Você está na página 1de 2

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE APOIO AO COMÉRCIO INTERNACIONAL

Praia de Botafogo, 501 – Bloco B – 2º andar – Rio de Janeiro – Brasil


CEP 22250-040 – Telefax: +55 (21) 2401-9758 – 9315-6066
http://www.omaci.com.br – atendimento@omaci.com.br

PROCEDIMENTOS PARA INTERNACIONALIZAÇÃO DA EMPRESA

RELATÓRIO PRELIMINAR

O primeiro passo do processo é a elaboração de um relatório preliminar que contém informações básicas
sobre a estrutura da empresa e nos permite dimensionar o seu grau de capacitação para a produção de
materiais e/ou prestação de serviços, condizentes com o grau mediano de exigência no mercado externo.
Neste trabalho preliminar poderemos verificar a possibilidade de fornecimento de produtos e serviços
condizentes com as especificações internacionais ou, se não existir esta possibilidade imediata, a
capacidade da empresa em adequar sua estrutura para tal.
Neste relatório, que deve ser o mais sucinto possível, são analisados quatro escopos fundamentais,
nomeadamente:

ESCOPO GERENCIAL ESCOPO LOGISTICO


• Processos administrativos, financeiros e • Armazenagem;
contábeis; • Transporte;
• Normatização; • Embalagem de transporte;
• Formação do quadro funcional; • Contingenciamento.
• Certificações;
ESCOPO PRODUTIVO
ESCOPO COMERCIAL • Arranjo produtivo;
• Estrutura comercial; • Normatização do processo;
• Marketing; • Grau de atualização tecnológica de seu
• Embalagem; parque industrial;
• Marca; • Formação do quadro funcional;
• Concorrência; • Desenvolvimento de pesquisas;
• Política de preços; • Origem e especificações dos insumos;
• Assistência no pós-venda; • Domínio da técnica;
• Existência de patentes;
• Certificações;
Este relatório nos dará uma visão mais precisa dos passos a serem tomados para o prosseguimento do
processo e poderemos definir as etapas a serem executadas, com a definição do tratamento mais adequado
para esta internacionalização.

Os diversos agentes serão mobilizados para a adequação do processo, sendo que as primeiras empresas
acionadas serão as consultorias e as empresas comerciais.

A partir da elaboração conjunta de um planejamento consistente, o processo de exportação poderá ter início
e todo o restante da estrutura proporcionará os resultados desejados.
É importante lembrar que a dinâmica do processo exige um acompanhamento constante destes
procedimentos e a necessidade da criação de uma estrutura de apoio ao aperfeiçoamento e
desenvolvimento dos consorciados, através de eventos, cursos, seminários e material de apoio.