Você está na página 1de 52

NOÇÕES

DE

IMUNOHEMATOLOGIA
IMUNOHEMATOLOGIA

SISTEMA ABO

SISTEMA RH

IMUNOHEMATOLOGIA
IMUNOHEMATOLOGIA

HEMÁCIAS , LEUCÓCITOS E PLAQUETAS

MOLÉCULAS GLICOPROTÉICAS

IMUNOHEMATOLOGIA HEMÁCIAS , LEUCÓCITOS E PLAQUETAS MOLÉCULAS GLICOPROTÉICAS SELF NÃO SELF ANTÍGENOS
IMUNOHEMATOLOGIA HEMÁCIAS , LEUCÓCITOS E PLAQUETAS MOLÉCULAS GLICOPROTÉICAS SELF NÃO SELF ANTÍGENOS

SELF

NÃO SELF

ANTÍGENOS

MembranaMembrana eritrociteritrocitááriaria

44%44% dede liplipíídeosdeos:: impermebemeabilidadeimpermebemeabilidade ee fluidezfluidez 49%49% dede proteproteíínasnas:: transportetransporte ee funfunççãoão estruturalestrutural 7%7% dede carbohidratoscarbohidratos:: associadoassociado ouou nãonão aa proteproteíínasnas ee liplipíídeosdeos

associadoassociado ouou nãonão aa proteproteíínasnas ee liplipíídeosdeos RITA WENDEL FONTÃO

RITA WENDEL FONTÃO

RITA WENDEL FONTÃ

RITA WENDEL FONTÃ

SistemaSistema ABOABO

DescobertaDescoberta

KarlKarl LandsteinerLandsteiner (1901)(1901) A,A, B,B, CC OO SturleSturle ee vonvon DescatelloDescatello (1902)(1902) ABAB

ee vonvon DescatelloDescatello (1902)(1902) ABAB ANTÍGENO ANTICORPO A Anti-B B Anti-A A e B Ausente
ANTÍGENO ANTICORPO A Anti-B B Anti-A A e B Ausente - Anti-A e anti-B
ANTÍGENO
ANTICORPO
A
Anti-B
B
Anti-A
A e B
Ausente
-
Anti-A e anti-B

Anticorpos “Naturais”

B Anti-A A e B Ausente - Anti-A e anti-B • Anticorpos “Naturais” R I T

RITA WENDEL FONT

SistemaSistema ABOABO

FreqFreqüüênciaência

CaucasianosCaucasianos

AfricanosAfricanos AsiAsiááticosticos AmericanosAmericanos

HSLHSL

GrupoGrupo OO

45%45%

49%49%

41%41%

47%47%

GrupoGrupo AA

41%41%

27%27%

28%28%

38%38%

GrupoGrupo BB

10%10%

20%20%

26%26%

11%11%

GrupoGrupo ABAB

4%4%

4%4%

5%5%

4%4%

Herança Mendeliana: A e B genes co-dominantes:

Grupo A: AA, AO Grupo B: BB, BO Grupo AB: AB

Grupo

O: OO

RITA WENDEL FONTÃO

SistemaSistema ABOABO

AntAntíígenos:genos:

Considerações Genéticas e Bioquímicas:

GenesGenes emem trêstrês lociloci separadosseparados ((ABOABO,, HH,, ee SeSe))

separadosseparados (( ABO ABO,, H H ,, ee Se Se )) Controlam a ocorrência e locação

Controlam a ocorrência e locação dos Ags A e B.

Se Se )) Controlam a ocorrência e locação dos Ags A e B. 33 alelosalelos comuns:comuns:

33 alelosalelos comuns:comuns: ((AA,, BB ee OO)) localizadoslocalizados nono locuslocus ABOABO nono cromossomoromossomo 9.9. GenesGenes AA ee BB:: glicosiltransferasesglicosiltransferases queque produzemproduzem osos AgsAgs AA ee B.B.

TransferênciaTransferência dede carboidratoscarboidratos parapara subs.subs. precursoraprecursora

GeneGene OO:: nãonão codificacodifica umauma enzimaenzima funcional.funcional.

RITA WENDEL FONTÃO

SistemaSistema ABOABO ee HH GenesGenes emem outrosoutros 22 lociloci:: HH ee SeSe (secretor)(secretor) nono
SistemaSistema ABOABO ee HH
GenesGenes emem outrosoutros 22 lociloci:: HH ee SeSe (secretor)(secretor)
nono cromossomocromossomo 1919 ee estãoestão intimamenteintimamente ligados.ligados.

CadaCada locuslocus:: 22 alelosalelos reconhecidosreconhecidos -- ativoativo -- amorfo:amorfo: nãonão temtem produtoproduto demonstrdemonstráávelvel

AleloAlelo ativoativo nono locuslocus HH:: produzproduz umauma glicosiltransferaseglicosiltransferase cc atuaatuaççãoão aa nníívelvel celularcelular p/p/ formarformar oo AgAg H.H.

OO amorfoamorfo hh éé muitomuito raroraro Raro fenótipo “Bombay”

RITA WENDEL FONTÃO

SistemaSistema ABOABO ee HH

AntAntíígenosgenos AA

Gene B
Gene B

Gene A

Gene A, B

Antígenos B

Substância H

Antígenos A, B

Gene A Gene A, B Antígenos B Substância H Antígenos A, B Genes HH ou Hh
Gene A Gene A, B Antígenos B Substância H Antígenos A, B Genes HH ou Hh

Genes HH ou Hh

Substância Precursora

Antígenos H

Genes hh

AO, AA, BO, BB

Nenhum

antígeno

Substância Precursora

hh AO, AA, BO, BB Nenhum antígeno Substância Precursora AB, OO genes RITA WENDEL FONTÃO Raro

AB, OO genes

RITA WENDEL FONTÃO

Raro fenótipo “Bombay”

SistemaSistema ABOABO

Em resumo:

H antigen
H antigen

SistemaSistema ABOABO

DesenvolvimentoDesenvolvimento dosdos AntAntíígenosgenos

InInííciocio:: 66aa semanasemana

AoAo nascernascer:: << 50%50% dodo adultoadulto ApApóóss 33 anosanos:: normal.normal.

• Ap Ap ó ó s s 3 3 anos anos : : normal. normal. •

AdultoAdulto::

GrupoGrupo AA:: ~~ 1.000.0001.000.000 ccóópiaspias GrupoGrupo BB:: ~~ 700.000700.000 ccóópiaspias GrupoABGrupoAB:: ~~ 600.000600.000 ccóópiaspias A;A; ~700.000~700.000 ccóópiaspias B.B.

Concentração do Ag H O>A 2 >B>A 2 B>A 1 >A 1 B
Concentração do Ag H
O>A 2 >B>A 2 B>A 1 >A 1 B

LectinaLectina antianti--H:H: UlexUlex europaeuseuropaeus

RITA WENDEL FONTÃO

SistemaSistema ABOABO

••SubgruposSubgrupos dede A:A:

AA 11 :: 80%80% AA 22 :: 19,9%19,9% AA 33 ,, AA xx ,, AA elel ,, AA mm :: << 0,1%.0,1%.

GrauGrau dede aglutinaaglutinaççãoão PresenPresenççaa dede antianti--A1A1 EstudosEstudos dede saliva,saliva,
GrauGrau dede aglutinaaglutinaççãoão
PresenPresenççaa dede antianti--A1A1
EstudosEstudos dede saliva,saliva, familiaresfamiliares
AdsorAdsorççãoão ee eluieluiççãoão

--mesmomesmo aaçúçúcar:car: ≠≠ quantitativasquantitativas ee qualitativasqualitativas

--DiferenciaDiferenciaççãoão A1A1

--DiferenciaDiferenciaççãoão A1A1 usouso dede lectinalectina antianti--A1A1 ((

usouso dede lectinalectina antianti--A1A1

((DolichusDolichus biflorusbiflorus))

••SubgruposSubgrupos dede B:B:

-- rarosraros --nãonão existemexistem lectinaslectinas especespecííficasficas

RITA WENDEL FONTÃO

SistemaSistema ABOABO

AnticorposAnticorpos

AnticorposAnticorpos ABO:ABO:

RITA WENDEL FONTÃO

-- costumamcostumam ocorrerocorrer ““naturalmentenaturalmente”” -- detectadosdetectados nono sorosoro apapóóss trêstrês aa seisseis mesesmeses dede vidavida (carboidratos(carboidratos eme bactactéériasrias estimulamestimulam produproduçção).ão). ProduProduççãoão AcAc aumenta,aumenta, atingindoatingindo oo nníívelvel adultadult osos 55--1010 anosanos ee decrescedecresce nono idoso.idoso.

AntiAnti--AA ee antianti--BB detectadosdetectados nono sorosoro dede ccççasas << 44--6m:6m: nãonão conficonfiááveis:veis: quasequase odosodos osos AcAc sãosão dede transferênciatransferência maternamaterna (via(via placeplacenta):nta): IgGIgG

IndivIndivííduosduos AA ouou BB IgMIgM IndivIndivííduosduos OO IgMIgM ee IgGIgG naturaisnaturais TTíítulotulo antianti--AA maiormaior queque AntiAnti--B.B.

AnticorposAnticorpos imunesimunes IgGIgG::

-- apapóóss transfusõestransfusões dede hemhemááciascias ouou plasmaplasma incompatincompatíível,gestavel,gestaçções,ões, vacinavacinaççõesões oo nfecnfecççõesões bacterianas.bacterianas.

SistemaSistema ABOABO

Anticorpos

IgG: atravessa placenta rapidamente

ABO ABO Anticorpos IgG: atravessa placenta rapidamente RN de mães de grupo O: > risco de

RN de mães de grupo O: > risco de DHPN do que RN de mães A ou

B.

Tanto IgG quanto IgM: aglutinam hemácias melhor em TA (20- 24°C), ou inferiores.

Ativam complemento eficazmente a 37°C.

Capacidade lítica mediada por complemento é aparente se um soro estado é incubado a fase de 37°C.

RITA WENDEL FONTÃO

Determinação do Grupo Sangüíneo

Pipetagem
Pipetagem
Centrifugação
Centrifugação
Determinação do Grupo Sangüíneo Pipetagem Centrifugação Leitura Banco de Sangue
Leitura Banco de Sangue
Leitura
Banco de Sangue
Agglutination

Agglutination

Agglutination
Agglutination
AglutinaAglutinaççãoão Rouleaux

AglutinaAglutinaççãoão

Rouleaux

SistemaSistema ABOABO

Sistema Sistema ABO ABO

Graus de Aglutinação

RITA WENDEL FONTÃ

Ausência de aglutinação

Pó (+/-)

1+

2+
2+
3+
3+
4+
4+
Graus de Aglutinação RITA WENDEL FONTÃ Ausência de aglutinação Pó (+/-) 1+ 2+ 3+ 4+

SistemaSistema ABOABO

Classificação:

Tipagem direta:

RITA WENDEL FONTÃO

presença de antígenos nas hemácias, uso de soros comerciais conhecidos (anti-A, anti-B e anti-AB)

Tipagem reversa:

conhecidos (anti-A, anti-B e anti-AB) • Tipagem reversa: Presença de anticorpos no soro/plasma, c/ hemácias

Presença de anticorpos no soro/plasma, c/ hemácias comerciais (hemácias A e B)

GRUPO

SANGUÍNEO

SORO DE TIPAGEM Anti-A Anti-B

HEMÁCIAS DE TIPAGEM A B

ANTÍGENO

ANTICORPO

A

+

-

-

+

A B A e B

Anti-B Anti-A Ausente

B

-

+

+

-

AB

+

+

-

-

O

-

-

+

+

-

Anti-A e anti-B

SistemaSistema ABOABO

Sistema Sistema ABO ABO Grupo A E x e m p l o s : Anti-D

Grupo A

Exemplos:

Anti-D 4+
Anti-D
4+
ABO ABO Grupo A E x e m p l o s : Anti-D 4+ Prova

Prova Direta

Tipagem

Sangüínea

Anti-A Anti -B

(-)

(-)

Anti-AB

(-)

4+ Prova Direta Tipagem Sangüínea Anti-A Anti -B (-) (-) Anti-AB (-) Grupo O Prova Revers

Grupo O

Prova Revers

(-)

RITA WENDEL FONTÃO

SistemaSistema ABOABO

Discrepâncias na Tipagem ABO

Sistema Sistema ABO ABO Discrepâncias na Tipagem ABO Pacientes neonatos. Idosos. Hipogamaglobulinemia. Imunosuprimidos.

Pacientes neonatos. Idosos. Hipogamaglobulinemia. Imunosuprimidos. Transplantes de medula óssea / Transfusão recente.

Erros Técnicos: identificação das amostras. Fenômeno de rouleaux. Anticorpos frios inespecíficos.

SistemaSistema ABOABO

Importância Clínica

Anticorpos ABO : naturais e fixadores de complemento.

+ importante do ponto de vista transfusional
+ importante do ponto de vista transfusional

+ importante do ponto de vista transfusional ⇒ Indivíduos Bombay: potente anti-H, além do anti-A e
+ importante do ponto de vista transfusional ⇒ Indivíduos Bombay: potente anti-H, além do anti-A e

Indivíduos Bombay: potente anti-H, além do anti-A e Anti-B.

só podem ser transfundidos com hemácias Bombay.

só podem ser transfundidos com hemácias Bombay. ⇒ ⇒ Incompatibilidade materno fetal (DHPN): em mães do

Incompatibilidade materno fetal (DHPN): em mães do grupo O etos do grupo A ou B. Quadro clínico mais brando.

Importância em transplantes renais ou cardíacos, com menor pape

nos hepáticos ou de medula óssea.

SISTEMA RH

SistemaSistema RHRH

AntAntíígenogeno DD -- ContextoContexto HistHistóórico:rico:

DescobrimentoDescobrimento dodo D:D:

ó ó rico: rico: Descobrimento Descobrimento do do D: D: Macaco Rhesus 1939:1939: LevineLevine ee StetsonStetson

Macaco Rhesus

1939:1939: LevineLevine ee StetsonStetson sorosoro dede mulhermulher-- fetofeto apresentouapresentou HDNHDN ee reareaççãoão hemolhemolííticatica appóóss transfusãotransfusão dede sanguesangue dodo maridomarido ABOABO compatcompatíível.vel.

1940:1940: LandsteinerLandsteiner ee WienerWiener AcAc obtidoobtido dede cobaiascobaias imunizadasimunizadas c/c/ hemhemááciascias dede macacomacaco RhesusRhesus queue aglutinavaaglutinava 85%85% dede hemhemááciascias humanashumanas testadastestadas -- fatorfator RhRh

aglutinavaaglutinava 85%85% dede hemhemááciascias humanashumanas testadastestadas -- fatorfator RhRh RITA WENDEL FONTÃO
aglutinavaaglutinava 85%85% dede hemhemááciascias humanashumanas testadastestadas -- fatorfator RhRh RITA WENDEL FONTÃO
aglutinavaaglutinava 85%85% dede hemhemááciascias humanashumanas testadastestadas -- fatorfator RhRh RITA WENDEL FONTÃO
aglutinavaaglutinava 85%85% dede hemhemááciascias humanashumanas testadastestadas -- fatorfator RhRh RITA WENDEL FONTÃO

RITA WENDEL FONTÃO

SistemaSistema RHRH

AntAntíígenogeno DD -- ContextoContexto HistHistóórico:rico:

DescobrimentoDescobrimento dodo D:D:

ó ó rico: rico: Descobrimento Descobrimento do do D: D: • Levine e Katzin Acs similares

• Levine e Katzin Acs similares no soro de mulheres pós parto - reações paralelas às do soro animal c/ anti-Rhesus

• Wiener e Peters:

Acs p/ mesma especificidade no soro de indivíduos cujas hemácias não tinham o determinante e que receberam transfusões ABO compatíveis prévias

RITA WENDEL FONTÃO

SistemaSistema RHRH

AntAntíígenogeno DD -- ContextoContexto HistHistóórico:rico:

DescobrimentoDescobrimento dodo D:D:

ó ó rico: rico: Descobrimento Descobrimento do do D: D: •• Posteriormente:Posteriormente: AgAg

•• Posteriormente:Posteriormente:

AgAg detectadodetectado pelopelo AcAc antianti-- RhesusRhesus animalanimal ee antianti--DD humanohumano nãonão

sãosão idênticosidênticos

humanohumano nãonão sãosão idênticosidênticos sistemasistema RhRh EstudosEstudos emem

sistemasistema RhRh

EstudosEstudos emem familiares:familiares:

•• AntAntíígenogeno D:D:

-- determinadodeterminado geneticamentegeneticamente -- padrãopadrão autossômicoautossômico dominantedominante

RITA WENDEL FONTÃO

geneticamentegeneticamente -- padrãopadrão autossômicoautossômico dominantedominante RITA WENDEL FONTÃO
Sistema Sistema RH RH Ant Ant í í geno geno D D Significância Significância Cl

SistemaSistema RHRH

AntAntíígenogeno DD SignificânciaSignificância ClClíínica:nica:

ApApóóss AgsAgs AA ee BB,,

••

D é o + importante Ag eritrocitário na prática transfusional
D é o + importante Ag eritrocitário na prática transfusional

•• IndivIndivííduosduos queque nãonão possuempossuem AgAg DD nasnas hemhemááciascias nãonão formamformam regularmenteregularmente anticorpoanticorpo correspondentecorrespondente

•• formaformaççãoão dede antianti--D:D: normalmentenormalmente resultaresulta dede exposiexposiççãoão àà hemhemááciascias comcom AgsAgs:: transfusãotransfusão ouou gestagestaççãoão

•• AgAg D:D: ++ imunogênicoimunogênico

ç ç ão ão •• AgAg D:D: ++ imunogênicoimunogênico 80%80% dede indivindivííduosduos DD-- queque

80%80% dede indivindivííduosduos DD-- queque recebemrecebem

transfusãotransfusão D+D+ desenvolvemdesenvolvem antianti--DD

RITA WENDEL FONTÃO

SistemaSistema RHRH

AntAntíígenogeno DD OutrosOutros AgsAgs importantes:importantes:

RITA WENDEL FONTÃO

Ags Ags importantes: importantes: RITA WENDEL FONTÃO •• 1940s:1940s: reconhecimentoreconhecimento dede 44

•• 1940s:1940s: reconhecimentoreconhecimento dede 44 AgsAgs adicionaisadicionais pertencentespertencentes aoao sistemasistema Rh:Rh: CC,, EE,, c,c, ee

•• Atualmente:Atualmente: 49Ags49Ags relacionadosrelacionados

••PrPrááticatica transfusionaltransfusional:: 55 AgsAgs principaisprincipais

D, C, E, c, e
D, C, E, c, e

ee seusseus anticorposanticorpos correspondentescorrespondentes :: 99%99% dasdas questõesquestões ccllíínicasnicas envolvendoenvolvendo oo sistemasistema Rh.Rh.

SistemaSistema RHRH

RITA WENDEL FONTÃO

ConsideraConsideraççõesões gengenééticasticas ee BioquBioquíímicasmicas GenesGenes Rh:Rh:

e e Bioqu Bioqu í í micas micas Genes Genes Rh: Rh: •• DoisDois genesgenes altamentealtamente

•• DoisDois genesgenes altamentealtamente homhomóólogos:logos:

brabraççoo curtocurto dodo cromossomocromossomo 11

brabraççoo curtocurto dodo cromossomocromossomo 11 codificamcodificam osos 22 polipeptpolipeptíídeosdeos

codificamcodificam osos 22 polipeptpolipeptíídeosdeos nãonão glicosiladosglicosilados queque expressamexpressam osos antantíígenosgenos Rh.Rh.

•• genegene RHDRHD :: determinadetermina aa presenpresenççaa dede proteproteíínana queque confereconfere atividadeatividade DD nana hemhemáácia.cia.

••GeneGene RHCERHCE:: determinadetermina aa presenpresenççaa dada proteproteíínana carreadoracarreadora dosdos antantíígenosgenos C,C, c,c, E,E, e.e.

Sistema Sistema RH RH RITA WENDEL FONTÃO Considera Considera ç ç ões ões gen gen

SistemaSistema RHRH

RITA WENDEL FONTÃO

ConsideraConsideraççõesões gengenééticasticas ee BioquBioquíímicasmicas

•• OsOs produtosprodutos dede RHDRHD ee RHCERHCE:: proteproteíínasnas dede 417417 aminoaminoáácidoscidos queque atravessamatravessam aa membranamembrana 1212 vezesvezes ee exteriorizaexterioriza curvacurvass curtascurtas dede aminoaminoáácidos.cidos. •• OsOs polipeptpolipeptíídeosdeos nãonão carreiamcarreiam resresííduosduos dede carboidratos.carboidratos.

•• OsOs polipeptpolipeptíídeosdeos nãonão carreiamcarreiam resresííduosduos dede carboidratos.carboidratos.

SistemaSistema RHRH

TerminologiaTerminologia Rh:Rh:

TerminologiaTerminologia RhRh--HrHr:: WienerWiener::

Rh: Rh: TerminologiaTerminologia RhRh--HrHr:: WienerWiener:: produtoproduto dodo genegene comocomo

produtoproduto dodo genegene comocomo aglutinaglutinóógenogeno -- aglutinaglutinóógenogeno:: caracterizadocaracterizado porpor especificidadesespecificidades individuaisindividuais chchamadasamadas fatorefatores,s, dentificadosdentificados porpor anticorposanticorpos especespecííficosficos

DadosDados bioqubioquíímicosmicos ee sorolsorolóógicosgicos nãonão apoiamapoiam essaessa teoria.teoria.

TerminologiaTerminologia CDE:CDE: FisherFisher ee RaceRace

postuloupostulou 33 setssets dede genesgenes intimamenteintimamente ligadosligados ((CC ee cc,, DD ee dd,, EE ee ee)) genegene ee produtoproduto gênico:gênico: mesmamesma designadesignaççãoão porpor letraletra (it(itáálicolico p/p/ gene)gene) teoriateoria nãonão explicaexplica totalmentetotalmente algunsalguns perfisperfis antigênantigênicos,icos, terminterminologiaologia CDECDE modificadamodificada éé utilizada.utilizada.

SistemaSistema RHRH

TerminologiaTerminologia Rh:Rh:

-- CorrespondênciaCorrespondência dasdas NomenclaturasNomenclaturas dede Fisher/Fisher/RaceRace ee WienerWiener

DCe : R 1

CorrespondênciaCorrespondência dasdas NomenclaturasNomenclaturas dede Fisher/Fisher/RaceRace ee WienerWiener DCe : R 1

SistemaSistema RHRH

FunFunççãoão

ProteProteíínasnas RhRh sãosão parteparte dede grandegrande complexocomplexo dada membrana.membrana. pareceparece serser essencialessencial àà corretacorreta expressãoexpressão dede outrasoutras proteproteíínas:nas: LW,LW, DuffyDuffy ee UU requeremrequerem RhRh p/p/ totaltotal expressão.expressão.

requeremrequerem RhRh p/p/ totaltotal expressão.expressão. RhRh n u l l n u l l :: nãonão
requeremrequerem RhRh p/p/ totaltotal expressão.expressão. RhRh n u l l n u l l :: nãonão

RhRh nullnull :: nãonão temtem AgsAgs LW,LW, sãosão negativasnegativas p/p/ Fy5Fy5 ee expressãoexpressão fracafraca dosdos AgsAgs carreadoscarreados nana glicoforinaglicoforina BB (S,s(S,s ee U)U)

AsAs glicoproteglicoproteíínasnas dede membranamembrana RhAGRhAG ee CD47CD47 (que(que nãonão carreiamcarreiam antntíígenosgenos dede gruposgrupos sangsangüíüíneos):neos): tbtb sãosão parteparte integralintegral dessedesse complexo.omplexo.

AgsAgs Rh:Rh: desempenhamdesempenham papelpapel estruturalestrutural nana membranamembrana dada hemhemáácia,cia, uasuas funfunççõesões sãosão desconhecidas.desconhecidas.

Tabela de Frequência: Brasil Inglaterra D C c E e ce Ce CE cE Fenótipo
Tabela de Frequência:
Brasil
Inglaterra
D
C
c
E
e
ce
Ce
CE
cE
Fenótipo
Testados(n)
Frequência
Frequência
+
+
0
0
+
+
+
0
0
DCe/dce
R
1 r
16713
34
33
+
+
0
0
+
0
+
0
0
DCe/DCe
R
8946
18
18
1 R 1
+
+
+
+
+
0
+
0
+
DCe/DcE
R
6009
12
12
1 R 2
+
0
+
+
+
+
0
0
+
DcE/dce
R
2 r
5665
11
11
RH (D)
+
0
+
0
+
+
0
0
0
Dce/dce
R
o r
4162
8
2
(86%)
+
0
+
+
0
0
0
0
+
DcE/DcE
R
1199
2
2
2 R 2
+
+
0
+
+
0
+
+
0
Dce/DCE
R
186
0
0
1 R z
+
+
+
+
0
0
0
+
+
DcE/DcE
R
64
0
0
2 R z
+
+
0
+
0
0
0
+
0
DCE/DCE
R
3
0
<0,01
z R z
0
0
+
0
+
+
0
0
0
dce/dce
rr
5876
12
15
0
+
+
0
+
+
+
0
0
dCe/dce
r'r
359
1
1
0
0
+
+
+
+
0
0
+
dcE/dce
r"r
129
0
1
RH (D)
0
0
+
+
0
0
0
0
+
dcE/dcE
r"r"
3
0
0
(14%)
0
+
0
0
+
0
+
0
0
dCe/dCe
r'r'
3
0
0
0
+
0
+
0
0
0
+
0
dCE/dCE
r y r y
1
0
<0,01*

SistemaSistema RHRH

RH(D) homozigotos: 25.000-37.000 moléculas/ hemácia. RH(D) heterozigotos: 10.000-15.000 moléculas/ hemácia.

SistemaSistema RHRH

ExpressãoExpressão FracaFraca dede D:D:

RH RH Expressão Expressão Fraca Fraca de de D: D: •• MaioriaMaioria dasdas hemhemááciascias DD

•• MaioriaMaioria dasdas hemhemááciascias DD positivas:positivas:

-- aglutinaaglutinaççãoão claraclara macroscmacroscóópicapica (botão)(botão) apapóóss centrifugacentrifugaççãoão c/c/ antianti--DD

•• HemHemááciascias queque nãonão sãosão aglutinadasaglutinadas imediataimediata ouou diretamente:diretamente: classificaclassificaççãoão ++ difdifíícilcil

•• AlgumasAlgumas hemhemááciascias DD--positivas:positivas: demonstrademonstraççãoão dodo AgAg DD requer:requer:

demonstrademonstraççãoão dodo AgAg DD requer:requer: -- incubaincubaççãoão prolongadaprolongada c/c/

--

incubaincubaççãoão prolongadaprolongada c/c/ reagentereagente antianti--DD ouou

--

adiadiççãoão dede sorosoro antiglobulinaantiglobulina apapóóss incubaincubaççãoão c/c/ antianti--DD

Estas hemácias são consideradas D-positivas
Estas hemácias são consideradas D-positivas

SistemaSistema RHRH

ExpressãoExpressão FracaFraca dede D:D:

•• Anteriormente,Anteriormente, hemhemááciascias queque requeriamrequeriam passospassos adicionaisadicionais p/p/ demonstrademonstraççãoão dede DD :: DD uu (não(não ++ utilizada)utilizada)

dede DD :: DD u u (não(não ++ utilizada)utilizada) •• hemhemááciascias c/c/ formasformas fracasfracas

•• hemhemááciascias c/c/ formasformas fracasfracas dede DD sãosão classificadasclassificadas comocomo DD--positivaspositivas -- devemdevem serser descritasdescritas como:como: DD--fraco.fraco.

•• IncrementoIncremento dosdos reagentesreagentes policlonaispoliclonais ee usouso dede reagentesreagentes monoclonaismonoclonais:: detecdetecççãoão dede rotinarotina dede algumasalgumas ccéélulaslulas DD--positivas.positivas.

•• AntiAnti--DD monoclonalmonoclonal:: podepode reagirreagir porpor aglutinaaglutinaççãoão diretadireta c/c/ epepíítopostopos dede DD queque necessitavamnecessitavam dede mméétodostodos ++ senssensííveisveis p/p/ reagirreagir -- ocasionalmenteocasionalmente podempodem falharfalhar emem reagirreagir c/c/ epepíítopostopos diferentesdiferentes dodo AgAg DD

Sistema Sistema RH RH D D - - Fraco Fraco : : FenFenóótipotipo DD--fraco:fraco: genegene

SistemaSistema RHRH

DD--FracoFraco ::

FenFenóótipotipo DD--fraco:fraco: genegene RHDRHD codificandocodificando umauma proteproteíínana DD alteradaalterada associadaassociada àà redureduççãoão dada expressãoexpressão dede DD nana membrana.membrana. HHáá 22 mecanismosmecanismos determinantesdeterminantes ::

•• EfeitoEfeito transtrans dodo antantíígenogeno CC == haplhaplóótipotipo dCedCe (r(r´´)) deprimedeprime aa expressãoexpressão dodo antantíígenogeno DD produzidoproduzido pelospelos haplhaplóótipostipos DCeDCe (R1)(R1) ouou DceDce (Ro)(Ro)

••

PresenPresenççaa dede mutamutaççõesões missensemissense determinandodeterminando substituisubstituiççõesões dede aaaa nana proteproteíínana RhDRhD

AsAs mutamutaççõesões prejudicamprejudicam aa integraintegraççãoão dada proteproteíínana RhDRhD ouou aa formaformaççãoão dodo complexocomplexo RhDRhD//RhAGRhAG

AsAs substituisubstituiççõesões dede aaaa estãoestão localizadaslocalizadas nosnos segmentossegmentos intraceluintracelulareslares transmembranarestransmembranares dada proteproteíína:na: dificuldadedificuldade dede formaformaççãoão dede antianti--DD

AlelosAlelos dede RhDRhD comcom substituisubstituiççõesões exofaciaisexofaciais podempodem causarcausar discretadiscreta redureduççãoão dd expressãoexpressão dede D.D. HemHemááciascias falhamfalham emem reagirreagir ouou reagemreagem fracamentefracamente c/c/ testetestess diretosdiretos ReaReaççãoão forteforte nana adiadiççãoão dede sorosoro antiglobulinaantiglobulina

SistemaSistema RHRH

DD-- Parcial:Parcial:

Sistema Sistema RH RH D D - - Parcial: Parcial: •• AgAg D:D: constituintesconstituintes mmúúltiplos,ltiplos,

•• AgAg D:D: constituintesconstituintes mmúúltiplos,ltiplos, individualmenteindividualmente determinadosdeterminados

•• IndivIndivííduosduos DD--positivos:positivos:

-- produziramproduziram aloantialoanti--DD nãonão reativoreativo c/c/ suassuas prpróópriasprias ccéélulas.lulas. •• MaioriaMaioria dessesdesses indivindivííduos:duos:

-- hemhemááciascias queque reagiramreagiram fortementefortemente quandoquando testadastestadas c/c/ antianti--DD -- outrasoutras hemhemááciascias (D(D IVIV ):): reareaççõesões ++ fracasfracas dodo queque controlescontroles D+.D+.

•• HemHemááciascias queque nãonão têmtêm partespartes dodo AgAg D:D: referidasreferidas comocomo ““DD--mosaicomosaico”” ouou ““DD--variantevariante””

••Atualmente:Atualmente: descritasdescritas comocomo ““DD--parciaisparciais””

SistemaSistema RHRH

DD-- Parcial:Parcial:

Sistema Sistema RH RH D D - - Parcial: Parcial: •• CategorizaCategorizaççãoão dosdos fenfenóótipostipos

•• CategorizaCategorizaççãoão dosdos fenfenóótipostipos DD--parciais:parciais:

-- reareaççõesões cruzadascruzadas comcom aloantialoanti--DD produzidoproduzido porpor indsinds D+.D+.

•• Inicialmente:Inicialmente: 44 categoriascategorias ((WienerWiener)) -- expansãoexpansão considerconsideráávelvel aoao longolongo dosdos anosanos

•• TestesTestes c/c/ vvááriosrios monoclonaismonoclonais sugerem:sugerem:

Antígeno D: composto por múltiplos epítopos.
Antígeno D: composto por múltiplos epítopos.

•• Atualmente:Atualmente: 3737 epepíítopostopos

SistemaSistema RHRH

DD-- Parcial:Parcial:

Sistema Sistema RH RH D D - - Parcial: Parcial: •• EstudosEstudos moleculares:moleculares: fenfenóótipostipos

•• EstudosEstudos moleculares:moleculares:

Parcial: •• EstudosEstudos moleculares:moleculares: fenfenóótipostipos resultamresultam de:de: -- trocastrocas

fenfenóótipostipos resultamresultam de:de:

fenfenóótipostipos resultamresultam de:de: -- trocastrocas dede nucleotnucleotíídeosdeos entreentre

-- trocastrocas dede nucleotnucleotíídeosdeos entreentre osos genesgenes RHCERHCE ee RHDRHD -- mutamutaççõesões dede pontoponto

•• NemNem todostodos osos indivindivííduosduos D+D+ queque produzemproduzem antianti--DD têmtêm hemhemááciascias deficientesdeficientes emem epepíítopostopos

SistemaSistema RHRH

SignificadoSignificado dodo DD--FracoFraco emem Doadores:Doadores:

do do D D - - Fraco Fraco em em Doadores: Doadores: •• TransfusãoTransfusão dede sanguesangue

•• TransfusãoTransfusão dede sanguesangue c/c/ DD--fracofraco p/p/ indivindivííduosduos DD--negativos:negativos:

-- proscritaproscrita pelapela possibilidadepossibilidade dede formaformaççãoão dede aloantialoanti--DD

•• FormasFormas fracasfracas dodo AgAg DD parecemparecem serser menosmenos imunogênicasimunogênicas

•• ReaReaççõesões transfusionaistransfusionais hemolhemolííticasticas devidodevido àà hemhemááciascias DD--fracofraco emem indivindivííduosduos c/c/ antianti--DD foramforam relatadas.relatadas.

•• DHRN:DHRN: casoscasos relatados,relatados, nono passado.passado.

Dfraco = D+
Dfraco = D+

SistemaSistema RHRH

SignificadoSignificado dodo DD--FracoFraco emem Receptores:Receptores:

do do D D - - Fraco Fraco em em Receptores: Receptores: •• MaioriaMaioria dosdos pacientespacientes

•• MaioriaMaioria dosdos pacientespacientes tipadostipados comocomo DD--fraco:fraco: podempodem receberreceber transfusãotransfusão c/c/ hemhemááciascias D+,D+, semsem riscorisco dede imunizaimunizaçção.ão.

•• SeSe aa expressãoexpressão dodo DD--fracofraco refletereflete aa ausênciaausência dede umum ouou maismais epepíítopostopos,, existeexiste aa possibilidadepossibilidade dede transfusãotransfusão dede sanguesangue D+D+ induzirinduzir aa formaformaççãoão dede aloantialoanti--DD

•• DD--parciaisparciais emem Receptores:Receptores:

•• AA possibilidadepossibilidade dede antianti--DD ocorreocorre p/p/ pessoaspessoas c/c/ hemhemááciascias DD parcialparcial queque reagemreagem fortementefortemente c/c/ reagentesreagentes antianti--DD

SistemaSistema RHRH

SSííndromendrome RhRh nullnull

•Ausência de Ags Rh

ndrome Rh Rh n u l l n u l l •Ausência de Ags Rh •2

•2 mecanismos genéticos - tipo regulador: mutações no gene RHAG

transmitem genes RHD e RHCE normalmente alguns casos, descendentes de indivíduos c/ Rh null tipo regulador apresentam depressão global dos Ags Rh: Rh mod

- tipo amorfo: gene RHAG normal mutação no gene RHCE e deleção do RHD

+ raro parentes/ descendentes: obrigatório homozigotos p/ amorfo

SistemaSistema RHRH

SSííndromendrome RhRh nullnull

RH RH S S í í ndrome ndrome Rh Rh n u l l n u

•• AnormalidadesAnormalidades dasdas hemhemáácias:cias:

-- anormalidadesanormalidades dede membranamembrana -- diminuidiminuiççãoão dada sobrevidasobrevida dada hemhemááciacia -- gravidadegravidade dede hemhemóólise:lise: variavaria consideravelmenteconsideravelmente estomatocitoseestomatocitose,, ausênciaausência dede AgsAgs LWLW ee Fy5Fy5 atividadeatividade alteradaalterada dede outrosoutros AgsAgs:: S,S, ss ee UU

•• ObservaObservaççõesões sorolsorolóógicas:gicas:

-- reconhecimentoreconhecimento qdoqdo fenotipagemfenotipagem dede rotina:rotina: ausênciaausência dede AgsAgs RhRh -- indivindivííduosduos RhRh nullnull imunizados:imunizados: especificidadeespecificidade variadavariada dede AcsAcs ((antianti--ee,, antianti--c,c, atatéé reareaççãoão c/c/ todastodas ccéélsls testadastestadas excetoexceto RhRh nulnul ll)) antianti--RhRh total:total: Rh29Rh29

todastodas ccéélsls testadastestadas excetoexceto RhRh n u l n u l ll)) antianti--RhRh total:total: Rh29Rh29

SistemaSistema RHRH

AnticorposAnticorpos RhRh nono SoroSoro dede Paciente:Paciente:

Rh Rh no no Soro Soro de de Paciente: Paciente: •• MaioriaMaioria dosdos AcsAcs Rh:Rh:

•• MaioriaMaioria dosdos AcsAcs Rh:Rh: exposiexposiççãoão àà hemhemááciascias porpor transfusãotransfusão ouou gestagestaççãoão (exceto:(exceto: exemplosexemplos dede antianti--EE,, antianti--CC ww ee AgsAgs dede baixabaixa incidência)incidência)

•• D:D: imunimunóógenogeno maismais potente,potente, seguidoseguido porpor cc ee E.E.

••AA maioriamaioria reagereage melhormelhor emem sistemassistemas dede testestestes altamealtamentente proteicosproteicos,, antiglobulinaantiglobulina ouou enzimenzimááticos.ticos.

PoucosPoucos exemplos:exemplos: aglutininasaglutininas salinas.salinas. MesmoMesmo sorosoro c/c/ antianti--DD reativoreativo emem salinasalina potente:potente: usualmenteusualmente reagemreagem emem diluidiluiççõesões ++ altasaltas emem testeteste dede antiglobulinaantiglobulina Enzimas:Enzimas: úúteisteis p/p/ detecdetecççãoão AcsAcs fracosfracos ouou emem desenvolvimento.desenvolvimento.

SistemaSistema RHRH

AnticorposAnticorpos RhRh nono SoroSoro dede Paciente:Paciente:

Rh Rh no no Soro Soro de de Paciente: Paciente: •• AnticorposAnticorpos detectdetectááveis:veis: --

•• AnticorposAnticorpos detectdetectááveis:veis:

-- normalmentenormalmente persistempersistem porpor muitosmuitos anos.anos.

•• SeSe AcAc caicai aa nnííveisveis indetectindetectááveisveis:: exposiexposiççãoão subseqsubseqüüenteente aoao AgAg produzproduz umauma rráápidapida respostaresposta secundsecundáária.ria.

•• AcsAcs Rh:Rh: nãonão fixamfixam complementocomplemento quandoquando combinadoscombinados aoao AgAg (ra(rarasras exceexceçções).ões).

•• HemHemóóliselise extravascularextravascular ocorreocorre emem transfusõestransfusões envolvendoenvolvendo AcsAcs Rh.Rh.

SistemaSistema RHRH

AnticorposAnticorpos RhRh nono SoroSoro dede PacientePaciente EfeitoEfeito dede Dose:Dose:

de de Paciente Paciente Efeito Efeito de de Dose: Dose: •• AntiAnti--D:D: freqfreqüüentementeentemente

•• AntiAnti--D:D: freqfreqüüentementeentemente mostramostra ≠≠ nana reatividadereatividade entreentre hemhemááciascias dede indivindivííduosduos homozigotoshomozigotos ouou heterozigotosheterozigotos p/p/ RHD.RHD.

•• ExpressãoExpressão dede D:D: variavaria dede acordoacordo c/c/ alelosalelos dodo gengenóótipo.tipo. Ex:Ex: indivindivííduoduo DcE/DcEDcE/DcE:: carreiacarreia ++ ssíítiostios antigênicosantigênicos DD dodo queque indivindivííduoduo DCe/DCeDCe/DCe

•• EfeitosEfeitos dede dose:dose: demonstradosdemonstrados c/c/ AcsAcs direcionadosdirecionados aosaos AgsAgs:: E,cE,c ee e,e, raramenteraramente C.C.

SistemaSistema ABOABO ee RHRH

Sistema Sistema ABO ABO e e RH RH • • Imuniza Imuniza ç ç ão ão

ImunizaImunizaççãoão aoao AgAg D:D:

FormaForma ++ gravegrave ee comumcomum dada DHPNDHPN

1515 %% mulheresmulheres sãosão Rh(D)Rh(D) neg.neg.

% % mulheres mulheres são são Rh(D) Rh(D) neg. neg. podem podem se se sensibilizar sensibilizar

podempodem sese sensibilizarsensibilizar durantedurante gestagestaççãoão ouou partoparto

88 aa 10%:10%: desenvolvemdesenvolvem antianti--DD apapóó 1a.1a. GestaGestaççãoão

IncidênciaIncidência dede sensibilizasensibilizaçção:ão:

c/c/ nnúúmeromero dede gestagestaççõesões