundária para mim, tendo em vista a oportunidade que


esta posição oferece. Tenho a certeza que podemos chegar a um acordo satisfatório durante a
entrevista.

- Posso sugerir que nós deixemos a discussão do salário para uma entrevista pessoal.

- Meu presente salário é de X R$ mensais e eu sinto que meus dez anos de experiência
na linha deverá autorizar-me a um maior começo. Mas deixo-o para o seu julgamento, em
qualquer caso, o assunto pode ser discutido no momento de uma entrevista pessoal.

2.3 FRASE DE ENCERRAMENTO

A frase de encerramento também deve ser eficaz, a fim fazer o potencial empregador ter
interesse em conhecer o candidato pessoalmente.

Exemplos:

- Eu espero que me dê uma chance para falar-nos pessoalmente e para responder a


qualquer questionamento que possa ter sobre a minha aptidão para o cargo.

- Estou ansioso para fornecer mais detalhes pessoalmente e para saber mais sobre as
perspectivas da posição que oferece. .

- Espero que me conceda uma entrevista, para que eu possa detalhar as minhas
qualificações.

- Embora eu esteja feliz com o meu presente trabalho, a descrição do cargo anunciado
no “The Times” de quatro de Agosto de 1990, soa ainda mais atrativo. Ficaria muito grato se
você me desse uma chance para discutir minha aptidão para o cargo.
18

- Embora o meu currículo contenha detalhes, sem dúvida você tem perguntas a serem
respondidas. Ficaria encantado por fazê-lo pessoalmente, em qualquer momento conveniente
para você.

3 CONCLUSÃO

Durante muito tempo a carta de solicitação de emprego foi considerada um acessório


dispensável a uma candidatura, porém, atualmente tem adquirido um papel cada vez mais
determinante nos processos de recrutamento. Sendo o primeiro ponto de contato que o
empregador tem com o candidato. É importante que sua elaboração seja muito cuidadosa e
que se respeitem algumas regras básicas na sua estrutura para que o candidato se sobressaia à
lista dos concorrentes do posto em oferta.
19

4 ANEXOS

-Anexo N°1
20

5 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Carta de solicitação de emprego. Carreira e sucesso Newsletter, 48ª ed., 18 de set.


21

2000. Disponível em: <http://www.catho.com.br/jcs/inputer_view.phtml?id=1044> Acessado


em: 22 mai. 2009.

Carta de solicitação de emprego. Catho online. Disponível em:


<http://www3.catho.com.br/ca rtaapre/resultados .php>. Acessado em: 22 mai. 2009.

MICHELETTI, Camila. 10 dicas para fazer uma carta de solicitação de emprego.


Empregos. Seção: Carreiras: Sua carreira. Guia do currículo. São Paulo, 19 jul. 2003.
Disponível em: <
http://carreiras.empregos.com.br/carreira/administracao/ge/curriculo/elaborar/carta_apresenta
cao.shtm> Acessado em: 22 mai 2009.

Você também pode gostar