Você está na página 1de 3

 

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE APOIO AO COMÉRCIO INTERNACIONAL


Praia de Botafogo, 501 – Bloco B – 2º andar – Rio de Janeiro – Brasil
CEP 22250-040 – Telefax: +55 (21) 2401-9758 – 2401-7631
http://www.omaci.com.br – atendimento@omaci.com.br

ROTEIRO DE SOLICITAÇÃO DE FINANCIAMENTO INTERNACIONAL


• Empréstimo minimo: US$ 1 Milhão,   Máximo: US$ 500 Milhões (podendo ultrapassar este 
valor em situações excepcionais). 
• Prazo do empréstimo: 1 a 12 anos 
• Juros: os quais são competitivos, somente serão informados pelo Prestamista, depois do 
estudo dos documentos do solicitante, não antes. 
• Todos os documentos necessários para o empréstimo, devem ser preparados em idioma 
Inglés (uma versão também em Francês é desejável, mas não fundamental). 

Da Empresa.
• Cópia do Contrato Social ou Registro de S/A traduzida;
• Copia do Registro na Junta Comercial (pode ser uma certidão simplificada);
• Certidão Negativa de Débitos Fiscais e Tributários (ou documento onde conste o total dos débitos
emitido pela autoridade competente Federal, Estadual e Municipal).
• Certidão Negativa de Débitos com a Previdência (ou documento onde conste o total dos débitos
emitido pela autoridade previdenciária);
• Certidão do Cartório Central de Distribuição de Títulos;
• Documento emitido pelos Sócios ou Ata da Assembleia autorizando a contração do empréstimo
internacional especificando o valor máximo do empréstimo, e o prazo máximo para pagamento.
• Cópia dos três últimos balanços financeiros;
• Balancete especial dos 6 últimos meses;
• Outras documentações que o aspirante achar convenientes repassar;

Dos Sócios ou Acionistas Majoritários:
• Cópia do documento de Identificação com validade mínima de 1 ano (Preferencialmente o
Passaporte. Passaporte antigo, folhas 1, 2, 3 e 32; Passaporte novo, folhas 2, 3 e 32);
• Certidão de antecedentes criminais expedida pela Polícia Federal;

Das Garantias:
• Toda documentação e registro dos imóveis e de outros bem passíveis de garantia;
• Certidão Negativa de Tributos (Federais, Estaduais e Municipais);
• Avaliação Preliminar dos bens (será passível de avaliação final a ser realizada pelo Prestamista);
• Em caso de imóveis, certidões de ônus reais e vintenárias, e em caso de imóveis em condomínio,
certidão de quitação de cotas condominiais.

Da destinação dos recursos:
• Plano de Negócio detalhado, contendo a descrição atual do empreendimento e destinação dos
recursos;
• Resumo Executivo;
• Cronograma de liberação (informativo de como deseja a disponibilização dos recursos, se de uma
única vês ou escalonado)

Obs.: Os documentos preliminares não necessitam de tradução juramentada neste primeiro momento (mas deverão
estar redigidos em inglês ou francês). Caso seja aprovado o empréstimo todos os documentos deverão ser autenticados
no consulado do país sede do Empréstimo (França, Suíça, Emirados Árabes Unidos ou Portugal).

Etapas:

1ª Etapa

Avaliação do Plano de Negócio.

Verificação do potencial do negócio de ser reestruturado (em caso de necessidade de quitação de débitos
existentes) ou expandido (no caso dos recursos serem para investimento produtivo).

É avaliada a capacidade de pagamento do empréstimo por parte do tomador sem ser levada em
consideração as garantias subsidiárias ao negócio.

O objetivo fundamental do Prestamista é a obtenção de retorno financeiro ao empréstimo oriundo do


pagamento das parcelas e não a obtenção do retorno de seu investimento através de demandas judiciais, e
posterior venda de ativos, situação sempre onerosa, demorada e nem sempre de compensação garantida.

2ª Etapa

Análise das informações e documentação

Em se configurando uma boa oportunidade e um negócio consistente, parte-se para a verificação da


documentação referente a empresa (balanços, certidões, etc). Esta fase serve apenas para confirmar as
informações contidas no próprio plano de negócio e verificar a fidelidade das mesmas, serão realizados
ajustes a alguns procedimentos contábeis a fim de compatibilizar as informações com os métodos e
padrões do Prestamista, metodologia esta nem sempre coincidente e que ocasiona sempre algumas
distorções aos resultados encontrados. também a documentação dos responsáveis será verificada nesta
fase;
3ª Etapa

Elaboração do Contrato de Financiamento e assinatura

Elabora-se o contrato de Financiamento Internacional e demais providências burocráticas e cambiais;

4ª Etapa

Disponibilização dos Recursos

Disponibilização integral ou da primeira parcela do Empréstimo, de acordo com o cronograma;

5ª Etapa

Acompanhamento

Geralmente são solicitados relatórios durante a vigência do contrato para que o Prestamista possa avaliar a
manutenção das condições e capacidade de pagamento por parte do tomador.

Este expediente por parte do Prestamista visão a que ele possa intervir de forma pró-ativa junto ao tomador,
inclusive realizando novas injeções de capital a fim de manter a capacidade do empreendimento e
manutenção de condições favoráveis ao retorno do investimento.

Pela experiência acumulada, estimamos em uma média de 45 a 60 dias para a liberação dos recursos
podendo estes prazos variarem para mais ou para menos dependendo da complexidade do negócio, da
qualidade das informações e de outros fatores envolvidos.

Permaneço a disposição para dirimir quaisquer dúvidas que possam ter surgido e aguardo o parecer sobre o
assunto oportunamente.

DIÓGENES DUARTE SOBRAL

President of OMACI.
diogenes@omaci.com.br
Skype: eurocomex
MSN: diogenes@larbos.com.br
Mob.: +55 21 9315-6066