Você está na página 1de 1

RESENHA - CONTROLE DE QUALIDADE DE DROGAS VEGETAIS A BASE DE Bauhinia forficata.

O trabalho relatado no artigo foi desenvolvido pelo ncleo de investigaes Qumico-Farmacuticas do curso de Farmcia da Universidade do Vale do Itaja. O objetivo da pesquisa foi comparar amostras de drogas vegetais a base de Bauhinia forficata com uma amostras sabidamente autntica da B. forficata. Para tal comparao foi utilizado como marcador qumico a Kaempferitrina e como metodologia a cromatografia em camada delgada (CCD) e cromatografia lquida de alta eficincia (CLAE), alm de anlise microscpica, anlise dos rtulos, caractersticas organolpticas e a presena de material estranho. As plantas do gnero Bauhinia pertencem a famlia Farbaceae, a qual possui aproximadamente 300 espcies. Esse elevado nmero de espcies juntamente com as caractersticas macroscpicas semelhantes entre as mesmas favorecem adulteraes nas diversas preparaes disponveis a base da B. forficata, tornando o controle de qualidade uma ferramenta importante para combater essa prtica. A B. forficata conhecida popularmente como pata-de-vaca utilizada como hipoglicemiante e tem sua ao atribuda ao flavonide Kaempferitrina, que por sua vez utilizada como marcador qumico por parecer ser encontrado somente nas folhas da B. forficata. Seis amostras de drogas vegetais de B. forficata forma adquiridas na forma de ch no comrcio farmacutico nos municpios de Balnerio Cambori e Itajai. As primeiras avaliaes foram anlise dos rtulos, das caractersticas organolpticas e presena de material estranho. Como trs amostras forma adquiridas a granel, as mesmas no possuam rtulos e as demais apresentavam realmente a quantidade vegetal descrita no rtulo porm duas dessas amostras no identificavam qual a parte da planta utilizada e apenas uma continha o nome cientfico correto, quanto as caractersticas organolpticas todas apresentavam odor idntico a B. forficata e cor e textura variveis e todas forma reprovadas no quesito material estranho. Na anlise microscpica somente duas amostras se mostraram idnticas B. forficata autntica e nas cromatografias foram identificadas quatro amostras com o marcador qumico kaempferitrina. Os resultados mostram erros em todas as amostras evidenciando a necessidade da padronizao desde o cultivo, colheita, armazenagem e preparao de drogas vegetais.