Você está na página 1de 5

Comunicação Empresarial I

- Tipos de Redação Empresarial -

Equipe:
Andréa
Elma
Stephany
Tatiana
2ª Período – Adm.

Campos dos Goytacazes/RJ – Junho/2009


Tipos de Redação:

1
• Carta comercial
• Requerimento
• Memorando
• Ofício
• Procuração
• Telegrama
• Correio Eletrônico
• Fax
• Relatório
• Atas
• Abreviaturas e Siglas

Carta Comercial

A carta é a forma recomendada para levar idéias e defender posições. Por


sua natureza dissertativa, é o mais livre dos tipos de textos apresentados, já que
permite a opinião, a parcialidade e o posicionamento de idéias. Para preparar uma
carta tenha em mente, em primeiro lugar, a pessoa que vai ler o texto.Faça com
que a carta seja concisa e muito clara. Ninguém pode perder tempo lendo
informações desnecessárias, ou tentando entender o que o redator quis dizer. Ao
mesmo tempo, a leitura não pode ser cansativa. Como a carta admite
posicionamentos pessoais, é o documento indicado para encaminhar um pedido,
uma sugestão ou uma queixa ao superior funcional.

Requerimento

Requerimento é uma petição por escrito feita com fórmulas legais, para
solicitar alguma coisa permitida por lei. É todo pedido que se encaminha a uma
autoridade do Serviço Público. Um requerimento é o instrumento que serve para
solicitar algo a uma autoridade pública. Não se envia requerimento a empresas
comerciais; o pedido ou a solicitação é, nesse caso, objeto de carta.

Memorando

Memorando é um meio de comunicação, por escrito, entre unidades


administrativas do MS, cuja principal característica é a agilidade, devendo sua
tramitação pautar-se pela rapidez e simplicidade de procedimentos burocráticos.

Ofício

O ofício é um tipo de documento endereçada à uma autoridade com o


objetivo de comunicar um fato ou realizar uma solicitação em caráter oficial.

Procuração

2
1. A procuração é um instrumento que dá direito a uma pessoa de agir
oficialmente em nome de outra.

2. Quem recebe os poderes definidos em uma procuração (que podem ser


específicos ou amplos) é chamado de outorgado ou mandatário. Quem dá os
poderes é o outorgante ou mandante.

3. Existem dois tipos de procuração. Uma é chamada procuração pública,


lavrada em cartório, utilizada para atos jurídicos de maior importância. A outra é
chamada procuração particular, igualmente válida, mas geralmente utilizada para
atos mais simples e cotidianos.

Para redigir uma procuração, em primeiro lugar identifica-se o outorgante,


com todos os dados: nome completo, número do Cadastro de Pessoa Física junto
à Receita Federal, número do documento de identidade, profissão, estado civil,
endereço. Em seguida faz-se a identificação do procurador, com os mesmos
dados. Aí é que se procede ao detalhamento do poder e da finalidade da
procuração, com especificações que o outorgante considera necessárias para o
cumprimento do que o documento manda. Tudo tem que estar em um só
parágrafo, para que não haja espaço para qualquer falsificação ou acréscimo de
texto.

É preciso ser o mais claro e específico possível, porque qualquer


possibilidade de interpretação dúbia, ou se os poderes não estiverem muito bem
definidos, a procuração poderá ser utilizada para outros fins, nem sempre muito
honestos.

Telegrama

Embora o telegrama tenha sido em muitos casos substituído pelo telefone,


celular e internet, existem situações em que ainda é utilizado. Os telegramas
podem ser expedidos pelo telefone ou nas próprias estações de Correios e, neste
caso, utilizam-se impressos próprios.

O custo do telegrama é determinado pelo número de palavras utilizadas, mas


o texto é normalmente breve. Não há vantagem em substituir palavras por
abreviaturas, porque quer umas quer outras contam como uma unidade.

É aconselhável escrever quaisquer números por extenso para evitar erros, e


é preferível mencionar um dia da semana específico a usar termos como "hoje" ou
"amanhã" que poderão ser erradamente interpretados por quem recebe o
telegrama.

Correio Eletrônico

Todas as técnicas de redação já vistas valem da mesma forma para este tipo
de texto: objetividade, clareza, ordem, correção e simplicidade.

3
Evite palavras ou frases vagas como “Contato”, “Assunto importante”,
“Resposta ao seu e-mail” e outras parecidas.

Procure definir a linha de assunto de modo a servir como atrativo para que o
destinatário se sinta estimulado a ler a mensagem.

Não ceda à tentação de fazer rodeios, ou de enfeitar o texto.

Seja prático, porque o correio eletrônico é um veículo prático de comunicação


e que, mais que
tudo, pretende ser rápido.

Fax

Chama-se, de forma comum, o fax como a transmissão de uma mensagem


escrita ou gráfica por via telefônica com auxílio do aparelho de fax.

Relatório

Uma empresa precisa ter memória. Da mesma maneira como pessoas


escrevem diários, registrando momentos importantes de suas vidas, as empresas
reúnem as suas lembranças na forma de relatórios.

A razão da existência dos relatórios é lógica: nenhuma empresa pode


sobreviver se depender unicamente das informações guardadas nas mentes das
pessoas.

O relatório é um documento apresentado com simplicidade, objetividade e


didática. Deve ser simples porque representará conhecimento de uma certa
atividade, e precisará ser entendido por qualquer pessoa, mesmo por aquela que
não esteja diretamente envolvida no assunto técnico de que o documento trata. E
deve ser objetivo porque avaliações de natureza subjetiva podem comprometer o
conteúdo técnico apresentado.

Ata

A ata é um documento testemunhal, ou seja, reflete a visão — de preferência


imparcial — da pessoa que a redigiu. Usa-se a ata, principalmente, para promover
o relato escrito de fatos, ocorrências, resoluções e decisões de assembléia,
sessão ou reunião.

Escrevem-se todas as informações seguidamente, sem saltos de linhas. A


ata não pode conter rasuras.

Lançam-se atas, geralmente, em livros próprios que têm termos de abertura


e de encerramento.

4
Abreviaturas e Siglas

Abreviatura: é a parte da escrita que indica ou resume a palavra toda.


Sigla: é o conjunto de iniciais de nomes próprios, escritas com letras
maiúsculas e sem ponto abreviativo.

Referências:

http://w3.datasus.gov.br/SGQ/Padroes/PDR-GGQS-SGQ-003-PadraoMemo.pdf

http://www.tudobox.com/199/modelo_de_oficio.html

http://www.tudobox.com/259/modelo_de_fax.html

Material de Apoio do Curso Online Redação Empresarial

Interesses relacionados