Você está na página 1de 1

Poema da Catarata

(Poema antigo, muito antigo, encontrado em textos babilnicos, uma espcie de mantra para a autocura da catarata)

olho claro, olho duplamente claro olho de vista clara! olho doloroso, olho duplamente doloroso, olho da viso dolorosa! Um par, eles so um s olho, mas uma montanha est como uma barra entre eles. . . Na sua superfcie um n est ligado, Em suas peas um muro construdo. . . Qual tem sido o seu vento, o que no o seu vento ...? Qual tem sido a sua rajada de vento, o que no a sua rajada de vento? Vento na cara, penumbra do rosto, nuvem ...