Você está na página 1de 2

Fotos Carlinhos Rodrigues

Por conta dos pais, correm as des-


pesas domésticas – empregada, ali-
mentação, celulares e contas diversas.
Cada irmã tem seu canto, com direito
a portas fechadas e hospedagem de
namorado, se quiserem.
– A essa altura não se pode mais
dizer “não” – brinca o pai. – O mais
importante é elas se sentirem bem
conosco – completa.
E elas parecem estar se sentindo
muito bem. Leonor não tem previsão
de saída, enquanto Ana Paula planeja
seu vôo-solo para quando chegar aos
30. A mãe já manifestou um certo
temor quanto à síndrome do ninho
vazio: argumenta que a casa é muito
grande apenas para ela e o marido.
Mas as gurias garantem que os al-
moços de domingo continuarão sen-
do sagrados, assim como as sessões
de TV e filmes com todos os inte-
grantes espalhados na cama do casal.
Os encontros familiares também
são a desculpa do músico Pedro Ve-
rissimo, 35 anos, para continuar per- Leonor (no chão), 29, e Ana Paula (deitada), 26, gostam da cama dos pais para assistir à televisão
noitando na residência que já foi do
avô Erico e agora é do pai, Luis Fer-
nando, no Bairro Petrópolis. Aos 30,
ele se mudou – “oficialmente”, nas
“O mais
palavras dele – para um apartamento
no Moinhos de Vento, mas manteve
importante é que
seu quarto e o computador de traba-
lho na casa dos pais. nossas filhas se
– Vou e volto, meio lá, meio cá –
conta Pedro, que foi localizado pela sintam bem
reportagem durante uma tarde da se-
mana no telefone fixo da residência conosco”
dos Verissimo. – No apartamento, fi-
co mais sozinho, é meu local de paz
e meu refúgio, enquanto aqui tem
sempre muito movimento. Sem falar
Jayme Moura,
que uma geladeira cheia sempre aju- pai de Leonor,
da – brinca Pedro.
29 anos, e
SEGUE
Ana Paula, 26

Marcos D’Paula/AE
Com a mãe há 42 anos casar, mas o relacionamento terminou
e acabei não indo – conta Paiva por
Um dos motivos para não ter deixa-
do a casa materna, alega o jornalista,
Um dia, talvez, quem sabe, o asses- telefone, do Rio, referindo-se ao na- é a correria da vida de assessor na
sor da Confederação Brasileira de Fu- moro de dois anos com a jornalista área do futebol.
tebol Rodrigo Paiva se mude para o Renata Cordeiro. – Eu sempre viajei muito, desde a
triplex decorado e pronto para morar O atual namorado da atriz Maitê época do Flamengo e depois, quando
que mantém no Leblon. Aos 42 anos, Proença revela que não tem planos de morei na Europa. Quando voltei, não
“mas com corpinho de 28”, como o se mudar em breve, mas mesmo assim teria sentido morar sozinho sem a
próprio ressalta, o ex-assessor de im- mantém seu apartamento arrumado. mãe – conta Paiva, que confessa ser
prensa do jogador Ronaldo prefere vi- Uma faxineira duas vezes por semana “zoado” pelos amigos por essa deci-
ver em companhia da mãe, uma se- conserva a residência pronta para re- são. – Eles tiram onda, mas já falo de
nhora de 80 anos, em um apartamen- ceber amigos, a namorada ou apenas cara: não sou gay! Porque dizem que
to menor, a poucas quadras da possí- para Paiva tomar um banho rápido se você não casou, não tem filhos e
vel futura residência. depois de curtir uma tarde na praia ainda por cima mora com a mãe, tem
– Eu tinha comprado o lugar para do Leblon. algo errado – brinca.

ZERO HORA 30 DE ABRIL DE 2006 DONNA ZH 9

Interesses relacionados