P. 1
Resumo sistema osseo

Resumo sistema osseo

4.5

|Views: 22.380|Likes:
Publicado porwilberjunior

More info:

Published by: wilberjunior on Jun 09, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/28/2013

pdf

text

original

Resumo: Tecido ósseo

Tecido ósseo é uma forma especializada de tecido conjuntivo rígido, com matriz mineralizada (calcificada). Possui vascularização e inervação interna, que garantem a difusão de nutrientes para sua constituição e manutenção. Suas principais funções são: • Formação do esqueleto, sustentação, proteção de órgãos vitais (caixa craniana, torácica e canal medular). • Locomoção, sistema de alavancas. • Formação de células sanguíneas (medula óssea) • Reservatório de minerais (cálcio, fosfato, magnésio). A parte orgânica dos ossos é basicamente constituída por colágeno e outros tipos de proteínas, enquanto a parte inorgânica é rica em sais de cálcio, fósforo e magnésio. Os principais tipos celulares encontrados nesse tecido são; os osteoblastos, que produzem a matriz óssea, os osteócitos, que ficam em lacunas na matriz e possuem baixa atividade metabólica e os osteoclastos, células multinucleadas que participam da reabsorção óssea. Quando um osso é serrado, percebe-se duas partes; uma sem cavidades, chamada osso compacto, e outra com muitas cavidades que se comunicam, chamada osso esponjoso. O interior dos ossos é preenchida pela medula óssea, que pode ser de dois tipos: • Amarela, constituída por tecido adiposo. • Vermelha, formadora de células do sangue.

Fraturas
Fraturas são trincas, ruptura ou esmagamento dos ossos causados por impactos. Principais sintomas das fraturas são; incapacidade total ou parcial de movimentos, dificuldade e dor aos movimentos, inchaço na área atingida e posição anormal do membro atingido. Tipos de fraturas: • • • • • • Fratura exposta - o osso quebrado perfura a pele. Fratura impactada - uma ponta do osso fraturado é empurrada contra outra. Fratura cominutiva - parte do osso se estilhaça em fragmentos. Fratura parcial - o osso se dobra e racha, mas sem quebrar. Fratura por avulsão - uma poderosa contração muscular separa o tendão do osso, forçando uma fratura. Fratura patológica - ossos enfraquecidos por uma doença se quebram mesmo diante de impactos fracos.

Tratamento das fraturas é feito conforme a gravidade da mesma, que vai de uma simples imobilização com talas e gesso por um tempo de aproximado de 3 a 8 semanas ou mais, até cirurgias de reconstituição e ligação de ossos com fixação de hastes metálicas e parafusos, internos e externos. Ainda assim pode haver seqüelas como encurtamento, perda total ou parcial da funcionalidade do osso, infecções e necroses.

OSTEOPOROSE
A osteoporose é uma doença que atinge os ossos. Caracteriza-se quando a quantidade de massa ossea diminui substancialmente e desenvolve ossos ocos, finos e de extrema sensibilidade, mais sujeitos a fraturas. Faz parte do processo normal de envelhecimento e é mais comum em mulheres que em homens. A doença progride lentamente e raramente apresenta sintomas antes que aconteça algo de maior gravidade, como uma fratura, que costuma ser espontânea, isto é, não relacionada a trauma. Se não forem feitos exames diagnósticos preventivos a osteoporose pode passar despercebida, até que tenha gravidade maior. A osteoporose pode ter sua evolução retardada por medidas preventivas O aparecimento da osteoporose está ligado aos níveis de estrógeno do organismo. O estrógeno - hormônio feminino, também presente nos homens, mas em menor quantidade — ajuda a manter o equilíbrio entre a perda e o ganho de massa óssea. As mulheres são as mais atingidas pela doença, uma vez que, na menopausa, os níveis de estrógeno caem bruscamente. Com isso, os ossos passam a incorporar menos cálcio (fundamental na formação do osso), tornando-se mais frágeis. Para cada quatro mulheres, somente um homem desenvolve esta patologia.

Prevenção
• • • Fazer exercícios físicos regularmente: os exercícios resistidos são os mais recomendados; Dieta com alimentos ricos em calcio (como leite e derivados), verduras (como brócolis e repolho), camarão, salmão e ostras. A reposição hormonal de estrógeno em mulheres durante e após o climateiro consegue evitar a osteoporose.

Tratamento

 

Reposição hormonal:Importante tanto durante a prevenção quanto durante o tratamento. O estrógeno reduz o risco de fraturas em mulheres com osteoporose. Administração de cálcio:Para quem já tem a doença, o cálcio pode ser dado em dosagens de 1 mil a 1,5 mil miligramas por dia, com recomendação médica. Calcitonina: É um hormônio que tem a função de evitar que o cálcio saia dos ossos. Evita-se assim o processo de corrosão. Atividade Física:Atividade Física corretamente orientada (por um educador físico), também é usada como parte importante no tratamento e controle da osteoporose, podendo reduzir ou até, estabilizar a perda de massa óssea do indivíduo.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->