Você está na página 1de 1

Acesas as velas, deixa-se cair, no solo, uma moeda, e ento, comea-se a evocar os Eguns, entoando-se as seguintes cantigas: 1) Oba:

- Laub aw ori,Aw osi, aw oman Coro: - Aw oman, laya, bogbo Egun kowe (Bis). 2) Oba: - Lampe Egun, awo nile. Coro: - (Repete). 3) Oba: - Obi Ik, Obi Egun! Coro: - Obi nilorun! depois disto que se oferece os cocos a Egun, apresentando-se primeiro a tijela com gua fresca e fazendo-se a seguinte reza: Origbaw Olofin Mojuba alaw lobe Omi tutu, ina tutu, ile tutu, tutu afo kan, tutu laroye. Lo w;a ri k;u Baba w! Enqunto o Ob faz a mojuba aos Eguns, um outro awo, pegar um basto de madeira e, batendo com ele sobre a terra, reza Oyekulogbe, da seguinte forma: Xesi bidi lorix Adifafun pagugu . (Pagugu o nome do basto utilizado). Terminada a oferenda, coloca-se quatro pedaos de coco diante da telha consagrada que so dispostos em linha reta, da direita para a esquerda. Espargindo-se gua fresca sobre os pedaos de coco, faz-se a seguinte reza: Obi Yeku, Yeku Egun oma lofun ni fi. Obi Oy. Orun, majebi obi w fun Egun. Obatima, majebi, Egun unbati unbojumam Jedo Egun. Obi w fi bi ku Okana jireo. Unbati biku lom lese ire araon obif. Obi fun Egun, Obi fun Ile, Obi fun Olorun, Obi fun Egun Odara! Em seguida, lana-se os cocos ao solo, procedendo-se s perguntas que se quer fazer Egun.