Você está na página 1de 7

“Do Rato

Mickey a
Andy
Warhol”
DO RATO MICKEY A
ANDY WARHOL
07 Fev - 14 Mai 2009 – BIBLIOTECA DA FUNDAÇÃO SERRALVES

A literatura infantil está desde há várias décadas


associada à criação de inúmeros artistas plásticos. Para
uns (como Andy Warhol), a imagem, o design e a forma
dos livros para crianças e dos livros de banda
desenhada constituem fonte de inspiração para criarem
obras novas.

Outros (como Dieter Roth) concebem de raiz livros


cujo conceito é apelativo para os mais novos. A
presente exposição inclui diversas publicações que
evidenciam várias formas de manipulação ou criação
de originais e livros infantis que chamam a nossa
atenção para a arte contemporânea (Hergé – Tintin).
Esta mostra, comissariada pelo belga Guy
Schraenen, foi apresentada na Biblioteca do
Museu de Serralves de 7 de Fevereiro a 14 de
Maio de 2009.
Esta exposição apresentou variados trabalhos
que tinham como ponto de partida todo o
imaginário infantil, incluindo diversas
publicações relacionadas com a
criação/manipulação de originais e com livros
para crianças que dirigem a nossa atenção
para a arte contemporânea.
Há imensos anos que inúmeros artistas
recorrem à literatura infantil para assim
criarem novas obras, inspiradas na
imagem, no design e na forma do livro
para crianças, destituindo-lhes a sua
função original de realizar recriações.

Apesar disso, os tradicionais livros


infantis não fizeram parte do propósito
desta exposição, que apenas apresentou
publicações criadas por artistas plásticos.
O habitual aspecto da banda desenhada,
o seu conceito artístico e os seus heróis
foram motivo de inspiração de diversos
artistas que fizeram parte da exposição.
Com exemplo disso são os quadros de
Erró, Lichtenstein, a forma do Rato
Mickey etc.

Nesta exposição estiveram também


incluídos livros de colorir concebidos por
Andy Warhol .
Por estas razões, a mostra detinha um
interesse tanto para crianças como para
adultos que pôde encontrar inúmeras
referências às suas leituras de infância.
Por sua vez, permitiu às crianças a
descoberta de um novo universo de
cores, formas e linguagens, que lhes
permitiu a familiarização com obras de
artistas contemporâneos que colocaram
assim todo o seu talento ao serviço dos
mais jovens.
Gestão Artística e Cultural 1º ano
Práticas de Produção Multimédia I

Sara Abreu 4212