Você está na página 1de 1

Da obrigao natural e civil Obrigao natural Conceito - a obrigao que no confere o direito de se exigir cumprimento; desprovida de ao(do poder

er pblico/judicirio). Ex: Dvidas prescritas. Ao monitria/ Ao de ttulo executivo/ Notas promissrias

Dvidas de jogos(de azar) provenientes de obrigaes morais; Tais obrigaes so consideradas imperfeitas e, portanto, inexigveis. So exigveis jogos e apostas legalmente permitidas. Art. 814, CC 2. Fontes das obrigaes a)Contratos So negcios jurdicos bilaterais. b) Atos ilcitos O enriquecimento ilcito , abuso de direito e responsabilidade civil. c) Declaraes unilaterais Promessas de recompensa. Classificao das obrigaes a) Quanto ao objeto. (mediato ou imediato) A tem uma obrigao de entregar uma moto pra B. objeto mediato = moto (a coisa) objeto imediato = obrigao de dar/fazer/ no fazer Obrigao de dar = obrigao em que se tem o dever de entregar o transferir a outrem a coisa. Obrigao de fazer = consiste na feitura ou prestao de um fato ou execuo de alguma coisa ( um trabalho ou servio) Obrigao de no fazer = consiste no dever assumido em no ser feito aquilo que se convencionou ou que a lei permita que se faa. Exemplo: no construir. b) Quanto a multiplicidade de objetos. alternativas. So aquelas que combinam dois ou mais objetos de forma alternativa numa nica obrigao. A____carro___________B R$ 50.000 c) Cumulativa. So aquelas que combinam dois ou mais objetos de forma cumulativa numa nica prestao. d) Facultativa a obrigao simples, com um nico objeto, mas o devedor poder exonerar-se entregando outro.