Você está na página 1de 2

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DO LIVRO: A CONQUISTA DA MATEMÁTICA – FTD - Ed.

Renovada
Pág. 251 (ex. 02 a 04)
Encontre mais no endereço: www.estudesozinho.blogspot.com

02. Esse exercício é fácil de resolver. Se o triângulo for retângulo nele pode ser aplicado o Teorema de Pitágoras. Se
o Teorema de Pitágoras não der certo é porque ele não é retângulo. Assim, suponha um triângulo com os lados
medindo 10 cm, 24 cm e 26 cm. Em um triângulo retângulo o maior lado é sempre a hipotenusa, nesse caso, seria o
lado medindo 26 cm. Então vamos montar o Teorema considerando 26 a hipotenusa e os outros dois lados os
catetos.
CURIOSIDADE!!!!!
262 = 242 + 102 ⇒ 676 = 675 + 100
Considerando os lados de um
676 = 676. Como a sentença é triângulo como sendo a, b e c, se:
verdadeira o triângulo é retângulo.
a2 = b2 + c2 o Δ é retângulo;

a2 > b2 + c2 o Δ é obtusângulo;

a2 < b2 + c2 o Δ é acutângulo.

03. Na figura visualizamos o Δ ABF retângulo. Aplicando o Teorema de Pitágoras nele encontraremos o valor de x ,
que é o que necessitamos para resolver o problema.

Primeiro devemos identificar a Já falamos da importância de


hipotenusa, que sempre fica oposta ao se colocar o símbolo ± nos
ângulo reto. Nesse caso é o 6 2 . exercícios anteriores.

6
( 6 2 )2 = x2 + x2 ⇒ 62 . ( 2 )2 = 2 x2 ⇒ x

72
36 . 2 = 2 x2 ⇒ 72 = 2 x2 ⇒ x2 = ⇒
2
x
x = 36 ⇒ x = ±
2
36 ⇒ x = ± 6 ⇓

Agora vamos usar o valor de x calculado


para dar continuidade à resolução do x
problema que pede o cálculo da área do
retângulo BCDE. O enunciado do problema ⇒
2x = 12
diz que os segmentos BC e EF também
medem x.
6
x
A área do retângulo fica assim:

A = b . h ⇒ A = 6 . 12 ⇒ A = 72
x x=6

RESPOSTA:
a) x = 6

b) A = 72
04. Para resolver esse problema nós vamos precisar ver os triângulos separadamente.
P

Para calcularmos o valor de a vamos trabalhar primeiramente


com triângulo o QMR, retângulo, onde 2 e 4 são catetos e a é
hipotenusa. Dessa forma, aplicando o Teorema de Pitágoras c
teremos:
8
b
a2 = 22 + 42 ⇒ a2 = 4 + 16 ⇒ a2 = 20 ⇒ a = ± 20 ⇒ Q

a
a=± 4.5 ⇒ a=±2. 5 2


M 4 R 4 N

Para calcularmos o valor de b vamos trabalhar agora com


triângulo o RNP, retângulo, onde 4 e 9 são catetos e b é Para calcularmos o valor de c vamos trabalhar agora
hipotenusa. Dessa forma, aplicando o Teorema de Pitágoras com triângulo o QRP, retângulo, onde a e b são
teremos: catetos e c é hipotenusa. Dessa forma, aplicando o
⇒ Teorema de Pitágoras teremos:
2
b =4 +82 2 ⇒ b = 16 + 64 ⇒ a = 80 ⇒ b = ±
2 2
80 ⇒
( ) + (4 5 )
c = a 2 + b 2 ⇒ c2 = 2 5
2

b=± 16 . 5 ⇒ b = ± 4 . 5
 2 2 2  2 2 2
c2 =  2 . 5  +  4 . 5 
   

RESPOSTA: c2 = 4 . 5 + 16 . 5 ⇒ c = 20 + 80 ⇒ c = 100
a) a medida a: 2 5
c=± 100 ⇒ c = ± 10
b) a medida b: 4 5
c) a medida c: 10
d) o perímetro do trapézio MNPQ: 2 + 4 + 4 + 8 + 10 = 28