P. 1
qualitativa

qualitativa

|Views: 928|Likes:
Publicado porvane.noronha

More info:

Published by: vane.noronha on Jun 03, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/09/2013

pdf

text

original

PESQUISA QUALITATIVA

Profª MSc Cássia Barbosa Reis

PESQUISA QUALITATIVA
 Minayo (1999) diz que a abordagem qualitativa não pode pretender o alcance da verdade, com o que é certo ou errado; deve ter como preocupação primeira a compreensão da lógica que permeia a prática que se dá na realidade.  Preocupa-se com um nível de

 Trabalha com o universo de significados, motivos, aspirações, crenças, valores e atitudes.  Corresponde a um espaço mais profundo das relações, dos processos e dos fenômenos que não podem ser reduzidos à operacionalização de variáveis.  Significado como conceito central  Fenômeno entendido nas suas determinações e transformações dadas pelos sujeitos.

 Método científico:  a) universalização – criação de leis gerais;  b) neutralidade – o conhecimento deve ser tão fiel ao objeto a ponto de se identificar com ele;  c) validade – comprovação na realidade;  d) confiabilidade – a experiência e seus resultados devem ser repetíveis.

Critérios de cientificidade em pesquisa qualitativa
 a) coerência e lógica  uniformidade conceitual;  b) consistência  capacidade de o conhecimento resistir à crítica e à argumentação;  c) intersubjetividade  coerência do conteúdo subjetivo das diversas pessoas;  d) objetivação  interpretação da realidade, provisória e mutante;  e) originalidade  não haver sido

ESTUDOS QUANTITATIVOS Objetividade Realidade única Redução, controle e predição Mensuração Soma das partes é igual ao todo Relatório com análises estatísticas Sujeitos

ESTUDOS QUALITATIVOS Subjetividade Realidades múltiplas Descoberta, descrição, entendimento Interpretação Todo é maior que a soma das partes Relatório narrativo Participantes

ASPECTO Relação pesquisadorsujeito* Imagem da realidade social* Objetivo Sujeitos

PESQ. QUANTITATIVA Distante, neutra Estática e externa para o ator Explicar, predizer  estabelecimento de relações de Quantitativamente causalidade suficiente para garantir a representatividade Estruturada  experimento, questionário Estatística estruturado Validação estatística Nomotética pretende certa

PESQ. QUALITATIVA Pesquisador conhece o espaço e vive o tempo vivido pelos Processual e investigados socialmente construida pelos sujeitos Compreender, descrever, caracterizar  no máximo, apontar Todas as pessoas que relações de associação são reconhecidas como sujeitos que elaboram conhecimento e/ou produzem práticas adequadas para intervir Não estruturada  nos problemas objeto observação, entrevista, da pesquisa estudo de caso, história de Significado dos vida, grupo focal. conteúdos Compreensão dos significados Ideográfica - trata cada indivíduo como um

Estratégia de coleta de dados* Técnica de tratamento dos dados Preocupação central Abrangência dos achados*

Aspectos

Quantitativa

Qualitativa

            VANTAGENS  

       Possibilita a análise direta dos dados        Tem demonstrativa força

      Permite interação         Considera subjetividade sujeitos a dos

       Permite generalização pela representatividade         DESVANTAG ENS                Permite inferência        outros contextos é significado para O sempre sacrificado em detrimento do rigor e precisão exigidos pela análise matemática      Não permite análise das relações

      Permite compreender resultados individualizados       Permite compreender a dinâmica interna de        Pode conduzir a uma programas e atividades excessiva coleta de dados       Permite compreender múltiplos aspectos da        Depende de uma realidade capacidade maior de análise por parte do pesquisador

Quando utilizar a abordagem quantitativa
Para avaliar resultados que podem ser contados e expressos em números, taxas e proporções      Para conhecer a eficiência de uma ação, programa ou serviço      Para responder questões relativas quantidade a à

Quando utilizar a
abordagem qualitativa Para avaliar resultados individuais dos participantes de um programa, serviço ou atividade.      Para responder a questões sobre como, o que e por que     Para avaliar a dinâmica interna de processos e atividades      Para avaliar atividades cujos objetivos são gerais e pouco

     Quando o objeto a ser investigado possui FONTE: Adapatado de TANAKA e grau, diferenças de Melo, 2001. exigindo uma lógica de

OBRIGADA!

28/07/06 DOURADOS/MS

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->